Archive for the ‘noticias’ Category

Rastreamento permite recuperação de ambulância roubada do SAMU

sexta-feira, setembro 14th, 2012

O sistema de rastreamento por meio de GPRS, adotado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para todas as ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), permitiu a rápida localização de uma dessas unidades móveis de atendimento, que foi roubada na madrugada da sexta-feira (14), da base Norte do serviço, localizada no bairro Cidade Nova. De acordo com a diretora do Departamento de Atenção Especializada e Serviços de Urgência da Semsa, Claudia Teixeira, o roubo ocorreu por volta das 4h20 e, graças ao equipamento de segurança, foi possível identificar que o veículo estava seguindo em direção ao município vizinho de Manacapuru, onde foi recuperado, por volta das 5h30, com o apoio da Polícia Militar.

De acordo com Claudia, o assaltante entrou na base do SAMU aproveitando-se do momento em que o guarda de segurança da unidade fazia a ronda na parte dos fundos do imóvel. De acordo com o relato do segurança, ao retornar à área de estacionamento ele viu o veículo saindo da base, mas pensou tratar-se de atendimento normal. “O segurança conta que estava fazendo a ronda porque ficou preocupado com a presença de dois homens que permaneceram por algum tempo numa praça que fica em frente à base, observando o movimento na unidade”.

Pouco tempo depois, na Central de Regulação do SAMU, localizada no bairro da Praça 14, zona Sul, a equipe de plantão considerou estranha a sinalização do painel de controle de rastreamento por GPS, apontando que a Unidade de Suporte Básico 32 (identificação da ambulância roubada) estava em deslocamento, sem que a Regulação tenha acionado a Base Norte para atender qualquer ocorrência. “Por rádio, a Regulação fez contato com a Base Norte para esclarecer a situação e, neste momento, foi constatada a situação de furto do veículo”.

O SAMU acionou o Centro Integrado de Operações de Segurança (CIOPS), da Polícia Militar, informando que a ambulância havia atravessado a ponte Rio Negro (que leva ao município de Iranduba). Na entrada da cidade de Manacapuru, a PM conseguiu recuperar o veículo e prender o homem que o dirigia. O mesmo não portava documentos e declarou ter 22 anos.

A Semsa registrou Boletim de Ocorrência na Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos.

Prêmio criado pela Semsa disputa mostra competitiva em Brasília

sexta-feira, setembro 14th, 2012

O Prêmio Excelência em Vacinação, criado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) em 2010, foi selecionado para disputar a mostra competitiva da 12ª Mostra Nacional de Experiências Bem Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças (Expoepi), que acontece em outubro, em Brasília.  Organizado pelo Ministério da Saúde, o evento tem o objetivo de difundir temas importantes para a consolidação do SUS e premiar os profissionais e serviços de saúde do País que se destaquem no desenvolvimento de ações de vigilância em saúde, relevantes para a Saúde Pública.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, explica que o Prêmio Excelência em Vacinação vem se consolidando como uma importante ferramenta de monitoramento da qualidade do serviço prestado pelas salas de vacinação que funcionam nas Unidades Básicas de Saúde. “A metodologia adotada para a escolha das unidades que recebem o prêmio anual por se destacarem nas ações de imunização reforça as boas práticas e contribui com a identificação de eventuais falhas no processo de trabalho, propondo as intervenções administrativas pertinentes. O objetivo é aprimorar cada vez mais o serviço”, destaca o secretário.

Deodato frisa que, nos últimos quatro anos, Manaus tem sido destaque nas grandes campanhas de vacinação que fazem parte do calendário anual do Ministério da Saúde, sempre cumprindo ou superando as metas de cobertura vacinal estabelecidas pelo Programa Nacional de Imunização (PNI). “É importante que este nível de excelência se mantenha, também, no atendimento de rotina das salas de vacinação da rede municipal de saúde. A criação deste prêmio é uma estratégia importante para manter as equipes permanentemente estimuladas na busca pela qualidade deste serviço, que é tão fundamental para a prevenção de doenças”, afirma o secretário.

Metodologia – Organização e funcionamento das salas de vacinação, registros de dados e índices de cobertura vacinal alcançados são itens monitorados no processo de avaliação das unidades que concorrem ao prêmio anual de Excelência em Vacinação. A avaliação é feita por meio de visitas técnicas de equipes da Gerência de Imunização. Ao término de cada visita, é emitido um relatório, com a descrição detalhadas da situação encontrada e as orientações técnicas pertinentes. São analisados, ainda, os dados inseridos pelas unidades no Sistema de Informação de Avaliação do Programa de Imunização (SI-API) e Avaliação da Utilização de Imunobiológicos (SI-AIU).

De acordo com a gerente de Imunização da Semsa, enfermeira Kassia Véras, 48 salas de vacina concorreram na edição 2011 do Prêmio Excelência em Vacinação. Destas, 70% apresentaram melhorias no processo de trabalho de imunização. Na  primeira visita e análise administrativa dos dados oriundos dos sistemas de informação, verificou-se que 02 unidades receberam pontuação inferior a 5,0 pontos; 38 entre 5,1 e 8,0; e 08 entre 8,1 e 10 pontos. No segundo resultado, observaram-se melhorias significativas. Somente uma sala permaneceu com resultado inferior a 5,0 pontos; 35 tiveram pontuação entre 5,1 a 8,0 e 12 unidades entre 8,1 a 10,0 pontos.

“Em duas edições do prêmio já é possível perceber que a implantação das práticas que ele estimula representa um processo desafiador, mas compensatório. Os indicadores de avaliação demonstram que as unidades motivaram-se em cumprir as orientações técnicas; houve redução das falhas de organização da rede de frio (conservação das vacinas) e a prática de avaliação tornou- se uma atividade rotineira do serviço”, diz Kassia Véras.

Incentivo – Na Expoepi, a experiência vencedora de cada uma das 10 áreas temáticas que integrará a Mostra Competitiva, receberá uma premiação no valor de R$ 50 mil, mediante repasse de recurso financeiro do Fundo Nacional de Saúde ao Fundo Municipal ou Estadual.

Treinamento tem foco na saúde de crianças e adolescentes indígenas

terça-feira, setembro 11th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou, na segunda-feira (10), um treinamento em Saúde da População Indígena para profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF), que atuam na zona Norte de Manaus. O evento aconteceu durante toda a manhã, no Centro Estadual da Família Professora Teonísia Lobo, localizado no conjunto Amazonino Mendes e teve como foco a saúde de crianças e adolescentes indígenas.

A técnica responsável pelas Ações de Atenção à Saúde da População Indígena e da População Negra no município de Manaus, socióloga Paula Azevedo, explica que a abordagem voltada para a saúde de crianças e adolescentes indígenas faz parte do planejamento da Semsa para este ano. “Em 2011, trabalhamos a temática da saúde da mulher indígena. Este ano estamos direcionando para crianças e adolescentes, e no ano que vem a idéia é focar nos idosos indígenas. O treinamento é importante para que o profissional possa fazer uma abordagem específica para cada público, de forma adequada”, ressalta Paula Azevedo.

O treinamento teve como tema principal a “Situação de Saúde X Doença em Crianças e Adolescentes Indígenas”, abordando ainda “Doenças de maior prevalência e incidência em crianças e adolescentes indígenas e formas de tratamento em cada cultura”, “Situação de saúde X Doenças em crianças e adolescentes indígenas residentes em área urbana e área rural do município de Manaus” e “Amamentação por mães adolescentes”.

Segundo Paula Azevedo, a Semsa pretende treinar profissionais da ESF em todos os Distritos de Saúde. “Nesta terça-feira, a programação foi direcionada aos profissionais do DISA Norte, mas o mesmo treinamento aconteceu, em julho, no DISA Sul e se estenderá, nesta terça-feira (11), aos profissionais dos DISAs Oeste e Rural. Encerraremos no dia 18 de setembro, com os profissionais do DISA Leste”, informa Paula Azevedo.

Serviços de saúde no feriado da Semana da Pátria

terça-feira, setembro 4th, 2012

A Prefeitura de Manaus informa que a Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajoz e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU-192) manterão plantão de 24 horas para atender à população nos dias 5, 6 e 7 – que correspondem, respectivamente, ao feriado estadual em comemoração à Elevação do Amazonas à Categoria de Província; ponto facultativo; e feriado nacional da Independência –, bem como no final de semana subsequente (dias 8 e 9).

As Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) e Policlínicas, que fazem o atendimento ambulatorial, não funcionarão neste período. As três unidades do Programa Farmácia Gratuita, instaladas nos terminais de ônibus da Cidade Nova (T3), na zona Norte; Jorge Teixeira (T4) e do São José (T5), ambos na zona Leste; na Compensa; e no V-8 seguem esta mesma programação, retomando o atendimento na segunda-feira (10).

O serviço SOS Vida cumprirá a agenda previamente marcada de remoção de pacientes para realização de alguns procedimentos, como é o caso de hemodiálise.

Programação das “Carretas da Mulher” para setembro

terça-feira, setembro 4th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) divulgou, nesta segunda-feira (3), a programação das Unidades Móveis de Saúde da Mulher, para o mês de setembro. Duas das seis “Carretas da Mulher” – como estas unidades móveis são mais conhecidas – permanecerão posicionadas no bairro da Alvorada II, na zona Oeste. Duas passarão a atender no bairro Monte das Oliveiras, na zona Norte. Completando o calendário, outras duas unidades farão atendimento na rua Ferreira Pena, no Centro (ao lado da sede da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos).

As Unidades Móveis de Saúde da Mulher oferecem serviços de mamografia, ultrassonografia e coleta de exame preventivo do câncer de colo de útero. De acordo com a subsecretária de Gestão da Saúde, Denise Machado, o atendimento nos novos locais se estenderá até 28 de setembro. A “Carreta da Mulher” que está no bairro da Alvorada funciona normalmente nesta segunda e terça-feira (3 e 4) e, em decorrência do feriado prolongado da Semana da Pátria (que inclui o ponto facultativo do dia 6), volta a atender na segunda-feira (10). As carretas que serão deslocadas para o Monte das Oliveiras e rua Ferreira Pena, no Centro, iniciam o período de atendimento no dia 12 (quarta-feira da próxima semana).

Serviços – As “Carretas da Mulher” funcionam de segunda a sexta-feira, das 7h às 17h. No caso dos exames de mamografia e ultrassonografia é necessário apresentar requisição médica. Este encaminhamento é feito pelas unidades de saúde da rede municipal que funcionam no entorno dos locais de atendimento. Para coleta de preventivo do câncer de colo do útero, o agendamento é feito na própria “Carreta da Mulher”, mediante triagem da equipe de atendimento.

Desde que foram implantadas pela Prefeitura de Manaus, em agosto de 2011, até o dia 30 de junho deste ano, as “Carretas da Mulher” já realizaram 14,3 mil mamografias; 21,7 mil ultrassonografias; e 12,8 mil coletas de preventivo do câncer do colo do útero, totalizando 48,9 mil exames.

Confira a programação de setembro

Alvorada II (03 a 28/09)

Rua J, nº 2 (pátio do Pró-Menor Dom Bosco)

Monte das Oliveiras (12 a 28/09)

Av. Samauma (praça que fica na entrada do Conjunto Vila da Barra)

Centro (12 a 28/09)

Rua Ferreira Pena (ao lado da sede da Semasdh)

Semsa e Correios promovem atividade de educação em saúde

sexta-feira, agosto 24th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou na quinta-feira (23), uma ação de Educação em Saúde direcionada aos trabalhadores da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. A atividade, realizada por equipe do Distrito de Saúde Norte, aconteceu no Centro de Distribuição Domiciliar (CDD), localizada no conjunto Manôa, e faz parte da Campanha de Saúde do Homem, que está sendo executada em todo o Brasil pelos Correios, como parte das comemorações pela passagem do Dia dos Pais, que foi celebrado no dia 12 deste mês.

A equipe do Disa Norte atendeu 50 profissionais e ofereceu serviços de aferição de Pressão Arterial e de Glicemia Capilar, vacinação contra Febre Amarela, Hepatite, Influenza e Tétano.  Também foram organizadas palestras sobre a Política Nacional de Saúde do Homem e sobre o Programa de Combate à Hipertensão e ao Diabetes (Hiperdia). Os trabalhadores receberam, ainda, orientação sobre Doenças Sexualmente Transmissíveis/Aids (DST’s/Aids) e sobre o Programa de Controle de Tabagismo, que funciona na rede municipal de saúde e atende pessoas que queiram parar de fumar.

A enfermeira Lenita Moraes, responsável pelo Programa Saúde do Homem no Disa Norte, explica que a programação também foi organizada como referência ao Dia da Saúde do Homem, que será comemorado no sábado (25).

Programação especial – No sábado, a Semsa estará realizando III Torneio em Comemoração ao Dia da Saúde do Homem, que acontecerá das 8h às 17h, no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola (avenida Noel Nutels, Cidade Nova) e associa atividades esportivas com oferta de serviços de saúde.

O evento pretende reunir servidores da Semsa e comunitários em geral, que participarão de partidas de Futsal, Voleibol, Dominó e Sinuca. Durante o evento, também haverá oferta de aferição de Pressão Arterial e de Glicemia Capilar, vacinação, teste rápido para o diagnóstico da infecção pelo HIV e ações educativas abordando os temas “Doenças Sexualmente Transmissíveis/Aids (DST’s/Aids)” e “Controle de Tabagismo”.

Curso sobre atenção humanizada tem palestra sobre Pedofilia

sexta-feira, agosto 24th, 2012

O diagnóstico clínico da pedofilia e a abordagem deste assunto no contexto da violência ou do abuso contra crianças e adolescentes, será o tema da palestra de encerramento do “VI Curso de Multiplicador para Atenção Humanizada a Vítimas de Violência Sexual e Doméstica”, que está sendo realizado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), no auditório da Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz. O evento, que teve início na segunda-feira (20), reúne profissionais das áreas de Saúde, Educação, Assistência Social e Segurança Pública, além de representantes de entidades e instituições que integram a Rede de Proteção às Vítimas de Violência Sexual, na capital.

A palestra sobre Pedofilia, prevista para iniciar às 8h30, será ministrada pelo médico psiquiatra Domingos Timóteo de Jesus Ferreira que, entre outras atividades profissionais, atua como voluntário no Serviço de Atendimento a Vítimas de Violência Sexual (SAVVIS), da Maternidade Moura Tapajóz.

Durante toda a semana, os mais de 60 profissionais que estão participando do curso promovido pela Semsa puderam atualizar suas informações e debater temas como “Tráfico de Seres Humanos e Violência Sexual”; “O Protagonismo Juvenil no Combate à Violência Sexual”; “Aborto Legal”; “O Papel da Assistência Farmacêutica no Atendimento às Vítimas de Violência Sexual – Medicamentos Antiretrovirais e DSTs não virais”; “O Tratamento Psicológico dos Agressores”; “Aspectos Jurídicos da Rede de Proteção a Vítimas de Violência Sexual”, entre outros.

“Durante o curso há uma rica troca de experiências e de informações. O desconhecimento de uma instituição da rede de proteção, sobre o papel exercido pelas demais parceiras, pode prejudicar todo o processo de atendimento às vítimas de violência sexual e doméstica. Este tipo de evento, portanto, é fundamental para estreitar as parcerias e manter os profissionais atualizados”, diz a médica Zélia Campos, coordenadora do SAVVIS.

Atendimento especializado - A Prefeitura de Manaus mantém o Serviço de Apoio a Vítimas de Violência Sexual (SAVVIS), que funciona na Maternidade Moura Tapajóz. Desde 2006, quando foi implantado, o serviço especializado já realizou mais de 2,4 mil atendimentos.

O SAVVIS funciona 24 horas na Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz, na Compensa. Também é disponibilizado, para atendimento ambulatorial de acolhimento às vítimas, nas Policlínicas Antônio Reis, Comte Telles e Monte das Oliveiras (das 8h às 17h, de segunda a sexta-feira).

O acompanhamento das vítimas atendidas no serviço dura cerca de seis meses e é feito por uma equipe multiprofissional (médico, enfermeiro, psicólogo e assistente social), especialmente preparada para esse tipo de atendimento. Os pacientes têm atendimento prioritário e reservado, inclusive com leitos específicos em enfermaria específica (nos casos de internação) da maternidade.

Nos casos agudos (como são chamados aqueles em que o atendimento ocorre antes de completadas 72 horas da violência/abuso) os pacientes recebem os cuidados necessários para evitar doenças sexualmente transmissíveis – inclusive a Aids – e a gravidez indesejada, no caso das pacientes do sexo feminino, em idade fértil.

Além do atendimento médico, ambulatorial e psicológico, o SAVVIS orienta e acompanha as vítimas para que o crime seja registrado em uma delegacia. Em todos os casos em que a vítima é criança ou adolescente, é feita a notificação epidemiológica e ao Conselho Tutelar.

Campanha de Multivacinação termina nesta sexta-feira

sexta-feira, agosto 24th, 2012

Termina nesta sexta-feira (24), a Campanha Nacional de Multivacinação, que tem o objetivo de atualizar o esquema vacinal das crianças menores de cinco anos de idade. A campanha acontece nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da Prefeitura de Manaus e nos CAICs, da rede estadual. O atendimento nas salas de vacinação destas unidades é feito das 8h às 17h.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, desde o início da campanha, no último sábado (18), mais de 57,8 crianças compareceram aos postos de saúde para verificar a necessidade de atualizar o Cartão de Vacina. Destas, 39,2 mil estavam com o esquema de imunização em dia e outras 18,6 mil precisaram receber uma ou mais doses de vacina.

É indispensável que as crianças sejam levadas à unidade de saúde portando o seu Cartão de Vacinação. Somente mediante análise dos registros feitos no cartão é que o vacinador poderá identificar, com precisão, quais as vacinas que estão atrasadas. “Os pais que tiverem dúvida se o calendário de vacinação de seu filho está em dia, devem aproveitar essa oportunidade para ir à unidade de saúde, conversar com a equipe da sala de vacinação e, se for o caso, complementar a imunização da criança”, orientou o secretário.

Segundo a gerente de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), enfermeira Kassia Véras, a atualização abrange vacinas como a BCG, Hepatite B, Pentavalente, Tetravalente, Rotavírus, Pneumocócica 10 Valente, Meningocócica, Tríplice Viral, DTP e contra a Febre Amarela e a Paralisia Infantil. Cumprindo o calendário básico de vacinação, as crianças ficam protegidas contra doenças como sarampo, difteria, tétano, coqueluche, algumas formas de meningite, febre amarela, hepatite do tipo B, entre outras enfermidades.

Vitamina A – As crianças que estão comparecendo às unidades da rede municipal de saúde para avaliar a situação vacinal, também estão passando por uma triagem e, nos casos indicados, recebem uma megadose de Vitamina A. A oferta do suplemento tem a finalidade de ampliar a proteção contra quadros graves de doenças como diarreia, pneumonias e outras infecções relacionadas à deficiência da vitamina e faz parte das ações do programa Brasil Carinhoso, do Governo Federal, executado em parceria com Estados e Municípios.

Sai lista de alunos vencedores do “3º Concurso sobre Tabagismo”

sexta-feira, agosto 24th, 2012

A Prefeitura de Manaus divulgou, na quarta-feira (22), o resultado do “3º Concurso sobre Tabagismo”, voltado para alunos das escolas públicas das redes municipal e estadual de ensino, da capital. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a premiação dos vencedores das três categorias (desenho; história em quadrinhos; e vídeo de 1 minuto) está prevista para o dia 29 deste mês, como parte das ações do Dia Nacional de Combate ao Tabagismo.

Organizado pelo Programa de Prevenção e Controle do Tabagismo da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), o concurso integra as atividades do Programa Saúde na Escola e teve a parceria das secretarias municipal e estadual de Educação (Semed e a Seduc), Fundação Cecon e Liga Amazonense contra o Câncer (LACC).

A categoria Desenho foi disputada por alunos de 1º a 5º ano. História em Quadrinhos foi a categoria para estudantes de 6º ao 9º ano. Alunos do ensino médio puderam participar com a produção de um vídeo de 1 minuto. “Fumar: faz mal pra você, faz mal pro planeta” foi o tema definido para inspirar os participantes.

A coordenadora municipal do Programa de Controle do Tabagismo, enfermeira Marlene Lessa, destaca que o concurso tem a finalidade de envolver a comunidade e a escola nas discussões sobre este agravo. Os trabalhos premiados poderão ser utilizados, posteriormente, no material educativo produzido para dar suporte às ações de prevenção e combate ao tabagismo, principalmente, entre o público infanto-juvenil.

“Em Manaus, segundo pesquisa divulgada recentemente pelo Ministério da Saúde, 11,8% da população maior de 18 anos se declaram fumantes. Estudos apontam que 90% dos fumantes iniciam o consumo do cigarro antes dos 19 anos, o que mostra a importância de reforçarmos as campanhas de prevenção entre adolescentes e jovens”, diz Marlene.

A Banca Avaliadora do concurso foi formada por oito membros, todos profissionais das áreas da Saúde e da Educação. Os primeiros colocados em cada uma das três categorias vão receber como prêmio uma bicicleta. Os segundos e terceiros colocados receberão um aparelho MP4.

Confira a lista dos vencedores:

Categoria: Desenho (1º ao 5º ano)

1º Lugar: Kendril Souza Bentes (Escola Municipal Profª Graciele Fernandes Zany)

2º Lugar: Anderson Correia Capucho (Escola Estadual Wilma Vitoriano Geber)

3º Lugar: Fabrício de Souza Tavares (Escola Estadual Sen. Flávio da Costa Brito)

Categoria: História em Quadrinhos (6º ao 9º ano)

1º Lugar: Ivandro Lopes da Silva (Escola Estadual Letício de C. Dantas)

2º Lugar: Druly Andrews Bentes Almeida (CETI Cinthia Régia)

3º Lugar: Adrianne da S. de Lima (Escola Municipal Anastácio Assunção)

Categoria: Vídeo de 1 minuto (Ensino Médio)

1º Lugar: Ewerton da Rocha Lira (Escola Estadual Maria Amélia do Espírito Santo)

2º Lugar: Rildo Amorim da Silva Júnior (Escola Estadual Aldeia do Conhecimento Profª Ruth Gonçalves)

3º Lugar: Gleidson Iverton Diniz Marques (Escola Estadual Letício de C. Dantas)

Informação sobre estado de saúde do Prefeito Amazonino Mendes

sexta-feira, agosto 24th, 2012

A Secretaria Municipal de Comunicação (Semcom) encaminha o Boletim Médico, divulgado pelo Hospital Sírio Libanês, a respeito do estado de saúde do Exmo. Sr. Prefeito de Manaus, Amazonino Mendes.

Aproveita para avisar que qualquer informação oficial a respeito do assunto será divulgada para a imprensa e a população por meio da assessoria do referido hospital ou pela Semcom, no Portal da Prefeitura.

“O prefeito de Manaus, Sr. Amazonino Armando Mendes, deu entrada no Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, no dia 20 de agosto, para avaliação clínica de rotina. Durante avaliação foi realizado cateterismo cardíaco, que mostrou obstruções significativas nas artérias coronárias. O paciente deverá ser submetido a cirurgia de revascularização do miocárdio nos próximos dias.

As equipes médicas que o acompanham são coordenadas pelos Profs. Drs. Raul Cutait, Roberto Kalil Filho, Paulo Cesar Ayroza Galvão, Ricardo Peres e Fábio Jatene.

 

Dr. Antonio Carlos Onofre de Lira            Dr. Paulo Cesar Ayroza Galvão
Diretor Técnico Hospitalar                        Diretor Clínico”

Semsa adota folheto bilíngue nas ações voltadas para haitianos

quarta-feira, agosto 22nd, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que tem atuado em parceria com Pastoral do Migrante e o Governo do Estado para assegurar o acesso dos haitianos residentes em Manaus aos serviços do Sistema Único de Saúde, está adotando um folheto bilíngue para ser usado nas ações de educação em saúde voltadas para estes imigrantes. Idealizado pela Gerência Municipal de DST/Aids e Hepatites Virais da Semsa, o folheto é todo redigido em português e créole (o idioma dos haitianos) e  foi confeccionado em conjunto com a Fundação Alfredo da Matta. O conteúdo aborda as características e medidas de prevenção relativas a vários tipos de DSTs, além de indicar os centros de referência para tratamento dessas doenças, na rede pública de saúde local.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, explica que a elaboração do material informativo junta-se a outras iniciativas que vêm sendo adotadas para facilitar a comunicação dos profissionais de saúde com os imigrantes haitianos e, destes, com as equipes de atendimento da rede pública. No início deste ano, destaca o secretário, a Semsa realizou um cadastramento destinado a vincular os imigrantes haitianos residentes na cidade às Unidades Básicas de Saúde da área onde moram.  Na ocasião, os servidores da Saúde que atuaram no cadastramento participaram de um treinamento ministrado pela organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteira, onde receberam noções básicas sobre o idioma creóle, informações sobre a história do povo haitiano e os aspectos socioeconômicos e culturais do país de origem desses imigrantes.

De acordo com a gerente municipal de DST/Aids e Hepatites Virais, médica infectologista Silvana Lima, o conteúdo do folheto bilíngue foi definido durante um oficina,  que contou com a participação de imigrantes e profissionais de saúde. “Eles puderam trocar impressões e construir um informativo, que buscou atender às demandas do público-alvo”, salientou Silvana.

Inicialmente, foram confeccionados 3 mil folhetos, que serão utilizados nas ações educativas desenvolvidas em Parceria com a Pastoral do Migrante. Exemplares também foram disponibilizados para a Fundação Alfredo da Matta e a Fundação de Medicina Tropical.

Curso capacita 60 profissionais para Atenção Humanizada

quarta-feira, agosto 22nd, 2012

Sessenta profissionais das áreas de Saúde, Educação, Assistência Social e Segurança Pública participaram, na segunda (20), do primeiro dia do “VI Curso de Multiplicador para Atenção Humanizada a Vítimas de Violência Sexual e Doméstica”, promovido pela Prefeitura de Manaus. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, um dos objetivos do curso é contribuir para uma maior articulação entre os diversos órgãos, entidades e instituições que integram a Rede de Proteção às Vítimas de Violência Sexual, na cidade.

A programação se estende até sexta-feira (24), no auditório da Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz, onde funciona o Serviço de Atendimento a Vítimas de Violência Sexual (SAVVIS), da Prefeitura de Manaus. A palestra de abertura do curso foi ministrada pela representante do Ministério da Saúde (MS), Cláudia Araújo de Lima, que atua na área técnica de Saúde da Mulher e abordou o tema: “Aspectos Globais da Política Nacional: Tráfico de Seres Humanos e a Violência Sexual”.  Pela parte da tarde, Claudia voltou a fazer palestra, desta vez sobre o “Aborto Legal”.

A psicóloga e consultora do MS, Patrícia Oliveira e Silva, que participou do evento representando ONG Ações Afirmativas em Direitos e Saúde (AADS/IPAS), falou sobre o “Protagonismo Juvenil e a Violência Sexual”. A pediatra Lorena Holanda, do SAVVIS, encerrou a tarde com o tema “Medidas Profiláticas no Atendimento à Vítima de Violência Sexual: DST/HIV, Gravidez Indesejada, Exames de Rotina, Consulta de Urgência e Acompanhamento”.

Na programação da terça-feira (21), pela manhã, os participantes do curso atualizaram informações sobre os vários conceitos de violência (sexual, doméstica, tráfico de seres humanos, exploração sexual); e discutiram o papel da assistência farmacêutica no atendimento às vítimas de violência sexual. À tarde, o tema de abertura da programação foi “Agressores e Possibilidades de Tratamento”.

Prefeitura inicia Campanha de Vacinação Antirrábica

quarta-feira, agosto 22nd, 2012

A Prefeitura de Manaus iniciou na segunda-feira (20), a Campanha de Vacinação Antirrábica Animal, que deve imunizar, aproximadamente, 210 mil cães e gatos, na zona urbana da cidade. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a previsão é de que o trabalho dos vacinadores se estenda até o dia 3 de outubro. A vacinação começou por áreas do Monte Sião, Bairro Novo, Cidade de Deus, Braga Mendes, Mauazinho, Parque São Pedro e União da Vitória, onde as equipes do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) devem continuar trabalhando nesta terça-feira.

Francisco Deodato explica que, na zona rural da cidade, a campanha aconteceu entre março e abril deste ano, garantindo a imunização de mais de 2,5 mil animais. Para a realização da campanha da zona urbana, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) contratou, em regime temporário, 165 vacinadores, selecionados por meio de Processo Seletivo Simplificado, realizado em junho.

O diretor do CCZ, médico veterinário Francisco Zardo, explica que os vacinadores/registradores atuam em dupla e estão identificados pelo colete azul do órgão. Zardo destaca que é importante que os vacinadores contem com a colaboração dos donos dos animais, no momento da vacinação. “É o próprio dono que deve fazer a contenção do animal, com o uso, inclusive, de coleira e focinheira, se o animal dispuser”, orienta o veterinário.

Feira de adoção –  Neste sábado (25), acontecerá, na sede do CCZ, mais uma Feira de Adoção de cães e gatos. O evento tem a parceria de entidades protetoras dos animais e acontece a partir das 8h. Francisco Zardo informa que serão disponibilizados 40 animais (entre cães e gatos), devidamente castrados e vermifugados (medicados contra parasitoses).

A pessoa interessada em adotar o animal precisa apresentar apenas documento de identidade, CPF e comprovante de residência. As feiras de adoção em parceria com instituições de ensino e organizações não-governamentais têm sido uma das estratégias utilizadas pelo CCZ para garantir que os animais resgatados ou entregues ao centro pelos antigos donos encontrem um novo lar.

Campanha já atualizou esquema vacinal de mais de 15,2 mil crianças

segunda-feira, agosto 20th, 2012

Em Manaus, mais de 40,8 mil crianças compareceram às unidades de saúde no último sábado, primeiro dia da Campanha Nacional de Multivacinação que está sendo realizada com a finalidade de atualizar o esquema vacinal das crianças menores de 5 anos. De acordo com balanço parcial da Gerência de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), do total de crianças que foram levadas pelos pais aos postos de atendimento, aproximadamente, 15,2 mil receberam uma ou mais doses de imunização, para atualizar o esquema vacinal. Outras 25,5 mil estavam com o Cartão de Vacina em dia e foram liberadas.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, frisa que a campanha prossegue até a próxima sexta-feira (24), em todas as Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da Prefeitura de Manaus e nos CAICs, da rede estadual.

“O Dia de Mobilização, que marcou o início da campanha, no último sábado, teve um resultado muito expressivo em relação ao comparecimento das crianças. Isso demonstra que os pais compreenderam a importância de levar seus filhos à unidade de saúde para ter a situação vacinal avaliada e, nos casos indicados, fazer a atualização das doses de vacina”, destacou o secretário. No sábado, a Semsa mobilizou um efetivo de 1,8 mil servidores para executar as atividades de abertura da Campanha de Multivacinação.

A atualização vai abranger vacinas como a BCG, Hepatite B, Pentavalente, Tetravalente, Rotavírus, Pneumocócica 10 Valente, Meningocócica, Febre Amarela, Tríplice Viral, DTP e contra a Paralisia Infantil (na forma de gotinha ou injetável, este último caso para as crianças de 2 meses, que estiverem iniciando o esquema de imunização contra a paralisia infantil). Cumprindo o calendário básico de vacinação, as crianças ficam protegidas contra doenças como sarampo, difteria, tétano, coqueluche, algumas formas de meningite, febre amarela, hepatite do tipo B, entre outras enfermidades.

Vitamina A – Além da atualização do Cartão de Vacina, as crianças que comparecerem aos postos de saúde da rede municipal durante a Campanha de Multivacinação estarão recebendo, mediante triagem, uma megadose de Vitamina A. A oferta do suplemento tem a finalidade de ampliar a proteção contra quadros graves de doenças como diarreia, pneumonias e outras infecções relacionadas à deficiência da vitamina e faz parte das ações do programa Brasil Carinhoso, do Governo Federal, executado em parceria com Estados e Municípios.

Ao contrário da campanha de Multivacinação, que acontece em todos os municípios do País, a campanha da Vitamina A alcançará as crianças moradoras das regiões Norte, Nordeste e dos vales de Jequitinhonha e Mucuri, em Minas Gerais. Após a campanha, a oferta do suplemento vitamínico passará a fazer parte da rotina de atendimento das unidades de saúde, integrando as ações de Puericultura (acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil).

De acordo com a responsável pelo Setor de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa, enfermeira Ivone Amazonas, a taxa de hipovitaminose A (deficiência desta vitamina), no Norte do país, está na faixa dos 10,7%, razão pela qual as cidades da região são consideradas prioritárias pelo Ministério da Saúde para adotar a oferta de vitamina A, na rede de Atenção Primária.

A coordenadora da Equipe Técnica de Ação em Alimentação e Nutrição da Semsa, nutricionista Danielle Belota, explica que a aplicação de megadose tem a finalidade de prevenir a ocorrência de deficiência da vitamina A, potencializando o crescimento e desenvolvimento infantil saudável, reduzindo o risco de doenças na infância. “A deficiência de vitamina A é uma doença nutricional grave e é a causa mais frequente de cegueira prevenível entre crianças”, salienta a nutricionista.

Segundo informações prestadas pelo Ministério da Saúde na semana passada, as crianças deverão receber duas doses anuais do suplemento vitamínico, uma a cada seis meses. Cada município deverá adotar sua estratégia para a identificação das crianças (com idade de 6 meses a cinco anos), que serão atendidas e rotineiramente acompanhadas nesta ação. As megadoses são apresentadas na forma de cápsulas gelatinosas, oferecidas na concentração de 100 mil UI (unidade internacional) para bebês de 6 a 11 meses e na concentração de 200 mil UI, para criança de 12 a 59 meses.

Atenção a vítimas de violência sexual e doméstica é tema de curso

segunda-feira, agosto 20th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promove, a partir desta segunda-feira (20), no auditório da Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz, o “VI Curso de Multiplicador para Atenção Humanizada a Vítimas de Violência Sexual e Doméstica”. O evento, que tem início às 9h, reunirá profissionais das áreas de Saúde, Educação, Segurança Pública e Assistência Social, além de representantes de outras instituições e entidades que integram a Rede de Proteção às Vítimas de Violência Sexual em Manaus.

A palestra de abertura do curso será ministrada pela representante do Ministério da Saúde (MS), Cláudia Araújo de Lima, que atua na área técnica de Saúde da Mulher. Ela abordará os “Aspectos Globais da Política Nacional: Tráfico de Seres Humanos e a Violência Sexual”. Em seguida, a psicóloga e consultora do MS, Patrícia Oliveira e Silva, falará sobre “Protagonismo Juvenil e a Violência Sexual”. Fechando a programação da manhã, médica Zélia Campos, coordenadora do Serviço de Apoio a Vítimas de Violência Sexual (SAVVIS), da Prefeitura de Manaus, apresentará um panorama do atendimento de urgência e processo de acompanhamento das crianças e adultos atendidos no serviço.

Serviço: “VI Curso de Multiplicador para Atenção Humanizada a Vítimas de Violência Sexual e Doméstica”

Data/Hora: 20/08, às 9h

Local: Auditório da Maternidade Moura Tapajóz (av. Brasil, Compensa)

Crianças receberão dose de vitamina A durante Multivacinação

sexta-feira, agosto 17th, 2012

Durante a Campanha Nacional de Multivacinação que começa no próximo sábado (18) e vai até o dia 24 deste mês, as crianças menores de cinco anos de idade também receberão uma megadose de Vitamina A. A oferta do suplemento tem a finalidade de ampliar a proteção contra quadros graves de doenças como diarreia, pneumonias e outras infecções relacionadas à deficiência da vitamina e faz parte das ações do programa Brasil Carinhoso, do Governo Federal, executado em parceria com Estados e Municípios.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) recebeu 162,5 mil doses da vitamina, para serem utilizadas na campanha. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, além dos 1,8 mil servidores que estarão envolvidos na campanha de multivacinação, outras 830 pessoas estarão atuando nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal para fazer a triagem das crianças e a administração da megadose do suplemento, nos casos indicados.

Ao contrário da campanha de Multivacinação, que acontece em todos os municípios do País a partir de sábado, a campanha da Vitamina A alcançará as crianças moradoras das regiões Norte, Nordeste e dos vales de Jequitinhonha e Mucuri, em Minas Gerais. Após a campanha, a oferta do suplemento vitamínico passará a fazer parte da rotina de atendimento das unidades de saúde, integrando as ações de Puericultura (acompanhamento do crescimento e desenvolvimento infantil).

De acordo com a responsável pelo Setor de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa, enfermeira Ivone Amazonas, a taxa de hipovitaminose A (deficiência desta vitamina), no Norte do país, está na faixa dos 10,7%, razão pela qual as cidades da região são consideradas prioritárias pelo Ministério da Saúde para adotar a oferta de vitamina A, na rede de Atenção Primária.

A coordenadora da Equipe Técnica de Ação em Alimentação e Nutrição da Semsa, nutricionista Danielle Belota, explica que a aplicação de megadose tem a finalidade de prevenir a ocorrência de deficiência da vitamina A, potencializando o crescimento e desenvolvimento infantil saudável, reduzindo o risco de doenças na infância. “A deficiência de vitamina A é uma doença nutricional grave e é a causa mais frequente de cegueira prevenível entre crianças”, salienta a nutricionista.

Segundo informações prestadas pelo Ministério da Saúde esta semana, a criança deve receber duas doses anuais do suplemento vitamínico, uma a cada seis meses. Cada município deverá adotar sua estratégia para a identificação das crianças (com idade de 6 meses a cinco anos), que serão atendidas e rotineiramente acompanhadas nesta ação. As megadoses são apresentadas na forma de cápsulas gelatinosas, oferecidas na concentração de 100 mil UI (unidade internacional) para bebês de 6 a 11 meses e na concentração de 200 mil UI, para criança de 12 a 59 meses.

Multivacinação – No sábado, quando acontece o “Dia D de Multivacinação” as Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal e também os CAICs, da rede estadual, num total de 373 pontos de atendimento, estarão funcionando das 8h às 17h. O objetivo da campanha é atualizar a situação vacinal das crianças menores de 5 anos que deixaram de tomar alguma vacina ou que estejam com as doses de reforço atrasadas.

O secretário Francisco Deodato destaca que é indispensável que as crianças sejam levadas à unidade de saúde portando o seu Cartão de Vacinação. Somente mediante análise dos registros feitos no cartão é que o vacinador poderá identificar, com precisão, quais as vacinas que estão atrasadas.

“Os pais que tiverem dúvida se o calendário de vacinação de seu filho está em dia, devem aproveitar essa oportunidade para ir à unidade de saúde, conversar com a equipe da sala de vacinação e, se for o caso, complementar a imunização da criança”, orientou o secretário. Durante toda esta semana, os Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) da Semsa estão reforçando o trabalho de busca ativa das crianças que precisam atualizar o esquema de vacinação e orientando as famílias sobre a campanha que começa no sábado.

A gerente de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), enfermeira Kassia Véras, explica que a atualização vai abranger vacinas como a BCG, Hepatite B, Pentavalente, Tetravalente, Rotavírus, Pneumocócica 10 Valente, Meningocócica, Febre Amarela, Tríplice Viral, DTP e contra a Paralisia Infantil (na forma de gotinha ou injetável, este último caso para as crianças de 2 meses, que estiverem iniciando o esquema de imunização contra a paralisia infantil).

Cumprindo o calendário básico de vacinação, as crianças ficam protegidas contra doenças como sarampo, difteria, tétano, coqueluche, algumas formas de meningite, febre amarela, hepatite do tipo B, entre outras enfermidades.

“Dia D” de Multivacinação, no sábado, terá 272 pontos

quarta-feira, agosto 15th, 2012

No próximo sábado (18), as Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal e também os CAICs, da rede estadual, num total de 272 pontos de atendimento, estarão funcionando das 8h às 17h para dar início às atividades da Campanha Nacional de Multivacinação, que será realizada em todo o País até o dia 24 deste mês. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, explica que o objetivo da campanha é atualizar a situação vacinal das crianças menores de 5 anos. De acordo com ele, 1,8 mil servidores da saúde estarão atuando no “Dia de Mobilização”, que marca o início da campanha.

A campanha é voltada para crianças que deixaram de tomar alguma vacina ou que estejam com as doses de reforço atrasadas. Francisco Deodato destaca que é indispensável que as crianças sejam levadas à unidade de saúde portando o seu Cartão de Vacinação. Somente mediante análise dos registros feitos no cartão é que o vacinador poderá identificar, com precisão, quais as vacinas que estão atrasadas.

“Os pais que tiverem dúvida se o calendário de vacinação de seu filho está em dia, devem aproveitar essa oportunidade para ir à unidade de saúde, conversar com a equipe da sala de vacinação e, se for o caso, complementar a imunização da criança”, orientou o secretário. Durante toda esta semana, os Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) da Semsa estão reforçando o trabalho de busca ativa das crianças que precisam atualizar o esquema de vacinação e orientando as famílias sobre a campanha que começa no sábado.

A gerente de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), enfermeira Kassia Véras, explica que a atualização vai abranger vacinas como a BCG, Hepatite B, Pentavalente, Tetravalente, Rotavírus, Pneumocócica 10 Valente, Meningocócica, Febre Amarela, Tríplice Viral, DTP e contra a Paralisia Infantil (na forma de gotinha ou injetável, este último caso para as crianças de 2 meses, que estiverem iniciando o esquema de imunização contra a paralisia infantil).

Cumprindo o calendário básico de vacinação, as crianças ficam protegidas contra doenças como sarampo, difteria, tétano, coqueluche, algumas formas de meningite, febre amarela, hepatite do tipo B, entre outras enfermidades.

Servidores participam de capacitação inédita no Estado

quarta-feira, agosto 15th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está promovendo até sexta-feira (17), o Curso de Qualificação em Educação Popular em Saúde, com palestrantes de instituições e entidades que são referência no tema, no País. A iniciativa, inédita no Estado, tem o objetivo de capacitar os profissionais de saúde para utilização de novas metodologias e estratégias de atuação junto à comunidade, que são ancoradas na troca de experiências e na aproximação entre o saber científico e os saberes populares. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, este é um momento novo para a Semsa e deve representar um grande avanço nas atuais práticas de educação em saúde. “Os profissionais serão sensibilizados para a adoção de uma proposta pedagógica democrática, horizontal, que articula saberes, constrói o conhecimento de maneira compartilhada e que tem por base o diálogo”, disse Deodato.

A iniciativa é resultado de parceria entre a Prefeitura de Manaus e o Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD), que é a unidade técnico-científica da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), na Amazônia. A instituição é um dos membros da Rede de Escolas e Centro Formadores em Saúde Pública/Coletiva. Segundo a técnica da Gerência de Educação na Saúde (Gesau), Denise Amorim, responsável pela Educação Popular em Saúde no município, a parceria se destaca pelo pioneirismo, tanto no que se refere ao atendimento ao público específico da Semsa, quanto pela temática do curso. “A parceria com a Fiocruz, órgão formador de notória competência, vem fortalecer este processo de capacitação”, disse Amorim. O vice-diretor de Ensino e Comunicação do ILMD/Fiocruz, Júlio César Schweickardt, é um dos palestrantes do evento, assim como Simone Leite, que representa a Associação Nacional de Movimentos e Práticas de Educação Popular em Saúde.

O curso, que começou na terça-feira (14), é realizado das 8h às 18h, na Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (localizado na rua Maceió, 2000, em frente à sede da Semsa), e conta com a participação de 150 servidores da saúde. Após o curso, a proposta é que eles passem a atuar como multiplicadores das novas práticas de Educação em Saúde, avançando para além das atuais técnicas educativas, centradas em palestras e distribuição de materiais informativos, para métodos de intervenção que considerem o saber popular, sua linguagem e seus costumes.

Palestrantes – A programação do curso conta com a participação de convidados que atuam na Educação Popular e que desenvolvem projetos importantes na área. Entre os convidados estão representantes da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza (CE), Universidade Federal do Piauí (UFPI); Tenda do Conto, de Natal (RN), Projeto Cirandas da Vida e Espaço Ekobé, de Fortaleza (CE).

Fique por dentro – A Educação Popular em Saúde é um ato de construção recíproca onde o profissional da área troca experiências com o usuário e, com base nessa relação, aproxima o saber científico dos saberes populares, despertando nos indivíduos e organismos sociais a corresponsabilidade pela saúde individual e coletiva. “Cria espaços de produção de diálogos e amplia a capacidade de escuta das experiências do cotidiano”, diz Denise Amorim.

O Plano Municipal de Saúde 2011-2013 tem como meta fortalecer as ações de Educação Popular em Saúde, qualificando, formando multiplicadores destas novas práticas, promovendo e disseminando seus conceitos junto aos trabalhadores e gestores municipais, com o objetivo de aumentar a oferta de atividades educativas na atenção primária em saúde até 2013.

Prefeitura entrega mais quatro “Casonas de Saúde” na zona Norte

segunda-feira, agosto 13th, 2012

A Prefeitura de Manaus entregou à população da zona Norte da cidade, na sexta-feira (10), mais quatro Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs). Construídas no novo padrão ampliado de 130 metros quadrados e com a oferta de novos serviços, as “Casonas de Saúde” – como são mais conhecidas as unidades ampliadas – vão beneficiar moradores do Cidade de Deus e, também, do Nova Cidade, bairro que ainda não contava com os serviços da Estratégia Saúde da Família.

Agora, já chega a 37 o número de UBSFs que estão no novo formato ampliado.  “Ainda neste mês devemos entregar mais quatro unidades ampliadas e iniciar as obras das que serão construídas no sistema de Parceria Público-Privada, para completar o processo de substituição das antigas Casinhas de Saúde”, destacou o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

A primeira UBSF a ser entregue, nesta sexta-feira, foi a N-35, localizada na rua Maranhão, Cidade de Deus. Ela substitui a antiga “Casinha de Saúde” que funcionava na rua Cruzeiro, no mesmo bairro. Em seguida, foi reaberta a UBSF N-39, localizada na avenida “D”, do conjunto residencial Sérgio Pessoa Neto, erguida no mesmo endereço da antiga “Casinha”.

No Nova Cidade, o secretário Francisco Deodato entregou a UBSF N-52, localizada à rua 37, quadra 72 e, logo depois, a  UBSF N-53, que fica na rua 222-A, Quadra  316, na área do conjunto Cidadão V. “A abertura destas duas unidades marca a chegada dos serviços da Estratégia Saúde da Família ao bairro Nova Cidade, onde devemos instalar um total de 8 unidades de saúde deste tipo”, informou o secretário, explicando que cada UBSF atua numa área de abrangência determinada, atendendo, cada uma, aproximadamente 5 mil pessoas.

Moradora da rua 216 do Nova Cidade, a dona de casa Maria da Conceição dos Santos Vanconcelos, 39 anos, participou da solenidade de entrega da UBSF N-53 e falou da importância, para os moradores da área, da chegada do primeiro serviço de saúde ao bairro. “Quando a gente precisa de atendimento tem de ir de ônibus lá para o Monte das Oliveiras ou para o Galileia. Nós precisávamos muito dessa unidade, principalmente para as crianças, que sempre precisam ir ao médico e tomar as vacinas. Agora ficou mais perto”, disse Conceição.

Novo padrão – As “Casinhas” atuais oferecem consultas médicas, de enfermagem e visitas domiciliares. A estrutura ampliada do novo modelo de UBSF, que está sendo implantado na rede municipal de saúde, permite que as famílias cadastradas na unidade passem a receber, também, atendimento odontológico, além de ter acesso aos serviços de coleta de exames e imunização. Nebulização, curativo e acesso à farmácia básica também passam a ser oferecidos em espaços físicos adequados, dentro dos parâmetros preconizados pelo Ministério da Saúde. “As novas unidades têm uma estrutura mais digna para atendimento dos usuários e garantem melhores condições de trabalho às equipes da Saúde da Família”, diz Francisco Deodato.

Cada UBSF acompanha um número definido de pessoas (entre 4 mil e 5 mil usuários), que vivem em uma área geográfica delimitada. O atendimento é feito na própria unidade de saúde e, também, em visitas domiciliares. A Estratégia Saúde da Família inclui ações de promoção à saúde e de prevenção, recuperação e reabilitação de doenças e agravos mais comuns.

Semsa promove curso inédito em Educação Popular em Saúde

segunda-feira, agosto 13th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa) promove, de 14 a 17 de agosto, das 8h às 18h, o Curso de Qualificação em Educação Popular em Saúde. A iniciativa, inédita no Estado, tem o objetivo de investir na capacitação dos profissionais de saúde a utilizarem novas metodologias e estratégias de atuação junto à comunidade, ancoradas na Educação Popular em Saúde, de modo que possam contribuir com as ações de prevenção e promoção.

Veja a programação. 

De acordo com o secretário Municipal de Saúde, Francisco Deodato, este é um momento novo para a Semsa e deve representar um grande avanço nas atuais práticas educativas. “Os profissionais serão sensibilizados para a adoção de uma proposta pedagógica democrática, horizontal, que articula saberes, constrói o conhecimento de maneira compartilhada, que tem por base o diálogo e a escuta, que considera a afetividade e o cuidado”, disse o secretário.

A iniciativa conta com a parceria do Instituto Leônidas e Maria Deane (ILMD), que é a unidade técnico-científica da Fundação Oswaldo Cruz na Amazônia. A instituição é um dos membros da Rede de Escolas e Centro Formadores em Saúde Pública/Coletiva. De acordo com a técnica da Gerência de Educação na Saúde (Gesau), Denise Amorim, responsável pela Educação Popular em Saúde no município, a parceria se destaca pelo pioneirismo, tanto no que se refere ao atendimento ao público específico da Semsa, quanto pela temática do Curso. “A parceria com a Fiocruz, órgão formador de notória competência, vem fortalecer este processo de Educação Popular em Saúde”, disse Amorim.

O curso é voltado para 150 servidores que devem atuar como multiplicadores destas novas práticas, avançando para além das atuais técnicas educativas, centradas em palestras e distribuição de materiais educativos, para métodos de intervenção que considerem o saber popular, sua linguagem e seus costumes.

Facilitadores de renome nacional

A programação contará com a participação de convidados que atuam na Educação Popular e que desenvolvem projetos importantes na área e que dialogam com outros segmentos da sociedade, como a gestão do SUS, os movimentos sociais e populares. Entre os facilitadores estão representantes da Secretaria de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde – SEGEP; Universidade Estadual do Ceará (Uece), Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza (CE), Universidade Federal do Piauí (UFPI); Tenda do Conto, de Natal (RN), Projeto Cirandas da Vida e Espaço Ekobé, de Fortaleza (CE).

Sobre a Educação Popular

A Educação Popular em Saúde é um ato de construção recíproca onde o profissional de saúde troca experiências com o usuário e, com base nessa relação, aproxima o saber científico dos saberes populares, despertando nos indivíduos e organismos sociais a corresponsabilidade pela saúde individual e coletiva. “Cria espaços de produção de diálogos e amplia a capacidade de escuta das experiências do cotidiano”, diz Amorim.

O Plano Municipal de Saúde 2011-2013 tem como meta fortalecer as ações de Educação Popular em Saúde, qualificando, formando multiplicadores destas novas práticas, promovendo e disseminando seus conceitos junto aos trabalhadores e gestores municipais, com o objetivo de aumentar a oferta de atividades educativas na atenção primária em saúde até 2013.

SERVIÇO:

Data: 14 a 17 de agosto

Horário: 8h às 18h

Local: Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), localizado na Rua Maceió, 2000 (Em frente à sede da Semsa)

Ascom Disa Oeste/SEMSA, por Anália Barbosa

Semsa promove campanha para atualizar Cartão de Vacina

terça-feira, agosto 7th, 2012

No dia 18 deste mês começa, em todo o País, a Campanha Nacional de Multivacinação, que será realizada pelo Ministério da Saúde, com apoio das secretarias estaduais e municipais de saúde. O objetivo da campanha é estimular pais e responsáveis a atualizar a situação vacinal das crianças menores de 5 anos, que estejam com o esquema de imunização atrasado. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a campanha se estenderá até o dia 24 de agosto. Segundo ele, no dia 18 (um sábado), todas as Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da Prefeitura de Manaus e os CAICs, da rede estadual, estarão funcionando das 8h às 17, para atender as crianças.

Deodato destaca que é indispensável que as crianças compareçam à unidade de saúde munidas do seu Cartão de Vacinação. Somente mediante análise dos registros feitos no cartão é que o vacinador poderá identificar, com precisão, quais as vacinas que estão atrasadas. Meninos e meninas que estejam com o esquema vacinal em dia, não precisam ir ao posto de saúde.

A gerente de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), enfermeira Kassia Véras, explica que a atualização vai abranger vacinas como a BCG, Hepatite B, Pentavalente, Tetravalente, Rotavírus, Pneumocócica 10 Valente, Meningocócica, Febre Amarela, Tríplice Viral, DTP e contra a Paralisia Infantil (na forma de gotinha ou injetável, este último caso para as crianças de 2 meses, que estiverem iniciando o esquema de imunização contra a paralisia infantil).

Cumprindo o calendário básico de vacinação, as crianças ficam protegidas contra doenças como sarampo, difteria, tétano, coqueluche, algumas formas de meningite, febre amarela, hepatite do tipo B, entre outras enfermidades.

Exposição de fotografias registra atividades do “Cantinho do Leite”

sexta-feira, agosto 3rd, 2012

Como parte da programação especial que está sendo realizada pela Secretaria Municipal de Saúde para marcar a Semana Mundial do Aleitamento Materno (comemorada entre 1º e 7 deste mês), a Unidade Básica de Saúde (UBS) Armando Mendes, localizada no conjunto Manôa, na zona Norte, organizou uma exposição de fotografias que registram o trabalho realizado no projeto “Cantinho do Leite”. Neste espaço, as mulheres grávidas e as que estão no puerpério (pós-parto) atendidas na unidade, são orientadas sobre a importância da amamentação e incentivadas a se tornarem doadoras de leite materno.

A UBS Armando Mendes é uma das unidades da Semsa que funciona como Posto de Coleta de Leite Humano (PCLH). Também integra a Rede Amamenta Brasil – estratégia adotada pelo Ministério da Saúde para ampliar os índices de aleitamento materno no País – e foi uma das 11 unidades da rede municipal a receber o Certificado de Estímulo ao Aleitamento Materno, concedido pela organização Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno (WABA, na sigla em inglês), pelas atividades desenvolvidas durante a Semana Mundial do Aleitamento Materno, em 2011. A WABA, que tem sede em Nova York, congrega pessoas e organizações engajadas na promoção, apoio e defesa do aleitamento materno, atuando nos níveis internacional, nacional, regional e comunitário.

“As grávidas que aceitam atuar como doadoras de leite materno recebem orientação sobre como fazer a coleta em casa e como armazenar. Uma vez por semana uma profissional da unidade de saúde vai até a casa das doadoras para buscar o leite”, informa a diretora da UBS Armando Mendes, Glícia Cabral. Ela explica que o  material coletado é repassado ao Banco de Leite da Maternidade Azilda Marreiro, no bairro Cidade Nova, onde é utilizado na alimentação das crianças prematuras, internadas em UTIs neonatais.

Além da exposição de fotografia sobre as atividades do “Cantinho do Leite”, que ficará no mural da unidade até esta sexta-feira (3), a unidade também estará realizando palestra, dramatizações e demonstração de ordenha mamária, como parte das ações de conscientização que estão programadas para esta semana, em toda a rede municipal de saúde, destaca Glícia Cabral.

Saúde da Família – As Unidades Básicas de Saúde da Família do Distrito de Saúde Norte também estarão realizando, de 1º a 7 de agosto, ações de incentivo ao Aleitamento Materno. Serão promovidas palestras abordando temas como “Vantagens do aleitamento para o bebê, para a mãe, o pai e a família”, “Problemas mais frequentes da amamentação”, “Mitos e Tabus que prejudicam a amamentação” e “Os dez passos para uma boa amamentação”.

Na UBSF N-23, no bairro Monte das Oliveiras, está programando para a segunda-feira (6), às 9h, uma reunião com gestantes no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) do bairro Colônia Terra Nova, para discutir o tema “Os efeitos do uso de drogas na gestação e na amamentação”.

Algumas UBSFs estão organizando ainda ações de socialização com mulheres grávidas e puérperas que são atendidas em suas áreas de abrangência. É o caso, por exemplo da UBSF N-24, localizada na Colônia Terra Nova, que vai promover nesta sexta-feira (3), um café da manhã, atividades recreativas e sorteio de brindes.

DVISA apreende 20 toneladas de iogurte mantidas sem refrigeração

sexta-feira, agosto 3rd, 2012

O Departamento de Vigilância Sanitária (DVISA), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), apreendeu na manhã da quinta-feira (2) aproximadamente 20 toneladas de iogurtes e outros tipos de bebidas lácteas, que eram mantidos armazenados de forma inadequada e sem as mínimas condições de higiene, no depósito de uma distribuidora localizada na rua Tororó, no bairro do Alvorada II e numa residência da rua Marginal D, no bairro do São José. A apreensão fez parte de uma operação conjunta realizada pela Delegacia de Defesa do Consumidor (DECON) e Comissão de Defesa do Consumidor da Assembleia Legislativa do Estado, com o apoio do DVISA.

A ação foi resultado de dois meses de investigações conduzidas pela DECOM,  a partir de denúncias de que esses produtos, acondicionados de forma irregular,  eram utilizados para abastecer pequenos comércios e ambulantes.

A chefe da Divisão de Vigilância de Produtos do DVISA, Cristiane Ruwer, disse que todo o material apreendido na ação será devidamente descartado no aterro sanitário, por ser impróprio para consumo. Além do processo criminal a que terão de responder, os responsáveis pelo armazenamento inadequado da mercadoria foram autuados pela Vigilância Sanitária e estão sujeitos a multa de, aproximadamente, 200 Unidades Fiscais do Município (UFMs), o equivalente a R$ 14 mil. No caso da Distribuidora, existe ainda a possibilidade de o estabelecimento ser interditado. “O que a fiscalização encontrou foi um quadro de infrações gravíssimas, que põem em risco a saúde do consumidor”, destacou Cristiane Ruwer.

Os responsáveis pelos dois depósitos irregulares foram enquadrados em vários artigos do Decreto 3.910/97 e Lei 392/97 (que formam o Código Sanitário de Manaus), entre eles o artigo 321 do decreto, segundo o qual “é obrigatória a existência de aparelho de refrigeração ou congelamento nos estabelecimentos que produzam, fabriquem, beneficiem, manipulem, acondicionem, armazenem, depositem ou vendam produtos alimentícios perecíveis ou alteráveis”.

“Fazemos um alerta à população para que tenha cuidado ao adquirir produtos como é o caso de iogurtes e outras bebidas lácteas, que estejam mantidos à temperatura ambiente, sem os padrões mínimos de refrigeração recomendados para esse tipo de alimento”, diz Cristiane Ruwer.

Semsa abre Semana Mundial de Aleitamento Materno

quinta-feira, agosto 2nd, 2012

A abertura da programação que será realizada pela rede municipal de Saúde para marcar a Semana Mundial de Aleitamento Materno, comemorada de 1º a 7 de agosto, foi marcada por homenagens às mães que têm atuado como doadoras de leite materno ao posto de coleta que funciona na Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz. Camila Machado e Suzana Santos de Lima e Silva receberam os certificados de Mães Doadoras do Ano. A primeira, por ser, entre as doadoras atuais, a que está há mais tempo colaborando com o posto de coleta, para o qual já entregou 37 litros de leite materno. A segunda, por ter doado, somente neste ano, 13 litros de leite.

“A premiação das mães doadoras é sempre um momento muito simbólico, uma forma de expressar o agradecimento do sistema de saúde a todas as mulheres que compreendem a importância da amamentação para a saúde das crianças e delas mesmas e, em especial, para aquelas que se dispõem a contribuir com os bancos de leite, para ajudar crianças internadas, normalmente prematuras, que, sem o gesto destas mães, não poderiam contar com a proteção do leite materno”, afirmou a subsecretária de Gestão da Saúde, Denise Machado, na solenidade realizada na Moura Tapajóz.

Acompanhada do filho Samuel, de 3 meses, Suzana Silva, uma das homenageadas como Mãe Doadora do Ano, disse estar muito feliz por poder ajudar, com seu leite, a alimentar outras crianças. “Muitas vezes, as mães que estão com excesso de leite, por não saber que há uma maneira de aproveitá-lo, acabam descartando um alimento que é tão importante para crianças internadas em UTIs de maternidades. Eu fico muito alegre em saber que estou ajudando essas crianças”, afirmou Suzana.

Durante toda a semana, as unidades de saúde da rede municipal estarão intensificando as ações voltadas para a promoção, estímulo e apoio ao aleitamento materno, reforçando o slogan da semana, segundo o qual “Amamentar Hoje é Pensar no Futuro”. Denise Machado frisou que as ações para estimular o aleitamento materno exigem que o tema seja trabalhado fortemente durante o pré-natal, reforçado na maternidade e se estenda ao acompanhamento feito à mulher, no pós-parto.

“É com esta visão que a rede municipal de saúde tem conseguido elevar os índices de aleitamento materno na capital. Já credenciamos 18 unidades da rede municipal na Rede Amamenta Brasil e temos outras 41 unidades, inclusive da Estratégia Saúde da Família, preparando-se para o credenciamento”, disse a subsecretária. Dentre estas 59 unidades, 19 também já desenvolvem a Estratégia Nacional de Alimentação Complementar Saudável (ENPACS). A Rede Amamenta Brasil é uma estratégia adotada pelo Ministério da Saúde para ampliar os índices de aleitamento materno no País.

Manaus tem conseguido ampliar os índices do aleitamento materno exclusivo entre as crianças de zero a seis meses de vida e exibe bons indicadores também na faixa etária de 7 a 15 meses. De acordo com dados do Setor de Saúde da Criança e do Adolescente, da Semsa, em 1999, 24,4% dos bebês até quatro meses encontravam-se em aleitamento materno exclusivo. Em 2011, o índice fechou em 48,51%, entre as crianças de 0 (zero) a seis meses de vida. Na faixa de 6 a 11 meses, o índice é de 75,1% e, de 12 a 15 meses, está em 63,4%. “Nos três casos, a capital do Amazonas fica acima das médias nacionais”, destaca a enfermeira Ivone Amazonas, que coordena as ações de Aleitamento Materno.

Reconhecimento – Na solenidade desta quarta-feira também foi feita a entrega oficial dos Certificados de Estímulo ao Aleitamento Materno, concedidos pela organização Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno (WABA, na sigla em inglês), a 11 unidades de saúde da Semsa, pelas atividades desenvolvidas na rede municipal de saúde, durante a Semana Mundial do Aleitamento Materno, no ano passado. A WABA congrega pessoas e organizações engajadas na promoção, apoio e defesa do aleitamento materno, atuando nos níveis internacional, nacional, regional e comunitário. A organização, que tem sede em Nova York e escritório no Brasil, é parceira de instituições como o UNICEF e a IBFAN (Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar).

Outro ponto importante da programação foi a entrega do certificado de “Instituição de Ensino Amiga da Amamentação” ao Centro de Ensino Literatus (CEL). Os alunos da escola realizaram uma campanha, que coletou quase 5 mil potes de vidro. Os recipientes foram doados à Maternidade Moura Tapajóz, para armazenamento do leite humano, recebido no posto de coleta da maternidade. A orientadora educacional da instituição, Iracy Rocha, destacou o empenho dos alunos na atividade, que fez parte do Projeto CEL Solidário.

Onde funcionam os Bancos de Leite Humano e Postos de Coleta

Distrito de Saúde Norte

Banco de Leite Humano (BLH) da Maternidade Azilda Marreiro (Conjunto Galiléia)

Posto de Coleta (PCLH) da Unidade Básica de Saúde Armando Mendes (Conjunto Manôa)

Distrito de Saúde Leste

BLH Maternidade Ana Braga (São José)

PCLH da Unidade Básica de Saúde José Amazonas Palhano (São José)

Distrito de Saúde Oeste

PCLH da Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz  (Compensa)

Distrito de Saúde Sul

BLH Fezinha Anzoategui (Adrianópolis)

PCLH da Unidade Básica de Saúde do São Francisco (São Francisco)

 

UBS Bianca Carvalho vence “Prêmio Excelência em Vacinação”

quinta-feira, agosto 2nd, 2012

A Unidade Básica de Saúde (UBS) Bianca Carvalho, do Distrito de Saúde Sul, venceu o “Prêmio Excelência em Vacinação”, concedido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Instituído em 2010, o prêmio é dado às unidades que melhor desenvolveram as ações de imunização, na rotina de atendimento da rede municipal de saúde, para assegurar a ampla cobertura vacinal, principalmente, entre as crianças menores de um ano. O segundo lugar deste ano ficou com a UBS Mauazinho (da zona Leste); seguida pela UBS Santo Antônio (zona Oeste), que ficou em 3º lugar, e pela UBS Frei Valério Di Carlo, com a 4ª colocação.

A premiação das unidades aconteceu na manhã da quarta-feira (1º), no auditório Senador João Bosco Ramos de Lima, da Assembleia Legislativa do Estado (ALE). Além das quatro ganhadoras do prêmio, também foram homenageadas com Certificado de Reconhecimento, cinco unidades de saúde que adotaram estratégias diferenciadas para assegurar bons índices de cobertura vacinal, durante as campanhas de imunização realizadas no decorrer do ano passado. Receberam o certificado as UBSs Luiz Montenegro (Sul); Armando Mendes (Norte); Leonor Brilhante (Leste) e Lindalva Damasceno (Oeste) e o Posto de Saúde Rural São Pedro, localizado no Km 35, da rodovia AM-010.

A subsecretária de Gestão da Saúde, Denise Machado, destacou o empenho das equipes de imunização de todos os Distritos de Saúde da capital, o que tem garantido a Manaus atingir índices acima da média nacional, nas campanhas anuais de vacinação, superando as metas estabelecidas pelo Ministério da Saúde. “No trabalho de rotina, esse esforço também tem dado excelentes resultados. Um bom exemplo disto é a cobertura vacinal da Tetravalente que, neste ano, até maio, estava em 97,6%, acima da meta pactuada com o Ministério da Saúde, que é de alcançar 95% da população menor de 1 ano de idade”. Esta vacina – que protege contra difteria, tétano, coqueluche e a meningite causada pelo Haemophilus influenzae tipo b – é um indicador de referência para o Ministério da Saúde.

Além da análise das estatísticas de imunização, os critérios de avaliação para escolha das unidades vencedoras do Prêmio Excelência em Vacinação incluem aspectos como a organização da sala de vacinação, cuidados com os lotes de vacina, o correto planejamento de estoques, o atendimento ao usuário, entre outros. A avaliação é feita por meio de visitas técnicas realizadas às salas de vacinação, por equipes da Gerência de Imunização. “O mais importante desse trabalho de avaliação é que ele não se restringe a identificar eventuais falhas na rotina de trabalho das equipes. As visitas são um momento de diálogo, de estímulo à adoção de práticas mais adequadas ao desenvolvimento das ações, numa estratégia de acompanhamento que tem dado muito certo”, afirma a Gerente de Imunização da Semsa, Kássia Veras.

Multivacinação – No próximo dia 18, a Prefeitura de Manaus participa do “Dia D” de Multivacinação, que será realizado em todo o País e tem a finalidade de atualizar a situação vacinal das crianças menores de 5 anos. Neste dia – um sábado – todas as Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal e os CAICs, da rede estadual, funcionarão das 8h às 17h, oferecendo todas as vacinas indicadas para esta faixa etária

 

Semsa presta homenagem a mães doadoras de leite

quarta-feira, agosto 1st, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promove, nesta quarta-feira (1º), a abertura oficial da programação alusiva à Semana Mundial de Aleitamento Materno, comemorada no período de 1º a 7 de agosto. Durante o evento, que acontecerá a partir das 9h na Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz, será realizada a premiação da mãe doadora de leite materno que mais contribuiu com o posto de coleta da maternidade e da doadora mais antiga do serviço. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, durante toda a semana, as unidades de saúde da rede municipal estarão intensificando as ações voltadas para a promoção, estímulo e apoio ao aleitamento materno. Este ano, o slogan da semana será: “Amamentar Hoje é Pensar no Futuro”

Manaus tem conseguido ampliar os índices do aleitamento materno exclusivo entre as crianças de zero a seis meses de vida e exibe bons indicadores também na faixa etária de 7 a 15 meses. “O aleitamento materno tem de ser uma ação presente em todos os ambientes da rede pública de saúde. A Prefeitura de Manaus trata esta questão como prioridade, dada a importância que este gesto tem para a saúde das crianças e das mães”, afirmou o secretário Francisco Deodato.

De acordo com dados do Setor de Saúde da Criança e do Adolescente, da Semsa, em 1999, 24,4% dos bebês até quatro meses encontravam-se em aleitamento materno exclusivo. Em 2011, o índice fechou em 48,51%, entre as crianças de 0 (zero) a seis meses de vida. Na faixa de 6 a 11 meses, o índice é de 75,1% e, de 12 a 15 meses, está em 63,4%. “Nos três casos, a capital do Amazonas fica acima das médias nacionais”, destaca a enfermeira Ivone Amazonas, que coordena as ações de Aleitamento Materno.

Em 2010, a Maternidade Moura Tapajóz foi credenciada pelo Ministério da Saúde e UNICEF como Hospital Amigo da Criança, por adotar os Dez Passos para o Aleitamento Materno Bem Sucedido. Em 2009, a Prefeitura de Manaus recebeu o Prêmio Bíbi Vogel, também pelas ações de promoção, apoio e estímulo ao aleitamento materno. “Outra ação que tem sido fundamental para ampliar os indicadores do aleitamento materno na capital é o ingresso de unidades de saúde da rede municipal na Rede Amamenta Brasil, estratégia adotada pelo Ministério da Saúde para reforçar as ações que visam estimular a prática do aleitamento materno, na Atenção Primária”, explica o secretário Francisco Deodato.

Dezoito unidades da rede municipal já foram credenciadas, após cumprir todo o processo (supervisionado pelo Ministério) para assegurar o total comprometimento das equipes de atendimento, com a causa do aleitamento materno. Outras 41 unidades, inclusive da Estratégia Saúde da Família, estão em preparativos para o credenciamento. Além disso, das 59 unidades que já trabalham com os conceitos da Rede Amamenta Brasil, 19 também já desenvolvem a Estratégia Nacional de Alimentação Complementar Saudável.

Reconhecimento – Na solenidade que acontece nesta quarta-feira na Moura Tapajóz será feita a entrega oficial dos Certificados de Estímulo ao Aleitamento Materno concedidos pela organização Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno (WABA, na sigla em inglês), resultado das atividades desenvolvidas na rede municipal de saúde, durante a Semana Mundial do Aleitamento Materno, no ano passado. A WABA congrega pessoas e organizações engajadas na promoção, apoio e defesa do aleitamento materno, atuando nos níveis internacional, nacional, regional e comunitário. A organização, que tem sede em Nova York e escritório no Brasil, é parceira de instituições como o UNICEF e a IBFAN (Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar). A programação que resultou no reconhecimento da organização internacional foi desenvolvida sob a coordenação do Setor de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa e abrangeu 11 Unidades Básicas de Saúde, dois Módulos de Saúde da Família, duas Policlínicas e a Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz.

Outro ponto importante da programação será a entrega do certificado de “Instituição de Ensino Amiga da Amamentação” ao Centro Literatus. Os alunos da escola realizaram uma campanha, que coletou quase 5 mil potes de vidro. Os recipientes foram doados à Maternidade Moura Tapajóz, para armazenamento do leite humano recebido no posto de coleta da maternidade.

Semsa premia unidades que se destacaram na vacinação

quarta-feira, agosto 1st, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realiza nesta quarta-feira (1º), às 10h30, no auditório Senador João Bosco Ramos de Lima, da Assembleia Legislativa do Estado (ALE), a solenidade de premiação das Unidades de Saúde da rede municipal que se destacaram nas ações de imunização, realizadas no decorrer do ano de 2011. Instituído em 2010, o “Prêmio Excelência em Vacinação” tem a finalidade de estimular as equipes a desenvolverem ações para ampliar os índices de cobertura vacinal, principalmente entre as crianças menores de um ano, explica o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

Apesar de o foco do prêmio ser o trabalho de rotina executada nas salas de imunização, a iniciativa acaba estimulando os servidores a buscarem sempre os melhores resultados durante as grandes campanhas de vacinação. Manaus tem conseguido atingir índices acima da média nacional, superando inclusive metas estabelecidas pelo Ministério da Saúde nas campanhas anuais de vacinação.

A avaliação das unidades foi feita pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (DVEAM) e pela Gerência de Imunização (GERIM) da Semsa. “Além da análise das estatísticas de imunização, foram realizadas visitas técnicas nas unidades para acompanhar a rotina de trabalho das equipes e avaliar todas as atividades realizadas com o objetivo de ampliar a cobertura vacinal”, diz a responsável pela Gerim, enfermeira Kássia Veras. Aspectos como a organização da sala de vacinação, os cuidados com os lotes de vacina, o correto planejamento de estoques, o atendimento ao usuário são critérios de pontuação.

Além de premiar as unidades com os melhores desempenhos em cada um dos quatro Distritos de Saúde da área urbana, este ano a comissão avaliadora também vai conceder Certificado de Reconhecimento àquelas unidades que se destacaram por adotar estratégias diferenciadas para assegurar uma boa cobertura vacinal durante as campanhas de imunização realizadas no ano passado.

Multivacinação – No próximo dia 18, a Prefeitura de Manaus participa do “Dia D” de Multivacinação, que será realizado em todo o País e tem a finalidade de atualizar a  situação vacinal das crianças menores de 5 anos. Neste dia – um sábado – todas as Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal e os CAICs, da rede estadual, funcionarão das 8h às 17h, oferecendo todas as vacinas indicadas para esta faixa etária.

Noventa e dois animais ganham novo lar em feira de adoção

terça-feira, julho 31st, 2012

Noventa e dois animais (entre cães e gatos) ganharam um novo lar graças à Feira de Adoção promovida pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), no último sábado (28). O evento, que teve o apoio de entidades protetoras dos animais, superou as expectativas da organização, que havia disponibilizado, inicialmente, 30 bichinhos para adoção. “A demanda foi tão grande que pudemos ampliar o número e muitos filhotes, de ninhadas que haviam sido entregues ao CCZ no decorrer da última semana, foram adotados rapidamente”, informou o diretor do órgão, médico veterinário Francisco Zardo.

As feiras de adoção em parceria com instituições de ensino e organizações não-governamentais têm sido uma das estratégias utilizadas pelo CCZ para garantir que os animais entregues ao centro, encontrem um novo lar. Em quatro feiras realizadas este ano por meio desta parceria, aproximadamente 180 animais foram adotados.

Um aspecto muito importante das campanhas de adoção é que elas estão procurando reforçar o conceito de ‘posse responsável’. “A decisão de criar um bicho de estimação implica assumir vários compromissos, entre eles o de cuidar da saúde do animal, vaciná-lo, alimentá-lo, não deixá-lo solto na rua; recolher e jogar as fezes dele em lugar adequado e, se não tiver a intenção ou as condições de assumir os cuidados com as crias do animal, o melhor a fazer é castrá-lo”, afirma Francisco Zardo.

Campanha de vacinação – Na segunda quinzena de agosto a Prefeitura de Manaus deve realizar uma grande campanha de vacinação antirrábica, que pretende imunizar 200 mil animais (entre cães e gatos), na capital. A Semsa está em fase de contratação dos vacinadores, aprovados em Processo Seletivo Simplificado, para a finalidade específica de realização da campanha.

Semsa promove ações pelo Dia de Combate às Hepatites Virais

sexta-feira, julho 27th, 2012

Nesta sexta-feira (27), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promove uma série de atividades, alusivas ao Dia Mundial de Luta Contra as Hepatites Virais, comemorado no sábado (28). A programação inclui palestras nas unidades de saúde e em escolas, além de blitzen educativas, com distribuição de material informativo sobre os principais tipos da doença (A, B, C, D e E), suas formas de transmissão e medidas de prevenção recomendadas. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, explica que as atividades desta sexta-feira encerram uma semana de mobilização, que teve ações desenvolvidas em todos os Distritos de Saúde da capital. “As Hepatites virais têm grande importância pela possibilidade de complicações decorrentes da doença, como a cirrose ou câncer de fígado”, frisou o secretário.

As atividades educativas e de orientação têm como foco principal as Hepatites B e C, ambas consideradas como doenças sexualmente transmissíveis (embora o tipo C tenha a predominância de sua transmissão por via sanguínea). A gerente de DST/Aids e Hepatites Virais da Semsa, médica infectologista Silvana Lima, explica que, este ano, a campanha desenvolvida pelo Ministério da Saúde, com o apoio das secretarias estaduais e municipais de Saúde, elegeu como tema: “As hepatites podem estar onde você menos espera”.

O público-alvo da campanha são os jovens até 29 anos, adultos com mais de 40 anos e populações prioritárias (profissionais como manicures, podólogos, tatuadores, trabalhadores da saúde, entre outros). “Para os jovens a campanha pretende estimular a busca pela vacinação contra a Hepatite B, que está disponível na rede pública de saúde, e a adoção de medidas de prevenção para as formas B e C da doença, como o uso de preservativos e, no caso de usuários de drogas, o não-compartilhamento de seringas”, destaca Silvana.

A coordenadora explica que, nesta sexta-feira, como parte das atividades do dia de mobilização contra as Hepatites Virais, equipes da Semsa, da Coordenação Estadual de DST/Aids e do Fórum Amazonas de OSC/DST/Aids estarão, das 8h às 18h,  com um posto de realização de testagem rápida para HIV, Sífilis e Hepatite B, no UAI Shopping São José (av. Cosme Ferreira, 4.065, São José I). “Em relação ao público adulto, um dos objetivos da campanha é estimular a busca pelo diagnóstico, alertando para o fato de a doença oferecer riscos, mesmo sem sintomas aparentes”, frisa Silvana Lima.

Dados divulgados pelo Ministério da Saúde (MS) esta semana apontam que há cerca de 1,5 milhão de brasileiros infectados pelo vírus da Hepatite C, que é responsável por 70% das Hepatites crônicas, 40% dos casos de cirrose e 60% dos cânceres primários de fígado. Da infecção até a fase da cirrose hepática, pode levar de 20 a 30 anos, em média, sem nenhum sintoma. O Boletim Epidemiológico do MS informa que, nos últimos 14 anos, a Hepatite B apresentou o maior número de casos, entre todos os outros tipos. Foram 120,3 mil notificações de 1999 a 2011. A doença atinge principalmente a faixa etária entre 20 e 39 anos.

Atividades – Entre as atividades que serão desenvolvidas nesta sexta-feira estão blitzen educativas, com distribuição de folhetos, preservativos masculinos e orientação sobre postos de vacinação. O trabalho será feito em locais como a Marina do Davi e a barreira da AM-010 (das 9h às 11h); em salões de beleza do Parque 10, Vieiralves, Dom Pedro, Armando Mendes e Compensa. Na Unidade de Saúde Fluvial da Semsa, que esta semana está percorrendo as comunidades ribeirinhas da calha do Rio Amazonas, o dia também será dedicado à intensificação das orientações sobre as Hepatites Virais.

Vacina – A rede pública de saúde disponibiliza a vacina contra a Hepatite B. São necessárias três doses para imunizar o indivíduo. A primeira dose deve ser tomada pelo bebê, ainda na maternidade. A segunda dose, com um mês de idade. A terceira, com seis meses de vida.

Adolescentes e jovens até 29 anos, que não foram vacinados quando criança devem tomar a vacina, também no esquema de três doses: a primeira; a segunda, 30 dias após a primeira dose; e a terceira, seis meses após a primeira dose. Pessoas inseridas  em grupos de maior vulnerabilidade à doença, devem, independentemente da idade, procurar o posto de saúde para tomar a vacina. É o caso de usuários de droga, profissionais do sexo, manincures, podólogos, profissionais de saúde, pessoas infectadas pelo vírus HIV, bombeiros, policiais, carceireiros, coletadores de lixo hospitalar e domiciliar, entre outros.

Zona Norte faz encaminhamento de cães e gatos para esterilização

quinta-feira, julho 26th, 2012

A Unidade Descentralizada de Controle de Zoonoses (UDCZ), implantada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) no mês passado na comunidade Riacho Doce II, zona Norte, passa a oferecer, a partir desta quinta-feira (26), o serviço de cadastramento e encaminhamento de cães e gatos para esterilização (castração). O procedimento cirúrgico será realizado na sede do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), que funciona no bairro da Compensa, zona Oeste. “No dia do procedimento, um carro do CCZ irá à unidade descentralizada buscar os animais e, após a cirurgia, os levará de volta ao local, para serem entregues aos donos”, informa o diretor do CCZ, médico veterinário Francisco Zardo.

A UDCZ foi instalado no imóvel da antiga “Casinha de Saúde” N-13, na rua 26 de Agosto, no Riacho Doce II. A antiga “Casinha” foi transferida para a rua Carlos Gomes, na mesma comunidade, passando a funcionar no novo modelo ampliado de Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) – mais conhecidas como “Casonas da Família” –, inclusive com a oferta de novos serviços.

O coordenador da UDCZ, médico veterinário Benedito Ribeiro Filho, explica que a unidade, inicialmente, está realizando a vacinação antirrábica e o cadastro de animais para a esterilização. “A proposta da UDCZ é se consolidar como um posto de orientação e assistência animal para a comunidade. A intenção é aproximar a oferta de serviços do CCZ da população, promovendo ações de educação permanente e estimulando a posse e guarda responsável dos animais”, ressalta Ribeiro. Desde que começou a funcionar, a UDCZ já vacinou 410 animais contra raiva (entre cães e gatos). O atendimento na unidade acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

De acordo com o coordenador, a UDCZ encaminhará para esterilização, nesta quinta-feira, cinco animais, selecionados entre aqueles já cadastrados por seus proprietários. A previsão é de que, mensalmente, 20 animais sejam encaminhados para a esterilização. O procedimento será realizado de acordo com a agenda do CCZ, salienta.

Controle – Por mês, o CCZ realiza uma média de 300 castrações (de cães e gatos). “Este serviço prestado de forma gratuita pelo CCZ é muito importante, porque a castração é a medida mais efetiva de controle populacional destes animais de companhia. Assim como nas feiras de adoção de animais, também nessa atividade a Prefeitura de Manaus tem contado com a parceria das entidades protetoras dos animais”, destaca Francisco Zardo.

Anteriormente, era possível agendar o serviço de esterilização por telefone, mas havia um número muito grande de pessoas que não comparecia com seu animal na data marcada para o procedimento. “Agora, para marcar a castração, o responsável pelo animal deve ir pessoalmente ao CCZ ou à UDCZ do Riacho Doce II, onde receberá o protocolo de agendamento. Este documento deverá ser apresentado na data marcada para a ida do animal ao serviço”, explica Zardo.

Feira de adoção - No sábado (28), o CCZ promove mais uma feira de adoção de cães e gatos. Organizada em parceria com entidades protetoras dos animais, a feira acontece a partir das 8h, na sede do próprio centro (av. Brasil, s/n, Compensa I, próximo à Semulsp e à feira do bairro), na zona Oeste. Serão disponibilizados para adoção 30 animais, devidamente castrados e vermifugados (medicados contra parasitoses).

A pessoa interessada na adoção precisa apresentar documento de identidade, CPF e comprovante de residência. O comprovante de residência é necessário, porque o CCZ realiza, por amostragem, um processo posterior de acompanhamento da adoção, que verifica aspectos da adaptação e do acolhimento do animal em seu novo lar.

Francisco Zardo ressalta que a maior parte dos animais oferecidos na feira de adoção foi entregue ao centro por seus antigos donos, que alegaram falta de condições para criá-los. As feiras de adoção em parceria com instituições de ensino e organizações não-governamentais têm sido uma das estratégias utilizadas pelo CCZ para garantir que os animais entregues ao centro, encontrem um novo lar. A feira do próximo sábado é a terceira deste ano.

 

Semsa promove nova feira de adoção de cães e gatos, no sábado

quarta-feira, julho 25th, 2012

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realiza neste sábado (28) mais uma feira de adoção de cães e gatos. Organizada em parceria com entidades protetoras dos animais, a feira acontece a partir das 8h, na sede do próprio centro (av. Brasil, s/n, Compensa I, próximo à Semulsp e à feira do bairo), na zona Centro-Oeste. Serão disponibilizados para adoção 30 animais, devidamente castrados e vermifugados (medicados contra parasitoses).

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a pessoa interessada na adoção precisa apresentar documento de identidade, CPF e comprovante de residência. “O comprovante de residência é necessário, porque o CCZ realiza, por amostragem, um processo posterior de acompanhamento da adoção, que verifica aspectos da adaptação e do acolhimento do animal em seu novo lar”, explica o secretário.

O diretor do CCZ, Francisco Zardo, ressalta que a maior parte dos animais oferecidos à feira de adoção foi entregue ao centro por seus antigos donos, que alegaram falta de condições para criá-los. As feiras de adoção em parceria com instituições de ensino e organizações não-governamentais têm sido uma das estratégias utilizadas pelo CCZ para garantir que os animais entregues ao centro, encontrem um novo lar. A feira do próximo sábado é a terceira deste ano.  “Estes eventos também são uma oportunidade para reforçarmos o conceito de ‘posse responsável’, para que as pessoas tenham muito claro os compromissos que estão assumindo ao decidir criar um animal”, diz o diretor do CCZ.

Unidade descentralizada – Em junho, o CCZ colocou em funcionamento uma unidade descentralizada, que vai oferecer o serviço de imunização de cães e gatos, na zona Norte da cidade. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Localizada na rua 26 de Agosto, na comunidade Riacho Doce II, na Cidade Nova, a Unidade de Controle de Zoonoses (UCZ) passa a utilizar o imóvel da antiga “Casinha de Saúde” N-13. A antiga “Casinha” foi transferida para a rua Carlos Gomes, na mesma comunidade, passando a funcionar no novo modelo ampliado de Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) – mais conhecidas como “Casonas da Família” –, inclusive com a oferta de novos serviços.

“A descentralização dos serviços do CCZ está prevista na Programação Anual de Saúde e estamos nos preparando para colocar em funcionamento, em breve, mais duas UCZs, uma na zona Leste e outra na Sul”, explica Francisco Zardo.

Campanha de vacinação – Na segunda quinzena de agosto a Prefeitura de Manaus deve realizar uma grande campanha de vacinação antirrábica, que deve imunizar 200 mil animais (entre cães e gatos), na capital. A Semsa está em fase de contratação dos vacinadores, aprovados em Processo Seletivo Simplificado, para a finalidade específica de realização da campanha.

Semsa reforça atividades de educação em saúde na zona Leste

terça-feira, julho 24th, 2012

Com base no resultado do último Levantamento do Índice Rápido de Infestação do Aedes aegypti (LIRAa), realizado entre os dias 2 e 13 deste mês, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está intensificando as ações de educação em saúde, na zona Leste da cidade, para orientar a população sobre a importância de manter os depósitos de água bem vedados, como forma de evitar a proliferação de larvas do mosquito transmissor da doença. “Optamos por realizar as atividades de educação em saúde nas escolas, pois as crianças e os jovens são importantes multiplicadores das orientações repassadas”, explica o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

Em julho, o Índice de Infestação Predial (IIP) pelo mosquito transmissor da dengue caiu para 2%, em Manaus, contra os 2,7% verificados em abril. Mas a zona Leste manteve-se como a área da cidade com maior risco para a transmissão da doença. De acordo com o LIRAa, o principal fator que vem contribuindo para este quadro são os depósitos de armazenamento de água no nível do chão (como camburões e tanques). Como o abastecimento de água ainda é precário em várias regiões da zona Leste, esses depósitos são muito utilizados pela população. Mantidos sem tampa, no entanto, acabam funcionando como criadouros do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue.

Na semana passada, as equipes de Educação em Saúde da Semsa realizaram atividades na Escola Estadual Jorge Karan Neto e Escola Municipal Moisés de França. Esta semana, o trabalho será realizado na Escola Municipal Disaku Ikeda e Escolas Municipais Jorge Resende Sobrinho, Olavo das Neves e Lucilene de Sena. “Estamos informando aos alunos sobre a situação apontada pelo LIRAa e destacando os cuidados que devem ser tomados, em casa, com os depósitos de armazenamento de água. Estes, devem ser mantidos tampados. Frisamos que a água parada é o ambiente mais propício para a proliferação das larvas do mosquito da dengue”, explica Liziane Gularte, do Setor de Educação em Saúde, da Semsa.

Lixo – O lixo acumulado em fundos de quintal ou terrenos baldios é outro fator que também aparece com destaque na apuração LIRAa de julho, como um dos principais criadouros do mosquito da dengue. Na semana passada, o Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (DVEAM) da Semsa encaminhou à Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) o resultado do levantamento, destacando as áreas da cidade onde este foi identificado como o principal fator de proliferação do Aedes aegypti.

“Com base nos dados, a Semulsp estará executando mutirões de limpeza, que visam estimular os moradores dessa área a promover a limpeza de seus quintais, retirando carcaças de eletromésticos, garrafas, pneus e outros entulhos que podem acumular água e servir de criadouro para o mosquito”, explica Vanderson Sampaio, assessor técnico do DVEAM.

Monitoramento - Executado trimestralmente pela Prefeitura de Manaus, o LIRAa é uma das ferramentas utilizadas pela Semsa, para orientar as ações de controle da dengue na capital, permitindo que sejam priorizadas as áreas onde há maior infestação do mosquito transmissor da doença. O levantamento também permite identificar os principais tipos de criadouros que estão favorecendo a proliferação do mosquito transmissor da doença.

No primeiro LIRAa do ano, realizado entre 9 e 20 de janeiro, o  índice de infestação pelo mosquito da dengue, na capital amazonense, estava em 3,4%. Em abril, quando foi realizado o segundo levantamento, o indicador baixou para 2,7%, reduzindo para 2%, neste mês.

Semsa inicia atendimento de novos convocados para vacinador

terça-feira, julho 24th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciou, na segunda-feira (23), o atendimento aos 68 candidatos convocados em Edital de 2ª Chamada do Processo Seletivo Simplificado (PSS), para a função de vacinador. O edital foi publicado no Diário Oficial do Município da última sexta-feira (20), que pode ser consultado no portal da Prefeitura de Manaus (www.manaus.am.gov.br). Na primeira convocação, publicada em 29 de junho, foram chamados os 200 primeiros classificados no PSS, conforme o número de vagas oferecido no certame. Do total, 68 não compareceram para apresentar a documentação ou não puderam assumir a função, por não atender aos critérios do edital.

Os novos convocados devem comparecer, a partir desta segunda-feira, à sede da Semsa (avenida Mário Ypiranga, nº 1695, em Adrianópolis – com entrada pela rua Maceió), para apresentar os documentos pessoais e iniciar o processo de contratação. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o atendimento dos candidatos será realizado no auditório da Secretaria, no horário das 8h às 12h.

Os candidatos terão prazo até o dia 6 de agosto para concluir os procedimentos relativos à contratação, incluindo a realização de exames médicos, consulta à Junta Médica do Município e apresentação de certidões. “Por isso, é muito importante que os convocados compareçam à Semsa logo nos primeiros dias de atendimento, munidos da documentação pessoal prevista no edital, para pegar a relação de exames médicos e receber todas as orientações necessárias”, frisou Deodato.

Os documentos (originais e duas cópias) a serem apresentados pelos candidatos são: carteira de identidade ou outro documento de equivalente valor legal; cadastro de pessoa física (CPF); título de eleitor, com comprovante de votação das últimas eleições (dos dois turnos), quando houver, ou certidão de quitação com a Justiça Eleitoral; comprovante de regularidade da situação militar (se do sexo masculino); cartão do PIS/Pasep; certidão de casamento (quando houver); certidão de nascimento de dependentes menores (quando houver); comprovante de residência atualizado (água, energia ou telefone); comprovante de escolaridade; duas fotos 3×4, recentes; e certidões federal e estadual de antecedentes criminais.

Além destes documentos, é necessário apresentar, ainda, o comprovante de conta bancária (somente do banco Bradesco) e laudo da Junta Médico-Pericial do Município que ateste a aptidão física e mental para o exercício da função. Deodato destaca que os candidatos serão orientados sobre as unidades de saúde e os laboratórios da rede municipal onde poderão fazer os exames e, também, receberão a requisição para atendimento na Junta Médica.

Os aprovados do PSS vão atuar na Campanha de Vacinação Antirrábica Animal, que o Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura de Manaus deve iniciar na segunda quinzena de agosto. Os vacinadores assinarão contrato temporário de 45 dias, para uma jornada de trabalho de 30 horas semanais, com remuneração mensal de R$ 622.

Médicos participam de curso para atendimento a usuários de drogas

segunda-feira, julho 23rd, 2012

Como parte das ações que estão sendo executadas pela Prefeitura de Manaus para estruturar a rede de atendimento aos dependentes químicos (de crack, álcool e outras drogas), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promove, no período de 23 a 27 deste mês, um curso de aperfeiçoamento, voltado para médicos que atuam na Estratégia Saúde da Família. O curso será realizado por meio de parceria da Semsa com o Centro Regional de Referência na Formação Permanente para o Atendimento aos Usuários de Crack e Outras Drogas do Estado do Amazonas (CRRFP-AM/UFAM) e Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas, da Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejus). As aulas acontecerão no auditório da Secretaria de Estado da Saúde (Susam), no Aleixo, das 8h às 17h.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, afirma que a capacitação e a sensibilização dos profissionais da Estratégia Saúde da Família, considerada a principal porta de entrada da Atenção Primária, no SUS, é de fundamental importância no processo de organização da rede de atendimento aos dependentes químicos. Ele destacou que, nesta sexta-feira (20), um grupo de 30 agentes comunitários de saúde  concluiu o primeiro módulo do “Curso de Atualização sobre Intervenção Breve e Aconselhamento Motivacional em Crack e Outras Drogas”. Iniciado na última segunda-feira (16), o curso também foi ministrado pela parceria entre a Semsa, o CRRFP-AM/UFAM e a Sejus.

A capacitação dos ACS aconteceu no auditório da Escola de Administração Penitenciária do Amazonas (Esap), no Centro. O primeiro módulo do curso foi ministrado pelo doutor em Ciências da Saúde Telmo Mota Ronzani, professor do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Juiz de Fora e coordenador do CRRFP-UFJF.

No curso de atualização destinado aos médicos, que acontece na próxima semana, o primeiro módulo será ministrado pela psiquiatra Marta Ana Jezierski, coautora do livro “Drogas, Prevenção e Tratamento” e diretora do Centro de Referência em Álcool, Tabaco e Outras Drogas (Cratod), um serviço da Secretaria Estadual de Saúde de São Paulo, que oferece tratamento imediato para pessoas que querem se livrar da dependência química, com programas específicos para mulheres e adolescentes dependentes.

Fique por dentro – Em abril deste ano, a Prefeitura de Manaus implantou o segundo Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) da rede municipal de saúde, o primeiro voltado para o atendimento de crianças e adolescentes até 16 anos portadoras de transtornos mentais graves ou usuárias de álcool e outras drogas. Um novo CAPS do tipo AD – como são chamadas as unidades que atendem pessoas com dependência química –, será implantado na zona Norte da cidade, desta vez tendo os adultos como público-alvo adulto.

Semsa faz segunda chamada de aprovados para vacinador

segunda-feira, julho 23rd, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde enviou para publicação no Diário Oficial do Município que circula na noite desta sexta-feira (20), Edital de Convocação de 2ª Chamada de 68 candidatos selecionados no Processo Seletivo Simplificado para a função de vacinador. No primeiro edital de convocação, publicado em 29 de junho, foram convocados os 200 primeiros classificados no PSS, conforme o número de vagas oferecido no certame. Do total de convocados, 68 não compareceram para apresentar a documentação ou não puderam assumir a função, por não atender aos critérios do edital.

Os novos convocados devem comparecer à sede da Semsa, a partir desta segunda-feira (dia 23 de julho), para apresentar os documentos pessoais e iniciar o processo de contratação. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o atendimento dos candidatos será realizado no auditório da secretaria, no horário das 8h às 12h. A sede da Semsa fica na avenida Mário Ypiranga, nº 1695, em Adrianópolis (com entrada pela rua Maceió).

Os candidatos terão prazo até o dia 6 de agosto para concluir os procedimentos relativos à contração, incluindo a realização de exames médicos, consulta à Junta Médica do Município e apresentação de certidões. “Por isso, é muito importante que os convocados compareçam à Semsa logo nos primeiros dias de atendimento, munidos da documentação pessoal prevista no edital, para pegar a relação de exames médicos e receber todas as orientações necessárias”, frisou Deodato.

Os documentos (originais e duas cópias) a serem apresentados pelos candidatos são: carteira de identidade ou outro documento de equivalente valor legal; cadastro de pessoa física (CPF); título de eleitor, com comprovante de votação das últimas eleições (dos dois turnos), quando houver, ou certidão de quitação com a Justiça Eleitoral; comprovante de regularidade da situação militar (se do sexo masculino); cartão do PIS/Pasep; certidão de casamento (quando houver); certidão de nascimento de dependentes menores (quando houver); comprovante de residência atualizado (água, energia ou telefone); comprovante de escolaridade; duas fotos 3×4, recentes; e certidões federal e estadual de antecedentes criminais.

Além destes documentos é necessário apresentar, ainda, o comprovante de conta bancária (somente do banco Bradesco) e laudo da Junta Médico-Pericial do Município que ateste a aptidão física e mental para o exercício da função. Deodato destaca que os candidatos serão orientados sobre as unidades de saúde e os laboratórios da rede municipal onde poderão fazer os exames e, também, receberão a requisição para atendimento na Junta Médica.

Os aprovados do PSS vão atuar na Campanha de Vacinação Antirrábica Animal prevista para iniciar na segunda quinzena de agosto. Os vacinadores assinarão contrato temporário de 45 dias, para uma jornada de trabalho de 30 horas semanais, com remuneração mensal de R$ 622.

SOS Vida fecha semestre com ampliação de 35,5% em remoções

sexta-feira, julho 20th, 2012

O SOS Vida, serviço de remoção de pacientes com dificuldades de locomoção e em situação de vulnerabilidade social, implantado pela Prefeitura de Manaus em 2009, fechou o primeiro semestre deste ano com 54,1 mil atendimentos realizados, um aumento de 35,5% em relação ao mesmo período de 2011, quando foram feitas 39,9 mil remoções. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, atribui o resultado aos investimentos que foram feitos no ano passado, para ampliar a frota de ambulâncias e vans utilizadas no transporte dos pacientes, para qualificar e aumentar número de profissionais que atuam no serviço, e, também, ao início do processo de descentralização das bases de atendimento.

“O SOS Vida é um serviço primordial, pois assegura a pacientes com dificuldade de locomoção, principalmente àqueles em tratamento de hemodiálise, o transporte gratuito e assistido, sem o qual teriam dificuldades para prosseguir o tratamento”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato. Além das pessoas que dependem de hemodiálise, estão entre os pacientes que se beneficiam do programa, pessoas em tratamento de radioterapia; quimioterapia; fisioterapia; pessoas que precisam de troca de sonda e curativos constantes; entre outros procedimentos.

Jorge Balbino, 52 anos, é cadeirante, morador do bairro de São Jorge e foi um dos primeiros a se cadastrar no SOS Vida. Três vezes por semana, ele é transportado pelo serviço às sessões de fisioterapia e hidroterapia que precisa fazer para prevenir problemas de saúde relacionados à falta de movimentos, decorrentes da lesão medular. “Este serviço é a certeza de continuidade do meu tratamento. As pessoas sequeladas, como eu, têm dia certo para começar o tratamento, mas não têm uma data para terminar. Dependem de tratamento prolongado para se recuperar ou garantir sua qualidade de vida”, disse Balbino. Ele destaca que, antes de se cadastrar no programa, dependia de terceiros para ir às sessões de fisioterapia. “Hoje posso contar com a rotina de um transporte seguro e de qualidade. Até no lado social foi importante. Antes eu era quase um ermitão. Hoje, durante as viagens, na rota para buscar e deixar os outros pacientes, posso acompanhar também a rotina da cidade,”, frisou.

A aposentada Elza Navarro de Souza, 75 anos, cuida do marido, Francisco, de 78 anos, que sofreu um acidente vascular cerebral (AVC), em 1990. Por causa de uma série de sequelas da doença, Francisco precisa ser levado constantemente ao médico e para fazer exames. A família não tem condução própria e as condições de saúde do aposentado não permitem que ele use transporte coletivo. Um dia, sem dinheiro para levar o marido de táxi a uma dessas consultas, Elza decidiu ligar para o SAMU e pedir uma ambulância. “Eles me disseram que o serviço prioriza os casos de urgência e emergência, mas me orientaram sobre o atendimento oferecido pelo SOS Vida. Eu não tenho palavras para descrever a importância desse serviço para mim. Faço questão de elogiar a eficiência e a educação da equipe do SOS Vida. Nunca me ligaram para desmarcar uma remoção”, afirma Elza.

Ampliação – Criado para substituir o antigo SOS Social – que foi recebido pela atual administração com apenas um veículo de remoção em condições precárias, uma média de 200 remoções por mês, e com o quadro de pessoal reduzido a 20 servidores –, o SOS Vida foi implantado com uma estrutura inicial de 6 ambulâncias e quatro vans, e uma equipe de 68 servidores, entre técnicos de enfermagem, condutores socorristas, assistentes sociais, administrativos e auxiliares de serviços gerais. No primeiro semestre do ano passado, a frota de veículos foi ampliada para 10 ambulâncias e oito vans. Mais 38 servidores passaram a integrar a equipe de atendimento.

Inicialmente concentrado no Complexo Assistencial Tarumã, no bairro da Praça 14, o SOS Vida teve iniciado, em 2011, o processo de descentralização do serviço, com o objetivo de facilitar a logística de remoção dos pacientes cadastrados no programa. Em março, foi inaugurada uma base de atendimento no bairro da Alvorada II, zona Oeste. Em novembro, foi a vez da base do Aleixo, na zona Centro-Sul.

Atendimento – A solicitação dos serviços do SOS Vida deve ser feita sempre com antecedência, pois não se trata de atendimento de urgência ou de emergência, explica a gerente do programa, Cristina Teixeira. A partir da solicitação do transporte, uma equipe de Serviço Social e de Psicologia faz a visita domiciliar para avaliar as condições socioeconômicas e físicas do paciente e verificar se ele se enquadra no público-alvo do programa. “O paciente será cadastrado e sempre que necessitar da remoção para se submeter a tratamentos, exames de saúde ou até passar por consultas de perícia médica, poderá contar com o serviço de remoção oferecido pela Prefeitura”, acrescenta.

Para facilitar o acesso ao SOS Vida, a Semsa disponibiliza o telefone 0800-092-0-192, que permite a realização de ligações gratuitas para quem precisar obter informações e solicitar cadastramento no serviço. Inicialmente, as chamadas só podiam ser feitas para o telefone 3637-7777, que permanece funcionando.

ACSs iniciam curso sobre atendimento a usuários de drogas

terça-feira, julho 17th, 2012

Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) da Estratégia Saúde da Família iniciaram nesta segunda-feira (16) o primeiro módulo do “Curso de Atualização sobre Intervenção Breve e Aconselhamento Motivacional em Crack e Outras Drogas”. Com duração total de 60 horas divididas em três módulos, o curso é realizado pelo Centro Regional de Referência na Formação Permanente para o Atendimento aos Usuários de Crack e Outras Drogas do Estado do Amazonas (CRRFP-AM/UFAM), em parceria com Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas, da Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejus) e o Setor de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a capacitação dos ACS integra as ações que estão sendo desenvolvidas pela Prefeitura de Manaus para estruturar a rede de atendimento aos dependentes químicos. Segundo Deodato, ainda neste mês, na semana de 23 a 27, será a vez de 60 médicos da Estratégia Saúde da Família participarem do primeiro módulo do “Curso de Aperfeiçoamento em Crack e Outras Drogas”. Com duração de 120 horas, também divido em três módulos, o curso será promovido pela mesma parceria institucional entre o CRRFP-AM/UFAM, a Sejus e a Semsa.

“Da mesma forma que estamos estruturando a área de atendimento especializado, com a implantação dos Centros de Atenção Psicossocial voltados para usuários de álcool e outras drogas, precisamos preparar e organizar a base do sistema de atendimento dos dependentes químicos, com a capacitação e a sensibilização dos profissionais da Estratégia Saúde da Família, considerada a principal porta de entrada da Atenção Primária, no Sistema Único de Saúde”, afirma Francisco Deodato.

O secretário destaca que, em abril deste ano, a Prefeitura implantou o segundo Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) da rede municipal de saúde; o primeiro voltado para o atendimento de crianças e adolescentes até 16 anos portadores de transtornos mentais graves ou usuários de álcool e outras drogas. Um novo CAPS do tipo AD – como são chamadas as unidades que atendem pessoas com dependência química –, será implantado na zona Norte da cidade, desta vez tendo os adultos como público-alvo adulto.

A capacitação dos ACS acontece até a  sexta-feira (20), das 8h às 12h, no auditório da Escola de Administração Penitenciária do Amazonas (Esap), que funciona na rua Gabriel Salgado s/n (antigo prédio da Assembleia Legislativa do Estado), no Centro. “A proposta do curso é assegurar que os ACS estejam preparados para intervir com clareza e conhecimento sempre que identificarem, no trabalho realizado diariamente junto às comunidades em que atuam, casos de uso abusivo de álcool e outras drogas, fazendo o aconselhamento e o encaminhamento adequado desses usuários, ao sistema de saúde”, afirma o enfermeiro Jailson Barbosa, do Setor de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas, da Semsa.

De acordo com Jailson, para ministrar tanto a capacitação dos ACS quanto o curso de aperfeiçoamento dos médicos da Estratégia Saúde da Família, o CRRFP-AM/UFAM convidou profissionais de centros de excelência, que já desenvolvem um trabalho de referência na área de álcool e outras drogas, como é o caso da Escola Paulista de Medicina. Neste primeiro dia de curso, o palestrante foi o doutor em Ciências da Saúde, Telmo Mota Ronzani, professor do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Juiz de Fora e coordenador do CRRFP-UFJF.

Fique por dentro: A implantação dos Centros Regionais de Referência na Formação Permanente para o Atendimento aos Usuários de Crack e Outras Drogas faz parte do Plano Integrado de Enfrentamento ao Crack de 2010 e foi ampliado pelo programa “Crack: É Posível Vencer”, lançado pela presidência da República em 2011. Os CRRs são pólos de capacitação permanentes, que funcionam em instituições de Ensino Superior públicas do País. Têm como objetivo capacitar profissionais de saúde, assistência social, segurança, justiça, líderes comunitários, além de servidores do Judiciário, em temas relacionados à prevenção ao uso de crack e outras drogas, bem como ao tratamento do uso abusivo dessas substâncias. Até 2014, a previsão é de que haja 65 CRRs em atividade no País.

Infestação do mosquito da Dengue cai para 2%, em Manaus

segunda-feira, julho 16th, 2012

O índice de infestação pelo mosquito da dengue, na capital amazonense, caiu de 2,7%, em abril, para 2% em julho, conforme levantamento realizado pela Prefeitura de Manaus, entre os dias 2 e 13 deste mês. Apesar da redução no índice geral da capital, o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, faz um alerta à população da zona Leste da cidade que, no levantamento, apresenta o maior Índice de Infestação Predial pelo mosquito transmissor da doença. As áreas com maior problema estão, principalmente, nos bairros Tancredo Neves, Jorge Teixeira e Coroado.

Pelos parâmetros do Ministério da Saúde, o resultado apurado pelo Levantamento de Índice Rápido de Infestação do Aedes Aegypti (LIRAa), na capital, é de médio risco para casos de dengue, patamar que vai de 1% a 3,8%. Este foi o terceiro LIRAa do ano, em Manaus. Para realizar o levantamento, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) inspeciou 26.996 imóveis, distribuídos por todas as zonas da cidade.

De acordo com o secretário, o levantamento mostrou que, na zona Leste, os riscos estão associados, principalmente, aos depósitos de armazenamento de água no nível do chão (como camburões, por exemplo), que são mantidos sem tampa. A água limpa e parada é propícia à proliferação das larvas do mosquito Aedes aegypti. “É muito importante que a população não se descuide desses detalhes. Camburões, tanques e outros depósitos do tipo, utilizados para armazenar a água para o consumo doméstico, devem receber uma proteção e ser permanentemente vistoriados para identificar se há presença de larvas do mosquito da dengue”, orienta Deodato.

Executado trimestralmente, o LIRAa é uma das ferramentas utilizadas pela Semsa, para orientar as ações de controle da dengue na capital, permitindo que sejam priorizadas as áreas onde há maior infestação do mosquito transmissor da doença. O levantamento também permite identificar os principais tipos de criadouros que estão favorecendo a proliferação do mosquito transmissor da doença.

No primeiro LIRAa do ano, realizado entre 9 e 20 de janeiro, o  índice de infestação pelo mosquito da dengue, na capital amazonense, estava em 3,4%. Em abril, quando foi realizado o segundo levantamento, o indicador baixou para 2,7%.

Semsa realiza curso sobre atendimento a usuários de drogas

segunda-feira, julho 16th, 2012

Agentes Comunitários de Saúde (ACSs) da Estratégia Saúde da Família participam, esta semana, do primeiro módulo do “Curso de Atualização sobre Intervenção Breve e Aconselhamento Motivacional em Crack e Outras Drogas”. Com duração total de 60 horas divididas em três módulos, o curso será realizado pelo Centro Regional de Referência na Formação Permanente para o Atendimento aos Usuários de Crack e Outras Drogas do Estado do Amazonas (CRRFP-AM/UFAM), em parceria com Conselho Estadual de Políticas sobre Drogas, da Secretaria Estadual de Justiça e Direitos Humanos (Sejus) e o Setor de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a capacitação dos ACS integra as ações que estão sendo desenvolvidas pela Prefeitura de Manaus para estruturar a rede de atendimento aos dependentes químicos. Segundo Deodato, ainda neste mês, na semana de 23 a 27, será a vez de 60 médicos da Estratégia Saúde da Família participarem do primeiro módulo do “Curso de Aperfeiçoamento em Crack e Outras Drogas”. Com duração de 120 horas, também divido em três módulos, o curso será promovido pela mesma parceria institucional entre o CRRFP-AM/UFAM, a Sejus e a Semsa.

“Da mesma forma que estamos estruturando a área de atendimento especializado, com a implantação dos Centros de Atenção Psicossocial voltados para usuários de álcool e outras drogas, precisamos preparar e organizar a base do sistema de atendimento dos dependentes químicos, com a capacitação e a sensibilização dos profissionais da Estratégia Saúde da Família, considerada a principal porta de entrada da Atenção Primária, no Sistema Único de Saúde”, afirma Francisco Deodato.

O secretário destaca que, em abril deste ano, a Prefeitura implantou o segundo Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) da rede municipal de saúde; o primeiro voltado para o atendimento de crianças e adolescentes até 16 anos portadoras de transtornos mentais graves ou usuárias de álcool e outras drogas. Um novo CAPS do tipo AD – como são chamadas as unidades que atendem pessoas com dependência química –, será implantado na zona Norte da cidade, desta vez tendo os adultos como público-alvo adulto.

A capacitação dos ACS será realizada das 8h às 12h, no auditório da Escola de Administração Penitenciária do Amazonas (Esap), que funciona na rua Gabriel Salgado s/n (antigo prédio da Assembleia Legislativa do Estado), no Centro. “A proposta do curso é assegurar que os ACS estejam preparados para intervir com clareza e conhecimento sempre que identificarem, no trabalho realizado diariamente junto às comunidades em que atuam, casos de uso abusivo de álcool e outras drogas, fazendo o aconselhamento e o encaminhamento adequado desses usuários, ao sistema de saúde”, afirma o enfermeiro Jailson Barbosa, do Setor de Saúde Mental, Álcool e Outras Drogas, da Semsa.

De acordo com Jailson, para ministrar tanto a capacitação dos ACS quanto o curso de aperfeiçoamento dos médicos da Estratégia Saúde da Família, o CRRFP-AM/UFAM convidou profissionais de centros de excelência, que já desenvolvem um trabalho de referência na área de álcool e outras drogas, como é o caso da Escola Paulista de Medicina.

Prevenção ao Tabagismo e ao uso de álcool é tema de capacitação

quarta-feira, julho 11th, 2012

Professores da rede pública de ensino participaram, na terça-feira (10), de um curso de capacitação promovido pela Prefeitura de Manaus, sobre a prevenção do tabagismo, do uso de álcool e outras drogas, com abordagem voltada para o universo escolar. Organizado pela coordenação do Programa Municipal de Prevenção e Controle do Tabagismo e pela Equipe Técnica de Ações em Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), o evento aconteceu das 8h às 11h30, no auditório do Centro de Formação do Magistério (Rua Maceió, nº 2.000, Adrianópolis). De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a atividade integra as ações do Programa Saúde na Escola (PSE), executado pela Semsa, em parceria com as secretarias estadual e municipal de Educação (Seduc e Semed).

Classificado pela Organização Mundial de Saúde como a principal causa evitável de doença e morte no mundo, o tabagismo é responsável por mais de 50 doenças diferentes e está na origem de 90% dos casos de câncer de pulmão. Estudos apontam que 90% dos fumantes iniciaram o hábito com menos de 19 anos. Dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PENSE/IBGE/2009) demonstram que, em Manaus, 24,4% de escolares do 9º ano do Ensino Fundamental já fizeram uso do cigarro. “Informações como esta reforçam a necessidade de executarmos políticas de prevenção ao tabagismo com um forte direcionamento para o público infanto-juvenil. Assim como o universo familiar, o ambiente da escola é muito apropriado para o desenvolvimento destas ações de orientação e prevenção, com a fundamental contribuição dos professores”, afirma a coordenadora do Programa Municipal de Controle do Tabagismo, enfermeira Marlene Lessa.

A coordenadora salienta que, quando se trata do uso de álcool e outras drogas, a PENSE/IBGE/2009 também captou dados que merecem muita atenção. De acordo com a pesquisa, no conjunto de todas as capitais brasileiras e do Distrito Federal, 71,4% dos escolares declararam ter experimentado bebida alcoólica e 22,1% responderam já terem se embriagado. Em Manaus, esses porcentuais ficaram em 57,2% e 16,5%, respectivamente. Sobre o uso de algum tipo de droga ilícita (como maconha, cocaína, crack, cola, lança-perfume, ecstasy), 8,7% dos escolares do 9º ano ouvidos no conjunto das capitais, informaram já ter usado uma dessas substâncias. Em Manaus, a taxa foi de 7,5%. A PENSE/IBGE é realizada a cada três anos. Este ano está em fase de coleta de novos dados, para divulgação de resultado em 2013.

Na programação da capacitação desta terça-feira para os professores, foram abordados temas como “Entendendo o Tabagismo como Dependência”, “Tabagismo: um problema globalizado”; “Relevância da Temática na Educação”; e “Prevenção do Uso de Álcool e outras Drogas – Trabalhando com Escolares”.

Saúde na Escola – Criado em 2007 pelos Ministérios da Saúde e da Educação, e lançado em 2009 pela Prefeitura de Manaus, a proposta do Programa Saúde na Escola é oferecer atenção integral de prevenção, promoção e atenção à saúde de crianças, adolescentes e jovens do ensino público. Uma das estratégias para o alcance desses objetivos é promover a articulação entre as escolas públicas e as unidades básicas de saúde, principalmente, da Estratégia Saúde da Família. No primeiro ano de funcionamento do programa, as ações foram desenvolvidas em 15 escolas públicas e envolveram 15 equipes da Estratégia. Atualmente, são 86 escolas e 84 equipes de saúde.

Semsa promove capacitação para professores da rede pública

terça-feira, julho 10th, 2012

Professores da rede pública de ensino participam, nesta terça-feira (10), de um curso de capacitação promovido pela Prefeitura de Manaus, sobre a prevenção do tabagismo, do uso de álcool e outras drogas, com abordagem voltada para o universo escolar. Organizado pela coordenação do Programa Municipal de Prevenção e Controle do Tabagismo e pela Equipe Técnica de Ações em Saúde Mental da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), o evento acontece das 8h às 11h30, no auditório do Centro de Formação do Magistério (rua Maceió, nº 2.000, Adrianópolis). De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a atividade integra as ações do Programa Saúde na Escola (PSE), executado pela Semsa, em parceria com as secretarias estadual e municipal de Educação (Seduc e Semed).

Classificado pela Organização Mundial de Saúde como a principal causa evitável de doença e morte no mundo, o tabagismo é responsável por mais de 50 doenças diferentes e está na origem de 90% dos casos de câncer de pulmão. Estudos apontam que 90% dos fumantes iniciaram o hábito com menos de 19 anos. Dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PENSE/IBGE/2009) demonstram que, em Manaus, 24,4% de escolares do 9º ano do Ensino Fundamental já fizeram uso do cigarro. “Informações como esta reforçam a necessidade de executarmos políticas de prevenção ao tabagismo com um forte direcionamento para o público infanto-juvenil. Assim como o universo familiar, o ambiente da escola é muito apropriado para o desenvolvimento destas ações de orientação e prevenção, com a fundamental contribuição dos professores”, afirma a coordenadora do Programa Municipal de Controle do Tabagismo, enfermeira Marlene Lessa.

A coordenadora salienta que, quando se trata do uso de álcool e outras drogas, a PENSE/IBGE/2009 também captou dados que merecem muita atenção. De acordo com a pesquisa, no conjunto de todas as capitais brasileiras e do Distrito Federal, 71,4% dos escolares declararam ter experimentado bebida alcoólica e 22,1% responderam já terem se embriagado. Em Manaus, esses porcentuais ficaram em 57,2% e 16,5%, respectivamente. Sobre o uso de algum tipo de droga ilícita (como maconha, cocaína, crack, cola, lança-perfume, ecstasy), 8,7% dos escolares do 9º ano ouvidos no conjunto das capitais, informaram já ter usado uma dessas substâncias. Em Manaus, a taxa foi de 7,5%. A PENSE/IBGE é realizada a cada três anos. Este ano está em fase de coleta de novos dados, para divulgação de resultado em 2013.

Na programação da capacitação que está acontecendo nesta terça-feira para os professores estão temas como “Entendendo o Tabagismo como Dependência”, “Tabagismo: um problema globalizado”; “Relevância da Temática na Educação”; e “Prevenção do Uso de Álcool e outras Drogas – Trabalhando com Escolares”.

Saúde na Escola – Criado em 2007 pelos Ministérios da Saúde e da Educação, e lançado em 2009 pela Prefeitura de Manaus, a proposta do Programa Saúde na Escola é oferecer atenção integral de prevenção, promoção e atenção à saúde de crianças, adolescentes e jovens do ensino público. Uma das estratégias para o alcance desses objetivos é promover a articulação entre as escolas públicas e as unidades básicas de saúde, principalmente, da Estratégia Saúde da Família. No primeiro ano de funcionamento do programa, as ações foram desenvolvidas em 15 escolas públicas e envolveram 15 equipes da Estratégia. Atualmente, são 86 escolas e 84 equipes de saúde.

Médicos da Semsa participam de curso de atualização

sexta-feira, julho 6th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promove, dias 5 e 6 de julho, um curso de atualização sobre “Diagnóstico e Tratamento da Hanseníase”. O curso acontece das 8h às 12h, no auditório do Distrito de Saúde Oeste (av. Comandante Paulo Lasmar, s/n, conjunto Santos Dumont), e tem como público-alvo médicos da rede pública municipal de saúde. “A capacitação integra as ações destinadas a ampliar a cobertura do Programa Municipal de Controle da Hanseníase, visando à elevação dos índices de cura da doença, na capital”, afirma o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato. A programação tem a parceria da Fundação Alfredo da Matta, do Governo do Estado.

A programação da primeira manhã do curso começou com a apresentação dos indicadores epidemiológicos da Hanseníase em Manaus, feita pelo coordenador do programa municipal de controle da doença, enfermeiro Waldenor Guimarães Tiago. Em seguida o médico Luiz Claudio Dias apresentou os temas “Diagnóstico e Manifestação Clínica da Hanseníase” e “Tratamento e Efeitos Adversos”.

Nesta sexta-feira, a programação abre com o tema “Estados Reacionais”, seguido por “Diagnóstico Diferencial”, ambos apresentados pelo médico Luiz Claudio Dias. “A Hanseníase e Direitos Humanos” será o tema da palestra de encerramento, proferida pela assistente social Ione Freire.

Sinais de alerta – A Hanseníase é uma doença com período de incubação longo, que pode variar de dois a cinco anos. Pode se manifestar com manchas dormentes na pele, de cor avermelhada, esbranquiçada ou amarronzada; dor e sensação de choque, fisgadas e agulhadas ao longo dos nervos dos braços e pernas; diminuição da força dos músculos das mãos, pés e face; caroços (nódulos) no corpo, em alguns casos avermelhados e dolorosos. “Qualquer um desses sinais deve servir de alerta para que a pessoa procure o serviço médico, a fim de se submeter ao exame clínico”, diz Waldenor Tiago.

A Hanseníase tem cura. Mas sem o tratamento adequado, a doença pode evoluir para graves deformações em áreas do corpo, como o nariz e os dedos (dos pés ou das mãos). Uma pessoa doente, que apresente a forma infectante da doença, conhecida como multibacilar, e que esteja sem tratamento, poderá transmiti-la a outras pessoas suscetíveis com quem tenha contato direto e prolongado. Daí a importância do diagnóstico precoce. Assim que a pessoa inicia o tratamento, deixa de transmitir a doença. Uma vez iniciado o esquema de tratamento, o paciente deve ir ao serviço de saúde, mensalmente, tomar a dose supervisionada do medicamento e pegar as doses que tomará diariamente, em casa. O período de tratamento varia de 6 meses a um ano.

Campanha de Vacinação contra a Poliomielite termina nesta sexta

quarta-feira, julho 4th, 2012

A Campanha de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil), iniciada no dia 16 do mês passado, termina nesta sexta-feira (6). Em Manaus, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) já imunizou mais de 167,3 mil crianças, superando a meta de vacinar 95% dos meninos e meninas menores de 5 anos. Mesmo assim, o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, orienta os pais ou responsáveis pelas crianças que ainda não receberam as gotinhas de reforço contra a Pólio, que não deixem de levá-las ao posto de vacinação. “É importante lembrar que esta dose deve ser tomada mesmo por crianças que estão com o esquema de vacinação em dia”, frisou o secretário.

A vacinação contra a Pólio está disponível nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal e nos CAICs, da rede estadual. O atendimento nestas unidades acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

Este ano, a campanha nacional de vacinação contra a Pólio, que tradicionalmente acontecia em duas fases (em junho e agosto), acontece em uma única etapa. Em agosto, será realizada, em todo o País, uma campanha para atualização dos esquemas vacinais do calendário de vacinação da criança. De acordo com o Ministério da Saúde, a partir de agosto, as crianças que estiverem iniciando o esquema vacinal, ou seja, que nunca foram imunizadas contra a paralisia infantil, irão tomar a primeira dose ao 2 meses e a segunda aos 4 meses, com a vacina na forma injetável. Já a terceira dose (aos seis meses), a dose de reforço (aos 15 meses) e as demais doses de campanha continuam sendo com a vacina oral, ou seja, as duas gotinhas.

Inscrições para “3º Concurso sobre Tabagismo” vão até 12/08

terça-feira, julho 3rd, 2012

As inscrições para o “3º Concurso sobre Tabagismo”, voltado para alunos das escolas públicas das redes municipal e estadual de ensino da capital, prosseguem até o dia 12 de agosto.  “Fumar: faz mal pra você, faz mal pro planeta” é tema do concurso deste ano, organizado pelo Programa de Prevenção e Controle do Tabagismo, executado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Os estudantes poderão disputar em três categorias: desenho (para alunos de 1º a 5º ano); história em quadrinhos (do 6º ao 9º ano); e vídeo de 1 minuto (alunos do ensino médio).

Organizado pelo Programa de Controle e Prevenção do Tabagismo, da Semsa, concurso sobre Tabagismo é realizado em parceria com as secretarias municipal de estadual de Educação (Semed e a Seduc) e integra as ações do Programa Saúde na Escola. Os estudantes poderão se inscrever, nas suas próprias escolas. Os vencedores serão conhecidos no dia 23 de agosto e a premiação está prevista para acorrer no dia 29, Dia Nacional de Combate ao Tabagismo. O regulamento do concurso está disponível no site da Semsa: semsa.manaus.am.gov.br.

A coordenadora municipal do Programa de Controle do Tabagismo, enfermeira Marlene Lessa, destaca que o concurso tem a finalidade de envolver a comunidade e a escola nas discussões sobre este agravo. Os trabalhos premiados poderão ser utilizados, posteriormente, no material educativo produzido para dar suporte às ações de prevenção e combate ao tabagismo, principalmente, entre o público infanto-juvenil.

“Em Manaus, segundo pesquisa divulgada recentemente pelo Ministério da Saúde, 11,8% da população maior de 18 anos se declaram fumantes. Estudos apontam que 90% dos fumantes iniciam o consumo do cigarro antes dos 19 anos, o que mostra a importância de reforçarmos as campanhas de prevenção entre adolescentes e jovens”, diz Marlene.

A coordenadora dá algumas dicas sobre a apresentação dos trabalhos. Na categoria Desenho, por exemplo, da qual podem participar alunos do 1º ao 5º ano, é importante destacar que o desenho deve ser feito à mão livre, utilizando somente lápis preto e lápis de cor ou giz de cera. Na categoria História em Quadrinhos, voltada para estudantes do 6º ao 9º ano, a história deverá ser contada em, no máximo cinco quadrinhos, também feitos à mão livre com uso de lápis preto, de cor ou giz de cera. Na categoria Filme de 1 Minuto, restrita a alunos do Ensino Médio, o conteúdo não deve conter elementos de identificação da escola onde o aluno estuda.

A Banca Avaliadora do concurso será formada por oito membros, todos profissionais das áreas da Saúde e da Educação. Os primeiros colocados em cada uma das três categorias vão receber como prêmio uma bicicleta. Os segundos e terceiros colocados receberão um aparelho MP4. Para maiores informações, os estudantes podem ligar  para os números 3216-7751 (Semsa); 3632-2515 (Semed) ou 3614-2240 (Seduc).

Curso de Cuidador de Idosos e de Pessoa com Deficiência

terça-feira, julho 3rd, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciou na segunda-feira (2) mais um curso de “Cuidador Informal de Idosos e de Pessoas com Deficiência”. O curso, que é direcionado para agentes de saúde das Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) e moradores da zona Norte de Manaus, segue até sexta-feira (6), no auditório da Escola Municipal João Braga (Monte Sinai), no horário das 8h às 12h.

Com a participação de 50 pessoas, o evento tem como objetivo orientar agentes de saúde e comunitários nos cuidados às pessoas idosas e com deficiência. “Foram abertas quatro vagas por UBSF, sendo duas para comunitários e duas para agentes de saúde. A ideia é capacitar as pessoas que estão mais próximas das pessoas idosas e deficientes, como é o caso dos agentes que trabalham na Estratégia Saúde da Família e os próprios familiares desse grupo de pessoas”, destacou a assistente social Lindinalva Braga, técnica responsável pelo Programa de Saúde da Pessoa Idosa no Distrito de Saúde Norte (Disa Norte).

O curso vai abordar temas como as Políticas Nacionais de Saúde do Idoso e da Pessoa com Deficiência, Formas Alternativas de Comunicação (Deficiência Visual e Auditiva), Violência contra o Idoso, Demência, Alimentação Saudável, Estresse do Cuidador e Prevenção de Quedas.

Prefeitura anuncia terceiro LIRAa de 2012

segunda-feira, julho 2nd, 2012

A Prefeitura de Manaus realiza, no período de 2 a 13 de julho, o terceiro Levantamento do Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2012. Executado trimestralmente, o LIRAa é uma das ferramentas utilizadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), para orientar as ações de controle da dengue na capital, permitindo que sejam priorizadas as áreas onde há maior infestação do mosquito transmissor da doença. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o levantamento amostral deverá inspecionar 26.996 imóveis, distribuídos por todas as zonas da cidade.

A Semsa destacará 197 agentes de endemias para as atividades do segundo LIRAa do ano. Além de apontar as áreas da cidade com maior índice de infestação do mosquito da dengue, o levantamento também permite identificar os principais tipos de criadouros que estão favorecendo a proliferação do mosquito transmissor da doença.

Na zona Leste, as atividades do LIRAa terão início pelos bairros do Mauazinho, Puraquequara, Colônia Antonio Aleixo e Armando Mendes. Na zona Norte, começam pelo Cidade de Deus (I e II) e Novo Aleixo. Os bairros Tarumã (incluindo o Tarumã-Açu) e Redenção serão os primeiros da zona Oeste e, na zona Sul, o trabalho começa por Flores, Parque 10, São Francisco e Petrópolis.

Semsa convoca aprovados em Processo Seletivo para vacinador

sexta-feira, junho 29th, 2012

Os candidatos selecionados no Processo Seletivo Simplificado da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para a função de vacinador devem comparecer à sede do órgão, a partir de segunda-feira (dia 02 julho), para apresentar os documentos pessoais e iniciar o processo de contratação. O Edital de Convocação dos 200 aprovados foi publicado no Diário Oficial do Município que circulou na noite da quinta-feira (28). De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o atendimento aos candidatos será realizado no auditório da secretaria, no horário das 8h às 12h. A sede da Semsa fica na avenida Mário Ypiranga, nº 1695, em Adrianópolis (com entrada pela rua Maceió).

Os candidatos terão prazo até o dia 16 de julho para concluir os procedimentos relativos à contração, incluindo a realização de exames médicos, consulta à Junta Médica do Município e apresentação de certidões. “Por isso, é muito importante que os convocados compareçam à Semsa logo nos primeiros dias de atendimento, munidos da documentação pessoal prevista no edital, para pegar a relação de exames médicos e receber todas as orientações necessárias”, frisou Deodato.

Os documentos (originais e duas cópias) a serem apresentados pelos candidatos são: carteira de identidade ou outro documento de equivalente valor legal; cadastro de pessoa física (CPF); título de eleitor, com comprovante de votação da última eleições (dos dois turnos), quando houver, ou certidão de quitação com a Justiça Eleitoral; comprovante de regularidade da situação militar (se do sexo masculino); cartão do PIS/Pasep; certidão de casamento (quando houver); certidão de nascimento de dependentes menores (quando houver); comprovante de residência atualizado (água, energia ou telefone); comprovante de escolaridade; duas fotos 3×4, recentes; e certidões federal e estadual de antecedentes criminais.

Além destes documentos é necessário apresentar, ainda, o comprovante de conta bancária (somente do banco Bradesco) e laudo da Junta Médico-Pericial do Município que ateste a aptidão física e mental para o exercício da função. Deodato destaca que os candidatos serão orientados sobre as unidades de saúde e os laboratórios da rede municipal onde poderão fazer os exames e, também, receberão a requisição para atendimento na Junta Médica.

Os aprovados do PSS vão atuar na Campanha de Vacinação Antirrábica Animal, que o Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura de Manaus vai realizar em agosto. Os vacinadores assinarão contrato temporário de 45 dias, para uma jornada de trabalho de 30 horas semanais, com remuneração mensal de R$ 622.

Semsa divulga resultado final para contratação de 200 vacinadores

quinta-feira, junho 28th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) divulgou o resultado da fase de recursos referente à prova de títulos (análise de currículo) e a homologação do resultado final do Processo Seletivo Simplificado (PSS) realizado pelo órgão, para contratação de 200 vacinadores. A edição do DOM de terça-feira (26) poderá ser consultada pelo endereço eletrônico www.manaus.am.gov.br.

A lista traz a pontuação final – por ordem de classificação –, dos 936 candidatos inscritos no PSS. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, ainda nesta semana, a Semsa deve divulgar o Edital de Convocação dos 200 primeiros colocados, para iniciar os procedimentos de contratação, conforme o número de vagas oferecido.

Os candidatos selecionados vão atuar na Campanha de Vacinação Antirrábica Animal, que o Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura de Manaus vai realizar em agosto. Os vacinadores assinarão contrato temporário de 45 dias, para uma jornada de trabalho de 30 horas semanais, com remuneração mensal de R$ 622.

Os vacinadores contratados passarão por um treinamento prévio. Para os que já tiverem experiência no trabalho de vacinação de cães e gatos, será um momento de atualização. Os novatos serão orientados sobre as técnicas de abordagem e mobilização dos animais, os cuidados com o acondicionamento da vacina e os procedimentos de registro no cartão de vacinação do animal.

Semsa já imunizou 167.352 crianças contra a Poliomielite

quinta-feira, junho 28th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) já imunizou 167.352 crianças, como parte da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil), iniciada no último dia 16. O número equivale a 95,1% das crianças menores de 5 anos – público-alvo da campanha –, que vivem na capital. “Com este resultado, a Prefeitura de Manaus supera a meta pactuada pelo Ministério da Saúde com Estados e Municípios, que é assegurar uma cobertura vacinal a 95% da população nesta faixa etária”, disse o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

De acordo com dados do “Gotômetro” – indicador disponibilizado no site do Programa Nacional de Imunizações –, Manaus está entre as três capitais brasileiras que já bateram a meta de campanha, aparecendo ao lado de Curitiba (96%) e Florianópolis (97,7%). No país, a cobertura vacinal está em 81,1%, com 11,4 milhões de crianças imunizadas.

O secretário Francisco Deodato explica que a campanha contra a Pólio continua até o dia 6 de julho, nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal e nos CAICs, da rede estadual. O atendimento nestas unidades acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.  “Já cumprimos a meta, mas continuaremos trabalhando para alcançar 100% das crianças menores de 5 anos, na capital. Os pais ou responsáveis que ainda não tiveram a oportunidade de levar a criança para receber as gotinhas contra a Pólio, devem lembrar que a dose extra da vacina deve ser tomada mesmo por aquelas crianças que estão com o esquema de vacinação contra a doença atualizado”, orienta o secretário.

No Brasil, o último caso autóctone (de origem interna) de Poliomielite foi registrado em 1989. Em 1994, o país recebeu da Organização Mundial de Saúde (OMS) o Certificado de eliminação da doença. No entanto, enquanto houver circulação do vírus em outras regiões do mundo, é necessário manter a vacinação. Dezenove países ainda registram casos da Pólio e, destes, três são considerados pólio-endêmicos: Afeganistão, Nigéria e Paquistão.

Casos de Malária fecham o semestre com queda de 25%

quinta-feira, junho 28th, 2012

O número de casos de malária, em Manaus, deve fechar o primeiro semestre deste ano com uma redução de aproximadamente 25%, em comparação aos seis primeiros meses de 2011, segundo estimativa do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (DVEAM), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Ainda que o resultado seja positivo, o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, diz que é preciso manter o alerta sobre as medidas de prevenção, que devem ser adotadas, principalmente, por pessoas que vivem ou costumam frequentar as regiões de maior risco para a transmissão da doença, nas áreas rural e periurbana da cidade.

“O pico sazonal de casos da malária costuma ocorrer no segundo semestre, sobretudo entre os meses de julho e setembro, coincidindo com a parada dos rios e a formação dos igapós, o que favorece a proliferação do mosquito transmissor da doença”, destaca o secretário. A chegada do verão é outro fator que contribui para a mudança na dinâmica de transmissão da malária. “Neste período, as pessoas costumam procurar mais os balneários e sítios mais afastados, muitas vezes sem se preocupar com as medidas de proteção”, frisou Deodato.

Evitar as áreas de risco é a melhor forma de se prevenir contra a doença. Se isso não for possível, é importante que a pessoa evite expor-se a áreas desprotegidas entre o anoitecer e as primeiras horas da manhã, período de maior atividade do mosquito transmissor da malária, o Anopheles. Usar repelentes no corpo; colocar mosquiteiros ao redor da cama ou da rede; colocar telas nas janelas e portas para dificultar a entrada do mosquito na casa e permitir a borrifação intradomiciliar realizada pelos agentes de endemias, são outras medidas recomendadas.

Conforme o assessor técnico do DVEAM, Vanderson Sampaio, as pessoas que tenham passado pelas áreas de risco da malária devem ficar atentas e, se apresentarem os sintomas da doença, procurar de imediato uma unidade de saúde para a realização do exame de lâmina (gota espessa). Em caso de o resultado ser positivo, é preciso iniciar logo o tratamento e não interrompê-lo. O exame é feito a partir de uma gota de sangue retirada do dedo do paciente e está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde do município.

Febre, calafrios, dores de cabeça e pelo corpo, cansaço, palidez e falta de apetite, são alguns dos sintomas da malária. A doença pode evoluir para quadros mais graves, mas pode ser tratada com sucesso se for detectada precocemente. “O diagnóstico precoce e o tratamento imediato são importantes também para quebrar a cadeia de transmissão da doença. O ciclo de transmissão da malária é homem-Anopheles-homem. Uma pessoa infectada, que não se trata, estará contribuindo para manter este ciclo”, afirma Sampaio.

Ações intensificadas – Para enfrentar o período de maior risco de transmissão da malária, a Semsa já está intensificando o serviço de termonebulização (também conhecido como fumacê), priorizando aproximadamente 50 localidades que contribuem com mais de 50% dos casos da doença.

O trabalho inclui áreas como as comunidades Nossa Senhora de Fátima e Livramento e regiões da Vivenda Verde, no Tarumã; Lago do Puraquequara e Ramal do Brasileirinho, na parte Leste da cidade; ramais da rodovia AM-010 e BR-174, incluindo o Pau-Rosa.

Em termos de logística para a realização dessas ações, a Semsa está adquirindo botes, para atuação das equipes fluviais, nas comunidades ribeirinhas, além de 20 veículos com tração 4×4, para dar maior mobilidade às equipes que percorrem os ramais, na área terrestre.