Archive for the ‘noticias’ Category

Unidades Móveis levam serviços de saúde para o Novo Aleixo e Novo Reino

sexta-feira, maio 29th, 2015

servsaude (2)

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) inicia nesta sexta-feira, 29, atendimento com Unidades Móveis no bairro Novo Aleixo, zona Norte. Um módulo completo do Programa Saúde Manaus Itinerante, com Unidades Móveis de Saúde da Mulher, Odontológica e Médico-Laboratorial, ficará estacionado na rua Perimetral Norte, no pátio da igreja católica Bom Jesus, até o dia 1º de julho. O atendimento também está ocorrendo no Novo Reino, zona Leste.

Na Unidade Odontológica haverá oferta de atendimento ambulatorial básico em saúde bucal e na Médico-Laboratorial a população terá acesso à consultas com clínico geral e pediatra, exames preventivos (papanicolau), serviços de coleta de material de exames laboratoriais, de imunização e de farmácia.

A Unidade Móvel de Saúde da Mulher irá disponibilizar os exames de mamografia e ultrassonografia (abdominal total, abdominal superior, transvaginal, pélvica, obstétrica, vias urinárias, tireoide e mamas).

A Semsa também está disponibilizando desde a última terça-feira, dia 26, três Unidades Móveis para atender no bairro Novo Reino, na zona Leste de Manaus. O módulo está estacionado na rua Decrescida, esquina com a avenida Batrum, próximo à Escola Municipal Dr. Olavo das Neves, onde ficará até o dia 24 de junho.

Uma Unidade Móvel de Saúde da Mulher oferece semanalmente 200 vagas para o exame de mamografias e 250 para ultrassonografias. A Unidade de Saúde Odontológica realiza até 240 atendimentos odontológicos ambulatoriais por semana, já a Médico-Laboratorial disponibiliza semanalmente 80 consultas generalistas, 80 consultas pediátricas, 120 exames preventivos e 150 coletas de exames de laboratório.

A lista com a programação completa das Unidades Móveis, com locais e serviços, pode ser acessada no site semsa.manaus.am.gov.br.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

LOCALIZAÇÃO DAS UNIDADES MÓVEIS DE SAÚDE

sexta-feira, maio 29th, 2015

Samu capacita técnicos de enfermagem de áreas indígenas

quarta-feira, maio 27th, 2015

capactecenferm (2)

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu – 192) iniciou nesta quarta-feira, 27, um curso de atualização em Urgência e Emergência para técnicos de enfermagem que atuam em comunidades indígenas de 19 municípios do interior do Amazonas. O curso está acontecendo na Base Sul do Samu, instalado próximo à Bola da Suframa, e segue até sexta-feira, dia 29 de maio, das 8h às 17h, contando com a participação de 26 profissionais vinculados ao Distrito Sanitário Especial de Saúde Indígena (Dsei Manaus).

A chefe do Núcleo de Educação Permanente de Urgência do Samu-192, enfermeira Lêda Lima Sobral, explicou que o curso foi programado a partir de uma parceria com o Dsei e é direcionado para profissionais que trabalham em 22 polos bases, que funcionam como Unidades Básicas de Saúde, a maioria instalados dentro de comunidades indígenas. “Foi uma solicitação feita à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para capacitar os profissionais no atendimento às urgências e emergências clínicas e traumáticas, priorizando situações mais frequentes nas áreas rurais”, destacou Leda Sobral.

O curso vai abordar emergências clínicas (desmaio, convulsão, obstrução de vias aéreas por corpo estranho, infarto agudo do miocárdio, AVC, intoxicação e acidentes com animais peçonhentos) e emergências traumáticas (atendimento pré-hospitalar em trauma, técnicas de imobilização e transporte de paciente crítico). A programação inclui atividades teóricas e práticas com simulação de situações para os diferentes tipos de atendimentos.

“A maioria dos polos bases realizam o atendimento dentro da aldeia indígena e são os técnicos de enfermagem e enfermeiros que fazem o primeiro atendimento. O objetivo desse trabalho é ampliar o conhecimento técnico-científico desses profissionais, capacitando para atuação de acordo com os protocolos, de forma ágil, segura, eficiente e com uma abordagem humanizada no atendimento de pacientes indígenas nas aldeias e polos base, e durante a remoção para hospitais”, explicou a assistente social Janiacley Mendonça, do setor de Educação Permanente do Dsei Manaus.

Para o técnico de enfermagem Ivanildo Andrade, de 51 anos, que trabalha no polo base do Pantaleão, no município de Autazes, atendendo uma população de sete mil indígenas da etnia Mura, o curso vai ser utilizado para atender uma demanda grande de situações de urgência e emergência. “No polo base são registrados situações em que há ferimentos com arma branca, hemorragias e ferimentos diversos. Os casos são encaminhados para o hospital, mas o primeiro atendimento é essencial no cuidado com o paciente. Por isso, é importante obter conhecimentos mais atualizados para prestar o melhor serviço possível nessas situações”, informou Ivanildo Andrade.

Fotos: Assessoria de comunicação/ Karla Vieira

Parceria desenvolverá ações para a segurança no entorno de escolas municipais e UBSs

quarta-feira, maio 27th, 2015

reuniaoseg (2)

Ações para ampliar a segurança no entorno das escolas municipais e das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) começarão a ser trabalhadas em parceria pelas secretarias municipais de Educação (Semed), de Saúde (Semsa) e de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM). Na segunda quinzena de junho, acontecerá uma reunião entre gestores de escolas das zonas Norte e Leste de Manaus e comandantes de policiamento destas áreas.

A proposta surgiu durante reunião, no final da tarde desta terça-feira, 26, entre a secretária da Semed, Kátia Schweickardt, o secretário da Semsa, Homero de Miranda Leão, e o secretário da SSP-AM, Sérgio Fontes.

Kátia Schweickardt, apresentou um mapa contendo as áreas e uma lista de 20 escolas municipais, na zona Leste, que têm sido alvo de vandalismo e furto. Todo material foi entregue a Sérgio Fontes, que destacou que a segurança daquela zona ganhará reforço com a entrega de 200 novas viaturas já no dia 10 de junho.

Previamente, os secretários já agendaram uma próxima reunião, para a segunda quinzena de junho, que contará com a presença de gestores, técnicos das secretarias, representantes do Centro de Operações de Segurança Escolar (Cose) e comandantes responsáveis pela segurança nas zonas Norte e Leste da cidade.

“Foi uma reunião para expormos as nossas principais dificuldades, quais as zonas mais críticas, onde o entorno das nossas escolas é mais ameaçado. Nós mapeamos 20 escolas na zona Leste que são muito pressionadas, onde os professores e a comunidade acadêmica têm uma sensação de insegurança, o que dificulta a nossa gestão pedagógica, por temos dificuldades em fixar o quadro de pessoal nas escolas, de desenvolver o nosso trabalho com a segurança. O secretário Fontes nos garantiu que a zona Leste, já a partir do próximo mês, estará coberta com 200 novas viaturas e que a zona Norte já recebeu 180 novas unidades móveis, em maio, para tentar coibir essas ocorrências”, destacou a secretária da Semed

De acordo com o secretário da SSP-AM, que sugeriu a reunião com os gestores escolares, a integração entre as secretariais municipais e estaduais é positiva por ouvir as principais demandas e compartilhar propostas para melhorar cada vez mais a sensação de segurança da população como um todo.

“Ficamos contentes em poder compartilhar propostas de soluções, ouvir os reclames dos nossos gestores de colégios. Sabemos que a sociedade como um todo vive um momento difícil (economicamente), coisas que direta ou indiretamente aumentam a violência, mas vamos unir nossos esforços, vamos dar continuidade e implementar o que foi combinado com os secretários (da Semed e Semsa) e certamente vamos chegar a resultados melhores e diminuir essa tensão”, ressaltou Fontes.

Para o secretário da Semsa, Homero de Miranda Leão, a parceria entre os órgãos municipais e a SSP-AM é fundamental para que os serviços possam ser oferecidos com mais segurança. “Nos preocupa muito esse assunto de roubo, queremos que saia de pauta, pois não há nada para se roubar em uma UBS”, disse.

TEXTO: João Pedro Figueiredo

FOTOS: Cleomir Santos

Tratamento de fumantes agora está disponível também no Santa Etelvina

terça-feira, maio 26th, 2015

tratfumantes (2)

Com a inauguração do Ambulatório para Tratamento de Fumantes na Unidade Básica de Saúde (UBS) Sálvio Belota, no bairro Santa Etelvina, nesta terça-feira, 26, dez pessoas iniciaram tratamento para abandonar o cigarro. Agora, são quatro UBSs na zona Norte com o serviço à população, incluindo a UBS Armando Mendes (Manoa), Policlínica Dr. José Antônio da Silva (Monte das Oliveiras) e a UBS Frei Valério (Novo Israel). A taxa média de sucesso com o abandono do cigarro nos ambulatórios é de 62,4%.

A subsecretária de Gestão da Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Lubélia Sá Freire da Silva, explicou que a implantação dos ambulatórios é um processo contínuo e a meta é que todas as unidades de saúde possam oferecer o serviço para a população. “O uso do cigarro traz uma série de prejuízos para a saúde da pessoa e é importante que a população possa ter uma maior facilidade de acesso ao serviço, aumentando progressivamente o número de UBSs com equipes capacitadas para realização do atendimento”, destacou Lubélia Sá Freire.

O Ambulatório para Tratamento de Fumantes na UBS Sálvio Belota vai beneficiar pessoas como a dona de casa Zenilda Ferreira Lima, de 52 anos, que fuma há mais de 40 anos, e pela primeira vez tomou a decisão de abandonar o cigarro, principalmente por já apresentar problemas de saúde. “Sofro de pressão alta e nem o remédio está resolvendo. Além disso, venho sofrendo com muitas dores de cabeça, cansaço e problemas de garganta, e acho que é preciso deixar de fumar mesmo”, afirmou Zenilza Lima.

Atualmente, o município de Manaus conta com 21 unidades de saúde que já estão habilitadas e em implantação do serviço de tratamento de fumantes, distribuídos em todas as zonas geográficas. O programa foi implantado em Manaus em 2007 e consiste em atendimento multiprofissional com a realização de seis sessões em grupos terapêuticos, com rodas de conversas e atendimento clínico individualizado. Considerando o grau de dependência do paciente, também pode ser utilizada terapia medicamentosa.

Os ambulatórios oferecem tratamento e acompanhamento com profissionais médicos, psicólogos, fisioterapeutas, enfermeiros, nutricionistas, odontólogos e assistentes sociais, entre outros profissionais.

O representante comercial Marcos Antônio da Silva, de 50 anos, representa um dos casos de sucesso do programa. Depois de fumar por 25 anos, recebeu o incentivo da filha para participar de uma das turmas no ambulatório da UBS Alfredo Campos, no bairro Zumbi, zona Leste, e conseguiu abandonar o cigarro há cinco anos. “Tentei parar de fumar sozinho diversas vezes, mas nunca tive sucesso. Quando fiquei sabendo do ambulatório depois de uma notícia na rádio e com o incentivo da minha filha, procurei a UBS Alfredo Campos. No início não acreditava muito no programa, mas quando vi a seriedade dos profissionais, com o apoio da família, na terceira semana de tratamento tomei a decisão e consegui parar de fumar”, afirmou Marcos Antônio da Silva.

Os interessados em participar do programa podem entrar em contato pelo telefone 0800 280 8 280.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315 / 98842-8370/ 98842-6135

Tratamento para fumantes ganha novo ambulatório no Santa Etelvina

segunda-feira, maio 25th, 2015

A Unidade Básica de Saúde (UBS) Sálvio Belota começa nesta terça-feira, 26, as atividades da primeira turma do Ambulatório para Tratamento de Fumantes. O oferecimento do serviço será no Espaço Saúde da própria UBS, localizada à rua das Samambaias, s/n, Santa Etelvina, com recepção da turma às 9h.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, informou que a UBS Sálvio Belota é uma das 21 Unidades de Saúde que já estão habilitadas e em implantação do serviço de tratamento de fumantes, um atendimento especializado e multiprofissional para as pessoas que desejam abandonar o cigarro. “Os dados do município são de que mais de 7% da população sofre com o vício e o tratamento adequado é oferecido, com todos os esforços, em mais uma das nossas unidades de saúde”, ressaltou Homero.

Os ambulatórios oferecem tratamento e acompanhamento com profissionais médicos, psicólogos, fisioterapeutas, enfermeiros, nutricionistas, odontólogos e assistentes sociais, entre outros profissionais. Durante o tratamento, o paciente participa de sessões em grupos terapêuticos, com rodas de conversas e atendimento clínico individualizado. Dependendo do quadro clínico, o paciente recebe também acompanhamento com terapia medicamentosa.

Inicialmente, o Ambulatório para Tratamento de Fumantes da UBS Sálvio Belota irá trabalhar com dez pacientes que fizeram a inscrição no programa. Os pacientes irão participar de atividades em grupo com médico, psicólogo e enfermeiro. Durante a inauguração, haverá depoimento de uma servidora da Semsa que abandonou o hábito de fumar depois de participar do programa na UBS Frei Valério Di Carlo, no bairro Novo Israel.

Cada ambulatório tem uma programação específica para desenvolvimento das atividades e os interessados no tratamento devem procurar a unidade mais próxima para fazer a inscrição. No ano passado, 62,4% dos pacientes que fizeram o tratamento nas UBSs da rede municipal conseguiram abandonar o fumo.

Todas as zonas geográficas da cidade contam com o serviço, sendo seis ambulatórios na zona Norte; dois ambulatórios na zona Sul; quatro ambulatórios na zona Leste; seis ambulatórios na zona Oeste; e três ambulatórios na zona Rural. Outros dois ambulatórios foram habilitados no Centro de Internação Provisória Dagmar Feitosa e no Centro de Reabilitação em Dependência Química Ismael Abdel Aziz para atender a demanda interna das duas instituições.

População fumante

De acordo com dados obtidos pelo Ministério da Saúde, através do inquérito telefônico Vigitel – 2013 (Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico) realizado em 2013, cerca de 7% da população é fumante no município de Manaus. Além disso, 21,4% da população é considerada como fumante passivo.

Ambulatórios para Tratamento de Fumantes por zona

Norte

1 – UBS Frei Valério – rua Bom Jesus, s/nº – Novo Israel;

2 – UBS Sálvio Belota – rua das Samambaias, nº 786 – Santa Etelvina;

3 – UBS Armando Mendes – rua 05, S/N, Conj. Manôa;

4 – UBS Dr. Áugias Gadelha – rua A, nº 15 – Cidade Nova I;

5 – Policlínica Dr. José Antônio da Silva – rua Arueiras, nº 55 – Monte das Oliveiras;

6 – Policlínica Anna Barreto – av. Grande Circular, S/N – Monte Sião;

Sul

7 – Policlínica Castelo Branco  - rua do Comércio, s/n, Parque 10;

8 – Policlínica Antônio Reis – rua São Luiz, s/n, São Lázaro;

Leste

9 – Policlínica Ivone Lima dos Santos –  rua 08, s/n Coroado III;

10 – Policlínica Comte Telles – rua J, s/n, Etapa B do bairro São José III;

11 – UBS Dr. Alfredo Campos – rua André Araújo, s/n, Zumbi II;

12- UBS Amazonas Palhano  - rua Antonio Matias, s/n, São José II;

Oeste

13 – Módulo de Saúde da Família Vila da Prata – rua Ademar de Barros, s/n, Vila da Prata;

14 – Policlínica Franco de Sá – rua V, nº 150, no bairro Nova Esperança I;

15 – Policlínica Djalma Batista – rua 23 de Dezembro, s/n, Compensa II;

16 – UBS Deodato de Miranda Leão – rua Presidente Dutra, s/n, Glória;

17 – UBS Dom Milton – rua Tiradentes, s/n, Santo Agostinho;

18 – Centro de Internação Provisória Dagmar Feitosa – rua Vivaldo Lima, no 371 – Alvorada;

Distrito Rural

19 – Posto de Saúde Rural São Pedro, localizado no Km 35 da rodovia AM-010;

20 – Posto de Saúde Rural Pau Rosa, Km 21 da BR 174, ramal do Pau Rosa;

21 – Centro de Reabilitação em Dependência Química Ismael Abdel Aziz – Km 53, Rodovia AM-010.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315 / 98842-8370/ 98842-6135

Oferta de serviços de ortodontia preventiva é ampliada na rede municipal de saúde

segunda-feira, maio 25th, 2015

ortodontiasaudemunic (2)

A rede municipal em Atenção Odontológica Especializada começa a ter sua capacidade ampliada com a oferta de ortodontia preventiva para crianças com idade entre 6 e 11 anos. O serviço, que já é oferecido pela Prefeitura de Manaus no Centro de Especialidades Odontológicas Prof. João Luis Ribeiro (CEO Oeste), foi implantado no CEO Dr. Rubim Sá – CEO Norte (Cidade Nova) e no CEO Dr. José Fortunato de Oliveira – CEO Sul (São Lázaro) a partir desta semana.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, explicou que a ortodontia preventiva é um ramo da ortodontia que trabalha na identificação precoce dos fatores que levam à formação de más oclusões, ou seja, quando não há um encaixe perfeito entre as arcadas dentárias. O objetivo é tratar o problema antes que haja uma real interferência na dentição e por isso esse tipo de tratamento deve ser realizado em crianças de 6 a 11 anos de idade.

“A saúde bucal é imprescindível em qualquer faixa-etária e por isso a Prefeitura de Manaus vem buscando ampliar cada vez mais os serviços nessa área, garantindo um melhor acesso à população por meio dos CEOs. A criança que necessita de ortodontia preventiva apresenta deficiência em diversos fatores importantes de seu desenvolvimento. A fala é prejudicada, a alimentação passa a ser debilitada e até autoestima da criança é diretamente afetada. Assim, esse tratamento é essencial para que ela cresça e se desenvolva em diversos aspectos de sua vida”, destacou Homero de Miranda Leão.

O tratamento inclui a utilização de aparelhos ortodônticos que são indicados em casos em que a criança perde dentes de leite precocemente e os dentes vizinhos tendem a migrar para o espaço da extração. Os aparelhos, que são entregues de forma gratuita para o paciente durante o tratamento no CEO, são utilizados na manutenção do espaço deixado por dentes precocemente perdidos, impedindo a migração dos dentes vizinhos para o espaço desdentado e garantindo a manutenção da oclusão dentária dentro dos limites considerados normais. Além disso, também cabe à ortodontista a identificação dos hábitos prejudiciais, alertando os pacientes e, ocasionalmente, indicando o tratamento mais adequado para cessar o hábito.

“O paciente pode desenvolver vários tipos de má oclusão como, por exemplo, apinhamentos (dentes montados), onde os dentes permanentes quando estiverem na época de irromper, o farão fora do arco, desalinhados. Quando a perda dentária precoce é na região anterior ou quando a criança tem hábitos como sucção de dedos ou de chupetas, poderá ocasionar distúrbios na fala e no próprio desenvolvimento do sistema mastigatório, com alterações musculares e esqueléticas”, alerta a gerente de Saúde Bucal da Semsa, Nara Esquivel.

A população também terá acesso ao serviço na zona Leste, após a inauguração do Centro de Especialidades Odontológicas Prof. Dr. Jair Machado Santos da Rocha – CEO Leste, que deve ser inaugurado no mês de junho. O atendimento será feito exclusivamente por encaminhamento das Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Atendimento

O acesso ao serviço de ortodontia preventiva realizado nos CEOs deve ser feito exclusivamente por meio das Unidades Básicas de Saúde, incluindo as Unidades Básicas de Saúde da Família, depois de prévio tratamento básico com o cirurgião dentista clínico geral. Portanto, para receber atendimento/tratamento ortodôntico preventivo, o paciente deve apresentar os seguintes requisitos: estar em fase de dentição decícua e mista (entre 6 e 11 anos de idade); ter recebido todo tratamento odontológico necessário, ou seja, todo e qualquer procedimento odontológico realizado deverá ser concluído nas UBSs e UBSFs antes do início do tratamento ortodôntico; deve ter recebido instruções sobre higiene oral; ter realizado a profilaxia e aplicação de flúor há menos de seis meses; manter uma higiene oral perfeita; e ser portadores de má oclusões dentárias e casos selecionados de más oclusões esqueléticas.

No ano passado, o CEO Oeste, que oferece o serviço de ortodontia preventiva desde 2009, realizou 1.080 manutenções em aparelhos ortodônticos e fez a entrega de 225 aparelhos para tratamento. “A partir do momento em que o paciente inicia seu tratamento, dependendo da faixa-etária e da sua necessidade em saúde bucal, seu tempo de tratamento é flexível, podendo ser finalizado em meses ou até em anos, visto que a ortodontia preventiva necessita desse acompanhamento até ter o tratamento concluído”, informou Nara Esquivel.

A demanda do CEO Oeste tem sido variável, já que a meta é previamente estipulada com a entrega de 20 aparelhos por mês e a realização de 80 manutenções ortodônticas no mesmo período. Porém, pode haver variação para mais ou para menos em decorrência de diversos fatores, sendo um deles a falta dos pacientes às consultas. A capacidade diária também é previamente estabelecida em cinco consultas por dia, mas cabe ao profissional que atende verificar qual a real necessidade dos pacientes que estão em tratamento, podendo ser marcadas mais cinco crianças para serem consultadas ao dia para acompanhamento.

Com a implantação do serviço no CEO Norte, a meta é o atendimento de cinco pacientes por dia, dez aparelhos por mês e 40 manutenções ortodôntica. Nos CEOs Sul e Leste deverão ser atendidos dez pacientes por dia em cada um, 20 aparelhos por mês e 80 manutenções ortodônticas por mês. De dois profissionais já atuando no CEO Oeste, a população passará a ter acesso a atendimento com um total de sete cirurgiões-dentistas especialistas em Ortodontia atuando nos CEOs Sul, Norte e, depois da inauguração, no CEO Leste.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315 / 98842-8370/ 98842-6135

Manaus alcança a marca de 87,87% na vacinação contra a gripe e continua campanha até 3 de junho

sexta-feira, maio 22nd, 2015

vacinagripe (2)

A capital amazonense atingiu a marca de 87,87% na vacinação contra a gripe (Influenza) na sexta-feira, 22, totalizando 313.616 doses aplicadas. O trabalho, agora, consiste em continuar imunizando pessoas do grupo prioritário, especialmente crianças menores de 5 anos e gestantes, uma vez que idosos, indígenas aldeados, a população carcerária,  trabalhadores em saúde, puérperas (até 45 dias após o parto), grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais já foram imunizados dentro da meta.

Manaus se mantém no resultado histórico de sucesso em campanhas de vacinação e mesmo com o saldo positivo, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) continuará com a pós-campanha até o dia 3 de junho, como acontecerá em vários municípios brasileiros, seguindo recomendação do Ministério da Saúde (MS). “Atingimos a meta em Manaus ainda no período da campanha de vacinação e vamos estender até o dia 3 de junho para fazer a cobertura, com a nova meta de usar todas as 400 mil doses disponíveis”, enfatizou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

As doses para os grupos prioritários continuarão disponíveis em 171 unidades de saúde no município para cumprir estratégia de vacinação, com chamado especial para crianças menores de 5 anos e gestantes, que marcaram percentual de alcance de 75,31% e 77,04%, respectivamente. “Convocamos essas pessoas a buscarem a imunização, pois assim evitamos que a doença se manifeste de maneira agressiva nessas pessoas consideradas em alto risco como já ocorreu no passado”, ressaltou a chefe da Divisão de Imunização, Isabel Hernandes.

Em Manaus, a campanha de vacinação começou no dia 27 de abril, quando a Semsa passou a oferecer a vacina em 171 unidades de saúde na capital. A meta era imunizar no mínimo 80% do público-alvo para o município, dentro de um universo total estimado em 356.916 pessoas.

Sintomas

Os vírus da influenza causam doença respiratória aguda, denominada influenza ou gripe, caracterizada clinicamente por febre alta, calafrios, cefaleia, mal-estar, mialgia e tosse seca. Conjuntivite, dor abdominal, náusea e vômitos são frequentes. Em crianças pequenas, o quadro clínico pode simular uma sepse. O mal-estar geral pode persistir por vários dias e até mesmo semanas. Pode ocorrer miosite – inflamações musculares -, com dores musculares e dificuldade de andar.

Entre as complicações que podem ocorrer, destacam-se a pneumonia, viral ou bacteriana, e a síndrome de Reye, que se caracteriza pela presença de encefalopatia grave, mais comumente observada em escolares, muitas vezes em associação com o uso de ácido acetilsalicílico (aspirina). As pessoas idosas e aquelas com doenças de base têm maior risco de complicações.

Reportagem: Lívia Nadjanara

Fotos: Arlesson Sicsú e Márcio James

Campanha de vacinação contra a gripe encerra nesta sexta-feira, dia 22

quinta-feira, maio 21st, 2015

vacinacontragripe (2)

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) alerta as pessoas dos grupos prioritários na imunização contra a gripe para que procurem um dos 171 postos de vacinação até esta sexta-feira, 22, quando será encerrada a 17ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza.

O público-alvo da campanha são pessoas idosas com 60 anos ou mais de idade; trabalhadores de saúde; os povos indígenas (aldeados); crianças na faixa-etária de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias); as gestantes; as puérperas (até 45 dias após o parto); os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional.

Os postos de imunização estão instalados em 171 unidades de saúde da rede municipal que possuem sala de vacina, incluindo as dez que funcionam em horário ampliado, das 7h às 21h (de segunda à sexta-feira). A recomendação é para que a população apresente o cartão de vacinação nos postos. A vacina é contraindicada para pessoas com alergia grave ao ovo de galinha e para aqueles que já apresentaram reação anafilática a doses anteriores.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, a meta de vacinação para Manaus é atingir no mínimo 315.348 pessoas, ou seja, 80% do total do público-alvo estimado em 394.184 pessoas, como recomenda o Ministério da Saúde. “O grupo prioritário para a vacina é formado por pessoas que correm maior risco de desenvolver algum tipo de complicação grave ou mesmo evoluir para o óbito por causa da gripe, como é o caso de idosos e crianças”, explica o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

A campanha teve início no dia 27 de abril e no dia 09 de maio, Dia “D” da campanha, foram montados 929 postos distribuídos em toda a cidade. A Semsa já imunizou 72,01% do público-alvo.

A influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral e  um problema de saúde pública no Brasil. É uma patologia que pode levar a complicações graves e ao óbito, especialmente nos grupos de alto risco para as complicações da infecção viral, representado pelo público-alvo da campanha contra a gripe. A transmissão dos vírus da influenza ocorre por meio do contato com secreções das vias respiratórias eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar (transmissão direta) ou através das mãos ou objetos contaminados (transmissão indireta), quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). A principal intervenção preventiva para este agravo é a vacinação.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: Márcio James e Arlesson Sicsú / Semcom

Semsa leva serviços de saúde para caminhoneiros de rodovia

quarta-feira, maio 20th, 2015

saudecaminhoneiros (2)

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) ofereceu vacinação e testes rápidos para HIV aos caminhoneiros atendidos no Comando de Saúde nas Rodovias, em ação promovida pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na manhã da quarta-feira, 20. A programação aconteceu na base da PRF, localizada no Km 43, da BR 174 (Manaus-Boa Vista), das 8h às 12h.

De acordo com o chefe do Núcleo de Policiamento e Fiscalização da PRF/AM, Wirlley Menezes, o Comando de Saúde nas Rodovias acontece quatro vezes ao ano, oferecendo ao condutor profissional uma oportunidade de verificar as questões gerais de saúde, incluindo aferição de pressão arterial, avaliação antropométrica (peso e altura), aferição de glicemia e triglicérides, exame de acuidade visual e orientações de saúde com profissional médico.

“O objetivo principal é buscar evitar acidentes de trânsito. Como se trata de um profissional que algumas vezes não tem a possibilidade de fazer um acompanhamento adequado da própria saúde, pode ficar mais suscetível a apresentar problemas durante a condução do veículo, ocasionando acidentes de transito”, explicou Wirlley Menezes.

Durante a ação, a Semsa disponibilizou vacinas contra febre amarela, tétano, hepatite B e sarampo, rubéola e caxumba (tríplice viral). “São vacinas extremamente importantes para motoristas profissionais que trabalham circulando entre municípios e estados. Trocando um pneu, o motorista pode sofrer um corte. Por isso, precisa estar protegido contra o tétano. Os caminhoneiros circulam constantemente por diferentes estados e precisam ser imunizados contra a febre amarela e doenças como o sarampo, que vem circulando no País e são de fácil transmissão”, destacou a chefe da Divisão de Imunização da Semsa, Isabel Hernandes.

O caminhoneiro Edson da Silva Santos, 63 anos, trabalha há 42 anos no setor e diz que já viu colegas desmaiando ao dirigir por motivos de saúde. “É uma ação de prevenção à saúde muito válida para a avaliação de saúde dos motoristas, porque tem muita gente que não tem condições de saúde para dirigir um carro. É um risco muito grande e pode gerar acidentes e provocar a morte de pessoas”, alertou Edson Santos.

Nas edições anteriores do Comando de Saúde nas Rodovias, os principais problemas de saúde identificados foram pressão alta, sobrepeso, diabetes, tabagismo, problemas de visão e audição. Depois da avaliação inicial, os pacientes que apresentam problemas de saúde são orientados para atendimento nas unidades de saúde com especialistas.

Além da Semsa, a ação contou com a atuação do Centro de Referência Estadual em Saúde do Trabalhador (Cerest/AM) e do Serviço Social do Transporte (Sest) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat).

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315 / 98842-8370/ 98842-6135

Mobilização no Centro marca o Dia Nacional de Luta Antimanicomial

terça-feira, maio 19th, 2015

dianaclutaantimanic (2)

O Largo São Sebastião, no Centro, recebeu, na tarde da segunda-feira, 18, uma mobilização social com trabalhadores, usuários e familiares de usuários da Rede de Atenção Psicossocial de Manaus em comemoração ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial.  O ato foi organizado pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Uma caminhada no entorno do Largo, ao som do ‘Maracatu Quebra-Muro’, marcou a importância da luta por um tratamento digno oferecido às pessoas em situação de sofrimento psíquico e mostrou como a substituição do antigo modelo hospitalocêntrico de internação e encarceramento vem sendo feita em Manaus.

“A utilização dos dispositivos alternativos aos manicômios são passos fundamentais para a melhor qualidade de tratamento e de vida para esses usuários. A política de saúde mental no município é prioridade do prefeito Arthur Virgílio Neto”, destacou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

No município, os atendimentos oferecidos por intermédio dos Centros de Atenção Psicossocial (Caps) tratam de transtornos graves e moderados em dois locais. O primeiro na Avenida Borba, Cachoeirinha, zona Sul, que recebe casos identificados em adultos com história de internação psiquiátrica, psicoses, esquizofrenia e outros sofrimentos psíquicos graves e crônicos, como depressão grave, ansiedade crônica, transtorno bipolar e de humor.

O segundo Caps funciona no conjunto Acariquara, no Coroado, zona Leste, voltado para crianças e adolescentes que convivem com autismo, esquizofrenia, depressão, déficit de atenção ou hiperatividade. O atendimento é individual ou em grupos, com oficinas terapêuticas, visitas domiciliares, acompanhamento das famílias e atividades comunitárias.

“As atividades terapêuticas nos Caps são realizadas por uma equipe multidisciplinar e despertam o interesse e a integração dos usuários com os familiares e a comunidade. Para ser atendido no Caps, o usuário pode se dirigir diretamente ao Centro ou ser encaminhado por uma unidade de saúde. Em seguida, será acolhido e passará pela triagem com a equipe multiprofissional (anamnese). Após a avaliação inicial, cada caso será discutido em equipe para, então, ser definido se condiz ou não com o que o Caps oferece”, explicou a gerente da Rede de Atenção Psicossocial da Semsa, Efthimia Simões Haidos.

Para quem já passou pelo encarceramento e, muitas vezes, por maus tratos em situação de internação ou mesmo em família, o atual cenário de acompanhamento do estado psíquico, de acordo com o que estabelecem as legislações, demonstra, além de avanço, respeito aos indivíduos. “Muitas vezes nem nossas famílias nos entendia e sofríamos juntos, eu e eles, pela incompreensão dos nossos tormentos. E, quando chegamos no Caps, como eu que já estou em tratamento há um ano, é um alívio poder contar com o carinho e a dedicação de pessoas que são profissionais e sensíveis com nossa dor”, declarou a dona de casa Neide Silva, de 52 anos.

Novos serviços

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está em busca da restruturação do atendimento psicossocial a partir da inauguração de dois novos serviços de atendimento, ainda em 2015. São eles o Caps AD 3 para tratamento de pacientes com problemas alcoólicos e de outras drogas e o Caps 3 para o atendimento de transtornos gerais.

Reportagem: Lívia Nadjanara

Fotos: José Nildo

Prefeitura intensifica combate às doenças do período de cheia dos rios

segunda-feira, maio 18th, 2015

combdoencascheias (2)

O combate à proliferação de doenças infecciosas transmitidas por água ou alimentos contaminados no período das chuvas começou a ser intensificado pela Prefeitura de Manaus nas zonas mais afetadas de Manaus. A ação começou na manhã desta segunda-feira, 18, com uma equipe da Unidade Básica de Saúde (UBS) Megumo Kado percorrendo ruas, becos e palafitas do bairro Educandos, na zona Sul, para levar orientação às pessoas que vivem nessas áreas a fim de sensibilizá-las para os riscos que o período traz.

As doenças de ocorrência mais comuns nesta época são a leptospirose, a hepatite A e E, a febre tifóide, o cóleradoenças diarreicas (por Escherichia coli, Shigella, Salmonella) e dermatites. “As ações educativas são uma forma de alerta às comunidades sobre os cuidados necessários para que se evite o aumento nos registros de contaminações no período da cheia”, salientou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

“As equipes abordam os moradores com material didático contendo informações sobre as formas de contaminação, além de realizar a distribuição de hipoclorito de sódio para cloração de água do consumo humano e soro oral para casos suspeitos de doenças. Outro cuidado observado pelas equipes é a atualização da situação vacinal (Antitetânica, Hepatite B, Tríplice Viral e Febre Amarela) das pessoas em área de risco”, destacou o secretário.

Há em Manaus mais de dez bairros da orla que são observados por apresentarem risco de subida máxima do nível dos rios e concentrarem maior possibilidade de incidência das doenças. Entre eles, São Jorge e Santo Antônio (zona Oeste), Educandos, Cachoeirinha, Raiz, Betânia, Presidente Vargas, Aparecida e Centro (zona Sul), além de Mauazinho e Colônia Antonio Aleixo (zona Leste) devem ser os mais afetados com a cheia.

“Realizamos esse trabalho todos os anos na zona Sul, pois é muito comum que essas doenças se manifestem com maior intensidade graças ao acúmulo de lixo causado pelo aumento do nível de água dos rios e, ainda, pelo acesso à água contaminada, muitas vezes utilizada pela população para banho ou mesmo para consumo. Nossa missão é alertar as comunidades sobre os riscos e indicar para que elas busquem a unidade de saúde caso apareçam sintomas das doenças mais comuns da época”, ressaltou a diretora da UBS Megumo Kado, Cleyse Santana.

Quadro de doenças em 2015

Em Manaus, o período é de observação para a Secretaria Municipal de Saúde e os levantamentos dos primeiros quatro meses de 2015 mostram que não houve alteração no padrão epidemiológico das doenças de veiculação hídrica. Os casos de diarreias, por exemplo, que têm um número máximo esperado de cerca de 2 mil casos /mês para o período, atingiram um registro em torno de 1,8 mil casos/mês.

Houve redução quanto às hepatites A e E, em que os casos notificados e confirmados da doença caíram em 44,6% e em 46,1%, respectivamente, em relação ao mesmo período do ano anterior. Situação semelhante com a leptospirose em redução de 10,3% nos casos confirmados.

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315 / 98842-8370

Manaus alcança a imunização de 70% do público-alvo contra a gripe

segunda-feira, maio 18th, 2015

pubalvogripe (2)

A Campanha de Vacinação contra a Influenza (Gripe) encerra nesta sexta-feira, 22, no País e Manaus continua sendo a cidade que mais vacinou no Brasil. Até a segunda-feira, 18, a capital do Amazonas havia imunizado 70,04%, ou seja, 294.984 pessoas do público-alvo, enquanto a média nacional está abaixo de 30%. As capitais Porto Alegre (RS), Rio de Janeiro (RJ), Curitiba (PR) e Palmas (TO) estão com menos de 50%.

Para o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, Manaus conseguiu ficar em primeiro lugar no País, graças ao esforço de todos os profissionais da área, a população que atendeu ao chamado da vacina e ao prefeito Arthur Virgílio Neto que se engajou na campanha para que a cidade protegesse o maior número de pessoas contra a gripe.

Até o último dia de vacinação, as doses estarão disponíveis em 171 unidades de saúde da capital, das 8h às 17h. “A vacinação contra a gripe é para os grupos considerados de alto risco, ou seja, pessoas que têm mais chances de desenvolver algum tipo de complicação grave ou mesmo evoluir para o óbito por causa da doença. Quem ainda não se protegeu contra a doença, pode ir a unidade de saúde mais próxima de casa”, alertou o secretário.

O público-alvo da campanha são pessoas idosas com 60 anos ou mais de idade; trabalhadores de saúde; os povos indígenas (aldeados); crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias); as gestantes; as puérperas (até 45 dias após o parto); os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; a população privada de liberdade; e os funcionários do sistema prisional.

A meta da prefeitura é imunizar no mínimo 80% do público-alvo para o município de Manaus, estimado em 394.184 pessoas. A recomendação é para que se apresente nos postos o cartão de vacinação. A vacina é contraindicada para pessoas com alergia grave ao ovo de galinha e para aqueles que já apresentaram reação anafilática a doses anteriores.

Os vírus da influenza causam doença respiratória aguda, denominada influenza ou gripe, caracterizada clinicamente por febre alta, calafrios, cefaleia, mal estar, mialgia e tosse seca. Conjuntivite, dor abdominal, náusea e vômitos são frequentes. Em crianças pequenas, o quadro clínico pode simular uma sepse. O mal-estar geral pode persistir por vários dias e até mesmo semanas. Pode ocorrer miosite – inflamações musculares -, com dores musculares e dificuldade de andar.

Entre as complicações que podem ocorrer destacam-se a pneumonia, viral ou bacteriana, e a síndrome de Reye, que se caracteriza pela presença de encefalopatia grave, mais comumente observada em escolares, muitas vezes em associação com o uso de ácido acetilsalicílico (aspirina). As pessoas idosas e aquelas com doenças de base têm maior risco de complicações.

 

FOTOS: Tácio Melo / Semcom

Presidente do CNS discute dinâmicas de atuação com diretoria do Conselho Municipal de Saúde

sexta-feira, maio 15th, 2015

dinamicascms (2)

A presidente do Conselho Nacional de Saúde (CNS), Maria do Socorro de Souza, foi recebida pelo presidente do Conselho Municipal de Saúde (CMS), o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, e demais membros e diretores do CMS, na tarde da sexta-feira, 15.

No encontro foi discutidas a dinâmica de ação dos conselhos, além de políticas de captação de recursos, participação da gestão na elaboração de novas abordagens para ampliar a prestação dos serviços de saúde e ajustes para a realização das pré-Conferências Municipais e a VII Conferência Municipal de Saúde (Comus).

“Ter a oportunidade de trocar informações e estreitar os vínculos é fundamental para definir estratégias de atuação, especialmente em pleitos que demandam a captação de mais recursos”, comentou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão.

Maria do Socorro de Souza é a primeira representante dos usuários do sistema público de saúde e a primeira mulher a ocupar o cargo à frente da maior instância do controle social na área da Saúde.  Durante o encontro, a presidente também abordou a importância das etapas municipais e estaduais para a realização da 15ª Conferência Nacional de Saúde em Brasília, o maior evento da Saúde Brasileira.

“A presença da gestão nas pré-conferências municipais e nas conferências municipais e estaduais são definitivas para politizar a agenda dos eventos, o que nos municia para atuar junto às esferas necessárias para garantir os recursos e os financiamentos de programas”, ressaltou.

O diretor da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA) da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), professor Darlison Souza Ferreira acompanhou a presidente do CNS durante o encontro.

Reportagem: Lívia Nadjanara

Fotos: José Nildo

Disa Rural promove ações de saúde em ramais da BR -174

sexta-feira, maio 15th, 2015

disauderamais (2)

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por intermédio do Distrito de Saúde Rural (Disa Rural), promoveu na sexta-feira, 15, uma ação de Atenção e Vigilância em Saúde nas comunidades Frederico Veiga e Novo Paraíso, localizadas no ramal Cláudio Mesquita, nas proximidades do km 8 na BR–174, beneficiando 150 famílias da área. Houve oferta de consulta médica, de exame preventivo (papanicolau), aferição de pressão arterial, consulta de pré-natal, vacinação, teste rápido para HIV, coleta de sangue para realização de exame para detecção de malária e atividades educativas para a prevenção de doenças.

O gerente do Disa Rural, enfermeiro Raimar Carvalho de Araújo, informou que foram mobilizados 60 profissionais para atuar na ação, incluindo agentes de endemias que visitaram as casas para realizar a busca ativa de casos suspeitos de malária. “As comunidades localizadas no ramal Cláudio Mesquita não fazem parte da área de abrangência de uma Unidade Básica de Saúde e foi identificada a necessidade da realização de uma ação de saúde específica para atender os moradores. Essa é uma primeira experiência e vamos avaliar a eficácia para definir ou não uma programação para outras áreas rurais”, explicou o gerente.

Para a agricultora Maria de Fátima Silva de Souza, de 62 anos, moradora da comunidade Frederico Veiga, a oferta de serviços na própria comunidade traz muitos benefícios para os moradores, que normalmente precisam se deslocar de canoa para as UBSs que estão localizadas nas comunidades fluviais ou seguir para a área urbana. “Quem não tem condução própria aqui na comunidade precisa utilizar a canoa ou sair de carona para a BR – 174. É mais fácil o acesso para a UBSs fluvial na comunidade São Sebastião e são 20 a 30 minutos de canoa”, destacou a agricultora, que aproveitou a ação para realizar o exame preventivo.

A ação também teve como mote a busca por casos de malária nas comunidades do ramal Cláudio Mesquita, uma vez que em abril deste ano foi registrado o dobro de casos da doença em relação ao mesmo período do ano passado, passando de 12 para 24 casos. Além da busca ativa de casos suspeitos de casa em casa, os agentes de endemias estão realizando a entrega de mosquiteiros nos locais onde os casos foram confirmados.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: Karla Vieira

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315 / 98842-8370

Encontro de profissionais da saúde comemora Dia Nacional da Luta Antimanicomial

sexta-feira, maio 15th, 2015

dialutaantimanicomial (2)

O I Encontro dos Trabalhadores da Rede de Atenção Psicossocial (Raps) reuniu mais de 200 profissionais de saúde na manhã da sexta-feira, 15, no auditório do Parque Municipal do Idoso, para integração e fortalecimento das práticas de cuidado em Saúde Mental. O evento foi alusivo ao Dia Nacional da Luta Antimanicomial, comemorado dia 18 de maio, e que marca o movimento contra o modelo de tratamento psiquiátrico hegemônico de encarceramento e exclusão social das pessoas com sofrimento psíquico.

Na solenidade promovida pela Prefeitura de Manaus, o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, avaliou a atuação da Raps. “A busca que fazemos realizando um encontro como esse é valorizar aos servidores que trabalham nessa área, agradecer a eles pelo esforço que fazem e, especialmente, chamar a sociedade para refletir sobre o tema. Hoje, a rede conta com os CAPS, que serão reestruturados agora, e vamos inaugurar dois novos serviços de atendimento ainda este ano, com o CAPS AB 3, para tratamento de pacientes com problemas alcoólicos e de outras drogas e o CAPS 3, para o transtornos gerais”, adiantou.

A representante do Ministério Público do Estado (MPE-AM), promotora Liani Rodrigues, ressaltou a importância do envolvimento dos profissionais na luta antimanicomial. “A lei determina. Porém, somente o atendimento de valorosas e competentes equipes multidisciplinares, composta por psiquiatras, neurologistas, enfermeiros, nutricionistas, farmacêuticos, assistentes sociais, fonoaudiólogos, psicólogos, profissionais de educação física e técnicos de enfermagem, monitores, estagiários, entre outros, só eles podem dar vida à lei”, exaltou a promotora.

Com o tema “Por que excluir, se podemos cuidar aproximando?”, profissionais que desempenham atividades na área de saúde mental participaram de dinâmicas de acolhimento durante a manhã, compartilhando conhecimentos. A comemoração que teve início na sexta-feira, 15, continua na segunda-feira, 18, quando os usuários e seus familiares serão reunidos na praça São Sebastião, no Centro, para fazer a mobilização social chamando atenção para o luta e para os direitos das pessoas acometidas por sofrimento psíquico.

Reportagem: Lívia Nadjanara

Fotos: Arlesson Sicsú

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315 / 98842-8370

Moradores de ramal e comunidades da BR – 174 serão alvos de ação de saúde da prefeitura

quarta-feira, maio 13th, 2015

Na sexta-feira, 15, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realiza ação integrada para atendimento aos moradores do ramal Cláudio Mesquita e comunidades Frederico Veiga e Novo Paraíso, na BR-174, onde residem aproximadamente 400 pessoas, para prestar serviços como consulta médica, atendimento de enfermagem para hipertensos e diabéticos, consulta de pré-natal, coleta para a realização de exame preventivo ao câncer de colo uterino, vacinação, teste rápido de HIV, Sífilis, Hepatite B e C e, ainda, orientações gerais sobre saúde.

Mais de 60 profissionais estarão envolvidos na ação integrada, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, apoio técnico, agentes de educação em saúde, agentes de endemias, microscopistas e motoristas. Nove carros serão usados na ação para garantir o transporte das equipes e dos moradores que necessitarem se deslocar até a comunidade Frederico Veiga, onde estará concentrado o atendimento.

Durante toda a manhã, equipes do Distrito de Saúde Rural (Disa Rural) também irão realizar busca ativa para visitas a domicílio no intuito de identificar casos de malária, além de orientar as pessoas para o início imediato do tratamento contra a doença.  O trabalho está sendo coordenado pela Divisão de Vigilância em Saúde e de Atenção à Saúde do Disa Rural.

Samu promove homenagem às mães, profissionais de enfermagem e de serviço social

quarta-feira, maio 13th, 2015

homenagemsamumaes (2)

A quarta-feira, 13, foi de homenagens para os profissionais do atendimento de urgência e emergência da Base Sul do Samu-192, no Japiim. Atividades marcaram uma tripla comemoração: o Dia das Mães (10 de maio), o Dia da Enfermagem (12 de maio) e o Dia do Assistente Social (15 de maio). O evento contou com a oferta de serviços de beleza, acupuntura e palestras motivacionais aos servidores e foi acompanhada pelo secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, que ressaltou a forma do reconhecimento do trabalho realizado rotineiramente por profissionais do Samu, atuando em situações de emergência e ajudando a salvar vidas.

“Além de ser uma homenagem às mães e mulheres, esse é um momento de valorizar o trabalho dos profissionais de enfermagem e serviço social, reconhecendo a importância de todos os profissionais que compõem uma equipe de saúde”, destacou Homero de Miranda Leão.

O Samu trabalha com 71 enfermeiros, dez assistentes sociais – envolvidos diretamente no atendimento ao programa SOS Vida – e 275 profissionais que atuam como técnicos de enfermagem, incluindo os condutores de motolância, e auxiliares de enfermagem.

Para a técnica de enfermagem Francisca Miranda, servidora da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) há dez anos, a homenagem é uma importante ação dentre as estratégias de valorização do servidor público. “É uma forma de inverter um pouco a rotina do trabalhador de saúde, que atua atendendo a população diariamente. Esse é um pequeno momento para que o profissional de saúde também seja atendido e cuidado”, afirmou Francisca Miranda.

A homenagem aos servidores do Samu terá continuidade na manhã da quinta-feira, 14, também na Base Sul, com a oferta de serviços de beleza como maquiagem e manicure e ações educativas.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Prefeitura inaugura novo depósito da Semsa e reduz custos em logística na saúde

terça-feira, maio 12th, 2015

novasedesemsadist (2)

A Prefeitura de Manaus inaugurou, na terça-feira, 12, a nova sede do Departamento de Logística da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na avenida Senador Raimundo Parente, Flores, zona Centro-Oeste. De acordo com o prefeito Arthur Virgílio Neto, a mudança vai gerar uma economia anual de R$ 1.192.306,68 ao Município.

“Nós centralizamos os serviços e economizamos em galpões e transporte, dando mais agilidade na distribuição de medicamentos e serviços”, destacou o prefeito. “A situação brasileira pede que economizemos de qualquer maneira e sob quaisquer circunstâncias para dar saúde financeira a uma Manaus que vai proteger seus investimentos”, pontuou.

A estrutura, de seis mil metros quadrados, possui dois pavimentos, com 35 salas para abrigar os setores de patrimônio, material e medicamentos, anteriormente dispostos em locais distintos da cidade e que somavam um alto custo em logística/deslocamento para a Semsa. “Isso sem falar na redução e custos indiretos, porque ainda não temos como mensurar o melhor tratamento do material, com ambiente refrigerado, que reduz perdas e oferece produtos melhor estocados”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão.

REPORTAGEM: Alita Falcão / FOTOS: Alex Pazuello

Manaus está em primeiro lugar no País em vacinação contra a gripe

domingo, maio 10th, 2015

vacinagriupeprimlugar (2)

A população atendeu ao chamado e Manaus está em primeiro lugar no País em número de pessoas que foram se vacinar  contra a gripe em um dos 929 postos no sábado (9), no Dia ‘D’ da Campanha de Vacinação contra a Influenza. O balanço realizado em 10 de maio, apontou a capital do Amazonas com 227.138 mil pessoas imunizadas, 57,62% da meta. Em segundo lugar no Brasil está Porto Alegre, com 33,65% e, em terceiro, Palmas, com 27,04%.

“Nao medimos esforcos para proteger a população contra a gripe. Mobilizamos toda a estrutura da Secretaria Municipal de Saúde para que a vacinação fosse um sucesso. Fiz a abertura da campanha de vacinação e alertamos que a única forma de se proteger contra o vírus da influenza sempre será com a imunização. Mas, quem ainda não se vacinou, tem até o dia 22 de maio para ir a uma das 171  unidades de Saúde  para se proteger da doença. Eu mesmo já me protegi”, afirmou o prefeito de Manaus, Arthur Neto.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão, disse que Manaus saiu na frente e já está vacinando os grupos prioritários desde o dia 9 de maio, para que todos fiquem imunes contra a Influenza. “Nessa época de chuvas, as viroses aumentam e podem causar problemas em quem tem a imunidade mais baixa, por isso quem está nos grupos prioritários para receber a vacina, não pode deixar de se vacinar”, alertou.

Em 2014, Manaus foi a primeira a alcançar a meta e seguiu com a vacinação totalizando  95,7% do público-alvo imunizado, ou seja, mais de 374 mil pessoas alcançadas. “Pela terceira vez consecutiva temos superado as metas, coincidindo com a minha gestão. Não apenas na vacinação contra a Influenza, mas foi assim também com a vacinação contra o HPV, em que fomos a cidade pioneira, graças à nossa iniciativa, junto com o então governador Omar Aziz. Neste ano, na vacina contra a gripe, queremos ir um ponto além e chegar a 97% de cobertura”, destacou o prefeito.

Este ano foram disponibilizadas 400 mil doses da vacina para um público-alvo de aproximadamente 394 mil pessoas, entre idosas – com 60 anos ou mais de idade; trabalhadores de saúde; indígenas; crianças de seis meses a menores de cinco anos de idade; as gestantes e até 45 dias após o parto; portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; além da população do sistema prisional.

Dia “D” contra a gripe terá 929 postos de vacinação neste sábado

sexta-feira, maio 8th, 2015

vacinacaoidosos (2)

Neste sábado, 9, será realizado o dia “D” de vacinação contra a gripe e a Prefeitura de Manaus, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), vai disponibilizar 929 postos de vacinação. A mobilização nacional da 17ª Campanha de Vacinação contra a Influenza (gripe) terá abertura oficial, às 8h, na Unidade Básica de Saúde (UBS) Balbina Mestrinho, localizada na Rua 17, nº 170, Núcleo 3, bairro Cidade Nova, zona Norte.

Em Manaus, a vacina já é oferecida em 171 Unidades de Saúde desde o dia 27 de abril. No dia “D”, além das UBSs haverá a distribuição de postos fixos e volantes de vacinação em diversos pontos da cidade, incluindo supermercados, centros comerciais, terminais de ônibus, igrejas e centros de convivência. O trabalho vai envolver 4,5 mil profissionais de saúde.

O público-alvo da campanha são pessoas idosas com 60 anos ou mais de idade; trabalhadores de saúde; os povos indígenas (aldeados); crianças na faixa-etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias); as gestantes; as puérperas (até 45 dias após o parto); os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; a população privada de liberdade; e os funcionários do sistema prisional.

A meta é imunizar no mínimo 80% do público-alvo para o município de Manaus, estimado em 394.184 pessoas. “A prioridade para a vacinação contra a gripe são os grupos considerados de alto risco, ou seja, pessoas que têm mais chances de desenvolver algum tipo de complicação grave ou mesmo evoluir para o óbito por causa da doença”, alertou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

A recomendação é para que as pessoas apresentem nos postos o cartão de vacinação. A vacina é contraindicada para pessoas com alergia grave ao ovo de galinha e para aqueles que já apresentaram reação anafilática a doses anteriores.

Transmissão

A cada ano a gripe pode se apresentar de forma diferente, assim como a infecção pode afetar a pessoa de forma diferente. A transmissão dos vírus influenza ocorre por meio do contato com secreções das vias respiratórias que são eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar (transmissão direta) ou através das mãos ou objetos contaminados (transmissão indireta), quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). A principal intervenção preventiva para este agravo é a vacinação.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Quarta edição do Programa Saúde na Escola terá início nesta quinta-feira

quinta-feira, abril 30th, 2015

A Prefeitura de Manaus, por intermédio do Grupo de Trabalho Intersetorial Municipal (GTI-M) do Programa Saúde na Escola (PSE), composto pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Secretaria Estadual de Saúde (Susam), Secretaria Municipal de Educação (Semed) e Secretaria Estadual de Educação (Seduc) lançam, nesta quinta-feira, 30, a quarta edição da Semana Saúde na Escola.

Em Manaus, a semana vai mobilizar as 147 escolas públicas que aderiram ao Programa Saúde na Escola (PSE), para realização de atividades reforçando a articulação local entre saúde e educação com alcance de 81.769 alunos da rede pública de ensino. “A ideia é investir na formação de comportamentos favoráveis à saúde e ao bem estar desde a infância e, por esse motivo, estimular essas práticas nas escolas se torna imprescindível”, salientou o secretário municipal de Saúde (Semsa), Homero de Miranda Leão Neto.

A programação vai intensificar o alcance das metas pactuadas no Termo de Compromisso de 2014, do Programa Saúde na Escola (PSE) com avaliações que envolvem a antropometria, saúde ocular, saúde bucal, promoção de segurança alimentar e da alimentação saudável, estímulo às práticas corporais e atividades físicas.

A 4ª Edição da Semana Saúde na Escola é uma iniciativa conjunta dos Ministérios da Saúde (MS) e da Educação (MEC) e integram as ações do Programa Saúde na Escola (PSE). Em nível nacional, a mobilização será no período de 27 a 30 de abril e terá como tema central “Alimentação Saudável”, com promoção de práticas corporais e atividades físicas.

Nesta quinta-feira, 30, as atividades serão promovidas a partir das 9h, no CMEI Professora Elza Damasceno da Silva, na Rua Bessa, nº 647, Santo Antônio, com a equipe de Estratégia Saúde da Família oferecendo atendimentos à Educação Infantil e Pré-Escola. Às 15h, na Creche Municipal Escritor Manoel Otávio Rodrigues Av. Solimões, s/nº. Comunidade Jardim Mauá, no Distrito Industrial, será a vez da Educação Infantil e Creche.

A semana terá seu encerramento no dia 5 de maio, às 9h, na Escola Estadual Cid Cabral da Silva, na rua M do Conjunto Canaranas, bairro Cidade Nova, onde os alunos do Ensino Fundamental serão o público alvo da ação. Às 15h, na Escola Estadual Antônio de Lucena Bittencourt, na avenida Adalberto Vale, 100, na modalidade de Ensino Médio a equipe que vai atuar é da Estratégia Saúde da Família (ESF-S16).

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Agnaldo Oliveira Júnior

Gerente de Jornalismo: Lívia Nadjanara

decom.semsa@gmail.com

VISA Manaus orienta consumidores sobre cuidados com os alimentos

quinta-feira, abril 30th, 2015

A iniciativa organizada pelo Departamento de Vigilância Sanitária do município (Visa Manaus) em levar informação e orientar consumidores sobre os cuidados com os alimentos em restaurantes e quiosques na Praça de Alimentação Nilton Lins, zona Oeste, obteve boa aceitação junto aos frequentadores da área na noite da quinta-feira, 30.

A ação desenvolvida pelos fiscais da Visa Manaus, divididos em dois grupos, consistiu na distribuição de folders contendo orientações para o consumo seguro dos alimentos. Na atividade, os clientes foram abordados pelas equipes que puderam esclarecer o objetivo da ação inovadora. “Não só multamos estabelecimentos infratores, mas orientamos a gerência e os consumidores”, lembrou a nutricionista, Josimara Moura.

“É importante o esclarecimento. Pode evitar problemas a todos”, disse a advogada, Fernanda Melo, na Confraria do Espeto. Além dela, mais duas profissionais, a administradora Josiane Mila e a empresária Luana Lobo, avaliaram a ação desenvolvida pela fiscalização da Visa Manaus. “Quando entro em um restaurante, reparo sempre na higiene do ambiente, como mesas e banheiros”, lembrou Mila. “A ação de esclarecer a população sobre os cuidados que devemos ter com os alimentos muito é importante”, completou Lobo.

DENÚNCIAS

As orientações ao público são concluídas esclarecendo que, se houver suspeita sobre as qualidades ou falta de condições nos alimentos, o consumidor não deve comprar e nem comer. Pode chamar o responsável e pedir providências. Se isso não resolver, deve denunciar o estabelecimento por meio do Disque-Denúncia 0800 092 0123, da Visa Manaus.

DICAS PARA OS CONSUMIDORES

1. Veja se o estabelecimento possui Licença Sanitária. Ela deve estar em local visível;

2. Os empregados devem estar com uniformes limpos, unhas cortadas, proteção no cabelo e sapato fechado;

3. Em restaurante com bufê, veja se a comida está bem quente e se o local das saladas está bem refrigerado.

Assessoria de Imprensa

VISA MANAUS

Visa Manaus interdita mercadinho por venda ilegal de medicamentos

quinta-feira, abril 30th, 2015

mecadointerditado (2)

Em inspeção na manhã da quinta-feira, 30, fiscais do Departamento de Vigilância Sanitária (Visa Manaus) interditaram o mercadinho “Panela Cheia” (MD Empreendimentos), localizado na rua Jarbas Passarinho, 34-A, Tancredo Neves, zona Leste, por venda ilegal de medicamentos à população.

A fiscalização do estabelecimento, seguido de sua interdição, foi possível a partir de denúncia anônima feita ao Disque-Denúncia do Visa Manaus (0800 092 0123), que comprovou a venda de medicamentos, tais como: Metronidazol 05%, injetável e de uso restrito a hospitais; Amoxilina, Dipirona e Torsilax, armazenados sem qualquer atenção aos cuidados exigidos para condicionamento apropriado de produtos com essas características, inclusive junto a produtos de estivas em geral e até mesmo de botijas de gás de cozinha.

Entre os medicamentos apreendidos também havia unidades de Homotrop 12 UI (princípio ativo – Somatropina), sujeito a controle especial, previsto na Portaria 344/98, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “O estabelecimento não tem licença sanitária para funcionar nem mesmo como mercadinho”, acrescentou o fiscal Fábio Markendof. O Visa Manaus já havia fiscalizado o estabelecimento no último 17 de abril.

O espaço ficará interditado até que os empresários responsáveis regularizem a situação. A multa neste caso pode variar entre 1 a 400 UFMs. Atualmente, o valor da Unidade Fiscal do Município – UFM, usada para cálculos de impostos e taxas municipais, é de R$ 83,78.

Texto: Wilson Reis

Fotos: Karla Vieira

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Quarta Semana Saúde na Escola incentiva a alimentação saudável

quinta-feira, abril 30th, 2015

saudescolasegsem (2)

Abordando o tema “Alimentação Saudável”, começou na quinta-feira, 30, a 4ª edição da Semana de Saúde na Escola. A abertura oficial ocorreu no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Professora Elza Damasceno da Silva, no Santo Antônio, zona Oeste, com a participação de profissionais de saúde, educação, estudantes e pais de alunos. O evento vai envolver as 147 unidades de ensino que já aderiram ao Programa Saúde na Escola (PSE) em Manaus.

A subsecretária municipal de Gestão da Saúde, Lubélia Sá Freire da Silva, explicou que o PSE é uma política intersetorial das áreas de Saúde e da Educação, com políticas voltadas para a prevenção, promoção da saúde e avaliação das condições de saúde dos alunos.

Em Manaus, o PSE foi implantado em 2009, quando houve a adesão de 15 escolas. Atualmente, o programa já envolve 99 municipais e 48 estaduais, além de 145 equipes da Estratégia Saúde da Família, e beneficia 81.769 alunos. O trabalho é realizado a partir de parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a Secretaria de Estado da Saúde (Susam), Secretaria Municipal de Educação (Semed) e Secretaria Estadual de Educação (Seduc).

“A meta é continuar expandindo o programa PSE para outras escolas, fortalecendo as ações da Atenção Primária. Além disso, devemos iniciar já na próxima semana a oferta de atendimento oftalmológico com uma Unidade Móvel para ações de saúde ocular e de uma segunda Unidade Móvel de Saúde Bucal”, destacou Lubélia Sá Freire da Silva.

Ações

O PSE é um programa subdividido em três componentes: avaliação das condições de saúde; promoção da saúde e prevenção de agravos; e formação profissional. As condições de saúde incluem avaliação de questões como avaliação antropométrica; saúde bucal; saúde ocular; verificação da situação vacinal; identificação de possíveis sinais de agravos de saúde negligenciados.

“Todos os anos escolhemos um tema para trabalhar durante a Semana Saúde na Escola. Nesta edição, foi priorizada a Alimentação Saudável, que é um tema que pode ser trabalhado de várias formas nas escolas, mobilizando as equipes de saúde, de educação e principalmente os alunos. Também haverá a promoção de práticas corporais e atividades físicas”, informou a chefe do setor do Programa Saúde na Escola da Semsa, Aldacy Barroso.

Para a gerente de Atividades Complementares da Semed, Dircélia Ortiz, o PSE tem contribuído para garantir a saúde integral do aluno, por meio do fortalecimento da parceria entre as escolas e as equipes da Estratégia Saúde da Família. “Um aluno que tem dor de dente ou que não enxerga muito bem terá dificuldade de acompanhar o processo de aprendizado e não terá o mesmo rendimento que os outros alunos. Por isso, o trabalho em parceria da Saúde e Educação é essencial”, destacou a gerente.

A dona de casa Juliana dos Santos Sampaio, que tem uma filha de cinco anos atendida pelo PSE no Cmei Professora Elza Damasceno da Silva, destaca a importância da atenção que é dada pela instituição de ensino às condições de saúde da criança. “Todos no Cmei estão sempre atentos às questões de saúde dos alunos. A minha filha já participa das ações de saúde bucal com a aplicação de flúor e de avaliação de saúde ocular e, graças a Deus, não identificaram nenhum problema”, afirmou Juliana Sampaio.

De acordo com a diretora do Cmei Elza Damasceno, Delle de Karem, a escola já realiza um trabalho dentro da temática sugerida, que beneficia os 231 alunos do 1º e 2º períodos. Segundo a gestora, todas as crianças serão envolvidas com atividades voltadas à semana nacional.

“Nós já desenvolve durante todo o ano letivo a questão da alimentação saudável e a formação desse hábito. E dentro do calendário da Semed nós trabalhamos com uma semana exclusiva, na qual temos apresentações musicais, teatro de fantoches, atividades artísticas e plásticas. Fora isso, as crianças brincam de várias formas sobre alimentação saudável em sala de aula com os professores”, informou.

Programação continua

Durante a 4ª Semana Saúde na Escola, todos os Distritos de Saúde (Disas) irão realizar uma cerimônia de abertura da programação. No Disa Leste o evento foi desenvolvido na tarde de quinta-feira, 30, na Creche Municipal Escritor Manoel Otávio Rodrigues, na comunidade Jardim Mauá, no Distrito Industrial.

No Disa Norte, a programação acontecerá na próxima terça-feira, 5, às 9h, na Escola Estadual Cid Cabral da Silva, localizada na rua M, do conjunto Canaranas, bairro Cidade Nova. Nesse mesmo dia, às 15h, haverá a programação do Disa Sul na Escola Estadual Antônio de Lucena Bittencourt, na avenida Adalberto Vale, 100, bairro Morro da Liberdade.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio e Paulo Rogério

Fotos: José Nildo

Prefeitura inaugura primeira UBS na comunidade Cidade de Deus

quarta-feira, abril 29th, 2015

ubscidadedeus (2)

A Prefeitura de Manaus entregou, nesta quarta-feira, 29, mais uma Unidade Básica de Saúde. Desta vez foram beneficiados os moradores da comunidade Cidade de Deus, no bairro Jorge Teixeira, na zona Leste da capital. A UBS L-47 foi inaugurada pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, que estava acompanhado da primeira-dama, Goreth Garcia Ribeiro, e do secretário municipal de Saúde (Semsa), Homero de Miranda Leão.

“Já inauguramos outras unidades na zona Leste e agora mais essa aqui na Cidade de Deus, ou seja, estamos montamos todo um complexo que logo, logo será capaz de atender a todos os moradores dessa região. Diminuindo as filas nos hospitais de referência e oferecendo mais comodidade para aqueles que precisam”, afirmou o prefeito.

A nova unidade terá abrangência para até 3,5 mil pessoas, oferecendo atendimento médico assistencial, pequenas emergências e o controle de doenças crônicas como diabetes e hipertensão arterial. Aequipe é composta por um médico generalista, enfermeiro, técnico de enfermagem, agentes comunitários de saúde e de endemias, além de cirurgião-dentista generalista e um auxiliar de consultório dentário.

“Estou muito feliz. Antes não tínhamos um posto de saúde aqui e precisávamos nos deslocar até a Cidade Nova e muitas vezes nem conseguíamos atendimento. Agora tudo isso ficará no passado e nossa vida será ainda mais fácil”, comemorou a aposentada Santana Azevedo de Matos, de 59 anos.

Essa é a 24ª unidade de saúde inaugurada pela atual gestão, dentro do novo padrão estabelecido pela Rede de Saúde Manauaura, substituindo as antigas casinhas por estruturas mais modernas e ampliadas. Entre os principais serviços disponíveis está a dispensação de medicamentos, aferição de pressão arterial, atividades de promoção e prevenção à saúde, acompanhamento de programas sociais, consulta de enfermagem em atenção primária à saúde, consulta médica em atenção primária à saúde, curativo, imunização, nebulização e serviço odontológico.

“É mais um passo dado para que ampliemos a cobertura da Atenção Básica, até alcançarmos a nossa meta de cobrir 70% da população de toda Manaus. Aqui faremos a prevenção da saúde em todas as áreas, que o foco do nosso trabalho, desobstruindo os hospitais e melhorando o atendimento prestado para população”, destacou Homero de Miranda Leão.

E enquanto conhecia as dependências da nova UBS, o prefeito já aproveitou para se imunizar contra a gripe. Lembrando que as doses a vacina estão disponíveis em todas as UBSs da capital. “Temos que dar o exemplo para que as pessoas saibam que nossas unidades estão preparadas para recebê-las. Além disso, a H1N1 não é brincadeira e, em pessoas de baixa resistência, pode gerar outras complicações”, comentou.

No próximo dia 9 de maio será realizado o dia “D” da mobilização contra gripe, com mais de mil postos de vacina espalhados para toda cidade.A campanha seguirá até o dia 22 de maio. Devem ser vacinadas pessoas idosas com 60 anos ou mais de idade; trabalhadores de saúde; os povos indígenas (aldeados); as crianças na faixa-etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias); as gestantes; as puérperas (até 45 dias após o parto); os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; a população privada de liberdade; e os funcionários do sistema prisional.

REPORTAGEM: Alita Falcão /FOTOS: Alex Pazuello

Comunidade Nova Vitória recebe Unidades Móveis de Saúde

quarta-feira, abril 29th, 2015

ums (2)

A prefeitura disponibilizou um módulo completo do Programa Saúde Manaus Itinerante para atendimento na comunidade Nova Vitória, no bairro Cidade de Deus. O módulo é composto por Unidades Móveis de Saúde da Mulher, Saúde Odontológica e Médico-Laboratorial, estacionadas na Rua da Raquete, em frente à Associação dos Moradores do Bairro Nova Vitória. O atendimento no local vai até o dia 22 de maio.

Na Unidade Móvel de Saúde da Mulher, a população tem acesso a exames de mamografia e ultrassonografia (abdominal total, abdominal superior, transvaginal, pélvica, obstétrica, vias urinárias, tireoide e mamas). Já a Unidade Móvel Odontológica disponibiliza atendimento odontológico ambulatorial e a Médico-Laboratorial oferece acesso a consultas com médico clínico geral e pediatra, exames preventivos (papanicolau), serviços de coleta de material de exames laboratoriais, de imunização e de farmácia.

Uma segunda Unidade Móvel de Saúde da Mulher também começou a atender na última segunda-feira, 27, no bairro Educandos, na Rua Inocêncio de Araújo, dentro do Centro Cultural Zulandio Pinheiro (Curral). Os atendimentos serão  até o dia 30 de abril (quinta-feira).

Os serviços continuam na Comunidade Aliança com Deus, que também está sendo beneficiada com um módulo completo do Programa Saúde Manaus Itinerante, na Rua Esmira em frente ao Cmei Onias Bento da Silva Filho.

As três Unidades Móveis ficarão no local até o dia 29 de abril (quarta-feira).

A lista com a programação completa das Unidades Móveis, com locais e serviços, pode ser acessada no site semsa.manaus.am.gov.br.

 

Reportagem: Agnaldo Oliveira Júnior

Foto: José Nildo

Semsa oferece 40 vagas para curso de cuidador de idosos

quarta-feira, abril 29th, 2015

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa que estão abertas as inscrições para o curso de Cuidador Informal de Idosos, que será executado por meio do Distrito de Saúde Oeste (Disa Oeste), no período de 11 a 15 de maio.  O curso é gratuito e não tem caráter profissionalizante, mas oferece informações práticas para qualificar e humanizar o cuidado prestado à pessoa idosa. Serão abordados temas na área da enfermagem, medicina, assistência social, odontologia, fisioterapia, psicologia e nutrição.

As inscrições podem ser feitas na sede do Disa Oeste, localizada na rua Comendador Paulo Lasmar, s/n, conjunto Santos Dumont (Antigo Impas).

A técnica responsável pelo Programa de Saúde da Pessoa Idosa do Disa Oeste, assistente social Graciete Andrade de Carvalho, explica que o Distrito oferece o curso de Cuidador Informal de Idosos desde 2011, seguindo as diretrizes da Política Nacional de Saúde do Idoso, e 300 pessoas já foram capacitadas.

“A importância do curso está focada, sobretudo, na qualificação do cuidado que os familiares oferecem aos idosos, principalmente aos acamados. Até o final de 2014, o Disa Oeste registrou mais de dez mil idosos cadastrados nas Unidades Básicas Saúde da Família, tendo mais de 200 idosos acamados”, informa Graciete Carvalho.

O curso também tem o objetivo de aumentar o preparo dos familiares no cuidado com os idosos, evitando a possibilidade de agravar as condições de saúde da pessoa que precisa de cuidados especiais. “Uma das realidades constatadas no cotidiano dos idosos é a falta de preparo dos seus familiares. Esse despreparo se traduz em procedimentos inadequados, o que pode trazer complicações para a saúde dos idosos, principalmente aqueles que têm doenças crônicas degenerativas”, relata a assistente social.

O conteúdo programático inclui os seguintes assuntos: Alterações fisiológicas/patológicas; Atividades de Vida Diária; Atividade Instrumental de Vida Diária; Síndrome metabólica; Hipertensão, Diabetes; Cuidados com medicamentos; Quadros demênciais; Alimentação saudável; Saúde bucal da pessoa idosa; O idoso no contexto familiar; Promoção social e cidadania da pessoa idosa; Prevenção de violência; Cuidando do cuidador; Transtornos de humor e ansiedade; Prevenção de quedas; Atividade física e movimentação passiva; e Autonomia e independência.

Os interessados sobre o curso podem obter mais informações pelos telefones: 3216-7754 e 3654-5475.

 Reportagem: Eurivânia Galúcio

Vacina contra a gripe começa a ser oferecida em unidades de saúde

segunda-feira, abril 27th, 2015

vacinacaoidosos (2)

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciou na segunda-feira, 27, a 17ª Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe). A vacina está disponível em 171 Unidades de Saúde da rede municipal que possuem sala de vacina e a meta é imunizar no mínimo 80% do público-alvo para o município de Manaus, estimado em 394.184 pessoas (ou seja, 315.348), como recomenda o Ministério da Saúde.

Apesar da meta, a expectativa é o alcance de maiores resultados em Manaus. “Ano passado a campanha atingiu 100% de cobertura vacinal e vamos trabalhar para garantir que isso aconteça novamente este ano”, destacou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão.

A campanha seguirá até o dia 22 de maio. Devem ser vacinadas pessoas idosas com 60 anos ou mais de idade; trabalhadores de saúde; os povos indígenas (aldeados); as crianças na faixa-etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias); as gestantes; as puérperas (até 45 dias após o parto); os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; a população privada de liberdade; e os funcionários do sistema prisional.

A chefe da Divisão de Imunização da Semsa, Izabel Hernandes, explicou que a influenza é uma doença respiratória infecciosa de origem viral, sendo um problema de saúde pública no Brasil. “É uma doença que pode levar a complicações graves e ao óbito, especialmente nos grupos de alto risco, para as complicações da infecção viral, como crianças menores de cinco anos de idade, gestantes, adultos com 60 anos ou mais, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais”, informou Izabel Hernandes.

O aposentado Paulo Roberto da Silva, de 82 anos, procurou a Policlínica Castelo Branco, no bairro Parque Dez, zona Centro-Sul, acompanhado da esposa de 84 anos, mantendo anualmente a postura de tomar a vacina no primeiro dia da campanha. “Sempre aproveitamos o primeiro dia da campanha para a imunização. É uma forma de evitar a doença e com a vacina, mesmo quando temos algum resfriado, os sintomas não são tão fortes e logo desaparecem”, afirmou Paulo Roberto.

Programação

Além da vacinação nas Unidades de Saúde, a Semsa também vai realizar uma grande mobilização no dia 9 de maio, quando serão montados 929 postos de vacinação na cidade, envolvendo a atuação de 4,5 mil profissionais de saúde.

Após o dia 9 de maio, a campanha continuará a ser executada em todas as Unidades Básicas de Saúde com sala de vacina, até dia 22 de maio. A vacinação é contraindicada para pessoas com alergia grave ao ovo de galinha e para aqueles que já apresentaram reação anafilática a doses anteriores.

Como nas campanhas anteriores, a Semsa já está disponibilizando o telefone 0800-280-8-280 para agendamento da vacinação de grupos prioritários impossibilitados de locomoção. O serviço estará disponível para agendamento até o dia 8 de maio, sendo que o atendimento dos acamados acontecerá depois do dia 9 de maio.

Transmissão

A cada ano a gripe pode se apresentar de forma diferente, assim como a infecção pode afetar cada pessoa também diferentemente. A transmissão dos vírus influenza ocorre por meio do contato com secreções das vias respiratórias que são eliminadas pela pessoa contaminada ao falar, tossir ou espirrar (transmissão direta) ou através das mãos ou objetos contaminados (transmissão indireta), quando entram em contato com mucosas (boca, olhos, nariz). A principal intervenção preventiva para este agravo é a vacinação.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Prefeitura realiza mobilização para o combate à malária

sexta-feira, abril 24th, 2015

combmalaria (2)

Em alusão ao Dia Mundial de Combate à Malária (25 de abril), a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realizou nesta sexta-feira, dia 24, mobilização para alertar a população sobre a prevenção à doença. As ações aconteceram nas áreas com maior incidência de casos de malária na cidade, nas zonas Norte, Leste, Oeste e Rural, com a parceria da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS).

Durante a mobilização na comunidade Cidade das Luzes, bairro Tarumã, na zona Oeste de Manaus, o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, lembrou que o objetivo da ação é buscar cada vez mais a redução do número de casos da doença. “O trabalho está sendo voltado principalmente para garantir a saúde das populações que residem em áreas de maior vulnerabilidade e que precisam de maior apoio dos serviços públicos”, informou Homero de Miranda Leão.

Ao mesmo tempo em que a comunidade Cidade das Luzes recebia as atividades nesta manhã, o trabalho também era executado na comunidade Jefferson Peres, zona Leste; na Marina do Davi e nas comunidades do Tiú, de Nossa Senhora de Fátima e Novo Paraíso, na zona Rural; e no conjunto Viver Melhor, na zona Norte.

A mobilização reuniu uma força tarefa formada por agentes de endemias e as equipes de educação em saúde dos Distritos de Saúde. A estratégia focou em abordagens educativas e rodas de conversa, com a apresentação preventiva sobre os riscos da malária e suas consequências. Também foram desenvolvidas ações lúdicas voltadas ao público infantil, como teatro de fantoche, pinturas educativas e tapetes pedagógicos; exposição do ciclo evolutivo da malária e realização de testes rápidos para o diagnóstico da doença.

Texto: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Ações de prevenção, detecção e controle da hipertensão arterial são intensificadas

sexta-feira, abril 24th, 2015

prevenchipertensao (2)

Com 159.108 pacientes hipertensos cadastrados no Programa de Controle de Hipertensão e Diabetes (Hiperdia), a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), está reforçando as ações de prevenção, detecção e controle da doença nas Unidades Básicas de Saúde. O trabalho pretende sensibilizar a população sobre como prevenir a hipertensão e sobre a importância da adesão ao tratamento.

“Como o próximo domingo, 26 de abril, é o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, estamos aproveitando a data para alertar a população sobre uma doença que pode afetar órgãos como o cérebro, olhos, coração, rins e artérias, provocando derrame cerebral, cegueira, infarto, insuficiência renal e entupimento das artérias”, informou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

Durante cerimônia realizada na manhã desta sexta-feira, 24, na Unidade Básica de Saúde (UBS) Leonor de Freitas, avenida Brasil, Compensa, zona Oeste, marcando Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, o secretário também destacou que, no mundo, a hipertensão mata 9 milhões de pessoas por ano e o risco ainda é maior por se tratar de uma doença que muitas vezes não apresenta sintomas.

“Por isso, é importante que toda pessoa faça exames periódicos para detectar a doença e manter hábitos mais saudáveis de vida para garantir a prevenção”, explica Homero de Miranda Leão.

Para o presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia – Regional Amazonas, médico cardiologista Simão Maduro, a hipertensão é uma doença que gera grande preocupação por ter um grande impacto na qualidade de vida do paciente.

“No caso de derrame, por exemplo, o paciente pode ter que passar o resto da vida imobilizado em uma cama, usando até fralda. E as pessoas devem ficar atentas por que é uma doença que pode atingir crianças, adultos e idosos, tanto homens quanto mulheres”, destacou o médico.

Programação

A chefe do Núcleo de Controle de Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus da Semsa, enfermeira Josilda Souza, explica que a hipertensão tem como principais fatores de risco a diabetes, o sedentarismo, a obesidade, o estresse emocional, o uso abusivo de sal e herança genética.

“Por todos esses fatores, as ações de prevenção estão focadas na sensibilização sobre a importância de se realizar a aferição da pressão arterial de forma rotineira e sobre a prática de hábitos saudáveis de vida como o incentivo à atividade física e à alimentação saudável”, ressaltou Josilda Souza.

O reforço das ações de prevenção à hipertensão nas UBSs seguirá até a quarta-feira, dia 29, com práticas educativas, rodas de conversa, práticas de atividades físicas (atividades laborais), panfletagem com orientações, aferição da pressão arterial e busca ativa de hipertensos.

“Além disso, a Semsa promove ações de combate e controle da hipertensão arterial nas Unidades de Saúde de forma rotineira durante todo o ano, onde o paciente diagnosticado recebe atendimento com uma equipe multiprofissional formada por enfermeiro, médico, farmacêutico, assistente social, nutricionista e outras especialidades, de acordo com a necessidade de cada paciente”, informou a enfermeira.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Prefeitura de Manaus inicia pré-campanha contra influenza

sexta-feira, abril 24th, 2015

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), vai iniciar, na próxima segunda-feira, 27, as ações de pré-campanha de vacinação contra a Influenza nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). O público alvo da campanha são pessoas idosas com 60 anos ou mais de idade; trabalhadores de saúde; os povos indígenas (aldeados); crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias); as gestantes; as puérperas (até 45 dias após o parto); os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; a população privada de liberdade; e os funcionários do sistema prisional.

A meta é vacinar, no mínimo, 315.348 pessoas, o que representa 80% do público alvo estimado para a população de Manaus. “Este ano, a Semsa vai utilizar como estratégia as ações de pré-campanha nas UBSs, seguida de uma grande mobilização no município com 929 postos de vacina no dia 09 de maio, encerrando com as ações de pós-campanha e que seguirão até o dia 22 de maio também nas UBSs”, disse o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

As ações de pré-campanha seguirão até o dia 08 de maio nas UBSs. O dia “D” de mobilização nacional será em um sábado, dia 09 de maio, com a mobilização de 4.500 profissionais de saúde. A pós-campanha será realizada no período de 10 a 22 de maio, quando a vacina estará disponível em todas as Unidades de Saúde com sala de vacina para grupos prioritários.

Durante a campanha, os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais deverão apresentar documentos como laudo médico, receita, carteirinhas dos programas de saúde, prescrição médica ou outro documento que comprove a sua condição clínica para receber vacina.

A vacina contra influenza é a trivalente, não contém vírus vivos e não causa a doença, sendo contraindicada para pessoas com alergia grave ao ovo de galinha e para aqueles que já apresentaram reação anafilática a doses anteriores.

Para atingir a meta mínima de vacinação de 315.348 pessoas, serão disponibilizadas em torno de 400.000 doses de vacina, garantindo que todas as pessoas inseridas como público alvo tenham acesso à imunização.

A Semsa vai montar ainda um serviço de agendamento da vacinação de grupos prioritários impossibilitados de locomoção pelo telefone 0800-280-8280,  até o dia 08 de maio, para aplicação da vacina durante o período de pós-campanha.

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Programa de formação de agentes de controle social terá a participação de gestores da Prefeitura de Manaus

quinta-feira, abril 23rd, 2015

progformagen (2)

Representantes do controle social das áreas de saúde, educação e assistência social terão a oportunidade de participar de um Programa de Formação de Agentes de Controle Social oferecido pelo Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM). O programa foi apresentado na manhã da quinta-feira, 23, pela coordenação da Escola de Contas Públicas, vinculada ao TCE, em cerimônia com a presença de representantes de secretarias municipais e de entidades como associações, conselhos e sindicatos.

O secretário municipal de Saúde e presidente do Conselho Municipal de Saúde de Manaus (CMS/MAO), Homero de Miranda Leão Neto, explicou que o programa quer oferecer à sociedade civil organizada as condições necessárias à participação nos processos de fiscalização e controle social das contas públicas.

“O programa é uma iniciativa excelente do TCE e que vai proporcionar uma melhor qualificação de pessoas como os conselheiros de saúde para o exercício do controle social. É importante lembrar que o Sistema Único de Saúde (SUS) foi formado a partir do controle social, com a participação popular, e que tem um papel essencial na melhoria dos serviços oferecidos, fiscalizando, cobrando, evitando que os gestores cometam erros e auxiliando como parceiros na formulação de políticas públicas”, afirmou Homero de Miranda Leão.

Qualificação

O Programa de Formação de Agentes de Controle Social foi elaborado com a expectativa de ser um instrumento que contribua para a efetivação do controle social das políticas públicas e das decisões que influenciam a sociedade civil, o que será possível a partir do investimento em processo de ensino-aprendizagem que possibilitem o entendimento sobre assuntos de interesse da administração pública, como orçamento, finanças e patrimônio.

O coordenador da Escola de Contas Públicas do TCE-AM, conselheiro Érico Desterro, informa que serão disponibilizadas 150 vagas e que os interessados podem fazer o cadastramento para a seleção por meio do site www.tce.am.gov.br/ecp. “Essa será a primeira turma, mas a ideia é dar prosseguimento à formação de agentes de controle social. A meta é colaborar na preparação da sociedade civil para auxiliar no controle da aplicação dos recursos públicos”, destacou o conselheiro.

O programa de formação será dividido em oito módulos, iniciando no dia 1º de junho, com uma carga horária total de 192 horas. Os módulos abordarão os temas: A cidadania na organização do estado brasileiro; Noções gerais de administração pública; Mecanismos de controle das ações governamentais; Noções gerais dos instrumentos de planejamento orçamentário; Controle popular da gestão fiscal; Controle popular sobre a licitação e contratos administrativos; e Controle popular de receitas e despesas vinculadas à saúde, à educação e à assistência social.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Conselho Municipal de Saúde mantém diretoria executiva para o próximo mandato

quarta-feira, abril 22nd, 2015

consmunsaude (2)

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, foi reconduzido nesta quarta-feira, 22, ao cargo de presidente da diretoria executiva do Conselho Municipal de Saúde (CMS/MAO). A cerimônia foi durante a 4ª Assembleia Geral Ordinária do CMS/MAO de 2015, realizada no auditório do Distrito de Saúde Oeste, na Avenida Comandante Paulo Lasmar, s/nº, conjunto Santos Dumont, bairro da Paz, com a presença de conselheiros municipais de saúde.

Além de Homero, durante a cerimônia também foram reconduzidos à diretoria os conselheiros municipais de saúde Gilson Aguiar, João Bosco de Lima e Maria Cecília Mota para os cargos de vice-presidente, primeiro secretário e segundo secretário, respectivamente. O mandato da diretoria executiva tem a duração de um ano, sendo permitida a recondução dos membros por mais um mandato.

Homero de Miranda Leão explica que a diretoria executiva é o órgão de coordenação do CMS/MAO que tem a função de garantir a execução das deliberações definidas em Assembleia Geral. “O Conselho Municipal de Saúde é constituído como órgão colegiado de caráter permanente, deliberativo, consultivo, normativo e fiscalizador do Sistema Único de Saúde (SUS). É um instrumento do controle social e que tem como prioridade a melhoria dos serviços públicos de saúde”, destacou o presidente.

O CMS/MAO é composto por 32 membros titulares e seus respectivos suplentes, sendo 25% escolhidos entre representantes do governo, entidades prestadoras de serviços de saúde e aparelho formador; 25% escolhidos entre representantes de trabalhadores de saúde; e 50% de representantes de usuários do SUS. A última eleição de conselheiros municipais aconteceu no mês de março deste ano para o mandato 2015-2018.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Prefeitura de Manaus realiza atividades para o Dia Nacional de Combate à Hipertensão

quarta-feira, abril 22nd, 2015

combhipertensao (2)

A partir desta quarta-feira, 22, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Manaus vão desenvolver atividades alusivas ao Dia Nacional de Combate à Hipertensão, comemorado no dia 26 de abril. Na próxima sexta-feira, 24 de abril, na UBS Leonor de Freitas, localizada na Avenida Brasil, Compensa, zona Oeste, haverá mobilização coordenada pelo Núcleo de Controle da Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), com palestras educativas e rodas de conversas com usuários da unidade.

A rede municipal de saúde atende a 159.108 pacientes hipertensos atualmente em Manaus. “As nossas unidades estão preparadas para oferecer diagnóstico e tratamento, inclusive com a dispensação de medicamentos para quem tem hipertensão. Nossos agentes acompanham cada um dos pacientes para que eles não abandonem o processo”, disse o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

A campanha se estende aos Distritos de Saúde e às Policlínicas da Rede Municipal de Saúde que, durante a semana da hipertensão, desenvolverão a programação educativa e também a busca de pacientes que não voltaram às unidades para identificá-los e persuadi-los a retomar o tratamento.

O Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial tem como objetivo principal sensibilizar a população para a importância da prevenção e controle da doença, alertando sobre seus riscos, como evitá-la e ressaltando a importância da adesão ao seu tratamento, com vistas à promoção de hábitos e estilos saudáveis de vida.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), em abril de 2013 a estimativa era de que a hipertensão afetasse uma em cada três pessoas em todo o mundo, totalizando o número de 2 bilhões de pessoas. As doenças cardiovasculares tiram a vida de 9,4 milhões de pessoas por ano. Além disso, a hipertensão também aumenta o risco de desenvolver outros problemas de saúde, como insuficiência renal e cegueira.

No Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde, cerca de 30 milhões de brasileiros vivem com a hipertensão e existem outros 12 milhões que ainda não sabem que possuem a doença. São mais de 300 mil mortes por ano.

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo Ministério da Saúde apontou que a proporção de brasileiros diagnosticados com pressão alta cresceu de 21,5% em 2006 para 24,4% em 2009. A Sociedade Brasileira de Cardiologia estima que apenas 10% da população faz regularmente acompanhamento médico e segue corretamente as orientações.

Atualmente, considera-se que ela é a doença cardiovascular mais frequente no país, especialmente entre idosos. Mais de 70% das pessoas acima de 70 anos têm hipertensão arterial. No entanto, gestantes e crianças também estão entre os que devem tomar cuidado com a pressão alta.

Prevenção                                  

A prevenção é a melhor forma para não sofrer com as consequências da doença. Hábitos saudáveis, não consumir álcool em excesso, perder peso e praticar atividades físicas regularmente são as regras para fugir da pressão alta.

Um dos perigos da hipertensão é sua característica de doença “invisível” e silenciosa, em que muitas vezes o paciente não tem domínio sobre sua condição até passar por um episódio em que a doença se manifeste. A maioria dos hipertensos não apresenta qualquer sintoma ou sinal referente à hipertensão. Sintomas como dor de cabeça, dor na nuca, enjoos, tonturas e falta de ar podem estar associados à hipertensão, mas não são específicos da doença. Muitas vezes, os sintomas surgem quando a hipertensão já causou danos aos órgãos. Por isso, é importante tratar a hipertensão mesmo sem sintomas.

A Hipertensão Arterial aumenta as chances de ocorrência de infarto do coração, Acidente Vascular Cerebral, Insuficiência Cardíaca e Renal, Impotência Sexual, além de outras complicações que alteram significantemente a qualidade de vida. Além disso, um hipertenso que não se trata tem, segundo a Organização Mundial de Saúde, uma redução na expectativa de vida de até 16,5 anos. O tratamento previne as complicações da doença, mas é importante que o tratamento seja feito de forma contínua, sem interrupções. Também é importante a realização de consultas médicas periódicas, pois podem ser necessários ajustes na medicação.

FOTOS: MÁRCIO JAMES/SEMCOM

Reuniões entre comunidades e gestão da Saúde continuam na Vila Marinho

sexta-feira, abril 17th, 2015

vilamarinho (2)

Representantes de moradores da Vila Marinho, no bairro Compensa 3, zona Oeste, participaram de uma reunião na manhã desta sexta-feira, 17, com gestores da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para apresentar as principais demandas na área da saúde. As reuniões fazem parte das ações da Semsa para garantir o melhor diálogo com os comunitários, ouvindo as reivindicações, aspectos positivos e sugestões para que os serviços de saúde possam atender de forma adequada aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

“O contato mais próximo com a comunidade é uma estratégia para que a gestão possa perceber, na prática, questões que por vezes não ficam claras nos relatórios. A Vila Marinho, por exemplo, tem uma boa cobertura assistencial, mas já detectamos,  pela fala dos representantes da comunidade, que é preciso melhorar o acolhimento dos usuários, e essa é uma questão que pode ser resolvida”, disse o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

A Vila Marinho tem uma população de nove mil moradores e a comunidade é atendida pela UBSF – O 18, e os moradores também são referenciados para atendimento na Policlínica Djalma Batista e na UBS Leonor de Freitas, ambas localizadas na Compensa. “A Semsa também tem um projeto para a construção de uma UBS que possa comportar quatro equipes da Estratégia Saúde da Família, ampliando a cobertura de atendimento no bairro da Compensa”, destacou o secretário.

Os participantes da reunião também solicitaram um espaço na área próxima à UBSF – Oeste 18 para a construção da sede da Associação de Moradores da Vila Marinho. “O terreno foi doado pela comunidade para a construção da UBS em área de 130 metros quadrados. Como ainda há um espaço para a construção da sede, já solicitamos que ele seja cedido para esta destinação”, explicou o morador Raimundo Nonato de Freitas Soares, conselheiro local de saúde.

A reunião aconteceu no Centro Comunitário Padre Albano, na igreja São Vicente de Paulo, e contou com a presença do secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, da diretora do Distrito de Saúde Oeste (Disa Oeste), Altemira Lima, da diretora do Departamento de Atenção Primária, Kássia Veras, e de representantes do Conselho Local de Saúde da Policlínica Djalma Batista e da Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) – Oeste 18.

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Mauazinho e Brasileirinho recebem equipe técnica da Semsa para discutir ações em Saúde

sexta-feira, abril 17th, 2015

acoesaude (2)

Em visita a duas comunidades da zona Leste de Manaus, na manhã da quinta-feira, 16, uma equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) definiu ações para melhoria na prestação de serviços nas áreas com previsão de execução a curto e a médio prazos. Liderada pelo secretário municipal de Saúde Homero de Miranda Leão Neto, o primeiro local visitado pela equipe foi a Unidade Básica de Saúde (UBS) Mauazinho, onde dezenas de comunitários e representantes do Conselho Local de Saúde (CLS) reivindicaram obras de reforma, que já estão previstas na programação da Semsa.

“Essa UBS deve ser reformada brevemente e já está em processo final de licitação na Secretaria Municipal de Infraestrutura, representando mais uma etapa do processo de crescimento do Sistema Único de Saúde”, destacou Homero de Miranda Leão. Durante a visita, o secretário avaliou a estrutura da unidade, além dos equipamentos utilizados nos serviços, todos previstos para troca após a reforma.

Além das reivindicações, representantes da comunidade do bairro Mauazinho ressaltaram a satisfação com o atendimento médico e com o relacionamento mantido com a diretoria da UBS. “O importante é realmente reforçar junto ao poder público a importância da melhoria da infraestrutura da UBS, que é uma solicitação antiga da comunidade”, destacou o presidente o CLS, Ronilson Santos.

Brasileirinho - Seguindo para uma área de acesso mais distante, no Ramal do Brasileirinho, moradores da comunidade do bairro Puraquequara, reuniram-se na sede social, localizada no km 7. A área não conta com uma Unidade Básica de Saúde e durante a reunião foi discutida a possibilidade de construção de uma UBS para atendimento à população. “É intenção da Semsa construir uma UBS para atender os moradores do ramal do Brasileirinho e estamos discutindo com as lideranças sobre a melhor local para esse novo projeto”, explicou Homero de Miranda Leão.

Paralelamente à concretização dessa possibilidade, para amenizar a falta de uma UBS no ramal, o Distrito de Saúde Leste (Disa Leste) está promovendo ações para atendimento médico a cada 15 dias na comunidade. A cada ação uma média de 40 pessoas é atendida, principalmente com consultas médicas, aferição de pressão arterial e oferta de medicamentos. A área conta também com uma Base Operacional para Diagnóstico de Malária.

Departamento de Comunicação – SEMSA

Gerente de Jornalismo: Lívia Nadjanara

Fotos: José Nildo

decom.semsa@gmail.com

Semsa manterá plantão no feriado prolongado

sexta-feira, abril 17th, 2015

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu – 192) manterá plantão 24 horas para atender a população no período do ponto facultativo da próxima segunda-feira (20) e no feriado de terça-feira (21).

O plantão será mantido também com a Maternidade Moura Tapajóz, localizada na Avenida Brasil, na Compensa, zona Oeste, mantendo integralmente suas atividades neste período.

Os demais estabelecimentos municipais de saúde, como as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Policlínicas, que realizam o atendimento ambulatorial, suspenderão o funcionamento durante estes dois dias. Após o final de semana, o atendimento será retomado normalmente na quarta-feira (22).

 

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315 / 98842-8370

Samu participa do primeiro treinamento para mototaxistas promovido pela Prefeitura de Manaus

quinta-feira, abril 16th, 2015

samutreinamotot (2)

Com a intenção de treinar todos os mototaxistas que possuem concessões para circular em Manaus, a Prefeitura de Manaus está convocando, a cada semana, 25 profissionais para participarem da atualização das técnicas de pilotagem, no Centro Educacional de Trânsito da Honda (CETH), que fica na Rua Waldemar Jardim Maués nº 712, Colônia Cachoeira Grande, Bairro Novo Aleixo. Durante o treinamento, equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192) participaram da “Simulação de Primeiros Atendimentos em acidentes de trânsito envolvendo motociclistas”.

O programa de qualificação técnica é desenvolvido em parceria pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e o Samu 192, Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), além da empresa Moto Honda da Amazônia para complementação do processo de formação e regulamentação de mototaxistas que circulam em Manaus, através do projeto “Condutor Consciente”. “Nossa participação é fundamental porque dá a esses condutores a noção básica de como agir em primeiros socorros nos casos de acidentes até que nossas equipes cheguem ao local”, ressaltou o secretário municipal de saúde, Homero de Miranda Leão.

Durante as próximas 39 semanas, sempre às quartas-feiras, cerca de 25 profissionais vão receber duas horas de instruções teóricas, almoço, instruções práticas e orientações dos socorristas do Samu, para garantirem o direito de continuarem a trabalhar como mototaxistas regulamentados em Manaus. “O Samu encerra sempre as turmas, para que eles levem daqui a consciência de que é preciso pilotar com muita segurança e, em caso de acidentes, para que eles possam agir da maneira correta”, disse o supervisor do CETH, Marco Frazão.

Para Eronildes Costa, há dez anos atuando em diversas funções sobre duas rodas, o curso é uma oportunidade imperdível de garantir o futuro. “Para mim é sobrevivência, dos meus filhos, da minha vida. É daqui que tiro meu sustento”, completou.

Até o fim do ano, pelo menos 975 mototaxistas devem passar pelo treinamento. Atualmente, circulam em Manaus 1678 profissionais, regulamentados. Em breve, outras 1303 concessões devem ser liberadas pela Prefeitura de Manaus.

Reportagem: Agnaldo Oliveira Júnior

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315 / 98842-8370

Médicos convocados para Maternidade Moura Tapajóz Semsa devem se apresentar até o dia 22

quinta-feira, abril 16th, 2015

Dos 24 médicos aprovados no concurso realizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) em 2012 e que foram convocados desde o mês passado para atuação na Maternidade Moura Tapajóz, apenas nove já se apresentaram e estão exercendo o cargo. O prazo para a apresentação será encerrado na próxima quarta-feira, dia 22 de abril.

Entre os 24 médicos convocados, cinco são ginecologistas-obstetras, dez são pediatras e nove são neonatologistas. Até o momento, apenas um ginecologista-obstetra, um pediatra e sete neonatologistas se apresentaram para a posse e já estão atuando na maternidade.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, desde o concurso realizado em 2012, já foram nomeados 384 médicos, mas desse total apenas 240 se apresentaram e estão exercendo efetivamente o cargo.

“A nomeação dos últimos 24 profissionais para a Maternidade Moura Tapajóz foi a sétima convocação de médicos aprovados no concurso da Semsa, realizado em 2012, e que ofereceu 520 vagas para profissionais médicos em diversas especialidades. Como o concurso tem validade até julho de 2016, a convocação de médicos segue de acordo com a necessidade do serviço e levando em consideração as condições orçamentárias do município de Manaus”, explicou Homero de Miranda Leão.

A Semsa iniciou o prazo para apresentação dos convocados no último dia 23 de março, depois de nomeação do grupo de médicos publicado por meio de decreto no Diário Oficial do Município (DOM), no dia 13 de março. Os médicos nomeados devem se apresentar na sede da Semsa, na avenida Mário Ypiranga Monteiro, 1695, bairro Adrianópolis, das 8h às 12h, onde receberão as orientações necessárias quanto aos procedimentos pré-admissionais e para checagem de pré-requisitos para a posse. Mais informações podem ser obtidas no telefone 98842-8251.

No concurso realizado em 2012 também foram oferecidas vagas nos cargos de Especialista em Saúde (nível superior) e de Assistente em Saúde (nível médio). Foram disponibilizadas 1.390 vagas no total, sendo que a Semsa já convocou 1.679 candidatos aprovados, inclusive do cadastro de reserva para alguns cargos.

 

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Servidores da Semsa são treinados para orientar cidadãos que vão cumprir penas alternativas em UBS

quinta-feira, abril 16th, 2015

penalternativa (2)

Servidores da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) receberam, na tarde da quarta-feira, 15, treinamento para acompanhar os processos de cumprimento de penas alternativas em Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Os processos serão encaminhados pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) por meio da Vara de Execuções de Medidas e Penas Alternativas da Comarca de Manaus (Vemepa).

O trabalho dentro das Unidades de Saúde é o resultado de um acordo de cooperação técnica assinado entre a Vemapa e a Semsa, no último dia 17 de março. Nele, os servidores do órgão municipal de saúde ficam responsáveis pelo controle dos cidadãos que estão cumprindo penas alternativas, as atividades desempenhadas por eles e a assiduidade.

O acompanhamento vai ocorrer em 83 Unidades Básicas de Saúde, dos quatro Distritos de Saúde da Semsa e, ainda, em nove Policlínicas, na Maternidade Moura Tapajóz e em três Módulos de Saúde da Família (MSFs).

O termo de cooperação também permite que a Semsa utilize recursos financeiros arrecadados por meio das medidas e penas de prestação pecuniária. Segundo a juíza Telma Roessing, anteriormente, a prestação pecuniária era feita diretamente à Unidade de Saúde, de acordo com a necessidade identificada em cada local, mas que a partir da Resolução 154 do Conselho Nacional de Justiça/2012, os valores decorrentes da pena devem ser depositados em um fundo vinculado à Vemepa. “Com isso, as entidades parceiras poderão utilizar os fundos mediante apresentação de projetos que tenham finalidade social e que atendam os critérios estabelecidos pela resolução do CNJ”, explicou a juíza.

Os projetos poderão ter um valor mínimo de R$ 5 mil e máximo de R$ 10 mil. A Semsa pretende garantir que os recursos da prestação pecuniária sejam aplicados em projetos executados especificamente nas UBSs, onde ocorre o primeiro atendimento à população.

Reportagem: Agnaldo Oliveira Júnior

Fotos: Assessoria de comunicação

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315 / 98842-8370

Prefeito destaca importância da guarda responsável durante entrega de unidades móveis do CCZ

quarta-feira, abril 15th, 2015

unidzoonoses (2)

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, entregou, na terça-feira, 14, duas unidades móveis do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que irão percorrer a cidade realizando a castração de cães e gatos. A inauguração foi realizada na sede do Distrito de Saúde Leste (Disa Leste), que fica no bairro Jorge Teixeira, na zona Leste da capital.

Cada veículo terá a capacidade de realizar até 15 procedimentos diários, ampliando em 50% o número de castrações realizadas pelo CCZ, localizado no bairro Compensa, zona Oeste. A ideia é descentralizar os serviços oferecidos pelo município, ao mesmo tempo em que também se conscientiza a sociedade sobre a guarda responsável dos animais domésticos.

“Não faz parte da minha política de governo sacrificar animais e o que nós queremos, de verdade, é trabalhar a castração e o controle da população de cães e gatos, que não deviam ficar soltos na rua, mas que merecem um tratamento mais digno. Por isso, também vamos reformar a sede do Centro de Zoonoses e com isso responder ao apelo de uma parcela da sociedade manauara”, destacou o prefeito Arthur Neto.

Para o secretário municipal de Saúde (Semsa), Homero de Miranda Leão, que absorve as atividades executadas pelo CCZ, mais que ações do poder público ou da iniciativa de Organizações Não-Governamentais, é preciso que cada cidadão assuma a responsabilidade sobre a guarda de seu animal doméstico.

“A partir desse trabalho poderemos ter o controle da população de cães e gatos na cidade de Manaus, porque castrando os animais se evita a procriação irresponsável. Estamos no caminho certo para a conscientização, que também colabora com a questão da saúde pública, uma vez que na rua esses animais podem adquirir raiva, além de prejudicarem a coleta de lixo, rasgando sacos e espalhando sujeira. A conta é simples, educação e saúde, a soma disso mudará o cenário que temos hoje”, defendeu Homero.

No ano passado, a prefeitura realizou 4.649 castrações, o que representa 894 procedimentos a mais do que em 2013. As castrações são realizadas por médicos veterinários, inscritos no Conselho Regional de Medicina Veterinária, utilizando técnica que proporciona aos animais uma recuperação mais rápida e com menor risco.

Segundo o diretor do CCZ, Adailton Pereira, as unidades móveis estão equipadas com instrumentos cirúrgicos, máquina de tosa, balança, computador e impressora. Ele ressalta que, além da castração, também será oferecida a implantação de microchips de identificação dos animais, bem como um posto fixo de vacinação antirrábica.

Agendamento

Para o agendamento do serviço na unidade móvel do CCZ, o proprietário do animal deverá apresentar documentos pessoais, como RG e CPF, comprovante de residência, comprovante de vacina antirrábica e apresentar os dados básicos do animal (nascimento, raça, cor da pelagem e tipo de pelo). O animal precisa ter idade acima de três meses e ter boas condições de saúde física. Os mesmos procedimentos são adotados na sede do CCZ. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3625-2655.

Uma das unidades móveis ficará instalada na própria sede do Disa Leste e a segunda realizará atendimentos na zona Norte, mais especificamente no Complexo Educacional Maria Antonieta Verçosa de Raposo, na rua 16, Riacho Doce III, bairro Cidade Nova. Os veículos permanecerão nesses locais por um período de seis meses antes de assistirem a outros pontos da cidade.

Os mandamentos da guarda responsável de cães e gatos

1. Antes de adquirir um animal, considere que seu tempo médio de vida é de 12 anos. Pergunte à família se todos estão de acordo, se há recursos necessários para mantê-lo e verifique quem cuidará dele nas férias ou em feriados prolongados. Grande parte dos abandonos de animais de companhia acontece em período de férias.

2. Adote animais de abrigos públicos e privados (vacinados e castrados), em vez de comprar por impulso. A compra por impulso é um dos maiores causadores de abandono.

3. Informe-se sobre as características e necessidades da espécie escolhida: tamanho, peculiaridades, espaço físico. A falta de conhecimento sobre as características de cada raça pode resultar em maus tratos e abandono.

4. Mantenha o seu animal sempre dentro de casa, jamais solto na rua. Para os cães, passeios são fundamentais, mas apenas com coleira/guia e conduzido por quem possa contê-lo. Lei Municipal 1.590/2011 – art. 14.

5. Cuide da saúde física do animal. Forneça abrigo, alimento, vacinas e leve-o regularmente ao veterinário. Dê banho, escove-o e exercite-o regularmente. O CCZ realiza anualmente a Campanha de Vacinação Antirrábica e disponibiliza a vacina gratuitamente durante o ano.

6. Zele pela saúde psicológica do animal. Dê atenção, carinho e ambiente adequado a ele. Cães isolados, presos e mal tratados tendem a se tornar bravos e, consequentemente, agressores. Cães e gatos bem tratados e educados tendem a permanecer mais tempo no convívio familiar.

7. Recolha e jogue os dejetos na lixeira pública. (Lei Municipal 1.590/2011 – artigo 15). Parasitas de importância em saúde pública podem ser transmitidos pelas fezes de cães e gatos.

8. O CCZ registra e identifica todos os cães e gatos castrados através do implante de microchip.

9. Evite as crias indesejadas de cães e gatos. Castre os machos e fêmeas. A castração é a única medida definitiva no controle da procriação e não tem contraindicações.

REPORTAGEM: Alita Falcão e Assessoria Semsa

FOTOS: Alex Pazuello

Três Unidades Móveis de Saúde oferecem atendimento na comunidade Aliança com Deus

terça-feira, abril 14th, 2015

carreta2

A Prefeitura de Manaus disponibilizou um módulo completo do Programa Saúde Manaus Itinerante para atendimento na comunidade Aliança com Deus, no bairro Cidade de Deus, zona Norte. O módulo é composto por Unidades Móveis de Saúde da Mulher, Odontológica e Médico-Laboratorial, que estão estacionadas na rua Esmira, em frente ao CMEI Onias Bento da Silva Filho. O atendimento no local vai acontecer até dia 6 de maio.

Na Unidade Móvel de Saúde da Mulher, a população tem acesso a exames de mamografia e ultrassonografia (abdominal total, abdominal superior, transvaginal, pélvica, obstétrica, vias urinárias, tireoide e mamas). Já a Unidade Móvel Odontológica disponibiliza atendimento odontológico ambulatorial e a médico-laboratorial oferece acesso a consultas com médico clínico geral e pediatra, exames preventivos (papanicolau), serviços de coleta de material de exames laboratoriais, de imunização e de farmácia.

Uma segunda Unidade Móvel de Saúde da Mulher também vai iniciar atendimento nesta quarta-feira, 15, na Cidade Nova, no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, na rua Gandu, Núcleo 08, nº 119, seguindo até o dia 24 de abril.

Os serviços continuam ainda no bairro Jorge Teixeira, zona Leste, onde há um módulo completo do Programa Saúde Manaus Itinerante, na área próxima do Campo do Teixeirão, na rua 02. As três Unidades Móveis ficarão no local até o dia 22 de abril.

A lista com a programação completa das Unidades Móveis, com locais e serviços, pode ser acessada no site semsa.manaus.am.gov.br.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Foto: Rodemarques Abreu

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Prefeitura de Manaus entrega duas Unidades Móveis de Controle de Zoonoses

terça-feira, abril 14th, 2015

umcontzoonozes (2)

A Prefeitura de Manaus vai inaugurar nesta terça-feira, 14, às 9h30, duas Unidades Móveis do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), iniciando as ações de descentralização dos serviços de castração de cães e gatos. A cerimônia de inauguração será na rua das Rosas, s/n, bairro Jorge Teixeira I, zona Leste, na sede do Distrito de Saúde Leste (Disa Leste).

Com a inauguração das duas Unidades Móveis, o CCZ vai ampliar em 50% o número de castrações realizadas, passando de 30 para 45 procedimentos diários. Cada Unidade Móvel terá a capacidade de realizar 15 castrações diariamente, e outras 15 continuarão a ser feitas na sede do CCZ, na Compensa, zona Oeste. Uma das Unidades Móveis ficará instalada na própria sede do Disa Leste e a segunda será deslocada para o Complexo Educacional Maria Antonieta Verçosa de Raposo, na rua 16, Riacho Doce III, bairro Cidade Nova, zona Norte. O atendimento deve ocorrer nesses locais por um período de seis meses, atendendo a demanda da população da zona Leste e Norte de Manaus.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, explica que, além de aumentar o número de castrações, o objetivo é aproximar os serviços do CCZ da população de Manaus e estimular os donos de animais no compromisso da guarda responsável para evitar a procriação indesejada e, consequentemente, o abandono de animais nas ruas. “É uma estratégia que vai beneficiar as pessoas que não podem transportar o seu animal de estimação até a sede do CCZ, localizada na Compensa, permitindo um acesso mais amplo ao serviço e atendendo as áreas mais periféricas da cidade”, ressaltou Homero de Miranda Leão.

De acordo com o diretor do CCZ, Adailton Pereira, foram realizadas 4.649 castrações no ano passado, representando um total de 894 castrações a mais do que em 2013. “Os procedimentos de castração são realizados por médicos veterinários, inscritos no Conselho Regional de Medicina Veterinária, utilizando técnica que proporciona aos animais uma recuperação mais rápida e com menor risco”, informou Adailton Pereira.

As Unidades Móveis estão equipadas com instrumentos cirúrgicos, máquina de tosa, balança, computador e impressora. Além da castração, as Unidades irão realizar a implantação de microchips de identificação dos animais e terão um posto fixo de vacinação antirrábica.

Para o agendamento do serviço na Unidade Móvel, o responsável pelo animal deverá apresentar documentos pessoais como RG e CPF, comprovante de residência, comprovante de vacina antirrábica e apresentar os dados básicos do animal (nascimento, raça, cor da pelagem e tipo de pelo). O animal precisa ter idade acima de três meses e ter boas condições de saúde física. Os mesmos procedimentos são adotados na sede do CCZ. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3625-2655.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: Márcio James

Reunião com lideranças visa estreitar canal da prefeitura com as comunidades

sexta-feira, abril 10th, 2015

encomun (2)

Visando estreitar ainda mais a relação entre a prefeitura e as comunidades, profissionais da rede municipal de saúde participaram de uma reunião, na sexta-feira, 10, com 12 lideranças comunitárias da zona Norte. O encontro ocorreu na sede da Associação de Moradores do conjunto Boas Novas, na Cidade Nova, e contou com gestores do Distrito de Saúde Norte e o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão.

O encontro com as lideranças comunitárias faz parte das ações de gestão na rede municipal de saúde estão sendo executadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) com o objetivo de obter uma visão mais exata das dificuldades encontradas no acesso aos serviços de saúde da rede municipal. “É uma orientação do prefeito Arthur Virgílio Neto realizarmos reuniões com a população nos Distritos de Saúde e mantermos um canal de comunicação com os moradores. A partir desse espaço, é possível buscar soluções e resolver os problemas de forma mais rápida. Além disso, também podemos identificar os pontos positivos a partir dos elogios que são feitos aos serviços e aos profissionais de saúde”, destacou Homero de Miranda Leão.

Para o industriário Elisvaldo Marques Vale, conselheiro local de saúde da Policlínica Anna Barreto e representante dos moradores no bairro Cidade de Deus, o mais importante do encontro com gestores da Semsa é reforçar a aproximação da população junto ao poder público para melhorar o atendimento em saúde. “Nós não tínhamos um diálogo com os gestores e esse foi um dos motivos para reunir as lideranças e reivindicar um espaço maior para discutir os problemas encontrados. O ideal seria fortalecer os Conselhos Locais de Saúde, que acompanham a rotina das Unidades de Saúde e podem identificar os problemas específicos de cada comunidade. Muita coisa já melhorou, mas precisamos continuar evoluindo”, afirmou Elisvaldo Vale.

A zona Norte de Manaus conta atualmente com duas policlínicas, seis Unidades Básicas de Saúde, um laboratório distrital e um Centro de Especialidades Odontológicas (CEO Norte), 41 Unidades de Saúde da Família no padrão de 130 metros quadrados e 11 Unidades de Saúde da Família no padrão de 32 metros quadrados (antigas Casinhas). “Também há previsão para a reinauguração da UBS Arthur Virgílio, no conjunto Amazonino Mendes, e a inauguração da UBS Maria Mafra, no bairro Novo Aleixo. Outros projetos estão em andamento para a ampliação da rede municipal de saúde na zona Norte”, informou a gerente do Disa Norte, Luciana Marta Tavares Fabrício.

Fotos: Assessoria de Comunicação da Semsa

Semsa promove atendimento em saúde vocal para 240 professores da rede estadual

quinta-feira, abril 9th, 2015

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio do Centro Referência Municipal em Saúde do Trabalhador (Cerest/Manaus), vai participar da 1ª Campanha de Saúde Vocal, evento que será promovido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) no período de 13 a 17 de abril. Durante a campanha, uma equipe de profissionais do Cerest/Manaus fará a avaliação da saúde vocal de 240 professores da rede estadual.

A abertura oficial da campanha será no Auditório do Centro de Formação Profissional Padre José de Anchieta, sede da Seduc, na próxima segunda-feira, dia 13, às 9h, com o lançamento do Programa de Acompanhamento Psicossocial dos Servidores da Educação.

A campanha tem como objetivo prevenir, orientar e sensibilizar os profissionais da educação quanto ao uso adequado da voz e da saúde vocal, minimizando assim as ocorrências de problemas vocais para uma melhor qualidade de vida. “A participação do Cerest/Manaus na campanha foi motivada por uma solicitação da Seduc em decorrência do afastamento de professores do trabalho por problemas vocais de saúde”, explica o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão.

A fonoaudióloga do Cerest/Manaus, Maria do Socorro Oliveira Soares, disse que a equipe do Cerest/Manaus fará, durante a campanha, um trabalho de triagem, orientação e encaminhamentos no caso do paciente que precisar de exame de laringoscopia ou para outros especialistas médicos. O trabalho vai acontecer na sede da Seduc e nas sete coordenadorias distritais de educação da Seduc em diferentes locais da cidade. Serão atendidos 30 professores por turno de acordo com a programação já definida pela Secretaria de Educação.

“Os 240 professores que serão atendidos pelo Cerest/Manaus foram indicados pela Seduc por terem apresentado algum tipo de queixa de rouquidão, cansaço ou outros agravos relacionados às patologias de voz”, informa a fonoaudióloga.

O trabalho de Cerest/Manaus será desenvolvido em parceria com acadêmicos do curso de Fonoaudiologia da Uninorte e com residentes de medicina do curso de Otorrinolaringologia da Universidade Federal do Amazonas. No encerramento da campanha, dia 17 de abril, será realizada uma palestra ministrada pela presidente do Conselho Regional de Fonoaudiologia 5° Região, fonoaudióloga Silvia Ramos, como tema “Processo e Organização do Trabalho/Notificações em voz”, no auditório do Sesi.

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Adolescentes aprendem sobre saúde sexual e reprodutiva

quarta-feira, abril 8th, 2015

saudesexual (2)

Um grupo de 24 adolescentes com idade entre 14 e 19 anos, escolhido entre jovens que participam de ações do Programa Saúde do Adolescente na Unidade Básica de Saúde (UBS) Lourenço Borghi, no bairro Japiim, zona Sul, participaram de uma experiência diferenciada na manhã da quarta-feira, 8, com o início do projeto “Faça Acontecer – protagonismo juvenil em saúde sexual e reprodutiva”. O objetivo do projeto, realizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na Escola Municipal Padre Puga, é reduzir a vulnerabilidade de adolescentes e jovens às doenças sexualmente transmissíveis e à gravidez precoce por meio do incentivo ao protagonismo juvenil.

A assistente social Ana Cristina Dias, do Núcleo de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa, explicou que o projeto consiste em capacitar os adolescentes em 15 oficinas com temas variados, para que eles atuem como multiplicadores de informações em saúde sexual e reprodutiva nos seus grupos sociais. “A Semsa está iniciando o projeto junto à comunidade atendida na UBS Lourenço Borghi, mas a ideia é expandir as ações para todo o município, de acordo com os resultados obtidos, buscando reduzir casos de doenças sexualmente transmissíveis e de gravidez não planejada”, informou Ana Cristina.

O Ministério da Saúde considera como adolescentes pessoas na faixa etária de 10 a 19 anos. De acordo com estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE/2013), existem em Manaus 391.642 adolescentes. No ano passado, a cidade registrou o diagnóstico de 71 casos de Aids nessa faixa etária, representando 17  a mais do que no ano de 2013.

Oficinas

Os adolescentes inscritos no projeto irão participar de 15 oficinas lúdicas e interativas abordando temas como “Gênero, sexualidade e saúde reprodutiva”, “O que é sexualidade?”, “Namoro ou amizade”, “Tomada de decisão”, “Sexualidade em tempos de Aids”, “Negociação no uso da camisinha”, “Doenças sexualmente transmissíveis”, “Direitos sexuais e reprodutivos” e “Trabalhando com rótulos e solidariedade”.

A assistente social Rejeane Barros, que coordena o programa de Saúde do Adolescente desde 2009 na UBS Lourenço Borghi, informa que os temas das oficinas foram selecionados a partir das propostas do Ministério da Saúde, levando em consideração as especificidades do público adolescente. “A ideia de formar um grupo de protagonistas juvenis busca incentivar os adolescentes para atuação como voluntários e como uma referência na escola e na comunidade sobre o tema, permitindo que eles possam multiplicar as informações entre outros adolescentes sobre práticas de prevenção às DSTs e à gravidez não planejada”, explicou.

Para Ingrid Brito de Souza, de 13 anos, a participação voluntária no projeto é uma forma de obter mais informações sobre temas importantes para todos os adolescentes. “O projeto vai ser uma forma de promover uma reflexão sobre esses temas e também porque vou levar as informações para outras amigas e adolescentes que não estão tendo a mesma oportunidade de participar das oficinas”, afirmou Ingrid Souza.

Após as oficinas, os adolescentes serão incentivados a elaborar um plano de ação sobre como reproduzir o que irão aprender junto à comunidade onde vivem, a partir do mês de julho deste ano.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Jorge Teixeira recebe três Unidades Móveis de Saúde

quarta-feira, abril 8th, 2015

unidmoveissaude (2)

A população do bairro Jorge Teixeira, zona Leste, está sendo beneficiada com a oferta de serviços de um módulo completo do Programa Saúde Manaus Itinerante, composto por Unidades Móveis de Saúde da Mulher, Saúde Odontológica e Médico-Laboratorial. As três Unidades Móveis estão estacionadas desde a última segunda-feira, 6, em área próxima ao Campo do Teixeirão, na rua 02, e ficarão no local até o dia 22 de abril.

Na Unidade Móvel de Saúde da Mulher, a população tem acesso a exames de mamografia e ultrassonografia (abdominal total, abdominal superior, transvaginal, pélvica, obstétrica, vias urinárias, tireoide e mamas). Já a Unidade Móvel Odontológica disponibiliza atendimento odontológico ambulatorial e a Médico-Laboratorial oferece acesso a consultas com médico clínico geral e pediatra, exames preventivos (papanicolau), serviços de coleta de material de exames laboratoriais, de imunização e de farmácia.

O Programa Saúde Manaus Itinerante também iniciou na última segunda-feira atendimento no bairro de Petrópolis, zona Sul, com uma Unidade Móvel de Saúde da Mulher estacionada na avenida Codajás, no estacionamento do Corpo de Bombeiros. O atendimento no local será realizado até o dia 10 de abril.

Diariamente, a Unidade Móvel de Saúde da Mulher oferecerá 40 vagas para exames de mamografia e 50 para ultrassonografia. Para realizar a mamografia, mulheres com até 39 anos de idade devem apresentar requisição médica, documento de identidade e CPF. Mulheres com 40 anos ou mais não precisam da requisição médica e devem apresentar somente os documentos pessoais. Na realização do exame de ultrassonografia, a paciente necessita apresentar requisição médica, RG e CPF. No caso da ultrassonografia das mamas, ainda é necessário levar o último exame de mamografia.

Atualmente, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) também está oferecendo atendimento à população com Unidades Móveis de Saúde da Mulher, Odontológica e Médico-Laboratorial na comunidade Campos Sales (bairro Tarumã), até o dia 15 de abril, e na comunidade Buritis (bairro Nova Cidade) até o dia 8 de abril.

A lista com a programação completa das Unidades Móveis, incluindo locais e serviços, pode ser acessada no site semsa.manaus.am.gov.br.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Foto: Rodemarques Abreu

Prefeitura treina servidores para a realização de teste rápido de HIV/Aids

quarta-feira, abril 8th, 2015

testerapidohiv (2)

A Prefeitura de Manaus está capacitando 40 servidores de Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da zona Norte para atuarem, por meio de testes rápidos, na detecção de HIV/Aids, Sífilis e das Hepatites “B” e “C”. A partir do treinamento, a rede municipal de saúde visa ampliar a oferta dos testes, incluindo o serviço nas unidades de Estratégia da Família.

Para 2015, a Semsa tem a meta de ampliar a implantação dos testes rápidos nas Unidades Básicas de Saúde da Família com 130 metros quadrados. Em 2013 e 2014, a rede municipal de saúde capacitou 293 profissionais para garantir a implantação dos testes rápidos e a meta para este ano é capacitar mais 120 profissionais. “O maior avanço dos testes rápidos é a possibilidade de viabilizar um tratamento imediato, o que aumenta significativamente a sobrevida dos pacientes. Com a capacitação dos novos profissionais para expandir o atendimento a este público, o objetivo das ações será alcançado muito mais rápido nas Unidades Básicas de Saúde”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

Em 2014, foram realizados mais de 40 mil testes, que são controlados pelo Núcleo de Controle das DSTs, Aids e Hepatites. Atualmente, os testes rápidos podem ser feitos em 62 UBS da capital amazonense, com resultados conferidos em até dez minutos e proposta de tratamento imediato, em caso positivo para a doença. De acordo com o estabelecido no Plano Anual de Saúde de 2014, a Prefeitura de Manaus atingiu a meta de implantação em UBSs, uma vez que em janeiro de 2013 os testes rápidos eram oferecidos em apenas três unidades. A expectativa é que a ampliação do serviço tenha como reflexo uma queda no número de casos das doenças nos próximos anos.

“Em UBSs de todas as zonas de Manaus, inclusive na Rural, de acesso terrestre e fluvial, temos a oferta do teste rápido. De acordo com a demanda dos serviços nas comunidades, as pessoas interessadas em realizar o exame devem ficar atentas para essa programação”, reforçou a chefe do núcleo de DSTs, Aids e Hepatites da Semsa, enfermeira Adriana Souza.

A lista com as Unidades Básicas que oferecem os testes rápidos para a detecção do HIV, Sífilis e Hepatites B e C pode ser acessada no site semsa.manaus.am.gov.br.

Reportagem: Agnaldo Oliveira Júnior

Fotos:Assessoria de comunicação

Alimentação saudável é tema de programação no Dia Mundial da Saúde

quarta-feira, abril 8th, 2015

ALIMSAUDAVEL (2)

Abordando o tema “Alimentação Saudável”, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) realizaram na terça-feira, 7, uma série de atividades em comemoração ao Dia Mundial da Saúde. Foram promovidas atividades educativas, como rodas de conversa, oficinas de culinária saudável, além de circuito de ginástica e atividades lúdicas em mais de 240 UBSs da cidade.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, ressaltou que o trabalho executado pela fiscalização do Departamento de Vigilância Sanitária (Visa Manaus) é fundamental para garantir a comercialização de alimentos de todos os tipos em condições ideais em estabelecimentos como supermercados, restaurantes e feiras.

“Há registros de que mais de dois milhões de pessoas morrem no mundo por doenças causadas pelo consumo de alimentos impróprios.  O trabalho desenvolvido pela vigilância é essencial para garantir que os alimentos sejam adequados para o consumo da população, de acordo com o Código de Vigilância Sanitária, seguindo as regras de armazenamento, higiene e validade dos produtos”, destacou Homero de Miranda Leão.

Na UBS Ivone Lima, no Coroado 3, zona Leste, onde também ocorreram ações, a população participou de atividades físicas na quadra esportiva da comunidade e de uma oficina sobre Café da Manhã Saudável, com orientação de profissionais de educação física e nutrição. “A UBS oferece atendimento com educador físico e nutricionista de forma rotineira, buscando conscientizar a população sobre a importância de uma alimentação saudável e da prática de atividade física para a prevenção e controle de doenças”, informou a diretora da unidade, Francicléia dos Santos Azevedo.

A nutricionista Monica Souto Maior, que atende na unidade, explicou que a população foi orientada sobre a importância do café da manhã como uma das principais refeições. “Existem pesquisas que mostram que as famílias estão deixando de tomar o café da manhã. E isso é um erro porque um bom café da manhã tem uma riqueza de nutrientes como vitaminas, minerais e fibras. Além disso, o hábito de deixar de tomar o café da manhã pode até gerar doenças, já que o jejum prolongado pode ocasionar problemas como a resistência à insulina, levando à diabetes e à obesidade”, alertou a nutricionista.

A UBS Ivone Lima também promove diariamente, com um educador físico, atividades físicas, beneficiando mais de 100 pacientes cadastrados. As atividades envolvem caminhadas, ginástica localizada e circuito funcional.

Agregando atividade física e ações educativas sobre alimentação saudável na UBS, a dona de casa Ana Cláudia Lopes já emagreceu dez quilos em um período de oito meses. Segundo ela, a prática de atividade física diária na UBS ajudou a superar um quadro de depressão, doença que a obrigou a procurar atendimento médico na rede municipal. “Nunca tinha feito atividade física antes e o médico indicou o serviço aqui na UBS. Já estou fazendo corrida, jogo bola, faço caminhada e todas as outras atividades físicas. Tudo isso ajudou a melhorar a minha saúde e a minha autoestima. Nunca mais fiquei doente”, explicou Ana Lopes.

O atendimento com atividade física na UBS Ivone Lima é aberto à comunidade, mas alguns pacientes são encaminhados depois de atendimento médico, principalmente no caso de pacientes hipertensos, diabéticos, com problemas articulares e que sofrem com depressão. São atendidas crianças, adolescentes, adultos e idosos.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Foto: José Nildo