Archive for the ‘noticias’ Category

Semsa vai implantar ambulatórios para crianças portadoras de asma

terça-feira, março 6th, 2012

A Prefeitura de Manaus começa a implantar, este ano, nas unidades da rede municipal de saúde, os Ambulatórios de Seguimento das Crianças Portadoras de Asma Brônquica e Rinite Alérgica. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, os ambulatórios vão permitir um acompanhamento mais específico e dirigido às crianças portadoras destas doenças, no âmbito da Atenção Básica. Nesta sexta-feira (2), 40 pediatras da rede municipal de Saúde concluíram o “Curso de Atualização em Alergia e Imunologia”, que faz parte dos preparativos para a implantação dos ambulatórios. O curso, realizado no Instituto da Criança do Amazonas (Icam), foi ministrado em parceria com as Sociedades Brasileira e Amazonense de Pediatria (SBP e SAPED).

De acordo com Deodato, os ambulatórios vão funcionar em oito unidades da rede municipal de saúde. A previsão é de que o modelo de atendimento comece a ser implantado, ainda neste primeiro semestre, pela Policlínica Comte Telles, na zona Leste e pela Unidade Básica de Saúde (UBS) Deodato de Miranda Leão, na zona Oeste. O Setor de Saúde da Criança, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), está finalizando a elaboração de um Protocolo de Manejo Clínico das crianças portadoras de asma, que também faz parte dos preparativos para a implantação dos ambulatórios.

“A rede municipal de saúde presta atendimento e, inclusive, disponibiliza o medicamento para tratamento às pessoas asmáticas, mas a proposta é assegurar um acompanhamento mais específico e dirigido às crianças e adolescentes portadores da doença, para reduzir, por exemplo, o número de internações hospitalares decorrentes do problema”, diz o secretário Francisco Deodato. A asma é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas inferiores. No Brasil, estima-se a prevalência da asma em torno de 10%. Portadores de asma grave não controlada procuram 15 vezes mais as unidades de emergência médica e são hospitalizadas 20 vezes mais do que os asmáticos moderados.

A pediatra Elena Marta Amaral dos Santos, do Setor de Saúde da Criança, da Semsa, salienta a importância do acompanhamento ambulatorial preventivo para o controle da asma em crianças e adolescentes. “Isto exige desde a sensibilização dos profissionais pediatras que atuam na Atenção Básica, passando pela padronização do atendimento, mediante um protocolo de manejo clínico, até o maior envolvimento das famílias dos pacientes, por meio de ações de educação em saúde. É nesta linha que os ambulatórios de seguimento atuarão”, afirma a médica.

Semsa participa de ação social comunitária no São Francisco

terça-feira, março 6th, 2012

No último sábado (2), uma equipe multiprofissional da Unidade Básica de Saúde (UBS) São Francisco promoveu atendimentos em saúde para a comunidade na Grande Ação Social Comunitária, que aconteceu na quadra da Escola Municipal Villa Lobo, na Rua Sátiro Dias s/n° – bairro São Francisco.

Durante o evento, houve aferição de pressão arterial, teste de glicemia capilar, atendimento em serviço social, palestras sobre saúde bucal com escovação e distribuição de 250 kits odontológicos. No total, a equipe de saúde atendeu mais de 320 comunitários. As pessoas identificadas com problemas de saúde foram encaminhadas para atendimento na UBS São Francisco, localizada à Rua Rodolfo Vale s/n° São Francisco.

Segundo a diretora da UBS, a assistente social Ligismar Mavignier, essas atividades complementam o trabalho realizado rotineiramente nas Unidades de Saúde. “Atividades como estas facilitam o acesso dos usuários aos serviços de saúde e ainda ajudam a promover a cidadania”, destaca a diretora. Atualmente, a UBS São Francisco disponibiliza atendimento médico, odontológico, em enfermagem e serviço social, além de dispor de um laboratório de análises clínicas.

O evento foi organizado pelo Clube de Mães Nossa Senhora de Nazaré e também contou com o apoio de outras Secretarias, como a Secretaria Municipal de Educação (SEMED), a Secretaria Municipal de Trânsito (MANAUSTRANS), a Fundação Dr. Thomas, o Caminhão do Peixe da Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento (SEMPAB), o Instituto Municipal de Planejamento (IMPLURB), entre outros.

A chefe do Disa-Sul, enfermeira Rosa Nobre, informa que a participação dos profissionais de saúde da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) em atividades extramuros possibilita uma aproximação ainda maior com a população e auxilia na promoção da saúde. “Quase todos os fins de semanas promovemos ações de saúde em eventos, voltadas aos principais males da saúde pública: hipertensão, diabetes, doenças sexualmente transmissíveis e Aids”, destaca a enfermeira.

Unidades da rede municipal começam a cadastrar haitianos para SUS

quinta-feira, março 1st, 2012

A Prefeitura de Manaus inicia, nesta quinta (1º), o cadastramento destinado a vincular os imigrantes haitianos residentes na cidade, às Unidades Básicas de Saúde da área em que estejam morando, para acesso à rede de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a ação é executada em parceria com a Igreja Católica e a organização humanitária internacional Médicos Sem Fronteiras. Deodato explica que o cadastramento acontece nesta quinta-feira e sexta-feira (2), em 15 unidades de saúde, distribuídas pelas zonas Norte, Leste, Oeste e Sul de Manaus. “Esta medida nos permitirá ter um mapa da presença dos imigrantes, por Distrito de Saúde, facilitando o planejamento das ações de atendimento a esta população”, explicou Deodato.

Nesta quarta-feira (29), servidores da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) que irão trabalhar diretamente no cadastramento, estão participando de um treinamento, ministrado pela ONG Médicos Sem Fronteira (MSF), sobre a abordagem aos imigrantes e noções básicas de comunicação em crioulo (ou créole, o idioma dos haitianos). O treinamento ocorre no Centro de Formação para o Magistério, localizado na rua Maceió, em Adrianópolis. A psicóloga Débora Noal e a enfermeira Paula Regina Souza, da MSF, que atuaram no Haiti e, também, em Tabatinga (principal porta de entrada desses imigrantes, no Amazonas), também repassaram aos participantes do curso, informações sobre a história do povo haitiano e os aspectos socioeconômicos e culturais daquele País.

De acordo com a diretora do Departamento de Atenção Básica da Semsa, Edylene Pereira, o cadastramento será importante para dar continuidade às ações de saúde que foram oferecidas a uma parte dos imigrantes, nos mutirões de atendimento realizados, no mês passado, pelo Governo do Estado, quando os haitianos tiveram acesso a consultas médicas, exames e vacinação. “Vamos poder continuar acompanhando quem já recebeu o atendimento inicial nos mutirões e, também, iniciar o processo de atendimento àqueles imigrantes que não foram alcançados nas primeiras ações”, frisa Edyle.

Na zona Leste, os haitianos poderão fazer o seu cadastramento na Unidade de Saúde Ambulatorial Dr. Alfredo Campos, no Zumbi; Unidade Básica de Saúde (UBS) Leonor de Freitas, no Tancredo Neves; e nas Policlínicas Ivone Lima (Coroado III) e Dr. Comte Telles (no São José III). Na zona Norte, os imigrantes podem procurar a UBS Áugias Gadelha, no conjunto Ribeiro Júnior, Cidade Nova; e UBS Armando Mendes, no conjunto Manôa; além da Policlínica Dr. José Antonio Silva, no Monte das Oliveiras.

Na zona Oeste, o cadastramento está programado para a UBS Dr. José Rayol dos Santos, no bairro de São Jorge; UBS Deodato de Miranda Leão, na Glória; UBS Santo Antônio, no bairro do mesmo nome; e UBS Leonor de Freitas, na Compensa I. Na zona Sul, os haitianos devem procurar a UBS Luis Montenegro, no conjunto Vieiralves; UBS Theomário Pinto, no bairro da União; UBS José Rayol, na Chapada; e UBS Vicente Pallotti, na Praça 14.

Semsa abre novo período para cadastramento no “Leite do Meu Filho”

quinta-feira, março 1st, 2012

A Prefeitura de Manaus vai realizar, de 5 a 9 de março, novo cadastramento para o Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho”, atendendo as crianças em situação de vulnerabilidade social, que ainda não recebem o benefício. A novidade é a ampliação da faixa etária atendida pelo programa que, agora, se estenderá a crianças até 5 anos incompletos. O primeiro cadastramento, no ano passado, foi direcionado a menores de três anos. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o processo de cadastramento será concentrado no Sambódromo (av. Pedro Teixeira, conjunto Dom Pedro, zona Centro-Oeste) e o atendimento ocorrerá das 8h às 17h.

Lançado em agosto de 2011, o Programa “Leite do Meu Filho” foi implantando para reforçar as ações de combate à desnutrição e à mortalidade infantil, na capital, e já atende 61 mil crianças. Até a segunda-feira (27), o programa já havia entregue 232.583 kits mensais, num total de 930.332 latas de leite. As fórmulas de complementação nutricional que as crianças recebem foram desenvolvidas dentro dos mais modernos e rigorosos padrões de qualidade e segurança alimentar, conforme explica Deodato. Na faixa etária de 0 a 6 meses – inscrição restrita aos casos de morte materna e mães com HIV –, os bebês recebem a fórmula do tipo 1; de 7 meses a menores de 3 anos, a fórmula é do tipo 2; a partir desta idade, a criança recebe o leite integral.

Deodato frisa que o cadastramento da próxima semana é exclusivo para novos beneficiários. Crianças já atendidas pelo programa, não precisam se cadastrar. Para fazer a inscrição, é necessário apresentar o CPF e o RG da mãe ou responsável legal; certidão de nascimento da criança e comprovante de residência. No caso de morte materna, a lista de documentos inclui a certidão de óbito da mãe do bebê.  O responsável legal tem que apresentar o documento de comprovação de Guarda ou Tutela.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) montou uma superestrutura para o atendimento no Sambódromo, de forma a garantir o conforto e tranqüilidade dos pais, no processo de cadastramento das crianças. Aproximadamente, 300 pessoas estarão envolvidas nesse trabalhando. A estrutura de atendimento vai incluir a instalação de banheiros químicos, ventiladores, circuladores de ar, bebedouros (do tipo industrial), entre outras providências. “Uma orientação muito importante, que gostaríamos de reforçar, é que não há necessidade de levar as crianças ao Sambódromo. É preciso apenas a presença da mãe ou responsável legal, com a documentação exigida”, salientou Deodato.

Redução da Mortalidade infantil – O Programa “Leite do Meu Filho” não se restringe à entrega da fórmula de complementação nutricional às famílias. Prevê, sobretudo, o acompanhamento da saúde e do desenvolvimento das crianças atendidas, contribuindo para a prevenção de doenças, como a diarréia e a pneumonia, por exemplo, além da redução dos índices de desnutrição e mortalidade infantil. “O índice de redução da mortalidade infantil pactuado com o Ministério da Saúde é de 5% ao ano, em Manaus, e já estamos conseguindo que caia, em média, 8%, anualmente. Com o programa, a expectativa é que os resultados sejam ainda melhores”, afirmou a pediatra Elena Marta do Amaral, coordenadora do grupo técnico do programa.

Para que o programa alcance seus objetivos de suprir as deficiências nutricionais da criança e garantir o efetivo acompanhamento de sua saúde, foram definidas algumas condições a serem cumpridas pelas famílias inscritas. Essas condicionantes foram elaboradas com o apoio de um grupo técnico, composto por pediatras, nutricionistas, enfermeiros e assistentes sociais. “As condicionantes foram definidas com a finalidade de incentivar a Puericultura, que é o acompanhamento do desenvolvimento da criança, além de outras vertentes como o fortalecimento do planejamento familiar e do pré-natal, o cumprimento do calendário de vacinação e, inclusive, assegurar o direito da criança ao registro civil, uma vez que será exigida a certidão de nascimento para inscrição no programa”, afirma Elena Marta.

Segundo a pediatra da Semsa, a família cadastrada no programa participa do Ambulatório de Crescimento e Desenvolvimento, nas Unidades Básicas de Saúde, e das palestras e treinamentos de promoção à saúde; freqüenta as oficinas de aproveitamento integral dos alimentos, entre outras atividades promovidas pela rede municipal de saúde, como parte do programa.

Cartão de identificação – As famílias selecionadas para participar do programa recebem um cartão magnético de identificação, que passa a ser apresentado mensalmente, no ato da retirada do leite, no Centro de Distribuição indicado pela Prefeitura. A retirada mensal é liberada mediante o cumprimento dos critérios de permanência no programa, que incluem o comparecimento trimestral da criança à consulta médica de acompanhamento, na unidade de saúde indicada no cartão de identificação entregue à mãe. “É a unidade de saúde quem informa no sistema se a criança passou pelo acompanhamento, liberando o acesso ao benefício”, frisa Deodato.

Aleitamento materno – As restrições para inscrição no programa na faixa etária de 0 a 6 meses, conforme explica Francisco Deodato, deve-se à política de estímulo ao aleitamento materno exclusivo, adotada pela Prefeitura e que tem o reconhecimento do Ministério da Saúde, pelo trabalho desenvolvido e resultados obtidos nesta área. No ano passado, Manaus foi a única capital brasileira a ter unidades credenciadas para integrar a Rede Amamenta Brasil, estratégia executada pelo MS para ampliar os índices de aleitamento materno no País. Dezoito unidades de saúde da Prefeitura foram credenciadas.

Em 2010, a Maternidade Municipal Moura Tapajóz foi credenciada pelo Ministério da Saúde e UNICEF como Hospital Amigo da Criança, por adotar os Dez Passos para o Aleitamento Materno Bem Sucedido. Em 2009, a Prefeitura de Manaus recebeu o Prêmio Bibi Vogel, também pelas ações de promoção, proteção, apoio e estímulo ao aleitamento materno. “Ao formularmos os critérios do Programa Leite do Meu Filho, tivemos o cuidado de manter e até fortalecer esta linha de atuação. Na faixa etária de 0 a 6 meses é recomendado o aleitamento materno exclusivo, por isso só são atendidos os casos especiais de morte materna ou crianças que sejam filhas de mães portadoras do vírus HIV”, frisou o secretário.

Prefeitura utiliza novo método para diagnóstico da Tuberculose

quinta-feira, março 1st, 2012

A partir da próxima segunda-feira (5), o Laboratório Distrital Leste (LDL), da Prefeitura de Manaus, passará a realizar um novo método, que permite chegar ao diagnóstico da Tuberculose em menos de 2 horas. O laboratório da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) será o primeiro da rede pública local a oferecer o exame, como parte dos estudos que estão sendo realizados pelo Ministério da Saúde para implantação do novo método, em todo o País. Em seguida, será a vez de duas unidades da rede estadual de saúde oferecerem o exame: a Policlínica Cardoso Fontes, que começa a realizar em abril e a Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado (FMT-HVD), onde o procedimento estará disponível, em maio.

O novo método já recebeu o aval da Organização Mundial de Saúde (OMS). O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, observa, no entanto, que para implementá-lo no Sistema Único de Saúde (SUS), o Comitê de Incorporação de Tecnologia (Citec), do MS, exige dados nacionais que demonstrem o impacto significativo do método na saúde pública, a um custo acessível e justificável. Manaus e Rio de Janeiro foram as cidades escolhidas pelo Ministério para a realização deste estudo, explica o secretário.

Chamado GeneXpert, o novo método permite chegar ao diagnóstico da Tuberculose em menos de duas horas. Outra vantagem é que, além de verificar a presença do bacilo Mycobacterium tuberculosis, o teste também detecta se o paciente é resistente à rifampicina (um dos antibióticos mais eficazes, do esquema de tratamento da doença). Atualmente, para testar a suscetibilidade do paciente aos antimicrobianos que tratam a tuberculose, utiliza-se o exame de cultura, cujo resultado leva de quatro a oito semanas para ficar disponível.

O coordenador da Equipe Técnica de Ações de Controle da Tuberculose, da Semsa, Jair Pinheiro, afirma que a tendência é que o novo método venha mesmo a substituir a baciloscopia, como é chamado o exame mais utilizado atualmente para o diagnóstico da doença. Segundo Pinheiro, os estudos têm demonstrado que o método GeneXpert tem uma taxa de sensibilidade (capacidade de detectar a presença do Mycobacterium tuberculosis) de 92%. Na baciloscopia, esta taxa fica em 60%. “Além desta maior precisão, a redução no tempo para detectar se o paciente é resistente à rifampicina também é importante, pois permitirá a prescrição precoce das drogas de segunda linha, recomendadas para estes casos”, frisa o coordenador.

Durante o período do estudo, os pacientes com suspeita clínica de tuberculose pulmonar terão o exame de escarro (amostra de secreção pulmonar) realizado, primeiramente, pelo GeneXpert. Nos casos de resultado positivo, também será feita a baciloscopia – para fins de notificação ao PNCT e à OMS – e recomendado o início do tratamento. “O objetivo é identificar os resultados discordantes, ou seja, aquelas amostras que foram positivas no GeneXpert, mas negativas na baciloscopia. Isso permitirá dimensionar o número de casos de tuberculose ativa que foi detectado pelo novo método, mas que não teria sido diagnosticado pelo exame tradicional. A informação também será notificada ao PNTC e à OMS”, explica Pinheiro.

As equipes do Laboratório Distrital Leste e dos laboratórios da FMT e do Cardoso Fontes já foram treinadas para a utilização do novo método. Nesta quarta-feira (29), médicos e enfermeiros das redes municipal e estadual de saúde também participam de treinamento, na sede da FMT, ministrado pelo coordenador do estudo em Manaus, o infectologista Marcelo Cordeiro. “Os profissionais estão atualizando os conhecimentos, principalmente no que se refere a diagnóstico, considerando as especificidades desta nova tecnologia”, destacou. Os servidores também conhecem detalhes do estudo e do equipamento.

Reforço no diagnóstico – No ano passado, com a inauguração do Laboratório Distrital Norte (LDN), na Cidade Nova, a rede municipal de saúde passou a realizar o exame de cultura para o diagnóstico de tuberculose. A oferta deste exame no laboratório do município representou a descentralização do serviço. Até então, a única referência da rede básica de saúde para o exame era o Laboratório Central, do Governo do Estado.  De acordo com o secretário Francisco Deodato, o LDN tem capacidade para realizar, aproximadamente, 3,2 mil exames de cultura de TB por ano e de 6,3 mil baciloscopias de escarro. Inaugurado em dezembro de 2011, o Laboratório Distrital Leste da Semsa também passará a realizar o exame de cultura para o diagnóstico da doença.

Semsa vai cadastrar imigrantes haitianos para acesso ao SUS

quarta-feira, fevereiro 29th, 2012

A Prefeitura de Manaus realiza, nesta quinta e sexta-feira (1º e 2), um cadastramento destinado a vincular os imigrantes haitianos que chegaram a Manaus, às unidades básicas de saúde da área em que estejam morando, para que tenham acesso à rede de serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a ação será realizada em parceria com a Igreja Católica. Deodato explica que o cadastramento será realizado em 15 unidades de saúde, distribuídas pelas zonas Norte, Leste, Oeste e Sul de Manaus. “Esta medida nos permitirá ter um mapa da presença dos imigrantes, por Distrito de Saúde, facilitando o planejamento das ações de atendimento a esta população”, explicou Deodato.

Nesta quarta-feira (29), servidores da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) que irão trabalhar diretamente no cadastramento, farão um treinamento com técnicos da organização humanitária Médicos Sem Fronteira, sobre a abordagem aos imigrantes e noções básicas de comunicação em crioulo (idioma falado pelos haitianos). O treinamento ocorre no Centro de Formação para o Magistério, localizado na rua Maceió, em Adrianópolis, a partir das 8h30.

De acordo com a diretora do Departamento de Atenção Básica da Semsa, Edylene Pereira, o cadastramento será importante para dar continuidade às ações de saúde que foram oferecidas a uma parte dos imigrantes, nos mutirões de atendimento realizados, no mês passado, pelo Governo do Estado, quando os haitianos tiveram acesso a consultas médicas, exames e vacinação. “Vamos poder continuar acompanhando quem já recebeu o atendimento inicial nos mutirões e, também, iniciar o processo de atendimento àqueles imigrantes que não foram alcançados nas primeiras ações”, frisa Edyle.

Na zona Leste, os haitianos poderão fazer o seu cadastramento na Unidade de Saúde Ambulatorial Dr. Alfredo Campos, no Zumbi; Unidade Básica de Saúde (UBS) Leonor de Freitas, no Tancredo Neves; e nas Policlínicas Ivone Lima (Coroado III) e Dr. Comte Telles (no São José III). Na zona Norte, os imigrantes podem procurar a UBS Áugias Gadelha, no conjunto Ribeiro Júnior, Cidade Nova; e UBS Armando Mendes, no conjunto Manôa; além da Policlínica Dr. José Antonio Silva, no Monte das Oliveiras.

Na zona Oeste, o cadastramento está programado para a UBS Dr. José Rayol dos Santos, no bairro de São Jorge; UBS Deodato de Miranda Leão, na Glória; UBS Santo Antônio, no bairro do mesmo nome; e UBS Leonor de Freitas, na Compensa I. Na zona Sul, os haitianos devem procurar a UBS Luis Montenegro, no conjunto Vieiralves; UBS Theomário Pinto, no bairro da União; UBS José Rayol, na Chapada; e UBS Vicente Pallotti, na Praça 14.

Prefeitura divulga programação da “Operação de Combate à Dengue”

terça-feira, fevereiro 28th, 2012

Sete bairros da cidade estarão concentrando as atividades da “Operação Impacto de Combate à Dengue”, esta semana, segundo programação divulgada pela Prefeitura de Manaus. No período de 27 de fevereiro a 2 de março, os agentes de endemias da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e os militares das Forças Armadas irão atuar em áreas dos bairros Jorge Teixeira, na zona Leste; Cidade Nova, zona Norte; bairro da Paz, Chapada e Tarumã, nas zonas Oeste e Centro-Oeste; Aleixo e Morro da Liberdade, na zona Sul e Centro-sul.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, desde o início da operação, em 31 de outubro de 2011, até a semana passada, 370.267 imóveis da capital já haviam recebido a visita dos agentes, para o trabalho de eliminação de criadouros do mosquito da dengue e a orientação dos moradores. Este número, salienta Deodato, já supera a meta estipulada inicialmente para o período da operação, que era de levar a inspeção a 350 mil imóveis. A “Operação Impacto” se estenderá até o final de março.

No Jorge Teixeira, as inspeções desta semana vão se concentrar na comunidade Bairro Novo e na Etapa III do bairro da zona Leste. Na Cidade Nova, o trabalho prossegue no mutirão Amazonino Mendes I e conjuntos residenciais Canaranas I e II e Vila Real.

Nas zonas Oeste e Centro-Oeste, as atividades estarão ocorrendo nos bairros da Paz, Tarumã e Chapada (conjunto Dom Pedro). As inspeções continuam nos bairros do Aleixo e do Morro da Liberdade, nas zonas Sul e Centro-Sul.

Inscrições para Residência Médica prorrogadas até quarta-feira, 29

sexta-feira, fevereiro 24th, 2012

 Foram prorrogadas até o dia 29 de fevereiro, quarta-feira, as inscrições para o exame de seleção para o Curso de Residência Médica do Estado do AmazonasA Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) obteve o credenciamento do Ministério da Educação (MEC) para implantar o Programa de Residência Médica em Medicina da Família e Comunidade. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o credenciamento é resultado de um esforço iniciado em agosto de 2010, quando a Prefeitura de Manaus aderiu ao Programa Nacional de Apoio à Formação de Médicos Especialistas em Áreas Estratégicas (Pró-Residência), instituído em 2009 pelo Ministério da Saúde e teve o projeto de pós-graduação lato sensu aprovado.  Estão sendo oferecidas 8 vagas para o curso, que terá duração de 2 anos.

De acordo com o edital publicado pela Comissão Estadual de Residência Médica do Amazonas – órgão subordinado à Comissão Nacional de Residências Médicas, do MEC –, a prova escrita, que corresponde à primeira etapa da seleção, está marcada para o dia 4 de março, com resultado previsto para o dia 6. A segunda etapa, que consiste na fase de entrevistas dos candidatos, deve ocorrer no dia seguinte (7 de março), com resultado no dia 8. Será aberto prazo para recursos e, no dia 12, ocorre a divulgação do resultado final do processo seletivo. Os aprovados farão matrícula no dia 13 e, no dia 14, têm início as atividades.

Deodato salienta que a Unidade Básica de Saúde (UBS) Waldir Bugalho de Medeiros, localizada no bairro Jorge Teixeira, funcionará como núcleo do programa de residência médica da Semsa. A UBS está em fase final de reforma e terá o suporte, também, da Unidade de Saúde Ambulatorial Dr. Alfredo Campos, no Zumbi e a Policlínica Dr. Comte Telles, no São José Operário. “Todo o processo de credenciamento do Programa de Residência Médica da Prefeitura foi orientado pelo Ministério da Saúde e pela Cermam. Antes do credenciamento, representantes da Comissão Nacional de Residência Médica do MEC realizaram uma visita de avaliação da estrutura montada para a implantação do programa”, disse o secretário.

A Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC/PR) foi escolhida pelo Ministério da Saúde para atuar como matriciadora do programa de Residência Médica da Semsa. Este apoio matricial consiste em cooperação técnica, pedagógica, científica e de gestão.

Documentos - As inscrições para o exame de seleção à residência médica da Semsa estão acontecendo no horário de 9h às 12h e das 13h às 16h, na Sala da Comissão de Residência Médica, do Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), situado à Av. Apurinã, nº 04, bairro da Praça 14 de Janeiro.

No ato da inscrição, os candidatos devem apresentar cópia legível do diploma (frente e verso) do curso de graduação em Medicina, expedido por escola médica do Brasil; em se tratando de diploma expedido no exterior, cópia onde conste a revalidação por Universidade Pública Brasileira na forma da Lei, conforme o exigido pela Resolução 1615/2001 de 07/02/2001; Inscrição no Conselho Regional de Medicina ou declaração de estar concluindo o curso de graduação de Medicina em Universidade Brasileira; Carteira depara Identidade; CPF; Título de Eleitor; Certificado de Reservista para os candidatos do sexo masculino;  2 fotos 3×4 coloridas e recentes e comprovante de depósito bancário no valor de R$ 250,00 (duzentos e cinqüenta reais) favorecido à Comissão Estadual de Residência Médica do Amazonas – CEREM-AM, no Banco do Brasil Agência: 2905-X – Conta Corrente: 53510-9. Maiores informações podem ser obtidas no Manual do Candidato, disponível no site www.netium.com.br/cermam.

Samu realizou 249 remoções na segunda e terça-feira de Carnaval

quinta-feira, fevereiro 23rd, 2012

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), da Prefeitura de Manaus, realizou 249 remoções, somando os atendimentos feitos na segunda-feira (20) e na terça-feira de Carnaval (21). Entre os atendimentos, 12 foram de vítimas de atropelamento e 36 de colisão entre veículos. Neste período, o serviço realizou, ainda, a remoção de 8 pessoas vítimas de agressão física, sete feridos por arma branca e sete feridos por arma de fogo. Além das remoções, os médicos da Central de Regulação do SAMU, realizaram, nestes dois dias, 70 atendimentos de orientação, pelo telefone 192.

Entre a sexta-feira (17) e o domingo (19), que antecederam o feriado do Carnaval, o SAMU já havia realizado 435 remoções, sendo 25 de vítimas de atropelamento; 71 de colisão entre veículos; 46 pessoas vítimas de agressão física; 11 feridos por arma branca e 13 feridos por arma de fogo. As orientações feitas pelo médicos da Central de Regulação totalizaram 121 atendimentos.

Sambódromo – O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa que, além do plantão na Central de Regulação do serviço (que atende pelo telefone 192), o SAMU participou do esquema de segurança montado para os principais eventos públicos de Carnaval.

No Sambódromo, por exemplo, o SAMU posicionou ambulâncias nos dias de desfiles das escolas de samba. Na sexta-feira (17), o serviço realizou o atendimento de uma pessoa, vítima de queda, durante o evento. No sábado (18), foram quatro atendimentos, sendo um caso de desmaio; um de asma; um de vômitos e outro a uma vítima de agressão física. No domingo (19), durante o Bloco das Piranhas, que também aconteceu no centro de convenções, foram nove atendimentos, todos de vítimas de agressão física.

Na segunda e terça-feira (20 e 21), o SAMU também deu suporte ao esquema de segurança do Carnaboi. No primeiro dia do evento foram duas remoções: de uma pessoa com quadro de dispneia (falta de ar), que foi levada para o SPA da Alvorada; e uma segunda vítima de acidente de trânsito ocorrido nas imediações do Sambódromo. Na terça-feira, houve apenas uma remoção, de uma vítima de queda, que foi levada para o SPA da Alvorada.

Semsa anuncia novos locais de atendimento das Unidades Móveis

quinta-feira, fevereiro 23rd, 2012

Os bairros da Compensa, na zona Oeste; Monte das Oliveiras e Gilberto Mestrinho, na zona Norte; e Parque 10, na zona Sul da cidade, serão os próximos a receber os serviços das Unidades Móveis de Saúde da Prefeitura de Manaus. O atendimento terá início no dia 27 deste mês e se estenderá até 22 de março, informa o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato. “Na sexta-feira passada encerramos um período de atendimentos nos bairros da Cidade Nova; Coroado, Jorge Teixeira. Nesta quinta e sexta-feira estaremos fazendo a instalação das unidades nas novas áreas, para iniciar o atendimento na próxima segunda-feira”, informou Deodato.

As Unidades Móveis de Saúde da Mulher, que oferecem os exames mamografia, ultrassonografia e coleta de exame preventivo de câncer do colo do útero, serão posicionadas no Parque 10 e na Compensa. “Serão duas unidades atendendo no Centro Social Urbano do Parque 10 e duas ao lado da Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz, na zona Oeste”, explicou Deodato. Na sexta-feira (24), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai divulgar as unidades de saúde que estarão fazendo o encaminhamento para a realização de exames nas “Carretas da Mulher”, como são conhecidas as quatro unidades móveis.

Uma Unidade Móvel Médico-Laboratorial – que oferece consultas nas especialidades de Oftalmologia e Pediatria, além de exames laboratoriais – e duas Unidades Móveis Odontológicas serão posicionadas na Escola Municipal Nina Lins, que fica na comunidade Monte Pascoal (no Monte das Oliveiras). Outro conjunto de três unidades móveis passará a prestar os mesmos serviços na Escola Municipal Madre Tereza de Calcutá, no bairro Gilberto Mestrinho. “No caso destas unidades, o atendimento é voltado para os alunos e para moradores das comunidades próximas às escolas, como é o caso do Novo Reino e Nova Floresta, no Gilberto Mestrinho”, disse Deodato.

Balanço – Este ano, as “Carretas da da Mulher” já passaram pelos bairros da Cidade Nova, Jorge Teixeira e Coroado, com a realização de 7.122 exames, incluindo 2003 mamografias, 3.129 ultrassonografias, e 1.990 coletas de preventivo. As “Carretas Odontológicas”, por sua vez, realizaram 2.021 atendimentos na passagem comunidades Monte Sinai e Engenheiro João Braga, na Cidade Nova. As Unidades de Saúde Médico-Laboratorial realizaram, nestas mesmas comunidades, 1.183 consultas em Pediatria; 1.663 em Oftalmologia, além de realizar 2.326 exames laboratoriais.

SAMU realizou 435 remoções entre sexta-feira e domingo

quinta-feira, fevereiro 23rd, 2012

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), da Prefeitura de Manaus, realizou 435 remoções entre a última sexta-feira (17) e domingo (19). Entre os atendimentos, 25 foram de vítimas de atropelamento e 71 de colisão entre veículos. Neste período, o serviço realizou, ainda, a remoção de 46 pessoas vítimas de agressão física, 11 feridos por arma branca e 13 feridos por arma de fogo. Além das remoções, os médicos da Central de Regulação do SAMU, realizaram 121 atendimentos de orientação, pelo telefone 192.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa que, além do plantão na Central de Regulação do serviço (que atende pelo telefone 192), o SAMU participou do esquema de segurança montado para os principais eventos públicos de Carnaval, programados para a cidade até a terça-feira (22).

O SAMU posicionou ambulâncias no Sambódromo nos dias de desfiles das escolas de samba. Na sexta-feira (17), o serviço realizou o atendimento de uma pessoa, vítima de queda, durante o evento. No sábado (18), foram quatro atendimentos, sendo um caso de desmaio; um de asma; um de vômitos e outro a uma vítima de agressão física. No domingo (19), durante o Bloco das Piranhas, que também aconteceu no centro de convenções, foram nove atendimentos, todos de vítimas de agressão física.

Na segunda e terça-feira (20 e 21), O SAMU também deu suporte ao esquema de segurança do Carnaboi.

Semsa convoca mais 4 aprovados em Processo Seletivo

quinta-feira, fevereiro 23rd, 2012

A Prefeitura de Manaus enviou para publicação no Diário Oficial o 13º Edital de Convocação de aprovados no Processo Seletivo Simplificado (PSS) para o preenchimento de vagas em áreas prioritárias da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, estão sendo chamados para contratação mais 4 aprovados (1 para atuar em unidade da área urbana, no caso o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU, e 3 na área rural).

Deodato informou, ainda, que no início de março deve ser lançado o edital do concurso público que a Prefeitura vai realizar para o preenchimento de 1.910 vagas nos quadros da Semsa, em cargos de nível Fundamental, Médio e Superior. “O concurso nos permitirá fazer frente ao avanço do Programa de Reestruturação da Rede Pública Municipal de Saúde, iniciado em 2009 e que inclui a oferta de mais serviços à população”, disse o secretário.

Os quatro aprovados no PSS, que estão sendo convocados para assinatura de contrato, devem comparecer à Semsa a partir do dia 23 de fevereiro, para pegar a lista de exames e o respectivo encaminhamento à Junta Médica, que avaliará as condições de saúde do candidato.

É importante que os convocados procurem a Semsa já no dia 23, porque terão que concluir esses procedimentos até o dia 8 de março, alerta o secretário Francisco Deodato. Neste período de 15 dias o candidato deverá providenciar os exames de saúde, apresentá-los à Junta Médica e, em seguida, retornar à Semsa para os procedimentos de contratação, munido dos documentos previstos no Edital. O atendimento será realizado no auditório da Semsa (Av. Mário Ypiranga Monteiro – antiga rua Recife – nº 1695, Adrianópolis), de segunda a sexta-feira, somente no período da manhã, das 8h às 12h.

 

 ÁREA URBANA

                                       FUNÇÃO: 010 – CONDUTOR DE MOTOLÂNCIA

NOME

IDENTIDADE

PONTUAÇÃO

COLOCAÇÃO

GILMAR DE SOUZA DO NASCIMENTO

16542886

16

120º

ÁREA RURAL

 

FUNÇÃO: 032 – ASSISTENTE EM ADMINISTRAÇÃO – PSR N.S. DE FÁTIMA (TARUMÃ MIRIM)

NOME

IDENTIDADE

PONTUAÇÃO

COLOCAÇÃO

MÔNICA MARIA SANTOS DA SILVA

16071166

25

FUNÇÃO: 092 – AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE – 23 DE SETEMBRO (PSR SÃO JOÃO)

NOME

IDENTIDADE

PONTUAÇÃO

COLOCAÇÃO

MARIA INGRES FERREIRA MAGALHÃES

1402839-5

10

13°

FUNÇÃO: 108 – AGENTE COMUNITÁRIO DE SAÚDE – SÃO SEBASTIÃO

(RAMAL SÃO FRANCISCO – PSR EFIGÊNIO SALES)

NOME

IDENTIDADE

PONTUAÇÃO

COLOCAÇÃO

ANA GOMES DE SOUZA

1817426-4

10

4° (*)

Prefeitura supera meta de imóveis inspecionados contra a Dengue

quinta-feira, fevereiro 23rd, 2012

Com um mês de antecedência, a Prefeitura de Manaus superou a meta de inspecionar 350 mil imóveis, em toda a cidade, no decorrer da “Operação Impacto de Combate à Dengue”, que foi iniciada em 31 de outubro do ano passado e tem final previsto para o dia 31 do mês de março. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, os agentes da operação alcançaram, esta semana, o número de 363.062 imóveis inspecionados, com a eliminação de 297,3 mil depósitos de água que estavam funcionando como criadouros do mosquito da dengue e o tratamento de outros 38,5 mil depósitos.

“Superemos a meta, mas as ações de campo continuam, pelo menos, até o final de março. As condições climáticas ainda são muito favoráveis à proliferação do mosquito da dengue na cidade e não é recomendável reduzir o ritmo deste trabalho”, afirmou Francisco Deodato. O secretário orienta a população a continuar colaborando com o combate ao Aedes aegypti (mosquito transmissor da doença), adotando as medidas que evitem o acúmulo de água parada e de lixo, mantendo bem tampados os depósitos de armazenamento de água (como camburões e tanques, por exemplo) e fazendo a limpeza de calhas e outras áreas da casa que possam reter água da chuva.

As ações da “Operação Impacto de Combate à Dengue” – realizada pela Prefeitura de Manaus, com o apoio do Governo do Estado e das Forças Armadas –, estão, nesta semana, no bairro Jorge Teixeira (comunidades Santa Inês e João Paulo); Cidade Nova (área do Riacho Doce); Novo Aleixo; Tarumã; Lírio do Vale; Adrianópolis; Aleixo; Morro da Liberdade e Cachoeirinha.

Na quinta-feira que vem, após o feriadão do Carnaval, o trabalho será retomado no Jorge Teixeira (ainda na área da comunidade João Paulo); Cidade Nova (Núcleo 23, Amazonino Mendes I, Canaranas I e II, Vila Real, Conjunto Cidadão); bairro da Paz; Tarumã; Aleixo; Morro da Liberdade e Cachoeirinha.

Os mutirões de limpeza que estão sendo realizados pela Prefeitura com o objetivo de recolher o lixo dos quintais das residências (entulhos que costumam funcionar como criadouros do mosquito da dengue), também estão avançando, nas várias zonas da cidade. Mais de 30 mil toneladas de resíduos já foram coletadas nestas ações. Equipes de educação em saúde da Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) e agentes de endemias da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) têm feito a orientação prévia para a chegada do mutirão de limpeza nos bairros. Esta semana, a ação está ocorrendo o loteamento Rio Piorini, na zona Norte.

A Semulsp reforça a orientação de que os mutirões de limpeza da dengue são específicos para recolher resíduos como, por exemplo, latas, garrafas, carcaças de eletrodomésticos e camburões velhos, que devem ser colocados na frente da casa para que as equipes de limpeza façam a coleta. Nessas ações, não estão sendo recolhidos restos de poda de árvores, restos de capinação ou outro tipo de lixo orgânico.

Prefeitura divulga as ações da saúde para o Carnaval

sexta-feira, fevereiro 17th, 2012

Durante o período do Carnaval, a Prefeitura de Manaus promove uma série de ações na área da saúde, envolvendo atividades educativas de prevenção a doenças, serviço de emergência, com ambulâncias posicionadas nas principais festas públicas da cidade, e medidas de controle da malária, com foco nas pessoas que pretendem se deslocar para a zona rural, no feriadão.

A partir desta sexta-feira (17), serão intensificadas as ações educativas de prevenção a Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/Aids), Malária e Dengue. Equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que já estão fazendo este trabalho desde o início do mês, em eventos carnavalescos, vão marcar presença, também, nas principais saídas da cidade e em áreas de balneário e retiros religiosos, para distribuir material informativo sobre essas doenças. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa, ainda, que as ações de controle vetorial (fumacê) da malária, que também foram intensificadas esta semana, continuarão sendo realizadas no período do Carnaval.

Nesta sexta-feira (17), das 9h às 15h, o trabalho de orientação será realizado por equipes do Distrito de Saúde Sul, na área do Porto de Manaus e Feira da Manaus Moderna, ambos no Centro da cidade; e Terminal Rodoviário, em Flores. No mesmo horário, equipes do Distrito de Saúde Norte estarão percorrendo áreas da AM-010, como o Acampamento Philips; balneários Mariápolis, Montes Verdes e do Sindicato dos Metalúrgicos. Das 9h às 12h, uma equipe da Semsa também estará no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, fazendo da distribuição de preservativos masculinos e de material informativo sobre DST/Aids e de conscientização contra as diversas formas de violência.

No sábado (18), as equipes de educação em saúde atuarão das 9h às 15h, no Porto da Ceasa, na zona Leste; Marina do Davi, zona Oeste; na barreira que dá acesso à estrada AM-010 e, novamente, no Porto de Manaus, Rodoviária e Feira da Manaus Moderna. Pela manhã, o trabalho alcança, ainda, o ramal do Sol Nascente (Prainha) e a estrada da Vivenda Verde.

No domingo (19), a atividade se concentrará na barreira da AM-010, das 8h30 às 15h e acontece, também, a partir das 17h, na banda do conjunto Santos Dumont. Na segunda-feira (20), as equipes voltam à barreira AM-010 e à Marina do Davi.

No Sambódromo, o trabalho terá como foco, principalmente, as DST/Aids e haverá distribuição de preservativos masculinos, nesta quinta-feira (16), sexta-feira (17) e sábado (18), quando acontecem os desfiles das escolas de samba e nos dias 20 e 21, durante o Carnaboi. Este ano, durante a campanha de prevenção às DST/Aids, específica para o Carnaval, a Prefeitura deve distribuir, aproximadamente, 800 mil preservativos masculinos.

Nesta sexta-feira e durante todo o final de semana, a distribuição de preservativos alcançará, também, vários eventos de rua, promovidos por blocos e bandas, nos bairros da cidade. No Distrito de Saúde Rural o destaque é a ação que acontece, nesta sexta-feira, das 9h às 13h, na comunidade Nossa Senhora de Fátima, no Tarumã-Mirim. No sábado, haverá blitz educativa na Marina do Davi, também no Tarumã.

Malária – A Prefeitura de Manaus intensificou as ações de controle vetorial da Malária em 38 localidades da zona rural da cidade, que devem receber grande fluxo de pessoas no feriado do Carnaval. As ações estão alcançando áreas de balneários e sítios que costumam ser utilizadas para lazer ou retiros religiosos, explica Francisco Deodato. Desde a última segunda-feira (13), agentes de endemias da Semsa estão realizando o chamado fumacê (termonebulização) nestas áreas. A programação inclui seis localidades da zona Norte; 19 da zona Leste e 13 da zona Oeste, incluindo ramais das rodovias AM-010 e BR-174, Tarumã, Puraquequara.

“O ideal é que as pessoas evitem aquelas áreas consideradas de risco para a Malária. Se isso não for possível, é importante adotar os cuidados para reduzir as chances de contrair a doença”, orienta Francisco Deodato. Segundo ele, Manaus tem conseguido reduzir o número de casos de Malária e os esforços são para manter esta tendência. No último mês de janeiro, por exemplo, esta redução foi de quase 35%, em relação ao mesmo período do ano passado. “No entanto, os casos da doença costumam aumentar, em média, 20% nas semanas posteriores aos períodos de feriados prolongados”, ponderou o secretário.

Estimativas do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (DVEAM) da Semsa apontam, ainda, que 43% dos casos da doença, registrados na capital, acometem a chamada população flutuante, ou seja, pessoas que não são moradoras das áreas de risco da doença. “Estes casos estão associados, em sua maioria, a pessoas que estiveram em balneários e sítios, participando, por exemplo, de atividades de lazer ou de eventos religiosos, sem adotar os devidos cuidados para se proteger contra a doença”, explica Deodato.

Se estiver em áreas de risco da Malária, a pessoa deve evitar se expor a áreas desprotegidas entre o anoitecer e as primeiras horas da manhã, período de maior atividade do mosquito Anopheles, mosquito transmissor da doença. O uso de repelentes no corpo também é recomendado e o ideal é usar mosquiteiros ao redor da cama ou da rede. Telar janelas e portas, para dificultar a entrada dos mosquitos na casa,é outro cuidado importante.

SAMU – Além do plantão na Central de Regulação do serviço (que atende pelo telefone 192), o SAMU, da Prefeitura de Manaus, já está participando do esquema de segurança montado para os principais eventos públicos de Carnaval, programados para a cidade até o dia 22 deste mês.

Haverá ambulâncias do SAMU posicionadas no Sambódromo, dando suporte aos três dias de desfiles das escolas de samba (16, 17 e 18) e, também, nos dois dias do Carnaboi (20 e 21). Eventos como o desfile de fantasia que acontecerá no Largo do São Sebastião, no domingo (19), também contarão com este suporte.

O SAMU também já está mantendo, sempre a partir das 20h, uma ambulância posicionada na área do Shopping do Tururi, no Largo do Mestre Chico, zona Centro-Oeste, próximo ao Sambódromo.

Prefeitura leva operação de combate à dengue a nove bairros

terça-feira, fevereiro 14th, 2012

As ações da “Operação Impacto de Combate à Dengue” – realizada pela Prefeitura de Manaus, com o apoio do Governo do Estado e das Forças Armadas –, estarão percorrendo áreas de nove bairros da cidade, durante esta semana. Iniciada em outubro do ano passado, a operação já inspecionou mais de 321 mil imóveis da capital. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, salienta que as ações de campo continuarão ocorrendo, de forma intensificada, até o final de março, quando mais de 350 mil imóveis deverão receber a visita dos agentes, que eliminam os criadouros do mosquito transmissor da dengue e orientam a população sobre as medidas de prevenção à doença.

Na zona Leste da cidade, os agentes de endemias da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e os militares da Aeronáutica estão atuando no bairro Jorge Teixeira, precisamente nas comunidades Santa Inês e João Paulo. Na zona Norte, o trabalho está sendo realizado na Cidade Nova (área do Riacho Doce) e no Novo Aleixo. Na zona Oeste, militares do Exército e agentes de endemias estão realizando as ações de inspeção em imóveis do Tarumã e Lírio do Vale. Já na zona Sul da cidade, militares da Marinha e agentes de endemias estão percorrendo as casas dos bairros de Adrianópolis, Aleixo, Morro da Liberdade e Cachoeirinha.

Os mutirões de limpeza que estão sendo realizados pela Prefeitura com o objetivo de recolher o lixo dos quintais das residências (entulhos que costumam funcionar como criadouros do mosquito da dengue), também estão avançando, nas várias zonas da cidade. Mais de 30 mil toneladas de resíduos já foram coletadas nestas ações. Equipes de educação em saúde da Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp) e agentes de endemias da Semsa têm feito a orientação prévia para a chegada do mutirão de limpeza nos bairros. Esta semana, a ação está ocorrendo o loteamento Rio Piorini, na zona Norte.

A Semulsp reforça a orientação de que os mutirões de limpeza da dengue são específicos para recolher resíduos como, por exemplo, latas, garrafas, carcaças de eletrodomésticos e camburões velhos, que devem ser colocados na frente da casa para que as equipes de limpeza façam a coleta. Nessas ações, não estão sendo recolhidos restos de poda de árvores, restos de capinação ou outro tipo de lixo orgânico.

Prefeitura intensifica campanhas educativas durante Carnaval

terça-feira, fevereiro 14th, 2012

A Prefeitura de Manaus vai intensificar, esta semana, as ações educativas com foco na prevenção de Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/Aids), Malária e Dengue. Equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que já estão fazendo este trabalho desde o início do mês, em eventos carnavalescos, vão marcar presença, também, nas principais saídas da cidade e em áreas de balneário e retiros religiosos, para distribuir material informativo sobre essas doenças. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, as atividades ganham mais força já na sexta-feira (17) e se estendem até terça-feira (21), cobrindo todo o feriadão do Carnaval e os dois dias do Carnaboi.

Na sexta-feira (17), das 9h às 15h, o trabalho de orientação será realizado por equipes do Distrito de Saúde Sul, na área do Porto de Manaus e Feira da Manaus Moderna, ambos no Centro da cidade; e Terminal Rodoviário, em Flores. No mesmo horário, equipes do Distrito de Saúde Norte estarão percorrendo áreas da AM-010, como o Acampamento Philips; balneários Mariápolis, Montes Verdes e do Sindicato dos Metalúrgicos. Das 9h às 12h, uma equipe da Semsa também estará no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, fazendo da distribuição de preservativos masculinos e de material informativo sobre DST/Aids e de conscientização contra as diversas formas de violência.

No sábado (18), as equipes de educação em saúde atuarão das 9h às 15h, no Porto da Ceasa, na zona Leste; Marina do Davi, zona Oeste; na barreira que dá acesso à estrada AM-010 e, novamente, no Porto de Manaus, Rodoviária e Feira da Manaus Moderna. Pela manhã, o trabalho alcança, ainda, o ramal do Sol Nascente (Prainha) e a estrada da Vivenda Verde.

No domingo (19), a atividade se concentrará na barreira da AM-010, das 8h30 às 15h e acontece, também, a partir das 17h, na banda do conjunto Santos Dumont. Na segunda-feira (20), as equipes voltam à barreira AM-010 e à Marina do Davi.

No Sambódromo, o trabalho terá como foco, principalmente, as DST/Aids e haverá distribuição de preservativos masculinos, no período de 16 a 18, quando acontecem os desfiles das escolas de samba e nos dias 20 e 21, durante o Carnaboi. Este ano, durante a campanha de prevenção às DST/Aids específica para o Carnaval, a Prefeitura deve distribuir, aproximadamente, 800 mil preservativos masculinos.

SAMU realizou 350 remoções entre sexta-feira e domingo

terça-feira, fevereiro 14th, 2012

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), da Prefeitura de Manaus, realizou 350 remoções entre a última sexta-feira (10) e domingo (12). Entre os atendimentos, nove foram de vítimas de atropelamento e 78 de colisão entre veículos.  Neste período, o serviço realizou, ainda, a remoção de 34 pessoas vítimas de agressão física, três feridos por arma branca e sete feridos por arma de fogo. Além das remoções, os médicos da Central de Regulação do SAMU realizaram 146 atendimentos de orientação, pelo telefone 192.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa que, além do plantão na Central de Regulação do serviço (que atende pelo telefone 192), o SAMU já está participando do esquema de segurança montado para os principais eventos públicos de Carnaval, programados para a cidade até o dia 22 deste mês.

Na sexta-feira (10), uma unidade móvel do serviço deu suporte ao baile de Carnaval do Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou, no Santo Antônio, zona Oeste. No sábado (11), uma ambulância ficou posicionada na área da avenida Eduardo Ribeiro, no Centro, onde aconteceu a Banda da Difusora e outra, no Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, na Cidade Nova, zona Norte, onde aconteceu um baile de carnaval. No domingo (12), o serviço integrou o esquema de segurança do Concurso de Fantasia e Baile Infantis, que aconteceu no Largo São Sebastião, no Centro.

Haverá ambulâncias do SAMU posicionadas no Sambódromo, dando suporte aos três dias de desfiles das escolas de samba (16, 17 e 18) e, também, nos dois dias do Carnaboi (20 e 21). Eventos como o desfile de fantasia que acontecerá no Largo do São Sebastião, no domingo (19), também contarão com este suporte.

O SAMU também já está mantendo, sempre a partir das 20h, uma ambulância posicionada na área do Shopping do Tururi, no Largo do Mestre Chico, zona Centro-Oeste, próximo ao Sambódromo.

Prefeitura inaugura mais quatro “Casonas” nas zonas Norte e Oeste

segunda-feira, fevereiro 13th, 2012

A Prefeitura de Manaus inaugurou, na sexta-feira (10), mais quatro Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs), construídas no novo padrão ampliado de 130m² e com mais serviços à população. Agora, já chega a 29 o número de unidades deste tipo, que estão substituindo as “Casinhas de Saúde” de apenas 32m² e permitindo à Prefeitura reforçar as ações da Estratégia Saúde da Família. A entrega das novas UBSFs – três na zona Norte e uma na zona Oeste – foi feita pelo prefeito Amazonino Mendes e o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

Na zona Norte, foram inauguradas, na sexta-feira, a UBSF N-24, localizada no bairro Terra Nova II; N-40, no conjunto Manôa, bairro da Cidade Nova; e N-42, que fica na comunidade  Alfredo Nascimento II, no Cidade de Deus. A zona Norte concentra o maior número de unidades da “Saúde da Família” já funcionando no novo padrão. São 19 UBSFs entregues pela Prefeitura, alcançando, aproximadamente, 85,5 mil usuários.

A quarta unidade entregue pelo prefeito, a UBSF O-01, fica na comunidade União da Vitória, no bairro do Tarumã, zona Oeste. Esta região da cidade já tem cinco UBSFs ampliadas, incluindo a O-45, instalada na comunidade Rio Solimões, que ainda não contava com a cobertura da “Saúde da Família”.

Para construir as 29 “Casonas de Saúde”, como são popularmente conhecidas as novas UBSFs, a Prefeitura de Manaus investiu, aproximadamente, R$ 9,6 milhões. Francisco Deodato explica que outras 23 “Casonas” já estão com as obras em fase de conclusão, sendo executadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf).

O secretário informou que, ainda neste mês, a Prefeitura pretende lançar o edital do concurso público que deve abrir quase 2 mil vagas para os quadros da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). “Este concurso é muito importante para fazer frente às mudanças que estão sendo realizadas, principalmente na Estratégia Saúde da Família, que terá o número de profissionais reforçado”, disse Deodato.

Novos serviços – As “Casinhas” atuais oferecem consultas médicas, de enfermagem e visitas domiciliares. A estrutura ampliada do novo modelo de UBSF permite que as famílias cadastradas na unidade passem a receber, também, atendimento odontológico, além de ter acesso aos serviços de coleta de exames e imunização. Nebulização, curativo e acesso à farmácia básica também passam a ser oferecidos em espaços físicos adequados, dentro dos parâmetros preconizados pelo Ministério da Saúde. “As novas unidades têm uma estrutura mais digna para atendimento dos usuários e garantem melhores condições de trabalho às equipes da Saúde da Família”, afirma Francisco Deodato.

Fique por dentro – Cada UBSF acompanha um número definido de pessoas (entre 4 mil e 5 mil), que vivem em uma área geográfica delimitada. O atendimento é feito na própria unidade de saúde e, também, em visitas domiciliares. A Estratégia Saúde da Família inclui ações de promoção à saúde e de prevenção, recuperação e reabilitação de doenças e agravos mais comuns.

Onde ficam as “Casonas de Saúde” já inauguradas pela Prefeitura de Manaus

ZONA NORTE:

UBSF N-46 – Colônia Terra Nova

UBSF N-36 – Cidade de Deus

UBSF N-06 – comunidade Nossa Senhora de Fátima II, Cidade de Deus.

UBSF N-05 – comunidade Braga Mendes, Cidade de Deus

UBSF N-16 – comunidade Campo Dourado, Cidade Nova I

UBSF N-30 – comunidade Santa Marta, Colônia Terra Nova

UBSF N-47 – Colônia Terra Nova

UBSF N-27 – comunidade Monte Pascoal, Monte das Oliveiras.

UBSF N-26 – Monte das Oliveiras.

UBSF N-01 – Cidade de Deus.

UBSF N-12 – Novo Aleixo

UBSF N-22 – comunidade Florestal, Monte das Oliveiras

UBSF N-43 – comunidade Leão de Judá

UBSF N-50 – Cidade Nova

UBSF N-31 – Colônia Terra Nova

UBSFN-02 – Cidade de Deus

UBSF N-24 – Colônia Terra Nova II

UBSF N-40 – Conjunto Manôa, Cidade Nova

UBSF N-42 – Comunidade Alfredo Nascimento II, Cidade de Deus

 

ZONA LESTE:

UBSF L-42 – comunidade Bela Vista, Puraquequara.

UBSF L-15 – Colina do Aleixo

 

ZONA OESTE:

UBSF O-38 – comunidade Santa Terezinha, Alvorada II.

UBSF O-43 – Compensa II

UBSF O-19 – Compensa II

UBSF O-45 – comunidade Rio Solimões, Tarumã.

UBSF O-01 – Comunidade União da Vitória, Tarumã

 

ZONA SUL:

UBSF S-43 – comunidade Nova Jerusalém, Petrópolis.

UBSF S-12 – Cachoeirinha

UBSF S-01 – Comunidade Parque das Nações, Flores

 

Prefeitura coloca ambulâncias do SAMU em eventos de Carnaval

sexta-feira, fevereiro 10th, 2012

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU 192), da Prefeitura de Manaus, vai participar do esquema de segurança montado para os principais eventos públicos de Carnaval, que estão programados para a cidade até o dia 22 deste mês. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, explica que haverá ambulâncias do SAMU posicionadas no Sambódromo, dando suporte aos três dias de desfiles das escolas de samba (16, 17 e 18) e, também, nos dois dias do Carnaboi (21 e 22). Eventos como os desfiles de fantasia, que acontecerão no Largo do São Sebastião, nos dias 12 e 19, também contarão com este suporte, disse o secretário.

O SAMU já está mantendo, sempre a partir das 20h, uma ambulância posicionada na área do Shopping do Tururi, no Largo do Mestre Chico, zona Centro-Oeste, próximo ao Sambódromo. Nesta sexta-feira (10), a partir das 16h, uma unidade móvel do serviço também estará dando suporte ao baile de Carnaval do Centro de Convivência da Família Magdalena Arce Daou, no Santo Antônio, zona Oeste.

No sábado (11), a partir das 16h, uma ambulância estará posicionada na área da avenida Eduardo Ribeiro, no Centro, onde acontecerá a Banda da Difusora. Neste mesmo dia, a partir das 17h, uma ambulância do SAMU integrará também o esquema de segurança do baile do Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, na Cidade Nova, zona Norte. No domingo (12), será a vez do Concurso de Fantasia e Baile Infantis, que acontece a partir das 18h, no Largo São Sebastião, no Centro. A versão deste evento para o público adulto, programada pela Secretaria Estadual de Cultura (SEC) para o dia 19, também terá o suporte do serviço de remoção de urgência da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

A presença do SAMU no Sambódromo incluirá os desfiles das escolas de samba do Grupo C, no dia 16; das escolas dos Grupos A e B, no dia 17; escolas do Grupo Especial, no dia 18 e, depois, nos dias 21 e 22, quando ocorre a festa do Carnaboi, promovida pela Prefeitura de Manaus.

Prevenção às DST/Aids – Desde o início deste mês, a Prefeitura de Manaus vem realizando uma Campanha de Prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/Aids), com foco no Carnaval. Até o final do período carnavalesco, as ações da campanha, que estão sendo levadas aos ensaios de escolas de samba, festas de rua e também estão nos desfiles do Sambódromo, devem resultar da distribuição de 800 mil preservativos masculinos.

A campanha de prevenção, coordenada pela Equipe Técnica de Ações em DST/Aids e Hepatites Virais, da Semsa, está sendo executada em todos os  Distritos de Saúde da cidade, com o slogan: “Carnaval é Folia. Aids, não! Sexo Sem Camisinha, Nem de Brincadeirinha”.

Nas unidades de saúde, além da distribuição de preservativos, acontecerão palestras, com entrega de material informativo sobre as DST/Aids. As ações de rua incluem blitzen educativas, realizadas em parceria com entidades, como a Associação Garotos da Noite, Associação Orquídea/GLTB, Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/Aids (RNP+ Amazonas) e Coordenação Estadual de Controle das DST/Aids. Nesta sexta-feira (10), a partir das 8h, por exemplo, equipes do Distrito de Saúde Oeste, da Semsa, e das instituições parceiras marcam presença na esquina das avenidas Pedro Teixeira com Constantino Nery, para fazer o trabalho de conscientização, distribuição de preservativos e material informativo sobre as DSTs.

Confira alguns dos eventos que receberão a campanha de prevenção às DST/Aids:

Dia 10 (sexta-feira)

Ensaio da Escola Mocidade Independente do Coroado

Banda do Baby (na rua Ajuricaba, Vila da Prata)

Dia 11 (sábado)

Bloco da Loira (rua Circular II, Amazonino Mendes)

Banda da Difusora (av. Eduardo Ribeiro, Centro)

Dia 12 (domingo)

Banda do Boulevard (Boulevard Álvaro Maia)

Banda da Baixa da Égua (Educandos)

Prefeitura inaugura mais quatro “Casonas da Saúde”

sexta-feira, fevereiro 10th, 2012

A Prefeitura de Manaus inaugura, nesta sexta-feira (10), mais quatro Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs), totalizando 29 já construídas no novo padrão ampliado (de 130 m²), para substituir as antigas “Casinhas de Saúde” (de 32 m²). As novas “Casonas da Saúde”, como são conhecidas popularmente, vão beneficiar moradores de três áreas da zona Norte de Manaus e uma do Tarumã, na zona Oeste. O prefeito Amazonino Mendes e o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, cumprirão uma agenda de inaugurações, que começa a partir das 9h, iniciando pela UBSF N-42, localizada na comunidade Alfredo Nascimento II, na zona Norte.

Serviço: inauguração de 4 novas “Casonas de Saúde”           

Data: sexta-feira, 10 de fevereiro

9h - UBSF N-42 – rua Rio Jordão, s/n, comunidade Alfredo Nascimento II, Cidade de Deus, zona Norte

Ponto de referência: próximo ao Mercadinho Pão do Coração

9h30 - UBSF N-40 – rua 02, s/n, Conjunto Manôa, Cidade Nova, zona Norte

Ponto de referência: próximo à igreja católica Santa Mônica

10h - UBSF N-24 – rua Manicoré com rua Oscar Romero, s/n, Terra Nova II, zona Norte

Ponto de referência: próximo à estação de ônibus da linha 301

10h30 - UBSF O-01 – av. Ayrton Sena, s/n, comunidade União da Vitória, Tarumã, zona Oeste

Ponto de referência: ao lado da Escola Municipal Antonia Medeiros da Silva

Semsa inicia acompanhamento semestral de inscritos no Bolsa Família

quinta-feira, fevereiro 9th, 2012

A Prefeitura de Manaus iniciou, esta semana, o processo de acompanhamento das condicionalidades de saúde dos beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF), do Governo Federal. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, ressalta que o acompanhamento é uma das exigências a serem cumpridas pelos inscritos no programa, para manutenção do benefício. Segundo ele, neste primeiro semestre do ano, 94.232 famílias da capital devem cumprir o compromisso.

Deodato orienta que os beneficiários do programa devem fazer a consulta de acompanhamento sempre na mesma unidade de saúde para evitar, por exemplo, problemas de duplicidade nas informações, quando os dados forem repassados ao sistema de controle do “Bolsa Família”. No caso das famílias inseridas este ano no programa, a recomendação é para que procurem a unidade de saúde mais próxima de sua residência, a fim de receber as orientações sobre o acompanhamento.

Para o beneficiário que mudou de endereço entre dezembro do ano passado e janeiro deste ano, a orientação é procurar um dos 18 Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) da Prefeitura de Manaus, para informar o novo local de moradia. “Somente após efetuar esse procedimento é que o beneficiário poderá escolher a unidade de saúde mais próxima de sua casa para dar início ao acompanhamento das condicionalidades de saúde”, explica a coordenadora da Equipe Técnica de Ações em Alimentação e Nutrição da Semsa, Danielle Belota.

No ato da consulta, na unidade de saúde, o beneficiário precisa apresentar o cartão do Programa Bolsa Família, com identificação do Número de Inscrição Social (NIS), cartão de vacinação da criança e, no caso das grávidas, o cartão de Pré-Natal. “Os pais precisam estar atentos para manter atualizado o cartão de vacinação dos filhos. Essa exigência vale para crianças com até sete anos de idade”, frisa Danielle.

Cobertura – Somente no segundo semestre de 2011, 79.051 famílias inscritas no “Bolsa Família” federal passaram pelo acompanhamento nas unidades de saúde da Prefeitura de Manaus, representando uma cobertura de 81,7% do universo de famílias atendidas, bem acima da meta pactuada, que era de 73%.

No fechamento de 2009, o porcentual de cobertura alcançou 62,1%, contra os 38,6% verificados no mesmo período de 2008. Em 2010, o indicador continuou sendo ampliado, fechando o segundo semestre do ano em 70,74%. Este desempenho foi alcançado por meio de estratégias como os mutirões de atendimento – denominados “Chamadas Nutricionais” –, organizados pelos Distritos de Saúde da rede municipal e, ainda, em decorrência da intensificação da busca ativa, realizada pelos agentes comunitários da Estratégia Saúde da Família. 

Prefeitura leva campanha de prevenção a eventos carnavalescos

quinta-feira, fevereiro 9th, 2012

A Campanha de Prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/Aids), que está sendo realizada pela Prefeitura de Manaus desde o início deste mês, alcançará vários eventos carnavalescos neste final de semana. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, salienta que, nos eventos, as equipes da Prefeitura e demais instituições parceiras da campanha de prevenção estarão realizando a distribuição de preservativos masculinos. Segundo o secretário, até o dia 21 (Terça-Feira de Carnaval), as ações preventivas executadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) devem distribuir 800 mil preservativos.

As ações estão sendo desenvolvidas por equipes de todos os cinco Distritos de Saúde, incluindo o Rural, e acontecerão nas unidades de saúde, em locais de grande circulação de pessoas e, principalmente, em eventos de rua, como os ensaios e festas promovidas por escolas de samba, blocos e bandas, encerrando-se no desfile do Sambódromo. Este ano, a Campanha de Prevenção às DST/Aids tem como slogan: “Carnaval é Folia. Aids, não! Sexo Sem Camisinha, Nem de Brincadeirinha”.

Nas unidades de saúde, além da distribuição de preservativos, acontecerão palestras, com entrega de material informativo sobre as DST/Aids. As ações de rua incluem blitze educativas, realizadas em parceria com entidades, como a  Associação Garotos da Noite, Associação Orquídea/GLTB, Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/Aids (RNP+ Amazonas) e Coordenação Estadual de Controle das DST/Aids. Nesta sexta-feira (10), a partir das 8h, por exemplo, equipes do Distrito de Saúde Oeste, da Semsa, e das instituições parceiras marcam presença na esquina das avenidas Pedro Teixeira com Constantino Nery, para  fazer o trabalho de conscientização, distribuição de preservativos e material informativo sobre as DSTs.

Confira alguns dos eventos que receberão a campanha de prevenção às DST/Aids:

Dia 10 (sexta-feira)

Ensaio da Escola Mocidade Independente do Coroado

Banda do Baby (na rua Ajuricaba, Vila da Prata)

Dia 11 (sábado)

Bloco da Loira (rua Circular II, Amazonino Mendes)

Banda da Difusora (av. Eduardo Ribeiro, Centro)

Dia 12 (domingo)

Banda do Boulevard (Boulevard Álvaro Maia)

Banda da Baixa da Égua (Educandos)

Prefeitura promove capacitação para cirurgiões-dentistas

sexta-feira, fevereiro 3rd, 2012

A Prefeitura de Manaus promove, nesta sexta-feira (3), o curso de capacitação para cirurgiões-dentistas da rede municipal de saúde, que terá como tema o câncer bucal. O evento, que acontece a partir das 8h, no auditório da Assembleia Legislativa do Estado (ALE), faz parte dos preparativos para uma campanha de prevenção ao câncer oral que será realizada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em abril, informa o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

O Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima que 14.170 novos casos de câncer da cavidade oral sejam registrados este ano no País. Na região Norte, segundo o Inca, sem considerar os tumores de pele não melanoma, o câncer da cavidade oral é o sexto mais frequente na população masculina e o nono mais frequente entre as mulheres. “Estes indicadores mostram a importância de mantermos os profissionais da rede atualizados sobre o tema e de reforçarmos as ações de prevenção. Como nos demais tipos de câncer, a detecção precoce de anomalias pré-malignas é fundamental. O câncer bucal apresenta taxas muito altas de cura, se detectado precocemente”, afirma Deodato.

O tabagismo, as infecções pelo vírus HPV e o uso de próteses dentárias mal-adaptadas – esta última uma situação muito frequente na população mais idosa – estão entre os fatores de risco para o câncer de boca. “Em 28 de abril, dia Nacional de Vacinação dos Idosos, estaremos aproveitando a oportunidade para fazer uma grande ação de atendimento deste público. Nossa ideia é que, nesta data, as unidades de saúde ofereçam, além da vacinação, o exame bucal, feito pelos  cirurgiões-dentistas da rede, com a finalidade de identificar casos suspeitos do câncer oral”, informou o secretário.

O curso desta sexta-feira será ministrado pelo mestre em Patologia Bucal e professor da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Arnaldo de Almeida Garrocho. O tema da capacitação será: “Câncer bucal: uma questão de saúde pública – orientação para o cirurgião-dentista clínico”.

Expansão do atendimento – Em Manaus, a Atenção Básica oferece atendimento odontológico em 47 Unidades Básicas de Saúde (UBSs), 25 Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) – as novas “Casonas de Saúde” –, além das oito Policlínicas e a Unidade de Saúde Ambulatorial (USA) Dr. Alfredo Campos. A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) mantém 44 gabinetes odontológicos em escolas do município, numa ação em parceria com a Secretaria de Educação (Semed).

Desde o final de 2010, a Prefeitura ampliou a oferta de serviços nesta especialidade, por meio das Unidades Móveis de Saúde Odontológica. Atualmente, são quatro unidades deste tipo levando atendimento aos bairros mais afastados da cidade, onde a Atenção Básica esta sendo reforçada. Cada unidade móvel possui três gabinetes odontológicos. Somente no ano de 2011, as unidades móveis permitiram a realização de 34,2 mil atendimentos (incluindo procedimentos como restauração, exodontia, profilaxia/aplicação de flúor).

A Prefeitura conta, ainda, com três Centros de Especialidades Odontológicas (CEOs), que funcionam nos Distritos de Saúde Sul, Norte e Oeste. Os CEOs oferecem cirurgia oral menor; endodontia (tratamento de canal); periodontia; odontopediatria; dor orofacial, disfunção da articulação temporomandibular (ATM) e atendimento especial a pacientes com deficiência. No CEO da zona Oeste funciona, desde 2010, um projeto pioneiro: o primeiro Laboratório de Prótese Dentária (LPD) da rede pública municipal de saúde.

Este ano, a Prefeitura planeja construir o CEO da zona Leste, onde será implantado o Laboratório de Próteses Dentárias Central, para atender a demanda de todos os Distritos de Saúde.

Semsa, FVS e Inpa orientam empresas da construção contra a dengue

sexta-feira, fevereiro 3rd, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) e o Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) promoveram, na quarta-feira (1º), uma reunião com representantes de empresas do Setor da Construção Civil, para orientar sobre a necessidade de reforço das medidas de combate à Dengue nos canteiros de obras da cidade. Os técnicos dos três órgãos apresentaram sugestões de cuidados e métodos que podem ser adotados nestes espaços, para evitar a proliferação do mosquito transmissor da doença. Durante a reunião, que aconteceu na sede do Serviço Social da Indústria da Construção Civil (Seconci), os técnicos da Semsa também fizeram um alerta: o Código Sanitário do Município prevê multa para os empreendimentos do setor que não adotarem os cuidados para drenagem das águas (originadas ou não pelas chuvas), de forma a impedir a proliferação de mosquitos.

“Nosso esforço, no entanto, é para que não seja necessário chegar ao ponto de autuar e multar os responsáveis pelos empreendimentos. É muito mais importante que as empresas entrem nesse processo como corresponsáveis pelas medidas de combate à dengue. Desta forma, estarão protegendo não apenas seus trabalhadores, mas a população que vive no entorno dos canteiros de obras”, frisa o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

A criação de brigadas internas, formadas por funcionários que possam fazer o monitoramento e eliminar os criadouros do mosquito da dengue nos canteiros de obras é uma das recomendações que está sendo feita pela Semsa e a FVS às construtoras. “Os dois órgãos farão a capacitação necessária desses trabalhadores, para a realização destas tarefas, e os resultados serão monitorados”, disse o secretário.

Os representantes das construtoras assistiram a uma palestra com dados estatísticos e orientações gerais sobre a Dengue, proferida pelo biólogo e doutor em Entomologia Ricardo Passos, da FVS. Ao reforçar a importância da criação das “brigadas”, ele apresentou um formulário (uma lista de tarefas), confeccionado pelo órgão de vigilância epidemiológica estadual, que pode orientar o trabalho diário das brigadas. “A nossa proposta é que as brigadas adotem este check list, que facilita o monitoramento de todas aquelas situações que possam contribuir para a proliferação do mosquito da dengue”, frisou.

A adoção do método de tratamento de criadouros do mosquito da dengue com uma mistura à base de Cal e Cloro Orgânico é outra medida que está sendo sugerida às construtoras. O doutor em Entomologia Wanderli Pedro Tadei, do Inpa, que desenvolveu o método, também fez uma exposição na reunião desta quarta-feira. O pó resultante da medida, explicou o pesquisador, deve ser aplicado em locais que acumulam água, como é o caso das lajes dos edifícios em construção. Essas áreas costumam passar um período alagadas, como parte dos testes de infiltração da obra. Recurso considerado de baixo custo, o método garante uma taxa de mortalidade de 100% das larvas do mosquito e protege a área onde a mistura é aplicada por um período de 7 a 15 dias. Devidamente treinados, os próprios trabalhadores podem fazer a aplicação da mistura.

Semsa, FVS e Inpa se reúnem com representantes da Construção Civil

quarta-feira, fevereiro 1st, 2012

Técnicos da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), da Fundação de Vigilância Sanitária (FVS) e do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa) reúnem-se, nesta quarta-feira (1º), a partir das 8h30, com representantes das empresas do setor da Construção Civil, para discutir medidas de prevenção à Dengue, nos canteiros de obras da cidade. A reunião acontecerá na sede do Serviço Social da Indústria da Construção Civil (Seconci) e abordará temas como a criação de brigadas de combate à Dengue e a utilização do “Método Cal e Cloro” para evitar a proliferação de larvas do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença.

Serviço: Reunião sobre Medidas de Combate à Dengue nos Canteiros de Obras da capital

Data: 1º de fevereiro

Hora: 8h30

Local: sede do Serviço Social da Indústria da Construção Civil (Seconci), na rua Simon Bolívar, 334, Centro, 2º Andar.

Prefeitura inicia instalação de 234 mil mosquiteiros

terça-feira, janeiro 31st, 2012

A Prefeitura de Manaus inicia esta semana o trabalho de instalação de 234 mil mosquiteiros impregnados com inseticida, para o combate à Malária. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, aproximadamente 49,6 mil imóveis localizados nas zonas rural e periurbana da cidade, identificadas como áreas de transmissão ativa da doença, receberão os mosquiteiros. Nesta terça-feira (31), às 9h, no Jardim Botânico da Reserva Adolpho Ducke, Francisco Deodato apresentará o cronograma da ação e os detalhes da estratégia e logística montadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para executá-lo.

Serviço: Apresentação do cronograma de ação e da logística para instalação de mosquiteiros para o combate à Malária, além de demonstração na comunidade.

Data: 31/01/2012

Horário: 9h

Local: Jardim Botânico da Reserva Adolpho Ducke – rua Uirapuru, s/n, Cidade de Deus.

“Carretas da Mulher” iniciam atendimento na Zona Leste

terça-feira, janeiro 31st, 2012

As Unidades Móveis de Saúde da Mulher, da Prefeitura de Manaus, iniciam nesta terça-feira (31), o atendimento nos bairros do Coroado e do Jorge Teixeira. As “Carretas da Mulher”, como são popularmente conhecidas, oferecem os serviços de mamografia, ultrassonografia e coleta de exame preventivo do colo do útero. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, as quatro unidades móveis devem ficar posicionadas nos dois bairros da zona Leste até o dia 23 de fevereiro, e a previsão é de que realizem, neste período, 3 mil ultrassonografias; 2,4 mil mamografias; e 1,8 mil coletas de preventivo de câncer do colo do útero, num total de, aproximadamente, 7,2 mil exames.

No Coroado, o atendimento será no Centro de Desenvolvimento Comunitário (CDCC), localizado na rua Ouro Preto. No caso do Jorge Teixeira, as unidades ficarão na área da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Edmir Teles Guimarães, na IV Etapa do bairro. É a segunda vez que o Jorge Teixeira recebe o serviço das “Carretas da Mulher”. No ano passado, as unidades já haviam permanecido por 15 dias na rua das Rosas, na Etapa I do bairro.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa que o atendimento nas “Carretas da Mulher” é feito mediante o encaminhamento das unidades da região onde ficam posicionadas. Para atendimento no CDCC, o encaminhamento das mulheres estará sendo feito pela Policlínica Enfª Ivone Lima; Unidade Básica de Saúde (UBS) Geraldo Magela; e outras 13 Unidades Básicas de Saúde da Família (L-16, L-17, L-27, L-28, L-29, L-30, L-31, L-32, L-8, L-10, L-24, L-14 e L-23). No caso do Jorge Teixeira, o encaminhamento estará sendo realizado pelas UBS Dr. José Avelino Pereira e Maria Leonor Brilhante; Módulo de Saúde da Família Josephina de Mello e por nove UBSFs (L-02, L-13, L-21, L-01, L-22, L-26, L-06, L-04 e L-05).

Ampliação do serviço – Com as “Carretas da Mulher”, a Prefeitura está reforçando os investimentos e as ações destinadas a atender as diretrizes do Plano Nacional de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Câncer do Colo de Útero e de Mama, do Ministério da Saúde (MS). “Até o início de 2011, a rede municipal de saúde oferecia exame de mamografia somente por meio de clínicas conveniadas. Agora, já dispõe de serviço próprio em três Policlínicas, além do exame disponibilizado nas carretas”, diz Francisco Deodato.

Segundo o secretário, este ano, as “Carretas da Mulher” deverão realizar 28,8 mil mamografias, 21,6 mil exames preventivos do câncer de colo de útero, além de 36 mil ultrassonografias. Desde que começaram a funcionar, em agosto de 2011, estas unidades móveis especializadas no atendimento do público feminino, já permitiram a realização de 17 mil exames, em sua passagem pelos bairros Terra Nova, Cidade de Deus, Jorge Teixeira, e Cidade Nova, além da Praça da Matriz, no Centro, onde estiveram durante o mês de dezembro.

Semsa promove ações pelo Dia de Luta contra a Hanseníase

sexta-feira, janeiro 27th, 2012

Como parte da programação do Dia Mundial de Luta contra a Hanseníase, que será comemorado neste domingo (29), as unidades de saúde da Prefeitura de Manaus estarão intensificando, durante toda a próxima semana, as ações educativas sobre a doença. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, as unidades da rede estão organizando palestras, com distribuição de material informativo sobre a Hanseníase e estarão reforçando, também, a busca ativa de casos suspeitos da doença, com a realização do exame clínico de pele.

Alguns Distritos de Saúde também estarão promovendo blitze educativas em espaços públicos. Na segunda-feira (30), às 9h, por exemplo, uma equipe do Distrito de Saúde Sul estará realizando o trabalho de orientação na área do Porto de Manaus (Roadway).  “As atividades têm o objetivo de chamar atenção para as formas de manifestação da doença, mostrando a importância de procurar o serviço médico para fazer o exame de pele, ao surgimento de qualquer sintoma ou sinal característico da Hanseníase”, diz o coordenador do programa municipal de Controle da Hanseníase, Waldenor Tiago.

O secretário Francisco Deodato destaca que o tratamento e a medicação para as pessoas com diagnóstico de Hanseníase estão disponíveis na rede pública de saúde e que a Prefeitura tem reforçado as ações de capacitação de profissionais da rede, com foco no controle da doença. Este reforço tem como alvo, principalmente, a Estratégia Saúde da Família, que exerce papel importante na busca ativa de casos de Hanseníase, por conta da atuação mais próxima às comunidades atendidas pelo serviço.

A coordenação do Programa Municipal de Controle da Hanseníase também tem atuado em parceria com outros programas executados na rede municipal de saúde, visando ampliar as ações de conscientização sobre a doença. É o caso do Programa Saúde na Escola (PSE), por meio do qual as informações sobre a Hanseníase têm sido levadas às crianças e jovens. No ano passado, as atividades, coordenadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), passaram por 35 escolas e este ano a meta é reforçar o trabalho dos agentes de saúde que desenvolvem ações do programa, na busca ativa de casos suspeitos da doença nesses ambientes.

No ano passado, as Equipes Técnicas de Hanseníase e de Saúde do Sistema Prisional, da Semsa, em parceria com a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejus), realizaram a capacitação para profissionais de saúde do Sistema Penitenciário da capital, com ênfase nas ações de controle de Hanseníase. A qualificação dos profissionais possibilitou a realização de 2.382 exames dermatológicos, beneficiando 69,5% da população de detentos.

Sinais de alerta – A Hanseníase é uma doença com período de incubação longo, que pode variar de dois a cinco anos. Pode se manifestar com manchas dormentes na pele, de cor avermelhada, esbranquiçada ou amarronzada; dor e sensação de choque, fisgadas e agulhadas ao longo dos nervos dos braços e pernas; diminuição da força dos músculos das mãos, pés e face; caroços (nódulos) no corpo, em alguns casos avermelhados e dolorosos. “Qualquer um desses sinais deve servir de alerta para que a pessoa procure o serviço médico, a fim de se submeter ao exame clínico”, diz Waldenor Tiago.

A Hanseníase tem cura. Mas sem o tratamento adequado, a doença pode evoluir para graves deformações em áreas do corpo, como o nariz e os dedos (dos pés ou das mãos). Uma pessoa doente, que apresente a forma infectante da doença, conhecida como multibacilar, e que esteja sem tratamento, poderá transmiti-la a outras pessoas suscetíveis com quem tenha contato direto e prolongado. Daí a importância do diagnóstico precoce. Assim que a pessoa inicia o tratamento, deixa de transmitir a doença. Uma vez iniciado o esquema de tratamento, o paciente deve ir ao serviço de saúde, mensalmente, tomar a dose supervisionada do medicamento e pegar as doses que tomará diariamente, em casa. O período de tratamento varia de 6 meses a um ano.

Prefeitura vai distribuir 800 mil preservativos durante Carnaval

sexta-feira, janeiro 27th, 2012

A Prefeitura de Manaus vai distribuir, aproximadamente, 800 mil preservativos masculinos, durante as ações de prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/Aids), que serão realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), com foco no Carnaval deste ano.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, explica que as ações preventivas já começam nesta sexta-feira (27) e se estenderão até o dia 21 de fevereiro (Terça-Feira de Carnaval). “As ações serão desenvolvidas por equipes de todos os cinco Distritos de Saúde, incluindo o Rural, e acontecerão nas unidades de saúde, em locais de grande circulação de pessoas e, principalmente, em eventos de rua, como os ensaios e festas promovidas por escolas de samba, blocos e bandas, encerrando-se no desfile do Sambódromo”, frisou Deodato.

Nesta sexta-feira (27), a Semsa participa da abertura oficial da Campanha de Prevenção às DST/Aids, que este ano tem como slogan: “Carnaval é Folia. Aids, não! Sexo Sem Camisinha, Nem de Brincadeirinha”. O evento acontece às 8h30, na esquina das avenidas 7 de Setembro com Eduardo Ribeiro, no Centro da cidade, e está sendo organizado pela Associação Garotos da Noite, Associação Orquídea/GLTB, Rede Nacional de Pessoas Vivendo com HIV/Aids (RNP+ Amazonas), Coordenações Municipal e Estadual de Controle das DST/Aids e demais instituições parceiras. No local e em mais três pontos de apoio (Porto de Manaus, Praça do Relógio e esquina da avenida 7 de Setembro com Getúlio Vargas), haverá distribuição de preservativos.

No próximo dia 3, as equipes dos Distritos de Saúde da Semsa começam a executar um cronograma de atividades, com foco no Carnaval. Nas unidades de saúde, além da distribuição de preservativos, acontecerão palestras, com entrega de material informativo sobre as DST/Aids. As ações de rua incluirão blitzen educativas, realizadas em parceria com as entidades  que militam na área e estão envolvidas na campanha.

Rede de atendimento – A Prefeitura de Manaus oferece o Serviço de Assistência Especializada (SAE) em HIV e Aids nas Policlínicas Franco de Sá, bairro Nova Esperança, zona Oeste; Comte Telles, São José (zona Leste); e José Antônio da Silva, Monte das Oliveiras (zona Norte). O SAE tem o objetivo de prestar atenção integral, através de uma equipe de profissionais de diversas áreas da saúde, o que inclui médicos, psicólogos, enfermeiros, farmacêuticos, bioquímicos e assistentes sociais. Por meio do SAE, de 2009 para 2010, o número de acompanhamentos, na rede municipal, cresceu de 400 para 600 pessoas. Com o início das atividades do SAE na Policlínica Franco de Sá, em 2011, já é possível atender 1.340 pacientes, mensalmente, nos três serviços implantados.

“Carretas da Mulher” vão para o Coroado e Jorge Teixeira

sexta-feira, janeiro 27th, 2012

Na próxima terça-feira (31), as Unidades Móveis de Saúde da Mulher, da Prefeitura de Manaus, estarão atendendo nos bairros do Coroado e do Jorge Teixeira (ambos na zona Leste). As “Carretas da Mulher”, como são popularmente conhecidas, oferecem os serviços de mamografia, ultrassonografia e coleta de exame preventivo do colo do útero. Na quinta-feira (26), as carretas encerraram o período de atendimento no bairro da Cidade Nova, zona Norte da cidade.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, serão deslocadas duas “Carretas da Mulher” para cada um dos dois bairros, onde as unidades ficarão posicionadas até 23 de fevereiro. No Coroado, o atendimento será no Centro de Desenvolvimento Comunitário (CDCC), localizado na Rua Ouro Preto. No caso do Jorge Teixeira, as unidades ficarão na área da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Edmir Teles Guimarães, na IV Etapa do bairro. É a segunda vez que o Jorge Teixeira recebe o serviço das “Carretas da Mulher”. No ano passado, as unidades já haviam permanecido no local por 15 dias, na rua das Rosas, Etapa I do bairro.

O serviço também já passou pela Colônia Terra Nova, Cidade de Deus, na zona Norte e Praça da Matriz, no Centro da cidade. Mais de 15,9 mil exames já foram realizados desde que o serviço começou a funcionar, em agosto do ano passado.

Com as “Carretas da Mulher”, a Prefeitura está reforçando os investimentos e as ações destinadas a atender as diretrizes do Plano Nacional de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Câncer do Colo de Útero e de Mama, do Ministério da Saúde (MS). “Até o início de 2011, a rede municipal de saúde oferecia exame de mamografia somente por meio de clínicas conveniadas. Agora, já dispõe de serviço próprio em três Policlínicas, além do exame disponibilizado nas carretas”, diz Francisco Deodato.

Ministério da Saúde escolhe Manaus para sediar projeto-piloto

sexta-feira, janeiro 27th, 2012

O Ministério da Saúde (MS) escolheu Manaus para sediar o projeto-piloto da implantação do Guia que passará a ser adotado pelo órgão federal, para monitoramento, em todo o País, das ações voltadas à Saúde do Adolescente, com foco nos direitos sexuais e reprodutivos.

A escolha levou em consideração o bom desempenho da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) na implantação de outros programas e ferramentas adotados pelo MS, como é o caso do Programa Saúde na Escola (PSE) e da Carteira de Saúde do Adolescente, que têm este público como foco. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, ressalta que, após ser aplicado em Manaus, o Guia será adotado por equipes de saúde da Atenção Básica do SUS, em todo o País.

O “Guia para Unidades Básicas de Saúde e Estratégia Saúde da Família – Saúde Sexual e Saúde Reprodutiva: um Direito do Adolescente” é uma ferramenta de apoio, cujo principal objetivo é permitir que as unidades de saúde façam o monitoramento e avaliem a qualidade das ações voltadas para este público, conforme as diretrizes da Política Nacional adotada pelo MS.

Na quarta-feira (25), aconteceu a primeira reunião entre as equipes da Semsa, a técnica da Coordenação de Saúde do Adolescente do MS, Ana Luíza Serra, e representantes da organização não-governamental Reprolatina, encarregada pelo Ministério de coordenar a elaboração do Guia e o processo de implantação do projeto nas unidades de saúde. Também participaram representantes da Secretaria Municipal da Juventude e das secretarias estadual e municipal de Educação. Na quinta-feira (26), foi fechado o cronograma de execução do projeto-piloto, incluindo a lista das unidades de saúde da Prefeitura de Manaus em que as ações serão desenvolvidas.

A proposta do MS, frisa o secretário Francisco Deodato, é que até setembro todas as etapas do projeto-piloto de Manaus estejam concluídas. O primeiro passo será criar o Comitê Intersetorial que dará apoio ao projeto. Em seguida, acontece a capacitação de pessoal e de um grupo de 20 adolescentes – que atuarão como agentes voluntários de saúde. A partir daí, começará o trabalho de diagnóstico das unidades de saúde integrantes do projeto, com a verificação de uma série de indicadores relacionados ao atendimento ao público adolescente e a adoção das medidas sugeridas pelo Guia, para o aprimoramento de cada item avaliado.

Acesso ao serviço; atendimento humanizado; atendimento clínico, ginecológico e andrológico; atendimento em DST/Aids; em anticoncepção e em pré-natal estão entre os temas abordados pelo Guia, que reúne 14 seções. A coordenadora da Equipe Técnica de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa, psicóloga Amândia Lima, afirma que  o Guia dará uma grande contribuição, com seus critérios de avaliação e monitoramento. “Já analisamos o conteúdo da publicação e consideramos que será uma importante ferramenta para medir resultados e orientar a adoção de medidas. Obviamente que cada cidade, cada região tem suas especificidades, nem sempre contempladas num Guia como este, mas considerando o todo, é um instrumento que ajudará muito as equipes de saúde”, argumentou.

A presidente da Reprolatina, Margarita Diaz, afirma que há uma variedade grande de projetos e programas voltados para a assistência à saúde do adolescente, mas que, por outro lado, são escassos os mecanismos de avaliação dos resultados dessas iniciativas. “Esta é uma constatação da própria Organização Mundial de Saúde (OMS). O Guia que elaboramos a pedido do Ministério da Saúde tem a finalidade justamente de dar uma grande contribuição no sentido de prover as unidades de saúde deste mecanismo”, disse Margarita.

A presidente da Reprolatina – entidade que vem atuando em parceria com o Ministério da Saúde, desde o processo de elaboração da Política Nacional de Saúde do Adolescente e Jovem – afirma que o desafio das equipes de saúde é fazer com que esse segmento populacional utilize mais e melhor os serviços de saúde do SUS e sinta-se como parte do sistema. “O que percebemos é que o adolescente, por uma série de fatores, não se reconhece como sujeito de direito e isso tem várias implicações, inclusive dificultando a construção de uma cultura da prevenção de doenças, que reduza a vulnerabilidade dessa população”, afirma Margarita, que é enfermeira, educadora sexual e doutora em Educação.

“Carretas da Mulher” encerram atendimento na Cidade Nova I

quinta-feira, janeiro 26th, 2012

As Unidades Móveis de Saúde da Mulher, da Prefeitura de Manaus, encerram nesta quinta-feira (26) o período de atendimento no bairro da Cidade Nova, zona Norte da capital. Na próxima terça-feira (31), será a vez dos bairros do Coroado e do Jorge Teixeira (ambos na zona Leste) receberem as “Carretas da Mulher”, que oferecem os serviços de mamografia, ultrassonografia e coleta de exame preventivo do colo do útero.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, serão deslocadas duas “Carretas da Mulher” para cada um dos dois bairros, onde o as unidades ficarão posicionadas até 23 de fevereiro. No Coroado, o atendimento será no Centro de Desenvolvimento Comunitário (CDCC), localizado na rua Ouro Preto. No Jorge Teixeira, as unidades ficarão na área da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Edmir Teles Guimarães, na IV Etapa do bairro. É a segunda vez que o Jorge Teixeira recebe o serviço das “Carretas da Mulher”. No ano passado, as unidades já haviam permanecido 15 dias, na rua das Rosas, Etapa I do bairro.

O serviço também já passou pela Colônia Terra Nova e Cidade de Deus, na zona Norte; e Praça da Matriz, no Centro da cidade. Mais de 15,9 mil exames já foram realizados desde que o serviço começou a funcionar, em agosto do ano passado.

Com as “Carretas da Mulher”, a Prefeitura está reforçando os investimentos e as ações destinadas a atender as diretrizes do Plano Nacional de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Câncer do Colo de Útero e de Mama, do Ministério da Saúde (MS). “Até o início de 2011, a rede municipal de saúde oferecia exame de mamografia somente por meio de clínicas conveniadas. Agora, já dispõe de serviço próprio em três Policlínicas, além do exame disponibilizado nas carretas”, diz Francisco Deodato.

Operação de Combate à Dengue já inspecionou 277,9 mil imóveis

quarta-feira, janeiro 25th, 2012

A “Operação Impacto de Combate à Dengue”, que vem sendo executada pela Prefeitura de Manaus, já inspecionou 277.968 imóveis da capital, distribuídos por todas as zonas da cidade. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, durante as visitas às residências, os agentes da operação eliminaram aproximadamente 232 mil depósitos de larvas do mosquito transmissor da dengue, realizando o tratamento de outros 28,6 mil depósitos.

Iniciada no dia 31 de outubro do ano passado, a Operação Impacto é realizada em parceria com o Governo do Estado e as Forças Armadas e deve se estender até o final de março. A meta da Prefeitura é inspecionar mais de 350 imóveis, até o final da operação.

Os mutirões de limpeza que estão sendo realizados pela Prefeitura com o objetivo de recolher o lixo dos quintais das residências (entulhos que costumam funcionar como criadouros do mosquito da dengue), também estão avançando, nas várias zonas da cidade. Aproximadamente 29 mil toneladas de resíduos já foram coletadas nestas ações. Esta semana, de acordo com a programação divulgada pela Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), as ações estão sendo desenvolvidas no Novo Israel e Puraquequara.

A Semulsp reforça a orientação de que os mutirões de limpeza da dengue são específicos para recolher resíduos como, por exemplo, latas, garrafas, carcaças de eletrodomésticos e camburões velhos, que devem ser colocados na frente da casa para que as equipes de limpeza façam a coleta. Nessas ações, não estão sendo recolhidos restos de poda de árvores, restos de capinação ou outro tipo de lixo orgânico.

Semsa divulga resultado do LIRAa e faz alerta

terça-feira, janeiro 24th, 2012

O índice de infestação pelo mosquito da dengue, na capital amazonense, está em 3,4%, considerado de médio risco para ocorrência de casos da doença. O acúmulo de lixo doméstico (entulhos em fundo de quintal) aparece como o principal fator de proliferação do mosquito. O dado foi divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), nesta segunda-feira (23), e faz parte do primeiro Levantamento do Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) deste ano, realizado pela Prefeitura de Manaus, de 9 a 20 de janeiro, quando se inicia o período de maior proliferação do mosquito transmissor da dengue, por causa da alta incidência de chuvas.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, destaca que o índice de infestação apurado no LIRAa deste mês ficou abaixo do registrado no mesmo período do ano passado, que havia fechado em 4,4%, apontando para alto risco de ocorrência de casos de dengue. Ele reforçou a recomendação para que a população se mantenha em alerta e adote as medidas de prevenção contra a doença, ressaltando que, neste período do ano, por suas características climáticas, é necessário ter cuidado redobrado no ambiente doméstico. “É preciso evitar o acúmulo de lixo no quintal, pois este tipo de entulho, formado muitas vezes por carcaças de eletrodomésticos, latas, garrafas e outros utensílios descartados, funciona como depósito de água limpa da chuva, onde a larva do Aedes aegypti se reproduz com facilidade, bastando um dia de sol”, disse Deodato.

O secretário de Saúde salientou que uma das frentes da “Operação Impacto de Combate à Dengue”, que a Prefeitura de Manaus vem executando desde o final de outubro do ano passado, são os mutirões de limpeza nos bairros, realizados pelas equipes da Secretaria Municipal de Limpeza Urbana. Estes mutirões, que são realizados paralelamente à coleta normal do lixo doméstico, já recolheram 29 mil toneladas de entulho, segundo informações da Semulsp. “As pessoas devem aproveitar a passagem do mutirão para fazer a limpeza dos seus quintais e colocar na rua o lixo que será recolhido pelo carro coletor. Depois, é preciso manter o quintal limpo e fazer a vistoria da área para evitar novo acúmulo de entulhos. O envolvimento da população, no cuidado diário com esses procedimentos, é fundamental”, orienta Deodato.

Os depósitos de água no nível do chão – como camburões, tanques e cisternas – também aparecem com destaque entre os tipos de depósito que contribuem para a proliferação do mosquito da dengue, de acordo com os dados do LIRAa realizado pela Semsa. “Em muitas áreas da cidade, onde o abastecimento de água é precário, as residências não podem prescindir desses depósitos, mas o problema é mantê-los sem tampa ou mal vedados, transformando-os em verdadeiros depósitos de larvas do Aedes aegypti ”, salientou o secretário.

Deodato anunciou que, já a partir desta semana, as ações da “Operação Impacto de Combate à Dengue” serão intensificadas nas áreas onde o LIRAa registra maior presença do Aedes aegypti. A Prefeitura de Manaus também está preparando uma nova campanha de mídia, que visa sensibilizar a população para adotar medidas de combate ao mosquito, no ambiente domiciliar. Nas peças, serão destacadas iniciativas que vêm sendo adotadas por moradores de várias áreas da cidade e que são bons exemplos a serem copiados.

Onde o risco é maior – A zona Leste da cidade mantém-se como a área de maior risco para ocorrência de casos da dengue, com destaque para os bairros Jorge Teixeira, Tancredo Neves, São José e Gilberto Mestrinho, segundo informações coletadas durante o primeiro LIRAa do ano. “O Jorge Teixeira – sobretudo em regiões de invasão, como as comunidades Santa Inês, Grande Vitória e Nova Floresta –, é um exemplo bem típico de área onde os depósitos de água no nível do chão são os que mais vêm funcionando como criadouros do mosquito da dengue”, observa o coordenador da Operação Impacto de Combate à Dengue, Vanderson Sampaio.

A zona Sul aparece em segundo lugar entre ás áreas com maior presença do mosquito da dengue, principalmente nos bairros do Aleixo, Adrianópolis, Colônia Oliveira Machado, Educandos e Santa Luzia. Sampaio diz que, no levantamento, Aleixo e Adrianópolis foram considerados um estrato único. Segundo ele, as características geográficas de regiões do Aleixo e a presença de um grande número de obras de empreendimentos imobiliários na área de Adrianópolis, ajudam a explicar o destaque dos dois bairros. “Já estamos em conversação com o Sindicato da Construção Civil (Sinduscon) para definir estratégias que possam reduzir a presença de criadouros do mosquito da dengue nos canteiros de obras”, afirma o técnico da Semsa.

Na zona Norte, áreas da Cidade Nova e Novo Aleixo foram as que registraram índice maior de infestação predial pelo mosquito da dengue. Na zona Oeste, os bairros da Redenção e Tarumã são os dois com maior índice de infestação.

ZONA LESTE

Principal problema: depósitos de água no nível do chão, sem tampas.

Áreas de maior risco: bairros Jorge Teixeira, Tancredo Neves, São José e Gilberto Mestrinho.

ZONA SUL

Principal problema: acúmulo de entulho nos quintais e, no caso do Aleixo e Adrianópolis, também nos canteiros de obras.

Áreas de maior risco: bairros do Aleixo, Adrianópolis, Colônia Oliveira Machado, Educandos e Santa Luzia.

ZONA NORTE

Principal problema: acúmulo de entulho nos quintais.

Áreas de maior risco: Cidade Nova e Novo Aleixo.

ZONA OESTE

Principal problema: acúmulo de entulho nos quintais.

Áreas de maior risco: bairros da Redenção e Tarumã.

Coroado e Jorge Teixeira recebem serviços das “Carretas da Mulher”

quarta-feira, janeiro 18th, 2012

Os bairros Coroado e Jorge Teixeira serão os próximos a receber os serviços das Unidades Móveis de Saúde da Mulher, da Prefeitura de Manaus. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o atendimento nestas duas áreas da zona Leste da cidade começa no dia 31 deste mês. “Serão duas ‘Carretas da Mulher’ em cada um dos bairros, oferecendo exames de mamografia, ultrassonografia, além da coleta para exame preventivo de câncer do colo do útero”, frisou o secretário.

Deodato explica que o Setor de Saúde da Mulher da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) já iniciou o trabalho de planejamento, junto com o Distrito de Saúde Leste, para definir as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) daquela área que estarão fazendo o encaminhamento para exame nas duas “Carretas da Mulher”.

No caso do Jorge Teixeira, será a segunda passagem das “Carretas da Mulher” pelo bairro da zona Leste, onde as unidades móveis já haviam feito uma parada de 15 dias, posicionadas na rua das Rosas. “Estamos definindo um novo local para o posicionamento das duas Carretas, com a finalidade de atender aquelas áreas do bairro e as comunidades do entorno, que não tiveram acesso ao serviço em outubro”, disse o secretário.

Cidade Nova – Atualmente, duas “Carretas da Mulher” estão atendendo na Cidade Nova, onde já foram realizados mais de 1,3 mil exames. A permanência no bairro da zona Norte deve se estender até o próximo dia 26. O serviço já passou pela Colônia Terra Nova, Cidade de Deus e Jorge Teixeira. Em dezembro último, as carretas ficaram posicionadas na Praça da Matriz (ao lado da igreja Nossa Senhora da Conceição), no Centro da cidade.

Com as “Carretas da Mulher”, a Prefeitura está reforçando os investimentos e as ações destinadas a atender as diretrizes do Plano Nacional de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Câncer do Colo de Útero e de Mama, do Ministério da Saúde (MS). “Até o início de 2011, a rede municipal de saúde oferecia exame de mamografia somente por meio de clínicas conveniadas. Agora, já dispõe de serviço próprio em três Policlínicas, além do exame disponibilizado nas carretas”, diz Francisco Deodato. Desde que começaram a funcionar, em agosto do ano passado, as “Carretas da Mulher” já garantiram a realização de mais de 15,9 mil exames.

NOTA DA SEMSA SOBRE A PARALISAÇÃO DOS MÉDICOS

terça-feira, janeiro 17th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa que a paralisação dos médicos, iniciada na manhã da segunda-feira (16), não interrompeu o atendimento nas unidades da Prefeitura. A adesão foi de 15% dos profissionais da categoria, lotados na rede municipal de saúde. Os gestores das unidades foram orientados a adotar todas as medidas necessárias – incluindo o remanejamento de profissionais –, para assegurar o atendimento à população e evitar maiores prejuízos.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, esteve em algumas unidades da rede acompanhando o funcionamento e reforçando as recomendações. Também foi à Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz e à Central de Regulação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), para conversar com os profissionais dessas unidades, que são de urgência e emergência – não estão inseridos na paralisação – e pedir esforço redobrado.

A Semsa continua monitorando os efeitos da paralisação e todas as medidas estão sendo adotadas para assegurar o atendimento aos usuários. A Semsa conta com 969 médicos. Desse total, 152 atuam na Maternidade Moura Tapajóz e no SAMU.

Os servidores da Semsa possuem Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCSS) e a atual administração, desde que assumiu, em 2009, vem cumprindo rigorosamente com a data-base da categoria, o que não era feito antes. No acumulado dos últimos três anos (2009-2011), os servidores da saúde (incluindo os médicos) foram contemplados com reposição salarial de 17%.

“Carretas da Mulher” já realizaram mais de 15,9 mil exames

segunda-feira, janeiro 16th, 2012

As duas Unidades Móveis de Saúde da Mulher, da Prefeitura de Manaus, que estão posicionadas no bairro da Cidade Nova desde o dia 4 deste mês, já realizaram 1.254 exames, sendo 275 mamografias, 666 ultrassonografias e 313 coletas de exames preventivos de câncer do colo do útero. Agora, já passa de 15,9 mil o número de exames realizados pelas “Carretas da Mulher”, desde que o serviço foi implantado, em agosto do ano passado. Ao todo, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) conta com quatro carretas do tipo. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, as duas unidades móveis que estão na Cidade Nova devem permanecer no local até o próximo dia 26

Do total de 275 mulheres atendidas para fazer mamografia, neste período em que as unidades móveis estão no bairro da zona Norte, 78 – aproximadamente 28% – realizaram o exame pela primeira vez, informa o secretário.

Com as “Carretas da Mulher”, a Prefeitura está reforçando os investimentos e as ações destinadas a atender as diretrizes do Plano Nacional de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Câncer do Colo de Útero e de Mama, do Ministério da Saúde (MS). “Até o início de 2011, a rede municipal de saúde oferecia exame de mamografia somente por meio de clínicas conveniadas. Agora, já dispõe de serviço próprio em três Policlínicas, além do exame disponibilizado nas carretas”, diz Francisco Deodato.

Na semana que vem, a Semsa deve divulgar os próximos bairros a receber a visita das quatro “Carretas da Mulher” implantadas pela Prefeitura, bem como a lista das unidades de saúde que estarão fazendo o encaminhamento das pacientes para a realização dos exames. O serviço já passou pela Colônia Terra Nova, Cidade de Deus e Jorge Teixeira. Em dezembro último, as carretas ficaram posicionadas na Praça da Matriz (ao lado da igreja Nossa Senhora da Conceição), no Centro da cidade.

Semsa faz alerta a blocos e bandas de carnaval de rua

sexta-feira, janeiro 13th, 2012

Os blocos e bandas que pretendem realizar eventos de Carnaval em espaços públicos precisam cumprir as exigências previstas no Código Sanitário do Município. O alerta é da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que intensificará, no período de 17 a 21 de fevereiro, a fiscalização nesse tipo de evento. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, avisa que as equipes do Departamento de Vigilância Sanitária (DVisa) estarão, nesse período, percorrendo as bandas e blocos, para verificar o cumprimento das normas.

A autorização sanitária para os blocos e bandas de Carnaval é concedida pelo DVisa, órgão da Semsa. De acordo com Deodato, os interessados em obter o documento devem dirigir-se ao Serviço de Protocolo do órgão, que funciona das 8h às 12h30, de segunda a sexta-feira, na rua Comandante Paulo Lasmar, s/n, no conjunto Santos Dumont, bairro da Paz (zona Centro-Oeste). Não há cobrança de taxa.

Deodato salienta, no entanto, que autorização da Vigilância Sanitária é apenas um dos inúmeros documentos que os organizadores desse tipo festa devem providenciar para obter a licença da Prefeitura e não enfrentar problemas com a fiscalização. A lista de órgãos que devem dar seu aval à realização desses eventos inclui, entre outros, o Manaustrans; Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas); Corpo de Bombeiros e Instituto Municipal de Planejamento Urbano (Implurb).

No DVisa, explica Deodato, a organização do evento assina um Termo de Compromisso, visando o cumprimento do Código Sanitário do Município. “As exigências incluem, por exemplo, as normas de acondicionamento e exposição de bebidas e alimentos vendidos durante a festa e a disponibilização de banheiros químicos para uso dos brincantes, quando for o caso”, afirma Francisco Deodato.

De acordo com o chefe da Divisão de Engenharia Sanitária do DVisa, Pedro Contente, o pedido de Autorização Sanitária deve ser feito mediante a apresentação dos seguintes documentos: ofício de solicitação de autorização para o funcionamento do evento; termo de compromisso (no texto padrão fornecido pelo DVisa) assinado pelo responsável pelo evento, no qual o mesmo se compromete a exercer e oferecer, de maneira satisfatória, os serviços de importância ao controle sanitário; abaixo-assinado dos moradores da área onde o evento será localizado, autorizando a realização no dia e horário programado; croqui do local, demonstrando pontos de venda de bebidas e alimentos, bem como as vias de acesso a banheiros (químicos locados ou disponibilizado por estabelecimentos do entorno); cópia da identidade e CPF do responsável pelo evento e do comprovante de residência do mesmo.

Segundo Pedro Contente, este ano, 12 blocos já solicitaram e receberam a Autorização Sanitária do DVisa para o Carnaval. Ele observa que, em média, o órgão recebe entre 80 e 90 pedidos desse tipo, referente ao período carnavalesco. “Estando a organização do evento com a documentação completa, o trâmite é simples e a expedição do documento costuma ocorrer em até 24 horas”, diz Contente.

“Operação Impacto” já inspecionou mais de 241 mil imóveis

quinta-feira, janeiro 12th, 2012

A “Operação Impacto de Combate à Dengue”, iniciada pela Prefeitura de Manaus no dia 31 de outubro, já garantiu a inspeção de 241.765 imóveis, distribuídos por todas as zonas da cidade. De acordo com balanço divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) na quarta-feira (11), durante as visitas domiciliares os agentes da operação eliminaram 208.007 mil depósitos que estavam funcionando como criadouros de larvas do mosquito transmissor da doença – o Aedes aegypti – e realizaram o tratamento (com larvicida) de outros 26.144 depósitos.

A operação de combate à dengue tem o apoio das Forças Armadas e do Governo do Estado. Até o final da operação, em 31 de março, a meta da Prefeitura é inspecionar mais de 350 mil imóveis da capital. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, explica que o principal objetivo da ação é reduzir ao máximo a presença do mosquito transmissor da dengue na capital, para manter sob controle o número de casos da doença.

Tradicionalmente deflagrada pela Prefeitura no mês de dezembro, a “Operação Impacto” começou mais cedo, em outubro do ano passado, em decorrência da antecipação do período das chuvas – época em que há maior eclosão dos ovos do Aedes aegypti.  Além disso, as autoridades de saúde do País trabalham com a perspectiva de que o Brasil enfrentará uma grande epidemia de dengue, em virtude da circulação do vírus tipo 4 da doença. A grande maioria da população ainda está suscetível a este sorotipo, que foi reintroduzido no País através da fronteira da Venezuela, com o vizinho estado de Roraima.

LIRAa – Na última segunda-feira (9), a Prefeitura de Manaus iniciou o primeiro Levantamento do Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2012. Realizado trimestralmente, o LIRAa é uma das ferramentas utilizadas pela vigilância epidemiológica do município, para orientar as ações de controle da dengue na capital, priorizando as áreas onde há maior infestação do mosquito transmissor da doença. O levantamento se estenderá até o dia 20 de janeiro e deverá inspecionar 125.277 imóveis, distribuídos por todas as zonas da cidade. O trabalho acontecerá paralelamente às ações da Operação Impacto de Combate à Dengue.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) destacou 207 agentes de endemias para as atividades do LIRAa. Além de apontar as áreas da cidade com maior índice de infestação do mosquito da dengue, o levantamento também permite identificar os principais tipos de criadouros que estão favorecendo a proliferação do Aedes agypti, o mosquito transmissor da doença. “Com os dados obtidos, poderemos verificar se há necessidade de redirecionar as ações da Operação Impacto”, frisou o secretário Francisco Deodato.

Na zona Leste, as atividades do LIRAa começaram pelos bairros do Mauazinho, Colônia Antônio Aleixo, Distrito Industrial, Puraquequara, Armando Mendes e Coroado. Na zona Norte, pelo Cidade de Deus e Novo Aleixo. Os bairros São Raimundo, Glória e Santo Antônio estão sendo os primeiros da zona Oeste e, na zona Sul, o trabalho teve início por Flores, Aparecida, Chapada e Centro.

No quarto e último LIRAa do ano passado, realizado entre os dias 3 e 13 de novembro, o índice de infestação pelo mosquito da dengue, em Manaus, ficou em 1,3%, muito próximo do que é considerado satisfatório, pelo Ministério da Saúde (1%). A zona Leste foi identificada como a área com maior risco para ocorrência de casos da doença, especialmente nos bairros de São José e Jorge Teixeira.

Semsa formaliza parceria com a Casa Vhida

segunda-feira, janeiro 9th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) formalizou, na sexta-feira (6), um Termo de Cooperação Técnica, a parceria com a Casa Vhida (Associação de Apoio à Criança com HIV), que inclui as crianças de 0 a 3 anos, filhas de mães com HIV e atendidas pela entidade, no Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho”, da Prefeitura de Manaus. A solenidade aconteceu na sede da entidade, com a presença do secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, e da diretora-presidente da Casa Vhida, Solange Dourado. O secretário anunciou, na ocasião, que estão sendo realizados estudos para ampliação da faixa etária coberta pelo programa, o que permitirá também expandir a parceria com a Casa Vhida.

Com a formalização da parceria, a Casa Vhida passa a abrigar oficialmente uma Central de Atendimento do Programa “Leite do Meu Filho”. Esta Central atuará exclusivamente no cadastramento e acompanhamento dos filhos de mães com HIV, que estejam na faixa etária prevista no programa. Além disso, o serviço médico da entidade também reforçará a rede de acompanhamento de crianças com desnutrição moderada ou grave, atendidas pelo programa.

De acordo com Francisco Deodato, o termo de cooperação com a Casa Vhida beneficiará 250 crianças, com o repasse mensal à entidade de, aproximadamente, 1,4 mil latas da fórmula de complementação nutricional adotada pelo programa, nos tipos indicados para as faixas etárias de zero a seis meses e de 6 meses a 3 anos. As crianças até seis meses receberão mensalmente 10 latas do produto. Na segunda faixa etária, o número é de quatro latas por mês. Do total de crianças que serão atendidas, 170 já estão devidamente inscritas no programa e recebendo a complementação nutricional.

A diretora-presidente da Casa Vhida, médica Solange Dourado, disse que o ingresso das crianças no programa da Prefeitura é de extrema importância e acontece num momento em que a entidade passa por grande dificuldade para manter a doação de leite aos menores atendidos na instituição. “Estamos realmente muito alegres com esta ajuda. O programa tem uma característica muito importante: além de contribuir para atender as necessidades nutricionais das crianças, envolve todo um trabalho amplo, multiprofissional de acompanhamento, com o qual a Casa Vhida está comprometida, e que pode fazer toda a diferença na vida delas”, afirmou Solange Dourado. 

Implantado pela Prefeitura de Manaus em agosto do ano passado, o programa “Leite do Meu Filho” é pioneiro no Estado e já tem 61.080 crianças cadastradas. De agosto até aqui, 166.864 kits de leite (com quatro latas do produto) já foram distribuídos pelo programa, num total de, aproximadamente, 670 mil latas da fórmula de complemento nutricional.

O programa prevê, além do fornecimento das fórmulas de complementação nutricional, o acompanhamento da saúde e do desenvolvimento das crianças. A finalidade é contribuir para a prevenção de doenças, como a diarreia e a pneumonia, por exemplo, além de reduzir os índices de desnutrição e mortalidade infantil. O programa atende crianças de 0 a 3 anos de idade. No caso específico dos bebês de 0 a 6 meses, obedecendo à política de estímulo ao aleitamento materno exclusivo adotada pela Prefeitura, são cadastrados apenas os filhos de mães com HIV ou os casos de morte materna.

O fornecimento de leite aos bebês filhos de mães portadoras de HIV é uma das prioridades da Casa Vhida, uma vez que a amamentação é contraindicada nesses casos. “O programa da Prefeitura tem condições de atender essas crianças que não podem receber o leite materno, inclusive com uma fórmula de complementação nutricional específica para a faixa etária de 0 a 6 meses de idade”, explicou Deodato. Segundo ele, além de receber o leite, as crianças da Casa Vhida também passarão pelo processo de acompanhamento periódico.

De acordo com Deodato, a Central de Atendimento da Casa Vhida vai compor a rede de 60 Centros de Distribuição Avançados (CDAs) do Programa Leite do Meu Filho, que a Prefeitura instalou nas Unidades de Saúde da rede municipal. Nos CDAS, as famílias fazem a retirada mensal dos kits do programa (compostos por quatro latas de leite).

Para que o programa Leite do Meu Filho alcance seus objetivos de combater a desnutrição e contribuir para a redução da mortalidade infantil, foram definidos alguns critérios a serem cumpridos pelas famílias inscritas. Essas condicionantes foram elaboradas com o apoio de um grupo técnico, composto por pediatras, nutricionistas, enfermeiros e assistentes sociais. A finalidade é incentivar a Puericultura (acompanhamento do desenvolvimento da criança), além de outras vertentes como o fortalecimento do planejamento familiar e do pré-natal, o cumprimento do calendário de vacinação, afirma a pediatra Elena Marta Santos, coordenadora técnica do programa.

As famílias selecionadas para participar do programa receberam um cartão magnético de identificação. Este cartão é apresentado mensalmente, no ato da retirada do kit contendo as latas do complemento nutricional. “Quando o servidor da unidade de saúde insere o cartão no sistema para liberar a retirada do leite, na prática, ele está informando ao sistema que a criança beneficiada está com o processo de acompanhamento em dia e que a família está cumprindo os critérios de permanência no programa”, observa a pediatra.

Fique por dentro

As ações desenvolvidas pela Prefeitura de Manaus, no combate à desnutrição e à mortalidade infantil, abrangem o Programa “Leite do Meu Filho” e a promoção e estímulo ao aleitamento materno exclusivo. As ações de estímulo ao aleitamento materno executadas na rede municipal têm o reconhecimento do Ministério da Saúde. Em 2011, Manaus foi a única capital brasileira a ter unidades credenciadas para integrar a Rede Amamenta Brasil. Dezoito unidades da Prefeitura foram credenciadas. Em 2010, a Maternidade Municipal Moura Tapajóz já havia sido credenciada pelo MS e UNICEF como Hospital Amigo da Criança, por adotar os Dez Passos para o Aleitamento Materno Bem Sucedido. Em 2009, a Prefeitura recebeu o Prêmio Bibi Vogel, também pelas ações de promoção, proteção, apoio e estímulo ao aleitamento materno.

Prefeitura anuncia a construção de mais sete Farmácias Gratuitas

segunda-feira, janeiro 9th, 2012

A partir da quinta-feira (5), as unidades de atendimento do Programa Farmácia Gratuita, da Prefeitura de Manaus, estarão funcionando no horário das 8h às 12h e das 13h às 17h. O novo horário prevê o intervalo de uma hora para o almoço e vem junto de outras medidas que estão sendo adotadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), para ampliar o número de unidades do programa, estendendo-o a todas as zonas da cidade.

Atualmente, a Prefeitura conta com três unidades do “Farmácia Gratuita”, instaladas em terminais de ônibus das zonas Norte e Leste da cidade. Ainda neste mês, será inaugurada mais uma unidade, desta vez na zona Sul e, no início de fevereiro, será a da zona Oeste. Até o final do ano, de acordo com informações da Semsa, serão implantadas mais cinco, totalizando 10 unidades do Programa Farmácia Gratuita.

Lançado em março de 2010 pela Prefeitura de Manaus, o Programa Farmácia Gratuita já realizou 403.275 mil atendimentos, com a dispensação de 17.026.774 unidades de medicamentos, sem qualquer custo para o usuário. Para ser atendido, basta apenas apresentar a receita expedida por médico do Sistema Único de Saúde (SUS).

Em cada Farmácia Gratuita, o cidadão tem à sua disposição um farmacêutico e uma equipe de técnicos que, além de auxiliar na dispensação, orientam sobre o uso correto dos medicamentos.

Prefeitura inicia o primeiro LIRAa de 2012

segunda-feira, janeiro 9th, 2012

A Prefeitura de Manaus inicia, na segunda-feira (9), o primeiro Levantamento do Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2012. Realizado trimestralmente, o LIRAa é uma das ferramentas utilizadas pela vigilância epidemiológica do município, para orientar as ações de controle da dengue na capital, priorizando as áreas onde há maior infestação do mosquito transmissor da doença. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o levantamento se estenderá até o dia 20 de janeiro e deverá inspecionar 125.277 imóveis, distribuídos por todas as zonas da cidade. O trabalho acontecerá paralelamente às ações da Operação Impacto de Combate à Dengue, que começou em 31 de outubro de 2011 e vai até 30 de março deste ano.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) destacará 207 agentes de endemias para as atividades do LIRAa. Além de apontar as áreas da cidade com maior índice de infestação do mosquito da dengue, o levantamento também permite identificar os principais tipos de criadouros que estão favorecendo a proliferação do Aedes agypti, o mosquito transmissor da doença. “Com os dados obtidos, poderemos verificar se há necessidade de redirecionar as ações da Operação Impacto”, frisou Deodato.

Na zona Leste, as atividades do LIRAa terão início pelos bairros do Mauazinho, Colônia Antônio Aleixo, Distrito Industrial, Puraquequara, Armando Mendes e Coroado. Na zona Norte, começam pelo Cidade de Deus e Novo Aleixo. Os bairros São Raimundo, Glória e Santo Antônio serão os primeiros da zona Oeste e, na zona Sul, o trabalho começa por Flores, Aparecida, Chapada e Centro.

No quarto e último LIRAa do ano passado, realizado entre os dias 3 e 13 de novembro, o índice de infestação pelo mosquito da dengue, em Manaus, ficou em 1,3%, muito próximo do que é considerado satisfatório, pelo Ministério da Saúde (1%). A zona Leste foi identificada como a área com maior risco para ocorrência de casos da doença, especialmente nos bairros de São José e Jorge Teixeira.

Operação Impacto – Enquanto os agentes de endemias estiverem atuando na coleta de informações do LIRAa, os agentes comunitários de saúde (ACSs) e agentes de limpeza pública da Prefeitura de Manaus; os militares das Forças Armadas e Corpo de Bombeiros continuarão executando as ações da Operação Impacto de Combate à Dengue, em todos os bairros da cidade, explica o secretário Francisco Deodato.

Em apenas dois meses, a Operação Impacto já inspecionou 206.521 imóveis em toda a cidade, o que já corresponde a 59% do total programado, que é de, aproximadamente, 350 mil imóveis. A Operação também envolve os mutirões de limpeza, destinados a eliminar o lixo que esteja contribuindo para o acúmulo de água da chuva e, consequentemente, para a proliferação do Aedes aegypti. O trabalho é realizado pela Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), que já coletou, até o momento, em Manaus, cerca de 12 milhões de toneladas de lixo. Os bombeiros já inspecionaram 651 escolas das redes pública e privada e realizaram a aplicação de fumacê em 48 delas, localizadas na zona Norte da cidade.

“Carretas da Mulher” estarão na Cidade Nova até o dia 18

segunda-feira, janeiro 9th, 2012

Desde a quarta-feira (4), a Prefeitura de Manaus está com duas “Carretas da Mulher”, como são popularmente conhecidas as Unidades Móveis de Saúde da Mulher, instaladas na Cidade Nova (rua 17, nº 170, Núcleo 3 – na praça, em frente à igreja Sagrado Coração), permanecendo no local até o dia 18. As carretas oferecem exames de mamografia, ultrassonografia e coleta de preventivo do câncer do colo do útero. O horário de atendimento é de 8h às 17h30 e as pacientes devem ter o encaminhamento das unidades públicas de saúde.

Desde que começaram a funcionar, em agosto de 2011, as “Carretas da Mulher” já realizaram 14.685 exames, sendo 5.536 ultrassonografias, 4.716 mamografias e 4.433 preventivos. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa que, do total de mulheres que fizeram mamografia nas unidades móveis, 41% (1.933 pessoas) nunca tinha se submetido a esse exame antes. “Esse serviço, que é pioneiro no país, com certeza está ajudando a salvar vidas, porque o diagnóstico precoce é fator preponderante para que o tratamento seja feito a tempo e com eficácia”, afirma Deodato.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) conta com quatro “Carretas da Mulher”, estruturas modernamente equipadas que levam o atendimento para os bairros mais afastados da cidade. Duas carretas entraram em funcionamento em agosto de 2011 e a Prefeitura colocou mais duas em novembro.

As “Carretas da Mulher” já passaram pelos bairros Colônia Terra Nova, Cidade de Deus, Jorge Teixeira e Tarumã. No mês de dezembro, atenderam também na Praça da Matriz, centro da cidade. 

O secretário Francisco Deodato diz que a procura pelos exames tem sido grande, cumprindo a meta estabelecida, de ampliar o acesso das mulheres aos serviços oferecidos. As carretas, diz ele, têm sido componente importante nas ações de prevenção ao câncer de colo de útero e de mama, na rede municipal de saúde. 

Outros serviços – Além das quatro “Carretas da Mulher”, a Prefeitura de Manaus já colocou em funcionamento mais seis Unidades Móveis de Saúde que estão percorrendo os bairros da cidade e levando atendimento a áreas onde a atenção básica está sendo reforçada. São quatro Unidades Móveis de Saúde Odontológica e duas de Saúde Médico-Ambulatorial.

As Unidades Móveis de Saúde Odontológica beneficiam, principalmente, os alunos de escolas da rede municipal. Nestas carretas, são realizados os seguintes procedimentos odontológicos: restauração, extração, profilaxia (limpeza) e aplicação tópica de flúor. As crianças recebem o Kit de Saúde Bucal, com escova, creme e fio dental. O serviço abrange ações de Educação em Saúde, incentivando a manutenção dos cuidados com a saúde bucal, após o término do tratamento.

As Unidades Móveis de Saúde Médico-Laboratoriais oferecem consulta médica nas especialidades de Pediatria e Oftalmologia; coleta e realização de exames laboratoriais (fezes, sangue, urina, etc); e orientação em Nutrição.

“Operação de Combate à Dengue” entra no terceiro mês

segunda-feira, janeiro 9th, 2012

A “Operação Impacto de Combate à Dengue”, realizada pela Prefeitura de Manaus, entra no terceiro mês de execução, iniciando o ano de 2012 já com 206.521 imóveis visitados, em todas as zonas da cidade, além de 651 escolas das redes pública e privada. A operação, que começou em 31 de outubro, se estenderá até março deste ano, com a previsão de vistoriar 350 mil imóveis, nesse período. “O cronograma está adiantado, já com 59% dos imóveis visitados, faltando ainda três meses para o encerramento previsto”, afirma o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

De 2 a 6 de janeiro, seis bairros foram contemplados na programação da “Operação Impacto”, que é realizada em parceria com as Forças Armadas e o Governo do Estado, com a finalidade de eliminar criadouros do mosquito Aedes aegypti, além de orientar a população sobre as medidas de prevenção contra a doença.

Na zona Leste, durante toda a semana, os agentes de endemias da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e os soldados da Aeronáutica estarão no Zumbi II e Zumbi III. Na zona Norte, os agentes de endemias visitarão os imóveis da Colônia Terra Nova. Na zona Oeste, o trabalho será feito pelo Exército, no bairro Alvorada. Na zona Sul, os militares da Marinha ficarão encarregados do Parque 10 de Novembro, e os agentes de endemias estarão atuando no bairro de Flores.

De acordo com o secretário Francisco Deodato, o cronograma também inclui espaços públicos de grande movimentação. Na segunda-feira (2), por exemplo, os agentes da Semsa aproveitaram o dia dedicado à manutenção na Cidade das Crianças, quando está fechada para o acesso público, e realizaram o monitoramento do local, com aplicação de UBV (pulverização de inseticidas).

Deodato ressalta que as ações de combate à dengue ocorrem durante todo o ano e que, na “Operação Impacto”, são intensificadas. Ele também chama atenção para a importância da adesão da população a esse trabalho. “É muito importante que as pessoas adotem como prática diária as medidas preventivas que são orientadas durante a visita de inspeção”, disse Deodato.

A “Operação Impacto de Combate à Dengue” também envolve os mutirões de limpeza, destinados a eliminar o lixo que esteja contribuindo para o acúmulo de água da chuva e, consequentemente, para a proliferação do Aedes aegypti. O trabalho é realizado pela Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), que já coletou, até o momento, em Manaus, cerca de 12 milhões de toneladas de lixo.

Semsa aponta invasão no Tarumã como de alto risco para malária

quarta-feira, dezembro 28th, 2011

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) apresentou, na terça-feira (27), o relatório de análise epidemiológica da área invadida no último sábado (24), na região do Tarumã, conhecida como Pampulha. A conclusão dos técnicos do órgão é que a área é de alto risco para transmissão de malária, uma ameaça para a cidade e, mais diretamente, para as comunidades do entorno.

No entorno estão localizadas três comunidades de grande porte, que são consideradas pela Semsa como áreas de influência direta: Parque Riachuelo, Campos Sales e Parque São Pedro/invasão da Carbrás. “Todas essas comunidades são resultado de invasões e áreas de risco com histórico de alta transmissão da malária”, adverte o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato. Outro agravante, de acordo com a Semsa, é que a nova invasão está localizada em meio a uma enorme diversidade de criadouros do mosquito Anopheles Darlingi, transmissor da malária.

“Nessa nova invasão, são cerca de mil pessoas vivendo em condições precárias, numa área sem proteção, que propicia o contato com o mosquito transmissor da malária. Conforme o levantamento realizado, a maioria dessas pessoas é oriunda de outras áreas de risco, invasões localizadas no entorno. Isso significa que transportam o plasmodium da malária desses locais para a nova área de invasão e de lá para outros cantos da cidade. A falta de estrutura e a precariedade tornam o local um foco de transmissão da malária”, observa Deodato.

O relatório da Semsa foi encaminhado na terça-feira para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semmas), que já está monitorando o local. Francisco Deodato explica que o relatório é baseado em estudos realizados pelos técnicos do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental do órgão, que mapearam, no local, os criadouros do mosquito transmissor da malária.

Segundo ele, a Prefeitura de Manaus já está adotando algumas medidas de controle na área e no entorno. Na segunda-feira (2), se os invasores ainda estiverem no local, a Semsa dará início à coleta de lâminas e tratamento dos pacientes que forem identificados com a doença, além de realizar o controle vetorial, com termonebulização (aplicação de inseticidas). O secretário alerta que os cuidados, entretanto, não são suficientes e não garantem a eliminação da transmissão, porque as famílias estão vivendo em situação propícia à doença. “A única solução efetiva é a retirada dessas pessoas. O histórico epidemiológico demonstra o risco que correm as localidades do entorno, todas sob efeito dos mesmos fatores condicionantes e determinantes para a transmissão da malária”.

“Carretas da Mulher” atendem até quinta na Praça da Matriz

terça-feira, dezembro 27th, 2011

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa que as duas “Carretas da Mulher” que estão posicionadas na Praça da Matriz, no centro da cidade, permanecem no local somente até a quinta-feira (29), quando encerram o cronograma estabelecido para aquela área. 

As “Carretas da Mulher”, como são popularmente conhecidas as Unidades Móveis de Saúde da Mulher, estão atendendo na Praça da Matriz desde o dia 13 deste mês, quando inauguraram uma nova fase do projeto, levando os serviços de mamografia, ultrassonografia e coleta de preventivo do câncer do colo do útero a locais de grande circulação de pessoas. Normalmente, as carretas ficam instaladas em locais estratégicos, mas restritos a uma área geográfica específica, atendendo bairros e comunidades do entorno, por aproximadamente 15 dias, seguindo depois para nova localização.

A Prefeitura de Manaus possui quatro carretas com esse tipo de atendimento, que é pioneiro no país, e o prefeito Amazonino Mendes já anunciou que, até o próximo ano, mais oito unidades estarão funcionando em Manaus.

Duas carretas entraram em funcionamento em agosto deste ano e a Prefeitura colocou mais duas em novembro. Em cinco meses de funcionamento, as “Carretas da Mulher” já realizaram 13.768 exames, sendo 5.239 ultrassonografias, 4.289 mamografias e 4.240 preventivos do colo do útero. Do total de mamografias realizadas, 44% (1.888) foram de mulheres que passaram por esse exame pela primeira vez.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato destaca a importância do serviço, ressaltando que o diagnóstico precoce é fundamental para salvar vidas. Deodato afirma que a procura pelos exames é grande e a proposta, ao colocar as carretas em local de grande circulação, como a Praça da Matriz, é ampliar o acesso ao serviço, que já se apresenta, segundo ele, como um grande aliado nas ações de prevenção ao câncer de colo de útero e de mama.

As carretas que estão na Praça da Matriz, posicionadas em frente à igreja Nossa Senhora da Conceição, já realizaram, em apenas nove dias, 1.740 exames (837 ultrassonografias, 474 mamografias e 429 coletas de preventivo). As Unidades Móveis de Saúde da Mulher já passaram pelos bairros Colônia Terra Nova, Cidade de Deus, Jorge Teixeira e Tarumã.

Outros serviços – Além das quatro “Carretas da Mulher”, a Prefeitura de Manaus já colocou em funcionamento mais seis Unidades Móveis de Saúde que estão percorrendo os bairros da cidade e levando atendimento a áreas onde a atenção básica está sendo reforçada. São quatro Unidades Móveis de Saúde Odontológica e duas de Saúde Médico-Ambulatorial.

As Unidades Móveis de Saúde Odontológica beneficiam, principalmente, os alunos de escolas da rede municipal. Nestas carretas, são realizados os seguintes procedimentos odontológicos: restauração, extração, profilaxia (limpeza) e aplicação tópica de flúor. As crianças recebem o Kit de Saúde Bucal, com escova, creme e fio dental. O serviço abrange ações de Educação em Saúde, incentivando a manutenção dos cuidados com a saúde bucal, após o término do tratamento.

As Unidades Móveis de Saúde Médico-Laboratoriais oferecem consulta médica nas especialidades de Pediatria e Oftalmologia; coleta e realização de exames laboratoriais (fezes, sangue, urina, etc); e orientação em Nutrição.

SAMU apresenta balanço de atendimentos realizados no Natal

terça-feira, dezembro 27th, 2011

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU-192) da Prefeitura de Manaus divulgou, na segunda-feira (26), o balanço do número de remoções realizadas na véspera e no Dia de Natal (sábado, 24 e domingo, 25 de dezembro). O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa que o número total de atendimentos – 274 – apresentou uma leve queda em relação a 2010, quando foram resgatadas 284 pessoas.

As colisões no trânsito lideraram as estatísticas este ano e em 2010. Comparado com 2010, houve um crescimento de 30% neste tipo de atendimento. O SAMU removeu 50 pessoas vítimas de acidente de trânsito em 2010 e 70 em 2011. Das 70 atendidas este ano, 39 foram no dia 24 e 31 no dia 25.

As vítimas de agressão física aparecem em segundo lugar no número de remoções realizadas, tanto em 2010 como em 2011. Em 2010 foram 50 atendimentos desse tipo e, em 2011, foram 43, queda de aproximadamente 15%. 

O número de vítimas de atropelamento foi maior em 2011 do que em 2010. Em 2011, foram 24 pessoas atendidas e, em 2010, 19. As vítimas de ferimento por arma branca apresentaram a queda mais acentuada – foram atendidas 17 em 2011, contra 41 em 2010. Na categoria vítimas de arma de fogo houve crescimento de 3 pessoas atendidas em 2010 para 12 em 2011.

Prefeitura inaugura mais três “Casonas de Saúde”

quinta-feira, dezembro 22nd, 2011

O prefeito Amazonino Mendes e o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, inauguram, nesta quinta-feira (22), mais três Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs), as “casonas de saúde”, como são popularmente conhecidas, beneficiando, desta vez, os moradores de comunidades das zonas Norte e Leste de Manaus.

Com as três novas unidades, a cidade passa a contar com 25 UBSFs construídas no novo formato ampliado, de 130 metros quadrados, substituindo as antigas “casinhas de saúde”, de apenas 32 metros quadrados. O novo modelo que está sendo adotado pioneiramente na Estratégia Saúde da Família, em Manaus, difere do restante do país, não só pelo tamanho ampliado das unidades, mas também pela inclusão de serviços, como atendimento odontológico, coleta de exames, imunização, farmácia, nebulização e curativo.

As novas unidades que serão inauguradas nesta quinta-feira (22) são: N-43, na comunidade Leão de Judá, no bairro Alfredo Nascimento; N-50, no conjunto Boas Novas, Cidade Nova, ambas na zona Norte; e L-15, na Colina do Aleixo, zona Leste da cidade.

Serviço: INAUGURAÇÃO DE NOVAS UNIDADES DE SAÚDE

DATA: Quinta-feira, 22 de dezembro

HORÁRIO:

9h – UBSF N-43 (Rua 27, em frente à casa 46, na Comunidade Leão de Judá – bairro Alfredo Nascimento)

9h30 – UBSF N-50 (Rua 5 com Boas Novas, Conjunto Boas Novas, Cidade Nova)

10h – UBSF L-15 (Avenida José Romão, entre as Ruas 12 e 10 – bairro Colina do Aleixo)

Prefeitura divulga funcionamento de serviços de saúde no Natal

terça-feira, dezembro 20th, 2011

A Prefeitura de Manaus informa que a Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU-192), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), manterão plantão de 24 horas para atender a população na véspera e no Dia de Natal (sábado, 24 e domingo, 25).

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, ressalta que as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) e Policlínicas, funcionarão normalmente de segunda a sexta-feira. Essas unidades não atendem aos sábados e domingos. Da mesma forma, as  três unidades do Programa Farmácia Gratuita, instaladas nos terminais de ônibus da Cidade Nova (T3), na zona Norte; Jorge Teixeira (T4) e do São José (T5), ambos na zona Leste.

Francisco Deodato frisou que, na véspera e no Dia de Natal, o SOS Vida cumprirá a agenda previamente marcada de remoção de pacientes para realização de alguns procedimentos, como é o caso de hemodiálise.

Oficina de Redução de Danos para ACSs do Distrito Sul

terça-feira, dezembro 20th, 2011

Nesta terça-feira (20), será encerrada a 2ª turma da Oficina de Redução de Danos para agentes comunitários de saúde (ACS) do Distrito de Saúde Sul (Disa Sul), na Escola Estadual Tiradentes, na rua Codajás – Petrópolis.

A oficina foi organizada em duas turmas, das 8h às 12h, sendo que a primeira aconteceu nos dias 06 e 07 de dezembro e a segunda, no dias 19 e 20, totalizando 115 ACSs participantes. Apenas em maio deste ano, outros 132 ACSs foram capacitados sobre a temática.

A meta é que todos os 358 ACSs do Disa sejam capacitados até o próximo ano. O programa de Redução de Danos é uma política do Ministério da Saúde, que engloba um conjunto de estratégias para reduzir danos sociais e à saúde do usuário de álcool e outras drogas, que não querem, não podem ou não conseguem se livrar do uso da droga. Na Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), a abordagem inicial do paciente faz parte das “ações de controle das DST-Aids e hepatites virais” e deverá ser implementada em toda rede.

Segundo a enfermeira Eliane Nogueira Campos, gerente da Vigilância em Saúde Sul, os ACSs possuem um papel fundamental no desenvolvimento do programa, em razão das visitas domiciliares que realizam. “O uso de diversos tipos de drogas faz parte da realidade social e cabe aos profissionais de saúde atuarem na tentativa de minimizar os prejuízos à saúde decorrentes desse uso”, destaca a enfermeira.