Archive for the ‘noticias’ Category

Vigilância Sanitária interdita mais uma lanchonete em faculdade

sexta-feira, agosto 28th, 2015

fiscavisalanc (2)

 

Duas lanchonetes foram alvos de fiscalização e uma delas foi interditada pela Vigilância Sanitária de Manaus (Visa Manaus), órgão da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), dessa vez o estabelecimento da Unidade 3 da Faculdade Metropolitana de Manaus (Fametro), localizado na avenida Constantino Nery. A interdição ocorreu na tarde da última quinta-feira, 28, pois a lanchonete não apresentou licença para funcionamento e mostrou outras irregularidades como acondicionamento inadequado de produtos.

Na ação, os fiscais inspecionaram também outra lanchonete em funcionamento na instituição, que foi notificada para realização de pequenas adequações como a troca do piso. “A inspeção às lanchonetes faz parte das atividades de rotina do órgão e foi intensificada desde a semana passada com objetivo de levantar a situação dos estabelecimentos fornecedores de alimentos a estudantes nas instituições de ensino superior na cidade de Manaus, atendendo ao grande número de denúncias”, disse o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

Após a realização dos trabalhos dos fiscais na primeira lanchonete, aproximadamente 50 quilos de alimentos foram considerados impróprios ao consumo humano e inutilizados. A avaliação é de que com as altas temperaturas registradas na cidade em função do período de verão, é necessário que os proprietários de estabelecimentos fornecedores de alimentos à população tenham a preocupação de mantê-los em condições de consumo. “Vários produtos foram inutilizados por não estarem em temperatura ideal de conservação. Isso demanda atenção redobrada de quem vende e de quem consome”, Ana Hilda, que integra a equipe que atuou na fiscalização.

O retorno das atividades comerciais da lanchonete interditada só será possível após a regularização das pendências indicadas no auto de infração pelos fiscais. Além disso, deverá ser estipulada multa com base no Código Sanitário do Município (Lei 392/97) que varia de uma a quatrocentas Unidades Fiscais do Município (UFM), atualmente no valor de R$ 83,78 cada. Já a segunda lanchonete passará por nova fiscalização após o período estabelecido para adequação.

Para denúncias ou sugestões, a Visa Manaus disponibiliza o Disque Visa 0800 092 0123.

Reportagem: Wilson Reis – Assessoria de Imprensa Visa Manaus

Fotos: Tácio Melo / Semcom  e Assessoria / Visa Manaus

Semsa prorroga prazo de apresentação de aprovados no PSS para vacinador/registrador

sexta-feira, agosto 28th, 2015

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) prorrogou o prazo de apresentação dos candidatos classificados no Processo Seletivo Simplificado para Vacinador/Registrador, estendendo até o próximo dia 4 de setembro de 2015 o limite para procedimentos pré-admissionais. Os candidatos devem procurar a sede do órgão, situada na Av. Mário Ypiranga Monteiro, 1695 – Adrianópolis, Auditório Dr. Deodato de Miranda Leão, no horário das 8h às 12h, munidos dos documentos indicados no edital.

A prorrogação será publicada na edição desta sexta-feira, 28, do Diário Oficial do Município (DOM) e estende por mais cinco dias o prazo para que os candidatos que irão atuar na Campanha de Vacinação Antirrábica Animal 2015, que será executada pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), se apresentem.

“É importante que os aprovados se apresentem o mais rápido possível, pois temos uma grande campanha de vacinação a ser realizada nos meses de setembro e outubro e contaremos com essas pessoas para garantir o serviço”, convocou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

Os profissionais terão um contrato de 46 dias, no período de 08 de setembro a 23 de outubro. A remuneração é de R$ 788 com jornada de trabalho de 44 horas semanais, de segunda-feira a sábado.

A Semsa realiza a contratação de vacinadores/registradores todos os anos para garantir a execução da campanha antirrábica animal direcionada para cães e gatos. O trabalho é executado por meio de visitas domiciliares, quando os animais são vacinados.

O Processo Seletivo Simplificado levou em consideração a experiência profissional, devidamente comprovada conforme regras do edital. O requisito obrigatório era que o candidato tivesse o ensino fundamental completo.

Reportagem: Lívia Nadjanara

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

LOCALIZAÇÃO DAS UNIDADES MÓVEIS DE SAÚDE

sexta-feira, agosto 28th, 2015

Prefeitura convoca pais de crianças para últimos dias de vacinação contra a Pólio

quinta-feira, agosto 27th, 2015

vacpolultmdia (2)

 

Na reta final da Campanha de Vacinação contra a Poliomielite, que termina na próxima segunda-feira, 31, a Prefeitura de Manaus está convocando os pais e responsáveis por crianças de 6 meses a 5 anos incompletos para que vacinem seus filhos e oferece o serviço também em dez Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de horário ampliado, com funcionamento das 7h às 21h e no sábados até o meio-dia.

Manaus está acima da média da Campanha Nacional de Vacinação e já contabiliza 117.130 doses da gotinha que combate a paralisia infantil, alcançando um percentual de 72,5% do público-alvo na cidade. “A importância das nossas crianças tomarem a vacina é para não deixar mais a pólio voltar ao Brasil, já que ela está erradicada nas Américas desde 1990, mas não está erradicada no mundo todo. Pais, levem suas crianças o quanto antes para tomar a vacina”, alertou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

A campanha se estende até o dia 31 e não haverá prorrogação. A vacinação está disponível em todas as UBSs das 7h às 17h e, ainda, em postos avançados espalhados por toda a cidade. Paralelo a isso, também é realizada a Campanha de Multivacinação, com a meta de atualizar o cartão vacinal de todas as crianças que comparecerem às unidades de saúde no período. A multivacinação oferta, em um momento de reforço, doses de diversas vacinas à população, com o intuito de melhorar a cobertura vacinal e otimizar a logística dos serviços de saúde, visando evitar doenças imunopreveníveis como hepatite B, coqueluche, tétano, difteria, diarreia por rotavírus, febre amarela, caxumba, sarampo, rubéola e meningite.

“Pedimos a colaboração e a responsabilidade dos pais para manter os filhos vacinados. Então, basta se dirigir até a unidade de saúde, levando o cartão de vacina e lá o vacinador vai verificar se existem outras doses de vacina em atraso, e se tiver, a criança recebe na hora também, junto à dose de combate à pólio”, explicou a chefe da Divisão de Imunização da Semsa, Isabel Hernandes.

 

Reportagem: Lívia Nadjanara

Fotos: Marinho Ramos

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Profissionais da Semsa participam de capacitação para tratamento de fumantes

quinta-feira, agosto 27th, 2015

capactratfumantes (2)

 

Para ampliar o número de Ambulatórios de Tratamento de Fumantes na cidade de Manaus, profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) estão sendo capacitados em “Abordagem Intensiva ao Fumante”. O evento teve início nesta quinta-feira, 27, no auditório da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), promovido para profissionais de saúde da capital e de municípios do interior do Amazonas, e será encerrado na manhã desta sexta-feira, 28.

A capacitação faz parte do planejamento anual que prevê a preparação de novas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para a ampliação do número de ambulatórios na rede municipal. “O município de Manaus conta com 21 ambulatórios, 19 implantados em Unidades Básicas de Saúde (UBSs), sendo que cinco estão em fase de readequação por remanejamento de pessoal ou reforma. Com a nova capacitação, iremos preparar a rede municipal para que mais oito ambulatórios entrem em funcionamento até o próximo ano”, explicou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

A chefe do Núcleo de Promoção a Hábitos de Vida Saudável da Semsa, Esterfânia Freitas, explica que temas como Doenças pulmonares relacionadas ao tabaco; Diagnóstico situacional das ações de tabagismo em Manaus; Entendendo tabagismo como dependência; Farmacoterapia e Apoio medicamentoso na abordagem ao fumante, abordados na capacitação, são fundamentais para a preparação dos servidores que futuramente vão atender aos usuários que pretendem abandonar o vício. “A capacitação foi idealizada para profissionais médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos e assistentes sociais, grupo que logo após estarão preparados para atender pessoas fumantes que procuram os serviços de saúde querendo ajuda para abandonar o cigarro”, disse.

Além dos profissionais da capital, a capacitação também foi planejada envolvendo profissionais dos municípios de Itacoatiara, Parintins, Japurá, Manacapuru, Borba, Eirunepé, Rio Preto da Eva e Apuí. “O objetivo é expandir para os municípios do interior o atendimento com os Ambulatórios de Tratamento de Fumantes, facilitando o acesso ao serviço dos pacientes dependentes de nicotina. É importante lembrar que o uso do cigarro está relacionado a doenças como o câncer de boca, faringe, pulmão, garganta, laringe, estômago, intestino e fígado, o que o mostra a amplitude do impacto que o tabagismo causa no organismo humano”, afirmou a coordenadora estadual da Atenção Oncológica, Marília Muniz.

Tratamento

Os ambulatórios de tratamento de fumantes em Manaus estão instalados em UBSs nas zonas Norte, Oeste, Sul, Leste e Rural. O serviço oferece atendimento com uma equipe multiprofissional formada por médico, psicólogo, fisioterapeuta, enfermeiro, nutricionista, odontólogo e assistente social, entre outros profissionais. O tratamento é feito por meio da terapia cognitivo-comportamental, onde o paciente participa de sessões em grupo e, de acordo com a necessidade de cada um, também é realizado o atendimento individual. Os interessados podem buscar mais informações pelo telefone 0800-280-8-280.

Foto: Assessoria Semsa

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Com parceria, prefeitura irá ampliar serviço de saúde em área ribeirinha

quinta-feira, agosto 27th, 2015

comitivacoreana (2)

Uma parceria entre a Prefeitura de Manaus e a Embaixada da República da Coreia no Brasil poderá acelerar a ampliação do serviço de Atenção Básica oferecido na área ribeirinha da capital. Os primeiros detalhes da iniciativa foram debatidos, nesta quinta-feira, 27, durante encontro da comitiva coreana com o prefeito em exercício, Wilker Barreto, realizado no Centro Cultural Palácio Rio Branco.

“Manaus está sempre de portas abertas àqueles que querem investir na melhoria da qualidade de vida da população. Esse é um exemplo do olhar mundial que se volta para a capital amazonense, que foi destaque na Copa do Mundo e que também irá mostrar o seu melhor nas Olimpíadas”, destacou o prefeito em exercício.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) conta hoje com uma unidade de saúde fluvial que atende cerca de seis mil pessoas que vivem na área ribeirinha de Manaus. Segundo a subsecretária de Gestão e Saúde da Semsa, Lubélia Sá Freire, há previsão para aquisição de mais duas unidades, em fase de elaboração do processo licitatório.

“Essa parceria vai possibilitar que cheguemos ao nosso objetivo em um tempo mais rápido do que esperávamos, porque a Embaixada da República da Coreia está se propondo a equipar, com a mais alta tecnologia, as novas unidades”, explicou Lubélia Sá.

Ainda de acordo com a subsecretária, atualmente, é feita uma viagem ao mês às comunidades dos rios Amazonas e Negro. Com a ampliação do serviço, as viagens passarão a ser feitas duas vezes ao mês, contemplando oito a dez mil moradores das áreas ribeirinhas de Manaus.

Para o embaixador da República da Coreia no Brasil, Jeong Gwan Lee, a proposta é cooperar com os projetos já existentes em Manaus, oferecendo maior tecnologia e melhoramento de infraestrutura. “O que queremos é proporcionar mais qualidade de vida para a população local. Temos aqui empresas coreanas bem inseridas no contexto da Zona Franca de Manaus e, além de buscar novas oportunidades de negócios, também pensamos em colaborar com o desenvolvimento social da população”, finalizou.

 

REPORTAGEM: Alita Falcão / FOTOS: Márcio James (Semcom)

Programa Saúde na Escola apresenta resultados na Segunda Mostra

quarta-feira, agosto 26th, 2015

saudenaescola (2)

 

A Prefeitura de Manaus, por meio das secretarias municipais de Educação (Semed) e de Saúde (Semsa), realizou nesta terça-feira, 25, a 2ª Mostra de Experiência Exitosa do Programa Saúde na Escola. O evento aconteceu no auditório da Semed e contou com a participação da secretária da Semed, Kátia Schweickardt, e do secretário da Semsa, Homero de Miranda Leão Neto.

No primeiro dia da mostra, reunindo equipes e escolas das zonas Leste, Norte e Rural, houve troca de experiências com debates e palestras sobre saúde e educação, mobilizando 125 escolas públicas do Ensino Fundamental e Médio e 125 equipes de saúde do Programa Saúde na Escola (PSE). Atualmente, o programa atende 147 escolas públicas, 99 da rede municipal e 48 da rede estadual, com apoio de 145 equipes de Saúde da Família, beneficiando mais de 80 mil alunos.

A secretária municipal de Educação, Kátia Schweickardt, ressaltou o trabalho em conjunto das secretarias e a importância das escolas na formação de um cidadão melhor. Segundo ela, saúde e educação são as duas políticas sociais mais importantes de um governo.

“Todas as pesquisas relacionadas à promoção da saúde comprovam que os bons hábitos precisam ser desenvolvidos nas crianças desde pequenos para que se tornem adultos saudáveis. Essa porta é a escola e a Semed é muito comprometida com o PSE. Hoje, temos 99 das 147 escolas, com toda a equipe escolar empenhada, visando sempre a reconstrução da nossa cidade e a melhoria de vida do nosso povo”, informou.

Em apresentações realizadas pelos jovens estudantes os temas propostos foram a promoção da alimentação saudável, promoção da cultura de paz, direitos humanos/prevenção das violências e acidentes, prevenção ao uso de álcool, tabaco, crack e outras drogas, promoção ao direito sexual e reprodutivo e prevenção das DST/AIDS.

“Quando a Saúde consegue se energizar com a força da Educação, os efeitos são muito maiores e esse programa é exemplo disso. A integração entre escola, saúde e família é o segredo para mudanças de comportamento de uma sociedade, pois ensinar hábitos saudáveis no ambiente escolar é um caminho que precisamos fazer para que as ações tenham efeito. Pensamos o PSE com a perspectiva de crescimento para chegar a cada vez mais escolas e envolver mais famílias”, disse Homero de Miranda Leão Neto durante a abertura das atividades.

De acordo com a gerente de Atividades Complementares e Programas Especiais (Gacpe) da Semed, Dircelia Ortiz, o PSE acontece desde 2009 e aborda temas relevantes para o desenvolvimento do aluno envolvendo as equipes de saúde no ambiente escolar. “Este evento vem mostrar o trabalho que as equipes de saúde e educação vêm desenvolvendo desde 2009. Todos são temas importantes que devem ser trabalhados nas escolas e com a comunidade escolar para alertar sobre suas consequências”, relatou.

O segundo dia da mostra acontece no dia 27 de agosto, quinta-feira, reunindo equipes e escolas das zonas Sul e Oeste no Centro Educacional de Tempo Integral (CETI) Áurea Pinheiro Braga, no bairro Compensa.

Reportagem: João Pedro Figueiredo

Fotos: Rodemarques Abreu

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Semsa promove oficinas de acolhimento para qualificar serviços de saúde

quarta-feira, agosto 26th, 2015

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vem promovendo, desde o mês de junho, Oficinas de Acolhimento para qualificar os processos de trabalho, melhorar os serviços e, consequentemente, ampliar o acesso e a humanização no atendimento aos usuários. O público-alvo das oficinas são profissionais que atuam em unidades de saúde nas zonas Norte, Sul, Leste e Oeste.

“Nós temos uma atenção especial com a forma que o atendimento é feito individualmente e, para proporcionar isso ao nosso usuário, estamos nos debruçando em atividades contínuas de capacitação dos servidores em busca da ampla humanização dos serviços da atenção básica. A qualificação é realizada seguindo as diretrizes da Política Nacional de Humanização, que busca colocar em prática os princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) no cotidiano dos serviços de saúde, estimulando a comunicação entre gestores, trabalhadores e usuários para a construção de novos processos de trabalho”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

A promoção das oficinas foi uma das demandas indicadas pelo Levantamento de Necessidades de Capacitação (LNC), executado a partir da Avaliação Periódica de Desempenho (APD) do ano de 2014. “Os chefes imediatos indicaram, dentre várias opções, os cursos que os servidores avaliados deveriam fazer no ano de 2015 para qualificar o atendimento nos serviços de saúde”, explicou a chefe da Divisão de Educação Permanente da Semsa, Ana Lúcia Raman.

Ao todo serão capacitados 158 servidores de 12 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do Distrito de Saúde Oeste (Disa Oeste); 46 servidores de cinco unidades do Disa Sul; 168 servidores de 10 unidades do Disa Norte; e 36 servidores de sete unidades do Disa Leste.

A Semsa também está organizando Oficinas de Acolhimento em UBSs em que foram registradas denúncias sobre a qualidade do atendimento no acolhimento dos usuários.

“As oficinas envolvem todos os profissionais que atuam na UBS e não somente os que trabalham na recepção, já que a humanização nos serviços é transversal, precisando garantir a inclusão de todos os setores. O trabalhador precisa se responsabilizar pelo usuário desde a hora em que ele entra na unidade até o momento da sua saída. Como valor das práticas de saúde, o acolhimento é construído de forma coletiva a partir da análise dos processos de trabalho e tem como objetivo a construção de relações de confiança, compromisso e vínculo entre as equipes/serviços, trabalhador/equipes e usuário com sua rede socioafetiva”, destacou Ana Raman.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Profissionais de saúde discutem plano municipal de enfrentamento aos agravos da exposição a agrotóxicos

segunda-feira, agosto 24th, 2015

profsaudeplanmun (2)

 

Profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) começaram a elaborar as diretrizes para a construção do Plano Municipal de Atenção Integral à Saúde de Populações Expostas a Agrotóxicos. O trabalho faz parte da programação do curso básico de Vigilância em Saúde de Populações Expostas a Contaminantes Químicos com ênfase em Agrotóxicos (Vigipeq), realizado no período de 17 a 21 de agosto, por meio de parceria da Semsa com o Ministério da Saúde, Secretaria de Estado de Produção Rural e Sustentabilidade (Sepror), Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) e Agência de Defesa Agropecuária Florestal (Adaf).

 

A diretora interina do Centro Municipal de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest/Manaus), Maria do Socorro Oliveira Soares, explicou que o plano vai envolver não apenas a atuação da Semsa, mas também de instituições parceiras da rede municipal e da rede estadual. “O curso viabilizou o aporte teórico e prático para que os participantes pudessem identificar todos os elementos indispensáveis à construção do plano municipal, abordando questões como conceitos e legislação sobre produtos químicos, os instrumentos e sistemas de monitoramento, assistência e promoção à saúde para o cuidado com os pacientes”, explicou Maria do Socorro.

 

De acordo com a analista técnica de Políticas Sociais do Ministério da Saúde, Thais Araújo Cavendish, em 2008, o Brasil se destacou como o maior consumidor mundial de agrotóxicos e mantém, desde então, posição de destaque no mercado mundial desses produtos. “O Ministério da Saúde vem monitorando a implantação da Vigilância em Saúde das Populações Expostas aos Agrotóxicos. Existem alguns critérios que os estados devem seguir para que o Ministério da Saúde possa considerar que essa vigilância já foi implantada. Até agora, apenas o estado do Amapá não atingiu todos os critérios. E os estados têm a função de conduzir a implantação nos municípios. Um dos objetivos é entender a realidade de cada local e atuar em cima das situações encontradas”, destacou Thais Cavendish.

 

O representante do Departamento de Vigilância Ambiental da FVS, Nailton Lopes, explica que o estado do Amazonas, em parceria com a Semsa, setores de educação como universidades, a Fiocruz e outras instituições, vem trabalhando há dois anos na implantação da Vigilância em Saúde das Populações Expostas aos Agrotóxicos, o que resultou na construção de um plano estadual. “A intenção é elaborar estratégias para convencer o agricultor e o consumidor dos riscos do uso do agrotóxico para a saúde e o meio ambiente, apontar alternativas ao agricultor para garantir a qualidade da produção sem o uso do agrotóxico, além de atuar na fiscalização da comercialização desses tipos de produtos”, diz Nailton Lopes.

 

O mesmo curso já foi realizado em Itacoatiara, Rio Preto da Eva, Presidente Figueiredo, Iranduba e Manacapuru. A meta é atingir 100% dos municípios do estado do Amazonas até 2019.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Semsa começa Campanha Nacional de Combate ao Fumo

segunda-feira, agosto 24th, 2015

campnaccombfumo (2)

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) começou nesta segunda-feira, 24, a Campanha Nacional de Combate ao Fumo para sensibilizar e mobilizar a população sobre os riscos decorrentes do uso do cigarro. A abertura oficial da campanha aconteceu na Unidade Básica de Saúde (UBS) Sálvio Belota, bairro Santa Etelvina, zona Norte, com palestra e depoimentos de ex-usuários dos Ambulatórios de Tratamento de Fumante da rede.

A chefe do Núcleo de Promoção a Hábitos de Vida Saudável da Semsa, Esterfânia Freitas, explicou que a campanha vai marcar  o “Dia Nacional de Combate ao Fumo”, 29 de agosto, sendo executada por meio de ações realizadas pelos Ambulatórios de Tratamento de Fumante nas unidades de saúde, em escolas, no PAC Cidade Nova, Shopping DB Nova Cidade e Terminal 3 (Cidade Nova).

“As atividades seguem até o dia 28 de agosto e serão realizadas ações educativas como palestras, apresentação de vídeos, rodas de conversa direcionadas para gestantes, puérperas e nutrizes fumantes. Também haverá concurso de desenho em escolas sobre o tabagismo e inscrições de fumantes que queiram parar de fumar e aderir ao tratamento”, informou Esterfânia Freitas.

O município de Manaus conta com 21 Ambulatórios de Tratamento ao Fumante, 19 instalados em (UBSs). Cada ambulatório oferece tratamento e acompanhamento multiprofissional com médico, psicólogo, fisioterapeuta, enfermeiro, nutricionista, odontólogo e assistente social, entre outros profissionais. O tratamento é feito em grupo, por meio de terapia cognitivo-comportamental. Dependendo do quadro clínico, o paciente recebe inclusive medicação de suporte.

A auxiliar de enfermagem Maria Aldenora da Silva, 63 anos, moradora do bairro Santa Etelvina, procurou o tratamento no mês de junho, depois de 50 anos fumando. “Nunca imaginei a minha vida sem cigarro. Fiquei curiosa sobre o programa e comecei a participar do grupo para saber se funcionava mesmo. Sofri muito, fiquei nervosa e irritada, mas deixei o cigarro há quase três meses. Ainda é muito difícil, mas já senti muita melhora na saúde e na minha disposição”, ressaltou Maria Aldenora.

Estabelecimentos capacitados para a implantação dos Ambulatórios de Tratamento de Fumantes:

Zona Norte

1 – UBS Frei Valério – rua Bom Jesus, s/nº – Novo Israel;

2 – UBS Sálvio Belota – rua das Samambaias, nº 786 – Santa Etelvina;

3 – UBS Armando Mendes – rua 05, S/N, Manôa;

4 – UBS Dr. Áugias Gadelha – rua A, nº 15 – Cidade Nova I;

5 – Policlínica Dr. José Antônio da Silva – rua Arueiras, nº 55 – Monte das Oliveiras;

6 – Policlínica Anna Barreto – av. Grande Circular, S/N – Monte Sião;

Zona Sul

7 – Policlínica Castelo Branco  – rua do Comércio, s/n, Parque 10;

8 – Policlínica Antônio Reis – rua São Luiz, s/n, São Lázaro;

Zona Leste

9 – Policlínica Ivone Lima dos Santos –  rua 08, s/n Coroado III;

10 – Policlínica Comte Telles – rua J, s/n, Etapa B do bairro São José III;

11 – UBS Dr. Alfredo Campos – rua André Araújo, s/n, Zumbi II;

12- UBS Amazonas Palhano  – rua Antonio Matias, s/n, São José II;

Zona Oeste

13 – Módulo de Saúde da Família Vila da Prata – rua Ademar de Barros, s/n, Vila da Prata;

14 – Policlínica Franco de Sá – rua V, nº 150, no bairro Nova Esperança I;

15 – Policlínica Djalma Batista – rua 23 de Dezembro, s/n, Compensa II;

16 – UBS Deodato de Miranda Leão – rua Presidente Dutra, s/n, Glória;

17 – UBS Dom Milton – rua Tiradentes, s/n, Santo Agostinho;

18 – Centro de Internação Provisória Dagmar Feitosa – rua Vivaldo Lima, no 371 – Alvorada;

Distrito Rural

19 – Posto de Saúde Rural São Pedro, localizado no Km 35 da rodovia AM-010;

20 – Posto de Saúde Rural Pau Rosa, Km 21 da BR 174, ramal do Pau Rosa;

21 – Centro de Reabilitação em Dependência Química Ismael Abdel Aziz – Km 53, AM-010.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Secretários municipais de Saúde discutem demandas do interior e da capital

segunda-feira, agosto 24th, 2015

demandasaudecapint (2)

Secretários municipais de saúde do Amazonas estiveram reunidos na manhã desta segunda-feira, 24, para discutir as principais demandas locais e regionais. A reunião faz parte da programação mensal do Conselho de Secretários Municipais de Saúde do Amazonas (Cosems/AM), entidade que representa os gestores de saúde das 62 cidades amazonenses.

O presidente do Cosems/AM e secretário de saúde de Itapiranga, Januário Cunha Neto, explicou que a reunião com os secretários acontece uma vez a cada mês para a discussão das principais demandas em saúde, fortalecendo a representação de cada município junto aos governos estadual e federal. “O principal problema encontrado é que as políticas públicas em saúde não levam em consideração a realidade amazônica e o Cosems tem por objetivo representar e apoiar os secretários para que se possa conceber um novo modelo de saúde mais adequado, levando em conta as nossas particularidades geopolíticas e até  mesmo climáticas”, destacou Januário Neto.

Durante a reunião, o secretário municipal de Saúde de Manaus, Homero de Miranda Leão Neto, destacou a importância da integração entre os secretários municipais de Saúde do interior e da capital, já que a rede de saúde de Manaus atende 52% da população residente no Amazonas. “Quando se resolve o problema de saúde no interior, se reduz a sobrecarga na rede da capital. Por isso, uma das pautas discutidas pelo Cosems é a busca por políticas públicas que fortaleçam a saúde nos municípios do interior”, informou Homero de Miranda Leão.

O secretário também informou que o mesmo trabalho tem sido desenvolvido junto ao Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, visando somar forças para as reivindicações junto ao governo federal. “A nossa meta é uma só: fortalecer o Sistema Único de Saúde (SUS), somando forças para que, de forma conjunta, possamos lutar por mais recursos e qualificar cada vez mais a saúde”, ressaltou Homero de Miranda Leão.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Curso destaca amplo papel do farmacêutico na saúde e bem estar dos pacientes

sábado, agosto 22nd, 2015

cursofarmac (2)

 

Doenças do século 21, como a hipertensão e o diabetes, foram os temas apresentados no Curso de Atualização de Farmácia Clínica, realizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), neste sábado, 22, no auditório do órgão, com o apoio do Conselho Regional de Farmácia do Estado do Amazonas (CRF-AM). O curso, intitulado “Atenção Farmacêutica de pacientes hipertensos e diabéticos”,  acontece em dois módulos: o primeiro realizado hoje e o segundo no próximo dia 29.

Ministrado pelo Professor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Mestre em Ciências Médicas, Doutor em Ciências Farmacêuticas e Pós- Doutor em Assistência Farmacêutica, Dr. Paulo Maximiliano Corrêa explicou que o curso foi direcionado aos profissionais da área para apresentar a importância das atribuições clínicas do farmacêutico, promovendo a saúde e o bem estar da população.

De acordo com a presidente do CRF-AM, Ednilza Guedes, o curso faz parte da política de capacitação profissional desenvolvida pelo órgão e visa à abertura de mercado para os farmacêuticos, como junto às clínicas, desenvolvendo uma dinâmica ainda maior no que diz respeito à atenção farmacêutica no Amazonas. “A intenção de fortalecer essas parcerias, como do município com o CRF-AM, é além de qualificar os profissionais da área, mostrar aos farmacêuticos e à população a importância da profissão para a saúde pública”, disse.

Para a diretora do Departamento de Logística da Semsa, farmacêutica Maria Wanda, a capacitação é importante não apenas para acadêmicos e profissionais que compõem a estrutura da Semsa, mas para todo o mercado que envolve a categoria profissional, pois abre-se uma possibilidade criando uma nova clínica de olhar ao usuário e paciente hipertenso e diabético. “A hipertensão e diabetes são duas preocupações da secretaria. Nós, como farmacêuticos, temos a obrigação de estarmos nos capacitando para atendermos cada vez melhor cada paciente, melhorando a qualidade de vida de cada um. Então, é para isso que esse curso veio, para qualificar nossos profissionais e melhorar a qualidade de vida dos usuários”, concluiu.

Segundo a resolução nº 585/13, que dispõe sobre as atribuições clínicas do farmacêutico, a Farmácia Clínica é a área da Farmácia voltada à ciência e prática do uso racional de medicamentos, na qual os farmacêuticos prestam cuidado ao paciente, de forma a otimizar a farmacoterapia, a promover a saúde e o bem estar e prevenir doenças.

Reportagem: Marcelo Guilherme

Fotos: Karla Vieira

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa)

Lanchonete em universidade pública é interditada e autuada após denúncia de estudante

sexta-feira, agosto 21st, 2015

denunclancinterd (2)

Após denúncia de universitários, a lanchonete Tupã, da empresa Tupã Importações LTDA, foi interditada pela Vigilância Sanitária do Município (Visa Manaus), órgão da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na tarde desta quinta-feira, 20, após apresentar irregularidades no acondicionamento de alimentos, problemas de organização dos itens alimentícios e até falhas na estrutura do estabelecimento, entre outras faltas que colocavam em risco à saúde dos consumidores.

A lanchonete funcionava nas dependências da Escola Superior de Artes e Turismo da Universidade do Estado do Amazonas (UEA) e a fiscalização ocorreu sob a supervisão da direção e de funcionários do estabelecimento. Mais de 15 quilos de alimentos como salgados, sanduíches, polpa de frutas – entre elas tucumã sem selo de origem –, refeições prontas e frios foram apreendidos e descartados no local após a indicação de temperatura imprópria para armazenamento, além de aparência e odores sem condições de uso. A ação observou as legislações municipais 392/1997, 3910/1997 e a portaria 216 da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A equipe de fiscalização destacou, ainda, problemas na estrutura de funcionamento da lanchonete. “Há problemas estruturais da parte interna, como uma boca de acesso de esgoto dentro da própria cozinha, que dá acesso livre às pragas e insetos, constituindo risco latente”, alertou o fiscal da gerência de produtos da Visa Manaus, Fábio Markendof, salientando que as sanções imediatas no caso foram a interdição, inutilização dos produtos irregulares e uma multa que pode variar até 400 Unidades Fiscal do Município (UFM), ou seja, até R$ 60.000.

De imediato, a empresa responsável tem prazo de três dias úteis para providenciar a defesa, mas o local somente reabrirá ao público quando cessar o risco sanitário e as pendências forem sanadas.

Caso ‘tapurus’ na pimenta

A estudante Isis Brasil foi autora da denúncia que deu origem à fiscalização dessa quinta-feira e contou que o episódio em que foi avisada de que a pimenta que ela consumiu minutos antes tinha, no recipiente, vários ‘tapurus’ e que, mesmo após procurar a administração do estabelecimento, não houve retratação ou providências. “Eu já acionei a reitoria da universidade e lá me ajudaram bastante, uma vez que foi um caso de desleixo por parte da empresa que cuida da lanchonete e tem a ver com nossa saúde. Meus colegas dão relatos de moscas ou lixo perto da comida na lanchonete todos os dias, além de sempre reclamar do atendimento. A vigilância sanitária deu urgência ao caso e eu espero que eles corrijam essa situação”, comentou a jovem, exibindo um vídeo em que mostra as condições da lanchonete, que foi compartilhado por diversas pessoas nas mídias sociais.

Assim como nesse caso, o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, ressaltou a importância da população como a principal fiscal da saúde. “A população pode denunciar pelo 0800 092 0123, o nosso Disque Visa, pois, com a parceria da população nas denúncias, a gente pode chegar às irregularidades e corrigi-las”, disse.

Fotos: José Nildo e Fiscalização Visa Manaus

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Visa Manaus autua empacotadora de cereais

sexta-feira, agosto 21st, 2015

empacotadoraautuada (2)

A empresa Caçador Alimentos foi autuada nesta sexta-feira, 21, por fiscais da Vigilância Sanitária do Município (Visa Manaus) por falta da licença sanitária e após detectadas irregularidades no armazenamento de grãos. A fiscalização ocorreu a partir de denúncias de moradores da rua Santa Etelvina, na Betânia, zona Sul, que flagraram funcionários da empresa secando feijão na calçada do estabelecimento nas últimas semanas.

De acordo com a denúncia formulada por moradores, a empresa costuma adotar esse tipo de procedimento para a “limpeza” dos grãos antes do empacotamento para a venda ao comércio em geral.

Segundo os fiscais, a empresa foi notificada e deve comparecer junto ao órgão de vigilância sanitária para providenciar a imediata solução às pendências encontradas, como a falta de licença sanitária para funcionamento do estabelecimento.

“Além disso, terá também que providenciar a separaçãoou isolamento entre a área interna de armazenamentos de cereais como feijão, farinha, milho, e o local onde está a máquina de empacotamento desses grãos”, explicou o fiscal da gerência de Vigilância em Produtos, Washington Brito.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, ressaltou a importância da população fazer o seu papel como fiscal da saúde. “A população pode denunciar pelo 0800 092 0123, o Disque Visa, a respeito de casos como esse e outros que estejam fora dos padrões”, disse.

Funcionário da Caçador Alimentos, Almir Redivo, justificou o procedimento da empresa. “O feijão molhou durante o transporte e a secagem dos grãos foi necessária, mas o produto seria destinado para a produção de ração animal”, disse.

Reportagem: Wilson Reis

Fotos: Assessoria de Imprensa Visa Manaus

Semsa forma protagonistas juvenis para multiplicar a promoção de saúde na comunidade

quarta-feira, agosto 19th, 2015

promosaudecomun (2)

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou na terça-feira, 18, a solenidade de formatura de adolescentes que participaram da primeira turma do projeto “Faça Acontecer – protagonismo juvenil em saúde sexual e reprodutiva”. A cerimônia aconteceu no auditório da Escola Municipal Padre Puga, rua José Monteiro, s/n, bairro Japiim, zona Sul.

O projeto começou no mês de abril envolvendo um grupo de 20 adolescentes na faixa-etária de 14 a 19 anos, participantes das ações de Saúde do Adolescente na Unidade Básica de Saúde (UBS) Lourenço Borghi, que atende moradores do bairro Japiinlândia, zona Sul.

A chefe do Núcleo de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa, Ivone Amazonas, explicou que projeto foi idealizado para formar protagonistas juvenis que possam atuar como multiplicadores de informação, contribuindo para a promoção da saúde sexual e reprodutiva de adolescentes, e buscando a redução da vulnerabilidade às doenças sexualmente transmissíveis e à gravidez precoce.

“A proposta da Semsa é expandir o projeto para outras UBSs, principalmente aquelas que já estão inseridas no Programa Saúde na Escola (PSE), mesmo porque trabalhar as questões de saúde junto à educação traz grandes benefícios para a população, principalmente no que se refere à prevenção aos problemas de saúde pública”, explicou Ivone Amazonas.

Durante a execução do projeto, os adolescentes participaram de uma série de oficinas abordando os temas: Adolescência e Protagonismo; Gênero; Sexualidade; Saúde Sexual e Reprodutiva; Relações sociais e sexualidade; Tomada de decisões; Contracepção e Gravidez; Doenças Sexualmente Transmissíveis e Prevenção; Direitos Sexuais e Reprodutivos; e Rótulos e solidariedade.

As oficinas foram realizadas utilizando uma metodologia dinâmica, com espaço para o estímulo à reflexão sobre cada um dos temas e aplicação pessoal dos conhecimentos adquiridos. Os temas abordados foram selecionados a partir das propostas do Ministério da Saúde, levando em consideração as especificidades do público adolescente.

De acordo com a coordenadora do projeto, assistente social Rejeane Barros, a formação de uma primeira turma de multiplicadores foi um desafio aceito pela direção da UBS Lourenço Borghi, levando em consideração o número crescente de jovens e adolescentes infectados pelo vírus HIV e outras Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs), além da gravidez precoce, tema de preocupação na área da saúde pública.

“No mês de setembro haverá a primeira reunião de planejamento desse grupo de adolescentes como protagonistas juvenis. Eles irão planejar e viabilizar as intervenções junto aos outros adolescentes, dentro da comunidade e na própria escola. A partir de agora será a criatividade deles que irá comandar as ações”, afirmou a assistente social.

Para o estudante Pedro Henrique Lima da Costa, 15 anos, a experiência de participar das oficinas foi importante pela obtenção de novas informações sobre saúde sexual e reprodutiva. “Muitos jovens estão adquirindo DSTs e meninas engravidando inesperadamente por falta de precaução. Obtivemos, durante as oficinas, um conhecimento que vai permitir que possamos cuidar da nossa própria saúde e poderemos ajudar outras pessoas”, garantiu o estudante.

Após a cerimônia de formatura dos adolescentes, o projeto entrará em fase de planejamento das ações que deverão ser conduzidas pelo grupo na própria escola ou na comunidade, incluindo a formação de novos protagonistas a partir de 2016.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Visa Manaus apreende 900 quilos de alimentos e interdita distribuidora

quarta-feira, agosto 19th, 2015

visaapreendaliment (2)

Em fiscalização originada por denúncia anônima, fiscais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), da Vigilância Sanitária do Município (Visa Manaus), interditaram a empresa de conservação e distribuição de alimentos Bornholdt, localizada na rua Delfim de Souza, bairro Raiz, zona Sul da capital, na tarde desta terça-feira (18). Na ação, foram apreendidas 900 quilos de produtos alimentícios como carne de hambúrguer, empanados de frango, polpas de frutas e flocos de batata com prazo de validade vencidos em 2012 e 2013.

Com a elevação da temperatura provocada pelo forte verão na cidade de Manaus, cresce em importância o cuidado com a conservação e acondicionamento adequado de produtos perecíveis, como carnes, polpas de fruta, verduras e frutas. “A falta de refrigeração correta pode comprometer a qualidade dos produtos, inclusive durante o transporte da distribuidora até os estabelecimentos de venda ao consumidor. Todos devem estar alerta e verificar o prazo de validade no ato da compra”, advertiu o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

Nas dependências da distribuidora de alimentos, os fiscais encontraram um caminhão-baú de transporte de alimentos sem o funcionamento adequado da câmara frigorífica, essencial para o deslocamento das mercadorias. “Surpreendemos um carregamento que estava prestes a ser entregue para um fast food de grande porte que funciona em outra zona da cidade. Imediatamente fizemos retornar os produtos à câmara frigorífica da empresa de distribuição de alimentos”, relatou o fiscal Fabrício Barros.

A empresa foi notificada pelas irregularidades encontradas e, agora, terá que sanar as pendências junto a Visa Manaus, podendo receber multa que varia de uma até 400 Unidade Fiscal do Município (UFMs). Cada UFM equivale R$ 83,78. De acordo com os fiscais. Os produtos apreendidos serão inutilizados e encaminhados ao aterro sanitário, localizado na Km 19 da AM-010, para o correto descarte.

Reportagem: Wilson Reis

Ações de combate ao Aedes aegypti já inspecionaram mais de 11 mil imóveis em Manaus

quarta-feira, agosto 19th, 2015

comdengue2

Mais de 11 mil imóveis foram inspecionados por agentes de endemias da Prefeitura de Manaus durante a primeira semana de intensificação das ações de combate ao Aedes aegypti. As inspeções fazem parte da estratégia da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para reduzir os riscos de transmissão de dengue e chikungunya na capital.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, 180 agentes estão envolvidos nas atividades de campo, que têm como foco a inspeção, remoção, eliminação e tratamento de criadouros do mosquito, além de orientação aos moradores quanto aos sinais e sintomas das duas doenças. “O trabalho está sendo feito em regime de mutirão, abrangendo simultaneamente 17 bairros considerados prioritários para o combate. As ações tiveram início no último dia 10 e seguem até outubro, com a meta de alcançar 227 mil imóveis”, ressaltou.

De acordo com Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica da Semsa (DVAE), os criadouros de Aedes foram encontrados, principalmente, em recipientes de água destampados, incluindo caixas d’água e pequenos vasilhames, e no lixo acumulado em quintais e terrenos próximos às casas. Cerca de três mil imóveis não puderam ser inspecionados nesse período, porque estavam fechados ou abandonados. Alguns moradores também se recusaram a receber as equipes da Semsa.

Durante o trabalho, os agentes também ensinam os moradores a realizar, eles próprios, as inspeções das suas casas e quintais. O roteiro para verificar e eliminar criadouros leva, em média, dez minutos e é considerado uma estratégia de sustentação das ações de vigilância contra o Aedes.

Dos 17 bairros onde as ações estão sendo realizadas, oito são considerados de muito alta vulnerabilidade (Cidade de Deus, Jorge Teixeira, Tancredo Neves, São José, Zumbi, Coroado, Aleixo e Adrianópolis); dois de alta vulnerabilidade (Nova Cidade e Educandos); e sete de vulnerabilidade moderada (Gilberto Mestrinho, Armando Mendes, Colônia Antônio Aleixo, Vila Buriti, Betânia, Colônia Oliveira Machado e Vila da Prata).  O risco foi definido pela quantidade de criadouros, indicada pelo mais recente Levantamento de Índice Rápido para Aedes aegypti (LIRAa), e pelo número de casos de dengue e de chikungunya notificados nessas áreas.

Além dos vírus da dengue e da chikungunya, o Aedes também é vetor do Zika vírus, cuja presença ainda não foi registrada no Amazonas, apesar de já ter sido detectada em outras regiões do país. A possibilidade de introdução da doença em Manaus é um dos fatores de preocupação da Prefeitura de Manaus.

Nos primeiros seis meses deste ano, foram notificados 2.124 casos de dengue na capital, 39% menos que o registrado no mesmo período do ano passado. Outros 16 casos de febre chikungunya também foram confirmados este ano, sendo cinco deles com transmissão autóctone (local).

REPORTAGEM: Andréa Arruda / FOTOS: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Manaus ganha Centro de Qualificação em Ginecologia

segunda-feira, agosto 17th, 2015

centroqualifgineconl (2)

 

O município de Manaus passou a contar a partir desta segunda-feira, 17, com um Centro de Qualificação em Ginecologia, resultado de uma parceria entre a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) e as secretarias estadual (Susam) e municipal de Saúde (Semsa). O novo serviço visa qualificar médicos ginecologistas para atendimento às mulheres nas unidades de saúde que oferecem serviço em nível secundário para diagnóstico e tratamento das lesões precursoras de câncer de colo de útero.

Em Manaus, a primeira turma do curso de qualificação começará nesta terça-feira, 18, reunindo médicos ginecologistas de duas policlínicas da rede municipal: Castelo Branco e Comte Teles; três policlínicas da rede estadual: Codajás, Gilberto Mestrinho e João Braga; e o Ambulatório Araújo Lima.

Durante a cerimônia de lançamento do Centro de Qualificação, realizada no auditório Dr. Zerbini, da Faculdade de Medicina da Ufam, bairro Praça 14, o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, reforçou a importância das parcerias para o combate e prevenção ao câncer de colo de útero.

“O câncer do colo de útero ainda é uma epidemia na nossa região e infelizmente mata muitas mulheres todos os anos. E são parcerias como essa que fazem com que as ações de prevenção tenham mais força e resultem em mais eficiência”, destacou Homero de Miranda Leão.

O curso de qualificação será ministrado por professores da Ufam que foram qualificados como tutores pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca) e terá uma duração de dois meses.

Após o treinamento dos profissionais que atuam nos serviços em Manaus, médicos de mais cinco municípios do Amazonas irão participar do curso de qualificação. “O Amazonas ainda é o estado da união com maior incidência de câncer uterino. Pretendemos combater definitivamente esse indicador e reduzir para níveis mais aceitáveis pela Organização Mundial da Saúde (OMS). O diferencial é que, a partir da qualificação dos profissionais que atuam em municípios-pólos, os pacientes poderão ter o diagnóstico e tratamento realizado na própria policlínica, precisando se deslocar para a Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon) apenas nas situações em que haja necessidade de serviços da atenção terciária”, explicou o secretário de estado da Saúde, Pedro Elias.

Prevenção

O câncer de colo de útero é uma doença que pode ser prevenida e tratada caso seja detectada precocemente no exame preventivo (papanicolau), que pode identificar lesões – indicativos de que a mulher poderá desenvolver o câncer, processo que pode levar até dez anos. E, mesmo com o câncer já instalado, se for diagnosticado de forma precoce, as chances de cura são maiores.

Na rede municipal, 85% das unidades de saúde realizam a coleta de material para exame do preventivo, além das quatro Unidades Móveis de Saúde da Mulher.

A chefe do Núcleo de Saúde da Mulher da Semsa, Rita de Cássia Castro de Jesus, explica que o treinamento oferecido pelo Centro de Qualificação em Ginecologia irá complementar o trabalho realizado pelas policlínicas Castelo Branco (Parque 10 de Novembro) e Comte Teles (São José III), que já oferecem os exames de colposcopia e de biópsia, recomendados para mulheres que apresentam resultado anormal no exame de papanicolau (preventivo) ou algum tipo de alteração durante o exame ginecológico de rotina.

“Hoje, as policlínicas fazem o diagnóstico e a biópsia, mas precisam encaminhar a paciente para o tratamento na Fcecon ou no Ambulatório Araújo Lima. Com a descentralização do serviço, a expectativa é que o tempo de espera para o tratamento das lesões seja reduzido, ampliando a resolutividade dos serviços no tratamento das lesões precursoras do câncer de colo do útero”, destacou Rita de Cássia.

Os médicos ginecologistas que participarem da qualificação receberão certificação para a realização dos procedimentos nas policlínicas, que deverão oferecer o novo serviço a partir do mês de outubro.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Mais de 86 mil crianças vacinadas e Campanha continua até dia 31 de agosto

domingo, agosto 16th, 2015

vacinconpoliomie (2)

 

O número de crianças imunizadas contra a paralisia infantil no dia D da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite e Multivacinação, realizada no último sábado, 15 de agosto, pela Prefeitura de Manaus, foi de 86.727 doses aplicadas, o equivalente a 53,68% do público alvo alcançado na capital. Pais e responsáveis por crianças a partir de 6 meses a 5 anos incompletos têm até o dia 31 de agosto para buscar uma unidade de saúde que tenha sala de vacinação para obter a proteção das crianças contra doenças imunopreveníveis.

A meta é atingir 95% das crianças nessa faixa etária, em torno de 153 mil de um universo de 161.560 crianças dessa idade no município, segundo o IBGE 2013. “A nossa meta é ousada e, por isso, convocamos todos os pais para não deixar de vacinar as suas crianças contra essas doenças. A intenção é continuar liderando o ranking de capital que mais imuniza na campanha contra pólio e de multivacinação, pois nossas crianças merecem viver livres dessas doenças”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão.

No dia de mobilização para o lançamento oficial da campanha na capital amazonense foram disponibilizados 1.053 postos de vacinação, envolvendo mais de 4 mil servidores da saúde pública até as 17h. Todos os distritos de saúde foram envolvidos, oferecendo os serviços nas unidades básicas, estendendo a postos volantes e locais de grande fluxo de pessoas, como supermercados, terminais de ônibus, igrejas, associações de moradores, flutuantes e marinas. Em vários pontos, a criançada pode fazer a vacinação e aproveitar também atividades lúdicas e de entretenimento proporcionadas pelas equipes de saúde.

Além das equipes de campo de vacinação, o empenho das equipes técnicas para acompanhamento em tempo real do andamento da campanha também foi destaque. “A atualização em tempo real, coordenada por videoconferência, foi um avanço significativo para a realização da campanha deste ano. Ficamos muito satisfeitos com os efeitos do uso da tecnologia em favor da saúde”, comemorou Homero.

Doenças imunopreveníveis

A multivacinação oferta, em um momento de reforço, doses de diversas vacinas ao público alvo, com o intuito de melhorar a cobertura vacinal e otimizar a logística dos serviços de saúde, visando evitar doenças imunopreveníveis como hepatite B, coqueluche, tétano, difteria, diarreia por rotavírus, febre amarela, caxumba, sarampo, rubéola e meningite, entre outras. A recomendação é levar a caderneta de vacinação da criança e verificar de quais doses ela precisa para atualizar sua proteção. O prazo é até o dia 31 de agosto.

Manaus rumo à meta de capital que mais imuniza crianças contra a Poliomielite

sábado, agosto 15th, 2015

metaconpolio (2)

 

Manaus deu início, neste sábado, 15, à Campanha Nacional de Combate à Poliomielite e Multivacinação, com a meta ousada de imunizar mais de 153 mil crianças na faixa etária de 6 meses a 5 anos incompletos e, ainda, se manter na liderança de vacinação pelo quarto ano seguido. A campanha segue até o dia 31 de agosto nas unidades de saúde da capital.

“Nós temos uma meta clara de atingir 95% da população de crianças de 6 meses a 5 anos incompletos. Manaus sempre tem superado as metas estabelecidas pelo Ministério da Saúde e, dessa vez, não vai ser diferente. Vamos bater essa meta pois ela realmente é importante para que nossas crianças estejam protegidas e felizes. Nós vamos ser a capital recordista pela competência e entrega da equipe da Secretaria Municipal de Saúde”, ressaltou o prefeito de Manaus, Artur Virgílio Neto, durante a abertura da campanha, realizada na Unidade Básica de Saúde (UBS) Balbina Mestrinho, na Cidade Nova, zona Norte.

A campanha reforça o combate à pólio e também estimula os pais a procurar as unidades para atualizar a caderneta de vacinação oferecendo doses de vacinas de proteção contra doenças imunopreviníveis como hepatite B, coqueluche, tétano, difteria, diarreia por rotavírus, febre amarela, caxumba, sarampo, rubéola, meningite entre outras.

“Uma vez por ano, disponibilizamos mais de 4 mil servidores para atender em 1.053 postos de vacinação espalhados em supermercados, terminais de ônibus e, ainda, em ações volantes para que todas as crianças dessa faixa etária tenham a cobertura de vacinação contra a pólio e atualização do cartão de vacina. É uma ação de grandes resultados contabilizados nos últimos anos com a superação por meio do trabalho”, disse o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

A abertura na Zona Norte foi animada pelos personagens Anna, Elsa, Hans e Olaf, do filme infantil ‘Frozen: Uma aventura congelante’. Já na zona Sul, Homem Aranha, Batman, Homem de Ferro e outros personagens do filme “Os Vingadores” se juntaram aos já tradicionais Zé Gotinha e Maria Gotinha para alegria das crianças.

A iniciativa de trazer o universo infantil para as unidades foi exaltada, pois com a dedicação dos servidores que se organizaram para promover temáticas infantis, com adereços e programação de entretenimento e brindes, a campanha nas unidades ganhou uma atenção especial. “Com a energia e a veia artística dessas pessoas que se entregam para fazer saúde pública temos um resultado fantástico e as crianças adoram o acolhimento. É um estímulo para a comunidade abraçar a campanha”, comemorou o secretário.

A ideia animou inclusive os pais. “Na caderneta de vacinação tá tudo em dias, isso é importante porque vai trazer benefícios para a saúde do meu filho no futuro. Eu fiquei muito surpreso de chegar à UBS e estar tudo no clima dos heróis, com fantasias, balões, brincadeiras. Foi fantástico e deu até pra voltar um pouco no tempo para lembrar minha infância. Fiquei feliz pelo meu filho”, disse José Maria, 50, vigilante, pai do Moises Valentino Neto, 2 anos.

Sobre a pólio

Ainda hoje, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), três países (Afeganistão, Nigéria, Paquistão) registram casos da polio, porém, no Brasil, desde 1990, não há registros de poliomielite. O Programa Nacional de Imunizações (PNI) ao longo de sua história vem adotando estratégias diferenciadas para alcançar coberturas vacinais adequadas e com homogeneidade, visando contribuir para a erradicação, eliminação e controle das doenças imunopreveníveis e a poliomielite.

Reportagem: Lívia Nadjanara

Fotos: Mário Oliveira/Semcom

Beneficiários do Leite do Meu Filho terão nova central de atendimento

sexta-feira, agosto 14th, 2015

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa aos beneficiários do Programa de Nutrição Infantil Leite do Meu Filho que o atendimento passará a ser realizado em uma nova central, de fácil acesso e localização, instalada na avenida Pedro Teixeira, nº 75.160, bairro Dom Pedro (em frente ao Sambódromo), das 8h às 17h. O novo espaço estará em funcionamento a partir da próxima semana.

“O objetivo é oferecer maior conforto, segurança e atendimento de qualidade aos beneficiários do programa. E a nova central foi planejada para possibilitar maior abrangência de atendimento aos beneficiários que residem em qualquer região da cidade”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

A coordenadora técnica das Ações de Saúde Nutricional da Semsa, nutricionista Tânia Batista, informou ainda, que além de distribuir o leite, a nova central também realizará outros serviços do programa. “O cadastro de novos beneficiários, a atualização de dados, inclusão de segundo responsável pela criança e o desbloqueio de cadastro funcionarão no novo espaço”, destacou.

O público-alvo do Programa Leite do Meu Filho são crianças em situação de vulnerabilidade social cadastradas no Programa Bolsa Família (PBF), com até cinco anos. Atualmente, o programa possui cerca de 25 mil crianças cadastradas. As crianças com menos de um ano de idade precisam apresentar uma prescrição informando qual a razão médica para que recebam a fórmula infantil. Também são atendidas crianças menores de seis meses de idade em caso de óbito materno ou quando a mãe é portadora do vírus HIV e não pode amamentar.

Com o novo serviço em funcionamento, serão desativados definitivamente os Centros de Distribuição Rayol dos Santos (zona Centro-Sul), Japiim (zona Sul) e Áugias Gadelha (zona Norte). O Centro de Distribuição do Distrito de Saúde Leste (Disa Leste) permanecerá em funcionamento, na rua das Rosas, S/N, Jorge Teixeira I, das 8h às 16h.

As famílias com crianças menores de seis meses cadastradas no programa recebem 12 latas de leite por mês. Para as demais faixas-etárias são disponibilizadas quatro latas/mês. “O programa beneficia a criança por garantir a oferta de produto lácteo contendo proteínas, cálcio, vitaminas e minerais, que são indispensáveis para a nutrição infantil. Além disso, todas as crianças do Programa são acompanhadas pelas equipes de saúde da Semsa para avaliação do crescimento e desenvolvimento”, explicou Tânia Batista.

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Prefeitura coloca 1.053 postos de vacinação contra poliomielite e de multivacinação

sexta-feira, agosto 14th, 2015

campanhacontpoliom (2)

Com personagens do filme infantil Frozen para alegrar a criançada, Manaus fará, neste sábado, 15, o Dia D de mobilização da Campanha Nacional contra a Poliomielite e de Multivacinação, na Unidade Básica de Saúde Balbina Mestrinho, localizada na Cidade Nova, zona Norte, com a presença também da Maria e do Zé Gotinha. A campanha irá até o dia 31 de agosto com a proposta de atualização da caderneta de vacina de crianças a partir de 6 meses a 5 anos incompletos (4 anos, 11 meses e 29 dias).

“A Secretaria Municipal de Saúde terá como estratégia colocar todas as vacinas para a atualização da caderneta de vacinação de crianças nessa faixa-etária, com a multivacinação em todas as unidades de saúde e a vacina contra a poliomielite disponibilizada em postos de vacinação em pontos estratégicos, totalizando 1.053 locais, contando com 4.240 profissionais de saúde nesse dia de mobilização”, disse o secretário municipal de Saúde, Homero Miranda Leão Neto.

O público-alvo da campanha contra a poliomielite são 161.560 crianças, com a meta de vacinação de 95% delas, ou seja 153.482 crianças. Quanto à campanha de multivacinação, a meta é avaliar e atualizar o cartão vacinal de todas as crianças que comparecerem às unidades de saúde no período. A multivacinação oferta, em um momento de reforço, doses de diversas vacinas à população, com o intuito de melhorar a cobertura vacinal e otimizar a logística dos serviços de saúde, visando evitar doenças imunopreveníveis como hepatite B, coqueluche, tétano, difteria, diarreia por rotavírus, febre amarela, caxumba, sarampo, rubéola e meningite.

A poliomielite é uma doença infecto contagiosa viral aguda, caracterizada por paralisia flácida de início súbito, que acomete os membros inferiores de forma assimétrica, com característica principal a flacidez muscular, com sensibilidade conservada. Ainda hoje, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), três países (Afeganistão, Nigéria, Paquistão) registram casos da doença, porém, no Brasil, desde 1990, não há registros de poliomielite.

“O Programa Nacional de Imunizações (PNI) ao longo de sua história vem adotando estratégias diferenciadas para alcançar coberturas vacinais adequadas e com homogeneidade, visando contribuir para a erradicação, eliminação e controle das doenças imunopreveníveis e a poliomielite”, destacou a chefe da Divisão de Imunização da Semsa, Isabel Hernandes.

Reportagem: Lívia Nadjanara

Fotos: José Nildo

Equipe da Semsa acompanha andamento das obras de UBSs

sexta-feira, agosto 14th, 2015

visitaobrasubs (2)

 

Uma equipe de gestores da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou na manhã desta sexta-feira, 14, a vistoria em seis Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que estão passando por obras. Nos locais, o grupo avaliou o andamento dos trabalhos de reforma e ampliação e verificou as prioridades na execução dos serviços.

Foram vistoriadas a UBS Mansour Bulbol, na Alvorada; a UBS Vila da Prata, no bairro Vila da Prata; a UBS São Francisco, no São Francisco; UBS Almir Pedreira, na Lagoa Verde; a UBS Frank Calderon, no Crespo, e a UBS Alfredo Campos, no Zumbi 2.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, a Semsa mantém um grupo de trabalho de avaliação das obras composto por vários técnicos, inclusive da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), verificando o avanço e tomando as providências necessárias para reduzir o prazo na conclusão dos serviços dentro do possível.

“O objetivo é verificar na prática o estágio de cada obra. Uma das preocupações é com os recursos federais que estavam previstos para as obras e não estão sendo repassados pelo Governo Federal. Em algumas visitas, ficamos felizes em verificar a evolução das obras e em outras ficamos preocupados, como é o caso da UBS São Francisco, onde só recebemos 20% do previsto do repasse federal”, afirmou Homero de Miranda Leão.

Enquanto as UBSs passam por reformas, os serviços à população continuam sendo mantidos com o deslocamento das equipes de profissionais para atendimento em outras UBSs e também em espaços como escolas, associações de moradores, igrejas e organizações não governamentais (ONGs).

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Prefeitura lança campanha contra a poliomielite e de multivacinação neste sábado, 15

quarta-feira, agosto 12th, 2015

campanhacontpoliom (2)

 

Manaus fará, neste sábado, 15, o dia de mobilização social da Campanha Nacional contra a Poliomielite e de Multivacinação, na Policlínica Balbina Mestrinho, localizada no bairro Cidade Nova, zona Norte. A campanha irá até o dia 31 de agosto com a proposta de atualização da caderneta de vacina de crianças a partir de 6 meses a 5 anos incompletos (4 anos, 11 meses e 29 dias).

“A Secretaria Municipal de Saúde terá como estratégia colocar todas as vacinas para a atualização da caderneta de vacinação de crianças nessa faixa-etária, com a multivacinação em todas as unidades de saúde e a vacina contra a poliomielite disponibilizada em postos de vacinação em pontos estratégicos, totalizando 1.053 locais, contando com 4.240 profissionais de saúde nesse dia de mobilização”, adiantou o secretário municipal de Saúde, Homero Miranda Leão Neto.

O público-alvo da campanha contra a poliomielite são 161.560 crianças, com a meta de vacinação de 95% delas, ou seja 153.482 crianças. Quanto à campanha de multivacinação, a meta é avaliar e atualizar o cartão vacinal de todas as crianças que comparecerem às unidades de saúde no período. A multivacinação oferta, em um momento de reforço, doses de diversas vacinas à população, com o intuito de melhorar a cobertura vacinal e otimizar a logística dos serviços de saúde, visando evitar doenças imunopreveníveis como hepatite B, coqueluche, tétano, difteria, diarreia por rotavírus, febre amarela, caxumba, sarampo, rubéola e meningite.

A poliomielite é uma doença infecto contagiosa viral aguda, caracterizada por paralisia flácida de início súbito, que acomete os membros inferiores de forma assimétrica, com característica principal a flacidez muscular, com sensibilidade conservada. Ainda hoje, segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), três países (Afeganistão, Nigéria, Paquistão) registraram casos da doença, porém, no Brasil, desde 1990, não são registrados casos de poliomielite.

“O Programa Nacional de Imunizações (PNI) ao longo de sua história vem adotando estratégias diferenciadas para alcançar coberturas vacinais adequadas e com homogeneidade, visando contribuir para a erradicação, eliminação e controle das doenças imunopreveníveis e a poliomielite”, ressaltou a chefe da Divisão de Imunização da Semsa, Isabel Hernandes.

Reportagem: Lívia Nadjanara

Fotos: José Nildo

Campanha contra a hanseníase e parasitoses percorrerá escolas de Manaus até outubro

quarta-feira, agosto 12th, 2015

campconthanseniase (2)

A Prefeitura de Manaus e o Governo do Estado realizaram, na manhã desta quarta-feira, 12, a cerimônia de abertura da Campanha Nacional contra a Hanseníase e Geo-Helmintíases, que acontece pelo terceiro ano consecutivo na cidade. A abertura foi na Escola Estadual Roxana Pereira Bonessi, na Colônia Oliveira Machado, zona Sul.

A meta da campanha é atender 104 mil alunos de escolas públicas, na faixa-etária de cinco a 14 anos. Até o dia 31 de outubro, equipes de saúde estarão realizando a busca ativa de casos suspeitos de hanseníase e fazendo o tratamento quimioprofilático para verminoses nas escolas e orientando pais e responsáveis na busca do serviço de saúde para o tratamento das doenças.

“A hanseníase ainda é uma doença que preocupa por trazer deformidades como consequência, caso não seja tratada precocemente. Os serviços de saúde vêm trabalhando ao longo dos anos para reduzir, cada vez mais a incidência da doença, o que envolve questões econômicas e sociais”, destacou o prefeito Arthur Virgílio Neto.

O secretário municipal de Saúde (Semsa), Homero Miranda Leão Neto, explicou que durante a campanha os profissionais de saúde irão buscar por casos suspeitos de hanseníase e o aluno passará por uma avaliação com médico clínico geral. “Um dos sinais da hanseníase são manchas na pele e os próprios pais ou professores devem ficar atentos para alertar os profissionais de saúde. Diagnosticada precocemente, a hanseníase não deixa nenhuma sequela”, disse.

A incidência de casos de hanseníase na capital amazonense vem diminuindo gradativamente, mas ainda assim Manaus é considerada uma cidade com alta endemicidade da doença.  De acordo com diretor-presidente da Fundação Alfredo da Matta, Helder Cavalcante de Souza, o Amazonas foi nos anos 1980 o primeiro Estado em casos de hanseníase no Brasil e desde 2013 ocupa o 17º lugar. “A hanseníase é hoje uma doença muito fácil de curar, tem medicamentos em toda rede de saúde e o diagnóstico é simples. Os serviços de saúde estão trabalhando com a meta de fazer com que a hanseníase deixe de ser um problema de saúde pública no estado do Amazonas”, afirmou o especialista.

Educação e saúde lado a lado

A ação faz parte do plano de trabalho do Programa Saúde na Escola (PSE) e é realizada por meio de parceria entre as secretarias municipais de Saúde (Semsa), Educação (Semed) e a Secretaria Estadual de Educação (Seduc). Em 2015, a Semed conta com 146 escolas participando da campanha, como informou a gerente das Atividades Complementares e Programas Especiais (Gacpe) da Semed, Dircélia Ortiz.

“Uma doença tratada no começo tem muito mais chance de ser curada e entendemos que a criança tratada desde pequena, recebendo as informações sobre saúde, com certeza, será uma pessoa saudável no futuro”, ressaltou Ortiz.

Para o combate às verminoses, além das ações educativas, os profissionais de saúde farão a administração do medicamento Albenzadol para os estudantes.

Reportagem: Eurivânia Galúcio (Semsa) e João Paulo Figueiredo (Semed)

Fotos: Alex Pazuello

Prefeitura vai vistoriar 227 mil imóveis em ação de combate ao Aedes aegypti

segunda-feira, agosto 10th, 2015

combaedesaegypti (2)

A Prefeitura de Manaus começou nesta segunda-feira, 10, uma grande mobilização para intensificar o combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor do vírus da dengue e da febre chikungunya. A abertura oficial dos trabalhos ocorreu na sede do Distrito de Saúde Leste (Disa Leste). A ação, promovida por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), teve largada nos bairros Jorge Teixeira e Cidade de Deus.

A diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Dvae) da Semsa, Angélica Tavares, informou que o trabalho de intensificação vai ocorrer em um período estimado de 60 dias, atingindo 17 bairros considerados prioritários por apresentarem maior índice de infestação do Aedes aegypti no município de Manaus. “São bairros que apresentam um alto risco de infestação do mosquito e a estratégia é mobilizar agentes de endemias, em formato de mutirão, que irão realizar visitas domiciliares em 100% dos imóveis desses 17 bairros”, destacou.

A ação vai atender os bairros Cidade de Deus, Jorge Teixeira, Tancredo Neves, São José, Zumbi, Coroado, Aleixo, Adrianópolis, Nova Cidade, Educandos, Gilberto Mestrinho, Armando Mendes, Colônia Antônio Aleixo, Vila Buriti, Betânia, Colônia Oliveira Machado e Vila da Prata. Os bairros foram selecionados levando em consideração o resultado do último Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) e o Mapa de Vulnerabilidade que é elaborado pelo Dvae, com o cruzamento de informações sobre o índice de  infestação do mosquito e o número de notificação de casos em cada localidade.

As visitas domiciliares serão executadas por 188 agentes de endemias que irão identificar e eliminar criadouros de mosquitos. “Os agentes vão orientar os moradores para que não permitam a existência de objetos ou lixo que sirvam para acumular água e ajudar na proliferação do Aedes aegypti nas residências. Todos os agentes estão devidamente identificados e fardados. Solicitamos que a população colabore recebendo os agentes em sua residência e colocando em prática as orientações recebidas”, recomendou Angélica Tavares.

Doenças

A principal estratégia de controle da dengue e da chikungunya é o combate ao mosquito Aedes aegypti, que também é o vetor do Zika vírus, doença que ainda não foi notificada no estado do Amazonas, mas que preocupa os serviços de saúde.

Em relação à dengue, o município de Manaus tem registrado uma redução de 39% no número de casos em comparação com o ano passado, com um total de 2.124 casos de dengue nos primeiros seis meses de 2015. No caso da febre chikungunya, Manaus registrou 16 casos confirmados, inclusive cinco casos com transmissão local aguardando confirmação do Instituto Evandro Chagas (laboratório de referência nacional para a região Norte).

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Unidades móveis atendem moradores de seis bairros de Manaus

segunda-feira, agosto 10th, 2015

ubsbairros (2)

 

Os serviços das Unidades Móveis de Saúde da Prefeitura de Manaus chegarão, a partir dessa segunda-feira, 10, a seis bairros da cidade, disponibilizando exames de mamografia e ultrassonografia (abdominal total, abdominal superior, transvaginal, pélvica, obstétrica, vias urinárias, tireoide e mamas), atendimento odontológico ambulatorial e permitindo acesso a consultas com clínico geral e pediatra, exames preventivos (papanicolau), serviços de coleta de material de exames laboratoriais, de imunização e de farmácia.

A programação de atendimentos no mês de agosto inclui os bairros São Raimundo e Compensa, na zona Oeste; Santa Luzia, na zona Sul, para receber os serviços de Unidades Móveis de Saúde da Mulher. Já nos bairros Nova Vitória, na zona Leste, e Parque São Pedro, na zona Oeste, haverá atendimento das Unidades Móveis Médico Laboratorial e Odontológica. O bairro Terra Nova 2, zona Norte, recebe um módulo completo, composto por três carretas.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, ressalta que a meta é atender os bairros periféricos de Manaus e aproximar os serviços de saúde básica da população. “Uma Unidade Móvel de Saúde da Mulher oferece 40 mamografias por dia, em cada uma das quatro ‘carretas’, além de 50 ultrassonografias. Mulheres acima de 40 anos nem precisam de requisição. O prefeito Arthur Virgílio Neto determinou que todas as equipes ajudem na conscientização da importância da realização destes exames oferecidos nas unidades móveis, para a prevenção de doenças tanto em crianças, como em mulheres, homens e idosos, para que as pessoas tenham uma vida saudável e com mais qualidade”, disse.

Localização das unidades

As unidades móveis de Saúde da Mulher estarão até o dia 14 de agosto no Prosamim do São Raimundo, na Rua Rêgo Barros, em frente à base do Conjunto Residencial São Raimundo; no Prosamim Santa Luzia, Avenida Leopoldo Neves, próximo à Escola Estadual Leopoldo Neves; e na Escola Estadual Eldan Bitton Telles da Rocha, localizada na rua T8 com a travessa Pantanal, ao lado do 8º DIP da Compensa.

Uma unidade odontológica e uma médico-laboratorial estarão na rua da Raquete, em frente a Associação dos Moradores do Bairro Nova Vitória, no Nova Vitória, até o dia 21 de agosto. A outra unidade ficará até o dia 26 de agosto, no bairro Nova Vitória, na Rua da Raquete, em frente à Associação dos Moradores do bairro. Já no Parque São Pedro, as unidades médico-laboratorial e odontológica estarão a partir de quarta-feira, 12 de agosto, até o dia 4 de setembro na Rua Santa Inês, esquina com Rua São Marcos, em frente à Igreja Batista do Parque São Pedro.

A lista com a programação completa das Unidades Móveis, com locais e serviços, pode ser acessada no site semsa.manaus.am.gov.br

Foto: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Prefeitura intensifica controle do Aedes aegipty em 17 bairros de Manaus

sexta-feira, agosto 7th, 2015

A Prefeitura de Manaus vai intensificar, a partir da próxima segunda-feira, 10, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), as ações de combate ao Aedes aegipty, visando reduzir os riscos de transmissão de Dengue e Chikungunya em 17 bairros, considerados de maior vulnerabilidade na cidade. A abertura oficial dos trabalhos será às 8h, na sede do Distrito de Saúde (Disa) Leste, localizado na rua Rosas, nº 01, Jorge Teixeira, zona Leste de Manaus.

A estratégia de controle será executada por 188 agentes de endemias que farão visitas casa a casa para identificar, eliminar ou tratar criadouros de mosquitos. As equipes também irão orientar os moradores quanto aos sinais e sintomas dessas duas doenças, visando o diagnóstico precoce e o tratamento imediato de possíveis doentes.

As ações serão realizadas de forma simultânea e integrada. Os agentes estarão em todos os bairros prioritários ao mesmo tempo e farão, na mesma visita, o trabalho de vigilância e educação em saúde.

Manaus registrou, nos primeiros meses de 2015, o total de 2.124 casos de dengue. Outros 16 casos de febre Chikungunya foram confirmados, sendo cinco deles com transmissão autóctone (local), aguardando confirmação do Instituto Evandro Chagas (laboratório de referência nacional para a região Norte).  Os dois tipos de vírus são transmitidos pelo Aedes, que também é o vetor do Zika vírus, cuja presença ainda não foi notificada no Amazonas. Apesar da redução de 39% no registro da dengue em relação ao mesmo período do ano passado, a introdução de Chikungunya e o risco de surgimento de Zika colocaram as autoridades municipais de saúde em alerta.

“A definição das áreas prioritárias de combate ao Aedes foi feita pelo cruzamento de três indicadores: quantidade de criadouros existentes em cada bairro, apontada pelo mais recente Levantamento de Índice Rápido (LIRAa) e número de casos de dengue e de Chikungunya notificados no primeiro semestre deste ano em Manaus”, explicou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

Dos 17 bairros onde serão intensificadas as ações, oito são considerados de muito alta vulnerabilidade (Cidade de Deus, Jorge Teixeira, Tancredo Neves, São José, Zumbi, Coroado, Aleixo e Adrianópolis), dois de alta vulnerabilidade (Nova Cidade e Educandos) e sete de vulnerabilidade moderada (Gilberto Mestrinho, Armando Mendes, Colônia Antônio Aleixo, Vila Buriti, Betânia, Colônia Oliveira Machado e Vila da Prata).

Nestas localidades existem 227 mil imóveis e a meta da Semsa é que as ações preventivas atinjam todos eles até o mês de outubro, quando um novo Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegyphti (LIRAa) será realizado para  avaliar os resultados do trabalho e definir as novas áreas de intervenção prioritária.

 

Reportagem: Andréa Arruda

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Semana Mundial do Aleitamento Materno encerra com programação especial em creche

sexta-feira, agosto 7th, 2015

Uma creche com laços, balões, faixas e fitas douradas foi o cenário escolhido para lembrar o padrão ouro do leite materno e encerrar as atividades da Semana Mundial de Aleitamento Materno 2015 (SMAM), na tarde desta sexta-feira, 7. A programação foi promovida pela Prefeitura de Manaus, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Na Creche Municipal Neide Tomaz Avelino o objetivo das atividades era sensibilizar a família sobre a importância da amamentação às crianças. E, para isso, não foram economizadas dinâmicas. De crianças da educação infantil entoando “Mama pra mamãe ficar feliz”; passando pela palestra com a enfermeira sobre amamentação e trabalhar, que é o tema escolhido para a SMAM; orientação sobre saúde bucal e o aleitamento; apresentação teatral “O ouro do Bebê”, com as professoras do maternal da creche; além de arrecadação de potes de vidro para coleta de leite humano. Tudo isso acompanhado de perto pelo público atento de mães e crianças.

“Estamos muito felizes pela abrangência da semana, seja com as atividades educativas nas ruas e a mobilização as empresas do Polo Industrial, no Comércio, com o envolvimento das maternidades e unidades de saúde, finalizando nas creches que concentram o público de mães que deixam seus filhos para trabalhar e que mais precisam de estímulo para continuar amamentando seus bebês. A semana foi um sucesso e vamos continuar o restante do mês de agosto com ações técnicas em nossas unidades para reforçar a estratégia de amamentação e alimentação de crianças em nosso município”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

Para a gestora da creche, Renata Fernandes, a semana vem para estimular as mães que trabalham, e que possuem filhos nas creches, a não deixarem de lado a amamentação das crianças. “Nós percebemos que, muitas vezes, elas privam a criança da amamentação porque além da necessidade de trabalhar, elas pensam que vai atrapalhar na rotina da creche, quando na verdade o maior benefício é quando se estende o aleitamento pelo tempo que a criança desejar. Esse é o segundo ano que desenvolvemos atividades na semana do aleitamento materno e tem sido muito bom para a orientação dos pais”, observou.

Agosto Dourado continua

Em 2014, o “Agosto Dourado” foi incluído no calendário oficial de eventos do município, depois da aprovação da Lei Municipal nº 1925 de 13 de novembro de 2014. A campanha deste ano tem como tema “Amamentação e Trabalho – Vamos Fazer Funcionar!” e a cor dourada é utilizada para simbolizar o padrão ouro indicado para o leite materno.

A programação do mês continua nas Unidades de Saúde da rede municipal com trabalho técnico para ampliação do número de Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que são credenciadas na Rede Amamenta e Alimenta Brasil – estratégia do Ministério da Saúde, que conta com o apoio do Unicef – para elevar os índices de aleitamento materno no país. Para essas atividades envolvendo os profissionais das UBSs, o Ministério da Saúde envia tutores para realizar a capacitação e a avaliação dos trabalhos para a certificação federal.

Em Manaus, as estratégias para o aleitamento materno exclusivo para crianças de 0 a 6 meses ficou em 54,2 %, nos anos de 2013 e 2014, e a estimativa é de fortalecimento para a estratégia. “Para 2015, a Semsa busca ampliar para 87 o número de UBSs capacitadas para a execução da Estratégia Amamenta e Alimenta Brasil e, ainda este ano, estaremos solicitando do Ministério da Saúde o monitoramento para a certificação de 40 dessas UBSs”, adiantou a chefe do Núcleo da Criança e do Adolescente da Semsa, Ivone Amazonas.

 

Reportagem: Lívia Nadjanara

Fotos: José Nildo

Semsa publica o resultado final de processo seletivo para vacinadores

sexta-feira, agosto 7th, 2015

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) publicou portaria homologando o resultado final dos candidatos classificados no Processo Seletivo Simplificado para contratação temporária de profissionais na função de Vacinador/Registrador. A lista com o nome dos 250 candidatos classificados pode ser acessada no Diário Oficial do Município (DOM) da última quinta-feira, dia 06, no site dom.manaus.am.gov.br.

Também já foi publicado edital de convocação dos candidatos classificados e que devem comparecer no período de 11 a 28 de agosto de 2015, na sede da Semsa, situada na Avenida Mário Ypiranga Monteiro,1695, Adrianópolis, auditório Dr. Deodato de Miranda Leão, no horário de 8h às 12h, para os procedimentos pré-admissionais.

Os candidatos classificados irão atuar na Campanha de Vacinação Antirrábica Animal 2015, que será executada pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). Os profissionais terão um contrato de 46 dias, no período de 08 de setembro a 23 de outubro. A remuneração é no valor de R$ 788 com jornada de trabalho de 44 horas semanais, de segunda-feira a sábado.

A Semsa realiza a contratação de vacinadores/registradores todos os anos para garantir a execução da campanha antirrábica animal direcionada para cães e gatos. O trabalho é executado por meio de visitas domiciliares, quando os animais são vacinados.

O Processo Seletivo Simplificado levou em consideração a experiência profissional, devidamente comprovada conforme regras do edital. O requisito obrigatório era que o candidato tivesse o ensino fundamental completo.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Inscrições online para processo seletivo da Semsa são encerradas com mais de nove mil candidatos

sexta-feira, agosto 7th, 2015

Mais de nove mil candidatos fizeram a inscrição online no processo seletivo organizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), visando à contratação temporária de 212 técnicos de enfermagem. As inscrições online foram realizadas pelo site http://semsa.manaus.am.gov.br, encerrando às 23h59 minutos desta sexta-feira, dia 07.

Para efetivar a inscrição, o candidato ainda deve apresentar toda a documentação exigida pelo edital, também disponível no site. O prazo final para a entrega da documentação é a próxima segunda-feira, dia 10, na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), na avenida Maceió, nº 2000, Adrianópolis, no horário das 9h às 12h.

O período de inscrição começou na segunda-feira, dia 03 de agosto, e a Semsa já contabilizou 9.113 inscrições no site. Até quinta-feira, dia 06, 3.256 candidatos tinham efetivado a inscrição com a entrega da documentação.

O contrato de trabalho do processo seletivo é de um ano e os profissionais irão atuar na rede municipal de saúde. A carga horária é de 40 horas semanais e a remuneração mensal será de R$ 2.240,13. Os requistos obrigatórios para a inscrição no processo seletivo são: curso completo de Nível Médio; curso completo de Técnico em Enfermagem; e registro no Conselho Regional de Enfermagem (COREN).

“Todos os candidatos aprovados para cargo de técnico de enfermagem no último concurso realizado pela Semsa, em 2012, já foram convocados. Por isso, a contratação de 212 técnicos de enfermagem vai atender uma necessidade imediata dos serviços de saúde, garantindo a qualidade do atendimento à população”, destacou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

No concurso público da Semsa de 2012, foram oferecidas 257 vagas para o cargo de técnico de enfermagem, mas houve a aprovação de apenas 174 candidatos e somente 153 entraram em efetivo exercício da função após a convocação.

Concurso

Em 2012, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) ofereceu, por meio do concurso, 1.390 vagas para cargos de Especialista em Saúde (nível superior) e de Assistente em Saúde (níveis médio, médio técnico e fundamental). Desse total, já foram convocados para posse 1.808 candidatos aprovados, mas apenas 1.445 entraram em exercício.

Também foram oferecidas 520 vagas para profissionais médicos em diversas especialidades. Foram convocados 394 médicos e 238 estão em exercício. Para o cargo de médico clínico geral, por exemplo, foram oferecidas 168 vagas, já foram nomeados 190, mas apenas 134 tomaram posse e já estão em exercício.

O prazo de validade do concurso da Semsa, realizado em 2012, foi prorrogado por mais dois anos, até julho de 2016, por meio dos Decretos de Nº 2.782, de 14 de maio de 2014, e de Nº 2.783, de 14 de maio de 2014.

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Consumidores recebem orientações da Vigilância Sanitária

quarta-feira, agosto 5th, 2015

vigilanciaorienta (2)

Verificar as condições de higiene do estabelecimento e de conservação dos alimentos que estão à venda constituem posturas corretas do consumidor na hora da compra e essa foi a motivação principal nas recomendações feitas nesta terça-feira, 4, pelos fiscais da Vigilância Sanitária de Manaus no Mercado Municipal Adolpho Lisboa, com a finalidade de educar e orientar a população que realiza compras na condição de consumidor diário de produtos e alimentos perecíveis.

“A ação educativa foi desenvolvida como parte das atividades da Semana Nacional da Vigilância Sanitária, comemorada com o Dia Nacional da Vigilância Sanitária, em 5 de agosto. A data se constitui, também, em uma homenagem ao médico sanitarista Oswaldo Cruz, um defensor dos preceitos da vigilância sanitária”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

A programação aconteceu de forma simultânea com palestras educativas em academias de ginástica com o trabalho de conscientização aos proprietários de estabelecimentos a respeito da importância da manutenção dos equipamentos e a proibição do uso e venda de anabolizantes, substância comprovadamente prejudicial à saúde humana.

Em inspeções de rotina ou em blitz realizadas pelo  órgão de fiscalização da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) é comum encontrar produtos de origem animal como carnes, queijos e ovos sem o Selo de Inspeção Federal (SIF) do Ministério da Agricultura. “Nesses casos, o consumidor não deve comprar porque está sujeito à contaminação alimentar, pois coloca em dúvida a qualidade e procedência dos produtos”, alertou Marco Fabris, diretor do Departamento de Vigilância Sanitária (Visa Manaus), ao acrescentar que o consumidor deve estar atento, inclusive, quanto a data de validade dos alimentos.

A Vigilância Sanitária alerta ainda que embalagens amassadas, estufadas, furadas, enferrujadas ou com vazamento, devem ser recusadas no ato da compra pela população, pois a contaminação por microrganismos (bactérias, fungos e vírus) é a maior causa de doenças provocadas por alimentos.

Em caso de suspeita de algum alimento a orientação preventiva é não comprar e nem comer. Para fortalecer a ação de defesa do consumidor é importante que o responsável pelo produto ou serviço, seja comunicado para providências. Se isso não resolver, o cidadão ou a cidadã pode denunciar o estabelecimento à Vigilância Sanitária utilizando o disque-denúncia 0800 092 0123.

Solenidade – Nesta quarta-feira, 5, quando se comemora o Dia Nacional da Vigilância Sanitária, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizará, a partir das 9h, uma solenidade para premiação de profissionais reconhecidos pela relevância de seus trabalhos dedicados à saúde pública e à comunidade. O evento será no auditório da Semsa, avenida Mário Ipyranga, Adrianópolis.

Reportagem: Wilson Reis

Fotos: Arlesson Sicsu

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Fiscais promovem homenagens no Dia Nacional da Vigilância Sanitária

quarta-feira, agosto 5th, 2015

dianacvigsan (2)

Fiscais da saúde do município de Manaus comemoraram nesta quarta-feira, dia 5, o Dia Nacional da Vigilância Sanitária. A data é uma referência à data de nascimento do médico Oswaldo Cruz – 5 de agosto de 1872. Cruz é considerado o principal nome da história da vigilância sanitária no Brasil.

A solenidade de comemoração aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na avenida Mário Ypiranga, Adrianópolis, quando o Sindicato dos Fiscais de Saúde do Município de Manaus (Sindfismma) realizou a entrega do Prêmio “Parceiro Visa Manaus 2015″ para profissionais e personalidades que têm contribuído para a promoção da saúde pública na capital do Amazonas.

O prefeito Arthur Virgílio Neto, representado na solenidade pelo subsecretário da Juventude, Rodrigo Guedes, foi um dos homenageados com o prêmio. Além dele, também foram homenageados o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, o diretor da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas, Bernardino Albuquerque, o secretário municipal de Finanças, Ulisses Tapajós, o vereador Wilker Barreto, o diretor-presidente da Fundação Alfredo da Matta, Helder Cavalcante de Souza, o ex-prefeito Luiz Alberto Carijó, e a fiscal de saúde, Nilza Negreiros, representando o Sindfismma e a gestão do Departamento de Vigilância Sanitária (Visa Manaus).

Durante a cerimônia de entrega do prêmio, Homero de Miranda Leão, que também é fiscal de saúde, destacou a importância do trabalho realizado pelos profissionais, por meio do Visa Manaus, e que têm o papel de orientar, informar, fiscalizar e controlar a qualidade de produtos e serviços que têm qualquer tipo de impacto à saúde da população. “É um trabalho de prevenção e promoção à saúde que protege a vida da população e garante que a sociedade possa consumir produtos e serviços com mais segurança. Isso envolve desde a qualidade de uma sala de cinema em relação à umidade do ar, passando pelos hospitais, ambulâncias, consultórios, clínicas, supermercados, transportadores de alimento e várias outras situações que passam pela inspeção e assessoria técnica da vigilância sanitária”, afirmou o secretário.

Para o diretor da FVS, Bernardino Albuquerque, a homenagem recebida representa o resultado positivo da parceria que vem sendo desenvolvida entre prefeitura e Governo do Estado e que tem sido intensificada nos últimos anos. “É importante trazer mais visibilidade para as ações desenvolvidas pela vigilância sanitária e mostrar para a população que existe uma ação preventiva que tem a finalidade de proteger a saúde de todas as pessoas”, ressaltou Bernardino Albuquerque.

Já o diretor-presidente da Fundação Alfredo da Matta, Helder Cavalcante de Souza, reforçou a necessidade de se manter o trabalho de ampliação e estruturação da vigilância sanitária. “É um setor responsável por um amplo número de ações, que deve ser cada vez mais ampliado e estruturado para que a população tenha ainda mais acesso a produtos e serviços de qualidade”, afirmou Helder Cavalcante.

Visa Manaus

O Departamento de Vigilância Sanitária (Visa Manaus) é o órgão responsável pela proteção da saúde da população, através do controle da oferta e comercialização de produtos, de serviços e de engenharia sanitária e que possam ter impacto na saúde das pessoas. São realizadas anualmente fiscalizações, atividades educativas de orientação ao consumidor e às empresas, conscientizando as pessoas sobre os seus direitos.

Atualmente, o órgão conta com 110 fiscais de saúde, distribuídos em diferentes áreas de especialização, como odontólogos, médicos-veterinários, nutricionistas, biólogos, químicos e físicos, entre outros.

Os fiscais atuam por meio da fiscalização e do monitoramento, aplicando, se necessário, multas, interditando estabelecimentos, apreendendo produtos e equipamentos, entre outras ações. Os consumidores podem entrar em contato e fazer denúncias através do telefone 0800 – 092 – 0123.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Semsa abre Semana de Vigilância Sanitária na Câmara Municipal

terça-feira, agosto 4th, 2015

semvigicam (2)

Com a realização de uma tribuna popular sobre vigilância sanitária, na Câmara, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) abriu nesta segunda-feira, 3, a programação local da Semana Nacional de Vigilância Sanitária. Fiscais da Visa Manaus apresentaram aos vereadores e convidados da sessão parlamentar as principais ações do setor, que tem como prioridade garantir segurança na oferta de alimentos, bebidas, medicamentos e outros produtos e serviços à população de Manaus.

Na cerimônia de abertura, a mesa foi composta pelo presidente da Casa Legislativa, vereador Wilker Barreto, pela subsecretária de Saúde, Lucilene Bezerra, no ato representando o secretário Homero de Miranda Leão Neto, e pelo diretor da Visa Manaus, Marco Fabris.

Um dos assuntos discutidos na Casa foi o Projeto de Lei que assegura melhores condições de trabalho aos servidores que atuam no setor de vigilância. O PL propõe mudanças no Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios – PCCS e na Lei das taxas, reconhecendo o trabalho de fiscais e outros servidores da Vigilância Sanitária.

As atividades da Semana de Vigilância Sanitária continuam nesta terça-feira, 4. Serão realizadas palestras educativas para o setor regulado e orientações à população em geral. A partir das 9 horas estão programadas orientações nas academias de ginástica Performance, no Amazonas Shopping; Atlética, no Shopping Manauara; e Cagin, no bairro do Aleixo. O objetivo é informar sobre a qualidade e bom funcionamento dos equipamentos e as condições gerais do estabelecimento para evitar problemas de saúde. Orientações à população também estão marcadas no Mercado Adolpho Lisboa, no centro histórico, no mesmo horário.

 

Reportagem: Wilson Reis (Assessoria Visa Manaus)

Foto: Assessoria de Comunicação

Manaus incentiva mulheres trabalhadoras à amamentação na Semana Mundial do Aleitamento Materno 2015

terça-feira, agosto 4th, 2015

semmunalimat (2)

A abertura da Semana Mundial do Aleitamento Materno 2015 foi marcada pela premiação de incentivadores da amamentação e pelo anúncio de atividades voltadas para o tema “Amamentação e Trabalho – Vamos Fazer Funcionar!”. O evento foi realizado na manhã desta sexta-feira, 3 de agosto, na Maternidade Moura Tapajóz, e faz parte da programação do Agosto Dourado, mês alusivo ao estímulo do aleitamento materno.

“Lembrando sempre que amamentar é um ato de amor, a Prefeitura chama as pessoas para refletirem também sobre a mãe que trabalha e amamenta. Esse movimento ocorre no mundo inteiro e a questão principal abordada visa à mãe trabalhadora, para que as empresas estimulem o ato de amamentar, além de estender a licença maternidade até o sexto mês e providenciem espaço físico para que essas mães possam proporcionar a amamentação aos seus filhos”, anunciou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

Na Semana Mundial do Aleitamento Materno, as Unidades de Saúde da rede municipal terão atividades educativas para os usuários, havendo ainda mobilizações em empresas do Polo Industrial, do comércio, universidades públicas e privadas, creches e escolas do ensino público. A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) trabalha ainda na ampliação do número de UBSs que são credenciadas para integrar a Rede Amamenta e Alimenta Brasil, estratégia do Ministério da Saúde – que conta com o apoio do Unicef – para elevar os índices de aleitamento materno no país.

“A amamentação traz benefícios para a criança, para a mulher, para a família e às empresas, pois uma criança amamentada tem a saúde fortalecida. A mulher tem sua recuperação – inclusive estética – mais rápida e as empresas vão ter pessoas trabalhando com mais felicidade e engajamento. Portanto, essa campanha visa estimular a amamentação e também o apoio ao ato de amamentar, vindo de homens, mulheres e crianças, pois quanto mais informação existir, mais gente vai apoiar essa ideia em prol desse gesto de amor”, alertou a secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos, Goreth Garcia Ribeiro.

Para a cerimônia de abertura houve acolhimento dos convidados e a entrega do Laço Dourado, cor que simboliza as comemorações do mês de agosto. Participaram do evento representantes da Secretaria Municipal de Educação (Semed); Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres; Fieam / Sesi; Unicef – Amazonas; Secretaria de Estado da Saúde (Susam); Secretaria de Estado da Educação (Seduc); Sociedade Amazonense de Pediatria; e Sociedade Amazonense de Ginecologia e Obstetrícia.

Apoio às mães

A empresa P&G do Brasil recebeu Menção Honrosa pela iniciativa no apoio às mulheres trabalhadoras que amamentam, com a implantação de uma sala exclusiva para que as colaboradoras amamentem sem precisar sair do local de trabalho ou, ainda, coletem e armazenem o leite. “Estamos agradecendo a empresa que se tornou a primeira no Norte e Nordeste e a centésima no Brasil a montar uma sala de apoio à amamentação, que também pode ser usada para coleta do leite materno, facilitando a retirada do leite para dar ao seu filho que está na creche”, disse Homero de Miranda Leão.

Doação de leite

Maria Aparecida dos Santos, 28 anos, natural de Sergipe, mora em Manaus há três anos e é mãe da Vitória, de 18 meses. Ela foi homenageada por ter doado 39 litros de leite humano para o banco de leite no último ano. “Na Maternidade Moura Tapajóz recebi bastante apoio e as enfermeiras do banco de leite viram o excesso de leite e me orientaram a fazer a doação. Eu topei o desafio e adorei. Foi muito bom pra mim e para os bebês que receberam, tenho certeza. Essa premiação é gratificante mesmo, pois só tenho a agradecer a Deus e pedir que todas as mães façam doação, porque doar leite é doar vida”, disse.

 

Reportagem: Lívia Nadjanara

Fotos: José Nildo

Processo seletivo da Semsa já registrou inscrição de 4,8 mil candidatos para 212 vagas

terça-feira, agosto 4th, 2015

pssemsa (2)

Menos de dois dias após a abertura das inscrições do processo seletivo para a contratação de 212 técnicos de enfermagem, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) já registrou 4,8 mil inscrições online de candidatos. As inscrições, iniciadas na segunda-feira, 3, seguem até sexta-feira, 7 de agosto, no site http://semsa.manaus.am.gov.br.

Os candidatos devem preencher a ficha de inscrição disponível no site, imprimir o documento, declarando submeter-se às condições exigidas no Edital, e efetuar a entrega de toda a documentação na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), na avenida Maceió, nº 2000, Adrianópolis, em frente à sede da Semsa, no horário das 9h às 12h. A efetivação da inscrição só ocorrerá após a entrega da documentação como estabelecido no edital do processo seletivo, também disponível no site da Semsa.

Foram disponibilizados 35 profissionais da Semsa para atuar no recebimento da documentação, sendo que no primeiro dia foram atendidos aproximadamente 200 candidatos e no segundo foram distribuídas mais de 400 fichas para atendimento na recepção de documentos. A estimativa da coordenação da comissão organizadora do processo seletivo é que ao menos 15 mil se candidatem as 212 vagas.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, explica que o edital do processo seletivo 002/2015 foi publicado no Diário Oficial do Município do dia 30 de julho e todos os candidatos devem ficar atentos para os requisitos necessários para a efetivação da inscrição e para a contratação. “O processo seletivo levará em consideração a titulação e a experiência profissional no exercício de atividades inerentes à função de técnico em enfermagem, devidamente comprovada conforme as regras do edital”, informou Homero de Miranda Leão.

A carga horária dos técnicos de enfermagem é de 40 horas semanais e a remuneração mensal será de R$ 2.240,13. Os requisitos obrigatórios para a inscrição no processo seletivo são: curso completo de Nível Médio; curso completo de Técnico em Enfermagem; e registro no Conselho Regional de Enfermagem (Coren).

Os candidatos aprovados irão trabalhar na rede municipal de saúde, o que inclui serviços como o SAMU, Unidades Básicas de Saúde, Estratégia Saúde da Família, Policlínicas, Maternidade Moura Tapajóz, dois Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) – que serão inaugurados pela Prefeitura de Manaus ainda este semestre –, e no Programa Municipal de Imunização.

Mídias sociais – O processo seletivo também repercutiu nas mídias sociais, com mais de 1,5 mil visualizações de conteúdo, mais de 400 compartilhamentos e outras 200 curtidas na página oficial da Semsa no Facebook (facebook.com/semsamanaus) sobre o assunto desde a divulgação das inscrições na última sexta-feira, 31 de julho. Também nos perfis do Twitter (@semsamanaus) e Instagram (semsa_manaus), o processo tem tido relevância nas publicações.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Manaus em alerta contra o vírus Chikungunya

terça-feira, agosto 4th, 2015

A Prefeitura de Manaus vai aumentar a vigilância ao vírus Chikungunya. Quatro casos de transmissão autóctone (local), registrados na primeira quinzena de julho, foram confirmados e aguardam testes realizados pelo Instituto Evandro Chagas (laboratório de referência da região Norte) para oficialização do resultado e notificação ao Ministério da Saúde. Outros 21 casos suspeitos estão sob investigação epidemiológica ou laboratorial.  Ações de controle, incluindo divulgação de alerta técnico às unidades de Saúde e reforço no combate ao mosquito transmissor em áreas estratégicas, serão realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), visando a redução dos riscos e a identificação precoce de possíveis novos doentes.

As ações integram o Plano de Contingência para a Introdução do Vírus Chikungunya em Manaus, que define quatro níveis de atenção à doença, considerando fatores epidemiológicos, como ocorrência de casos importados ou autóctones e locais de transmissão.  “Manaus estava no nível zero porque até agora haviam sido registrados apenas casos importados, ou seja, de pessoas que contraíram a doença em outras localidades. Com os primeiros casos de transmissão local, passamos ao nível um de atenção e estamos intensificando o combate ao mosquito”, explica o secretário municipal de saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

Informações sobre a situação do vírus em Manaus passam a ser discutidas semanalmente por um Grupo de Trabalho montado especificamente para tratar do controle e monitoramento da febre Chikungunya na capital. A equipe conta com profissionais das áreas de vigilância, gestão, mobilização e educação em saúde da própria Semsa e terá a participação permanente de representantes da FVS, que responde pelas ações de controle e prevenção de endemias no Estado. A equipe também fará avaliação dos riscos de infecção por dengue e Zika vírus, uma vez que todos eles são transmitidos por mosquitos do gênero Aedes.

A subsecretária municipal de Gestão da Saúde e coordenadora do Grupo de Trabalho, Lubélia de Sá Freire, informa que mais um alerta técnico será enviado a partir desta semana a todas as unidades básicas, orientando os profissionais de Saúde a suspeitarem de Chikungunya ao atenderem pacientes febris. Além disso, mais de 700 médicos e enfermeiros receberão treinamento durante os próximos dias 6 e 7, para atualização de informações sobre a doença. A capacitação será oferecida pela Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS) e Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD).

Homero de Miranda Leão destaca que a população deve reforçar as ações de prevenção, que são as mesmas aplicadas à dengue. “Não há motivo para alarde ou pânico, mas é importante que as pessoas estejam atentas tanto às condições que favorecem a proliferação do mosquito quanto aos sintomas da doença, procurando atendimento médico”, salientou.

Uma das ferramentas usadas pela Semsa para avaliar os riscos de transmissão do Chikungunya é o LIRAa (Levantamento Rápido do Índice de Instação porAedes aegipty). Dados do LIRAa mais recente, realizado em maio, apontam 16 bairros da capital como prioritários para a vigilância. Nestas localidades, as ações de educação em saúde serão reforçadas, envolvendo, além de residências, pontos comerciais, centros de convivência, praças de alimentação e feiras populares. O objetivo é sensibilizar os moradores para reduzir a infestação de mosquito e informar sobre sinais e sintomas causados pelos vírus da dengue, Chikungunya e Zika. Em outubro, a Semsa fará novo levantamento para avaliar os resultados.

Os primeiros quatro casos autóctones de Chikungunya são de moradores da zona Oeste de Manaus. Todos estão curados. A suspeita dos casos levou a Semsa a realizar ações locais de bloqueio definidas em protocolo nacional. Imóveis da área de abrangência do risco foram inspecionados para verificação de prováveis focos de reprodução do Aedes aegipty (o mesmo que transmite a dengue) e os moradores foram orientados sobre medidas preventivas.

Pessoas febris ou com histórico recente de febre e outros sintomas compatíveis com a doença foram submetidas a testes clínicos e laboratoriais, descartando a existência de outros doentes naquela região. Os outros casos suspeitos estão distribuídos em bairros da zona Norte, Sul e Leste. Em relação aos casos importados (pessoas que contraíram a doença em outros locais), Manaus tem 11 casos confirmados.

Sintomas incluem febre alta e dor nas articulações

Os principais sintomas da febre Chikungunya são febre alta de início súbito e dor intensa nas articulações (principalmente pés e mãos), que podem ser acompanhados de dor de cabeça, dor nas costas, náuseas, vômito e manchas vermelhas na pele. A recuperação dos pacientes costuma ocorrer entre três e 10 dias. Apesar de causar grande incômodo, a doença provoca menos mortes que a dengue, de acordo com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).

Os principais transmissores do vírus são mosquitos do gênero Aedes: o Aedes aegipty, o mesmo que transmite a dengue, e o Aedes Albopictus, encontrado em áreas rurais. Não há medicação específica para combater a febre Chikungunya, sendo tratados apenas os sintomas. O mesmo paciente pode contrair dengue e Chikungunya ao mesmo tempo.

“Recomendamos que a população reforce as ações de eliminação dos criadouros dos mosquitos para evitar a ocorrência de casos. As medidas preventivas são as mesmas aplicadas ao controle da dengue: manter caixas d ́água tampadas; não acumular vasilhames e lixo  no quintal; desentupir calhas, manter os pratos dos vasos de planta com areia e outras medidas que evitem o acúmulo de água, onde os mosquitos depositam ovos”, alertou Homero.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), até o ano de 2004, o vírus Chikungunya havia sido identificado em 19 países da África e África. Casos autóctones em outros continentes começaram a ser registrados a partir do final de 2013. No Brasil, os primeiros casos autóctones ocorreram no ano passado, alcançando 19 municípios e 7.099 caos notificados até o momento.

Reportagem: Andréa Arruda

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Agosto Dourado começa com a Hora do Mamaço em Manaus

sábado, agosto 1st, 2015

amamentaco (2)

O Agosto Dourado, uma estratégia de visibilidade às ações de promoção ao aleitamento materno, promovido pela Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), teve início neste sábado, 1º, no Largo São Sebastião, Centro, com a “Hora do Mamaço”, reunindo aproximadamente 50 mães e seus bebês em um momento de aleitamento livre.

“O agosto dourado faz parte do calendário de Manaus e essa cor foi escolhida pela associação ao ouro, indicando o padrão ouro que o leite materno representa para a qualidade de vida das crianças, da mãe e da família”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

A mobilização chamou a atenção da sociedade para a importância da amamentação com atividades em várias frentes, começando com a Hora do Mamaço, a primeira chamada pública para a programação extensa preparada pela Semsa para sensibilizar a população. “A ideia é falar da importância da amamentação e do apoio às mães para a manutenção do aleitamento materno. O tema desse ano é ousado com a mulher trabalhadora que amamenta, por isso incluímos entre as ações, atividades no Polo Industrial de Manaus. Nossa ideia é sensibilizar as empresas para que apoiem as mães nesse momento maravilhoso da vida de seus filhos”, adiantou a chefe do Núcleo da Criança e do Adolescente da Semsa, Ivone Amazonas.

As mães se reuniram na escadaria do Teatro Amazonas e amamentaram seus filhos, dando visibilidade para o gesto. “Penso que mesmo trabalhando e estudando, tenho que amamentar meu filho, pois é um gesto de amor e de vida. Sou muito feliz em dizer que eu amamento meu filho até hoje, aos nove meses, além de ter muito orgulho de ser doadora do banco de leite. Aproveito para convidar as mulheres que têm excesso de leite para que façam parte dessa família de mães doadoras”, disse Karolin Natasha, 23 anos, estudante do curso de enfermagem, que descobriu o serviço de captação de leite na maternidade onde teve seu filho.

Semana Mundial

Na segunda-feira, 3 de agosto, haverá a abertura oficial da Semana Mundial de Aleitamento Materno 2015, na Maternidade Moura Tapajóz, às 8h30, com o tema “Amamentação e Trabalho – Vamos Fazer Funcionar!”, da World Alliance for Breastfeeding Action (WABA) – rede mundial de organizações e indivíduos que acreditam que a amamentação é um direito de todas as mulheres e crianças e  que se dedicam a proteger, promover e apoiar esse direito.

As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e a Maternidade Moura Tapajóz receberam decoração alusiva à campanha, com laços e adereços dourados para chamar a atenção da população para o aleitamento materno.

A programação inclui rodas de conversa, mobilizações no Polo Industrial de Manaus (PIM), envolvendo as mães trabalhadoras que amamentam, e em creches da cidade, além de reforço das estratégias Amamenta e Alimenta Brasil nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

Também durante o mês de agosto, as unidades de saúde da rede municipal estarão com atividades educativas e a mobilização as empresas do Polo Industrial e do comércio, envolvendo maternidades, unidades de saúde, Centros de Atenção Integral à Criança (Caics), universidades públicas e privadas e as secretarias municipal e estadual de Educação. A Semsa trabalha ainda na ampliação do número de UBSs que são credenciadas para integrar a Rede Amamenta e Alimenta Brasil, estratégia do Ministério da Saúde – que conta com o apoio do Unicef – para elevar os índices de aleitamento materno no país.

Reportagem: Lívia Nadjanara

Fotos: Arlesson Sicsu

VII Comus encerra com criação de propostas para melhorias no SUS

sexta-feira, julho 31st, 2015

comusencer (2)

A sétima edição da Conferência Municipal de Saúde – VII Comus – foi encerrada nesta sexta-feira, 31, após três dias de discussões em torno das diretrizes municipais para formulação de políticas para o Sistema Único de Saúde (SUS) e propostas para a etapa estadual da 15ª Conferência Nacional de Saúde.

No último dia, os trabalhos se voltaram para elaboração de três propostas para cada um dos eixos temáticos: Direito à saúde, garantia de acesso, participação social e atenção de qualidade; Valorização do trabalho e da educação em saúde, informação, educação, política de comunicação do SUS, ciência, tecnologia; Financiamento do SUS, relação público-privado, gestão do SUS e modelos de atenção à saúde; e Reformas democráticas e populares do estado.

Ao todo foram 12 propostas, que vão compor o relatório final para apreciação da Conferência Estadual de Saúde do Amazonas, próxima etapa rumo à 15ª Conferência Nacional de Saúde, a ser realizada em Brasília, no mês de dezembro. “Toda ideia que emana da comunidade e a experiência das pessoas que vivenciam a realidade do SUS é bem vinda para nós, gestores. São propostas excelentes, plausíveis e também com o parâmetro do que é ideal. Estamos muito satisfeitos com o resultado”, ressaltou o secretário municipal de Saúde (Semsa), Homero de Miranda Leão.

Ainda na VII Comus, a plenária elegeu 196 delegados para a etapa estadual, divididos em 98 usuários do SUS, 49 trabalhadores de serviços de saúde e 49 gestores e/ou prestadores de serviços.

Francisco Paulo Ferreira, 72 anos, aposentado, participou dos três dias de evento e comentou os resultados. “Eu espero que os projetos aqui apresentados cheguem, de fato, para atender os anseios”, disse o morador da Compensa, zona Oeste de Manaus.

A Conferência Municipal de Saúde reuniu, aproximadamente, 500 pessoas a cada dia, entre delegados, gestores, trabalhadores e usuários, além de convidados representantes de órgãos, entidades civis, instituições municipais, estaduais e federais, com atuação de relevância na área de saúde e setores afins, no auditório da Universidade Nilton Lins, bairro Flores, zona Centro-Sul de Manaus.

Os resultados dos debates ocorridos na VII Comus e na Conferência Estadual representam a participação local, que garante a legitimidade do colegiado dos vários segmentos representados, que devem servir de transformações históricas para a gestão da saúde no Brasil.

Fotos: José Nildo

Nesta segunda, prefeitura inicia processo seletivo de 212 Técnicos de Enfermagem

sexta-feira, julho 31st, 2015

procselenf (2)

No período de 3 a 7 de agosto, a Prefeitura de Manaus realiza o processo seletivo simplificado para a contratação de 212 Técnicos de Enfermagem para prestar serviço nas unidades da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). A admissão desses profissionais vem para suprir o déficit de técnicos em unidades de saúde da capital e também para reforçar o quadro de recursos humanos nas novas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), que serão entregues ainda este ano. O edital do processo seletivo 002/2015 foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) do dia 30 de julho.

“Mesmo em período de crise econômica, estamos nos esforçando para garantir o melhor atendimento aos usuários da capital. Já entregamos 27 UBSs desde o início desta gestão e, além do espaço físico, precisamos também de recursos humanos para oferecer os serviços nas novas unidades”, enfatizou o secretário da Semsa, Homero de Miranda Leão. “Queremos melhorar o atendimento da Atenção Básica e continuamos investindo no mais importante que são as pessoas”, finalizou.

Ainda segundo o secretário, existe a necessidade urgente da contratação desses profissionais, uma vez que no concurso público da Semsa, realizado em 2012, o quantitativo das 257 vagas disponibilizadas no Edital não foram preenchidas. Foram aprovados apenas 174 candidatos e somente 153 desses estão no exercício da função.

A carga horária dos técnicos de enfermagem é de 40 horas semanais, com salário de R$ 2.240,13, além de benefícios como vale-transporte e vale-alimentação. Para o Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU), que atua em tabela diferenciada, o salário será de R$ 2.598,04. Além do SAMU, os técnicos de enfermagem irão atuar ainda em 63 Unidades Básicas de Saúde tradicionais e também da Estratégia Saúde da Família, três Policlínicas, na Maternidade Moura Tapajoz, nos dois Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) – que serão inaugurados pela prefeitura ainda este semestre –, no Programa Municipal de Imunização e postos de saúde da área rural de Manaus.

Requisitos

Os candidatos devem ter concluído o Ensino Médio, curso completo de Técnico em Enfermagem, registro no Conselho Regional de Enfermagem (COREN). Entre as atribuições específicas da função estão: participar da programação da assistência de enfermagem; executar ações assistenciais de enfermagem, exceto as privativas do enfermeiro; participar da orientação e supervisão do trabalho de enfermagem em grau auxiliar e participar da equipe de saúde.

Em algumas Unidades de Saúde da Semsa poderão ser aplicadas o regime de plantão, mediante escala, conforme a necessidade de trabalho.

Inscrições

As inscrições poderão ser feitas pela internet, na página da Semsa, acessando o endereço eletrônico http://semsa.manaus.am.gov.br, a partir de 0h do dia 3 de agosto até às 23h59 do dia 7 de agosto de 2015, preenchendo a Ficha de Inscrição e imprimindo-a, declarando submeter-se às condições exigidas no Edital.  Após a impressão da ficha, o candidato efetuará a entrega dos documentos comprobatórios para efetivação da inscrição na avenida Maceió, nº 2000, Adrianópolis, na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (em frente à Semsa), das 9h às 12h, e não haverá taxa de inscrição.

No ato da inscrição o candidato deverá apresentar, juntamente com a ficha de inscrição, original e cópia dos seguintes documentos: carteira de identidade; CPF; certificado de escolaridade ou declaração, sendo esta última válida somente no prazo de 90 dias, correspondente aos requisitos exigidos pela função; comprovante de residência (água, energia ou telefone); registro no Conselho Regional da Profissão; título de eleitor e curriculum vitae.

Vacinadores

A Semsa também publicou no Diário Oficial do Município (DOM) do dia 30 de julho, o resultado da avaliação de títulos de 972 candidatos do Processo Seletivo Simplificado para a contratação temporária de 250 vacinadores para a Campanha Municipal Antirrábica de cães e gatos na capital. As inscrições foram realizadas no período de 6 a 10 de julho e no dia 13 de julho.

Com a lista, os candidatos poderão ingressar com recurso contra erros ou omissões na nota atribuída à experiência, dentro de 2 (dois) dias úteis, a contar da publicação do resultado da pontuação de experiência no DOM.

O recurso, devidamente fundamentado com a exposição dos motivos, deverá conter informações sobre a identidade do recorrente e o número de inscrição e deverão ser protocolados, no horário de 8h às 12h, conforme estabelecido no item 7.1, na Gerência de Gestão do Trabalho (GTRAB), localizada na sede da Secretaria Municipal de Saúde, na avenida Mário Ypiranga Monteiro, no 1.695, Adrianópolis, e dirigidos à Comissão do Processo Seletivo Simplificado.

As decisões de revisão da nota atribuída serão dadas a conhecer coletivamente, e, apenas às relativas aos pedidos deferidos, quando da divulgação do resultado final no Diário Oficial do Município.

Os profissionais selecionados terão um contrato de 46 dias, no período de 8 de setembro a 23 de outubro, para atuação na Campanha de Vacinação Antirrábica Animal. A remuneração é no valor de R$ 788, com jornada de trabalho de 44 horas semanais, de segunda-feira a sábado.

O edital do processo seletivo também pode ser acessado no sitesemsa.manaus.am.gov.br. A previsão é de resultado final do processo seletivo seja divulgado no início de agosto.

 

Fotos: Karla Vieira / Semcom

Prefeitura lança Concurso de Promoção da Saúde para alunos da rede pública de ensino

sexta-feira, julho 31st, 2015

concursoalunsaude (2)

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) lançou o Concurso de Promoção da Saúde nas escolas da rede pública de ensino de Manaus. A ideia é sensibilizar a comunidade escolar sobre atitudes e hábitos de vida saudáveis. O concurso é voltado para alunos do Ensino Infantil ao Nível Médio e vai eleger as melhores frases, desenhos e vídeos para serem utilizados na confecção de materiais educativos e ações de alimentação saudável, prevenção da dengue, tabagismo e acidentes de trânsito.

O lançamento oficial foi realizado nesta sexta-feira, 31, na Universidade Nilton Lins, zona Centro-Sul da capital, reunindo representantes das instituições parceiras da Secretaria Municipal de Educação (Semed), Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino do Amazonas (Seduc), Secretaria de Estado da Saúde (Susam) e Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (Fcecon).

A meta é promover a reflexão sobre os temas relacionados à promoção da saúde entre gestores, professores, alunos e familiares, promovendo mudanças de hábitos além dos muros das escolas e criando ações concretas no cotidiano da população.

“O curativo, o remédio e a consulta médica são desdobramentos de quando o indivíduo já está acometido de uma enfermidade. O que queremos é exatamente nos antecipar, por intermédio da educação e do envolvimento de crianças e adolescentes com os temas da saúde”, afirmou a subsecretária de Gestão da Saúde da Semsa, Lubélia Sá Freire.

Categorias

O concurso está organizado em quatro categorias: Desenho sobre alimentação saudável – para o público de educação infantil (pré-escola); Desenho sobre a prevenção da dengue – para alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental; Frase ou Slogan sobre a prevenção do tabagismo – para candidatos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental; e Vídeo sobre a prevenção de acidentes de trânsito envolvendo pedestres – para estudantes do 1º ao 3º ano do Ensino Médio.

O período de inscrição será de 3 a 21 de agosto de 2015, nas próprias escolas da rede pública. Os trabalhos deverão seguir os critérios de avaliação pré-estabelecidos no regulamento do concurso. O prazo para envio dos trabalhos inscritos às secretarias de educação do Estado e Município é de cinco dias, no período de 24 a 28 de agosto de 2015.

Os componentes da banca avaliadora serão convidados de instituições que trabalham com os temas relacionados. Vão ser premiados os três primeiros lugares de cada eixo, totalizando 12 alunos premiados durante o evento. O resultado final será divulgado no dia 14 de setembro e a premiação do concurso para os alunos vencedores será no dia 25 de setembro de 2015.

Clique aqui para acessar o regulamento e a ficha de inscrição.

Reportagem: Lívia Nadjanara

Fotos: José Nildo (Semsa)

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Secretarias municipais firmam apoio a grupo de pessoas afetadas pela Hanseníase

sexta-feira, julho 31st, 2015

gurpohans (2)

O secretário municipal de Saúde (Semsa), Homero de Miranda Leão Neto, e a secretária municipal da Mulher, Assistência Social e Direitos Humanos (Semmasdh), Goreth Garcia Ribeiro, reuniram-se, no último dia 30, com membros do Movimento de Reintegração das Pessoas Atingidas pela Hanseníase (Morhan) do Amazonas para ouvir as reivindicações da comunidade.

Entre as pautas coletivas envolvendo as pastas da Saúde e da Assistência, o grupo pediu o apoio de recursos humanos para os serviços que serão disponibilizados na nova sede do Morhan para as pessoas que moram nos pavilhões, uma vez que existe a necessidade de atenção aos curativos, em domicílio, para os doentes afetados pela hanseníase.

“Hoje já existe, em Manaus, um trabalho consistente para o atendimento dessa parcela da população e a nossa intenção é aprimorar esse trabalho, ampliando a assistência oferecida, colocando profissionais com o perfil de dedicação que eles precisam”, adiantou o secretário Homero de Miranda Leão.

Outro ponto levantado no encontro foi a isenção de IPTU para hansenianos afetados até o grau 2 da doença e que sejam comprovadamente de baixa renda. O grupo também reivindicou o pagamento de benefício, no valor de um salario mínimo, para pessoas afetadas pela Hanseníase, além da possibilidade de apoio à excursão para destinos turísticos, a fim de promover inserção cultural e social aos membros da comunidade. Atualmente, 469 pessoas fazem parte da comunidade hanseniana em Manaus.

“São reivindicações importantes que eles trazem para nossa apreciação e, com certeza, terão nosso apoio para alcançá-las. Nossa intenção é sempre somar com a sociedade civil organizada em ações que promovam o bem da população de Manaus”, afirmou a primeira dama e secretária da Semmasdh, Goreth Garcia Ribeiro.

A enfermeira Viviana Cláudia, que trabalha diretamente na atenção aos afetados pela doença, afirma que o apoio será fundamental na busca pela qualidade de vida da comunidade.  “Nós conseguimos uma redução de 25% nas amputações, agravadas por lesões. Isso se deve ao alto nível do material disponibilizado pela prefeitura e pela dedicação de voluntários da comunidade. Ainda temos a necessidade de inclusão de servidores municipais nesse serviço para atender nossa demanda”, explicou.

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Unidades Móveis atendem em Petrópolis, Parque das Nações, Terra Nova 2, Nova Vitória e Parque São Pedro

sexta-feira, julho 31st, 2015

unidmovelcomp (2)

Cinco bairros de Manaus estarão ofertando atendimentos, a partir desta segunda-feira, 3, nas Unidades Móveis de Saúde da  Mulher, Odontológica e Médico-laboratorial do Programa Saúde Manaus Itinerante. As “carretas” disponibilizam para a população exames de mamografia e ultrassonografia (abdominal total, abdominal superior, transvaginal, pélvica, obstétrica, vias urinárias, tireoide e mamas), atendimento odontológico ambulatorial e permitem acesso a consultas com clínico geral e pediatra, exames preventivos (papanicolau), serviços de coleta de material de exames laboratoriais, de imunização e de farmácia.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, a programação das unidades é elaborada para atender todos os bairros periféricos de Manaus, tornando a saúde mais próxima da população. “Somente a Unidade Móvel Saúde da Mulher oferece 40 mamografias por dia, em cada uma das quatro carretas, e 50 ultrassonografias. Mulheres acima de 40 anos nem precisam de requisição. O prefeito Arthur Virgílio Neto determinou que todas as equipes ajudem na conscientização da importância da realização destes exames oferecidos nas unidades móveis, para a prevenção de doenças tanto em crianças, como em mulheres, homens e idosos, para que as pessoas tenham uma vida saudável e com mais qualidade”, ressaltou.

O gerente do Programa Saúde Manaus Itinerante, William Terra, alerta para que os pacientes que agendarem atendimento, principalmente pelo Sistema de Regulação (Sisreg), não faltem para a realização do exame ou da consulta. “Na semana passada, uma das unidades móveis fez o agendamento pelo Sisreg de 30 pacientes para o período da tarde, mas somente sete pacientes compareceram. É importante que o paciente tenha consciência da importância de comparecer na data agendada para não tirar a vaga de outra pessoa que precisa também”, reforça William Terra.

As unidades móveis de Saúde da Mulher estarão até o dia 7 de agosto no bairro Petrópolis, na Rua Campo Grande, próxima à Unidade Básica de Saúde S-42, e no Parque das Nações, na Rua Argentina com Rua Áustria, ao lado da Escola Municipal Hahnemann Bacelar.

As unidades odontológicas e médico-laboratoriais estarão no bairro Terra Nova 2 até o dia 21 de agosto, na Rua Itapemirim, em frente à Igreja Nossa Senhora das Graças e outras unidades ficarão também até o dia 28 e 26 de agosto, respectivamente no bairro Nova Vitória, na Rua da Raquete, em frente à Associação dos Moradores do bairro. No Parque São Pedro, a unidade médico-laboratorial e odontológica estarão a partir do dia 5 até o dia 28 de agosto na Rua Santa Inês, esquina com Rua São Marcos, em frente à Igreja Batista.

A lista com a programação completa das Unidades Móveis, com locais e serviços, pode ser acessada no site semsa.manaus.am.gov.br

Foto:  Rodemarques Abreu / Semed

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Semsa realiza festa julina para servidores e comunidade

sexta-feira, julho 31st, 2015

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realiza nesta sexta-feira, 31, o Arraial Pé de Serra, evento julino organizado pela sede do órgão, SAMU, SOS Vida, e os Distritos de Saúde Leste, Sul, Norte, Oeste e Rural. O evento acontecerá no Parque Municipal do Idoso, a partir das 19h, e é aberto ao público, com entrada gratuita.

A proposta do evento é valorizar as tradições da época, reunindo os ingredientes típicos dos festejos com barracas de comidas e bebidas, brincadeiras como bingo, pescaria, pula-pula e piscina de bolinhas, show de banda de forró pé de serra, apresentações culturais e artísticas, além da escolha do melhor traje típico, do rei e da rainha caipiras.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, destaca como principal intenção do festejo a reunião dos servidores e da comunidade em um momento de descontração, entretenimento e confraternização. “A festa atende ao desejo dos servidores de confraternização e resgate das tradições da cultura brasileira. Tenho certeza de que será tudo muito bonito e de que juntos, comunidade, servidores e familiares terão memoráveis lembranças desta festa”, adiantou.

Serviço

O quê: Arraial Pé de Serra da Semsa

Quando: 31 de julho, às 19h.

Onde: Parque Municipal do Idoso, localizado na Av. Rio Mar, S/N – Nossa Sra. das Graças

Entrada gratuita

 

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Agosto Dourado terá atividades de promoção ao aleitamento materno a partir deste sábado, 1º

quinta-feira, julho 30th, 2015

onzemilmaesamamentam (2)

O Agosto Dourado é uma estratégia que pretende oferecer maior visibilidade às ações de promoção ao aleitamento materno e a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), chama a atenção da sociedade para a importância da amamentação com atividades como a Hora do Mamaço, rodas de conversa, mobilizações no polo industrial envolvendo as mães trabalhadoras que amamentam e em creches da cidade, além de reforço das estratégias Amamenta e Alimenta Brasil nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs).

A programação terá início no dia 1º de agosto, sábado, às 17h, no Largo São Sebastião, com a Hora do Mamaço, que vai reunir um grupo de mães e seus bebês para um momento de aleitamento livre com a difusão do tema “Trabalhar e amamentar, só basta apoiar”. Na segunda-feira, 3 de agosto, haverá a abertura oficial da Semana Nacional de Aleitamento Materno 2015, também incluída nas mobilizações do Agosto Dourado, promovido pela Semsa, na Maternidade Moura Tapajóz, às 8h30.

“O Agosto Dourado é marcado pela realização das ações da Semana Mundial de Aleitamento Materno, representando um momento de luta pelo incentivo à amamentação e a cor dourada é utilizada por simbolizar a amamentação como um padrão ouro na alimentação infantil. O aleitamento materno tem extrema importância para o crescimento, aprendizado e desenvolvimento de toda criança, melhorando a imunidade contra doenças, mas também trazendo benefícios para a saúde das mães que amamentam”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

O tema da Semana de Aleitamento Materno será “Amamentação e Trabalho – Vamos Fazer Funcionar!” e foi escolhido pela World Alliance for Breastfeeding Action (WABA) – rede mundial de organizações e indivíduos que acreditam que a amamentação é um direito de todas as mulheres e crianças, e  que se dedicam a proteger, promover e apoiar esse direito. As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e a Maternidade Moura Tapajóz recebem decoração alusiva à campanha, com laços e adereços dourados para chamar a atenção da população para o Aleitamento Materno.

De acordo com a chefe do Núcleo da Criança e do Adolescente da Semsa, enfermeira Ivone Amazonas, o tema vai conduzir as ações de incentivo ao aleitamento materno em todo o mundo. “O objetivo é elaborar estratégias e promover discussões que incentivem e apoiem as mulheres que amamentam e trabalham, reforçando a conscientização junto aos empregadores sobre a importância da amamentação”, explica Ivone Amazonas.

A programação envolve as Unidades de Saúde da rede municipal com atividades educativas e a mobilização as empresas do Polo Industrial, o Comércio, envolvendo maternidades, unidades de saúde, Centros de Atenção Integral à Criança (Caics), universidades públicas e privadas e as secretarias municipal e estadual de Educação. A Semsa trabalha ainda na ampliação do número de UBSs que são credenciadas para integrar a Rede Amamenta e Alimenta Brasil, estratégia do Ministério da Saúde – que conta com o apoio do Unicef – para elevar os índices de aleitamento materno no país.

Fotos: José Nildo

Manaus discute propostas prioritárias em Conferência Municipal de Saúde

quarta-feira, julho 29th, 2015

A cada quatro anos, usuários, trabalhadores, gestores e representantes da sociedade civil têm a oportunidade de discutir e propor prioridades para o Sistema Único de Saúde e, em Manaus, esse momento vem com a sétima edição da Conferência Municipal de Saúde – VII Comus, que teve início na tarde desta terça-feira, 28 de julho, no auditório Nina Lins, na Universidade Nilton Lins, zona Centro-Sul.

Já na abertura, os discursos foram em torno da necessidade de maior financiamento da saúde pública no país, tendo em vista os inúmeros desafios a que o sistema se propõe, especialmente quanto ao atendimento igualitário, abrangente e de acesso universal, como previsto em lei.

“Aqui nós temos um foco muito importante que é a questão do financiamento do sistema, pois não se faz mais se não tiver mais recursos. E é notório que precisamos implementar recursos na esfera do Governo Federal, especialmente porque os municípios estão com uma carga muito pesada de seu orçamento, o Estado idem e o Governo Federal, que tem a maior parte dos recursos, continua seus investimentos com base no PIB do ano anterior. Isso, infelizmente nos garante pouquíssimos recursos”, enfatizou o secretário municipal de Saúde e Presidente do Conselho Municipal de Saúde (CMS), Homero de Miranda Leão.

Ao todo a VII Comus conta com 500 participantes, entre delegados e representantes de órgãos, entidades civis, além de instituições municipais, estaduais e federais, com atuação de relevância na área de saúde e setores afins, com o objetivo de se debruçar sobre o tema “Saúde pública de qualidade para cuidar bem das pessoas: direito do povo brasileiro”, até a próxima quinta-feira, 30 de julho, e indicar as propostas que devem seguir para as etapas estadual e nacional da conferência.

O conferencista da palestra magna de abertura da VII Comus foi o médico sanitarista Alfredo Boa Sorte, assessor do Ministério da Saúde (MS), que destacou a conferência como o momento máximo da democracia do SUS, trazendo para a discussão o que avançou, o que deixou de avançar, quais foram os grandes avanços, quais os desafios e quais são os problemas.

“Para isso tudo acontecer é necessário que haja recursos suficientes para bancar as estruturas e, principalmente, o custeio. Eu costumo dizer que o SUS possui problemas infinitos para recursos finitos, portanto nós temos que adequar o grande objetivo estratégico que é um SUS igualitário, abrangente, de acesso universal para todos, com a realidade de financiamento que nós temos, o que caracteriza um subfinanciamento, de poucos recursos”, reforçou Boa Sorte.

Os participantes da VII Comus irão também eleger os delegados que irão representar o município de Manaus na Conferência Estadual de Saúde, a ser realizada em Manaus nos dias 28, 29 e 30 de setembro. Segundo o secretário de Estado de Saúde, Pedro Elias, o momento visa promover a união das esferas municipais e estadual em busca do propósito comum.

“Municípios e Estado precisam estar juntos nessa empreitada, especialmente quanto à discussão do financiamento da saúde pública. O SUS tinha, no seu início, mais de 70% de financiamento da União e hoje chega a 41% no máximo, com uma defasagem enorme que prejudica a todos e se as esferas não se unirem o trabalho pode ficar muito mais complicado”, pontuou Pedro Elias.

Eixos temáticos

O tema principal da VII Comus é “Saúde pública de qualidade para cuidar bem das pessoas: direito do povo brasileiro”, abordando os eixos temáticos Direito à Saúde, Garantia de Acesso, Participação Social e Atenção de Qualidade; Valorização do Trabalho e da Educação em Saúde, Informação, Educação, Política de Comunicação do SUS, Ciência, Tecnologia; Financiamento do SUS, Relação Público-Privado, Gestão do SUS e Modelos de Atenção à Saúde; e Reformas Democráticas e Populares do Estado.

A programação continua nesta quarta-feira, 29 de julho, das 7h30 às 18h, com as mesas redondas “A ampliação da democracia participativa na gestão das políticas públicas: SUS de qualidade, um direito de todos” e ”As relações entre o cuidado em saúde e as práticas de saúde no trabalho: uma reflexão”, ambas com tempo para debate com a plenária.

 

Reportagem: Lívia Nadjanara

Fotos: Rodemarques Abreu

Secretários de Saúde realizam reunião para afinar parceria

terça-feira, julho 28th, 2015

reunsecsaude (2)

Os secretários municipal e Estadual de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto e Pedro Elias, respectivamente, tiveram nesta segunda-feira, 27, a primeira reunião de trabalho para afinar parcerias para ampliar e fortalecer o atendimento em saúde na capital.

A parceria tem o objetivo de fortalecer a atenção primária, definindo o papel do município e do Estado, como forma de evitar a sobrecarga em unidades urgência e o equilíbrio na prestação dos serviços de saúde. “A maior estruturação da atenção primária é necessária para que, com uma prevenção melhor, possamos desafogar a rede de atenção terciária, em que hospitais tenham menos pacientes e que as pessoas possam ter problemas de suas saúdes evitados”, ressaltou Homero de Miranda Leão Neto.

A reunião contou com a participação de técnicos da Secretaria Executiva da Capital da Susam, além das Subsecretarias de Gestão Administração, e Gestão em Saúde, Departamentos de Atenção Primária e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e outros departamentos da Semsa.

“Nós temos muitos pontos em comum, Estado e Município, e o que nós precisamos é avançar com o trabalho que já está previamente elaborado, fazer os ajustes finos e colocar em prática. Vejo que há uma vontade política muito grande do prefeito Arthur Neto nesse sentido e da nossa parte, no Estado, por determinação do governador José Melo, nós vamos avançar para pactuar e consolidar essas ações”, adiantou o secretário de Estado de Saúde, Pedro Elias.

O encontro foi visto como um ponto de uma reoxigenação da atual situação da prestação de serviço das duas esferas e das soluções que podem ser alcançadas a partir do compartilhamento de ações, especialmente diante do desafio de atuar frente a uma série de reduções de repasses federais para as duas instituições. “No momento de crise como este que estamos vivendo, devemos otimizar ações e isso passa por fazer mais com menos. Portanto é uma obrigação nossa que nós vamos fazer com que as ações da Susam e da Semsa sejam melhores para a população com a interação dos nossos trabalhos”, pontuou Homero de Miranda Leão.

A parceria é ressaltada ainda pela possibilidade de redução de custos e mais ações de parceria na área de saúde. “Por exemplo, o paciente que dá entrada no pronto socorro tem o custo muito elevado e, se ele pode resolver o seu problema na unidade básica, é muito mais interessante que isso aconteça, com a prevenção. Tudo isso foi colocado como fator importante e que esse fortalecimento pode ser uma solução a médio e longo prazo”, relatou Pedro Elias.

A reunião foi o ponto de partida para definir o panorama geral de ações, com a intenção de afiná-las em detalhes mais específicos em encontros próximos entre as duas instituições.

 

Reportagem: Lívia Nadjanara

Fotos: José Nildo

Servidores da saúde recebem orientações sobre as regras para a aposentadoria

terça-feira, julho 28th, 2015

regraposent (2)

Servidores da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), lotados nas unidades do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), receberam nesta terça-feira, 28, informações sobre as regras de aposentadoria voltadas especificamente para a área da saúde. A turma foi a quinta e última do órgão municipal a participar do Manausprev Itinerante, programa da Manaus Previdência que esclarece questões previdenciárias do município ao funcionalismo, notadamente os que estão próximos da aposentadoria. A palestra aconteceu no auditório do Parque Municipal do Idoso, no bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul, no turno vespertino.

A gerente de Previdência e responsável pela palestra, dra. Daniela Benayon, destaca que as exposições sobre as regras previdenciárias têm sido positivas e, muitas vezes, decisivas para auxiliar os servidores na hora de escolha da regra de aposentadoria pela qual devem optar. “Com o detalhamento de cada uma, o servidor evita optar por uma regra que não atenda às especificidades da sua vida funcional. E cada caso é um caso”, destaca a gerente.

Com a palestra desta terça-feira, a Manaus Previdência encerra um ciclo de cinco eventos da Manausprev Itinerante voltados, exclusivamente, para os servidores da área da saúde do município, onde compareceram em torno de 260 servidores em condições ou próximos da aposentadoria.

Um desses servidores é Maria de Nazaré Souza, 61, integrante do programa SOS Vida/Centro-Sul. Atenta às explicações da gerente de Previdência, Nazaré aproveitou o encontro para tirar dúvidas sobre averbação de tempo, pois executa suas funções tanto na prefeitura como no Governo do Estado. “Completo 30 anos de serviço agora, em setembro, e preciso saber qual a regra de aposentadoria que me encaixo, assim como solicitar informações da secretaria sobre essa questão de tempo de serviço”, adiantou.

Outras secretarias

O Manausprev Itinerante já realizou, este ano, ações em outros órgãos, como a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a Câmara Municipal de Manaus (CMM). Até o final do ano, já estão programadas visitas a outras secretarias, como a de Administração, Planejamento e Gestão (Semad), de Finanças, Tecnologia da Informação e Controle Interno (Semef), e de Comunicação (Semcom).

 

Texto e fotos: Marcia Claudia Senna/Manaus Previdência

Assessoria de Imprensa da Manaus Previdência: 92 3186-8030

Pousadas são interditadas em ação da Vigilância Sanitária

segunda-feira, julho 27th, 2015

dvisafiscalpousadas (2)

Duas pousadas localizadas na avenida Buriti, no Distrito Industrial, zona Sul, foram interditadas na manhã desta sexta-feira, 24, pela Vigilância Sanitária de Manaus, órgão de fiscalização da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por ausência de licença sanitária para funcionamento comercial, além de encontradas irregularidades de estrutura predial como infiltrações, mofo, fiação elétrica imprópria, higienização inadequada de artigos de cama e banho, entre outras infrações.

Segundo o coordenador da ação, fiscal de saúde Pedro Contente, a equipe realizou a fiscalização das pousadas a partir de denúncias encaminhadas ao 0800 092 0123, da Visa Manaus, com a inspeção de apartamentos, lavanderias e cozinhas, constatando as irregularidades nas duas pousadas vizinhas. “Constatamos que os estabelecimentos não têm licenças para funcionar e nenhuma atividade comercial pode ser desenvolvida”, alertou Contente.

No terceiro estabelecimento inspecionado, no bairro Petrópolis, também na zona Sul, os fiscais não identificaram funcionamento de rotina e a atividade comercial da pousada. Como consequência e procedimento adotado nesses casos, a casa será alvo de nova inspeção, sem data e horário marcados.

As pousadas interditas têm até três dias úteis para apresentar suas justificativas à Visa Manaus. Para retornar às atividades comerciais, os estabelecimentos terão ainda que providenciar a regularização das pendências encontradas pela fiscalização. Após avaliação de cada situação, será arbitrada multa que varia de 1 a 400 Unidades Fiscais do Município (UFMs). Em 2015, o valor da UFM é de R$ 83,78.

 

Reportagem: Wilson Reis

Fotos: Karla Vieira

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315

Prefeitura inaugura mais uma UBS e leva atendimento para quatro mil pessoas no Japiim

segunda-feira, julho 27th, 2015

ubsjapiim (2)

O prefeito Arthur Virgílio Neto inaugurou, nesta segunda-feira, 27, a 27ª Unidade Básica de Saúde (UBS) da gestão. Localizada na rua São Sebastião, no Japiim, zona Sul, a UBS S-33 terá capacidade para atender até quatro mil pessoas na área de abrangência. O prefeito chegou ao local do evento acompanhado do senador amazonense Omar Aziz (PSD). O secretário de Estado de Saúde (Susam), Pedro Elias, também marcou presença na inauguração.

De acordo com o prefeito, a meta é continuar ampliando a cobertura da Atenção Básica para melhorar a qualidade de atendimento do Sistema único de Saúde (SUS) na capital. “Se tivermos o deferimento do pedido que fiz ao Governo Federal, por meio do senador Omar, para trocar recursos de investimentos, que exigem contrapartida nossa, por recursos para reformas, que nos liberam dessa obrigatoriedade, então vamos fazer uma expansão ainda maior do que já fizemos até agora na rede de Atenção Básica”, explicou Arthur.

Ainda segundo o prefeito, o Japiim receberá outras ações do Município, com a realização do mutirão de obras na localidade e nos bairros adjacentes, bem como o reforço na limpeza urbana.

Para Omar Aziz é preciso unir esforços durante o período de crise econômica para manter a cadeia de saúde pública funcionando adequadamente, uma vez que a redução nos repasses federais está prejudicando as estruturas dos estados e municípios.

“Se a economia do Brasil não vai bem, a economia do Amazonas e de Manaus também sofrerá consequências gravíssimas. Apesar das dificuldades que o país está passando, o prefeito tem se esforçado e isso preciso ser valorizado”, defendeu o senador. “Unidade Básica de Saúde é importante para todo o sistema, porque é a porta de entrada e, muitas vezes, com a possibilidade de dar as soluções necessárias sem afogar os hospitais de referência”, concluiu.

“Estamos todos aqui reunidos hoje para que a população entenda que estamos reforçando uma parceria entre Estado e Município com o objetivo de atender bem o paciente. Usuário do SUS não tem dono, é paciente e precisa da nossa ajuda, seja no atendimento, seja em esclarecimentos de onde encontrar o serviço que procura”, reforçou Pedro Elias, secretário da Susam.

Nova unidade

A UBS S-33 mede, aproximadamente, 130 metros quadrados e passa a oferecer os serviços de consultas médica e de enfermagem em atenção primária à saúde, administração e dispensação de medicamentos, atividades de promoção e prevenção à saúde, acompanhamento de programas sociais, odontologia, além de serviços de curativos, vacinação e nebulização.

A equipe de profissionais é formada por médico, enfermeiro, técnico de enfermagem, cirurgião dentista, técnico de saúde bucal, auxiliar de saúde bucal, agente comunitário de Saúde e assistente administrativo.

“Agora eu tenho todo o acompanhamento que preciso bem pertinho de casa”, brincou a aposentada Terezinha Tavares Carvalho, de 60 anos, que mora na rua São Sebastião e que sofre com problemas de hipertensão e diabetes.

O Japiim também conta com outras quatro unidades de saúde da prefeitura. São elas: a UBS Japiim, na rua 31; UBS Lourenço Borghi, na travessa S6; UBS S-29, na rua Penetração; e UBS S-38, na rua Nova.

REPORTAGEM: Alita Falcão / FOTOS: Alex Pazuello