Archive for the ‘noticias’ Category

Semsa divulga ações no 12º Congresso Brasileiro de Medicina

segunda-feira, junho 3rd, 2013

O município de Manaus será representado no 12º Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade (CBMFC) por profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) que atuam na coordenação técnica dos programas de saúde e no atendimento à população nas Unidades de Básicas. O evento teve início na quarta-feira, dia 29 de maio, em Belém, capital do estado do Pará,

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que é a primeira vez que uma cidade da região Norte sedia um evento desse porte abordando o tema Medicina da Família e Comunidade. “A escolha da região Norte para sediar o congresso demonstra o aumento da importância que a Medicina de Família e Comunidade tem apresentado para a oferta de serviços de saúde que são oferecidos para a população em toda a região”, destaca Evandro Melo.

O congresso, que foi encerrado no domingo, dia 2 de junho, abordou o tema ‘Medicina de Família e Comunidade: acesso com qualidade’, reuniu trabalhos científicos organizados em quatro categorias: pesquisa qualitativa, pesquisa quantitativa, relatos de experiências e temas de revisão. Os eixos temáticos abordados no evento foram o Cuidado individual, familiar e comunitário, Política e Gestão, Formação e Pesquisa. O objetivo foi apresentar relatos de pesquisa ou ações/intervenções nos diversos campos de Medicina de Família e Comunidade.

Os trabalhos foram apresentados em formato de pôsteres e de comunicação oral coordenada, mas a organização do congresso instituiu na programação outras formas de expressão com a IV Mostra de Vídeo, IV Mostra de Fotografias, III Concurso de Contos e o I Concurso de Cantigas, Versos, Prosas, todos abordando o tema Saúde da Família.

“Alguns profissionais da Semsa inscreveram vídeos, outros farão a divulgação de ações através de pôsteres ou participarão de oficinas de qualificação durante o evento. A Semsa também fará a montagem de um estande para divulgar as ações realizadas em Manaus”, informa Melo.

Após o encerramento do evento, os profissionais da Semsa (médicos, enfermeiros, assistentes sociais, entre outras categorias) deverão elaborar um produto para aplicação nos serviços de saúde e para a multiplicação de informações entre os demais profissionais da área.

___________________________
Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Eurivânia Galúcio
Coordenação: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315
ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Prefeitura lança campanha contra o HPV

quarta-feira, maio 29th, 2013

A Prefeitura de Manaus lançou, nesta terça-feira, 28, a Campanha de Vacinação Contra o HPV, vírus que pode provocar câncer de colo do útero. As ações serão realizadas dentro das escolas, em parceria entre as Secretarias Municipais de Saúde (Semsa) e Educação (Semed).

A campanha pretende imunizar 60 mil adolescentes de 11 a 13 anos e começará a percorrer as escolas do munícipio no segundo semestre. Nesta terça-feira, as diretrizes do projeto foram explicadas para os diretores escolares em evento no auditório da Prefeitura.

De acordo com o Secretário de Educação,  Pauderney Avelino, essa é uma ação cristã e humana idealizada pelo Governo do Estado e abraçada pela Prefeitura. “É uma excelente iniciativa, mas que precisa da ajuda dos professores e diretores para conscientizar os pais e as alunas da importância dessa vacina. Juntos vamos erradicar essa moléstia que acomete milhares de amazonenses”, disse.

O Secretário de Saúde do Município Evandro Melo foi o preletor do dia e ministrou uma palestra falando sobre o vírus e suas causas.

HPV o que é?

O HPV (papilomavírus humano) é um grupo de vírus que pode formar verrugas na pele, regiões orais, anal, genital e da uretra e pode causar câncer de colo de útero.

A principal forma de transmissão do HPV é por via sexual, sendo a doença sexualmente transmissível mais frequente. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) a cada ano 500 mil mulheres são acometidas com câncer de colo de útero, sendo que destas 250 mil chegam a óbito.

No Brasil é a segunda maior causa morte de câncer, ficando atrás somente do câncer de mama.

Semsa busca redução da mortalidade materna

quarta-feira, maio 29th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está intensificando as ações de prevenção ao óbito materno usando estratégias como: fortalecimento das Redes de Atenção à Saúde da Mulher; qualificação da assistência nos serviços de saúde; e investimento no planejamento reprodutivo. Para isso, realizou nesta terça-feira, 28, a 1ª Jornada de Prevenção ao Óbito Materno e de Luta pela Saúde da Mulher.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, a Semsa quer reduzir o índice de mortalidade materna no município de Manaus, que, no ano de 2012, registrou uma razão de 53,6 óbitos por 100 mil nascidos vivos, quase a metade do registrado em 2009, quando o número chegou a 98,6/100.000 nascidos vivos. A principal causa de morte materna em Manaus é infecção puerperal (período após o parto), seguido de hipertensão arterial e hemorragias.

O evento, realizado no auditório da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA/UEA), contou com a participação de profissionais de saúde, responsáveis técnicos pelo programa Saúde da Mulher, representantes de instituições de ensino e de associações profissionais, tendo como finalidade proporcionar um espaço para troca de informações atualizadas sobre o tema entre as entidades que contribuem para a redução da mortalidade materna e a melhoria da qualidade da assistência à mulher.

A chefe do Núcleo de Saúde da Mulher da Semsa, Rita de Cássia Castro de Jesus, explicou que pelo menos 90% dos casos de óbitos maternos registrados em todo o Brasil podem ser evitados, mas para isso é preciso que se continue investindo na qualificação da assistência à grávida, tanto em relação aos profissionais de saúde quanto às redes de atendimento desde o pré-natal até o caso de gravidez de alto risco.

“Iniciar o pré-natal precocemente, até o quarto mês de gestação, é um fator importante no combate à mortalidade materna. Atualmente, apenas 52% das grávidas atendidas na Atenção Básica iniciam o pré-natal antes do quarto mês de gestação, mesmo que o serviço esteja disponível em 100% das Unidades de Saúde do município”, informou Rita de Cássia.

Em 2011, a razão de mortalidade materna no Brasil ficou em 63,9/100.000 nascidos vivos. Para atingir a meta prevista nos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM), o Brasil precisa reduzir para número igual ou inferior a 35 óbitos maternos por cada grupo de 100 mil nascidos vivos, até 2015.  O Plano Plurianual de Saúde 2010/2013, do município de Manaus, tem como meta registrar uma razão de até 50/100.000 nascidos vivos no ano de 2013, mantendo a redução anual dos casos de mortalidade.

De acordo com Rita de Cássia, tão importante quanto atingir as metas estabelecidas e reduzir o número de casos, é essencial conscientizar a sociedade de que o combate à mortalidade materna depende de um conjunto de ações, que irão envolver não somente a mulher e os profissionais de saúde, mas também a família como um todo.

“Uma das nossas metas é fortalecer cada vez mais o planejamento reprodutivo, E nesse sentido o planejamento familiar é essencial, lembrando que a Semsa disponibiliza os insumos necessários ao planejamento reprodutivo em todas as Unidades de Saúde”, destacou Rita de Cássia.

Rede Cegonha 

Uma das estratégias do Ministério da Saúde para o combate à mortalidade materna é a Rede Cegonha, que sistematiza e institucionaliza um modelo de atenção ao parto e nascimento que garante às mulheres e às crianças uma assistência humanizada e de qualidade, permitindo vivenciar a experiência da gravidez, do parto e do nascimento com segurança e dignidade.

A gerente da Rede Cegonha na Semsa, enfermeira Sonja Girão Farias, explicou durante a Jornada de Prevenção ao Óbito Materno que dentro da estratégia são trabalhados componentes como o pré-natal, parto e nascimento, puerpério, atenção integral à Saúde da Criança, o Sistema

Logística

Segundo informações do Ministério da Saúde, a Rede Cegonha pretende a implementação de um modelo de atenção à saúde da mulher e saúde da criança com foco na atenção ao parto e ao nascimento, e no desenvolvimento infantil de zero aos 24 meses; a organização de uma Rede de Atenção à Saúde Materna e Infantil que garanta acesso, acolhimento e resolutividade; e a redução da mortalidade materna e infantil, com ênfase no componente neonatal.

“Nesse processo, a Semsa está buscando estimular estratégias para captar de forma precoce as grávidas para o acesso ao pré-natal, garantir o acesso aos serviços no caso de gravidez de alto risco, estimular a vinculação da gestante à maternidade onde será realizado o parto, para que a mulher não precise peregrinar em busca de vaga, e garantir o tratamento das doenças sexualmente transmissíveis, bem como oferecer a garantia de acompanhante durante o parto”, informou Sonja Farias.

Prefeitura faz ação integrada para atender áreas alagadas

terça-feira, maio 28th, 2013

O prefeito Arthur Virgílio Neto visitou, na manhã desta segunda-feira, 27, as áreas atingidas pela cheia no bairro São Jorge, zona Oeste, onde várias secretarias municipais realizaram uma ação integrada para minimizar os impactos causados pelas alagações.

A Prefeitura atuou no local com quase 200 agentes da Defesa Civil de Manaus, Guarda Municipal, secretarias municipais de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh), Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp), Saúde (Semsa), Produção e Abastecimento (Sempab), Infraestrutura (Seminf), além da Secretaria de Estado de Infraestrutura (Seinfra).

O prefeito caminhou pelas pontes construídas, preventivamente, pela Defesa Civil nos becos Bragança, Itaporanga e Santa Terezinha, ouvindo moradores e acompanhando a ação integrada de atendimento às famílias. Arthur também fiscalizou as casas que correm risco de desabamento durante um passeio de lancha no igarapé da Cachoeira Grande, afirmando que percorrerá todos os 14 bairros afetados pela cheia.

“A solução definitiva virá quando as famílias forem retiradas pelo Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (Prosamim), do Governo do Estado. Enquanto isso não acontece, estaremos presentes para minimizar o sofrimento dessas pessoas e, principalmente, para evitar que desastres aconteçam, retirando as famílias mais afetadas pelas cheias e levando ações de saúde”, destacou Arthur Neto.

Segundo dados da Seinfra, somente no São Jorge, 5.500 famílias serão beneficiadas pelo Prosamim. “Serão 2.099 casas retiradas e mais de 22 mil pessoas que serão removidas das comunidades Kako Caminha, Arthur Bernardes, Humberto de Campos, Ambrosio Ayres e Santa Terezinha no primeiro semestre do próximo ano”, informou Tânia Guimarães, coordenadora de Assistência Social do Prosamim.

De acordo com o balanço da Defesa Civil, 14 bairros já foram atingidos pela subida do Rio Negro: São Raimundo, Glória, São Jorge, São Geraldo, Presidente Vargas, Aparecida, Centro, Raiz, Betânia, Morro da Liberdade, Educandos, Compensa, Mauazinho e Colônia Antônio Aleixo. Todas as localidades já estavam sendo acompanhadas pelo Município desde quando a cota dos rios ainda atingia os 27 metros.

Nesta segunda-feira, o Serviço Geológico do Brasil (CPRM) informou que a cota já é de 29,16 metros e a expectativa é que alcance os 29, 46 metros.

Prevenção à saúde

Durante a ação no bairro São Jorge, os profissionais da Semsa avaliaram a situação de risco das famílias, distribuindo hipoclorito de sódio para que os moradores não consumam água contaminada. Agentes ainda realizaram a desratização e aplicação do fumacê para controle de mosquitos.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, o acúmulo de lixo embaixo das residências também é outro grande problema. Por isso, a Semulsp vem realizando a limpeza das áreas visitadas, recolhendo, em média, 30 toneladas por dia dos igarapés da cidade.

A Semsa iniciou as ações de prevenção no mês de abril com o levantamento dos fatores de risco para a saúde nas áreas sujeitas à cheia do rio Negro. As ações de saúde incluem o levantamento da situação vacinal e imunização os moradores das áreas de risco quando necessário, orientações de Educação em Saúde aos moradores e fiscalização de estabelecimentos de comercialização de alimentos que estejam em risco de contaminação.

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) também está disponibilizando vacinação para cães e gatos e orientando sobre o encaminhamento de animais abandonados.

“O objetivo principal das ações de saúde é minimizar ao máximo o risco de adoecimento da população que vive em áreas que alagam durante a cheia dos rios. A Semsa pretende manter as ações de prevenção nessas áreas até o final da vazante dos rios para evitar o surgimento de novas doenças”, explicou Evandro Melo.

As ações integradas beneficiam pessoas como a dona de casa Suzana Brandão de Oliveira, de 26 anos, moradora do Beco do Bragança. “Eu nasci aqui, temos problemas durante a cheia com viroses e dengue, e é importante a prevenção. Gosto de morar aqui, mas seria importante que urbanizassem essa área do igarapé”, afirmou a dona de casa.

Ação integrada

A ação integrada iniciou no último sábado, 25, no bairro Glória, também zona Oeste, onde 502 famílias que moram nas casas afetadas pela cheia foram cadastradas. Dessas, 100 casas já estão alagadas e, de acordo com a diretora de ação social da Semasdh, Gecilda Albano, quem não teve a casa atingida pela água, mas, foi identificado em vulnerabilidade, também foi atendido.

“Dependendo do laudo da Defesa Civil, as casas que não têm condições de receber marombas, terão as encaminhadas para aluguel social. As que não estão em situação de alagamento, mas, foram identificadas em vulnerabilidade, vão receber cesta básica”, ressaltou Gecilda.

Desde março, quando começou o trabalho preventivo, a Defesa Civil de Manaus construiu 24 pontes nos bairros Glória, Presidente Vargas, Educandos e São Jorge, num total de 2.536 metros de pontes construídos.

REPORTAGEM: Alita Menezes (Semcom) / Lane Gusmão (Defesa Civil) / Eurivânia Galúcio (Semsa)

Unidades Móveis de Saúde da Mulher atenderão aos sábados

segunda-feira, maio 27th, 2013

A partir do dia 08 de junho as seis Unidades Móveis de Saúde da Mulher do Programa Saúde Manaus Itinerante passarão a atender aos sábados, das 8h às 12h, realizando exames de mamografias e ultrassonografias. Segundo o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, o horário estendido das unidades móveis vai facilitar o atendimento e proporcionar que um maior número de usuários tenham acesso aos exames especializados.

“Assim como ampliamos o horário de atendimento em 10 unidades de saúde, que funcionam de segunda a sexta, das 7h às 21h e aos sábados, das 7h às 17h, também estamos estendendo o horário de funcionamento das unidades móveis para que a população tenha um maior acesso aos serviços e para que consigamos reduzir doenças. Essa é a meta do prefeito Arthur Neto”, ressaltou Evandro Melo.

Na zona Oeste, os serviços da Unidade Móvel de Saúde da Mulher estacionada na Maternidade Moura Tapajóz (Av. Brasil, Compensa I) estendeu o prazo de atendimento até o dia 15 de junho, oferecendo exames especializados de mamografia e ultrassom.

As três unidades móveis de saúde (da Mulher, Odontológica e Médico-Laboratorial) que estão no conjunto habitacional Viver Melhor (no bairro Santa Etelvina, também na zona Oeste) estão beneficiando a população com exames de ultrassonografias, mamografias, preventivo, odontologia, consultas generalistas, consultas pediátricas, consultas oftalmológicas, posto de vacinação, posto de coleta de exames de laboratório até o próximo dia 08 de junho.

Na zona Leste, os atendimentos estão sendo feitos pelas três unidades móveis de saúde (da Mulher, Odontológica e Médico-Laboratorial), que estão estacionadas na Rua Vitória Régia, s/nº (em frente ao Cmei Dulcineia Tinoco- Grande Vitória) continuam atendendo até o próximo dia 29 com exames de ultrassonografias, mamografias, preventivo, odontologia, consultas generalistas, consultas pediátricas, consultas oftalmológicas, posto de vacinação, posto de coleta de exames de laboratório. Os moradores da zona Leste também poderão usufruir, até o dia 29 de maio, dos serviços da Unidade Móvel de Saúde da Mulher que está na Rua J, s/nº (em frente ao centro esportivo Aníbal Beça, no São José III) com exames de ultrassonografia e mamografia.

Na zona Sul, a população do bairro de Educandos recebe, a partir do dia 04 de junho, a Unidade Móvel de Saúde da Mulher realizando serviços de ultrassonografia, mamografia e preventivo. A unidade móvel ficará estacionada ao lado da UBS Megumo Kado (na rua Inocêncio de Araújo, 51) até o dia 28 de junho. Já a Unidade de Saúde Odontológica que está na Avenida Tefé, 1223- Praça 14, em frente a Escola Municipal Lóris Cordovil continuará atendendo até 29 de maio.

Na zona Norte, também por causa da grande demanda, a Unidade Móvel de Saúde da Mulher estacionada no Centro Municipal de Ensino Infantil (Cmei) Professor Doutor Felix Valois (av. Margarita, s/nº, bairro Nova Cidade (zona Norte da cidade) prorrogou o atendimento até o próximo dia 14 de junho realizando serviços de ultrassonografia, mamografia e preventivo.

Locais:

Zona Norte:

Saúde Odontológica e Saúde da Mulher – na Avenida Margarita, no Bairro Nova Cidade, zona Norte, até 14 de junho.

Zona Sul:

Saúde Odontológica – na Avenida Tefé, 1223- Praça 14, em frente a Escola Municipal Lóris Cordovil até 29 de maio.

Saúde da Mulher – ao lado da UBS Megumo Kado (na rua Inocêncio de Araújo, 51), de 04 a 28 de junho..

Zona Leste:

Saúde da Mulher – na Rua J, s/nº, em frente ao Centro Esportivo Aníbal Beça, no São José III até 31 de maio.

Saúde da Mulher, Odontológica e Médico-Laboratorial – atendimento em frente ao Centro Municipal de Educação Infantil Dulcineia Tinoco, rua Vitória Régia, S/Nº – bairro Gilberto Mestrinho (Grande Vitória), até 29 de maio

Zona Oeste: Saúde da Mulher – Maternidade Moura Tapajóz, Avenida Brasil, s/nº, Compensa.  – até 31de maio.

Saúde da Mulher, Odontológica e Médico-Laboratorial – Conjunto Habitacional Viver Melhor, bairro Santa Etelvina – Atendimento até o dia 08 de junho.

_______________
Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Luciete Pedrosa
(92) 3236-8315

Novos veículos vão gerar economia de R$ 700 mil

segunda-feira, maio 27th, 2013

A Prefeitura de Manaus realizou na manhã desta sexta-feira, 24, a entrega de 117 novos veículos para utilização na execução das ações de Atenção e Vigilância em Saúde, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Foram adquiridos, com recursos dos governos Federal e Municipal, 91 motocicletas e 26 carros, que irão fortalecer a capacidade operacional dos cinco Distritos de Saúde (DISAs) de Manaus (Norte, Leste, Oeste, Sul e Fluvial), representando uma economia de R$ 700 mil reais, somente em 2013, com a redução do aluguel de veículos.

O valor do investimento foi de R$ 1.160.000,00, sendo 90% de recursos federais e 10% de recursos do município de Manaus. Durante a cerimônia de entrega de veículos, o prefeito Arthur Virgílio Neto afirmou que a aquisição faz parte do processo de modernização da Secretaria Municipal de Saúde, que busca a redução de custos e a melhoria da qualidade dos serviços oferecidos.

“Estamos ampliando a frota, reduzindo gasto com aluguel de veículos e equipando os profissionais de saúde para que possam exercer suas atividades junto à população. O importante é que se possa oferecer um retorno rápido e eficiente às necessidades de saúde no município de Manaus”, explicou Arthur Neto.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explicou que os carros e motocicletas poderão ser utilizados pelos Distritos de Saúde na coordenação, no monitoramento e na realização das ações de saúde, de acordo com as demandas de cada território do município, o que inclui o combate às endemias, as ações de prevenção e de controle de doenças como a hanseníase, tuberculose, diabetes, hipertensão, e os programas de Saúde da Criança e do Adolescente, Saúde do Idoso, Saúde da Mulher, entre outras atividades.

“Os veículos irão permitir maior mobilidade para os profissionais de saúde. No caso das motocicletas, os agentes de endemias e os agentes comunitários de saúde, que atuam em áreas de difícil acesso, por exemplo, terão maior facilidade para realizar as visitas necessárias às pessoas atendidas pela Estratégia Saúde da Família”, informou Evandro Melo.

Equipados

O DISA Fluvial recebeu um carro e três carros foram entregues para cada um dos Distritos de Saúde. A equipe de logística da Semsa terá quatro carros atendendo as solicitações dos DISAs Norte, Leste, Oeste e Sul. A Semsa também substituiu nove carros que estavam sendo utilizados com contrato de locação nos distritos.

“Os profissionais dos Distritos de Saúde terão uma melhor estrutura para realizar as ações de supervisão, de investigação epidemiológica e de busca ativa dos casos de doença. O objetivo final é melhorar cada vez mais qualidade de vida da população”, destacou Melo.

Para a gerente do DISA Sul, Oriana Barreto Nascimento, os novos veículos irão facilitar a oferta de serviços de saúde para a população, reduzindo, além dos gastos financeiros, o tempo de respostas às demandas da população atendida pelos DISAs, através das Unidades Saúde. “Nós teremos mais rapidez em ações como a investigação de casos de doenças como a meningite, onde é preciso agir de forma imediata para controlar e prevenir a transmissão”, explicou Oriana Nascimento.

Mantendo a política de redução de custos, a Semsa também está adquirindo este ano, por meio do Ministério da Saúde, 35 ambulâncias que serão utilizadas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192). Os novos veículos irão ampliar a frota do Samu e substituir 25 ambulâncias que estão em contrato de locação, proporcionando uma economia de R$ 3 milhões ao ano para a Secretaria Municipal de Saúde.

Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Eurivânia Galúcio
Coordenação: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315
ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Prefeitura entrega veículos para fortalecer ações de Saúde

quinta-feira, maio 23rd, 2013

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, e o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, entregam, nesta sexta-feira, 24, às 10h, 117 novos veículos para o fortalecimento de ações nos Distritos de Saúde (Disa). São 91 motocicletas e 26 carros novos que serão utilizados nas ações de Atenção e Vigilância em Saúde dos Distritos de Saúde Norte, Leste, Oeste, Sul e Fluvial.

O secretário Evandro Melo explicou que os veículos serão colocados à disposição dos Distritos de Saúde, que terão autonomia para decidir sobre a melhor utilização. “Os Distritos de Saúde realizam a coordenação, o monitoramento e a execução das ações de saúde, por meio das Unidades de Saúde, atendendo as demandas da população de acordo com o seu território de abrangência. E a Prefeitura está oferecendo os instrumentos necessários para atender melhor a população”, disse Evandro Melo.

Os Distritos de Saúde Norte, Leste, Oeste e Sul receberão três carros, cada um, e o Disa Fluvial receberá um. Além disso, a equipe de Logística da Semsa terá quatro carros atendendo as necessidades dos Disas Norte, Leste, Oeste e Sul. A Semsa também vai substituir nove carros que estavam sendo utilizados com contrato de locação nos Disas.

As 91 motocicletas serão utilizadas pelas equipes de controle de endemias dos Distritos de Saúde, principalmente no combate à dengue e à malária. “A Semsa está ampliando a frota utilizada pelas equipes de endemias e substituindo os veículos já sucateados”, destacou Evandro Melo.

Os veículos foram adquiridos com recursos da Prefeitura de Manaus e do Ministério da Saúde. Com a aquisição, a Semsa estima uma economia de 25% nos custos de utilização de carros e motos, principalmente com a redução da locação de veículos.

Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Eurivânia Galúcio
Coordenação: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315
ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Prefeitura prepara ‘Campanha Contra a Paralisia Infantil 2013’

quinta-feira, maio 23rd, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está finalizando os preparativos para a Campanha Nacional contra Poliomielite, marcada para o período de 8 a 21 de junho. O público alvo da campanha são crianças com idade a partir de seis meses até menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias).

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, informa que a meta mínima da campanha é a imunização de 152.735 crianças, ou seja, 95% do total do número estimado de crianças na faixa etária da campanha no município de Manaus. “O Ministério da Saúde estima que Manaus tenha 160.773 crianças como público alvo da campanha e a recomendação é que sejam vacinados pelo menos 95% desse total”, explica Evandro Melo.

Com o tema ‘Entre no bonde do Zé Gotinha e fique livre da paralisia’, a campanha de 2013 é a 34º a ser realizada e representa o 24º ano sem registro de poliomielite no Brasil. A doença, infecto-contagiosa viral aguda, atinge principalmente crianças de até 5 anos e é transmitida por via oral, sendo que o poliovírus pode estar presente nas fezes e gotículas expelidas durante a fala, tosse ou espirro da pessoa contaminada favorecendo a contaminação das pessoas não vacinadas. A doença pode causar danos irreversíveis e dependendo da gravidade pode evoluir para óbito.

O dia D da campanha será 8 de junho, sendo que a abertura vai acontecer, às 10h, na Policlínica Dr. Antônio Comte Telles, no bairro São José II. A Semsa pretende montar 990 postos de vacinação distribuídos em todo o município. Serão montados 768 postos fixos e 222 volantes, que estarão à disposição da população em pontos de grande concentração de pessoas para facilitar ao máximo o acesso à vacina.

Antecipando a campanha, a Semsa pretende iniciar ações de pré-campanha no dia 3 de junho. A estratégia será a vacinação das crianças em creches e escolas por meio das Unidades Básicas de Saúde da Família. “O importante é que a população fique atenta para buscar um posto de vacinação para que todas as crianças possam ser protegidas contra a doença”, alerta Evandro Melo.

Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Eurivânia Galúcio
Coordenação: Cláudia Barbosa

Semsa premia unidades que se destacaram nos 100 dias

terça-feira, maio 21st, 2013

CLIQUE PARA VER A GALERIA DE IMAGENS

As dezesseis unidades de Saúde que primeiro atingiram a meta dos 100 dias da nova gestão da Prefeitura de Manaus, na área da Saúde; os dois Distritos de Saúde que também foram os primeiros a ultrapassar o alvo da Campanha Nacional contra a Influenza; além do Distrito de Saúde que mais arrecadou assinaturas para o abaixo-assinado do Movimento Nacional em Defesa da Saúde Pública, o Saúde+10, para assegurar o repasse efetivo e integral de 10% das receitas correntes brutas da União para o Sistema Único de Saúde (SUS), ganharam nesta segunda-feira (20) placas de homenagem da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) pelo ótimo desempenho em favor da saúde pública.

O evento aconteceu às 16h, no Auditório Nina Lins, da Universidade Nilton Lins, e movimentou diretores e servidores da secretaria. “Essa é uma forma de motivar nossos servidores, que estão de parabéns, porque todos obtiveram bons resultados nas metas estipuladas. E quem ganha é a população, que tem um serviço de saúde com mais qualidade e diretores mais empenhados em atingir os objetivos”, disse o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo.

O secretário destacou que a Semsa cumpriu 100% das metas estabelecidas no Plano de Ação dos primeiros 100 dias de gestão, estabelecido pelo prefeito Arthur Neto. “O Plano de 100 dias na área da Saúde foi pensado com o objetivo de realizar ações prioritárias, atuando de forma integrada e resolutiva, levando em consideração o perfil epidemiológico da cidade de Manaus. A intenção foi executar ações para ampliar o acesso da população aos serviços básicos de saúde, melhorando o controle sobre as doenças mais relevantes no município e garantindo mais qualidade de vida para a população”, informou.

O Plano de 100 dias da Semsa buscou, entre outras ações, ampliar o horário de funcionamento das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), estabelecendo atendimento de segunda a sexta-feira até às 21h e das 7h às 17h aos sábados. A meta era ampliar o horário de atendimento em duas UBSs em cada um dos quatro Distritos de Saúde, ou seja, oito unidades, mas a Semsa conseguiu estabelecer o novo horário em 10 Unidades de Saúde (UBS Áugias Gadelha; USA Balbina Mestrinho; USA Sálvio Belota; UBS Dr. José Rayol dos Santos; UBS Morro da Liberdade; USA Alfredo Campos; UBS Amazonas Palhano; UBS Leonor Brilhante; UBS Deodato de Miranda Leão; UBS Leonor de Freitas). “Nos dois primeiros meses de horário ampliado, houve um incremento de 99,71% nas consultas médicas e 110,4% no total de atendimentos odontológicos”, informou Evandro Melo.

Outra meta da Semsa foi minimizar a dificuldade de acesso aos serviços de saúde nos chamados “vazios assistenciais”, ou seja, locais da cidade onde ainda não há a implantação de UBSs ou Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs). A estratégia utilizada pela Semsa foi o fortalecimento das ações do Programa Saúde Manaus Itinerante, que incluiu a área ribeirinha e comunidades como União da Vitória, Mauauzinho, Puraquequara, Terra Nova, Cidade Nova, Parque das Nações, São Francisco, Tarumã, Parque São Pedro, Comunidade Arumã, Perpétuo Socorro, Gajará, Mipindiau, Cueiras, Santa Maria e Araras.

Melo disse que na Campanha de Vacinação contra a Influenza, Manaus foi o primeiro município brasileiro a atingir a meta estipulada pelo Ministério da Saúde, de imunizar 80% da população alvo. Foram vacinadas na capital amazonense 241.374 pessoas, ou seja, 98,61% da meta. E os premiados ontem foram os distritos de Saúde Sul e Fluvial. O Sul atingiu a marca de 103,551 imunizados e o Fluvial, 109,17%. O Distrito que mais se destacou no Saúde +10, foi o Leste, que arrecadou 12.922 assinaturas.

E as 16 Unidades de Saúde que mais se destacaram no Plano de 100 dias foram:

 

DISTRITO OESTE                                      

1º LUGAR: UBS LEONOR DE FREITAS

2º LUGAR: UBS SANTOS DUMONT

 

DISTRITO SUL

1º LUGAR: UBS MORRO DA LIBERDADE

2º LUGAR: UBS FRANK CALDERON

 

DISTRITO LESTE

1º LUGAR: UBS JOÃO NOGUEIRA DA MATA

2º LUGAR: UBS LEONOR BRILHANTE

 

DISTRITO NORTE

1º LUGAR: UBS ARMANDO MENDES

2º LUGAR: USA FREI VALÉRIO

 

UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE DA FAMÍLIA QUE MAIS SE DESTACARAM NOS 100 DIAS:

DISTRITO NORTE                                                      DISTRITO SUL

1º LUGAR: UBSF N50                                               1º LUGAR: UBSF S16

2º LUGAR: UBSF N23                                               2º LUGAR: UBSF S12

 

DISTRITO OESTE                                                      DISTRITO LESTE

1º LUGAR: UBSF 09                                                 1º LUGAR: UBSF L 27

2º LUGAR: UBSF O37                                               2º LUGAR: UBSF L 14

 

Assessoria de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Cláudia Barbosa e Eurivânia Galúcio

(92) 3236-8315

Semsa qualifica tutores para atuar no reordenamento da Saúde

segunda-feira, maio 20th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciou o processo de qualificação de 40 tutores que acompanharão o reordenamento da Atenção Primária à Saúde junto aos profissionais das Unidades Básicas no município de Manaus. O reordenamento tem como objetivo melhorar a qualidade de atendimento e garantir um melhor acesso da população aos serviços de saúde.

O processo inicial de qualificação aconteceu durante a 1ª Oficina de Organização dos Macroprocessos da Atenção Primária à Saúde no município de Manaus, iniciada nesta segunda-feira, dia 20, na Universidade Nilton Lins (Avenida Professor Nilton Lins, nº 3.259, Parque das Laranjeiras), das 8h às 16h, como parte do projeto de consultoria do sanitarista Eugênio Vilaça.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que o reordenamento da Atenção Primária à Saúde no município de Manaus vai exigir mudanças no processo de trabalho, o que envolverá os 10 mil profissionais que atuam na Semsa. “Depois de qualificados, os tutores poderão atuar como referência junto aos profissionais que trabalham diretamente com a população, colaborando com a implantação de um novo processo de trabalho, mais resolutivo, que permita melhor acesso aos serviços e melhor atendimento aos usuários do Sistema Único de Saúde”, explicou Evandro Melo.

Os tutores que participaram da oficina foram selecionados entre profissionais dos Distritos de Saúde Leste, Norte, Oeste e Leste. Inicialmente, os participantes irão realizar a análise situacional da Atenção Primária à Saúde e elaborar um plano para a implantação das ações práticas em oito Unidades Básicas de Saúde, selecionadas como “laboratórios” para o processo de reordenamento.

De acordo com o consultor Marco Túlio Ferreira, um dos objetivos da qualificação dos tutores é preparar os profissionais para replicar a metodologia utilizada em ações de “campo”, incluindo ferramentas de monitoramento e diagnóstico da Atenção Primária à Saúde nas Unidades Básicas. “São esses profissionais que atuam no que chamamos de “ponta” dos serviços de saúde e é importante que tenham compreensão sobre o projeto de reordenamento da Atenção Primária e que possam entender que é possível organizar melhor o processo de trabalho para trazer maior resolutividade para as demandas da população, melhorar a qualidade e o acesso aos serviços, sem que isso resulte em aumento de trabalho. O importante é que todos estejam motivados a colaborar na construção do novo modelo de Atenção Primária à Saúde em Manaus”, destacou Marco Ferreira.

A oficina será encerrada nesta terça-feira, dia 21, das 8h30 às 17h30, com visita às Unidades Básicas de Saúde que servirão como “laboratórios” para conhecer as equipes de trabalhadores e apresentar as propostas elaboradas.


Assessoria de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Coordenação: Cláudia Barbosa

(92) 3236-8315

ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Semsa participa de ato contra abuso e exploração sexual

segunda-feira, maio 20th, 2013

Para marcar o Dia Nacional de Luta contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, no sábado, 18, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) participa de uma grande caminhada, em parceria com diversos órgãos do poder público e da sociedade civil. A caminhada, que acontecerá das 8h às 10h, percorrerá as avenidas Sete de Setembro e Eduardo Ribeiro seguindo em direção ao Largo de São Sebastião. O objetivo é chamar a sociedade para contribuir na luta para garantir a toda criança e adolescente o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual.

“É um dia de mobilizar, sensibilizar, informar e convocar a sociedade para a luta em defesa dos direitos humanos de crianças e adolescentes”, destaca o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, ressaltando que a intenção dessa caminhada do dia 18 de maio é alertar a sociedade sobre este grande problema, que muitas vezes pode estar acontecendo dentro da nossa própria casa. “Por isso devemos ficar vigilantes e quando identificados, denunciar”, declarou o secretário.

As denúncias podem ser anônimas e, em casos suspeitos, não precisa se identificar e nem ter certeza de quem realmente cometeu a violência, e devem ser feitas pelo Disque 100, ou nos Conselhos Tutelares, no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (3232-7886/8842-2424), na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (3656-8575/3659-0060/3659-7445), ou no Disque Denúncia Local 08000-921407.

Segundo a enfermeira Lourdes Gioia, do Núcleo de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa, a violência contra crianças e adolescentes é tudo o que fazemos ou deixamos de fazer que provoque dano físico, sexual e/ou psicológico à criança ou ao adolescente, como beliscões, puxões de orelhas, manipulação da genitália, ato sexual com ou sem penetração, rejeição, desrespeito, xingamento ou ainda, a falha ou omissão em prover os cuidados, o afeto e as necessidades básicas da criança ou do adolescente como saúde e alimentação.

A enfermeira explicou que a própria equipe de saúde poderá fazer a notificação obrigatória, mesmo nos casos suspeitos de abuso, acionando o Conselho Tutelar mais próximo da residência da vítima e, em caso de violência sexual, encaminhando para o Serviço Municipal de Atendimento à Vítima de Violência Sexual (SAVVIS- 3216-8767 ramal 220).

O SAVVIS foi implantado em 2006 e vem se tornando uma referência e servindo de modelo para outros municípios da região Norte e Nordeste do País. O SAVVIS é um serviço que funciona 24h e é oferecido nas dependências da Maternidade Moura Tapajóz, na Compensa (zona Oeste). O serviço também é disponibilizado nas Policlínicas Antônio Reis (zona Sul) e Comte Telles (zona Leste), no horário das 7h30 às 17h.

Segundo a coordenadora do SAVVIS da Maternidade Moura Tapajóz, médica Zélia Campos, o acompanhamento dos pacientes atendidos pelo serviço é de seis meses e é realizado por uma equipe multiprofissional (médico, enfermeiro, psicólogo e assistente social), especialmente preparada para esse tipo de atendimento. Os pacientes têm atendimento prioritário e reservado, inclusive com leitos em enfermaria específica.

A médica Zélia Campos informa que além do atendimento médico, ambulatorial e psicológico, o SAVVIS orienta e acompanha as vítimas para que o crime seja registrado em uma delegacia. Em todos os casos é feita a notificação compulsória e ao Conselho Tutelar, quando o paciente é criança ou adolescente.

Desde que foi implantado, em 2006, o serviço já prestou atendimento a 2.990 vítimas de violência sexual.

________________
Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Luciete Pedrosa
Coordenação: Cláudia Barbosa – (92) 3236-8315

Aprovados em concurso da Semsa

sexta-feira, maio 17th, 2013

O prefeito de Manaus Arthur Neto fez questão de reunir-se com os novos funcionários concursados, de 2012, que tomaram posse na Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). A recepção foi feita nesta quarta-feira, 16, durante a realização do ‘Seminário de Acolhimento aos Novos Servidores da Semsa’. Na integração, ele garantiu que todos os candidatos aprovados no concurso serão convocados dentro do prazo estabelecido por edital.

De acordo com Arthur Neto, a convocação de todos os aprovados é essencial para garantir a qualidade do atendimento e a ampliação dos serviços de saúde propostas pela Prefeitura de Manaus, que pretende ampliar, entre outros serviços, a cobertura de atendimento da Estratégia Saúde da Família (ESF) de 35% para 70%, até o final dos quatro anos de administração municipal.

“O compromisso da Prefeitura de Manaus é com a qualidade do atendimento à população, e o concurso é uma porta de entrada legítima para o serviço público, sendo extremamente necessário ao funcionamento da máquina administrativa, principalmente considerando o planejamento da melhoria dos serviços em longo prazo”, destacou Arthur Neto.

O Seminário de Acolhimento aos Novos Servidores, realizado no auditório Deodato de Miranda Leão (sede da Semsa), reuniu 231 profissionais dos níveis fundamental, médio e superior, incluindo cargos de Assistente em Administração, Auxiliar em Saúde Bucal, Condutor de Motolância, Assistente Social Geral, Cirurgião-Dentista Geral, Enfermeiro Geral, Farmacêutico, Farmacêutico com Especialização em Análises Clínicas, Médico Clínico-Geral, Médico Ginecologista, Médico Ginecologista-Obstetra, Médico Infectologista, Médico Neonatologista, Médico Pediatra, Médico Psiquiatra, Médico Ultrassonografista e Médico Urgencista.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explicou que o seminário foi promovido como forma de acolher os servidores empossados, proporcionando um espaço para a integração e para o esclarecimento de dúvidas “O acolhimento dos novos servidores também é uma estratégia para se inserir os profissionais no processo de construção da nova proposta de reordenamento do processo de trabalho na Atenção Primária. Assim, todos poderão ajudar a construir um novo modelo de saúde que esteja vinculado a valores como compromisso, responsabilidade e inovação na área da saúde”, ressaltou Evandro Melo.

Durante o seminário, houve a apresentação do funcionamento das subsecretarias de Gestão da Saúde e de Gestão Administrativa e Planejamento da Semsa, além da apresentação do Estatuto do Servidor, do Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios (PCCS), dos procedimentos necessários para Avaliação Especial de Desempenho (AED) e da Avaliação Periódica de Desempenho (APD), do Manual de Conduta do Servidor Público, e de orientações quanto aos serviços da Manausmed e da Manausprev.

“A Semsa possui 10 mil servidores e 96% são profissionais concursados, e o objetivo da Prefeitura de Manaus é garantir que todos estejam qualificados para exercer suas funções e comprometidos com o fortalecimento da Atenção Primária à Saúde”, afirmou Evandro Melo.

Para o servidor Josué Martins, aprovado para o cargo de condutor de veículos de emergência do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU) e que foi chamado para posse em outubro de 2012, o ingresso no serviço público através de concurso assegura o mérito e a competência de cada servidor. “Na Secretaria Municipal de Saúde, além do privilégio que é poder ajudar as pessoas que precisam de atendimento, temos a possibilidade de evoluir na carreira através do desempenho e comprometimento de cada um no serviço”, afirmou Josué Martins.

Em 2012, o concurso público da Semsa ofereceu 520 vagas para profissionais médicos em diferentes especialidades e 1.390 vagas para as demais categorias profissionais, sendo que já foram convocados 806 profissionais para a posse.

Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Eurivânia Galúcio
Coordenação: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315, 8842-8370

Manaus apresenta 95% de diminuição de casos de dengue

quarta-feira, maio 15th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) divulgou, na tarde desta terça-feira,  14, um balanço mostrando  uma diminuição de quase 95% dos casos de dengue em Manaus. Os resultados também  apresentaram dados do Levantamento do Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), com um índice de 1,9%, o que significa que a cidade permanece em médio risco para casos da dengue. O último levantamento, realizado em janeiro, apresentou um índice de 3,7%, representando um estado de alerta para a doença. O próximo LIRAa será realizado em julho.

“O pico do número de casos foi em março, onde tivemos 3.049 pessoas notificadas. E de janeiro até agora, totalizamos 10.948 casos notificados. Nesta primeira quinzena de maio são 104 casos em toda a cidade. Isto demonstra que a Operação Impacto de Combate à Dengue surtiu efeito, foi eficaz. Mas, as chuvas continuam e precisamos ainda ficar em alerta. Vamos lançar uma nova campanha contra a dengue, orientando a população a tirar pelo menos 10 minutos por semana para checar todos os cômodos da casa e o quintal, para ver se tem foco do mosquito, isso durante todo o ano”, informou o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo.

O secretário informou que os trabalhos para o levantamento deste LIRAa foram realizados no período de 22 de abril a 7 de maio com o objetivo de vistoriar 27.815 imóveis no município de Manaus para identificar possíveis criadouros e verificando o grau de infestação do mosquito transmissor da dengue. O LIRAa é realizado a cada três meses e é uma das principais estratégias utilizadas para subsidiar as ações de controle e combate à dengue.

De acordo com o resultado final do LIRAa, nas zonas Norte e Leste os focos de mosquito estavam mais concentrados nos depósitos de armazenamento irregulares de água (toneis e camburões com 48,5% e 42,5%, respectivamente), já nas zonas Oeste e Sul o problema maior foi relacionado à questão do lixo (resíduos descartados pelos moradores e não acondicionados apropriadamente como latinhas e garrafas plásticas) com 42,1% e 36%, respectivamente. “Devido à falta de água nestas zonas Norte e Leste, as pessoas armazenam água, o que é um criadouro fácil para os mosquitos se proliferarem. Por isso, o alto número de casos no início do ano, mas conseguimos controlar”, afirmou Evandro Melo.

Segundo a técnica do Núcleo de Controle da Dengue do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Devae), Tânia Xavier, os bairros que apresentaram maiores casos de notificação de dengue foram Cidade Nova com 1.322 casos, seguido do Alvorada com 525 casos, e Jorge Teixeira com 856 casos.

O LIRAa permite identificar o risco existente no município de Manaus para a dengue. Índice de infestação inferior a 1% significa que o município apresenta condições satisfatórias, e de 1% a 3,9% significa estado de alerta. Acima de 4%, há maior predisposição para a ocorrência de surtos de dengue. Além das medidas de prevenção que a Prefeitura de Manaus irá desencadear, é imprescindível o envolvimento da população nas medidas de prevenção no cotidiano do domicilio, da escola e do ambiente de trabalho.

Operação Impacto
A Operação Impacto seria encerrada no final de março, mas as ações foram prorrogadas até dia 30 de abril devido à intensificação das chuvas no município de Manaus, o que aumentou o risco de proliferação de criadouros e prejudicou o trabalho de campo realizado por agentes de endemias, em parceria com as Forças Armadas.

As ações da Operação Impacto foram direcionadas de acordo com o primeiro Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2013, realizado em janeiro, onde foi identificado que larvas e criadouros do Aedes aegypti em Manaus são encontrados predominantemente em recipientes para armazenamento de água (como tonéis, tambores, barris, tinas, filtros, moringas e potes) e em depósitos considerados como lixo (recipientes plásticos, garrafas e latas), sucatas acumuladas em pátios e ferros-velhos, e entulhos de construção.
De acordo com o secretário Evandro Melo, as ações de combate à dengue terão continuidade através de vistorias de imóveis e de ações de Educação em Saúde.

“A Operação Impacto é uma das estratégias de intensificação das ações, mas a Semsa executa estratégias permanentes de combate à doença durante todo o ano”, explica Evandro Melo, acrescentando que com o resultado do novo LIRAa, a Semsa poderá identificar qual o nível atual de risco para a dengue no município de Manaus e, a partir daí, iniciar novas estratégias, estabelecer parcerias e definir outras propostas de combate à proliferação do mosquito transmissor da dengue.

O secretário destacou que as pessoas podem continuar contribuindo com a Prefeitura de Manaus denunciando locais com focos de dengue ligando para o 0800-280-8-280.

Número de casos notificados de dengue em 2013

Janeiro: 2.957
Fevereiro: 3.043
Março: 3.049
Abril: 1.795
Maio: 106

Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Luciete Pedrosa
Coordenação: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315
ascom.semsa@pmm.am.gov.br

VI Semana de Enfermagem discute necessidades do trabalhador

quarta-feira, maio 15th, 2013

Com a exposição do tema ‘O trabalhador de Enfermagem’, levantado pela  técnica Christiane Araújo, mais do que uma simples frase, ‘cuidar de quem cuida do outro’, ganhou o status de slogan na abertura da VI Semana de Enfermagem da Maternidade Dr. Moura Tapajóz, da Secretaria Municipal de Manaus (Semsa). O encontro de profissionais começou na segunda-feira e vai até sexta-feira, 17 de maio.

A atenção enfatizada ao profissional de enfermagem, segundo Araújo, situa-se no campo de ação de que para cuidar com qualidade dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) torna-se fundamental que a gestão em Saúde também possa ter o olhar sensível às necessidades desses profissionais, principalmente, após a expansão da Estratégia Saúde da Família (ESF), “Hoje, somos mais 1,8 milhão em todo o País”, disse.

A subsecretária municipal, Lubélia Sá Freire, que representava no evento o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, destacou que a relação entre usuários e trabalhadores no SUS deve estar marcada pela confiança entre ambos. “A forma como cuidamos do outro, deve inspirar confiança, pois é o momento em que ele mais precisa de atenção”, acentuou.

Criado pela Constituição de 1988, regulado pelas leis 8080 e 8142, de 1990, o Sistema Único de Saúde (SUS) define princípios como a universalidade, a equidade e a integralidade da atenção. E, é na ação integral à saúde, que se insere a participação de técnicos e enfermeiros (as) nos programas e unidades de saúde, cuidando da saúde do usuário (paciente) de forma integral.

Programação
A sexta edição da Semana de Enfermagem da Moura Tapajóz prosseguiu nesta terça-feira (14) com a exposição do tema “Benefícios do Servidor Público Municipal”, realizada por Marco Antônio, do Manausprev; e a “Importância do Servidor e a Legislação”, com a apresentação da Dra. Maria do Carmo. Nesta quarta-feira (15), serão realizadas, na Moura Tapajóz, oficinas em Infectologia; Prevenção de Acidentes Biológicos e Prevenção de Doenças Infectocontagiosas no Ambiente Hospitalar.

Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Wilson Reis
Coordenação: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315

Política Municipal de Controle de Zoonoses

quarta-feira, maio 15th, 2013

Com ações voltadas à vigilância das zoonoses e ao bem-estar dos animais, a Prefeitura de Manaus está implantando a Política Municipal de Controle de Zoonoses, com vários projetos em parcerias entre as secretarias municipais, com a criação de um Conselho Municipal de Proteção aos Animais e a reforma e ampliação da estrutura do Centro de Zoonoses com a recuperação e reestruturação das áreas de alojamentos dos animais e construção de um “gatil” adequado para abrigo dos felinos, além da descentralização dos serviços.

O plano está sendo finalizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) por determinação do prefeito Arthur Neto e uma das principais propostas é a descentralização das ações, com a aquisição de uma Unidade Móvel para registro, identificação, castração e esterilização dos animais, além de vacinação, educação em saúde e a criação de quatro unidades descentralizadas de Controle de Zoonoses, para possibilitar o aumento da efetivação das ações.

As Unidades Descentralizadas de Controle de Zoonoses serão construídas em todos os distritos de saúde e trabalharão juntos com as equipes do Estratégia Saúde da Família, levando atendimento a todos os bairros, com serviços gratuitos às famílias cadastradas. Outra novidade é que a Semsa vai trabalhar de forma integrada com o Estratégia de Saúde da Família levando orientação e educação em saúde às famílias mais carentes sobre o trato com os animais.

“Quanto aos animais de rua, vamos compartilhar com as ONGs a responsabilidade de realizar as feiras de adoções, e também criar um programa de divulgação do conceito de “Guarda Responsável”, para que a pessoa tenha responsabilidade com seu animal”, contou o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo.

Melo disse que a SEMSA está buscando firmar parcerias com as secretarias de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), de Produção e Abastecimento (Semuslp), de Educação (Semed), a Guarda Municipal, a Delegacia Especializada de Meio Ambiente, o Batalhão de Polícia Ambiental (Polícia  Militar), a Promotoria de Justiça Especializada na Proteção e Defesa do Meio Ambiente e Patrimônio Histórico, a Universidade Federal do Amazonas (UFAM), a Universidade Estadual do Amazonas (UEA), a Escola Superior Batista do Amazonas (Esbam), a Universidade Nilton Lins e entidades de proteção aos animais, como GPA, AMA, OBA, ComPaixão Animal e Pata.

O secretário disse que as parcerias são fundamentais para compartihar as ações com outros segmentos que contribuirão de forma significativa para uma solução definitiva de correção das deficiências estruturais e operacionais encontradas pela atual gestão no Centro de Controle de Zoonoses. “As responsabilidades devem ser compartilhadas com outros setores da sociedade e do poder público em todas as esferas, para que possamos  ter uma estrutura de qualidade para o bem-estar dos animais”, destacou Evandro Melo.

Entre as ações de parcerias, está a implantação de um Núcleo de Controle Ambiental vinculado à Guarda Municipal, como ocorre em outras capitais, segundo o diretor do Centro de Zoonoses, o veterinário Francisco Zardo. “O objetivo é nos ajudar na fiscalização e acompanhamento das denúncias de maus tratos de animais”, disse.

A criação de um Departamento de Controle da Fauna Urbana também está sendo elaborado junto à SEMMAS, para compartilhar as ações de registro e identificação e de controle reprodutivo dos animais.  “O Centro de Zoonoses deve ter como atribuição apenas o desenvolvimento de atividades relacionadas com o risco de transmissão de zoonoses, doenças de transmissão vetorial e agravos causados por animais peçonhentos, ou seja, relacionadas a animais de relevância epidemiológica, conforme preconiza o Ministério da Saúde”, enfatizou Francisco Zardo.

Zardo ressaltou também que as atividades de assistência  clínico/veterinária, ou seja, atividades de atendimento aos animais da população, não são atribuições do CCZ, portanto não devem ser realizadas com recursos do Sistema Único de Saúde (SUS). “Este serviço somente deve ser prestado aos animais sob a guarda do CCZ aguardando a adoção”, explicou.

O veterinário também destacou que o Centro de Controle de Zoonoses não compactua com qualquer atividade de extermínio de animais. Para isso, vem racionalizando as atividades de captura dos animais, não retirando das ruas os que estão sadios, exceto nos casos em que representam risco real à população, os animais são submetidos a uma triagem e reunindo condições clínicas, sanitárias e comportamentais são encaminhados para adoção. O Centro de Controle de Zoonoses disponibiliza cães e gatos para adoção de segunda à sexta, das 8h às 17 horas.

_______________
Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315

Servidores são capacitados para atender adolescentes

segunda-feira, maio 13th, 2013

O Núcleo de Saúde da Criança e Adolescente da Semsa capacitou 176 servidores do Distrito de Saúde Sul (Disa Sul) com as Oficinas de Implantação da Caderneta de Saúde do Adolescente. Ao todo, 15 Equipes de Saúde da Família, entre agentes comunitários de saúde, técnicos de enfermagem, médicos e enfermeiros receberam informações atualizadas e relevantes sobre a saúde do adolescente, durante as quatro oficinas realizadas no mês de abril, e que contribuirão no atendimento diário aos adolescentes nas unidades de saúde.

A Caderneta de Saúde do Adolescente, criada pelo Ministério da Saúde (MS), apresenta duas versões, uma masculina e uma feminina, e reúne orientações sobre como evitar doenças, as mudanças no corpo, saúde sexual e reprodutiva, imunização, além de saúde bucal e alimentação saudável. Também contempla questões referentes aos adolescentes mais novos, abordando dúvidas que podem surgir dos 10 aos 19 anos de idade, direitos civis, Estatuto da Criança e do Adolescente, violência e drogas.

Estiveram envolvidas nas capacitações a nutricionista Danielle Belota, as assistentes sociais Rejane Melo, Rosimary Lourenço e Ana Cristina Dias, enfermeira Mércia e a psicóloga Amandia Lima.

Assessoria de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Luciete Pedrosa

Coordenação: Cláudia Barbosa (92) 3236-8315, 8842-8370ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Unidades Móveis de Saúde nos presídios e maternidades

segunda-feira, maio 13th, 2013

As 12 Unidades Móveis do Programa Saúde Manaus Itinerante estão indo a locais onde há mais necessidade de atender a população, como áreas com poucas unidades de saúde e maternidades e presídios. A determinação é do prefeito Arthur Neto, que orientou que os profissionais de saúde priorizem os usuários de áreas que necessitam de exames especializados de prevenção ao câncer de colo de útero, mamografia, oftalmologia e ultrassom, além de serviços de profilaxia (limpeza) e aplicação de flúor, restaurações e pequenas cirurgias.

“Nesse mês das Mães, estamos com a unidade Saúde da Mulher na Maternidade Moura Tapajóz. Também estamos levando os serviços em fóruns, onde tem grande concentração de pessoas, além de presídios, clubes, maternidades e conjuntos habitacionais, para atender tanto as mulheres quanto os homens que necessitam cuidar da saúde. Nossas unidades também ficam no Parque do Idoso, na Delegacia da Mulher, ou seja, estamos indo aonde o povo está”, disse o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo.

Na zona Leste, três unidades móveis (Saúde da Mulher, Odontológica e Médico-laboratorial) estão atendendo até o dia 16 de maio em frente ao Centro Municipal de Educação Infatil Dulcineia Tinoco, no bairro Gilberto Mestrinho, e até o dia 31 de maio na Rua J, s/nº, em frente ao Centro Esportivo Aníbal Beça, no São José III. A partir desta segunda-feira, dia 13 de maio, uma outra Unidade Móvel Saúde da Mulher estará a postos no Serviço Social da Indústria (SESI/CLUBE), inclusive ao sábado (18/05), até o dia 23 de maio.

Na zona Norte, as unidades estão no Conjunto Habitacional Viver Melhor, no bairro Santa Etelvina, até o dia 29 de maio. Na zona Oeste, as grávidas e as  mães que têm bebês na Maternidade Moura Tapajoz, além de outras pessoas, vão poder receber os serviços do Programa Saúde Manaus Itinerante, até o dia 16 de maio.

Segundo Evandro Melo, os próximos locais onde a Unidade Móvel Saúde da Mulher estará será no Fórum de Justiça Ministro Henoch Reis, do dia 20 a 29 de maio.

“Durante três dias, de 5 a 7 de junho, a Unidade Móvel de Saúde da Mulher estará no presídio de Puraquequara, zona Leste. Depois, do dia 11 a 20 de junho, estará no presídio Raimundo Vidal Pessoa, na Cachoeirinha, zona Sul da cidade).

A Unidade Móvel Saúde da Mulher também estará na Casa Vidha, no bairro Dom Pedro, zona Centro-oeste, durante um dia inteiro de atendimento, das 8h às 17h, no dia 25 de maio (sábado), para atender as servidoras e moradores.

A partir de segunda-feira, as Unidades Móveis Saúde Odontológica e Saúde da Mulher estarão no pátio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), no Aleixo, durante dois dias, de 13 a 14 de maio para atender a população. Na Avenida Margarita, no Bairro Nova Cidade, zona Norte, a Unidade Móvel de Saúde Odontológica e Saúde da Mulher estarão atendendo de 14 de maio a 7 de junho.

Na zona Sul, a Unidade Móvel Saúde da Mulher estará na Praça 14, de 14 de maio a 22 de junho, na Avenida Tefé, nº1.223, em frente a Escola Municipal Lóris Cordovil.

Locais:

Zona Norte: Conjunto Habitacional Viver Melhor, bairro Santa Etelvina – Atendimento até o dia 29 de maio (Unidades Móveis de Saúde da Mulher, Odontológica e Médico-laboratorial) Na Avenida Margarita, no Bairro Nova Cidade, zona Norte, a Unidade Móvel de Saúde Odontológica e Saúde da Mulher estarão atendendo de 14 de maio a 7 de junho.

Zona Sul: Unidade Móvel Saúde da Mulher estará na Praça 14, de 14 de maio a 22 de junho, na Avenida Tefé, nº1.223, em frente a Escola Municipal Lóris Cordovil.

As Unidades Móveis Saúde Odontológica e Saúde da Mulher estarão no pátio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), na Rua Gabriel Gonçalves, no Aleixo, durante dois dias, de 13 a 14 de maio.

Zona Leste: CMEI Dulcineia Tinoco, Rua Vitória Régia, s/nº, bairro Gilberto Mestrinho – (Saúde da Mulher, Médico-Laboratorial e Odontológica) – 18 de abril a 16 de maio. A partir do dia 13 de maio, a Unidade Móvel Saúde da Mulher estará no SESI do Aleixo, até o dia 23 de maio.

Zona Oeste: Maternidade Moura Tapajoz, Avenida Brasil, s/nº, Compensa. (Saúde da Mulher) – até o dia 16 de maio

_______________
Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315

Semsa encerrou vacinação contra a Gripe

segunda-feira, maio 13th, 2013

A Prefeitura de Manaus encerrou dia 10 de maio a vacinação contra a gripe em Manaus. Até quinta-feira, 9, a Secretaria Municipal de Saúde conseguiu imunizar 239.741 pessoas contra a gripe, 97,94% do público alvo. A capital do Amazonas foi a primeira do País a atingir o índice estipulado pelo Ministério da Saúde de imunizar 80% do grupo prioritário. Segundo o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, o sucesso da vacinação se deve a estratégia da busca ativa, onde a Semsa foi até as pessoas que precisavam tomar as vacinas em condomínios residenciais, órgãos públicos e privados, escolas e hospitais.

“Colocando várias equipes volantes espalhadas pela cidade, principalmente para imunizar as grávidas, onde tivemos baixa procura. Mas, o nosso balanço foi um sucesso, porque fomos o primeiro do Brasil a passar do 80% do exigido pelo Ministério da Saúde”, ressaltou Evandro Melo.

O Ministério da Saúde prorrogou a Campanha da Vacinação contra a Influenza em todo o País até o dia 10 de maio, porque a maioria dos municípios, ao contrário de Manaus, não havia conseguido atingir o mínimo exigido de 80%. A campanha em Manaus começou no dia 15 de abril e teve o dia D no dia 20 de abril, no Parque Municipal do Idoso, quando mais de cinco mil pessoas se mobilizaram em toda a cidade para vacinar os grupos prioritários estipulados pelo Ministério da Saúde.

A vacina protege contra três subtipos do vírus influenza: A (H1N1) – conhecido popularmente como gripe suína –, A (H3N2) e B. Estes são os subtipos que mais circularam no inverno passado, segundo o Ministério da Saúde.

Poliomielite e HPV – Com o final da vacinação contra a Gripe, agora a Semsa inicia os preparativos para a Campanha de Vacinação contra a Poliomielite (Paralisia infantil) que terá o Dia D em 8 de junho e terá como

público alvo as crianças menores de cinco anos. No dia 10 de junho, a Secretaria Municipal de Saúde também iniciará a Campanha de Vacinação contra o Papiloma Vírus Humano (HPV), que protege contra o câncer de colo de útero, e meninas de 11 a 13 anos, nas escolas da rede pública e privada.

Doses aplicadas e percentuais por grupos prioritários na vacinação contra a gripe:

1. Crianças de 6 meses a 2 anos: 52.522 doses (86,56%);

2. Gestantes: 22.987 doses (75,77%);

3. Idosos a partir dos 60 anos: 113.806 doses (111,6%);

4. Indígenas: 2.308 doses (287,42%);

5. Puérperas: 6.392 doses (128,17%);

6. Trabalhadores da Saúde: 41.726 doses (114,92%)

Para quem trabalha, a vacina está disponível até esta sexta-feira (10) nas Unidades de Saúde com horário ampliado, das 7h às 21h (Segunda a sexta) e aos sábados (7h às 17h).

DISTRITO DE SAÚDE SUL

UBS Dr. José Rayol dos Santos – Av. Constantino Nery, s/n, Chapada; UBS Morro da Liberdade – Rua São Benedito, s/n. Morro da Liberdade;

DISTRITO DE SAÚDE NORTE

USA Balbina Mestrinho – Rua 17, nº 170, Cidade Nova II; USA Sálvio Belota – Rua das Samambaias, nº 786, Santa Etelvina; UBS Áugias Gadelha – Rua A, nº 15, Cidade Nova I;

DISTRITO DE SAÚDE LESTE

USA Alfredo Campos – Rua André Araújo, s/nº, Zumbi II; UBS Leonor Brilhante – Av. Autaz Mirim, s/nº, Tancredo Neves; UBS José Amazonas Palhano – Rua Antônio Matias, s/nº, São José II;

DISTRITO DE SAÚDE OESTE

UBS Leonor de Freitas – Avenida Brasil, s/nº, Compensa II; UBS Deodato de Miranda Leão – Av. Presidente Dutra, s/nº, Glória;

Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Wilson Reis
Coordenação: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315

Semsa convoca famílias para acompanhamento do Bolsa Família

quinta-feira, maio 9th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) faz um alerta para que as 114 mil famílias cadastradas no Programa Bolsa Família (PBF) procurem as unidades de saúde do município até o dia 7 de junho para fazer o acompanhamento periódico das condicionalidades de saúde, como a situação nutricional. O acompanhamento é um dos requisitos para manter o beneficio. “É imprescindível que as famílias não deixem para a última hora, para não correr o risco de perder o Bolsa Família”, disse o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo.

“O acompanhamento consiste em pesar e medir, checar o cartão de vacinação, imunizar as crianças e grávidas, dentre outras exigências. É importante que as famílias não esqueçam de levar o cartão do programa, com identificação do NIS, cartão de vacinação ou cartão de gestante, conforme o caso”, ressaltou Evandro Melo.

O secretário disse que o acompanhamento de condicionalidades pode ser feito em qualquer Unidade Básica de Saúde (UBS), mas é recomendado que a pessoa se dirija à  unidade onde fez o último acompanhamento.

O público-alvo do acompanhamento são as crianças menores de sete anos de idade, cujos pais ou responsáveis sejam beneficiários do programa; as mulheres na faixa etária de 10 a 44 anos, incluindo as gestantes, que recebam o auxílio financeiro do Governo Federal. Os pais precisam estar atentos para manter atualizado o cartão de vacinação dos filhos. Essa exigência vale para crianças com até seis anos e 11 meses de idade.

Para as grávidas em qualquer período da vida gestacional, também incluídas no Programa, é obrigatória a apresentação do Cartão da Gestante e participação nas atividades educativas desenvolvidas pelas equipes da saúde, que tratam sobre aleitamento materno e alimentação saudável.

O acompanhamento das condicionalidades de saúde é realizado duas vezes ao ano. O PBF é destinado às famílias em situação de extrema pobreza e com renda per capita de até R$ 69.

___________________
Reportagem: Cláudia Barbosa
Assessoria de Comunicação da SEMSA
3236-8315

Semsa capacita fisioterapeutas para uso de laser

quarta-feira, maio 8th, 2013

Para acelerar o processo de recuperação de doenças causadas pelo trabalho, a Prefeitura de Manaus capacitou, nesta terça-feira (7), cerca de 30 fisioterapeutas, no Centro Especializado de Reabilitação do Distrito de Saúde Oeste, no bairro da Paz. O treinamento foi para o uso do laser na rede municipal de Saúde, com patologias como a Lesão por Esforço Repetivivo (LER) e acidentes de trabalho ou por materiais biológicos.

O treinamento foi realizado pela Secretaria Municipal de Saúde, por meio do  Centro Municipal de Referência de Saúde do Trabalhador (CEREST). “O uso do laser é um recurso de fisioterapia de alta tecnologia e eficácia no tratamento de patologias relacionadas ao trabalho, como tendinite, bursite, sinovites e outros casos de LER de Doenças Osteomusculares relacionadas ao trabalho, o LER / DORT”, explicou o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo.

A diretora do CEREST, Verônica Souza, disse que a Semsa adquiriu 10 aparelhos Endophoton (aparelho de laser terativa) para melhorar o atendimento aos trabalhadores e dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). “Estamos capacitando 30 fisioterapeutas de 10 unidades de saúde. Parece ser pouco, mas eu acredito que nós estamos dando o primeiro passo para melhorar o atendimento em fisioterapia do município”, garantiu.

Verônica destacou que o aparelho é de extrema importância para o processo de recuperação da patologia. “Hoje, a rede vai atender com uma maior qualidade os trabalhadores que procurarem o Sistema Único de Saúde, o SUS, com as doenças de LER, acidente de trabalho e acidente por material biológico, que são os maiores índices registrados. Eles terão um tratamento mais rápido”, garantiu.

A capacitação foi realizada pelo professor do curso de Fisioterapia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Fábio Maciel, Ele afirmou que o curso vai proporcionar uma nova alternativa para acelerar o tratamento dos usuários do SUS. “Mostramos como o aparelho funciona em aula teórica e prática, com o objetivo de demonstrar como podemos melhorar o tratamento clínico”, disse.

A fisioterapeuta, Carla Azedo, do Centro Especializado de Reabilitação do Disa Oeste, participou da capacitação e ficou satisfeita com o novo recurso. “Eu estou muito feliz porque agora vamos poder ter evolução nos quadros clínicos em um período menos prolongado”, afirmou.

 

Assessoria de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Vanessa Leocádio

Coordenação: Cláudia Barbosa

(92) 3236-8315/8842-8370

Lançamento da vacinação contra o HPV

quarta-feira, maio 8th, 2013

O planejamento e as ações efetivas ao lançamento da Campanha de Vacinação contra o Câncer de Colo do Útero na cidade de Manaus, com a imunização contra o Papilomavírus Humano (HPV), estão em sua fase final e está com data marcada para iniciar no dia 10 de junho. Com investimento financeiro em torno de R$ 4 milhões, a Prefeitura de Manaus e o Governo do Estado têm o objetivo de vacinar 100% das meninas de 11 a 13 anos de idade, em escolas públicas e privadas do município de Manaus.

“Manaus é a única cidade do País a ter a sua vacinação contra o HPV com recursos próprios, ao contrário do restante do País. Isso se deve ao prefeito Arthur Neto e ao governador Omar Aziz que priorizam a saúde pública, com ações como essa de prevenção às doenças”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo.

Na reunião realizada nesta terça-feira (7), no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), os técnicos das Secretarias de Saúde e de Educação de Manaus, Secretarias do Estado de Saúde (Susam) e Educação (Seduc), Conselhos de Educação e representantes de escolas privadas, abordaram aspectos sobre a infra-estrutura e logística, formação do banco de dados e, sobretudo, a importância da mobilização, entre os governos estadual e municipal e a sociedade para o alcance das metas.

“A vacinação será precedida por uma ampla mobilização da comunidade e comunicação em saúde, capaz de envolver pais, diretores, professores, adolescentes e profissionais de saúde. Por ano, são 170 mortes por casos de câncer de colo de útero em Manaus e um tratamento contra este tipo de câncer custa em torno de R$ 14 mil, sem a garantia de vida da paciente.

Por isso, é importante evitar a doença com a vacina, que serão em três doses, com  intervalo de 60 dias a segunda dose e 180 dias a terceira dose. A participação e aceitação dos pais é essencial porque eles precisam autorizar as filhas a se vacinar”, ressaltou o secretário Evandro Melo.

Como parte da estratégia de vacinação ficou acordado entre os técnicos que as adolescentes, alvo da campanha, e seus responsáveis, devem compreender os princípios e o nível de prevenção que a vacina propicia. A campanha de vacinação nas escolas visa prevenir a ocorrência de câncer do colo do útero, vulvar e vaginal, lesões pré-cancerosas, verrugas genitais e infecções causadas pelo HPV. Segundo a subsecretária municipal de Gestão da Saúde, Lubélia Sá Freire, a vacinação deverá reduzir em longo prazo, a incidência de lesões de alto grau ou de câncer do colo do útero, reduzindo dessa forma a mortalidade em mulheres, vítimas da doença.

Outras contribuições à discussão foram registradas durante a discussão entre os técnicos, tais como a criação de grupos de adolescentes dentro da escola, inserção do tema nas aulas de Ciências, além da criação de quadrinhos para divulgação e o conhecimento dos efeitos positivos da vacina junto à escola e comunidade.

Uma próxima reunião foi definida para esta quinta-feira, 9, às 15h, no auditório da Semsa. Em contrapartida, o dia 13 de maio foi consenso entre os técnicos para o início das atividades de mobilização.

O que é o HPV

O Papilomavírus Humano (HPV) é o agente causal de importante e prevalente infecção de transmissão sexual, que pode evoluir para o câncer. É considerado o vírus de transmissão sexual mais comum em função da facilidade de transmissão. Como dado científico, é possível afirmar-se que, 60% das pessoas infectadas transmitem o vírus a seus parceiros em um único contato sexual.

 

Assessoria de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Wilson Reis

Coordenação: Cláudia Barbosa

(92) 3236-8315/8842-8370

Semsa promove primeiro Encontro de Auditoria do SUS

segunda-feira, maio 6th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai promover na próxima quarta-feira, dia 08, o I Encontro de Auditoria do Sistema Único de Saúde (SUS) no Amazonas. O evento será realizado no mini-plenário da Assembleia Legislativa, das 8h00 às 17h30, e reunirá representantes dos órgãos de auditoria do SUS nas esferas Federal, Estadual e Municipal, do Conselho Municipal de Saúde (CMS/MAO), dos órgãos de Ouvidoria do SUS e do Sindicato dos Servidores do Sistema Nacional de Auditoria do SUS (Unasus Sindical).

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que o encontro tem como objetivo buscar a ampliação do diálogo e da integração entre as entidades responsáveis pelo trabalho de auditoria no SUS e aquelas responsáveis pela participação social, como os Conselhos de Saúde, as Ouvidorias do SUS e os sindicatos.

“O evento também é uma estratégia para  promover a divulgação do trabalho realizado pelos componentes de auditoria do SUS, tanto na esfera Federal quanto Estadual e Municipal, e para informar à sociedade sobre o papel participativo da auditoria do SUS como integrante do controle interno da gestão em saúde”, informa Evandro Melo.

O Encontro de Auditores vai contar com a presença da diretora do Departamento Nacional de Auditoria do SUS (DENASUS), Adelina Feijão, e da presidente da Unasus,  Maria do socorro Bezerra Mateus, que farão exposição sobre os temas “O fortalecimento da Auditoria do SUS à luz da gestão participativa” e “Desafios do controle interno no novo modelo de gestão do SUS”.

O chefe da Divisão de Auditoria do SUS na Semsa, Olivam Silva Conceição, explica que a tendência é que a nova configuração do trabalho de auditoria do SUS busque cada vez mais uma gestão estratégica e participativa. A fiscalização das ações e serviços de saúde deve ser realizada pela própria gestão, através do Controle Interno, e por outros órgãos fiscalizadores de Controle Externo, mas também pelo Conselho Municipal de Saúde e os serviços de Auditoria do SUS, tendo ainda a Ouvidoria em Saúde com parceira e instrumento de escuta dos usuários dos serviços públicos de saúde.

“A parceria entre esses componentes, trabalhando numa perspectiva de Gestão Estratégica e Participativa, assegura respostas às demandas dos usuários do Sistema Único de Saúde e garante ao gestor um melhor rigor no controle interno dos serviços”, destacou Olivam Conceição.

A Auditoria do SUS representa o controle interno do Sistema Único de Saúde, fiscalizando as ações e serviços públicos de saúde, e sendo um instrumento para assegurar ao gestor público a aplicação adequada dos recursos destinados à saúde. As atividades da Auditoria do SUS incluem: auditoria de controle de prestação de serviços; auditoria de denúncias de usuários do SUS; e elaboração de pareceres técnicos a partir de demandas do gestor público.

 

 

 

________________

Assessoria de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Coordenação: Cláudia Barbosa

(92) 3236-8315, 8842-8370

Unidades Móveis iniciam atendimento no conjunto Viver Melhor

segunda-feira, maio 6th, 2013

O Programa Saúde Manaus Itinerante iniciou o atendimento no conjunto habitacional Viver Melhor, zona Oeste.  Até o dia 29 de maio, três Unidades Móveis (Saúde da Mulher, Saúde Odontológica e Médico-Laboratorial) estarão oferecendo para a comunidade serviços de exames de prevenção ao câncer de colo de útero e ao câncer de mama (preventivo, ultrassonografia e mamografia), além de serviços de profilaxia (limpeza) e aplicação de flúor, restaurações e pequenas cirurgias. Haverá ainda disponibilização de atendimento médico e realização de exames laboratoriais.

Os mesmos serviços estão sendo oferecidos no bairro Gilberto Mestrinho, zona Leste, em frente ao Centro Municipal de Ensino Infantil (Cmei) Dulcineia Tinoco, rua Vitória Régia, s/nº, onde as Unidades Móveis ficarão até o dia 16 de maio.

Na zona Norte, o Programa Saúde Manaus Itinerante encerra na próxima quinta-feira, dia 09, atendimento na praça Marli Garganta, ao lado da Escola Municipal Marli Amazonas, bairro Terra Nova. No local, estão sendo disponibilizados os serviços das Unidades Móveis de Saúde da Mulher e de Saúde Odontológica.

Locais:

Zona Norte: Rua Xavantes, Praça Marli Garganta, ao lado da Escola Municipal Marli Garganta, bairro Terra Nova – (Saúde da Mulher e Odontológica) – 11 de abril a 09 de maio;

Zona Sul: Parque do Idoso, Rua Rio Mar, bairro Nossa Senhora das Graças – (Saúde da Mulher e Saúde Odontológica) – 22 abril a 03 de maio.

Zona Leste: CMEI Dulcineia Tinoco, rua Vitória Régia, s/nº, bairro Gilberto Mestrinho – (Saúde da Mulher, Médico-Laboratorial e Odontológica) – 18 de abril a 16 de maio.

Zona Oeste: Conjunto habitacional Viver Melhor, Santa Etelvina – (Saúde da Mulher, Saúde Odontológica e Médico-Laboratorial) - 02 a 29 de maio.

________________
Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Eurivânia Galúcio
Coordenação: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315

Semsa elabora plano para as doenças causadas pela cheia

segunda-feira, maio 6th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está concluindo a elaboração do plano de enfrentamento às doenças que podem surgir com a cheia dos rios na cidade de Manaus. O plano foi determinado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto e pretende realizar a avaliação, o monitoramento e a intervenção das questões de saúde em áreas de risco identificadas pela Defesa Civil e o Serviço Geológico do Brasil (CPRM).

Apesar de o plano ainda estar em processo de conclusão, a Semsa já está realizando ações de enfrentamento em comunidades localizadas em bairros como Glória, Matinha e Educandos, identificados como áreas de risco durante o período de cheia dos rios.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, informa que o trabalho está sendo executado por uma equipe formada por profissionais do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Vigilância Ambiental e Epidemiológica (DVAE), Vigilância Sanitária (DVISA) e de Promoção à Saúde.

“Inicialmente, a equipe realiza o levantamento dos fatores de risco para a saúde nas áreas que podem ser alagadas. A partir desse levantamento, são iniciadas as ações necessárias para atender especificamente aquela população”, explica Evandro Melo.

As equipes estão fazendo o levantamento da situação vacinal e imunizando os moradores das áreas de risco quando necessário. A Semsa também busca fazer a análise da qualidade da água consumida, identificando locais com infestação de ratos, para desratização, orientações de Educação em Saúde aos moradores e fiscalizando estabelecimentos de comercialização de alimentos que estejam em risco de contaminação. O CCZ está disponibilizando vacinação para cães e gatos e orientando sobre o encaminhamento de animais abandonados.

O assessor da Subsecretaria de Gestão da Saúde, Romeo Rodrigues Fialho, explica que a Semsa está trabalhando em parceria com as secretarias municipais de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) e de Limpeza e Serviços Públicos (Semulsp), com o Prosamim e outras instituições.

“Algumas vezes as equipes identificam locais que precisam de um maior trabalho de limpeza ou que apresentam maior risco para a saúde por causa de problemas na rede elétrica, além de situações onde é necessário o deslocamento de moradores para áreas mais seguras. Por todas essas situações, o trabalho de enfrentamento precisa ser intersetorial e integrado”, destaca Romeo Fialho, lembrando que as ações também já foram iniciadas junto às comunidades ribeirinhas.

Todas as ações estão sendo desenvolvidas para reduzir ao máximo o impacto da cheia dos rios para a saúde da população de Manaus, evitando surtos de doenças que podem ser evitadas com vacina, reduzindo casos de leptospirose (doença transmitida através de contato com a urina de ratos), de diarreias por consumo de água ou alimentos contaminados e de ataques por animais peçonhentos.

________________
Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Eurivânia Galúcio
Coordenação: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315

Semsa chama as grávidas para a vacinação contra Gripe

segunda-feira, maio 6th, 2013

Manaus já vacinou 235.155 pessoas contra a gripe, atingindo 96,48% da meta, até esta sexta-feira, 03. A capital do Amazonas foi a primeira do País a atingir o índice estipulado pelo Ministério da Saúde de imunizar 80% do público alvo. A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) conseguiu ultrapassar a meta em todos os grupos prioritários, menos com as gestantes. Para vacinar as grávidas, principalmente, 147 unidades de saúde da rede municipal estão com as vacinas disponíveis até o dia 10 de maio.

“Estamos fazendo a busca ativa das grávidas para que elas possam se proteger contra a gripe. O grupo de gestantes é o único que apresenta doses e percentual abaixo da meta estabelecida pelo Ministério da Saúde, que é de 30.337 doses e conseguimos imunizar 22.528 doses (74,26%). Mas vamos conseguir chegar a nossa meta até o dia 10 de maio, apesar de no balanço geral termos chegado a 80%, o que já é cumprimento de meta”, ressaltou o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo.

O Ministério da Saúde prorrogou a Campanha da Vacinação contra a Influenza em todo o País até o dia 10 de maio, porque a maioria dos municípios, ao contrário de Manaus, não havia conseguido atingir o mínimo exigido de 80%. A campanha em Manaus começou no dia 15 de abril e teve o dia D no dia 20 de abril, no Parque Municipal do Idoso, quando mais de cinco mil pessoas se mobilizaram em toda a cidade para vacinar os grupos prioritários estipulados pelo Ministério da Saúde.

A vacina protege contra três subtipos do vírus influenza: A (H1N1) – conhecido popularmente como gripe suína –, A (H3N2) e B. Estes são os subtipos que mais circularam no inverno passado, segundo o Ministério da Saúde.

Em levantamento realizado pela Divisão de Imunização (Divim) da Semsa, os números revelam crescimento nos grupos prioritários da vacina. De acordo com o responsável pelo Sistema de Informática da Semsa,  Douglas Porto, o grupo de crianças de 6 meses a 2 anos, foram aplicadas 51.609 doses (85,06%) superando a faixa dos 80%, meta estabelecida pelo MS.

Outro grupo importante, foco da vacinação, são os idosos. O levantamento do Divim registrou a superação da meta, atingindo 100,89%. De 111.669 doses estabelecidas na campanha, a vacinação registrou 112.659 doses aplicadas.

Doses aplicadas e percentuais por grupos prioritários

1.    Crianças de 6 meses a 2 anos: 51.609 doses (85,06%);
2.    Gestantes: 22.528 doses (74,26%);
3.    Idosos a partir dos 60 anos: 112.659 doses (100,89%);
4.    Indígenas: 2.288 doses (284,93%);
5.    Puérperas: 6.255 doses (125,43%);
6.    Trabalhadores da Saúde: 40.794 doses (112,36%)

Para quem trabalha, a vacina está também disponível nas Unidades de Saúde com horário ampliado, das 7h às 21h (Segunda a sexta) e aos sábados (7h às 17h).

DISTRITO DE SAÚDE SUL

UBS Dr. José Rayol dos Santos – Av. Constantino Nery, s/n, Chapada;
UBS Morro da Liberdade – Rua São Benedito, s/n. Morro da Liberdade;

DISTRITO DE SAÚDE NORTE

USA Balbina Mestrinho – Rua 17, nº 170, Cidade Nova II;
USA Sálvio Belota – Rua das Samambaias, nº 786, Santa Etelvina;
UBS Áugias Gadelha – Rua A, nº 15, Cidade Nova I;

DISTRITO DE SAÚDE LESTE

USA Alfredo Campos – Rua André Araújo, s/nº, Zumbi II;
UBS Leonor Brilhante – Av. Autaz Mirim, s/nº, Tancredo Neves;
UBS José Amazonas Palhano – Rua Antônio Matias, s/nº, São José II;

DISTRITO DE SAÚDE OESTE

UBS Leonor de Freitas – Avenida Brasil, s/nº, Compensa II;
UBS Deodato de Miranda Leão – Av. Presidente Dutra, s/nº, Glória;

________________
Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Wilson Reis
Coordenação: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315

Semsa disponibiliza vacina da gripe até cumprir 100% da meta

segunda-feira, abril 29th, 2013

Com 92,87%, ou seja, 227.320 de pessoas vacinadas durante a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza, o município de Manaus manteve o patamar de ser a primeira capital do País a atingir a meta de vacinar o mínimo de 80% dos grupos prioritários da imunização. Mesmo com o sucesso da campanha, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) anunciou que manterá a partir deste sábado, 27, e durante toda a semana, 145 unidades de saúde da rede municipal vacinando as pessoas que não conseguiram se proteger contra a gripe na campanha,  até chegar aos 100%.

Em segundo lugar na vacinação, ficou Porto Alegre (RS) que vacinou 80,61% e as outras capitais não conseguiram chegar à meta, oscilando em 24,30% (Boa Vista). “Manaus não vai fazer prorrogação da campanha, porque superamos a meta, vamos disponibilizar apenas a vacina nas unidades da rede municipal, sem equipes volantes ou em outros locais.  O Ministério da Saúde pediu a prorrogação até o dia 10 de maio, porque a maioria dos municípios não conseguiu atingir o mínimo exigido. Manaus já ultrapassou, mas mesmo assim vamos disponibilizar a vacina nas unidades de saúde para que os grupos prioritários possam continuar se protegendo contra a gripe”, enfatizou o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, acrescentando que o número de pessoas imunizadas até às 17h de sexta-feira ainda não está fechado e pode ser ainda maior.

Durante este sábado, as 10 unidades de saúde do horário ampliado estarão vacinando das 7h às 17h. “Acreditamos que já nesta semana conseguiremos chegar aos 100%, que são 244.778, ou seja, quase 245 mil pessoas imunizadas e protegidas contra a gripe. O que demonstra que todas as nossas estratégias de busca ativa deram certo”, comemorou o secretário.

Evandro Melo lembrou que uma das estratégias foi colocar equipes volantes em condomínios residenciais, em shoppings, supermercados, igrejas, terminais de ônibus, hospitais privados e públicos, tudo para ir onde estavam os acamados, as crianças, idosos, indígenas, profissionais de saúde, gestantes, mulheres de resguardo, diabéticos e hipertensos, além dos presidiários. “E graças à determinação do prefeito Arthur Neto e também ao bom trabalho da nossa equipe da Semsa, conseguimos alcançar o nosso objetivo com sucesso. Diferentemente de outras capitais, que ainda estão em 30% de vacinados”, afirmou Evandro Melo.

A campanha em Manaus começou no dia 15 de abril e teve o dia D no dia 20 de abril, no Parque Municipal do Idoso, quando mais de cinco mil pessoas se mobilizaram em toda a cidade para vacinar os grupos prioritários estipulados pelo Ministério da Saúde. “Também colocamos quatro telefones à disposição da população para que as equipes fossem em condomínios e hospitais particulares. E deu certo também”, enfatizou o secretário municipal de Saúde.

A vacina protege contra três subtipos do vírus influenza: A (H1N1) –conhecido popularmente como gripe suína –, A (H3N2) e B. Estes são os subtipos que mais circularam no inverno passado, segundo o Ministério da Saúde.

Percentual de vacinação nas capitais em todo o País até as 12h do dia 26/04:

Região Norte:

Rio Branco (Acre) – 56,83%
Macapá (Amapá) – 51,91%
Belém (Pará) – 58,83%
Porto Velho (Rondônia) – 39,92%
Roraima (Boa Vista) – 24,30%
Palmas (Tocantins) – 34,47%

Região Nordeste:

Maceió (Alagoas) – 52,38%
Salvador (Bahia) – 33,70%
Fortaleza (Ceará) – 27,81%
São Luis (Maranhão) – 47,08%
João Pessoa (Paraíba) – 33,09%
Recife (Pernambuco) – 40,41%
Teresina (Piauí) – 29,30%
Natal (Rio Grande do Norte) – 46,60%
Aracaju (Sergipe) – 39,18%

Região Sudeste:

Vitória (Espírito Santo) – 46,53%
Belo Horizonte (Minas Gerais) – 29,38%
Rio de Janeiro – 43,54%
São Paulo – 44,69%

Região Sul:

Curitiba (Paraná) – 73,89%
Porto Alegre (Rio Grande do Sul) – 80,61%
Florianópolis (Santa Catarina) – 69,86%

Região Centro-Oeste:

Distrito Federal (Brasília) – 51,37%
Goiânia (Goiás) – 45,57%
Campo Grande (Mato Grosso do Sul) – 51,10%
Cuiabá (Mato Grosso) – 40,20%

Unidades com horário ampliado de atendimento que estarão vacinando neste sábado, das 7h às 17h:

Unidades que terão o atendimento estendido

DISTRITO DE SAÚDE SUL
UBS Dr. José Rayol dos Santos – Av. Constantino Nery, s/n, Chapada
UBS Morro da Liberdade – Rua São Benedito, s/n. Morro da Liberdade

DISTRITO DE SAÚDE NORTE
USA Balbina Mestrinho – Rua 17, nº 170, Cidade Nova II
USA Sálvio Belota – Rua das Samambaias, nº 786, Santa Etelvina
UBS Áugias Gadelha – Rua A, nº 15, Cidade Nova I

DISTRITO DE SAÚDE LESTE
USA Alfredo Campos – Rua André Araújo, s/nº, Zumbi II
UBS Leonor Brilhante – Av. Autaz Mirim, s/nº, Tancredo Neves
UBS José Amazonas Palhano – Rua Antônio Matias, s/nº, São José II

DISTRITO DE SAÚDE OESTE
UBS Leonor de Freitas – Avenida Brasil, s/nº, Compensa II.
UBS Deodato de Miranda Leão – Av. Presidente Dutra, s/nº, Glória

Campanha contra Gripe não será prorrogada em Manaus

sexta-feira, abril 26th, 2013

Apesar do Ministério da Saúde ter recomendado a prorrogação da Campanha de Vacinação contra a Gripe (Influenza) até o dia 10 de maio, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai encerrar as ações de imunização nesta sexta-feira, dia 26, já que a meta da vacinação em Manaus deve ser alcançada dentro do prazo estabelecido inicialmente.

De acordo com o secretário municipal de saúde, Evandro Melo, a recomendação do Ministério da Saúde foi feita em decorrência da baixa cobertura de vacinação registrada em alguns municípios. A meta nacional da campanha, iniciada no dia 15 de abril, é vacinar ao menos 80% do público-alvo, definido em 31,3 milhões de pessoas em todo o Brasil, mas até agora a média nacional de cobertura de vacinação está registrada em cerca de 40%.

“O município de Manaus já atingiu a cobertura vacinal de 76% do público-alvo da campanha, com 186.618 pessoas imunizadas contra a gripe, ou seja, até amanhã, dia 26, a meta de vacinar 80% do total de 245 mil pessoas em Manaus deverá ser alcançada”, explicou Evandro Melo.

Devem se vacinar idosos com mais de 60 anos, crianças de seis meses a dois anos, indígenas, gestantes, mulheres no período de até 45 dias após o parto (em puerpério), pessoas privadas de liberdade, profissionais de saúde, além das pessoas que têm doenças crônicas do pulmão, coração, fígado, rim, diabetes, imunossupressão e transplantados.

A Semsa já atingiu a meta de vacinação de alguns grupos prioritários, como é o caso das puérperas (102,35%), idosos (82,96%) e trabalhadores de saúde (83,93%), sendo que as equipes de vacinação estarão intensificando as ações junto às crianças e gestantes, que ainda estão abaixo da meta do Programa Nacional de Imunização (PNI) do Ministério da Saúde.

As pessoas que estão dentro do público-alvo da campanha devem procurar os estabelecimentos de saúde (Unidades Básicas, Unidades Básicas de Saúde da Família, Policlínicas e Unidades Ambulatoriais) ou postos volantes instalados em locais de grande circulação de pessoas, supermercados, shoppings, igrejas e Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC).

A Semsa também disponibilizou quatro telefones para que as pessoas possam solicitar a presença das equipes volantes em condomínios e hospitais particulares da cidade. O agendamento pode ser marcado fora do horário comercial, mesmo depois das 18h. Telefones: zona Oeste – 3654-5508 / zona Sul – 3637-6947 / zona Leste – 3681-6705 / zona Norte – 3581-3499.

Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Eurivânia Galúcio
Coordenação: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315
ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Facebook: http://www.facebook.com/semsamanaus

Site: http://semsa.manaus.am.gov.br

Semsa realiza ações de combate à hipertensão

sexta-feira, abril 26th, 2013

Em comemoração ao Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio do Núcleo de Hipertensão e Diabetes, realizará, na manhã desta sexta-feira, 26, uma programação especial, no Parque do Idoso (rua Dr. Thomas, 798, Nossa Senhora das Graças, zona Sul), com ações de sensibilização da população para a prevenção e controle da pressão alta. As ações da campanha serão estendidas a todas as Unidades Básicas de Saúde e policlínicas da rede municipal de saúde.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, com o tema “Hábito saudável, coração estável”, equipes da Semsa juntamente com os acadêmicos da Liga de Hipertensão e Diabetes das universidades Federal e Estadual do Amazonas (Ufam e UEA) e nutricionistas do Conselho Regional de Nutricionistas vão oferecer, até às 12h, diversos serviços para alertar a população sobre os riscos da doença e como evitá-la com orientações de alimentação saudável, teste de glicemia, aferição de pressão alta, distribuição de folderes educativos e cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC), dentre outras atividades que serão realizadas para marcar o dia de luta contra a hipertensão.

“Muitas pessoas nem sabem que têm pressão alta, o que é um grande perigo. A pressão alta não controlada é a principal causa das duas doenças que mais matam no Brasil: o acidente vascular cerebral (AVC) e o infarto. Por isso, a importância desta campanha para prevenir e controlar a hipertensão”, enfatizou Evandro Melo.

No Brasil, estima-se que apenas 10%, de cerca de 30 milhões de hipertensos existentes, façam o controle adequado da hipertensão. “Por esse motivo constitui-se no grande desafio da campanha de prevenção e combate a hipertensão, que trará uma abordagem positiva com foco nos benefícios da prevenção por meio de uma rotina de vida saudável, com alimentação balanceada e a prática de exercícios físicos”, explica a chefe do Núcleo de Hipertensão e Diabetes, Yeda Abitbol.

A hipertensão arterial ou pressão alta é a elevação da pressão arterial para números acima dos valores considerados normais (140/90mHg). Segundo a Sociedade Brasileira de Hipertensão (SBH) a doença atinge aproximadamente 35% da população acima dos 40 anos e uma média de 4% das crianças e adolescentes. Além disso, é responsável pela morte de 300 mil brasileiros anualmente, 820 mortes por dia, 30 por hora ou uma a cada 2 minutos.

Sintomas

A maioria das pessoas não sente quando a pressão está alta. A forma mais segura ainda é a verificação da pressão arterial. Algumas pessoas informam queixas como dor de cabeça, falta de ar, tonturas, sangramento no nariz.

O que fazer

Diminuir a quantidade de sal ou sódio; alimentação saudável; abandone bebidas alcoólicas; manter medida da cintura em homens menor que 102 cm e em mulheres menor que 88 cm; praticar atividades físicas moderadas três vezes por semana; não fumar; beber bastante água.

________________
Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Luciete Pedrosa
Coordenação: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315
ascom.semsa@pmm.am.gov.br
Facebook: http://www.facebook.com/semsamanaus
Site: http://semsa.manaus.am.gov.br

Semsa promove treinamento para utilização do iCad – Empresa Fácil

quarta-feira, abril 24th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promoveu na manhã da terça-feira, 23, um treinamento direcionado para profissionais do Departamento de Vigilância Sanitária (Dvisa) sobre a utilização do Cadastro de Empresas Online (iCad – Empresa Fácil). O treinamento aconteceu na sede do Dvisa, no conjunto Santos Dumont, bairro da Paz, e foi executado por técnicos da Secretaria Municipal de Finanças, Planejamento e Tecnologia da Informação (Semef).

A utilização do sistema de cadastro online, que permite a integração da base de dados das secretarias municipais que emitem documentação para funcionamento regular de estabelecimentos comerciais, tem como objetivo oferecer uma maior rapidez nos processos de trabalho do Dvisa, agilizando e simplificando serviços como emissão de licenças sanitárias.

O Dvisa é o órgão da  Semsa que realiza serviços de expedição de licenças sanitárias, emissão e renovação de licenças para estabelecimentos de saúde e estabelecimento de interesse da saúde, como restaurantes, supermercados e drogarias.

O chefe de Controle de Processo do Dvisa, Orleilson Amazonas, explica que, atualmente, a expedição de licenças ocorre depois de solicitação dos donos dos estabelecimentos de saúde ou de interesse à saúde, que precisam apresentar documentação no Dvisa.  “Dependendo do tipo de estabelecimento, o proprietário também precisa solicitar a licença ou alvarás nas secretarias municipais de Meio Ambiente, de Finanças e Planejamento Urbano, apresentando muitas vezes a mesma documentação. Com a integração da base de dados das secretárias, através do iCad, é possível utilizar uma base única de informações para dar andamento aos processos de liberação de licenças de funcionamento”, explicou Orleilson Amazonas.

A utilização do iCad também vai permitir que o Dvisa tenha acesso simultâneo às informações sobre a abertura do cadastro dos estabelecimentos comerciais. Com isso, quando o proprietário iniciar o processo de solicitação de alvará de funcionamento na Secretaria Municipal de Finanças (Semef), o Dvisa terá acesso às mesmas informações, podendo organizar a demanda no trabalho de emissão de licenças sanitárias.

O diretor do Dvisa, Jerfeson Nepumuceno Caldas, informa que o iCad ainda vai ajudar na identificação de classificação de risco do estabelecimento.

“Os estabelecimentos de baixo risco recebem o alvará provisório de seis meses de funcionamento e o Dvisa poderá agendar a vistoria e outros serviços. Os considerados de alto risco terão que aguardar o processo de licenciamento”, explicou Jerfeson Caldas.

O Dvisa pretende iniciar a utilização do Cadastro de Empresas Online (iCad) a partir do mês de maio.

________________

Assessoria de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Eurivânia Galúcio
Coordenação: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315
ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Programa de Controle Sanitário e Boas Práticas Nutricionais

terça-feira, abril 23rd, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai realizar nesta terça-feira, 23, às 16h, no auditório da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, o lançamento do programa Controle Sanitário e Boas Práticas Nutricionais. Instituído pelo Departamento de Vigilância Sanitária (Dvisa), o programa tem como objetivo garantir segurança alimentar e a qualidade nutricional na fabricação, comercialização e manipulação de alimentos no município de Manaus. A programação de lançamento pretende reunir 300 pessoas, incluindo representantes dos setores comercial e industrial de alimentos.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que o novo programa pretende incentivar uma maior integração entre o Dvisa (órgão responsável por desenvolver ações de fiscalização, proteção, promoção e educação sanitária junto à população) e os estabelecimentos que manipulam alimentos, como restaurantes e supermercados. “Dentro do programa, o Dvisa irá promover ações que sejam capazes de qualificar e orientar os estabelecimentos comerciais e do setor industrial para garantir que todos trabalhem de acordo com legislação sanitária”, explicou Evandro Melo.

O programa também irá promover a parceria dos estabelecimentos que manipulam alimentos com entidades como o Serviço Nacional da Indústria (Senai), o Serviço Nacional do Comércio (Senac), o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a Agência de Fomento do Estado do Amazonas (Afeam) e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). “São entidades que podem ajudar na qualificação de profissionais e no financiamento de estabelecimentos comerciais e empresas. Convidamos representantes dessas entidades e órgãos para que, durante o lançamento do programa, façam uma apresentação das atribuições de cada um para o público presente”, informou Evandro Melo.

Além de reforçar a exigência da legislação sanitária no manuseio dos alimentos, a Prefeitura de Manaus também quer, através das ações do programa, implantar uma política de redução do sal, de gorduras e de açúcar nos alimentos, incentivando a alimentação saudável e com alto valor nutritivo. Para isso, a Semsa está programando ações de sensibilização e capacitação em Boas Práticas de Fabricação de Alimentos e Boas Práticas Nutricionais. Uma das ações a ser desenvolvida é a atuação junto às escolas e universidades para a elaboração de um cardápio mais saudável para os estudantes.

Durante a cerimônia de lançamento, as nutricionistas Cristiane Marisa Ruwer, mestre em Saúde, Sociedade e Endemias na Amazônia, e Luciana Cardoso Fares, mestre em Ciências de Alimentos, farão a apresentação da proposta do programa. Haverá ainda a apresentação do Projeto de Categorização de Serviços de Alimentação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que deverá ser implantado em todas as cidades sedes da Copa do Mundo 2014. A programação será encerrada com depoimento de empresários com experiências positivas na implantação de Boas Práticas na Manipulação de Alimentos e debate entre os participantes.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Semsa monta estratégia para intensificar vacinação contra a gripe

terça-feira, abril 23rd, 2013

Para intensificar a imunização dos grupos prioritários da Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), colocou nesta segunda-feira (22) quatro telefones à disposição da população para que as equipes volantes vacinem em condomínios e hospitais particulares da cidade. Até agora, o município conseguiu atingir 59,9% da meta, com 146.749 pessoas vacinadas.
A campanha vai até o dia 26 de abril com o objetivo de proteger 245 mil pessoas contra a gripe, ou 80% da meta.

O objetivo da intensificação da vacinação, segundo o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, é fazer a busca ativa do público-alvo, como gestantes, profissionais de saúde, idosos com 60 anos ou mais e crianças de seis meses a dois anos. Doentes crônicos e mulheres no período de até
45 dias após o parto também podem receber a vacina.

“Montamos essa estratégia para que a pessoa possa agendar a visita das nossas equipes de vacinação, que poderão ir depois das 18h, porque antes desse horário muitos estão trabalhando e não podem ir a um posto de vacinação. E nos hospitais particulares, temos que vacinar os profissionais de saúde e vamos pessoalmente imunizá-los”, declarou Evandro Melo.

A Semsa está com 873 postos de vacinação e equipes volantes vacinando, além das unidades de saúde do Estado e Município, também em creches, supermercados, igrejas, Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC), terminal de ônibus, bancos e postos do Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), presídios e aldeias indígenas. “A vacinação é segura e feita com o objetivo de diminuir o risco de ter doença grave e evitar o óbito. Por isso, todos do grupo prioritário devem se proteger, assim como os hipertensos e diabéticos”, declarou o secretário.

O Dia D da Campanha Nacional contra a Influenza foi realizado neste sábado, dia 20, no Parque Municipal do Idoso, com a presença do prefeito Arthur Neto e do secretário municipal de Saúde. A vacina protege contra a gripe sazonal (conhecida como gripe comum) e a gripe influenza A (H1N1), sendo que a criança ou o adulto pode receber outras vacinas do calendário na mesma hora de aplicação da vacina contra a influenza. A orientação é somente utilizar locais de aplicação diferente.

Além de vacinar os grupos prioritários contra a gripe, a Semsa também verificou a saúde bucal das pessoas com mais de 50 anos de idade. A campanha desenvolve ações de Educação em Saúde até o dia 26 de abril, promovendo a realização de exames odontológicos com ênfase na busca de lesões com potencial cancerígeno.

A Prefeitura também estendeu o prazo para agendamento dos acamados, que pode ser feita pelo telefone 0800-280-8-280. Para isso, é necessário informar além do nome do responsável e telefone de contato, nome do idoso, idade, endereço completo (com indicação de ponto de referência) e o problema de saúde do acamado. O agendamento também pode ser feito nas unidades de saúde mais próxima da casa do idoso, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h. As unidades de saúde funcionam, em horário normal, das 7h30 às 18h, e as de horário estendido, das 18h às 21h, e aos sábados, das 7h às 17h.

Telefones para agendamento de vacinação em condomínios residenciais e hospitais particulares:

Quem mora na zona Oeste: 3654-5508
Quem mora na zona Sul: 3637-6947
Quem mora na zona Leste: 3681-6705
Quem mora na zona Norte: 3581-3499

Reportagem: Cláudia Barbosa

Mais de 50% da meta já atingida na vacinação

terça-feira, abril 23rd, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde fechou o sábado, 20, Dia D de Mobilização Nacional contra a Influenza, com um total de 141.281 mil pessoas vacinadas, o que corresponde a 58% da meta na capital, que é de 245 mil pessoas.

Os idosos acima de 60 anos, os bebês de seis meses a menores de dois anos, as grávidas, as mulheres em período de resguardo, os indígenas e os profissionais de saúde, além dos hipertensos e diabéticos, têm ate o dia 26 de abril, próxima sexta-feira,  para se protegerem contra a gripe, na unidade de saúde mais próxima de casa.

Segundo o secretario municipal de Saúde, Evandro Melo, chegar a mais de 50 por cento da meta no Dia D é uma vitoria, que demonstra que os grupos prioritários estão atentos à prevenção da gripe. “A Semsa estará com mais de 300 postos de vacinação funcionando durante a semana para atender as pessoas que ainda não se imunizaram. E quem quiser ainda pode atualizar o cartão de vacinação”, salientou.

Texto: Cláudia Barbosa

Prefeito abre Dia D de Mobilização Nacional Contra Influenza

terça-feira, abril 23rd, 2013

A abertura do Dia D de Mobilização Nacional Contra a Influenza (gripe) em Manaus foi feita pelo prefeito Arthur Virgílio Neto, às 8h30 deste sábado, 20, no Parque Municipal do Idoso (PMI), na Rua Rio Mar, Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul. Para atingir o maior número possível de pessoas, a Prefeitura de Manaus montou uma estrutura com 873 postos espalhados pela cidade. A vacinação teve início na segunda-feira, 15, e segue até sexta-feira, 26. Até sexta, 19, um total de 72 mil pessoas já haviam sido vacinadas na capital.

Para o prefeito, a vacina é a principal ferramenta na prevenção de doenças. “Tive uma virose recentemente e até agora minha voz não voltou ao normal. Quem já pegou uma gripe muito forte, sabe o quanto o organismo fica debilitado. Por isso, é importante prevenir, se proteger”, lembrou Arthur, acrescentando que a prefeitura está empenhada em atingir a meta, que é a imunização de 245 mil pessoas dos grupos prioritários até a próxima sexta-feira. “Montamos uma grande estrutura com mais de 800 postos, incluindo aí shoppings, supermercados e igrejas, locais de grande circulação de pessoas”, disse.

Além do prefeito, estiveram presentes no Parque do Idoso, os secretários municipal e estadual de Saúde, Evandro Melo e Wilson Alecrim, e o presidente da Fundação de Vigilância Sanitária, Bernardino Albuquerque. Ele, aliás, foi a primeira pessoa a ser vacinada, simbolizando a abertura do Dia D. Arthur já havia sido vacinado no dia 16 de abril, na comunidade ribeirinha Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

O secretário Evandro Melo lembrou que este ano a prefeitura aumentou o grupo prioritário de pessoas a serem imunizadas contra a Influenza. “Além das crianças de 6 meses a menores de dois anos, gestantes, idosos a partir de 60 anos, mulheres no período de até 45 dias após o parto, profissionais de saúde e indígenas, estamos vacinando também pessoas portadoras de doenças crônicas como, por exemplo, diabetes e hipertensão”, explicou. A vacina só é contraindicada para quem é alérgico a ovo e já apresentou alguma reação a vacina da gripe.

A influenza é uma doença respiratória aguda, também conhecida como gripe, causada por vírus. A transmissão acontece de pessoa a pessoa, principalmente por meio da tosse ou espirro e através do contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas.

Campanha contra o câncer bucal

Paralelamente à vacinação, também está sendo realizada a Campanha de Prevenção ao Câncer Bucal. No Parque do idoso, neste sábado, das 8h às 17h, estão sendo realizados exames, em que pessoas identificadas com lesões suspeitas serão encaminhadas aos Centros de Especialidade Odontológica. Esses exames também são feitos nas Unidades Básicas de Saúde por cirurgiões dentistas.

No Dia do Índio, Semsa vacina indígenas na área urbana e ribeirinha

sexta-feira, abril 19th, 2013

Para marcar as comemorações do Dia Nacional do Índio, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promoveu na sexta-feira, 19, uma ação de saúde no Parque Nações Indígenas, no Tarumã, zona Oeste de Manaus, onde vivem 1,2 mil famílias indígenas, distribuídas entre 27 etnias. O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explicou que o evento foi realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Serviço Social de Direitos Humanos (Semasdh), disponibilizando para a população indígena ações de imunização, como vacinação e ações de Saúde Bucal, consultas médicas e exames de pressão arterial e de glicemia capilar.

Além dos serviços de saúde, a Semasdh viabilizou no local o cadastro único para o Programa Bolsa Família, promoveu orientações sobre direitos das mulheres, da pessoa idosa e de crianças e adolescentes, oficina de artesanato e orientações jurídicas.

“A ação de saúde em comemoração ao Dia do Índio é uma forma de mostrar que a Prefeitura de Manaus entende que é preciso sempre levar em conta a diversidade existente entre a população de Manaus, que apresenta diferentes demandas na área da saúde. E essas pessoas, com diferentes características, precisam ser acolhidas pelos serviços de saúde, que precisam montar estratégias para atender as necessidades de cada uma”, ressaltou Evandro Melo.

Durante a programação, realizada no Centro Comunitário do Parque Nações Indígenas, houve também a apresentação de dança da etnia Tikuna para recepcionar os trabalhadores da Semsa e da Semasdh. De acordo com o morador Messias Kokama, um dos líderes da comunidade, a dança apresentada é uma das formas utilizadas pelos indígenas para abençoar um dia de trabalho.

“Neste dia de comemoração aos povos indígenas, a realização de ações da Semsa e da Semasdh é importante para chamar a atenção dos indígenas para as questões essenciais de saúde e de serviço social, conscientizando sobre a importância do esforço de todos para a melhoria dos serviços”, destacou Messias Kokama.

Influenza

A ação direcionada para os indígenas também fez parte da programação da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (Gripe), iniciada na segunda-feira, 15, e que tem como meta vacinar 245 mil pessoas na cidade de Manaus.

O dia ‘D’ de mobilização da campanha vai acontecer amanhã, dia 20, no Parque Municipal do Idoso, às 9h, e contará com 873 postos de vacinação em toda a cidade. “Mais de cinco mil profissionais da Semsa e de entidades parceiras estarão trabalhando em postos fixos e volantes, distribuídos em pontos estratégicos da cidade, incluindo shoppings, supermercados e feiras. O mais importante é garantir um fácil acesso da população à vacina”, explicou Evandro Melo.

A campanha tem como público alvo os idosos, crianças de seis meses a menores de dois anos, gestantes, indígenas, as pessoas portadoras de doenças crônicas, e mulheres até o 45º dia após o parto, trabalhadores da saúde e a população presidiária.

Evandro Melo explica que a vacina vai proteger as pessoas contra a gripe sazonal (conhecida como gripe comum) e a gripe influenza A (H1N1). “A campanha tem como público alvo grupos de pessoas mais vulneráveis à gripe, como os indígenas e idosos, e que por isso são considerados como prioritários para a vacinação”, informou Evandro Melo.

Depois da mobilização do dia “D”, a campanha contra Influenza seguirá até o dia 26 de abril e os interessados poderão procurar as Unidades de Saúde da rede municipal para a vacinação.

Câncer Bucal 

A Semsa também vai realizar na manhã deste sábado, dia 20, a mobilização para a Campanha Municipal de Combate ao Câncer Bucal, direcionada para pessoas com mais de 50 anos de idade. A mobilização também vai acontecer no Parque Municipal do Idoso, onde equipes de Saúde Bucal realizarão ações de Educação em Saúde e exames odontológicos, buscando lesões com potencial cancerígeno.

Durante o período da campanha, que deverá ser encerrada dia 26 de abril, os exames também poderão ser feitos nas Unidades Móveis de Saúde Bucal. Os casos suspeitos serão encaminhados para os Centros de Especialidade Odontológica (CEOs).

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Semsa esclarece dificuldades nas chamadas para o Samu 192

sexta-feira, abril 19th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa que o telefone da Central de Regulação de Atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) apresentou problemas durante algumas chamadas telefônicas na manhã da quinta-feira, dia 18.

De acordo com a gerência do Samu, o problema ocorreu por falha no sistema da operadora de telefonia OI, que já foi notificada sobre a situação. A Semsa solicitou que fossem tomadas todas as providências necessárias para normalizar as operações o mais rapidamente possível.

A Semsa orienta a população que, caso não consiga completar a ligação para o 192, o registro das ocorrências seja feito a partir do telefone 190, da Polícia Civil, que irá encaminhar as solicitações para o Samu.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Unidade Móveis de Saúde reiniciam atendimentos na zona Leste

quinta-feira, abril 18th, 2013

O Programa Saúde Manaus Itinerante da Prefeitura de Manaus reinicia, nesta quinta-feira, 18, o atendimento aos moradores da zona Leste com Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Odontológica. Os atendimentos serão realizados até o dia 15 de maio, no pátio do Centro Municipal de Ensino Infantil (Cmei) Dulcineia Tinoco, na Rua Vitória Régia, s/nº, bairro Gilberto Mestrinho.

No local, a comunidade poderá usufruir dos serviços de exames de prevenção ao câncer de colo de útero e ao câncer de mama (preventivo, ultrassonografia e mamografia), além de serviços de profilaxia (limpeza) e aplicação de flúor, restaurações e pequenas cirurgias. Os moradores também poderão se consultar com clínico geral, pediatra e oftalmologista, e realizar exames laboratoriais.

Na zona Norte, o Programa Saúde Manaus Itinerante iniciou na última quinta-feira, 11, o atendimento no bairro Terra Nova. As Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Odontológica estão atendendo na Rua Xavante, Praça Marli Garganta, ao lado da Escola Municipal Profª Marli Garganta até o dia 9 de maio.

Na zona Sul, duas Unidades Móveis de Saúde da Mulher e a Odontológica estão atendendo no Parque do Idoso, bairro Nossa Senhora das Graças. Os veículos permanecarão no local até o próximo dia 26, durante a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe e a Campanha de Prevenção ao Câncer Bucal. Lá, são oferecidos exames de prevenção ao câncer de colo de útero e ao câncer de mama (preventivo, ultrassonografia e mamografia), e os serviços de profilaxia (limpeza) e aplicação de flúor, restaurações e pequenas cirurgias.

Na zona Oeste de Manaus, os moradores da comunidade Ismail Aziz, localizada na BR-174, Km 2,5 (área periurbana de Manaus, zona Oeste) também recebem atendimento das três Unidades Móveis, que estão estacionadas na Travessa Umbu, ao lado da Escola Municipal Ismail Aziz. As unidades móveis ficarão no local até o dia 8 de maio. O horário de funcionamento das unidades é das 8h às 17h.

Locais:

Zona Norte: Rua Xavantes, Praça Marli Garganta, ao lado da Escola Municipal Marli Garganta, bairro Terra Nova – (Saúde da Mulher e Odontológica) – 11 de abril a 09 de maio; Zona Sul: Parque do Idoso, Rua Rio Mar, bairro Nossa Senhora das Graças – (Saúde da Mulher e Saúde Odontológica) -15 a 26 de abril.

Zona Leste: CMEI Dulcineia Tinoco, rua Vitória Régia, s/nº, bairro Gilberto Mestrinho – (Saúde da Mulher e Odontológica) – 18 de abril a 15 de maio.

Zona Oeste: Travessa Umbu, comunidade Ismail Aziz – BR-174, Km 2,5 ao lado da Escola Municipal Ismail Aziz – (Saúde da Mulher, Odontológica e Medico-Laboratorial) – 11 de abril a 08 de maio.

Reportagem: Luciete Pedrosa

Novo modelo de Atenção Primária segue em alinhamento

quinta-feira, abril 18th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promoveu na manhã da quarta-feira, 17, o encontro com os integrantes do grupo coordenador do processo de implantação do novo modelo de Atenção Primária à Saúde. A equipe, formada por gestores de diferentes áreas técnicas da Semsa, vai participar da elaboração, da condução e do monitoramento dos planos de ação para a execução do projeto elaborado através de consultoria do sanitarista Eugênio Vilaça. A intenção é fazer com que 85% dos casos de saúde sejam resolvidos ainda no primeiro atendimento em unidades básicas, impedindo que os hospitais da cidade fiquem lotados.

O encontro aconteceu no auditório da Semsa com coordenação do consultor Eugênio Vilaça, que ministrou palestra sobre os Modelos de Atenção à Saúde com orientações sobre o novo modelo a ser implantado no município de Manaus. Ele explicou os Modelos de Atenção às Condições Agudas (doenças de curta duração e que se manifestam de forma pouco previsível, necessitando de um tempo de resposta rápido e oportuno do Sistema de Atenção à Saúde, como é o caso da dengue e influenza) e o Modelo de Atenção às Condições Crônicas (doenças de curso longo e que exigem intervenções permanentes, e respostas e ações continuadas, proativas e integradas do Sistema de Atenção à Saúde).

Uma das propostas é estabelecer a classificação de risco na Atenção Primária, além da execução de ações de promoção do autocuidado apoiado por profissionais de saúde, da elaboração um sistema eficiente de informações clínicas e da identificação dos recursos existentes na comunidade que possam apoiar no cuidado à saúde da população.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, o objetivo do encontro foi intensificar o trabalho de Alinhamento Conceitual dos profissionais de saúde. “Na terça-feira, 16, reunimos mil profissionais da área de saúde para definir o alinhamento conceitual das Redes de Atenção Primária à Saúde. A finalidade desse trabalho é buscar um consenso sobre as ações que serão executadas ao longo do processo de implantação do novo modelo”, explicou Evandro Melo.

O grupo de coordenação do novo modelo de Atenção Primária à Saúde foi orientado a elaborar, através dos planos de ação, metas de melhoria dos serviços, estabelecer ações prioritárias e um cronograma de execução das atividades, e executar ações de comunicação externa e interna.

“A Semsa vai destacar no novo projeto o remodelamento das redes de Urgência e Emergência, da Rede Cegonha e da Rede de Atendimento às Doenças Crônicas, com destaque para Diabetes e Hipertensão Arterial, padronizando o modelo de atendimento da Atenção Primária à Saúde, aumentando a cobertura de atendimento e integrando, de forma resolutiva, as redes estadual e municipal de Saúde de Manaus”, afirmou Evandro Melo.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Dia Mundial da Voz relembra cuidados necessários

quarta-feira, abril 17th, 2013

No Dia Mundial da Voz, 16 de abril, a fonoaudióloga do Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador (Cerest/Manaus), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Socorro Soares, deu dicas e alertou os profissionais da voz para os cuidados com esse instrumento de trabalho. Professores, padres, vendedores, advogados, profissionais de televendas e recepcionistas são exemplos de pessoas para as quais a comunicação oral é uma parte essencial do seu trabalho.

Segundo a fonoaudióloga, a voz é a mais importante forma de comunicação com grande impacto nas relações sociais e na vida profissional. Só o seu uso correto vai permitir ter uma voz saudável durante toda a vida.

Socorro Soares explica que a voz é algo tão característico e importante como a nossa própria fisionomia e impressão digital e varia de acordo com o sexo, idade, profissão, personalidade, estado emocional e a intenção com que a usamos. “É através da nossa voz que expressamos nossos sentimentos, emoções, ideias e pensamentos”, diz a fonoaudióloga.

Ela ressalta que a voz é considerada muitas vezes como duradoura e infalível e só quando surge uma alteração (rouquidão/cansaço) é que lhe dão o devido valor. A disfonia ou o cansaço vocal não podem ser considerados como “normais” pelos profissionais que utilizam a voz de forma intensa e as medidas e os cuidados a ter devem ser amplamente divulgados. Uma avaliação e uma orientação terapêutica correta permitem corrigir as mais frequentes alterações da voz.

Como manter uma voz saudável

A fonoaudióloga informa que para se ter uma voz saudável é necessário beber bastante água (de seis a oito copos diários), única forma de manter hidratadas as cordas vocais. Mesmo quando emitimos apenas um som as cordas vocais vibram intensamente; a hidratação melhora a produção de muco contribuindo para a sua lubrificação.

Deve-se reduzir e em alguns casos evitar a ingestão de bebidas que podem provocar desidratação das cordas vocais, por exemplo, álcool, café e bebidas com cafeína, chá preto e bebidas gaseificadas. Ao praticar desporto ou exercício físico deve-se beber uma maior quantidade de água.

A fonoaudióloga recomenda não fumar e explica que o tabaco pode provocar cancro do pulmão e cancro da laringe. Tanto nos fumadores como nos “fumadores passivos” as cordas vocais sofrem uma agressão que se traduz por alterações persistentes na qualidade da voz.

Ela também dá outras dicas, como não falar muito alto em locais ruidosos, pois o ruído obriga a aumentar a intensidade da voz comprometendo a sua qualidade. A sensação de garganta seca, cansaço vocal ou o aparecimento de rouquidão obriga a poupar a voz e a não falar. ”Devemos procurar falar no nosso tom. Se esforçarmos a voz falando em tons mais graves ou mais agudos do que o normal, podemos provocar traumatismos nas cordas vocais, que vão provocar rouquidão (disfonia)”, esclarece a fonoaudióloga.

Cerest/Manaus

A fonoaudióloga explica que o Cerest/Manaus é um Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador ligado ao Sistema Único de Saúde (SUS) e é direcionado aos trabalhadores, independente do seu vínculo empregatício. Ela informa, ainda, que o Cerest/Manaus atende os trabalhadores que são encaminhados pela Rede Primária de Saúde, além dos trabalhadores formais dos setores privados e públicos, trabalhadores informais, autônomos, domésticos, ou mesmo aquele que esteja desempregado, ou acometido de doença relacionada ao trabalho.

As consultas, orientações ou denúncias poderão ser marcadas pelo telefone

3654-1868 ou diretamente no Cerest/Manaus, localizado na Rua Comandante Paulo Lasmar, s/nº, Conjunto Santos Dumont, zona Oeste, no bairro da Paz, das 8h às 17h, ou pelo e-mail: cerest.manaus@pmm.am.gov.br

Reportagem: Luciete Pedrosa

Semsa propõe modelo de Atenção Primária mais resolutivo

quarta-feira, abril 17th, 2013

Resolver 85% das demandas de saúde da população logo no primeiro atendimento e garantir o acesso aos demais serviços. Este é o desafio proposto pela Prefeitura de Manaus para execução de um novo modelo de Atenção Primária à Saúde. A meta foi apresentada durante o seminário de Alinhamento Conceitual,  promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) na terça-feira, 16, no auditório da Nilton Lins. O evento foi direcionado para mil profissionais da área da Saúde, incluindo Semsa e Secretaria de Estado da Saúde (Susam).

Segundo o prefeito Arthur Neto, a realização do seminário de Alinhamento Conceitual da Atenção Primária à Saúde, reunindo mil pessoas comprometidas com a área da Saúde, mostra a necessidade cada vez maior de integração entre diferentes setores da sociedade, não somente Estado e Município.

“O novo modelo de Atenção Primária propõe uma revolução no SUS, onde a integração entre os serviços oferecidos pelo Estado e aqueles oferecidos pelo Município é fundamental para garantir uma resolução efetiva dos problemas de saúde da população. A nossa meta é montar um estrutura onde Atenção Primária seja a porta de entrada dos usuários no sistema de saúde e com esse objetivo vamos trabalhar para que, em quatro anos, 70% da população de Manaus tenham cobertura da Atenção Primária”, afirmou Arthur Neto, lembrando que os outros 30% da população já teriam atendimento através rede particular de saúde.

O secretário Evandro Melo explicou que o seminário foi organizado dentro da programação do projeto de consultoria elaborado pelo sanitarista Eugênio Vilaça, sendo uma das etapas do reordenamento da Rede da Atenção Primária em Saúde no município de Manaus. Segundo ele, o município de Manaus é responsável pela Atenção Primária à Saúde, podendo resolver até 85% das demandas da população.

“A intenção da Semsa é assegurar, através do reordenamento, que essas demandas sejam realmente resolvidas na Rede Básica de Saúde e garantir que as pessoas tenham acesso aos demais serviços que são de responsabilidade dos governos Estadual e Federal. Para isso, é preciso conscientizar os trabalhadores da responsabilidade sanitária que cada um tem em seu território de atuação”, explicou Evandro Melo.

Para o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, o reordenamento da Atenção Primária à Saúde irá contribuir para a melhoria da qualidade de toda a Rede de Saúde. “A Atenção Primária deve ser a porta de entrada do usuário no sistema de saúde, mas hoje as pessoas ainda procuram primeiramente estabelecimentos de saúde que têm outra função na Rede de Atendimento. Um exemplo é a busca por atendimento em Serviços de Pronto Atendimento (SPAs), que têm a finalidade de oferecer serviços de primeiros socorros e de urgência à comunidade. Porém, 40% das consultas em SPA’s poderiam ser resolvidas na Atenção Básica de Saúde e não necessitariam de atendimento de urgência”, destacou Wilson Alecrim.

O evento ainda  contou com a presença da presidente do Conselho Municipal de Saúde (CMS), Lubélia Freire, além de representantes de instituições de ensino e pesquisa, particulares e públicas, de sindicatos e conselhos representativos de categorias profissionais da área da saúde, e dos conselhos Estadual e Municipal de Saúde.

Novo Modelo

O seminário incluiu palestras sobre Atenção Primária em Saúde e Redes de Atenção em Saúde. Para o sanitarista e consultor Eugênio Vilaça, um dos primeiros passos na execução do novo modelo é estabelecer um consenso entre os profissionais que executam os serviços sobre os conceitos de Atenção Primária e Redes de Atenção. “Não é possível estabelecer um novo modelo sem que as pessoas envolvidas no processo cheguem a um consenso sobre o processo de trabalho. A partir dessa definição, será possível iniciar o processo de mudança e consolidação da integração das redes de serviços”, informou Eugênio Vilaça.

A proposta de novo modelo terá como foco o remodelamento das redes de Urgência e Emergência, da Rede Cegonha (estratégia do Ministério da Saúde, operacionalizada pelo Sistema Único de Saúde fundamentada nos princípios da humanização e assistência das mães e recém-nascidos) e da Rede de Atendimento às Doenças Crônicas, com destaque para Diabetes e Hipertensão Arterial, e doenças renais.

A Semsa também pretende buscar a padronização e definição dos serviços oferecidos em cada unidade de saúde. Serão realizadas oficinas de planejamento estratégico e estudos com análise da mortalidade materna; mortalidade e morbidade em doenças cardiovasculares e por diabetes; análise da morbidade e mortalidade por causas externas, infarto e acidente vascular-encefálico; diagnóstico do modelo da capacidade instalada, estratégia de cobertura da Atenção Primária, entre outras ações.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Ribeirinhos vão ganhar base do SAMU

segunda-feira, abril 15th, 2013

As 1.200 famílias das 26 comunidades às margens do Rio Negro vão ganhar base do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU), postos de saúde reformados e ampliados, além de dois barcos da saúde com atendimento itinerante, tanto no Rio Negro quanto no Rio Amazonas e serviços de telemedicina. O anúncio foi feito pelo secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, ao acompanhar neste sábado (13), o trabalho das Unidades Móveis do Programa Saúde Manaus Itinerante (Saúde da Mulher e Médico-Laboratorial) que atenderam mais de 600 pessoas, desde a última quinta-feira (11), na zona ribeirinha.

“O objetivo do prefeito Arthur Virgílio Neto é oferecer aos ribeirinhos o mesmo atendimento de saúde que é feito na zona urbana. Não há diferenciação e vamos priorizar as pessoas mais vulneráveis e necessitadas que moram na zona rural. Por isso, pela primeira vez na história da saúde pública,  estamos trazendo serviços nunca levados antes, como mamografia e ultrassom, além de oftalmologistas, com as unidades móveis em cima de balsa, usando nossos rios como estradas para atender a todos. Isso é inédito e estamos vendo de perto a satisfação dos pacientes”, enfatizou o secretário.

O pedreiro Roni Alves de Souza, que mora na comunidade Santa Maria há dois anos, estava ansioso esperando a mulher realizar o ultrassom na unidade móvel. No sexto mês de gravidez, ela somente havia feito uma vez o exame. “Estou muito feliz porque para fazer o primeiro exame, tivemos que sair da comunidade e ir de barco à zona urbana, o que sai caro. Agora, praticamente estou na frente da minha casa aguardando o resultado para saber o sexo do bebê”, comemorou.

Evandro Melo explicou que os benefícios à zona rural chegarão aos poucos. “A base do SAMU na zona fluvial terá uma técnica de enfermagem de plantão para fazer os primeiros socorros e levar o paciente ao hospital. Porque o serviço não é somente de remoção e sim de estabilização do estado de saúde. A ambulância do SAMU ficará no aguardo no porto para transporte ao hospital”, contou.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) irá construir também dois barcos para substituir a Unidade Móvel Fluvial Catuiara, para atender aos moradores dos rios Amazonas e Negro. “Também implantaremos o serviço de telemedicina, para que os exames possam ser avaliados por cardiologistas e outros especialistas online, para que tenhamos mais resolutividade no atendimento na zona rural”, afirmou.

O secretário também ficou de repassar ao prefeito Arthur Neto as reivindicações dos moradores sobre a Escola Municipal Luiz Jorge da Silva que está em reforma há dois anos e os 65 alunos, de 6 a 12 anos, têm que estudar em sala improvisada, sem ar condicionado ou qualquer tipo de conforto.

O presidente da Comissão de Lideranças do Rio Negro, Daniel Araújo, elogiou o atendimento das unidades móveis e os anúncios de novos serviços de saúde na área rural e disse que os ribeirinhos sentiram a diferença nos 100 dias de administração da nova gestão da Prefeitura. “Sentimos as mudanças e temos a certeza de que tudo está melhorando”, salientou.

Rio Amazonas e Rio Negro

Na semana passada, as Unidades Móveis e o Barco Catuiara atenderam mais de 500 ribeirinhos da comunidade Nossa Senhora do Perpetuo Socorro e de outros municípios adjacentes, situados na área do rio Amazonas, que também tiveram a oportunidade de realizar exames especializados como mamografia, ultrassonografia e oftalmologia durante os três dias de atendimentos.

Durante os três dias de atendimentos, as Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Médico-Laboratorial atenderam também 12 comunidades próximas à comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Ao todo, foram realizados 140 mamografia, 31 ultrassonografia, além de 341 consultas com oftalmologista.

No Rio Negro, o atendimento iniciou no dia 11, no Posto de Saúde Mipindiaú. Na sexta (12) foi a vez do Cueiras, no sábado (13), em Santa Maria e neste domingo (14), na Costa do Araras. O horário de funcionamento das unidades é das 8h às 17h.

Locais das Unidades Móveis de Saúde em toda a cidade:

Zona Norte: Rua Xavantes, Praça Marli Garganta, ao lado da Escola Municipal Marli Garganta, bairro Terra Nova – (Saúde da Mulher e Odontológica) – 11 de abril a 09 de maio;

Zona Sul: Parque do Idoso, Rua Rio Mar, bairro Nossa Senhora das Graças – (Saúde da Mulher e Saúde Odontológica) -15 a 26 de abril.

Zona Oeste: Travessa Umbu, comunidade Ismail Aziz – BR-174, Km 2,5 ao lado da Escola Municipal Ismail Aziz – (Saúde da Mulher, Odontológica e Medico-Laboratorial) – 11 de abril a 08 de maio.

Zona Fluvial: Na área do rio Negro, os atendimentos acontecem nesta sexta-feira (12), no Cuieiras; e no sábado (13), em Santa Maria; e no domingo (14), na Costa do Araras.

Reportagem: Cláudia Barbosa

Semsa reúne mil pessoas para alinhamento da Atenção Primária

segunda-feira, abril 15th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realiza nesta terça-feira, 16, das 8h às 17h, no auditório Nina Lins (Avenida Professor Nilton Lins – Parque das Laranjeiras), um seminário de Alinhamento Conceitual da Atenção Primária em Saúde. O evento, que vai reunir mil participantes, faz parte do projeto de consultoria do sanitarista Eugênio Vilaça, determinado pelo prefeito Arthur Neto, e tem como objetivo o reordenamento da Rede da Atenção Primária em Saúde no município de Manaus.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, o seminário de Alinhamento Conceitual foi idealizado para incluir profissionais de saúde da rede municipal, mas também representantes da Secretaria de Estado da Saúde (Susam), de instituições de ensino e pesquisa particulares e públicas, de sindicatos e conselhos representativos de categorias profissionais da área da saúde, e dos conselhos Estadual e Municipal de Saúde.

“A intenção é proporcionar um momento para apresentar a proposta do novo modelo de Atenção Primária, reunindo profissionais que poderão se apropriar das informações sobre esse tema, que irão entender as vantagens das mudanças a serem efetivadas e que vão contribuir para a construção do novo modelo”, explicou Evandro Melo.

O seminário representa uma das etapas iniciais do processo de reordenamento da Atenção Primária em Saúde e que será executado para que a Prefeitura de Manaus possa continuar o trabalho de melhoria da qualidade dos serviços de saúde que são oferecidos para a população, atuando de forma integrada com o governo estadual e com instituições de ensino e pesquisa.

Durante o seminário, serão realizadas palestras sobre o novo modelo de Atenção Primária em Saúde e sobre Redes de Atendimento. Antes do seminário, na segunda-feira, 15, gestores da Semsa e da Secretaria Estadual de Saúde (Susam) participarão de encontro com o consultor Eugênio Vilaça para abordar o tema Rede de Atenção em Saúde.

Novo modelo – O projeto de reordenamento da Atenção Primária em Saúde foi elaborado com o apoio do sanitarista e consultor Eugênio Vilaça, que apresentou novas propostas para resolver questões como a redundância e fragmentação na oferta de serviços nos Estabelecimentos de Saúde, a falta de comunicação entre as redes de saúde e a ausência de padronização nos atendimentos.

A Semsa pretende priorizar o remodelamento das redes de Urgência e Emergência, da Rede Cegonha (estratégia do Ministério da Saúde, operacionalizada pelo Sistema Único de Saúde fundamentada nos princípios da humanização e assistência das mães e recém-nascidos) e da Rede de Atendimento às Doenças Crônicas, com destaque para Diabetes e Hipertensão Arterial.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Campanha contra câncer bucal e contra gripe são iniciadas

segunda-feira, abril 15th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) inicia nesta segunda-feira (15) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe) e a Campanha de Prevenção ao Câncer Bucal. A meta da campanha da gripe para este ano é imunizar cerca de 245 mil pessoas até o dia 26 de abril, em todas as unidades de saúde da Semsa, sendo o dia 20 de abril, sábado, o dia “D” de Mobilização Nacional contra a Influenza.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, o dia D da campanha terá sua abertura oficial no Parque do Idoso, às 9h, e contará com 873 postos de vacinação em toda a cidade, envolvendo mais de 5 mil pessoas em pontos estratégicos das quatro zonas da cidade. “Além de vacinar os grupos prioritários contra a gripe, a Semsa também vai verificar a saúde bucal das pessoas com mais de 50 anos de idade. A campanha pretende desenvolver ações de Educação em Saúde e promover a realização de exames odontológicos com ênfase na busca de lesões com potencial cancerígeno”, afirmou o secretário.

A vacinação imunizará contra a gripe os idosos, crianças de 6 meses a menores de 2 anos, gestantes, indígenas, pessoas portadoras de doenças crônicas, as puérperas (mulheres no período de até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde e a população presidiária.

A vacina protege contra a gripe sazonal (conhecida como gripe comum) e a gripe influenza A (H1N1), sendo que a criança ou o adulto pode receber outras vacinas do calendário na mesma hora de aplicação da vacina contra a influenza. A orientação é somente utilizar locais de aplicação diferente.

A gerente de Imunização da Semsa, enfermeira Maria das Dores Rodrigues, informa que a Semsa ainda continua realizando o agendamento de vacinação do idoso acamado até esta quarta-feira (17). Para isso, é necessário informar além do nome do responsável e telefone de contato, nome do idoso, idade, endereço completo (com indicação de ponto de referência) e o problema de saúde do acamado.

O agendamento pode ser feito na unidade de saúde mais próxima da casa do idoso ou pelo telefone 0800-280-8-280, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h. As unidades de saúde funcionam, em horário normal, das 7h30 às 18h, e as de horário estendido, das 18h às 21h, e aos sábados, das 7h às 17h. O período de vacinação dos acamados acontece de 15 a 19 de abril e de 22 a 24 de abril.

A enfermeira informa que é muito importante que as famílias sejam criteriosas e só façam a solicitação do serviço naqueles casos em que o idoso esteja realmente impossibilitado de comparecer à unidade de saúde para receber a vacina. Para agendar a vacinação do idoso acamado, a pessoa que ligar deverá fornecer, além do próprio nome e CPF, as seguintes informações sobre o idoso: nome, número de documento de identidade e endereço completo (se possível, com indicação de pontos de referência). É necessário informar, também, o problema de saúde do acamado.

Câncer Bucal

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, as ações da campanha contra o câncer bucal serão executadas por cirurgiões dentistas nas Unidades Básicas de Saúde e uma equipe de profissionais também estará disponível para realizar os exames no Parque Municipal do Idoso, das 8h às 17h, no dia 20 de abril. Os exames ainda poderão ser realizados nas Unidades Móveis de Saúde Bucal. Os casos suspeitos serão encaminhados para os Centros de Especialidade Odontológica (CEOs), que integram a Rede de Atenção Primária de Manaus, para confirmar ou não o diagnóstico.

O câncer bucal surge com tumores malignos que atingem a boca e parte da garganta, podendo se desenvolver nos lábios, na língua, céu da boca, gengiva amígdala e glândulas salivares.

De acordo com a gerente da Rede de Saúde Bucal da Semsa, Shirley Maria de Araújo Passos, a doença é mais frequente entre indivíduos do sexo masculino e na faixa etária acima dos 50 anos. “Os riscos aumentam quando há associação com o uso de álcool e cigarro, além da má higiene bucal e uso de próteses dentárias mal-ajustadas”, explica Shirley Passos.

As lesões suspeitas podem ser identificadas em exames de rotina da cavidade oral realizados pelo cirurgião dentista, prevenindo o desenvolvimento do câncer bucal. Os sinais de alerta são feridas que não cicatrizam nos lábios e na boca, machas brancas ou avermelhadas nas gengivas, língua ou mucosa oral, tumorações ou endurações (caroços) na região da boca ou pescoço. O exame regular deve ser feito pelo menos uma vez ao ano.

Reportagem: Luciete Pedrosa

Semsa forma 33 especialistas em Saúde da Família

segunda-feira, abril 15th, 2013

Trinta e três profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) concluíram na manhã da sexta-feira (12), o curso de Especialização em Saúde da Família, executado em parceria com a Universidade Federal do Amazonas (Ufam). A defesa pública do trabalho final do curso aconteceu no auditório da Escola de Enfermagem, no Adrianópolis, quando os alunos apresentaram projetos de pesquisa e projetos de intervenção.

O curso reuniu profissionais médicos, enfermeiros, assistentes sociais e odontólogos que atuam em Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs). De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, a especialização resultou em projetos que poderão ser executados nos territórios das UBSF’s,  beneficiando a população atendida em diferentes áreas da saúde.

“A qualificação dos profissionais que atuam na Estratégia Saúde da Família também permite que a Semsa possa incluir essas pessoas no processo de construção de um novo modelo de Atenção Primária em Saúde, com mais qualidade e maior resolutividade dos problemas da comunidade. Esses profissionais, que atuam em diferentes zonas geográficas de Manaus, poderão liderar esse processo nos seus territórios e contribuir na conscientização sobre a importância desse novo modelo”, informou Evandro Melo.

Para o coordenador acadêmico do curso, professor Esron Rocha, a especialização procurou incentivar a interação entre as atividades de ensino e as ações dos serviços de saúde, buscando a melhoria da qualidade dos serviços. “O curso proporcionou aos profissionais um espaço para reflexão das práticas de trabalho e permitiu a aquisição de novos conhecimentos, o que irá ajudar na execução dos serviços de saúde”, informou Esron Rocha.

Um dos trabalhos apresentados foi o da enfermeira Anete Dantas, da UBSF – Norte 14, com o tema “Implantação do Atendimento à Adolescente Grávida”. O projeto será executado na comunidade de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro com o objetivo de criar um novo fluxo de atendimento e oferecer atendimento específico para as adolescentes grávidas, que hoje são atendidas dentro do programa Saúde da Mulher.

“A nossa intenção é abrir um espaço específico para as adolescentes grávidas, montando estratégias para discutir temas como a saúde sexual e reprodutiva, direcionado para esse público”, destacou Anete Dantas.

A Semsa já está planejando a realização de mais duas especializações, uma na área de Vigilância Sanitária e outra em Gestão de Urgência.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Unidades Móveis de Saúde iniciam novos atendimentos

sexta-feira, abril 12th, 2013

O Programa Saúde Manaus Itinerante da Prefeitura de Manaus inicia, nesta segunda-feira, 15, novo atendimento com duas Unidades Móveis de Saúde, no Parque do Idoso, Nossa Senhora das Graças,  zona Sul. As duas unidades móveis de saúde, a da Mulher e a Odontológica, ficarão estacionadas no Parque do Idoso até o próximo dia 26 com a oferta de exames de prevenção ao câncer de colo de útero e ao câncer de mama (preventivo, ultrassonografia e mamografia), além de serviços de profilaxia (limpeza) e aplicação de flúor, restaurações e pequenas cirurgias.

Na zona Norte, o Programa Saúde Manaus Itinerante iniciou, na última quinta-feira, 11, atendimento no bairro Terra Nova. As Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Odontológica estão atendendo na rua Xavante, Praça Marli Garganta, ao lado da Escola Municipal Professora Marli Garganta.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, neste novo local, as unidades móveis ficarão atendendo até o dia 9 de maio com a oferta de exames de prevenção ao câncer de colo de útero e ao câncer de mama (preventivo, ultrassonografia e mamografia), além de serviços de profilaxia (limpeza) e aplicação de flúor, restaurações e pequenas cirurgias.

Rio Negro

Na área ribeirinha do rio Amazonas, as Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Médico-Laboratorial também realizaram atendimento de quinta-feira, 11, a domingo, 14, juntamente com a Unidade Móvel de Saúde Fluvial (o barco Catuiara), que faz atendimentos quinzenalmente aos ribeirinhos, numa parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJA).

Esta foi a primeira vez que os moradores da região do rio Negro tiveram acesso aos exames especializados de mamografia, ultrassonografia e oftalmologia. Na semana de 5 a 7 de abril, mais de 500 ribeirinhos da área do rio Amazonas foram beneficiados com os serviços das Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Médico-Laboratorial.

O horário de funcionamento das unidades é das 8h às 17h.

Locais:

Zona Norte: rua Xavantes, Praça Marli Garganta, ao lado da Escola Municipal Marli Garganta, bairro Terra Nova – (Saúde da Mulher e Odontológica) – 11 de abril a 09 de maio;

Zona Sul: Parque do Idoso, rua Rio Mar, bairro Nossa Senhora das Graças – (Saúde da Mulher e Saúde Odontológica) -15 a 26 de abril.

Zona Oeste: Travessa Umbu, comunidade Ismail Aziz – BR-174, Km 2,5 ao lado da Escola Municipal Ismail Aziz – (Saúde da Mulher, Odontológica e Medico-Laboratorial) – 11 de abril a 08 de maio.

Zona Fluvial: Na área do rio Negro, os atendimentos acontecem nesta sexta-feira (12), no Cuieiras; e no sábado (13), em Santa Maria; e no domingo (14), na Costa do Araras.

Saúde supera as metas dos 100 dias

sexta-feira, abril 12th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) ultrapassou as metas estabelecidas para os primeiros 100 dias de governo, com ações prioritárias, integradas e resolutivas, levando em consideração o perfil epidemiológico da cidade de Manaus. “A intenção foi executar ações para ampliar o acesso da população aos serviços básicos de saúde, melhorando o controle sobre as doenças mais relevantes no município e garantindo mais qualidade de vida para a população”, resumiu o secretário da Semsa, Evandro Melo.

Horário Ampliado nas UBSs

Uma das ações foi ampliar o horário de atendimento em Unidades Básicas de Saúde, estendendo-o até às 21h de segunda a sexta-feira das 7h às 17h aos sábados. Inicialmente, duas unidades em cada distrito de saúde (um total de oito unidades) atuariam com o horário estendido. Mas já são 10. Nos dois primeiros meses de horário ampliado, houve um incremento de 99,71% nas consultas médicas e 110,4% no total de atendimentos odontológicos.

Saúde Itinerante

Nos locais chamados de vazios assistenciais a estratégia utilizada pela Semsa foi o fortalecimento das ações do Programa Saúde Manaus Itinerante, que ofereceu serviços através das Unidades Móveis de Saúde da Mulher, de Saúde Odontológica e Médico-Laboratorial. No total, foram realizados 19.316 procedimentos, incluindo ações como consultas médicas, ultrassonografias, mamografias, preventivos, aferição de pressão arterial, vacinação e exames laboratoriais, entre outros serviços.

Diabetes e hipertensão

O Plano dos 100 dias também deu destaque para doenças que provocam grande impacto junto à população de Manaus. É o caso da Diabetes, principal motivo da permanência de pacientes em hospitais por doenças crônicas, e da Hipertensão, maior causa de morte de pessoas por problemas cardiovasculares entre a população de Manaus. No mês de março foi registrado um incremento de 76,6% de pacientes hipertensos e diabéticos cadastrados de acordo com o Datasus, sistema de informação do Ministério da Saúde que disponibiliza informações sobre a Hipertensão e Diabetes, em relação a dezembro de 2012.

Redução de custos

A Semsa também conseguiu reduzir em 35,8% os custos financeiros, em um total de R$ 548.470,89, como foi recomendado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto. Houve ainda a reorganização da frota de veículos da Semsa, com otimização de rotas e uso racional dos veículos oficiais, resultando em economia de aproximadamente R$ 380.000,00 neste ano.

Unidades de Saúde da Família terão Academia da Saúde

sexta-feira, abril 12th, 2013

O prefeito Arthur Neto entregou uma nova Unidade Básica de Saúde (UBS 46), no bairro Zumbi II, zona Leste,  na tarde desta quinta-feira, 11, quando anunciou que a prefeitura de Manaus irá ampliar o espaço transformando em um Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF).

Esses espaços serão os novos modelos das casas de saúde nesta gestão. Eles terão de 350 a 600 metros quadrados, com três a quatro equipes da Estratégia Saúde da Família e ainda vão ganhar Academia da Saúde e parque infantil para entretenimento e lazer das crianças.

“Teremos equipes com professores de educação física, nutricionistas, psicólogos, fisioterapeutas que trabalharão juntos com os médicos, enfermeiros, dentistas e agentes comunitários de saúde. Queremos preservar a saúde e não tratar somente a doença. As crianças também terão um espaço de lazer para práticas de brincadeiras saudáveis, para colaborar com seu desenvolvimento”, ressaltou o prefeito Arthur Neto.

Durante a inauguração, o prefeito Arthur Neto destacou o fato de que a prefeitura tem procurado atuar na ampliação do acesso da população aos serviços básicos de saúde e estabelecendo ações que possam ter impacto na melhora da qualidade vida das pessoas.

O prefeito disse ainda, que a Secretaria Municipal de Saúde – Semsa deve inaugurar 40 NASF, sendo 10 ainda este ano. A meta é que cada NASF ofereça apoio a três ou quatro equipes da Estratégia Saúde da Família, que farão o encaminhamento do paciente quando necessário.

“O atendimento a ser oferecido por cada NASF vai depender da necessidade identificada pelas equipes da Semsa e de acordo com o perfil de cada comunidade. A meta é atender 100% da população da área de abrangência e ainda conseguir resolver 85% dos problemas de saúde”, ressaltou.

Novo modelo

De acordo com o secretário de saúde , Evandro Melo, a Semsa está implantando um novo modelo de gestão, da Rede de Atenção Primária, que pretende dar ênfase também para o remodelamento das redes de Urgência e Emergência, da Rede Cegonha (estratégia do Ministério da Saúde, operacionalizada pelo Sistema Único de Saúde fundamentada nos princípios da humanização e assistência das mães e recém-nascidos) e da Rede de Atendimento às Doenças Crônicas, com destaque para Diabetes e Hipertensão Arterial, dando prioridade às zonas Norte e Leste de Manaus.

“A mudança no modelo de atendimento é um desafio que precisa ser enfrentado e a Prefeitura de Manaus, por meio da Semsa, pretende realizar os trabalhos de forma alinhada com a Secretaria Estadual de Saúde, realizando o trabalho de forma integrada e que possa beneficiar a população”, concluiu.

Semsa capacita profissionais no dialeto creole para atender haitianos

quinta-feira, abril 11th, 2013

Para oferecer atenção diferenciada no atendimento e promover o acesso ao Sistema Único de Saúde (SUS) aos milhares de haitianos que vivem em Manaus, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciou, na manhã da quarta-feira (10), o Curso Básico em Dialeto Creole para os profissionais de saúde. O dialeto creole (derivado do Francês) é uma das línguas oficiais do Haiti.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, a capacitação dos profissionais de saúde no dialeto Creole é uma estratégia da Semsa para facilitar a comunicação dos profissionais de saúde com os haitianos em relação à oferta de serviços nas Unidades Básicas de Saúde.

“A proposta do curso é capacitar 80 profissionais de saúde e assegurar que estejam preparados para atender os haitianos, para isso foi criado um manual em criolês, que contém frases curtas e expressões comuns no cotidiano dos profissionais de saúde”, explica o secretário.

A capacitação dos profissionais de saúde no dialeto creole está sendo organizada pelo Núcleo de Saúde do Homem e Grupos Especiais da Semsa em parceria com os Distritos de Saúde Norte, Sul, Leste e Oeste.  O curso acontece até sexta-feira (12), das 8h às 12h (primeira turma) e das 14h às 17h (segunda turma), no auditório do Sindicato dos Metalúrgicos, na av.  Duque de Caxias, 958, bairro Praça 14 de Janeiro, zona Sul da cidade.

Ministério da Saúde certifica 18 UBSs em Manaus

quinta-feira, abril 11th, 2013

Dezoito Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município de Manaus receberam na quarta-feira (10) a certificação como integrantes da Rede Amamenta Brasil. A cerimônia de entrega dos certificados aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na Avenida Mário Ypiranga, às 11h, com a presença do secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, da secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Goreth Garcia Ribeiro, representando o prefeito Arthur Virgílio Neto, e do coordenador da Área Técnica de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde (MS), Paulo Vicente Bonilha Almeida.

A certificação é um reconhecimento do Ministério da Saúde de que as UBSs realizam ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno, estimulando e estabelecendo estratégias para o aumento dos índices de aleitamento materno em todo o Brasil.

Durante o evento, Paulo Vicente Bonilha Almeida afirmou que o município de Manaus está entre as cidades brasileiras com melhor índice de aleitamento materno e que a certificação das UBSs é uma forma de reconhecer o trabalho desenvolvido. “O mais importante é a colaboração e integração das ações desenvolvidas pelos governos federal, estadual e municipal, na busca por capacitar profissionais e priorizando a Atenção Básica de Saúde”, destacou o coordenador.

Enquanto a média nacional é de 41% de crianças menores de seis meses em aleitamento materno exclusivo, o município de Manaus tem um índice de 51,53%. Evandro Melo informou que a Semsa também já está realizando o monitoramento e acompanhamento das ações de apoio ao aleitamento materno em outras 36 UBSs, que deverão iniciar o processo de credenciamento para a Rede Amamenta Brasil ainda no segundo semestre de 2013. “O nosso objetivo final é certificar 120 Unidades de Saúde do município de Manaus”, explicou.

Segundo ele, a certificação é um momento importante porque valoriza o trabalho realizado nas Unidades de Saúde, além de representar um dos compromissos da Prefeitura de Manaus que é priorizar a Atenção Básica de Saúde com ações resolutivas e de qualidade, atuando na prevenção de doenças e na humanização do acolhimento. “Além do aleitamento materno, é importante investir em ações de pré-natal, no parto humanizado e intensificar o trabalho intersetorial para oferecer melhor qualidade de vida para a população”, afirmou Evandro Melo.

O Ministério da Saúde certificou sete UBSs no Distrito de Saúde Oeste (UBS Ajuricaba, UBS Bairro da Paz, UBS Deodato de Miranda Leão, UBS Maria Ida Mentoni, UBS Luiz Montenegro, UBS Mansour Bulbol e UBS Redenção; quatro UBSs no Distrito Sul (UBS Lourenço Borghi, UBS Theodomiro Garrido, UBS São Francisco e UBS Lúcio Flávio Dias); três no Distrito Norte (UBS Armando Mendes, UBS Áugias Gadelha e Policlínica Anna Barreto); e quatro no Distrito Leste (UBS Lago do Aleixo, UBS Geraldo Magela, UBS José Amazonas Palhano e UBS Maria Leonor Brilhante).

Critérios

Para integrar a Rede Amamenta Brasil, cada UBS precisa cumprir diversos critérios, incluindo a participação de no mínimo 80% da equipe de profissionais (nível fundamental, médio e superior) em uma Oficina de Trabalho em Aleitamento Materno e a realização de ações de monitoramento de indicadores de aleitamento em sua área de abrangência.

Entre os benefícios do aleitamento materno exclusivo nos seis primeiros meses de vida, é possível citar melhora da qualidade de vida da criança, redução do risco de adoecimento e morte, aumento nas chances de estabelecer um bom vínculo com a mãe. A mulher tem benefícios como redução nos riscos de ter complicações após o parto ou de desenvolver doenças como o câncer de mama, câncer de ovário ou diabetes; e a família é beneficiada com a economia no gasto com a compra de leite e os laços afetivos são reforçados.

Prefeitura inaugura três Unidades Básicas de Saúde da Família

quinta-feira, abril 11th, 2013

A Prefeitura de Manaus inaugurou na quarta-feira (10) três Unidades Básicas de Saúde da Família, a Sul 05 (UBSF S-05), no São Geraldo, a Oeste 18 (UBSF O-18), na Compensa III e a Oeste 11 (UBSF O-11), no Nova Esperança II. As UBSFs foram construídas no padrão ampliado com 130 metros quadrados e vão atender doze mil pessoas no modelo de ações da Estratégia Saúde da Família.

Durante a cerimônia de inauguração, o prefeito Arthur Neto destacou o fato de que a Prefeitura de Manaus, em 100 dias de atuação, tem procurado atuar na ampliação do acesso da população aos serviços básicos de saúde e estabelecendo ações que possam ter impacto na melhora da qualidade vida das pessoas que precisam do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Nós estamos investindo em obras concretas, como a melhoria da estrutura das Unidades de Saúde, na oferta de novos serviços na Atenção Básica, levando os serviços de saúde para a população da área ribeirinha, e ouvindo a população para definir aquilo que precisa ser feito para construir uma cidade melhor”, destacou Arthur Neto.

As UBSFs foram inauguradas com uma equipe de profissionais formada por médico, enfermeiro, dois técnicos de enfermagem, um odontólogo, sete agentes comunitários de saúde, um atendente de consultório dentário e um agente de endemias. Além dos serviços de consultas médicas, de enfermagem e visitas domiciliares, as UBSFs oferecem atendimento odontológico, serviços de coleta de exames, imunização, farmácia, nebulização e curativo.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, as inaugurações fazem parte do projeto da Semsa de entregar para a população, ainda em 2013, um total de 20 Unidades Básicas de Saúde da Família ampliadas e com novos serviços.

O objetivo é oferecer condições para que as equipes de profissionais possam ampliar a própria capacidade de resolver os problemas de saúde da comunidade, e, a partir daí, garantir o acesso aos demais serviços que a Atenção Básica não oferece.

“Atualmente, cobertura de atendimento do município de Manaus é de 30% da população. A nossa meta é, ao final de quatro anos de governo, ampliar para 70%, sendo que a Atenção Básica é capaz de resolver até 80% dos problemas de saúde da população”, informou Evandro Melo.

Construtoras com focos de dengue são multadas em até R$ 14,9 mil

quarta-feira, abril 10th, 2013

Equipes de fiscais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio do Departamento de Vigilância Sanitária (Dvisa), estão intensificando as vistorias em diversos canteiros de obras e autuando várias construtoras com multas no valor mínimo de 200 UFM (Unidade Fiscal do Município – cada unidade equivale a R$74,63), o que corresponde a R$ 14.926, com prazo de apenas três dias para a correção das irregularidades. A meta é acabar com os focos do mosquito da dengue, o Aedes aegypti.

A operação está sendo realizado por 504 agentes de endemias e de saúde de todos os distritos de saúde da cidade (Norte, Sul, Leste e Oeste) e faz parte das ações emergenciais da Prefeitura de Manaus para evitar o crescimento do número de casos de dengue na cidade, que já chegam a 7.748 notificados, com cinco óbitos e uma sexta morte sendo investigada por laboratório.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, no dia 11 de março, a Semsa lançou um Plano de Mídia da Dengue, com o tema “Dengue, vamos colocar um ponto final nessa história” e incluiu entre as prioridades uma cartilha direcionada para a construção civil, orientando sobre as medidas para evitar a dengue nos canteiros de obras.

“Ensinamos como tratar o pavimento térreo, as lajes e outros locais que acumulem água, além da aplicação de cal e cloro e como fazer um checklist em locais ou objetos que podem abrigar o mosquito”, informou o secretário, acrescentando que, na semana passada, prorrogou a Operação Impacto de Combate à Dengue até o dia 30 de abril, com a intensificação de vistoria também em imóveis, incluindo escolas, órgãos públicos e ferros-velhos.

Nos canteiros de obras, segundo o chefe da Divisão de Engenharia Sanitária, Pedro Contente, caso sejam observados criadouros, a construtora será autuada e multada. “Estamos tentando sensibilizar um setor econômico muito importante e em expansão em Manaus, pois sabemos que a aplicação de multa é o último recurso que a Saúde possui para que todos façam a sua parte no combate a dengue”, explicou.

Ele cita como exemplo a vistoria feita no empreendimento Gran Vista (da Construtora Direcional), bairro da Ponta Negra, onde os agentes coletaram larvas do mosquito em vários ambientes do canteiro e constataram criadouros de dengue em caixas de drenagem sem escoamento.