Archive for the ‘noticias’ Category

No Dia do Índio, Semsa vacina indígenas na área urbana e ribeirinha

sexta-feira, abril 19th, 2013

Para marcar as comemorações do Dia Nacional do Índio, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promoveu na sexta-feira, 19, uma ação de saúde no Parque Nações Indígenas, no Tarumã, zona Oeste de Manaus, onde vivem 1,2 mil famílias indígenas, distribuídas entre 27 etnias. O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explicou que o evento foi realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Serviço Social de Direitos Humanos (Semasdh), disponibilizando para a população indígena ações de imunização, como vacinação e ações de Saúde Bucal, consultas médicas e exames de pressão arterial e de glicemia capilar.

Além dos serviços de saúde, a Semasdh viabilizou no local o cadastro único para o Programa Bolsa Família, promoveu orientações sobre direitos das mulheres, da pessoa idosa e de crianças e adolescentes, oficina de artesanato e orientações jurídicas.

“A ação de saúde em comemoração ao Dia do Índio é uma forma de mostrar que a Prefeitura de Manaus entende que é preciso sempre levar em conta a diversidade existente entre a população de Manaus, que apresenta diferentes demandas na área da saúde. E essas pessoas, com diferentes características, precisam ser acolhidas pelos serviços de saúde, que precisam montar estratégias para atender as necessidades de cada uma”, ressaltou Evandro Melo.

Durante a programação, realizada no Centro Comunitário do Parque Nações Indígenas, houve também a apresentação de dança da etnia Tikuna para recepcionar os trabalhadores da Semsa e da Semasdh. De acordo com o morador Messias Kokama, um dos líderes da comunidade, a dança apresentada é uma das formas utilizadas pelos indígenas para abençoar um dia de trabalho.

“Neste dia de comemoração aos povos indígenas, a realização de ações da Semsa e da Semasdh é importante para chamar a atenção dos indígenas para as questões essenciais de saúde e de serviço social, conscientizando sobre a importância do esforço de todos para a melhoria dos serviços”, destacou Messias Kokama.

Influenza

A ação direcionada para os indígenas também fez parte da programação da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (Gripe), iniciada na segunda-feira, 15, e que tem como meta vacinar 245 mil pessoas na cidade de Manaus.

O dia ‘D’ de mobilização da campanha vai acontecer amanhã, dia 20, no Parque Municipal do Idoso, às 9h, e contará com 873 postos de vacinação em toda a cidade. “Mais de cinco mil profissionais da Semsa e de entidades parceiras estarão trabalhando em postos fixos e volantes, distribuídos em pontos estratégicos da cidade, incluindo shoppings, supermercados e feiras. O mais importante é garantir um fácil acesso da população à vacina”, explicou Evandro Melo.

A campanha tem como público alvo os idosos, crianças de seis meses a menores de dois anos, gestantes, indígenas, as pessoas portadoras de doenças crônicas, e mulheres até o 45º dia após o parto, trabalhadores da saúde e a população presidiária.

Evandro Melo explica que a vacina vai proteger as pessoas contra a gripe sazonal (conhecida como gripe comum) e a gripe influenza A (H1N1). “A campanha tem como público alvo grupos de pessoas mais vulneráveis à gripe, como os indígenas e idosos, e que por isso são considerados como prioritários para a vacinação”, informou Evandro Melo.

Depois da mobilização do dia “D”, a campanha contra Influenza seguirá até o dia 26 de abril e os interessados poderão procurar as Unidades de Saúde da rede municipal para a vacinação.

Câncer Bucal 

A Semsa também vai realizar na manhã deste sábado, dia 20, a mobilização para a Campanha Municipal de Combate ao Câncer Bucal, direcionada para pessoas com mais de 50 anos de idade. A mobilização também vai acontecer no Parque Municipal do Idoso, onde equipes de Saúde Bucal realizarão ações de Educação em Saúde e exames odontológicos, buscando lesões com potencial cancerígeno.

Durante o período da campanha, que deverá ser encerrada dia 26 de abril, os exames também poderão ser feitos nas Unidades Móveis de Saúde Bucal. Os casos suspeitos serão encaminhados para os Centros de Especialidade Odontológica (CEOs).

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Semsa esclarece dificuldades nas chamadas para o Samu 192

sexta-feira, abril 19th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) informa que o telefone da Central de Regulação de Atendimento do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu 192) apresentou problemas durante algumas chamadas telefônicas na manhã da quinta-feira, dia 18.

De acordo com a gerência do Samu, o problema ocorreu por falha no sistema da operadora de telefonia OI, que já foi notificada sobre a situação. A Semsa solicitou que fossem tomadas todas as providências necessárias para normalizar as operações o mais rapidamente possível.

A Semsa orienta a população que, caso não consiga completar a ligação para o 192, o registro das ocorrências seja feito a partir do telefone 190, da Polícia Civil, que irá encaminhar as solicitações para o Samu.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Unidade Móveis de Saúde reiniciam atendimentos na zona Leste

quinta-feira, abril 18th, 2013

O Programa Saúde Manaus Itinerante da Prefeitura de Manaus reinicia, nesta quinta-feira, 18, o atendimento aos moradores da zona Leste com Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Odontológica. Os atendimentos serão realizados até o dia 15 de maio, no pátio do Centro Municipal de Ensino Infantil (Cmei) Dulcineia Tinoco, na Rua Vitória Régia, s/nº, bairro Gilberto Mestrinho.

No local, a comunidade poderá usufruir dos serviços de exames de prevenção ao câncer de colo de útero e ao câncer de mama (preventivo, ultrassonografia e mamografia), além de serviços de profilaxia (limpeza) e aplicação de flúor, restaurações e pequenas cirurgias. Os moradores também poderão se consultar com clínico geral, pediatra e oftalmologista, e realizar exames laboratoriais.

Na zona Norte, o Programa Saúde Manaus Itinerante iniciou na última quinta-feira, 11, o atendimento no bairro Terra Nova. As Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Odontológica estão atendendo na Rua Xavante, Praça Marli Garganta, ao lado da Escola Municipal Profª Marli Garganta até o dia 9 de maio.

Na zona Sul, duas Unidades Móveis de Saúde da Mulher e a Odontológica estão atendendo no Parque do Idoso, bairro Nossa Senhora das Graças. Os veículos permanecarão no local até o próximo dia 26, durante a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe e a Campanha de Prevenção ao Câncer Bucal. Lá, são oferecidos exames de prevenção ao câncer de colo de útero e ao câncer de mama (preventivo, ultrassonografia e mamografia), e os serviços de profilaxia (limpeza) e aplicação de flúor, restaurações e pequenas cirurgias.

Na zona Oeste de Manaus, os moradores da comunidade Ismail Aziz, localizada na BR-174, Km 2,5 (área periurbana de Manaus, zona Oeste) também recebem atendimento das três Unidades Móveis, que estão estacionadas na Travessa Umbu, ao lado da Escola Municipal Ismail Aziz. As unidades móveis ficarão no local até o dia 8 de maio. O horário de funcionamento das unidades é das 8h às 17h.

Locais:

Zona Norte: Rua Xavantes, Praça Marli Garganta, ao lado da Escola Municipal Marli Garganta, bairro Terra Nova – (Saúde da Mulher e Odontológica) – 11 de abril a 09 de maio; Zona Sul: Parque do Idoso, Rua Rio Mar, bairro Nossa Senhora das Graças – (Saúde da Mulher e Saúde Odontológica) -15 a 26 de abril.

Zona Leste: CMEI Dulcineia Tinoco, rua Vitória Régia, s/nº, bairro Gilberto Mestrinho – (Saúde da Mulher e Odontológica) – 18 de abril a 15 de maio.

Zona Oeste: Travessa Umbu, comunidade Ismail Aziz – BR-174, Km 2,5 ao lado da Escola Municipal Ismail Aziz – (Saúde da Mulher, Odontológica e Medico-Laboratorial) – 11 de abril a 08 de maio.

Reportagem: Luciete Pedrosa

Novo modelo de Atenção Primária segue em alinhamento

quinta-feira, abril 18th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promoveu na manhã da quarta-feira, 17, o encontro com os integrantes do grupo coordenador do processo de implantação do novo modelo de Atenção Primária à Saúde. A equipe, formada por gestores de diferentes áreas técnicas da Semsa, vai participar da elaboração, da condução e do monitoramento dos planos de ação para a execução do projeto elaborado através de consultoria do sanitarista Eugênio Vilaça. A intenção é fazer com que 85% dos casos de saúde sejam resolvidos ainda no primeiro atendimento em unidades básicas, impedindo que os hospitais da cidade fiquem lotados.

O encontro aconteceu no auditório da Semsa com coordenação do consultor Eugênio Vilaça, que ministrou palestra sobre os Modelos de Atenção à Saúde com orientações sobre o novo modelo a ser implantado no município de Manaus. Ele explicou os Modelos de Atenção às Condições Agudas (doenças de curta duração e que se manifestam de forma pouco previsível, necessitando de um tempo de resposta rápido e oportuno do Sistema de Atenção à Saúde, como é o caso da dengue e influenza) e o Modelo de Atenção às Condições Crônicas (doenças de curso longo e que exigem intervenções permanentes, e respostas e ações continuadas, proativas e integradas do Sistema de Atenção à Saúde).

Uma das propostas é estabelecer a classificação de risco na Atenção Primária, além da execução de ações de promoção do autocuidado apoiado por profissionais de saúde, da elaboração um sistema eficiente de informações clínicas e da identificação dos recursos existentes na comunidade que possam apoiar no cuidado à saúde da população.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, o objetivo do encontro foi intensificar o trabalho de Alinhamento Conceitual dos profissionais de saúde. “Na terça-feira, 16, reunimos mil profissionais da área de saúde para definir o alinhamento conceitual das Redes de Atenção Primária à Saúde. A finalidade desse trabalho é buscar um consenso sobre as ações que serão executadas ao longo do processo de implantação do novo modelo”, explicou Evandro Melo.

O grupo de coordenação do novo modelo de Atenção Primária à Saúde foi orientado a elaborar, através dos planos de ação, metas de melhoria dos serviços, estabelecer ações prioritárias e um cronograma de execução das atividades, e executar ações de comunicação externa e interna.

“A Semsa vai destacar no novo projeto o remodelamento das redes de Urgência e Emergência, da Rede Cegonha e da Rede de Atendimento às Doenças Crônicas, com destaque para Diabetes e Hipertensão Arterial, padronizando o modelo de atendimento da Atenção Primária à Saúde, aumentando a cobertura de atendimento e integrando, de forma resolutiva, as redes estadual e municipal de Saúde de Manaus”, afirmou Evandro Melo.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Dia Mundial da Voz relembra cuidados necessários

quarta-feira, abril 17th, 2013

No Dia Mundial da Voz, 16 de abril, a fonoaudióloga do Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador (Cerest/Manaus), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Socorro Soares, deu dicas e alertou os profissionais da voz para os cuidados com esse instrumento de trabalho. Professores, padres, vendedores, advogados, profissionais de televendas e recepcionistas são exemplos de pessoas para as quais a comunicação oral é uma parte essencial do seu trabalho.

Segundo a fonoaudióloga, a voz é a mais importante forma de comunicação com grande impacto nas relações sociais e na vida profissional. Só o seu uso correto vai permitir ter uma voz saudável durante toda a vida.

Socorro Soares explica que a voz é algo tão característico e importante como a nossa própria fisionomia e impressão digital e varia de acordo com o sexo, idade, profissão, personalidade, estado emocional e a intenção com que a usamos. “É através da nossa voz que expressamos nossos sentimentos, emoções, ideias e pensamentos”, diz a fonoaudióloga.

Ela ressalta que a voz é considerada muitas vezes como duradoura e infalível e só quando surge uma alteração (rouquidão/cansaço) é que lhe dão o devido valor. A disfonia ou o cansaço vocal não podem ser considerados como “normais” pelos profissionais que utilizam a voz de forma intensa e as medidas e os cuidados a ter devem ser amplamente divulgados. Uma avaliação e uma orientação terapêutica correta permitem corrigir as mais frequentes alterações da voz.

Como manter uma voz saudável

A fonoaudióloga informa que para se ter uma voz saudável é necessário beber bastante água (de seis a oito copos diários), única forma de manter hidratadas as cordas vocais. Mesmo quando emitimos apenas um som as cordas vocais vibram intensamente; a hidratação melhora a produção de muco contribuindo para a sua lubrificação.

Deve-se reduzir e em alguns casos evitar a ingestão de bebidas que podem provocar desidratação das cordas vocais, por exemplo, álcool, café e bebidas com cafeína, chá preto e bebidas gaseificadas. Ao praticar desporto ou exercício físico deve-se beber uma maior quantidade de água.

A fonoaudióloga recomenda não fumar e explica que o tabaco pode provocar cancro do pulmão e cancro da laringe. Tanto nos fumadores como nos “fumadores passivos” as cordas vocais sofrem uma agressão que se traduz por alterações persistentes na qualidade da voz.

Ela também dá outras dicas, como não falar muito alto em locais ruidosos, pois o ruído obriga a aumentar a intensidade da voz comprometendo a sua qualidade. A sensação de garganta seca, cansaço vocal ou o aparecimento de rouquidão obriga a poupar a voz e a não falar. ”Devemos procurar falar no nosso tom. Se esforçarmos a voz falando em tons mais graves ou mais agudos do que o normal, podemos provocar traumatismos nas cordas vocais, que vão provocar rouquidão (disfonia)”, esclarece a fonoaudióloga.

Cerest/Manaus

A fonoaudióloga explica que o Cerest/Manaus é um Centro de Referência Regional em Saúde do Trabalhador ligado ao Sistema Único de Saúde (SUS) e é direcionado aos trabalhadores, independente do seu vínculo empregatício. Ela informa, ainda, que o Cerest/Manaus atende os trabalhadores que são encaminhados pela Rede Primária de Saúde, além dos trabalhadores formais dos setores privados e públicos, trabalhadores informais, autônomos, domésticos, ou mesmo aquele que esteja desempregado, ou acometido de doença relacionada ao trabalho.

As consultas, orientações ou denúncias poderão ser marcadas pelo telefone

3654-1868 ou diretamente no Cerest/Manaus, localizado na Rua Comandante Paulo Lasmar, s/nº, Conjunto Santos Dumont, zona Oeste, no bairro da Paz, das 8h às 17h, ou pelo e-mail: cerest.manaus@pmm.am.gov.br

Reportagem: Luciete Pedrosa

Semsa propõe modelo de Atenção Primária mais resolutivo

quarta-feira, abril 17th, 2013

Resolver 85% das demandas de saúde da população logo no primeiro atendimento e garantir o acesso aos demais serviços. Este é o desafio proposto pela Prefeitura de Manaus para execução de um novo modelo de Atenção Primária à Saúde. A meta foi apresentada durante o seminário de Alinhamento Conceitual,  promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) na terça-feira, 16, no auditório da Nilton Lins. O evento foi direcionado para mil profissionais da área da Saúde, incluindo Semsa e Secretaria de Estado da Saúde (Susam).

Segundo o prefeito Arthur Neto, a realização do seminário de Alinhamento Conceitual da Atenção Primária à Saúde, reunindo mil pessoas comprometidas com a área da Saúde, mostra a necessidade cada vez maior de integração entre diferentes setores da sociedade, não somente Estado e Município.

“O novo modelo de Atenção Primária propõe uma revolução no SUS, onde a integração entre os serviços oferecidos pelo Estado e aqueles oferecidos pelo Município é fundamental para garantir uma resolução efetiva dos problemas de saúde da população. A nossa meta é montar um estrutura onde Atenção Primária seja a porta de entrada dos usuários no sistema de saúde e com esse objetivo vamos trabalhar para que, em quatro anos, 70% da população de Manaus tenham cobertura da Atenção Primária”, afirmou Arthur Neto, lembrando que os outros 30% da população já teriam atendimento através rede particular de saúde.

O secretário Evandro Melo explicou que o seminário foi organizado dentro da programação do projeto de consultoria elaborado pelo sanitarista Eugênio Vilaça, sendo uma das etapas do reordenamento da Rede da Atenção Primária em Saúde no município de Manaus. Segundo ele, o município de Manaus é responsável pela Atenção Primária à Saúde, podendo resolver até 85% das demandas da população.

“A intenção da Semsa é assegurar, através do reordenamento, que essas demandas sejam realmente resolvidas na Rede Básica de Saúde e garantir que as pessoas tenham acesso aos demais serviços que são de responsabilidade dos governos Estadual e Federal. Para isso, é preciso conscientizar os trabalhadores da responsabilidade sanitária que cada um tem em seu território de atuação”, explicou Evandro Melo.

Para o secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, o reordenamento da Atenção Primária à Saúde irá contribuir para a melhoria da qualidade de toda a Rede de Saúde. “A Atenção Primária deve ser a porta de entrada do usuário no sistema de saúde, mas hoje as pessoas ainda procuram primeiramente estabelecimentos de saúde que têm outra função na Rede de Atendimento. Um exemplo é a busca por atendimento em Serviços de Pronto Atendimento (SPAs), que têm a finalidade de oferecer serviços de primeiros socorros e de urgência à comunidade. Porém, 40% das consultas em SPA’s poderiam ser resolvidas na Atenção Básica de Saúde e não necessitariam de atendimento de urgência”, destacou Wilson Alecrim.

O evento ainda  contou com a presença da presidente do Conselho Municipal de Saúde (CMS), Lubélia Freire, além de representantes de instituições de ensino e pesquisa, particulares e públicas, de sindicatos e conselhos representativos de categorias profissionais da área da saúde, e dos conselhos Estadual e Municipal de Saúde.

Novo Modelo

O seminário incluiu palestras sobre Atenção Primária em Saúde e Redes de Atenção em Saúde. Para o sanitarista e consultor Eugênio Vilaça, um dos primeiros passos na execução do novo modelo é estabelecer um consenso entre os profissionais que executam os serviços sobre os conceitos de Atenção Primária e Redes de Atenção. “Não é possível estabelecer um novo modelo sem que as pessoas envolvidas no processo cheguem a um consenso sobre o processo de trabalho. A partir dessa definição, será possível iniciar o processo de mudança e consolidação da integração das redes de serviços”, informou Eugênio Vilaça.

A proposta de novo modelo terá como foco o remodelamento das redes de Urgência e Emergência, da Rede Cegonha (estratégia do Ministério da Saúde, operacionalizada pelo Sistema Único de Saúde fundamentada nos princípios da humanização e assistência das mães e recém-nascidos) e da Rede de Atendimento às Doenças Crônicas, com destaque para Diabetes e Hipertensão Arterial, e doenças renais.

A Semsa também pretende buscar a padronização e definição dos serviços oferecidos em cada unidade de saúde. Serão realizadas oficinas de planejamento estratégico e estudos com análise da mortalidade materna; mortalidade e morbidade em doenças cardiovasculares e por diabetes; análise da morbidade e mortalidade por causas externas, infarto e acidente vascular-encefálico; diagnóstico do modelo da capacidade instalada, estratégia de cobertura da Atenção Primária, entre outras ações.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Ribeirinhos vão ganhar base do SAMU

segunda-feira, abril 15th, 2013

As 1.200 famílias das 26 comunidades às margens do Rio Negro vão ganhar base do Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU), postos de saúde reformados e ampliados, além de dois barcos da saúde com atendimento itinerante, tanto no Rio Negro quanto no Rio Amazonas e serviços de telemedicina. O anúncio foi feito pelo secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, ao acompanhar neste sábado (13), o trabalho das Unidades Móveis do Programa Saúde Manaus Itinerante (Saúde da Mulher e Médico-Laboratorial) que atenderam mais de 600 pessoas, desde a última quinta-feira (11), na zona ribeirinha.

“O objetivo do prefeito Arthur Virgílio Neto é oferecer aos ribeirinhos o mesmo atendimento de saúde que é feito na zona urbana. Não há diferenciação e vamos priorizar as pessoas mais vulneráveis e necessitadas que moram na zona rural. Por isso, pela primeira vez na história da saúde pública,  estamos trazendo serviços nunca levados antes, como mamografia e ultrassom, além de oftalmologistas, com as unidades móveis em cima de balsa, usando nossos rios como estradas para atender a todos. Isso é inédito e estamos vendo de perto a satisfação dos pacientes”, enfatizou o secretário.

O pedreiro Roni Alves de Souza, que mora na comunidade Santa Maria há dois anos, estava ansioso esperando a mulher realizar o ultrassom na unidade móvel. No sexto mês de gravidez, ela somente havia feito uma vez o exame. “Estou muito feliz porque para fazer o primeiro exame, tivemos que sair da comunidade e ir de barco à zona urbana, o que sai caro. Agora, praticamente estou na frente da minha casa aguardando o resultado para saber o sexo do bebê”, comemorou.

Evandro Melo explicou que os benefícios à zona rural chegarão aos poucos. “A base do SAMU na zona fluvial terá uma técnica de enfermagem de plantão para fazer os primeiros socorros e levar o paciente ao hospital. Porque o serviço não é somente de remoção e sim de estabilização do estado de saúde. A ambulância do SAMU ficará no aguardo no porto para transporte ao hospital”, contou.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) irá construir também dois barcos para substituir a Unidade Móvel Fluvial Catuiara, para atender aos moradores dos rios Amazonas e Negro. “Também implantaremos o serviço de telemedicina, para que os exames possam ser avaliados por cardiologistas e outros especialistas online, para que tenhamos mais resolutividade no atendimento na zona rural”, afirmou.

O secretário também ficou de repassar ao prefeito Arthur Neto as reivindicações dos moradores sobre a Escola Municipal Luiz Jorge da Silva que está em reforma há dois anos e os 65 alunos, de 6 a 12 anos, têm que estudar em sala improvisada, sem ar condicionado ou qualquer tipo de conforto.

O presidente da Comissão de Lideranças do Rio Negro, Daniel Araújo, elogiou o atendimento das unidades móveis e os anúncios de novos serviços de saúde na área rural e disse que os ribeirinhos sentiram a diferença nos 100 dias de administração da nova gestão da Prefeitura. “Sentimos as mudanças e temos a certeza de que tudo está melhorando”, salientou.

Rio Amazonas e Rio Negro

Na semana passada, as Unidades Móveis e o Barco Catuiara atenderam mais de 500 ribeirinhos da comunidade Nossa Senhora do Perpetuo Socorro e de outros municípios adjacentes, situados na área do rio Amazonas, que também tiveram a oportunidade de realizar exames especializados como mamografia, ultrassonografia e oftalmologia durante os três dias de atendimentos.

Durante os três dias de atendimentos, as Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Médico-Laboratorial atenderam também 12 comunidades próximas à comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Ao todo, foram realizados 140 mamografia, 31 ultrassonografia, além de 341 consultas com oftalmologista.

No Rio Negro, o atendimento iniciou no dia 11, no Posto de Saúde Mipindiaú. Na sexta (12) foi a vez do Cueiras, no sábado (13), em Santa Maria e neste domingo (14), na Costa do Araras. O horário de funcionamento das unidades é das 8h às 17h.

Locais das Unidades Móveis de Saúde em toda a cidade:

Zona Norte: Rua Xavantes, Praça Marli Garganta, ao lado da Escola Municipal Marli Garganta, bairro Terra Nova – (Saúde da Mulher e Odontológica) – 11 de abril a 09 de maio;

Zona Sul: Parque do Idoso, Rua Rio Mar, bairro Nossa Senhora das Graças – (Saúde da Mulher e Saúde Odontológica) -15 a 26 de abril.

Zona Oeste: Travessa Umbu, comunidade Ismail Aziz – BR-174, Km 2,5 ao lado da Escola Municipal Ismail Aziz – (Saúde da Mulher, Odontológica e Medico-Laboratorial) – 11 de abril a 08 de maio.

Zona Fluvial: Na área do rio Negro, os atendimentos acontecem nesta sexta-feira (12), no Cuieiras; e no sábado (13), em Santa Maria; e no domingo (14), na Costa do Araras.

Reportagem: Cláudia Barbosa

Semsa reúne mil pessoas para alinhamento da Atenção Primária

segunda-feira, abril 15th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realiza nesta terça-feira, 16, das 8h às 17h, no auditório Nina Lins (Avenida Professor Nilton Lins – Parque das Laranjeiras), um seminário de Alinhamento Conceitual da Atenção Primária em Saúde. O evento, que vai reunir mil participantes, faz parte do projeto de consultoria do sanitarista Eugênio Vilaça, determinado pelo prefeito Arthur Neto, e tem como objetivo o reordenamento da Rede da Atenção Primária em Saúde no município de Manaus.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, o seminário de Alinhamento Conceitual foi idealizado para incluir profissionais de saúde da rede municipal, mas também representantes da Secretaria de Estado da Saúde (Susam), de instituições de ensino e pesquisa particulares e públicas, de sindicatos e conselhos representativos de categorias profissionais da área da saúde, e dos conselhos Estadual e Municipal de Saúde.

“A intenção é proporcionar um momento para apresentar a proposta do novo modelo de Atenção Primária, reunindo profissionais que poderão se apropriar das informações sobre esse tema, que irão entender as vantagens das mudanças a serem efetivadas e que vão contribuir para a construção do novo modelo”, explicou Evandro Melo.

O seminário representa uma das etapas iniciais do processo de reordenamento da Atenção Primária em Saúde e que será executado para que a Prefeitura de Manaus possa continuar o trabalho de melhoria da qualidade dos serviços de saúde que são oferecidos para a população, atuando de forma integrada com o governo estadual e com instituições de ensino e pesquisa.

Durante o seminário, serão realizadas palestras sobre o novo modelo de Atenção Primária em Saúde e sobre Redes de Atendimento. Antes do seminário, na segunda-feira, 15, gestores da Semsa e da Secretaria Estadual de Saúde (Susam) participarão de encontro com o consultor Eugênio Vilaça para abordar o tema Rede de Atenção em Saúde.

Novo modelo – O projeto de reordenamento da Atenção Primária em Saúde foi elaborado com o apoio do sanitarista e consultor Eugênio Vilaça, que apresentou novas propostas para resolver questões como a redundância e fragmentação na oferta de serviços nos Estabelecimentos de Saúde, a falta de comunicação entre as redes de saúde e a ausência de padronização nos atendimentos.

A Semsa pretende priorizar o remodelamento das redes de Urgência e Emergência, da Rede Cegonha (estratégia do Ministério da Saúde, operacionalizada pelo Sistema Único de Saúde fundamentada nos princípios da humanização e assistência das mães e recém-nascidos) e da Rede de Atendimento às Doenças Crônicas, com destaque para Diabetes e Hipertensão Arterial.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Campanha contra câncer bucal e contra gripe são iniciadas

segunda-feira, abril 15th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) inicia nesta segunda-feira (15) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza (gripe) e a Campanha de Prevenção ao Câncer Bucal. A meta da campanha da gripe para este ano é imunizar cerca de 245 mil pessoas até o dia 26 de abril, em todas as unidades de saúde da Semsa, sendo o dia 20 de abril, sábado, o dia “D” de Mobilização Nacional contra a Influenza.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, o dia D da campanha terá sua abertura oficial no Parque do Idoso, às 9h, e contará com 873 postos de vacinação em toda a cidade, envolvendo mais de 5 mil pessoas em pontos estratégicos das quatro zonas da cidade. “Além de vacinar os grupos prioritários contra a gripe, a Semsa também vai verificar a saúde bucal das pessoas com mais de 50 anos de idade. A campanha pretende desenvolver ações de Educação em Saúde e promover a realização de exames odontológicos com ênfase na busca de lesões com potencial cancerígeno”, afirmou o secretário.

A vacinação imunizará contra a gripe os idosos, crianças de 6 meses a menores de 2 anos, gestantes, indígenas, pessoas portadoras de doenças crônicas, as puérperas (mulheres no período de até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde e a população presidiária.

A vacina protege contra a gripe sazonal (conhecida como gripe comum) e a gripe influenza A (H1N1), sendo que a criança ou o adulto pode receber outras vacinas do calendário na mesma hora de aplicação da vacina contra a influenza. A orientação é somente utilizar locais de aplicação diferente.

A gerente de Imunização da Semsa, enfermeira Maria das Dores Rodrigues, informa que a Semsa ainda continua realizando o agendamento de vacinação do idoso acamado até esta quarta-feira (17). Para isso, é necessário informar além do nome do responsável e telefone de contato, nome do idoso, idade, endereço completo (com indicação de ponto de referência) e o problema de saúde do acamado.

O agendamento pode ser feito na unidade de saúde mais próxima da casa do idoso ou pelo telefone 0800-280-8-280, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h. As unidades de saúde funcionam, em horário normal, das 7h30 às 18h, e as de horário estendido, das 18h às 21h, e aos sábados, das 7h às 17h. O período de vacinação dos acamados acontece de 15 a 19 de abril e de 22 a 24 de abril.

A enfermeira informa que é muito importante que as famílias sejam criteriosas e só façam a solicitação do serviço naqueles casos em que o idoso esteja realmente impossibilitado de comparecer à unidade de saúde para receber a vacina. Para agendar a vacinação do idoso acamado, a pessoa que ligar deverá fornecer, além do próprio nome e CPF, as seguintes informações sobre o idoso: nome, número de documento de identidade e endereço completo (se possível, com indicação de pontos de referência). É necessário informar, também, o problema de saúde do acamado.

Câncer Bucal

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, as ações da campanha contra o câncer bucal serão executadas por cirurgiões dentistas nas Unidades Básicas de Saúde e uma equipe de profissionais também estará disponível para realizar os exames no Parque Municipal do Idoso, das 8h às 17h, no dia 20 de abril. Os exames ainda poderão ser realizados nas Unidades Móveis de Saúde Bucal. Os casos suspeitos serão encaminhados para os Centros de Especialidade Odontológica (CEOs), que integram a Rede de Atenção Primária de Manaus, para confirmar ou não o diagnóstico.

O câncer bucal surge com tumores malignos que atingem a boca e parte da garganta, podendo se desenvolver nos lábios, na língua, céu da boca, gengiva amígdala e glândulas salivares.

De acordo com a gerente da Rede de Saúde Bucal da Semsa, Shirley Maria de Araújo Passos, a doença é mais frequente entre indivíduos do sexo masculino e na faixa etária acima dos 50 anos. “Os riscos aumentam quando há associação com o uso de álcool e cigarro, além da má higiene bucal e uso de próteses dentárias mal-ajustadas”, explica Shirley Passos.

As lesões suspeitas podem ser identificadas em exames de rotina da cavidade oral realizados pelo cirurgião dentista, prevenindo o desenvolvimento do câncer bucal. Os sinais de alerta são feridas que não cicatrizam nos lábios e na boca, machas brancas ou avermelhadas nas gengivas, língua ou mucosa oral, tumorações ou endurações (caroços) na região da boca ou pescoço. O exame regular deve ser feito pelo menos uma vez ao ano.

Reportagem: Luciete Pedrosa

Semsa forma 33 especialistas em Saúde da Família

segunda-feira, abril 15th, 2013

Trinta e três profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) concluíram na manhã da sexta-feira (12), o curso de Especialização em Saúde da Família, executado em parceria com a Universidade Federal do Amazonas (Ufam). A defesa pública do trabalho final do curso aconteceu no auditório da Escola de Enfermagem, no Adrianópolis, quando os alunos apresentaram projetos de pesquisa e projetos de intervenção.

O curso reuniu profissionais médicos, enfermeiros, assistentes sociais e odontólogos que atuam em Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs). De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, a especialização resultou em projetos que poderão ser executados nos territórios das UBSF’s,  beneficiando a população atendida em diferentes áreas da saúde.

“A qualificação dos profissionais que atuam na Estratégia Saúde da Família também permite que a Semsa possa incluir essas pessoas no processo de construção de um novo modelo de Atenção Primária em Saúde, com mais qualidade e maior resolutividade dos problemas da comunidade. Esses profissionais, que atuam em diferentes zonas geográficas de Manaus, poderão liderar esse processo nos seus territórios e contribuir na conscientização sobre a importância desse novo modelo”, informou Evandro Melo.

Para o coordenador acadêmico do curso, professor Esron Rocha, a especialização procurou incentivar a interação entre as atividades de ensino e as ações dos serviços de saúde, buscando a melhoria da qualidade dos serviços. “O curso proporcionou aos profissionais um espaço para reflexão das práticas de trabalho e permitiu a aquisição de novos conhecimentos, o que irá ajudar na execução dos serviços de saúde”, informou Esron Rocha.

Um dos trabalhos apresentados foi o da enfermeira Anete Dantas, da UBSF – Norte 14, com o tema “Implantação do Atendimento à Adolescente Grávida”. O projeto será executado na comunidade de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro com o objetivo de criar um novo fluxo de atendimento e oferecer atendimento específico para as adolescentes grávidas, que hoje são atendidas dentro do programa Saúde da Mulher.

“A nossa intenção é abrir um espaço específico para as adolescentes grávidas, montando estratégias para discutir temas como a saúde sexual e reprodutiva, direcionado para esse público”, destacou Anete Dantas.

A Semsa já está planejando a realização de mais duas especializações, uma na área de Vigilância Sanitária e outra em Gestão de Urgência.

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Unidades Móveis de Saúde iniciam novos atendimentos

sexta-feira, abril 12th, 2013

O Programa Saúde Manaus Itinerante da Prefeitura de Manaus inicia, nesta segunda-feira, 15, novo atendimento com duas Unidades Móveis de Saúde, no Parque do Idoso, Nossa Senhora das Graças,  zona Sul. As duas unidades móveis de saúde, a da Mulher e a Odontológica, ficarão estacionadas no Parque do Idoso até o próximo dia 26 com a oferta de exames de prevenção ao câncer de colo de útero e ao câncer de mama (preventivo, ultrassonografia e mamografia), além de serviços de profilaxia (limpeza) e aplicação de flúor, restaurações e pequenas cirurgias.

Na zona Norte, o Programa Saúde Manaus Itinerante iniciou, na última quinta-feira, 11, atendimento no bairro Terra Nova. As Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Odontológica estão atendendo na rua Xavante, Praça Marli Garganta, ao lado da Escola Municipal Professora Marli Garganta.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, neste novo local, as unidades móveis ficarão atendendo até o dia 9 de maio com a oferta de exames de prevenção ao câncer de colo de útero e ao câncer de mama (preventivo, ultrassonografia e mamografia), além de serviços de profilaxia (limpeza) e aplicação de flúor, restaurações e pequenas cirurgias.

Rio Negro

Na área ribeirinha do rio Amazonas, as Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Médico-Laboratorial também realizaram atendimento de quinta-feira, 11, a domingo, 14, juntamente com a Unidade Móvel de Saúde Fluvial (o barco Catuiara), que faz atendimentos quinzenalmente aos ribeirinhos, numa parceria entre a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJA).

Esta foi a primeira vez que os moradores da região do rio Negro tiveram acesso aos exames especializados de mamografia, ultrassonografia e oftalmologia. Na semana de 5 a 7 de abril, mais de 500 ribeirinhos da área do rio Amazonas foram beneficiados com os serviços das Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Médico-Laboratorial.

O horário de funcionamento das unidades é das 8h às 17h.

Locais:

Zona Norte: rua Xavantes, Praça Marli Garganta, ao lado da Escola Municipal Marli Garganta, bairro Terra Nova – (Saúde da Mulher e Odontológica) – 11 de abril a 09 de maio;

Zona Sul: Parque do Idoso, rua Rio Mar, bairro Nossa Senhora das Graças – (Saúde da Mulher e Saúde Odontológica) -15 a 26 de abril.

Zona Oeste: Travessa Umbu, comunidade Ismail Aziz – BR-174, Km 2,5 ao lado da Escola Municipal Ismail Aziz – (Saúde da Mulher, Odontológica e Medico-Laboratorial) – 11 de abril a 08 de maio.

Zona Fluvial: Na área do rio Negro, os atendimentos acontecem nesta sexta-feira (12), no Cuieiras; e no sábado (13), em Santa Maria; e no domingo (14), na Costa do Araras.

Saúde supera as metas dos 100 dias

sexta-feira, abril 12th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) ultrapassou as metas estabelecidas para os primeiros 100 dias de governo, com ações prioritárias, integradas e resolutivas, levando em consideração o perfil epidemiológico da cidade de Manaus. “A intenção foi executar ações para ampliar o acesso da população aos serviços básicos de saúde, melhorando o controle sobre as doenças mais relevantes no município e garantindo mais qualidade de vida para a população”, resumiu o secretário da Semsa, Evandro Melo.

Horário Ampliado nas UBSs

Uma das ações foi ampliar o horário de atendimento em Unidades Básicas de Saúde, estendendo-o até às 21h de segunda a sexta-feira das 7h às 17h aos sábados. Inicialmente, duas unidades em cada distrito de saúde (um total de oito unidades) atuariam com o horário estendido. Mas já são 10. Nos dois primeiros meses de horário ampliado, houve um incremento de 99,71% nas consultas médicas e 110,4% no total de atendimentos odontológicos.

Saúde Itinerante

Nos locais chamados de vazios assistenciais a estratégia utilizada pela Semsa foi o fortalecimento das ações do Programa Saúde Manaus Itinerante, que ofereceu serviços através das Unidades Móveis de Saúde da Mulher, de Saúde Odontológica e Médico-Laboratorial. No total, foram realizados 19.316 procedimentos, incluindo ações como consultas médicas, ultrassonografias, mamografias, preventivos, aferição de pressão arterial, vacinação e exames laboratoriais, entre outros serviços.

Diabetes e hipertensão

O Plano dos 100 dias também deu destaque para doenças que provocam grande impacto junto à população de Manaus. É o caso da Diabetes, principal motivo da permanência de pacientes em hospitais por doenças crônicas, e da Hipertensão, maior causa de morte de pessoas por problemas cardiovasculares entre a população de Manaus. No mês de março foi registrado um incremento de 76,6% de pacientes hipertensos e diabéticos cadastrados de acordo com o Datasus, sistema de informação do Ministério da Saúde que disponibiliza informações sobre a Hipertensão e Diabetes, em relação a dezembro de 2012.

Redução de custos

A Semsa também conseguiu reduzir em 35,8% os custos financeiros, em um total de R$ 548.470,89, como foi recomendado pelo prefeito Arthur Virgílio Neto. Houve ainda a reorganização da frota de veículos da Semsa, com otimização de rotas e uso racional dos veículos oficiais, resultando em economia de aproximadamente R$ 380.000,00 neste ano.

Unidades de Saúde da Família terão Academia da Saúde

sexta-feira, abril 12th, 2013

O prefeito Arthur Neto entregou uma nova Unidade Básica de Saúde (UBS 46), no bairro Zumbi II, zona Leste,  na tarde desta quinta-feira, 11, quando anunciou que a prefeitura de Manaus irá ampliar o espaço transformando em um Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF).

Esses espaços serão os novos modelos das casas de saúde nesta gestão. Eles terão de 350 a 600 metros quadrados, com três a quatro equipes da Estratégia Saúde da Família e ainda vão ganhar Academia da Saúde e parque infantil para entretenimento e lazer das crianças.

“Teremos equipes com professores de educação física, nutricionistas, psicólogos, fisioterapeutas que trabalharão juntos com os médicos, enfermeiros, dentistas e agentes comunitários de saúde. Queremos preservar a saúde e não tratar somente a doença. As crianças também terão um espaço de lazer para práticas de brincadeiras saudáveis, para colaborar com seu desenvolvimento”, ressaltou o prefeito Arthur Neto.

Durante a inauguração, o prefeito Arthur Neto destacou o fato de que a prefeitura tem procurado atuar na ampliação do acesso da população aos serviços básicos de saúde e estabelecendo ações que possam ter impacto na melhora da qualidade vida das pessoas.

O prefeito disse ainda, que a Secretaria Municipal de Saúde – Semsa deve inaugurar 40 NASF, sendo 10 ainda este ano. A meta é que cada NASF ofereça apoio a três ou quatro equipes da Estratégia Saúde da Família, que farão o encaminhamento do paciente quando necessário.

“O atendimento a ser oferecido por cada NASF vai depender da necessidade identificada pelas equipes da Semsa e de acordo com o perfil de cada comunidade. A meta é atender 100% da população da área de abrangência e ainda conseguir resolver 85% dos problemas de saúde”, ressaltou.

Novo modelo

De acordo com o secretário de saúde , Evandro Melo, a Semsa está implantando um novo modelo de gestão, da Rede de Atenção Primária, que pretende dar ênfase também para o remodelamento das redes de Urgência e Emergência, da Rede Cegonha (estratégia do Ministério da Saúde, operacionalizada pelo Sistema Único de Saúde fundamentada nos princípios da humanização e assistência das mães e recém-nascidos) e da Rede de Atendimento às Doenças Crônicas, com destaque para Diabetes e Hipertensão Arterial, dando prioridade às zonas Norte e Leste de Manaus.

“A mudança no modelo de atendimento é um desafio que precisa ser enfrentado e a Prefeitura de Manaus, por meio da Semsa, pretende realizar os trabalhos de forma alinhada com a Secretaria Estadual de Saúde, realizando o trabalho de forma integrada e que possa beneficiar a população”, concluiu.

Semsa capacita profissionais no dialeto creole para atender haitianos

quinta-feira, abril 11th, 2013

Para oferecer atenção diferenciada no atendimento e promover o acesso ao Sistema Único de Saúde (SUS) aos milhares de haitianos que vivem em Manaus, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciou, na manhã da quarta-feira (10), o Curso Básico em Dialeto Creole para os profissionais de saúde. O dialeto creole (derivado do Francês) é uma das línguas oficiais do Haiti.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, a capacitação dos profissionais de saúde no dialeto Creole é uma estratégia da Semsa para facilitar a comunicação dos profissionais de saúde com os haitianos em relação à oferta de serviços nas Unidades Básicas de Saúde.

“A proposta do curso é capacitar 80 profissionais de saúde e assegurar que estejam preparados para atender os haitianos, para isso foi criado um manual em criolês, que contém frases curtas e expressões comuns no cotidiano dos profissionais de saúde”, explica o secretário.

A capacitação dos profissionais de saúde no dialeto creole está sendo organizada pelo Núcleo de Saúde do Homem e Grupos Especiais da Semsa em parceria com os Distritos de Saúde Norte, Sul, Leste e Oeste.  O curso acontece até sexta-feira (12), das 8h às 12h (primeira turma) e das 14h às 17h (segunda turma), no auditório do Sindicato dos Metalúrgicos, na av.  Duque de Caxias, 958, bairro Praça 14 de Janeiro, zona Sul da cidade.

Ministério da Saúde certifica 18 UBSs em Manaus

quinta-feira, abril 11th, 2013

Dezoito Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município de Manaus receberam na quarta-feira (10) a certificação como integrantes da Rede Amamenta Brasil. A cerimônia de entrega dos certificados aconteceu no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na Avenida Mário Ypiranga, às 11h, com a presença do secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, da secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Goreth Garcia Ribeiro, representando o prefeito Arthur Virgílio Neto, e do coordenador da Área Técnica de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde (MS), Paulo Vicente Bonilha Almeida.

A certificação é um reconhecimento do Ministério da Saúde de que as UBSs realizam ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno, estimulando e estabelecendo estratégias para o aumento dos índices de aleitamento materno em todo o Brasil.

Durante o evento, Paulo Vicente Bonilha Almeida afirmou que o município de Manaus está entre as cidades brasileiras com melhor índice de aleitamento materno e que a certificação das UBSs é uma forma de reconhecer o trabalho desenvolvido. “O mais importante é a colaboração e integração das ações desenvolvidas pelos governos federal, estadual e municipal, na busca por capacitar profissionais e priorizando a Atenção Básica de Saúde”, destacou o coordenador.

Enquanto a média nacional é de 41% de crianças menores de seis meses em aleitamento materno exclusivo, o município de Manaus tem um índice de 51,53%. Evandro Melo informou que a Semsa também já está realizando o monitoramento e acompanhamento das ações de apoio ao aleitamento materno em outras 36 UBSs, que deverão iniciar o processo de credenciamento para a Rede Amamenta Brasil ainda no segundo semestre de 2013. “O nosso objetivo final é certificar 120 Unidades de Saúde do município de Manaus”, explicou.

Segundo ele, a certificação é um momento importante porque valoriza o trabalho realizado nas Unidades de Saúde, além de representar um dos compromissos da Prefeitura de Manaus que é priorizar a Atenção Básica de Saúde com ações resolutivas e de qualidade, atuando na prevenção de doenças e na humanização do acolhimento. “Além do aleitamento materno, é importante investir em ações de pré-natal, no parto humanizado e intensificar o trabalho intersetorial para oferecer melhor qualidade de vida para a população”, afirmou Evandro Melo.

O Ministério da Saúde certificou sete UBSs no Distrito de Saúde Oeste (UBS Ajuricaba, UBS Bairro da Paz, UBS Deodato de Miranda Leão, UBS Maria Ida Mentoni, UBS Luiz Montenegro, UBS Mansour Bulbol e UBS Redenção; quatro UBSs no Distrito Sul (UBS Lourenço Borghi, UBS Theodomiro Garrido, UBS São Francisco e UBS Lúcio Flávio Dias); três no Distrito Norte (UBS Armando Mendes, UBS Áugias Gadelha e Policlínica Anna Barreto); e quatro no Distrito Leste (UBS Lago do Aleixo, UBS Geraldo Magela, UBS José Amazonas Palhano e UBS Maria Leonor Brilhante).

Critérios

Para integrar a Rede Amamenta Brasil, cada UBS precisa cumprir diversos critérios, incluindo a participação de no mínimo 80% da equipe de profissionais (nível fundamental, médio e superior) em uma Oficina de Trabalho em Aleitamento Materno e a realização de ações de monitoramento de indicadores de aleitamento em sua área de abrangência.

Entre os benefícios do aleitamento materno exclusivo nos seis primeiros meses de vida, é possível citar melhora da qualidade de vida da criança, redução do risco de adoecimento e morte, aumento nas chances de estabelecer um bom vínculo com a mãe. A mulher tem benefícios como redução nos riscos de ter complicações após o parto ou de desenvolver doenças como o câncer de mama, câncer de ovário ou diabetes; e a família é beneficiada com a economia no gasto com a compra de leite e os laços afetivos são reforçados.

Prefeitura inaugura três Unidades Básicas de Saúde da Família

quinta-feira, abril 11th, 2013

A Prefeitura de Manaus inaugurou na quarta-feira (10) três Unidades Básicas de Saúde da Família, a Sul 05 (UBSF S-05), no São Geraldo, a Oeste 18 (UBSF O-18), na Compensa III e a Oeste 11 (UBSF O-11), no Nova Esperança II. As UBSFs foram construídas no padrão ampliado com 130 metros quadrados e vão atender doze mil pessoas no modelo de ações da Estratégia Saúde da Família.

Durante a cerimônia de inauguração, o prefeito Arthur Neto destacou o fato de que a Prefeitura de Manaus, em 100 dias de atuação, tem procurado atuar na ampliação do acesso da população aos serviços básicos de saúde e estabelecendo ações que possam ter impacto na melhora da qualidade vida das pessoas que precisam do Sistema Único de Saúde (SUS).

“Nós estamos investindo em obras concretas, como a melhoria da estrutura das Unidades de Saúde, na oferta de novos serviços na Atenção Básica, levando os serviços de saúde para a população da área ribeirinha, e ouvindo a população para definir aquilo que precisa ser feito para construir uma cidade melhor”, destacou Arthur Neto.

As UBSFs foram inauguradas com uma equipe de profissionais formada por médico, enfermeiro, dois técnicos de enfermagem, um odontólogo, sete agentes comunitários de saúde, um atendente de consultório dentário e um agente de endemias. Além dos serviços de consultas médicas, de enfermagem e visitas domiciliares, as UBSFs oferecem atendimento odontológico, serviços de coleta de exames, imunização, farmácia, nebulização e curativo.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, as inaugurações fazem parte do projeto da Semsa de entregar para a população, ainda em 2013, um total de 20 Unidades Básicas de Saúde da Família ampliadas e com novos serviços.

O objetivo é oferecer condições para que as equipes de profissionais possam ampliar a própria capacidade de resolver os problemas de saúde da comunidade, e, a partir daí, garantir o acesso aos demais serviços que a Atenção Básica não oferece.

“Atualmente, cobertura de atendimento do município de Manaus é de 30% da população. A nossa meta é, ao final de quatro anos de governo, ampliar para 70%, sendo que a Atenção Básica é capaz de resolver até 80% dos problemas de saúde da população”, informou Evandro Melo.

Construtoras com focos de dengue são multadas em até R$ 14,9 mil

quarta-feira, abril 10th, 2013

Equipes de fiscais da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio do Departamento de Vigilância Sanitária (Dvisa), estão intensificando as vistorias em diversos canteiros de obras e autuando várias construtoras com multas no valor mínimo de 200 UFM (Unidade Fiscal do Município – cada unidade equivale a R$74,63), o que corresponde a R$ 14.926, com prazo de apenas três dias para a correção das irregularidades. A meta é acabar com os focos do mosquito da dengue, o Aedes aegypti.

A operação está sendo realizado por 504 agentes de endemias e de saúde de todos os distritos de saúde da cidade (Norte, Sul, Leste e Oeste) e faz parte das ações emergenciais da Prefeitura de Manaus para evitar o crescimento do número de casos de dengue na cidade, que já chegam a 7.748 notificados, com cinco óbitos e uma sexta morte sendo investigada por laboratório.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, no dia 11 de março, a Semsa lançou um Plano de Mídia da Dengue, com o tema “Dengue, vamos colocar um ponto final nessa história” e incluiu entre as prioridades uma cartilha direcionada para a construção civil, orientando sobre as medidas para evitar a dengue nos canteiros de obras.

“Ensinamos como tratar o pavimento térreo, as lajes e outros locais que acumulem água, além da aplicação de cal e cloro e como fazer um checklist em locais ou objetos que podem abrigar o mosquito”, informou o secretário, acrescentando que, na semana passada, prorrogou a Operação Impacto de Combate à Dengue até o dia 30 de abril, com a intensificação de vistoria também em imóveis, incluindo escolas, órgãos públicos e ferros-velhos.

Nos canteiros de obras, segundo o chefe da Divisão de Engenharia Sanitária, Pedro Contente, caso sejam observados criadouros, a construtora será autuada e multada. “Estamos tentando sensibilizar um setor econômico muito importante e em expansão em Manaus, pois sabemos que a aplicação de multa é o último recurso que a Saúde possui para que todos façam a sua parte no combate a dengue”, explicou.

Ele cita como exemplo a vistoria feita no empreendimento Gran Vista (da Construtora Direcional), bairro da Ponta Negra, onde os agentes coletaram larvas do mosquito em vários ambientes do canteiro e constataram criadouros de dengue em caixas de drenagem sem escoamento.

Semsa prepara Campanha de Prevenção ao Câncer Bucal

quarta-feira, abril 10th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) inicia na próxima semana a Campanha Municipal de Prevenção do Câncer Bucal, marcada para o período de 15 a 26 de abril. Tendo como público alvo pessoas com mais de 50 anos de idade, a campanha pretende desenvolver ações de Educação em Saúde e promover a realização de exames odontológicos com ênfase na busca de lesões com potencial cancerígeno.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, as ações da campanha serão executadas por cirurgiões dentistas nas Unidades Básicas de Saúde e uma equipe de profissionais também estará disponível para realizar os exames no Parque Municipal do Idoso, das 8h às 17h. Os exames ainda poderão ser realizados nas Unidades Móveis de Saúde Bucal. Os casos suspeitos serão encaminhados para os Centros de Especialidade Odontológica (CEOs), que integram a Rede de Atenção Primária de Manaus, para confirmar ou não o diagnóstico.

A Campanha Municipal de Prevenção do Câncer Bucal vai acontecer no mesmo período da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza H1N1, marcada no período de 15 a 26 de abril. O dia “D” de mobilização das duas programações vai acontecer no dia 20 de abril, no Parque Municipal do Idoso, às 9h. “A Campanha contra Influenza H1N1 também tem entre seu público alvo pessoas idosas e a Semsa vai aproveitar a mobilização que já vem sendo realizada pelos profissionais de saúde para atingir o maior número possível de pessoas com mais de 50 anos de idade na prevenção ao câncer bucal”, informa Evandro Melo.

Doença

O câncer bucal surge com tumores malignos que atingem a boca e parte da garganta, podendo se desenvolver nos lábios, na língua, céu da boca, gengiva, amígdala e glândulas salivares.

De acordo com a gerente da Rede de Saúde Bucal da Semsa, Shirley Maria de Araújo Passos, a doença é mais frequente entre indivíduos do sexo masculino e na faixa etária acima dos 50 anos. “Os riscos aumentam quando há associação com o uso de álcool e cigarro, além da má higiene bucal e uso de próteses dentárias mal ajustadas”, explica Shirley Passos.

As lesões suspeitas podem ser identificadas em exames de rotina da cavidade oral realizados pelo cirurgião dentista, prevenindo o desenvolvimento do câncer bucal. Os sinais de alerta são feridas que não cicatrizam nos lábios e na boca, machas brancas ou avermelhadas nas gengivas, língua ou mucosa oral, tumorações ou endurações (caroços) na região da boca ou pescoço. O exame regular deve ser feito pelo menos uma vez ao ano.

H1N1

A Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza H1N1 também vai acontecer entre os dias 15 a 26 de abril. A meta da Semsa é vacinar 245 mil pessoas em Manaus e o público alvo são idosos, crianças de 6 meses a menores de 2 anos, gestantes, indígenas, pessoas portadoras de doenças crônicas, puérperas (mulheres no período de até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde e população carcerária.

Desde o dia 1º de abril, a Semsa está realizando o agendamento da vacinação para idosos acamados e que não têm possibilidade de se deslocar até um posto de vacinação. As solicitações podem ser feitas pelo telefone 0800-280-8-280 até o dia 17 de abril, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h.

Unidades Móveis de Saúde atendem mais de 500 ribeirinhos

quarta-feira, abril 10th, 2013

Pela primeira vez, mais de 500 ribeirinhos da comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e de outros municípios adjacentes, situados na área do rio Amazonas, tiveram a oportunidade de realizar exames especializados como mamografia, ultrassonografia e oftalmologia durante os três dias de atendimentos das duas Unidades Móveis de Saúde da Prefeitura de Manaus, no último fim de semana.

Os atendimentos foram realizados de sexta-feira (5) a domingo (8) pelas Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Médico-Laboratorial, que viajaram em cima de balsas, levando exames especializados aos ribeirinhos e também aos moradores de Itacoatiara, Autazes e Careiro. Os atendimentos foram reforçados juntamente com a Unidade Móvel de Saúde Fluvial (o barco Catuiara), que é operada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) em parceria com o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJA).

Durante os três dias de atendimentos, as Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Médico-Laboratorial atenderam também 12 comunidades próximas a comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Ao todo, foram realizados 140 mamografia, 31 ultrassonografia, além de 341 consultas com oftalmologista.

O esforço da Prefeitura de Manaus em proporcionar atendimento médico especializado aos moradores da área ribeirinha foi reforçado com a Unidade Móvel de Saúde Fluvial (Catuiara), que oferece serviços de vacinação da gripe e de rotina em idosos e crianças, além de exames laboratoriais e odontológicos.

Rio Negro

A Unidade Móvel Fluvial (Catuiara) e as Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Médico-Laboratorial têm atendimentos agendados, no período de 11 a 14 de abril, na área do rio Negro, onde cerca de 2,5 mil famílias também deverão ter acesso aos exames especializados de mamografia, ultrassonografia e oftalmologia.

Na área do rio Negro, os atendimentos iniciam na próxima quinta-feira (11), no Posto de Saúde do Mipindiaú; na sexta-feira (12), no Cuieiras; no sábado (13), em Santa Maria; e no domingo (14), na Costa do Araras.

Arthur diz que ribeirinhos não serão mais abandonados

segunda-feira, abril 8th, 2013

Mais de 300 pessoas, inclusive de municípios adjacentes como Itacoatiara,Autazes e Careiro, procuraram, no sábado (6), atendimento médico e exames especializados nas duas Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Médico Laboratorial que foram, pela primeira vez, em balsa atender os moradores da Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, o bairro da área ribeirinha mais longe de Manaus, a 80 km da zona urbana.

O prefeito Arthur Virgílio Neto e o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, estiveram pessoalmente conferir os serviços oferecidos, feitos junto com a Unidade Móvel Fluvial, o  Barco Catuiara, que também tem equipes de saúde para atender quinzenalmente os ribeirinhos. “Vamos continuar avançando na saúde e eu quero que esses moradores ribeirinhos se sintam cidadãos plenamente. Eles estavam largados, abandonados e vamos dar toda a atenção necessária para que eles possam ter uma vida digna”, declarou Arthur Neto, que conferiu de perto o atendimento, recebendo exame oftalmológico e a aplicação da vacina da gripe.

O prefeito ouviu muitas reclamações de pais de alunos que estudavam na Escola Municipal Nossa Senhora do Carmo, devido ao calor, porque não há ar condicionado nas salas de aula. “Isso é um absurdo. Vamos colocar essa escola em terra firme e dotá-la de toda a infraestrutura para que os estudantes tenham uma escola de qualidade, inclusive com quadra poliesportiva”, assegurou.

Arthur Neto conversou com os moradores, que agradeceram a oportunidade de ter exames de mamografia e ultrassom “praticamente na porta de casa”. O vice-presidente da Associação dos Moradores de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Jaime Júnior Cortez, disse que nunca viu um prefeito de perto. “O posto de saúde daqui foi construído pelo Arthur, em 1992 e depois nunca mais foi reformado. O prefeito assumiu e já reformou. Estamos muito satisfeitos”, comemorou.

De acordo com o secretário Evandro Melo, as unidades móveis atenderão também 12 comunidades próximas a comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, que totalizam cerca de 2.500 famílias. “E, se for necessário, vamos facilitar a marcação de cirurgias em Manaus, para que as pessoas recebam o resultado do exame e possam se tratar”, afirmou.

Entre os exames oferecidos pela Prefeitura nas unidades móveis estão mamografia e ultrassonografia, além de exames oftalmológicos e também vacinação da gripe e de rotina em idosos e crianças, além de exames laboratoriais.

A dona de casa Rosalva Moreira da Silva, de 64 anos, veio de Itacoatiara quando soube das unidades móveis. ”Nunca fiz mamografia na minha vida. Estou tendo a oportunidade de fazer e estou muito feliz, porque posso  saber se estou boa de saúde bem próximo do meu município”, afirmou.

Neste domingo (7), as Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Médico-Laboratorial seguem para a Comunidade do Guajará. Rio Negro – A Unidade Móvel Fluvial (Catuiara), que é operada pela Semsa, por meio do Distrito de Saúde Fluvial, em parceria com o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJA), e as Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Médico-Laboratorial têm atendimentos agendados, no período de 11 a 14 de abril, na área do rio Negro, onde cerca de 2,5 mil ribeirinhos também deverão ter acesso aos exames especializados de mamografia, ultrassonografia e oftalmologia.

Na área do rio Negro, os atendimentos iniciam na próxima quinta-feira (11), no Posto de Saúde do Mipindiaú; na sexta-feira (12), no Cuieiras; no sábado (13), em Santa Maria; e no domingo (14), na Costa do Araras.

Segundo o secretário Evandro Melo, é prioridade do Distrito de Saúde Fluvial ampliar o acesso da população ribeirinha a serviços poucos oferecidos ou ainda não disponíveis na área rural e melhorar a qualidade da atenção primária, integrando a rede de assistência e buscando a resolutividade e a satisfação do usuário.

Semsa orienta profissionais para detecção precoce do autismo

segunda-feira, abril 8th, 2013

Dentro da Semana Mundial de Autismo, a Prefeitura de Manaus orientou os gestores da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) a realizarem cursos de qualificação para os pediatras detectarem precocemente as crianças autistas. A orientação foi dada nesta sexta-feira (5), durante a palestra “Autismo e Intervenção Precoce”, realizada pela psicóloga Milena Derzi, no auditório da Semsa, no Adrianopólis, zona Sul da cidade.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, o diagnóstico precoce e tratamento são fundamentais para ajudar crianças autistas a atingir seu pleno potencial. “O cérebro humano sofre um rápido crescimento e de mudança durante os primeiros anos de vida. Intervenção durante esta fase do desenvolvimento do cérebro pode influenciar muito as habilidades cognitivas e intelectuais”, declarou.

Evandro Melo disse que uma série de estudos têm confirmado que as crianças autistas diagnosticados e tratados antes de 4 anos de idade eram muito mais propensos a integrar com sucesso em um ambiente de sala de aula regular do que aqueles que foram diagnosticados mais tarde.

A psicóloga Milena Derzi disse que é fundamental que os pais ajudem no diagnóstico para repassar o comportamento da criança para o pediatra. “Quando o pai ou a mãe percebe um comportamento diferente, como não falar mesmo depois dos dois anos e meio de idade, tem que procurar um profissional”, orientou.

A pediatra Adriana Loureiro, que trabalha na Semsa e tem um filho autista, detectado com um ano de idade, disse que com o diagnóstico precoce, seu filho, que hoje tem 10 anos, tem todo o acompanhamento e estuda em escola normal. “Por isso, eu acho de suma importância que os pais reconheçam logo o comportamento da criança, porque assim eles podem ter uma vida normal. Com o Centro de Municipal de Atenção Integrada ao Autista Amigo Ruy, inaugurado pela Prefeitura de Manaus no último dia 2, os pais já têm onde acompanhar essas crianças”, afirmou.

De acordo com o secretário Evandro Melo, com o início das atividades do Centro de Atenção Integrada ao Autista, o município de Manaus passou a oferecer atendimento específico para a população autista com profissionais como psicopedagogo, pedagogo, fonoaudiólogo, fisioterapeuta, nutricionista, psicólogo, educador físico, pediatra, odontólogo e assistente social. “A Semsa, Semed e a Semasdh firmaram a parceria visando atender de forma integral às necessidades da população autista, montando o quadro de recursos humanos da forma mais completa possível”, explicou Evandro Melo.

A instituição atua oferecendo também uma estrutura com quadra poliesportiva, piscina, consultório odontológico e consultório clínico. A intenção é oferecer atendimento para pessoas na faixa etária de seis meses a 14 anos de idade, realizando o diagnóstico precoce, o atendimento clínico continuado e atuando na preparação para a inclusão escolar.

O autismo é um transtorno de desenvolvimento marcado por três características principais: Inabilidade para interagir socialmente; Dificuldade no domínio da linguagem para comunicar-se; Padrão de comportamento restritivo e repetitivo. A pessoa com autismo pode apresentar quadros de intensidade variável, entre leve ou grave. O diagnóstico normalmente é feito antes da criança completar três anos, quando os sintomas mais comuns começam a ficar evidentes.

Existem diferentes teorias e hipóteses sobre as causas do autismo, não havendo resultado conclusivo, mas alguns estudos indicam que o transtorno tem como causa múltiplos fatores, incluindo questões biológicas e genéticas.

Atendimento – A Semsa já oferece atendimento para pessoas autistas através do Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (CAPSi), localizado na zona Leste. Mas, além de atender autistas, o CAPSI também é direcionado para  crianças e adolescentes com transtornos mentais graves e persistentes, ou com histórico de uso de álcool e outras drogas.

O CAPSi atende atualmente 700 crianças e adolescentes cadastrados menores de 18 anos, sendo que a maior parte do público atendido é formada por pessoas autistas e pessoas que sofrem com esquizofrenia, depressão, déficit de atenção ou hiperatividade.

O atendimento pelo CAPSi é feito através de demanda espontânea ou de encaminhamento pela rede ampliada de assistência, incluindo os serviços de saúde, de serviço social ou de justiça. O quadro de profissionais inclui médico, assistente social, psicólogo, nutricionista, terapeuta ocupacional, enfermeiro, educador físico e farmacêutico.

O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17 horas.

Arthur participa de comemoração do Dia Mundial da Saúde

segunda-feira, abril 8th, 2013

O prefeito Arthur Virgílio Neto participou, na manhã do domingo, 7, das atividades em comemoração ao Dia Mundial da Saúde, promovidas pela Prefeitura de Manaus. O evento foi realizado no Complexo Esportivo e de Lazer da Ponta Negra, na zona Oeste, e reuniu cerca de cinco mil pessoas. “Queremos conscientizar a população de que com prática esportiva, boa alimentação e cuidados preventivos, a qualidade de vida é melhor e a vida tende a ser mais longa”, afirmou o prefeito.

Arthur ressaltou a preocupação da Prefeitura de Manaus com a atenção à saúde básica, por meio da prevenção de doenças, ampliação do atendimento à população e estímulo às práticas esportivas. O prefeito destacou o programa Alimentar, desenvolvido para aos alunos da rede municipal e o oferecimento dos serviços do Programa Saúde Manaus Itinerante às comunidade ribeirinhas.

O prefeito lembrou ainda que a praia perene da Ponta Negra será reaberta à população na próxima quarta-feira, 10, e que a segunda etapa do complexo esportivo e de lazer será entregue no dia 24 de dezembro. “As pessoas poderão praticar da natação ao pedal, da corrida a caminhada, do patins à ginástica. Enfim, terão várias opções e isso será muito bom para o povo de Manaus”, afirmou.
Atividades

Foram montados 11 estandes para a abordagem de ações de prevenção e controle do tabagismo, orientação nutricional, educação no trânsito e cuidados com o meio ambiente, além de orientações sobre a prevenção ao câncer de pele e contra doenças como hipertensão e diabetes. As atividades foram desenvolvidas pelas secretarias municipais de Saúde (Semsa), Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), Desporto, Lazer e Juventude (Semdej) e Fundação Municipal de Cultura e Turismo (Manauscult).

A Semsa disponibilizou um estande para oferecer teste de glicemia capilar para a detecção de diabetes, aferição de pressão arterial e avaliação do índice de massa corporal com verificação do peso e altura. “A promoção da saúde é a base do novo sistema que nós estamos reestruturando. Vamos estimular as pessoas a não adoecer, a praticar hábitos saudáveis e ter uma alimentação de qualidade, porque é isso que mantém a saúde. Hoje, estamos aqui para estimular as pessoas a manter a saúde e melhorar a qualidade de vida”, afirmou o secretário da Semsa, Evandro Melo.

A população teve acesso a atividades lúdicas com teatro de fantoche, cantinho da leitura, desenho, jogos pedagógicos sobre Educação no Trânsito, shantala para bebês e atividades físicas para gestantes. Foram desenvolvidas ainda ações de Educação Ambiental com a doação de mudas frutíferas e artesanais e orientação sobre a correta destinação de resíduos sólidos e líquidos.

A Prefeitura de Manaus também ofereceu atividades recreativas como jogos de dominó, xadrez e tênis de mesa e atrações culturais com o Palhaço da Alegria, apresentações dos bois Garantido e Caprichoso, além do Grupo de Teatro Rio Nascer. A população pôde participar ainda de ginástica laboral, caminhada, dança de rua, passeio ciclístico, atividade física para a Melhor Idade, capoeira e macroginástica.

A comemoração ocorreu simultaneamente nas 12 cidades que receberão jogos da Copa do Mundo de 2014 e faz parte das estratégias do Ministério da Saúde para promover e incentivar a prática de atividades físicas e a alimentação saudável.

MATÉRIA: FABÍOLA PASCARELLI

Dia Mundial da Saúde deve reunir 5 mil pessoas na Ponta Negra

sexta-feira, abril 5th, 2013

A programação organizada pela Prefeitura de Manaus para comemorar o Dia Mundial da Saúde deve reunir cinco mil pessoas na Ponta Negra, no próximo domingo, dia 07 de abril, das 8h30 às 12h. A comemoração vai ocorrer simultaneamente nas 12 cidades que receberão jogos da Copa do Mundo de 2014 e faz parte das estratégias do Ministério da Saúde para promover e incentivar a prática de atividades físicas e a alimentação saudável.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em parceria com outras secretarias e instituições, montou uma programação que pretende atender crianças, adolescentes, adultos e idosos. Serão montados 11 estandes para a abordagem de ações de prevenção e controle do tabagismo e de orientação nutricional, educação no trânsito e cuidados com o meio ambiente, além de orientações sobre a prevenção ao câncer de pele e contra doenças como hipertensão e diabetes.

A população terá acesso à atividade lúdica com teatro de fantoche, cantinho da leitura, desenho, jogos pedagógicos sobre Educação no Trânsito, massagem shantala para bebês e atividades físicas para gestantes. Serão desenvolvidas ainda ações de Educação Ambiental com a doação de mudas frutíferas e artesanais e orientação sobre a correta destinação de resíduos sólidos e líquidos.

A Prefeitura de Manaus vai oferecer também atividades recreativas como jogos de dominó, xadrez e tênis de mesa e atrações culturais com o Palhaço da Alegria, Boi Garantido e Boi Caprichoso, e apresentação do Grupo de Teatro Rio Nascer. Haverá a oportunidade para a população participar de ginástica laboral, caminhada, dança de rua, passeio ciclístico, atividade física para a Melhor Idade, capoeira e macroginástica.

Todas as 12 cidades que realizarão o evento irão contar com a presença de um atleta de destaque. Manaus vai receber o atleta parintinense Jander Cardoso Nunes, um dos principais nomes do atletismo amazonense e que conquistou a medalha de bronze no Troféu Brasil de Atletismo 2011.

Saúde – Para destacar o tema do Dia Mundial da Saúde 2013, ‘Viver com saúde é uma grande vitória’, a Semsa também vai montar na Ponta Negra um estande para oferecer teste de glicemia capilar para a detecção de diabetes, aferição de pressão arterial e avaliação do índice de massa corporal com verificação do peso e altura.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, uma das prioridades é o combate às Doenças Crônicas Não Transmissíveis, diabetes e hipertensão, que podem ser evitadas e controladas através de uma alimentação saudável e da prática regular de exercícios físicos. “A participação da população em eventos como Dia Mundial da Saúde é importante para que se possa conscientizar contra a hipertensão e a diabetes, doenças que trazem sérias complicações para a saúde das pessoas e que podem levar à morte”, explicou destacou Evandro Melo.

A Semsa também vai aproveitar o evento para reforçar a chamada para a população participar do Movimento Nacional em Defesa da Saúde Pública, o Saúde+10, que tem o objetivo de coletar 1,5 milhão de assinaturas em todo do Brasil, 100 mil em Manaus, para que se possa levar à Câmara Federal um Projeto de Lei de Iniciativa Popular que assegure o repasse efetivo e integral de 10% das receitas correntes brutas da União para o Sistema Único de Saúde (SUS).

A Semsa aderiu ao abaixo-assinado e já está coletando assinaturas na rede municipal de Atenção Primária, através das Unidades de Saúde que receberam as fichas de assinaturas para que trabalhadores e usuários possam aderir ao movimento. “Estaremos disponibilizando o abaixo-assinado durante a programação na Ponta Negra e a população também poderá participar e colaborar para mais esse avanço na área da saúde”, afirmou Evandro Melo.

PROGRAMAÇÃO:

Semsa – Coordenação geral do evento, apoio logístico, envolvimento nas atividades educativas e assistenciais nos estandes de saúde;

Manauscult – Apresentação dos Palhaços da Alegria e Boi Bumbá;

Esporte e Lazer – Xadrez, dominó, tênis de mesa e caminhada orientada;

Meio Ambiente – Orientação e exposição para sensibilização de utilização dos resíduos como óleo de cozinha, garrafa pet, distribuição de mudas;

Manaustrans – Palestras de segurança no trânsito, tapete pedagógico, jogos pedagógicos e controle do trânsito durante o evento;

Detran – oficina lúdica e teatro de fantoches;

Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel) – Ginástica laboral, atividade cultural, caminhada orientada e capoeira;

Faculdade Ciesa e Martha Falcão – Conscientização de câncer de pele e prevenção;

Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) - Espaço lúdico com a Semsa (Disas), stand com teatro de fantoches, corrida e orientação sobre doenças, Espaço mãe/bebê;

Universidade do Estado do Amazonas (UEA/UNAT) – apresentação do Grupo de Teatro Rio Nascer, adesivagem nos carros, orientação de combate ao fumo e saúde bucal;

Grupo Pedala Manaus – Orientação e exposição de bicicletas;

Polícia Militar – Segurança;

SAMU – Assistência à saúde com SOS Vida;

Exército – Cessão e montagem de estandes;

IMPLURB – Acompanhamento da infraestrutura do evento e manutenção do anfiteatro;

Semulsp – Manutenção da limpeza no local;

Sorveteria Toya – Distribuição de 450 picolés.

 

 

________________

Assessoria de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Coordenação: Cláudia Barbosa

(92) 3236-8315

ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Prefeitura prorroga ações da Operação Impacto

sexta-feira, abril 5th, 2013

A Prefeitura de Manaus prorrogou até o dia 30 de abril as ações da Operação Impacto de Combate à Dengue. Com meta de controlar a proliferação da Aedes aegypti e reduzir a transmissão da doença, a Operação Impacto teve início em janeiro com a intensificação da vistoria de imóveis, incluindo escolas, órgãos públicos, obras de construção civil e ferros-velhos.

As ações estão sendo desenvolvidas por agentes de endemias, em parceria com as Forças Armadas. Durante as vistorias, os agentes realizam a verificação e eliminação de criadouros do mosquito transmissor da dengue e orientam os moradores sobre a prevenção da doença. De janeiro a março, foram vistoriados 235 mil imóveis.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, informa que a ordem é vistoriar 30 mil imóveis no mês de abril. “Um dos motivos para a prorrogação das ações da Operação Impacto, que inicialmente seria encerrada no final de março, é o fato de que as chuvas continuam intensas no município, aumentando o risco de crescimento no número de criadouros do mosquito”, informou Evandro Melo.

O último Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa), realizado em janeiro de 2013, identificou que larvas e criadouros do Aedes aegypti em Manaus são encontrados predominantemente em recipientes para armazenamento de água (como tonéis, tambores, barris, tinas, filtros, moringas e potes) e em depósitos considerados como lixo (recipientes plásticos, garrafas e latas), sucatas acumuladas em pátios e ferros-velhos, e entulhos de construção.

Além da vistoria de imóveis, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) continuará com ações de Educação em Saúde através das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), que devem reforçar ainda mais a notificação, o diagnóstico e acompanhamento de casos suspeitos, e irão intensificar as ações de prevenção e orientação junto à comunidade e às escolas.

A Semsa registrou, no período de janeiro a março, a notificação de 7.489 casos suspeitos de dengue, um aumento de 189% em relação ao mesmo período do ano passado. Os bairros com maior número de casos notificados são Cidade Nova (890), Jorge Teixeira (640), Alvorada (364), São José Operário (277), Novo Aleixo (258), Petrópolis (250), Japiim (225), Zumbi dos Palmares (222), Cidade de Deus (219) e Compensa (212).

LIRAa – A Semsa está preparando a realização de um novo Levantamento de Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) para o mês de maio. O LIRAa é uma estratégia que permite ao município orientar as ações de controle e combate à dengue através da identificação do índice de infestação do mosquito transmissor, ou seja, da presença de larvas ou criadouros em imóveis e terrenos selecionados por amostragem.

O primeiro levantamento de 2013, realizado de 07 a 17 de janeiro, mostrou que Manaus apresentava médio risco para a transmissão de dengue, com índice de infestação de 3,7%. A zona Leste apresentou um maior risco de transmissão com índice de 7,3%, sendo que as zonas Norte, Sul e Oeste apontaram médio risco para a dengue, com índices de 2,1%, 2,6% e 3%, respectivamente.

Para tirar dúvidas ou denunciar a existência de locais com possíveis focos do mosquito da dengue, a Semsa disponibiliza o Disque Saúde (0800 280-8-280).

Prefeitura realiza I Feira da Saúde na zona ribeirinha

sexta-feira, abril 5th, 2013

Como parte da programação do Dia Mundial da Saúde (a ser comemorado no dia 7 de abril), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio do Distrito Fluvial, realiza nesta sexta-feira (5) a 1ª Feira da Saúde da Comunidade Nossa Senhora de Fátima, localizada às margens do rio Negro. A programação inicia às 9h e prossegue até às 13h na Escola Municipal José Sobreiro do Nascimento. A feira tem como objetivo sensibilizar a população ribeirinha de Manaus sobre a importância da prevenção de doenças, principalmente, a hipertensão, hepatites e diabetes.

Durante a 1ª Feira da Saúde, segundo o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, vários estandes estarão oferecendo à comunidade exames para a detecção e prevenção do diabetes com o teste de glicemia capilar, avaliação da pressão arterial, demonstração e degustação de alimentação saudável e massagens terapêuticas. Além disso, o Distrito Fluvial programou várias apresentações teatrais sobre saúde bucal (com o boneco Dentinho com a demonstração de escovação orientada); prevenção da dengue (com um grupo de fantoches); e prevenção da tuberculose.

A equipe do Distrito Fluvial também vai realizar palestras com a distribuição de panfletos educativos e apresentar algumas ações que a Semsa desenvolve como os Programas Saúde do Homem, Saúde do Idoso, Saúde da Mulher, Hiperdia (Hipertensão e diabetes), Tuberculose e Hanseníase.

A 1ª Feira de Saúde da Comunidade Nossa Senhora de Fátima também contará com a parceria da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh) com a expedição de Carteira de Identidade e Carteira de Trabalho, além da oferta de serviço de corte de cabelo e limpeza facial.

Unidades Móveis viajam para atendimento aos ribeirinhos

sexta-feira, abril 5th, 2013

Duas Unidades Móveis do Programa Saúde Manaus Itinerante partiram na quinta-feira (4) do Porto ‘Velho Arthur , no bairro Santo Antônio, em cima de uma balsa e rumo ao Rio Amazonas, onde médicos atenderão mais de 2,5 mil ribeirinhos. Pela primeira vez, moradores destas regiões poderão fazer exames especializados em sua própria comunidade, como mamografia e ultrassom, além de exames oftalmológicos.
Segundo o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, o objetivo do prefeito Arthur Neto é oferecer à população que mora às margens do rio o mesmo direito de acesso dos pacientes da zona urbana. “As nossas estradas são os nossos rios, então vamos levar as nossas unidades móveis em balsas onde há vazios assistenciais. Os moradores terão médicos, dentistas, e também vamos fazer a vacinação da gripe e de rotina em idosos e crianças, além de exames laboratoriais, dentre outros”, ressaltou o secretário.
As Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Médico-Laboratorial seguiram viagem e já iniciam nesta sexta-feira (6) os serviços de saúde. Os atendimentos serão reforçados juntamente com a Unidade Móvel Fluvial (o barco Catuiara). No sábado (6), o prefeito Arthur Neto e o secretário Evandro Melo irão pessoalmente, às 8h, acompanhar os trabalhos na zona rural, com saída no Porto da Ceasa.

No Rio Amazonas, as duas unidades móveis (Saúde da Mulher e Saúde Médico-Laboratorial) farão atendimento até domingo (7) com a oferta de exames de prevenção ao câncer de colo de útero e ao câncer de mama (preventivo, ultrassonografia, mamografia e oftalmologista), além dos serviços oferecidos pelo barco Catuiara com uma equipe de três médicos, quatro enfermeiros, três técnicos de enfermagem, dois dentistas, três auxiliares de consultório de dentistas e bioquímico. O barco também conta com laboratório próprio para exames laboratoriais e sala de vacinação.

Os atendimentos nas Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Médico-Laboratorial e no barco Catuiara serão realizados nos Postos de Saúde do Lago do Arumã (sexta-feira, 5), Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (sábado, 6) e na Comunidade do Guajará (domingo, 7).

A Unidade Móvel Fluvial (Catuiara), que segue viagem na quarta-feira (4) e é operada pela Semsa, por meio do Distrito de Saúde Fluvial, em parceria com o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJA), e as Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Médico-Laboratorial têm atendimentos agendados, no período de 11 a 14 de abril, na área do rio Negro, onde cerca de 2,5 mil ribeirinhos também deverão ter acesso aos exames especializados de mamografia, ultrassonografia e oftalmologia.

Na área do rio Negro, os atendimentos iniciam na próxima quinta-feira (11), no Posto de Saúde do Mipindiaú; na sexta-feira (12), no Cuieiras; no sábado (13), em Santa Maria; e no domingo (14), na Costa do Araras.

Segundo o secretário  Evando Melo, é prioridade do Distrito de Saúde Fluvial ampliar o acesso da população ribeirinha a serviços poucos oferecidos ou ainda não disponíveis na área rural e melhorar a qualidade da atenção primária, integrando a rede de assistência e buscando a resolutividade e a satisfação do usuário.

Locais de atendimento das unidades móveis:

Zona Oeste: Avenida Ayrton Senna, comunidade União da Vitória, em frente à Escola Esmeralda Soares Neves – (Saúde Médico-Laboratorial), 06 de março a
05 de abril;
Zona Norte: Rua 13 de maio, bairro Terra Nova, ao lado da Escola Municipal Ana Sena Rodrigues – (Saúde da Mulher e Odontológica), 08 de março a 05 de abril;
Zona Leste: Rua Barroso, s/nº, bairro Puraquequara – no pátio da Escola de Tempo Integral Irmã Gabrielli Cogels – (Saúde da Mulher, Odontológica e Medico-Laboratorial), 14 de março a 11 de abril.
Zona Sul: Rua Girassol, s/nº, bairro São Francisco –  no pátio da Escola Municipal Tereza Rosa Aguiar Abtibol – (Saúde da Mulher e Odontológica),
14 de março a  10 de abril;
Zona Fluvial: (Saúde da Mulher e Médico-Laboratorial) – Rio Negro, 5 a 7 e abril; Rio Amazonas, 11 a 14 de abril.

Ministério da Saúde vai certificar 18 UBSs na Rede Amamenta Brasil

quinta-feira, abril 4th, 2013

O Ministério da Saúde (MS) vai certificar 18 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município de Manaus, mantidas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), como integrantes da Rede Amamenta Brasil. A cerimônia de certificação será na próxima quarta-feira, 10, às 11h, no auditório da Prefeitura de Manaus, com a presença do coordenador da Área Técnica de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde (MS), Paulo Vicente Bonilha Almeida.

A Rede Amamenta Brasil é uma estratégia de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno na Atenção Básica, instituída pelo Ministério da Saúde para estimular e contribuir para o aumento dos índices de aleitamento materno em todo o Brasil.

De acordo com o secretário da Semsa, Evandro Melo, serão credenciadas UBSs em todos os Distritos de Saúde de Manaus: UBS Ajuricaba, UBS Bairro da Paz, UBS Deodato de Miranda Leão, UBS Maria Ida Mentoni, UBS Luiz Montenegro, UBS Mansour Bulbol e UBS Redenção (Disa Oeste); UBS Lourenço Borghi, UBS Theodomiro Garrido, UBS São Francisco e UBS Lúcio Flávio Dias (Disa Sul); UBS Armando Mendes, UBS Áugias Gadelha e Policlínica Anna Barreto (Disa Norte); UBS Lago do Aleixo, UBS Geraldo Magela, UBS José Amazonas Palhano e UBS Maria Leonor Brilhante (Disa Leste).

Evandro Melo disse que para integrar a Rede Amamenta Brasil, cada UBS precisa cumprir diversos critérios, incluindo a participação de no mínimo 80% da equipe de profissionais (nível fundamental, médio e superior) em uma Oficina de Trabalho em Aleitamento Materno e a realização de ações de monitoramento de indicadores de aleitamento em sua área de abrangência. “A Semsa quer estimular a inclusão de 100% das UBSs na Rede Amamenta, garantindo que mães e recém-nascidos possam ter a oportunidade de acesso a todos os benefícios que a amamentação proporciona para a saúde”, afirmou.

Benefícios

A chefe do Núcleo de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa, Ivone Amazonas, explica que as ações promovidas pelas UBSs que são certificadas pela Rede Amamenta Brasil trazem benefícios não somente para a criança e a mãe, mas também para toda a família.

Segundo Ivone Amazonas, com o aleitamento materno exclusivo nos seis primeiros meses de vida, a criança terá melhor qualidade de vida, menor risco de adoecer ou de morrer, além de ter mais chances de estabelecer um bom vínculo com a mãe; a mulher apresentará menor risco de ter complicações após o parto ou de desenvolver doenças como o câncer de mama, câncer de ovário ou diabetes; a família é beneficiada com a economia no gasto com a compra de leite e os laços afetivos são reforçados.

“Para o Sistema Único de Saúde (SUS), o aumento das taxas de aleitamento materno também traz benefícios como a redução de agravos à saúde das crianças e das mulheres, resultando em pessoas mais saudáveis e evitando gastos com remédios e internações hospitalares”, informou Ivone Amazonas.

A Semsa também já está realizando o monitoramento e acompanhamento das ações de apoio ao aleitamento materno em outras 36 UBSs, que deverão iniciar o processo de credenciamento ainda no segundo semestre de 2013 na Rede Amamenta Brasil.

Dia Mundial da Saúde com luta do movimento Saúde+10

quinta-feira, abril 4th, 2013

O Dia Mundial da Saúde será comemorado na Ponta Negra pela Prefeitura de Manaus, neste domingo, dia 7 de abril, a partir das 8h, também com um chamado para que população participe do Movimento Nacional em Defesa da Saúde Pública, o Saúde+10.  Segundo o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, todas as 12 cidades que serão as sedes da Copa do Mundo de 2014 estarão, simultaneamente, realizando eventos de incentivo à prática de atividades físicas e à alimentação saudável, com o tema “Viver com saúde é uma grande vitória”, além da adesão popular ao movimento.

“Em Manaus, vamos realizar o evento e também pedir para que a população ajude a aumentar o repasse para a saúde pública para que possamos fazer mais investimentos. Convidamos todas as pessoas a irem para o anfiteatro da Ponta Negra, neste domingo, para lutarmos juntos por esta causa e para que possamos ter várias atividades de incentivo a uma vida saudável”, declarou o secretário.

O Saúde+10 é um movimento popular que tem o objetivo de coletar 1,5 milhão de assinaturas em todo do Brasil, sendo 100 mil em Manaus, para levar à Câmara Federal um Projeto de Lei de Iniciativa Popular que assegure o repasse efetivo e integral de 10% das receitas correntes brutas da União para o Sistema Único de Saúde (SUS). “Já trabalhamos no teto máximo da saúde. O obrigatório por lei é de 15% e Manaus já investe 21% do seu orçamento na saúde. Queremos ter o repasse de mais 10% do Governo Federal para que possamos oferecer uma saúde de qualidade à população com mais investimentos em novas unidades e estrutura”, ressaltou Evandro Melo.

O secretário explicou que a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) aderiu ao abaixo-assinado e já está coletando assinaturas na rede municipal.

“Cada unidade de saúde do município recebeu as fichas do abaixo-assinado para que os funcionários e os usuários possam aderir ao movimento. Também pedimos apoio da Ordem dos Advogados do Brasil e outras entidades”, afirmou.

O evento do Dia Mundial da Saúde está sendo organizado pelo Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica da Semsa, em parceria com as secretarias municipais de Cultura, Esporte e Lazer, Meio Ambiente, Trânsito, da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel), Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Faculdade Martha Falcão, Ciesa, grupo Pedala Manaus, Polícia Militar e Exército.

Uma das metas da Prefeitura de Manaus no evento, segundo Evandro Melo, é também realizar ações de sensibilização para a necessidade de se reduzir o impacto que Doenças Crônicas Não Transmissíveis, como hipertensão e diabetes, têm entre a população. “Tanto hipertensão quanto diabetes são doenças que podem ser evitadas e controladas, mas isso depende de ações como o controle da obesidade, da prática de atividade física e de uma alimentação saudável”, destaca Evandro Melo.

A programação do evento vai incluir atividades físicas como ginástica laboral, caminhadas, passeio ciclístico e tênis de mesa, além de serviços de saúde como orientação nutricional e orientação sobre segurança alimentar, saúde bucal, educação no trânsito, prevenção à violência e ao câncer, aferição de pressão arterial, teste de glicemia capilar e teste de dependência de nicotina. Serão desenvolvidas, ainda, atividades lúdicas e culturais como teatro de fantoches, apresentação de dança e do grupo Doutores do Riso. O encerramento será realizado com a apresentação do Boi Garantido e do Boi Caprichoso.

“Toda programação foi elaborada para atender pessoas de diferentes faixas etárias, tanto crianças quanto adolescentes, adultos e idosos. Não serão abordadas apenas questões de saúde, mas, em parceria com outras secretarias e instituições, queremos destacar a importância de todos no cuidado com o meio ambiente e do exercício efetivo da cidadania para a construção de uma cidade melhor”, ressaltou Evandro Melo.

PROGRAMAÇÃO:

Manauscult – Apresentação dos Palhaços da Alegria e Boi Bumbá.

Esporte e Lazer – Xadrez, dominó, tênis de mesa e caminhada orientada.

Meio Ambiente – Orientação e exposição para sensibilização de utilização dos resíduos como óleo de cozinha, garrafa pet, distribuição de mudas.

Manaustrans – Palestras de segurança no trânsito, tapete pedagógico, jogos pedagógicos e controle do trânsito durante o evento.

Detran – oficina lúdica e teatro de fantoches Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel) – Ginástica laboral, caminhada orientada e capoeira.

Faculdade Ciesa e Martha Falcão – Conscientização de câncer de pele e prevenção.

Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) - Espaço lúdico com a Semsa (Disas), stand com teatro de fantoches, corrida e orientação sobre doenças, Espaço mãe/bebê.

Universidade do Estado do Amazonas (UEA/UNAT) – apresentação do Grupo de Teatro Rio Nascer, adesivagem nos carros, orientação de combate ao fumo e saúde bucal.

Grupo Pedala Manaus – Orientação e exposição de bicicletas.

Polícia Militar – Segurança.

SAMU – Tenda da Saúde com teste de glicemia.

Exército – Parceria das tendas.

Prefeitura leva serviços especializados de saúde aos ribeirinhos

quarta-feira, abril 3rd, 2013

Como estratégia para ampliar o acesso da população ribeirinha à saúde, a Prefeitura de Manaus inicia nesta sexta-feira (5), atendimento na área do rio Amazonas com duas unidades móveis do Programa Saúde Manaus Itinerante. As Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Médico-Laboratorial seguem viagem em balsas, nesta quinta-feira (4), com saída às 17h do Porto do São Raimundo, proporcionando à comunidade ribeirinha a realização de serviços especializados de mamografia, ultrassonografia e oftalmologia, dentre outros serviços de saúde para aproximadamente 2,5 mil ribeirinhos.

Os atendimentos da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa)  serão reforçados pela Unidade Móvel Fluvial (o barco Catuiara). No sábado (6), o prefeito Arthur Neto e o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, irão pessoalmente, às 8h, acompanhar os trabalhos na zona rural.

No rio Amazonas, as duas unidades móveis (Saúde da Mulher e Saúde Médico-Laboratorial) farão atendimento até domingo (7) com a oferta de exames de prevenção ao câncer de colo de útero e ao câncer de mama (preventivo, ultrassonografia, mamografia e oftalmologista), além dos serviços oferecidos pelo barco Catuiara com uma equipe de três médicos, quatro enfermeiros, três técnicos de enfermagem, dois dentistas, três auxiliares de consultório de dentistas e bioquímico. O barco também conta com laboratório próprio para exames laboratoriais e sala de vacinação.

Os atendimentos nas Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Médico-Laboratorial e no barco Catuiara serão realizados nos Postos de Saúde do Lago do Arumã (sexta-feira, 5), Nossa Senhora do Perpétuo Socorro (Sábado, 6) e na Comunidade do Guajará (domingo, 7).

A Unidade Móvel Fluvial (Catuiara), que segue viagem na quarta-feira (4) e é operada pela Semsa, por meio do Distrito de Saúde Fluvial, em parceria com o Tribunal de Justiça do Amazonas (TJA), e as Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Médico-Laboratorial têm atendimentos agendados, no período de 11 a 14 de abril, na área do rio Negro, onde cerca de 2,5 mil ribeirinhos também deverão ter acesso aos exames especializados de mamografia, ultrassonografia e oftalmologia.

Na área do rio Negro, os atendimentos iniciam na próxima quinta-feira (11), no Posto de Saúde do Mipindiaú; na sexta-feira (12), no Cuieiras; no sábado (13), em Santa Maria; e no domingo (14), na Costa do Araras.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Evando Melo, é prioridade do Distrito de Saúde Fluvial ampliar o acesso da população ribeirinha a serviços poucos oferecidos ou ainda não disponíveis na área rural e melhorar a qualidade da atenção primária, integrando a rede de assistência e buscando a resolutividade e a satisfação do usuário.

Locais de atendimento das unidades móveis:

Zona Oeste: Avenida Ayrton Senna, comunidade União da Vitória, em frente à Escola Esmeralda Soares Neves – (Saúde Médico-Laboratorial), 06 de março a 05 de abril;

Zona Norte: Rua 13 de maio, bairro Terra Nova, ao lado da Escola Municipal Ana Sena Rodrigues – (Saúde da Mulher e Odontológica), 08 de março a 05 de abril; Zona Leste: Rua Barroso, s/nº, bairro Puraquequara – no pátio da Escola de Tempo Integral Irmã Gabrielli Cogels – (Saúde da Mulher, Odontológica e Medico-Laboratorial), 14 de março a 11 de abril.

Zona Sul: Rua Girassol, s/nº, bairro São Francisco –  no pátio da Escola Municipal Tereza Rosa Aguiar Abtibol – (Saúde da Mulher e Odontológica), 14 de março a  10 de abril;

Zona Fluvial: (Saúde da Mulher e Médico-Laboratorial) – Rio Negro, 5 a 7 e abril; Rio Amazonas, 11 a 14 de abril.

Manaus celebra Dia Mundial da Saúde com atividades na Ponta Negra

quarta-feira, abril 3rd, 2013

Como cidade sede da Copa do Mundo de 2014, Manaus foi conclamada pelo Ministério da Saúde a realizar uma programação especial para comemorar o Dia Mundial da Saúde, no domingo (07), promovendo eventos de incentivo à prática de atividades físicas e à alimentação saudável. As atividades vão acontecer na área do anfiteatro do Parque Ponta Negra, das 8h30 às 12h.

Abordando o tema ‘Viver com saúde é um grande vitória’, o evento está sendo organizado pelo Departamento de Vigilância Ambiental e Epidemiológica, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), e pretende mobilizar e chamar a atenção da população para a importância de práticas saudáveis de vida.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, explica que uma das metas da Prefeitura de Manaus é realizar ações de sensibilização para a necessidade de se reduzir o impacto que Doenças Crônicas Não Transmissíveis, como hipertensão e diabetes, têm entre a população. “Tanto hipertensão quanto diabetes são doenças que podem ser evitadas e controladas, mas isso depende de ações como o controle da obesidade, da prática de atividade física e de uma alimentação saudável”, destaca Evandro Melo.

A programação do evento vai incluir atividades físicas como ginástica laboral, caminhadas, passeio ciclístico e tênis de mesa, além de serviços de saúde como orientação nutricional e orientação sobre segurança alimentar, sobre saúde bucal, educação no trânsito, prevenção à violência e ao câncer, aferição de pressão arterial, teste de glicemia capilar e teste de dependência de nicotina. Serão desenvolvidas ainda atividades lúdicas e culturais como teatro de fantoches, apresentação de dança e do grupo Doutores do Riso. O encerramento será realizado com a apresentação do Boi Garantido e do Boi Caprichoso.

“Toda programação foi elaborada para atender pessoas de diferentes faixas etárias, tanto crianças quanto adolescentes, adultos e idosos. Não serão abordadas apenas questões de saúde, mas, em parceria com outras secretarias e instituições, queremos destacar a importância de todos no cuidado com o meio ambiente e do exercício efetivo da cidadania para a construção de uma cidade melhor”, ressaltou.

O evento será realizado em parceria com as secretarias municipais de Cultura, Esporte e Lazer, Meio Ambiente, Trânsito, da Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel), Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Faculdade Martha Falcão, Ciesa, grupo Pedala Manaus, Polícia Militar e Exército.

PROGRAMAÇÃO:

Manauscult – Apresentação dos Palhaços da Alegria e Boi Bumbá.

Esporte e Lazer – Xadrez, dominó, tênis de mesa e caminhada orientada.

Meio Ambiente – Orientação e exposição para sensibilização de utilização dos resíduos como óleo de cozinha, garrafa pet, distribuição de mudas.

Manaustrans - Palestras de segurança no trânsito, tapete pedagógico, jogos pedagógicos e controle do trânsito durante o evento.

Detran – oficina lúdica e teatro de fantoches

Secretaria de Estado da Juventude, Desporto e Lazer (Sejel) – Ginástica laboral, caminhada orientada e capoeira.

Faculdade Ciesa e Martha Falcão – Conscientização de câncer de pele e prevenção.

Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) - Espaço lúdico com a Semsa (Disas), stand com teatro de fantoches, corrida e orientação sobre doenças, Espaço mãe/bebê.

Universidade do Estado do Amazonas (UEA/UNAT) – apresentação do Grupo de Teatro Rio Nascer, adesivagem nos carros, orientação de combate ao fumo e saúde bucal.

Grupo Pedala Manaus – Orientação e exposição de bicicletas.

Polícia Militar – Segurança.

SAMU – Tenda da Saúde com teste de glicemia.

Exército – Parceria das tendas.

Abrigo Ruy será piloto para criação de outros centros aos autistas

quarta-feira, abril 3rd, 2013

A Prefeitura de Manaus inaugurou na terça-feira (2), Dia Mundial de Conscientização do Autismo, o primeiro Espaço de Atendimento Multidisciplinar ao Autista Abrigo Ruy (Eamaar), no bairro Alvorada, zona Oeste. O modelo servirá de referência para implantação de novos centros em outros bairros da cidade. De acordo com o prefeito Arthur Virgílio Neto, ainda este ano o abrigo será ampliado para receber novos serviços.

“Esta é uma obra séria, que vem se somar ao Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (CAPSi), ao Complexo Municipal de Educação André Vidal e a mais coisas que faremos pelos deficientes de modo geral e, principalmente, pelos autistas. Nossa meta é construir novos abrigos nas demais zonas de Manaus e oferecer um tratamento digno para essas crianças que vivem um mundo tão fascinante”, afirmou o prefeito.

O clima de emoção tomou conta da inauguração com a apresentação cultural da cantora lírica Karine Aguiar e de crianças autistas de várias instituições. Para o prefeito Arthur Neto, a ocasião representou uma vitória para tantos pais que diariamente fazem seu papel para tornar o transtorno menos desconhecido. “Tenho a certeza que o autista, se tratado desde o início, tem possibilidade de não somente de se socializar, mas também de trabalhar e de constituir família”, comentou o prefeito com olhos lacrimejantes.

No Abrigo Ruy – nome do filho do radialista Ronaldo Tiradentes, que é portador do transtorno –, crianças de seis meses até 14 anos serão atendidas por psicólogos, professores de educação especial, educação física adaptada, pediatras, fisioterapeutas, odontólogos e assistentes sociais. Resultado da parceria entre as secretarias municipais de Assistência Social e Direitos Humanos, (Semasdh), Saúde (Semsa) e Educação (Semed).

“Vamos trabalhar com a capacitação dos nossos profissionais, com a ampliação dos nossos quadros, com a busca concreta por informações, trazendo profissionais de fora que possam trazer mais conhecimento, e com muito amor, porque só assim poderemos auxiliar tantas famílias que ainda buscam por informações sobre o transtorno do espectro autista. Daqui a seis meses nós já seremos um outro espaço com toda certeza”, declarou Goreth Garcia, secretária da Semasdh.

O secretário de Saúde, Evandro Melo, informou que como Manaus não dispõe de neuropediatra, a Semsa está fechando parceria com Organizações Não-Governamentais (ONGs) de outros Estados para a vinda mensal desse profissional capacitado para fazer o diagnóstico do autismo.

“Já temos um pediatra nosso se especializando em Neuropediatria para fazer parte do quadro de funcionários. Além disso, temos 20 profissionais de saúde atuando no Abrigo Ruy, de forma que essa ação integrada proporcione todo tratamento que o autista precisa para se desenvolver”, completou Melo.

Estrutura

A estrutura do abrigo reúne área de lazer com quadra poliesportiva e piscina, além de consultório odontológico e clínico e toda estrutura para atender inicialmente 80 crianças por dia. Para a presidente da associação Mãos Unidas Pelo Autismo (MUPA), Socorro Santos, mãe do pequeno Luiz Victor, 6 anos, responsável pela criação de entidade, o espaço representa uma conquista de todas as instituições que dedicam seus trabalhos ao autismo.

“Agora temos um local para nos auxiliar em especialidades que não possuímos, como pediatra e dentista. Participei ativamente para a criação do Abrigo Ruy que hoje é uma realidade e, certamente, multiplicará a esperança de tantos pais de autistas”, comemorou.

Projeto paisagístico

O Centro conta, também, com projeto paisagistico realizado em parceria pelas secretarias municipais de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e Limpeza Pública (Semulsp). Foram plantadas na área externa do centro mais de 500 espécies ornamentais, com a preocupação de proporcionar um ambiente mais agradável para a convivência dos usuários. As espécies utilizadas foram ixória, assistassia, palmeira areca, dentre outras.

De acordo com o diretor de Arborização da Semmas, Heitor Liberato, houve uma preocupação na escolha de espécies adequadas para o ambiente, o que facilitará a manutenção do paisagismo, bem como o melhor uso por parte das crianças da área ajardinada. No total, oito funcionários dos dois orgãos trabalharam no projeto.

Semana Municipal de Conscientização do Autismo

Para intensificar os debates sobre o tema, a Prefeitura de Manaus, em parceria com outros órgãos e instituições, promove a Semana Municipal de Conscientização ao Autismo, de 02 a 07 de abril, com várias atividades programadas para que a cidade se vista de azul, cor símbolo do autismo. Confira a programação.

QUARTA-FEIRA (03/04)

*Atividades psicomotoras no 1º Bis

Horário: 9h / Realização: André Vidal/ Associação Amigos dos Autista – AMA

QUINTA-FEIRA (04/04)

*Atividades recreativas na Cidade da Criança

Horário: 8h às 11h e 14h às 16h / Realização: Escola André Vidal/AMA

*Ciclo de Palestras na Escola Andre Vidal

Horário: 19h à 21h30 / Realização: Mãos Unidas Pelo Autismo – MUPA

*Palestras: “O papel da família na Organização Funcional da criança com Espectro do Autismo” (Palestrante: Daniela Bularmaqui – Psicóloga) / “Quatro Princípios para redução do stress no Espectro do Autista” (Palestrante: Denise Temperine – Pedagoga) / Participação especial: Bruno Dantas (Autista) com teclado, atendido pelo músico terapeuta Yankee de Oliveira.

SEXTA-FEIRA (05/04)

*Festival de habilidades para autista na Escola André Vidal

Horário: 19h à 21h30 / Realização: André Vidal/AMA

*Jornadas de palestras para profissionais, pais e estudantes na sede da Semed

Horário: 14h às 16h / Realização: Semasdh/Semed/Semsa

*Palestras para profissionais de saúde na Semsa

Horário: 16h às 17h / Realização: Semasdh/ Semsa

SÁBADO (06/04)

*Corrida azul na Ponta Negra

Horário: 07h às 12h / Realização: Semdej/Sejel

*Café da manhã beneficente na Escola André Vidal

Horário: 8h às 10h / Realização: André Vidal e AMA

*Feijoada beneficente no Instituto do Autismo do AM no Clube Municipal

Horário: 11h às 15h / Realização: Instituto do Autismo do AM

DOMINGO (07/04)

*Encerramento do Largo de São Sebastião

Horário: 17h às 19h / Realização: Manaus Cult/Semasdh/SEC-AM

REPORTAGEM: Alita Menezes

Prefeitura inaugura Centro de Atenção Integrada ao Autista

terça-feira, abril 2nd, 2013

A Prefeitura de Manaus vai inaugurar nesta terça-feira, 02, às 15h, o Centro Municipal de Atenção Integrada ao Autista. Resultado da parceria entre as secretarias municipais de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh), Saúde (Semsa) e Educação (Semed), o Centro Municipal, localizado na rua 18, nº 380, bairro Alvorada II, vai oferecer atenção multiprofissional às pessoas com autismo. O espaço foi criado em outubro do ano passado e será reinaugurado com melhorias e pronto a oferecer serviços socioassistenciais e de saúde a pessoas com autismo, através de uma equipe multidisciplinar de profissionais como assistentes sociais, psicólogos, professores de educação especial, educação física adaptada, pediatras, fisioterapeutas e odontólogos.

A reinauguração do Centro faz parte das atividades que vêm sendo realizadas em parceria com diversas entidades ligadas ao autismo atuantes em Manaus, para marcar o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. Ainda nesta terça-feira, às 19h, no auditório João de Mendonça Furtado, da Prefeitura de Manaus, haverá o lançamento de iluminação dos monumentos com as cores da campanha.

O Município vai ter uma semana, de 02 a 07 de abril, dedicada ao tema, com várias atividades programadas, entre elas um ciclo de palestras dirigidas a profissionais que lidam com o autismo, professores e alunos; e atividades recreativas no complexo André Vidal. Todas as atividades programadas foram discutidas com as entidades parceiras. A Semana Municipal de Conscientização do Autismo vai proporcionar e incentivar a discussão e a conscientização sobre o autismo na sociedade e a intenção da Prefeitura de Manaus é torná-la permanente no calendário do município.

O Centro

“A Semsa, Semed e a Semasdh firmaram a parceria visando atender de forma integral às necessidades da população autista, montando o quadro de recursos humanos da forma mais completa possível”, explicou Evandro Melo.

A instituição vai atuar oferecendo também uma estrutura com quadra poliesportiva, piscina, consultório odontológico e consultório clínico. A intenção é oferecer atendimento para pessoas na faixa etária de seis meses a 14 anos de idade, realizando o diagnóstico precoce, o atendimento clínico continuado e atuando na preparação para a inclusão escolar.

Autismo

O autismo é um transtorno de desenvolvimento marcado por três características principais: Inabilidade para interagir socialmente; Dificuldade no domínio da linguagem para se comunicar; Padrão de comportamento restritivo e repetitivo. A pessoa com autismo pode apresentar quadros de intensidade variável, entre leve ou grave. O diagnóstico normalmente é feito antes de a criança completar três anos, quando os sintomas mais comuns começam a ficar evidentes.

Existem diferentes teorias e hipóteses sobre as causas do autismo, não havendo resultado conclusivo, mas alguns estudos indicam que o transtorno tem como causa múltiplos fatores, incluindo questões biológicas e genéticas.

Atendimento

A Semsa já oferece atendimento para pessoas autistas através do Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (CAPSi), localizado na zona Leste. Mas, além de atender autistas, o CAPSi também é direcionado para  crianças e adolescentes com transtornos mentais graves e persistentes, ou com histórico de uso de álcool e outras drogas.

O CAPSi atende atualmente 700 crianças e adolescentes cadastrados menores de 18 anos, sendo que a maior parte do público atendido é formada por pessoas autistas e pessoas que sofrem com esquizofrenia, depressão, déficit de atenção ou hiperatividade.

O atendimento pelo CAPSi é feito através de demanda espontânea ou de encaminhamento pela rede ampliada de assistência, incluindo os serviços de saúde, de serviço social ou de justiça. O quadro de profissionais inclui médico, assistente social, psicólogo, nutricionista, terapeuta ocupacional, enfermeiro, educador físico e farmacêutico.

O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 8h às 17 horas.

Prefeitura quer mudar vacinação contra a gripe para novembro

terça-feira, abril 2nd, 2013

A Prefeitura de Manaus solicitou ao Ministério da Saúde a antecipação da vacinação contra a gripe, em Manaus, para o mês de novembro, que antecede o início do período de chuvas. A informação foi divulgada nesta segunda-feira, 1º, pelo secretário municipal de Saúde, Evandro Melo. Segundo o secretário, este ano está mantida a imunização para o dia 20 de abril, acompanhando a campanha nacional com o Dia D da Campanha contra a Influenza, mas afirmou que Manaus não pode mais acompanhar a data nacional, porque o período de chuvas inicia em época diferenciada.

“No Sul e Sudeste do País, o inverno começa no meio do ano, por isso a vacinação é em abril. Mas, no Norte do País, no mês de abril, todo mundo que tinha que ficar gripado, já pegou o vírus da gripe, porque o período sazonal já passou. Temos que vacinar os idosos e as crianças em novembro, período em que as chuvas ainda estão começando, para que todos possam ficar protegidos contra a doença antes do nosso inverno amazônico”, afirmou Evandro Melo.

O secretário disse que o calendário de vacinação do Amazonas precisa seguir o do Hemisfério Norte, onde o inverno é no mesmo período. “Estamos aguardando uma posição do Ministério da Saúde para que neste ano já possamos iniciar a vacinação em novembro, além da que vamos fazer em abril”, ressaltou.

Enquanto a decisão do Ministério da Saúde não é deferida para beneficiar Manaus, a Semsa continua com os trabalhos para a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza deste ano. Para isso, começou nesta segunda-feira agendamento dos idosos acamados, impossibilitados de se deslocar até um posto de vacinação. Até ontem, foram 52 solicitações por telefone, que pode ser feita pelo telefone 0800-280-8-280 até o dia 17 de abril. A Campanha de Vacinação contra a Influenza acontece de 15 a 26 de abril, sendo 20 de abril o dia de mobilização nacional contra a doença.

Evandro Melo ressalta que é muito importante que as famílias sejam criteriosas e só façam a solicitação do serviço naqueles casos em que o idoso esteja realmente impossibilitado de comparecer à unidade de saúde para receber a vacina.

A gerente de Imunização da Semsa, enfermeira Wanderglicer Chaves, orienta que, ao agendar a vacinação do idoso acamado, a pessoa que ligar deverá fornecer, além do próprio nome e CPF, as seguintes informações sobre o idoso: nome, número de documento de identidade, idade e endereço completo (se possível, com indicação de pontos de referência). É necessário informar, também, o problema de saúde do acamado.

A central 0800-280-8-280 funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h; as unidades de saúde que atendem em horário normal, das 07h30 às 18h; e as de horário estendido, das 18h às 21h, e aos sábados, das 7h às 17h. O período de vacinação dos acamados acontecerá de 15 a 19 de abril e de 22 a 24 de abril.

Campanha

Para este ano, a meta da Semsa durante a Campanha de Vacinação contra a Influenza é imunizar aproximadamente 245 mil pessoas em Manaus, incluindo idosos, crianças de 6 meses a menores de 2 anos, gestantes, indígenas, pessoas portadoras de doenças crônicas, puérperas (mulheres no período de até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde e população presidiária.

De acordo com Wanderglicer Chaves, a Semsa vai disponibilizar 854 postos de vacinação, sendo 762 fixos e 151 postos volantes, envolvendo cerca de 5 mil servidores distribuídos em todas as zonas da capital.

A enfermeira informa, ainda, que a vacina protege contra a gripe sazonal (conhecida como gripe comum) e contra a gripe A/H1N1. “A criança e o adulto também podem receber outras vacinas do calendário na mesma hora de aplicação da vacina contra a influenza. Basta garantir que serão utilizados locais de aplicação diferentes”, acrescenta.

Semsa adere ao Movimento “Saúde+10” e conclama os vereadores

segunda-feira, abril 1st, 2013

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, conclamou na quarta-feira (27) os vereadores a participarem do Movimento Nacional em Defesa da Saúde Pública, o ‘Saúde+10’.  A meta é colaborar com a coleta de 1,5 milhão de assinaturas em todo do Brasil – 100 mil em Manaus – para levar à Câmara Federal um Projeto de Lei de Iniciativa Popular que assegure o repasse efetivo e integral de 10% das receitas correntes brutas da União para o Sistema Único de Saúde (SUS).

O chamado foi feito durante a participação de Evandro Melo na audiência pública realizada na Câmara Municipal de Manaus para apresentação do relatório de gestão da pasta, a convite da Comissão de Saúde da Casa, que tem como presidente, o vereador Marcelo Serafim. “A Lei de Iniciativa Popular passa a ser um recurso da população para pleitear de forma legítima dentro do Congresso Nacional a efetividade dos 10% para a saúde e, assim, garantir maior investimento e estrutura para a saúde pública”, enfatizou o secretário.

O secretário explicou que, desde o início da semana, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) aderiu ao abaixo-assinado do Projeto de Lei de Iniciativa Popular sobre o repasse de 10% das receitas correntes brutas da União para a Saúde Pública Brasileira. “Cada unidade de saúde do município está recebendo as fichas do abaixo-assinado para que a população possa aderir ao movimento. O nosso objetivo é arrecadar 100 mil assinaturas em Manaus e, por isso, conclamo os vereadores comprometidos com a saúde pública para atingirmos a nossa meta e fazermos uma saúde pública de qualidade”, enfatizou Evandro Melo, acrescentando que também procurará outras parcerias, como a Ordem dos Advogados do Brasil/AM (OAB), Arquidiocese e usuários das unidades de saúde do município e do Estado.

Evandro Melo explicou que de cada R$ 4 que são gastos com saúde pública em Manaus, R$ 3 são dos cofres municipais e apenas R$ 1 é do Governo Federal. “A Emenda 29 estabelece que o percentual destinado para a saúde seja de 15%. Sendo que a União arrecada 70% da receita e não estabelece nenhum vínculo. Com esse movimento nacional iremos coletar assinaturas para garantir 10% a mais de recursos federais, que seria o mínimo para atender as necessidades da população”, disse.

O movimento nacional é encabeçado pela OAB e pela Associação Médica Brasileira (AMB), contando ao todo com mais 44 entidades, incluindo o Conselho Nacional de Saúde (CNS) e o Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes).  O Movimento Nacional em Defesa da Saúde Pública foi criado no dia 13 de março de 2012 durante reunião na sede do Conselho Federal de Psicologia, em Brasília. Várias entidades participaram do evento e firmaram a ideia da iniciativa com a meta de aumentar o volume de recursos não atendidos pelo processo de regulamentação da Emenda Constitucional 29/2000.

Transformação da Saúde

O secretário muncipal de saúde, Evandro Melo, ainda aproveitou o evento para falar mais uma vez sobre os investimentos do prefeito Arthur Neto para a saúde municipal. Segundo ele, a meta é aumentar a cobertura de atendimento na Estratégia Saúde da Família em toda a cidade de 28% para 70%. “Vamos ampliar e qualificar o acesso à Atenção Primária de Saúde, aumentando de 157 para 254 equipes de saúde da família”, salientou Evandro Melo.

De acordo com o secretário,  a secretaria Municipal de Saúde (Semsa)  não utilizará mais os modelos de “casinhas” e nem “casonas” da família. “Não teremos unidades nem de 32 metros quadrados, como era as casinhas e nem de 130 metros quadrados, como eram as casonas. Vamos construir módulos de saúde com, no mínimo, 450 metros quadrados, onde trabalharão três equipes de Saúde da Família para atender a 100% da população da área de abrangência. Esse é o compromisso do prefeito Arthur Neto”, declarou, acrescentando que o primeiro módulo será na Unidade Básica de Saúde Frei Valério, no bairro Novo Israel, na zona Norte, e a primeira Unidade de Pronto Atendimento (UPA) a ser inaugurada será a Arthur Vírgilio, no bairro Amazonino Mendes, também na zona Norte.

Segundo Evandro Melo, o novo modelo de unidades de saúde da Semsa resolverá 85% dos problemas de saúde da população, em atendimentos de atenção primária. “Vamos agregar resolutividade, colocando, por exemplo, exames como raio-x e eletrocardiograma para que o usuário não tenha que procurar outra unidade para fazer estes exames. E também, a partir do dia 2 de abril, os exames laboratoriais sairão do Sistema de Regulação, o Sisreg, e poderão ser marcados diretamente nas unidades de saúde. O médico passa os exames e o usuário já pode pegar o coletor e, no dia seguinte, já tira o sangue e entrega os materiais de fezes e urina. Tudo mais rápido e eficaz”, contou.

Além dos módulos, também como parte do projeto de ampliação dos serviços de Atenção Primária em Saúde, o secretário Evandro Melo anunciou a composição de Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASFs), formados por profissionais como fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista e psicólogo, e que darão apoio às equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF).

Segundo Evandro Melo, a Semsa pretende montar 40 NASFs, sendo 10 ainda este ano. A meta é que cada NASF ofereça apoio a três equipes da Estratégia Saúde da Família, que farão o encaminhamento do paciente quando necessário. “O atendimento a ser oferecido por cada NASF vai depender da necessidade identificada pelas equipes da ESF e de acordo com o perfil de cada comunidade”, ressaltou Evandro Melo.

Semsa inicia agendamento de vacinação para acamados

segunda-feira, abril 1st, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) dá início nesta segunda-feira (1º de abril) ao agendamento de vacinação contra a gripe para os idosos acamados, impossibilitados de se deslocar até um posto de vacinação. A solicitação poderá ser feita na unidade de saúde mais próxima ou pelo telefone 0800-280-8-280 até o dia 17 de abril. A Campanha de Vacinação contra a Influenza acontece de 15 a 26 de abril, sendo 20 de abril o dia de mobilização nacional contra a doença.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, ressalta que é muito importante que as famílias sejam criteriosas e só façam a solicitação do serviço naqueles casos em que o idoso esteja realmente impossibilitado de comparecer à unidade de saúde para receber a vacina.

A gerente de Imunização da Semsa, enfermeira Wanderglicer Chaves, orienta que, ao agendar a vacinação do idoso acamado, a pessoa que ligar deverá fornecer, além do próprio nome e CPF, as seguintes informações sobre o idoso: nome, número de documento de identidade, idade e endereço completo (se possível, com indicação de pontos de referência). É necessário informar, também, o problema de saúde do acamado.

A central 0800-280-8-280 funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h; as unidades de saúde que atendem em horário normal, das 07h30 às 18h; e as de horário estendido, das 18h às 21h, e aos sábados, das 7h às 17h. O período de vacinação dos acamados acontecerá de 15 a 19 de abril e de 22 a 24 de abril.

Campanha 

Para este ano, a meta da Semsa durante a Campanha de Vacinação contra a Influenza é imunizar aproximadamente 245 mil pessoas em Manaus, incluindo idosos, crianças de 6 meses a menores de 2 anos, gestantes, indígenas, pessoas portadoras de doenças crônicas, puérperas (mulheres no período de até 45 dias após o parto), trabalhadores da saúde e população presidiária.

De acordo com Wanderglicer Chaves, a Semsa vai disponibilizar 854 postos de vacinação, sendo 762 fixos e 151 postos volantes, envolvendo cerca de 5 mil servidores distribuídos em todas as zonas da capital.

A enfermeira informa, ainda, que a vacina protege contra a gripe sazonal (conhecida como gripe comum) e contra a gripe A/H1N1. “A criança e o adulto também podem receber outras vacinas do calendário na mesma hora de aplicação da vacina contra a influenza. Basta garantir que serão utilizados locais de aplicação diferentes”, acrescenta.

Semsa intensifica a notificação de casos de tuberculose

segunda-feira, abril 1st, 2013

Intensificar as ações de prevenção, a busca ativa, o diagnóstico e o tratamento e acompanhamento dos casos de tuberculose. Essas são as metas da Prefeitura de Manaus para o combate à doença no ano de 2013 e que foram anunciadas pelo secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, durante o 2º Seminário Estadual de Tuberculose, realizado na quarta-feira, 27, no auditório do Hospital 28 de Agosto, no bairro Adrianópolis, zona Centro-Sul da cidade.

O seminário fez parte da programação da Campanha de Combate à Tuberculose 2013, iniciada na segunda-feira, 25. Durante a semana, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio das unidades de saúde, promoveu o fortalecimento das ações educativas em escolas e associações comunitárias, realizando ações de prevenção e a busca ativa de casos suspeitos.

Durante o seminário, o secretário Evandro Melo também destacou a importância da integração das redes estadual e municipal de saúde, principalmente no cuidado com os grupos mais vulneráveis ao desenvolvimento da tuberculose, o que inclui moradores de rua, população privada de liberdade e pessoas que vivem com HIV. “O objetivo é ampliar cada vez mais as ações de combate à tuberculose na Atenção Primária, estabelecendo estratégias para prevenir, diagnosticar e curar a tuberculose, interrompendo o ciclo de transmissão”, informou o secretário.

O município de Manaus tem uma taxa de incidência de 95 casos de tuberculose para cada 100 mil habitantes, sendo que a média de taxa de incidência no Brasil é de 38 por 100 mil habitantes. Foram notificados 1.780 novos casos de tuberculose em 2012. Em 2011, o número ficou em 1.579 casos notificados.

De acordo com Evandro Melo, a Semsa registrou este ano um aumento de 50% no número de notificações de novos casos de tuberculose no município de Manaus, em relação aos três primeiros meses de 2012, atingindo uma das metas da Prefeitura de Manaus, que está priorizando a busca ativa de casos suspeitos e a definição do diagnóstico.

“Nesse início de 2013, as unidades de saúde notificaram 360 novos casos de tuberculose. O aumento do número de casos notificados reflete o trabalho de intensificação da busca de casos suspeitos, resultando em um maior número de casos diagnosticados. Significa também que mais pessoas iniciaram o tratamento, interrompendo o processo de transmissão, e já estão sendo monitorados pelos profissionais de saúde”, explicou Evandro Melo.

Com o início do tratamento, o processo de transmissão da doença é interrompido depois de um período de três semanas, evitando que outras pessoas fiquem doentes.

Prefeitura faz reconvocação de aprovados em concurso da Semsa

quarta-feira, março 27th, 2013

A Prefeitura de Manaus publicou no Diário Oficial do Município (DOM), que circulou eletronicamente nesta terça-feira (26), o edital de Reconvocação dos aprovados nos concursos para a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa),  referente aos editais n º 007 e 008/2012.

De acordo com o documento oficial , estão sendo convocados 152 aprovados, dos níveis Fundamental, Médio e Superior, cuja relação nominal também pode ser conferida na mesma publicação.

Pelos termos da convocação os candidatos devem comparecer, no período de 1º a 30 de/04/2013, no horário de 8h00 às 12h00, no auditório da Secretaria Municipal de Administração (SEMAD), localizado na Rua São Luis n º 416 – Adrianópolis, 5 º andar, para orientações quanto aos procedimentos pré-admissionais, checagem de pré-requisitos e posse.

Maiores informações podem ser obtidas por meio do telefone 3215-6368 – Setor de Posse da Semad.

Oficinas preparam implantação da ‘Caderneta do Adolescente’

terça-feira, março 26th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está programando uma série de oficinas para ampliar a implantação da Caderneta do Adolescente nas Unidades de Saúde no município de Manaus. A meta da Prefeitura de Manaus é terminar o ano de 2013 com a implantação da Caderneta em 100% das unidades da rede básica.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, a primeira série de oficinas de 2013 vai acontecer nos meses de abril e maio, sendo direcionada para profissionais de Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) do Distrito de Saúde Sul (Disa Sul).  O público alvo são 372 profissionais, entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e agentes comunitários de saúde.

A técnica responsável pelas ações do Programa Saúde do Adolescente da Semsa, Ana Cristina Dias da Cruz, explica que a Semsa pretende encerrar o mês de maio com a implantação da Caderneta do Adolescente em 100% das Unidades de Saúde da Família do Disa Sul.

A Caderneta do Adolescente é uma das estratégias do Ministério da Saúde para dar maior visibilidade ao público jovem nos serviços de saúde. Um dos objetivos é subsidiar os profissionais com informações para o cuidado integral desse público alvo, principalmente no que diz respeito a aspectos como o crescimento e desenvolvimento. “É um documento onde é possível registrar informações sobre o atendimento médico realizado, sobre saúde sexual e reprodutiva, alimentação, puberdade, perigo das drogas e várias outras orientações para uma adolescência saudável”, explica Ana Cristina Cruz.

As oficinas do Disa Sul vão acontecer nos dias 4, 5, 23 e 24 de abril e nos dias 21 e 24 de maio. O evento está marcado para o Centro de Convivência da UBS Japiim, onde haverá apresentação da Caderneta do Adolescente e serão repassadas informações sobre o “Marco Legal: Saúde, um direito do adolescente”, além de temas como o Desenvolvimento Puberal, Nutrição e Imunização. “As oficinas vão capacitar os profissionais para a abordagem desses temas junto aos adolescentes e aos familiares”, destaca.

A Semsa também vai realizar no mês de abril, dias 09 e 16, uma oficina de implantação da Caderneta do Adolescente direcionada para profissionais do Disa Norte. Com essa oficina, a Semsa estará finalizando a implantação da Caderneta em 100% das Unidades de Saúde na zona Norte, incluindo as UBSFs, Unidades Básicas (UBSs), Unidades Ambulatoriais (USAs) e Policlínicas.

A partir do final de maio, a Semsa dará continuidade à implantação da Caderneta nas Unidades de Saúde dos Distritos Leste, Oeste e Fluvial.

Semsa prepara ações de Combate à Tuberculose 2013

segunda-feira, março 25th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai intensificar esta semana, de 25 a 28 de março, as ações da Campanha de Combate à Tuberculose 2013. A meta principal para este ano é o aumento no índice de notificações e do diagnóstico da doença, alertando para um dos principais sintomas da tuberculose: tosse por três ou mais semanas.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, para ajudar no combate à tuberculose, será iniciado o serviço do Disque Saúde da Semsa (0800 280 8 280), que servirá como um canal de comunicação para que a população possa se informar sobre a doença e sobre a rede municipal de diagnóstico, tratamento e prevenção.

Foram notificados 1.780 novos casos de tuberculose em 2012, representando uma taxa de incidência de 95 para cada 100 mil habitantes. Em 2011, o número ficou em 1.579 casos notificados. Segundo dados do Ministério da Saúde, a média de taxa de incidência no país é de 38 por 100 mil habitantes.

De acordo com Evandro Melo, a Campanha também faz parte das ações desenvolvidas dentro do Plano de 100 Dias da Secretaria Municipal de Saúde e que tem como uma de suas prioridades a intensificação da busca ativa de casos suspeitos de tuberculose no município de Manaus.

“A tuberculose continua sendo um grave problema de saúde pública. Manaus é a quarta capital do Brasil com maior incidência de casos da doença. Por isso, desde o início do ano, a Semsa tem dado prioridade para a busca e diagnóstico da doença nas unidades básicas de saúde”, explicou Evandro Melo.

Somente no mês de janeiro de 2013, foram notificados 190 casos novos de tuberculose em Manaus, representando um aumento de 52% em relação à média de casos notificados nos últimos cinco anos nesse mesmo período. O aumento de notificações é considerado uma estratégia importante no combate à doença, já que com o diagnóstico confirmado é possível iniciar o tratamento correto e, com isso, interromper o processo de transmissão da tuberculose depois de um período de terceira semanas.

O chefe do Núcleo de Controle da Tuberculose da Semsa, enfermeiro Jair Pinheiro, explica a intensificação das ações vai ser executada pelas unidades de saúde e tem como público alvo a população em geral e, especificamente, populações vulneráveis. “Estamos dando uma atenção maior para a população privada de liberdade e moradores de rua. Também serão realizadas ações direcionadas para a comunidade escolar com orientações para alunos, que têm potencial para multiplicar informações junto às famílias”, destacou Jair Pinheiro.

Além de escolas, as ações vão ser executadas em associações comunitárias e feiras. Uma das ações acontecerá na terça-feira, dia 26, com palestra de tuberculose para alunos do Colégio Estadual de Tempo Integral Eliza Bessa (avenida Itaúba, Jorge Teixeira), em parceria com o comitê Estadual de Tuberculose e a Secretaria Estadual de Educação, às 14h.

Também no dia 26 será montada uma exposição da Mostra Interativa “SUS pra valer: tuberculose tem cura”, na Escola Municipal Maria Madalena, no bairro Vila da Prata, das 8h30 às 14h30.

A tuberculose é a principal causa de morte por doença infectocontagiosa em adultos em todo o mundo. É uma doença intimamente associada à pobreza, às más condições de vida, habitação e à aglomeração humana.

Segundo Jair Pinheiro, a Semsa vem investindo no fortalecimento das ações de vigilância da doença, através da estruturação e qualificação da equipe técnica dos Distritos de Saúde, manutenção da qualidade da base de dados de tuberculose no Sistema de Informação de Agravos de Notificação, monitoramento dos óbitos, dos casos de tuberculose coinfectados com vírus HIV e daqueles com a forma resistente da doença. “Também estão sendo fortalecidas as ações de assistência aos pacientes e contatos domiciliares com a reorganização e reestruturação das unidades de saúde, principalmente no que diz respeito ao diagnóstico da doença, com a implantação dos quatro laboratórios distritais interligados a uma rede com mais de 40 postos de coleta de exame escarro (baciloscopia)”, confirmou Jair Pinheiro.

A prioridade do Programa de Combate à Tuberculose também é a expansão da estratégia de Tratamento Diretamente Observado da Tuberculose (TDO), com o objetivo é aumentar a taxa de cura da doença que tem se mantido em 75% no município de Manaus, sendo que o recomendado pelo Ministério de Saúde é de pelos menos 85%.

No TDO, o profissional de saúde realiza a observação da tomada da medicação pelo paciente, três vezes por semana, garantindo a continuidade do tratamento e identificados os fatores relacionados ao abandono.

Apesar de qualquer pessoa poder contrair tuberculose, a doença é mais frequente em pessoas em situação de vulnerabilidade social e individual, o que contribui para o elevado índice de pacientes que abandonam o tratamento, que em Manaus chega a 10%, quando o recomendado é que esse índice seja inferior a 5%. “Em pesquisa coordenada em Manaus, identificamos que o abandono tratamento na Atenção Primária é mais frequente entre pessoas das classes econômicas C, D e E, entre aquelas que fazem uso de álcool ou drogas, e pacientes do sexo masculino”, informou Jair Pinheiro.

Doença – A Tuberculose é uma doença infectocontagiosa causada pelo Bacilo de Koch e que afeta principalmente os pulmões, mas que pode ocorrer também em órgãos como ossos e rins. Os sinais e sintomas mais comuns da doença são tosse por três semanas ou mais; cansaço excessivo; febre baixa geralmente à tarde; sudorese noturna; falta de apetite; palidez; emagrecimento acentuado; rouquidão; fraqueza; e prostração.

É uma doença de transmissão direta, quando o doente expele, ao falar, espirrar ou tossir, pequenas gotas de saliva que contêm o agente infeccioso. Somente 5% a 10% dos infectados pelo Bacilo de Koch adquirem a doença. Pessoas vivendo com HIV/Aids, diabetes, insuficiência renal crônica (IRA), desnutridas, idosos doentes, usuários de  álcool e outras drogas/tabagistas são mais propensos a contrair a tuberculose.

Semsa pede parceria da população no combate à dengue

sexta-feira, março 22nd, 2013

Mais de 200 alunos das Escolas Municipal Vicente de Paula e Estadual Tiradentes foram às ruas na sexta-feira (22) distribuir material educativo da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) de combate à dengue, no bairro Petrópolis, área que tem a maior prevalência da doença na zona sul da cidade, com 221 casos notificados. A ação também contou com caminhadas em todas as zonas da cidade, com o tema ‘Somos todos parceiros na prevenção da dengue’ e contou com a participação do secretário municipal de Saúde, Evandro Melo.

“O envolvimento dos alunos e da população em geral é fundamental para combatermos os criadouros do mosquito Aedes Aegypti. Não se controla a dengue somente com ações do poder público. Temos que fazer uma união de esforços pela vida, para diminuirmos os riscos da doença”, pediu Evandro Melo.

A ação foi organizada pelo Setor de Educação em Saúde e Mobilização Social da Semsa em parceria com as secretarias estadual e municipal de Educação e a Secretaria de Estado da Saúde (Susam), por meio da Fundação de Vigilância Sanitária (FVS) e apoio do Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans).

A mobilização aconteceu simultaneamente nas escolas estaduais José Milton Bandeira (no bairro Monte Sinai, zona Norte); Maria Teixeira Goes (rua Dídia, s/nº- Zumbi, zona Leste); Tiradentes (av. Codajás-Petropólis, zona Sul); Centro de Educação de Tempo Integral Áurea Braga (av. Brasil-Compensa, zona Oeste) e Escola Municipal Agenor Ferreira (comunidade Nossa Senhora do Livramento, na área ribeirinha do rio Negro).

Segundo a chefe do Setor de Educação em Saúde, Keinirlange Marques, a caminhada faz parte da estratégia de execução da Operação Impacto de Combate à Dengue para o controle e ações preventivas nas áreas com maior incidência da doença.

Registros

A Semsa já registrou, do dia 1º de janeiro até o dia 23 de março deste ano, 6.045 casos notificados de dengue no município de Manaus, sendo 877 confirmados por laboratório. Os bairros com maior incidência de dengue são o Jorge Teixeira, na zona Leste, com 539 casos notificados, e, em segundo lugar, o bairro Cidade Nova, na zona Norte, com 519 casos.

Para combater os focos do mosquisto, a Prefeitura de Manaus lançou, em janeiro deste ano, a Operação Impacto de Combate à Dengue, com meta de vistoriar 264.410 imóveis até o final do mês de março. A vistoria dos imóveis é realizada por equipes formadas por profissionais de saúde em parceria com a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Exército, Marinha, Aeronáutica e Corpo de Bombeiros, executando a eliminação de criadouros do mosquito transmissor da dengue, Aedes aegypti, e orientando os moradores sobre os cuidados necessários para manter os locais livres de depósitos das larvas do mosquito.

Além do trabalho realizado de casa em casa, estão sendo executadas ações de educação em saúde em escolas, unidades de saúde e empresas, mobilizando a comunidade para maior participação na vigilância e controle da infestação do mosquito.

Campanha de Mídia  

No dia último dia 11 de março, a Prefeitura de Manaus também lançou uma intensa campanha de mídia para o combate à Dengue. Foram produzidos três mil cartazes, 90 mil panfletos, cinco mil adesivos, 20 outdoors, 220 cartazes para mobiliário urbano (paradas de ônibus), mil camisas, 100 faixas e campanha educativa para veiculação em jornal, televisão, rádio e carro de som, além de ônibus (Busdoor).

“A campanha pretendeu atingir toda a população. Panfletos e cartazes foram distribuídos pelos profissionais de saúde nas comunidades e fixados em escolas, padarias, mercadinhos e outros estabelecimentos com grande circulação de pessoas. Porém, também reforçamos as orientações para os médicos com informações atualizadas sobre o tratamento do paciente com suspeita de dengue e para que as pessoas que trabalham com a construção civil tenham informações sobre como evitar a proliferação de focos do mosquito Aedes aegypti no local de trabalho”, explica Evandro Melo.

Semsa realiza ações para promover igualdade racial

quinta-feira, março 21st, 2013

Para marcar o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial, instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU) como o dia 21 de março, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio do Núcleo de Saúde do Homem e Grupos Especiais, realiza nesta quinta-feira, 21, ações educativas para promover a igualdade racial e evitar o racismo institucional nas unidades municipais de saúde.

As atividades, que acontecem simultaneamente em diversas unidades de saúde das zonas Norte (UBS Áugias Gadelha, na rua A-15, Cidade Nova I), Sul (UBS Megumo Kado, rua Inocêncio de Araújo, 51-Educandos), Leste (UBS Leonor Brilhante, rua Autaz Mirim, s/nº- Tancredo Neves) e Oeste, serão desenvolvidas por enfermeiras, assistentes sociais e psicólogos, que realizarão palestras abordando a luta contra a discriminação racial.

A UBS Megumo Kado contará com a presença da professora Arlete Anchieta, membro do Fórum Permanente de Afro-descendentes do Amazonas (Fopaam), entidade que reúne lideranças dos diversos movimentos de negritude no estado e que tem, dentre outros objetivos, combater o racismo, o preconceito e a discriminação racial e étnica.

Histórico

A enfermeira Josilda Souza, chefe do Núcleo de Saúde do Homem e Grupos Especiais, explica que o Dia Internacional de Luta pela Eliminação da Discriminação Racial foi instituído em memória ao Massacre de Shaperville, ocorrido em 1960, em Johanesburgo, na África do Sul, e que resultou na morte de 89 pessoas, além de ter deixado 186 pessoas gravemente feridas. Naquele dia, aproximadamente 20 mil homens e mulheres negros protestavam contra a “lei do passe”, que os obrigava a portar cartões de identificação, especificando os locais por onde eles podiam circular.

O regime do Aparthaid foi o responsável pelo massacre que repercutiu no mundo inteiro e praticamente obrigou a aprovação de convenção (da qual o Brasil é signatário) na qual se afirma que a “discriminação racial significa qualquer distinção, exclusão, restrição ou preferência baseada na raça, cor, ascendência, origem étnica ou nacional com a finalidade ou o efeito de impedir ou dificultar o reconhecimento e/ou exercício, em bases de igualdade, aos direitos humanos e liberdades fundamentais nos campos político, econômico, social, cultural ou qualquer outra área da vida.”

Seminário de Humanização reúne representantes da Região Norte

quinta-feira, março 21st, 2013

Reunindo representantes dos sete estados da região Norte, o Ministério da Saúde iniciou na quarta-feira, 20, o Seminário Norte de Humanização, em Manaus, no auditório do Taj Mahal Continental Hotel, com a participação de representantes das secretarias Estadual e Municipal de Saúde, além de trabalhadores, gestores e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

De acordo com o coordenador da Política Nacional de Humanização (PNH), Gustavo Nunes de Oliveira, o evento foi organizado como uma das etapas de preparação para o Seminário Nacional de Humanização, previsto para o segundo semestre de 2013 e que vai marcar as comemorações dos 10 anos de implantação da PNH no Brasil. “Os seminários regionais são etapas preparatórias para o evento nacional, mobilizando a população para a construção coletiva de estratégias que possam contribuir para o avanço da Política Nacional de Humanização em todo o país”, explicou Gustavo Oliveira.

A subsecretária de Gestão da Saúde da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Lubélia Sá Freire da Silva, destacou que a PNH faz parte da Política Municipal de Saúde para o fortalecimento das ações da Atenção Primária no que se refere à relação entre gestores, trabalhadores e usuários de saúde. “Durante o ano de 2013, uma das metas da Semsa é intensificar as ações de humanização nas unidades de saúde, principalmente no que se refere ao acolhimento dos usuários nos serviços”, afirmou Lubélia Freire.

Durante o seminário, que será encerrado na quinta-feira, 21, serão discutidos temas como “Integralidade e Interdisciplinaridade na Formação do Profissional de Saúde” e “Interface da PNH com as demais políticas e redes temáticas do MS – pensando a PNH como política pública e sua inserção no SUS”.

Para a coordenadora do Coletivo Norte de Humanização, Alexsandra Souza, o seminário também será uma oportunidade para discutir a relação entre a PNH e as demais políticas e redes de saúde do Ministério da Saúde. “Queremos promover a discussão sobre como integrar ações como as de Educação Popular em Saúde e Educação Permanente, e de redes como a Rede Cegonha e Psicossocial, com as ações desenvolvidas dentro da PNH, agregando conhecimentos e estratégias”, afirmou.

Iniciada em 2003 com a proposta de alterar a relação entre gestores, trabalhadores e usuários do SUS, de modo que cada um se reconheça como protagonista do SUS, participando e contribuindo para os avanços no sistema, a Política Nacional de Humanização tem hoje uma rede formada por quatro mil apoiadores institucionais atuando em todos os estados brasileiros.

A política é desenvolvida através de diretrizes de atuação como acolhimento, gestão participativa e cogestão, clínica ampliada, valorização do trabalhador, defesa dos direitos dos usuários e ambiência.

Cada uma das diretrizes é colocada em prática nos serviços de saúde por meio de uma série dispositivos: acolhimento com classificação de risco, que inverte a lógica de atendimento por ordem de chegada, mas de acordo com a vulnerabilidade e o risco do usuário do SUS; colegiados gestores para democratização das decisões; garantia de visita aberta; direito ao acompanhante; e projetos de ambiência.

No estado do Amazonas, a PNH conta hoje com 95 apoiadores institucionais formados em curso de 160 horas e que atuam como multiplicadores nas unidades de saúde.

No município de Manaus, além de apoiadores institucionais nas unidades de saúde, a PNH tem em cada distrito de saúde (Norte, Leste, Oeste e Sul) um profissional que atua como referência para as estratégias da política.

Para o ano de 2013, a meta da Semsa é priorizar as ações de acolhimento e valorização do trabalho e do trabalhador de saúde, além da divulgação da Carta de Direitos dos Usuários.

A intenção é executar e ampliar essas ações para 49 unidades de saúde, sendo 34 da Estratégia Saúde da Família, nas 10 unidades de saúde com horário ampliado e em cinco unidades que tenham instalado conselhos locais de saúde, completando a meta de 200 unidades de saúde como o contemplado no Plano Municipal de Saúde 2010/2013.

PROGRAMAÇÃO

Seminário Norte de Humanização do SUS
21.03
9h- Rodas de conversa – segunda etapa
Eixo 1: PNH e formação em saúde: possibilidades no atual contexto do SUS regional.
Eixo 2:  A contribuição da PNH e a produção de saúde em rede.
Eixo 3: Humanização e áreas estratégicas de Atenção: ações singulares e potência das transversalizações.
Eixo 4: Participação cidadã em saúde: usuários e redes/movimentos sociais no cotidiano da produção de saúde.

14h
Plenária Final para compartilhamento das discussões, avaliação e encerramento.

Prefeitura apreende 5 toneladas de medicamentos e cosméticos

quinta-feira, março 21st, 2013

Cerca de cinco toneladas de medicamentos ilegais, como produtos terapêuticos e medicinais do tipo fitoterápicos sem registro, além de cosméticos e bebidas que eram falsificados, adulterados ou alterados de forma ilegal foram apreendidos pela Prefeitura de Manaus. A operação faz parte de uma parceria com a Polícia Rodoviária Federal e foi deflagrada na empresa Amazon Flora Pura, localizada na Rua Miranda Leão, no Centro.

Na quarta-feira (20), os fiscais do Departamento de Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciaram o levantamento da quantidade de produtos apreendidos.  Após a contagem de todo material encontrado nas dependências do estabelecimento, os produtos serão incinerados. Entre os diversos produtos estão alguns que são conhecidos pela população manauara, como óleo de copaíba, andiroba, sebo de carneiro, banha de cobra, de boto, de jacaré, cápsulas de crajirú e sara-tudo.

A denúncia foi feita à Dvisa por meio de notificação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A Polícia Rodoviária Federal foi acionada e na terça-feira interceptou uma carga de medicamentos que trafegava na BR-174, do proprietário da Amazon Flora, Francisco das Chagas Bezerra. O chefe da Divisão de Produtos do Dvisa, Marcos Farbis, informou que, de início, já foi comprovado que o estabelecimento não tinha licença sanitária e não tinha responsável técnico para preparo e manipulação de medicamentos.

“Essa é a maior apreensão de produtos fitoterápicos realizada pela Semsa”, revelou Marcos, acrescentado que o proprietário do estabelecimento será processado e receberá penalidades.

O Dvisa é o órgão municipal responsável por desenvolver ações de proteção, promoção e educação sanitária junto à população, além de fiscalização em estabelecimentos comerciais que estão sujeitos ao controle sanitário e do projeto arquitetônico de estabelecimentos de saúde e daqueles que atuam com a manipulação de alimentos ou medicamentos, incluindo consultórios médicos, supermercados e restaurantes.

Para informações ou denúncias, o telefone do Dvisa é 0800 092 0123.  O e-mail do órgão é o visa.sms@pmm.am.gov.br.

Semsa promove ações de combate à Tuberculose

quarta-feira, março 20th, 2013

Como parte da preparação para a Campanha de Combate à Tuberculose 2013, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), vai realizar nesta quarta-feira, 20, uma ação educativa de prevenção à tuberculose na Escola Municipal Zenaira Bentes, conjunto Castanheira, bairro Gilberto Mestrinho. A ação, que acontece a partir das 9h, será executada por profissionais do Módulo de Saúde da Família Silas Oliveira Santos, localizado no Conjunto Castanheiras II, bairro São José Operário (zona Leste).

A enfermeira Jocilane Vasconcelos explica que o Módulo de Saúde iniciou as ações de pré-campanha na segunda-feira, 18, com rodas de conversa entre profissionais da equipe para a troca de experiências e bate-papo com os pacientes para identificação de pessoas com sintomas da doença (como tosse por mais de três semanas). “Durante a ação na escola, a equipe multiprofissional do Módulo de Saúde vai realizar a apresentação de um teatro de fantoches para as crianças sobre o conceito de tuberculose, causas e sintomas, incentivando a discussão sobre o tema para responder aos questionamentos dos alunos”, explicou Jocilane Vasconcelos.

O Módulo de Saúde também vai promover na sexta-feira, 22, uma blitz de mobilização para o combate à tuberculose na feira da Avenida Perimetral, na Grande Vitória, às 8h30, com panfletagem e montagem de estande para orientações sobre os sintomas da doença e solicitação de exames (baciloscopia) para casos suspeitos.

Programação

O chefe do Núcleo de Controle da Tuberculose da Semsa, enfermeiro Jair Pinheiro, explica que Unidades de Saúde do Distrito Fluvial também já realizaram ações de pré-campanha, iniciada dia 13 de março, com atividades educativas e busca ativa de pessoas com suspeita de tuberculose.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, disse que a Semsa também vai apoiar mais uma ação educativa na segunda-feira, 25, com abordagem aos feirantes e usuários da Feira da Manaus Moderna, organizada pela Organização da Sociedade Civil Katiró. “Durante a semana, as unidades de saúde estarão intensificando a realização de palestras e busca ativa de pessoas com suspeita de tuberculose em escolas e associações comunitárias”, contou.

A secretaria também irá participar do 2º Seminário Estadual de Tuberculose, dia 27 de março, no auditório do Instituto da Mulher Dona Lindú.

De acordo com Jair Pinheiro, foram notificados 1.770 novos casos de tuberculose em 2012, representando uma taxa de incidência de 95 para cada 100 mil habitantes. Segundo dados do Ministério da Saúde, a média de taxa de incidência no país é de 38 por 100 mil habitantes.

Doença

A Tuberculose é uma doença infecto-contagiosa causada pelo Bacilo de Koch e que afeta principalmente os pulmões, mas que pode ocorrer também em órgãos como ossos e rins. Os sinais e sintomas mais comuns da doença são tosse por três semanas ou mais; cansaço excessivo; febre baixa geralmente à tarde; sudorese noturna; falta de apetite; palidez; emagrecimento acentuado; rouquidão; fraqueza; e prostração.

É uma doença de transmissão direta, quando o doente expele, ao falar, espirrar ou tossir, pequenas gotas de saliva que contêm o agente infeccioso. Somente 5% a 10% dos infectados pelo Bacilo de Koch adquirem a doença. Pessoas vivendo com HIV/Aids, diabetes, insuficiência renal crônica (IRA), desnutridas, idosos doentes, usuários de  álcool e outras drogas/tabagistas são mais propensos a contrair a tuberculose.

Semsa combate a hanseníase e a verminose em crianças

segunda-feira, março 18th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai aderir à Campanha Nacional contra a Hanseníase e Controle das Geohelmintíases (verminoses), que faz parte do Plano Integrado de Ações Estratégicas do Ministério da Saúde. As atividades serão desenvolvidas nas escolas de ensino fundamental da rede municipal e estadual. A meta é examinar cerca de 200 mil estudantes e identificar casos novos de hanseníase, além da eliminação de verminose em crianças na faixa etária de 5 a 14 anos. A abertura da campanha acontece nesta segunda-feira (18), às 9h, na Escola Municipal Vicente de Paulo (rua Maria Mansour, 805 – Japiim, zona Sul da cidade).

As ações da campanha, que acontecem a partir desta segunda-feira (18) até sexta-feira (22), vão envolver 364 escolas e serão desenvolvidas em parceria com as secretarias estadual e municipal de Educação e a Secretaria de Estado da Saúde (Susam), por meio da Fundação Alfredo da Mata e da Fundação de Vigilância Sanitária (FVS) com apoio do Ministério da Saúde.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, informa que o Ministério da Saúde disponibilizou 300 mil doses do medicamento Albendazol de 400mg que será administrado em dose única. O objetivo é reduzir a carga dos geohelmintos (parasitas intestinais conhecidos como lombrigas, que causam anemia, dor abdominal e diarreia), que podem prejudicar o desenvolvimento e o rendimento escolar da criança.

Para a hanseníase, o secretário explica que o objetivo é aumentar o diagnóstico precoce e identificar locais em que a hanseníase ainda persiste. Os casos suspeitos da doença serão encaminhados à rede básica de saúde para confirmação e tratamento, após a triagem  do recebimento de uma  Ficha de Auto-Imagem, que será enviada aos pais, os quais deverão inspecionar seus filhos e marcar na imagem a existência ou não de mancha na pele.  Na semana da campanha, cada aluno devolverá o formulário e tomará um comprimido de Albendazol de 400mg supervisionado por um profissional de saúde ou pelo professor.

Educação

Durante a campanha serão distribuídas cartilhas para orientação dos professores e estudantes com esclarecimentos gerais sobre a doença. Os agentes comunitários de saúde e profissionais da Estratégia de Saúde da Família e Unidades de Saúde visitarão as escolas para diagnosticar e tratar os casos novos, além de buscar os contatos dos casos já diagnosticados, ampliando assim, o acesso à cura.

Segundo o chefe do Controle de Hanseníase da Semsa, Waldenor Guimarães, em 2012, foram detectados, em Manaus, 17 casos de crianças e adolescentes menores de 14 anos com hanseníase e 198 casos em menores acima de 15 anos.

O SUS trabalha para reduzir em 26,9% o coeficiente de detecção de casos novos em menores de 15 anos, aumentar o percentual de cura (90% dos novos) e examinar 80% dos contatos intradomiciliares dos casos novos de hanseníase.

A hanseníase é transmitida de pessoa para pessoa por quem tem contato muito próximo e prolongado com o doente, dentro do núcleo familiar ou da comunidade em que vive. Geralmente não é transmitida dentro de um ônibus ou num local público. A hanseníase tem cura, mas pode causar incapacidades físicas se o diagnóstico for tardio. O tratamento, gratuito e eficaz, pode durar de seis meses a um ano.

Termo de Convênio

Nesta sexta-feira (15), o secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, assinou um Termo de Convênio de Cooperação Técnica celebrado pelo Estado do Amazonas, por meio da Unidade de Gerenciamento do Programa Social e Ambiental dos Igarapés de Manaus (UGPI) com a Semsa, Secretaria Municipal de Educação (Semed), Fundação de Vigilância em Saúde  (FVS) e Secretaria de Estado de Educação (Seduc). O objetivo do convênio, de R$ 1,2 mi, é também combater as verminoses (helmintos) nos alunos das escolas públicas próximas ao Prosamim I, II e III.

O projeto propõe a implementação de um controle de doenças tropicais negligenciadas prevalentes em Manaus, em particular os helmintos  intestinais transmitidos pelo contato com o solo e ingestão de alimento e água, de modo que não sejam uma ameaça para a saúde da população, especialmente para as populações vulneráveis, como mulheres em idade fértil e crianças menores de quinze anos.

Os Helmintos intestinais são transmitidos pelo contato com o solo (STH por sua sigla em Inglês). Esses parasitas afetam o equilíbrio nutricional das pessoas interferindo na absorção de nutrientes, causando sangramento intestinal, e, como consequência, anemia e desnutrição. Eles também podem causar complicações importantes, como a obstrução intestinal ou prolapso retal. Em mulheres em idade fértil infecções por helmintos intestinais são uma causa comum de anemia e desenvolvimento fetal retardado, resultando em uma deterioração da saúde da mãe e da criança.

Prefeitura oferecerá testes rápidos para HIV e Sífilis

segunda-feira, março 18th, 2013

A Prefeitura de Manaus inicia, nesta segunda-feira (18), a implantação de testes rápidos para HIV e Sífilis em nove Unidades Básicas de Saúde (UBS) da rede municipal, distribuídas em todos os cinco distritos de Saúde da cidade (Oeste, Norte, Leste, Sul e Fluvial). As atividades fazem parte do Programa Rede Cegonha, que teve o grupo condutor empossado no dia 12 de março deste ano, pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

De acordo com a chefe do Núcleo de Controle de DST/Aids e Hepatites Virais da Semsa, Adriana  Raquel, serão disponibilizados, mensalmente, 50 kits para HIV e 25 kits para sífilis para cada unidade de saúde,  totalizando 730 kits mensais. “Para o mês de março, iniciaremos com nove unidades, sendo que o objetivo é ampliar, a cada mês, para mais quatro UBSs, conforme formos capacitando os profissionais”, revelou.

O secretário municipal de Saúde, Evandro Melo, disse que, nesse primeiro momento, o público alvo serão as grávidas e seus parceiros, por ser uma ação prioritária da Rede Cegonha. “Após a implantação em todas as UBSs e capacitação dos profissionais, futuramente realizaremos a Testagem Rápida para HIV, Sífilis e Hepatites B e C para a população em geral”, garantiu.

O programa Rede Cegonha é uma das estratégias da Prefeitura de Manaus para redução de mortes maternas e infantis na capital. O grupo é formado por técnicos da Semsa e da Secretaria de Estado da Saúde (Susam), com apoio do Ministério da Saúde.

De acordo com o secretário Evandro Melo, o processo de trabalho da Rede Cegonha envolverá uma série de mudanças, que inclui desde o acolhimento da grávida até o pós-parto e que terão impacto na média e na alta complexidade. “Por meio do grupo, serão executadas ações que assegurem condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde da gestante, além da organização e do funcionamento dos serviços de atenção primária. O grupo condutor que colocamos terá que atuar para assegurar que a grávida conheça a maternidade onde irá receber atendimento durante o parto no âmbito do Sistema único de Saúde, o SUS”, disse.

Evandro Melo destacou que a estratégia do Ministério da Saúde com a Rede Cegonha é humanizar a assistência, onde mulheres, recém-nascidos e crianças tenham direito à ampliação do acesso; acolhimento e melhoria da qualidade do pré-natal. “O exame de HIV nestas mulheres possibilita que a doença seja detectada na gravidez, para que possamos iniciar os cuidados necessários para que a criança seja preservada”, afirmou.

As unidades que estarão oferecendo o teste rápido, seguindo uma escala de horário e dia da semana para realização dos exames, são:

Zona Oeste:
1) UBS Leonor de Freitas
Dia da Semana: 6ª Feira  Horário:  8h às 12h e 13h às 16h
2) UBS Bairro da Paz
Dia da Semana: 3ª Feira  Horário:  8h às 12h

Zona Norte:
1) USA Sálvio Belota
Dia da Semana: 2ª e 4ª Feira    Horário: 13h às 16h
2) Policlínica Ana Barreto
Dia da Semana: 2ª Feira   Horário:  13 h às 16 h

Zona Leste:
1) UBS Amazonas Palhano
Dia da Semana: 4ª e 5ª Feira  Horário: 13h às 16h

Zona Sul:
1) UBS Megumo Kado
Dia da Semana: 6ª Feira  Horário: 8h às 12h e  13h às 16h
2) UBS Morro da Liberdade
Dia da Semana: A confirmar  Horário: 8h às 10h30

Zona Fluvial:
1) Saúde Rural Nossa Senhora de Fátima
Dia da Semana: 4ª Feira    Horário: 8 h às 14 h
2) Serviço Fluvial Itinerante / Barco
Dia da Semana: 4ª Feira a Domingo (2 vezes por mês)

Unidades Móveis iniciam atendimento em novos bairros

quinta-feira, março 14th, 2013

O Programa Saúde Manaus Itinerante da Prefeitura de Manaus inicia nesta quinta-feira (14) atendimentos nos bairros de São Francisco e Puraquequara. As Unidades Móveis de Saúde da Mulher e Saúde Odontológica atenderão na zona Sul, no pátio da Escola Municipal Tereza Rosa Aguiar Abtibol, na rua Girassol, s/nº. Na zona Leste, o atendimento será feito pelas Unidades Móveis de Saúde da Mulher, Saúde Odontológica e Médico-Laboratorial, na Escola de Tempo Integral Irmã Gabrielli Cogels, na rua Barroso, s/nº.

No bairro de São Francisco, as duas unidades móveis (Saúde da Mulher e Odontológica) farão atendimento até o dia 10 de abril com a oferta de exames de prevenção ao câncer de colo de útero e ao câncer de mama (preventivo, ultrassonografia e mamografia), além de serviços de profilaxia (limpeza) e aplicação de flúor, restaurações e pequenas cirurgias.

Na zona Leste, os atendimentos serão realizados pelas Unidades Móveis de Saúde da Mulher, Saúde Odontológica e Saúde Médico-Laboratorial (oferecendo consultas com clínico geral, pediatra e oftalmologista, e coleta de material para exames laboratoriais) até o dia 11 de abril.

Neste sábado (16), das 8 às 13h, o Programa Saúde Manaus Itinerante participa da programação da Ouvidoria Geral do Estado em comemoração ao Dia do Ouvidor, oferecendo serviços da Unidade Móvel de Saúde da Mulher, no Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC) Educandos (zona Sul da cidade).  A unidade ficará estacionada no PAC até o dia 12 de abril.

No bairro União da Vitória (zona Oeste de Manaus), o atendimento está sendo feito em frente à Escola Esmeralda Soares Neves (avenida Ayrton Senna), oferecendo atendimento médico com clínico geral, pediatra e oftalmologista, e coleta de material para exames laboratoriais, até o dia 3 de abril. No bairro Terra Nova (zona Norte), as unidades móveis (Saúde da Mulher e Odontológica) estão posicionadas na rua 13 de Maio, ao lado da Escola Municipal Ana Sena Rodrigues. O atendimento será prestado até o dia 5 de abril.   

Locais:

Zona Oeste: Avenida Ayrton Senna, comunidade União da Vitória, em frente à Escola Esmeralda Soares Neves – 06 de março a 03 de abril;

Zona Norte: Rua 13 de maio, bairro Terra Nova, ao lado da Escola Municipal Ana Sena Rodrigues – 08 de março a 05 de abril ;

Zona Leste: Rua Barroso, s/nº, bairro Puraquequara – no pátio da Escola de Tempo Integral Irmã Gabrielli Cogels –  14 de março a 11 de abril.

Zona Sul: Rua Girassol, s/nº,  bairro São Francisco –  no pátio da Escola Municipal Tereza Rosa Aguiar Abtibol – 14 de março a  10 de abril;  PAC Educandos – 16 de março a 12 de abril.

_____________

 

 

Assessoria de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Luciete Pedrosa

Coordenação: Cláudia Barbosa

(92) 3236-8315

ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Semsa promove 1º Encontro de Residência de Medicina de Família

quinta-feira, março 14th, 2013

A Comissão de Residência Médica da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promove nesta quinta-feira, 14, o 1º Encontro de Residência de Medicina de Família e Comunidade. O evento acontecerá no auditório Senador João Bosco Ramos de Lima, na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas, das 8h às 11h.

Durante a programação, haverá apresentação de representante da Sociedade Brasileira de Medicina de Família e Comunidade e a exibição do vídeo “Médico de Família e Comunidade – qualidade de amar”, produzido pelas residentes Danielle Figueiredo Rodrigues dos Santos e Shádia Hussami Hauache Fraxe. O vídeo está concorrendo a prêmio no 12º Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade, marcado para o mês de maio, em Belém.

De acordo com o médico Mauro Magaldi, coordenador da Comissão de Residência Médica da Semsa, o Encontro é um evento inédito e tem como objetivo mostrar a importância da qualificação dos profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF). “A intenção da comissão é divulgar as ações desenvolvidas dentro da residência médica e esclarecer sobre a importância desse trabalho para a Atenção Primária em Saúde no município de Manaus”, informa Mauro Magaldi.

A Residência Médica em Medicina de Família e Comunidade é o resultado de parceria entre a Semsa e a Universidade do Estado do Amazonas (UEA), iniciado em 2012, quando foi formada a primeira turma do curso para a qualificação de especialistas. A seleção é feita a cada ano e atualmente o programa tem 10 residentes.

 

_________________

Assessoria de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Coordenação: Cláudia Barbosa

(92) 3236-8315

ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Zona Norte ganha terceira unidade de saúde com horário estendido

quinta-feira, março 14th, 2013

A zona Norte de Manaus ganhou mais uma unidade de saúde com atendimento em horário estendido para a população. A reinauguração da Unidade de Saúde Ambulatorial (USA) Balbina Mestrinho (Núcleo III, Cidade Nova) aconteceu na manhã desta quarta-feira, 13, com a presença do prefeito Arthur Virgílio Neto e do secretário municipal de Saúde, Evandro Melo. A USA vai disponibilizar atendimento ambulatorial de segunda a sexta-feira das 7 às 21 horas, e aos sábados das 7h às 17h.

Durante a cerimônia de reinauguração, o prefeito lembrou que a Unidade de Saúde foi construída no ano de 1992, ainda durante seu primeiro mandato na prefeitura, como parte do projeto de expansão da Atenção Primária em Saúde no município de Manaus. “O nosso objetivo é dar continuidade ao projeto de melhoria da qualidade e da eficiência para a área da saúde, principalmente na zona Norte, que é a região que mais cresce em termos de população e por isso precisa ter acesso ao maior número de serviços possível”, destacou Arthur Neto, que também anunciou aumento para os servidores da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), após ter a contas da Prefeitura saneada.

O prefeito ressaltou ainda que, com a reinauguração da USA Balbina Mestrinho, a Semsa passou a disponibilizar atendimento com horário estendido em dez unidades de saúde, sendo três na zona Norte. “A ampliação do acesso aos serviços de saúde faz parte do compromisso que a Prefeitura de Manaus assumiu para melhorar cada vez mais o atendimento para a comunidade”, disse o prefeito.

O secretário Evandro Melo explicou que a USA Balbina Mestrinho, além de ampliar o espaço para consultas, organizou a oferta de novos serviços para a população, como ultrassonografia, raio-X e eletrocardiograma. “A intenção é fazer com que a população tenha acesso, em um mesmo local, à maioria dos serviços de saúde. Queremos que as pessoas consigam resolver pelo menos 85% das suas demandas em saúde sem precisar fazer o deslocamento para outros locais”, informou.

O prédio da USA Balbina Mestrinho foi inaugurado em 1992 e oferecia atendimento como uma Unidade Básica de Saúde/Pronto Atendimento (UBS/PA), disponibilizando consultas ambulatoriais e de emergência. Com a conclusão da reforma, a Prefeitura de Manaus aumentou a capacidade da unidade de saúde para atendimento de consultas com clínico geral e ampliou o espaço de recepção em ambiente climatizado para a população.

A USA, que antes contava com apenas um consultório para atendimento com clínico geral, passou a ter três consultórios, além das salas para consulta com ginecologista e pediatra. O atendimento de enfermagem também passou de um para dois consultórios, e mais uma sala para acolhimento e triagem dos pacientes.

Outros serviços oferecidos pela unidade de saúde são: consultas odontológicas, coleta de material para exame de preventivo, serviço social, farmácia, imunização, curativo, atendimento de casos suspeitos de dengue, prevenção ao câncer de colo de útero e ao câncer de mama, pré-natal e acompanhamento dos pacientes que participam de programas de saúde como Combate e Controle de Hipertensão e Diabetes (Hiperdia), Tuberculose, Hanseníase e Bolsa Família.

Para o presidente da Associação de Moradores do Núcleo III da Cidade Nova, Sywan Peixoto Júnior, a reinauguração da unidade de saúde vai beneficiar mais de oito mil moradores da área, além das comunidades vizinhas, com o retorno da oferta dos serviços de saúde. “A comunidade espera há quase dois anos pelo retorno pleno da Unidade de Saúde. E agora, temos uma estrutura mais confortável e humanizada para o atendimento”, afirmou Sywan Júnior.

A cerimônia de reinauguração contou com a participação de Kádya Verçosa de Medeiros Raposo, filha do ex-senador Gilberto Mestrinho e neta de Balbina Mestrinho, que dá o nome à Unidade de Saúde Ambulatorial.

As outras duas unidades de saúde da zona Norte que oferecem atendimento em horário estendido são a USA Sálvio Belota, bairro Santa Etelvina, e a UBS Áugias Gadelha, bairro Cidade Nova.

NASFs - Também como parte do projeto de ampliação dos serviços de Atenção Primária em Saúde, o secretário Evandro Melo anunciou a composição de Núcleos de Apoio à Saúde da Família (NASFs), formados por profissionais como fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista e psicólogo, e que darão apoio às equipes da Estratégia Saúde da Família (ESF).

Segundo Evandro Melo, a Semsa pretende montar 40 NASFs, sendo 10 ainda este ano. A meta é que cada NASF ofereça apoio a três equipes da Estratégia Saúde da Família, que farão o encaminhamento do paciente quando necessário. “O atendimento a ser oferecido por cada NASF vai depender da necessidade identificada pelas equipes da ESF e de acordo com o perfil de cada comunidade”, ressaltou Evandro Melo.

 

Assessoria de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Eurivânia Galúcio

Coordenação: Cláudia Barbosa

(92) 3236-8315

ascom.semsa@pmm.am.gov.br

Semsa institui Grupo Condutor da Rede Cegonha em Manaus

quarta-feira, março 13th, 2013

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) instituiu nesta terça-feira, 12, na Maternidade Moura Tapajóz, um Grupo Condutor da Rede Cegonha no município de Manaus. O programa é uma das estratégias da Prefeitura de Manaus para redução de mortes maternas e infantis na capital e inclui, entre outros benefícios a serem implementados, o transporte da gestante tanto para o pré-natal quanto para o parto. O grupo é formado por técnicos da Semsa e da Secretaria de Estado da Saúde (Susam) com apoio do Ministério da Saúde.

A Rede Cegonha, instituída pelo Ministério da Saúde em 2011, representa um conjunto de iniciativas que envolvem, dentre outras mudanças, o cuidado à gravidez, ao parto e ao nascimento; articulação aos pontos de atenção em rede e regulação obstétrica no momento do parto.

De acordo com o secretário municipal de saúde, Evandro Melo, este processo de trabalho envolverá uma série de mudanças, que inclui desde o acolhimento da grávida até o pós-parto e que terão impacto na média e na alta complexidade. “Por meio do grupo, serão executadas ações que assegurem condições para a promoção, proteção e recuperação da saúde da gestante, além da organização e do funcionamento dos serviços de atenção primária. O grupo condutor terá que atuar para assegurar que a grávida conheça a maternidade onde irá receber atendimento durante o parto no âmbito do Sistema único de Saúde, o SUS”, disse.

Evandro Melo destacou que a estratégia do Ministério da Saúde com a Rede Cegonha é humanizar a assistência, onde mulheres, recém-nascidos e crianças têm direito à ampliação do acesso; acolhimento e melhoria da qualidade do pré-natal; transporte tanto para o pré-natal quanto para o parto; vinculação da gestante à unidade de referência para assistência ao parto com o programa “Gestante não peregrina!” e “Vaga sempre para gestantes e bebês!”; realização de parto e nascimento seguros, através de boas práticas de atenção; acompanhante no parto, de livre escolha da gestante; atenção à saúde da criança de 0 a 24 meses com qualidade e resolutividade de acesso ao planejamento reprodutivo.

A Rede Cegonha também prevê mudanças na qualificação técnica das equipes de atenção primária e no âmbito das maternidades; melhoria de ambiência dos serviços de saúde nas unidades de saúde e nas maternidades.

 

_________________

Assessoria de Comunicação – SEMSA

Reportagem: Luciete Pedrosa

Coordenação: Cláudia Barbosa

(92) 3236-8315