Archive for the ‘noticias’ Category

Semsa já vacinou mais de 80 mil animais na área urbana

segunda-feira, novembro 18th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), já vacinou até agora mais de 80 mil animais, entre cães e gatos, durante a Campanha de Vacinação Antirrábica Animal. A campanha teve início no último dia 29 de outubro na área urbana de Manaus e prosseguirá até o dia 16 de dezembro com a meta vacinar no mínimo 204.302 animais.

Segundo o diretor do CCZ, Francisco Zardo, a campanha, na área urbana, está sendo executada por 120 equipes distribuídas pelas zonas Norte, Leste, Oeste e Sul com o objetivo de que todos os bairros de Manaus sejam atendidos pela campanha de vacinação. A Semsa pretende vacinar 155.823 cães e 48.479 gatos.

Nesta quarta-feira (14), os vacinadores farão busca ativa de animais de casa em casa nos bairros Nova Floresta, São Lucas, Tancredo Neves e Novo Reino (zona Leste); Japiim e Nova República (zona Sul); Cidade Nova, Francisca Mendes, Campo Dourado e Riacho Doce (zona Norte); Alvorada I, II, III e Dom Pedro (zona Oeste).

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que Manaus não registra casos de raiva humana há mais de 24 anos e recomenda que a população fique atenta para receber bem em casa os vacinadores que estão identificados com a camisa e o colete de vacinador e que auxiliem na contenção dos animais para a aplicação da vacina.

Podem ser vacinados animais com mais de três meses de vida e que não estejam com nenhum problema de saúde. “Em cada residência visitada, caso a equipe não encontre o proprietário do imóvel, os vacinadores deixarão um comunicado informando sobre a visita e um telefone de contato para informações sobre as outras possibilidades de vacinação”, informa o diretor do CCZ, Francisco Zardo.

Reportagem: Luciete Pedrosa
Departamento de Comunicação – SEMSA/(92) 3236-8315

Semsa promove ações para a prevenção do Diabetes

segunda-feira, novembro 18th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciou na quinta-feira, 14, as ações educativas para marcar o Dia Mundial do Diabetes, celebrado em 14 de novembro. A programação teve início na Unidade Básica de Saúde (UBS) Morro da Liberdade (Rua São Benedito, s/n – Morro da Liberdade, zona Sul), com palestras educativas abordando o tema “Educar para prevenir”.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que as ações terão continuidade durante a próxima semana, de 18 a 22 de novembro, nas Unidades Básicas de Saúde, com foco nas ações de prevenção ao diabetes e no alerta sobre os riscos que a doença apresenta para a saúde da população.

O diabetes é uma doença metabólica caracterizada pelo aumento anormal de glicose (açúcar) no sangue, e que, caso não seja controlada, acaba evoluindo para complicações severas como insuficiência renal, doenças do coração e amputações, podendo ocasionar a morte do paciente.

Atualmente, a Semsa tem 80 mil diabéticos cadastrados no Programa de Combate à Hipertensão e Diabetes (Hiperdia) e que recebem acompanhamento médico na Rede Municipal de Saúde. “Como as pesquisas mostram que 50% das pessoas diabéticas não sabem que convivem com a doença, a Semsa estima que Manaus tenha, no mínimo, uma população total de 120 mil pessoas com diabetes. São 40 mil pessoas que ainda não sabem sobre a doença e não estão recebendo acompanhamento médico”, alerta Evandro Melo.

Durante a programação, as Unidades de Saúde irão realizar palestras para os usuários sobre a importância de medidas como a alimentação saudável e a prática de atividade física para controlar o Diabetes tipo 2, que representa mais de 90% dos casos da doença.

De acordo com Evandro Melo, a Semsa também está fortalecendo o protocolo de diagnóstico do diabetes, tendo por base o exame de hemoglobina glicada, que define a média glicêmica dos últimos três meses, e a avaliação dos fatores de risco para o paciente. “São considerados como sendo pessoas com maior risco para a doença aquelas que apresentam sobrepeso, que têm mais de 45 anos, que sejam considerados como hipertensos e que registrem casos de diabetes de diabetes na família”, explica Evandro Melo.

Reportagem: Eurivânia Galúcio
Departamento de Comunicação–SEMSA/ (92) 3236-8315

Operação Fim de Ano Saudável apreende produtos inadequados para consumo

segunda-feira, novembro 18th, 2013

Fiscais do Departamento de Vigilância Sanitária (Dvisa), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realizaram na quinta-feira (14), em oito supermercados de Manaus, ações para identificar riscos à saúde da população. Durante o primeiro dia da ação, foram apreendidos 20 quilos de cortes de frango e 300 potes de sorvete que estavam inadequados para o consumo humano por estarem em temperaturas fora do padrão de armazenamento. As ações fazem parte da Operação Fim de Ano Saudável, que será executada até o dia 28 de dezembro e tem como objetivo oferecer uma resposta imediata às demandas do consumidor, considerando o aumento no consumo de alimentos no final de cada ano.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, que acompanhou a fiscalização, pela manhã, explica que a operação envolve o trabalho de 64 fiscais, incluindo nutricionistas e médicos veterinários, que ficarão durante o dia nos supermercados, inicialmente realizando ações pedagógicas para a correção de possíveis problemas identificados e estimulando uma maior interação do Dvisa com os consumidores. “O Dvisa estará com quatro fiscais em cada supermercado, sendo que dois ficarão disponíveis exclusivamente para ouvir as demandas dos consumidores no local, oferecendo resposta imediata”, disse Melo.

Durante a operação, os fiscais verificaram situações como a validade, o condicionamento, a refrigeração, a manipulação e características dos alimentos a serem consumidos. A operação dará prioridade para a fiscalização nos grandes supermercados, onde é registrado o maior volume de compras de alimentos no final do ano, mas também pretende atingir os pequenos comércios de venda de alimentos. “A Semsa pretender continuar a fortalecer as ações de fiscalização no município de Manaus, estimulando uma maior interação da população com o Dvisa, que oferece um serviço essencial para garantir a saúde das pessoas”, ressaltou Melo.

Serviços – O Dvisa é o órgão responsável pela proteção da saúde da população, através do controle da oferta e comercialização de produtos, de serviços e de engenharia sanitária, o que inclui a fiscalização do projeto arquitetônico de estabelecimentos de saúde e daqueles que atuam com a manipulação de alimentos ou medicamentos, incluindo consultórios médicos, supermercados e restaurantes.

Além de ações de fiscalização, o órgão realiza serviços como a expedição de termos de autorização para eventos, emissão de licenças sanitárias, emissão e renovação de licenças para estabelecimentos de interesse da saúde e de comercialização de produtos e serviços, inspeção de estabelecimentos para atender solicitações de órgãos como o Ministério Público Estadual, Conselho Estadual de Educação, Polícia Militar e conselhos de classe.

Reportagem: Eurivânia Galúcio
Departamento de Comunicação – SEMSA/ (92) 3236-8315

Vigilância Sanitária inicia Operação Fim de Ano Saudável

quarta-feira, novembro 13th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio do Departamento de Vigilância Sanitária (Dvisa), inicia nesta quinta-feira, dia 14, a Operação Fim de Ano Saudável, intensificando as ações de identificação de possíveis riscos à saúde pública em supermercados e outros estabelecimentos que trabalham com a comercialização de alimentos, e promovendo orientação e uma maior interação com o consumidor.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que a operação foi montada para atender a demanda que surge em decorrência do crescimento no consumo de alimentos nos meses de novembro e dezembro, principalmente considerando as festas de Natal e Ano Novo, quando há um aumento de 20% no número de denúncias feitas pelo consumidor.

“A operação Fim de Ano Saudável contará com a atuação de 64 fiscais do Dvisa, que estarão nos supermercados e outros estabelecimentos, pela manhã e tarde, atendendo também as demandas dos consumidores no local e de forma imediata”, explica Evandro Melo.

De acordo com o gerente de Vigilância de Produtos do Dvisa, Fernando Branco, durante a operação, os fiscais irão permanecer nos supermercados verificando a validade, o condicionamento, a refrigeração, manipulação e características dos alimentos a serem consumidos. Além disso, um fiscal também estará no supermercado para ouvir o consumidor e fornecer uma resposta imediata para os problemas identificados. “Um dos objetivos da operação é fortalecer a interação do Dvisa com o consumidor, ouvir as denúncias e apresentar uma solução”, destaca Fernando Branco.

A operação será encerrada no dia 28 de dezembro e o Dvisa montou um cronograma para operação que pretende atender principalmente supermercados, locais que concentram os maiores volumes de compras nesta época do ano. “Os fiscais irão realizar a verificação dos riscos e orientação aos proprietários, mas, caso haja identificação de riscos iminentes à saúde pública, poderá haver aplicação de multas ou interdição dos locais”, informa Fernando Branco.

O Dvisa é o órgão responsável pela proteção da saúde da população, através do controle da oferta e comercialização de produtos, de serviços e de engenharia sanitária, o que inclui a fiscalização do projeto arquitetônico de estabelecimentos de saúde e daqueles que atuam com a manipulação de alimentos ou medicamentos, incluindo consultórios médicos, supermercados e restaurantes.

Além de ações de fiscalização, o órgão realiza serviços como a expedição de termos de autorização para eventos, emissão de licenças sanitárias, emissão e renovação de licenças para estabelecimentos de interesse da saúde e de comercialização de produtos e serviços, inspeção de estabelecimentos para atender solicitações de órgãos como o Ministério Público Estadual, Conselho Estadual de Educação, Polícia Militar e conselhos de classe.

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

(92) 3236-8315

decom.semsa@gmail.com

Semsa participa de ciclo de debates promovido pela ESPI

quarta-feira, novembro 13th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) participou, na terça-feira (12), do segundo dia do “Ciclo de Debates” promovido pela Escola do Serviço Público Municipal (Espi) com o tema “Gestão da Qualidade”. O evento foi realizado no auditório Paulo César Quintanilha Filho, da Universidade Nilton Lins, localizada no Parque das Laranjeiras (zona Centro-Sul). Os debates tiveram como participantes o professor da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), mestre em Engenharia da Produção, Sandro Breval; o diretor-presidente da ManausPrev, Edson Nogueira Júnior e o Secretário Municipal de Saúde, Evandro Melo.

Com o tema “O Processo de Modernização das UBS”, Evandro Melo destacou o momento importante pelo qual passa a saúde pública municipal com o reordenamento da Atenção Primária por meio da implantação da Rede Saúde Manauara. Durante a apresentação, foi distribuída a cartilha informativa do programa e veiculado o documentário de apresentação do modelo de gestão que está sendo aplicado na saúde da cidade de Manaus.

Para Evandro Melo, o ponto principal de todo esse processo de reordenamento é a melhoria no serviço de acolhimento nas unidades de saúde da Semsa. “E, para que tenhamos êxito, é de fundamental importância a capacitação e sensibilização dos nossos servidores que atuam diretamente na Atenção Primária”, salientou Melo.

Esse processo de Gestão de Qualidade na Saúde da cidade de Manaus tem metas estabelecidas pela Prefeitura de Manaus até o ano de 2023, que pretende atender a 70% população da capital.

A realização do Ciclo de Debates pela Espi partiu da necessidade apresentada pela Prefeitura de Manaus, que tem utilizado ferramentas de gestão da produção, processos e operações, bem como ciências da administração moderna das organizações, levando em conta os mutantes cenários da economia mundial e brasileira. A programação encerra nesta quarta-feira (13) com debates sobre Gestão de Operações e Serviço.

 

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Guto Vasconcellos

(92) 3236-8315

decom.semsa@gmail.com

Semsa realiza ações educativas no Dia Mundial do Diabetes

quarta-feira, novembro 13th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realiza nesta quinta-feira (14), na Unidade de Saúde Morro da Liberdade (Rua São Benedito, s/nº – Morro da Liberdade, zona Sul) ações educativas em comemoração à campanha mundial do Diabetes. Com o tema “Educar para prevenir”, as ações acontecem das 8h às 12h com a realização de palestras e distribuição de panfletos educativos com o objetivo de alertar sobre os riscos e as medidas de prevenção contra o Diabetes. De acordo com o secretário Municipal de Saúde, Evandro Melo, aproximadamente 80 mil diabéticos são acompanhados, na rede municipal de saúde, pelo programa de Hipertensão e Diabéticos.

A chefe do Núcleo de Controle da Hipertensão e Diabetes, Yêda Abtibol, explica que as ações a serem desenvolvidas terão uma abordagem positiva com foco na importância dos cuidados, como o controle da alimentação e a prática de atividades físicas capazes de prevenir e controlar o Diabetes tipo 2, responsável por mais de 90% dos casos da doença, e o único tipo que pode ser evitado.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, no Brasil, aproximadamente 5,8% da população a partir dos 18 anos têm Diabetes tipo 2, o que equivale a 7,6 milhões de pessoas, sendo que 500 novos casos são diagnosticados por dia. O Diabetes tipo 1 e 2, juntos, atingem 10 milhões de pessoas.  “Por isso o Dia Mundial do Diabetes deveria ser todo dia, porque só quem convive com a doença sabe como o seu cuidado consome tempo”, ressalta Yêda Abitibol.

A Semsa oferece atendimento para os portadores de Diabetes nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e atendimento especializado nas Policlínicas com consultas com cardiologista, nutricionista, fisioterapeuta, psicólogo e exames eletrocardiograma e raio-X. Os pacientes portadores de diabetes que são acompanhados pelo Hiperdia participam do programa de auto-monitoramento e recebem os insumos (glicosímetro e tiras) para controlar diariamente e em casa os níveis de glicose no sangue.

O Diabetes – Doença metabólica caracterizada pelo aumento anormal de glicose (açúcar) no sangue, o Diabetes pode evoluir para complicações severas como insuficiência renal, doenças do coração e amputações e levar à morte.


Reportagem: Luciete Pedrosa

Departamento de Comunicação – SEMSA/ (92) 3236-8315

Semsa inicia segunda fase de campanha contra HPV

quarta-feira, novembro 13th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciou na segunda-feira, 11, a segunda fase da Campanha de Vacinação contra o HPV para o Combate ao Câncer de Colo do Útero. A campanha tem como público alvo meninas na faixa etária entre 11 e 13 anos de idade.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que a segunda fase, assim como aconteceu na primeira fase da campanha, será realizada nas escolas públicas, estaduais e municipais, e nas escolas particulares. O cronograma de vacinação está sendo montado pelos Distritos de Saúde (Norte, Leste, Oeste, Sul e Rural), de acordo com o agendamento e o calendário escolar de cada uma das instituições de ensino.

“O alerta é para que os pais e responsáveis fiquem atentos ao cronograma estabelecido nas escolas das meninas. Cada escola tem uma data específica para vacinação e a orientação é para que as alunas evitem faltar no dia marcado para a aplicação da segunda dose”, ressaltou Evandro Melo.

De acordo com os dados atualizados da primeira fase da campanha, realizada em agosto e setembro, foram vacinadas 49.952 meninas de 11 a 13 anos de idade, atingindo mais de 95% do público alvo estimado.

Poderão tomar a segunda dose da vacina apenas as meninas que receberam a primeira dose e que apresentaram formulário de autorização dos pais e responsáveis, ainda na primeira fase da campanha. Para completar o esquema vacinal contra o HPV, as adolescentes deverão receber uma terceira dose da vacina, que está programada para março de 2014.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Departamento de Comunicação – Semsa/(92) 3236-8315

Semsa participa de Oficina de Avaliação para a Copa do Mundo Fifa Brasil 2014

quinta-feira, novembro 7th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) participou de mais uma oficina
de avaliação da Saúde Pública para Copa do Mundo Fifa Brasil 2014,
durante os dias 6 e 7 de novembro no auditório da Secretaria Estadual
de Planejamento (Seplan). Participaram representantes dos órgãos da
Saúde estadual e municipal como Unidade Gestora do Projeto Copa,
Secretaria Estadual de Saúde, Fundação de Vigilância e Saúde, Fundação
de Medicina Tropical, Samu, DVisa, sob a coordenação de uma equipe
de consultores do Ministério da Saúde.

Os temas avaliados durante os dois dias foram baseados em critérios da
Organização Mundial da Saúde (OMS), bem como em normatizações de
eventos de massa, que incluiu dados sobre vigilâncias epidemiológica,
ambiental, sanitária e em saúde do trabalhador, emergências de Saúde
Pública, laboratórios e promoção e atenção à saúde. Segundo o
consultor técnico da Secretaria-executiva do Ministério da Saúde,
Márcio Garcia “a oficina tem o objetivo de promover a articulação e
interlocução entre os entes federados envolvidos com a realização da
Copa de 2014, buscando estabelecer diretrizes gerais, ações
estratégicas, responsabilidades e metas a serem atingidas”.

Durante a discussão do tema “Emergências de Saúde Pública”, a
diretora-geral do SAMU, Moísa Carneiro, declarou que “esse encontro é um
marco histórico para a saúde pública do estado do Amazonas, pois foi
possível trocarmos experiências e alinharmos estratégias visando um
melhor atendimento da população”.

A integração dos diversos órgãos da saúde pública no Amazonas é um dos
pontos mais importantes para garantir um serviço de qualidade, de
forma resolutiva durante a realização de grandes eventos, declarou
Francisco Bernadino, coordenador do Comitê Gestor da Copa 2014 da
Saúde no Amazonas. “Reconhecemos que existem pontos frágeis e outros
mais evoluídos, mas nada que nos deixe inseguros. E com as medidas de
gestão que estamos tomando, como os investimentos que já estão sendo
feitos, enfrentaremos nosso principal desafio que é a capacitação de
Recursos Humanos”, enfatizou Bernardino.

Um dos temas mais discutidos na oficina foi a utilização de agentes
químicos, biológicos, radiológicos e nucleares em grandes eventos.
Segundo Moísa Carneiro, “trata-se de um planejamento preventivo
inovador, devido a não existência de demanda anterior, em nossa
região, mas os órgãos envolvidos estão alinhando ações preventivas
voltadas para atender em hospitais de referência da cidade de Manaus,
vítimas de situações envolvendo agentes QBRN (Químicos, biológicos,
radiológicos e nucleares). Um mapeamento estratégico está sendo
construído e servirá de base para um plano de contingência da
saúde em Manaus, uma das cidade-sede da copa 2014.”

Esta foi a última oficina programada pelo Ministério da Saúde para a
área de saúde pública, em Manaus. Mas se houver necessidade, a
cidade-sede pode solicitar novas formas de alinhamento entre os órgãos
da saúde pública do Estado.

_______________

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Guto Vasconcellos

(92) 3236-8315

decom.semsa@gmail.com

Comitê Municipal de Mortalidade Relacionada ao Trabalho realiza eleição para Mesa Diretora

quinta-feira, novembro 7th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio do Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador (Cerest/Manaus), vai promover na próxima segunda-feira, dia 11, reunião para a eleição dos integrantes da Mesa Diretora do Comitê Municipal de Mortalidade Relacionada o Trabalho. A eleição acontecerá no auditório do Conselho Regional de Medicina (Avenida Senador Raimundo Parente, 6, Praça Walter Góes, Flores), 14h00, e vai definir o presidente, o vice-presidente, o primeiro e o segundo secretário da Mesa Diretora, que terá como função coordenar as ações do comitê.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que o Comitê Municipal de Mortalidade Relacionada ao Trabalho foi instalado em Manaus no mês de agosto e atualmente conta com a participação de 35 instituições governamentais, centrais sindicais, organizações não governamentais e conselhos regionais. “O comitê pretende ser um instrumento interinstitucional e multiprofissional com o objetivo de identificar os óbitos por causas externas relacionados ao trabalho, estimulando a promoção de medidas preventivas e de correção de possíveis distorções para redução das mortes”, destaca Evandro Melo.

De acordo com a engenheira de segurança do trabalho da Semsa, Ercília Souza, cada instituição integrante do comitê é representada por um titular e um suplente, totalizando 70 componentes, e todos terão direito a voto para a composição da Mesa Diretora. “O comitê promove uma reunião a cada mês e vem realizando discussões para a conclusão do seu regimento interno. Com isso, a nossa meta é fortalecer as ações de identificação e investigação do número de óbitos relacionados ao trabalho no município de Manaus, o que permitirá uma melhor compreensão das causas das mortes e, consequentemente, os profissionais de saúde terão mais informações para propor ações de intervenção”, ressaltou Ercília Souza, lembrando que este ano já foram registrados mais de 11 óbitos relacionados ao trabalho no município de Manaus.

Implantação - Instituído pelo Conselho Municipal de Saúde (CMS), através da aprovação da resolução nº 028 de 15 de abril de 2013, o comitê conta com representantes de instituições como Polícia Civil, Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Instituto Leônidas e Maria Deane (Fiocruz/Am), além da Semsa, incluindo o Cerest e os Distritos de Saúde Norte, Leste, Oeste e Sul, e a Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam).

 

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

(92) 3236-8315

ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Prefeitura de Manaus convoca 295 candidatos aprovados em concurso da Semsa

quarta-feira, novembro 6th, 2013

A Prefeitura de Manaus publicou na última terça-feira, dia 05, no Diário Oficial do Município (DOM – Edição 3286), edital de convocação de 295 candidatos aprovados no concurso público para provimento de cargos e formação de cadastro de reserva da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realizado no ano passado.

Foram convocados 46 candidatos aprovados para o cargo de Especialista em Saúde – Médico (nomeados através do Decreto de 04.11.2013, publicado no DOM n.º 3285, de 04.11.2013) e 249 candidatos aprovados para cargos de nível médio e superior na área da Saúde (nomeados através do Decreto de 04.11.2013, publicado no DON n.º 3285, de 04.11.2013). A lista com o nome dos candidatos nomeados e convocados pode ser acessada por meio do site http://dom.manaus.am.gov.br/ .

Os candidatos convocados devem comparecer, no período de 11 de novembro a 10 de dezembro de 2013, na sede da Secretaria Municipal de Administração, Planejamento e Gestão, localizada na rua São Luís, n.º 416, bairro Adrianópolis, 2º andar, das 8h às 12h, para orientação quanto aos procedimentos pré-admissionais e checagem de pré-requisitos, em conformidade com o Estatuto dos Servidores Públicos do Município de Manaus.

Foram convocados médicos nas especialidades de Clínico Geral, Ginecologista Obstetra, Hematologista, Neonatologista, Pediatra, Psiquiatra e Urgencista. Também estão sendo convocados candidatos aprovados nos cargos de Analista de Sistemas, Assistente Social Geral, Auditor do SUS Administrador, Auditor do SUS Cirurgião-Dentista, Auditor do SUS Enfermeiro, Cirurgião-Dentista Buco Maxilo Facial, Cirurgião-Dentista Endodontista, Cirurgião-Dentista Geral, Cirurgião-Dentista Periodontista, Cirurgião-Dentista Protesista, Educador Físico, Enfermeiro Epidemiologista, Enfermeiro Geral, Farmacêutico, Farmacêutico com Esp. em Análises Clínicas, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Médico Veterinário, Nutricionista, Psicólogo, Técnico em Comunicação Social, Terapeuta Ocupacional, Agente de Zoonoses, Assistente em Administração, Auxiliar em Saúde Bucal, Maqueiro, Motorista de Autos, Técnico em Enfermagem, Técnico em Hemoterapia, Técnico em Patologia Clínica.

No ato da posse, o candidato deve apresentar os seguintes documentos pessoais e suas respectivas cópias: RG; CPF; Título de Eleitor; 2 (duas) fotos 3×4; PIS/PASEP; comprovante de residência; certidão negativa de cargo público (municipal, estadual e federal); certidão de casamento; certidão de filhos menores de 18 anos; exames médicos pré-admissionais com atestado de exame de sanidade e capacidade física validado pela Junta Médico-Pericial do Município; registro no conselho competente e certificado/diploma de acordo com a exigência do cargo.

 

 

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

(92) 3236-8315

decom.semsa@gmail.com

Campanha antirrábica já vacinou 24 mil animais

terça-feira, novembro 5th, 2013

A Campanha Municipal de Vacinação Antirrábica Animal, direcionada para cães e gatos da zona urbana de Manaus, já imunizou 24.085 animais. A vacinação teve início no dia 29 de outubro e tem como meta imunizar 204.302 animais, sendo 155.823 cães e 48.479 gatos.

As equipes de vacinadores, coordenadas pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), estão visitando cada residência para a busca ativa de animais. O trabalho de vacinação já foi concluído nos bairros Mauazinho I e II, Parque Mauá, Jardim Mauá, Coroado, Ouro Verde, Acariquara, Braga Mendes, Alfredo Nascimento, Parque Riachuelo I e II, Tarumã e Parque São Pedro.

O trabalho foi iniciado nesta terça-feira, dia 05, nos bairros Santa Luzia, Colônia Oliveira Machado, Educandos, Zumbi, Armando Mendes, São Cristóvão, Fazendinha, Nossa Senhora de Fátima, Aliança com Deus, Ajuricaba, Santos Dumont e Hiléia.

O diretor do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Francisco Zardo, recomenda que a população receba os vacinadores que estão identificados com a camisa e o colete de vacinador, e auxiliem na contenção dos animais para a aplicação da vacina. “Podem ser vacinados animais com mais de três meses de vida e que não estejam com algum problema de saúde. Se não houver ninguém na residência, a equipe deixará um comunicado informando sobre a visita e um telefone de contato para informações sobre as alternativas para a aplicação da vacina”, informa Zardo.

A Semsa também vai disponibilizar quatro postos fixos de vacinação e que irão funcionar aos sábados, das 8h00 às 12h00, nas sedes dos Distritos de Saúde Norte (avenida Noel Nutels, nº 12, Cidade Nova), Sul (Rua Nicolau da Silva, nº 54 – São Francisco), Leste (rua das Rosas, s/nº, Jorge Teixeira, 1ª etapa) e na sede do CCZ (av. Brasil s/n, Compensa I, próximo à feira coberta e à sede da Semulsp), atendendo a zona Oeste. A campanha será encerrada no dia 16 de dezembro.

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

(92) 3236-8315

decom.semsa@gmail.com

Semsa recebe novas doses da vacina HPV para iniciar 2ª fase de campanha

terça-feira, novembro 5th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) recebe nesta terça-feira, dia 05, um novo lote de doses da vacina contra o HPV (Papilomavírus Humano) e prepara a segunda fase da Campanha de Vacinação contra o Câncer de Colo do Útero. Na primeira fase da campanha, realizada em agosto e setembro, foram vacinadas 49.912 meninas de 11 a 13 anos de idade, atingindo 95% do público alvo estimado.

A diretora do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (DVAE) da Semsa, Angélica Marocchi Tavares, informa que as novas doses da vacina serão encaminhadas aos Distritos de Saúde Norte, Leste, Oeste, Sul e Rural, que irão montar um cronograma específico de vacinação para as 688 escolas, particulares e da rede pública (estaduais e municipais), que participaram da primeira etapa da campanha.

Poderão tomar a segunda dose da vacina apenas as meninas que receberam a primeira dose e que apresentaram formulário de autorização dos pais e responsáveis, ainda na primeira fase da campanha. Para completar o esquema vacinal contra o HPV, as adolescentes deverão receber uma terceira dose da vacina, programada para março de 2014.

 

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

(92) 3236-8315, 8842-8370

decom.semsa@gmail.com

Semsa discute atendimento obrigatório e integral às vítimas de violência sexual

segunda-feira, novembro 4th, 2013

A Lei 12.845 – que determina que todos os hospitais integrantes da Rede do Sistema Único de Saúde (SUS) são obrigados a realizar o atendimento emergencial, integral e multidisciplinar às vítimas de violência sexual – foi um dos temas abordados no primeiro dia do VII Curso de Multiplicador em Atenção Humanizada às Vítimas de Violência Sexual e Doméstica, iniciado nesta segunda-feira, dia 04, pela Prefeitura de Manaus, sob a coordenação do Serviço de Atendimento às Vítimas de Violência Sexual (SAVVIS), da Maternidade Dr. Moura Tapajóz.

“O Ministério da Saúde considera a violência sexual como um grave problema de saúde pública e a Lei 12.845 vem regulamentar o atendimento que deve ser oferecido, já que muitos hospitais no Brasil não estavam preparados para realizar o atendimento às vítimas de violência sexual, alguns tinham a estrutura, mas não ofereciam o serviço ou não tinham os medicamentos necessários. Com a lei, todos os hospitais do SUS devem estar preparados para realizar o atendimento integral às vítimas”, explicou a enfermeira Caroline Schweitzer de Oliveira, assessora da coordenação geral de Saúde das Mulheres do Ministério da Saúde. De acordo com Caroline Oliveira, a Lei 12.845 foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff no dia 1º de agosto de 2013, passando a entrar em vigor no dia 1º de novembro deste ano.

A Lei determina que o atendimento imediato nos hospitais integrantes da rede SUS inclua o diagnóstico e tratamento das lesões físicas; amparo médico, psicológico e social imediatos; facilitação do registro da ocorrência e encaminhamento ao órgão de medicina legal e às delegacias especializadas com informações que possam ser úteis à identificação do agressor e à comprovação da violência sexual; profilaxia da gravidez; profilaxia das Doenças Sexualmente Transmissíveis – DST; coleta de material para realização do exame de HIV para posterior acompanhamento e terapia; e fornecimento de informações às vítimas sobre os direitos legais e sobre todos os serviços sanitários disponíveis. “A vítima tem direito a um acolhimento humanizado com o médico, enfermeiro, psicólogo e assistente social, e que receba pelo menos o atendimento com o anticoncepcional de emergência para evitar uma gravidez fruto da violência sexual e medicação para evitar as doenças sexualmente transmissíveis”, destacou a assessora.

Programação - O VII Curso de Multiplicador em Atenção Humanizada às Vítimas de Violência Sexual e Doméstica, que está acontecendo no auditório da Maternidade Dr. Moura Tapajóz, das 8h às 12h e das 14h às 18h, será encerrado na próxima sexta-feira, dia 08, com a participação de profissionais das áreas de saúde, educação, assistência social e justiça.

A coordenadora do SAVVIS, médica Zélia Campos, explica que o curso é realizado anualmente como forma de atualizar as informações sobre o tema junto aos profissionais que já participaram do curso e de integrar novos profissionais na oferta dos serviços. Além disso, o curso é uma oportunidade de expandir o atendimento para outros serviços e estabelecer parcerias, não somente com as entidades governamentais, mas também com a sociedade civil organizada, os movimentos de mulheres e profissionais autônomos. “Uma pesquisa interna no SAVVIS da Maternidade Moura Tapajóz mostrou que mais de 60 instituições diferentes realizam o encaminhamento das vítimas para o serviço. Esse dado mostra que a parceria com outras instituições é essencial no cuidado às vítimas de violência sexual”, esclarece Zélia Campos.

O curso tem a carga horária de 60 horas e abordará os temas: O Funcionamento do SAVVIS Moura Tapajóz; O luto na violência sexual; Pedofilia; Conceitos em Violência; Atendimento multidisciplinar na urgência e no ambulatório; Violência doméstica; Aspectos psicológicos das vítimas de violência sexual; Assistência farmacêutica; Papel do Serviço Social; Ficha de Notificação; Aborto legal; Crianças e adolescentes vítimas de violência sexual: Compreensão, intervenção e olhares para a família; Agressores e possibilidades de tratamento; SAIE: Serviço de Acolhimento Institucional e Emergencial; Mesa Redonda: Atendimento à Vítima de Violência Sexual; Oficina: Casos Clínicos; Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA); Cultura da Paz; e Tráfico de Seres Humanos.

Atendimento - O SAVVIS funciona 24 horas por dia na Maternidade Moura Tapajóz, na Compensa, com coordenação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), e o acompanhamento aos pacientes atendidos pelo serviço dura no mínimo seis meses, de acordo com o preconizado pelo Ministério da Saúde, e é feito por uma equipe multiprofissional (médico, enfermeiro, psicólogo, assistente social, farmacêutico), especialmente preparada para esse tipo de atendimento, incluindo os demais servidores da Maternidade Moura Tapajóz. Os pacientes têm atendimento prioritário e reservado, inclusive com leitos em enfermaria específica (nos casos de internação).

Segundo Zélia Campos, o SAVVIS da Moura Tapajóz realiza entre dois a três novos atendimentos por dia e faz o acompanhamento mensal de aproximadamente 100 pessoas. “No mês de setembro foram registrados 72 novos atendimentos de vítimas de violência sexual pelo SAVVIS. Nos últimos sete anos, foram mais de 3.300 pacientes, a maioria dos casos (88%) envolvendo crianças e adolescentes, e 8% do total dos atendimentos pertencem ao sexo masculino. São pessoas que precisam de atendimento social, físico e psicológico, e que deve ser feito por equipe multidisciplinar, que envolve profissionais de diferentes áreas, para garantir o atendimento integral das vítimas e de seus familiares”, afirmou Zélia Campos.

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Gerente de Jornalismo, em exercício: Marcella Normando

(92) 3236-8315

decom.semsa@gmail.com

Prefeito entrega UBS no São José 2

segunda-feira, novembro 4th, 2013

O Prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, inaugurou, na sexta-feira, 1º de novembro, a Unidade Básica de Saúde Leste – 45 (UBSL), na Avenida Penetração, no São José 2, na Zona Leste. Essa é a oitava unidade entregue, em dez meses. Durante a inauguração, o prefeito anunciou que, até 2016, a cidade receberá cem por centro da cobertura na assistência básica de saúde.

A nova Unidade Básica de Saúde possui centro e trinta metros quadrados. Ela está equipada com dois consultórios médicos, um consultório odontológico, farmácia, sala de nebulização e imunização. A estimativa é atender mais de quatro mil pessoas que moram no São José 2. A previsão é de que o espaço seja ampliado ainda mais para a instalação de academias para atender os pacientes.

Para o prefeito, o novo espaço vai oferecer mais conforto aos pacientes e também melhores condições de trabalho à equipe médica. “É um tratamento digno que vai ser prestado dentro do nosso projeto de atingir, em dezembro, 50% de cobertura no serviço básico de saúde. Eu espero até o final de 2016 dar 100% de cobertura e com isso desafogar a rede estadual”, comentou.

O prefeito destacou que, ao todo, 45 novas unidades básicas de saúde devem ser entregues à população, além de serem feitos reparos e reformas em outras. Segundo ele, esse é um projeto ambicioso que envolve R$ 150 milhões. “Oitenta milhões do Ministério da Saúde, do Governo Federal, e R$ 70 milhões da prefeitura de Manaus. Então, é um trabalho que vamos fazer para atingirmos esses índices e não mediremos esforços para darmos cem por cento de cobertura na assistência básica na saúde”, afirmou.

O Secretário Municipal de Saúde, Evandro Melo, informou que a partir desta segunda-feira, a unidade já estará em pleno funcionamento. Ele destacou que os trabalhos da equipe médica não vão ser realizados somente dentro da UBS. “Essa equipe toda, além de fazer o atendimento na unidade, vai realizar visitas domiciliares. Tanto o médico quanto o enfermeiro vai visitar pessoas que estão acamadas e precisam receber o atendimento”, destacou.

Para os comunitários, a entrega da unidade vai proporcionar mais conforto e evitar que se desloquem do local onde moram para buscar atendimento em outros bairros. A vendedora Keitiane Costa da Silva, 26, disse que muitas vezes saiu de casa, na madrugada, para tentar conseguir uma ficha em unidades de saúdes de outros bairros. Segundo ela, muitas vezes o sacrifício era em vão. “Nós esperamos que agora com essa unidade de saúde, realmente, a gente tenha saúde” frisou.

Metas até dezembro

A inauguração da nova UBS faz parte do processo de mudança no sistema de saúde de Manaus que a Semsa vem desenvolvendo a partir do reordenamento da Atenção Primária à Saúde (APS) por meio da Rede Saúde Manauara. Ainda este ano a previsão é de que sejam entregues 17 UBS, dois Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) e a implantação de dez Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASFs).

TEXTO – Carla Albuquerque

Semsa divulga horário de funcionamento no feriado de Finados

sexta-feira, novembro 1st, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa que durante o feriado de Finados, 02 de novembro, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU – 192) manterá plantão de 24 horas para atender a população e disponibilizará apoio com 02 ambulâncias no Cemitério Parque Tarumã e 02 ambulâncias no Cemitério São João Batista, a partir das 07h da manhã. A Maternidade Moura Tapajóz, localizada na Compensa, também continuará com o atendimento normal.

As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que funcionam em horário ampliado e aos sábados suspenderão o funcionamento, retornando o atendimento na segunda-feira, dia 04. Não funcionarão as unidades que, normalmente, já não disponibilizam atendimento aos sábados como as unidades do Programa Farmácia Gratuita – incluindo as que funcionam nos terminais de ônibus da Cidade Nova (T3), Jorge Teixeira (T4) e do São José (T5), e na Unidade Básica de Saúde – Sul 07, no bairro Aparecida – as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) tradicionais; as Policlínicas e as Unidades de Saúde Ambulatoriais (USAs).

Departamento de Comunicação – SEMSA

Gerente de Jornalismo, em exercício: Marcella Normando

(92) 3236-8315

decom.semsa@gmail.com

Semsa promove curso para atendimento às vítimas de violência sexual e doméstica

sexta-feira, novembro 1st, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai promover, de 04 a 08 de novembro, o VII Curso de Multiplicador em Atenção Humanizada às Vítimas de Violência Sexual e Doméstica. O evento acontecerá no auditório da Maternidade Dr. Moura Tapajóz, das 8h às 12h e das 14h às 18h, e terá a participação de profissionais das áreas de saúde, educação, assistência social e justiça.

O curso de multiplicador é promovido pelo Serviço de Atendimento a Vítimas de Violência Sexual (SAVVIS) da Maternidade Dr. Moura Tapajóz e vai capacitar os profissionais para a promoção de uma atenção humanizada à vítima de violência sexual na rede intersetorial de atendimento.

“Por ser um problema que envolve aspectos sociais, físicos e psicológicos, o atendimento as vítimas deve ser feito por equipe multidisciplinar, que envolve profissionais de diferentes áreas, para garantir o atendimento integral das vítimas e de seus familiares. Por isso, o curso é direcionado tanto aos profissionais de saúde, quanto da educação, justiça e de assistência social”, destaca o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo.

A coordenadora do SAVVIS, médica Zélia Campos, informa que o serviço na Maternidade Dr. Moura Tapajóz atendeu, nos últimos sete anos, mais de 3.300 pacientes, a maioria dos casos (88%) envolvendo crianças e adolescentes, e 8% do total dos atendimentos pertencem ao sexo masculino. “A violência sexual é considerada um problema de saúde pública por trazer consequências em âmbito individual e coletivo, e é responsável por casos de gravidez indesejada, doenças sexualmente transmissíveis, inclusive a AIDS, suicídios, depressão, entre outros transtornos psicológicos, físicos e sociais. Para atender de forma integrada a vítima, o SAVVIS utiliza o curso como forma de fornecer, para profissionais de toda a rede de apoio, uma visão ampliada sobre a violência sexual, sensibilizando para a importância da integralidade da atenção às vítimas, promovendo o trabalho em rede e estimulando o trabalho em equipe”, ressalta Zélia Campos.

O curso terá uma carga horária de 60 horas e serão abordados os temas: O Funcionamento do SAVVIS Moura Tapajóz; Lei 12.845: Os hospitais integrantes da Rede do SUS são obrigados a realizar o atendimento imediato às vítimas de violência sexual; O luto na violência sexual; Pedofilia; Conceitos em Violência; Atendimento multidisciplinar na urgência e no ambulatório; Violência doméstica;Aspectos psicológicos das vítimas de violência sexual; Assistência farmacêutica; Papel do Serviço Social; Ficha de Notificação; Aborto legal; Crianças e adolescentes vítimas de violência sexual: Compreensão, intervenção e olhares para a família; Agressores e possibilidades de tratamento; SAIE: Serviço de Acolhimento Institucional e Emergencial; Mesa Redonda: Atendimento à Vítima de Violência Sexual; Oficina: Casos Clínicos; Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA); Cultura da Paz; e Tráfico de Seres Humanos.

Serviços - O SAVVIS funciona 24 horas por dia na Maternidade Moura Tapajóz, na Compensa, sendo que outras equipes de profissionais já foram capacitadas para oferecer o serviço na Policlínica Antônio Reis e o serviço também será implantado na Policlínica Comte Telles.

Apesar de o maior número de pessoas atendidas pelo serviço ser do sexo feminino, os profissionais estão capacitados para atender, também, ao público masculino. Nos casos agudos (como são chamados aqueles ocorridos até menos de 72 horas antes do atendimento), os pacientes recebem os cuidados necessários para evitar doenças sexualmente transmissíveis, inclusive a AIDS, e também a gravidez indesejada, no caso das mulheres.

O acompanhamento dos pacientes atendidos pelo serviço dura no mínimo cerca de seis meses, de acordo com o preconizado pelo Ministério da Saúde, e é feito por uma equipe multiprofissional (médico, enfermeiro, psicólogo, assistente social, farmacêutico), especialmente preparada para esse tipo de atendimento, incluindo os demais servidores da Maternidade Moura Tapajóz. Os pacientes têm atendimento prioritário e reservado, inclusive com leitos em enfermaria específica (nos casos de internação).

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Departamento de Comunicação – SEMSA/ (92) 3236-8315

Semsa promove oficina de diagnóstico da capacidade institucional

quinta-feira, outubro 31st, 2013

Dando continuidade ao processo de implantação da Rede Saúde Manauara, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou na quarta-feira, dia 30, uma oficina de “Diagnóstico da Capacidade Institucional”. A oficina aconteceu no auditório Nina Lins, no Centro Universitário Nilton Lins, das 8h30 às 17h00, e foi coordenada pelo consultor em saúde pública Eugênio Vilaça Mendes, reunindo 200 profissionais.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, a oficina foi organizada com o objetivo possibilitar aos participantes a compreensão dos fundamentos teóricos sobre o papel institucional de cada um dos setores da Semsa e, a partir desse trabalho, realizar um diagnóstico da capacidade institucional da
Secretaria Municipal de Saúde.

“Como em todo o processo de implantação da Rede Saúde Manauara, que vem sendo executado desde o início do ano, a proposta é estimular a participação dos profissionais na construção do novo modelo de Atenção à Saúde, identificando os problemas existentes e oferecendo sugestões para que seja possível avançar na melhoria dos serviços oferecidos para a população. O objetivo final é garantir o desenvolvimento da capacidade institucional da Semsa”, explicou Melo.

Durante a oficina, os participantes foram divididos em grupos para discutir o texto “Papéis institucionais e o desenvolvimento da capacidade institucional das Secretarias Municipais de Saúde”, elaborado pelos consultores Eugênio Vilaça e Maria Emi Shimazaki.

Eugênio Vilaça explica que o desenvolvimento da capacidade institucional é um processo dinâmico e que, consequentemente, as instituições estatais devem aprender com suas experiências prévias e devem se adaptar constantemente, ao longo do tempo, o que significa a aquisição de uma capacidade adaptativa constante. “Recentemente, a questão do desenvolvimento institucional tem sido tratada de forma mais ampla, o que significa desenvolver estruturas, sistemas tecnoadministrativos e recursos, especialmente humanos, de forma coerente e apropriada, de acordo com o plano estratégico, com ambiência externa e com o contexto socioeconômico”, explicou Eugênio Vilaça.

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Gerente de Jornalismo, em exercício: Marcella Normando

(92) 3236-8315

decom.semsa@gmail.com

Semsa premia alunos vencedores de concursos sobre Dengue e Tabagismo

quinta-feira, outubro 31st, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou nesta quinta-feira, dia 31, a entrega da premiação para os vencedores do 3º Concurso sobre Dengue e do 4º Concurso sobre Tabagismo nas escolas públicas de Manaus. O evento aconteceu no plenário da Câmara Municipal de Manaus (situado na rua Padre Agostinho Caballero Martin, 850-São Raimundo, zona Oeste).

Com a presença do secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, do diretor da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Bernardino Albuquerque, do vereador Elias Emanuel e de representantes das secretarias municipal e estadual de Educação, foram premiados os três primeiros colocados nas categorias desenho e slogan e, no caso do concurso sobre dengue, o primeiro colocado na categoria experiência pedagógica. Os vencedores receberam troféus, medalhas e brindes.

Os dois concursos foram lançados no dia 30 de agosto e envolveram escolas públicas municipais e estaduais que trabalham com alunos do 1º ano do ensino fundamental até o 3º ano do ensino médio. Ao todo, mais de 200 trabalhos escolares foram pré-selecionados e encaminhados para uma banca avaliadora, composta por representantes da Universidade do Estado do Amazonas, FVS, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Fundação de Medicina Tropical e a Fundação Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecom), e que definiu os primeiros colocados.

De acordo com Evandro Melo, os dois concursos fazem parte de um conjunto de ações que a Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com outras instituições, desenvolve com o objetivo de prevenir doenças que podem ser evitadas com sensibilização e mudança na atitude das pessoas. “O combate ao tabagismo, principalmente entre os mais jovens, tem mostrado resultados positivos ao longo dos anos com a redução do uso do cigarro nessa faixa etária, e as estratégias executadas precisam ser mantidas. No caso do combate à dengue, o concurso é uma das etapas de um plano maior de controle da doença e que no próximo mês passará a ser fortalecido para evitar um possível aumento no número de criadouros do mosquito Aedes aegypti, já que o risco aumenta por causa do início do período de chuvas em Manaus”, afirmou Evandro Melo.

Para o aluno Renildo Costa de Souza, da Escola Estadual Olga Falcone e ganhador do primeiro lugar na categoria Slogan no 3º Concurso sobre Dengue, a premiação é importante por reconhecer o trabalho realizado na escola de prevenção às doenças. “Foi uma surpresa ganhar a premiação, mas o importante é colocar em prática as ações que podem evitar a dengue, como manter a caixa de água com tampa e não deixar lixo que possa acumular água no quintal. Assim, todo mundo fica protegido”, afirmou Renildo Souza.

O 4º Concurso de Tabagismo abordou o tema “Cigarro pra quê? Eu quero é viver!” e o 3º Concurso sobre Dengue destacou o tema “Dengue é fácil de combater, só não pode esquecer!”.

Vencedores 3º Concurso sobre Dengue

Categoria: Desenho

1º lugar Escola Mun. Isabel Angarita Ynara Oliveira Barbosa
2º lugar Escola Mun. Isabel Angarita Joel Gledson da Silva Medeiros
3º lugar Escola Min. Prof. Sergio Augusto Pará Bittencourt Jeane Rayssa da Silva

Categoria: Slogan

1º lugar Escola Est. Olga Falcone Renildo Costa de Souza - “Água parada é dengue na jogada”.
2º lugar Escola Mun. Isabel Angarita Catarina Bentes Lapa – “Vamos todos nos unir para a dengue prevenir”.
3º lugar Escola Est. Olga Falcone Pamela da Rocha Araújo – “Se a gente não agir, a dengue não vai sumir”.

Categoria: Experiência Pedagógica

1º lugar Centro Educacional de Tempo Integral Elisa Bessa Freira Fabricio Nascimento

Vencedores 4º Concurso sobre Tabagismo

Categoria: Desenho

1º lugar Escola Mun. Prof. Sebastião Augusto L. Filho Klintia Ferreira de Oliveira
2º lugar Escola Mun. Djalma Passos Gracy Emily Nascimento Lima
3º lugar Escola Est. Madre Tereza de Calcutá Guilherme Nascimento de Souza Silva

Categoria: Slogan

1º lugar Escola Mun. Vicente de Paula Ryan Cristhian Coelho Bastos – “Acenda a luz do seu coração e apague o cigarro da sua mão!”.
2º lugar Escola Mun. Prof. Raimunda Eneida Cerquinho da Silva Felipe Christian de Figueiredo Lira – “Quem fuma zomba da própria sorte e caminha rumo à própria morte”.
3º lugar Escola Mun. Prof. Raimunda Eneida Cerquinho da Silva Railan Maciel de Souza – “Ei, você quer viver mais tempo? Então pare de fumar!”.

 

 

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Gerente de Jornalismo, em exercício: Marcella Normando

(92) 3236-8315

decom.semsa@gmail.com

Semsa divulga vencedores dos Concursos sobre Dengue e Tabagismo

terça-feira, outubro 29th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) divulga os nomes dos vencedores do 3º Concurso sobre Dengue e do 4º Concurso sobre Tabagismo nas escolas públicas de Manaus. A cerimônia de premiação acontecerá, nesta quinta-feira (31), às 8h, no auditório da Câmara Municipal de Manaus (situado na rua Padre Agostinho Caballero Martin, 850-São Raimundo, zona Oeste). Serão premiados trabalhos nas categorias desenho, slogan e experiência pedagógica. Os concursos foram lançados no dia 30 de agosto e envolveram 500 escolas públicas municipais e estaduais que trabalham com alunos do 1º ano do ensino fundamental até o 3º ano do ensino médio.

O 4º Concurso de Tabagismo abordou o tema “Cigarro pra quê? Eu quero é viver!”, e o 3º Concurso sobre Dengue, com o tema “Dengue é fácil de combater, só não pode esquecer!” tiveram como público alvo professores e estudantes da rede pública de ensino, buscando a conscientização sobre a importância do combate ao uso do tabaco entre os jovens e sobre o papel que cada cidadão tem no controle e prevenção de doenças como a dengue.

Os trabalhos foram avaliados por uma banca composta por representantes da Universidade Federal do Amazonas, Universidade do Estado do Amazonas, Fundação de Vigilância Sanitária, Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia e Fundação de Medicina Tropical.

Os concursos sobre Dengue e Tabagismo foram uma iniciativa do Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica (Dvae) e desenvolvidos em parceria com secretarias estadual e municipal de Educação e de Saúde, incluindo Fundação Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecom) e Fundação de Vigilância em Saúde (FVS).

Para o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, os dois concursos foram estratégias importantes para garantir a prevenção às doenças e uma melhor qualidade de vida da população. “O importante não é somente tratar a doença, mas também evitar que a pessoa adoeça e, consequentemente, reduzir o risco de mortes”, ressalta Melo.

Tabagismo – O 4º Concurso de Tabagismo teve o objetivo prevenir o uso do cigarro entre o público jovem, reduzindo a ocorrência de doenças e de mortes pelo uso do produto, incluindo doenças como o câncer de pulmão. Professores e alunos inscreveram trabalhos em duas categorias: desenho e slogan.

De acordo com Evandro Melo, as ações de prevenção ao uso do cigarro, em parceria com a comunidade escolar, podem ser consideradas bem-sucedidas, já que Manaus tem um dos menores índices de fumantes entre os jovens. “Temos avançado bastante em relação à prevenção entre os jovens e a Prefeitura de Manaus tem investido na ampliação de serviços para os fumantes que desejam abandonar o uso do trabalho”, informou Melo.

Tratamento – A Prefeitura de Manaus disponibiliza 13 ambulatórios para tratamento de fumantes em unidades de saúde onde as pessoas que querem parar de fumar recebem acompanhamento multiprofissional com médico, psicólogo, enfermeiro, odontólogo e assistente social. O tratamento é feito em grupo e tem duração de seis meses, podendo chegar a um ano. Dependendo do quadro clínico, o paciente recebe, inclusive, medicação para suporte. Cada ambulatório oferece 15 vagas para o tratamento em grupo e qualquer pessoa pode procurar o tratamento e fazer a sua inscrição.

Unidades que oferecem tratamento – Policlínica Castelo Branco (Rua do Comércio, s/n – Bairro Parque Dez); Políclinica Antonio Reis (rua São Luiz, s/nº- Bairro São Lázaro); UBS Armando Mendes (Rua 5, S/N Conj.  Manoa – Cidade Nova I); Policlínica José Antonio da Silva (Rua das Aroeiras, 55- Monte das Oliveiras); UBSF Ampliada nº06 (Rua Belém S/N, Nossa Senhora de Fátima 2); Policlínica Comte Telles ( Rua J, Etapa B -São José III); USA Alfredo Campos (Rua André Araújo, S/N, Bairro Zumbi  II); UBS Amazonas Palhano (Rua André Araújo, S/N, Bairro Zumbi  II); Policlínica Raimundo Franco de Sá (Rua V, 150 – Nova Esperança I); Módulo Villa da Prata (Rua Ademar de Barros, S/N,  Vila da Prata); Policlínica Djalma Batista (Rua 23 de Dezembro, s/n, Compensa II); UBS Deodato de Miranda Leão (Rua Presidente Dutra, s/nº – Glória); Posto de Saúde Rural São Pedro (Km. 35 – AM 010)

Dengue – O 3º Concurso sobre Dengue teve como meta envolver 500 escolas estaduais e municipais, que fazem parte do Programa Saúde na Escola (PSE) com o objetivo de sensibilizar a comunidade escolar sobre a importância da participação de todos nas ações de prevenção à dengue e de combate ao mosquito transmissor da doença, o Aedes aegypti. Estudantes e professores inscreveram trabalhos em três categorias: desenho, slogan e experiência pedagógica.

Este ano, foram registrados 12.221 casos confirmados de dengue, sendo que em 2012 o número ficou em 3.948. Em março deste ano, período de maior número de casos, a Semsa registrou 2.878 ocorrências, e neste mês de outubro, até hoje (29), foram registrados 19 casos.

Vencedores 3º Concurso sobre Dengue

Categoria: Desenho

1º lugar Escola Mun. Isabel Angarita Ynara Oliveira Barbosa
2º lugar Escola Mun. Isabel Angarita Joel Gledson da Silva Medeiros
3º lugar Escola Min. Prof. Sergio Augusto Pará Bittencourt Jeane Rayssa da Silva

Categoria: Slogan

1º lugar Escola Est. Olga Falcone Renildo Costa de Souza
2º lugar Escola Mun. Isabel Angarita Catarina Bentes Lapa
3º lugar Escola Est. Olga Falcone Pamela da Rocha Araújo

Categoria: Experiência Pedagógica

1º lugar Centro Educacional de Tempo Integral Elisa Bessa Freira Fabricio Nascimento

Vencedores 4º Concurso sobre Tabagismo

Categoria: Desenho

1º lugar Escola Mun. Prof. Sebastião Augusto L. Filho Klintia Ferreira de Oliveira
2º lugar Escola Mun. Djalma Passos Gracy Emily Nascimento Lima
3º lugar Escola Est. Madre Tereza de Calcutá Guilherme Nascimento de Souza Silva

Categoria: Slogan

1º lugar Escola Mun. Vicente de Paula Ryan Crishian Coelho Bastos
2º lugar Escola Mun. Prof. Raimunda Eneida Cerquinho da Silva Felipe Christian de Figueiredo Lira
3º lugar Escola Mun. Prof. Raimunda Eneida Cerquinho da Silva Railan Maciel de Souza

 

 

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Luciete Pedrosa

Gerente de Jornalismo, em exercício: Marcella Normando

(92) 3236-8315, 8842-8370

decom.semsa@gmail.com

Semsa dá início à 3ª Semana Municipal de Saúde Bucal

terça-feira, outubro 29th, 2013

Com o tema “Construindo a Rede Integrada de Saúde Bucal”, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), deu início nesta terça-feira, 29 de outubro, à 3ª Semana Municipal de Saúde Bucal. O evento será dividido em dois momentos: programação científica direcionada aos profissionais de Saúde Bucal que atuam nas secretarias municipais de Saúde (Semsa) e de Educação (Semed), nos dias 29 de outubro e 1º de novembro; e atividades de Educação em Saúde e oferta de serviços para a população em geral de 29 de outubro a 1º de novembro. A gerência da Rede de Saúde Bucal também organizou a exposição de 50 banners com as diversas experiências em Saúde Bucal organizadas por profissionais da Semsa.

A abertura do evento aconteceu no auditório Eulálio Chaves, na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), e contou com a participação da representante do Conselho Regional de Odontologia do Amazonas, Maria da Conceição Picanço; do representante da Coordenação de Saúde Bucal da Secretaria de Estado da Saúde (Susam), Robson Vidal; do presidente do Sindicato dos Cirurgiões-dentistas do Amazonas, Allyson Soares; do consultor e sanitarista Eugênio Vilaça Mendes; da subsecretária de Gestão da Saúde, Lubélia Sá Freire; da diretora do Departamento de Redes de Atenção da Semsa, Angela Loureiro; e da gerente de Saúde Bucal da Semsa, Nara Esquivel.

De acordo com a subsecretária de Gestão da Saúde, Lubélia Sá Freire, a 3ª Semana Municipal de Saúde Bucal representa um momento de reflexão sobre as práticas de Saúde Bucal na Semsa. “A expectativa é de que esse evento seja uma grande troca de experiências para tentarmos encontrar a fórmula ideal para construção da Rede Saúde Manauara sob a ótica da Saúde Bucal, com melhores condições de trabalho para que os profissionais possam atender os usuários cada vez mais motivados e de forma cada vez melhor”, enfatizou a subsecretária.

A gerente da Rede de Saúde Bucal da Semsa, cirurgiã dentista Nara Esquivel, destaca que é muito importante reunir todos os 600 profissionais, entre cirurgiões dentistas, técnicos e auxiliares de consultório dentário da Semsa e da Semed em torno da discussão de uma proposta para o modelo das Redes de Atenção Integrada que estão sendo implantadas no município. “Estamos terminando a reforma do Centro de Especialidades Odontológicas do Distrito de Saúde Norte e mais um está em construção e ainda pretendemos aumentar em 50% a nossa cobertura assistencial nas Unidades de Saúde nos próximos anos”, disse Nara Esquivel.

A programação científica terá continuidade no dia 1º de novembro, das 8h às 17h, com o encerramento da Semana de Saúde Bucal, quando será abordado o tema “Saúde Bucal na Estratégia Saúde da Família (ESF)”, com a participação do consultor Samuel Moysés, representante do Ministério da Saúde.

A programação do evento também inclui, dias 30 e 31 de outubro, exposição no shopping Ponta Negra e no Studio 5, com divulgação dos serviços oferecidos na Atenção Primária e nos Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs). Uma Unidade Móvel de Saúde Bucal estará posicionada no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, no bairro Cidade Nova, para atendimento à população na manhã de terça-feira, dia 29, e em horário integral nos dias 30 e 31. No dia 30 de novembro, haverá ainda ação de educação em saúde na Casa do Idoso São Vicente de Paulo e na sede da ManausMed para atendimento ao servidor.

Serviços – A Prefeitura de Manaus oferta serviços odontológicos em 140 Unidades de Saúde, com ações de promoção, prevenção, recuperação e manutenção em Saúde Bucal, promovendo atendimento de procedimentos básicos de assistência odontológica, ações educativo-preventivas; procedimentos coletivos em espaços sociais e escolas; e atendimentos de urgência.

Também são oferecidos atendimentos por meio dos Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs), responsáveis por realizar tratamentos especializados como: Diagnóstico Oral e Cirurgia Oral Menor; Endodontia de dente permanente; Endodontia de dente decíduo; Periodontia; Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência; Odontopediatria – 0 a 3 anos; Ortodontia Preventiva; Prótese Dentária; Dor Orofacial e Disfunção Temporomandibular.

Os 300 profissionais de Saúde Bucal da Semsa realizam, em média, noventa mil atendimentos odontológicos básicos e especializados ao mês.

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio e Marcella Normando

(92) 3236-8315, 8842-8370

ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Programação:

 

29/10/2013

 

1. Programação Científica com as Equipes de Saúde Bucal: Abertura no Auditório Eulálio Chaves às 14h.

Palestras: Redes de Atenção à Saúde com o Dr. Eugênio Vilaça e Panorama da Atenção em Saúde Bucal no Município de Manaus – Realidade, Avanços e Perspectivas com a Dra. Nara Esquivel.

2. Atividades de Promoção e Prevenção em Saúde e atendimento odontológico curativo na Unidade Móvel estacionada no Centro de Convivência da Família Pe. Pedro Vignola (Turno Matutino).

30/10/2013

1. Programação Voltada à População: Lar São Vicente de Paula: Atividades de Promoção e Prevenção em Saúde (Roda de Conversa, Distribuição de Kits e Dinâmicas) às 9h e 15h – End.: Rua Jerônimo Ribeiro, 49 – São Raimundo;

2. Programação Voltada à População: Shoppings Ponta Negra e Studio 5: Divulgação dos Serviços Oferecidos pela SEMSA, Exposição de Banners com trabalhos realizados pelos profissionais SEMSA e Orientações quanto à Higiene Bucal e ao auto-exame para prevenção ao Câncer Bucal;

3. Atividades de Promoção e Prevenção em Saúde para os beneficiários na Manausmed.

4. Atividades de Promoção e Prevenção em Saúde e atendimento odontológico na Unidade Móvel, no Centro de Convivência da Família Pe. Pedro Vignola (Turno Matutino). – Rua Gandu, 119 – Cidade Nova

5. Programação voltada à população: Clube do trabalhador SESI: Divulgação dos Serviços Oferecidos pela SEMSA, Exposição de Banners com trabalhos realizados pelos profissionais SEMSA e Orientações quanto à Higiene Bucal e ao auto-exame para prevenção ao Câncer Bucal. Início 19h

31/10 /2013

1. Programação voltada à população:

Shoppings Ponta Negra e Studio 5 – Divulgação dos Serviços Oferecidos pela SEMSA, Exposição de Banners com trabalhos realizados pelos profissionais SEMSA e Orientações quanto à Higiene Bucal e ao auto-exame para prevenção ao Câncer Bucal;

2. Programação Voltada à População: Clube do trabalhador SESI: Divulgação dos Serviços Oferecidos pela SEMSA, Exposição de Banners com trabalhos realizados pelos profissionais SEMSA e Orientações quanto à Higiene Bucal e ao auto-exame para prevenção ao Câncer Bucal; de 9h às 18h.

3. Atividades de Promoção e Prevenção em Saúde e atendimento odontológico na Unidade Móvel, no Centro de Convivência da Família Pe. Pedro Vignola (Turno Integral).

01/11/2013

1. Programação Científica com as Equipes de Saúde Bucal: Auditório Eulálio Chaves das 08h às 14h

    Palestra com o Prof. Dr. Samuel Moysés

2. Encerramento da III Semana Municipal de Saúde Bucal: Auditório Eulálio Chaves

Semsa inicia campanha Antirrábica Animal

terça-feira, outubro 29th, 2013

Com a meta de vacinar no mínimo 204.302 animais, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciou nesta terça-feira, dia 29, a Campanha de Vacinação Antirrábica Animal, direcionada para cães e gatos da zona urbana de Manaus. Na zona Rural, a campanha aconteceu entre os meses de abril e julho deste ano, atingindo oito mil animais.

A campanha na zona urbana será executada por 120 equipes de vacinadores que irão atuar até o dia 16 de dezembro, visitando cada residência para a busca ativa de animais. A Semsa estima que serão vacinados 155.823 cães e 48.479 gatos.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que foi elaborado um cronograma para a vacinação em diferentes locais da cidade. “As equipes foram divididas pelas zonas Norte, Leste, Oeste e Sul, sendo montado um cronograma para que todos os bairros de Manaus sejam atendidos pela campanha de vacinação”, explicou Evandro Melo, lembrando que o município Manaus não registra casos de raiva humana há mais de 24 anos.

As equipes de vacinadores iniciaram as visitas de casa em casa nas comunidades Braga Mendes, Cidade de Deus, Conjunto Vila Nova, Mauazinho, Jardim Mauá, Vila Buriti, Nova República, Manaus 2000, Coroado I, II e III, Ouro Verde, Zumbi, Armando Mendes, União da Vitória, São Pedro, Campos Sales, Parque Riachuelo e Tarumã.

De acordo com Evandro Melo, a vacinação nessas comunidades deve ser concluída nesta quarta-feira, dia 30, e a recomendação é que a população fique atenta para receber em casa os vacinadores que estarão identificados com a camisa e o colete de vacinador. “Solicitamos que os proprietários dos animais recebam bem os vacinadores e auxiliem, caso seja possível, na contenção dos animais para a aplicação da vacina”, explica Evandro Melo.

O diretor do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Francisco Zardo, informa que podem ser vacinados animais com mais de três meses de vida e que não estejam com nenhum problema de saúde. “Em cada residência visitada, caso a equipe não encontre o proprietário do imóvel, os vacinadores deixarão um comunicado informando sobre a visita e um telefone de contato para informações sobre as outras possibilidades de vacinação”, informou Zardo.

Quem perder a vacinação durante as visitas também poderá procurar a vacina nos quatros postos fixos de vacinação que irão funcionar aos sábados, das 8h00 às 12h00, nas sedes dos Distritos de Saúde Norte (avenida Noel Nutels, nº 12, Cidade Nova), Sul (Rua Nicolau da Silva, nº 54 – São Francisco), Leste (rua das Rosas, s/nº, Jorge Teixeira, 1ª etapa) e na sede do CCZ (av. Brasil s/n, Compensa I, próximo à feira coberta e à sede da Semulsp), atendendo a zona Oeste.

Para o professor universitário Paulo Roberto Simonetti Barbosa, que cuida de uma cadela labrador há 11 anos, a vacinação antirrábica é uma medida importante para garantir a saúde dos animais e, consequentemente, das pessoas. “Um cachorro é como um membro da família e da mesma maneira que precisamos ter acesso a uma série de vacinas, os animais precisam receber o mesmo cuidado”, destacou Paulo Barbosa.

Doença - A raiva é uma doença grave causada por vírus do gênero Lyssavirus que ataca o sistema nervoso (cérebro, medula espinhal e nervos) dos mamíferos. O vírus é temporariamente eliminado principalmente pela saliva do animal doente e, geralmente, é transmitido quando o animal infectado morde, arranha profundamente ou lambe a pele lesionada de outro animal ou pessoa.

Os sintomas da Raiva podem demorar a aparecer, mas quando o vírus atinge o sistema nervoso do animal, este pode apresentar os seguintes sinais de forma progressiva e rápida: mudança brusca de comportamento (inquietação, andar sem rumo, agressividade e isolamento); cães e gatos apresentam “tiques” como se estivessem mordendo o ar; salivação abundante; dificuldades para engolir; fotofobia (aversão à luz); mudanças nos hábitos alimentares; e paralisia das patas traseiras.

Depois do início dos sintomas, os mamíferos normalmente adoecem e morrem, em média, em 10 dias. Por ser uma doença que pode ser transmitida dos animais para os seres humanos e por apresentar letalidade em 100% dos casos, a raiva é uma zoonose de grande importância na saúde pública.

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Gerente de Jornalismo, em exercício: Marcella Normando

(92) 3236-8315, 8842-8370

decom.semsa@gmail.com

Samu faz simulação de acidente com evacuação aeromédica

segunda-feira, outubro 28th, 2013

Médicos, enfermeiros e socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) participaram no último sábado, 26, de uma simulação de acidente com evacuação aeromédica no Sambódromo de Manaus. A simulação foi realizada em parceria com as Forças Armadas e Corpo de Bombeiros, como parte do Plano Integrado de Segurança Pública da Operação Boi Manaus.

O Plano foi um teste de segurança para a Copa do Mundo em que foram realizadas operações simuladas e conjuntas para testar a capacidade de atendimento e interoperabilidade das instituições do Estado, Prefeitura e Forças Armadas.

O teste no Sambódromo simulou uma briga entre torcidas com 20 vítimas e variados graus de ferimentos. Os primeiros socorros foram prestados pelas equipes do Corpo de Bombeiros, que retiraram as vítimas da área de conflito para que o Samu procedesse à avaliação, triagem e socorro. As ambulâncias do Samu foram acionadas conforme a necessidade. Um dos acidentados apresentou traumatismo craniano e foi transportado de ambulância até a pista da Vila Olímpica, onde foi resgatado pelo helicóptero do Exército e levado ao Pronto-Socorro João Lúcio, na zona Leste da cidade. A ação integrou esforços dos órgãos municipais, estaduais e federais.

O médico Enzio Nobre, gerente do Samu, explicou que o treinamento objetivou capacitar os socorristas para que possam prestar atendimento a várias vítimas em um curto espaço de tempo. “Esse foi o primeiro simulado de resgate aeromédico em parceria com o exército e superou nossas expectativas, comprovando a necessidade da disponibilização desse serviço em Manaus”, destacou o médico.

Ainda no sábado foram realizados outros dois exercícios que simularam o naufrágio de uma embarcação, nas proximidades do Tropical Hotel, na Ponta Negra, no qual as Forças Armadas, por intermédio da Marinha, simularam uma colisão entre duas embarcações com naufrágio e resgate de vítimas no rio; e um sequestro em um ônibus, no qual as Forças Armadas e as Polícias Militar e Civil fizeram um exercício integrado com a simulação de um sequestro de ônibus por terroristas e tentativa de atentado à bomba, com acionamento das equipes de Operações Especiais dos órgãos envolvidos, tomada do veículo e desarme da bomba.

 

Texto: Carla Albuquerque e Marcella Normando

Semsa participa de capacitação da Força Nacional do SUS

quarta-feira, outubro 23rd, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) dá início, nesta quarta-feira, 23, a sua participação na capacitação em Missão Exploratória da Força Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS) do Ministério da Saúde. O evento acontece até o dia 25, em Manaus, e contempla a etapa Norte e Centro-Oeste do ciclo de capacitações. A abertura oficial acontecerá às 19h, no Hotel Blue Tree Premium, avenida Humberto Calderaro Filho, 817.

Participarão do evento 50 profissionais dos estados do Norte e Centro-Oeste, entre médicos e enfermeiros da assistência.

A Força Nacional do SUS foi instituída como programa de cooperação voltado à execução de medidas de prevenção, assistência a situações epidemiológicas, de desastres ou de desassistência à população. A Força está sob gestão do Ministério da Saúde e visa prestar assistência rápida e efetiva às populações em território nacional e internacional, atingidas por catástrofes, epidemias ou crises assistenciais que justifiquem seu acionamento.

Programação

23 de outubro

16h: Credenciamento

19h: Abertura – MS, SES, SMS

19h: 30min Apresentação da FN – SUS

20h15min: Apresentação da metodologia do curso / Divisão dos grupos /Diversidade

24 de outubro

8h: Apresentação do Regulamento Técnico das equipes da FN-SUS

8h30min: Dinâmica de reconhecimento dos profissionais/Grupo afinidade

9h às 10h: Discussões pelos representantes dos grupos

10h: Intervalo

10h30min: Construção do perfil de competências

• Qual a principal característica para um profissional atuar nas missões exploratórias da FN-SUS?

12h30min: Almoço

13h30min: Leitura individual do TBL – Enchentes, Desabamento e Desassistência em Polis

13h45min: Resposta dos Grupos – TBL

14h10min: Apresentação das respostas dos grupos

14h40min: Discussão pelos moderadores

15h30min: Intervalo

15h45min: Grupos Diversidade / Passo a passo para o plano operativo em uma Missão exploratória

17h30min: Discussão e encerramento

 

25 de outubro

 

8h: Apresentação do Grupo I

8h30min: Apresentação do Grupo II

9h: Discussão e inclusão, se necessário

10h30min: Intervalo

10h45min: Modelo de Ficha / Plano operativo

12h: Encerramento

 

Assessora de Comunicação do Ministério da Saúde: Angela Vargas (61) 9858-5039

Departamento de Comunicação-Semsa/

(92) 3236-8315, 8842-8370

 

Unidades Móveis intensificam realização de mamografias

quarta-feira, outubro 23rd, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio do Programa Manaus Saúde Itinerante, triplicou a realização de exames de mamografia durante o “Outubro Rosa”. De 1º a  17 de outubro, as quatro Unidades Móveis de Saúde da Mulher realizaram 1.590 mamografias. No mesmo período do mês de setembro foram realizados 531 exames.

O “Outubro Rosa” é um movimento internacional que mobiliza toda a sociedade para o combate ao câncer de mama, o tipo de câncer que mais mata mulheres em todo o mundo. Em Manaus, segundo o Sistema de Informação sobre Mortalidade (SIM/Semsa/Manaus), foram registradas este ano 73 mortes por câncer de mama, no ano passado foram 123 mortes e em 2011 o número ficou em 97 mortes. Como parte do movimento “Outubro Rosa”, a Semsa intensificou as ações para a detecção precoce da doença a partir das Unidades de Saúde, incluindo as Unidades Móveis.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que o objetivo principal é a detecção precoce do câncer de mama. Para isso, os profissionais de saúde aproveitaram o “Outubro Rosa” para intensificar as ações de Educação em Saúde e o acesso das mulheres aos exames de mamografia foi facilitado. “A meta é aumentar a procura das mulheres para a realização da mamografia, exame que pode detectar de forma precoce o câncer de mama, aumentando as chances de cura para a paciente”, explica Melo.

A Semsa tem hoje uma capacidade instalada para realizar 95.040 exames de mamografia por ano, mas no ano passado foram realizadas 49.915 mamografias. De janeiro a junho de 2013, o quantitativo de exames foi de 25.660 mamografias. “Isso significa que é preciso que as mulheres tenham consciência da importância da mamografia e que procurem os serviços nas Unidades de Saúde”, recomenda Evandro Melo.

Além das Unidades Móveis de Saúde da Mulher, a Prefeitura de Manaus disponibiliza o exame de mamografia na Unidade de Saúde Ambulatorial (USA) Alfredo Campos (zona Leste), na USA Sálvio Belota (zona Norte), na Policlínica Comte Teles (zona Leste), na Policlínica Djalma Batista (zona Oeste) e na Policlínica Antônio Reis (zona Sul). O serviço também é disponibilizado por meio do Sistema de Regulação (SISREG).

Programação – Durante o mês de outubro, a Semsa, além de intensificar a oferta de mamografias nas quatro Unidades Móveis de Saúde da Mulher, vem promovendo ações de conscientização junto às mulheres em todas das Unidades de Saúde, incluindo a ações de prevenção ao câncer de colo de útero, que no Amazonas ainda é o tipo de câncer que mais mata mulheres, e acréscimo na oferta de preventivos. “Até a semana passada, as Unidades Móveis realizaram 964 preventivos no mês de outubro. No mês de setembro, o número total foi de 695 exames. O aumento da demanda refletiu o acréscimo no número de vagas disponibilizadas para o preventivo, que passou de 40 para 60 atendimentos diários, como parte da programação do Outubro Rosa”, explica o gerente do Programa Manaus Saúde Itinerante, William Terra.

Uma Unidade Móvel de Saúde da Mulher foi deslocada para Praça da Matriz este mês, atendendo a demanda do “Outubro Rosa”, e vai continuar atendendo no mesmo local até o dia 1º de novembro. Desde o dia 2 de outubro, a unidade móvel está atendendo o público feminino, diariamente das 8h às 17h, e aos sábados das 8h às 12h.

Para o exame da mamografia, mulheres com idade entre 50 e 69 anos podem procurar as unidades móveis sem necessidade de apresentar encaminhamento médico. Já as mulheres com menos de 50 anos podem realizar o exame, mas precisam apresentar o encaminhamento da Unidade de Saúde onde foram atendidas. Para a realização do preventivo, o público prioritário são mulheres com idade entre 25 e 64 anos. As mulheres com menos de 25 anos e que já iniciaram a vida sexual também podem realizar o exame nas unidades de saúde e nas unidades móveis.

Locais de atendimento das Unidades Móveis de Saúde:

Saúde da Mulher, Odontológica e Médico Laboratorial: No bairro Jorge Teixeira, na rua Nova Esperança, s/nº, no pátio da igreja católica Cristo Rei,  com serviços de ultrassonografia, mamografia, preventivo, consultas generalistas, pediátricas, posto de coleta de exame de laboratório – até dia 08/11; No Bairro Alvorada II – Rua J, nº02, no estacionamento do Pró-Menor Dom Bosco (zona Oeste) com serviços de ultrassonografia, mamografia, preventivo, odontologia, consultas generalistas e pediátricas, posto de vacinação e posto de vacinação e posto de coleta de exames laboratoriais – até 1º/11; Saúde da Mulher: Praça da Matriz – centro da cidade (zona Sul) com serviços de mamografia e preventivo – até 1º/11;

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Departamento de Comunicação-Semsa/(92) 3236-8315, 8842-8370

Setor saúde avalia ações desenvolvidas para a Copa 2014

quarta-feira, outubro 23rd, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e a Secretaria de Estado de Saúde (Susam) realizaram na manhã desta quarta-feira, 23, reunião para avaliação e acompanhamento das ações programadas para a Copa do Mundo 2014, nas áreas de Comunicação, de Saúde do Trabalhador (Cerest) e de Vigilância Sanitária.

A reunião contou com a participação do presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Bernardino Albuquerque, representantes municipais e estaduais do Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) e de representantes da Vigilância Sanitária com atuação em portos e aeroportos.

Segundo o assessor da Subsecretaria de Gestão da Saúde da Semsa, Romeo Rodrigues Fialho, o grupo responsável pela coordenação das ações programáticas do setor saúde para a Copa 2014 tem realizado periodicamente reuniões avaliando diferentes ações de saúde, verificando os avanços e as fragilidades identificadas em cada área.

“A maior parte das ações previstas para a Copa do Mundo já são realizadas de forma rotineira nas redes municipais e estaduais de saúde, mas como se trata de um evento esportivo de massa e que prevê a chegada de um grande número de pessoas de outras regiões do Brasil ou de outros países, é preciso tomar algumas precauções a mais, principalmente em relação à vacinação e na identificação de vetores e patógenos que podem ocasionar doenças”, explicou Romeo Fialho.

Durante a programação do Boi Manaus, dias 25 e 26 de outubro, os setores responsáveis pelas ações programáticas de saúde também irão avaliar determinadas estratégias que poderão ser aplicadas em todos os eventos de massa no município de Manaus. Além das ações de saúde, serão avaliadas estratégias para outros setores prioritários para grandes eventos, como Segurança Pública e Trânsito.

Nos dias 06 e 07 de novembro, a Semsa também estará realizando uma apresentação para o Ministério da Saúde sobre o status atual de desenvolvimento das ações de saúde programadas para a Copa do Mundo. “Todos os setores de saúde irão apresentar as ações desenvolvidas. A partir daí será possível verificar as dificuldades e elaborar novas estratégias caso seja necessário”, informou Romeo Fialho.

 

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Departamento de Comunicação – Semsa/(92) 3236-8315, 8842-8370

Semsa prepara campanha Antirrábica Animal

terça-feira, outubro 22nd, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai iniciar na próxima terça-feira, dia 29, a Campanha de Vacinação Antirrábica Animal, que deve imunizar aproximadamente 204.302 animais, entre cães e gatos, na zona urbana de Manaus.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que 120 equipes de vacinadores estarão atuando até o dia 16 de dezembro. “A população deve ficar atenta para receber em casa equipes que irão trabalhar realizando visitas para aplicar a vacina antirrábica. Os vacinadores estarão identificados com a camisa e o colete de vacinador, e a solicitação é para que os proprietários dos animais recebam bem os vacinadores, sempre que possível auxiliando na contenção dos animais para a aplicação da vacina”, explica Evandro Melo.

Só poderão tomar a vacina animais com mais de três meses de vida e que estejam em boas condições de saúde. Caso os vacinadores não encontrem os proprietários dos animais em casa, a equipe deixará um comunicado informando que visitou a residência com um telefone de contato para informações sobre as possibilidades de vacinação.

A raiva é uma doença grave causada por vírus do gênero Lyssavirus que ataca o sistema nervoso (cérebro, medula espinhal e nervos) dos mamíferos. O vírus é temporariamente eliminado principalmente pela saliva do animal doente e, geralmente, é transmitido quando o animal infectado morde, arranha profundamente ou lambe a pele lesionada de um outro animal ou pessoa.

Depois do início dos sintomas, os mamíferos normalmente adoecem e morrem, em média, em 10 dias. “Por ser uma doença que pode ser transmitida dos animais para os seres humanos e por apresentar letalidade em 100% dos casos, a raiva é uma zoonose de grande importância na saúde pública. O objetivo da campanha é imunizar cães e gatos, tanto para proteger os animais quanto para evitar a ocorrência de casos de raiva humana, que não são registradas há mais de 25 anos em Manaus”, destaca o diretor do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Francisco Zardo.

A meta da campanha, segundo Francisco Zardo, é vacinar 155.823 cães e 48.479 gatos. A Semsa também estuda a possibilidade de implantar quatro postos fixos nas zonas Norte, Leste, Oeste e Sul, caso haja demanda para o atendimento. Na zona Rural, tanto terrestre quanto fluvial, a vacinação antirrábica animal foi realizada entre os meses de abril e julho, atingindo oito mil animais.

Sintomas – Os sintomas da Raiva podem demorar a aparecer, mas quando o vírus atinge o sistema nervoso do animal, este pode apresentar os seguintes sinais de forma progressiva e rápida: mudança brusca de comportamento (inquietação, andar sem rumo, agressividade e isolamento); cães e gatos apresentam “tiques” como se estivessem mordendo o ar; salivação abundante; dificuldades para engolir; fotofobia (aversão à luz); mudanças nos hábitos alimentares; e paralisia das patas traseiras.

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Gerente de Jornalismo, em exercício: Marcella Normando

(92) 3236-8315

ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Semsa divulga funcionamento no aniversário de Manaus

terça-feira, outubro 22nd, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa que, durante o feriado do aniversário de 344 de Manaus, nesta quinta-feira, 24, e feriado do Dia do Servidor Público, que foi antecipado de segunda-feira, 28, para sexta-feira, 25, as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs), Policlínicas e Unidades de Saúde Ambulatoriais (USAs), suspenderão o funcionamento, retornando o atendimento na segunda-feira, dia 28.

Durante o feriado prolongado, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU – 192) manterá plantão de 24 horas para atender a população. A Maternidade Moura Tapajóz, localizada na Compensa, também continuará com o atendimento normal.

Também suspenderão atendimento, na quinta e sexta-feira, as unidades do Programa Farmácia Gratuita, incluindo as que funcionam nos terminais de ônibus da Cidade Nova (T3); Jorge Teixeira (T4) e do São José (T5), e na Unidade Básica de Saúde da Família – Sul 07, no bairro Aparecida.

 

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Gerente de Jornalismo, em exercício: Marcella Normando

(92) 3236-8315

decom.semsa@gmail.com

Semsa organiza 3ª Semana Municipal de Saúde Bucal

terça-feira, outubro 22nd, 2013

A Prefeitura de Manaus promove, de 29 de outubro a 1º de novembro, a 3ª Semana Municipal de Saúde Bucal. A abertura do evento vai acontecer no auditório Eulálio Chaves, na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), na Avenida General Rodrigo Octávio, 6200, Coroado I, no dia 29, às 14h, com o tema ‘Construindo a Rede Integrada de Saúde Bucal’.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que a 3ª Semana de Saúde Bucal será dividida em dois momentos: programação científica direcionada para profissionais de Saúde Bucal que atuam nas secretarias municipais de Saúde (Semsa) e de Educação (Semed), e atividades de Educação em Saúde e oferta de serviços para a população em geral.

“A programação tem como objetivo promover a qualificação dos profissionais e orientar a população sobre a importância dos cuidados em saúde bucal, além de promover divulgação dos serviços disponíveis na Rede Municipal de Saúde”, explicou Melo.

De acordo com a gerente da Rede de Saúde Bucal da Semsa, a cirurgiã dentista Nara Esquivel, a programação científica acontecerá no auditório Dr. Eulálio Chaves nos dias 29 de outubro, das 14h às 18h, e 1º de novembro, das 8h às 17h, com abertura e encerramento da Semana de Saúde Bucal. Serão abordados os temas ‘Saúde Bucal na Estratégia Saúde da Família (ESF)’, com a participação do consultor Samuel Moysés, representante do Ministério da Saúde, e ‘Integralidade da Atenção na Rede de Saúde Bucal’, com o consultor Eugênio Vilaça.

Será realizada ainda palestra sobre o ‘Panorama de Saúde Bucal em Manaus’. “A programação vai reunir 600 profissionais, entre cirurgiões dentistas, técnicos e auxiliares de consultório dentário da Semsa e da Semed. A meta é orientar os profissionais sobre o panorama atual de Saúde Bucal e sobre os novos direcionamentos no setor em Manaus”, informou Nara Esquivel.

A gerência da Rede de Saúde Bucal também vai organizar exposição de 50 banners com as diversas experiências em Saúde Bucal organizadas por profissionais da Semsa.

A programação do evento vai incluir também, dias 30 e 31 de outubro, exposição no shopping Ponta Negra e no Stúdio 5, com divulgação dos serviços oferecidos na Atenção Primária e nos Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs). Uma Unidade Móvel de Saúde Bucal estará posicionada no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, no bairro Cidade Nova, para atendimento à população na manhã de terça-feira, dia 29, e em horário integral nos dias 30 e 31. No dia 30 de novembro, haverá ainda ação educação em saúde na Casa do Idoso São Vicente de Paulo e na sede da ManausMed para atendimento ao servidor.

Serviços

A Prefeitura de Manaus oferta serviços odontológicos em 140 Unidades de Saúde, com ações de promoção, prevenção, recuperação e manutenção em Saúde Bucal, promovendo atendimento de procedimentos básicos de assistência odontológica, ações educativas/preventivas; procedimentos coletivos em espaços sociais e escolas; e atendimentos de urgência.

Também são oferecidos atendimentos por meio dos Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs), responsáveis por realizar tratamentos especializados como: Diagnóstico Oral e Cirurgia Oral Menor; Endodontia de dente permanente; Endodontia de dente decíduo; Periodontia; Atenção à Saúde da Pessoa com Deficiência; Odontopediatria – 0 a 3 anos; Ortodontia Preventiva; Prótese Dentária; Dor Orofacial e Disfunção Temporomandibular.

Departamento de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Eurivânia Galúcio
Gerente de Jornalismo: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315
ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Não houve adesão à greve, avalia Semsa

terça-feira, outubro 22nd, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) não caracterizou como movimento grevista a paralisação anunciada pelos médicos na segunda-feira, 21. Dos 1.143 médicos que trabalham na Semsa (900 do Município e 243 do Estado), apenas 10 não compareceram ao local de trabalho. “Nossas unidades de Saúde funcionaram normalmente, não houve interrupção. Todo o atendimento foi prestado à população, tudo dentro da normalidade”, avaliou a secretária municipal de Saúde em exercício, Lubélia de Sá Freire.

Na sexta-feira, 18, a desembargadora Encarnação das Graças Sampaio Salgado, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJA), acatou a liminar de Ação Civil Pública Inibitória proposta pela Prefeitura de Manaus e decidiu suspender a greve dos médicos. Em seu despacho, ela determinou que os atendimentos nas unidades de saúde fossem retomados, sob pena de pagamento diário de multa no valor de R$ 50 mil por descumprimento da ordem judicial, a ser paga pelo Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam) e pelos médicos que tenham aderido ao movimento grevista.

Departamento de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315
ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Semsa ganha, em Brasília, 1º lugar com pesquisa sobre malária

segunda-feira, outubro 21st, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) ganhou na manhã da sexta-feira, 18, em Brasília, o 1º lugar na 13ª Mostra Nacional de Experiências Bem Sucedidas em Epidemiologia, Prevenção e Controle de Doenças (Expoepi) com o trabalho intitulado “Redução sustentável da malária em Manaus, 2009-2012” de autoria da servidora Shelley Samia de Sá Maynarth. O trabalho apresentado pela Semsa foi um dos 704 selecionados entre pesquisas, experiências e artigos concorrendo em cinco modalidades de premiação.

“Foi uma emoção muito grande ter o trabalho reconhecido entre tantos outros concorrentes de vários estados do Brasil”, disse Shelley Maynarth ao saber da premiação. O trabalho foi apresentado no dia 15 de outubro e concorreu com outros 54 trabalhos mostrando a experiência do programa de ação de controle da malária, em Manaus, nos anos de 2009 a 2012.

Semsa intensifica ações de Combate à Sífilis Congênita

segunda-feira, outubro 21st, 2013

Para marcar o Dia Nacional de Combate à Sífilis Congênita, 21 de outubro, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está intensificando as ações de combate à doença. A programação está sendo coordenada pelo Núcleo de Doenças Sexualmente Transmissíveis/Aids e Hepatites Virais da Semsa, envolvendo 16 Unidades de Saúde, a Maternidade Moura Tapajóz e quatro escolas, duas na área urbana e duas na área rural.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que o objetivo é promover a prevenção e a detecção precoce da doença através de ações como a intensificação da oferta de testagem rápida para sífilis para a população em geral, distribuição de material informativo e de preservativos masculinos e femininos. “As ações da campanha seguem até o dia 30 de outubro e a estimativa é que sejam realizados mais de 1.500 testes para detecção da sífilis, com distribuição de 15.000 preservativos masculinos e 2.500 preservativos femininos”, informa Melo.

A sífilis é uma doença infecciosa causada pela bactéria Treponema pallidume pode ser transmitida de uma pessoa para outra durante o sexo sem camisinha com alguém infectado, por transfusão de sangue contaminado ou da mãe infectada para o bebê durante a gestação ou o parto (sífilis congênita). Todas as pessoas sexualmente ativas devem realizar o teste para diagnosticar a sífilis, principalmente as gestantes, pois a sífilis congênita pode causar aborto, má formação do feto e/ou morte ao nascer. O cuidado também deve ser especial durante o parto para evitar sequelas no bebê, como cegueira, surdez e deficiência mental.

Evandro Melo explica que a Prefeitura de Manaus iniciou este ano a implantação da oferta do teste rápido para o diagnóstico da sífilis nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), principalmente para aplicação durante a consulta do pré-natal das mulheres grávidas. “É importante detectar de forma precoce a doença entre as mulheres grávidas para evitar a chamada transmissão vertical da sífilis da mãe para o bebê durante a gestação ou o parto”, destaca Evandro Melo.

Desde março, o teste rápido para a sífilis, que determina o diagnóstico em 15 minutos, já foi implantado em 27 Unidades de Saúde do município de Manaus, permitindo que o tratamento contra a doença possa ser iniciado o mais rápido possível. Com isso, é possível fazer o diagnóstico no momento da primeira consulta do pré-natal, reduzindo as chances da criança apresentar sequelas ocasionadas pela doença. As demais Unidades de Saúde realizam o exame tradicional de sorologia, que determina o resultado em um período de 15 a 30 dias.

O trabalho de implantação do teste rápido para a sífilis continua a ser executado pela Prefeitura de Manaus, que pretende oferecer o serviço em pelos menos 59 Unidades Básicas de Saúde do município. Para isso, a Semsa, por meio de parceria com governo estadual e o Ministério da Saúde, promove treinamentos para profissionais como enfermeiros, psicólogos e assistentes sociais, que executam o teste e oferecem o aconselhamento pré e pós-diagnóstico.

Além das 27 UBSs que oferecem o serviço de teste rápido, a Maternidade Moura Tapajóz também disponibiliza o teste rápido antes do parto no caso da mulher não apresentar a confirmação da realização do exame para sífilis durante o pré-natal. Quando o teste resulta no diagnóstico confirmando a doença, a orientação é para que seja feita cesariana e não parto normal, reduzindo o risco de transmissão vertical e de sequelas para o bebê. “O uso do preservativo em todas as relações sexuais e o acompanhamento durante a gravidez são as estratégias mais simples e confiáveis de prevenção contra a sífilis”, alerta Evandro Melo.

Casos

A Rede Municipal de Saúde registrou, de janeiro a setembro de 2013, 182 casos notificados em adultos, 196 casos de sífilis em gestante e 90 casos de sífilis congênita.

Sinais e sintomas – Os primeiros sintomas da doença são pequenas feridas nos órgãos sexuais e caroços nas virilhas (ínguas), que surgem entre a 7 e 20 dias após o sexo desprotegido com alguém infectado. A ferida e as ínguas não doem, não coçam, não ardem e não apresentam pus. Mesmo sem tratamento, essas feridas podem desaparecer sem deixar cicatriz. Mas a pessoa continua doente e a doença se desenvolve. Ao alcançar um certo estágio, podem surgir manchas em várias partes do corpo (inclusive mãos e pés) e queda dos cabelos.

Após algum tempo, que varia de pessoa para pessoa, as manchas também desaparecem, dando a ideia de melhora. A doença pode ficar estacionada por meses ou anos, até o momento em que surgem complicações graves como cegueira, paralisia, doença cerebral e problemas cardíacos, podendo, inclusive, levar à morte.

Quando não há evidência de sinais e ou sintomas, é necessário fazer um teste laboratorial. Mas, como o exame busca por anticorpos contra a bactéria, só pode ser feito trinta dias após o contágio.

Recomenda-se procurar um profissional de saúde, pois só ele pode fazer o diagnóstico correto e indicar o tratamento mais adequado, dependendo de cada estágio. É importante seguir as orientações médicas para curar a doença.

Confira a programação completa: http://bit.ly/programacaoSEMSA

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Gerente de Jornalismo: Cláudia Barbosa

(92) 3236-8315

decom.semsa@gmail.com

Justiça manda suspender greve dos médicos

segunda-feira, outubro 21st, 2013

A desembargadora Encarnação das Graças Sampaio Salgado, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJA), acatou a liminar de Ação Civil Pública Inibitória proposta pela Prefeitura de Manaus e decidiu suspender a greve dos médicos na sexta-feira, 18. Em seu despacho, ela determina que os atendimentos nas unidades de saúde sejam retomados, sob pena de pagamento diário de multa no valor de R$ 50 mil por descumprimento da ordem judicial, a ser paga pelo Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam) e pelos médicos que tenham aderido ao movimento grevista.

Na decisão, a desembargadora afirmou que a greve no serviço público, em se tratando de serviços essenciais, não pode frustrar os princípios que balizam a atividade pública, entre eles os da continuidade, da regularidade e da obrigatoriedade.

“Considerando uma necessidade permanente de prestação do serviço, princípio este que deriva de sua indisponibilidade, do seu caráter essencial e do interesse geral que o servidor satisfaz; o princípio da regularidade, e o princípio da obrigatoriedade o qual deve ser entendido como o dever que pesa sobre quem tem a seu cargo a realização do serviço, de prestá-lo cada vez que lhe seja requerido por qualquer usuário”, diz o despacho.

A desembargadora determinou a cessação do movimento de greve, com a consequente manutenção plena da atividade funcional de todas as unidades de Saúde vinculadas ao Município de Manaus, e a abstenção, por parte dos profissionais, de qualquer ato de embaraço ao regular funcionamento dos órgãos essenciais.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, considerou justa a decisão do TJA e fez questão de agradecer aos profissionais que não aderiram à greve e continuaram trabalhando nesta sexta-feira, Dia do Médico, e disse que está aberto ao diálogo com os mais de 900 médicos da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

“Fomos à justiça para suspender a greve porque a população não pode ser prejudicada. Quero parabenizar os profissionais que continuaram trabalhando, que tiveram compreensão e não aderiram ao movimento. O prefeito Arthur Neto está investindo na Rede Municipal de Saúde, valorizando e motivando os profissionais para que a saúde seja cada vez melhor. Juntos, e sempre por meio do diálogo, buscaremos pelo modelo ideal de saúde, buscando o envolvimento da categoria para as mudanças necessárias das condições de trabalho com a Rede Saúde Manauara, criação do plano de cargos, carreiras e salários de 40 horas, representação da categoria médica na Mesa de Negociação Permanente do SUS, além de outras melhorias”, destacou Evandro Melo.

Em seu despacho na liminar, a desembargadora determina que o Município de Manaus seja autorizado a realizar o desconto na remuneração dos profissionais que tenham deixado de trabalhar em função da adesão ao movimento grevista.

A desembargadora relatou que o Sindicato dos Médicos comunicou à Procuradoria Geral do Município de Manaus que a Assembleia Geral Extraordinária realizada às 19h do dia 14 de outubro deste ano, deliberou pela paralisação (greve) por tempo indeterminado dos serviços médicos ambulatoriais do município, a partir de hoje, dia 18.

A Semsa destacou na ação judicial que o município de Manaus vem implementando diversos projetos que buscam obter avanços e êxitos nas relações de trabalho com seus servidores, tendo o Simeam participado de diversas reuniões conciliatórias como demonstram as atas de Reuniões Ordinárias da Mesa de Negociação Permanente do Sistema Único de Saúde (SUS) realizadas nos dias 25/03/2013, 09/04/2013, 07/05/2013, 10/07/2013 e 06/08/2103.

“Todavia, não obstante a administração municipal tenha se dedicado ao atendimento dos anseios dos servidores, buscando equacionar as demandas dos profissionais médicos e solucioná-los dentro dos limites do ente público, ressalta que o Simeam insiste em romper a negociação e ameaçar concretamente o Poder Público Municipal com a paralisação agendada para este dia 18 de outubro, sem previsão de retorno, causando temor em toda a população que necessita diariamente dos serviços médicos”, disse a Semsa na Ação Judicial.

Departamento de Comunicação – Semsa/ (92) 3236-8315

Prefeitura terá Unidade Móvel de Pronto Atendimento no Boi Manaus

quinta-feira, outubro 17th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai colocar em funcionamento pela primeira vez, durante o Boi Manaus, uma Unidade Móvel de Pronto Atendimento, adaptada para atendimento pré-hospitalar. A unidade móvel será instalada no sambódromo nos dias 25 e 26 de outubro, durante a programação artística e cultural organizada para as comemorações pelos 344 anos de Manaus.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que a Unidade Móvel foi uma determinação do prefeito Arthur Neto para a oferta de atendimento em grandes eventos, quando há uma maior concentração de pessoas. “A Unidade Móvel de Pronto Atendimento vai atender uma demanda identificada em grandes eventos como o Boi Manaus e nas festas de final de ano na Ponta Negra, oferecendo uma estrutura física mais adequada”, afirma Melo.

A nova estrutura, com 12 metros de comprimento e seis metros de largura, terá a capacidade para oito leitos, sendo um com estrutura de UTI para casos mais graves, com dois médicos, um enfermeiro e quatro técnicos de enfermagem.

De acordo com a diretora do Departamento de Rede de Urgência e Emergência da Semsa, Moísa Bonfim Carneiro, a Unidade Móvel deverá fazer o primeiro atendimento de todas as ocorrências que necessitem intervenção da equipe de saúde e encaminhará os casos mais graves para os hospitais.

“A Semsa já realiza esse primeiro atendimento nos grandes eventos, montando postos fixos nos locais de grande concentração de pessoas, mas a Unidade Móvel de Pronto Atendimento proporcionará um espaço mais adequado para resolver ocorrências de pequeno porte, que representam cerca de 90% dos atendimentos no Boi Manaus, e para encaminhar os casos mais graves para os hospitais”, explica Moísa Bonfim.

O novo serviço também será utilizado durante os jogos da Copa do Mundo de 2014, complementando os serviços de primeiro atendimento no estádio Arena da Amazônia que serão coordenados pela Federação Internacional de Futebol Associado (FIFA).

Durante as duas noites no sambódromo, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) também vai manter três ambulâncias, duas Unidades de Suporte Básico (USBs) e uma Unidade de Suporte Avançado (USA).

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Departamento de Comunicação – Semsa/(92) 3236-8315

Primeiros dias de atendimento de médico estrangeiro são positivos

quinta-feira, outubro 17th, 2013

O idioma não está sendo uma barreira nos primeiros dias de trabalho do médico espanhol Abraham Alba, 27, que desde a última segunda-feira, 14, está trabalhando na Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) N-55, localizada na Rua 29, s/nº – Conjunto Buritis, no bairro Nova Cidade, zona Norte. O médico espanhol é um dos cinco médicos estrangeiros do Programa Mais Médicos que iniciaram atendimento nas Unidades Básicas de Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

O topógrafo Elias Ferreira da Silva, que sofreu recentemente um princípio de derrame, foi uma das pessoas atendidas pelo médico espanhol. O diálogo entre médico e paciente foi considerado positivo. “Gostei muito do atendimento do médico espanhol porque se não fosse esse Programa Mais Médicos, eu não teria sido atendido nessa unidade de saúde e tendo médico para nos atender facilita muito, pois aqui é uma área isolada e bastante longe de outros centros de saúde”, disse Elias Silva

Para Abraham, a expectativa é trabalhar muito para uma população que realmente necessita de um médico. Abraham Alba passa a integrar a Equipe de Saúde da Família N-55 que atende 2.354 pessoas e aproximadamente 705 famílias residentes no Conjunto Buritis e que não recebiam atendimento de médico há pelo menos dois anos.

Quinze médicos (todos brasileiros) iniciaram atendimento no mês de setembro e mais cinco médicos agora se juntam ao Programa Mais Médicos em Manaus. Entre os cinco profissionais que iniciaram atendimento na segunda-feira (14), dois são da Bolívia (marido e mulher), um da Venezuela, um de Portugal e um da Espanha. São profissionais com experiência em Atenção Básica e alguns têm especialização em áreas como medicina do trabalho e cirurgia plástica.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, todos os profissionais estrangeiros participaram, durante três semanas, de atividades de acolhimento e avaliação executadas pelo Ministério da Saúde, sob a supervisão de instituições de ensino e tutoria de médicos brasileiros. O grupo passou por uma prova escrita de língua portuguesa e sobre conhecimentos do Sistema Único de Saúde, além de uma prova oral também em língua portuguesa.

“A atuação dos profissionais estrangeiros será acompanhada por uma comissão com representantes do Ministério da Saúde, dos governos estaduais e municipais, assim como da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). Para os profissionais que irão atuar no município de Manaus, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) montou também um grupo, a partir dos Distritos de Saúde, para acompanhamento e apoio aos médicos”, informou Melo.

Todos cumprirão uma carga horária de 40 horas semanais e irão realizar atendimento no programa Estratégia Saúde da Família (ESF), compondo uma equipe formada por um enfermeiro, dois técnicos de enfermagem e sete agentes comunitários de saúde.

Reportagem: Luciete Pedrosa
Departamento de Comunicação–Semsa/ (92) 3236-8315

Manausmed promove dia de vacinação aos seus segurados

quarta-feira, outubro 16th, 2013

Os segurados do Serviço de Assistência à Saúde do Servidor Público do Município de Manaus (Manausmed) que buscarem atendimento no órgão nesta quinta-feira, 17, terão acesso a vários tipos de vacinas. A ação será realizada pelo Manausmed em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

Das 9h às 12h, vacinas como a tríplice viral, H1N1, Hepatite B e febre amarela serão disponibilizadas a todos que estiverem devidamente cadastrados ao Manausmed. Só poderão ser imunizadas as pessoas que levarem seu cartão de vacina.

A ação ocorre no Dia Nacional da Vacinação e serve de alerta para a necessidade da população se manter imune à doenças com vacinas disponíveis em outras épocas, além dos períodos de mobilização de saúde.

Outubro Rosa

O Manausmed deu continuidade, na terça-feira, 15, a suas atividades em alusão ao Outubro Rosa. Profissionais de saúde do Distrito de Saúde Sul estiveram durante a manhã ministrando palestras e esclarecendo dúvidas dos segurados sobre o câncer de colo de útero de de mama.

“É preciso que a mulher entenda que é simples e indolor o exame papa nicolau, no caso do câncer de colo de útero, e que existem serviços como a Carreta da Mulher que viabilizam a mamografia. É só buscar atendimento e buscar tratamento imediato caso seja detectada alguma alteração. A cura é possível”, alertou a enfermeira Adriana de Oliveira.

Cinco médicos estrangeiros iniciam atendimento em Manaus

terça-feira, outubro 15th, 2013

Os cinco médicos estrangeiros do Programa Mais Médicos receberam na sexta-feira (11) a liberação do registro no Conselho Regional de Medicina do Amazonas (CRM-AM) para começarem a trabalhar na segunda-feira (14) em Manaus. Quatro irão trabalhar na zona Norte e um na zona Leste, em Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF). A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) contabiliza agora 20 médicos do programa trabalhando na capital, sendo 15 brasileiros. A Prefeitura de Manaus aguarda agora uma nova lista do Ministério da Saúde com o nome de novos profissionais que vão trabalhar na cidade.

Os profissionais estrangeiros foram recebidos pelo prefeito Arthur Neto, durante o lançamento do Programa Rede Saúde Manaura, que aconteceu na última sexta-feira, dia 11. Segundo o prefeito, todos os médicos do programa vão trabalhar em unidades saúde localizadas nas áreas de periferia urbana nas zonas Norte, Leste e Oeste, e nos postos de saúde rural (terrestre e ribeirinha), onde há falta desses profissionais.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, informou que todos os profissionais do Mais Médicos cumprirão uma carga horária de 40 horas semanais e irão realizar atendimento no programa Estratégia Saúde da Família (ESF). “Eles irão compor uma equipe formada por um enfermeiro, dois técnicos de enfermagem e sete agentes comunitários de saúde, e fortalecendo a Atenção Primária à Saúde”, explica Nilson Ando, coordenador do programa na Semsa.

Os cinco profissionais estrangeiros e os 15 brasileiros, além de outros 69 médicos que irão atuar nos municípios do interior do Amazonas, participaram de uma capacitação em nivelamento oferecida pelo Governo do Estado, na Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT/HVD), realizada no mês de setembro, com orientações sobre o perfil epidemiológico das doenças típicas da região Amazônica, as questões de saúde indígena, o controle de endemias como dengue e malária, e as principais doenças e agravos no Amazonas.

O médico espanhol, Abraham Alba, é um dos mais ansiosos para começar o trabalho, na UBSF N55, no bairro Nova Cidade, zona Norte. A sua vinda para o Brasil foi até acompanhada por uma emissora nacional de televisão, que registrou a sua saída da Espanha, mostrando toda a sua trajetória vindo para o Brasil. Na Espanha ele recebia R$ 4 mil e no Programa Mais Médicos, receberá R$ 10 mil. “Me inscrevi no Programa porque gosto de trabalhar com a população mais carente, cuidar dela. Já conheci a minha equipe de trabalho e estou muito entusiasmado e motivado para fazer saúde e atender muito bem às pessoas”, afirmou.

Departamento de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Eurivânia Galúcio
Gerente de Jornalismo: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315
ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Semsa aguarda novas doses da vacina HPV para iniciar 2ª fase

segunda-feira, outubro 14th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) aguarda a chegada de novas doses da vacina contra o HPV (Papilomavírus Humano) para iniciar a segunda fase da Campanha de Vacinação contra o Câncer de Colo do Útero, com previsão para o próximo dia 31 de outubro. Na primeira fase da campanha, foram aplicadas 48.589 doses da vacina em meninas de 11 a 13 anos de idade, o que corresponde 87% de um total de 55.230 adolescentes matriculadas nas 688 escolas da rede pública e particulares. A campanha teve início no dia 9 de agosto em parceria com o Governo do Estado e foi encerrada no último dia 5 de outubro.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, 6.641 meninas de 11 a 13 anos deixaram de se vacinar sendo que 2.880 alunas não devolveram os formulários com autorização dos pais; 385 pais ou responsáveis não autorizaram a vacinação nas adolescentes e 3.376 alunas faltaram às aulas nos dias marcados para a vacinação.

As meninas que já tomaram a primeira dose da vacina contra HPV, em agosto e setembro, devem tomar outra dose em novembro deste ano e a terceira em março de 2014. Para a aplicação da vacina é exigida apresentação de autorização por formulário assinado pelos pais ou responsáveis.

O vírus papilomavírus (HPV) é responsável por 90% dos casos de câncer de colo do útero, que é o tipo de câncer que mais atinge e que mais causa a morte de mulheres em toda a região Norte. No ano de 2012, foram 196 mortes somente na capital amazonense. O tratamento para a cura do câncer custa em torno de R$ 14 mil para o Sistema Único de Saúde (SUS) e não há a garantia de vida para a paciente.

O que é o HPV

É a sigla em inglês para Papilomavírus Humano. O HPV é capaz de infectar a pele ou as mucosas e possui mais de 100 tipos. Do total, pelo menos 13 têm potencial para causar câncer. Estimativa da Organização Mundial da Saúde (OMS) aponta que 291 milhões de mulheres no mundo são portadoras do HPV, sendo que 32% estão infectadas pelos tipos 16, 18 ou ambos. No Brasil, a cada ano, 685.400 pessoas são infectadas por algum tipo do vírus.

O HPV é transmitido por contato direto com a pele infectada. Grande parte das infecções é assintomática ou não aparente. Tanto o homem quanto a mulher podem estar infectados pelo vírus sem apresentar sintomas. Entretanto, o vírus é responsável por 90% dos casos de câncer de colo do útero, sendo esta a primeira causa de óbitos em mulheres por câncer no Amazonas.

A prevenção contra o vírus se dá através da adoção de medidas de proteção nas relações sexuais e por meio da vacinação. Salienta-se que o câncer de colo de útero pode ser detectado precocemente na realização regular do exame de papanicolau que diagnostica alterações celulares do colo do útero.

Departamento de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Luciete Pedrosa
Gerente de Jornalismo: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315
decom.semsa@gmail.com

Prefeitura de Manaus lança Rede Saúde Manauara

segunda-feira, outubro 14th, 2013

O prefeito de Manaus Arthur Virgílio Neto lançou na sexta-feira, 11, a Rede Saúde Manauara. O evento aconteceu no auditório Eulálio Chaves, na Universidade Federal do Amazonas (Ufam), localizado na Avenida General Rodrigo Octávio, nº 6.200, Coroado I, das 8h às 12h, e também contou com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, a secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Goreth Garcia Ribeiro, e do secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim.

Este novo programa pretende estabelecer uma nova forma de executar as ações de saúde no município de Manaus, buscando a integração dos serviços, fortalecendo a Atenção Primária, onde é realizado o primeiro atendimento à população e que tem capacidade para resolver cerca de 80% das necessidades e problemas de saúde.

O prefeito Arthur Neto destacou a importância do lançamento da Rede Saúde Manauara como uma forma de marcar o novo momento da área da saúde no município de Manaus, em que a meta é ampliar o acesso da população aos serviços de Atenção Primária à Saúde.

“A Prefeitura de Manaus vai construir 40 novas Unidades Básicas de Saúde, com três ou quatro equipes de Saúde da Família, todas funcionando em horário ampliado. Serão reformadas 45 Unidades de Saúde que serão adequadas ao novo modelo. Também serão ampliadas 28 Unidades de Saúde, sendo 18 na área rural. Será iniciada a construção de 15 Academias da Saúde, nos próximos três anos”, informou Arthur Neto, lembrando que serão investidos R$ 70 milhões de recursos municipais e R$ 80 milhões do Governo Federal.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explicou que a Rede Saúde Manauara vai impedir que muitas pessoas lotem os hospitais, pois vai poder resolver a maioria dos problemas nos bairros, em unidade de saúde. “O objetivo central é qualificar o atendimento em saúde, expandir o acesso aos serviços para atender no mínimo 70% da população por meio da Estratégia Saúde da Família, e integrar as ações para oferecer um atendimento integral aos usuários do Sistema Único de Saúde”, explicou Melo.

Para o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, o lançamento da Rede Saúde Manauara representa um momento importante para Atenção em Saúde, não somente para o município, mas também para todo o estado do Amazonas. “O estado e o município mantinham sistemas de saúde discordantes, mas com a Rede Saúde Manauara a expectativa é que ocorra a integração das ações que são desenvolvidas, trazendo benefícios diretos para a população”, afirmou Wilson Alecrim.

Mais qualidade

O lançamento da Rede Saúde Manauara é um dos resultados do trabalho de consultoria executado pelo sanitarista Eugênio Vilaça, responsável pelo processo de reordenamento da Atenção Primária à Saúde em Manaus, que vem sendo executado desde o início do ano com a meta de melhorar a qualidade do atendimento e garantir um melhor acesso da população aos serviços de saúde.

A partir da consultoria foi realizado um diagnóstico dos serviços de saúde em Manaus, onde foram detectados problemas como a redundância e fragmentação na oferta de serviços nos Estabelecimentos de Saúde, falta de comunicação entre a rede de atendimento, ausência de padronização nos atendimentos, dificuldades para atender a demanda espontânea e a falta de classificação de risco, que determina a urgência ou não do atendimento.

“Para superar todos esses problemas é preciso alterar o modelo de Atenção Primária em Saúde que vem sendo utilizado em grande parte do país e que não vem se mostrando capaz de resolver 80% dos problemas de saúde da população, provocando sobrecarga nos outros níveis de atenção, de média e alta complexidade”, ressaltou Evandro Melo.

A maior preocupação da Semsa é, a partir da Rede Saúde Manauara, fortalecer a Atenção Primária como ordenadora e coordenadora do cuidado em saúde em todos os níveis de atenção, buscando promover a resolução dos problemas da chamada tripla carga de doenças que atinge a população em Manaus: doenças agudas (Doenças transmissíveis como Influenza e Dengue, Doenças inflamatórias ou infecciosas como Apendicite e Amigdalite); doenças crônicas, que têm longa duração ou são condições permanentes para os pacientes, e exigem ações contínuas e integradas da rede de saúde em todos os níveis de assistência (Ex: diabete, hipertensão arterial, cânceres, doenças respiratórias e cardiovasculares); e as doenças ocasionadas por causas externas (acidentes de trânsito e violência).

Saúde da Família

A principal estratégia da Rede Saúde Manauara para organizar a Atenção em Saúde é expandir a cobertura de atendimento da Estratégia Saúde da Família, saindo dos atuais 40% para o mínimo de 70% da população que depende exclusivamente do Sistema Único de Saúde em Manaus, até 2016. Os outros 30% da população têm plano de saúde ou utilizam o sistema privado de saúde

“O desafio é fazer com que a população receba atendimento em uma Unidade Básica, localizada próximo da sua casa, vinculada a uma equipe de profissionais qualificados, protegida por uma rede que ofereça serviços de saúde que realmente resolvam os problemas, mas que garanta, quando necessário, o acesso aos outros pontos de atenção para complementar seu atendimento”, informou Melo.

A vinculação de 70% da população a uma Unidade Básica de Saúde vai facilitar o trabalho de promoção da saúde e de prevenção às doenças. As famílias serão cadastradas por uma equipe de Saúde da Família, com informações sobre histórico médico e situação da família, buscando o diagnóstico precoce das doenças, promovendo um estilo de vida saudável e combatendo hábitos como o uso do cigarro.

Para atingir essa meta, a Prefeitura de Manaus também pretende construir ao menos cinco Centros de Atenção Psicossocial (CAPs) e um Centro de Especialidade Odontológica (CEO), além dos três CEOs já existentes. Também serão construídas duas unidades de Pronto Atendimento do município. As Policlínicas serão formatadas e colocadas em locais de mais fácil acesso. O SAMU será ampliado e melhorado, deixando de ser apenas municipal, para atender toda a região metropolitana.

Prioridades

Com o diagnóstico sobre a situação de saúde no município de Manaus, foram definidas cinco questões prioritárias para intervenção: redução da morbimortalidade (adoecimento e morte) materno-Infantil, redução da morbimortalidade por câncer de colo de útero e câncer mama; redução da mortalidade por causas externas (violência e acidentes), redução da morbimortalidade por doenças cardiovasculares e diabetes, e redução da morbimortalidade por doenças endêmicas.

Para atender a esses objetivos estratégicos, a Semsa irá fortalecer a Atenção à Saúde da Criança e da Mulher, a Atenção à Urgência e Emergência, a Atenção às Condições Crônicas e a Atenção às Doenças Endêmicas. “O fortalecimento desses serviços vai permitir atingir a meta de resolver pelo menos 80% dos problemas de saúde da população na Atenção Primária. São questões que irão exigir ações integradas de diferentes instituições”, explicou Evandro Melo.

O secretário cita como exemplo a mortalidade infantil que, mesmo tendo registrado uma redução de 41% nos últimos dez anos em Manaus, ainda está acima do considerado aceitável pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que recomenda um índice de mortalidade infantil abaixo de 10 óbitos para cada mil nascidos vivos. “Em 2012, o índice ficou em 13,36 óbitos para cada mil crianças nascidas vivas, sendo que 70% dessas mortes ocorrem por causas evitáveis, entre elas, falta de atenção adequada à mulher durante a gestação, no parto e também ao feto e ao bebê. Além desses fatores, a mortalidade infantil também está associada à educação, ao padrão de renda familiar, ao acesso aos serviços de saúde, à oferta água tratada e esgoto e ao grau de informação das mães”, descreve Evandro Melo.

Para o consultor Eugenio Vilaça, as evidências mostram que as Redes de Atenção à Saúde produzem benefícios como: melhores resultados sanitários entre pacientes com condições crônicas, reduzem a referência dos pacientes a especialistas e aos hospitais, aumentam a eficiência dos sistemas de atenção à saúde e aumentam a satisfação das pessoas que usam o sistema de saúde.

Semsa realiza atendimento para controle da raiva humana

quinta-feira, outubro 10th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou, de janeiro a agosto deste ano, 3,3 mil atendimentos de profilaxia e controle da raiva humana. Além de vacinação antirrábica, as unidades de saúde realizam encaminhamento do paciente à Fundação de Medicina Tropical para complemento do esquema de tratamento com soro antirrábico e os pacientes também recebem cuidados necessários para tratar a ferida, orientações sobre observação do animal agressor e sobre a necessidade de retorno da observação.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que as ações de profilaxia e controle da raiva humana são executadas na ocorrência de agressões de cães, gatos, macacos, morcegos e outros mamíferos. Também são realizados atendimentos aos profissionais, como veterinários e tratadores, em risco de sofrer agressões por animais suspeitos para a transmissão da raiva.

“No ano de 2012, foram realizados um total de 6.116 atendimentos nas Unidades de Saúde. A maior prevalência do número de atendimentos está relacionada às agressões de cães e é importante lembrar que todos os profissionais seguem um protocolo para definir o tipo de atendimento necessário para cada paciente”, explica Evandro Melo.

O atendimento de profilaxia e controle da raiva humana é realizado em 31 estabelecimentos de saúde no município de Manaus: seis unidades no Distrito de Saúde Norte (Disa Norte), seis unidades no Distrito Sul, nove unidades no Distrito Leste e dez unidades no Distrito Oeste. Todos os profissionais que atuam no atendimento são capacitados pela própria Semsa de forma rotineira e também passam por capacitação realizada pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS).

Unidades que prestam atendimento nas Ações de Profilaxia e Controle da Raiva Humana DEVAE/SEMSA Disa Norte:

UBS Armando Mendes – Semsa / Endereço: Rua 05 S/N Conjunto  Manoa / Cidade Nova; Policlínica José Antônio da Silva – Semsa / Endereço: Rua das Aroeiras, Monte das Oliveiras; UBS Áugias Gadelha – Semsa / Endereço: Rua  A  S/N  Conjunto Ribeiro Júnior  Cidade Nova; UBS/PA  Balbina Mestrinho – Semsa / Endereço: Rua 17, N. 170,  Núcleo 3, Cidade Nova II; Policlínica Ana Barreto – Semsa / Endereço: Av. Grande Circular, S/N, Monte Sião; USA Sálvio Belota – Semsa/ Endereço: Rua das Samambaias, Nº 786, Santa Etelvina;

Disa Sul:

Policlínica Castelo Branco – Semsa / Endereço: Rua do Comércio  S/N  – Parque Dez ; UBS Japiim – Semsa / Endereço: Rua 31,  Conjunto  31 De Março,  S/N  Japiim; UBS Dr. José Rayol Dos Santos – Semsa / Endereço: Av. Constantino Nery, 4261, Chapada; UBS Petrópolis – Semsa / Endereço: rua Delfim Afonso De Souza,  S/N, Petrópolis; UBS Theodomiro Garrido – Semsa, Endereço: Rua São José, S/N, Colônia Oliveira Machado; UBS Morro Da Liberdade – Semsa / Endereço: Rua São Benedito S/Nº, Morro Da Liberdade;

Disa Leste:

UBS/PA Alfredo Campos – Semsa / Endereço: rua André Araújo,  s/n, Zumbi; Hospital Chapot Prevost – Susam / Endereço: Estrada do Aleixo,  S/N, Colônia Antônio Aleixo; UBS Geraldo Magela – Semsa / Endereço: Rua Um  S/N  Armando Mendes; UBS Gilson Moreira – Semsa / Endereço: Rua Natal  S/N  Zumbi  I; Pol. Ivone Lima dos Santos – Semsa  / Endereço: Rua 08,  S/N, Conjunto Laura Vicuña  Coroado; UBS José Am. Palhano – Semsa / End: Rua Antônio Matias  S/N  São José II; UBS Maria Leonor Brilhante – Semsa / Endereço: Av. Grande Circular,  8004, Tancredo Neves; UBS Mauazinho – Semsa / Endereço: Rua Rio Negro, 113,  Mauazinho; UBS Dra. Luiza Do Carmo – Semsa / Endereço: Rod. Br 319, 5585, Vila da Felicidade

Disa Oeste

UBS Ajuricaba – Semsa / Endereço: Rua Gusmânia, 893, Conjunto Ajuricaba; UBS Deodato de Miranda Leão – Semsa / End: Av. Presidente Dutra  S/N Glória; UBS Dom Milton Corrêa – Semsa / Endereço: Rua Tiradentes, S/N, Santo Agostinho; CAIC José Carlos Mestrinho – Susam / Endereço: Rua 05,  367,  Alvorada; UBS Luiz Montenegro – Semsa / Endereço: Av. Desembargador João Machado, S/N,  Lírio do Vale; UBS Santo Antônio – Semsa / Endereço: Rua Lauro Bitencourt, S/N, Santo Antônio; UBS Lindalva Damasceno – Semsa / Endereço: Estrada do Turismo, Km 3, Tarumã; UBS Santos Dumont – Semsa /Endereço: Rua Norberto Wongall, 434, Flores; UBS Leonor De Freitas – Semsa / Endereço:  Av. Brasil  S/N  Compensa; Pol. Dr. Djalma Batista- Semsa / Endereço: Rua 23 de Dezembro, S/N, Compensa.

Reportagem: Eurivânia Galúcio
Departamento de Comunicação – Semsa/ (092) 3236-8315

Samu recebe 25 novas ambulâncias

terça-feira, outubro 8th, 2013

A Prefeitura de Manaus realiza na próxima quinta-feira, 10, a entrega de 25 novas ambulâncias para utilização do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192).  A entrega dos veículos acontecerá no pátio da Maternidade Moura Tapajóz, na Avenida Brasil, n°1335, bairro da Compensa I, a partir das 10h.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, informa que, entre os 25 veículos, estão incluídas cinco Unidades de Suporte Avançado (USAs), 18 Unidades de Suporte Básico (USBs) e duas Unidades de Suporte Básico com tração nas quatro rodas para utilização em áreas rurais de difícil acesso.

As 25 ambulâncias estão sendo repassadas ao município de Manaus pelo Ministério da Saúde, atendendo solicitação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). A diretora do Departamento de Rede de Urgência e Emergência da Semsa, Moísa Bonfim Carneiro, disse que o Ministério da Saúde deverá fazer o repasse de outras 10 ambulâncias, ainda este ano, totalizando 35 novos veículos para utilização do SAMU 192, em Manaus.

“Com o repasse dos veículos pelo Governo Federal, a frota do Samu em Manaus terá dez veículos a mais para atender a população. Atualmente, o Samu trabalha com 25 ambulâncias, sendo que nove são alugadas. As novas ambulâncias substituirão os veículos mais antigos, que serão utilizadas como reserva técnica pelo Samu”, explica Moísa Carneiro.

O Samu integra a rede de urgência e emergência de Manaus, com a função de atender, através de acesso telefônico gratuito pelo número 192, solicitações de ajuda médica para a população em casos graves de saúde.  O serviço também disponibiliza atendimento através de Unidades Básicas de Saúde Fluviais e Unidades de Saúde Avançadas Fluviais, com 10 bases descentralizadas e uma base central de atendimento. A equipe do Samu inclui médicos preparados para dar orientações de primeiros socorros por telefone e que definem o tipo de atendimento que será necessário. Em alguns casos, basta orientação por telefone para atender a solicitação. Caso contrário, o atendente escuta a solicitação e, a partir dessas informações, define o tipo de assistência necessária, o tipo de ambulância e a equipe de profissionais adequados a cada caso, encaminhando para o atendimento.

Confira as situações em que o SAMU deve ser chamado:

* Na ocorrência de problemas cardiorespiratórios
* Em casos de Intoxicação exógena (substâncias químicas)
* Em caso de queimaduras graves
* Na ocorrência de maus tratos
* Em trabalhos de parto onde haja risco de morte da mãe ou do feto
* Em casos de tentativas de suicídio
* Em crises hipertensivas
* Quando houver acidentes/trauma com vítimas
* Em casos de afogamentos
* Em casos de choque elétrico
* Em acidentes com produtos perigosos
* Na transferência inter-hospitalar de doentes com risco de morte

Departamento de Comunicação – Semsa/(92) 3236-8315

Manaus comemora 25 anos do SUS

terça-feira, outubro 8th, 2013

A realização de transplantes gratuitos, a erradicação no Brasil de doenças como sarampo e a paralisia infantil, por meio de vacinas disponibilizadas pela rede pública de saúde, consequentemente diminuindo a mortalidade infantil, foram algumas das conquistas do Sistema Único de Saúde (SUS), que completou 25 anos neste sábado, 05. Para comemorar a data, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e os conselheiros municipais de Saúde organizaram um grande evento na Avenida Eduardo Ribeiro para festejar os avanços na saúde pública.

Os secretários municipal de Saúde, Evandro Melo, e o do Estado, Wilson Alecrim, fizeram a abertura do evento, que teve a participação do deputado estadual, Sinésio Campos. “Nós brasileiros temos que nos orgulhar porque temos o melhor plano de saúde, que é o SUS. Mesmo quem tem plano de saúde particular, utiliza o SUS quando leva o filho para vacinar, quando solicita uma ambulância do Serviço Móvel de Urgência, o Samu. Temos que nos orgulhar antes de criticar, porque o SUS é algo que não se pode perder”, destacou Evandro Melo.

Wilson Alecrim lembrou que há 15 anos o Brasil não registra casos de sarampo, graças às vacinas disponibilizadas na rede pública. “Os brasileiros também fazem transplante gratuitamente, entre outros serviços que fazem do SUS referência na saúde em todo o mundo”, afirmou.

O secretário Evandro Melo disse que a programação de aniversário do SUS faz parte de uma ampla mobilização nacional que acontece em todo o Brasil para comemorar os avanços e as conquistas do SUS nos últimos 25 anos, além de promover a reflexão sobre os desafios que ainda precisam ser enfrentados para fortalecer o setor público de saúde.

“O SUS pode ser considerado uma grande conquista para o povo brasileiro, que, a partir de 1988, passou a ter direito à saúde de forma garantida em lei. Milhões de brasileiros deixaram de depender da filantropia para ter atendimento em saúde, já que antes do SUS apenas pessoas com emprego formal e a carteira do Instituto Nacional de Assistência Médica da Previdência Social (INAMPS) tinham direito à assistência em Saúde”, destaca Melo.

O conselheiro Gilson Aguiar ressaltou que o Conselho Municipal de Saúde leva aos municípios mais distantes o conhecimento do SUS. “Temos também um trabalho de capacitação dos nossos conselheiros sobre a importância do SUS, que é a melhor política do sistema de saúde”, afirmou.

SUS – Com uma estrutura baseada em princípios como a universalidade do acesso para todas as pessoas e integralidade de atendimento, o SUS segue a mesma doutrina e princípios de organização em todo o território nacional, representando uma rede de cuidado para a promoção, prevenção, proteção e recuperação da saúde. Foi instituído pela Constituição Federal de 1988, com sua origem no movimento conhecido como Revolução Sanitária, nascido nos meios acadêmicos na década de 1970, no qual a principal pilar era a defesa da saúde como direito de todos.

Evandro Melo destacou que a rede municipal de saúde, coordenada pela Prefeitura de Manaus, é parte integrante do SUS e organiza a oferta de serviços da Atenção Primária em Saúde, onde é realizado o primeiro atendimento ao cidadão.

De 2011 até julho deste ano, a Semsa executou 4.028.648 consultas médicas e 6.634.664 exames laboratoriais. “Juntamente com todos os outros serviços de assistência em saúde, o SUS oferece uma rede de proteção a cada cidadão, procurando garantir a qualidade de vida das pessoas. Nós sabemos que o SUS tem entraves que precisam ser superados, mesmo porque é uma política em permanente construção. Os desafios na área de saúde hoje não são os mesmos de 25 anos atrás, mas cada cidadão deve procurar trabalhar para que as conquistas sejam mantidas e buscar participar do processo de melhoria do Sistema Único de Saúde”, reforça Evandro Melo.

Durante o evento deste sábado na Avenida Eduardo Ribeiro, com concentração próxima ao Teatro Amazonas, o CMS promoveu apresentação do cantor Arlindo Júnior e de apresentação teatral grupo de Educação Popular da Semsa, coordenado pela Técnica em Comunicação da Semsa, Denise Amorim, que apresentou a “locomotiva do SUS”, mostrando a integralidade dos serviços, de forma bem animada.

Departamento de Comunicação – SEMSA
(92) 3236-8315

Prefeitura tem programação especial para detecção de câncer

quinta-feira, outubro 3rd, 2013

Durante a abertura do ‘Outubro Rosa’, em Manaus, na terça-feira, os secretários Municipais de Saúde (Semsa), Evandro Melo, e de Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh), Goreth Garcia Ribeiro, anunciaram os locais onde as mulheres poderão fazer exames de mamografia e preventivo (papanicolau). O ‘Outubro Rosa’ é uma campanha mundial que ilumina locais públicos para incentivar o tratamento preventivo do câncer.

A abertura da campanha foi na Ponta Negra. O anfiteatro e o chafariz estarão coloridos de rosa até o fim deste mês. A Prefeitura, além de campanhas educativas, incentivará as mulheres da cidade a procurarem as unidades móveis para realizarem os exames. A programação especial também levará os exames às servidoras públicas.

“Vamos dar atendimento as nossas servidoras. É compromisso do Prefeito Arthur Virgílio Neto da a maior ênfase possível a essa campanha para incentivar a busca do serviço de saúde pelas mulheres. Essa é uma luta da Prefeitura de Manaus”, anunciou Goreth Garcia.

De acordo com o secretário Municipal de Saúde, Evandro Melo, a Semsa tem uma estrutura de oferta de exames de mamografia em todas as zonas da cidade, mas a procura das mulheres pelo exame é baixa.

“Hoje a Prefeitura tem uma estrutura de mamografia em policlínicas e nas unidades móveis espalhadas em todas as zonas de Manaus. Os exames e a identificação precoce podem salvar vidas e evitar o grande impacto que o câncer de mama traz para as mulheres e suas famílias”, disse Melo.

Há 18 anos, Joana Masulo, se livrou do câncer de mama. Hoje ela é presidente do Centro de Integração das Amigas da Mama (Ciam) e incentiva outras mulheres a fazerem o autoexame e a procurar o atendimento preventivo.

“Graças a Deus conseguirmos trazer o Outubro Rosa para Manaus para conscientizar as mulheres e a fazer o diagnóstico precoce. Nesse estágio, o tratamento não é agressivo e aumenta as chances de cura”, disse Joana

Unidades Móveis

Na zona Leste, uma Unidade Móvel de Saúde da Mulher está realizando a oferta de mamografia e preventivo no bairro Novo Reino, na rua Decredida, ao lado da Escola Municipal Dr. Olavo Neves. A partir do dia 8 de outubro, a Unidade Móvel estará no bairro Jorge Teixeira, rua Nova Esperança, no pátio da igreja católica Cristo Rei.

Na zona Oeste, a oferta de serviços da Unidade Móvel de Saúde da Mulher está sendo feita no bairro Alvorada II, na rua J, nº 02, estacionamento do Pró-Menor Dom Bosco. Na zona Sul, a Unidade Móvel está realizando a oferta dos exames no bairro Educandos, na rua Inocêncio de Araújo, nº 51, ao lado da UBS Megumo Kado.

TEXTO: CLEIDIMAR PEDROSO

Semsa tem serviços para crianças e gestantes na Feira Baby & Kids

quinta-feira, outubro 3rd, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai oferecer diferentes serviços durante a Feira Baby & Kids, que será realizada de 4 a 6 de outubro, no Centro de Convenções do Manaus Plaza Shopping, na Avenida Djalma Batista. O evento é direcionado para mulheres gestantes e crianças de todas as idades, em uma programação que vai incluir ciclo de palestras com profissionais da área da saúde, exposição de roupas e fotografias e desfile de moda.

A Semsa montará um estande para oferecer ações dos programas Saúde da Mulher, Saúde da Criança, Saúde Nutricional e do programa de Imunização. Os profissionais de saúde irão organizar orientações sobre a importância do pré-natal, destacando as vacinas necessárias, a alimentação adequada, os exames, a vinculação entre a gestante e a maternidade, informações sobre o direito ao acompanhante durante o parto, o parto natural, puerpério, planejamento reprodutivo e a prevenção ao câncer de colo e câncer de mama.

Em Saúde da Criança, a Semsa irá orientar o público sobre o aleitamento materno, a utilização da caderneta de saúde da criança, o registro de nascimento, as vacinas recomendadas, as ações de crescimento e desenvolvimento e os cuidados com o bebê.

Também serão repassadas informações sobre os 10 Passos da Alimentação Saudável para gestantes e crianças, haverá apresentação da Pirâmide dos Alimentos e distribuição de folders informativos sobre alimentação saudável.

Gestantes e crianças, de zero a cinco anos, também poderão ser imunizadas com as vacinas poliomielite, pentavalente (difteria, tétano, coqueluche, hepatite B e doenças causadas pelo Haemófilus Influenza B), Meningocócica Conjugada C, Pneumocócica 10V, DTP (difteria, tétano e coqueluche),  Tríplice Viral (sarampo, caxumba e rubéola) e DT (difteria e tétano). As vacinas estarão disponíveis no horário das 17h às 20h, e a orientação é que as pessoas interessadas apresentem o cartão de vacina da criança e da gestante para ter acesso ao serviço.

Departamento de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Eurivânia Galúcio
Gerente de Jornalismo: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315
ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Semsa capacita profissionais para atuar no PSE

quarta-feira, outubro 2nd, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está capacitando os profissionais de saúde de 64 Equipes de Saúde da Família (ESF) vinculadas ao Programa Saúde na Escola (PSE). A capacitação visa orientar os profissionais a incentivar o protagonismo juvenil com o objetivo de reduzir vulnerabilidades que comprometem o rendimento escolar dos estudantes. A capacitação, que iniciou na segunda-feira, 30, será encerrada nesta terça-feira, 1º de outubro, na Divisão de Desenvolvimento dos Profissionais do Magistério da Secretaria Municipal de Educação (Semed), na rua Maceió nº2.000 – Parque 10 (zona Oeste da cidade).

Para alcançar esta meta, serão trabalhadas ações de educação e saúde direcionadas à prevenção no ambiente escolar e unidades de saúde sobre o uso do álcool, crack, tabaco e outras drogas, direitos sexuais e reprodutivos, prevenção das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/Aids) e valorização da alimentação saudável. Os profissionais de saúde dos cinco Distritos de Saúde (Norte, Sul, Leste, Oeste e Rural) também serão orientados a realizar ações educativas envolvendo os familiares e comunitários referentes aos temas abordados.

Segundo Aldacy Barroso, membro do  Grupo de Trabalho Intersetorial (GTI) do PSE (formado por representates das secretarias estaduais e municipais de Saúde e Educação), outro objetivo a ser alcançado com a capacitação é sensibilizar os profissionais de saúde a executarem ações educativas que ajudem na melhoria da qualidade de vida dos escolares.

PSE

O Programa Saúde na Escola (PSE), instituído em 2007, é uma política intersetorial dos Ministérios da Saúde e da Educação. Segundo dados do Ministério da Saúde, as políticas de saúde e educação voltadas às crianças, adolescentes, jovens e adultos da educação pública brasileira se unem para promover o desenvolvimento pleno desse público, aproveitando o espaço privilegiado da escola para práticas de promoção, prevenção da saúde e construção de uma cultura de paz. A articulação entre escola e Rede Básica de Saúde é fundamental para o Programa Saúde na Escola.

Departamento de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Luciete Pedrosa
Gerente de Jornalismo: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315, 8842-8370
decom.semsa@pmm.am.gov.br

Semsa inicia ações do “Outubro Rosa”

terça-feira, outubro 1st, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciou nesta terça-feira, dia 1º, a intensificação das ações para a detecção precoce do câncer de mama. A programação será realizada durante todo o mês para marcar o “Outubro Rosa”, movimento mundial de combate ao câncer de mama, que é o tipo de câncer que mais mata mulheres em todo o mundo.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que a Prefeitura de Manaus vem investindo de maneira definitiva nas ações de detecção precoce do câncer de mama, tanto por meio de ações de Educação em Saúde como facilitando o acesso das mulheres aos exames de mamografia.

De acordo com Evandro Melo, a Semsa tem hoje uma estrutura de oferta de exames de mamografia que está sendo utilizada em apenas 60% da sua capacidade, ou seja, não há dificuldade de acesso para a realização dos exames, mas é preciso que as mulheres tenham consciência da importância da mamografia e procurem os serviços.

“A prevenção e a detecção precoce são essenciais para garantir as chances de cura das pacientes. A intensificação da conscientização sobre a realização do autoexame e da mamografia é uma das estratégias para se evitar a progressão da doença. São ações que podem salvar vidas e evitar o grande impacto que o câncer de mama traz para as mulheres e suas famílias”, destacou Melo.

A gerente da Rede de Atenção Oncológica da Semsa, Francinara Lima, explica que todas as Unidades de Saúde, incluindo das Unidades Móveis, estarão realizando ações de conscientização junto às mulheres. “Além de combate ao câncer de mama, as Unidades de Saúde estarão executando ações de prevenção ao câncer de colo de útero, que no Amazonas ainda é o tipo de câncer que mais mata mulheres”, explicou Francinara.

Programação - A abertura oficial do “Outubro Rosa” acontece nesta terça-feira, dia 1º, no anfiteatro da Ponta Negra, a partir das 17 horas, onde os espaços públicos serão coloridos de rosa. Na sexta-feira, dia 04, a partir das 08h00, a Semsa irá promover na Praça da Matriz uma mobilização com a oferta, por meio de uma Unidade Móvel de Saúde da Mulher, de exames de mamografia e preventivo (papanicolau), e palestras educativas para a população feminina. A Unidade Móvel permanecerá no local até o dia 19 de outubro, com funcionamento também aos sábados, de segunda-feira à sexta-feira, das 8h às 17h, e aos sábados, das 8h às 12h.

A Semsa também irá organizar a iluminação em tom rosa e a colocação do laço, símbolo mundial da luta contra o câncer, em quatro pontos de Atenção à Saúde: Policlínica Castelo Branco, UBS José Rayol, Maternidade Moura Tapajóz, SAMU, bem como a sede da Semsa, na avenida Mário Ypiranga Monteiro, nº 1695, Adrianópolis, que será decorada com o objetivo de alertar as servidoras quanto à importância da realização do exame preventivo e mamografia.

Na zona Leste, uma Unidade Móvel de Saúde da Mulher está realizando a oferta de mamografia e preventivo no bairro Novo Reino, na rua Decredida, ao lado da Escola Municipal Dr. Olavo Neves. A partir do dia 08 de outubro, a Unidade Móvel estará no bairro Jorge Teixeira, rua Nova Esperança, no pátio da igreja católica Cristo Rei.

Na zona Oeste, a oferta de serviços da Unidade Móvel de Saúde da Mulher está sendo feita no bairro Alvorada II, na rua J, nº 02, estacionamento do Pró-Menor Dom Bosco. Na zona Sul, a Unidade Móvel está realizando a oferta dos exames no bairro Educandos, na rua Inocêncio de Araújo, nº 51, ao lado da UBS Megumo Kado.

 

 

Departamento de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Gerente de Jornalismo: Cláudia Barbosa

(92) 3236-8315, 8842-8370

ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Semsa recebe mais um profissional para o “Mais Médicos”

terça-feira, outubro 1st, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) recebe nesta terça-feira,  1º, mais um profissional selecionado pelo Programa Mais Médicos, do Governo Federal. O médico brasileiro, formado em Cuba e com diploma revalidado pelo Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos (Revalida), vai atuar em unidade básica da Estratégia Saúde da Família, na zona Norte de Manaus.

Já estão trabalhando em Manaus, por meio do Mais Médicos, outros 14 profissionais brasileiros que realizam atendimento em unidades de saúde localizadas nas áreas de periferia urbana nas zonas Norte, Leste e Oeste, e nos postos de saúde rural (terrestre e ribeirinha). Além desse grupo de médicos brasileiros, a Semsa também recebeu cinco profissionais estrangeiros (dois da Bolívia, um da Venezuela, um de Portugal e um da Espanha), que irão atuar em Manaus e estão aguardando a liberação de registro pelo Conselho Regional de Medicina do Amazonas (CRM-AM), o que deve ocorrer ainda esta semana, segundo o diretor do Departamento de Atenção Primária da Semsa, médico Nilson Ando.

“Todos os profissionais do Mais Médicos cumprirão uma carga horária de 40 horas semanais e irão realizar atendimento no programa Estratégia Saúde da Família (ESF), compondo uma equipe formada por um enfermeiro, dois técnicos de enfermagem e sete agentes comunitários de saúde, e fortalecendo a Atenção Primária à Saúde”, explica Nilson Ando.

Os cinco profissionais estrangeiros, juntamente com outros 69 médicos que irão atuar nos municípios do interior do Amazonas, participaram de uma capacitação em nivelamento oferecida pelo Governo do Estado, na Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT/HVD), realizada no mês de setembro, com orientações sobre o perfil epidemiológico das doenças típicas da região Amazônica, as questões de saúde indígena, o controle de endemias como dengue e malária, e as principais doenças e agravos no Amazonas.

Reportagem: Eurivânia Galúcio
Departamento de Comunicação – Semsa/ (92) 3236-8315, 8842-8370

Semsa premia estudantes em mostra sobre doação de órgãos

quarta-feira, setembro 25th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou na manhã desta terça-feira, 24, a cerimônia de premiação de estudantes que participaram da II Mostra e Premiação das Produções Escolares sobre Doação de Órgãos e Tecidos, promovida em parceria com as secretarias municipais e estaduais de Educação e a Central de Transplantes do Amazonas/Secretaria de Estado de Saúde (Susam). O evento foi realizado no auditório da Semsa, avenida Mário Ypiranga, 1695, Adrianópolis, reunindo alunos de escolas estaduais e municipais.

A mostra envolveu estudantes de 20 instituições de ensino, 16 da rede municipal e quatro da rede estadual, que produziram frases e tirinhas para gibis informando sobre a importância da doação de órgãos e desmistificando as questões relacionadas ao transplante. O evento foi organizado pelo segundo ano consecutivo e faz parte do projeto de Conscientização sobre Doação e Transplantes de Órgãos e Tecidos, que atende o decreto Nº 1.520 de 12 de abril de 2012, que regulamenta a Lei nº 284, de 12 de setembro de 2011, e trata da realização de palestras de conscientização sobre a importância da doação de órgãos nas escolas da rede municipal de ensino, sendo que este ano foi ampliado para escolas da rede estadual integrantes do Programa Saúde na Escola (PSE).

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, destacou o fato de que a integração entre diversas instituições é essencial para o sucesso das ações de saúde, principalmente no que se refere à promoção da saúde e prevenção das doenças. “Eventos como a Mostra de Produções Escolares é um dos elos de uma grande cadeia de ações que devem ser realizadas em nível municipal, estadual e federal, para estimular a doação de órgãos, que, em essência, é um ato de amor à vida. A expectativa é que, com ações desenvolvidas nas escolas, os alunos possam multiplicar as informações junto aos pais, familiares e comunidade, sobre a importância desse ato”, informou Evandro Melo.

Segundo a coordenadora estadual de Transplantes, Leny Passos, o Amazonas realiza, desde 2004, o transplante de córnea e, desde 2011, o transplante de rins. Já foram realizados 934 transplantes de córnea e 44 transplantes de rins. Atualmente, são 300 pessoas na fila de espera para receber transplante de córnea e 400 aguardando transplante de rins. “Para reduzir essa espera, é essencial o trabalho de orientação e informação a partir das escolas, em um trabalho integrado, porque a principal dificuldade registrada em todo o Brasil é o fato de que as pessoas não tem o hábito de informar a família ou os amigos que desejam doar órgãos, o que dificulta a abordagem junto à família no momento da morte do possível doador”, destacou a coordenadora.

Mostra – Os estudantes vencedores da II Mostra e Premiação das Produções Escolares sobre Doação de Órgãos e Tecidos foram:  Victória Letícia de Oliveira, da Escola Municipal Ulisses Guimarães, primeiro lugar na categoria de melhor frase entre alunos das escolas municipais; Michelly de Oliveira Barros, da Escola Estadual Luizinha Nascimento, primeiro lugar na categoria de melhor frase entre alunos das escolas estaduais; Ronaldo Bezerra Filho, aluno da Escola Municipal Eliana Lúcia Monteiro da Silva, primeiro lugar na categoria de tirinhas para gibi; David Seabra, aluno da Escola Estadual de Tempo Integral Elisa Freire, segundo lugar na categoria de tirinhas para gibi; e Lohanna Adiv, da Escola Municipal Lúcia Monteiro da Silva, terceiro lugar na categoria de tirinhas para gibi. Os alunos receberam troféus e brindes.

Para a produção das frases e tirinhas, os profissionais de saúde e de educação realizaram junto aos alunos atividades nas escolas abordando o tema, com foco na informação e desmistificação das questões sobre o processo de doação de órgãos. Além disso, foi realizada uma capacitação, de acordo com o projeto de Conscientização sobre Doação e Transplantes de Órgãos e Tecidos, com as para os profissionais de educação para que fossem desenvolvidas diversas atividades pedagógicas junto à comunidade escolar.

Reportagem: Eurivânia Galúcio
Departamento de Comunicação – Semsa/ (92) 3236-8315, 8842-8370

Semsa reúne médicos para discutir a Atenção Primária em Saúde

quarta-feira, setembro 25th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou nesta segunda-feira, dia 23, encontro com os profissionais médicos da rede municipal para discutir o novo modelo de Atenção Primária em Saúde que está sendo implantado em Manaus. De acordo com a subsecretária de Gestão da Saúde da Semsa, Lubélia Sá Freire, o objetivo da reunião com os médicos é promover a discussão sobre a melhor forma de adequação dos profissionais dentro do processo de reordenamento, atendendo tanto as exigências do novo modelo, quanto às necessidades dos médicos.

“A reunião com os médicos faz parte de um processo contínuo que a Semsa vem realizando para informar e esclarecer os profissionais de saúde sobre o novo modelo, que visa fortalecer a Atenção Primária como ordenadora e coordenadora do cuidado em Saúde, tendo como foco a Estratégia Saúde da Família. O novo modelo vai exigir, por exemplo, profissionais que cumpram carga horária de 40 horas para atender as diretrizes da Estratégia Saúde da Família, e estamos reunindo com os médicos para esclarecer dúvidas e informar sobre o andamento do processo de mudança no modelo”, explicou Lubélia Freire.

Durante o encontro com os médicos, houve a apresentação dos planos da Semsa para o início da construção de 40 novas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), da reforma de 45 UBSs e ampliação de outras 28 Unidades Básicas. A meta é ampliar para 70% a cobertura de atendimento da Estratégia Saúde da Família, garantindo o acesso da população aos serviços de saúde, até 2016, e uma maior qualidade e resolutividade no atendimento.

O novo modelo tem como prioridade o fortalecimento das Redes de Atenção, buscando, prioritariamente, a redução da morbimortalidade (casos de doença e morte) materno-infantil, por câncer de útero e câncer de mama, por doenças endêmicas, por causa externas (violência e acidentes de trânsito) e por doenças cardiovasculares e diabetes.

O próximo encontro com os médicos acontecerá na quarta-feira, dia 25, a partir das 8h, no auditório da Semsa, na Avenida Mário Ypiranga, 1695, Adrianópolis, totalizando 200 profissionais.

Departamento de Comunicação – SEMSA
Reportagem: Eurivânia Galúcio
Gerente de Jornalismo: Cláudia Barbosa
(92) 3236-8315, 8842-8370

ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Semsa realiza mostra escolar sobre doação de órgãos

terça-feira, setembro 24th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promove na próxima terça-feira, dia 24, das 8h30 às 11h, a II Mostra e Premiação das Produções Escolares sobre Doação de Órgãos e Tecidos. O evento acontecerá no auditório da Semsa, na Avenida Mário Ypiranga, 1695, Adrianópolis, reunindo o trabalho de alunos de 20 escolas vinculadas ao Programa Saúde na Escola (PSE).

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que a mostra faz parte das ações do projeto de Conscientização sobre Doação e Transplantes de Órgãos e Tecidos, fruto de parceria de Cooperação Técnica entre a Semsa, a Secretaria Municipal de Educação (Semed), Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e a Central de Transplantes do Amazonas/Secretaria de Estado de Saúde (Susam), atendendo o decreto Nº 1.520 de 12 de abril de 2012, que regulamenta a Lei nº 284, de 12 de setembro de 2011, que trata da realização de palestras de conscientização sobre a importância da doação de órgãos nas escolas da rede municipal de ensino.

No ano de 2012, o projeto foi implantado em oito escolas da rede municipal de ensino, sendo seis da zona urbana e duas da zona rural. A Semsa, Semed e a Central de Transplantes promoveram uma capacitação para os profissionais de educação das oito escolas e a partir daí foram desenvolvidas diversas atividades pedagógicas junto à comunidade escolar para informar sobre a doação e transplantes de órgãos e tecidos.

“O resultado inicial foi apresentado na I Mostra de Produções Escolares sobre Doação de Órgãos, realizada em 2012. Este ano, o projeto foi ampliado para atender as escolas do Programa Saúde na Escola com a participação de 20 instituições de ensino, sendo 16 da rede municipal e quatro da rede estadual”, explica Evandro Melo.

O projeto promoveu diversas atividades abordando o tema de doação de órgãos junto aos alunos, incluindo concursos de frases e de produção de tirinhas (gibi). “A Mostra é um dos resultados das atividades executadas por profissionais da saúde e da educação com foco na informação e desmistificação das questões sobre o processo de doação de órgãos”, informa Maria Aldacy Cordeiro, membro do Grupo de Trabalho Intersetorial (GTI) do PSE, formado por representantes das secretarias estaduais e municipais de Saúde e Educação.

Durante a mostra, haverá premiação para o primeiro, segundo e terceiro lugar no concurso de tirinhas e para o aluno vencedor no concurso de frase, finalizando com a exposição dos trabalhos escolares.

Reportagem: Eurivânia Galúcio
Departamento de Comunicação – Semsa/(92) 3236-8315, 8842-8370

Prefeitura de Manaus promove I seminário Vida no Trânsito

terça-feira, setembro 24th, 2013

A Prefeitura de Manaus promoverá, de 25 a 26 de setembro, o I Seminário Intersetorial do Projeto Vida no Trânsito – álcool e segurança no trânsito. O evento será realizado no auditório da Prefeitura de Manaus, Avenida Brasil, 2171, Compensa I, e tem como público alvo a comunidade acadêmica, operadores do Sistema Único de Saúde (SUS) e do Sistema Nacional de Trânsito.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que a programação visa promover debates sobre três grandes temas relacionados ao trânsito: os impactos da violência no trânsito; as implicações legais do uso de álcool associado à direção; e o comportamento seguro no trânsito. “A segunda causa de óbito na cidade de Manaus é por causas externas, o que inclui os acidentes de trânsito. As principais vítimas são jovens com idade de 20 a 39 anos e quando não ocorre o óbito a pessoa muitas vezes fica com sequelas. E a melhor maneira de diminuir o número de acidentes de trânsitos na cidade é a prevenção”, ressaltou Melo.

De acordo com a assistente social Thalita Neves, técnica do Núcleo de Prevenção a Riscos à Saúde por Causas Externas da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), o Projeto Vida no Trânsito, lançado em junho de 2010 pelo Ministério da Saúde, compõe um plano nacional para reforçar a segurança de trânsito no Brasil, atendendo recomendações da Organização das Nações Unidas (ONU), e reduzir os índices de acidentes e mortes no trânsito. “O projeto prevê a realização de ações integradas entre as secretarias de Saúde, Trânsito, Transportes, Infraestrutura, Segurança Pública e outros setores, governamentais e não governamentais, subsidiando gestores nas políticas  de prevenção a acidentes de trânsito com vítimas graves e fatais”, explicou Thalita Neves.

Entre as ações desenvolvidas, é possível citar a qualificação e integração das informações sobre as lesões e mortes causadas pelo trânsito; a identificação dos fatores de risco principais e os grupos de vítimas (vulneráveis) mais importantes nas cidades; desenvolvimento de programas e projetos de intervenção focados nos fatores de risco e nos grupos vulneráveis; fortalecimento de programas e projetos de intervenção que ajudem a modificar a cultura de segurança no trânsito de forma a reduzir o número de mortos e feridos graves.

 

 

Programação

Durante a abertura do seminário na quarta-feira, dia 25, às 14h, haverá a assinatura do Termo de Cooperação Técnica do Projeto Vida no Trânsito, entre as instituições que fazem parte do Comitê Intersetorial do Projeto Vida no Trânsito, com o objetivo de unir recursos técnicos para a articulação/atuação intersetorial entre a Fundação de Vigilância em Saúde do Estado do Amazonas (FVS/AM), a Semsa e outros setores governamentais e não governamentais, integrando esforços para o fortalecimento de políticas de prevenção de lesões e mortes no trânsito, por meio da qualificação, planejamento, monitoramento, acompanhamento e avaliação do Plano de Ação Local do Projeto Vida no Trânsito.

Também será apresentado à sociedade civil o “Plano de Ação Local do Projeto Vida no Trânsito”, um das estratégias de ação do projeto Vida no Trânsito, com foco na redução de vítimas graves e fatais no trânsito de Manaus.

Na quinta-feira, dia 26, 8h30 às 18h00, será realizada palestra abordando o tema “Panorama de acidentes de trânsito em Manaus” e Mesa Redonda sobre os temas “Impactos da violência no trânsito em Manaus”, “Implicações legais do uso de álcool associado à direção de veículos automotores” e “Comportamento Seguro de Pedestres e Ciclistas”.

 

Comitê Intersetorial do Projeto Vida no Trânsito.

  • Secretaria Municipal de Saúde – SEMSA;
  • Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas – FVS;
  • Secretaria Estadual de Saúde – SUSAM;
  • Superintendência Municipal de Transportes Urbanos – SMTU;
  • Secretaria Municipal de Comunicação Social – SEMCOM;
  • Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito – MANAUSTRANS;
  • Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN-AM;
  • Instituto Municipal de Ordem Social e Planejamento Urbano – IMPLURB;
  • Secretaria Municipal de Infraestrutura – SEMINF;
  • Secretaria Estadual de Infraestrutura – SEINFRA;
  • Secretaria Municipal de Educação – SEMED;
  • Secretaria Estadual de Educação – SEDUC;
  • Polícia Rodoviária Federal – PRF;
  • Universidade Estadual do Amazonas – UEA;
  • Universidade Federal do Amazonas – UFAM;
  • Secretaria de Segurança Pública – SSP;
  • Policia Militar do Amazonas – PM;
  • Batalhão de Policiamento de Trânsito – BPTRAN;
  • Polícia Civil – PC;
  • Instituto de Criminalística – IC;
  • Instituto Médico Legal – IML;
  • Conselho Municipal de Saúde – CMS;
  • Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte – SEST/SENAT.

Reportagem: Eurivânia Galúcio
Departamento de Comunicação – Semsa/  (92) 3236-8315, 8842-8370