Archive for the ‘noticias’ Category

Manaus fora da lista dos municípios com mais casos de dengue

segunda-feira, maio 21st, 2012

Balanço apresentado na quinta-feira (17), pelo Ministério da Saúde (MS), mostra que Manaus está fora da lista dos municípios com maior número de casos de dengue no país, neste ano de 2012. Manaus apresentou redução de 95% no número de casos da doença nos quatro primeiros meses deste ano, em relação ao mesmo período de 2011.

As ações de combate à dengue na capital amazonense são realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). O secretário, Francisco Deodato, diz que os resultados positivos mostram a decisão acertada do órgão de antecipar a Operação de Combate à Dengue, que normalmente começa em dezembro e desta vez iniciou em outubro de 2011, encerrando em março de 2012. Outro dado que ele ressalta é a parceria formada com o Governo do Estado e com as Forças Armadas, esta última com grande know-how em ocupação territorial, o que permitiu dar maior capilaridade às ações de inspeção nos imóveis de Manaus.

Segundo o balanço apresentado pelo ministro Alexandre Padilha, os dez municípios com maior número de casos da doença, nesses quatro primeiros meses do ano, foram: Rio de Janeiro (64.675), Fortaleza (10.156), Recife (6.343), Palmas (4.706), Cuiabá (4.460), Goiânia (4.128), Natal (3.779), Itabuna (3.088), Aparecida de Goiânia (3.022) e Teresina (3.000). Considerando a incidência (calculada na proporção de um caso a cada 100 mil habitantes), os três municípios com as maiores taxas registradas foram: Palmas (2.494,7), Itabuna (1.445,3) e Rio de Janeiro (1.045,4), respectivamente.

Dez estados concentram 81,6% (233.488) dos casos notificados em 2012 – Rio de Janeiro (80.160), Bahia (28.154), Pernambuco (27.393), São Paulo (19.670), Ceará (17.205), Minas Gerais (14.006), Mato Grosso (13.802), Tocantins (11.589), Pará (11.223) e Rio Grande do Norte (10.286).

O número de óbitos por dengue no Brasil caiu 84% nos quatro primeiros meses de 2012, em comparação ao mesmo período de 2010. Há dois anos foram registradas 467 mortes pela doença entre janeiro e abril. Já no primeiro quadrimestre deste ano o número caiu para 74 óbitos. Houve diminuição de 91% nos casos graves da doença, que passaram de 11.845 em 2010, para 1.083 registros em 2012. Já o número total de casos teve retração de 58% – foram 286.011 casos da doença em 2012, contra 682.130 em 2010.

Novas Farmácias Gratuitas

segunda-feira, maio 21st, 2012

As duas novas unidades do Programa Farmácia Gratuita inauguradas pela Prefeitura de Manaus já realizaram mais de 1,2 mil atendimentos, desde que começaram a funcionar, no último dia 7. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, estes atendimentos resultaram na dispensação de 53.479 itens farmacêuticos. Localizadas no bairro da Compensa I, zona Oeste, e no V-8, zona Centro-Sul, as duas unidades ampliaram para cinco o número de pontos de atendimento do programa, que começou a ser implantado pelas zonas Norte e Leste da cidade.

Francisco Deodato frisa que o objetivo das Farmácias Gratuitas é facilitar o acesso da população aos itens da chamada farmácia básica. Nas unidades do programa a população tem acesso a 96 itens de medicamentos, incluindo antibióticos, analgésicos, antitérmicos, anti-inflamatórios, antiasmáticos, para controle de hipertensão e diabetes, anticoncepcionais e medicamentos de saúde mental (como anticonvulsivos, antidepressivos, remédios para Mal de Parkinson). Aos pacientes diabéticos, que fazem tratamento à base de insulina, também é disponibilizada a seringa para aplicação do medicamento.

As farmácias estão interligadas on-line com a Central de Medicamentos do Município – que funciona no bairro do Planalto, zona Centro-Oeste da cidade. Essa interligação, explica Deodato, permite um monitoramento preciso dos estoques de medicamentos, para garantir a eficiência do abastecimento de cada unidade do programa.

Orientação – Nas unidades da Farmácia Gratuita, o cidadão também tem à sua disposição um farmacêutico e uma equipe de técnicos que, além de auxiliar na dispensação, orientam sobre o uso correto dos medicamentos.

Para retirar o medicamento na Farmácia Gratuita é preciso apresentar apenas a receita expedida por médico credenciado pelo SUS (Sistema Único de Saúde). A receita precisa conter: nome completo do paciente, medicamento prescrito com o nome genérico (não pode ser o nome comercial), forma farmacêutica, dosagem e modo de usar; carimbo do médico/prescritor e número da inscrição no Conselho Regional; assinatura do médico/prescritor e data de emissão da receita.

A receita precisa estar dentro do prazo de validade: 14 dias para antibióticos; 90 dias para medicamentos de uso contínuo; 30 dias para os demais medicamentos do elenco básico.

Acesso – A Farmácia Gratuita da Compensa I está localizada na avenida Brasil, próximo ao PAC (Pronto Atendimento ao Cidadão) e à feira do bairro, um local de grande fluxo de pessoas. A unidade do V-8 funciona na avenida Efigênio Sales, que é um importante corredor do transporte coletivo. Por lá, passam, por exemplo, as linhas de ônibus 678 (T4-T5-V8 Ponta Negra); 652 (T4-V8-Centro); 672 (T4-V8-Centro); e 213 (Ceasa-V8).

Inaugurações “Casonas” e USA Sálvio Belota

quinta-feira, maio 17th, 2012

A Prefeitura de Manaus inaugurou nesta quarta-feira (16), na zona Norte da cidade, quatro Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) e colocou em funcionamento a Unidade de Saúde Ambulatorial (USA) Sálvio Belota, que passa a atender em três turnos, inclusive aos sábados. Construídas no novo padrão ampliado de 130 metros quadrados e com novos serviços, as “Casonas” da Saúde – como são mais conhecidas as UBSFs –, estão substituindo as antigas “Casinhas”, que funcionam em imóveis de apenas 32 metros quadrados. A entrega das unidades à população foi feita pelo prefeito Amazonino Mendes e o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

Na USA Sálvio Belota, o prefeito disse que a unidade passa a ser uma referência naquela área da cidade. “Esta é uma região que, embora tenha uma grande demanda por atendimento ambulatorial, ainda não contava com uma unidade de saúde deste porte”, afirmou o prefeito. Ele destacou que a unidade foi totalmente reconstruída e agora é a segunda da rede municipal de saúde a adotar o atendimento em três turnos, funcionando de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h, e aos sábados, das 7h às 19h. A primeira foi a USA Alfredo Campos, localizada no Zumbi.

“Além de ampliar a oferta de atendimento ambulatorial em áreas da cidade onde a demanda por esses serviços cresceu muito nos últimos anos, as unidades que estão passando a funcionar neste modelo visam facilitar o acesso aos serviços de saúde, para pessoas que trabalham em horário comercial e, muitas vezes, deixam de procurar o médico porque não têm um horário alternativo para a consulta”, ressaltou o secretário Francisco Deodato. Segundo ele, a USA Sálvio Belota tem capacidade para realizar 25 mil atendimentos/mês, incluindo as consultas médicas, todos os demais serviços e oferta de exames laboratoriais.

Na Sálvio Belota os usuários da rede têm acesso a consultas nas especialidades de clínica médica, pediatria, ginecologia e odontologia. O serviço de odontologia foi, inclusive, ampliado, passando de um para três gabinetes. Serviços como imunização, inalação, coleta de exame preventivo de colo de útero e todos os programas de saúde executados na Atenção Básica – como é o caso do Hiperdia, que faz o acompanhamento de diabéticos e hipertensos – também estão disponíveis na unidade.

Uma novidade importante no novo modelo de funcionamento é a estrutura de apoio diagnóstico. “A população atendida pela USA Sálvio Belota passa a contar com os serviços de mamografia, eletrocardiograma e Raio-X. A unidade também dispõe de um posto de coleta para exames, que está interligado ao moderno Laboratório Distrital Norte Dr. Manoel Bastos Lira, localizado na Cidade Nova”, frisa Deodato. A USA tem capacidade para realização de 1.560 mamografias/mês e o mesmo número para exames radiológicos e eletrocardiograma.

Novas “Casonas” – O prefeito inaugurou, nesta quarta-feira, a UBSF N-21, no Amazonino Mendes/Mutirão, área que não tinha cobertura da Estratégia Saúde da Família; a UBSF N-13, localizada na comunidade Riacho Doce II; a UBSF N-17, na comunidade Campo Dourado; e a UBSF N-48, que substitui o antigo Posto de Saúde Rural (PSR) São João, no Km 04, da estrada BR-174.

“No caso da UBSF N-48, a nova estrutura de atendimento representa um grande avanço em relação à que estava disponível para a comunidade daquela área. O PSR funcionava num imóvel de madeira. Agora, além das instalações ampliadas, a comunidade poderá contar com o serviço de odontologia, que não era oferecido no antigo posto e é um dos diferenciais das novas UBSFs em relação às ‘Casinhas’ que estão sendo substituídas”, observou o secretário Francisco Deodato.

As “Casinhas” atuais oferecem consultas médicas, de enfermagem e visitas domiciliares. A estrutura ampliada do novo modelo de UBSF permite que as famílias cadastradas na unidade passem a receber, também, atendimento odontológico, além de ter acesso aos serviços de coleta de exames e imunização. Nebulização, curativo e acesso à farmácia básica também passam a ser oferecidos em espaços físicos adequados, dentro dos parâmetros preconizados pelo Ministério da Saúde. “As novas unidades têm uma estrutura mais digna para atendimento dos usuários e garantem melhores condições de trabalho às equipes da Saúde da Família”, afirma Francisco Deodato.

Cada UBSF acompanha um número definido de pessoas (entre 4 mil e 5 mil usuários), que vivem em uma área geográfica delimitada. O atendimento é feito na própria unidade de saúde e, também, em visitas domiciliares. A Estratégia Saúde da Família inclui ações de promoção à saúde e de prevenção, recuperação e reabilitação de doenças e agravos mais comuns.

Semsa identifica doenças diarréicas nas áreas alagadas

quarta-feira, maio 16th, 2012

As doenças diarréicas têm sido a principal ocorrência identificada pelas equipes de saúde da Prefeitura de Manaus, nas visitas domiciliares que estão acontecendo nas áreas alagadas das zonas Sul e Oeste da cidade, como parte das ações do S.O.S Enchente. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), as equipes já percorreram mais de 3 mil domicílios levando orientação e fazendo a busca ativa de casos de doenças, principalmente aquelas de veiculação hídrica (transmitidas pela água contaminada). No universo de imóveis visitados, foram identificados 200 casos de pessoas (adultos e crianças) com quadro de diarréia.

“A grande maioria dos casos não apresenta gravidade e está sendo tratado no próprio domicílio, inclusive com o suporte do soro oral, que está sendo distribuído pela Prefeitura, para evitar os quadros de desidratação decorrentes da diarreia. Apenas alguns casos mais agudos exigiram encaminhamento paras as unidades de saúde definidas como base de atendimento das áreas alagadas, ou para os Serviços de Pronto Atendimento mais próximos”, explica o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

Desde a semana passada, as equipes da Semsa que estão atuando nas áreas alagadas da cidade intensificaram as ações de educação em saúde com foco nos cuidados com a água contaminada e o lixo. As famílias também estão recebendo frascos de hipoclorito de sódio (água sanitária) e sendo orientadas sobre o uso do produto, destinado ao tratamento da água usada para as atividades domésticas. Mais de 3,7 mil frascos dos produtos já foram entregues às famílias, nas zonas Sul e Oeste.

A enfermeira Suélida Barreto, que está coordenando as equipes de atendimento da Semsa nas áreas alagadas da zona Sul da cidade, fala da dificuldade que as famílias têm em evitar, por exemplo, que as crianças se exponham às águas da enchente, correndo o risco de adquirir doenças. “Mesmo assim, temos reforçado a importância de se evitar esse contato e de não fazer uso da água do igarapé para atividades domésticas, como a lavagem de utensílios, de verduras ou para tomar banho. É fundamental, também, que ao primeiro sintoma de diarréia em algum membro da família, o agente comunitário de saúde da área seja logo avisado, para as providências de atendimento”, destacou Suélida.

Mapeamento dos poços comunitários – De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (DVEAM), da Semsa, já está mapeando os poços comunitários onde os moradores das áreas alagadas costumam se abastecer de água para o consumo doméstico. Amostras da água desses poços serão coletadas para análise em laboratório. A medida vai permitir identificar se o lençol freático das áreas afetadas pela enchente está comprometido, com reflexo na potabilidade na água que vem sendo consumida pelos moradores.

Até o momento não foram identificados pelas equipes de saúde que estão atuando nas zonas Oeste e Sul, casos de outras doenças de veiculação hídrica importantes, como a Leptospirose e a Hepatite A, por exemplo. No entanto, como a situação é de risco para essas doenças, a Semsa também está adotando medidas que podem ajudar a preveni-las. No caso específico da Leptospirose, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Prefeitura deve iniciar, na próxima semana, um trabalho desratização, no entorno das áreas alagadas. “Conforme o rio vai subindo, os roedores vão abandonando suas tocas, nas áreas ribeirinhas, e procurando abrigo em áreas secas, próximas de locais onde possam encontrar alimento. Vamos fazer uma espécie de cordão de isolamento, com aplicação de armadilhas e de raticida (bloco parafinado). O procedimento será repetido, inclusive, quando as águas começarem a baixar”, explicou o veterinário Francisco Zardo, diretor do CCZ.

Malária – As ações do S.O.S Enchente tiveram início pelos bairros com áreas inundadas nas zonas Sul e Oeste da cidade mas, esta semana, começaram a ser expandidas para nove áreas das zonas Norte e Leste, também afetadas pela enchente: Novo Aleixo, Riacho Doce, Monte das Oliveiras, Terra Nova II, Mauazinho, Lago do Aleixo, Vila da Felicidade, Puraquequara e Zumbi II.

Na zona Leste, além das atividades que seguem o mesmo padrão da ação desenvolvida nas demais zonas da cidade, o S.O.S Enchente vai fortalecer as ações de prevenção à Malária, com a distribuição 16 mil mosquiteiros impregnados de inseticida – os chamados MILDs. “A incidência da Malária na zona Leste é tradicionalmente baixa. Mas agora, o aumento das áreas inundadas pode favorecer a proliferação do mosquito transmissor da doença, nessa região”, explica o assessor técnico do DVEAM, Vanderson Sampaio.  A instalação dos mosquiteiros deve abranger, aproximadamente, 40 localidades, num total de 5 mil imóveis.

Inaugurações de “Casonas” e USA Sálvio Belota na Zona Norte

quarta-feira, maio 16th, 2012

A Prefeitura de Manaus inaugura, nesta quarta-feira (16), na zona Norte da cidade, a mais populosa da capital amazonense, quatro Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) e coloca em funcionamento a Unidade de Saúde Ambulatorial (USA) Sálvio Belota, que passa a funcionar em três turnos, inclusive aos sábados.

As novas “Casonas de Saúde da Família”, como são popularmente conhecidas as UBSFs, são no novo padrão ampliado de 130 metros quadrados e com mais serviços à população. Estão substituindo as antigas “Casinhas de Saúde”, que funcionam em imóveis de apenas 32 metros quadrados.

As unidades entregues nesta quarta-feira fazem parte do Programa de Reestruturação de Rede Pública Municipal de Saúde, que já concluiu 70 obras, entre reformas e construções.

Inauguração de mais quatro “Casonas” de Saúde da Família e USA Sálvio Belota

9h – UBSF N-21 – rua 32 (esquina com rua 83), no Amazonino Mendes/Mutirão, Cidade Nova

10h – UBSF N-13 – rua Carlos Gomes, comunidade Riacho Doce II, Cidade Nova

10h30 – UBSF N-17 – rua Tucumã (esquina com rua Plutão), comunidade Campo Dourado, Cidade Nova

11h – USA Sálvio Belota – rua João Monte Fusco, 7.866, Santa Etelvina

15h30 – UBSF N-48 – comunidade São João, Km 04, BR-174

Postos de vacinação contra a Influenza em locais alternativos

quarta-feira, maio 16th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está disponibilizando a vacina contra a Influenza (gripe) em alguns locais estratégicos e em horários alternativos, para facilitar o acesso dos grupos populacionais definidos como público-alvo da campanha de imunização contra a doença. Além do atendimento que está sendo feito nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal; e nos CAICs e CAIMIs, da rede estadual, esta semana a vacina pode ser encontrada em outros quatro postos extras, informa o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

Um desses postos está funcionando no Parque Municipal do Idoso, na zona Centro-Sul, onde o atendimento acontece das 8h às 16h. Na zona Norte, há equipes de vacinadores atendendo das 9h às 17h, nos supermercados DB e Carrefour e no Centro de Convivência da Família, todos três localizados na avenida Noel Nutels, na Cidade Nova. “Na próxima semana divulgaremos novos pontos de vacinação, que estarão dando suporte ao atendimento feito na rede pública de saúde”, frisou Deodato.

A Campanha de Vacinação contra a Influenza teve início no dia 5 e prossegue até o dia 25 deste mês. Em uma semana de campanha, 104.258 pessoas já foram imunizadas em Manaus, incluindo idosos, crianças de 6 meses a menores de 2 anos, gestantes, indígenas e trabalhadores da saúde. O número está dentro da expectativa, mas o secretário Francisco Deodato alerta que ainda é pequena a procura das gestantes pela vacina. É a menor procura, entre os grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde como público-alvo da campanha de imunização.

“Em Manaus, temos a meta de imunizar, aproximadamente, 180 mil pessoas, sendo 23,7 mil gestantes. Até o momento, pouco mais de 8,9 mil grávidas procuraram os postos de vacinação para receber a proteção contra a gripe”, informa o secretário. Ele destaca que a vacinação das grávidas contra a Influenza segue recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS). Isto porque, no período da gestação, as mulheres ficam mais suscetíveis a infecções, como gripes e resfriados, devido a um mecanismo do organismo, que baixa ligeiramente suas defesas imunológicas nesta fase.

A Influenza Trivalente, vacina adotada este ano pelo Ministério da Saúde para a campanha de imunização, protege contra a Influenza sazonal (gripe comum) e também contra a H1N1. Deodato destaca que, durante a pandemia de H1N1, em 2009, as grávidas foram um dos grupos mais afetados. Entre as mulheres em idade fértil, que apresentaram quadros graves da doença respiratória causada pelo vírus H1N1, 22% estavam gestantes. “Muitas vezes, as grávidas ficam em dúvida sobre a segurança da vacina. É importante destacar que a vacina adotada pelo Ministério da Saúde não tem microorganismos vivos, é composta por vírus fragmentado e inativado, não oferecendo riscos à formação do bebê”, orienta o secretário.

Idosos acamados – Até a última sexta-feira (11), a Semsa havia recebido 286 pedidos para vacinação domiciliar de idosos acamados, por meio do telefone 0800-280-8280, disponibilizado para receber essas demandas. A gerente de Imunização da Semsa, enfermeira Kassia Véras, explica que os Distritos de Saúde já estão realizando o atendimento domiciliar e que mais da metade das solicitações já foi atendida. “Quem ligou para o 0800 e ainda não recebeu a visita do vacinador não deve se preocupar, porque todos os pedidos serão atendidos”, disse a enfermeira.

A central 0800-280-8280 funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h. É muito importante que as famílias sejam criteriosas e só façam a solicitação do serviço naqueles casos em que o idoso esteja realmente impossibilitado de comparecer à unidade de saúde para receber a vacina. Para agendar a vacinação do idoso acamado, a pessoa que ligar deverá fornecer, além do próprio nome e CPF, as seguintes informações sobre o idoso: nome, número de documento de identidade e endereço completo (se possível, com indicação de pontos de referência). É necessário informar, também, o problema de saúde do acamado.

Prefeitura de Manaus reabre UBS Frank Calderon

quarta-feira, maio 16th, 2012

A Prefeitura de Manaus reabriu, nesta segunda-feira (14), a Unidade Básica de Saúde (UBS) Frank Rosemberg Calderon. Localizada no Crespo (na área conhecida como Aterro do 40), a unidade passou por completa reforma, como parte do Programa de Reestruturação de Rede Pública Municipal de Saúde. Iniciado pela administração do prefeito Amazonino Mendes, o programa já garantiu a realização de mais de 70 obras – entre reformas e construções.

A UBS Frank Calderon oferece atendimento nas especialidades de clínica médica, pediatria, ginecologia e odontologia. “A comunidade tem de volta o atendimento ambulatorial e as ações dos principais programas de saúde disponíveis na Atenção Básica, como é o caso do Hiperdia, voltado para o acompanhamento de pessoas com diabetes e hipertensão”, destacou o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

Com capacidade para realizar 30 mil atendimentos/mês – considerando todos os serviços, incluindo as consultas médicas, imunização, coleta de exames laboratoriais, entre outros –, a reabertura da UBS Frank Calderon beneficia, além do próprio Crespo, moradores de áreas adjacentes dos bairros da Betânia, Raiz e Distrito Industrial I. Durante o período em que a unidade esteve fechada para as obras de reforma, seus profissionais foram redistribuídos para reforçar o atendimento nas UBS Lúcio Flávio (na Betânia); Petrópolis (no bairro do mesmo nome) e Almir Pedreira (na Lagoa Verde), para onde os usuários eram encaminhados.

Uma novidade na reativação dos serviços da UBS Frank Calderon é que a unidade passa a ter inserida em sua estrutura, uma equipe da Estratégia Saúde da Família. “A UBSF S-21, que funcionava anteriormente numa ‘Casinha de Saúde’ localizada na rua Nova Olinda, passou a funcionar na Frank Calderon. Com essa mudança, as famílias acompanhadas pela equipe de S-21 passam a contar com uma estrutura mais adequada de atendimento”, diz a diretora do Distrito de Saúde Sul, enfermeira Rosa Nobre.

Próximas unidades – A Unidade de Saúde Ambulatorial (USA) Sálvio Belota, localizada no bairro Santa Etelvina, será a próxima obra entregue à população, como parte das ações do Programa de Reestruturação da Rede Pública Municipal de Saúde. A unidade foi reformada e voltará a funcionar com um novo conceito, que permitirá à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) ampliar a oferta de atendimento ambulatorial na zona Norte da cidade. “A Sálvio Belota adotará o mesmo modelo de atendimento da USA Alfredo Campos, localizada no Zumbi. Atenderá em três turnos, inclusive aos sábados, para facilitar o acesso aos serviços de saúde àquelas pessoas que trabalham em horário comercial”, informa Deodato.

Também na zona Norte, a Prefeitura se prepara para inaugurar mais quatro “Casonas de Saúde”, ampliando para 33 o número de Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs), que estão sendo construídas no novo padrão de 130 metros quadrados, para substituir as antigas “Casinhas de Saúde”, instaladas em imóveis de apenas 32 metros quadrados.

Exposição de fotografias dos usuários do CAPS Sul

segunda-feira, maio 14th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em parceria com o Programa de Educação para o Trabalho/PET Saúde Mental, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), realizou, neste sábado (12),no Espaço Cultural Thiago de Melo, da Saraiva Megastore (no Manauara Shopping), a abertura da exposição de fotografias “O Resgate dos Animais no Bosque”. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a mostra foi produto de uma das oficinas terapêuticas desenvolvidas no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS Sul), da Prefeitura de Manaus, que atende adultos com transtornos mentais graves e persistentes.

“Associadas ao atendimento clínico especializado, as oficinas terapêuticas, que incluem atividades artísticas como a que resultou nesta exposição, cumprem um papel importantíssimo ao promover o exercício da cidadania e a reinserção psicossocial das pessoas atendidas nos CAPS”, destacou o secretário.

As 26 imagens da exposição foram produzidas pelos usuários do CAPS Sul, durante uma visita ao Parque Municipal do Mindu, que fica no Parque 10. A partir das fotografias, o grupo foi estimulado a produzir uma fotonovela, desenvolvendo a história e seus personagens, dentro de uma temática ecológica. Todo esse processo foi acompanhado pelos alunos-bolsistas do PET Saúde Mental (graduandos de áreas como enfermagem, medicina, odontologia e serviço social) e seus preceptores, além dos profissionais do CAPS, explica Elivandra Mendes, responsável pela Equipe Técnica de Saúde Mental da Semsa.

Criados no Brasil a partir da Reforma Psiquiátrica, os CAPS têm a finalidade de garantir assistência para o tratamento dos transtornos mentais, pondo fim às internações em hospitais psiquiátricos. O CAPS Sul, que funciona no bairro da Cachoeirinha, começou a funcionar em 2010 e foi o primeiro da rede municipal de Saúde. No mês passado, a Prefeitura de Manaus implantou mais um CAPS. Localizado no conjunto Aquariquara, na zona Leste, esta nova unidade é voltada para o atendimento de crianças e adolescentes com transtornos mentais graves e persistentes.

Áreas Alagadas

quinta-feira, maio 10th, 2012

Com as chuvas e inundações, cresce o risco de surtos das chamadas doenças de veiculação hídrica, como a Leptospirose, a Hepatite “A” e a Febre Tifóide. Elas são transmitidas, principalmente, através da água, alimentos e utensílios contaminados por microorganismos presentes nas fezes humanas e urina de roedores. Como parte das ações de prevenção a essas e outras doenças, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está reforçando as atividades de orientação junto aos moradores das áreas alagadas, sobre as medidas de higiene pessoal e alimentar, o tratamento da água para consumo próprio, a destinação adequada do lixo doméstico, entre outros cuidados. As atividades integram as ações que a Prefeitura de Manaus está executando para atendimento às populações atingidas pela cheia dos rios, na capital.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o trabalho está sendo feito, principalmente, pelas equipes de enfermagem e os agentes comunitários de saúde da Semsa, que já estão visitando as casas, levando as orientações, identificando casos de pessoas que estejam precisando de atendimento médico e encaminhando-as às unidades de saúde da rede municipal que foram definidas como Bases de Apoio para o S.O.S Enchente. “As equipes também estão fazendo o levantamento da situação vacinal das famílias e providenciando a imunização, nos casos em que se fizer necessário”, disse o secretário.

As famílias também estão recebendo o hipoclorito de sódio (para a desinfecção de água potável) e sendo orientadas sobre o uso do produto. Nos casos indicados – quando há pessoas da família com doença diarréica, por exemplo –, também está sendo feita a distribuição do soro oral, para ajudar no tratamento do doente. A pediatra Elena Marta Amaral do Santos destaca que, uma das orientações que estão sendo muito reforçadas junto às mães é a importância do aleitamento materno, no caso das crianças menores. “Esta é uma medida que confere elevada proteção à saúde dos bebês”, destaca a médica. A lavagem constante das mãos, uma medida simples, mas muito importante para prevenir inúmeras doenças, também tem sido bastante destacada na orientação dada às famílias.

Atenção epidemiológica – Entre janeiro e abril deste ano, segundo dados do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (DVEAM), da Semsa, foram registrados 15 casos de Leptospirose em Manaus. No mesmo período do ano passado, foram 29 casos. Em relação à Hepatite A, os registros do primeiro quadrimestre deste ano apontam 90 casos da doença, contra 126 notificados de janeiro a abril de 2011. Este ano, ainda não há registros da Febre Tifóide, na capital. No ano passado, foram 4 casos da doença.  “Apesar de os números apontarem uma queda nos registros dessas doenças no primeiro quadrimestre deste ano, em relação ao mesmo período de 2011, a Semsa está em atenção epidemiológica por conta das alagações, que representam risco de acometimento de doenças graves, que podem levar à morte”, frisa a farmacêutica bioquímica Maria de Fátima Marques Mota, da Gerência de Controle de Doenças e Agravos, do DVEAM.

Rede de atendimento – As equipes da Semsa iniciaram as ações de atendimento domiciliar nas áreas alagadas pelos bairros do São Raimundo, Glória, São Jorge, Presidente Vargas, São Geraldo, Aparecida, Educandos, Betânia, Raiz e Morro da Liberdade. Estarão envolvidos nas ações, 1,8 mil servidores da área da saúde.

A Semsa definiu algumas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para funcionar como Base de Apoio para o atendimento às famílias atingidas pela cheia, nas zonas Oeste e Sul da cidade. Também está deslocando para estas áreas, quatro Unidades Móveis de Saúde (duas médico-laboratoriais e duas odontológicas), que reforçarão este atendimento.

Na zona Oeste, atuarão como Base de Apoio as UBSs Deodato de Miranda Leão, no bairro da Glória; Ida Mentoni e Rayol dos Santos, ambas localizadas no São Jorge. Duas Unidades Móveis de Saúde permanecerão no bairro de Aparecida (rua Xavier de Mendonça, próximo à Escola Cônego Azevedo).

Na zona Sul, serão Base de Apoio as UBSs Olavo das Neves (Presidente Vargas, incluindo as comunidades da Matinha e Bariri); José Rayol (bairro do São Geraldo); Megumo Kado (Educandos); e Lúcio Flávio (Betânia). As duas Unidades Móveis de Saúde ficarão posicionadas na área do Prosamim Gilberto Mestrinho.

Rede Amamenta Brasil

quarta-feira, maio 9th, 2012

A meta da Prefeitura de Manaus é chegar ao final deste ano com 138 unidades de saúde do município integradas à Rede Amamenta Brasil. A rede é uma estratégia desenvolvida pelo Ministério da Saúde para a Atenção Básica, com a finalidade de ampliar os índices de aleitamento materno no País. Atualmente, 38 unidades da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) já integram a ação. Como parte dos preparativos para a ampliação deste número, a Semsa promove, até a próxima sexta-feira (11), no auditório da Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz, na Compensa, o “1º Curso de Formação de Tutores da Rede Amamenta Brasil”.

“São notórios os avanços obtidos pela rede municipal de saúde com a implementação das ações da Rede Amamenta Brasil. Atualmente, o índice de crianças na faixa etária de 0 a 6 meses, em aleitamento materno exclusivo, está em 48,5%, em Manaus. Para se ter uma idéia do que isso representa basta verificar que, em 1999, o índice de aleitamento materno exclusivo era de apenas 24,4%, entre os bebês de 0 a 4 meses”, destaca o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato. Segundo dados do Setor de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa, é expressivo também número de crianças que continuam sendo amamentadas, mesmo com a introdução da alimentação complementar. Na faixa de 6 a 11 meses, o índice é de 75,1%. De 12 a 15 meses, está em 63,4%.

A coordenadora das Ações em Aleitamento Materno, do Departamento de Atenção Básica da Semsa, enfermeira Ivone Amazonas, explica que as ações de promoção, proteção e apoio à prática do aleitamento materno, desenvolvidas pela Rede Amamenta Brasil, consistem na revisão e supervisão do processo de trabalho interdisciplinar nas Unidades Básicas de Saúde e Unidades Básicas de Saúde da Família, apoiadas nos princípios da educação permanente em saúde e considerando, inclusive, as especificidades locais e regionais. Ivone destaca que, em 2011, aproximadamente 500 profissionais da rede municipal de saúde foram capacitados nas ações da Rede Amamenta.

Participam do curso que está sendo realizado na Maternidade Moura Tapajóz, aproximadamente 20 profissionais, entre médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos e assistentes sociais, dos quatro Distritos de Saúde da capital. Após a capacitação, eles vão acompanhar o processo de implantação das ações que são requisito para que as unidades da Semsa passem a integrar a Rede Amamenta Brasil. Todo o processo é monitorado pelo Ministério da Saúde, que faz avaliações sistemáticas até o momento do credenciamento da unidade como integrante da rede.

Na zona Oeste, já estão sendo preparadas para ingressar na Rede Amamenta Brasil, as UBSs Leonor de Freitas, Santo Antônio e Dr. Rayol dos Santos e as UBSFs O-19; O-32; O-38 e O-45, além do Módulo de Saúde Vila da Prata. Na zona Sul, as selecionadas foram as UBSFs S-01, S-09, S-12 e S-43. Na zona Leste, o trabalho envolve os Módulos de Saúde da Família Josephina de Mello e Silas Santos. Na zona Norte, estão sendo preparadas as UBSFs N-01; N-05; N-06; N-16; N-26; N-27; N-30; N-36; N-46 e N-47.

Curso de Cuidador de Pessoas com Deficiência e Idosos

terça-feira, maio 8th, 2012

A Prefeitura de Manaus iniciou, nesta segunda-feira (07), mais um curso de Cuidador de Pessoas com Deficiência e Idosos, promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). O curso seguirá até sexta-feira (11), na Escola Estadual Marcoantônio Vilaça I, na avenida Max Teixeira (Cidade Nova), das 08h00 às 12h00. Estão participando do curso 40 comunitários e agentes de saúde que atuam no Distrito de Saúde Norte (Disa Norte).

A programação do primeiro dia do curso incluiu a apresentação das Políticas Nacionais de Saúde do Idoso e da Pessoa com Deficiência, dos Programas de Assistência Social à Pessoa Idosa e com Deficiência, e as Formas Alternativas de Comunicação – deficiência visual e auditiva.

A técnica responsável pelo Programa de Saúde da Pessoa com Deficiência no Disa Norte, enfermeira Lenita Moraes, explicou que o curso não tem caráter profissionalizante, mas que é uma das estratégias da Semsa para informar, capacitar e mobilizar profissionais e familiares que cuidam de pessoas idosas e/ou com deficiência, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida desse público. “Por isso, o curso vai apresentar informações não somente sobre os recursos e serviços na área de saúde, mas também sobre a rede de assistência social que existe no município de Manaus”, informou Lenita Moraes.

Durante a semana, também serão abordados os temas: Saúde Bucal; Prevenção ao Câncer de Mama e Câncer de Colo de Útero; Avaliação do Desempenho das Atividades Funcionais da Vida Diária e Instrumental; Cuidados Básicos de Enfermagem; Incontinência Urinária em Idosos e Pessoas com Deficiência; Terapia  Medicamentosa; Demência; Aspectos Psicológicos na Pessoa com Deficiência e Idosos: olhando o cuidador; Estresse do Cuidador e a Importância da Rede Familiar; Cuidados e Prevenção de Úlceras; Alimentação Saudável; e Prevenção de Quedas.

Reportagem – Eurivânia Galúcio

Prefeitura de Manaus inaugura mais duas Farmácias Gratuitas

terça-feira, maio 8th, 2012

A Prefeitura de Manaus inaugurou, na segunda-feira (7), mais duas unidades do Programa Farmácia Gratuita. Com isso, amplia de três para cinco o número de farmácias do gênero, existentes na cidade, com dispensação gratuita de medicamentos. As novas unidades vão funcionar no bairro da Compensa I, zona Oeste e no V-8, na zona Centro-Sul. Lançado em março de 2010, o Programa Farmácia Gratuita já realizou 615.336 atendimentos, até abril deste ano, garantindo a dispensação de 24.130.034 unidades de medicamentos. Cada uma das novas unidades tem capacidade para realizar 50 mil atendimentos/mês, informa o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

O objetivo das Farmácias Gratuitas é facilitar o acesso da população aos itens da chamada farmácia básica. As três primeiras unidades do Programa foram instaladas em terminais de ônibus, para beneficiar o expressivo número de pessoas que circula nesses locais, fazendo a troca entre coletivos. “Com as duas novas unidades, estamos iniciando um segundo momento do programa, que prevê a instalação das farmácias em novos pontos estratégicos. A unidade da Compensa, por exemplo, fica próximo a uma área de muitos pontos comerciais, agências bancárias e, inclusive, a feira livre do bairro. A unidade do V-8 está posicionada num importante corredor viário, por onde passa um grande número de linhas de ônibus”, destaca Deodato. Segundo o secretário, a meta para este ano é implantar mais 5 Farmácias Gratuitas.

Nas unidades do Programa Farmácia Gratuita a população tem acesso a 96 itens de medicamentos, entre antibióticos, analgésicos, antitérmicos, anti-inflamatórios, antiasmáticos, anti-helmínticos (para verme), antibacterianos, antimicóticos, para controle de hipertensão e diabetes, anticoncepcionais e os medicamentos de saúde mental, como anticonvulsivos, antidepressivos, remédios para Mal de Parkinson, entre outros, além de seringa para os pacientes diabéticos que fazem tratamento com insulina. O cidadão tem à sua disposição um farmacêutico e uma equipe de técnicos que, além de auxiliar na dispensação, orientam sobre o uso correto dos medicamentos.

As farmácias estão interligadas on-line com a Central de Medicamentos do Município, que funciona no bairro do Planalto, zona Centro-Oeste da cidade. Essa interligação, explica Deodato, permite um monitoramento preciso dos estoques de medicamentos, para garantir a eficiência do abastecimento de cada unidade do programa.

Para retirar o medicamento na Farmácia Gratuita é preciso apresentar apenas a receita expedida por médico credenciado pelo SUS (Sistema Único de Saúde). A receita precisa conter: nome completo do paciente, medicamento prescrito com o nome genérico (não pode ser o nome comercial), forma farmacêutica, dosagem e modo de usar; carimbo do médico/prescritor e número da inscrição no Conselho Regional; assinatura do médico/prescritor e data de emissão da receita. A receita precisa estar dentro do prazo de validade: 14 dias para antibióticos; 90 dias para medicamentos de uso contínuo; 30 dias para os demais medicamentos do elenco básico.

Reestruturação – A partir de 2009, início da atual administração, a assistência farmacêutica no município passou por uma total reestruturação, tanto na infraestrutura quanto em termos de gerenciamento. Uma das primeiras providências foi ampliar de 62 para 84 o número de itens da farmácia básica disponível para a população. A Prefeitura firmou convênio com a Fundação para o Remédio Popular (Furp), laboratório do Governo de São Paulo e maior fabricante público de medicamentos do País. O convênio permitiu ao município economizar, em média, 50% com a compra de medicamentos.

Também foram adotadas medidas para adequar o setor às boas práticas de armazenamento e distribuição dos itens farmacêuticos, conforme as normas preconizadas pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa). Para reestruturar a assistência farmacêutica, foram realizados investimentos em obras de reforma do local onde funcionava o depósito dos medicamentos adquiridos pelo município, bem como na aquisição de equipamentos, no treinamento de pessoal e no reforço do quadro de recursos humanos. Também foi desenvolvimento um sistema de informação, que passou a ser utilizado como ferramenta essencial de gerenciamento do setor. Todas essas providências permitiram que, em março de 2010, a Prefeitura implantasse a Central de Medicamentos do Município.

Confira os endereços das Farmácias Gratuitas:

 

 Zona Oeste

Av. Brasil, nº xxx – Compensa I (próximo ao PAC – Pronto Atendimento ao Cidadão)

 

Zona Centro-Sul

Av. Efigênio Sales, nº xxx

 

Zona Norte

Av. Noel Nutels, s/n, na Cidade Nova – Terminal 3

 

 Zona Leste

Av. Camapuã, Jorge Teixeira (prox. à Bola do Produtor) – Terminal 4

Alameda Cosme Ferreira c/ Grande Circular, no São José – Terminal 5

Veja a rota do Zé Gotinha neste sábado, 5

sexta-feira, maio 4th, 2012

DISTRITO DE SAÚDE

LOCAL

HORÁRIO

ZONA NORTE

CAIC GILSON MOREIRA

09:00

CARREFOUR CIDADE NOVA

10:00

UBS ÁUGIAS GADELHA

11:00

DB CIDADE NOVA

14:00

CENTRO DE CONVIVÊNCIA DA FAMÍLIA

15:00

UBSF N 16

16:00

ZONA SUL

CARREFOUR PARAÍBA

10:00

DB PARAÍBA

10:00

PARQUE IDOSO

11:00

BEMOL AMAZONAS SHOPPING

14:00

CARREFOUR AMAZONAS SHOPPING

15:00

ASSOCIAÇÃO DOS IDOSOS FUTURISTAS DO AMAZONAS

16:00

ZONA OESTE

CARREFOUR PONTA NEGRA

09:00

DB PONTA NEGRA

10:30

Semsa promove treinamento sobre técnicas de reanimação neonatal

sexta-feira, maio 4th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promove, nesta sexta-feira (4), a quarta edição do “Encontro de Parteiras Tradicionais”. O evento, organizado pelo Setor de Saúde da Mulher, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em parceria com a Sociedade Brasileira de Pediatria (seção Amazonas), acontece a partir das 8h30, no auditório do Centro de Formação Profissional do Magistério (rua Maceió, nº 2000, Adrianópolis) e deve reunir 30 parteiras, que atuam nas áreas urbana e rural da cidade. O encontro acontece na véspera do Dia Internacional da Parteira, comemorado em 5 de maio.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a programação do encontro prevê o treinamento das parteiras em técnicas de reanimação neonatal. O curso será ministrado por uma equipe de pediatras neonatologistas e o objetivo é manter as parteiras atualizadas para atuarem em situações de emergência, em especial nos caso de asfixia do bebê, que pode ocorrer logo nos primeiros minutos do nascimento. A cada 10 bebês que nascem no mundo, pelo menos um tem problemas para conseguir respirar nos primeiros 30 segundos de vida. A adoção de procedimentos corretos permite salvar esse bebê e evitar sequelas.

A atividade organizada pela Semsa faz parte das ações do programa “Trabalhando com as Parteiras Tradicionais”, desenvolvido com o apoio do Ministério da Saúde. O objetivo principal deste programa é assegurar a melhoria das condições do parto domiciliar assistido por parteiras. “Apoiar e qualificar essas mulheres é uma forma de contribuir para a redução dos índices de mortalidade materna e neonatal. Além disso, para os profissionais da saúde, é um grande momento de troca de experiências, considerando todo o saber tradicional das parteiras”, afirma Francisco Deodato.

Nas três primeiras versões do “Encontro de Parteiras” (realizadas em 2009, 2010 e 2011), o mesmo grupo de mulheres participou de cursos de capacitação, com foco nos procedimentos para um parto saudável. No evento de maio de 2010, por exemplo, além do treinamento, as parteiras receberam kits do Ministério da Saúde, contendo pinça e um balão auto-inflável para reanimação em ar ambiente. O equipamento é manual, usado para reanimar o bebê que nasce com dificuldade de captar o oxigênio.

Fique por dentro: O Dia Internacional da Parteira, comemorado em 5 de maio, foi instituído pela Organização Mundial da Saúde em 1991, para destacar a importância do trabalho das parteiras em todo o mundo. Em diversos países, a data é comemorada por várias organizações ligadas à defesa dos direitos das mulheres.

Abertura oficial da Campanha contra Influenza acontece nesta sexta

sexta-feira, maio 4th, 2012

A Prefeitura de Manaus realiza, nesta sexta-feira (4), às 15h, no Parque Municipal do Idoso, a abertura oficial da Campanha de Vacinação contra a Influenza, que se estenderá até o dia 25 deste mês e deve alcançar quase 180 mil pessoas na capital. Representantes dos grupos populacionais definidos como público-alvo da campanha (idosos; crianças de 6 meses a menores de 2 anos; gestantes; indígenas e trabalhadores da saúde) estarão presentes à solenidade, para receber a sua dose de vacina. O evento contará com a presença do secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, que irá detalhar a logística montada para o período da campanha de imunização, incluindo a estrutura de atendimento preparada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para o “Dia D” contra a Influenza, que acontece no sábado (5).

Serviço: Abertura da Campanha de Vacinação contra a Influenza

Data/Hora: 04 de maio, às 15h

Local: Parque Municipal do Idoso (rua Rio Mar, 1.324, N.S. das Graças)

Semsa antecipa campanha de vacinação contra a Gripe na zona rural

quinta-feira, maio 3rd, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) recebeu, nesta quarta-feira (2), os lotes da vacina Influenza Trivalente, enviados pelo Ministério da Saúde para a campanha de vacinação contra a gripe, que começa no próximo sábado e vai até o dia 25 deste mês. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa que, na zona rural de Manaus, o início da campanha será antecipado para esta quinta-feira (3), como parte da estratégia que será adotada pela Prefeitura de Manaus para assegurar uma ampla cobertura vacinal, nas áreas de mais difícil acesso.

As primeiras ações de imunização acontecem em dois Postos de Saúde Rural localizados na BR-174 (PSRs São Pedro e Efigênio Sales); dois na AM-010 (PSRs Pau Rosa e Adda Viana); dois na calha do rio Negro (PSRs Nossa Senhora de Fátima e Livramento) e um do Tarumã-Açu (PSR Nossa Senhora Auxiliadora). “Nesta quinta-feira, a atividade na região do Tarumã-Açu alcançará, ainda, 150 indígenas que vivem nas comunidades Gavião, Rouxinol e Inhambé”, disse Deodato.

A campanha de vacinação contra a Influenza deste ano tem como público-alvo os idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 2 anos, grávidas, indígenas e trabalhadores da saúde que atuam diretamente no atendimento ou vigilância epidemiológica dos casos de infecção respiratória. Em Manaus, a previsão é de que quase 180 mil pessoas recebam a imunização, considerando esses grupos prioritários.

“Dia D” – No sábado, para marcar o início do período de imunização contra a gripe, ocorre em todo o País o “Dia D” de Vacinação contra a Influenza. Segundo Deodato, neste dia a Prefeitura de Manaus vai disponibilizar uma rede de 935 postos de vacinação, distribuídos por todas as zonas da cidade, atendendo das 8h às 17h. “Aproximadamente 4 mil servidores estarão atuando para garantir o funcionamento desta estrutura de atendimento”, frisou o secretário.

A lista com o endereço dos mais de 9 mil locais de vacinação, distribuídos por zona da cidade, já pode ser conferida na página da Semsa, na Internet, pelo endereço eletrônico semsa.manaus.am.gov.br. Além das unidades da rede municipal de saúde, a vacinação estará disponível em locais como sedes de associações comunitárias, igrejas, escolas, shoppings, feiras, supermercados, mercadinhos de bairro, terminais de ônibus, entre outros locais de grande circulação.

Idosos acamados – A Semsa disponibilizou um serviço para agendamento da vacinação domiciliar para os idosos acamados. O agendamento pode ser feito por meio de ligação gratuita para o telefone 0800-280-8-280, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h. Ao ligar para a central de atendimento, a pessoa deverá fornecer, além do próprio nome e CPF, as seguintes informações sobre o idoso: nome, número de documento de identidade e endereço completo (se possível, com indicação de pontos de referência). É necessário informar, também, o problema de saúde do acamado.

Campanha de Vacinação contra Influenza começa neste sábado (5)

quarta-feira, maio 2nd, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) alerta que, a partir deste sábado (5) até o dia 25 deste mês, estará realizando a Campanha de Vacinação contra a Influenza (gripe), que deve alcançar quase 180 mil pessoas na capital. Devem se vacinar os idosos a partir de 60 anos; as crianças de 6 meses a menores de 2 anos; grávidas; indígenas; e trabalhadores da saúde que atuam diretamente no atendimento ou vigilância epidemiológica dos casos da doença. Estes grupos prioritários foram definidos como público-alvo da campanha, pelo Ministério da Saúde.

No sábado, para marcar o início do período de imunização contra a gripe, ocorre em todo o País o “Dia D” de Vacinação contra a Influenza. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, neste dia a Prefeitura de Manaus vai disponibilizar uma rede de 935 postos de vacinação, distribuídos por todas as zonas da cidade, atendendo das 8h às 17h. “Aproximadamente 4 mil servidores estarão atuando para garantir o funcionamento desta estrutura de atendimento”, frisou o secretário.

A lista com o endereço dos mais de 9 mil locais de vacinação, distribuídos por zona da cidade, já pode ser conferida na página da Semsa, na Internet, pelo endereço eletrônico semsa.manaus.am.gov.br. Além das unidades da rede municipal de saúde, a vacinação estará disponível em locais como sedes de associações comunitárias, igrejas, escolas, shoppings, feiras, supermercados, mercadinhos de bairro, terminais de ônibus, entre outros locais de grande circulação.

Deodato ressalta a importância de as pessoas inseridas nos grupos prioritários aproveitarem o “Dia D” para se vacinar. Ele explica que, a partir da segunda-feira (7), o serviço passa a estar disponível somente nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal, nos CAICs e CAIMIs, da rede estadual e em alguns pontos estratégicos, que serão posteriormente divulgados.

Idosos acamados – Na quarta-feira (2), após o feriado de 1º de maio, a Semsa retoma o serviço de agendamento da vacinação domiciliar para os idosos acamados. O agendamento pode ser feito por meio de ligação gratuita para o telefone 0800-280-8-280, que funciona das 8h às 12h e das 14h às 17h. Ao ligar para a central de atendimento, a pessoa deverá fornecer, além do próprio nome e CPF, as seguintes informações sobre o idoso: nome, número de documento de identidade e endereço completo (se possível, com indicação de pontos de referência). É necessário informar, também, o problema de saúde do acamado.

“É muito importante que as famílias sejam criteriosas e só façam a solicitação do serviço naqueles casos em que o idoso esteja realmente impossibilitado de comparecer à unidade de saúde para receber a vacina”, orienta o secretário Francisco Deodato. A vacinação domiciliar tem sido uma das estratégias utilizadas pela Prefeitura de Manaus para assegurar uma boa cobertura vacinal do público idoso, nas campanhas de imunização. Normalmente, o agendamento vinha sendo feito diretamente nas unidades de saúde. “Para facilitar o acesso das famílias ao serviço, este ano a Prefeitura decidiu disponibilizar o agendamento por telefone”, frisou o secretário.

Fique por dentro:

A vacina Influenza Trivalente, que será adotada pelo Ministério da Saúde para a campanha deste ano, protege contra a Influenza sazonal (conhecida como gripe comum) e H1N1. Para definir o público-alvo da vacinação, o MS realiza, anualmente, um estudo epidemiológico para identificar os grupos mais suscetíveis à doença. No endereço eletrônico semsa.manaus.am.gov.br você encontra um link de perguntas e respostas sobre a campanha de vacinação deste ano. Tire suas dúvidas.

Semsa divulga funcionamento dos serviços durante feriado

sexta-feira, abril 27th, 2012

A Prefeitura de Manaus informa que a Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU-192) manterão plantão de 24 horas para atender a população nos dias 30 de abril e 1º de maio, período que inclui o ponto facultativo de segunda-feira e o feriado do Dia do Trabalho.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa que as Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) e Policlínicas, que fazem o atendimento ambulatorial, não estarão funcionando nestes dois dias.

As três unidades do Programa Farmácia Gratuita, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), instaladas nos terminais de ônibus da Cidade Nova (T3), na zona Norte; Jorge Teixeira (T4) e do São José (T5), ambos na zona Leste, seguem esta mesma programação.

Francisco Deodato frisou que, nos dois dias, o SOS Vida cumprirá a agenda previamente marcada de remoção de pacientes para realização de alguns procedimentos, como é o caso de hemodiálise.

Prefeitura inicia o abastecimento de medicamentos de maio

sexta-feira, abril 27th, 2012

A Prefeitura de Manaus iniciou, esta semana, o abastecimento de medicamentos e itens farmacêuticos nas unidades de saúde do município, referente ao mês de maio. O trabalho, que é feito pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), estender-se-á até o próximo dia 20, cobrindo os quatro Distritos de Saúde da área urbana.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa que a população pode consultar a lista de medicamentos na página que a Semsa mantém na Internet, hospedada no Portal da Prefeitura. Basta entrar no site www.pmm.am.gov.br ou www.manaus.am.gov.br, ir em “Escolha a Secretaria” e clicar em Semsa. No link “Medicamentos” são encontradas as planilhas com os medicamentos agrupados por programas.

Nesta sexta-feira (27), a Semsa conclui o trabalho de abastecimento das unidades do Distrito de Saúde Sul (Disa Sul). Na próxima semana será a vez das unidades do Disa Oeste. A reposição de estoques do Disa Leste acontecerá de 7 a 11 de maio. Entre os dias 14 e 18, o reabastecimento mensal será feito nas unidades do Disa Norte.

Antibióticos – A Semsa reforça que, visando atender a Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que estabeleceu novos critérios de embalagem, rotulagem, dispensação e controle dos antibióticos, a dispensação desse tipo de medicamento, na rede municipal de saúde, é realizada somente nas Policlínicas, Unidades Básicas de Saúde de Pronto Atendimento (UBS/PAs) e unidades do Programa Farmácia Gratuita, que funcionam nos terminais de ônibus. “Não há dispensação de antibióticos, por exemplo, nas Unidades Básicas de Saúde da Família”, frisa Maria Vanda Viana, da Gerência de Medicamentos da Semsa.

Na zona Sul da cidade, as unidades de referência para a retirada gratuita de antibióticos nas farmácias da rede municipal de Saúde são as Policlínicas Castelo Branco, no Parque 10, e Dr. Antônio Reis, no São Lázaro. Na zona Norte, a dispensação de antibióticos está sendo feita na Policlínica Enfª. Anna Barreto, no Jorge Teixeira; Policlínica José Antônio da Silva, no Monte das Oliveiras; UBS/PA Balbina Mestrinho, na Cidade Nova e na unidade do Programa Farmácia Gratuita que funciona no terminal de ôninus do mesmo bairro, o T3.

Já na zona Oeste, os antibióticos podem ser retirados nas Policlínicas Dr. Raimundo Franco de Sá, no Nova Esperança; e Dr. Djalma Batista, na Compensa I. Na zona Leste, a retirada desse medicamento pode ser feita nas Policlínicas Dr. Comte Telles, no São José III; e Enfª Ivone Lima, no Coroado III, além das unidades do Farmácia Gratuita instaladas no T4, do bairro Jorge Teixeira, e T5, no São José.

Ao definir regras mais rígidas para a embalagem, rotulagem, dispensação e controle dos antibióticos, um dos objetivos da Anvisa é inibir a automedicação e o uso indiscriminado desse tipo de medicamento. A regra vale para 93 tipos de substâncias antimicrobianas que compõem todos os antibióticos registrados no Brasil, como amoxicilina, azitromicina e cefalexina.

Semsa recebe certificado de organização internacional

quinta-feira, abril 26th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) acaba de receber o Certificado de Estímulo ao Aleitamento Materno, concedido pela organização Aliança Mundial para Ação em Aleitamento Materno (WABA, na sigla em inglês). O reconhecimento da organização internacional é resultado das atividades desenvolvidas na rede municipal de saúde, em 2011, durante a Semana Mundial do Aleitamento Materno (realizada de 1º a 7 de agosto). “É mais um importante reconhecimento ao compromisso irrestrito da Prefeitura de Manaus com este tema. Todas as unidades de saúde e servidores que atuaram para executar a programação do evento, no ano passado, sentem-se muito honrados com a Certificação da WABA”, disse o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

Deodato explica que a WABA congrega pessoas e organizações engajadas na promoção, apoio e defesa do aleitamento materno, atuando nos níveis internacional, nacional, regional e comunitário. A organização, que tem sede em Nova York e escritório no Brasil, é parceira de instituições como o UNICEF e a IBFAN (Rede Internacional em Defesa do Direito de Amamentar).

A programação que resultou no reconhecimento da organização internacional foi desenvolvida sob a coordenação do Setor de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa e abrangeu 11 Unidades Básicas de Saúde, dois Módulos de Saúde da Família, duas Policlínicas e a Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz.

As atividades que garantiram a certificação incluíram ações de educação em saúde (palestras, oficinas, distribuição de material informativo, entre outros); solenidade de premiação das mães cujos bebês nasceram na maternidade Moura Tapajóz e que mais doaram leite materno para o banco de leite do Estado; premiação das unidades de saúde que mais se destacaram nas ações de estímulo ao aleitamento materno e ingressaram na Rede Amamenta Brasil; implantação de Salas de Apoio à Amamentação em unidades de saúde; e realização da II Jornada de Saúde da Mulher e III Jornada de Combate à Mortalidade Infantil.

Coordenadora das Ações em Aleitamento Materno da Semsa, a enfermeira Ivone Amazonas, disse que a certificação concedida pela WABA é importante, entre outros aspectos, porque registra e valoriza ainda mais o trabalho realizado pelos profissionais da rede municipal de saúde. “Não podemos esquecer que as ações de estímulo e apoio ao aleitamento materno são estratégicas para o combate à mortalidade infantil e para a promoção da saúde da criança”, destacou a coordenadora.

A WABA enviou certificados individuais à Semsa, ao secretário Francisco Deodato, a cada uma das 16 unidades de saúde que fizeram o relatório de atividades desenvolvidas na Semana Mundial de Aleitamento Materno, à diretora do Departamento de Atenção Básica da Semsa, Edylene Pereira, à coordenadora (à época do evento) do Setor de Saúde da Criança e do Adolescente, pediatra Elena Marta Amaral do Santos, que hoje é responsável técnica pelo programa “Leite do Meu Filho”, e à enfermeira Ivone Amazonas.

Estímulo a amamentação – As ações de promoção e estímulo ao aleitamento materno desenvolvidas pela Prefeitura de Manaus têm o reconhecimento do Ministério da Saúde (MS) e de organismos como o UNICEF. Atualmente, 18 unidades de Saúde da Prefeitura integram a Rede Amamenta Brasil, estratégia do MS para a promoção, proteção e apoio à prática do aleitamento materno na Atenção Básica, que visa contribuir para aumentar os índices do aleitamento materno no País.

Em 2010, a Maternidade Municipal Moura Tapajóz já havia sido credenciada pelo MS e UNICEF como Hospital Amigo da Criança, por adotar os “Dez Passos para o Aleitamento Materno Bem Sucedido”. Em 2009, a Prefeitura de Manaus recebeu o Prêmio Bíbi Vogel, também pelas ações de promoção, proteção, apoio e estímulo ao aleitamento materno.

Unidades de Saúde que receberam o Certificado da WABA

Unidades Básicas de Saúde: Lúcio Flávio Vasconcelos Dias; Santo Antônio; Deodato de Miranda Leão; Amazonas Palhano; Luiz Montenegro (zona Sul); Armando Mendes; Lourenço Borghi; José Rayol dos Santos (zona Oeste); Mauazinho; Lago do Aleixo; Áugias Gadelha.

Módulos de Saúde da Família: Vila da Prata e Silas Santos de Oliveira.

Policlínicas: Franco de Sá e Enfermeira Anna Barreto

Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz

 

Nesta quinta, Semsa leva ação educativa ao Parque do Idoso

quinta-feira, abril 26th, 2012

Nesta quinta-feira (26), Dia Nacional de Combate à Hipertensão, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promove uma programação especial no Parque Municipal do Idoso (localizado na rua Rio Mar, nº 1.324, bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul). De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, das 8h às 12h, as equipes da Semsa estarão fazendo a abordagem dos frequentadores do parque, com a realização de palestra e distribuição de material informativo sobre a doença (também conhecida como pressão alta), além de serviços como a verificação de pressão arterial, o teste de glicemia capilar, e o cálculo do IMC (índice de massa corporal).

A pressão alta não controlada é a principal causa de duas das doenças que mais matam no Brasil: o acidente vascular cerebral (AVC) e o infarto do miocárdio. A Hipertensão pode ser encarada como uma doença ou como um fator de risco para o desenvolvimento de outras enfermidades. Muitas vezes, não apresenta sintomas ou estes, por se tratar de sinais muitos gerais (dor de cabeça, tontura, mal estar), não são logo associados à pressão alta.

Durante toda esta semana, as unidades de saúde da Prefeitura de Manaus estão reforçando as ações educativas sobre a Hipertensão e, também, a busca ativa de casos da doença. Deodato explica que o tema da campanha de conscientização deste ano – “Viver bem, com menos pressão… só depende de você” – procura reforçar os benefícios de ter uma pressão arterial normal ou controlada, bem como a importância do diagnóstico precoce da doença e da manutenção do tratamento, que está disponível nas unidades de saúde da Atenção Básica.

Segundo a responsável da Equipe Técnica das Ações em Hipertensão e Diabetes, da Semsa, Elessandra Sicsu, aproximadamente, 87,3 mil pacientes estão cadastrados no Hiperdia – Sistema de Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos –, na rede de Atenção Básica. Deste total, 60,3 mil são hipertensos.

Programação – A programação que será realizada no Parque do Idoso começa às 8h30, com uma palestra sobre “Combate e Controle da Hipertensão”. Às 9h, os frequentadores do parque poderão participar de uma sessão de atividades físicas, sob a orientação de um fisioterapeuta. Os serviços de verificação de pressão arterial, teste de glicemia capilar (que ajuda no diagnóstico de diabetes), cálculo (IMC) serão realizados durante toda a manhã.

Fique por dentro – A hipertensão ocorre quando os níveis da pressão arterial encontram-se acima dos valores de referência para a população em geral. Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), os valores admitidos são 120/80 (ou 12 por 8), em que a pressão arterial é considerada ótima. Quando em 130/85, é considerada limítrofe. A pessoa é considerada hipertensa quando sua pressão arterial se mantém acima de a 140/90. Para esse diagnóstico, a pressão deve ser medida várias vezes, de forma correta, com aparelho calibrado e por profissional capacitado.

As pessoas com maior risco de se tornarem hipertensas são aquelas com excesso de peso; que não têm uma alimentação saudável; ingerem muito sal; não fazem exercícios físicos; consomem muita bebida alcoólica; são diabéticos; ou têm familiares hipertensos.

Unidades Móveis de Saúde iniciam atendimento em 5 novos bairros

quarta-feira, abril 25th, 2012

As Unidades Móveis de Saúde da Prefeitura de Manaus iniciam, nesta quarta-feira (25), um novo cronograma de atendimentos nos bairros da cidade. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, os serviços serão oferecidos no bairro da Paz, na zona Oeste; Santa Etelvina e Cidade de Deus, na zona Norte; Colônia Antonio Aleixo e Armando Mendes, na zona Leste. “As unidades irão permanecer por um período de 15 dias úteis, nestas áreas”, frisou Deodato.

Os bairros da Paz; Santa Etelvina e Colônia Antônio Aleixo vão receber os serviços das Unidades Móveis de Saúde da Mulher, que oferecem exames de mamografia, ultrassonografia e coleta de preventivo do câncer do colo do útero. Deodato destaca que para a realização dos dois primeiros procedimentos, é necessário encaminhamento médico, que será realizado pela rede de Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) e Policlínicas dos respectivos bairros. No caso do preventivo, o encaminhamento ao exame é feito pelas equipes de atendimento nas próprias “Carretas da Mulher” – como são mais conhecidas as unidades móveis que atendem exclusivamente o público feminino.

No Cidade de Deus e Armando Mendes, o atendimento será realizado pelas Unidades Móveis Odontológicas e Unidades Móveis Médico-Laboratoriais (estas últimas oferecem consultas em pediatria e oftalmologia; orientação nutricional; e exames laboratoriais). Cada um dos dois bairros receberá três unidades móveis, sendo duas Odontológicas e uma Médico-Laboratorial. O agendamento das consultas é feito diretamente nas unidades.

No Cidade de Deus, as unidades ficarão posicionadas na comunidade Aliança com Deus, no pátio da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Aristófanes Castro. “Inicialmente, o atendimento vai priorizar os estudantes da escola, que tem aproximadamente 1,1 mil alunos. Num segundo momento, as consultas serão abertas à comunidade”, explica Deodato.

No bairro Armando Mendes, às segundas, terças e quartas-feiras o atendimento será para os estudantes da EMEF Rui Barbosa Lima. Quinta e sexta-feira serão os dias destinados ao atendimento da comunidade em geral.

Confira os locais onde “Carretas da Saúde” atendem a partir do dia 25:

– “Carretas da Mulher”

Bairro da Paz – Av. Nova Esperança (no pátio da igreja católica do bairro)

Santa Etelvina – Rua do Comércio (ao lado da EMEF Profª. Elizabeth Beltrão)

Colônia Antônio Aleixo – Rua Raul Foullereau (ao lado da UBS Lago do Aleixo)

– Unidades Móveis Odontológicas e Médico-Laboratorial

Cidade de Deus – Rua Benjamim, Comunidade Aliança com Deus (na EMEF Aristófanes Castro)

Armando Mendes – Rua “J” (ao lado do Centro de Convivência do Idoso)

Tratamento de fumantes é tema de seminário promovido pela Semsa

quarta-feira, abril 25th, 2012

Segundo dados do Programa Municipal de Controle de Tabagismo, 57% das 813 pessoas que iniciaram o acompanhamento em um dos Ambulatórios para Tratamentos de Fumantes da Prefeitura de Manaus conseguiram largar o cigarro. Para o pneumologista da Divisão de Controle do Tabagismo do Instituto Nacional do Câncer (INCA/MS), Ricardo Henrique Meireles, o resultado é expressivo e reforça a eficácia do modelo de atendimento adotado pelo SUS, como uma das estratégias para reduzir a prevalência de fumantes na população brasileira, bem como das doenças e mortes associadas ao vício. Meireles foi um dos palestrantes convidados do “I Seminário sobre Tratamento de Fumantes em Manaus, evento promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e que prossegue nesta quarta-feira (25).

“Estudos apontam que 80% dos fumantes querem parar de fumar, mas apenas 3% conseguem sem o suporte do tratamento. A abordagem baseada na terapia cognitivo-comportamental, associada ao uso de medicamentos específicos, tem sua eficácia reconhecida no mundo inteiro, inclusive no Brasil, tanto que foi adotado pelo SUS”, afirma o especialista. Meireles destaca, no entanto, que deixar o cigarro não é fácil, pois 90% dos fumantes desenvolvem dependência química do tabaco.

“É muito importante a adesão dos municípios às ações do Programa Nacional de Controle do Tabagismo, porque a demanda por esse atendimento especializado é crescente. Entre 1989 e 2008, o índice de fumantes na população brasileira caiu de 32% para 17%, no entanto, ainda estamos falando de 25 milhões fumantes no País”, frisou o médico do INCA.

Atualmente, 11 unidades da Semsa têm Ambulatórios de Tratamento de Fumantes implantados. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, já anunciou que, no próximo mês de maio, mais cinco ambulatórios devem entrar em funcionamento. “Manaus está no caminho certo ao apostar na ampliação do serviço. Hoje, há aproximadamente 3 mil unidades de saúde do SUS oferecendo o tratamento para fumantes. Percebe-se uma concentração maior dessas unidades no Sul e Sudeste. No Norte e no Nordeste o número ainda é pequeno. Aqui mesmo, no Amazonas, somente a capital tem ambulatórios do tipo implantados”, disse Meireles.

O “I Seminário Municipal sobre Tratamento de Fumantes em Manaus” está acontecendo das 8h às 12h e das 14h às 17h, no auditório da Assembleia Legislativa do Estado. Além da palestra ministrada por Ricardo Meireles, o primeiro dia do seminário abordou outros temas como: “Tabagismo como dependência e doenças cardíacas associadas ao fumo”, em palestra ministrada pelo cardiologista Aristóteles de Alencar Comte Filho; “Doenças Pulmonares associadas ao Tabagismo”, apresentada pela pneumologista Ana Carla Duarte; “As ações de controle do tabagismo em Manaus”, pela enfermeira Dinah Cordeiro; “Apoio medicamentoso no tratamento do fumante”, abordado por Ricardo Meireles; e “Câncer associado ao tabagismo”, que finalizou o dia de palestras e foi apresentado pelo pneumologista Edson de Oliveira Andrade

 

Confira a Programação do último dia do Seminário

DIA 25

8h30 às 9h30 – “Políticas Públicas no Controle do Tabagismo”

Expositora: Socióloga Paula Johns – Diretora da Associação de Controle do Tabagismo – ACTbr/RJ

9h30 às 10h15 – “O Papel do Legislativo Municipal nas Ações do Controle do Tabagismo”

Expositor: Vereador Wilker Barreto, autor da Lei Municipal Antifumo nº 1.364

10h30 às 11h15 – “A Vigilância Sanitária no Controle do Tabagismo em Manaus”

Expositor: Engenheiro e advogado Dr. Varcily Queiroz Barroso – DVISA/SEMSA

11h15 às 12h – Mesa de discussão

14h às 14h45 – “Terapia Cognitiva Comportamental no Tratamento do Fumante”

Expositora: Psicóloga Karina Rafaela da Silva Salazar – Policlínica Castelo Branco/SEMSA

14h45 às 15h30 – “Importância das Ações de Controle do Tabagismo nas Escolas”

Expositora: Pediatra Adriana Taveira – Responsável pelo Programa de Saúde na Escola (PSE)/SEMSA

15h45 às 16h30 – “Importância da Entrevista Motivacional no Tratamento do Fumante”

Expositora: Psicóloga Jeane Leite – Policlínica Raimundo Franco de Sá/SEMSA

16h30 às 17h – Abertura para perguntas e entrega dos certificados aos participantes

 

Índice de infestação pelo mosquito da dengue cai de 3,4% para 2,7%

quarta-feira, abril 25th, 2012

O índice de infestação pelo mosquito da dengue caiu de 3,4% para 2,7%, em Manaus. O dado foi divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e faz parte do segundo Levantamento Rápido do Índice para Aedes aegypti (LIRAa) deste ano, realizado pela Prefeitura de Manaus entre os dias 9 e 20 deste mês. O índice é de médio risco para a ocorrência da doença.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, destaca que ao contrário do primeiro LIRAa do ano, realizado em janeiro, quando o acúmulo de lixo doméstico (entulhos em fundo de quintal) aparecia como o principal fator de proliferação do mosquito, o levantamento de abril apontou os depósitos de água no nível do chão (camburões, tanques, barris, cisternas, entre outros), como o tipo de criadouro mais encontrado.

“Este problema é maior na zona Leste da cidade, provavelmente por conta da precariedade no abastecimento de água. Compreendemos que os moradores da área não podem prescindir desses depósitos, mas reforçamos a recomendação para que sejam mantidos com tampa, bem vedados, para que não se transformem em depósitos de larvas do mosquito da dengue”, disse o secretário.

Onde o risco é maior – A zona Leste da cidade mantém-se como a área de maior risco para ocorrência de casos da dengue, com destaque para os bairros Zumbi, São José Operário, Tancredo Neves e Armando Mendes, segundo informações coletadas durante o segundo LIRAa do ano.

A zona Norte aparece em segundo lugar entre as áreas com maior presença do mosquito da dengue, principalmente nos bairros Cidade Nova (nas áreas do conjunto Ribeiro Júnior, Riacho Doce, conjunto Canaranas, Núcleos 5, 6, 7, 10, 21 e 25) e Cidade de Deus.

Na zona Oeste, os bairros do São Raimundo, Santo Antônio e Glória (que foram considerados um único estrato, no levantamento), Lírio do Vale e Nova Esperança (também analisados como um estrato) e o Tarumã são as três áreas com maior índice de infestação.

Na zona Sul, três estratos aparecem em destaque: o primeiro, formado por Chapada/São Geraldo/Presidente Vargas; o segundo, formado por Betânia/São Lázaro/Vila Buriti; e o terceiro, que inclui Colônia Oliveira Machado/Educantos/Santa Luzia.

Semsa segue promovendo ações de combate à Hipertensão Arterial

quarta-feira, abril 25th, 2012

Durante toda esta semana, as unidades de saúde da Prefeitura de Manaus estão desenvolvendo uma programação especial, alusiva ao Dia Nacional de Combate à Hipertensão Arterial, que acontece nesta quinta-feira (26 de abril). De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, as unidades estão intensificando as ações de orientação e, também, a busca ativa de casos da doença, que também é conhecida como pressão alta. Nesta quinta-feira (26), a ação será levada ao Parque Municipal do Idoso. No horário das 8h às 12h, equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) estarão fazendo a abordagem dos frequentadores do parque, com a realização de palestra, distribuição de material informativo sobre a Hipertensão e a oferta de vários serviços.

A pressão alta não controlada é a principal causa de duas das doenças que mais matam no Brasil: o acidente vascular cerebral (AVC) e o infarto do miocárdio. A Hipertensão pode ser encarada como uma doença ou como um fator de risco para o desenvolvimento de outras enfermidades. Muitas vezes, não apresenta sintomas ou estes, por se tratar de sinais muitos gerais (dor de cabeça, tontura, mal estar), não são logo associados à pressão alta. Deodato explica que o tema da campanha de conscientização deste ano – “Viver bem, com menos pressão… só depende de você” – procura justamente reforçar os benefícios de ter uma pressão arterial normal ou controlada, bem como a importância do diagnóstico precoce da doença e da manutenção do tratamento, que está disponível nas unidades de saúde da Atenção Básica.

Segundo a responsável da Equipe Técnica das Ações em Hipertensão e Diabetes, da Semsa, Elessandra Sicsu, aproximadamente, 87,3 mil pacientes estão cadastrados no Hiperdia – Sistema de Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos –, na rede de Atenção Básica. Deste total, 60,3 mil são hipertensos.

Programação – Na segunda-feira (23), a UBS Leonor de Freitas, localizada na Compensa, foi uma das unidades do Distrito de Saúde (Disa) Oeste a realizar atividades para orientar os usuários sobre os riscos da Hipertensão. Na terça-feira (24), o destaque foram as ações do Posto de Saúde Rural (PSR) Nossa Senhora de Fátima, localizado na área do Tarumã-Mirim. Nesta quarta-feira (25), o Disa Norte leva as ações de orientação aos estudantes da Escola Municipal Maria Leide Amorim, na comunidade São João (Km 4 da BR-174).

A programação que será realizada no Parque do Idoso, na quinta-feira (26), começa às 8h30, com uma palestra sobre “Combate e Controle da Hipertensão”. Às 9h, os frequentadores do parque poderão participar de uma sessão de atividades físicas orientadas por um fisioterapeuta. Durante toda a manhã, equipes da Semsa estarão realizando verificação de pressão arterial, teste de glicemia capilar (que ajuda no diagnóstico de diabetes), cálculo de índice massa corporal (IMC), entre outros serviços.

Na sexta-feira (27), um dos destaques do encerramento da semana será a programação da Policlínica Dr. Antônio Reis, no São Lázaro, que começará às 8h, com uma palestra para os usuários da unidade.

Fique por dentro – A hipertensão ocorre quando os níveis da pressão arterial encontram-se acima dos valores de referência para a população em geral. Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), os valores admitidos são 120/80 (ou 12 por 8), em que a pressão arterial é considerada ótima. Quando em 130/85, é considerada limítrofe. A pessoa é considerada hipertensa quando sua pressão arterial se mantém acima de a 140/90. Para esse diagnóstico, a pressão deve ser medida várias vezes, de forma correta, com aparelho calibrado e por profissional capacitado.

As pessoas com maior risco de se tornarem hipertensas são aquelas com excesso de peso; que não têm uma alimentação saudável; ingerem muito sal; não fazem exercícios físicos; consomem muita bebida alcoólica; são diabéticos; ou têm familiares hipertensos.

Semsa inicia “Semana de Combate à Hipertensão Arterial”

terça-feira, abril 24th, 2012

Durante toda esta semana, as unidades de saúde da Prefeitura de Manaus estarão desenvolvendo uma programação especial, alusiva ao Dia Nacional de Combate à Hipertensão Arterial (26 de abril). De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, as unidades devem intensificar as ações de orientação e, também, a busca ativa de casos da doença, que também é conhecida como pressão alta. Na quinta-feira (26), a ação será levada ao Parque Municipal do Idoso. No horário das 8h às 12h, equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) estarão fazendo a abordagem dos frequentadores do parque, com a realização de palestra, distribuição de material informativo sobre a Hipertensão e a oferta de vários serviços.

A pressão alta não controlada é a principal causa de duas das doenças que mais matam no Brasil: o acidente vascular cerebral (AVC) e o infarto do miocárdio. A Hipertensão pode ser encarada como uma doença ou como um fator de risco para o desenvolvimento de outras enfermidades. Muitas vezes, não apresenta sintomas ou estes, por se tratar de sinais muitos gerais (dor de cabeça, tontura, mal estar), não são logo associados à pressão alta. Deodato explica que o tema da campanha de conscientização deste ano – “Viver bem, com menos pressão… só depende de você” – procura justamente reforçar os benefícios de ter uma pressão arterial normal ou controlada, bem como a importância do diagnóstico precoce da doença e da manutenção do tratamento, que está disponível nas unidades de saúde da Atenção Básica.

Segundo a responsável da Equipe Técnica das Ações em Hipertensão e Diabetes, da Semsa, Elessandra Sicsu, aproximadamente, 87,3 mil pacientes estão cadastrados no Hiperdia – Sistema de Cadastramento e Acompanhamento de Hipertensos e Diabéticos –, na rede de Atenção Básica. Deste total, 60,3 mil são hipertensos.

Programação – Na segunda-feira (23), a UBS Leonor de Freitas, localizada na Compensa, foi uma das unidades do Distrito de Saúde (Disa) Oeste a realizar atividades para orientar os usuários sobre os riscos da Hipertensão. Na terça-feira (24), o destaque é para as ações do Posto de Saúde Rural (PSR) Nossa Senhora de Fátima, localizado na área do Tarumã-Mirim. Na quarta-feira (25), o Disa Norte leva as ações de orientação aos estudantes da Escola Municipal Maria Leide Amorim, na comunidade São João (Km 4 da BR-174).

A programação que será realizada no Parque do Idoso, na quinta-feira (26), começa às 8h30, com uma palestra sobre “Combate e Controle da Hipertensão”. Às 9h, os frequentadores do parque poderão participar de uma sessão de atividades físicas orientadas por um fisioterapeuta. Durante toda a manhã, equipes da Semsa estarão realizando verificação de pressão arterial, teste de glicemia capilar (que ajuda no diagnóstico de diabetes), cálculo de índice massa corporal (IMC), entre outros serviços.

Na sexta-feira (27), um dos destaques do encerramento da semana será a programação da Policlínica Dr. Antônio Reis, no São Lázaro, que começará às 8h, com uma palestra para os usuários da unidade.

Fique por dentro – A hipertensão ocorre quando os níveis da pressão arterial encontram-se acima dos valores de referência para a população em geral. Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), os valores admitidos são 120/80 (ou 12 por 8), em que a pressão arterial é considerada ótima. Quando em 130/85 é considerada limítrofe. A pessoa é considerada hipertensa quando sua pressão arterial se mantém acima de a 140/90. Para esse diagnóstico, a pressão deve ser medida várias vezes, de forma correta, com aparelho calibrado e por profissional capacitado.

As pessoas com maior risco de se tornarem hipertensas são aquelas com excesso de peso; que não têm uma alimentação saudável; ingerem muito sal; não fazem exercícios físicos; consomem muita bebida alcoólica; são diabéticos; ou têm familiares hipertensos.

I Seminário sobre Tratamento de Fumantes começa nesta terça (24)

segunda-feira, abril 23rd, 2012

Começa nesta terça-feira (24), o “I Seminário Municipal sobre Tratamento de Fumantes em Manaus”. Promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), o evento acontecerá até quarta-feira (25), das 8h às 12h e das 14h às 17h, no auditório da Assembleia Legislativa do Estado. As pessoas interessadas em participar do seminário ainda podem se inscrever, por meio dos telefones 3216-7751 e 3216-7760, da Coordenação Municipal do Programa de Controle do Tabagismo. A inscrição é gratuita.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o seminário será uma oportunidade para atualização dos profissionais da rede que já desenvolvem as ações do programa, mas também disponibilizará vagas para acadêmicos e outros profissionais da área da Saúde.

A Prefeitura de Manaus já oferece o serviço especializado que dá suporte a pessoas que querem deixar de fumar, em 11 unidades de saúde. No mês de maio, mais cinco Ambulatórios para Tratamento de Fumantes serão implantados na rede municipal, para fortalecer ainda mais as ações voltadas para esse público. Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde na semana passada, com base na pesquisa VIGITEL 2011, o índice de adultos fumantes em Manaus está na faixa de 11,9% – abaixo da média nacional (14,8%). Por sexo, a prevalência de fumantes é de 7,6% entre as mulheres, e de 16,7%, entre os homens.

A programação do “I Seminário sobre Tratamento de Fumantes em Manaus” inicia com uma palestra do médico pneumologista Ricardo Henrique Meireles, do Instituto Nacional do Câncer (INCA). Ele apresentará um panorama do Programa Nacional de Controle do Tabagismo. Outros temas como os aspectos da dependência associada ao tabagismo; as doenças cardíacas, pulmonares e os tipos de câncer associados ao uso do cigarro; e a importância das ações de controle do tabagismo nas escolas, também fazem parte da programação do evento.


Semsa agenda vacinação contra Gripe para idosos acamados

segunda-feira, abril 23rd, 2012

A partir desta segunda-feira (23), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) começa a receber os pedidos de agendamento para vacinação domiciliar contra a Influenza (gripe), para idosos acamados. O secretário municipal de saúde, Francisco Deodato, informa que o agendamento poderá ser feito por meio de ligação gratuita para o telefone 0800-280-8-280. “Esta central de atendimento estará funcionando de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h. É muito importante que as famílias sejam criteriosas e só façam a solicitação do serviço naqueles casos em que o idoso esteja realmente impossibilitado de comparecer à unidade de saúde para receber a vacina”, orienta o secretário.

A Campanha de Vacinação contra a Influenza vai acontecer de 5 a 25 de maio. Além dos idosos, deverão se vacinar crianças de 6 meses a menores de 2 anos; grávidas; idosos, indígenas e trabalhadores da saúde que atuem diretamente no atendimento ou ações de vigilância epidemiológica de casos de gripe. Considerando estes grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde para receber a imunização na campanha deste ano, a previsão é de que, aproximadamente, 180 mil pessoas sejam vacinadas, em Manaus.

Para agendar a vacinação do idoso acamado, a pessoa que ligar para o 0800-280-8- 280 deverá fornecer, além do próprio nome e CPF, as seguintes informações sobre o idoso: nome, número de documento de identidade e endereço completo (se possível, com indicação de pontos de referência). Será necessário informar, também, o problema de saúde do acamado.

A vacinação domiciliar tem sido uma das estratégias utilizadas pela Prefeitura de Manaus para assegurar uma boa cobertura vacinal do público idoso, nas campanhas de imunização. Normalmente, o agendamento vinha sendo feito diretamente nas unidades de saúde. “Para facilitar o acesso das famílias ao serviço, este ano a Prefeitura decidiu disponibilizar o agendamento por telefone”, frisou Deodato.

“Dia D” – Para marcar o início da campanha, em 5 de maio, acontece o “Dia D” de Vacinação contra a Influenza, quando a Prefeitura terá uma estrutura de, aproximadamente, 900 postos de atendimento, distribuídos por toda a cidade, funcionando das 8h às 17h. “Esta ação deverá mobilizar 4 mil servidores. Além das unidades de saúde, que estarão abertas neste dia, a vacinação será oferecida em locais de grande circulação de pessoas”, salienta Deodato. Após o “Dia D”, a vacina ficará disponível nas unidades da rede municipal e em alguns pontos estratégicos, de segunda a sexta-feira. A lista com a localização dos postos será divulgada no site da Secretaria.

Na página da Semsa na Internet (semsa.manaus.am.gov.br), no Portal da Prefeitura de Manaus, já está disponível um link com informações sobre a campanha. Além do material mais técnico, voltado para os profissionais da saúde, há também orientações gerais (na forma de perguntas e respostas) que podem ajudar a tirar dúvidas da população em geral.

Prefeitura divulga novos locais de atendimento das Unidades Móveis

sexta-feira, abril 20th, 2012

A Prefeitura de Manaus divulgou, nesta quinta-feira (19), os locais onde as Unidades Móveis de Saúde atenderão a partir do próximo dia 25. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, os serviços serão levados aos bairros da Paz, na zona Oeste; Santa Etelvina e Cidade de Deus, na zona Norte; Colônia Antonio Aleixo e Armando Mendes, na zona Leste. “As unidades devem permanecer por um período de 15 dias úteis, nestas áreas”, frisou Deodato.

Os bairros da Paz; Santa Etelvina e Colônia Antônio Aleixo vão receber os serviços das Unidades Móveis de Saúde da Mulher, que oferecem exames de mamografia, ultrassonografia e coleta de preventivo do câncer do colo do útero. Deodato destaca que, para a realização dos dois primeiros procedimentos, é necessário encaminhamento médico, que será realizado pela rede de Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) e Policlínicas dos respectivos bairros. No caso do preventivo, o encaminhamento ao exame é feito pelas equipes de atendimento nas próprias “Carretas da Mulher” – como são mais conhecidas as unidades móveis que atendem exclusivamente o público feminino.

No Cidade de Deus e Armando Mendes, o atendimento será realizado pelas Unidades Móveis Odontológicas e Unidades Móveis Médico-Laboratoriais (estas últimas oferecem consultas em pediatria e oftalmologia; orientação nutricional; e exames laboratoriais). Cada um dos dois bairros receberá três unidades móveis, sendo duas Odontológicas e uma Médico-Laboratorial. O agendamento das consultas é feito diretamente nas unidades.

No Cidade de Deus, as unidades ficarão posicionadas na comunidade Aliança com Deus, no pátio da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Aristófanes Castro. “Inicialmente, o atendimento vai priorizar os estudantes da escola, que tem aproximadamente 1,1 mil alunos. Num segundo momento, as consultas serão abertas à comunidade”, explica Deodato.

No bairro Armando Mendes, às segundas, terças e quartas-feiras o atendimento será para os estudantes da EMEF Rui Barbosa Lima. Quinta e sexta-feira serão os dias destinados ao atendimento da comunidade em geral.

Confira os locais onde as “Carretas da Saúde” atendem a partir do dia 25:

– “Carretas da Mulher”

Bairro da Paz – Av. Nova Esperança (no pátio da igreja católica do bairro)

Santa Etelvina – Rua do Comércio (ao lado da EMEF Profª. Elizabeth Beltrão)

Colônia Antônio Aleixo – Rua Raul Foullereau (ao lado da UBS Lago do Aleixo)

– Unidades Móveis Odontológicas e Médico-Laboratorial

Cidade de Deus – Rua Benjamim, Comunidade Aliança com Deus (na EMEF Aristófanes Castro)

Armando Mendes – Rua “J” (ao lado do Centro de Convivência do Idoso)

SAMU realizou 31 atendimentos em incêndio no Presidente Vargas

quinta-feira, abril 19th, 2012

O Serviço Móvel de Atendimento de Urgência (SAMU), da Prefeitura de Manaus, realizou 31 atendimentos na manhã desta quarta-feira (18), no bairro Presidente Vargas (antiga Matinha), durante o incêndio ocorrido no Beco Bragança. Deste total, 23 foram procedimentos realizados no próprio local e 8 foram remoções para unidades de hospitalares de urgência.

De acordo com a diretora de Atenção Especializa e Serviços de Urgência, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), enfermeira Claudia Teixeira, entre as pessoas atendidas, apenas um caso foi de queimadura (de primeiro grau), com a vítima removida para o SPA do São Raimundo. Houve ainda o caso de uma grávida (no 5º mês de gestação), que apresentou dores e sangramento e foi removida para a Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz, na Compensa. “Os demais atendimentos foram de pessoas com intoxicação por fumaça, desmaio ou crise hipertensiva (pressão alta)”, destacou Claudia Teixeira.

O SAMU enviou ao local do incêndio duas motolâncias e cinco ambulâncias – sendo quatro de suporte básico e uma de suporte avançado (com UTI). As equipes de socorro incluíram médicos, enfermeiros e técnicos de Enfermagem.

Semsa inscreve para “I Seminário sobre Tratamento de Fumantes”

quinta-feira, abril 19th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está com inscrições abertas para o “I Seminário Municipal sobre Tratamento de Fumantes em Manaus”, que será realizado nos dias 24 e 25 deste mês. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelos telefones 3216-7751 e 3216-7760, da Coordenação Municipal do Programa de Controle do Tabagismo. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o seminário será uma oportunidade para atualização dos profissionais da rede que já desenvolvem as ações do programa, mas também disponibilizará vagas para acadêmicos e outros profissionais da área da Saúde.

O serviço especializado que dá suporte a pessoas que querem deixar de fumar já está implantado em 11 unidades de saúde da Prefeitura de Manaus. Deodato informa que, no mês de maio, mais cinco Ambulatórios para Tratamento de Fumantes serão implantados na rede municipal, para fortalecer ainda mais as ações voltadas para esse público. Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde na semana passada, com base na pesquisa VIGITEL 2011, o índice de adultos fumantes em Manaus está na faixa de 11,9% – abaixo da média nacional (14,8%). Por sexo, a prevalência de fumantes é de 7,6% entre as mulheres, e de 16,7%, entre os homens.

O “I Seminário sobre Tratamento de Fumantes em Manaus” vai acontecer no auditório Belarmino Lins, da Assembleia Legislativa do Estado (ALE), pela amanhã e à tarde. A primeira palestra do evento será ministrada pelo médico pneumologista Ricardo Henrique Meireles, do Instituto Nacional do Câncer (INCA), que apresentará um panorama do Programa Nacional de Controle do Tabagismo. Outros temas como os aspectos da dependência associada ao tabagismo; as doenças cardíacas, pulmonares e os tipos de câncer associados ao uso do cigarro; e a importância das ações de controle do tabagismo nas escolas, também fazem parte da programação do evento.

 

Confira a Programação do Seminário

 

DIA 24

8h às 8h45 – Cerimonial de Abertura

8h45 às 9h – Apresentação dos alunos da Escola Municipal Padre Puga

9h às 10h – “Visão Panorâmica do Programa Nacional de Controle do Tabagismo no Brasil”

Expositor: Pneumologista Dr. Ricardo Henrique S. Meireles – INCA/Ministério da Saúde

10h15 às 11h – “Tabagismo Como Dependência e Doenças Cardíacas Associadas ao Tabagismo”

Expositor: Cardiologista Dr. Aristóteles Comte de Alencar

11h às 11h45 – “Doenças Pulmonares Associadas ao Tabagismo”

Expositora: Pneumologista Ana Carla C. Duarte  – Policlínica Comte Teles/SEMSA

11h45 às 12h – Abertura para perguntas e intervalo para almoço

14h às 14h45 – Apresentação das Ações de Controle do Tabagismo em Manaus

Expositora: Enfermeira Dinah Cordeiro – Policlínica Comte Teles/SEMSA

14h45 às 15h30 – “Apoio Medicamentoso no Tratamento do Fumante”

Expositor: Pneumologista Ricardo Henrique S. Meireles – INCA/MS

15h45 às 16h30 – “Câncer Associado ao Tabagismo”

Expositor: Pneumologista Dr. Edson de Oliveira Andrade – Diretor Presidente da FCECON

16h30 às 17h abertura para perguntas

 

DIA 25

8h30 às 9h30 – “Políticas Públicas no Controle do Tabagismo”

Expositora: Socióloga Paula Johns – Diretora da Associação de Controle do Tabagismo – ACTbr/RJ

9h30 às 10h15 – “O Papel do Legislativo Municipal nas Ações do Controle do Tabagismo”

Expositor: Vereador Wilker Barreto, autor da Lei Municipal Antifumo nº 1.364

10h30 às 11h15 – “A Vigilância Sanitária no Controle do Tabagismo em Manaus”

Expositor: Engenheiro e advogado Dr. Varcily Queiroz Barroso – DVISA/SEMSA

11h15 às 12h – Mesa de discussão

14h às 14h45 – “Terapia Cognitiva Comportamental no Tratamento do Fumante”

Expositora: Psicóloga Karina Rafaela da Silva Salazar – Policlínica Castelo Branco/SEMSA

14h45 às 15h30 – “Importância das Ações de Controle do Tabagismo nas Escolas”

Expositora: Pediatra Adriana Taveira – Responsável pelo Programa de Saúde na Escola (PSE)/SEMSA

15h45 às 16h30 – “Importância da Entrevista Motivacional no Tratamento do Fumante”

Expositora: Psicóloga Jeane Leite – Policlínica Raimundo Franco de Sá/SEMSA

16h30 às 17h – Abertura para perguntas e entrega dos certificados aos participantes

Memória na terceira idade é tema de oficina no Vila da Prata

terça-feira, abril 17th, 2012

A grande maioria das queixas de problemas de memória das pessoas idosas estão dentro da normalidade, já que parte da população tem mais esquecimentos à medida que envelhece.  No entanto, algumas situações podem agravar e causar problemas frequentes de perda de memória, destacou o psicólogo do Distrito de Saúde Oeste da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Moizés Silva, durante a oficina da Memória para Idosos promovida pelo Módulo de Saúde Vila da Prata.

O psicólogo está realizando uma série de palestras e orientações nas Unidades de Saúde do Disa Oeste. No último dia 13 de abril, cerca de 40 idosos moradores do bairro Vila da Prata participaram da Oficina da Memória, realizada no Centro de Formação Vida Alegre. As demais unidades interessadas em receber as orientações podem entrar em contato para solicitar palestras e apresentações por meio do e-mail moizes.silva@pmm.am.gov.br e pelo telefone: 3654-5475, no período da manhã.

De acordo com o especialista, que é o responsável técnico pelas ações em Saúde do Idoso no Disa Oeste, situações constantes de estresse, preocupação excessiva, ansiedade e depressão são as causas mais frequentes para problemas de memória. “No caso das mulheres, a preocupação excessiva é a principal causa. As mulheres têm uma grande preocupação com a família e os filhos”, destaca.

As falhas de memória podem ser consideradas preocupantes quando atrapalham as tarefas do dia a dia, de forma frequente. Nesses casos, a pessoa deve procurar um médico. “A perda de destreza para realizar coisas que executava muito bem e a perda da habilidade de gerenciar e saber o valor do dinheiro são alguns dos sinais de alerta”, explica.

Diminuição da atenção – Uma boa parte dos problemas de memória nos idosos são relativos a problemas de atenção. Pesquisas apontam que a capacidade de realizar mais de uma tarefa ao mesmo tempo cai à medida que as pessoas envelhecem.

A adoção de alguns hábitos e posturas pode melhorar os episódios comuns de distração e esquecimento. Entre essas medidas está o controle das preocupações, a prática de exercícios mentais e atividades físicas, ter um projeto de vida e assumir uma postura otimista. “O que faz a memorização diminuir mesmo é a acomodação. É abrir mão de exercitar a memória e de se dispor a memorizar. O ser humano não pode desistir da ideia de manter a cabeça ativa, independentemente da idade”, disse Moizés.

Sobre a oficina – De acordo com a diretora do Módulo de Saúde da Família (MSF) Vila da Prata, Sonaira Castro, o impacto da terceira idade faz com que o indivíduo altere seus hábitos de vida e rotinas diárias. Dentre as mudanças decorrentes do envelhecimento, está a dificuldade de memorização, que é considerada como uma ocorrência normal desta fase da vida. “A oficina foi elaborada para auxiliar os idosos do bairro a entender o que acontece com a memória e como melhorá-la. Isso influencia na autoestima e facilita também o uso correto de medicamentos, comuns nessa fase da vida”, disse Castro.

A atividade faz parte de uma programação contínua com a comunidade. O enfermeiro do MSF Vila da Prata, Waldemir Silva, destaca que são realizadas mensalmente atividades voltadas para a saúde do idoso. “Desde o ano de 2010 estabelecemos uma série de atividades, trabalhando temáticas como saúde bucal, tuberculose, diabetes, hipertensão, direitos dos idosos, entre outros temas de interesse. A cada atividade, os agentes comunitários de saúde fazem o convite no domicílio das pessoas”, destacou o enfermeiro.

Exemplo - A dona de casa Albertize Costa, de 74 anos, viu na oficina a possibilidade de tirar algumas dúvidas. “O curso foi ótimo. Aprendi que algumas dificuldades com a memória são descuido e desatenção e que está dentro do normal. Eu só esqueço alguma coisa quando me descuido”, disse dona Albertize, que tem uma vida ativa. Ela cozinha, resolve seus problemas do dia-a-dia sozinha, costura e tem o hábito de ler jornais e a Bíblia, e sem precisar de óculos. Além disso, acredita que leva uma vida tranquila por não ter preocupações e problemas com os 11 filhos e o marido.

 

Semsa abre inscrições para curso de cuidador familiar no Disa Oeste

terça-feira, abril 17th, 2012

A Prefeitura de Manaus está com inscrições abertas para a 2ª turma do curso Cuidador Familiar de Idosos Frágeis e de Pessoas com Deficiência.

Promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), o curso vai acontecer de 11 a 15 de junho, das 8h às 12h, no auditório do Distrito de Saúde Oeste, localizado na rua Comandante Paulo Lasmar, s/n, conjunto Santos Dumont, bairro da Paz.  A inscrição é gratuita e pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h, na sede do Distrito Oeste. Os interessados deverão comparecer à sala da Gerência de Atenção em Saúde (Geats), sala C6, portando uma cópia da carteira de identidade. Informações pelo telefone: 3654-5475.

O curso terá 20 horas de duração e não possui caráter técnico-profissionalizante.  A capacitação pretende orientar os participantes a adotarem atitudes que evitem o agravamento das condições de saúde em decorrência de procedimentos inadequados e para que possam prestar cuidados mais adequados junto a pessoas em condição de fragilidade.

A capacitação é ministrada por uma equipe multiprofissional (psicólogo, enfermeiro, médico, assistente social, fisioterapeuta, nutricionista, entre outros). O conteúdo programático trabalha temas como “Enfermagem: Alterações Fisiológicas e Patológicas – Cuidados em Primeiros Socorros”; “Fisioterapia: Prevenção de Quedas; Atividade Física e Movimentação Passiva; Autonomia e Independência”; “Nutrição: Alimentação Saudável”; Síndrome Metabólica; Cuidados com Medicamentos; Síndromes Demenciais (como Alzheimer e Parkinson)”; “Política Nacional da Pessoa Idosa”; “Psicologia: Cuidando do Cuidador; Transtornos de Humor e Ansiedade”.

O responsável técnico pelas ações em Saúde do Idoso no Disa Oeste, Moizés Oliveira da Silva, salienta que grande parte dos idosos com problemas de saúde crônico-degenerativos, decorrentes da idade, acaba tendo que ser cuidada pelos próprios familiares. “Estes, na maioria das vezes, não possuem os conhecimentos básicos necessários para realizar os cuidados e procedimentos domésticos adequados. É pensando nessa situação que a Semsa promove periodicamente esse tipo de capacitação e, desta vez, vamos associar, também, o conteúdo voltado para os cuidados com as pessoas com deficiência”, explica Moizés.

 

Prefeitura inaugura CAPS para crianças e adolescentes

terça-feira, abril 17th, 2012

A Prefeitura de Manaus colocou em funcionamento um Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) voltado para o atendimento exclusivo de crianças e adolescentes (até 16 anos) portadores de transtornos mentais graves e persistentes, ou que sejam usuárias de crack, álcool e outras drogas. O novo CAPS, que oferece um serviço inédito em Manaus, está localizado no conjunto Acariquara, no bairro do São José, zona Leste e prestará atendimento ambulatorial, explica o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato. “O serviço vai disponibilizar assistência qualificada, em um ambiente inclusivo, acolhedor e direcionado à reinserção social dos pacientes”, frisou Deodato durante a visita que fez à unidade, nesta segunda-feira (16).

Este é o segundo CAPS da rede municipal de Saúde. O primeiro começou a funcionar em 2010, no bairro da Cachoeirinha, zona Sul, e atende adultos também portadores de transtornos mentais graves e persistentes. A implantação dos CAPS está prevista no Plano Municipal de Saúde 2010/2011 e segue as diretrizes da Reforma Psiquiátrica, que prevê o fim das internações manicomiais. Ainda neste ano, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) deve implantar, na zona Norte, mais um CAPS voltado a crianças e adolescentes, que é denominado do Tipo “i”. Na zona Leste, vai instalar um CAPS do Tipo AD, para adultos com problemas decorrentes do uso álcool e outras drogas.

Além do atendimento clínico, o novo CAPS, que já começou a funcionar, oferece psicoterapia individual e em grupo, oficinas terapêuticas – com atividades artísticas, como oficinas de teatro e dança; artesanato; jardinagem, entre outras –, orientação e acompanhamento do uso de medicação e atendimento domiciliar aos usuários e seus familiares (quando for o caso).

A equipe multiprofissional de atendimento na unidade é formada por psiquiatra, psicólogo, pediatra, nutricionista, educador físico, terapeuta ocupacional, corpo de enfermagem, assistente social, farmacêutico e pessoal de apoio administrativo. A unidade tem consultório para atendimento individual, salas de atividades em grupo, espaço de convivência, área externa de recreação, posto de enfermagem, ludoteca, sala de observação, área para realização de oficinas terapêuticas, miniauditório, sala de repouso para crianças e farmácia, entre outros.

De acordo com Deodato, o novo CAPS funcionará nas seguintes modalidades: atendimento intensivo (quando o paciente comparece praticamente todos os dias para atividades no centro); semi-intensivo (com 12 comparecimentos, em média, por mês); e não intensivo (com uma média de 3 comparecimentos mês).  Inicialmente, a unidade estará atendendo pacientes encaminhados pelas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas do Distrito de Saúde Leste e pelo CAPS Sul – da Cachoeirinha.

Inscrições abertas para evento sobre doenças relacionadas à voz

sexta-feira, abril 13th, 2012

Os Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest), das Secretarias Municipal e Estadual de Saúde (Semsa e Susam), estão com inscrições abertas para a programação de abertura da II Semana da Voz, no dia 16 de abril. Nesta data, é celebrado o Dia Mundial da Voz. O objetivo do evento, conforme explica o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, é discutir as formas de prevenção dos principais problemas relacionados à voz, que podem gerar incapacidade para o trabalho e afetam, comumente, profissionais como professores, cantores, advogados e radialistas. Os interessados em participar podem se inscrever, gratuitamente, por meio dos endereços eletrônicos saudetrabalhador@saude.am.gov.br e cerest.manaus@pmm.am.gov.br.

De acordo com a fonoaudióloga Socorro Soares, do Cerest municipal, a abertura da II Semana da Voz, no dia 16, será marcada por uma série de palestras, com início previsto para as 18h, no auditório Professora Vânia Pimentel, do Centro Universitário Nilton Lins, localizado no Parque das Laranjeiras. “Disfonia Relacionada ao Trabalho” e “Prevalência da Disfonia entre os Professores das Redes Municipal e Estadual de Educação, em Manaus”, são alguns dos temas da programação de palestras.

Na terça-feira (17), as atividades da Semana da Voz acontecem das 10h às 17h30, no Hall do Manaus Plaza Shopping (av. Djalma Batista), quando uma equipe de profissionais estará disponibilizando aos visitantes do centro de compras os exames de de videolaringoscopia (para diagnóstico das doenças da laringe e cordas vocais) e triagem fonoaudiológica. Além disso, estarão distribuindo material informativo sobre as doenças decorrentes do mau uso da voz e dicas sobre como preveni-las.

Os agravos mais comuns relacionados à voz são as fendas glóticas, os nódulos (também chamados de calos) vocais, pólipos e câncer de laringe. O Brasil é o segundo país em incidência deste tipo de câncer, que está fortemente associado ao abuso do álcool e fumo.

Rouquidão, garganta seca, cansaço vocal e perda súbita da voz são sinais que não devem ser ignorados, principalmente, por quem utiliza a voz como instrumento de trabalho, como é o caso de professores e locutores. O profissional médico a ser procurado nesses casos é o otorrinolaringologista, que fará o diagnóstico e indicará o tratamento adequado (com medicamento, cirurgia ou fonoaudiologia, por exemplo). O fonoaudiólogo é o profissional indicado para o trabalho de reabilitação da voz.

Semsa promove nova feira de adoção de cães e gatos neste sábado

sexta-feira, abril 13th, 2012

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), vai realizar no próximo sábado (14) mais uma feira de adoção de cães e gatos. Organizada em parceria com entidades protetoras dos animais, a feira acontece a partir das 8h, no Centro Social Urbano do Parque 10, zona Centro-Sul. Serão disponibilizados para adoção 30 animais, devidamente castrados e vermifugados (medicados contra parasitoses).

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a pessoa interessada na adoção precisa apresentar documento de identidade, CPF e comprovante de residência. “O comprovante de residência é necessário, porque o CCZ realiza, por amostragem, um processo posterior de acompanhamento da adoção, que verifica aspectos da adaptação e do acolhimento do animal em seu novo lar”, explica o secretário.

O diretor do CCZ, Francisco Zardo, ressalta que a maioria dos animais que serão levados à feira de adoção foi entregue ao centro por seus antigos donos, que alegaram falta de condições para criá-los. As feiras de adoção em parceria com instituições de ensino e organizações não-governamentais têm sido uma das estratégias utilizadas pelo CCZ para garantir que os animais entregues ao centro encontrem um novo lar. “Estes eventos também são uma oportunidade para reforçarmos o conceito de ‘posse responsável’, para que as pessoas tenham muito claro os compromissos que estão assumindo ao decidir criar um animal”, diz o diretor do CCZ.

Controle – No primeiro trimestre deste ano, o CCZ realizou a castração de 1.005 cães e gatos, como parte das ações de controle da população desses animais na cidade. Segundo Francisco Zardo, o número representa um aumento expressivo em relação ao mesmo período do ano passado quando, devido ao período de reforma na área interna do centro, foram realizadas somente 47 castrações. “Este serviço prestado de forma gratuita pelo CCZ é muito importante, porque a castração é a medida mais efetiva de controle populacional destes animais de companhia. Também nessa atividade, a Prefeitura de Manaus tem contado com a parceria das entidades protetoras dos animais”, frisou o diretor do CCZ.

Zardo destaca que houve mudanças no processo de agendamento dos pedidos de castração. Anteriormente, era possível agendar o serviço por telefone, mas havia um número muito grande de pessoas que não comparecia com seu animal na data marcada para o procedimento. “Agora, para marcar a castração, o responsável pelo animal deve ir pessoalmente ao CCZ, onde receberá o protocolo de agendamento. Este documento deverá ser apresentado na data marcada para a ida do animal ao serviço”, frisou o diretor. Atualmente, o CCZ está realizando uma média de 15 castrações por dia e, segundo Zardo, a meta é chegar ao número de 24 procedimentos diários.

O quadro de recursos humanos do CCZ será reforçado. O concurso que está sendo promovido pela Prefeitura de Manaus para preenchimento de cargos na Semsa está oferecendo vagas para veterinários e agentes de zoonoses, disse Zardo.

Localizado na avenida Brasil, bairro da Compensa I, zona Oeste (próximo à feira coberta do bairro), o Centro de Controle de Zoonoses da Semsa também oferece o serviço de vacinação contra a raiva animal. O serviço de imunização funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h e, nos finais de semana, das 8h às 12h.

Semsa deve imunizar 180 mil em campanha contra Influenza

sexta-feira, abril 13th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) deverá imunizar cerca de 180 mil pessoas, durante a Campanha de Vacinação contra a Influenza, que será realizada no período de 5 a 25 de maio. A meta estabelecida pelo Ministério da Saúde (MS) para os grupos prioritários – crianças de 6 meses a menores de 2 anos; grávidas; idosos e indígenas – é de atingir 158.293 mil pessoas, em Manaus. Este número, explica o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, corresponde a 80% da população total estimada nesses quatro grupos. Além deles, serão imunizados, também, os trabalhadores da saúde, segmento para o qual não existe meta operacional a ser atingida, mas a estimativa é vacinar, aproximadamente, 18 mil profissionais.

De acordo com Deodato, o planejamento logístico da campanha de imunização – a primeira do calendário deste ano – está praticamente concluído e a Semsa aguarda para a segunda quinzena deste mês, a chegada das doses da vacina Influenza Trivalente, que serão enviadas pelo Ministério da Saúde para a ação. Os Distritos de Saúde já estão recebendo o material (cartazes e folhetos) de divulgação da campanha e, na próxima semana, as gerências de vigilância epidemiológica iniciam o cronograma de treinamento das equipes que atuam nas salas de vacinação da rede municipal.

Na página da Semsa na Internet (semsa.manaus.am.gov.br), no Portal da Prefeitura de Manaus, já está disponível um link com informações sobre a campanha. Além do material mais técnico, voltado para os profissionais da saúde, há também orientações gerais (na forma de perguntas e respostas) que podem ajudar a tirar dúvidas da população em geral.

Idosos acamados – Ainda neste mês de abril, a Semsa estará iniciando o agendamento da vacinação domiciliar para os idosos acamados. Este ano, a Secretaria vai disponibilizar o telefone 0800-280-8-280 (chamada gratuita) para que as famílias possam fazer o agendamento, sem precisar se dirigir a uma unidade de saúde. A data de início do serviço será divulgada em breve. “É muito importante que as famílias sejam criteriosas e só façam a solicitação do serviço naqueles casos em que o idoso esteja realmente impossibilitado de comparecer à unidade de saúde para receber a vacina”, orienta o secretário Francisco Deodato.

“Dia D” – Para marcar o início da campanha, no sábado (5 de maio), acontece o “Dia D” de Vacinação, quando a Prefeitura terá uma estrutura de, aproximadamente, 900 postos de atendimento, distribuídos por toda a cidade, funcionando das 8h às 17h. “Esta ação deverá mobilizar 4 mil servidores. Além das unidades de saúde, que estarão abertas neste dia, a vacinação será oferecida em locais de grande circulação de pessoas”, salienta Deodato. Após o “Dia D”, a vacina ficará disponível nas unidades da rede municipal e em alguns pontos estratégicos, de segunda a sexta-feira. A lista com a localização dos postos será divulgada no site da Secretaria.

“Operação Impacto” encerra com quase 500 mil inspeções

quarta-feira, abril 11th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) inspecionou 497.439 imóveis na capital, nos 150 dias de duração da “Operação Impacto de Combate à Dengue”, encerrada no último dia 4. O número de imóveis inspecionados ultrapassou em 42% a meta inicial, que era de levar a ação a, aproximadamente, 350 mil domicílios. A operação mobilizou um contingente de mais de 3 mil agentes públicos (entre civis e militares) e  permitiu que a cidade atravessasse o período de maior rigor das chuvas com uma queda expressiva no número de casos da doença, em relação ao ano passado. De janeiro a março deste ano, foram notificados 2.088 casos de dengue em Manaus, contra 44.473 registrados no mesmo período de 2011. Os números foram apresentados na terça-feira (10), pelo secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, em solenidade de encerramento da operação, realizada no Parque Municipal do Mindu, no Parque Dez. Na ocasião, o secretário também detalhou as medidas que continuarão a ser executadas pela Semsa, para o controle da dengue.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, destacou que a “Operação de Combate à Dengue” se desenvolveu, mais uma vez, seguindo o modelo de cooperação institucional. Além das várias secretarias municipais que participaram do processo de mobilização, a Prefeitura de Manaus teve o apoio das Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica) e do Governo do Estado, por meio da Fundação de Vigilância em Saúde e do Corpo de Bombeiros, todos representados na solenidade. “O formato de operação, que orientou as atividades de combate à dengue nestes últimos cinco meses se encerra, mas as ações de campo voltadas para o controle da doença prosseguem, sob a coordenação da área de Vigilância Epidemiológica da Semsa”, frisou Deodato.

Já está em andamento, destacou o secretário, o segundo levantamento do ano para monitorar o índice de infestação do mosquito da dengue nas diversas áreas da cidade. Com base nos dados do levantamento – conhecido como LIRAa –, os agentes de endemias da  Semsa executarão um cronograma de visitas domiciliares naquelas áreas de maior risco para a ocorrência de casos da doença, realizando a eliminação dos possíveis focos do mosquito. Além disso, os agentes continuarão fazendo o acompanhamento dos chamados Pontos Estratégicos (locais que são considerados como de risco para a proliferação do Aedes aegypti) e já mapeados. As ações de Educação em Saúde destinadas a manter a população orientada e envolvida com as medidas de combate à dengue, também terão prosseguimento, inclusive no âmbito do Programa Saúde na Escola (PSE).

De acordo com Deodato, o Disque Dengue (0800 280 8280), que recebeu 501 chamadas nestes cinco meses de operação, também continuará como canal aberto à população. A central do serviço foi ampliada e, hoje, tem 10 linhas de atendimento, funcionando de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e de 14h às 17h. “O apoio da população é estratégico. Não há como combater a dengue sem a participação e a adesão de todos às medidas preventivas, principalmente, no ambiente doméstico”, disse o secretário.

Dados epidemiológicos – De 1º de janeiro a 31 de março deste ano, foram notificados 2.088 casos de dengue em Manaus. No mesmo período do ano passado, quando a cidade viveu um quadro de epidemia em decorrência, principalmente, da reintrodução, no País, do vírus tipo 4 da doença, o número de casos notificados foi superior a 44,4 mil. “Outro dado importante é que, este ano, não registramos, até aqui, nenhum caso da forma grave da dengue, na capital. Todos os casos notificados foram de dengue clássica, a forma mais branda da doença”, salientou Francisco Deodato.

 

NÚMEROS DA OPERAÇÃO DE COMBATE À DENGUE:

3.000 agentes públicos (civis e militares) atuaram na operação

497.439 imóveis foram visitados

400.850 depósitos (de água parada) eliminados

55.507 depósitos foram tratados

219 localidades receberam o mutirão de limpeza da dengue, realizado pela Semulsp

58.720 toneladas de resíduos sólidos recolhidos nos mutirões de limpeza

428 escolas públicas receberam o serviço de borrifação (fumacê), feito pelos bombeiros

INSTITUIÇÕES PARCEIRAS NA OPERAÇÃO DE COMBATE À DENGUE

Forças Armadas (Exército, Marinha e Aeronáutica);

Governo do Estado (Secretaria Estadual de Saúde, Fundação de Vigilância em Saúde/FVS, Corpo de Bombeiros);

Órgãos do Município: Secretaria Municipal de Limpeza Pública, Secretaria Municipal de Educação, Secretaria Municipal de Meio Ambiente, Secretaria Municipal de Infraestrutura, Secretaria Municipal de Comunicação, Instituto Municipal de Planejamento Urbano.

Semsa apresenta, nesta terça, balanço final da “Operação Impacto”

terça-feira, abril 10th, 2012

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, apresenta, nesta terça-feira (10), o balanço final da “Operação Impacto de Combate à Dengue” e anuncia as ações programadas para o monitoramento da doença. O evento será às 9h, no anfiteatro do Parque Municipal do Mindu, com a presença dos representantes das instituições parceiras da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na operação – Forças Armadas, Governo do Estado e secretarias municipais. A Prefeitura de Manaus deu início à “Operação Impacto de Combate à Dengue” em 31 de outubro de 2011 e, durante 150 dias, foram percorridos todos os bairros da cidade.

Serviço: Balanço da Operação Impacto de Combate à Dengue

Data/Hora: Terça-feira, 10/04, às 9h

Local: Anfiteatro do Parque Municipal do Mindu, no Parque Dez

Prefeitura inicia segundo LIRAa de 2012

segunda-feira, abril 9th, 2012

A Prefeitura de Manaus realiza, no período de 9 a 20 deste mês, o segundo Levantamento do Índice Rápido de Infestação por Aedes aegypti (LIRAa) de 2012. Executado trimestralmente, o LIRAa é uma das ferramentas utilizadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para orientar as ações de controle da dengue na capital, permitindo que sejam priorizadas as áreas onde há maior infestação do mosquito transmissor da doença. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o levantamento amostral deverá inspecionar 26.611 imóveis, distribuídos por todas as zonas da cidade.

A Semsa destacará 229 agentes de endemias para as atividades do segundo LIRAa do ano. Além de apontar as áreas da cidade com maior índice de infestação do mosquito da dengue, o levantamento também permite identificar os principais tipos de criadouros que estão favorecendo a proliferação do mosquito transmissor da doença. “Os dados obtidos neste levantamento vão auxiliar na avaliação das ações realizadas pela ‘Operação Impacto de Combate à Dengue’, que se encerra esta semana e servirão, ainda, para orientar o direcionamento das ações de rotina para o controle da doença, na capital”, frisou Deodato.

Na zona Leste, as atividades do LIRAa terão início pelos bairros do Mauazinho, Distrito Industrial, Puraquequara, Armando Mendes e Coroado. Na zona Norte, começam pelo Cidade de Deus, Cidade Nova (conjunto Manôa) e Novo Aleixo. Os bairros da Paz e Tarumã (incluindo o Tarumã-Açu) serão os primeiros da zona Oeste e, na zona Sul, o trabalho começa por Flores, Aparecida, Chapada, Parque 10 e Centro.

No primeiro LIRAa do ano, realizado entre 9 e 20 de janeiro, o  índice de infestação pelo mosquito da dengue, na capital amazonense, estava em 3,4%, considerado de médio risco para a ocorrência de casos da doença. O acúmulo de lixo doméstico (entulhos em fundo de quintal) apareceu como o principal fator de proliferação do mosquito. Os depósitos de água no nível do chão – como camburões, tanques e cisternas – também foram destaque entre os tipos de depósito que estavam contribuindo para a proliferação do mosquito da dengue.

“Operação Impacto” – Nesta terça-feira (10), o secretário Francisco Deodato apresentará um balanço da “Operação Impacto de Combate à Dengue”, iniciada pela Prefeitura de Manaus em 31 de outubro do ano passado e cujas ações de campo foram concluídas na quarta-feira (4). A apresentação do balanço final da operação acontecerá às 9h, no anfiteatro do Parque Municipal do Mindu, no Parque 10, e contará com a presença de representantes das Forças Armadas e do Governo do Estado, instituições parceiras da Prefeitura na ação, além das secretarias municipais que atuaram com a Semsa na execução das atividades .

Prefeitura divulga funcionamento dos serviços de Saúde no feriado

quarta-feira, abril 4th, 2012

A Prefeitura de Manaus informa que a Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU-192) manterão plantão de 24 horas para atender a população no período de 5 a 8 deste mês, que inclui o ponto facultativo de quinta-feira e o feriado da Sexta-Feira Santa.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa que as Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) e Policlínicas, que fazem o atendimento ambulatorial, não estarão funcionando na quinta e na sexta-feira, retomando o atendimento na segunda-feira (9).

As três unidades do Programa Farmácia Gratuita, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), instaladas nos terminais de ônibus da Cidade Nova (T3), na zona Norte; Jorge Teixeira (T4) e do São José (T5), ambos na zona Leste, seguem esta mesma programação.

Francisco Deodato frisou que, durante o feriadão, o SOS Vida cumprirá a agenda previamente marcada de remoção de pacientes para realização de alguns procedimentos, como é o caso de hemodiálise.

Unidades Móveis da Semsa iniciam abril atendendo em novos bairros

quarta-feira, abril 4th, 2012

A Prefeitura de Manaus divulgou a programação das Unidades Móveis de Saúde para esta primeira quinzena de abril. A partir da terça-feira (3), as unidades levam seus serviços aos bairros do Novo Israel, Colônia Terra Nova e Cidade Nova, na zona Norte; e São José, na zona Leste. Na próxima terça-feira (10), será a vez da Colônia Antônio Aleixo, também na zona Leste. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, as unidades permanecerão por um período de 15 a 20 dias em cada um desses novos locais.

No Novo Israel, o atendimento será feito por uma Unidade Móvel Odontológica e uma Médico-Laboratorial, que ficarão posicionadas na rua Bom Jesus (ao lado da UBS/PA Frei Valério), atendendo a comunidade em geral.

Outras duas Unidades Odontológicas e uma Médico-Laboratorial estarão no Colônia Terra Nova (rua Buriti, comunidade Santa Marta ao lado da Igreja Batista “O Caminho”), para atender aos alunos do Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Professora Maria Raimunda (às segundas, terças e quartas-feiras) e à comunidade (às quintas e sextas-feiras).

Na Cidade Nova serão duas “Carretas da Mulher” – como são mais conhecidas as unidades móveis que oferecem exames de mamografia, ultrassonografia e coleta de exame preventivo do câncer do colo do útero – e uma Unidade Móvel Odontológica. Elas estarão posicionadas no conjunto Renato Souza Pinto (próximo ao lava a jato do Bira).

No São José, o atendimento será realizado por outras duas “Carretas da Mulher”, na área do Clube do Trabalhador, localizado à avenida Cosme Ferreira.

Até esta quarta-feira (4), as duas outras “Carretas da Mulher” permanecem no bairro da Compensa (ao lado da Maternidade Municipal Moura Tapajóz), finalizando o período de atendimento iniciado em março. Na terça-feira da próxima semana (10), as duas unidades começam a atender na Colônia Antonio Aleixo: uma posicionada na rua Raoul Foullereau (ao lado da UBS Lago do Aleixo) e, a outra, na praça da rua Getúlio Vargas, próximo à Base do SAMU.

Em decorrência do ponto facultativo desta quinta-feira (5) e do feriado de sexta-feira (6), relativos às celebrações da Semana Santa, as Unidades Móveis atenderão nesta terça e quarta-feira e retomarão os procedimentos somente na segunda-feira (9).

“Leite do Meu Filho” totaliza 45,5 mil inscritos na segunda etapa

quarta-feira, abril 4th, 2012

A Prefeitura de Manaus encerrou, na última sexta-feira (30), o atendimento das famílias que estavam com pendência de documentação, para inscrever as crianças no Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho”. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, neste período de atualização, mais 7.569 crianças foram inscritas, elevando para 45,5 mil o número beneficiadas pelo programa, nesta segunda fase. Na primeira etapa, em agosto do ano passado, 61 mil crianças já haviam sido cadastradas para receber o benefício.

Segundo Deodato, as famílias registradas no período de atualização (entre 19 e 30 de março) retornarão à unidade de Saúde na segunda quinzena de abril para receber o cartão magnético de identificação no programa, fazer a retirada do primeiro kit mensal (com quatro latas de leite) e inserir as crianças no processo periódico de acompanhamento.

Na primeira fase, o “Leite do Meu Filho” cadastrou crianças até 3 anos de idade. Na segunda fase, o benefício foi ampliado para menores de cinco anos. Nos dois casos, a inscrição dos bebês até 6 meses (fase em que é recomendado o aleitamento materno exclusivo) foi restrita aos casos de morte materna e aos filhos de mães com HIV, em observância às diretrizes da política de apoio e estímulo ao aleitamento materno.

Na semana passada, a Prefeitura alcançou a marca de 1,123 milhão de latas de leite entregues às crianças inscritas no Programa “Leite do Meu Filho”. O secretário Francisco Deodato destaca que, além de receber o kit mensal com quatro latas do produto, as crianças estão passando por acompanhamento médico trimestral nas unidades de saúde.

Fique por dentro – O Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho” foi lançado em agosto de 2011, como parte das Ações de Combate à Desnutrição e à Mortalidade Infantil executadas pela Prefeitura de Manaus. O programa não é de aleitamento materno. Mas foi concebido observando, rigorosamente, as diretrizes da Política de Estímulo e Apoio ao Aleitamento Materno, inclusive restringindo a inscrição de crianças menores de 6 meses – período da vida em que é recomendado o aleitamento materno exclusivo – aos casos de morte materna e a filhos de mães com HIV. A execução do programa foi precedida de processo nacional de licitação, na modalidade registro de preço. O programa foi elaborado por equipe técnica formada por nutricionistas, pediatras, enfermeiros e assistentes sociais.

Prefeitura promove novo curso de Cuidador de Idoso

segunda-feira, abril 2nd, 2012

A Prefeitura de Manaus promove, no período de 2 a 10 de abril, mais um curso de “Cuidador de Idosos Frágeis e Pessoas com Deficiência”. A capacitação, coordenada pelo Setor de Saúde do Idoso, da Secretaria Municipal da Saúde (Semsa), acontece no auditório do Distrito de Saúde Oeste (rua Comandante Paulo Lasmar, s/n, conjunto Santos Dumont, bairro da Paz) e contará com 40 participantes.

“O curso não tem caráter profissionalizante. É voltado, principalmente, para pessoas da comunidade que tenham sob seus cuidados diários, idosos ou pessoas com deficiência física. Nosso objetivo é repassar aos cuidadores informações que possam contribuir para a qualidade de vida dos idosos e deficientes, que estão sob sua responsabilidade”, destaca Deodato.

A capacitação é ministrada por uma equipe multiprofissional (psicólogo, enfermeiro, médico, assistente social, fisioterapeuta, nutricionista, entre outros). O tema da primeira aula, na segunda-feira (2), será: “Enfermagem: Alterações Fisiológicas e Patológicas – Cuidados em Primeiros Socorros”. Na terça-feira (3), a aula será sobre “Fisioterapia: Prevenção de Quedas; Atividade Física e Movimentação Passiva; Autonomia e Independência”. No terceiro dia de capacitação, os participantes terão informações sobre “Cuidados Médicos”.

Em decorrência do feriado da Semana Santa, as aulas serão suspensas na quinta e sexta-feira (5 e 6), sendo retomadas na segunda-feira seguinte (dia 9), com os temas “Nutrição: Alimentação Saudável” e “Política de Assistência Social”. No último dia da capacitação, os participantes terão uma palestra na área de psicologia, sobre os principais transtornos que afetam as pessoas em situação de fragilidade e, também, seus cuidadores.

O responsável técnico pelas ações em Saúde do Idoso no Distrito de Saúde Oeste, Moizés Oliveira da Silva, salienta que grande parte dos idosos com problemas de saúde crônico-degenerativos, decorrentes da idade, acaba tendo que ser cuidada pelos próprios familiares. “Estes, na maioria das vezes, não possuem os conhecimentos básicos necessários para realizar os cuidados e procedimentos domésticos adequados. É pensando nessa situação que a Semsa promove periodicamente esse tipo de capacitação e, desta vez, vamos associar, também, o conteúdo voltado para os cuidados com as pessoas com deficiência”, explica Moizés.

Semsa oferecerá serviços de saúde em ação no Morro da Liberdade

sexta-feira, março 30th, 2012

Neste sábado (31), uma equipe multiprofissional da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) participará de ação social na Paróquia Coração Imaculado de Maria, na Rua São Pedro, n° 820 – Morro da Liberdade, com a prestação de diversos serviços de saúde para a comunidade.

A ação social é uma iniciativa da Paróquia Coração Imaculado de Maria e de associações da comunidade do bairro Morro da Liberdade, em parceria com a Semsa. No total, 16 profissionais de saúde do Distrito de Saúde Sul (Disa Sul), entre médicos, enfermeiros, farmacêuticos, técnicos de enfermagem, odontólogos e equipe de apoio participarão da atividade, que acontecerá das 8h às 12h. Durante o evento, haverá atendimento médico com dispensação de medicamentos pelo farmacêutico; orientações de enfermagem sobre exames e consultas; aferição de pressão arterial; teste de glicemia capilar; distribuição de folders educativos sobre dengue, malária, câncer de mama, diabetes, hipertensão e etc.; distribuição de preservativos masculinos; orientações sobre saúde bucal; exposições de banner sobre diversos temas de saúde; e orientações do Programa de nutrição Infantil Leite do Meu Filho (PNILMF).

Segundo a chefe do Disa Sul, enfermeira Rosa Nobre, a prestação de serviços de saúde fora das Unidades faz parte da rotina de trabalho das equipes de saúde. “A nossa parceria com as comunidades é constante. Quase todos os finais de semana, temos servidores trabalhando em atividades extramuros, com o objetivo de facilitar ainda mais o acesso dos usários aos serviços de saúde da Prefeitura”, destaca a enfermeira.

Semsa participa de ações educativas sobre combate à Dengue

sexta-feira, março 30th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) participa, nesta sexta-feira e no sábado (dias 30 e 31), de duas ações educativas sobre a prevenção à Dengue, que têm como público-alvo, principalmente, crianças e adolescentes. Na primeira ação, equipes de educação em Saúde da Secretaria estarão dando apoio a uma programação organizada pela Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Nestor Nascimento, na comunidade Parque São Pedro, zona Centro-Oeste. No sábado, informa o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a parceria será com a Pastoral da Criança e o Projeto Tindô Lelê. “Nesta ação levaremos as orientações à comunidade Nossa Senhora de Nazaré, no bairro da Paz”, frisou o secretário.

A programação organizada pela EMEF Nestor Nascimento tem início às 7h30, com a concentração dos alunos em frente à escola. No local, eles participam de uma rápida palestra, durante a qual receberão informações sobre as medidas de prevenção contra a Dengue e como proceder em casos de sintomas da doença. Em seguida, os alunos e professores farão uma caminhada pelo bairro, distribuindo panfletos informativos.

A passeata se estenderá até a área conhecida como “piscinão”. De volta à escola, os estudantes poderão conferir, num estande montado pela equipe da Semsa, informações sobre o ciclo biológico do mosquito Aedes aegypti (transmissor da dengue) e reforçar as orientações sobre as medidas de combate à doença.

No sábado, a ação educativa sobre a Dengue acontece no centro comunitário Nossa Senhora de Nazaré (rua 1 com rua Enock Reis, no bairro da Paz), a partir das 9h40. A atividade fará alusão ao tema da Campanha da Fraternidade deste ano: “Fraternidade e Saúde Pública – que a Saúde se Difunda sobre a Terra”. A expectativa da equipe do Tindô Lelê é que a ação alcance mais de 300 crianças, que são acompanhadas pela Pastoral e, todo último sábado do mês, comparecem ao centro para ser medidas de pesadas.

Prefeitura inicia abastecimento de medicamentos do mês de abril

sexta-feira, março 30th, 2012

A Prefeitura de Manaus iniciou, esta semana, o abastecimento de medicamentos e itens farmacêuticos nas unidades de saúde do município, referente ao mês de abril. O trabalho, que é feito pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), estender-se-á até o dia 20, cobrindo os quatro Distritos de Saúde da área urbana.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa que a população pode consultar a lista de medicamentos na página que a Semsa mantém na Internet, hospedada no Portal da Prefeitura. Basta entrar no site www.pmm.am.gov.br ou www.manaus.am.gov.br, ir em “Escolha a Secretaria” e clicar em Semsa. No link “Medicamentos” são encontradas as planilhas com os medicamentos agrupados por programas.

Nesta sexta-feira (30), o trabalho de abastecimento está sendo concluído nas unidades do Distrito de Saúde Sul (Disa Sul). De 2 a 5 de abril, será a vez das unidades do Disa Oeste. A reposição de estoques do Disa Leste acontecerá de 9 a 13 de abril. Entre os dias 16 e 20 de abril, o reabastecimento mensal será concluído pelas unidades do Disa Norte.

Antibióticos – A Semsa reforça que, visando atender à Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº 44/2010, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que estabeleceu novos critérios de embalagem, rotulagem, dispensação e controle dos antibióticos, a dispensação desse tipo de medicamento, na rede municipal de saúde, é realizada somente nas Policlínicas, Unidades Básicas de Saúde de Pronto Atendimento (UBS/PAs) e unidades do Programa Farmácia Gratuita, que funcionam nos terminais de ônibus. “Não há dispensação de antibióticos, por exemplo, nas Unidades Básicas de Saúde da Família”, frisa Maria Vanda Viana, da Gerência de Medicamentos da Semsa.

Na zona Sul da cidade, as unidades de referência para a retirada gratuita de antibióticos nas farmácias da rede municipal de Saúde são as Policlínicas Castelo Branco, no Parque 10, e Dr. Antônio Reis, no São Lázaro. Na zona Norte, a dispensação de antibióticos está sendo feita na Policlínica Enfª. Anna Barreto, no Jorge Teixeira; Policlínica José Antônio da Silva, no Monte das Oliveiras; UBS/PA Balbina Mestrinho, na Cidade Nova e na unidade do Programa Farmácia Gratuita que funciona no terminal de ôninus do mesmo bairro, o T3.

Já na zona Oeste, os antibióticos podem ser retirados nas Policlínicas Dr. Raimundo Franco de Sá, no Nova Esperança; e Dr. Djalma Batista, na Compensa I. Na zona Leste, a retirada desse medicamento pode ser feita nas Policlínicas Dr. Comte Telles, no São José III; e Enfª Ivone Lima, no São José III, além das unidades do Farmácia Gratuita instaladas no T4, do bairro Jorge Teixeira, e T5, no São José.

Ao definir regras mais rígidas para a embalagem, rotulagem, dispensação e controle dos antibióticos, um dos objetivos da Anvisa é inibir a automedicação e o uso indiscriminado desse tipo de medicamento. A regra vale para 93 tipos de substâncias antimicrobianas que compõem todos os antibióticos registrados no Brasil, como amoxicilina, azitromicina e cefalexina.

Prefeitura reajusta em 10% salários dos servidores da Saúde

quinta-feira, março 29th, 2012

 

Reposição beneficia estatutários, celetistas e contratados em Regime de Direito Administrativo (RDAs)

 


A Prefeitura de Manaus reajustou em 10% o salário dos servidores da Saúde, referente à data-base da categoria. A medida beneficia aproximadamente 7 mil servidores da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) e será aplicada a partir do mês de abril, conforme o previsto no Plano de Cargos, Carreiras e Subsídios (PCCS) da categoria. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o reajuste vale para estatutários, celetistas e contratados do Regime de Direito Administrativo (RDAs).

 

A recomposição salarial de 10% foi definida, de forma consensual, no âmbito da Mesa Municipal de Negociação Permanente do SUS, que tem participação de representantes dos gestores e trabalhadores. O Decreto fixando o índice foi publicado no Diário Oficial do Município da última terça-feira (27).

 

Conforme destaca o texto do Decreto, a medida só não abrange os, aproximadamente, 1,8 mil Agentes Comunitários de Saúde (ACS) da Semsa. Estes servidores já haviam tido os vencimentos reajustados, de forma antecipada, em janeiro deste ano, explica Francisco Deodato.


Dia Mundial de Luta contra a TB teve programação especial

segunda-feira, março 26th, 2012

O Dia Mundial de Luta Contra a Tuberculose, neste sábado (24), terá uma programação especial no Parque Cidade da Criança, no Aleixo. Organizado pelo Comitê Municipal de Combate à Tuberculose – do qual a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) é instituição-membro –, o evento acontece das 15h30 às 17h e vai levar aos visitantes do parque informações e orientações sobre a doença, por meio de palestras, distribuição de folhetos e atividades recreativas, como teatro de fantoches. As atividades serão desenvolvidas por equipes de Educação em Saúde da Prefeitura de Manaus e da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), do Governo do Estado.

A campanha alusiva ao Dia Mundial de Luta Contra a Tuberculose começou no último dia 21 e se estenderá até o dia 6 de abril. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa que, neste ano, a campanha de conscientização organizada pelo Comitê para marcar a data procurou destacar a importância de os pacientes diagnosticados com a doença aderirem ao tratamento e, principalmente, os riscos do abandono da medicação, antes do período de seis meses.

“Tão importante quanto diagnosticar cedo a doença é assegurar que o paciente irá tomar a medicação de forma correta e pelo tempo mínimo previsto de 6 meses”, diz o secretário. Francisco Deodato destaca que uma das piores consequências dos sucessivos abandonos da medicação é que o paciente acaba apresentando resistência aos antibióticos utilizados no tratamento básico, o que exige a adoção de esquemas de medicação diferenciados, mais complexos e pesados. “Um paciente multirresistente terá de se tratar por, no mínimo, 18 meses”, ressalta Deodato.

As crianças e adolescentes foram definidos como público-alvo prioritário para receber essas orientações, porque o público infanto-juvenil é considerado um importante agente multiplicador de informações junto aos familiares adultos que, por sua vez, estão na faixa etária mais afetada pela doença.

Nesta sexta-feira (23), as atividades de educação em saúde que integram a campanha foram desenvolvidas na área da Feira da Banana (Manaus Moderna, das 8h30 às 12h), Praça da Matriz (das 8h30 às 12h); Casa do Índio (CASAI – Km 25 da AM-010, das 10h às 16h) e Policlínica Djalma Batista, na Compensa (das 15h30 às 16h30).

Calendário – O responsável pela Equipe Técnica de Controle da Tuberculose, da Semsa, enfermeiro Jair Pinheiro, salienta que no período de 26 a 30 deste mês, as atividades educativas sobre a Tuberculose serão reforçadas nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs); Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs); Policlínicas e escolas da rede pública municipal e estadual. As secretarias Estadual e Municipal de Educação (Seduc e Semed) são parceiras nessas ações destinadas a alcançar os estudantes, que serão desenvolvidas no decorrer do ano, no âmbito do Programa Saúde na Escola (PSE).

Segundo Pinheiro, na reta final da campanha, de 2 a 6 de abril, as ações serão voltadas para as unidades prisionais, com ações educativas na Cadeia Pública Raimundo Vidal Pessoa; Penitenciária Feminina; Unidade Prisional do Puraquequara; Centro de Detenção Provisória de Manaus; Instituto Penal Antônio Trindade; e Complexo Penitenciário Anísio Jobim.

“Leite do Meu Filho” supera marca de 1 milhão de latas de leite

segunda-feira, março 26th, 2012

A Prefeitura de Manaus alcançou, esta semana, a marca de 1,123 milhão de latas de leite entregues às crianças inscritas no Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho”. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, destaca que, além de receber o kit mensal com quatro latas do produto, as crianças estão passando por acompanhamento médico trimestral nas unidades de saúde. Na primeira fase do programa, foram cadastradas 61 mil crianças e, na segunda, 38 mil. “Esta semana iniciou-se o atendimento das crianças inscritas na segunda etapa, que estão começando a receber o leite e a ser inseridas no processo de monitoramento periódico de suas condições de saúde”, disse Deodato.

Inicialmente, o “Leite do Meu Filho” cadastrou crianças até 3 anos, restringindo a inscrição dos bebês até 6 meses (fase em que é recomendado o aleitamento materno exclusivo), aos casos de morte materna e aos filhos de mães com HIV. No início de março, o programa entrou na segunda fase, com a ampliação do benefício para menores de cinco anos (sempre mantendo as restrições para a faixa etária de 0 a 6 meses).

Deodato salienta que os pais que buscarem atendimento na segunda fase de cadastramento, mas que ainda dependem da entrega de algum documento, têm até a próxima sexta-feira (30), para concluir a inscrição. O atendimento destas famílias, frisa o secretário, está sendo feito em oito unidades de saúde.

Na zona Norte, o trabalho de atualização está concentrado na Policlínica Enfª Anna Barreto, localizada no Monte Sião; Policlínica Dr. José Antonio da Silva, que fica no Monte das Oliveiras; e Unidade Básica de Saúde Áugias Gadelha, na Cidade Nova I.

Na zona Leste, o atendimento é na Policlínica Dr. Comte Telles, no São José III; Unidade Básica de Saúde Dr. José Avelino Pereira, no Jorge Teixeira; e Unidade de Saúde Ambulatorial Dr. Alfredo Campos, no Zumbi.

Na zona Sul, a atualização de cadastro pode ser feita na Unidade Básica de Saúde Santa Luzia, no bairro do mesmo nome. Na zona Oeste, a Unidade Básica de Saúde Deodato de Miranda Leão, na Glória, é que fará o atendimento.

Cartão magnético – As famílias que fizeram a inscrição das crianças no período de 5 a 9 deste mês, no Sambódromo, já começaram a ser atendidas nas unidades de saúde para retirar o cartão magnético de identificação do programa e o primeiro kit mensal de leite e, automaticamente, inserir as crianças no processo de acompanhamento médico periódico.

Deodato informa que os pais devem ficar atentos à data e à unidade de saúde que devem procurar. “Estas informações estão no documento de inscrição entregue no ato do cadastramento, no Sambódromo”, frisou o secretário.

Fique por dentro – O Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho” foi lançado em agosto de 2011, como parte das Ações de Combate à Desnutrição e à Mortalidade Infantil executadas pela Prefeitura de Manaus. O programa não é de aleitamento materno. Mas foi concebido observando, rigorosamente, as diretrizes da Política de Estímulo e Apoio ao Aleitamento Materno, inclusive restringindo a inscrição de crianças menores de 6 meses – período da vida em que é recomendado o aleitamento materno exclusivo – aos casos de morte materna e a filhos de mães com HIV. A execução do programa foi precedida de processo nacional de licitação, na modalidade registro de preço. O programa foi elaborado por equipe técnica formada por nutricionistas, pediatras, enfermeiros e assistentes sociais.