Archive for the ‘noticias’ Category

Prefeitura promove mobilização contra o Sarampo, no sábado (10)

quinta-feira, setembro 8th, 2011

A Prefeitura de Manaus realiza, no próximo sábado (10), um Dia de Mobilização contra o Sarampo. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, nesse dia, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS), 17 Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) e as Policlínicas da rede municipal, além dos Centros de Atenção Integral à Criança (CAICs), da rede estadual, estarão funcionando, das 8h às 17h, para imunizar as crianças de 1 ano a menores de 7 anos de idade contra a doença.

A Campanha de Vacinação contra o Sarampo teve início em 1º de agosto e se estende até o próximo dia 16 de setembro. Em Manaus, a meta é imunizar 192,2 mil crianças, o que corresponde a 95% da população-alvo.  Segundo o último balanço divulgado pela Gerência de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na sexta-feira (2), 149.608 já haviam sido imunizadas durante a campanha.

A vacina é a única forma de proteção contra o Sarampo, uma doença aguda, altamente contagiosa, que pode facilitar o surgimento de outras patologias, como pneumonia e diarreias, evoluindo para um quadro de gravidade, colocando em risco a vida da criança.

A gerente de Imunização da Semsa, Kássia Veras, observa que todas as crianças que estão na faixa etária alvo da campanha de imunização, devem ser vacinadas, mesmo aquelas que estão com o esquema de vacinação em dia, ou que tenham recebido a Tríplice Viral recentemente. “A vacina é bem tolerada, podendo apresentar alguns efeitos adversos bem leves, como estado febril e coriza, por exemplo”.

Prefeitura inicia credenciamento de unidades para “Amamenta Brasil”

quinta-feira, setembro 8th, 2011

A Prefeitura de Manaus inicia, na segunda quinzena deste mês, os procedimentos para credenciar mais 20 unidades de saúde do município como integrantes da Rede Amamenta Brasil. A rede é uma estratégia adotada pelo Ministério da Saúde, com o objetivo de reforçar as ações de promoção, proteção e apoio à prática do aleitamento materno, na Atenção Básica. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, das 20 unidades que iniciarão os preparativos para o credenciamento, 13 são Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs).  “As equipes de ‘Saúde da Família’ estão mais próximas das comunidades e é fundamental envolvê-las nas ações de promoção do aleitamento materno, realizadas na atenção primária”, frisou Deodato.

Em agosto, o Ministério da Saúde (MS) anunciou o ingresso de 17 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e 1 Policlínica da Prefeitura de Manaus na Rede Amamenta Brasil. O credenciamento significa o total comprometimento das equipes dessas unidades com a promoção do aleitamento materno. Manaus foi a única capital brasileira a ter unidades credenciadas na rede, em 2011. Representantes do MS virão a Manaus este mês para a solenidade de credenciamento.

O secretário Francisco Deodato explica que, já na segunda quinzena de setembro, o setor de Saúde da Criança e do Adolescente, da Semsa, começa a fazer o levantamento do perfil das 20 novas unidades que serão preparadas para integrar a Rede Amamenta Brasil. “Este é o primeiro passo do processo. Em seguida, vem a realização das oficinas sobre Aleitamento Materno e capacitações, envolvendo todos os profissionais das 20 unidades, com o suporte de tutores da rede. Todo o processo é acompanhado pelo Ministério da Saúde, que faz avaliações sistemáticas até decidir pelo credenciamento”, disse Deodato. Segundo ele, a expectativa da Prefeitura é que a certificação das 20 unidades ocorra já no primeiro semestre de 2012.

Na zona Oeste, serão preparadas para ingressar na Rede Amamenta Brasil, as UBSs Leonor de Freitas, Santo Antônio e Dr. Rayol dos Santos e as UBSFs O-19; O-38 e O-40. Na zona Sul, a escolhida foi a UBS José Rayol dos Santos. Na zona Leste, o trabalho envolverá a UBS Mauazinho, Policlínica Ivone Lima e Módulo de Saúde da Família (MSF) Josephina de Mello. Na zona Norte, serão preparadas as UBSFs N-01; N-05; N-06; N-16; N-26; N-30; N-36; N-46 e N-47.

Resultados – Do total de 6.438 crianças de 0 a 6 meses, atendidas no primeiro semestre deste ano, nas 18 unidades de saúde da Prefeitura, credenciadas na Rede Amamenta, 2.828, o equivalente a 44%, estavam com aleitamento materno exclusivo. De 3.531 bebês na faixa entre 6 e 11 meses de idade atendidas nas unidades neste período, 2.719 (77%) estavam recebendo aleitamento materno como alimento complementar. Já na faixa de 11 a 15 meses, que engloba 1.914 crianças, o índice ficou em 58,3%.

“São resultados expressivos, que demonstram a importância desta estratégia”, afirma Ivone Amazonas, coordenadora das Ações de Aleitamento Materno da Semsa. Ela explica que, nas unidades, são promovidas rodas de conversas com as grávidas que estão realizando pré-natal ou com as mães de recém-nascidos, quando elas retornam para fazer consulta do puerpério (logo após o parto), visando conscientizá-las sobre a importância do aleitamento materno exclusivo nos primeiros seis meses de vida da criança.

Fique por dentro: Para integrar a Rede Amamenta Brasil, uma unidade de saúde deve cumprir, entre outros critérios, as seguintes ações: garantir a participação de no mínimo 80% da equipe na Oficina de Trabalho em Aleitamento Materno; monitorar os indicadores de aleitamento, utilizando o SISVAM web; além de construir e implementar um fluxograma de atendimento à dupla mãe-bebê, no período de amamentação.

Prefeitura divulga funcionamento dos serviços de Saúde no feriado

sexta-feira, setembro 2nd, 2011

A Prefeitura de Manaus informa que as unidades de urgência e emergência da rede municipal de saúde – Serviços de Pronto Atendimento (SPAs), a Maternidade Moura Tapajóz e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU-192) – manterão plantão de 24 horas para atender à população no feriado prolongado da Semana da Pátria, que começa na segunda-feira (5) – Dia da Elevação do Amazonas à Categoria de Província – e prossegue até quarta-feira (7), dia da Independência do Brasil, incluindo o ponto facultativo da terça-feira (6). 

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa que as Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) e Policlínicas, que fazem o atendimento ambulatorial, não estarão funcionando nestes três dias.  

As famílias cadastradas no programa “Leite do Meu Filho”, que foram agendadas para receber o benefício neste período, serão atendidas nos dias 8 e 9 (quinta e sexta-feira), nos Centro de Distribuição Avançados (CDAs) indicados no comprovante de cadastramento no programa.

O secretário orienta que, nos dias de feriado, os usuários dirijam-se a um dos SPAs quando necessitarem de atendimento emergencial mais simples, como pequenos cortes e ferimentos, mordidas de animais, queimaduras não muito extensas, furadas de prego, quedas que não tenham como consequência grandes fraturas, entre outros. As emergências mais graves devem ser conduzidas aos pronto-socorros, que também funcionam em tempo integral.

As três unidades do Programa Farmácia Gratuita, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), instaladas nos terminais de ônibus da Cidade Nova (T3), na zona Norte; Jorge Teixeira (T4) e do São José (T5), ambos na zona Leste, também não estarão funcionando nos dias 5, 6 e 7, retomando o atendimento na quinta-feira (8), às 8h.

Francisco Deodato frisou que, durante o feriadão, o SOS Vida cumprirá a agenda previamente marcada de remoção de pacientes para realização de alguns procedimentos, como é o caso de hemodiálise.

Prefeitura já entregou 4.500 kits do Programa “Leite do Meu Filho”

sexta-feira, setembro 2nd, 2011

A Prefeitura de Manaus já entregou cerca de 4.500 kits do Programa “Leite do Meu Filho”, em menos de três dias de atendimento às famílias cadastradas (dias 30, 31 e a manhã desta quarta-feira), informa o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato. Cada kit contém 4 latas de leite, como complementação nutricional às crianças na faixa etária de 6 meses a 3 anos e 11 meses de idade, em situação de vulnerabilidade social. Cada criança tem direito a um kit. O programa beneficiará, nesta primeira fase, 61.048 crianças já cadastradas.

O Programa “Leite do Meu Filho” foi lançado pela Prefeitura de Manaus, para ser executado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), como parte da política de combate à desnutrição e mortalidade infantil e que inclui ações de promoção e estímulo ao aleitamento materno, aos menores de 0 a 6 meses de idade. 

Uma das primeiras mães atendidas logo que teve início à entrega dos kits de complementação nutricional, a dona de casa Cristiane Oliveira de Castro, 21 anos, tem 3 filhos, mas somente um deles, de 2 anos de idade, se enquadra na faixa etária alvo do programa. “Vai ser uma ajuda muito grande lá em casa, porque eu tenho que cuidar das crianças e não posso arrumar um emprego e o meu marido ganha R$ 150 por mês”, afirmou Cristiane. Ela recebeu as primeiras quatro latas de leite e deixou a unidade com a data da nova retirada agendada para o final de setembro.

A entrega da complementação nutricional iniciou no último dia 30 de agosto e se estenderá durante todo o mês, cumprindo um cronograma de agendamento para atender a todas as crianças cadastradas. A Semsa montou uma estrutura com 60 Centros de Distribuição Avançados (CDAs), funcionando em Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Policlínicas e Unidades Básicas de Saúde Ambulatorial (USA) da rede municipal, onde as mães fazem a retirada mensal do produto. Dos 60 CDAs, 52 estão na área urbana e 8 nos Postos de Saúde Rural (PSRs).

“A partir da primeira retirada do leite, inicia-se o processo de acompanhamento periódico das crianças beneficiadas pelo programa, que inclui as consultas médicas e o cumprimento de todas as demais condicionantes para a manutenção da família no programa”, frisou o secretário Francisco Deodato.  O acompanhamento é feito nas unidades de saúde indicadas no cartão magnético recebido pela mãe ou responsável da criança, no ato do cadastramento.

As condicionantes foram definidas com a finalidade de incentivar a Puericultura, que é o acompanhamento do desenvolvimento da criança, além de outras vertentes como o fortalecimento do planejamento familiar e do pré-natal, o cumprimento do calendário de vacinação e, inclusive, assegurar o direito da criança ao registro civil, uma vez que está sendo exigida a certidão de nascimento para inscrição no programa. A família cadastrada no programa deverá participar do Ambulatório de Crescimento e Desenvolvimento, nas Unidades Básicas de Saúde; participar das palestras e treinamentos de promoção à saúde; frequentar as oficinas de aproveitamento integral dos alimentos, entre outras atividades promovidas pela rede municipal de saúde, como parte do programa.

Postos de vacinação contra Sarampo estão em seis supermercados

quinta-feira, setembro 1st, 2011

A Prefeitura de Manaus montará, nesta quinta e sexta-feira (1º e 2),  postos de vacinação em seis lojas de dois grandes supermercados da cidade e, ainda, no Centro de Convivência da Família, que funciona na Cidade Nova, para imunizar contra o sarampo as crianças na faixa etária de 1 ano a menores de 7 anos. A ação faz parte da Campanha de Vacinação contra o Sarampo e, de acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, é mais uma estratégia adotada pela Gerência de Imunização do município com a finalidade de garantir o cumprimento da meta pactuada com o Ministério da Saúde. A meta de Manaus é imunizar 95% do público-alvo da campanha.

Os postos de vacinação estarão funcionando das 9 às 17h, nas lojas dos supermercados DB e Carrefour, localizadas na Ponta Negra, na Cidade Nova e na Av. Jornalista Umberto Calderaro Filho (antiga Paraíba). O Centro de Convivência da Família Pe. Pedro Vignola, que fica na rua Gandú com Noel Nutels, nº 119, núcleo 8 da Cidade Nova I, também oferecerá o serviço, nestes dois dias, no mesmo horário.

A Campanha de Vacinação contra o Sarampo vai até o dia 16 de setembro. Segundo balanço divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em Manaus, já foram imunizadas 145.530 crianças, o que corresponde a 75% do público-alvo. Além do atendimento nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal e dos CAICs, da rede estadual, equipes itinerantes estão levando a vacina a escolas e, inclusive, às Unidades Básicas de Saúde da Família que não dispõem de sala de vacinação. “Agora, para facilitar ainda mais o acesso das crianças, estamos colocando a opção destes postos de atendimento nos supermercados e no Centro de Convivência da zona Norte”, disse Deodato.

A vacina é a única forma de proteção contra o Sarampo, uma doença aguda, altamente contagiosa, que pode facilitar o surgimento de outras patologias, como pneumonia e diarreias, evoluindo para um quadro de gravidade, colocando em risco a vida da criança.

A gerente de Imunização da Semsa, Kássia Veras, observa que todas as crianças que estão na faixa etária alvo da campanha de imunização devem ser vacinadas, mesmo aquelas que estão com o esquema de vacinação em dia, ou que tenham recebido a Tríplice Viral recentemente. “A vacina é bem tolerada, podendo apresentar alguns efeitos adversos bem leves, como estado febril e coriza, por exemplo”.

Prefeitura realiza ações educativas de prevenção à Malária

quinta-feira, setembro 1st, 2011

As ações de educação em saúde voltadas para a prevenção da Malária serão intensificadas pela Prefeitura de Manaus, na sexta-feira e no sábado (2 e 3), nos portos da cidade e nas barreiras que dão acesso às rodovias BR-174 e AM-010. Equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) farão abordagem aos viajantes, orientando sobre os cuidados que devem ser adotados para prevenir a doença, sobretudo em locais considerados como área de risco. 

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, explica que a ação, organizada pelo Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da Semsa, leva em consideração o fato de que há sempre uma elevação do número de casos de malária após períodos de feriados prolongados, como o que terá início neste final de semana. “O ideal é que as pessoas evitem as áreas de riscos da doença e, se isso não for possível, é necessário adotar cuidados para reduzir o risco de pegar a Malária”, reforçou o secretário.

As ações de educação em saúde vão ocorrer nos principais pontos de saída da cidade, como as barreiras da AM-010 e BR-174, nos portos da Ceasa e do São Raimundo, Manaus Moderna e Porto de Manaus. Os viajantes também serão orientados com relação à importância do diagnóstico precoce da doença e início do tratamento imediato. No retorno do feriado, as pessoas que frequentaram as áreas de risco devem ficar atentas e procurar o serviço médico imediatamente, se notarem o surgimento dos sintomas clássicos, relacionados à Malária.

Desde o início desta semana, a Prefeitura vem intensificando, além das ações educativas, o trabalho de termonebulização (aplicação de inseticidas) e de busca ativa de casos da Malária, com a finalidade de reduzir a circulação do Plasmodium (agente causador da doença, que tem como vetor o mosquito do tipo Anopheles). A termonebulização está ocorrendo em 51 localidades, nas zonas Oeste, Norte e Leste da cidade, incluindo ramais das rodovias AM-010 e BR-174, Tarumã, Puraquequara, entre outros. A população coberta por essa atividade deve chegar a 18,9 mil pessoas, considerando apenas os residentes nestas áreas.

A busca ativa de casos foi planejada para alcançar 2,9 mil imóveis, e está sendo realizada por 120 agentes de endemias. As atividades de educação em saúde, com distribuição de material informativo sobre a doença têm a meta de alcançar, aproximadamente, 65 mil pessoas.

Fique por dentro:

. Evitar as áreas de risco da doença. Se isso não for possível, não se expor a áreas desprotegidas entre o anoitecer e as primeiras horas da manhã, período de maior atividade do Anopheles; usar repelentes no corpo; colocar mosquiteiros ao redor da cama ou da rede; colocar telas nas janelas e portas para dificultar a entrada dos mosquitos na casa.

. Pessoas que tenham passado pelas áreas de risco da Malária devem ficar atentas e, se apresentarem os sintomas da doença, procurar de imediato uma unidade de saúde para a realização do exame de lâmina (gota espessa).

. Em caso de o resultado ser positivo, é preciso iniciar logo o tratamento e não interrompê-lo. O exame é feito a partir de uma gota de sangue retirada do dedo do paciente e está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde do município.

. Febre, calafrios, dores de cabeça e pelo corpo, cansaço, palidez, falta de apetite, são alguns dos sintomas da malária. A doença pode evoluir para quadros mais graves, mas pode ser tratada com sucesso se for detectada precocemente.

Semsa promove palestra pelo Dia do Nutricionista

quinta-feira, setembro 1st, 2011

Para marcar o Dia do Nutricionista, comemorado na quarta-feira (31), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promoveu uma palestra, com a participação de profissionais da área, sobre o tema Fome, obesidade e desperdício: não alimente esse problema”. O evento aconteceu das 14h às 17h, no Auditório Deodato de Miranda Leão, na secretaria.

Segundo a responsável técnica pelas ações em Alimentação e Nutrição  da Semsa, Danielle Belota, um dos objetivos do evento foi atualizar os profissionais da rede. “Conseguimos reunir profissionais das Policlínicas e das Unidades Básicas de Saúde, com o objetivo de melhorar cada vez mais os serviços aos usuários da rede pública”.

Durante sua palestra, o técnico de Plantas Medicinais e professor da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), Moacir Biondo, destacou a Portaria nº 971-PNPIC que garante quais plantas medicinais os nutricionistas podem usar. “Os profissionais de hoje estão respaldados a usarem a unha de gato, cajueiro, copaíba e outros”. Ele garante que o próprio município tem interesse de oferecer curso de plantas medicinais.

O evento foi encerrado com entrega dos adipômetros (equipamento para medir a gordura corporal) para as Policlínicas e com sorteio de brindes. 

Fique por dentro:

Nutrição é a ciência que estuda os alimentos e os aplica às necessidades nutricionais do homem. E seu profissional é o nutricionista, responsável por planejar programas de alimentação, preparar dietas e cardápios, supervisionar a produção de alimentos e cozinhas de indústrias e restaurantes, além de acompanhar o regime alimentar de atletas. O Dia do Nutricionista – 31 de agosto – é comemorado nessa data, em virtude da criação da Associação Brasileira de Nutricionistas – ABN, que ocorreu no mesmo dia, no ano de 1949. Essa Associação foi substituída pela Federação Brasileira de Nutricionistas e atualmente, pela Associação Brasileira de Nutrição – ASBRAN. Desde essa data que o Sistema Conselhos Federal e Regionais de Nutricionistas – CFN/CRN comemora o Dia do Nutricionista com diversas atividades nos Estados. O Nutricionista exerce um papel fundamental na vida em sociedade. Ele utiliza a ciência da nutrição e interpreta fatores culturais, biológicos, sociais e políticos, com vistas a melhorar a alimentação, bem como a saúde e a qualidade de vida das pessoas, em todas as fases da vida.

Prefeitura inicia prevenção contra malária, nos feriados

quarta-feira, agosto 31st, 2011

Segundo estimativas do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (DVEAM), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), 30% dos casos de malária registrados na capital acometem a chamada população flutuante, ou seja, pessoas que não são moradoras das áreas de risco da doença. Estes casos estão associados, em sua maioria, a pessoas que estiveram em balneários e sítios, participando, por exemplo, de atividades de lazer ou de eventos religiosos – os chamados retiros –, sem adotar os devidos cuidados para se proteger contra a doença.  

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, com base neste indicador e, ainda, considerando que os registros de casos de malária aumentam, em média, 20% nas semanas posteriores aos períodos de feriados prolongados, a Prefeitura de Manaus organizou uma ação de caráter preventivo, antecedendo o feriadão da Semana da Pátria (5 a 7 de setembro).

As atividades, que estão acontecendo nesta semana, incluem ações de educação em saúde em pontos estratégicos, busca ativa de casos da doença e intensificação da termonebulização (aplicação de inseticida). De acordo com Deodato, a termonebulização está ocorrendo em 51 localidades, nas zonas Oeste, Norte e Leste da cidade, incluindo ramais das rodovias AM-010 e BR-174, Tarumã, Puraquequara, entre outros. A população coberta por essa atividade deve chegar a 18,9 mil pessoas, considerando apenas os residentes nestas áreas.

A busca ativa de casos deve alcançar 2,9 mil imóveis, e está sendo realizada por 120 agentes de endemias. As atividades de educação em saúde, com distribuição de material informativo sobre a doença têm a meta de alcançar, aproximadamente, 65 mil pessoas.

Na terça-feira (30), uma das ações foi realizada no Tarumã. Agentes de endemias fizeram coleta de material para exame de malária entre os moradores do local e as equipes de educação em saúde fizeram o trabalho de orientação, distribuindo material informativo sobre a doença.

O secretário Francisco Deodato destacou que as ações de educação em saúde ganharão força na sexta-feira, sábado e domingo, nos principais pontos de saída da cidade como as barreiras da AM-010 e BR-174, nos portos da Ceasa e do São Raimundo, Manaus Moderna e Porto de Manaus.  “Se não for possível evitar as áreas de risco, é muito importante que as pessoas sigam as recomendações para reduzir as chances de contato com o mosquito transmissor da malária”, orienta Francisco Deodato.

Pessoas que tenham passado pelas áreas de risco da malária devem ficar atentas e, se apresentarem os sintomas da doença, devem procurar de imediato uma unidade de saúde para a realização do exame de lâmina (gota espessa). Em caso de o resultado ser positivo, é preciso iniciar logo o tratamento e não interrompê-lo. O exame é feito a partir de uma gota de sangue retirada do dedo do paciente e está disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde do município.

Febre, calafrios, dores de cabeça e pelo corpo, cansaço, palidez, falta de apetite, são alguns dos sintomas da malária. A doença pode evoluir para quadros mais graves, mas pode ser tratada com sucesso se for detectada precocemente.

Redução – Manaus fechou o primeiro semestre de 2011 com uma redução de 36,4% nos casos de malária, em comparação ao mesmo período de 2010. De janeiro a junho deste ano, o número de casos notificados da doença ficou em 5.634, contra 8.857 em igual período de 2010.

Dicas para se prevenir contra a malária:

. Evitar as áreas de risco;

. Se isso não for possível, não se expor a áreas desprotegidas entre o anoitecer e as primeiras horas da manhã, período de maior atividade do mosquito Anopheles;

. Usar repelentes no corpo;

. Colocar mosquiteiros ao redor da cama ou da rede;

. Colocar telas nas janelas e portas para dificultar a entrada dos mosquitos na casa;

. Permitir a borrifação intradomiciliar, realizada pelos agendes de endemias.

Prefeitura atende beneficiados pelo “Leite do Meu Filho”

quarta-feira, agosto 31st, 2011

A Prefeitura de Manaus iniciou, na terça-feira (30), a entrega das fórmulas de complementação nutricional às primeiras crianças beneficiadas pelo Programa “Leite do Meu Filho”. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, participou da primeira entrega simbólica do programa, às 10h, na Unidade Básica de Saúde Leonor de Freitas, no bairro da Compensa II. O programa “Leite do Meu Filho” foi lançado pela Prefeitura como parte da política de combate à desnutrição e à mortalidade infantil.

De acordo com Francisco Deodato, A secretaria Municipal de Saúde (Semsa) organizou uma estrutura com 60 Centros de Distribuição Avançados (CDAs), que funcionarão em Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Policlínicas e Unidades Básicas de Saúde Ambulatorial (USA) da rede municipal. É nos CDAs que as mães farão a retirada mensal do produto. Dos 60 CDAs, 52 funcionam na área urbana e outros 8 estão nos Postos de Saúde Rural (PSRs).

“A partir da primeira retirada do leite, inicia-se o processo de acompanhamento periódico das crianças beneficiadas pelo programa, que inclui as consultas médicas e o cumprimento de todas as demais condicionantes para a manutenção da família no programa”, frisou Deodato.  O acompanhamento será feito nas unidades de saúde indicadas no cartão magnético recebido pela mãe ou responsável da criança, no ato do cadastramento.

As condicionantes foram definidas com a finalidade de incentivar a Puericultura, que é o acompanhamento do desenvolvimento da criança, além de outras vertentes como o fortalecimento do planejamento familiar e do pré-natal, o cumprimento do calendário de vacinação além de, inclusive, assegurar o direito da criança ao registro civil, uma vez que está sendo exigida a certidão de nascimento para inscrição no programa. A família cadastrada no programa deverá participar do Ambulatório de Crescimento e Desenvolvimento, nas Unidades Básicas de Saúde; participar das palestras e treinamentos de promoção à saúde; frequentar as oficinas de aproveitamento integral dos alimentos, entre outras atividades promovidas pela rede municipal de saúde, como parte do programa.

Cadastramento – O processo de cadastramento do Programa “Leite do Meu Filho” teve início no dia 23 e se encerra nesta terça-feira (30). De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), 60 mil cadastramentos haviam sido realizados até a última segunda-feira (29).

O público-alvo do programa são as crianças até 3 anos e 11 meses de idade, oriundas de famílias em situação de vulnerabilidade social.  Na faixa de 0 a 6 meses, seguindo as diretrizes da política de promoção e incentivo ao aleitamento materno, a inscrição no programa é condicionada aos casos de morte materna ou de filhos cujas mães sejam portadoras de HIV. Neste caso específico – de 0 a 6 meses –, as crianças serão atendidas nas unidades da rede básica, onde serão avaliadas e receberão a prescrição médica para posterior cadastramento.

Prefeitura apresenta cartilha “Um Tirano Chamado Fumo”

terça-feira, agosto 30th, 2011

A Prefeitura de Manaus promoveu, na segunda-feira (29), uma programação especial para marcar o Dia Nacional de Combate ao Tabagismo. Dentre outras ações, a data foi marcada pela apresentação da cartilha “Um Tirano Chamado Fumo”, com a presença do autor, Vangi Souza, e da atriz Zezé Mota, madrinha do projeto. A cartilha passará a ser adotada pelo Programa Saúde na Escola (PSE), executado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em parceria com as Secretarias Municipal e Estadual de Educação (Semed e Seduc), e que atende a, aproximadamente, 23 mil estudantes.

O grande foco do Dia Nacional de Combate ao Tabagismo, este ano, é o público infanto-juvenil, segundo o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato. Ele informa que as pesquisas indicam que 90% dos fumantes criaram o hábito antes dos 18 anos. “O dado é preocupante e mostra o quanto são importantes as ações de prevenção nas escolas”, afirmou.

Além do lançamento da cartilha, a Semsa também desenvolveu ações educativas sobre o tabagismo, em todas as unidades da rede municipal de saúde. Foi lançado, ainda, o 2ª Concurso de Cartazes e Slogans sobre Tabagismo. O lançamento do concurso e a apresentação cartilha aconteceram na sala 5 do CineMais, no Manaus Plaza Shopping, com a participação de estudantes, representando as 40 escolas públicas que hoje são alcançadas pelas atividades do PSE. O evento contou com a presença do secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, além de representantes das secretarias municipal e estadual de Educação (Semed e Seduc) e do vereador Wilker Barreto, autor da lei municipal 1.364/2009, a chamada “Lei Antifumo”.

O secretário Francisco Deodato explicou que o Programa Municipal de Prevenção e Controle do Tabagismo tem fortalecido as ações voltadas para o público infanto-juvenil e a adoção da cartilha faz parte dessa estratégia.

Com autoria de Vangi Souza – músico e defensor das ações culturais em torno do controle do tabaco – e ilustrada por Ziraldo, Chico Caruso e Jair Fernandes, a cartilha “Um Tirano Chamado Fumo” foi concebida com características pensadas para atrair a atenção do jovem leitor, com narrativa ágil e que permite a interatividade. A Semsa adquiriu 20.000 exemplares da publicação. No lançamento da cartilha, haverá encenação de uma peça com base no conteúdo da publicação da Zit Editora.

“A poderosa indústria do cigarro está de olho nos jovens e somente um trabalho de base, envolvendo principalmente as crianças e os adolescentes pode fazer frente a essa investida da indústria. É muito importante que a escola esteja inserida nesse trabalho de orientação e conscientização sobre os riscos do tabagismo”, disse o músico Vangi Souza, autor da cartilha que passa ser adotada pela Semsa nas ações do Programa Saúde na Escola.

“Não podemos ficar de braços cruzados, vendo as pessoas se matando e prejudicando outras pessoas com o uso do cigarro. É muito importante investir nas ações de orientação e prevenção, voltadas para os jovens, para protegê-los dos males relacionados ao tabagismo”, afirmou a atriz Zezé Mota, durante o encontro com os estudantes.

O concurso de cartazes e slogans sobre o Tabagismo também será realizado com a participação de estudantes. Os trabalhos vencedores serão reproduzidos e afixados em instituições de ensino da rede pública, explica Marlene Lessa, coordenadora do Programa Municipal de Prevenção e Controle do Tabagismo.

Tratamento para fumantes – Além das ações de prevenção, a rede municipal de saúde tem reforçado a assistência às pessoas que desejam parar de fumar, com a ampliação do número de Ambulatórios de Tratamento de Fumantes. Atualmente, já há 11 ambulatórios do tipo, com o serviço especializado, que oferece acompanhamento multiprofissional, com médico, psicólogo, fisioterapeuta, enfermeiro, nutricionista, odontólogo e assistente social. O tratamento é feito em grupo, por meio da terapia cognitivo-comportamental. Dependendo do quadro clínico, o paciente recebe, inclusive, a medicação de suporte.

Na última terça-feira (23), a Semsa expandiu o serviço para a zona rural da cidade, com a implantação de um Ambulatório no Posto de Saúde Rural São Pedro, localizado no Km 35 da rodovia AM-010. “O nosso objetivo é levar às comunidades mais afastadas o mesmo padrão de atendimento hoje oferecido nos dez ambulatórios do tipo que funcionam na rede, na área urbana”, frisou o secretário Francisco Deodato.  O secretário salientou que, dos 11 Ambulatórios de Tratamento de Fumantes em funcionamento, nove foram implantados na atual administração, elevando de 120 para 1.000 o número de vagas anuais para tratamento, oferecidas pelo serviço especializado.

De acordo com secretário, em setembro deve ser concluído o processo de capacitação das equipes que atuam na unidade de saúde fluvial da Semsa, visando a implantação de mais um Ambulatório para Tratamento de Fumantes que atenderá as comunidades ribeirinhas do entorno de Manaus, nas calhas dos rios Negro e Amazonas. Informações sobre o serviço podem ser obtidas por meio do Disque-Saúde 0800 280 8 280.

Fiscalização – Como parte da programação do Dia Nacional de Combate ao Tabagismo, o Departamento de Vigilância Sanitária (DVisa), da Semsa, realizou ações especiais de fiscalização em estabelecimentos como bares, restaurantes e casas de show, no fim de semana, para verificar o cumprimento da “Lei Antifumo”. As ações ocorreram na sexta, sábado e domingo e, no total, 49 estabelecimentos foram vistoriados, sem nenhum flagrante de desrespeito à Lei Antifumo. “Não foi necessário lavrar nenhum auto de infração”, afirmou Pedro Contente, chefe da Divisão de Engenharia Sanitária do DVisa, que coordenou a ação.

Cadastramento para “Leite do Meu Filho” até esta terça (30)

terça-feira, agosto 30th, 2011

A Prefeitura de Manaus informa que irá estender até esta terça-feira (30) o cadastramento para o Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho”, no Sambódromo. O processo de cadastramento encerrou na segunda-feira (29), nos outros 12 pontos de atendimento montados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Permanecerá por mais um dia apenas no Sambódromo, funcionando das 8h às 17h e atendendo moradores de todas as zonas da cidade.

A decisão, de acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, é uma forma de compensação, pelo fato de o horário de atendimento no Sambódromo ter sido reduzido na segunda-feira. Como o local sediou evento no final de semana, na segunda-feira, conforme foi amplamente divulgado para a população, o atendimento começou a partir de 12h e encerrou às 17h.

O secretário Francisco Deodato reforça a orientação para que as mães, na medida do possível, evitem levar as crianças ao posto de cadastramento. Basta que a mãe (ou o responsável legal) compareça munida de CPF, comprovante de residência e da certidão de nascimento da criança, a fim de passar pelo processo de triagem que está sendo realizado com o objetivo de identificar as famílias que se enquadram nos critérios para receber o benefício.

Crianças já começam a receber a complementação nutricional – O processo de cadastramento das crianças começou no último dia 23. As crianças que já estão inscritas no programa começam a retirar a complementação nutricional já a partir desta terça-feira (30), obedecendo ao agendamento realizado no ato do cadastramento. A data e o local de retirada vão escritos no comprovante de cadastramento entregue à mãe. Da mesma forma, a Unidade de Saúde onde a criança passará a fazer o acompanhamento periódico – um dos critérios para sua permanência no programa – está discriminada no cartão magnético fornecido à mãe.

O programa “Leite do Meu Filho” funcionará com 60 Centros de Distribuição Avançados (CDAs) – como são chamados os locais onde são feitas as retiradas das fórmulas nutricionais. São 52 na área urbana  e 8 na zona rural da cidade, todos eles vinculados a uma Unidade de Saúde da rede municipal.

O programa faz parte da política de combate à desnutrição e à mortalidade infantil e prevê o fornecimento de fórmulas de complementação nutricional a crianças até 3 anos e 11 meses de idade, oriundas de famílias em situação de vulnerabilidade social.

Na faixa de 0 a 6 meses, seguindo as diretrizes da política de promoção e incentivo ao aleitamento materno, a inscrição no programa é condicionada aos casos de morte materna ou de filhos cujas mães sejam portadoras de HIV. Neste caso específico – de 0 a 6 meses –, as crianças serão atendidas nas unidades da rede básica, onde serão avaliadas e receberão a prescrição médica para posterior cadastramento.

“Leite do Meu filho” atende a partir das 12h, no Sambódromo

segunda-feira, agosto 29th, 2011

A Prefeitura de Manaus informa que, nesta segunda-feira (29), o posto de cadastramento do Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho”, que funciona no Sambódromo, iniciará o atendimento somente a partir das 12h, estendendo-se até as 17h. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, nos demais 12 postos de cadastramento distribuídos pela cidade, o atendimento ocorrerá das 8h às 17h.

Para obter maiores informações sobre os locais de cadastramento as pessoas podem ligar (de segunda a sexta-feira) para o telefone 3236-9532, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), órgão responsável pela execução do programa. A informação também está disponível na página da Prefeitura na Internet (www.manaus.am.gov.br) e pode ser encontrada, ainda, nas unidades de saúde da Prefeitura.

Os moradores das zonas Oeste, Sul e de parte da zona Norte, estão sendo atendidos no Sambódromo, no bairro do Planalto. Na zona Leste, foram montados oito postos de cadastramento e, na zona Norte, mais quatro (confira lista).

O secretário Francisco Deodato reforçou a orientação para que as mães, na medida do possível, evitem levar as crianças aos postos de cadastramento. Basta que a mãe (ou o responsável) compareça munida de CPF, comprovante de residência e da certidão de nascimento da criança, a fim de passar pelo processo de triagem que está sendo realizado com o objetivo de identificar as famílias que se enquadram nos critérios para receber o benefício.

O Programa “Leite do Meu Filho” faz parte da política de combate à desnutrição e à mortalidade infantil. O programa prevê o fornecimento de fórmulas de complementação nutricional a crianças até 3 anos e 11 meses de idade, oriundas de famílias em situação de vulnerabilidade social.

Na faixa de 0 a 6 meses, seguindo as diretrizes da política de promoção e incentivo ao aleitamento materno, a inscrição no programa estará condicionada aos casos de morte materna ou de filhos cujas mães sejam portadoras de HIV. Neste caso específico – de 0 a 6 meses – não é necessário se dirigir aos postos de cadastramento. As crianças vão ser atendidas nas unidades da rede básica, onde serão avaliadas e receberão a prescrição médica para posterior cadastramento.

Confira os locais de cadastramento, para as crianças de 6 meses a 3 anos e 11 meses

 

Zonas Sul, Oeste e parte da Zona Norte:

Local: Sambódromo (av. Pedro Teixeira, s/n, Planalto)

Moradores dos Bairros: Japiim, Flores, Petrópolis, Parque 10 de Novembro, Centro, Aleixo, Crespo, São Francisco, Educandos, Raiz, Cachoeirinha, Nossa Senhora das Graças, Morro da Liberdade, Betânia, São Lázaro, Colônia Oliveira Machado, Praça 14 de Janeiro, Chapada, São Geraldo, Presidente Vargas, Santa Luzia, Nossa Senhora Aparecida, Adrianópolis, Distrito Industrial I, Vila Buriti, Compensa, Alvorada, Redenção, Lírio do Vale, São Jorge, Santo Antônio, Tarumã, Bairro da Paz, São Raimundo, Planalto, Dom Pedro, Vila da Prata, Glória, Ponta Negra, Santo Agostinho, Colônia Terra Nova, Novo Israel, Colônia Santo Antônio, Nova Esperança, Monte das Oliveiras, União da Vitória e Zona Rural.

Zona Leste:

Local: Escola Municipal Francisca Pergentina da Silva (Rua Chico Mendes, s/n – Zumbi)

Moradores dos Bairros: Zumbi e Armando Mendes

Local: Cemeja (Rua J, Etapa B – São José)

Moradores dos Bairros: São José I, II, III e IV

Local: Escola Municipal Plínio Ramos (Rua Monte Alegre, s/n – Gilberto Mestrinho)

Moradores dos Bairros: Gilberto Mestrinho, Grande Vitória, Nova Vitória, Cidade do Leste, Novo Reino e Santa Inês

Local: Escola Municipal Themístocles Gadelha (Rua Puruí, s/n – Jorge Teixeira)

Moradores dos Bairros: Jorge Teixeira I, II, III e IV, João Paulo I, II e III, Val Paraíso, Nova Floresta, e Monte Sião

 

Local para Cadastro: Escola Municipal São Luiz (Rua Nova Esperança – Colônia Antônio Aleixo)

Moradores dos Bairros: Colônia Antônio Aleixo, Puraquequara e Distrito Industrial II

Local para Cadastro: Mini Vila Olímpica do Coroado (Alameda Cosme Ferreira, s/n – Coroado II)

Moradores do Bairro: Coroado

Local para Cadastro: Escola Municipal Nova Vida (Rua Jerusalém, s/n – Mauazinho)

Moradores do Bairro: Mauazinho

Local para Cadastro: Escola Municipal Jorge de Rezende Sobrinho (Rua Nova Esperança nº 05 – Tancredo Neves)

Moradores dos Bairros: Tancredo Neves

Zona Norte:

Local para Cadastro: Centro de Esporte e Lazer Amadeu Teixeira (Av. Amazonino Mendes – Santa Etelvina)

Moradores dos Bairros: Santa Etelvina, Monte das Oliveiras, Lago Azul

Local para Cadastro: Escola Municipal Antonia Alexandrina M. Bentes (Av. Rogério Magalhães n. 23, Q. 242 – Núcleo 13 – Cidade Nova II)

Moradores do Bairro: Cidade Nova

Local para Cadastro: Jardim Botânico Reserva Florestal Ducke (Av. Uirapuru, s/n – Cidade de Deus).

Moradores dos Bairros: Cidade de Deus e Nova Cidade

Local para Cadastro: SEST/SENAT (Rua Autaz Mirim, 10118 – Cidade Deus)

Moradores do Bairro: Novo Aleixo

Prefeitura apresenta cartilha “Um Tirano Chamado Fumo”

segunda-feira, agosto 29th, 2011

A Prefeitura de Manaus promove, nesta segunda-feira (29), uma programação especial para marcar o Dia Nacional de Combate ao Tabagismo. Dentre outras ações, a data será marcada pela apresentação da cartilha “Um Tirano Chamado Fumo”, com a presença do autor, Vangi Souza, e da atriz Zezé Mota, madrinha do projeto. A cartilha passará a ser adotada pelo Programa Saúde na Escola (PSE), executado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em parceria com as Secretarias Municipal e Estadual de Educação (Semed e Seduc), e que atende a, aproximadamente, 23 mil estudantes.

O grande foco do Dia Nacional de Combate ao Tabagismo, este ano, é o público infanto-juvenil, segundo o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato. Ele informa que as pesquisas indicam que 90% dos fumantes criaram o hábito antes dos 18 anos. “O dado é preocupante e mostra o quanto são importantes as ações de prevenção nas escolas”, afirmou.

Na segunda-feira, além do lançamento da cartilha, a Semsa irá desenvolver ações educativas sobre o tabagismo, em todas as unidades da rede municipal de saúde. Haverá também o lançamento do 2ª Concurso de Cartazes e Slogans sobre Tabagismo. O lançamento do concurso e a apresentação cartilha acontecem na sala 5 do CineMais, no Manaus Plaza Shopping, com a participação de 150 estudantes, representando as 40 escolas públicas que hoje são alcançadas pelas atividades do PSE.

O secretário Francisco Deodato explica que o Programa Municipal de Prevenção e Controle do Tabagismo tem fortalecido as ações voltadas para o público infanto-juvenil e a adoção da cartilha faz parte dessa estratégia.

Com autoria de Vangi Souza – músico e defensor das ações culturais em torno do controle do tabaco – e ilustrada por Ziraldo, Chico Caruso e Jair Fernandes, a cartilha “Um Tirano Chamado Fumo” foi concebida com características pensadas para atrair a atenção do jovem leitor, com narrativa ágil e que permite a interatividade. A Semsa adquiriu 20.000 exemplares da publicação. No lançamento da cartilha, haverá encenação de uma peça com base no conteúdo da publicação da Zit Editora.

O concurso de cartazes e slogans sobre o Tabagismo também será realizado com a participação de estudantes. Os trabalhos vencedores serão reproduzidos e afixados em instituições de ensino da rede pública, explica Marlene Lessa, coordenadora do Programa Municipal de Prevenção e Controle do Tabagismo.

Tratamento para fumantes – Além das ações de prevenção, a rede municipal de saúde tem reforçado a assistência às pessoas que desejam parar de fumar, com a ampliação do número de Ambulatórios de Tratamento de Fumantes. Atualmente, já há 11 ambulatórios do tipo, com o serviço especializado, que oferece acompanhamento multiprofissional, com médico, psicólogo, fisioterapeuta, enfermeiro, nutricionista, odontólogo e assistente social. O tratamento é feito em grupo, por meio da terapia cognitivo-comportamental. Dependendo do quadro clínico, o paciente recebe, inclusive, a medicação de suporte.

Na última terça-feira (23), a Semsa expandiu o serviço para a zona rural da cidade, com a implantação de um Ambulatório no Posto de Saúde Rural São Pedro, localizado no Km 35 da rodovia AM-010. “O nosso objetivo é levar às comunidades mais afastadas o mesmo padrão de atendimento hoje oferecido nos dez ambulatórios do tipo que funcionam na rede, na área urbana”, frisou o secretário Francisco Deodato.  O secretário salientou que, dos 11 Ambulatórios de Tratamento de Fumantes em funcionamento, nove foram implantados na atual administração, elevando de 120 para 1.000 o número de vagas anuais para tratamento, oferecidas pelo serviço especializado.

De acordo com secretário, em setembro deve ser concluído o processo de capacitação das equipes que atuam na unidade de saúde fluvial da Semsa, visando a implantação de mais um Ambulatório para Tratamento de Fumantes que atenderá as comunidades ribeirinhas do entorno de Manaus, nas calhas dos rios Negro e Amazonas. Informações sobre o serviço podem ser obtidas por meio do Disque-Saúde 0800 280 8 280.

Fiscalização – Ainda como parte da programação do Dia Nacional de Combate ao Tabagismo, o Departamento de Vigilância Sanitária (DVisa), da Semsa, realizou ações especiais de fiscalização em estabelecimentos como bares, restaurantes e casas de show, no fim de semana, para verificar o cumprimento da “Lei Antifumo”.

Prefeitura realiza celebra Dia Nacional da Saúde do Homem

segunda-feira, agosto 29th, 2011

O Dia Nacional da Saúde do Homem, comemorado no sábado (27), foi marcado por uma manhã de atividades de saúde, conscientização e lazer, voltadas para o público masculino. Organizada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), a ação aconteceu das 8h às 12h, no Parque dos Bilhares e incluiu a oferta de serviços como consulta médica (com clínico geral), aferição de pressão arterial e dosagem de glicemia.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, explicou que a ação faz parte do Programa Saúde do Homem, executado pela Prefeitura de Manaus e que tem, entre as suas finalidades, estimular a adoção, por parte da população masculina, de hábitos que ajudam a prevenir doenças, assegurando uma vida mais saudável.

Além dos serviços de saúde e das atividades esportivas, o público que compareceu ao Parque dos Bilhares recebeu orientações sobre a prevenção de doenças sexualmente transmissíveis; os riscos do Tabagismo e o serviço de atendimento disponível na rede municipal de Saúde para as pessoas que querem deixar de fumar; consultas com fisioterapeutas para avaliação postural; entre outros.

A programação teve o apoio das Secretarias Municipais do Desporto e Juventude (Semjel); do Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas); e Fundação Municipal de Artes e Cultura (Manauscult).

O delegado de polícia aposentado Francisco das Chagas Simões aproveitou bem a presença das equipes da Semsa no Parque dos Bilhares. Conversou com os profissionais de saúde, aferiu a pressão arterial e deixou uma mensagem: “Eu me cuido há mais de 20 anos, monitorando a hipertensão e a próstata. Se todo ser humano, independente de gênero, adotasse essa postura preventiva, com certeza viveríamos mais e melhor. Aos 72 anos, Simões faz caminhadas regulares e treina artes marciais.

O representante comercial Willys Oliveira de Moura, 50 anos, também passou pelos estandes de atendimento da Semsa e fez uma longa parada na equipe de fisioterapeutas para uma avaliação postural. Saiu de lá como uma série de orientações e um programa de exercícios simples, que podem ser feitos em casa, para prevenir problemas de saúde. “Achei bacana essa atividade aqui no Parque. Eu até que tenho um pouco de disciplina, faço exames de saúde anuais, acho que a cabeça dos homens já começa a mudar com relação a essa postura mais preventiva em relação às doenças”, afirmou.

Perfil – Os homens fazem parte do principal grupo sujeito a doenças e óbitos no Brasil e a grande maioria não tem o hábito de buscar atendimento médico preventivo. Para vencer essa barreira, a rede de saúde pública está se organizando em todo o país, procurando estratégias para atrair o público masculino. Em Manaus, visando o fortalecimento dessas estratégias, a Prefeitura lançou, em 2010, o Plano Municipal de Atenção Integral à Saúde do Homem. A ampliação do horário das unidades que prestam atendimento ambulatorial tem sido uma das medidas adotadas pela Semsa para facilitar o acesso das pessoas que trabalham em horário comercial, incluindo a população masculina.

“É muito comum os homens alegarem que não vão ao médico como forma de prevenir o surgimento ou o agravamento de doenças, porque trabalham o dia todo e não têm tempo. Hoje, já temos unidades ambulatoriais da rede municipal atendendo até as 22h e aos sábados, para atender essa demanda”, observa Deodato. O secretário cita o caso da Unidade de Saúde Ambulatorial (USA) Dr. Alfredo Campos, localizada no Zumbi II, e da Unidade Básica de Saúde (UBS) Áugias Gadelha, na Cidade Nova, que já funcionam no horário estendido. “Mais duas unidades já estão passando por obras de reforma para funcionar como USA e, em breve, serão reabertas à população”, frisou Deodato.

Ainda como parte das ações direcionadas ao público masculino, a Semsa está implantando um novo protocolo de atendimento aos homens na rede municipal. A responsável pela Equipe Técnica de Ações da Saúde do Homem, enfermeira Aline Nery de Albuquerque, observa que o formulário unifica os procedimentos clínicos e laboratoriais a serem seguidos pelos médicos e técnicos da rede.

As unidades da Semsa atendem por mês, em média, 17 mil pacientes do sexo masculino, na faixa etária entre 20 a 59 anos. Por ano, esse número é de aproximadamente 212 mil pacientes. Manaus possui uma população masculina na faixa etária de 20 a 79 anos, composta de 484.771 pessoas, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Novo Ambulatório para Tratamento de Fumantes inicia atividades

sexta-feira, agosto 26th, 2011

Trinta e uma pessoas já estão inscritas para receber atendimento no Laboratório de Tratamento de Fumantes implantado pela Prefeitura de Manaus, na terça-feira (23), no Posto de Saúde Rural São Pedro, localizado no Km 35 da rodovia AM-010. O ambulatório é o 11º a entrar em funcionamento na rede municipal de saúde, o primeiro do tipo na zona rural da cidade. O serviço especializado oferece acompanhamento multiprofissional, com médico, psicólogo, fisioterapeuta, enfermeiro, nutricionista, odontólogo e assistente social. O tratamento é feito em grupo, por meio da terapia cognitivo-comportamental. Dependendo do quadro clínico, o paciente recebe, inclusive, a medicação de suporte.

“Estamos reforçando as ações do Programa de Prevenção e Controle do Tabagismo na zona rural da cidade e o objetivo é levar às comunidades mais afastadas o mesmo padrão de atendimento hoje oferecido nos dez ambulatórios do tipo que funcionam na rede, na área urbana”, frisou o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.  O secretário salientou que, dos 11 Ambulatórios de Tratamento de Fumantes em funcionamento, nove foram implantados na atual administração, elevando de 120 para 1.000 o número de vagas anuais para tratamento, oferecidas pelo serviço especializado.

De acordo com Francisco Deodato, em setembro deve ser concluído o processo de capacitação das equipes que atuam na unidade de saúde fluvial da Semsa, visando a implantação de mais um Ambulatório para Tratamento de Fumantes que atenderá as comunidades ribeirinhas do entorno de Manaus, nas calhas dos rios Negro e Amazonas.

A Prefeitura também está investindo na qualificação dos serviços prestados pelos Ambulatórios. Foram adquiridos monoxímetros, aparelhos utilizados para avaliar o quanto o organismo do fumante está contaminado por monóxido de carbono, fazendo medições no início e durante o tratamento. Outra medida importante foi a efetivação de uma parceria com a Policlínica Cardoso Fontes, da rede estadual, que é referência em Pneumologia no Amazonas, visando a realização de espirometria, exame que possibilita o diagnóstico da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), Bronquite Crônica e Enfisema Pulmonar. “Por meio dessa parceria, os pacientes inscritos nos Ambulatórios têm acesso ao exame e, se for necessário, são inseridos no Programa de Tratamento da PDOC e passam a receber medicação através da Central de Medicamentos do Amazonas (CEMA)”, observa Marlene Souza, coordenadora municipal do Programa de Prevenção e Controle do Tabagismo.

Informações sobre o serviço podem ser obtidas por meio do Disque-Saúde 0800 280 8 280.

Dia de Combate – Com a implantação do ambulatório no PSR São Pedro, na terça-feira, a Semsa iniciou a programação alusiva ao Dia Nacional de Combate ao Tabagismo, que acontece na segunda-feira (29). Nesta data, a Semsa realizará uma grande programação, com blitze educativas em todos os Distritos de Saúde da capital, o lançamento da cartilha “Um Tirano Chamado Fumo”, para ser utilizada na abordagem do tema nas escolas da rede municipal e a abertura do concurso de cartazes e slogan sobre o Tabagismo, também voltado para os alunos do ensino fundamental.

Confira onde funcionam os Ambulatórios de Tratamento de Fumantes da rede municipal de Saúde:

Zona Norte – Policlínica José Antonio da Silva (Rua das Aroeiras, no 55, bairro Monte da Oliveiras); Unidade Básica de Saúde (UBS) Armando Mendes (Rua 5, s/n, Conjunto Manôa).

Zona Sul – Policlínica Castelo Branco (Rua do Comércio, s/n, Parque 10); Policlínica Antônio Reis (Rua São Luiz, s/n, São Lázaro).

Zona Leste – Policlínica Ivone Lima dos Santos (Rua 08, no Coroado III); Policlínica Comte Telles (Rua J, s/n, Etapa B do bairro São José III); Unidade de Saúde Ambulatorial Dr. Alfredo Campos (Rua André Araújo, s/n, Zumbi II).

Zona Oeste – Módulo de Saúde da Família Vila da Prata (Rua Ademar de Barros, s/n, Vila da Prata); Policlínica Franco de Sá (Rua V, nº 150, no bairro Nova Esperança I); Policlínica Djalma Batista (Rua 23 de Dezembro, s/n, Compensa II).

Distrito Rural - Posto de Saúde Rural (PSR) São Pedro, localizado no Km 35 da rodovia AM-010.

 

“Leite do Meu filho” começa a distribuir benefício a partir do dia 30

sexta-feira, agosto 26th, 2011

As crianças que já estão inscritas no Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho”, executado pela Prefeitura de Manaus, começam a retirar a complementação nutricional já a partir do próximo dia 30 deste mês, obedecendo ao agendamento realizado no ato do cadastramento. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a data e o local de retirada vão escritos no comprovante de cadastramento entregue à mãe. Da mesma forma, a Unidade de Saúde onde a criança passará a fazer o acompanhamento periódico – um dos critérios para sua permanência no programa – está discriminada no cartão magnético fornecido à mãe.

Ao todo, o programa “Leite do Meu Filho” funcionará com 60 Centros de Distribuição Avançados (CDAs) – como são chamados os locais onde são feitas as retiradas das fórmulas nutricionais. São 52 na área urbana  e 8 na zona rural da cidade, todos eles vinculados a uma Unidade de Saúde da rede municipal.

O processo de cadastramento das crianças começou na terça-feira, dia 23, e prossegue nesta sexta-feira (26), das 8h às 17h, retomando os trabalhos na segunda-feira (29), nos 13 pontos de atendimento que estão funcionando em todas as zonas da cidade.

Para obter maiores informações sobre os locais de cadastramento as pessoas podem ligar para o telefone 3236-9532, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), órgão responsável pela execução do programa. A informação também está disponível na página da Prefeitura na Internet (www.manaus.am.gov.br) e pode ser encontrada, ainda, nas unidades de saúde da Prefeitura.

Os moradores das zonas Oeste, Sul e de parte da zona Norte, estão sendo atendimentos no Sambódromo, no bairro do Planalto. Na zona Leste, foram montados oito postos de cadastramento e, na zona Norte, mais quatro (confira lista).

O secretário Francisco Deodato reforçou a orientação para que as mães, na medida do possível, evitem levar as crianças aos postos de cadastramento. Basta que a mãe (ou o responsável) compareça munida de CPF, comprovante de residência e da certidão de nascimento da criança, a fim de passar pelo processo de triagem que está sendo realizado com o objetivo de identificar as famílias que se enquadram nos critérios para receber o benefício.

O Programa “Leite do Meu Filho” faz parte da política de combate à desnutrição e à mortalidade infantil. O programa prevê o fornecimento de fórmulas de complementação nutricional a crianças até 3 anos e 11 meses de idade, oriundas de famílias em situação de vulnerabilidade social.

 Na faixa de0 a6 meses, seguindo as diretrizes da política de promoção e incentivo ao aleitamento materno, a inscrição no programa estará condicionada aos casos de morte materna ou de filhos cujas mães sejam portadoras de HIV. Neste caso específico – de0 a6 meses – não é necessário se dirigir aos postos de cadastramento. As crianças vão ser atendidas nas unidades da rede básica, onde serão avaliadas e receberão a prescrição médica para posterior cadastramento.

Confira os locais de cadastramento, para as crianças de 6 meses a 3 anos e 11 meses

 

Zonas Sul, Oeste e parte da Zona Norte:

Local: Sambódromo (av. Pedro Teixeira, s/n, Planalto)

Moradores dos Bairros: Japiim, Flores, Petrópolis, Parque 10 de Novembro, Centro, Aleixo, Crespo, São Francisco, Educandos, Raiz, Cachoeirinha, Nossa Senhora das Graças, Morro da Liberdade, Betânia, São Lázaro, Colônia Oliveira Machado, Praça 14 de Janeiro, Chapada, São Geraldo, Presidente Vargas, Santa Luzia, Nossa Senhora Aparecida, Adrianópolis, Distrito Industrial I, Vila Buriti, Compensa, Alvorada, Redenção, Lírio do Vale, São Jorge, Santo Antônio, Tarumã, Bairro da Paz, São Raimundo, Planalto, Dom Pedro, Vila da Prata, Glória, Ponta Negra, Santo Agostinho, Colônia Terra Nova, Novo Israel, Colônia Santo Antônio, Nova Esperança, Monte das Oliveiras, União da Vitória e Zona Rural.

Zona Leste:

Local: Escola Municipal Francisca Pergentina da Silva (Rua Chico Mendes, s/n – Zumbi)

Moradores dos Bairros: Zumbi e Armando Mendes

Local: Cemeja (Rua J, Etapa B – São José)

Moradores dos Bairros: São José I, II, III e IV

Local: Escola Municipal Plínio Ramos (Rua Monte Alegre, s/n – Gilberto Mestrinho)

Moradores dos Bairros: Gilberto Mestrinho, Grande Vitória, Nova Vitória, Cidade do Leste, Novo Reino e Santa Inês

Local: Escola Municipal Themístocles Gadelha (Rua Puruí, s/n – Jorge Teixeira)

Moradores dos Bairros: Jorge Teixeira I, II, III e IV, João Paulo I, II e III, Val Paraíso, Nova Floresta, e Monte Sião

 

Local para Cadastro: Escola Municipal São Luiz (Rua Nova Esperança – Colônia Antônio Aleixo)

Moradores dos Bairros: Colônia Antônio Aleixo, Puraquequara e Distrito Industrial II

Local para Cadastro: Mini Vila Olímpica do Coroado (Alameda Cosme Ferreira, s/n – Coroado II)

Moradores do Bairro: Coroado

Local para Cadastro: Escola Municipal Nova Vida (Rua Jerusalém, s/n – Mauazinho)

Moradores do Bairro: Mauazinho

Local para Cadastro: Escola Municipal Jorge de Rezende Sobrinho (Rua Nova Esperança nº 05 – Tancredo Neves)

Moradores dos Bairros: Tancredo Neves

Zona Norte:

Local para Cadastro: Centro de Esporte e Lazer Amadeu Teixeira (Av. Amazonino Mendes – Santa Etelvina)

Moradores dos Bairros: Santa Etelvina, Monte das Oliveiras, Lago Azul

Local para Cadastro: Escola Municipal Antonia Alexandrina M. Bentes (Av. Rogério Magalhães n. 23, Q. 242 – Núcleo 13 – Cidade Nova II)

Moradores do Bairro: Cidade Nova

Local para Cadastro: Jardim Botânico Reserva Florestal Ducke (Av. Uirapuru, s/n – Cidade de Deus).

Moradores dos Bairros: Cidade de Deus e Nova Cidade

Local para Cadastro: SEST/SENAT (Rua Autaz Mirim, 10118 – Cidade Deus)

Moradores do Bairro: Novo Aleixo

Prefeitura lança cartilha contra Tabagismo para escolas de Manaus

quinta-feira, agosto 25th, 2011

A Prefeitura de Manaus vai promover, na próxima segunda-feira (29), uma programação especial para marcar o Dia Nacional de Combate ao Tabagismo. Dentre outras ações, a data será marcada pela apresentação da cartilha “Um Tirano Chamado Fumo”, com a presença do autor, Vangi Souza, e da atriz Zezé Mota, madrinha do projeto. A cartilha passará a ser adotada pelo Programa Saúde na Escola (PSE), executado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em parceria com as Secretarias Municipal e Estadual de Educação (Semed e Seduc), e que atende a, aproximadamente, 23 mil estudantes.

O grande foco do Dia Nacional de Combate ao Tabagismo, este ano, é o público infanto-juvenil, segundo o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato. Ele informa que as pesquisas indicam que 90% dos fumantes criaram o hábito antes dos 18 anos. “O dado é preocupante e mostra o quanto são importantes as ações de prevenção nas escolas”, afirmou.

Na segunda-feira, além do lançamento da cartilha, a Semsa irá desenvolver ações educativas sobre o tabagismo, em todas as unidades da rede municipal de saúde. Haverá também o lançamento do 2ª Concurso de Cartazes e Slogans sobre Tabagismo. O lançamento do concurso e a apresentação da cartilha vão acontecer na sala 5 do Cinemais, no Manaus Plaza Shopping, com a participação de 150 estudantes, representando as 40 escolas públicas que hoje são alcançadas pelas atividades do PSE.

O secretário Francisco Deodato explica que o Programa Municipal de Prevenção e Controle do Tabagismo tem fortalecido as ações voltadas para o público infanto-juvenil e a adoção da cartilha faz parte dessa estratégia.

Com autoria de Vangi Souza – músico e defensor das ações culturais em torno do controle do tabaco – e ilustrada por Ziraldo, Chico Caruso e Jair Fernandes, a cartilha “Um Tirano Chamado Fumo” foi concebida com características pensadas para atrair a atenção do jovem leitor, com narrativa ágil e que permite a interatividade. A Semsa adquiriu 20.000 exemplares da publicação. No lançamento da cartilha, está programada a encenação de uma peça com base no conteúdo da publicação da Zit Editora.

O concurso de cartazes e slogans sobre o Tabagismo também será realizado com a participação de estudantes. Os trabalhos vencedores serão reproduzidos e afixados em instituições de ensino da rede pública, explica Marlene Lessa, coordenadora do Programa Municipal de Prevenção e Controle do Tabagismo.

Tratamento para fumantes – Além das ações de prevenção, a rede municipal de saúde tem reforçado a assistência às pessoas que desejam parar de fumar, com a ampliação do número de Ambulatórios de Tratamento de Fumantes. Atualmente, já há 11 ambulatórios do tipo, com o serviço especializado, que oferece acompanhamento multiprofissional, com médico, psicólogo, fisioterapeuta, enfermeiro, nutricionista, odontólogo e assistente social. O tratamento é feito em grupo, por meio da terapia cognitivo-comportamental. Dependendo do quadro clínico, o paciente recebe, inclusive, a medicação de suporte.

Na última terça-feira (23), a Semsa expandiu o serviço para a zona rural da cidade, com a implantação de um Ambulatório no Posto de Saúde Rural São Pedro, localizado no Km 35 da rodovia AM-010. “O nosso objetivo é levar às comunidades mais afastadas o mesmo padrão de atendimento hoje oferecido nos dez ambulatórios do tipo que funcionam na rede, na área urbana”, frisou o secretário Francisco Deodato.  O secretário salientou que, dos 11 Ambulatórios de Tratamento de Fumantes em funcionamento, nove foram implantados na atual administração, elevando de 120 para 1.000 o número de vagas anuais para tratamento, oferecidas pelo serviço especializado.

De acordo com secretário, em setembro deve ser concluído o processo de capacitação das equipes que atuam na unidade de saúde fluvial da Semsa, visando a implantação de mais um Ambulatório para Tratamento de Fumantes que atenderá as comunidades ribeirinhas do entorno de Manaus, nas calhas dos rios Negro e Amazonas.

Informações sobre o serviço podem ser obtidas por meio do Disque-Saúde 0800 280 8 280.

Prefeitura leva vacina contra Sarampo a escolas e UBSFs

quinta-feira, agosto 25th, 2011

Uma programação especial de vacinação contra o Sarampo será realizada nesta quinta-feira (25) e sexta-feira (26), pela Prefeitura de Manaus. As equipes de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vão estar nas escolas e nas Unidades de Saúde da Família.

A campanha de vacinação contra a doença teve início em 1º de agosto e se estenderá até o próximo dia 16 de setembro. Até o momento, a Semsa já imunizou 136.982 crianças. Os postos de vacinação funcionam nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e Policlínicas da rede municipal. Nesta quinta-feira e sexta-feira, as equipes estarão também nas escolas e nas Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) que não dispõem de sala de imunização.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o número de crianças imunizadas já representa 66,7% da população estimada na faixa etária de 1 ano a menores de 7 anos, que é o público-alvo da campanha. A meta, em Manaus, é imunizar 192.207, representando 95% deste público.

Nesta quinta-feira (25), equipes de vacinação das UBS estarão imunizando as crianças em várias Unidades de Saúde da Família e escolas. No Distrito de Saúde Sul, por exemplo, as equipes estarão na Escola Municipal Sagrado Coração de Jesus, na Rua Ferreira Pena, Centro, além das UBSFs S-14 (Educandos); S-02 (Parque das Nações); S-03 (Mundo Novo); S-52 (bairro da União); e S-53 (Santa Cruz). Na zona Leste, a vacinação estará acontecendo nas UBSFs L-24 e L-43, ambas no Zumbi II. Na zona Norte, a atividade acontecerá no Centro Infantil Sementes do Saber e Centro Educacional Turminha da Graça.

Na sexta-feira (26), na zona Sul, haverá mais um dia de vacinação na Escola Municipal Sagrado Coração de Jesus. Na zona Norte, o trabalho acontece nas UBSFs L- 13 (comunidade Santa Inês) e L-22 (Jorge Teixeira). Na zona Norte, a ação de imunização das crianças será levada à Escolinha Plenitude (Cidade Nova) e à Escola Municipal Maria das Graças Vasconcelos (Monte Sinai).

O secretário Francisco Deodato salienta que, independentemente do deslocamento de equipes de vacinadores para imunizar as crianças em escolas e em UBSFs que não dispõem de sala de imunização, o serviço continua disponível nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas, da rede municipal, e nos CAICs, da rede estadual, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.

A vacina é a única forma de proteção contra o sarampo, uma doença aguda, altamente contagiosa, que pode facilitar o surgimento de outras patologias, como pneumonia e diarréias, evoluindo para um quadro de gravidade, colocando em risco a vida da criança.

A gerente de Imunização da Semsa, Kássia Veras, observa que todas as crianças que estão na faixa etária alvo da campanha de imunização, devem ser vacinadas, mesmo aquelas que estão com o esquema de vacinação em dia, ou que tenham recebido a Tríplice Viral recentemente. “A vacina é bem tolerada, podendo apresentar alguns efeitos adversos bem leves, como estado febril e coriza, por exemplo”.

Cadastramento no “Leite do Meu filho” prossegue em 13 pontos

quinta-feira, agosto 25th, 2011

O processo de cadastramento das crianças que serão atendidas pelo Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho” continua nesta quinta-feira (25), das 8h às 17h, nos 13 pontos de atendimento que estão funcionando em todas as zonas da cidade. No Sambódromo, localizado no bairro do Planalto, estão sendo atendidos os moradores das zonas Oeste, Sul e de parte da zona Norte. Na zona Leste, foram montados oito postos de cadastramento e, na zona Norte, mais quatro.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, afirma que o processo de cadastramento está ocorrendo de forma tranquila e sendo executado por um efetivo de, aproximadamente, 700 pessoas. Somente no primeiro dia de cadastramento, na terça-feira (23), 13,5 mil crianças foram inscritas no programa. Nesta quinta-feira, a Semsa deve divulgar um novo balanço do número de inscritos.

Deodato salientou que o cadastramento acontece na quinta e sexta-feira (25 e 26), será interrompido no final de semana e retorna na segunda-feira (29). O secretário reforçou a orientação para que as mães, na medida do possível, evitem levar as crianças aos postos de cadastramento. Basta que a mãe (ou o responsável) compareça munida de CPF, comprovante de residência e da certidão de nascimento da criança, a fim de passar pelo processo de triagem que está sendo realizado com o objetivo de identificar as famílias que se enquadram nos critérios para receber o benefício.

Para se informar sobre os locais de cadastramento, as pessoas podem ligar para o telefone 3236-9532, da Semsa. A informação também está disponível na página da Prefeitura na Internet (www.manaus.am.gov.br) e pode ser encontrada, ainda, nas unidades de saúde da Prefeitura.

O Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho” está sendo executado pela Semsa, como parte da política de combate à desnutrição e à mortalidade infantil. O programa prevê o fornecimento de fórmulas de complementação nutricional a crianças de até 3 anos e 11 meses de idade, oriundas de famílias em situação de vulnerabilidade social. Na faixa de0 a6 meses, seguindo as diretrizes da política de promoção e incentivo ao aleitamento materno, a inscrição no programa estará condicionada aos casos de morte materna ou de filhos cujas mães sejam portadoras de HIV. Neste caso específico – de0 a6 meses – não é necessário se dirigir aos postos de cadastramento. As crianças vão ser atendidas nas unidades da rede básica, onde serão avaliadas e receberão a prescrição médica para posterior cadastramento.

Confira os locais de cadastramento, para as crianças de 6 meses a 3 anos e 11 meses

 

- Zonas Sul, Oeste e parte da Zona Norte:

Local: Sambódromo (av. Pedro Teixeira, s/n, Planalto)

Moradores dos Bairros: Japiim, Flores, Petrópolis, Parque 10 de Novembro, Centro, Aleixo, Crespo, São Francisco, Educandos, Raiz, Cachoeirinha, Nossa Senhora das Graças, Morro da Liberdade, Betânia, São Lázaro, Colônia Oliveira Machado, Praça 14 de Janeiro, Chapada, São Geraldo, Presidente Vargas, Santa Luzia, Nossa Senhora Aparecida, Adrianópolis, Distrito Industrial I, Vila Buriti, Compensa, Alvorada, Redenção, Lírio do Vale, São Jorge, Santo Antônio, Tarumã, Bairro da Paz, São Raimundo, Planalto, Dom Pedro, Vila da Prata, Glória, Ponta Negra, Santo Agostinho, Colônia Terra Nova, Novo Israel, Colônia Santo Antônio, Nova Esperança, Monte das Oliveiras, União da Vitória e Zona Rural.

Zona Leste:

Local: Escola Municipal Francisca Pergentina da Silva (Rua Chico Mendes, s/n – Zumbi)

Moradores dos Bairros: Zumbi e Armando Mendes

Local: Cemeja (Rua J, Etapa B – São José)

Moradores dos Bairros: São José I, II, III e IV

Local: Escola Municipal Plínio Ramos (Rua Monte Alegre, s/n – Gilberto Mestrinho)

Moradores dos Bairros: Gilberto Mestrinho, Grande Vitória, Nova Vitória, Cidade do Leste, Novo Reino e Santa Inês

Local: Escola Municipal Themístocles Gadelha (Rua Puruí, s/n – Jorge Teixeira)

Moradores dos Bairros: Jorge Teixeira I, II, III e IV, João Paulo I, II e III, Val Paraíso, Nova Floresta, e Monte Sião

 

Local para Cadastro: Escola Municipal São Luiz (Rua Nova Esperança – Colônia Antônio Aleixo)

Moradores dos Bairros: Colônia Antônio Aleixo, Puraquequara e Distrito Industrial II

Local para Cadastro: Mini Vila Olímpica do Coroado (Alameda Cosme Ferreira, s/n – Coroado II)

Moradores do Bairro: Coroado

Local para Cadastro: Escola Municipal Nova Vida (Rua Jerusalém, s/n – Mauazinho)

Moradores do Bairro: Mauazinho

Local para Cadastro: Escola Municipal Jorge de Rezende Sobrinho (Rua Nova Esperança nº 05 – Tancredo Neves)

Moradores dos Bairros: Tancredo Neves

Zona Norte:

Local para Cadastro: Centro de Esporte e Lazer Amadeu Teixeira (Av. Amazonino Mendes – Santa Etelvina)

Moradores dos Bairros: Santa Etelvina, Monte das Oliveiras, Lago Azul

Local para Cadastro: Escola Municipal Antonia Alexandrina M. Bentes (Av. Rogério Magalhães n. 23, Q. 242 – Núcleo 13 – Cidade Nova II)

Moradores do Bairro: Cidade Nova

Local para Cadastro: Jardim Botânico Reserva Florestal Ducke (Av. Uirapuru, s/n – Cidade de Deus).

Moradores dos Bairros: Cidade de Deus e Nova Cidade

Local para Cadastro: SEST/SENAT (Rua Autaz Mirim, 10118 – Cidade Deus)

Moradores do Bairro: Novo Aleixo

Semsa implanta novo Ambulatório para Tratamento de Fumantes

quarta-feira, agosto 24th, 2011

A Prefeitura de Manaus implantou, na terça-feira (23), o 11º Ambulatório para Tratamento de Fumantes da rede municipal de saúde. O serviço funcionará no Posto de Saúde Rural (PSR) São Pedro, localizado no Km 35 da rodovia AM-010. “Estamos reforçando as ações do Programa de Prevenção e Controle do Tabagismo na zona rural da cidade e o objetivo é levar às comunidades mais afastadas o mesmo padrão de atendimento hoje oferecido nos dez ambulatórios do tipo que funcionam na rede, na área urbana”, frisou o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

As pessoas atendidas nos Ambulatórios de Tratamento de Fumantes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) recebem acompanhamento multiprofissional, com médico, psicólogo, fisioterapeuta, enfermeiro, nutricionista, odontólogo e assistente social. O tratamento é feito em grupo, por meio da terapia cognitivo-comportamental. Dependendo do quadro clínico, o paciente recebe, inclusive, a medicação de suporte.

Dos 10 Ambulatórios em funcionamento, oito foram implantados na atual administração, elevando de 120 para 1.000 o número de vagas anuais para tratamento, oferecidas pelo serviço especializado. O novo Ambulatório da zona rural já começa com 20 pessoas inscritas para iniciar o tratamento.

De acordo com Francisco Deodato, em setembro deve ser concluído o processo de capacitação das equipes que atuam na unidade de saúde fluvial da Semsa, visando a implantação de mais um Ambulatório para Tratamento de Fumantes que atenderá as comunidades ribeirinhas do entorno de Manaus, nas calhas dos rios Negro e Amazonas.

A Prefeitura também está investindo na qualificação dos serviços prestados pelos Ambulatórios. Foram adquiridos monoxímetros, aparelhos utilizados para avaliar o quanto o organismo do fumante está contaminado por monóxido de carbono, fazendo medições no início e durante o tratamento. Outra medida importante foi a efetivação de uma parceria com a Policlínica Cardoso Fontes, da rede estadual, que é referência em Pneumologia no Amazonas, visando a realização de espirometria, exame que possibilita o diagnóstico da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), Bronquite Crônica e Enfisema Pulmonar. “Por meio dessa parceria, os pacientes inscritos nos Ambulatórios têm acesso ao exame e, se for necessário, são inseridos no Programa de Tratamento da PDOC e passam a receber medicação através da Central de Medicamentos do Amazonas (CEMA)”, observa Marlene Souza, coordenadora municipal do Programa de Prevenção e Controle do Tabagismo.

Informações sobre o serviço podem ser obtidas por meio do Disque Saúde 0800 280 8280.

Dia de Combate – Com a implantação do ambulatório no PSR São Pedro, nesta terça-feira, a Semsa iniciou a programação alusiva ao Dia Nacional de Combate ao Tabagismo, que acontece na próxima segunda-feira (29). Nesta data, a Semsa realizará uma grande programação, com blitz educativas em todos os Distritos de Saúde da capital, o lançamento da cartilha “Um Tirano Chamado Fumo”, para ser utilizada na abordagem do tema nas escolas da rede municipal e a abertura do concurso de cartazes e slogan sobre o Tabagismo, também voltado para os alunos do ensino fundamental.

Confira onde funcionam os Ambulatórios de Tratamento de Fumantes da rede municipal de Saúde:

Zona Norte – Policlínica José Antonio da Silva (Rua das Aroeiras, no 55, bairro Monte da Oliveiras); Unidade Básica de Saúde (UBS) Armando Mendes (Rua 5, s/n, Conjunto Manôa).

Zona Sul – Policlínica Castelo Branco (Rua do Comércio, s/n, Parque 10); Policlínica Antônio Reis (Rua São Luiz, s/n, São Lázaro).

Zona Leste – Policlínica Ivone Lima dos Santos (Rua 08, no Coroado III); Policlínica Comte Telles (Rua J, s/n, Etapa B do bairro São José III); Unidade de Saúde Ambulatorial Dr. Alfredo Campos (Rua André Araújo, s/n, Zumbi II).

Zona Oeste – Módulo de Saúde da Família Vila da Prata (Rua Ademar de Barros, s/n, Vila da Prata); Policlínica Franco de Sá (Rua V, nº 150, no bairro Nova Esperança I); Policlínica Djalma Batista (Rua 23 de Dezembro, s/n, Compensa II).

Distrito Rural - Posto de Saúde Rural (PSR) São Pedro, localizado no Km 35 da rodovia AM-010.

“Carretas da Mulher” já realizaram mais de 860 exames

quarta-feira, agosto 24th, 2011

Em uma semana de funcionamento, as duas Unidades Móveis de Saúde da Mulher inauguradas pela Prefeitura de Manaus no último dia 12 já realizaram, aproximadamente, 860 atendimentos, na área do bairro Colônia Terra Nova, zona Norte, onde estão posicionadas. De acordo com balanço da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), deste total, 306 foram para exame de mamografia, 375 ultrassonografias e 179 coletas para preventivo de câncer de colo de útero. As “Carretas da Mulher” estão instaladas na rua Xavante, atendendo das 8h às 12h e das 14h às 17h.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o serviço continuará sendo feito no local até o próximo dia 2 de setembro. A partir do dia 12, após o feriadão da Semana da Pátria, as duas unidades móveis já estarão posicionadas no bairro Cidade de Deus, também na zona Norte, onde deverão permanecer por cerca de 15 dias.

Deodato frisa que o atendimento nas “Carretas da Mulher” é feito mediante encaminhamento das Unidades de Saúde da rede municipal da área onde estiverem posicionadas. “As pacientes não devem procurar diretamente a Unidade Móvel. O encaminhamento para o exame deve ser feito pelo médico da Unidade Básica de Saúde da Família ou Unidade Básica de Saúde”, orienta o secretário. Além dos exames, as mulheres atendidas nas carretas também podem participar de ações educativas, com palestras sobre temas relacionados à saúde feminina, incluindo assuntos como planejamento familiar e doenças sexualmente transmissíveis.

Outras especialidades – Além das duas “Carretas da Mulher”, a Prefeitura de Manaus tem mais quatro Unidades Móveis de Saúde levando atendimento a áreas da cidade onde a atenção básica está sendo reforçada.  No final do ano passado, foi implantado o serviço de duas Unidades Móveis Odontológicas, que estão levando atendimento, principalmente, a alunos de escolas da rede municipal. Em maio, a Prefeitura pôs em funcionamento duas Unidades Móveis Médico-Laboratoriais, que oferecem atendimento nas especialidades de pediatria e oftalmologia, além de exames de laboratório e orientação nutricional.

Atualmente, duas destas unidades (uma odontológica outra médico-laboratorial) estão atendendo na Escola Municipal Antonia Medeiros da Silva, na União da Vitória, zona Leste. Nesta sexta-feira (19), as outras duas iniciam o serviço na Escola Dom Luiz Soares Vieira, localizada no Novo Aleixo, beneficiando, inclusive, os moradores dos loteamentos Parque das Garças e São José dos Campos.

 

Prefeitura inicia cadastramento do Programa “Leite do Meu filho”

terça-feira, agosto 23rd, 2011

As pessoas interessadas em obter informações sobre os locais de cadastramento do programa “Leite do Meu Filho”, que será iniciado nesta terça-feira (23), pela Prefeitura de Manaus, podem ligar para o telefone 3236-9532, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). No total, haverá 13 pontos de atendimento, distribuídos pela cidade, que funcionarão das 8h às 17h, para receber os documentos e as informações necessárias para o trabalho de triagem, que será realizado com o objetivo de identificar as famílias que se enquadram nos critérios para o recebimento do benefício. Aproximadamente 700 pessoas estarão atuando no cadastramento, nos dias 23, 24, 25, 26 e 29 de agosto.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, explica que os documentos exigidos para o cadastramento são certidão de nascimento da criança; CPF da mãe (ou responsável) e comprovante de residência da família. “As mães não precisam levar as crianças ao local do cadastramento. Devem levar apenas a documentação exigida”, frisou Deodato. Segundo ele, todo o procedimento do cadastramento é informatizado. 

Além do telefone disponibilizado pela Prefeitura, as famílias que se enquadram nos critérios do programa podem se informar sobre o local de cadastramento na página da Prefeitura na Internet (www.manaus.am.gov.br). As listas desses locais também podem ser encontradas nas unidades de saúde da Prefeitura. “Para as famílias que moram nas zonas Sul, Oeste e parte da zona Norte, por exemplo, o local de atendimento será no Sambódromo. Na zona Leste, há outros oito pontos de cadastramento e na zona Norte, mais quatro”, disse Deodato.

Diretrizes - Lançado pela Prefeitura de Manaus no último dia 17, o Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho” será executado pela Semsa, como parte da política de combate à desnutrição e à mortalidade infantil. O programa prevê o fornecimento de fórmulas de complementação nutricional a crianças de até 3 anos e 11 meses de idade, oriundas de famílias em situação de vulnerabilidade social.

Na faixa de0 a6 meses, seguindo as diretrizes da política de promoção e incentivo ao aleitamento materno, a inscrição no programa estará condicionada aos casos de morte materna ou de filhos cujas mães sejam portadoras de HIV. Neste caso específico – de0 a6 meses – não é necessário se dirigir aos postos de cadastramento. “As crianças vão ser atendidas nas unidades da rede básica, onde serão avaliadas e receberão a prescrição médica para posterior cadastramento”, salientou Francisco Deodato.

Critérios – Para que o programa alcance seus objetivos de suprir as deficiências nutricionais da criança e garantir o efetivo acompanhamento de sua saúde, foram definidas algumas condições a serem cumpridas pelas famílias inscritas. Essas condicionantes, de acordo com o secretário Francisco Deodato, foram elaboradas com o apoio de um grupo técnico, composto por pediatras, nutricionistas, enfermeiros e assistentes sociais.

 As famílias selecionadas para participar do programa receberão um cartão magnético de identificação, que deverá ser apresentado mensalmente no ato da retirada do produto, no Centro de Distribuição indicado pela Prefeitura.

No caso das famílias que já são inscritas no Bolsa Família ou que já tiveram a condição de vulnerabilidade social identificada por meio do levantamento realizado pela Estratégia Saúde da Família, o cartão será entregue no ato do cadastramento. Para as famílias que não se enquadram nestas duas situações e preencham os critérios de ingresso no programa, o recebimento do cartão será feito junto com a primeira retirada do leite, diretamente no Centro de Distribuição Avançada (CDA) indicado no ato do cadastramento.

A partir daí, a retirada mensal será liberada mediante o cumprimento dos critérios de permanência no programa, que incluem o comparecimento trimestral da criança à consulta médica de acompanhamento, na unidade de saúde indicada no cartão de identificação entregue à mãe. “É a unidade de saúde quem informa no sistema se a criança passou pelo acompanhamento, liberando o acesso ao benefício”, frisa Deodato.

Confira os locais de cadastramento

 

Zonas Sul, Oeste e parte da Zona Norte:

  • Local: Sambódromo (av. Pedro Teixeira, s/n, Planalto)

Moradores dos Bairros: Japiim, Flores, Petrópolis, Parque 10 de Novembro, Centro, Aleixo, Crespo, São Francisco, Educandos, Raiz, Cachoeirinha, Nossa Senhora das Graças, Morro da Liberdade, Betânia, São Lázaro, Colônia Oliveira Machado, Praça 14 de Janeiro, Chapada, São Geraldo, Presidente Vargas, Santa Luzia, Nossa Senhora Aparecida, Adrianópolis, Distrito Industrial I, Vila Buriti, Compensa, Alvorada, Redenção, Lírio do Vale, São Jorge, Santo Antônio, Tarumã, Bairro da Paz, São Raimundo, Planalto, Dom Pedro, Vila da Prata, Glória, Ponta Negra, Santo Agostinho, Colônia Terra Nova, Novo Israel, C Colônia Santo Antônio, Nova Esperança, Monte das Oliveiras, União da Vitória e Zona Rural.

Zona Leste:

  • Local: Escola Municipal Francisca Pergentina da Silva (Rua Chico Mendes, s/n – Zumbi)

Moradores dos Bairros: Zumbi e Armando Mendes

  • Local: Cemeja (rua J, Etapa B – São José)

Moradores dos Bairros: São José I, II, III e IV

  • Local: Escola Municipal Plínio Ramos (Rua Monte Alegre, s/n – Gilberto Mestrinho)

Moradores dos Bairros: Gilberto Mestrinho, Grande Vitória, Nova Vitória, Cidade do Leste, Novo Reino e Santa Inês

  • Local: Escola Municipal Themístocles Gadelha (Rua Puruí, s/n – Jorge Teixeira)

Moradores dos Bairros: Jorge Teixeira I, II, III e IV, João Paulo I, II e III, Val Paraíso, Nova Floresta, e Monte Sião

  • Local para Cadastro: Escola Municipal São Luiz (Rua Nova Esperança – Colônia Antônio Aleixo)

Moradores dos Bairros: Colônia Antônio Aleixo, Puraquequara e Distrito Industrial II

  • Local para Cadastro: Mini Vila Olímpica do Coroado (Alameda Cosme Ferreira, s/n – Coroado II)

Moradores do Bairro: Coroado

  • Local para Cadastro: Escola Municipal Nova Vida (rua Jerusalém, s/n – Mauazinho)

Moradores do Bairro: Mauazinho

  • Local para Cadastro: Escola Municipal Jorge de Rezende Sobrinho (Rua Nova Esperança nº 05 – Tancredo Neves)

Moradores dos Bairros: Tancredo Neves

 

Zona Norte:

  • Local para Cadastro: Centro de Esporte e Lazer Amadeu Teixeira (Av. Amazonino Mendes – Santa Etelvina)

Moradores dos Bairros: Santa Etelvina, Monte das Oliveiras, Lago Azul

  • Local para Cadastro: Escola Municipal Antonia Alexandrina M. Bentes (Av. Rogério Magalhães n. 23, Q. 242 – Núcleo 13 – Cidade Nova II)

Moradores do Bairro: Cidade Nova

  • Local para Cadastro: Jardim Botânico Reserva Florestal Ducke (Av. Uirapuru, s/n – Cidade de Deus).

Moradores dos Bairros: Cidade de Deus e Nova Cidade

  • Local para Cadastro: SEST/SENAT ( rua Autaz Mirim, 10118 – Cidade Deus)

Moradores do Bairro: Novo Aleixo

Semsa realiza coleta de vidros para armazenamento de leite

segunda-feira, agosto 22nd, 2011

No dia 15 de agosto, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) deu início à campanha
de coleta de frascos de vidro para armazenamento de leite materno na
Unidade Básica de Saúde (UBS) Megumo Kado, localizada à Rua Inocêncio de
Araújo n° 51, bairro de Educandos.

A doação poderá ser feita nas dependências da UBS, das 8h às 17h. Os
vidros serão direcionados ao posto de coleta de leite humano da UBS São
Francisco, localizada à Rua Rodolfo Monteiso s/n° – São Francisco. Vale
destacar que os frascos devem ser de vidro com tampas de plástico, como os
recipientes de café solúvel ou de maionese, que possibilitam a
esterilização e o armazenamento adequado do leite.

Segundo a assistente social Nonata Brazão, diretora da UBS Megumo Kado, o
trabalho de incentivo à doação de leite humano, bem como ao aleitamento
materno, também será desenvolvido, durante as rodas de conversa com as
grávidas que fazem seu pré-natal na Unidade. As rodas serão realizadas a
partir de setembro, na Paróquia N. Sra. do Perpétuo Socorro, localizada à Rua
Inocêncio de Araújo s/n°, bairro Educandos.

Segundos dados da Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, há 202 bancos
de leite humano e 99 postos de coleta de leite no Brasil. Em 2006, cerca
de 115.500 mães doaram mais de 150 mil litros de leite em todo país,
beneficiando diretamente quase 165 mil pessoas. No mesmo ano, os bancos de
leite do Estado do Amazonas receberam a doação de cerca de 1.500 litros de
leite de 733 mulheres.

Prefeitura conclui treinamento de equipes do “Leite do Meu Filho”

segunda-feira, agosto 22nd, 2011

A Prefeitura de Manaus concluiu, nesta sexta-feira (19), o processo de treinamento das equipes que irão atuar no cadastramento das famílias beneficiadas pelo Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho”, lançado no último dia 17 e que deverá beneficiar cerca de 100 mil crianças em situação de vulnerabilidade social. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, na próxima segunda-feira (22) será anunciada a data para início do cadastramento e os postos onde isso ocorrerá. Segundo ele, haverá postos em todas as zonas da cidade, para facilitar o acesso da população.

Cerca de 700 pessoas, distribuídas em duas turmas, participaram do treinamento desta sexta-feira, que abordou as diretrizes do programa e detalhou o fluxo de atendimento das pessoas que deverão procurar os locais do cadastramento. “Foi uma reunião preparatória, com o objetivo de uniformizar os procedimentos e as informações”, explicou Deodato. Participaram do treinamento profissionais do Serviço Social da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e as demais pessoas que atuarão como supervisores, triadores, organizadores de fila, digitadores, entre outras funções.

O Programa Leite do Meu Filho será executado pela Semsa, como parte da política de combate à desnutrição e à mortalidade infantil. O programa prevê o fornecimento de fórmulas de complementação nutricional a crianças até 3 anos e 11 meses de idade, oriundas de famílias em situação de vulnerabilidade social. Na faixa de 0 a 6 meses, seguindo as diretrizes da política de promoção e incentivo ao aleitamento materno, a inscrição no programa estará condicionada aos casos de morte materna ou de filhos cujas mães sejam portadoras de HIV.

Deodato salienta que o programa não se restringe à entrega da fórmula de complementação nutricional. Prevê, sobretudo, o acompanhamento da saúde e do desenvolvimento das crianças atendidas, contribuindo para a prevenção de doenças, além da redução dos índices de desnutrição e mortalidade infantil.

Para que o programa alcance seus objetivos de suprir as deficiências nutricionais da criança e garantir o efetivo acompanhamento de sua saúde, foram definidas algumas condições a serem cumpridas pelas famílias inscritas. Essas condicionantes, de acordo com o secretário Francisco Deodato, foram elaboradas com o apoio de um grupo técnico, composto por pediatras,  nutricionistas, enfermeiros e assistentes sociais.

Prefeitura promove mutirão de saúde no Ramal do Brasileirinho

segunda-feira, agosto 22nd, 2011

A Prefeitura de Manaus promoveu, no sábado (20), um mutirão de saúde para atender os moradores do Ramal do Brasileirinho, zona leste da cidade. A ação, executada por equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), aconteceu das 8h às 12h, na Escola Municipal Emanuel Rebelo da Cunha, localizada no km 10 do ramal.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, foram oferecidas consultas na especialidade de clínica médica, além de serviços como imunização, teste de glicemia capilar (que ajuda no diagnóstico de diabetes) e aferição de pressão arterial. A ação foi executada por, aproximadamente, 40 profissionais do Distrito de Saúde Leste.

O mutirão também contou com a parceria da Secretaria de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), do Governo do Estado, que organizou uma série de atividades recreativas e de orientação sobre hábitos saudáveis, como a prática de esportes, que são importantes para a saúde.

MS eleva a 18 unidades credenciadas para Rede Amamenta Brasil

segunda-feira, agosto 22nd, 2011

O Ministério da Saúde (MS) elevou para 18 o número de Unidades de Saúde de Manaus que serão credenciadas como integrantes da Rede Amamenta Brasil. Na semana passada, o MS já havia anunciado a certificação de 15 unidades. A rede é uma estratégia adotada pelo Ministério, desde 2008, com o objetivo de reforçar as ações de promoção, proteção e apoio à prática do aleitamento materno, na Atenção Básica. Este ano, Manaus foi a única capital brasileira a ter unidades credenciadas para integrar a rede. O credenciamento significa o total comprometimento das equipes dessas unidades com a promoção do aleitamento materno, explica o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

O MS aguarda apenas a sugestão de data que será feita pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para a vinda dos representantes do órgão a Manaus, com a finalidade de entregar a placa de credenciamento às 17 Unidades Básicas de Saúde e 01 Policlínica (confira a lista). A previsão é de que o evento ocorra em menos de 20 dias.

As ações implantadas pela rede municipal de Saúde com foco na promoção e incentivo ao aleitamento materno foram intensificadas na atual administração. Em 2010, a Maternidade Moura Tapajóz foi credenciada pelo Ministério da Saúde e UNICEF como Hospital Amigo da Criança, por adotar os Dez Passos para o Aleitamento Materno Bem Sucedido. Em 2009, a Prefeitura já havia recebido o Prêmio Bíbi Vogel, também pelas ações de promoção, proteção, apoio e estímulo ao aleitamento materno.

Segundo Francisco Deodato, ainda neste semestre, a Semsa inicia o processo de credenciamento de mais 20 unidades, incluindo as novas “Casonas de Saúde” – as Unidades Básicas de Saúde da Família, que estão sendo construídas em padrão ampliado para substituir as antigas “Casinhas de Saúde”.

Para integrar a Rede Amamenta Brasil, uma unidade de saúde deve cumprir, entre outros critérios, as seguintes ações: garantir a participação de no mínimo 80% da equipe na Oficina de Trabalho em Aleitamento Materno; monitorar os indicadores de aleitamento, utilizando o SISVAM web; além de construir e implementar um fluxograma de atendimento à dupla mãe-bebê, no período de amamentação.

De acordo com a coordenadora das Ações de Aleitamento Materno da Semsa, enfermeira Ivone Amazonas, do total de 6.438 crianças de 0 a 6 meses, atendidas no primeiro semestre deste ano, nas unidades que estavam em processo de credenciamento, 2.828, o equivalente a 44%, estavam com aleitamento materno exclusivo. De 3.531 bebês na faixa entre 6 e 11 meses de idade atendidas nas unidades neste período, 2.719 (77%) estavam recebendo aleitamento materno como alimento complementar. Já na faixa de 11 a 15 meses, que engloba 1.914 crianças, o índice ficou em 58,3%.

“São resultados expressivos, que demonstram a importância desta estratégia”, afirma Ivone. Ela explica que, nas unidades, são promovidas rodas de conversas com as grávidas que estão realizando pré-natal ou com as mães de recém-nascidos, quando elas retornam para fazer consulta do puerpério (logo após o parto), visando conscientizá-las sobre a importância do aleitamento materno exclusivo nos primeiros seis meses de vida da criança.

As 17 Unidades Básicas de Saúde (UBS) e 01 Policlínica da Prefeitura que foram credenciadas:

Zona Oeste: Mansour Bulbol, Deodato de Miranda Leão, Redenção, Bairro da Paz, Ida Mentoni, Ajuricaba e Luiz Montenegro.

Zona Sul: São Francisco, Lúcio Flávio, Lourenço Borghi e Teodomiro Garrido.

Zona Norte: UBSs Áugias Gadelha e Armando Mendes; e Policlínica Enfª Anna Barreto.

Zona Leste: Lago do Aleixo, Amazonas Palhano, Leonor Brilhante e Geraldo Magela.

Prefeitura já imunizou mais de 126 mil crianças contra Sarampo

sexta-feira, agosto 19th, 2011

A Prefeitura de Manaus já imunizou 126.181 crianças contra o Sarampo, como parte da campanha de vacinação contra a doença, que teve início em 1º de agosto e se estende até o próximo dia 16 de setembro, em 18 estados brasileiros, incluindo o Amazonas. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o número de crianças imunizadas já representa 62,3% da população estimada na faixa etária de 1 ano a menores de 7 anos, que é o público-alvo da campanha. A meta, em Manaus, é imunizar 192.207, representando 95% deste público.

“Estamos caminhando bem para o cumprimento da meta e o importante é que as famílias com crianças nessa faixa etária, que ainda não tenham se vacinado, procurem uma unidade de saúde, levando o cartão da criança, para imunizá-la”, orientou Francisco Deodato.

A vacina contra o Sarampo está disponível nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal e, ainda, nos Centros de Atenção Integral à Saúde da Criança (CAICs), da rede estadual. Deodato antecipou que os Distritos de Saúde iniciam, na próxima semana, uma programação que incluirá as Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs), como forma de facilitar ainda mais o acesso das crianças à vacina.

As UBSFs, com exceção das chamadas “Casonas de Saúde” que estão sendo inauguradas pela Prefeitura, não dispõem de sala de vacinação, estrutura necessária para oferecer o serviço. “A Gerência de Imunização da Semsa está elaborando uma programação para colocar a vacina pelo menos um dia em cada UBSF. Vamos dar ampla divulgação a esse calendário, inclusive com o apoio dos agentes comunitários de saúde, que fazem a visita casa a casa das famílias atendidas”, disse o secretário.

A vacina é a única forma de proteção contra o sarampo, uma doença aguda, altamente contagiosa, que pode facilitar o surgimento de outras patologias, como pneumonia e diarreias, evoluindo para um quadro de gravidade, colocando em risco a vida da criança.

A gerente de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Kássia Veras, observa que todas as crianças que estão na faixa etária alvo da campanha de imunização, devem ser vacinadas, mesmo aquelas que estão com o esquema de vacinação em dia, ou que tenham recebido a Tríplice Viral recentemente. “A vacina é bem tolerada, podendo apresentar alguns efeitos adversos bem leves, como estado febril e coriza, por exemplo”.

Alerta – Embora a vacina contra o Sarampo faça parte da rotina das Unidades de Saúde, devendo ser aplicada em duas doses (a primeira aos 12 meses de idade e, a segunda, de reforço, entre os 4 e 6 anos de idade), o MS adotou, a partir do ano de 1992, uma estratégia que visa erradicar a doença do país. Desde então, em intervalos de 3 a 5 anos, têm sido realizadas as chamadas “campanhas de seguimento”, quando ocorre a vacinação em massa das crianças. O objetivo é alcançar vacinados e não vacinados para diminuir o número de pessoas suscetíveis ao sarampo e reduzir a circulação do vírus da doença no país. 

Este ano, o MS teve uma razão a mais para realizar a campanha voltada para o sarampo: vários países da Europa e América do Norte registram aumento expressivo no número de casos da doença. No caso específico da Europa, o quadro é de epidemia. Em junho, o MS deu início à campanha contra o sarampo, nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Pernambuco, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul. A prioridade dada a esses estados levou em consideração os seguintes critérios: maior fluxo turístico, densidade populacional e baixa cobertura da tríplice viral nos últimos anos. Os demais estados, incluindo o Amazonas, ficaram para a segunda etapa, iniciada dia 13 de agosto. Em Manaus, a Prefeitura decidiu antecipar as atividades da campanha, para garantir a ampla cobertura vacinal.

“Leite do Meu filho” vai beneficiar 100 mil crianças em Manaus

quinta-feira, agosto 18th, 2011

A Prefeitura de Manaus lançou, nesta quarta-feira (17), o Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho”, que será executado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), como parte da política de combate à desnutrição e à mortalidade infantil. O programa prevê o fornecimento de fórmulas de complementação nutricional a crianças até 3 anos e 11 meses de idade, oriundas de famílias em situação de vulnerabilidade social. Na faixa de 0 a 6 meses, seguindo as diretrizes da política de promoção e incentivo ao aleitamento materno, a inscrição no programa estará condicionada aos casos de morte materna ou de filhos cujas mães sejam portadoras de HIV.

O lançamento do programa, no auditório João de Mendonça Furtado, na Prefeitura de Manaus, contou com a presença de autoridades, representantes de instituições e técnicos da área. Além do prefeito Amazonino Mendes e do secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, fizeram parte da mesa a presidente da Sociedade Amazonense de Pediatria, médica Corina Batista, a presidente do Conselho Regional de Enfermagem, Rossy Cohen, o presidente do Instituto de Ginecologistas e Obstetras do Amazonas, Carlos Alves Diniz, a presidente do Conselho Regional do Serviço Social, Elizabeth Modernel, a vereadora Mirtes Salles, representando a Câmara Municipal de Manaus, e o conselheiro tutelar João Furtado.

Com o programa “Leite do Meu Filho”, a Prefeitura passa a atuar em duas frentes no combate à mortalidade infantil. Na faixa de 0 a 6 meses, as ações de promoção e incentivo ao aleitamento na rede municipal já ganharam o reconhecimento do Ministério da Saúde e de instituições como o UNICEF. O reforço, agora, vem também para a faixa etária que vai até 3 anos e 11 meses de idade.

O “Leite do Meu Filho” representa um investimento anual de R$ 23 milhões, referentes ao fornecimento das fórmulas de complementação nutricional, além de implantação do sistema de gestão do programa. A estimativa da Prefeitura é de que beneficiará cerca de 100 mil crianças. “Só foi possível implantar o programa agora porque as contas da Prefeitura estão saneadas. Desde que assumi esta administração, em 2009, consegui ampliar a capacidade de investimento da Prefeitura de 6% para 15%, o que nos permite, por exemplo, lançar um programa deste porte, que é pioneiro no País”, afirma o prefeito Amazonino Mendes.

O secretário Francisco Deodato informa que o programa não se restringe à entrega dos produtos. Prevê, sobretudo, o acompanhamento da saúde e do desenvolvimento das crianças atendidas, contribuindo para a prevenção de doenças, como a diarreia e a pneumonia, por exemplo, além da redução dos índices de desnutrição e mortalidade infantil. “O índice de redução da mortalidade infantil pactuado com o Ministério da Saúde, em 2009, é de 5% ao ano, em Manaus, e já estamos conseguindo que caia, em média, 8%, anualmente. Com o programa, a expectativa é de que os resultados sejam ainda melhores”, afirmou.    

O critério de vulnerabilidade social será adotado pela Prefeitura para ingresso das crianças no “Leite do Meu Filho”. No entanto, para que o programa alcance seus objetivos de suprir as deficiências nutricionais da criança e garantir o efetivo acompanhamento de sua saúde, foram definidas algumas condições a serem cumpridas pelas famílias inscritas. Essas condicionantes, de acordo com o secretário Francisco Deodato, foram elaboradas com o apoio de um grupo técnico, composto por pediatras, nutricionistas, enfermeiros e assistentes sociais.

“As condicionantes foram definidas com a finalidade de incentivar a Puericultura, que é o acompanhamento do desenvolvimento da criança, além de outras vertentes como o fortalecimento do planejamento familiar e do pré-natal, o cumprimento do calendário de vacinação e, inclusive, assegurar o direito da criança ao registro civil, uma vez que será exigida a certidão de nascimento para inscrição no programa”, afirma a pediatra Elena Marta do Amaral, coordenadora do grupo técnico e responsável pelo setor de Saúde da Criança da Semsa.

Segundo Elena Marta, a família cadastrada no programa deverá participar do Ambulatório de Crescimento e Desenvolvimento, nas Unidades Básicas de Saúde; participar das palestras e treinamentos de promoção à saúde; frequentar as oficinas de aproveitamento integral dos alimentos, entre outras atividades promovidas pela rede municipal de saúde, como parte do programa.

Padrão de Qualidade – A Nestlé foi a empresa vencedora da licitação realizada pela Prefeitura de Manaus para contratação do fornecedor das fórmulas de complementação nutricional que serão utilizadas no programa. Maior empresa mundial de Nutrição e presente no Brasil desde 1921, a Nestlé é reconhecida pelo padrão de qualidade. “As crianças atendidas pelo programa estarão recebendo, portanto, uma fórmula de complementação nutricional desenvolvida dentro dos mais modernos e rigorosos padrões de qualidade e segurança alimentar”, ressalta Francisco Deodato.

Cadastramento – A Prefeitura inicia, na próxima semana, o processo de cadastramento das crianças que serão atendidas pelo programa “Leite do Meu Filho”. Uma estrutura de 13 pontos de atendimento estará funcionando para receber os documentos e as informações necessárias para o trabalho de triagem que será feito com o objetivo de identificar as famílias que se enquadram nos critérios para o recebimento do benefício. Os documentos exigidos para o cadastramento são certidão de nascimento da criança; o CPF da mãe (ou responsável) e o comprovante de residência da família. Deodato ressaltou que todo o procedimento do cadastramento é informatizado.

Cartão de identificação – As famílias selecionadas para participar do programa receberão um cartão magnético de identificação, que deverá ser apresentado mensalmente no ato da retirada do produto, no Centro de Distribuição indicado pela Prefeitura.

No caso das famílias que já são inscritas no Bolsa Família ou que já tiveram a condição de vulnerabilidade social identificada por meio do levantamento realizado pela Estratégia Saúde da Família, o cartão será entregue no ato do cadastramento. Para as famílias que não se enquadram nestas duas situações e preencham os critérios de ingresso no programa, o recebimento do cartão será feito junto com a primeira retirada do leite, diretamente no Centro de Distribuição Avançada (CDA) indicado no ato do cadastramento.

A partir daí, a retirada mensal será liberada mediante o cumprimento dos critérios de permanência no programa, que incluem o comparecimento trimestral da criança à consulta médica de acompanhamento, na unidade de saúde indicada no cartão de identificação entregue à mãe. “É a unidade de saúde quem informa no sistema se a criança passou pelo acompanhamento, liberando o acesso ao benefício”, frisa Deodato.

Estrutura e logística de distribuição – O Centro de Distribuição Central (CDC) do “Leite do Meu Filho” está localizado no bairro da Compensa, zona Oeste da cidade. Para facilitar o atendimento das famílias cadastradas no programa, a Prefeitura implantou uma rede de 60 Centros de Distribuição Avançados (CDAs), sendo 52 na área urbana  e 8 na zona rural da cidade, onde será feita a retirada mensal da fórmula de complementação nutricional. “No cartão magnético entregue à mãe da criança inscrita no programa estarão discriminados o endereço do local onde a retirada mensal deve ser feita e o nome da unidade de saúde para o acompanhamento periódico”, informa o diretor do Departamento de Logística da Semsa, Lysson Barroso.

Cinco caminhões-baú farão o abastecimento regular dos 60 CDAs. Estes veículos estão equipados com sistema GPS e câmeras internas, a fim de garantir um rigoroso controle do processo. Quatro motocicletas e 1 caminhão tipo furgão também farão parte da frota do programa, para dar suporte ao trabalho dos caminhões. “Com esta estrutura teremos capacidade de entregar 200 toneladas do produto, por mês”, explica.

A Semsa promoveu o treinamento de, aproximadamente, 4 mil servidores envolvidos no programa, incluindo os agentes comunitários e demais profissionais da Estratégia Saúde da Família. Destes, 300 foram capacitados para atuar diretamente com os estoques, a fim de garantir o correto manuseio do produto, evitando perdas decorrentes, por exemplo, de falhas no acondicionamento das embalagens ou no controle de temperatura ambiente.

O controle dos estoques, na Central de Distribuição localizada na Compensa, será realizado em tempo real, por meio do sistema e-Stock, desenvolvido pela Semsa. “No momento em que o beneficiário passa o cartão magnético para fazer a retirada do leite, a informação é captada pela Central de Distribuição. Além de permitir o controle dos níveis de estoques de cada CDA, o mecanismo é, também, mais um dispositivo de segurança, porque saberemos para qual usuário foi entregue o produto, mediante a identificação do CPF”, diz o diretor.

Estímulo à amamentação – As ações de promoção e estímulo ao aleitamento materno desenvolvidas na rede municipal têm o reconhecimento do Ministério da Saúde. Nesta semana, o MS anunciou que Manaus foi a única cidade brasileira a ter unidades credenciadas para integrar a Rede Amamenta Brasil. Dezoito unidades de saúde da Prefeitura vão receber o credenciamento.

Em 2010, a Maternidade Municipal Moura Tapajóz foi credenciada pelo Ministério da Saúde e UNICEF como Hospital Amigo da Criança, por adotar os Dez Passos para o Aleitamento Materno Bem Sucedido. Em 2009, a Prefeitura de Manaus recebeu o Prêmio Bibi Vogel, também pelas ações de promoção, proteção, apoio e estímulo ao aleitamento materno.

Números da Mortalidade Infantil em Manaus

2007 2008 2009 2010
15,81 para cada 1000 nascidos vivos 15,98 14,95 13,77
  • A desnutrição é a segunda causa de morte em crianças menores de 5 anos, no mundo.
  • A alimentação complementar adequada é fator importante para a redução da mortalidade infantil.

Prefeitura lança Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho”

quarta-feira, agosto 17th, 2011

A Prefeitura de Manaus lança, nesta quarta-feira (17), o Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho”, que será executado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), como parte da política de combate à desnutrição e à mortalidade infantil. O lançamento acontece às 10h, no auditório João de Mendonça Furtado, na Prefeitura de Manaus (av. Brasil, 2971, bairro da Compensa), com a presença do prefeito Amazonino Mendes e do secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

Na ocasião, eles irão detalhar o funcionamento, as diretrizes e metas do programa, a forma de cadastramento das famílias, os critérios para a manutenção do benefício, o acompanhamento das crianças atendidas, além da logística montada pela Prefeitura.

Semsa alerta para cuidados em razão da baixa umidade do ar

terça-feira, agosto 16th, 2011

A pediatra Adriana Taveira, do Setor de Saúde da Criança e do Adolescente, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), explica que alergias, doenças respiratórias, asma, rinite e outros distúrbios decorrentes do ressecamento de mucosas, além de sangramento pelo nariz e irritação dos olhos, são alguns problemas que podem surgir num quadro de baixa umidade relativa do ar, como o que está acontecendo em Manaus.

Ela observa que, quando a umidade relativa do ar atinge entre 20% e 30%, considera-se estado de atenção. Nesta situação deve-se evitar os exercícios físicos ao ar livre entre 11h e 15h e, sempre que possível, permanecer em locais protegidos do sol e próximo a áreas com vegetação. Outros cuidados como umidificar o ambiente através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, molhamento de jardins, podem ser adotados.

Quando a umidade está entre 12% e 20%, considera-se estado de alerta. Além dos cuidados do estado de atenção, Adriana orienta que se deve evitar aglomerações em ambientes fechados, não realizar exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10h e 16h. O uso de soro fisiológico para as narinas e proteção dos olhos deve ser iniciado.

“Cuidados como manter a umidade do ar em ambientes internos, principalmente quartos de crianças, idosos, hospitais, entre outros, devem ser intensificados. Água deve ser consumida à vontade e cuidados especiais devem ser dispensados às crianças, idosos e pessoas com dificuldade de locomoção”, alerta.

A pediatra recomenda que as pessoas que apresentem os problemas relacionados à baixa umidade relativa do ar procurem atendimento médico antes de realizar qualquer uso de medicações. “Não se deve deixar para procurar atendimento médico somente quando a pessoa estiver muito doente”, observa.

Prefeitura atinge meta e imuniza mais de 167 mil crianças

segunda-feira, agosto 15th, 2011

A Prefeitura de Manaus imunizou 167.049 crianças contra a Poliomielite (Paralisia Infantil), na segunda etapa da Campanha Anual de Vacinação contra a doença, ocorrida no último sábado (13), segundo balanço parcial divulgado no domingo (14) pela Gerência de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). O resultado representou o alcance da meta fixada pelo Ministério da Saúde, que era de vacinar 95% das crianças menores de 5 anos.

“Mais uma vez a união de esforços dos servidores da saúde e a adesão dos pais à campanha foram fundamentais para garantir a cobertura vacinal no padrão recomendado pelo Ministério da Saúde, que tem a finalidade de manter a paralisia infantil erradicada do País”, disse o secretário municipal de Saúde Francisco Deodato.

O último caso da doença registrado no Brasil ocorreu em 1989. Para Deodato, este dado demonstra a eficácia da estratégia adotada pelo Ministério da Saúde, em parceria com as secretarias estaduais e municipais, para evitar que o poliovírus, causador da enfermidade, seja reintroduzido no país. Ele ressaltou que a circulação do poliovírus ainda ocorre em várias nações do mundo, como a Índia, por exemplo.

Em Manaus, para garantir o êxito da campanha de vacinação contra a Pólio, a Prefeitura mobilizou 4,2 mil servidores e montou uma estrutura de 1.032 postos de vacinação, que funcionaram das 8h às 17h, em todas as áreas da cidade, incluindo a zona rural. Além das Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas, da rede municipal, e dos CAICs, da rede estadual, as gotinhas que protegem contra a Pólio estiveram disponíveis em locais de grande fluxo de pessoas, como supermercados e shoppings e, ainda, em espaços cedidos por escolas, igrejas, sedes de associações de bairros, entre outros.

Deodato frisou que, na primeira etapa da campanha, ocorrida há dois meses, Manaus já havia obtido um excelente resultado, ultrapassando a meta estabelecida pelo Ministério ao imunizar mais de 165 mil crianças menores de 5 anos.

  Sarampo – No “Dia D” de Mobilização contra a Pólio, as crianças de 1 ano a menores de 7 anos também receberam a Tríplice Viral, como parte da campanha de vacinação contra o Sarampo, que está sendo realizada no País.  Em Manaus, a meta da campanha é imunizar 192,2 mil crianças. Segundo balanço divulgado pela Gerência de Imunização da Semsa, 117.103 crianças já receberam a vacina.

“É muito importante que os pais ou responsáveis levem as crianças para receber a vacina contra o Sarampo. Esta campanha faz parte da estratégia adotada pelo Ministério da Saúde para erradicar a doença do Brasil, a exemplo do que ocorreu com a Pólio”, orientou Francisco Deodato. Ele observa que, este ano, houve um expressivo aumento de casos da doença em países da América do Norte e da Europa, inclusive com quadros de epidemia.

A campanha contra o sarampo vai até o dia 16 de setembro. A vacina está disponível, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17, nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal e, também, nos CAICs, da rede estadual de saúde.

UBS Guilherme Alexandre volta a funcionar, após reforma

segunda-feira, agosto 15th, 2011

A Unidade Básica de Saúde Guilherme Alexandre foi entregue à comunidade da Colônia Antonio Aleixo, na zona Leste, após passar por obras de reforma, como parte do Programa de Reestruturação da Rede Pública Municipal de Saúde, que vem sendo executado pela Prefeitura de Manaus. “Recebemos esta unidade com uma estrutura física extremamente comprometida. Com a obra de reforma, tanto os usuários dos serviços da unidade quanto a equipe de servidores que atua no local passaram a dispor de um espaço mais digno. Fizemos várias mudanças na estrutura interna da UBS para adaptá-la às necessidades dos usuários”, afirma o secretário municipal de saúde, Francisco Deodato.

Antes da reforma, a Guilherme Alexandre, que atende muitos pacientes com sequelas decorrentes da hanseníase, não dispunha sequer de uma área de recepção e espera para acolher os usuários, que aguardavam a consulta num coreto, na área externa da unidade. Sem espaço adequado, o serviço odontológico era restrito a procedimentos de extração. Não havia sala específica para a farmácia, nem banheiro adaptado para receber pessoas com deficiência física.

Na visita que fez à unidade, na última sexta-feira (12), o secretário Francisco Deodato conversou com lideranças da comunidade e agradeceu a compreensão dos moradores durante o período em que a UBS passou por reforma.  “Em vários momentos a comunidade nos cobrou com veemência e nós compreendemos essa postura porque sabemos o quanto é fundamental o serviço desta unidade para as pessoas que vivem nesta área da Colônia Antônio Aleixo. Mas pudemos contar, também, com a colaboração de todos no decorrer da obra”, disse o secretário.

O presidente da Associação de Moradores do bairro, Cleiton Assunção, afirmou que a comunidade ficou satisfeita com o resultado da reforma. “Cobramos muito quando foi preciso cobrar, mas temos o dever de elogiar pelo resultado”, afirmou Assunção. Assim como ele, a aposentada Marina da Silva Barbosa, 67 anos, que mora na rua Getúlio Vargas do bairro, também disse estar satisfeita com o trabalho feito para recuperar a UBS. “Ficou bem diferente do que era. Agora é importante conservar”, afirmou.

Na UBS Guilherme Alexandre há atendimento nas especialidades de clínica médica, pediatria e odontologia. No mesmo bairro a rede municipal de saúde conta, ainda, com as UBSs Lago do Aleixo e Nova Esperança, além da Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF L-19).

Prefeitura alerta sobre “Dia D” de vacinação contra Pólio

sexta-feira, agosto 12th, 2011

Todas as crianças menores de 5 anos devem comparecer a um posto de vacinação neste sábado (13) para receber as duas gotinhas que protegem contra a Poliomielite (paralisia infantil). O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa que a Prefeitura de Manaus montou uma estrutura de 1.032 postos de vacinação, distribuídos por toda a cidade, e mobilizará 4,2 mil servidores para executar as ações da segunda etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a doença (a primeira ocorreu em junho). “A vacinação acontecerá das 8h às 17h e, em Manaus, a meta é imunizar, neste dia, 167.183 crianças menores de 5 anos”, acrescentou Deodato.

A vacina contra a Pólio estará disponível em todas as Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal e, também, nos Centros de Atenção Integral à Saúde da Criança (CAICs), da rede estadual. “Completando essa estrutura de atendimento, estaremos com equipes vacinando em locais de grande circulação de pessoas, como shoppings e supermercados, e em espaços cedidos por igrejas, escolas, associações comunitárias, entre outros.

A lista com o endereço de todos os 1.032 postos de vacinação do “Dia D” contra a Pólio pode ser conferida na página que a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) mantém na Internet (semsa.manaus.am.gov.br). Basta clicar no banner da campanha (ao lado direito da página) e, em seguida, no link “Tire suas dúvidas sobre a Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite”. Depois, é só escolher a zona da cidade (Norte, Sul, Leste e Oeste) e será possível visualizar a lista dos postos de vacinação.

A abertura oficial do “Dia D” de Mobilização contra a Pólio será às 9h de sábado, na Unidade de Saúde Ambulatorial Dr. Alfredo Campos, localizada no Zumbi I, zona Leste, com a presença do secretário Francisco Deodato. As crianças que forem à unidade para se vacinar neste horário poderão participar de uma programação especial, com a presença do boneco-símbolo da campanha, o Zé Gotinha. 

Na “Dia D” contra a Paralisia Infantil realizado em junho – considerada a primeira etapa da campanha deste ano –, Manaus conseguiu superar a meta de imunização pactuada com o Ministério da Saúde e vacinou mais de 165 mil crianças. A responsável pelo setor de Imunização da Semsa, enfermeira Kássia Veras, observa que mesmo as crianças que estão com o esquema de vacinação em dia, não podem deixar de comparecer para receber a dose de reforço que é ministrada nas campanhas de vacinação.

Kássia explica que, apesar de o Brasil não ter registro de casos de Poliomielite desde 1989, as campanhas de vacinação anuais, em duas etapas, são mantidas para evitar que o poliovírus, causador da enfermidade, seja reintroduzido no país, já que sua circulação ainda ocorre em várias nações do mundo, como a Índia, por exemplo.

Sarampo – No “Dia D” de Mobilização contra a Pólio, também estará acontecendo a campanha de vacinação contra o Sarampo, iniciada pela Prefeitura de Manaus no dia 1º deste mês e que tem como público-alvo as crianças de 1 ano a menores de 7 anos (6 anos, 11 meses e 29 dias).  Ao consultar a lista dos postos de vacinação na página da Semsa na Internet é possível identificar os locais onde as duas vacinas estarão sendo oferecidas.

Unidades Móveis de Saúde da Mulher iniciam atendimento

sexta-feira, agosto 12th, 2011

As duas Unidades Móveis de Saúde da Mulher inauguradas pela Prefeitura de Manaus começaram o atendimento na quinta-feira (11), com a realização de exames de ultrassonografia e mamografia. Posicionadas na rua Xavante, no bairro Colônia Terra Nova, zona Norte, as duas “Carretas da Mulher” estão funcionando das 8h às 12h e das 14h às 17h.

O atendimento das duas unidades que estão posicionadas no Terra Nova vai contemplar, também, moradoras da Colônia Santo Antônio e parte do Novo Israel. Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), nesta área de abrangência vivem, aproximadamente, 5,3 mil  mulheres na faixa etária entre 40 e 65 anos e cerca de 550 mulheres grávidas. Os dois grupos são o principal público-alvo dos exames de mamografia e ultrassonografia.

Entregues pelo prefeito Amazonino Mendes e o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, na última quarta-feira (10), as “Carretas da Mulher” devem permanecer por 15 dias no Terra Nova e, depois, seguem para prestar atendimento no bairro Cidade de Deus, onde também devem ficar pelo mesmo período.

As “Carretas da Mulher” atenderão mediante encaminhamento feito pelas Unidades de Saúde da rede municipal da área onde estiverem posicionadas. “As pacientes não devem procurar diretamente a Unidade Móvel. O encaminhamento para o exame deve ser feito pelo médico da Unidade Básica de Saúde da Família ou Unidade Básica de Saúde”, orienta o secretário. Segundo ele, cada uma das duas Unidades Móveis de Saúde da Mulher realizará, aproximadamente, 900 ultrassonografias por mês.

Até o início deste ano, a rede municipal de saúde oferecia exame de mamografia por meio de serviço terceirizado. Em janeiro de 2011, a Semsa deu início ao processo de implantação de serviço próprio nesta área de apoio diagnóstico. Nesta data, foi inaugurado o serviço de mamografia na Unidade Básica de Saúde Ambulatorial Dr. Alfredo Campos, no bairro do Zumbi, zona Leste. Em breve, estará funcionando, também, nas Policlínicas Djalma Batista, na Compensa, e Dr. Comte Telles, no São José, ambas na zona Leste.

“A Prefeitura tem investido para contemplar as diretrizes do Plano Nacional de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Câncer de Colo de Útero e de Mama, do Ministério da Saúde (MS), ampliando a oferta de um serviço que, historicamente, tem uma demanda reprimida”, afirma Deodato. O secretário salienta que o MS recomenda o rastreamento do câncer de mama por meio de mamografia realizada a cada dois anos, nas mulheres de 50 a 69 anos de idade.

Serviço móvel – Com as “Carretas da Mulher”, chega a seis o número de Unidades Móveis de Saúde colocadas em funcionamento pela Prefeitura, como estratégia para levar atendimento a áreas da cidade onde a atenção básica está sendo reforçada.  No final do ano passado, foi implantado o serviço de duas Unidades Móveis Odontológicas, que estão levando atendimento às comunidades mais afastadas, beneficiando, principalmente, alunos de escolas da rede municipal. Em maio, foi a vez das duas Unidades Móveis Médico-Laboratoriais iniciarem o trabalho, oferecendo atendimento nas especialidades de pediatria, oftalmologia; além de  exames de laboratório e orientação nutricional.

Prefeitura inaugura novas Unidades Móveis e “Casonas” de Saúde

quinta-feira, agosto 11th, 2011
Com a entrada em funcionamento de duas Unidades Móveis de Saúde da Mulher, na quarta-feira (10), a Prefeitura de Manaus passa a levar às áreas mais distantes da cidade o serviço de mamografia e ultrassonografia. Instaladas em carretas com equipamentos de última geração, as Unidades vão percorrer a periferia da cidade, ampliando a oferta de serviço de prevenção ao câncer de mama e de colo de útero, além do acompanhamento pré-natal.
 
As “Carretas da Mulher” forem entregues pelo prefeito Amazonino Mendes e o secretário Francisco Deodato, no bairro Colônia Terra Nova I, zona Norte, por onde começou a funcionar o novo serviço. “Estamos dando um passo muito importante para fortalecer as ações de prevenção ao câncer de mama e de colo de útero, na rede municipal de Saúde”, afirmou Amazonino Mendes.

Posicionadas no Terra Nova, o atendimento das duas unidades móveis vai contemplar, também, moradoras da Colônia Santo Antônio e parte do Novo Israel. Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, nesta área de abrangência vivem, aproximadamente, 5,3 mil mulheres na faixa etária entre 40 e 65 anos e cerca de 550 mulheres grávidas. Os dois grupos são o principal público-alvo dos exames de mamografia e ultrassonografia.

Com as “Carretas da Mulher”, chega a seis o número de Unidades Móveis de Saúde colocadas em funcionamento pela Prefeitura, a partir do final do ano passado, quando duas Unidades Móveis Odontológicas começaram a levar atendimento às comunidades mais afastadas, beneficiando, principalmente, alunos de escolas da rede municipal. Em maio, foi a vez das duas Unidades Móveis Médico-Laboratoriais iniciarem o trabalho, oferecendo atendimento nas especialidades de pediatria, oftalmologia; além de  exames de laboratório e orientação nutricional.
 
O secretário Francisco Deodato explica que as “Carretas da Mulher” funcionarão como apoio diagnóstico, mediante encaminhamento das Unidades de Saúde da rede municipal da área onde estiverem posicionadas. As exceções serão apenas para as áreas onde ainda não existe Unidade de Saúde implantada. Segundo ele, cada uma das duas Unidades Móveis de Saúde da Mulher realizará, aproximadamente, 900 ultrassonografias por mês.
 
Segundo Deodato, as “Carretas da Mulher” vão permanecer pelos próximos 15 dias no bairro Terra Nova. De lá, seguem para o bairro Cidade de Deus, também na zona Norte, onde devem ficar, também, por duas semanas, atendendo as pacientes encaminhadas pelas unidades de saúde.
 
Mamografia – Até o início deste ano, a rede municipal de saúde oferecia exame de mamografia por meio de serviço terceirizado. Em janeiro de 2011, a Prefeitura deu início ao processo de implantação de serviço próprio nesta área de apoio diagnóstico. Nesta data, foi inaugurado o serviço de mamografia na Unidade Básica de Saúde Ambulatorial Dr. Alfredo Campos, no bairro do Zumbi, zona Leste. Em breve, estará funcionando, também, nas Policlínicas Djalma Batista, na Compensa, e Dr. Comte Telles, no São José, ambas na zona Leste.
 
“A Prefeitura tem investido para contemplar as diretrizes do Plano Nacional de Prevenção, Diagnóstico e Tratamento do Câncer de Colo de Útero e de Mama, do Ministério da Saúde (MS), ampliando a oferta de um serviço que, historicamente, tem uma demanda reprimida”, afirma Deodato. O secretário salienta que o MS recomenda o rastreamento do câncer de mama por meio de mamografia realizada a cada dois anos, nas mulheres de 50 a 69 anos de idade.
 
Casonas – Os moradores das comunidades Nova Jerusalém, localizada no bairro de Petrópolis, zona Sul, e Rio Solimões, que fica no Tarumã, zona Oeste da cidade, são os novos beneficiados com as melhorias na infraestrutura, novos serviços e ampliação de cobertura, que a Prefeitura de Manaus está promovendo na Estratégia Saúde da Família. Na quarta-feira (10), o prefeito Amazonino Mendes e o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, estiveram nas duas comunidades para inaugurar, respectivamente, as Unidades de Saúde da Família O-45 e S-43, construídas no novo padrão ampliado de 130m².
 
“No caso da UBSF O-45, a inauguração da unidade representa a expansão da Saúde da Família para uma área da cidade que ainda não era atendida pelo serviço”, ressaltou Francisco Deodato.

A substituição das antigas Casinhas de Saúde de 32m², pelas novas unidades de 130m², foi iniciada em abril deste ano. Quatorze unidades já passaram pelo processo de substituição e em mais três comunidades o serviço, que antes não existia, foi implantado, através do processo de expansão da cobertura da Saúde da Família. A expansão ocorreu em duas comunidades da zona Norte: a Jesus Me Deu, onde foi construída a UBSF N-46, e Santa Marta, que ganhou a UBSF N-47, além da unidade inaugurada nesta quarta-feira, na zona Oeste.

Prefeitura inaugura duas Unidades Móveis de Saúde da Mulher

quarta-feira, agosto 10th, 2011

A Prefeitura de Manaus inaugura, nesta quarta-feira (10), um serviço inédito no Amazonas: a oferta de exames de mamografia e ultrassonografia em Unidades Móveis de Saúde da Mulher, carretas modernamente equipadas que vão percorrer todas as zonas da cidade, levando o atendimento aos bairros mais afastados.

Com equipamentos de última geração, as duas Unidades que serão entregues darão suporte e ampliarão as ações de prevenção ao câncer de mama e de colo de útero, além do acompanhamento pré-natal, desenvolvidos na rede municipal de saúde.

A entrega das “Carretas da Mulher” será feita pelo prefeito Amazonino Mendes e o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, às 10h, no bairro Terra Nova, zona Norte, por onde começará o atendimento das Unidades Móveis. Na ocasião, eles apresentarão o funcionamento do novo sistema.

Ainda nesta quarta-feira, Amazonino e Deodato entregam mais duas Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs), construídas no formato ampliado, para substituir as antigas “Casinhas de Saúde”.

 

Serviço: Entrega das “Carretas da Mulher”

Data: 10/08

Hora: 10h

Local: Praça Marly Garganta, na rua Xavante, Terra Nova I, zona Norte

1.032 postos para imunizar 167.183 crianças no “Dia D” contra Pólio

terça-feira, agosto 9th, 2011

Neste sábado (13), a Prefeitura de Manaus estará com 4,2 mil servidores mobilizados e 1.032 postos de vacinação funcionando em toda a cidade, das 8h às 17h, como parte da segunda etapa da Campanha Anual de Vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil), que o Ministério da Saúde realiza em todo o País. Em Manaus, segundo o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a meta da campanha é imunizar, no “Dia D” contra a Pólio, 167.183 crianças menores de 5 anos, o que corresponde a 95% da população estimada nesta faixa etária.

“É muito importante que, assim como na primeira etapa da campanha, ocorrida em junho, os pais compareçam em massa aos postos de vacinação, levando as crianças para receber as gotinhas que protegem contra a paralisia infantil”, disse Deodato. O secretário ressalta que a campanha contra a Pólio tem esta característica especial, que é a necessidade de imunizar o maior número possível de crianças, num só dia, para garantir a proteção do meio ambiente contra a circulação do poliovírus causador da doença.

Na “Dia D”, realizado em junho, Manaus conseguiu superar a meta de imunização pactuada com o Ministério da Saúde e vacinou mais de 165 mil crianças. Como na campanha de junho, a vacinação estará disponível nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da Prefeitura e dos CAICs, da rede estadual e também acontecerá em locais de grande circulação de pessoas, como shoppings e supermercados e em espaços cedidos por igrejas, escolas, associações comunitárias, entre outros.

A responsável pelo setor de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Kássia Veras, observa que mesmo as crianças que estão com o esquema de vacinação em dia, não podem deixar de comparecer para receber a dose de reforço que é ministrada nas campanhas de vacinação.

Fique por dentro – Apesar de o Brasil não ter registro de casos de Poliomielite desde 1989, as campanhas de vacinação anuais, em duas etapas, são mantidas para evitar que o poliovírus, causador da enfermidade, seja reintroduzido no país, já que sua circulação ainda ocorre em várias nações do mundo, como a Índia, por exemplo.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que a imunização, em todo o mundo, previna 550 mil casos da enfermidade a cada ano. Antes do desenvolvimento da vacina, na década de 50, a poliomielite matava ou deixava com deficiência física centenas de milhares de pessoas todos os anos.

Prefeitura realiza 2ª etapa da campanha contra Poliomielite

terça-feira, agosto 9th, 2011

A Prefeitura de Manaus participa, neste sábado (13), da segunda etapa da Campanha de Vacinação contra a Poliomielite (Paralisia Infantil), que o Ministério da Saúde realiza, em todo o País, em parceria com as secretarias estaduais e municipais de saúde. A primeira etapa da campanha aconteceu em junho. Em Manaus, a meta é imunizar, aproximadamente, 160 mil crianças e, de acordo com o secretário municipal de Saúde, 4,2 mil servidores serão mobilizados e uma estrutura de mais de 1.000 postos será montada pela Prefeitura, em toda a cidade, para o alcance da meta. O público-alvo da campanha são as crianças menores de 5 anos.

Francisco Deodato salientou que, no “Dia D” de mobilização contra a Pólio, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) estará executando, também, a campanha de vacinação contra o Sarampo, voltada para as crianças com idade de 1 ano a menores de 7 anos (6 anos, 11 meses e 229 dias). A campanha contra o Sarampo está ocorrendo, em Manaus, desde o dia 1º de agosto e se estenderá até 16 de setembro.

A gotinha que protege contra a Pólio estará disponível nos 1.032 postos de vacinação distribuídos pela cidade. Já a vacina contra o sarampo será oferecida somente nas salas de imunização das Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal, e nos CAICs, da rede estadual”, frisou o secretário.

Embora os pais tenham um tempo maior para levar as crianças com idade de 1 a menores de 7 anos para tomar a vacina contra o Sarampo (até 16 de setembro), não podem deixar de levar, no sábado (13), as crianças menores de 5 anos para receber as gotinhas que protegem contra a Pólio. “A campanha da pólio tem uma característica especial, que é garantir o maior número possível de crianças imunizadas de uma só vez, visando a proteção do ambiente”, explicou a gerente de Imunização da Semsa, Kássia Veras, acrescentando que é a vacinação em massa, num curto período de tempo, que garante a eficácia da campanha.

Controle –As vacinas contra a Pólio e o Sarampo estão disponíveis na rotina da rede pública de saúde. Mesmo assim, para manter o controle sobre as duas doenças, o Ministério da Saúde realiza periodicamente as campanhas de imunização em massa das crianças.

Apesar de o Brasil não ter registro de casos de Poliomielite desde 1989, as campanhas de vacinação anuais, em duas etapas, são mantidas para evitar que o poliovírus, causador da enfermidade, seja reintroduzido no país, já que sua circulação ainda ocorre em várias nações do mundo, como a Índia, por exemplo.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que a imunização, em todo o mundo, previna 550 mil casos da enfermidade a cada ano. Antes do desenvolvimento da vacina, na década de 50, a poliomielite matava ou deixava com deficiência física centenas de milhares de pessoas todos os anos.

No caso de outras doenças como o sarampo e a rubéola, o Ministério da Saúde realiza, com intervalos de três ou quatro anos, as chamadas “campanhas de seguimento”. O objetivo é alcançar vacinados e não vacinados para diminuir o número de pessoas suscetíveis à doença e reduzir a circulação do vírus no país.

Este ano, o MS teve uma razão a mais para realizar a campanha voltada para o sarampo: vários países da Europa e América do Norte registram aumento expressivo no número de casos da doença. No caso específico da Europa, o quadro é de epidemia. Em junho, o MS deu início à campanha contra o sarampo, nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Pernambuco, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul. A prioridade dada a esses estados levou em consideração os seguintes critérios: maior fluxo turístico, densidade populacional e baixa cobertura da tríplice viral nos últimos anos. Os demais estados, incluindo o Amazonas, ficaram para a segunda etapa, a partir do dia 13 deste mês. Em Manaus, a Prefeitura decidiu antecipar as atividades da campanha, para garantir a ampla cobertura vacinal, e iniciou as atividades em 1º de agosto.

 

 

Centro de Zoonoses promove, nesta sexta, feira de adoção de animais

sexta-feira, agosto 5th, 2011

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Prefeitura de Manaus, promove, nesta sexta-feira (5), uma feira de adoção de cães e gatos (filhotes e adultos), quando serão disponibilizados 30 animais. A feira acontecerá na sede do Instituto Federal do Amazonas (IFAM), localizado no bairro do Zumbi (onde funcionava a Escola Agroténica) e faz parte da programação da Semana da Agroecologia, evento que tem o apoio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), órgão ao qual o CCZ é ligado.

De acordo com a diretora do CCZ, Simone Fernandes, os animais que estarão disponíveis para adoção estão devidamente castrados e vermifugados (medicados contra parasitoses). A feira começa às 8h. A adoção é gratuita. O interessado no animal precisa apresentar apenas documento de identidade, CPF e comprovante de residência.

Conforme a diretora do CCZ, os animais disponibilizados para adoção são saudáveis e dóceis. A maioria foi entregue ao centro por seus antigos donos, que alegaram falta de condições para criá-los. As feiras de adoção em parceria com instituições de ensino e organizações não-governamentais têm sido uma das estratégias utilizadas pelo CCZ para garantir que os animais entregues ao centro encontrem um novo lar. 

Pessoas interessadas em adotar cães ou gatos podem procurar pelo serviço na sede do CCZ, que fica na Av. Brasil s/n, Compensa I, próximo à feira coberta e à sede da Semulsp.

Agroecologia – Desde a última segunda-feira o CCZ vem participando da Semana de Agroecologia, promovida pelo IFAM, com a realização de palestras e distribuição de material informativo sobre animais sinantrópicos (como pombos, morcegos e roedores), prevenção de zoonoses e posse responsável de cães e gatos.

Prefeitura encerra, nesta sexta, Semana Mundial do Aleitamento

sexta-feira, agosto 5th, 2011

A Prefeitura de Manaus encerra, nesta sexta-feira (5), as atividades da Semana Mundial do Aleitamento Materno com uma série de ações que serão desenvolvidas pelas unidades de saúde da rede municipal, em todas as zonas da cidade. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, ressaltou a importância do leite materno para a saúde da criança e da mãe e disse que as ações de estímulo à amamentação são tratadas como prioridade na atenção básica.

“O leite materno, além de ser considerado um alimento completo, é uma ‘vacina natural’ que protege a criança contra uma série de doenças. É dever do sistema público de saúde adotar todas as medidas que visem estimular a amamentação”, disse Deodato, ressaltando que a programação desenvolvida durante toda esta semana pelas unidades de saúde da rede municipal demonstram o comprometimento das equipes da Semsa com o assunto.

Na quinta-feira (4) uma equipe da Policlínica Anna Barreto esteve no assentamento Tikuna, localizado no bairro Cidade de Deus, na zona Norte, realizando uma atividade de educação em saúde voltada, principalmente, para as mulheres da aldeia que estão grávidas ou em fase de amamentação. “Realizamos uma roda de conversa para trocar experiências e repassar orientações, destacar a importância do aleitamento materno, inclusive para a saúde da mãe”, disse a coordenadora das Ações de Aleitamento Materno da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), enfermeira Ivone Amazonas.

De acordo com ela, um resultado importante da ida ao assentamento  indígena foi a proposta feita pelo secretário da comunidade, o índio Aldenor, de traduzir a cartilha utilizada pela Semsa nas ações educativas sobre aleitamento materno, para a língua Tikuna. “O Aldenor é aluno universitário e bilíngue e se comprometeu a fazer a tradução do material”, contou Ivone.

Esta sexta-feira, encerramento da Semana Mundial de Aleitamento Materno, também será marcada por uma série de atividades na rede municipal de Saúde. Na Unidade Básica Lourenço Borghi, que fica na Japiinlândia, zona Sul, será inaugurada uma sala de apoio à amamentação, destinada a acolher as mulheres atendidas na unidade. “É um espaço onde elas poderão amamentar sua criança com tranquilidade, enquanto aguardam, por exemplo, uma consulta médica”, explicou Ivone. Espaço semelhante já funciona nas Unidades Básicas de Saúde do Bairro da Paz e Ida Mentoni, no São Jorge.

As UBS Amazonas Palhano, no São José; Santo Antônio, no bairro do mesmo nome; e Lúcio Flávio Vasconcelos Dias, na Betânia; também realizarão atividades educativas voltadas para a comunidade, com palestras, distribuição de material informativo, gincana para recolhimento de frascos de vidro para serem doados aos postos de coleta de leite humano, entre outras ações.

Moura Tapajóz – Palestras para as mães também serão realizadas, nesta sexta-feira, na Maternidade Municipal Moura Tapajóz, como parte da programação de encerramento da Semana do Aleitamento Materno. Será conhecido, também, o vencedor de um concurso de poesias sobre o tema, realizado entre os funcionários da maternidade que, no ano passado, recebeu do Ministério da Saúde e do UNICEF o título de Hospital Amigo da Criança pelo comprometimento de toda sua equipe com a causa da amamentação.

Na última segunda-feira, a Moura Tapajóz sediou a abertura oficial da Semana do Aleitamento Materno, promovida pela Prefeitura de Manaus. Na ocasião, o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, inaugurou o albergue da maternidade, que tem 10 leitos e vai alojar as mães que têm bebês internados na UTI da unidade. O secretário anunciou que, na segunda etapa do projeto de ampliação da maternidade, cujas obras devem começar nas próximas semanas, serão construídos uma UTI Materna e um Banco de Leite, o primeiro da rede municipal de Saúde.

Prefeitura capacita técnicos da área de apoio diagnóstico

quinta-feira, agosto 4th, 2011

A área de apoio diagnóstico da rede municipal de Saúde vem passando por uma grande transformação, que tem como carro-chefe a implantação dos Laboratórios Distritais. Modernamente equipados, esses laboratórios têm ampliado de forma significativa a oferta de exames, garantindo o atendimento de toda a demanda das unidades da atenção primária, em suas áreas de abrangência. Como parte desse processo de melhoria dos serviços oferecidos pela Prefeitura de Manaus na área, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promoveu, na última terça-feira (2), o “I Encontro Técnico-Científico para Profissionais de Laboratório”, que contou com 70 participantes (incluindo auxiliares e técnicos de laboratório e famarcêuticos-bioquímicos) e discutiu temas como “Concepção de um Novo Modelo Laboratorial da Rede Municipal de Saúde de Manaus”.

O subsecretário-executivo municipal de Saúde, Orestes Guimarães, que fez a abertura do evento, explicou que encontro foi um momento importante para permitir que os profissionais pudessem construir uma visão mais ampla sobre as mudanças estruturais que estão ocorrendo em sua área de atuação e, ainda, para atualizar conhecimentos quanto às tecnologias adotadas  no desenvolvimento de suas atividades.

“Estamos num processo acelerado de implantação dos laboratórios distritais, que já funcionam nas áreas Oeste e Norte da cidade e, em breve, serão implantados, também, nas zonas Leste e Sul. Não há como retroceder e o desafio é aperfeiçoarmos cada vez mais estes serviços”, afirmou Guimarães.

A responsável pela Divisão de Apoio Diagnóstico da Semsa, Lídia Luna, afirma que a expectativa é transformar o evento da última terça-feira em um processo de educação continuada. “Que esse evento se repita várias vezes. A meta é fazer vários encontros para atualização de profissionais de laboratórios de todas as categorias”, garantiu.

A diretora do Departamento de Atenção Básica da Semsa, Edylene Pereira, ressaltou a importância de discutir tanto os avanços quanto as dificuldades enfrentados na área, visando a busca de soluções. Ela frisou que levar o melhor atendimento à população é a missão da atenção básica.

Além da palestra sobre o novo modelo laboratorial da rede municipal de saúde, a pauta do encontro incluiu, ainda, temas como “Retrospectiva e Entendimento dos Parâmetros dos EAS na Prática Analítica”; “Princípios da Tecnologia de Quimioluminescência e sua aplicabilidade no diagnóstico laboratorial” e a “Importância da Fase Pré-Analítica no Laboratório Clínico”.

Destaque – O trabalho científico “Prevalência dos Níveis de PSA de Pacientes Atendidos em um Laboratório Público de Manaus”, de autoria da farmacêutica-bioquímica Márcia Poinho, que integra a equipe da Divisão de Apoio Diagnóstico da Semsa, foi selecionado, na categoria Imunologia, para ser apresentado no 45º Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial. O evento acontece entre os dias 16 e 19 de agosto, em Florianópolis (SC). O estudo analisou, durante três anos, o perfil da clientela masculina atendida no Laboratório Manoel Bastos Lira, da rede municipal de saúde, para realização do exame de PSA (sigla para Antígeno Prostático Específico), utilizado para o diagnóstico de câncer de próstata.

 

Prefeitura promove, no sábado, mutirão de saúde no Centro

quinta-feira, agosto 4th, 2011

A Prefeitura de Manaus promove, neste sábado (6), mais um mutirão de saúde na zona Sul da cidade. A atividade, que será executada por equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), acontecerá das 8h às 12h, no Parque Residencial Manaus (Prosamim), localizado na Rua Ipixuna, no Centro. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, serão oferecidas consultas nas especialidades de clínica médica, pediatria, oftalmologia e odontologia, além de serviços como a coleta de exame preventivo (para mulheres); exames laboratoriais; teste de glicemia capilar (que ajuda no diagnóstico de diabetes); e aferição de pressão arterial.

A ação contará com o suporte de uma Unidade Móvel Odontológica e de uma Unidade Móvel Médico-Ambulatorial. Os moradores da área interessados na consulta com o oftalmologista devem comparecer nesta sexta-feira (5), das 10h às 12h, à Unidade Móvel Médico-Ambulatorial – que já estará posicionada na base social do Prosamim -, para passar pela triagem, uma vez que o número de fichas de atendimento é limitado.

A diretora do Distrito de Saúde Sul, enfermeira Rosa Nobre, explica que durante o mutirão também serão realizadas palestras e distribuição de material informativo sobre Dengue, Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/Aids), Tabagismo, Violência na Adolescência e Saúde do Homem. Como parte das ações educativas na área de Saúde Bucal, serão distribuídos kits de escovação. A distribuição de preservativos masculinos vai integrar o trabalho de orientação sobre DST/Aids.

 De acordo com Rosa Nobre, o mutirão será executado por, aproximadamente, 120 profissionais, incluindo médicos, enfermeiros, cirurgiões-dentistas, farmacêuticos, técnicos de enfermagem, agentes comunitários de saúde, nutricionistas e técnicos de laboratório.

Balanço – No início do mês passado, o Distrito de Saúde Sul já havia realizado um mutirão de saúde, no Parque das Nações, em Flores, quando foram registrados 1.377 atendimentos, incluindo consultas médicas e odontológicas, realização de exames e outros serviços. A ação, que aconteceu nas dependências da Escola Municipal Francisca Pereira de Araújo, também contou com o suporte de uma unidade móvel de saúde da Prefeitura.

Dos 1.377 atendimentos, 144 foram de consultas em pediatria e outras 177 em clínica médica. O atendimento odontológico, realizado na Unidade Móvel, alcançou 287 pessoas, sendo 196 crianças e 91 adultos. Além disso, 50 pessoas passaram pelo atendimento com o oftalmologista (também na Unidade Móvel) para exame de vista. O balanço inclui, ainda, 48 coletas de exame preventivo (Papanicolau) e 25 de exames laboratoriais.

Mortalidade Materna e Saúde da Mulher são temas de evento

quarta-feira, agosto 3rd, 2011

A Prefeitura de Manaus realizou na terça-feira (2), a abertura da II Jornada de Saúde da Mulher e da III Jornada de Combate à Mortalidade Materna. “Profissionais de saúde em busca da melhoria da assistência à saúde da mulher” é o tema central dos dois encontros, que prosseguem até esta quarta-feira (3), no auditório da Reitoria da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), na avenida Djalma Batista, das 8h às 17h. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o objetivo dos dois eventos é promover a atualização dos profissionais da rede municipal e facilitar a troca de experiências sobre os diversos assuntos incluídos na pauta de debates.

A programação do primeiro dia teve a apresentação do panorama das ações de Saúde da Mulher, desenvolvidas pelos profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), e contou com a presença de 250 profissionais de saúde. Também foram realizadas palestras sobre os temas “Saúde da Mulher Idosa”, “Saúde da Mulher Indígena e Negra”, “Saúde da Mulher e Tabagismo”, “Ações de Intensificação do Programa de Controle do Câncer de Útero e Mama” e “Rede Cegonha”.

A diretora do Departamento de Atenção Básica da Semsa, Edylene Santos Pereira, destacou a importância da discussão sobre os avanços e desafios existentes na área da Saúde da Mulher, a partir da integração de profissionais e instituições. “A integração do processo de trabalho e a intersetorialidade é uma das questões em que estamos procurando avançar para melhorar o acesso das mulheres aos serviços de saúde”, ressaltou Edylene Pereira.

O evento contou com a presença das farmacêuticas Verônica Negreiros e Vanusa Beata Peres, representantes do Ministério da Saúde, que discutiram os temas “Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos” e “Logística de aquisição e distribuição dos contraceptivos pelo Ministério da Saúde”.

Segundo Verônica Negreiros, é importante que o profissional de saúde entenda como ocorre o processo de aquisição e distribuição dos medicamentos contraceptivos. “Conhecendo cada etapa do processo, o profissional pode entender melhor a logística do Ministério da Saúde e programar melhor o trabalho desenvolvido junto às mulheres”, destacou a farmacêutica.

A palestrante Vanusa Peres ressaltou a atenção aos Direitos Sexuais e Reprodutivos das mulheres, dando ênfase ao planejamento reprodutivo. “O direito reprodutivo é, antes de mais nada, um direito humano. É preciso oferecer não apenas segurança e eficácia dos métodos contraceptivos, mas também garantir o acesso das mulheres aos serviços. E vamos lembrar que a demanda para a concepção nos serviços também está aumentando, o que também é um direito das pessoas”, explicou Vanusa Peres.

O evento será encerrado nesta quarta-feira, com a abordagem dos temas: Mortalidade Materna; Exames Laboratoriais no Pré-Natal; Manejo clínico da Gestante com Malária; Rede Amamenta Brasil; Hipertensão e Diabetes na Gravidez; Gravidez e Saúde Bucal; Manejo Clínico da Gestante com DST/HIV/Aids; Alimentação e Nutrição Saúde da Mulher; Referência e Contra-Referência; e Acolhimento com Classificação de Risco.

Semsa inaugura albergue na Moura Tapajóz e anuncia Banco de Leite

quarta-feira, agosto 3rd, 2011

A Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz dispõe, agora, de um albergue, com 10 leitos, para hospedar as mães de bebês internados na UTI Neonatal da unidade. Até aqui, as mães que precisavam acompanhar seus recém-nascidos internados precisavam ocupar leitos na enfermaria da maternidade. “Além de garantir um espaço mais adequado e mais confortável para estas mães, a instalação do albergue vai ampliar a capacidade de atendimento da maternidade, liberando os leitos da enfermaria que antes eram destinados a esses casos”, explicou o secretário municipal de Saúde Francisco Deodato.

De acordo com Deodato, o valor investido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) em obras e equipamentos/mobiliário, nesta primeira etapa do projeto de ampliação, foi da ordem R$ 935.694,20. O secretário anunciou que, nos próximos 30 dias, devem ter início as obras para execução da segunda etapa do projeto de ampliação da maternidade, que prevê a construção de uma UTI Materna e do primeiro Banco de Leite da rede municipal de Saúde.

Além do albergue, nesta primeira fase de expansão, a Moura Tapajóz ganhou um solarium, espaço de convivência que poderá ser utilizado pelas mães e, principalmente, pelos bebês que apresentam quadro de icterícia (pele amarelada em decorrência do excesso de bilirrubina no sangue) ao nascer. Bebês com este problema precisam, em muitos casos, ser submetidos à fitoterapia (banho de luz). Os banhos de sol são uma importante medida para a reversão do quadro e, segundo os pediatras, aceleram o tratamento, reduzindo o tempo de internação da criança.

“A Semsa está de parabéns ao se preocupar com o conceito de acolhimento na implantação do albergue. Da forma como foi concebido, o espaço garante um atendimento humanizado àquelas mães que, no período delicado do pós-parto, precisam permanecer na maternidade para acompanhar seus recém-nascidos internados”, destacou a presidente da Sociedade Amazonense de Ginecologia e Obstetrícia, médica Hilka Espírito Santo.

Aleitamento Materno – A apresentação dos dois novos espaços da Moura Tapajóz foi feita na segunda-feira (1º) pelo secretário Francisco Deodato, como parte da programação de abertura da Semana Mundial de Aleitamento Materno. Ainda na maternidade ele participou da tradicional homenagem às doadoras de leite materno, que colaboram com os postos de coleta da rede municipal de Saúde. “O aleitamento materno precisa ser uma ação presente em todos os ambientes da rede pública de saúde. A Prefeitura de Manaus e a Secretaria Municipal de Saúde tratam a questão como prioridade por entenderem a importância que este gesto tem para a saúde das crianças e das mães”, disse o secretário. Ele ressaltou que, em breve, 18 unidades da rede municipal estarão sendo credenciadas pelo Ministério da Saúde como integrantes da Rede Amamenta Brasil, o que significa o total comprometimento de toda a equipe destas unidades, com a promoção do aleitamento materno.

Além do posto de coleta que funciona na própria Maternidade Moura Tapajóz, a rede municipal de saúde tem o serviço funcionando nas Unidades Básicas de Saúde Armando Mendes, do Manôa; Amazonas Palhano, no São José II; e São Francisco, no bairro do mesmo nome. O leite coletado nestas unidades é repassado aos dois Bancos de Leite mantidos pelo Governo do Estado, onde é processado (pasteurizado) para atender a demanda. De janeiro a julho deste ano, no Cantinho do Leite da Moura Tapajóz, foram coletados 211.361 mls de leite humano, 98.840 foram enviados para o Banco de Leite do Estado.

A mãe que mais doou leite aos postos de coleta do município, em 2010/2011, foi Idamília Garcia da Penha, que contribui com 64,8 litros do alimento, coletado no posto da Moura Tapajóz. Pelo gesto, ela foi homenageada, nesta segunda-feira, com a faixa de “Mãe Doadora do Ano”. Em seguida, vieram Natasha Dantas dos Santos, que doou 8 litros no posto de coleta da UBS Amazonas Palhano; Neyre Darlene de Jesus Colares, com 7,2 litros doados ao posto de coleta da UBS Armando Mendes e Célia Ramos Borba, com 3,1 litros doados ao posto de coleta da UBS São Francisco. As quatro receberam uma TV LCD, como forma de agradecimento pelo gesto de apoio à causa do aleitamento materno.

Também foram premiadas as Unidades Básicas de Saúde que se destacaram nas ações de promoção do aleitamento materno, mediante o acompanhamento de bebês (consultas médicas e de enfermagem, serviço social, imunização, entre outros indicadores). Os destaques foram paras as UBSs Amazonas Palhano; Lago do Aleixo, da Colônia Antônio Aleixo; e Redenção, no bairro do mesmo nome. O Distrito de Saúde Leste também se destacou nas ações.

Personagem – Há um ano, a camareira Idamília Garcia Penha viveu momentos de grande preocupação. Sua filha Vitória Sofia nasceu prematura de 7 meses e precisou passar 52 dias internada na Maternidade Moura Tapajóz. Apesar do momento difícil, Idamília não hesitou em aceitar a sugestão da equipe da maternidade e, aproveitando que estava produzindo bastante leite materno, passou a atuar como doadora do alimento para ajudar outras crianças. Ao mesmo tempo, garantia proteção a Vitória, a quem amamentou até os seis meses. “Hoje a minha filha está com um ano, linda e saudável. Doar meu leite foi uma das coisas mais maravilhosas que fiz na vida porque sei que ajudei muitas crianças que, por vários motivos, não puderam receber o leite de suas próprias mães”, disse a camareira, logo após receber a faixa de “Mãe Doadora do Ano 2010/2011”.

Fique por dentro – A Maternidade Moura Tapajóz foi credenciada, em 2010, pelo Ministério da Saúde e o UNICEF como Hospital Amigo da Criança por adotar os Dez Passos para o Aleitamento Materno Bem Sucedido. Em 2009, a Prefeitura de Manaus recebeu o Prêmio Bibi Vogel, também pelas ações de promoção, proteção, apoio e estímulo ao aleitamento materno.

 

 

Prefeitura inicia, nesta segunda, vacinação contra o sarampo

segunda-feira, agosto 1st, 2011

As Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Policlínicas, da Prefeitura de Manaus, e os Centros de Atenção Integral à Criança (CAICs), da rede estadual, começam, nesta segunda-feira (1º), a campanha de vacinação contra o Sarampo, que tem a meta de imunizar, em Manaus, 192.207 crianças, com idade de 1 a menores de 7 anos (6 anos, 11 meses e 29 dias). O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, explicou que a campanha se estenderá até 16 de setembro, mas orientou os pais e responsáveis a não deixarem para levar as crianças ao posto de vacinação somente na reta final da campanha.

A vacinação estará disponível nas UBS, nas Policlínicas e CAICs de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A vacina é a única forma de proteção contra o sarampo, uma doença aguda, altamente contagiosa, que pode facilitar o surgimento de outras doenças como pneumonia e diarreias, evoluindo para um quadro de gravidade, que pode colocar em risco a vida da criança.

A gerente de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Kássia Veras, observa que todas as crianças que estão na faixa etária alvo da campanha de imunização devem ser vacinadas, mesmo aquelas que estão com o esquema de vacinação em dia, ou que tenham recebido a Tríplice Viral recentemente. “A vacina é bem tolerada, podendo apresentar alguns efeitos adversos bem leves, como estado febril e coriza, por exemplo”.

Alerta – Embora a vacina contra o sarampo faça parte da rotina das Unidades de Saúde, devendo ser aplicada em duas doses (a primeira aos 12 meses de idade e, a segunda, de reforço, entre os 4 e 6 anos de idade), o MS adotou, a partir do ano de 1992, uma estratégia que visa erradicar a doença do país. Desde então, em intervalos de 3 a 5 anos, têm sido realizadas as chamadas “campanhas de seguimento”, quando ocorre a vacinação em massa das crianças. O objetivo é alcançar vacinados e não vacinados para diminuir o número de pessoas suscetíveis ao sarampo e reduzir a circulação do vírus da doença no país. 

Este ano, o MS teve uma razão a mais para realizar a campanha voltada para o sarampo: vários países da Europa e América do Norte registram aumento expressivo no número de casos da doença. No caso específico da Europa, o quadro é de epidemia. Em junho, o MS deu início à campanha contra o sarampo, nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Pernambuco, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul. A prioridade dada a esses estados levou em consideração os seguintes critérios: maior fluxo turístico, densidade populacional e baixa cobertura da tríplice viral nos últimos anos. Os demais estados, incluindo o Amazonas, ficaram para a segunda etapa, que tem início no próximo dia 13 de agosto. Em Manaus, a Prefeitura decidiu antecipar as atividades da campanha, para garantir a ampla cobertura vacinal.

Prefeitura abre Semana do Aleitamento Materno

segunda-feira, agosto 1st, 2011

Nesta segunda-feira (1º), Dia Mundial da Amamentação, a Prefeitura de Manaus realizará uma programação especial, na Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz, para marcar a abertura das atividades da Semana Mundial do Aleitamento Materno, em Manaus. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, fará a entrega da primeira etapa do projeto de ampliação da maternidade – que inclui um albergue destinado a acolher mães de recém-nascidos internados na UTI Neonatal e, ainda, um solarium, espaço que ajudará no tratamento de bebês que apresentam icterícia ao nascer. O banho de sol é medida importante para combater o problema.

Em seguida, o secretário participa da tradicional homenagem às doadoras de leite materno, que colaboram com os postos de coleta da rede municipal de Saúde. Serão anunciados os nomes das três mães que doaram as maiores quantidades de leite e elas receberão um prêmio pelo gesto. A que doou a maior quantidade receberá, também, a faixa de “Mãe Doadora do Ano”. Serão premiadas, ainda, as três Unidades Básicas de Saúde que se destacaram nas ações de incentivo à amamentação dos bebês acompanhados na rede pública municipal.

A Maternidade Moura Tapajóz foi credenciada, em 2010, pelo Ministério da Saúde e o UNICEF como Hospital Amigo da Criança por adotar os Dez Passos para o Aleitamento Materno Bem Sucedido. Em 2009, a Prefeitura de Manaus recebeu o Prêmio Bibi Vogel, também pelas ações de promoção, proteção, apoio e estímulo ao aleitamento materno.

Serviço: Abertura da Semana Mundial de Aleitamento Materno

Data/Hora: 1º/08, às 9h

Local: Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz (av. Brasil, nº 2.971, Compensa I, zona Oeste)

VI Conferência Municipal de Saúde elege representantes

segunda-feira, agosto 1st, 2011

A VI Conferência Municipal de Saúde (COMUS), aberta na terça-feira (26), encerrou na sexta-feira (29) com a eleição de 196 delegados (representando usuários, trabalhadores e gestores do SUS), que participarão da etapa estadual da conferência. O último dia da VI COMUS foi marcado, também, pela realização da plenária em que foram aprovadas as propostas discutidas durante toda a semana, para subsidiar a formulação de políticas públicas nos temas: participação da comunidade, gestão pública do SUS e acesso e acolhimento com qualidade e equidade. As propostas foram orientadas pela temática “Todos usam o SUS! SUS na Seguridade Social – Política Pública, Patrimônio do Povo Brasileiro”, que norteia as conferências de saúde deste ano

O secretário municipal de Saúde e presidente do Conselho Municipal de Saúde (CMS), Francisco Deodato, destacou o grande envolvimento dos representantes dos usuários, gestores e trabalhadores tanto na fase preparatória da VI COMUS, quando foram realizadas as pré-conferências, envolvendo os cinco Distritos de Saúde da Capital, quanto no decorrer de toda esta semana, em que a conferência se desenvolveu. “O controle social é um dos princípios fundamentais do SUS e a participação efetiva dos representantes dos três segmentos, bem como a presença de conferencistas, debatedores e expositores de alto nível, asseguraram que a conferência cumprisse seu papel”, afirmou Deodato.

 Avaliação positiva – Participando pela primeira vez da Conferência de Saúde – que acontece a cada quatro anos –, a enfermeira da Estratégia Saúde da Família, Maria Lúcia Caldas, delegada pelo Distrito de Saúde Oeste, frisou que a conferência é um espaço propício para a participação de pessoas que querem contribuir para o crescimento do País. “Pude vivenciar que a COMUS é um evento sério e importante. Pretendo participar das próximas edições. As palestras sobre o SUS foram esclarecedoras e trouxeram mais conhecimento”, disse a enfermeira. 

Para a secretária-executiva do CMS, Maria Nila Azevedo, as conferências de saúde são fóruns que qualificam as pessoas, principalmente as integrantes dos movimentos sociais, que têm a oportunidade de exercer a participação social, registrar seus posicionamentos e perceber que podem provocar mudanças que visem os interesses da população e a melhoria dos serviços de saúde.

A VI Comus representa a etapa local da 14ª Conferência Nacional de Saúde (14ª CNS), que acontecerá de 30 de novembro a 4 de dezembro, em Brasília-DF. União, Estados, municípios e os respectivos conselhos de saúde compartilham a responsabilidade pela realização da 14ª CNS e nas etapas locais, além do tema central e dos eixos temáticos, há espaço para o debate de questões específicas em função da realidade de cada Estado ou município.

As propostas deliberadas para o âmbito municipal serão encaminhadas, por meio de relatório, para o gestor da Semsa. Já as propostas voltadas para a rede estadual e federal constarão no relatório a ser enviado para as discussões e deliberações da Conferência Estadual de Saúde.

Fique por dentro: Os objetivos das conferências de saúde são: avaliar a situação da saúde de acordo com os princípios e as diretrizes do SUS previstos na Constituição Federal e na Lei Orgânica da Saúde; definir diretrizes para a plena garantia da saúde como direito fundamental do ser humano e como política de Estado, que é condicionada e condicionante do desenvolvimento humano, econômico e social; e definir diretrizes para o fortalecimento da participação social na perspectiva da plena garantia da implantação do SUS.

 

Prefeitura promove “Um Dia Contra a Dengue”, nesta sexta

sexta-feira, julho 29th, 2011

A Prefeitura de Manaus promove, nesta sexta-feira (29), “Um Dia Contra a Dengue”, com atividades educativas nos quatro Distritos de Saúde da zona urbana da capital. O dia de mobilização, que passou a ser realizado mensalmente pela Prefeitura, tem uma novidade a partir deste mês de julho: uma equipe do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) estará respondendo, das 14h às 17h, as dúvidas da população sobre a doença e as medidas que devem ser adotadas para preveni-la, por meio do Twitter (@denguecombate).

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, as ações do “Um Dia Contra a Dengue” envolverão mais de 600 servidores e fazem parte da estratégia de mobilização permanente contra a doença, anunciada pela Prefeitura por ocasião do balanço da “Operação Impacto de Combate à Dengue”, em abril. “A programação organizada pelos Distritos de Saúde inclui palestras em escolas e blitze educativas em locais de grande circulação de pessoas, com distribuição de material informativo”, disse Deodato.  

O principal objetivo do “Dia Contra a Dengue” é manter a população atenta, durante todo o ano, às medidas de prevenção que devem ser adotadas no ambiente doméstico e que são fundamentais para evitar a proliferação do mosquito transmissor da doença. Todas as Unidades Básicas de Saúde foram orientadas a reforçar as ações de educação em saúde voltadas para o combate à dengue, junto aos usuários.

De acordo com a programação divulgada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na zona Leste, este mês, as ações vão se concentrar no bairro do São José I. Foi organizada uma blitz educativa, que percorrerá as ruas 4, 5, 6, “J” e Barreirinha, com entrega de panfletos aos moradores. 

Na zona Norte, entre outras atividades, foi programada uma ação na Escola Municipal Jornalista Sabá Raposo, no Monte das Oliveiras, onde a equipe de Educação em Saúde fará uma exposição sobre o ciclo biológico do mosquito Aedes aegypti.  

Na zona Sul, as atividades serão em Adrianópolis, também tendo como foco palestras educativas em escolas do bairro.  Na zona Oeste, os bairros de São Raimundo e Glória foram os escolhidos.

Prefeitura inicia vacinação contra o Sarampo na zona Rural

sexta-feira, julho 29th, 2011

A Prefeitura de Manaus iniciou, na quinta-feira (28), as atividades da campanha de vacinação contra o Sarampo, na área rural da cidade, onde 3.077 crianças deverão ser imunizadas. Uma equipe da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) começou a percorrer, de barco, 6 comunidades ribeirinhas da área do rio Amazonas, levando a vacina Tríplice Viral às crianças de 1 ano a menores de 7 anos. “A antecipação das campanhas de imunização, na zona rural, tem sido uma estratégia bem sucedida adotada pela Prefeitura de Manaus para garantir uma ampla cobertura vacinal nas áreas mais remotas da cidade”, frisou o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato. Na área urbana de Manaus, lembrou Deodato, a vacinação contra o sarampo começa na próxima segunda-feira (1º).

Nesta primeira viagem do barco que leva a equipe de saúde da Semsa, serão vacinadas as crianças das comunidades Jatuarana, Nossa Senhora do Carmo, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Caaramuri/Paraná do Tiago), Tabocal do Guajará (Assentamento Nazaré) e Bonsucesso (São Pedro).  No próximo dia 10, o barco segue para as comunidades do rio Negro. Antes disso, no dia 1º, junto com o início da campanha na zona urbana, a vacinação começará a ser levada às comunidades da zona rural que têm acesso por terra.

Em toda Manaus, a meta da Prefeitura é imunizar contra o sarampo, aproximadamente, 192,2 mil crianças, o que corresponde a 95% da população-alvo. A campanha contra o Sarampo vai até 16 de setembro.

“A vacina é a única forma de proteção contra o sarampo e a Prefeitura espera contar com a adesão dos pais e responsáveis a mais esta campanha de imunização, que tem as crianças como público-alvo”, diz Francisco Deodato. O secretário alerta que o sarampo é uma doença aguda, altamente contagiosa, que pode facilitar o surgimento de outras doenças como pneumonia e diarreias, evoluindo para um quadro de gravidade, que pode colocar em risco a vida da criança.

A gerente de Imunização da Semsa, Kássia Veras, observa que todas as crianças que estão na faixa etária alvo da campanha de imunização devem ser vacinadas, mesmo aquelas que estão com o esquema de vacinação em dia, ou que tenham recebido a Tríplice Viral recentemente. “A vacina é bem tolerada, podendo apresentar alguns efeitos adversos bem leves, como estado febril e coriza, por exemplo”.

Alerta – Embora a vacina contra o sarampo faça parte da rotina das Unidades de Saúde, devendo ser aplicada em duas doses (a primeira aos 12 meses de idade e, a segunda, de reforço, entre os 4 e 6 anos de idade), o MS adotou, a partir do ano de 1992, uma estratégia que visa erradicar a doença do país. Desde então, em intervalos de 3 a 5 anos, têm sido realizadas as chamadas “campanhas de seguimento”, quando ocorre a vacinação em massa das crianças. O objetivo é alcançar vacinados e não vacinados para diminuir o número de pessoas suscetíveis ao sarampo e reduzir a circulação do vírus da doença no país. 

Este ano, o MS teve uma razão a mais para realizar a campanha voltada para o sarampo: vários países da Europa e América do Norte registram aumento expressivo no número de casos da doença. No caso específico da Europa, o quadro é de epidemia. Em junho, o MS deu início à campanha contra o sarampo, nos estados de Alagoas, Bahia, Ceará, Pernambuco, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul. A prioridade dada a esses estados levou em consideração os seguintes critérios: maior fluxo turístico, densidade populacional e baixa cobertura da tríplice viral nos últimos anos. Os demais estados, incluindo o Amazonas, ficaram para a segunda etapa, que tem início no próximo dia 13 de agosto.

Parceria entre Semsa, Semed e Seduc capacita professores

quinta-feira, julho 28th, 2011

A Prefeitura de Manaus, por meio das Secretarias Municipais de Saúde (Semsa) e de Educação (Semed), e em parceria com a Secretaria de Estado da Educação (Seduc), realiza, na quarta e quinta-feira (27 e 28), o curso de “Capacitação de Professores do Programa Saúde na Escola, para Abordagem dos Escolares em Prevenção ao Tabagismo, Situações de Violência Sexual e Controle de Hanseníase”. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o curso tem a participação de 60 professores e está acontecendo no Centro de Formação do Magistério (rua Maceió, s/n°, bairro Nossa Senhora das Graças).

O Programa Saúde na Escola (PSE), resultado de uma parceria entre os Ministérios da Saúde e da Educação, tem como base a integração entre as redes de educação e o Sistema Único de Saúde. Uma das diretrizes do programa prevê a realização de ações destinadas à promoção da saúde e da prevenção, voltada para temas como consumo de álcool, tabaco e outras drogas; expressões de violência; educação sexual e reprodutiva, entre outras.  No ano passado, as atividades desenvolvidas no âmbito do PSE alcançaram, em Manaus, 23 mil escolares.

“Os temas escolhidos para serem abordados na capacitação levam em consideração indicadores importantes, que vêm sendo monitorados pelas autoridades de Saúde”, afirma o secretário Francisco Deodato. Ele cita como exemplo os dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PENSE/IBGE/2009), segundo a qual, em Manaus, 24,4% dos escolares frequentando o 9ª ano do Ensino Fundamental já experimentaram o cigarro. “É alta a probabilidade de que adolescentes fumantes se tornem adultos fumantes, sujeitos a adoecer e até a morrer em decorrência de doenças associadas ao tabagismo”, diz o Deodato. “A escola tem uma contribuição fundamental a dar no trabalho de prevenção relacionado aos temas inseridos na capacitação”, acrescenta.

Os Distritos de Saúde da Prefeitura de Manaus executam várias ações, em parcerias com as escolas municipais e estaduais, como parte do Programa Saúde na Escola. No Distrito de Saúde Sul, por exemplo, esta parceria alcança quatro escolas estaduais (Nossa Senhora das Graças, Monteiro de Souza, Farias Brito e Primeiro de Maio) e 3 municipais (Antônio Mathias Fernandes, Tereza Rosa Abtibol e Padre José de Anchieta), uma Unidade Básica de Saúde e 7 Unidades de Saúde da Família. “Os estudantes recebem atendimento médico, odontológico e de enfermagem e participam de diversas atividades educativas de prevenção”, explica a diretora do Disa Sul, enfermeira Rosa Nobre.

 

Confira a Programação da Capacitação:

 

Dia 27/07

8h – Apresentação do Programa Nacional de Controle do Tabagismo e Objetivos do Curso

8h20 – Aula expositiva dialogada: Relevância da Temática na Educação; Tabagismo: um problema globalizado; Tabagismo entre adolescentes.

10h15 – Oficina: Trabalhando o tema Tabagismo, na Educação

Dia 28/07

8h – Aula expositiva dialogada; Ações de Controle da Hanseníase; Fluxograma de atendimento; Sinais e sintomas para o diagnóstico precoce.

15h15 – Aula expositiva dialogada: A violência sexual e a responsabilidade da escola e do serviço de saúde: conceitos de violência; responsabilidade da escola e dos serviços de saúde; atendimento em saúde.