Archive for the ‘noticias’ Category

Prefeitura de Manaus inicia pré-campanha contra influenza

sexta-feira, abril 24th, 2015

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), vai iniciar, na próxima segunda-feira, 27, as ações de pré-campanha de vacinação contra a Influenza nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs). O público alvo da campanha são pessoas idosas com 60 anos ou mais de idade; trabalhadores de saúde; os povos indígenas (aldeados); crianças na faixa etária de seis meses a menores de cinco anos de idade (quatro anos, 11 meses e 29 dias); as gestantes; as puérperas (até 45 dias após o parto); os grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais; a população privada de liberdade; e os funcionários do sistema prisional.

A meta é vacinar, no mínimo, 315.348 pessoas, o que representa 80% do público alvo estimado para a população de Manaus. “Este ano, a Semsa vai utilizar como estratégia as ações de pré-campanha nas UBSs, seguida de uma grande mobilização no município com 929 postos de vacina no dia 09 de maio, encerrando com as ações de pós-campanha e que seguirão até o dia 22 de maio também nas UBSs”, disse o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

As ações de pré-campanha seguirão até o dia 08 de maio nas UBSs. O dia “D” de mobilização nacional será em um sábado, dia 09 de maio, com a mobilização de 4.500 profissionais de saúde. A pós-campanha será realizada no período de 10 a 22 de maio, quando a vacina estará disponível em todas as Unidades de Saúde com sala de vacina para grupos prioritários.

Durante a campanha, os portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais deverão apresentar documentos como laudo médico, receita, carteirinhas dos programas de saúde, prescrição médica ou outro documento que comprove a sua condição clínica para receber vacina.

A vacina contra influenza é a trivalente, não contém vírus vivos e não causa a doença, sendo contraindicada para pessoas com alergia grave ao ovo de galinha e para aqueles que já apresentaram reação anafilática a doses anteriores.

Para atingir a meta mínima de vacinação de 315.348 pessoas, serão disponibilizadas em torno de 400.000 doses de vacina, garantindo que todas as pessoas inseridas como público alvo tenham acesso à imunização.

A Semsa vai montar ainda um serviço de agendamento da vacinação de grupos prioritários impossibilitados de locomoção pelo telefone 0800-280-8280,  até o dia 08 de maio, para aplicação da vacina durante o período de pós-campanha.

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Programa de formação de agentes de controle social terá a participação de gestores da Prefeitura de Manaus

quinta-feira, abril 23rd, 2015

progformagen (2)

Representantes do controle social das áreas de saúde, educação e assistência social terão a oportunidade de participar de um Programa de Formação de Agentes de Controle Social oferecido pelo Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM). O programa foi apresentado na manhã da quinta-feira, 23, pela coordenação da Escola de Contas Públicas, vinculada ao TCE, em cerimônia com a presença de representantes de secretarias municipais e de entidades como associações, conselhos e sindicatos.

O secretário municipal de Saúde e presidente do Conselho Municipal de Saúde de Manaus (CMS/MAO), Homero de Miranda Leão Neto, explicou que o programa quer oferecer à sociedade civil organizada as condições necessárias à participação nos processos de fiscalização e controle social das contas públicas.

“O programa é uma iniciativa excelente do TCE e que vai proporcionar uma melhor qualificação de pessoas como os conselheiros de saúde para o exercício do controle social. É importante lembrar que o Sistema Único de Saúde (SUS) foi formado a partir do controle social, com a participação popular, e que tem um papel essencial na melhoria dos serviços oferecidos, fiscalizando, cobrando, evitando que os gestores cometam erros e auxiliando como parceiros na formulação de políticas públicas”, afirmou Homero de Miranda Leão.

Qualificação

O Programa de Formação de Agentes de Controle Social foi elaborado com a expectativa de ser um instrumento que contribua para a efetivação do controle social das políticas públicas e das decisões que influenciam a sociedade civil, o que será possível a partir do investimento em processo de ensino-aprendizagem que possibilitem o entendimento sobre assuntos de interesse da administração pública, como orçamento, finanças e patrimônio.

O coordenador da Escola de Contas Públicas do TCE-AM, conselheiro Érico Desterro, informa que serão disponibilizadas 150 vagas e que os interessados podem fazer o cadastramento para a seleção por meio do site www.tce.am.gov.br/ecp. “Essa será a primeira turma, mas a ideia é dar prosseguimento à formação de agentes de controle social. A meta é colaborar na preparação da sociedade civil para auxiliar no controle da aplicação dos recursos públicos”, destacou o conselheiro.

O programa de formação será dividido em oito módulos, iniciando no dia 1º de junho, com uma carga horária total de 192 horas. Os módulos abordarão os temas: A cidadania na organização do estado brasileiro; Noções gerais de administração pública; Mecanismos de controle das ações governamentais; Noções gerais dos instrumentos de planejamento orçamentário; Controle popular da gestão fiscal; Controle popular sobre a licitação e contratos administrativos; e Controle popular de receitas e despesas vinculadas à saúde, à educação e à assistência social.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Conselho Municipal de Saúde mantém diretoria executiva para o próximo mandato

quarta-feira, abril 22nd, 2015

consmunsaude (2)

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, foi reconduzido nesta quarta-feira, 22, ao cargo de presidente da diretoria executiva do Conselho Municipal de Saúde (CMS/MAO). A cerimônia foi durante a 4ª Assembleia Geral Ordinária do CMS/MAO de 2015, realizada no auditório do Distrito de Saúde Oeste, na Avenida Comandante Paulo Lasmar, s/nº, conjunto Santos Dumont, bairro da Paz, com a presença de conselheiros municipais de saúde.

Além de Homero, durante a cerimônia também foram reconduzidos à diretoria os conselheiros municipais de saúde Gilson Aguiar, João Bosco de Lima e Maria Cecília Mota para os cargos de vice-presidente, primeiro secretário e segundo secretário, respectivamente. O mandato da diretoria executiva tem a duração de um ano, sendo permitida a recondução dos membros por mais um mandato.

Homero de Miranda Leão explica que a diretoria executiva é o órgão de coordenação do CMS/MAO que tem a função de garantir a execução das deliberações definidas em Assembleia Geral. “O Conselho Municipal de Saúde é constituído como órgão colegiado de caráter permanente, deliberativo, consultivo, normativo e fiscalizador do Sistema Único de Saúde (SUS). É um instrumento do controle social e que tem como prioridade a melhoria dos serviços públicos de saúde”, destacou o presidente.

O CMS/MAO é composto por 32 membros titulares e seus respectivos suplentes, sendo 25% escolhidos entre representantes do governo, entidades prestadoras de serviços de saúde e aparelho formador; 25% escolhidos entre representantes de trabalhadores de saúde; e 50% de representantes de usuários do SUS. A última eleição de conselheiros municipais aconteceu no mês de março deste ano para o mandato 2015-2018.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Prefeitura de Manaus realiza atividades para o Dia Nacional de Combate à Hipertensão

quarta-feira, abril 22nd, 2015

combhipertensao (2)

A partir desta quarta-feira, 22, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) de Manaus vão desenvolver atividades alusivas ao Dia Nacional de Combate à Hipertensão, comemorado no dia 26 de abril. Na próxima sexta-feira, 24 de abril, na UBS Leonor de Freitas, localizada na Avenida Brasil, Compensa, zona Oeste, haverá mobilização coordenada pelo Núcleo de Controle da Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), com palestras educativas e rodas de conversas com usuários da unidade.

A rede municipal de saúde atende a 159.108 pacientes hipertensos atualmente em Manaus. “As nossas unidades estão preparadas para oferecer diagnóstico e tratamento, inclusive com a dispensação de medicamentos para quem tem hipertensão. Nossos agentes acompanham cada um dos pacientes para que eles não abandonem o processo”, disse o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

A campanha se estende aos Distritos de Saúde e às Policlínicas da Rede Municipal de Saúde que, durante a semana da hipertensão, desenvolverão a programação educativa e também a busca de pacientes que não voltaram às unidades para identificá-los e persuadi-los a retomar o tratamento.

O Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial tem como objetivo principal sensibilizar a população para a importância da prevenção e controle da doença, alertando sobre seus riscos, como evitá-la e ressaltando a importância da adesão ao seu tratamento, com vistas à promoção de hábitos e estilos saudáveis de vida.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), em abril de 2013 a estimativa era de que a hipertensão afetasse uma em cada três pessoas em todo o mundo, totalizando o número de 2 bilhões de pessoas. As doenças cardiovasculares tiram a vida de 9,4 milhões de pessoas por ano. Além disso, a hipertensão também aumenta o risco de desenvolver outros problemas de saúde, como insuficiência renal e cegueira.

No Brasil, de acordo com dados do Ministério da Saúde, cerca de 30 milhões de brasileiros vivem com a hipertensão e existem outros 12 milhões que ainda não sabem que possuem a doença. São mais de 300 mil mortes por ano.

Uma pesquisa divulgada recentemente pelo Ministério da Saúde apontou que a proporção de brasileiros diagnosticados com pressão alta cresceu de 21,5% em 2006 para 24,4% em 2009. A Sociedade Brasileira de Cardiologia estima que apenas 10% da população faz regularmente acompanhamento médico e segue corretamente as orientações.

Atualmente, considera-se que ela é a doença cardiovascular mais frequente no país, especialmente entre idosos. Mais de 70% das pessoas acima de 70 anos têm hipertensão arterial. No entanto, gestantes e crianças também estão entre os que devem tomar cuidado com a pressão alta.

Prevenção                                  

A prevenção é a melhor forma para não sofrer com as consequências da doença. Hábitos saudáveis, não consumir álcool em excesso, perder peso e praticar atividades físicas regularmente são as regras para fugir da pressão alta.

Um dos perigos da hipertensão é sua característica de doença “invisível” e silenciosa, em que muitas vezes o paciente não tem domínio sobre sua condição até passar por um episódio em que a doença se manifeste. A maioria dos hipertensos não apresenta qualquer sintoma ou sinal referente à hipertensão. Sintomas como dor de cabeça, dor na nuca, enjoos, tonturas e falta de ar podem estar associados à hipertensão, mas não são específicos da doença. Muitas vezes, os sintomas surgem quando a hipertensão já causou danos aos órgãos. Por isso, é importante tratar a hipertensão mesmo sem sintomas.

A Hipertensão Arterial aumenta as chances de ocorrência de infarto do coração, Acidente Vascular Cerebral, Insuficiência Cardíaca e Renal, Impotência Sexual, além de outras complicações que alteram significantemente a qualidade de vida. Além disso, um hipertenso que não se trata tem, segundo a Organização Mundial de Saúde, uma redução na expectativa de vida de até 16,5 anos. O tratamento previne as complicações da doença, mas é importante que o tratamento seja feito de forma contínua, sem interrupções. Também é importante a realização de consultas médicas periódicas, pois podem ser necessários ajustes na medicação.

FOTOS: MÁRCIO JAMES/SEMCOM

Reuniões entre comunidades e gestão da Saúde continuam na Vila Marinho

sexta-feira, abril 17th, 2015

vilamarinho (2)

Representantes de moradores da Vila Marinho, no bairro Compensa 3, zona Oeste, participaram de uma reunião na manhã desta sexta-feira, 17, com gestores da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para apresentar as principais demandas na área da saúde. As reuniões fazem parte das ações da Semsa para garantir o melhor diálogo com os comunitários, ouvindo as reivindicações, aspectos positivos e sugestões para que os serviços de saúde possam atender de forma adequada aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

“O contato mais próximo com a comunidade é uma estratégia para que a gestão possa perceber, na prática, questões que por vezes não ficam claras nos relatórios. A Vila Marinho, por exemplo, tem uma boa cobertura assistencial, mas já detectamos,  pela fala dos representantes da comunidade, que é preciso melhorar o acolhimento dos usuários, e essa é uma questão que pode ser resolvida”, disse o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

A Vila Marinho tem uma população de nove mil moradores e a comunidade é atendida pela UBSF – O 18, e os moradores também são referenciados para atendimento na Policlínica Djalma Batista e na UBS Leonor de Freitas, ambas localizadas na Compensa. “A Semsa também tem um projeto para a construção de uma UBS que possa comportar quatro equipes da Estratégia Saúde da Família, ampliando a cobertura de atendimento no bairro da Compensa”, destacou o secretário.

Os participantes da reunião também solicitaram um espaço na área próxima à UBSF – Oeste 18 para a construção da sede da Associação de Moradores da Vila Marinho. “O terreno foi doado pela comunidade para a construção da UBS em área de 130 metros quadrados. Como ainda há um espaço para a construção da sede, já solicitamos que ele seja cedido para esta destinação”, explicou o morador Raimundo Nonato de Freitas Soares, conselheiro local de saúde.

A reunião aconteceu no Centro Comunitário Padre Albano, na igreja São Vicente de Paulo, e contou com a presença do secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, da diretora do Distrito de Saúde Oeste (Disa Oeste), Altemira Lima, da diretora do Departamento de Atenção Primária, Kássia Veras, e de representantes do Conselho Local de Saúde da Policlínica Djalma Batista e da Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) – Oeste 18.

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Mauazinho e Brasileirinho recebem equipe técnica da Semsa para discutir ações em Saúde

sexta-feira, abril 17th, 2015

acoesaude (2)

Em visita a duas comunidades da zona Leste de Manaus, na manhã da quinta-feira, 16, uma equipe técnica da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) definiu ações para melhoria na prestação de serviços nas áreas com previsão de execução a curto e a médio prazos. Liderada pelo secretário municipal de Saúde Homero de Miranda Leão Neto, o primeiro local visitado pela equipe foi a Unidade Básica de Saúde (UBS) Mauazinho, onde dezenas de comunitários e representantes do Conselho Local de Saúde (CLS) reivindicaram obras de reforma, que já estão previstas na programação da Semsa.

“Essa UBS deve ser reformada brevemente e já está em processo final de licitação na Secretaria Municipal de Infraestrutura, representando mais uma etapa do processo de crescimento do Sistema Único de Saúde”, destacou Homero de Miranda Leão. Durante a visita, o secretário avaliou a estrutura da unidade, além dos equipamentos utilizados nos serviços, todos previstos para troca após a reforma.

Além das reivindicações, representantes da comunidade do bairro Mauazinho ressaltaram a satisfação com o atendimento médico e com o relacionamento mantido com a diretoria da UBS. “O importante é realmente reforçar junto ao poder público a importância da melhoria da infraestrutura da UBS, que é uma solicitação antiga da comunidade”, destacou o presidente o CLS, Ronilson Santos.

Brasileirinho - Seguindo para uma área de acesso mais distante, no Ramal do Brasileirinho, moradores da comunidade do bairro Puraquequara, reuniram-se na sede social, localizada no km 7. A área não conta com uma Unidade Básica de Saúde e durante a reunião foi discutida a possibilidade de construção de uma UBS para atendimento à população. “É intenção da Semsa construir uma UBS para atender os moradores do ramal do Brasileirinho e estamos discutindo com as lideranças sobre a melhor local para esse novo projeto”, explicou Homero de Miranda Leão.

Paralelamente à concretização dessa possibilidade, para amenizar a falta de uma UBS no ramal, o Distrito de Saúde Leste (Disa Leste) está promovendo ações para atendimento médico a cada 15 dias na comunidade. A cada ação uma média de 40 pessoas é atendida, principalmente com consultas médicas, aferição de pressão arterial e oferta de medicamentos. A área conta também com uma Base Operacional para Diagnóstico de Malária.

Departamento de Comunicação – SEMSA

Gerente de Jornalismo: Lívia Nadjanara

Fotos: José Nildo

decom.semsa@gmail.com

Semsa manterá plantão no feriado prolongado

sexta-feira, abril 17th, 2015

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu – 192) manterá plantão 24 horas para atender a população no período do ponto facultativo da próxima segunda-feira (20) e no feriado de terça-feira (21).

O plantão será mantido também com a Maternidade Moura Tapajóz, localizada na Avenida Brasil, na Compensa, zona Oeste, mantendo integralmente suas atividades neste período.

Os demais estabelecimentos municipais de saúde, como as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Policlínicas, que realizam o atendimento ambulatorial, suspenderão o funcionamento durante estes dois dias. Após o final de semana, o atendimento será retomado normalmente na quarta-feira (22).

 

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315 / 98842-8370

Samu participa do primeiro treinamento para mototaxistas promovido pela Prefeitura de Manaus

quinta-feira, abril 16th, 2015

samutreinamotot (2)

Com a intenção de treinar todos os mototaxistas que possuem concessões para circular em Manaus, a Prefeitura de Manaus está convocando, a cada semana, 25 profissionais para participarem da atualização das técnicas de pilotagem, no Centro Educacional de Trânsito da Honda (CETH), que fica na Rua Waldemar Jardim Maués nº 712, Colônia Cachoeira Grande, Bairro Novo Aleixo. Durante o treinamento, equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu-192) participaram da “Simulação de Primeiros Atendimentos em acidentes de trânsito envolvendo motociclistas”.

O programa de qualificação técnica é desenvolvido em parceria pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e o Samu 192, Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans), além da empresa Moto Honda da Amazônia para complementação do processo de formação e regulamentação de mototaxistas que circulam em Manaus, através do projeto “Condutor Consciente”. “Nossa participação é fundamental porque dá a esses condutores a noção básica de como agir em primeiros socorros nos casos de acidentes até que nossas equipes cheguem ao local”, ressaltou o secretário municipal de saúde, Homero de Miranda Leão.

Durante as próximas 39 semanas, sempre às quartas-feiras, cerca de 25 profissionais vão receber duas horas de instruções teóricas, almoço, instruções práticas e orientações dos socorristas do Samu, para garantirem o direito de continuarem a trabalhar como mototaxistas regulamentados em Manaus. “O Samu encerra sempre as turmas, para que eles levem daqui a consciência de que é preciso pilotar com muita segurança e, em caso de acidentes, para que eles possam agir da maneira correta”, disse o supervisor do CETH, Marco Frazão.

Para Eronildes Costa, há dez anos atuando em diversas funções sobre duas rodas, o curso é uma oportunidade imperdível de garantir o futuro. “Para mim é sobrevivência, dos meus filhos, da minha vida. É daqui que tiro meu sustento”, completou.

Até o fim do ano, pelo menos 975 mototaxistas devem passar pelo treinamento. Atualmente, circulam em Manaus 1678 profissionais, regulamentados. Em breve, outras 1303 concessões devem ser liberadas pela Prefeitura de Manaus.

Reportagem: Agnaldo Oliveira Júnior

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315 / 98842-8370

Médicos convocados para Maternidade Moura Tapajóz Semsa devem se apresentar até o dia 22

quinta-feira, abril 16th, 2015

Dos 24 médicos aprovados no concurso realizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) em 2012 e que foram convocados desde o mês passado para atuação na Maternidade Moura Tapajóz, apenas nove já se apresentaram e estão exercendo o cargo. O prazo para a apresentação será encerrado na próxima quarta-feira, dia 22 de abril.

Entre os 24 médicos convocados, cinco são ginecologistas-obstetras, dez são pediatras e nove são neonatologistas. Até o momento, apenas um ginecologista-obstetra, um pediatra e sete neonatologistas se apresentaram para a posse e já estão atuando na maternidade.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, desde o concurso realizado em 2012, já foram nomeados 384 médicos, mas desse total apenas 240 se apresentaram e estão exercendo efetivamente o cargo.

“A nomeação dos últimos 24 profissionais para a Maternidade Moura Tapajóz foi a sétima convocação de médicos aprovados no concurso da Semsa, realizado em 2012, e que ofereceu 520 vagas para profissionais médicos em diversas especialidades. Como o concurso tem validade até julho de 2016, a convocação de médicos segue de acordo com a necessidade do serviço e levando em consideração as condições orçamentárias do município de Manaus”, explicou Homero de Miranda Leão.

A Semsa iniciou o prazo para apresentação dos convocados no último dia 23 de março, depois de nomeação do grupo de médicos publicado por meio de decreto no Diário Oficial do Município (DOM), no dia 13 de março. Os médicos nomeados devem se apresentar na sede da Semsa, na avenida Mário Ypiranga Monteiro, 1695, bairro Adrianópolis, das 8h às 12h, onde receberão as orientações necessárias quanto aos procedimentos pré-admissionais e para checagem de pré-requisitos para a posse. Mais informações podem ser obtidas no telefone 98842-8251.

No concurso realizado em 2012 também foram oferecidas vagas nos cargos de Especialista em Saúde (nível superior) e de Assistente em Saúde (nível médio). Foram disponibilizadas 1.390 vagas no total, sendo que a Semsa já convocou 1.679 candidatos aprovados, inclusive do cadastro de reserva para alguns cargos.

 

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Servidores da Semsa são treinados para orientar cidadãos que vão cumprir penas alternativas em UBS

quinta-feira, abril 16th, 2015

penalternativa (2)

Servidores da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) receberam, na tarde da quarta-feira, 15, treinamento para acompanhar os processos de cumprimento de penas alternativas em Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Os processos serão encaminhados pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) por meio da Vara de Execuções de Medidas e Penas Alternativas da Comarca de Manaus (Vemepa).

O trabalho dentro das Unidades de Saúde é o resultado de um acordo de cooperação técnica assinado entre a Vemapa e a Semsa, no último dia 17 de março. Nele, os servidores do órgão municipal de saúde ficam responsáveis pelo controle dos cidadãos que estão cumprindo penas alternativas, as atividades desempenhadas por eles e a assiduidade.

O acompanhamento vai ocorrer em 83 Unidades Básicas de Saúde, dos quatro Distritos de Saúde da Semsa e, ainda, em nove Policlínicas, na Maternidade Moura Tapajóz e em três Módulos de Saúde da Família (MSFs).

O termo de cooperação também permite que a Semsa utilize recursos financeiros arrecadados por meio das medidas e penas de prestação pecuniária. Segundo a juíza Telma Roessing, anteriormente, a prestação pecuniária era feita diretamente à Unidade de Saúde, de acordo com a necessidade identificada em cada local, mas que a partir da Resolução 154 do Conselho Nacional de Justiça/2012, os valores decorrentes da pena devem ser depositados em um fundo vinculado à Vemepa. “Com isso, as entidades parceiras poderão utilizar os fundos mediante apresentação de projetos que tenham finalidade social e que atendam os critérios estabelecidos pela resolução do CNJ”, explicou a juíza.

Os projetos poderão ter um valor mínimo de R$ 5 mil e máximo de R$ 10 mil. A Semsa pretende garantir que os recursos da prestação pecuniária sejam aplicados em projetos executados especificamente nas UBSs, onde ocorre o primeiro atendimento à população.

Reportagem: Agnaldo Oliveira Júnior

Fotos: Assessoria de comunicação

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa):92 3236-8315 / 98842-8370

Prefeito destaca importância da guarda responsável durante entrega de unidades móveis do CCZ

quarta-feira, abril 15th, 2015

unidzoonoses (2)

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, entregou, na terça-feira, 14, duas unidades móveis do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que irão percorrer a cidade realizando a castração de cães e gatos. A inauguração foi realizada na sede do Distrito de Saúde Leste (Disa Leste), que fica no bairro Jorge Teixeira, na zona Leste da capital.

Cada veículo terá a capacidade de realizar até 15 procedimentos diários, ampliando em 50% o número de castrações realizadas pelo CCZ, localizado no bairro Compensa, zona Oeste. A ideia é descentralizar os serviços oferecidos pelo município, ao mesmo tempo em que também se conscientiza a sociedade sobre a guarda responsável dos animais domésticos.

“Não faz parte da minha política de governo sacrificar animais e o que nós queremos, de verdade, é trabalhar a castração e o controle da população de cães e gatos, que não deviam ficar soltos na rua, mas que merecem um tratamento mais digno. Por isso, também vamos reformar a sede do Centro de Zoonoses e com isso responder ao apelo de uma parcela da sociedade manauara”, destacou o prefeito Arthur Neto.

Para o secretário municipal de Saúde (Semsa), Homero de Miranda Leão, que absorve as atividades executadas pelo CCZ, mais que ações do poder público ou da iniciativa de Organizações Não-Governamentais, é preciso que cada cidadão assuma a responsabilidade sobre a guarda de seu animal doméstico.

“A partir desse trabalho poderemos ter o controle da população de cães e gatos na cidade de Manaus, porque castrando os animais se evita a procriação irresponsável. Estamos no caminho certo para a conscientização, que também colabora com a questão da saúde pública, uma vez que na rua esses animais podem adquirir raiva, além de prejudicarem a coleta de lixo, rasgando sacos e espalhando sujeira. A conta é simples, educação e saúde, a soma disso mudará o cenário que temos hoje”, defendeu Homero.

No ano passado, a prefeitura realizou 4.649 castrações, o que representa 894 procedimentos a mais do que em 2013. As castrações são realizadas por médicos veterinários, inscritos no Conselho Regional de Medicina Veterinária, utilizando técnica que proporciona aos animais uma recuperação mais rápida e com menor risco.

Segundo o diretor do CCZ, Adailton Pereira, as unidades móveis estão equipadas com instrumentos cirúrgicos, máquina de tosa, balança, computador e impressora. Ele ressalta que, além da castração, também será oferecida a implantação de microchips de identificação dos animais, bem como um posto fixo de vacinação antirrábica.

Agendamento

Para o agendamento do serviço na unidade móvel do CCZ, o proprietário do animal deverá apresentar documentos pessoais, como RG e CPF, comprovante de residência, comprovante de vacina antirrábica e apresentar os dados básicos do animal (nascimento, raça, cor da pelagem e tipo de pelo). O animal precisa ter idade acima de três meses e ter boas condições de saúde física. Os mesmos procedimentos são adotados na sede do CCZ. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3625-2655.

Uma das unidades móveis ficará instalada na própria sede do Disa Leste e a segunda realizará atendimentos na zona Norte, mais especificamente no Complexo Educacional Maria Antonieta Verçosa de Raposo, na rua 16, Riacho Doce III, bairro Cidade Nova. Os veículos permanecerão nesses locais por um período de seis meses antes de assistirem a outros pontos da cidade.

Os mandamentos da guarda responsável de cães e gatos

1. Antes de adquirir um animal, considere que seu tempo médio de vida é de 12 anos. Pergunte à família se todos estão de acordo, se há recursos necessários para mantê-lo e verifique quem cuidará dele nas férias ou em feriados prolongados. Grande parte dos abandonos de animais de companhia acontece em período de férias.

2. Adote animais de abrigos públicos e privados (vacinados e castrados), em vez de comprar por impulso. A compra por impulso é um dos maiores causadores de abandono.

3. Informe-se sobre as características e necessidades da espécie escolhida: tamanho, peculiaridades, espaço físico. A falta de conhecimento sobre as características de cada raça pode resultar em maus tratos e abandono.

4. Mantenha o seu animal sempre dentro de casa, jamais solto na rua. Para os cães, passeios são fundamentais, mas apenas com coleira/guia e conduzido por quem possa contê-lo. Lei Municipal 1.590/2011 – art. 14.

5. Cuide da saúde física do animal. Forneça abrigo, alimento, vacinas e leve-o regularmente ao veterinário. Dê banho, escove-o e exercite-o regularmente. O CCZ realiza anualmente a Campanha de Vacinação Antirrábica e disponibiliza a vacina gratuitamente durante o ano.

6. Zele pela saúde psicológica do animal. Dê atenção, carinho e ambiente adequado a ele. Cães isolados, presos e mal tratados tendem a se tornar bravos e, consequentemente, agressores. Cães e gatos bem tratados e educados tendem a permanecer mais tempo no convívio familiar.

7. Recolha e jogue os dejetos na lixeira pública. (Lei Municipal 1.590/2011 – artigo 15). Parasitas de importância em saúde pública podem ser transmitidos pelas fezes de cães e gatos.

8. O CCZ registra e identifica todos os cães e gatos castrados através do implante de microchip.

9. Evite as crias indesejadas de cães e gatos. Castre os machos e fêmeas. A castração é a única medida definitiva no controle da procriação e não tem contraindicações.

REPORTAGEM: Alita Falcão e Assessoria Semsa

FOTOS: Alex Pazuello

LOCALIZAÇÃO DAS UNIDADES MÓVEIS DE SAÚDE

quarta-feira, abril 15th, 2015

Três Unidades Móveis de Saúde oferecem atendimento na comunidade Aliança com Deus

terça-feira, abril 14th, 2015

carreta2

A Prefeitura de Manaus disponibilizou um módulo completo do Programa Saúde Manaus Itinerante para atendimento na comunidade Aliança com Deus, no bairro Cidade de Deus, zona Norte. O módulo é composto por Unidades Móveis de Saúde da Mulher, Odontológica e Médico-Laboratorial, que estão estacionadas na rua Esmira, em frente ao CMEI Onias Bento da Silva Filho. O atendimento no local vai acontecer até dia 6 de maio.

Na Unidade Móvel de Saúde da Mulher, a população tem acesso a exames de mamografia e ultrassonografia (abdominal total, abdominal superior, transvaginal, pélvica, obstétrica, vias urinárias, tireoide e mamas). Já a Unidade Móvel Odontológica disponibiliza atendimento odontológico ambulatorial e a médico-laboratorial oferece acesso a consultas com médico clínico geral e pediatra, exames preventivos (papanicolau), serviços de coleta de material de exames laboratoriais, de imunização e de farmácia.

Uma segunda Unidade Móvel de Saúde da Mulher também vai iniciar atendimento nesta quarta-feira, 15, na Cidade Nova, no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, na rua Gandu, Núcleo 08, nº 119, seguindo até o dia 24 de abril.

Os serviços continuam ainda no bairro Jorge Teixeira, zona Leste, onde há um módulo completo do Programa Saúde Manaus Itinerante, na área próxima do Campo do Teixeirão, na rua 02. As três Unidades Móveis ficarão no local até o dia 22 de abril.

A lista com a programação completa das Unidades Móveis, com locais e serviços, pode ser acessada no site semsa.manaus.am.gov.br.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Foto: Rodemarques Abreu

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Prefeitura de Manaus entrega duas Unidades Móveis de Controle de Zoonoses

terça-feira, abril 14th, 2015

umcontzoonozes (2)

A Prefeitura de Manaus vai inaugurar nesta terça-feira, 14, às 9h30, duas Unidades Móveis do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), iniciando as ações de descentralização dos serviços de castração de cães e gatos. A cerimônia de inauguração será na rua das Rosas, s/n, bairro Jorge Teixeira I, zona Leste, na sede do Distrito de Saúde Leste (Disa Leste).

Com a inauguração das duas Unidades Móveis, o CCZ vai ampliar em 50% o número de castrações realizadas, passando de 30 para 45 procedimentos diários. Cada Unidade Móvel terá a capacidade de realizar 15 castrações diariamente, e outras 15 continuarão a ser feitas na sede do CCZ, na Compensa, zona Oeste. Uma das Unidades Móveis ficará instalada na própria sede do Disa Leste e a segunda será deslocada para o Complexo Educacional Maria Antonieta Verçosa de Raposo, na rua 16, Riacho Doce III, bairro Cidade Nova, zona Norte. O atendimento deve ocorrer nesses locais por um período de seis meses, atendendo a demanda da população da zona Leste e Norte de Manaus.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, explica que, além de aumentar o número de castrações, o objetivo é aproximar os serviços do CCZ da população de Manaus e estimular os donos de animais no compromisso da guarda responsável para evitar a procriação indesejada e, consequentemente, o abandono de animais nas ruas. “É uma estratégia que vai beneficiar as pessoas que não podem transportar o seu animal de estimação até a sede do CCZ, localizada na Compensa, permitindo um acesso mais amplo ao serviço e atendendo as áreas mais periféricas da cidade”, ressaltou Homero de Miranda Leão.

De acordo com o diretor do CCZ, Adailton Pereira, foram realizadas 4.649 castrações no ano passado, representando um total de 894 castrações a mais do que em 2013. “Os procedimentos de castração são realizados por médicos veterinários, inscritos no Conselho Regional de Medicina Veterinária, utilizando técnica que proporciona aos animais uma recuperação mais rápida e com menor risco”, informou Adailton Pereira.

As Unidades Móveis estão equipadas com instrumentos cirúrgicos, máquina de tosa, balança, computador e impressora. Além da castração, as Unidades irão realizar a implantação de microchips de identificação dos animais e terão um posto fixo de vacinação antirrábica.

Para o agendamento do serviço na Unidade Móvel, o responsável pelo animal deverá apresentar documentos pessoais como RG e CPF, comprovante de residência, comprovante de vacina antirrábica e apresentar os dados básicos do animal (nascimento, raça, cor da pelagem e tipo de pelo). O animal precisa ter idade acima de três meses e ter boas condições de saúde física. Os mesmos procedimentos são adotados na sede do CCZ. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone 3625-2655.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: Márcio James

Reunião com lideranças visa estreitar canal da prefeitura com as comunidades

sexta-feira, abril 10th, 2015

encomun (2)

Visando estreitar ainda mais a relação entre a prefeitura e as comunidades, profissionais da rede municipal de saúde participaram de uma reunião, na sexta-feira, 10, com 12 lideranças comunitárias da zona Norte. O encontro ocorreu na sede da Associação de Moradores do conjunto Boas Novas, na Cidade Nova, e contou com gestores do Distrito de Saúde Norte e o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão.

O encontro com as lideranças comunitárias faz parte das ações de gestão na rede municipal de saúde estão sendo executadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) com o objetivo de obter uma visão mais exata das dificuldades encontradas no acesso aos serviços de saúde da rede municipal. “É uma orientação do prefeito Arthur Virgílio Neto realizarmos reuniões com a população nos Distritos de Saúde e mantermos um canal de comunicação com os moradores. A partir desse espaço, é possível buscar soluções e resolver os problemas de forma mais rápida. Além disso, também podemos identificar os pontos positivos a partir dos elogios que são feitos aos serviços e aos profissionais de saúde”, destacou Homero de Miranda Leão.

Para o industriário Elisvaldo Marques Vale, conselheiro local de saúde da Policlínica Anna Barreto e representante dos moradores no bairro Cidade de Deus, o mais importante do encontro com gestores da Semsa é reforçar a aproximação da população junto ao poder público para melhorar o atendimento em saúde. “Nós não tínhamos um diálogo com os gestores e esse foi um dos motivos para reunir as lideranças e reivindicar um espaço maior para discutir os problemas encontrados. O ideal seria fortalecer os Conselhos Locais de Saúde, que acompanham a rotina das Unidades de Saúde e podem identificar os problemas específicos de cada comunidade. Muita coisa já melhorou, mas precisamos continuar evoluindo”, afirmou Elisvaldo Vale.

A zona Norte de Manaus conta atualmente com duas policlínicas, seis Unidades Básicas de Saúde, um laboratório distrital e um Centro de Especialidades Odontológicas (CEO Norte), 41 Unidades de Saúde da Família no padrão de 130 metros quadrados e 11 Unidades de Saúde da Família no padrão de 32 metros quadrados (antigas Casinhas). “Também há previsão para a reinauguração da UBS Arthur Virgílio, no conjunto Amazonino Mendes, e a inauguração da UBS Maria Mafra, no bairro Novo Aleixo. Outros projetos estão em andamento para a ampliação da rede municipal de saúde na zona Norte”, informou a gerente do Disa Norte, Luciana Marta Tavares Fabrício.

Fotos: Assessoria de Comunicação da Semsa

Semsa promove atendimento em saúde vocal para 240 professores da rede estadual

quinta-feira, abril 9th, 2015

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio do Centro Referência Municipal em Saúde do Trabalhador (Cerest/Manaus), vai participar da 1ª Campanha de Saúde Vocal, evento que será promovido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) no período de 13 a 17 de abril. Durante a campanha, uma equipe de profissionais do Cerest/Manaus fará a avaliação da saúde vocal de 240 professores da rede estadual.

A abertura oficial da campanha será no Auditório do Centro de Formação Profissional Padre José de Anchieta, sede da Seduc, na próxima segunda-feira, dia 13, às 9h, com o lançamento do Programa de Acompanhamento Psicossocial dos Servidores da Educação.

A campanha tem como objetivo prevenir, orientar e sensibilizar os profissionais da educação quanto ao uso adequado da voz e da saúde vocal, minimizando assim as ocorrências de problemas vocais para uma melhor qualidade de vida. “A participação do Cerest/Manaus na campanha foi motivada por uma solicitação da Seduc em decorrência do afastamento de professores do trabalho por problemas vocais de saúde”, explica o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão.

A fonoaudióloga do Cerest/Manaus, Maria do Socorro Oliveira Soares, disse que a equipe do Cerest/Manaus fará, durante a campanha, um trabalho de triagem, orientação e encaminhamentos no caso do paciente que precisar de exame de laringoscopia ou para outros especialistas médicos. O trabalho vai acontecer na sede da Seduc e nas sete coordenadorias distritais de educação da Seduc em diferentes locais da cidade. Serão atendidos 30 professores por turno de acordo com a programação já definida pela Secretaria de Educação.

“Os 240 professores que serão atendidos pelo Cerest/Manaus foram indicados pela Seduc por terem apresentado algum tipo de queixa de rouquidão, cansaço ou outros agravos relacionados às patologias de voz”, informa a fonoaudióloga.

O trabalho de Cerest/Manaus será desenvolvido em parceria com acadêmicos do curso de Fonoaudiologia da Uninorte e com residentes de medicina do curso de Otorrinolaringologia da Universidade Federal do Amazonas. No encerramento da campanha, dia 17 de abril, será realizada uma palestra ministrada pela presidente do Conselho Regional de Fonoaudiologia 5° Região, fonoaudióloga Silvia Ramos, como tema “Processo e Organização do Trabalho/Notificações em voz”, no auditório do Sesi.

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Adolescentes aprendem sobre saúde sexual e reprodutiva

quarta-feira, abril 8th, 2015

saudesexual (2)

Um grupo de 24 adolescentes com idade entre 14 e 19 anos, escolhido entre jovens que participam de ações do Programa Saúde do Adolescente na Unidade Básica de Saúde (UBS) Lourenço Borghi, no bairro Japiim, zona Sul, participaram de uma experiência diferenciada na manhã da quarta-feira, 8, com o início do projeto “Faça Acontecer – protagonismo juvenil em saúde sexual e reprodutiva”. O objetivo do projeto, realizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na Escola Municipal Padre Puga, é reduzir a vulnerabilidade de adolescentes e jovens às doenças sexualmente transmissíveis e à gravidez precoce por meio do incentivo ao protagonismo juvenil.

A assistente social Ana Cristina Dias, do Núcleo de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa, explicou que o projeto consiste em capacitar os adolescentes em 15 oficinas com temas variados, para que eles atuem como multiplicadores de informações em saúde sexual e reprodutiva nos seus grupos sociais. “A Semsa está iniciando o projeto junto à comunidade atendida na UBS Lourenço Borghi, mas a ideia é expandir as ações para todo o município, de acordo com os resultados obtidos, buscando reduzir casos de doenças sexualmente transmissíveis e de gravidez não planejada”, informou Ana Cristina.

O Ministério da Saúde considera como adolescentes pessoas na faixa etária de 10 a 19 anos. De acordo com estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE/2013), existem em Manaus 391.642 adolescentes. No ano passado, a cidade registrou o diagnóstico de 71 casos de Aids nessa faixa etária, representando 17  a mais do que no ano de 2013.

Oficinas

Os adolescentes inscritos no projeto irão participar de 15 oficinas lúdicas e interativas abordando temas como “Gênero, sexualidade e saúde reprodutiva”, “O que é sexualidade?”, “Namoro ou amizade”, “Tomada de decisão”, “Sexualidade em tempos de Aids”, “Negociação no uso da camisinha”, “Doenças sexualmente transmissíveis”, “Direitos sexuais e reprodutivos” e “Trabalhando com rótulos e solidariedade”.

A assistente social Rejeane Barros, que coordena o programa de Saúde do Adolescente desde 2009 na UBS Lourenço Borghi, informa que os temas das oficinas foram selecionados a partir das propostas do Ministério da Saúde, levando em consideração as especificidades do público adolescente. “A ideia de formar um grupo de protagonistas juvenis busca incentivar os adolescentes para atuação como voluntários e como uma referência na escola e na comunidade sobre o tema, permitindo que eles possam multiplicar as informações entre outros adolescentes sobre práticas de prevenção às DSTs e à gravidez não planejada”, explicou.

Para Ingrid Brito de Souza, de 13 anos, a participação voluntária no projeto é uma forma de obter mais informações sobre temas importantes para todos os adolescentes. “O projeto vai ser uma forma de promover uma reflexão sobre esses temas e também porque vou levar as informações para outras amigas e adolescentes que não estão tendo a mesma oportunidade de participar das oficinas”, afirmou Ingrid Souza.

Após as oficinas, os adolescentes serão incentivados a elaborar um plano de ação sobre como reproduzir o que irão aprender junto à comunidade onde vivem, a partir do mês de julho deste ano.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Jorge Teixeira recebe três Unidades Móveis de Saúde

quarta-feira, abril 8th, 2015

unidmoveissaude (2)

A população do bairro Jorge Teixeira, zona Leste, está sendo beneficiada com a oferta de serviços de um módulo completo do Programa Saúde Manaus Itinerante, composto por Unidades Móveis de Saúde da Mulher, Saúde Odontológica e Médico-Laboratorial. As três Unidades Móveis estão estacionadas desde a última segunda-feira, 6, em área próxima ao Campo do Teixeirão, na rua 02, e ficarão no local até o dia 22 de abril.

Na Unidade Móvel de Saúde da Mulher, a população tem acesso a exames de mamografia e ultrassonografia (abdominal total, abdominal superior, transvaginal, pélvica, obstétrica, vias urinárias, tireoide e mamas). Já a Unidade Móvel Odontológica disponibiliza atendimento odontológico ambulatorial e a Médico-Laboratorial oferece acesso a consultas com médico clínico geral e pediatra, exames preventivos (papanicolau), serviços de coleta de material de exames laboratoriais, de imunização e de farmácia.

O Programa Saúde Manaus Itinerante também iniciou na última segunda-feira atendimento no bairro de Petrópolis, zona Sul, com uma Unidade Móvel de Saúde da Mulher estacionada na avenida Codajás, no estacionamento do Corpo de Bombeiros. O atendimento no local será realizado até o dia 10 de abril.

Diariamente, a Unidade Móvel de Saúde da Mulher oferecerá 40 vagas para exames de mamografia e 50 para ultrassonografia. Para realizar a mamografia, mulheres com até 39 anos de idade devem apresentar requisição médica, documento de identidade e CPF. Mulheres com 40 anos ou mais não precisam da requisição médica e devem apresentar somente os documentos pessoais. Na realização do exame de ultrassonografia, a paciente necessita apresentar requisição médica, RG e CPF. No caso da ultrassonografia das mamas, ainda é necessário levar o último exame de mamografia.

Atualmente, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) também está oferecendo atendimento à população com Unidades Móveis de Saúde da Mulher, Odontológica e Médico-Laboratorial na comunidade Campos Sales (bairro Tarumã), até o dia 15 de abril, e na comunidade Buritis (bairro Nova Cidade) até o dia 8 de abril.

A lista com a programação completa das Unidades Móveis, incluindo locais e serviços, pode ser acessada no site semsa.manaus.am.gov.br.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Foto: Rodemarques Abreu

Prefeitura treina servidores para a realização de teste rápido de HIV/Aids

quarta-feira, abril 8th, 2015

testerapidohiv (2)

A Prefeitura de Manaus está capacitando 40 servidores de Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da zona Norte para atuarem, por meio de testes rápidos, na detecção de HIV/Aids, Sífilis e das Hepatites “B” e “C”. A partir do treinamento, a rede municipal de saúde visa ampliar a oferta dos testes, incluindo o serviço nas unidades de Estratégia da Família.

Para 2015, a Semsa tem a meta de ampliar a implantação dos testes rápidos nas Unidades Básicas de Saúde da Família com 130 metros quadrados. Em 2013 e 2014, a rede municipal de saúde capacitou 293 profissionais para garantir a implantação dos testes rápidos e a meta para este ano é capacitar mais 120 profissionais. “O maior avanço dos testes rápidos é a possibilidade de viabilizar um tratamento imediato, o que aumenta significativamente a sobrevida dos pacientes. Com a capacitação dos novos profissionais para expandir o atendimento a este público, o objetivo das ações será alcançado muito mais rápido nas Unidades Básicas de Saúde”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

Em 2014, foram realizados mais de 40 mil testes, que são controlados pelo Núcleo de Controle das DSTs, Aids e Hepatites. Atualmente, os testes rápidos podem ser feitos em 62 UBS da capital amazonense, com resultados conferidos em até dez minutos e proposta de tratamento imediato, em caso positivo para a doença. De acordo com o estabelecido no Plano Anual de Saúde de 2014, a Prefeitura de Manaus atingiu a meta de implantação em UBSs, uma vez que em janeiro de 2013 os testes rápidos eram oferecidos em apenas três unidades. A expectativa é que a ampliação do serviço tenha como reflexo uma queda no número de casos das doenças nos próximos anos.

“Em UBSs de todas as zonas de Manaus, inclusive na Rural, de acesso terrestre e fluvial, temos a oferta do teste rápido. De acordo com a demanda dos serviços nas comunidades, as pessoas interessadas em realizar o exame devem ficar atentas para essa programação”, reforçou a chefe do núcleo de DSTs, Aids e Hepatites da Semsa, enfermeira Adriana Souza.

A lista com as Unidades Básicas que oferecem os testes rápidos para a detecção do HIV, Sífilis e Hepatites B e C pode ser acessada no site semsa.manaus.am.gov.br.

Reportagem: Agnaldo Oliveira Júnior

Fotos:Assessoria de comunicação

Alimentação saudável é tema de programação no Dia Mundial da Saúde

quarta-feira, abril 8th, 2015

ALIMSAUDAVEL (2)

Abordando o tema “Alimentação Saudável”, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) realizaram na terça-feira, 7, uma série de atividades em comemoração ao Dia Mundial da Saúde. Foram promovidas atividades educativas, como rodas de conversa, oficinas de culinária saudável, além de circuito de ginástica e atividades lúdicas em mais de 240 UBSs da cidade.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, ressaltou que o trabalho executado pela fiscalização do Departamento de Vigilância Sanitária (Visa Manaus) é fundamental para garantir a comercialização de alimentos de todos os tipos em condições ideais em estabelecimentos como supermercados, restaurantes e feiras.

“Há registros de que mais de dois milhões de pessoas morrem no mundo por doenças causadas pelo consumo de alimentos impróprios.  O trabalho desenvolvido pela vigilância é essencial para garantir que os alimentos sejam adequados para o consumo da população, de acordo com o Código de Vigilância Sanitária, seguindo as regras de armazenamento, higiene e validade dos produtos”, destacou Homero de Miranda Leão.

Na UBS Ivone Lima, no Coroado 3, zona Leste, onde também ocorreram ações, a população participou de atividades físicas na quadra esportiva da comunidade e de uma oficina sobre Café da Manhã Saudável, com orientação de profissionais de educação física e nutrição. “A UBS oferece atendimento com educador físico e nutricionista de forma rotineira, buscando conscientizar a população sobre a importância de uma alimentação saudável e da prática de atividade física para a prevenção e controle de doenças”, informou a diretora da unidade, Francicléia dos Santos Azevedo.

A nutricionista Monica Souto Maior, que atende na unidade, explicou que a população foi orientada sobre a importância do café da manhã como uma das principais refeições. “Existem pesquisas que mostram que as famílias estão deixando de tomar o café da manhã. E isso é um erro porque um bom café da manhã tem uma riqueza de nutrientes como vitaminas, minerais e fibras. Além disso, o hábito de deixar de tomar o café da manhã pode até gerar doenças, já que o jejum prolongado pode ocasionar problemas como a resistência à insulina, levando à diabetes e à obesidade”, alertou a nutricionista.

A UBS Ivone Lima também promove diariamente, com um educador físico, atividades físicas, beneficiando mais de 100 pacientes cadastrados. As atividades envolvem caminhadas, ginástica localizada e circuito funcional.

Agregando atividade física e ações educativas sobre alimentação saudável na UBS, a dona de casa Ana Cláudia Lopes já emagreceu dez quilos em um período de oito meses. Segundo ela, a prática de atividade física diária na UBS ajudou a superar um quadro de depressão, doença que a obrigou a procurar atendimento médico na rede municipal. “Nunca tinha feito atividade física antes e o médico indicou o serviço aqui na UBS. Já estou fazendo corrida, jogo bola, faço caminhada e todas as outras atividades físicas. Tudo isso ajudou a melhorar a minha saúde e a minha autoestima. Nunca mais fiquei doente”, explicou Ana Lopes.

O atendimento com atividade física na UBS Ivone Lima é aberto à comunidade, mas alguns pacientes são encaminhados depois de atendimento médico, principalmente no caso de pacientes hipertensos, diabéticos, com problemas articulares e que sofrem com depressão. São atendidas crianças, adolescentes, adultos e idosos.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Foto: José Nildo

Atividades em UBSs encerram a 1ª Semana Municipal de Trânsito

quarta-feira, abril 1st, 2015

encerrsemmuntrans (2)

Uma palestra educativa com usuários das Unidades Básicas de Saúde (UBSs) situadas em vias de intenso fluxo de veículos marcou o encerramento da  1ª Semana Municipal de Prevenção e Combate à Violência no Trânsito, na quarta-feira, 1°. A programação da Semana, uma iniciativa da Prefeitura de Manaus, incluiu uma série de palestras em instituições, blitzs educativas nas ruas e atividades lúdicas nas escolas.

A orientação aos usuários das UBS Leonor de Freitas (Bairro Compensa) e Dr. José Rayol dos Santos (Bairro Chapada) foi coordenada por educadores do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) e contou com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).  Durante a atividade aberta ao público, os profissionais de saúde e educadores falaram sobre a importância do uso de equipamentos como capacete, cinto de segurança e assentos para criança e, ainda, demonstraram como o comportamento seguro e respeito às leis pode prevenir os acidentes de trânsito.

Além das orientações, houve distribuição de material informativo aos usuários. O paciente Djair Ferreira, 64, destaca que a abordagem dos educadores na UBS foi uma surpresa. “Educação vem de berço e muitas pessoas desrespeitam as obrigações e leis de trânsito. Foi muito legal esta iniciativa dentro das unidades de saúde. Acredito que vai ajudar muito a diminuir acidentes no trânsito”, completou.

O educador da Divisão de Educação do Trânsito do Manaustrans, Francisco Rodrigues, assegura que os educadores foram recebidos de forma positiva. “Estamos trabalhando diariamente, tentando resgatar a sensibilidade e o respeito das pessoas em relação às leis de trânsito. Queremos lutar pelas vidas  e, por isso, fazemos as orientações de travessia segura e condução consciente”, concluiu.

Fotos: Marcelo Lima /Manaustrans

Semsa divulga plantão para o feriado

quarta-feira, abril 1st, 2015

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa que o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu – 192) manterá plantão 24 horas para atender a população nos próximos quatro dias: Quinta-feira Santa, 2, e ponto facultativo no município; no feriado da Sexta-feira Santa, 3; além do sábado, 4, e domingo, 5.

O plantão será mantido também com a Maternidade Moura Tapajóz, localizada na Avenida Brasil, Compensa, zona Oeste, mantendo integralmente suas atividades neste período.

Os demais estabelecimentos municipais de saúde, como as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Policlínicas, que realizam o atendimento ambulatorial, suspenderão o funcionamento durante a quinta e sexta-feira. O atendimento será retomado normalmente na segunda-feira, 6.

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Novo Conselho Municipal de Saúde toma posse

quarta-feira, abril 1st, 2015

consmunsaude (2)

Foram empossados na quarta-feira, 1°, os novos conselheiros municipais de saúde eleitos e indicados para o mandato 2015 – 2018. A cerimônia ocorreu  no auditório Deodato de Miranda Leão, na sede da Semsa, localizada na avenida Mário Ypiranga Monteiro, nº 1695, Adrianópolis, zona Centro-Sul.

O Conselho Municipal de Saúde (CMS/MAO) é composto por 32 membros titulares e seus respectivos suplentes, sendo 25% escolhidos entre representantes do governo, entidades prestadoras de serviços de saúde e aparelho formador; 25% escolhidos entre representantes de trabalhadores de saúde; e 50% de representantes dentre os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Entre os usuários de saúde, que são eleitos, houve uma renovação de 80% no quadro de conselheiros. A eleição de novos conselheiros aconteceu no dia 14 de março, envolvendo representantes das zonas Norte, Leste, Oeste, Sul e Rural, incluindo as áreas terrestre e ribeirinha.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, ressaltou que o CMS é a representação do controle social no SUS, colaborando na construção de políticas públicas em saúde e contribuindo para a melhoria dos serviços que são oferecidos à população. “São pessoas que estão presente nos serviços de saúde, identificando as principais necessidades da população e propondo sugestões para a qualificação do atendimento. Até o final do mandato terão o papel de cobrar, fiscalizar e guiar a gestão na oferta de melhores serviços para a população de Manaus”.

O Conselho Municipal de Saúde foi instituído nos termos da Lei n° 066, de 11 de junho de 1991, e é um órgão colegiado, de caráter permanente, deliberativo, consultivo, normativo e fiscalizador do SUS. Dentro dos representantes usuários, o CMS/MAO conta com conselheiros representantes das zonas Norte, Leste, Sul, Oeste, Sul, Rural Terrestre, Rural Ribeirinha, além de outras entidades representativas dos usuários.

O conselheiro eleito como representante de moradores da zona Rural Terrestre, Herculano Rodrigues de Moura, explica que o controle social tem conquistado melhorias para a área de saúde na zona rural, resultado do bom relacionamento entre usuários, moradores e gestores da saúde. “Ainda falta melhorar algumas coisas, mas já tivermos conquistas como a implantação de equipes de Saúde da Família, que antes só existia na área urbana de Manaus. O importante é que a gestão tem mantido as portas abertas para a atuação dos conselheiros”, destacou o conselheiro.

O CMS também é composto por representantes das secretarias municipais de Educação (Semed), Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Infraestrutura (Seminf), Limpeza Pública (Semulsp), da Secretaria de Estado de Saúde (Susam), do Ministério da Saúde, da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), de Prestadores Privados de Serviços de Saúde, do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde, e de entidades representantes de trabalhadores das áreas de medicina, enfermagem, serviço social, agentes comunitários de saúde, odontologia, trabalhadores do ensino superior e de farmacêuticos-bioquímicos.

Além de conselheiros municipais de saúde, o CMS é composto por 52 Conselhos Locais de Saúde (CLSs), que atuam junto a 52 Unidades Básicas de Saúde, representados atualmente por 450 conselheiros locais de saúde.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo/Semsa

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Prefeitura implanta projeto de valorização profissional na Semsa

terça-feira, março 31st, 2015

valorprofission (2)

A Prefeitura de Manaus começou a implantar o projeto de valorização profissional dos servidores aposentados, com a promoção de um evento em homenagem a 23 servidores fora da ativa da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) na tarde da terça-feira, 31. A solenidade contou com a entrega de placas, apresentação do coral do Parque do Idoso e a reunião de dezenas de servidores da casa no auditório da sede da Semsa.

As homenagens farão parte das atividades da secretaria de saúde e a previsão é de que a cada três meses um evento seja realizado para lembrar os aposentados pelos seus anos de trabalho na rede municipal. “O que nós estamos fazendo é o reconhecimento mais que merecido destes homens e mulheres que, durante anos, se dedicaram a prestar excelente serviço à saúde municipal”, disse o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

Com o desenvolvimento do projeto, o objetivo do órgão é criar uma atmosfera favorável à aposentadoria para que o processo seja o mais tranquilo possível. E, a partir daí, realizar o acompanhamento das atividades realizadas por eles, na medida em que passam a integrar uma nova faixa da sociedade, de pessoas que passam a desenvolver outras atividades que não mais a produtiva. Todos os meses, em média, se aposentam da Semsa, cerca de 30 servidores.

Servidores homenageados

CARMELITA ROCHA PENEDO

RAIMUNDO FERREIRA RODRIGUES

ARLETE BARBOSA SOUZA

PAULO REIS MENDES

ALMIRA PEREIRA DA SILVA

ALZANICE RODRIGUES PORTILHO

MARIA ZILDA LIMA SOMBRA

MARLI DE ARAÚJO PEREIRA

ROSA MARIA MOREIRA VIANA

TEREZINHA DE JESUS DA SILVA PINHEIRO

HELENO JOSÉ ROCHA

ZILMA FERNANDES DAMASCENO BOTELHO

RITA LEOPOLDINO CAVALCANTE

GERALDA TEREZA DA COSTA SILVA

CLEMILTA FERREIRA DA SILVA REIS

MARIA ALZINIR PASSOS BERBOSA

MARIA DA CONCEIÇÃO CAVALCANTE MAIA

MARIA SUELI GONÇALVES PEREIRA

ANTONIO LUIZ BARBOSA DE AMORIM

MARIA DO SOCORRO PANTOJA MOURA

MARIA SILVERIA FERREIRA DE SOUZA

ANA DAS GRAÇAS DUTRA MASCARENHAS

 

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Prefeitura de Manaus promove ações de conscientização sobre autismo

terça-feira, março 31st, 2015

acoesconscautismo (2)

Como parte da programação da Semana Municipal do Autismo, de 26 de março a 02 de abril, foi realizada na manhã de segunda-feira,  30, uma sessão especial na Câmara Municipal de Manaus para reforçar o trabalho de conscientização da sociedade para uma questão que atinge aproximadamente 70 milhões de pessoas em todo o mundo. Durante a sessão, representantes de instituições, governamentais e não governamentais, foram homenageados com o Certificado Amigo do Autista.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, destacou que o a Organização Mundial de Saúde (OMS) já reconhece que existe uma epidemia de autismo no mundo, sendo necessário oferecer o suporte adequado aos pacientes e avançar na qualidade dos serviços.

“A Prefeitura de Manaus já oferece atendimento no Centro de Atenção ao Autista, o Abrigo Ruy, que é coordenado em parceria pelas secretarias municipais de Assistência Social, Saúde e Educação”, disse Homero de Miranda Leão, destacando, ainda, que a Semsa também oferece atendimento nos Centros de Atenção Psicossocial e tem capacitado profissionais médicos da rede municipal de saúde para realizar o diagnóstico precoce do autismo, o que é essencial para que a criança possa interagir melhor com o meio em que vive.

Para a secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Goreth Garcia Ribeiro, é essencial reforçar a articulação entre os órgãos municipais de Saúde, Educação e Assistência Social para melhorar o atendimento. “Sem maior articulação entre as instituições envolvidas no atendimento aos autistas e suas famílias, não será possível ter as condições necessárias na busca de soluções para os problemas encontrados”, afirmou a secretária.

O autismo é um transtorno de desenvolvimento marcado por três principais características: Inabilidade para interagir socialmente; Dificuldade no domínio da linguagem para comunicar-se; Padrão de comportamento restritivo e repetitivo. Atualmente, os estudos indicam que o transtorno tem como causa múltiplos fatores, incluindo questões biológicas e genéticas. A pessoa com autismo pode apresentar quadros de intensidade variável, entre leve, moderado ou grave. O diagnóstico normalmente deve ser feito preferencialmente antes da criança completar três anos de vida, quando os sintomas mais comuns começam a ficar evidentes.

Programação – Na tarde desta segunda-feira, dia 30, a prefeitura promove um bandeiraço na rotatória do conjunto Eldorado. A ação também tem o objetivo de chamar a atenção da sociedade e incentivar a discussão sobre o autismo. A programação da Semana Municipal do Autismo ainda inclui uma Missa de Ação de Graças marcada para o dia 1º de abril, na igreja Nossa Senhora das Mercês, além de um passeio ciclístico no Complexo Turístico da Ponta Negra.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Diagnóstico precoce é estratégia para combater a tuberculose

quinta-feira, março 26th, 2015

comtuberc (2)

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou no ano passado 18.246 exames para o diagnóstico e controle da tuberculose, 1.459 exames a mais que em 2013. O aumento do número de exames faz parte do esforço realizado pela rede municipal de saúde para detectar de forma precoce os casos de tuberculose e manter o controle do desenvolvimento da doença entre os pacientes que já foram diagnosticados. Em 2014, Manaus registrou 1.937 casos novos de tuberculose, representando uma taxa de incidência de 107,5 casos por 100 mil habitantes.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, explicou que o diagnóstico precoce da tuberculose é essencial para que o tratamento do paciente seja bem sucedido e para interromper o ciclo de transmissão da doença. “A tuberculose é uma doença infectocontagiosa transmitida através do contato com o chamado bacilo de Koch. A transmissão é direta, de pessoa para pessoa, e acontece quando alguém com tuberculose expele, ao falar, espirrar ou tossir, pequenas gotas de saliva que contêm o bacilo. O diagnóstico precoce é essencial porque o risco de transmissão é reduzido depois do início do tratamento com os medicamentos adequados”, reforça Homero de Miranda Leão.

Com parte das ações que marcam o Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose, 24 de março, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) estão reforçando durante toda a semana a busca ativa de casos suspeitos de tuberculose. Qualquer pessoa que apresente os sintomas da doença, principalmente tosse por mais de três semanas, com ou sem catarro, deve procurar uma UBS para realizar o exame.

A gerente de Apoio e Diagnóstico da Semsa, farmacêutica-bioquímica Helaine Virgolino, ressalta que durante todo o ano as UBSs realizam de forma rotineira a coleta de material de exame para a realização do teste. “São 53 postos fixos e 36 postos itinerantes de coleta, além dos quatro laboratórios distritais localizados nas zonas Norte, Leste, Oeste e Sul”, informa Helaine Virgolino.

Os quatro laboratórios distritais também foram capacitados para a realização do Teste Rápido Molecular para Tuberculose (TRM-TB), que substituiu a Baciloscopia Direta do Escarro, utilizada há mais de 100 anos como principal método para o diagnóstico da tuberculose.

O teste é automatizado, simples, de rápida e fácil execução por parte dos laboratórios e detecta simultaneamente o Mycobacterium tuberculosis e a resistência à rifampicina (uma das medicações utilizadas no tratamento da doença), diretamente no escarro, em menos de duas horas, com resultado em tempo hábil e com risco mínimo de contaminação para o profissional de laboratório.

A implantação do teste aconteceu em agosto de 2014 e até fevereiro de 2015 já foram realizados aproximadamente 2.700 testes rápidos, dos quais 262 foram positivos para a tuberculose (9,7%) e 29 apresentaram resistência à Rifampicina (1,07%).

Sintomas

Além da tosse, a tuberculose apresenta sintomas como febre, sudorese, cansaço, dor no peito, falta de apetite e emagrecimento. Nos casos mais avançados, pode aparecer escarro com sangue. O tratamento nas UBSs é gratuito e deve ser iniciado imediatamente após o diagnóstico.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Japiim recebe Unidade Móvel de Saúde da Mulher

quinta-feira, março 26th, 2015

unidmoveissaude (2)

A partir desta quinta-feira, 26, uma Unidade Móvel de Saúde da Mulher passará a atender no bairro Japiim, zona Sul, oferecendo exames de mamografia e ultrassonografia (abdominal total, abdominal superior, transvaginal, pélvica, obstétrica, vias urinárias, tireoide e mamas). A Unidade Móvel ficará estacionada no bairro até o dia 1º de abril, na rua 31 de Março, 70, conjunto 31 de Março, no estacionamento da Unidade Básica de Saúde (UBS) Japiim.

Diariamente, a Unidade Móvel oferecerá 40 vagas para exames de mamografia e 50 para ultrassonografia. Para realizar a mamografia, mulheres com até 39 anos de idade devem apresentar requisição médica, documento de identidade e CPF. Mulheres com 40 anos ou mais não precisam da requisição médica e devem apresentar somente os documentos pessoais.

Na realização do exame de ultrassonografia, a paciente necessita apresentar requisição médica, RG e CPF. No caso da ultrassonografia das mamas, ainda é necessário levar o último exame de mamografia.

Atendimento prorrogado

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) oferece atendimento à população em outras três Unidade Móveis de Saúde da Mulher, que atualmente estão localizadas no bairro Puraquequara, na comunidade Campos Sales (bairro Tarumã) e na comunidade Buritis (bairro Nova Cidade).

Na comunidade Buritis, o serviço foi prorrogado até o dia 8 de abril, para garantir atendimento à grande demanda identificada. Uma Unidade Móvel de Saúde Odontológica e outra de Médico-Laboratorial também estão realizando atendimento no local.

Um módulo completo de Unidades Móveis de Saúde (Mulher, Odontológica e Médico-Laboratorial) também estão atendendo na comunidade Campos Sales, na rua Jacamim, ao lado da igreja Batista Bíblica, onde a oferta do serviço  foi prorrogada até o dia 15 de abril. A demanda para atendimento nas Unidades Móveis Médico-Laboratorial e Odontológica no Campos Sales está em 100% da capacidade dos serviços oferecidos. Já na Unidade Móvel de Saúde da Mulher, a demanda está ocupando, em média, apenas 35% das vagas oferecidas diariamente para exames de mamografia e 74% das vagas para ultrassonografias.

O bairro Puraquequara também está recebendo um módulo completo com as Unidades Móveis estacionadas na rua Barroso, em frente à Unidade Básica de Saúde (UBS) Dr. Platão Araújo. O atendimento no bairro acontecerá até o dia 1º de abril.

A lista com a programação completa das Unidades Móveis, com locais e serviços, pode ser acessada no site semsa.manaus.am.gov.br.

 

Fotos:Assessoria de comunicação

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Dia Internacional de Combate ao Racismo é comemorado com ações de Saúde em Manaus

terça-feira, março 24th, 2015

A Prefeitura de Manaus, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), promoveu no sábado, 21, um ciclo de atividades nas Unidades Básicas de Saúde de Horário Ampliado do Distrito de Saúde (Disa) Norte em comemoração ao Dia Internacional de Combate ao Racismo. A programação incluiu palestras, distribuição de folderes, apresentação de vídeos, grupos de capoeira, além de oferta de serviços e rodas de conversa.

As UBS Sálvio Belota, localizada na rua das Samambaias, 786, Santa Etelvina; Balbina Mestrinho, rua 17, 170, Núcleo 3, Cidade Nova I; Armando Mendes, rua 5, s/n, Conjunto Manôa, Cidade Nova funcionaram das 8h às 13h, oferecendo ainda aferição de pressão arterial, glicemia capilar e testes rápidos para HIV.

“Não existe e nunca existirá qualquer diferença no tratamento entre nossos usuários e essas atividades alertam para essa questão. Qualquer discriminação é uma agressão à vida humana. Não devemos discriminar ninguém por conta das diferenças”, disse o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

A estimativa preliminar é de que as unidades tenham recebido a média de 900 usuários no período de atendimento e a ação comemorativa envolveu aproximadamente 90 servidores da Semsa entre médicos, cirurgião dentista, enfermeiros e técnicos de enfermagem.

Luta contra a discriminação - O dia 21 de março foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial em memória do Massacre de Shaperville, quando 20 mil negros protestavam em Jhoanesburgo, na África do Sul, contra a lei do passe, que os obrigava a portar cartões de identificação, especificando os locais por onde eles podiam circular. Mesmo sendo uma manifestação pacífica, o exército atirou sobre a multidão e o saldo da violência foi de 69 mortos e 186 feridos. A partir do episódio de Shaperville, ocorreram avanços rumo às conquistas da população negra pelo mundo.

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Agnaldo Oliveira Júnior

FOTOS – MARINHO RAMOS/SEMCOM

Gerente de Jornalismo: Lívia Nadjanara

decom.semsa@gmail.com

Profissionais de saúde de todo o Estado discutem, em Manaus, o controle da tuberculose

terça-feira, março 24th, 2015

Profissionais de saúde dos municípios amazonenses estão reunidos em Manaus participando do II Simpósio Estadual de Tuberculose. O evento teve início na manhã da segunda-feira, 23, no auditório Berlamino Lins, da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, e segue até quarta-feira, 25, e faz parte da programação pelo Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose, em 24 de março.

Para discutir as estratégias de combate à doença e às dificuldades encontradas nos serviços de saúde para a redução do número de casos no Amazonas, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) participa do simpósio, organizado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), por meio da coordenação municipal do Programa de Controle da Tuberculose.

Para o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, o município de Manaus e o Estado do Amazonas devem buscar priorizar cada vez mais as ações de combate à tuberculose. “O trabalho dos gestores da saúde é elaborar os instrumentos necessários para facilitar a ação dos profissionais que atuam diretamente nos serviços de saúde, simplificando as ações para que sejam mais rápidas e eficientes”, afirmou Homero de Miranda Leão.

O diretor presidente da FVS, Bernadino Albuquerque, explicou que o simpósio também é uma oportunidade para avaliar as ações desenvolvidas nos municípios do interior e atualizar as equipes sobre os novos direcionamentos do Ministério da Saúde no combate à doença. “A tuberculose é um dos principais problemas de saúde pública no estado do Amazonas e que precisa ser discutida para se atingir uma redução significativa no número de casos”, destacou Bernadino.

Casos – O município de Manaus registrou no ano passado 1.937 casos novos de tuberculose, representando um taxa de incidência de 107,5 casos por 100 mil habitantes. De acordo com a chefe do Núcleo de Controle da Tuberculose, Lucianne Maria Aguiar de Almeida, a tuberculose é uma doença com estreita relação com questões de vulnerabilidade socioeconômica.

“Cada vez mais vem sendo observado que os pacientes atendidos apresentam situações como ausência de moradia adequada, de emprego e de renda, assim como déficit nutricional e abuso de álcool e outras drogas. São situações que representam desafio para o alcance das metas de cura, já que os serviços de saúde não possuem governabilidade para o enfrentamento desses fatores”, explicou Lucianne.

A Semsa vem desenvolvendo estratégias para fortalecer a estrutura da rede de Apoio e Diagnóstico, uma vez que o diagnóstico da doença permite o início do tratamento e, consequentemente, a redução no risco de transmissão.

Uma dessas estratégias foi a implantação do Teste Rápido Molecular para Tuberculose (TRM-TB) nos quatro laboratórios distritais da rede municipal de saúde, realizada no ano passado. É um teste automatizado, simples, de rápida e fácil execução por parte dos laboratórios e detecta simultaneamente o Mycobacterium tuberculosis, bacilo transmissor da doença, e a resistência à rifampicina (uma das medicações utilizadas no seu tratamento), diretamente no escarro, em menos de 2 horas.

“A implantação do teste contribuiu para a maior agilidade no diagnóstico e para o início mais precoce do tratamento recomendado para cada caso. Essa estratégia, caso seja aliada à redução do percentual de abandono ao tratamento, trará como benefício a redução da morbimortalidade por tuberculose e do número de casos tratados erroneamente”, reforça Lucianne Almeida.

Programação – Para marcar o Dia Mundial de Luta contra a Tuberculose, a Semsa também intensificou as ações de comunicação, mobilização social e educação em saúde durante esta semana nas unidades de saúde, para ampliar o conhecimento da população sobre os sinais, sintomas e impactos socioeconômicos da doença.

A meta, para 2015, é manter a ações de educação em saúde para a comunidade em geral, trabalhadores, usuários dos serviços públicos de saúde e escolares, e intensificar as atividades de busca ativa de casos suspeitos da doença (Sintomáticos Respiratórios), dos pacientes que estejam faltosos ao tratamento, evitando um futuro abandono, e dos contatos domiciliares dos casos de tuberculose para descobrir precocemente novos casos.

A Semsa também pretende instituir ainda nesse primeiro semestre de 2015, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, uma rede de apoio social para prestar atendimento mais adequado aos pacientes sem emprego e renda, buscando melhores condições para o tratamento e a cura da tuberculose.

 

Foto:Assessoria de comunicação

Ações de prevenção, com mobilização das comunidades, mantêm redução nos casos de dengue

segunda-feira, março 23rd, 2015

mobildengue (2)

Com 449 casos de dengue notificados nos meses de janeiro e fevereiro deste ano em Manaus, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) registra uma redução de 45% no número de casos da doença em relação ao mesmo período de 2014. Para o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, a manutenção na queda do número de casos da doença é um reflexo das ações de prevenção que a Prefeitura de Manaus, por meio de parceria entre instituições públicas e privadas, vem executando durante todos os meses do ano.

“O trabalho de prevenção à dengue faz parte da rotina diária dos serviços de saúde e é feito de forma intersetorial envolvendo empresas, escolas, associações de bairros, igrejas e secretarias municipais, entre outras instituições. O mais importante é que a população esteja sempre alerta para colaborar no controle do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue e da febre chikungunya”, ressaltou Homero de Miranda Leão.

De acordo com Homero de Miranda Leão, além de ações educativas junto à sociedade, a Semsa realiza atividades de monitoramento e controle dos criadouros do mosquito Aedes Aegypti e o controle químico com aplicação de larvicidas.

Passeata – Uma das ações educativas de combate à dengue promovida pelo órgão municipal aconteceu na manhã desta sexta-feira, 20, com uma mobilização e passeata no bairro Vila da Prata, zona Oeste de Manaus. O evento reuniu moradores da comunidade, alunos da Escola Eliana Lúcia e representantes do grupo de idosos do bairro. A programação foi iniciada na quadra do Complexo Esportivo do Bairro Vila da Prata, com apresentação sobre as formas de prevenção, seguido de passeata e distribuição de panfletos informativos com orientações sobre a utilização do checklist 10 Minutos contra a Dengue.

A gerente do Distrito de Saúde Oeste (Disa Oeste), Altemira Diniz de Lima, explicou que o Vila da Prata é um dos quatro bairros da zona Oeste que apresentaram no último Levantamento de Índice Rápido para Aedes Aegypti (LIRAa), realizado em janeiro de 2015, um maior risco para a proliferação do mosquito transmissor da dengue e a febre chikungunya. As outras localidades foram os bairros Santo Antônio e Nova Esperança, e o conjunto Ajuricaba (Alvorada).

“A zona Oeste registrou nestes primeiros meses de 2015 uma redução de 40% no número de casos de dengue em comparação com o mesmo período do ano passado, mas é importante manter o trabalho de sensibilização para que os moradores continuem mobilizados verificando a própria residência, evitando locais que acumulam água e podem permitir a proliferação do mosquito”, alertou Altemira Lima.

Para a comerciante Elizete Chaves, que mora há 30 anos no bairro Vila da Prata, o trabalho de mobilização precisa ser contínuo e cada morador deve fazer a sua parte no controle da doença. “Quase toda a minha família já contraiu dengue, mas há quatro anos não temos a doença. E estou sempre atenta verificando os locais que possam ter água empossada e eliminando os objetos que acumulam água”, relatou Elizete Chaves.

A recomendação é para que a população verifique a própria casa e quintal pelo menos uma vez por semana, já que o ciclo da vida do mosquito Aedes aegypti, do ovo até a fase adulta, leva cerca de 7 a 10 dias. Seguindo o chek list distribuído pelos profissionais de saúde, em apenas 10 minutos é possível verificar toda a residência, principalmente calhas, lajes, caixas-d’água, prato de plantas, garrafas, vasilhas guardadas no quintal e outros recipientes que possam servir como criadouros do mosquito.

Chikungunya - Quanto à febre chikungunya, a Semsa registrou, no ano passado, 23 casos suspeitos da doença e este ano foram notificados 18 casos. Desse total, apenas sete casos foram confirmados até o momento em laboratório, todos importados de países vizinhos. Nos casos suspeitos, os profissionais da área de endemias realizam ações de bloqueio da doença na localidade onde ocorre a notificação para garantir que o vírus não se propague. No Brasil, apenas o Amapá e algumas cidades da Bahia apresentam epidemia de chikungunya. Nos outros estados, ainda que tenha ocorrido registro de casos importados, não foi observada transmissão local.

Fotos:Assessoria de comunicação

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Gerente de Jornalismo: Lívia Nadjanara

decom.semsa@gmail.com

Médicos convocados de concurso devem se apresentar na Semsa até dia 22 de abril

sexta-feira, março 20th, 2015

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) inicia na próxima segunda-feira, 23, o prazo para apresentação dos 24 médicos aprovados no concurso realizado em 2012 e que foram convocados para atuação na Maternidade Moura Tapajóz. O grupo de médicos foi nomeado por meio de decreto no Diário Oficial do Município (DOM) no dia 13 de março. A data para apresentação dos profissionais foi publicada no DOM na terça-feira, 17, em edital de convocação.

Foram nomeados cinco médicos ginecologistas-obstetras, nove neonatologistas e dez pediatras. Os médicos têm até o dia 22 de abril para se apresentar na sede da Semsa, avenida Mário Ypiranga Monteiro, 1695, Adrianópolis, das 8h às 12h, onde receberão as orientações necessárias quanto aos procedimentos pré-admissionais e checagem de pré-requisitos para a posse. Mais informações podem ser obtidas no telefone 98842-8251.

Essa é a sétima convocação de médicos aprovados no concurso da Semsa, do Edital nº 007/2012, realizado em 2012 e que ofereceu 520 vagas para profissionais médicos em diversas especialidades. “Com essa nova convocação, a Semsa completa a nomeação de 384 médicos. Cada convocação ocorre de acordo com a necessidade dos serviços de saúde e considerando de forma responsável as condições orçamentárias do município de Manaus”, explicou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

O concurso realizado em 2012 para cargos da Semsa foi prorrogado por mais dois anos, até julho de 2016, por meio dos Decretos de Nº 2.782, de 14 de maio de 2014, e de Nº 2.783, de 14 de maio de 2014. Além de vagas para profissionais médicos, foram ofertadas 1.390 vagas para cargos de Especialista em Saúde (nível superior) e de Assistente em Saúde (níveis médio, médio técnico e fundamental).

 

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Parceria entre Semsa e Vemepa é renovada para a inclusão de mais de 150 cumpridores de pena

quarta-feira, março 18th, 2015

parceriavemepa (2)

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e a Vara de Execuções de Medidas e Penas Alternativas (Vemepa), do Tribunal de Justiça do Amazonas, renovaram termo de cooperação técnico-institucional para o acompanhamento e execução de medidas e penas alternativas. De acordo com o termo de cooperação, a Vemepa encaminha pessoas que precisam cumprir medidas e penas alternativas para a prestação de serviços em uma Unidade de Saúde da rede municipal. O termo foi assinado na manhã da terça-feira, 17, pelo secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, e a juíza da Vemepa, Telma de Verçosa Roessing.

Desde 2004, a Semsa é uma das entidades parceiras da Vemepa, recebendo cumpridores de penas que prestam serviços nas UBSs atuando em atividades como auxiliar de serviços gerais ou auxiliar administrativo, de acordo com a necessidade dos serviços. Atualmente, 100 UBSs participam da parceria recebendo aproximadamente 150 cumpridores de medidas e penas alternativas.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, explica que a parceria traz benefícios tanto para o serviço público como para a sociedade. “A pessoa que cumpre a medida alternativa contribui para o funcionamento do serviço e a Semsa, por meio das Unidades de Saúde, tem a oportunidade de contribuir para a reintegração social. Os diretores são orientados para o acolhimento dessas pessoas, que terminam as penas tendo uma nova visão do serviço público e com mais conhecimento na saúde pública, podendo continuar a contribuindo para a sociedade”, destaca Homero de Miranda Leão.

O termo de cooperação também permite que a Semsa possa utilizar os recursos financeiros que são arrecadados por meio das medidas e penas de prestação pecuniária. A juíza Telma Roessing explica que anteriormente a prestação pecuniária era feita diretamente à Unidade de Saúde, de acordo com a necessidade identificada em cada local, mas que a partir da Resolução 154 do Conselho Nacional de Justiça/2012, os valores decorrentes da pena devem ser depositados em um fundo vinculado à Vemepa. “Com isso, as entidades parceiras poderão utilizar os fundos mediante apresentação de projetos que tenham finalidade social e que atendam os critérios estabelecidos pela resolução do CNJ”, explicou a juíza.

Os projetos poderão ter um valor mínimo de R$ 5 mil e máximo de R$ 10 mil. No dia 15 de abril a Vemepa planeja realizar uma reunião com gestores das UBSs para informar sobre os critérios para os projetos. A Semsa pretende garantir que os recursos da prestação pecuniária sejam aplicados em projetos executados especificamente nas UBSs, onde ocorre o primeiro atendimento à população.

Fotos: Assessoria de comunicação

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Gerente de Jornalismo: Lívia Nadjanara

decom.semsa@gmail.com

Unidade Móvel de Saúde da Mulher inicia atendimento no Puraquequara

quarta-feira, março 18th, 2015

unidmoveissaude (2)

Uma Unidade Móvel de Saúde da Mulher iniciou atendimento no bairro Puraquequara, zona Leste, na segunda-feira, 16. Com a oferta de exames de mamografia e ultrassonografia, a Unidade Móvel ficará estacionada na rua Barroso, em frente à Unidade Básica de Saúde Dr. Platão Araújo, até o dia 1º de abril.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) disponibiliza para a população quatro Unidades Móveis de Saúde da Mulher e cada uma oferece, semanalmente, 200 vagas para exames de mamografias e 250 para ultrassonografias (abdominal total, abdominal superior, transvaginal, pélvica, obstétrica, vias urinárias, tireoide e mamas).

Para realizar o exame de mamografia, mulheres com até 39 anos de idade devem apresentar requisição médica, documento de identidade e CPF.

Para mulheres com 40 anos ou mais, é necessário apresentar somente os documentos pessoais. No caso do exame de ultrassonografia, a paciente deve apresentar requisição médica, RG e CPF. Para realizar a ultrassonografia das mamas, a mulher precisa apresentar o último exame de mamografia.

Além da Unidade Móvel de Saúde da Mulher, a Semsa também está mantendo no Puraquequara, desde o dia 4 de março, uma Unidade Móvel Odontológica e outra Médico-Laboratorial, oferecendo atendimento odontológico ambulatorial e acesso a consultas com médico clínico geral e pediatra, exames preventivos (papanicolau), serviços de coleta de material de exames laboratoriais, de imunização e de farmácia.

A lista com a programação completa das Unidades Móveis pode ser acessada no site semsa.manaus.am.gov.br.

Fotos: José Nildo

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Gestores e técnicos de 246 UBS recebem capacitação visando metas para 2015

terça-feira, março 17th, 2015

Gestores e técnicos da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) participaram de atividades de capacitação oferecidos pelo órgão numa iniciativa de que visa o alcance de metas de atuação de cada um dos cinco Distritos de Saúde (Disa) de Manaus. A programação foi realizada durante as últimas três semanas, com os cursos de “Monitoramento e Avaliação de Indicadores Prioritários de Saúde” e “Implantação de Equipes de Saúde”, para atualizar as informações sobre os processos de cumprimento das metas para 2015, treinamento com atuação prática dos gestores e a apresentação dos trabalhos e das metas de atuação dos Disas.

O curso foi realizado na Escola de Serviço Público Municipal (ESPI), envolvendo profissionais de 246 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da capital, em que ficaram estabelecidas ainda metas para o desenvolvimento de ações de prevenção a doenças como tuberculose, hanseníase, malária e dengue. “As outras ações prioritárias de saúde estão relacionadas à cobertura vacinal, realização de exames, consultas médicas, implementação de programas de combate à hipertensão e ao diabetes e, ainda, a visita dos Agentes Comunitários de Saúde que vão criar a atmosfera perfeita para a concretização das estratégias de saúde”, disse o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

Todas as ações foram discutidas para a definição de estratégias e a criação das metas que possam atender a realidade local de cada unidade. Os Disas e os Departamentos serão responsáveis pelo acompanhamento técnico e avaliação da implementação das ações. “Aqui nosso objetivo é levantar as prioridades de atuação, dentro dos 147 indicadores que já existem. Para o nosso sistema de saúde municipal, 23 são os mais importantes para a nossa estratégia de atuação”, disse a enfermeira Nayara Maksoud.

Implementação dos Indicadores

Os indicadores prioritários em nível de Gestão serão implantados por 28 Apoiadores Institucionais. Eles também recebem orientação, em outro curso realizado na Escola de Serviço Público Municipal (ESPI). Depois da definição das ações prioritárias, os profissionais da Semsa vão para as Unidades promover a implementação das ações.

“Esses técnicos estarão prontos para aplicar as metas das ações prioritárias, criadas em nível de gerência. Eles vão estar na ponta do serviço municipal de saúde, do atendimento em todas as unidades. Nós queremos que os resultados deste trabalho seja a melhoria no atendimento da população em nossas unidades de saúde”, disse a coordenadora da Estratégia Saúde da Família da Semsa, Núbya Rodrigues.

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Agnaldo Oliveira Júnior

Prefeitura nomeia 24 médicos aprovados em concurso para atuação na Maternidade Moura Tapajóz

terça-feira, março 17th, 2015

A Prefeitura de Manaus publicou na última sexta-feira, 13, decreto no Diário Oficial do Município (DOM) nomeando 24 médicos aprovados no concurso realizado em 2012 para o quadro de pessoal da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Foram nomeados cinco médicos ginecologistas-obstetras, nove médicos neonatologistas e dez médicos pediatras. O decreto de nomeação pode ser acessado por meio do site http://dom.manaus.am.gov.br.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, informa que todos os 24 médicos irão compor o quadro de pessoal da Maternidade Moura Tapajóz, localizada na Compensa, que oferece atendimento hospitalar à mulher no período da gravidez, parto e puerpério, bem como assistência ao recém-nascido. No ano passado a maternidade realizou aproximadamente 3 mil partos.

“O reforço do quadro de pessoal da maternidade faz parte do trabalho que vem sendo realizado pela Semsa para qualificar cada vez mais o atendimento às mulheres grávidas e aos recém-nascidos, além de fortalecer o combate à mortalidade materna e infantil”, destacou Homero de Miranda Leão Neto.

Os novos servidores nomeados terão um prazo para comparecer na Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) a partir de segunda-feira, dia 23, para orientação quanto aos procedimentos pré-admissionais e checagem de pré-requisitos. As informações definitivas sobre o período de apresentação, datas, horário e local serão publicadas no DOM ainda esta semana por meio de edital de convocação.

O concurso realizado em 2012 ofereceu 1.390 vagas para cargos de Especialista em Saúde (nível superior) e de Assistente em Saúde (níveis médio, médio técnico e fundamental), e 520 vagas para profissionais médicos em diversas especialidades. Já foram nomeados 384 médicos. Nos cargos de Especialista em Saúde e de Assistente em Saúde, a Semsa convocou 1.685 candidatos aprovados, inclusive do cadastro de reserva.

O prazo de validade do concurso da Semsa realizado em 2012 foi prorrogado por mais dois anos, até julho de 2016, por meio dos Decretos de Nº 2.782, de 14 de maio de 2014, e de Nº 2.783, de 14 de maio de 2014.

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Gerente de Jornalismo: Livia Nadjanara

decom.semsa@gmail.com

Gestores e técnicos de 246 UBS recebem capacitação visando metas para 2015

segunda-feira, março 16th, 2015

Gestores e técnicos da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) participaram de atividades de capacitação oferecidos pelo órgão numa iniciativa de que visa o alcance de metas de atuação de cada um dos cinco Distritos de Saúde (Disa) de Manaus. A programação foi realizada durante as últimas três semanas, com os cursos de “Monitoramento e Avaliação de Indicadores Prioritários de Saúde” e “Implantação de Equipes de Saúde”, para atualizar as informações sobre os processos de cumprimento das metas para 2015, treinamento com atuação prática dos gestores e a apresentação dos trabalhos e das metas de atuação dos Disas.

O curso foi realizado na Escola de Serviço Público Municipal (ESPI), envolvendo profissionais de 246 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da capital, em que ficaram estabelecidas ainda metas para o desenvolvimento de ações de prevenção a doenças como tuberculose, hanseníase, malária e dengue. “As outras ações prioritárias de saúde estão relacionadas à cobertura vacinal, realização de exames, consultas médicas, implementação de programas de combate à hipertensão e ao diabetes e, ainda, a visita dos Agentes Comunitários de Saúde que vão criar a atmosfera perfeita para a concretização das estratégias de saúde”, disse o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

Todas as ações foram discutidas para a definição de estratégias e a criação das metas que possam atender a realidade local de cada unidade. Os Disas e os Departamentos serão responsáveis pelo acompanhamento técnico e avaliação da implementação das ações. “Aqui nosso objetivo é levantar as prioridades de atuação, dentro dos 147 indicadores que já existem. Para o nosso sistema de saúde municipal, 23 são os mais importantes para a nossa estratégia de atuação”, disse a enfermeira Nayara Maksoud.

Implementação dos Indicadores

Os indicadores prioritários em nível de Gestão serão implantados por 28 Apoiadores Institucionais. Eles também recebem orientação, em outro curso realizado na Escola de Serviço Público Municipal (ESPI). Depois da definição das ações prioritárias, os profissionais da Semsa vão para as Unidades promover a implementação das ações.

“Esses técnicos estarão prontos para aplicar as metas das ações prioritárias, criadas em nível de gerência. Eles vão estar na ponta do serviço municipal de saúde, do atendimento em todas as unidades. Nós queremos que os resultados deste trabalho seja a melhoria no atendimento da população em nossas unidades de saúde”, disse a coordenadora da Estratégia Saúde da Família da Semsa, Núbya Rodrigues.

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Agnaldo Oliveira Júnior

Semsa participa de ações de prevenção às doenças renais crônicas

sexta-feira, março 13th, 2015

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) participou, na quinta-feira, dia 12, da mobilização sobre a prevenção e a importância do diagnóstico precoce da Doença Renal Crônica. A ação marca o Dia Mundial do Rim, e é realizada em todo o mundo sempre na segunda quinta-feira do mês de março, todos os anos. Em Manaus, a programação ficou sob a coordenação da Regional Amazonas da Sociedade Brasileira de Nefrologia.

A programação acontecerá no Centro Social Urbano do Parque 10, das 17h às 21h, quando a população terá acesso a informações sobre as doenças renais crônicas, com distribuição de material educativo, e poderá ter contato com profissionais de saúde especializados para tirar dúvidas.

“A Doença Renal Crônica consiste em lesão renal e geralmente perda progressiva e irreversível da função dos rins. O diabetes, a pressão alta e as doenças do coração são fatores de risco. Caso não haja o diagnóstico precoce e o tratamento na sua fase inicial, a doença renal crônica pode ocasionar a necessidade de tratamento com hemodiálise ou mesmo transplante de rim”, explica o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão.

A presidente da Regional Amazonas da Sociedade Brasileira de Nefrologia, Karla Petruccelli, ressalta que a edição 2015 do Dia Mundial do Rim irá focar no tema “Rins Saudáveis para todos”, estimulando a prevenção por meio da prática de hábitos de vida saudáveis e do diagnóstico precoce.

“O mundo vem assistindo, ao longo das duas últimas décadas, a um crescimento exponencial da incidência da Doença Renal Crônica. Hábitos alimentares inadequados como o consumo excessivo de sal, o envelhecimento da população e o descontrole dos fatores de risco têm implicado no surgimento de novos casos, resultando em uma epidemia silenciosa que cada vez mais preocupa as autoridades de saúde pública”, reforça Karla Petruccelli.

De acordo com Petruccelli, existem hoje, no Brasil, mais de 100 mil pessoas dependentes de diálise, mais que o dobro do registrado no ano de 2000, quando havia aproximadamente 40 mil pessoas precisando de hemodiálise. A hipertensão (35%) e diabetes (30%) representam as principais causas da Doença Renal Crônica.

“Esses números estão relacionados apenas às fases mais adiantadas e tardias da doença. A estimativa é que para cada paciente em diálise existam entre 20 e 25 pessoas com algum grau de doença renal crônica ainda sem sintomas. Por isso, é essencial reforçar as informações sobre a doença junto à população para que as pessoas possam entender a importância da prevenção”, destaca.

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Gerente de Jornalismo: Livia Nadjanara

decom.semsa@gmail.com

Semsa promove oficina para turma de Residência Multiprofissional

sexta-feira, março 13th, 2015

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e a Universidade Federal do Amazonas (Ufam) promoveram na quinta-feira, 12, uma oficina com o tema “Cuidando do Cuidador”, encerrando as atividades da turma de Residência Multiprofissional em Saúde na Unidade Básica de Saúde (UBS) Josephina de Mello, na zona Leste.

A Residência Multiprofissional é resultado de uma parceria entre a Semsa e a Ufam iniciada em 2010, envolvendo profissionais da equipe do Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV) que prestam serviço em Unidades de Saúde da rede municipal. A Semsa recebe uma turma de residentes a cada ano.

A assistente social da Gerência de Educação na Saúde (Gesau/Semsa), Elizabeth Ferreira Bezerra, explicou que a residência é uma forma de qualificar esses profissionais, integrando o ensino, os serviços de saúde e a comunidade. “É um instrumento que vem contribuindo para a construção de um trabalho coletivo na melhoria da qualidade dos serviços de saúde oferecidos à população. Na UBS Josephina de Mello, a turma da residência atuou durante quatro meses e envolveu profissionais das áreas de farmácia, fisioterapia, nutrição, psicologia, educação física e enfermagem”, destacou Elizabeth Bezerra.

A oficina “Cuidando do Cuidador” aconteceu na UBS Josephina de Mello e reuniu 20 representantes da comunidade que de alguma forma atendem pessoas da própria família que precisam de cuidados especiais, como é o caso de pessoas acamadas. “A atividade foi realizada com o objetivo de oferecer suporte e apoio aos comunitários que são cuidadores”, explicou a assistente social.

Durante a cerimônia de encerramento, representantes da Ufam também realizaram a entrega de certificados aos profissionais do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) que trabalham na UBS e desempenharam o papel de preceptores durante a residência multiprofissional.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Meta da Prefeitura de Manaus é vacinar 45 mil meninas contra o HPV

quarta-feira, março 11th, 2015

Como parte das ações de combate ao câncer de colo de útero, a Prefeitura de Manaus, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), pretende vacinar 45.757 meninas de 9 a 11 anos de idade contra Papiloma Vírus Humano, o HPV. A meta representa 80% do total da população estimada de meninas na faixa etária indicada para a vacinação em Manaus. A partir desta terça-feira, 10, a vacina já pode ser encontrada em 171 Unidades de Saúde, como parte da lista de rotina de vacinas oferecidas à população.

Tomar a vacina contra o HPV na adolescência é uma das ações de prevenção ao câncer de colo de útero, doença que tem alta incidência na região Norte. “Os pais e responsáveis devem orientar as meninas na faixa etária de 09 a 11 anos a procurar uma Unidade de Saúde e tomar a vacina. É preciso apresentar apenas a Caderneta da Adolescente ou o cartão de vacina”, informou a subsecretária de Gestão da Saúde da Semsa, Lubélia de Sá Freire.

Para garantir a eficácia da vacina quadrivalente contra HPV é necessário que a menina tome as três doses programadas, sendo que a segunda deve ser aplicada depois de seis meses da primeira e a terceira após cinco anos. A Semsa também estará vacinando as meninas que iniciaram a vacinação nas campanhas de 2013 e 2014, mas que ainda não completaram o esquema vacinal com todas as doses da vacina.

Uma nova forma de oferta da vacina será para mulheres com idade entre 9 a 26 anos vivendo com HIV, que poderão ser imunizadas contra o HPV nos Serviços de Acompanhamento Especializado em HIV/Aids (SAEs), mediante apresentação da prescrição médica.

Lubélia Freire lembra ainda que o câncer de colo de útero pode ser prevenido com as consultas e exames como o papanicolau (preventivo), disponíveis nas UBSs e nas Unidades Móveis de Saúde. “Fazendo isso, de forma periódica, de acordo com a recomendação médicas, as mulheres têm chances de evitar completamente o câncer ou de detectar a doença logo no início, aumentando as possibilidades de cura”, reforçou a subsecretária.

Para a costureira Marise da Silva Santos, que levou a neta de 11 anos para ser vacinada contra o HPV na UBS Leonor Brilhante, no bairro Tancredo Neves, a imunização é uma forma de ficar mais tranquila quanto à prevenção do câncer. “Eu me preocupo muito com a minha neta porque aos 37 anos fui diagnosticada com o início dessa doença. Como o diagnóstico foi precoce, fiz o tratamento, a doença não se desenvolveu e fiquei curada. Agora temos a vacina disponível e fico mais segura quanto à saúde da minha neta”, destacou Marise.

A população pode encaminhar suas dúvidas para o e-mail imunização.semsa@pmm.am.gov.br, canal criado pela Semsa para atender diretamente aos interessados.

 

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Gerente de Jornalismo: Livia Nadjanara

Fotos:Assessoria de comunicação

Prefeitura vai disponibilizar vacina contra o HPV em 171 Unidades de Saúde

sexta-feira, março 6th, 2015

A partir da próxima terça-feira, 10, a vacina quadrivalente contra o HPV, que previne a ocorrência do câncer do colo de útero, estará disponível na rotina de serviço das 171 Unidades de Saúde da rede municipal que possuem sala de vacina. O público-alvo são meninas de 9 a 11 anos e o serviço faz parte do Calendário Nacional de Vacinação.

No momento da vacina não é obrigatório o acompanhamento de pais ou responsáveis, nem assinatura de termos de autorização ou recusa. A menina deverá apresentar apenas a sua Caderneta da Adolescente ou o próprio cartão de vacina. O esquema da aplicação quadrivalente inclui três doses, sendo que a segunda dose deve ser aplicada depois de seis meses e a terceira após 60 meses da primeira dose.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, explica que a estimativa é de que Manaus tenha atualmente uma população de 57.196 meninas com idade entre 9 e 11 anos e a meta é vacinar, no mínimo, 80% desse público-alvo. “As meninas que participaram das campanhas em 2013 e 2014 e não receberam todas as doses da vacina também poderão procurar as Unidades de Saúde, mas devem comprovar a vacinação anterior apresentando o cartão de vacina”, informa Homero de Miranda Leão.

A Prefeitura de Manaus e o Governo do Estado iniciaram a oferta da vacina contra o HPV em 2013, considerando a alta incidência e mortalidade por câncer de colo de útero na região Norte.  Mesmo com alta incidência, é um tipo de câncer que apresenta forte potencial de prevenção e cura quando diagnosticado precocemente por meio de consultas regulares ao ginecologista e pela realização regular dos exames recomendados. “A vacinação para a prevenção do HPV é mais uma das estratégias que está sendo disponibilizada para a população na prevenção da doença e é importante que todas as meninas completem o esquema vacinal para que a imunização seja garantida”, destaca o secretário.

Em 2013, na vacinação contra o HPV, 9,6 mil meninas não completaram o esquema vacinal. Em 2014, um total de 6,7 mil meninas não receberam a segunda dose da vacina.

Novidade

Este ano, a imunização contra o HPV também estará disponível nos Serviços de Acompanhamento Especializado em HIV/Aids (SAEs) para beneficiar mulheres com idade entre 9 e 26 anos vivendo com HIV, mediante apresentação da prescrição médica.

O esclarecimento de dúvidas pode ser feito pelo e-mail imunização.semsa@pmm.am.gov.br.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Rede municipal de saúde ganha 17 novos profissionais do “Mais Médicos”

sexta-feira, março 6th, 2015

Os 17 profissionais aprovados no último edital do programa “Mais Médicos”, do Ministério da Saúde, foram recebidos em uma atividade de acolhimento promovida pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), nesta quinta-feira, 5. Os médicos selecionados são do Amazonas, Amapá, Pará, Bahia e do Peru –naturalizados brasileiros – e atenderão a todos os Distritos de Saúde (Disas) de Manaus.

Os médicos brasileiros e naturalizados contemplados no edital iniciam suas atividades nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da Estratégia Saúde da Família a partir de segunda-feira, 9.  Serão dois para o Disa Sul, cinco para o Disa Oeste, um para o Disa Norte, oito para o Disa Leste e um para o Disa Rural. “O reforço médico é sempre muito bem-vindo em nossas unidades de saúde. Na medida em que eles são integrados, aumentamos o número de atendimentos e estamos garantindo a saúde da população que procura nossos serviços nas Unidades Básicas”, avaliou o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

Com a chegada dos médicos, a rede municipal de saúde passa a dispor de 105 profissionais oriundos do “Mais Médicos”. Eles terão carga horária de 40 horas semanais, sendo 32 horas nas UBSs e oito horas na especialização em Saúde da Família. A remuneração dos profissionais será de R$ 10,5 mil/mês, contrapartida efetuada pelo Ministério da Saúde. “Os profissionais vão nos ajudar a suprir cem por cento das necessidades da Estratégia Saúde da Família, o que nos dá a certeza de resultados diretos na qualidade do atendimento em nossas unidades”, ressaltou a subsecretária de gestão em saúde, Lubélia Sá Freire.

Para o médico Humberto Daza, a oportunidade de prestar serviços à comunidade é ímpar. “Estar próximo aos pacientes, trabalhando na Estratégia Saúde da Família é uma experiência que vou levar para o resto da minha vida e, quem sabe, para o meu país também”, disse o médico peruano naturalizado brasileiro. A experiência no serviço público também foi ponto de convergência entre os novos integrantes da rede municipal de saúde, tendo na atenção básica a formação de um legado profissional rico. “Tenho certeza de que vai ser uma experiência única, pois, para atuar na medicina precisamos encontrar com os casos que surgem nas comunidades”, afirmou Célia.

 

O programa

O “Mais Médicos” faz parte de um planejamento que prevê melhoria do atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde, por intermédio de investimentos em infraestrutura de hospitais e unidades básicas de saúde, além de proporcionar maior número de profissionais médicos para regiões onde há déficit. As vagas são oferecidas prioritariamente a médicos brasileiros interessados em atuar nas regiões onde faltam profissionais. Em casos de não preenchimento de todas as vagas, o Brasil aceitará candidaturas de estrangeiros, com a intenção de resolver esse problema, que é emergencial para o país.

A primeira turma de médicos do programa chegou à Manaus em março de 2013 e a segunda em junho de 2014. Atualmente, o Brasil possui 1,8 médicos a cada mil habitantes e esse índice é menor que em outros países, como a Argentina (3,2), Uruguai (3,7), Portugal (3,9) e Espanha (4). O programa visa diminuir essa carência que também reflete na distribuição desigual de médicos nas regiões, em que 22 estados possuem número de médicos abaixo da média nacional.

 

Reportagem: Agnaldo Oliveira Júnior

Fotos: José Nildo

Comunitários das zonas Norte e Leste destacam propostas para a saúde em seus bairros

sexta-feira, março 6th, 2015

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, reuniu-se com mais de 30 comunitários de bairros das zonas Norte e Leste para ouvir demandas relacionadas a estas áreas da cidade. Entre as solicitações, estavam a construção de novas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), a disponibilização de unidades móveis (carretas) e o reforço de Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) para visita domiciliar.

Durante a reunião, o secretário agradeceu ao convite dos comunitários e ressaltou a importância do diálogo com os usuários, como orienta o prefeito Arthur Virgílio Neto. “É essencial atualizarmos rotineiramente as necessidades da saúde da população e nosso compromisso é dispor de todos os recursos possíveis para resolvermos as demandas que surgem”, explicou o secretário.

A representante comunitária Marilene de Souza Ferreira, do Santa Inês, bairro da zona Norte de Manaus, declarou que a presença da estrutura municipal em encontros como esse reforça o laço entre a comunidade e o poder público em busca de melhoria no atendimento. “Reconhecer que existem coisas a melhorar é o primeiro passo. É a primeira vez que um secretário de saúde vem até aqui para saber o que precisamos. Tenho certeza que ele vai conversar com o prefeito Arthur Neto para mostrar o que é necessário fazer e isso mostra que nossas demandas estão próximas de serem atendidas”, disse.

Todas as comunidades representadas no encontro entraram em uma programação de visitas técnicas de equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) a fim de reunir informações mais precisas sobre equipamentos urbanos de saúde nas proximidades e, a partir dessa coleta de dados, apresentar um plano de ações para atender as necessidades apontadas.

 

Nova UBS na zona Centro-Oeste

Na zona Centro-Oeste, no bairro Alvorada 3, a Semsa planeja a instalação de uma nova UBS, no local onde hoje funciona o Centro de Endemias da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS). A estrutura prevista para o espaço é de duas equipes multidisciplinares, com estimativa de capacidade de atendimento para oito mil usuários da área.

 

Foto: José Nildo

Campos Sales recebe serviços de três Unidades Móveis de Saúde até o dia 8 de abril

quarta-feira, março 4th, 2015

Desde esta quarta-feira, 4, moradores do loteamento Campos Sales, no Tarumã, zona Oeste, começaram a contar com os serviços de três Unidades Móveis de Saúde da Prefeitura de Manaus preparadas para oferecer serviços odontológicos, médico-laboratoriais e de atendimento à mulher até o dia 8 de abril. As unidades estão localizadas na rua Jacamim, esquina com a Aracuã, s/n, com funcionamento diário de 8h às 17h.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, a ação planejada para atender o bairro por mais de 30 dias visa oferecer aos usuários dessa área atendimentos odontológicos ambulatoriais, além de acesso às consultas com médicos (clínico geral e pediatra), realização de exames preventivos (papanicolau), serviços de coleta de material de exames laboratoriais, de imunização e de farmácia. As unidades estão preparadas para oferecer os serviços diariamente, com a distribuição de senhas para aqueles que buscam atendimento pela primeira vez ou mesmo aqueles que vêm encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde mais próximas para a realização de exames.

“A missão do Programa Saúde Manaus Itinerante é atender aqueles que mais precisam e, para isso, buscamos identificar aqueles locais de maior dificuldade de acesso aos equipamentos de saúde para ir até lá levar os serviços”, explicou William Terra, gerente do programa. A expectativa para as atividades no bairro Campos Sales é de que apenas a Unidade Móvel de Saúde da Mulher tenha a capacidade total para oferecer 800 mamografias e mil ultrassonografias no período em que permanecer no bairro, sempre pela manhã e à tarde, de segunda a sábado.

Em meio a dezenas de pessoas que aguardavam atendimento nas primeiras horas da manhã, a dona de casa Ana Cristina Gonçalves, 40, moradora do Campos Sales há 14 anos, revelou a sua satisfação com a oferta dos serviços. “Estou muito satisfeita, pois só nessa manhã eu já fiz mamografia e o preventivo, e já volto à tarde para a consulta com o clínico geral. As carretas vieram em boa hora. Quando eu soube que iam oferecer esses serviços aqui no bairro eu tratei de vir e trouxe minhas vizinhas e amigas da igreja”, comemorou.

Para o membro da Associação dos Moradores do Campos Sales, Francisco Eli Fernandes, a atenção para as necessidades da comunidade na área da saúde é um avanço significativo diante das dificuldades enfrentadas. “Com as carretas aqui, está tudo caminhando certo. Estamos fazendo nossa parte também de convidar todos os que precisam para aproveitarem a oportunidade de fazer suas consultas e seus exames”, ressaltou.

A programação de atendimento das Unidades Móveis de Saúde no Campos Sales e em outros endereços na capital pode ser acessada no semsa.manaus.am.gov.br.

Reportagem: Agnaldo Oliveira Júnior

Fotos: Assessoria de comunicação

Residentes começam a atuar em UBS na zona Leste para compartilhar experiências com a comunidade

quarta-feira, março 4th, 2015

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA) firmaram parceria para o treinamento em serviço de 15 profissionais formados nas áreas de Enfermaria, Farmácia, Psicologia, Educação Física e Odontologia, para atuação na Unidade Básica de Saúde Ivone Lima, na zona Leste, pelo período mínimo de seis meses.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, ressaltou que a residência é coordenada pela UEA com a supervisão de preceptores, profissionais que prestam serviços na unidade. Eles vão acompanhar os profissionais em experiência diariamente e realizarão a análise de competência individual a cada três meses. Entre os itens avaliados há a interação com a equipe, conhecimentos teórico e prático, ética profissional e o desenvolvimento de pesquisas.

“Nós queremos criar a possibilidade de uma vivência dos profissionais com a realidade que eles vão encontrar quando a especialidade for a Saúde da Família e a comunidade. Daqui, certamente, todos vão sair preparados para atuar com competência no mercado de trabalho e, quem sabe, podem retornar ao serviço público para dar sua contrapartida”, avaliou o secretário.

A coordenadora da residência da UEA, enfermeira Isabela Gonçalves, explicou que o treinamento terá carga horária de 60 horas semanais, sendo 45 horas para as atividades práticas e 15 horas para as atividades teóricas. “Ao final, o residente precisa somar 5.760 horas, atuando de segunda à quinta-feira na Unidade Básica e aos sábados e domingos no Campus da Universidade”, disse. Cada residente recebe uma bolsa de estudos do Ministério da Educação, no valor equivalente a R$ 2,9 mil.

UBS Ivone Lima

A Unidade Básica de Saúde (UBS) Ivone Lima está localizada na Rua 8, s/n, bairro Ouro Verde, zona Leste e, atualmente, conta com equipe de 96 profissionais, entre médicos, enfermeiros, cirurgiões-dentistas, técnicos em enfermagem, auxiliares de saúde bucal e agentes comunitários de saúde. Na UBS funciona um Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) com pediatra, assistente social, psicólogo, nutricionista, terapeuta ocupacional, fisioterapeuta e educador físico. A unidade realiza aproximadamente 1,2 mil atendimentos ao mês, além de 600 exames de ultrassonografia e eletrocardiograma.

“A chegada dos residentes é um reforço para a equipe da UBS, mas é também a oportunidade de compartilhar conceitos importantes sobre Saúde da Família e sobre a atuação médica nas comunidades”, destacou a diretora da UBS Ivone Lima, Francicleia Azevedo.

Reportagem: Agnaldo Oliveira Júnior

Fotos: José Nildo

Unidades Móveis de Saúde integram programação especial em homenagem às mulheres

quarta-feira, março 4th, 2015

Na semana que antecede às comemorações ao Dia Internacional da Mulher, duas Unidades Móveis de Saúde da Mulher da Prefeitura de Manaus vão oferecer exames de mamografia e de ultrassonografia (abdominal total, abdominal superior, transvaginal, pélvica, obstétrica, vias urinárias, tireoide e mamas) para as usuárias da rede municipal de saúde.

A partir desta segunda-feira, 2, uma Unidade Móvel de Saúde da Mulher vai estar na Delegacia da Mulher, localizada na Avenida Mário Ypiranga; e, na quarta-feira, 4, a outra unidade vai estar estacionada na Rua Jacamim, s/n, no Campos Sales, ao lado da Igreja Batista Bíblica.

A unidade que ficará na Delegacia da Mulher faz parte da programação especial desenvolvida em parceria com a Delegacia Especializada em Crimes Contra a Mulher (DECCM) durante o evento “O primeiro Amor é o Amor próprio. Cuide-se”. Os atendimentos serão realizados até sexta-feira, 6, com eventos especiais na quinta e na sexta-feira, com a realização de consultas médicas, coletas laboratoriais, vacinação e coleta de exames preventivos.

Unidades Móveis de Saúde em outros endereços

Os bairros do Puraquequara e Campos Sales são os próximos a receber os serviços das Unidades Móveis de Saúde Odontológica e Médico-Laboratorial. A partir desta quarta-feira, 4, na Rua Barroso, s/n, no bairro Puraquequara, em frente à Unidade Básica de Saúde (UBS) Platão Araújo, duas unidades ficarão estacionadas para oferecer atendimentos aos usuários das proximidades até o dia 27 de março. Já na Rua Jacamim, no bairro Campos Sales, as unidades de serviços odontológicos e médico-laboratoriais se juntam à unidade voltada para o atendimento da mulher para oferecer atendimento odontológico ambulatorial e acesso a consultas com médicos clínico geral e pediatra, além de exames preventivos (papanicolau), serviços de coleta de material de exames laboratoriais, de imunização e de farmácia.

A programação completa com o período de oferta dos serviços e endereços com a localização das unidades móveis pode ser acessada no site: semsa.manaus.am.gov.br

Reportagem: Agnaldo Oliveira Júnior

 

Fotos:Assessoria de comunicação

Combate à febre chikungunya reúne Arquidiocese e Prefeitura de Manaus em parceria

quarta-feira, março 4th, 2015

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), e a Arquidiocese de Manaus estabeleceram uma parceria para a execução de um plano de mobilização social contra a febre chikungunya. O plano consiste em informar a população e garantir o controle da doença que, desde outubro de 2014, já teve seis casos confirmados, porém todos de pessoas provenientes de outros países, a maioria da Venezuela.

O secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, ressalta que a parceria com a Arquidiocese de Manaus se soma a diversos esforços da Prefeitura de Manaus para combater a febre chikungunya, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, o mesmo que transmite a dengue. “O controle da chikungunya, assim como no caso da dengue, só pode ter resultados positivos com a mobilização de toda a sociedade e com ações intersetoriais, incluindo o poder público, as empresas, escolas e igrejas”, destacou.

Na terça-feira, 3, aconteceu uma mobilização na Igreja Nossa Senhora de Aparecida, no bairro Aparecida, das 8h às 20h, para sensibilizar os fiéis que participam da novena. Durante a ação, profissionais dos Distritos de Saúde Sul, Oeste e Rural realizaram ações educativas apresentando o ciclo evolutivo do mosquito, com jogos educativos e distribuição de folderes informativos. No dia 19 de março, também haverá uma grande mobilização no Centro Cultural Povos da Amazônia para marcar o Dia de São José.

Ainda como parte da programação, a Semsa promoveu, no último sábado, 28 de fevereiro, um simpósio para multiplicadores de informações sobre a prevenção e combate ao Aedes aegypti, reunindo 150 agentes da Pastoral da Saúde.

Doença

A diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae/Semsa), Angélica Tavares, explica que a febre chikungunya é uma doença causada por um vírus do gênero Alphavirus transmitida por mosquitos do gênero Aedes, sendo o Aedes aegypti e o Aedes albopictus os principais vetores.

 

“A população deve ficar alerta aos sinais e sintomas, que são parecidos com os da dengue: febre alta de início repentino (acima de 38,5 graus), dores intensas nas articulações e inchaço, dores de cabeça, dores nos músculos, manchas vermelhas na pele. A maior diferença dos casos de dengue é que nos casos de chikungunya o paciente pode continuar com alguns sintomas durante meses ou até anos”, alertou Angélica Tavares.

Desde o início do alerta para a doença no Brasil, a Semsa vem realizando ações para conter a propagação da chikungunya, com a investigação epidemiológica dos casos suspeitos, realizando os bloqueios mecânicos e químicos do mosquito e ações de educação em saúde. O trabalho é reforçado nas áreas da cidade onde há o registro de casos suspeitos, reduzindo as chances de transmissão da doença.

No Brasil, o Ministério da Saúde já registrou 3.867 casos suspeitos, 2.776 confirmados, sendo 100 casos importados, todos provenientes do exterior. Em Manaus, apenas seis casos foram identificados e a Semsa ainda aguarda o resultado laboratorial de 18 casos suspeitos.

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370

Novos servidores recebem informações sobre estrutura organizacional da Semsa

segunda-feira, março 2nd, 2015

Mais de 500 profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) participaram nesta sexta-feira, 27, de um Seminário de Integração direcionado para os servidores convocados do concurso público realizado em 2012. O seminário aconteceu no auditório Belarmino Lins, na Assembleia Legislativa do Amazonas do Estado do Amazonas (Aleam), com a presença do secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto.

Para o secretário, o seminário é um momento de oferecer as boas vindas aos servidores que estão ingressando no serviço público municipal e de abertura para novas ideias. “São pessoas que estão chegando à Semsa com ideias novas e que podem contribuir de forma efetiva na oferta de serviços de maior qualidade para a população”, destacou.

Periodicamente, a rede municipal de saúde realiza o seminário como uma forma de acolher os novos servidores e esclarecer questões sobre a estrutura organizacional da secretaria e os direitos e deveres do servidor, além de abordar temas como o Estatuto do Servidor Público Municipal, o Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios da Semsa (PCCS), o processo de Avaliação de Desempenho dos Servidores; o Manual de Conduta do Servidor; o Plano de Saúde da ManausMed; e os benefícios previdenciários dos trabalhadores.

Para a assistente administrativa Jucinara Machado, que tomou posse do cargo em novembro de 2014 na Unidade Básica de Saúde (UBS) José Figliuolo, localizada no Conjunto Viver Melhor, zona Norte, o seminário também é uma forma de conhecer melhor a estrutura administrativa da Semsa, permitindo esclarecimentos que serão definitivos para o melhor atendimento à população. “A acolhida na UBS foi ótima e nossa equipe já formou uma família, mas o seminário é importante porque não tivemos informações mais específicas logo que tomamos posse”, informou Jucinara Machado.

O concurso realizado em 2012 ofereceu 1.390 vagas para cargos de Especialista em Saúde (nível superior) e de Assistente em Saúde (níveis médio, médio técnico e fundamental), e 520 vagas para profissionais médicos – em diversas especialidades. Já foram convocados 360 médicos. Nos cargos de Especialista em Saúde e de Assistente em Saúde, a Semsa convocou 1.679 candidatos aprovados, entrando inclusive no cadastro de reserva.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Prevenção às LER/DORTs é reforçada na rede municipal de saúde

segunda-feira, março 2nd, 2015

No sábado, 28, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e o Centro de Referência Municipal em Saúde do Trabalhador (Cerest/Manaus) comemoraram o Dia de Conscientização sobre as Lesões por Esforços Repetitivos e de Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (LER / DORT), reforçando a importância das ações preventivas junto aos trabalhadores.

No ano passado, o município de Manaus notificou 222 casos de Lesões por Esforços Repetitivos e de Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho (LER / DORT). O número representa o dobro do registrado no ano de 2013, quando houve a notificação de 110 casos no Sistema Único de Saúde (SUS). A informação é do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan/SUS), do Ministério da Saúde.

A diretora do Cerest/Manaus, Verônica Souza, explicou que o aumento no número de registro de lesões por LER/DORT também é resultado do esforço realizado pela Semsa para garantir que os profissionais de saúde notifiquem os casos que são atendidos na rede pública de saúde. “A notificação é um instrumento essencial na elaboração de medidas de saúde pública porque permite contabilizar o número de pessoas que estão adoecendo. A partir daí, é possível iniciar ações mais efetivas de vigilância e promoção à saúde do trabalhador, evitando que mais trabalhadores adoeçam”, informou Verônica Souza.

Lesões

A fisioterapeuta do Cerest/Manaus, Flávia Palhares, explicou que as LER/DORTs representam um conjunto de doenças desencadeadas pelo trabalho e que incluem bursite, tendinite, tenossinovite, epicondilite, síndrome do túnel do carpo, dedo em gatilho, síndrome do desfiladeiro torácico, síndrome do pronador redondo, mialgias, entre outras doenças que afetam músculos, nervos e tendões.

Os danos surgem a partir da utilização excessiva do corpo e da falta de tempo para recuperação. A parte do corpo mais afetada são os membros superiores, provocando sintomas como dor, cansaço, dormência e sensação de peso, atingindo principalmente pessoas do sexo feminino.

“São lesões que devem preocupar toda a sociedade por alterar a capacidade funcional da região comprometida pela doença e, consequentemente, prejudicar o desempenho do trabalhador. Resultam na perda da produtividade e em prejuízos sociais e financeiros para o paciente e a empresa”, alertou Flávia Palhares.

As LER/DORTs acometem trabalhadores de diferentes áreas, principalmente aqueles que desenvolvem atividades como o teleatendimento, caixa, digitação, escrituração, montagem de pequenas peças e componentes, manufaturados (calçados), costura, embalagem, telefonistas, passadeiras, cozinheiras, trabalhadores de limpeza, auxiliares de odontologia, cortadores de cana, controle de qualidade, montador de chicote, montador de tubos de imagem, operação de máquinas, operação de terminais de computador, auxiliar de administração, entre outros. “São ramos de atividades onde os trabalhadores estão mais expostos a condições de trabalho que propiciam o surgimento e/ou agravamento de quadros relacionados às LER/DORTs”, explicou a fisioterapeuta.

O trabalhador que apresentar sintomas das lesões deve procurar a Unidade de Saúde mais próxima de sua residência. Para tratar os pacientes portadores de LER/DORT, a rede municipal de saúde oferece atendimento com profissionais ortopedistas, fisioterapeutas e psicólogos, com acesso por meio do Sistema de Regulação (Sisreg).

O Cerest também disponibiliza para trabalhadores e empresas material educativo com orientações sobre como evitar o surgimento ou agravamento das doenças, além de manter profissionais capacitados para realizar palestras e outras atividades educativas. O telefone de contato é o 3654-1868.

Notificação

As LER/DORTs são um dos 11 agravos relacionados ao trabalho que são de notificação compulsória, ou seja, os profissionais de saúde são obrigados a realizar a notificação junto ao Sistema Único de Saúde (SUS). Os outros dez agravos são: Acidente com exposição a material biológico relacionado ao trabalho; Acidente de trabalho com mutilações; Acidente de trabalho em crianças e adolescentes; Acidente de trabalho fatal; Câncer Relacionado ao Trabalho; Dermatoses ocupacionais; Perda Auditiva Induzida por Ruído relacionada ao trabalho; Pneumoconioses relacionadas ao trabalho; Intoxicações Exógenas (por subst. químicas, incluindo agrotóxicos, gases tóxicos e metais pesados); e Transtornos Mentais Relacionados ao Trabalho.

Diagnóstico das LER/DORTs

O diagnóstico é basicamente clínico. O mais importante é determinar a causa dos sintomas para eleger o tratamento adequado. Para tanto, muitas vezes, é preciso recorrer a uma avaliação multidisciplinar.

Sintomas

Os principais sintomas são dor nos membros superiores e nos dedos, dificuldade para movimentá-los, formigamento, fadiga muscular, alteração da temperatura e da sensibilidade, redução na amplitude do movimento, inflamação.

É importante destacar que na maioria das vezes, esses sintomas estão relacionados com uma atividade inadequada, não só dos membros superiores, mas sim de todo o corpo.

Tratamento

Nas crises agudas de dor, o tratamento inclui o uso de anti-inflamatórios e repouso das estruturas musculoesqueléticas comprometidas. Nas fases mais avançadas da síndrome, a aplicação de corticoides na área da lesão ou por via oral, fisioterapia e intervenção cirúrgica são recursos terapêuticos que devem ser considerados.

Os conhecimentos da ergonomia, ciência que estuda a melhor forma de atingir e preservar o equilíbrio entre o homem, a máquina, as condições de trabalho e o ambiente com o objetivo de assegurar eficiência e bem-estar do trabalhador, têm sido úteis no tratamento e prevenção.

Recomendações

—   Procure manter as costas eretas, apoiadas num encosto confortável e os ombros relaxados enquanto estiver trabalhando sentado. Cuide também para que os punhos não estejam dobrados. A cada hora, pelo menos, levante-se, ande um pouco e faça alongamentos;

—   Certifique-se de que a cadeira e/ou banco em que se senta para trabalhar sejam adequados ao tipo de atividade que você exerce;

—   Não imagine que LER é uma síndrome que acomete apenas as pessoas que trabalham em determinadas funções. Quem usa o computador, por exemplo, para o lazer durante horas a fio, também está sujeito a desenvolver o distúrbio;

—   Atenção: qualquer região do corpo pode ser afetada por LER/DORT, desde que seja exposta a mecanismos de traumas contínuos. Portanto, a síndrome pode manifestar-se em regiões do corpo como a coluna lombar, se a sobrecarga ocorrer na coluna lombar ou no tendão do calcâneo (tendão de Aquiles), e se a pessoa caminha ou corre longas distâncias.

 

Foto: Departamento de Comunicação

Reivindicação de usuários para reativar UBS em prédio anterior deve ser atendida em 60 dias

sexta-feira, fevereiro 27th, 2015

reinvidicUBS (2)

Em atenção à reivindicação de moradores do bairro São Francisco, zona Sul, para retomar o funcionamento da Unidade Básica de Saúde da Família – Sul 48 em um imóvel que havia sido desativado há seis anos por problemas estruturais, o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, visitou a UBS localizada na rua Pimenta Bueno, na manhã desta quinta-feira, 26, com a intenção de identificar a possibilidade de retomar o atendimento no local, após reformas.

“A previsão é de que no máximo em 60 dias possamos concluir toda a reforma da UBSF e retomar o atendimento no prédio, atendendo a reivindicação da população”, disse o secretário. Mesmo com a desativação do prédio há seis anos, a equipe da UBSF, formada por médico, enfermeiro, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde, foi deslocada para a UBS São Francisco, realizando o atendimento dos moradores da área de abrangência do prédio da Unidade de Saúde, conforme determina a Estratégia Saúde da Família (ESF).

No final de 2014, a equipe passou a atender na Escola Municipal Tereza Abtibol, localizada em uma área mais próxima ao prédio da UBSF. Para o empilhador Luiz França, que mora no bairro há 30 anos, a presença da equipe no prédio da UBSF – S 48, mais próxima da comunidade, vai garantir um acesso mais fácil aos serviços de saúde, como era realizado antes da desativação do prédio. “Eu tenho carro e posso fazer o deslocamento de forma facilitada, mas os demais moradores, que precisam descer e subir ladeira para chegar a outro local de atendimento, têm muita dificuldade e por isso mobilizamos a comunidade para retomar o funcionamento do prédio”, destacou o morador.

A equipe da UBSF – S 48, com estrutura física construída de 32 metros quadrados, é responsável pelo atendimento de 4,5 mil pessoas. Cada UBSF oferece serviços como administração de medicamentos, aferição de pressão arterial, atividades de promoção e prevenção à saúde, acompanhamento de programas sociais como o Bolsa Família, consulta de enfermagem e médica em atenção primária à saúde, curativo, dispensação de medicamentos, imunização e nebulização.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Fotos: José Nildo

Semsa promove integração de novos servidores

sexta-feira, fevereiro 27th, 2015

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai promover nesta sexta-feira, 27, um seminário para a integração de 563 novos servidores. A integração vai reunir profissionais que iniciaram a atuação na Semsa, após aprovação e chamada do concurso público realizado em 2012 e, ainda, aqueles que foram convocados nas últimas chamadas, mas ainda não participaram do evento.

“O seminário é realizado periodicamente para que todos os novos servidores tenham a oportunidade de participar da integração, quando podem ter acesso a uma série de informações que vai permitir uma melhor atuação profissional de cada um deles”, informa o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto. O seminário vai acontecer no auditório Berlamino Lins, na Assembleia Legislativa do Amazonas, Av. Mário Ypiranga Monteiro, 3950 – Parque Dez, a partir das 8h.

O evento será coordenado pela Gerência de Gestão da Educação na Saúde (Gesau) da Semsa e contará com a participação de representantes do Serviço de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Município de Manaus (ManausMed).

Durante o seminário, haverá a apresentação de temas, como: a estrutura organizacional da Semsa; as ações de fortalecimento da Atenção Primária à Saúde; o Estatuto do Servidor Público Municipal; o Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios da Semsa (PCCS); a Avaliação de Desempenho dos Servidores; o Manual de Conduta do Servidor; o Plano de Saúde da ManausMed; e os benefícios previdenciários dos trabalhadores.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Departamento de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): 92 3236-8315 / 98842-8370