Archive for the ‘noticias’ Category

Famílias participam de “Oficinas de Culinária Saudável”

quinta-feira, junho 14th, 2012

Termina nesta quinta-feira (14), a “II Oficina de Culinária Saudável”, que está sendo realizada pelas secretarias municipais de Saúde (Semsa) e de Assistência Social e Direitos Humanos (Semasdh), em parceria com a organização não-governamental Centro de Vida Independente (CVI-Amazonas) e a Cozinha Brasil/SESI. As oficinas têm como público-alvo prioritário as famílias inscritas no Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho” e no Bolsa Família. O primeiro curso aconteceu no início de maio, com a participação de 150 pessoas. Duas turmas concluem a capacitação nesta quarta-feira (uma pela manhã e a outra, à tarde). As aulas ocorrem na sede do CVI-AM, na rua Acari, nº 50, Conjunto Atílio Andreazza, Japiim II.

A finalidade das oficinas é promover e incentivar a adoção de hábitos alimentares saudáveis, desde a infância, com preparações culinárias de baixo custo e que priorizem alimentos regionais.  “A meta da Prefeitura de Manaus com este projeto é capacitar 1,2 mil famílias, em um total de oito oficinas, com o curso básico de 10 horas”, informa o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

Além dos beneficiários dos dois programas, o projeto contemplará, ainda, três oficinas destinadas a capacitar profissionais da Estratégia Saúde da Família (ESF). Estes cursos avançados, com 24 horas/aula, devem alcançar quase 500 profissionais, que poderão atuar posteriormente como multiplicadores dos conhecimentos adquiridos. “Com as oficinas queremos oferecer ao profissional da Atenção Primária em Saúde, prioritariamente aqueles que atuam na Estratégia Saúde da Família, subsídios teóricos e práticos para promover a adoção de hábitos alimentares saudáveis, pelas famílias atendidas nas Unidades de Saúde”, afirma o secretário.

Ele destaca que a situação epidemiológica vigente apresenta, ao lado de uma agenda não concluída de doenças infecciosas e parasitárias, desnutrição e problemas de saúde reprodutiva, o desafio das doenças crônicas e seus fatores de risco, como a desnutrição, o sobrepeso, a inatividade física, o tabagismo, o uso excessivo de álcool e outras drogas, alimentação inadequada, entre outros. “Estas oficinas vêm dar uma resposta a uma parte desta agenda”, diz Deodato.

Conteúdo – Aleitamento materno; alimentação saudável para crianças; noções de alimentação equilibrada, com oferta dos nutrientes necessários para a boa saúde; o aproveitamento integral dos alimentos, o emprego de produtos regionais; cuidados higiênicos e sanitários na manipulação e compra dos alimentos, serão conteúdos abordados nas oficinas. As aulas serão ministradas por profissionais do Cozinha Brasil/SESI. Os alimentos e materiais utilizados para o preparo dos pratos, durante as oficinas, são disponibilizados pela Cozinha Brasil/SESI e suas empresas patrocinadoras. As aulas acontecem nas dependências da CVI-AM, onde será instalado o Caminhão da Cozinha Brasil (para as aulas práticas).

Cada oficina disponibiliza 150 vagas e as inscrições são realizadas nas unidades de saúde da Semsa e em Centros de Referência Assistência Social (CRAS), da Semasdh. As duas secretarias também são responsáveis pela logística de transporte dos participantes, informa a secretária municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, Mônica Mendes.

No início de cada oficina, a equipe de nutricionistas da Semsa ministra palestra educativa para promoção do aleitamento materno e alimentação saudável na infância, segundo  a nutricionista Tânia Batista, que integra a equipe técnica do Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho”. Ela destaca que a inclusão do tema na programação dos cursos do Cozinha Brasil é uma inovação. “Entendemos que as oficinas são uma oportunidade para reforçar, junto às mães que participam dos dois programas e também aos profissionais de saúde, a importância do aleitamento materno, – principalmente como alimento exclusivo até o sexto mês de vida –, e da alimentação complementar saudável”, diz Tânia.

A nutricionista Danielle Belota, que coordena a Equipe Técnica de Vigilância Alimentar e Nutricional, do Departamento de Atenção Básica da Semsa, destaca que, o País vem  passando, nos últimos anos, por transformações econômica e sociais que provocaram mudança no padrão alimentar e de consumo do brasileiro. “Mas ao mesmo em que se verifica o declínio dos índices de desnutrição em crianças e adultos, assiste-se, também, ao aumento da prevalência de sobrepeso e obesidade. As ‘Oficinas Culinária Saudável’ se propõem justamente a resgatar hábitos e práticas alimentares regionais, que valorizem o consumo de alimentos locais e de baixo custo, com elevado valor nutritivo, desde os primeiros anos de vida até a idade adulta. É uma oportunidade, ainda, para que as famílias participantes dos cursos encontrem, nos novos conhecimentos, uma alternativa de geração de renda”, frisa Danielle.

O diretor do CVI-AM, Ronaldo André Brasil, fala da importância da parceria que permitiu a realização do projeto “Oficinas de Culinária Saudável”. Para ele, além de assegurar que as famílias tenham acesso a informações que lhes permitam aproveitar, de forma saudável e com baixo custo, alimentos que normalmente não são aproveitados na dieta da família, os cursos podem contribuir para que os beneficiários de programas assistenciais, a partir desta qualificação, encontrem alternativas de geração de renda e tenham, novas perspectivas de vida. “No próprio ambiente do CVI estas famílias poderão ter acesso, de forma gratuita, a outros cursos de qualificação”, frisou.

Fique por dentro:

Programa de Nutrição Infantil “Leite do Meu Filho” – Lançado pela Prefeitura de Manaus em agosto de 2011, o programa faz parte das ações de combate à desnutrição e à mortalidade infantil, executadas pela Prefeitura de Manaus. Atende crianças menores de 5 anos (restringindo a inscrição de crianças menores de 6 meses aos casos de morte materna ou a filhos de mães com HIV, por respeito à política de estímulo ao aleitamento materno exclusivo, nesta faixa-etária). Além de receber os kits mensais com latas de leite, as crianças inscritas no programa e suas famílias são acompanhadas na rede municipal de saúde. No lançamento do programa, no ano passado, 61 mil crianças se inscreveram para receber o benefício. Na segunda fase, em março deste ano, mais 45,5 mil crianças ingressaram no programa.

Programa Bolsa Família – O Bolsa Família é um programa de transferência de renda que beneficia famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza, mediante o cumprimento de uma série de condicionalidades – compromissos a serem cumpridos tanto por parte do beneficiário quanto do poder público. Na área de saúde, por exemplo, as famílias beneficiárias assumem o compromisso de manter atualizado o cartão de vacinação e o acompanhamento periódico (na unidade de saúde) do crescimento e desenvolvimento das crianças menores de 7 anos. As mulheres na faixa de 14 a 44 anos, gestantes e nutrizes (lacantes) também devem fazer o acompanhamento, estas duas últimas realizando as consultas de pré-natal e de monitoramento de sua saúde e do bebê. Em Manaus, o cadastro do programa conta com 121.549 beneficiários, sendo que, destes, 66.027 recebem o benefício do Bolsa Família Municipal.

CVI-AM – O Centro de Vida Independente do Amazonas é uma organização não-governamental (sem fins econômicos) de utilidade pública reconhecida pela Lei 1.220. Tem como público-alvo crianças, adolescentes, adultos, idosos e pessoas com deficiência, que estejam em situação de vulnerabilidade, risco social e/ou pessoal. A entidade desenvolve seus trabalhos com a finalidade de promover o desenvolvimento social, psicossocial, econômico, educacional, psicomotor, socioafetivo e cultural de seu público, através da defesa, da efetivação de direitos socioassistencias, da promoção da cidadania, do enfrentamento das desigualdades sociais, da inclusão social, do bem estar, do desenvolvimento de ações afirmativas, da proposição de políticas públicas inclusivas, de ações de monitoramento, do desenvolvimento de suas potencialidades, da autonomia, do empoderamento, do fortalecimento de vínculos familiares, visando prevenir a ruptura dos mesmos, da melhoria da sua qualidade de vida e da disseminação do conceito, serviços e filosofia de vida independente.

Cozinha Brasil/SESI – Criado em 2004, o projeto Cozinha Brasil/Sesi tem como finalidade difundir informações sobre a preparação de alimentos de forma inteligente e sem desperdício, combinando qualidade, economia e sabor. Aproveitando todas as partes dos alimentos, inclusive o que normalmente é dispensado (como caules, talos, cascas, folhas e sementes), profissionais do SESI ensinam receitas saborosas e nutritivas, respeitando as diversidades regionais. São 30 unidades móveis atuando em todo o País, equipadas com cozinha experimental e didática, onde os instrutores e nutricionistas ministram os cursos gratuitos. O Cozinha Brasil trabalha em parceria com empresas, escolas, associações, prefeituras, instituições religiosas e organizações não-governamentais.

Semsa alerta sobre prazo do “Bolsa Família”, do Governo Federal

quinta-feira, junho 14th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) orienta os beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF), do Governo Federal, a não deixarem para os últimos dias a consulta periódica de acompanhamento das condicionalidades de saúde. A consulta deve ser feita em uma das Unidades Básicas de Saúde da rede municipal. O acompanhamento é uma das exigências a serem cumpridas pelos inscritos no programa para a manutenção do benefício. O prazo da consulta referente a este primeiro semestre termina em 29 de junho.

De um total de 94,2 mil famílias inscritas no programa federal, na capital do Amazonas, aproximadamente 37,9 mil haviam comparecido à unidade de saúde para fazer o acompanhamento, até a semana passada.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, explica que as famílias inseridas no programa este ano, devem procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência. No caso dos beneficiários antigos, a consulta deve ser feita na unidade de saúde onde a família já vinha sendo acompanhada.

Para o beneficiário que mudou de endereço entre dezembro do ano passado e janeiro deste ano, a orientação é procurar um dos 18 Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) da Prefeitura de Manaus, para informar o novo local de moradia. “Somente após efetuar esse procedimento é que o beneficiário poderá escolher uma nova unidade de saúde, mais próxima de sua casa, para fazer o acompanhamento”, frisa a coordenadora da Equipe Técnica de Ações em Alimentação e Nutrição da Semsa, Danielle Belota.

No ato da consulta, na unidade de saúde, o beneficiário precisa apresentar o cartão do Programa Bolsa Família, com identificação do Número de Inscrição Social (NIS), cartão de vacinação da criança e, no caso das grávidas, o cartão de Pré-Natal. “Os pais precisam estar atentos para manter atualizado o cartão de vacinação dos filhos. Essa exigência vale para crianças com até sete anos de idade”, frisa Danielle.

Semsa abre inscrições para “3º Concurso sobre Tabagismo”

quarta-feira, junho 13th, 2012

Lançamento do concurso aconteceu na abertura do “I Seminário Municipal de Saúde na Escola”, que acontece até esta quarta-feira (13), no Parque do Mindu

Já estão abertas as inscrições para o “3º Concurso sobre Tabagismo”, voltado para alunos das escolas públicas das redes municipal e estadual de ensino, da capital.  “Fumar: faz mal pra você, faz mal pro planeta”, é tema do concurso deste ano, organizado pelo Programa de Prevenção e Controle do Tabagismo, executado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Os estudantes poderão disputar em três categorias: desenho (para alunos de 1º a 5º ano); história em quadrinhos (do 6º ao 9º ano); e vídeo de 1 minuto (alunos do ensino médio). O lançamento do concurso aconteceu durante a abertura do I Seminário Municipal de Saúde na Escola, que está sendo realizado pela Prefeitura de Manaus, no Parque Municipal do Mindu, com encerramento nesta quarta-feira (13).

O seminário conta com a participação de profissionais das áreas da Saúde e da Educação e está discutindo o fortalecimento das práticas de educação em saúde no ambiente escolar, por meio de ações intersetoriais. O Programa Saúde na Escola (PSE) foi criado em 2007 pelo Ministério da Saúde e lançado pela Prefeitura de Manaus, em 2009. No primeiro ano de atividades, o PSE envolveu 15 escolas públicas e 15 equipes da Estratégia Saúde da Família. Atualmente, já são 86 escolas e 84 equipes de saúde.

“Manaus avançou muito, num curto espaço de tempo, tanto em termos de organização como de integração das ações entre as secretarias de Saúde e de Educação. Isso é muito importante para garantir um modelo de atenção integral à saúde de crianças, adolescentes e jovens do ensino básico, que é a proposta do programa”, afirmou a representante do PSE do Ministério da Saúde, Marilda Castro, que fez a palestra de abertura do Seminário.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, no ano de 2011, as ações do PSE, desenvolvidas em parceria com as secretarias municipal e estadual de Educação e Saúde (Semed e Seduc), alcançaram um universo de 32 mil estudantes. “Este ano, a meta é que, no eixo da assistência – que consiste em levar atendimento ao ambiente escolar – estas ações cheguem a 41 mil alunos. No eixo da promoção à saúde, que engloba as ações de orientação e informação, a meta é ainda mais ampla, devendo alcançar 82 mil escolares”, frisa o secretário.

O seminário será retomado na manhã desta quarta-feira (13), com a realização de três painéis de debate: “Meio Ambiente: Promoção da Saúde Ambiental e Desenvolvimento Sustentável”; “Drogas Lícitas e Ilícitas: Trabalhando o Tema no Contexto Escolar”; e “Direitos Sexuais e Reprodutivos na Adolescência: Trabalhando o Tema na Escola”. O evento começa às 8h30, com encerramento previsto para as 11h.

Tabagismo – Organizado pelo Programa de Controle e Prevenção do Tabagismo, da Semsa, o concurso sobre Tabagismo é realizado em parceria com a Semed e a Seduc e integra as ações do Programa Saúde na Escola. Os estudantes poderão se inscrever, nas suas próprias escolas, até o dia 12 de agosto. Os vencedores serão conhecidos no dia 23 de agosto e a premiação está prevista para acorrer no dia 29, Dia Nacional de Combate ao Tabagismo. O regulamento do concurso será disponibilizado no site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br).

O autor da cartilha “Um Tirano Chamado Fumo” – adotada pela Semsa nas ações de prevenção tabagismo junto ao público infanto-juvenil – e a atriz e cantora Zezé Mota, madrinha do projeto editorial, prestigiaram o lançamento da terceira edição do concurso sobre tabagismo realizado pela Prefeitura de Manaus, no Parque do Mindu. Além das mensagens levadas aos profissionais e alunos, para que se engajem na luta contra o tabagismo, Zezé e Vangi (que é músico), fizeram questão de apresentar números musicais na abertura do Seminário sobre Saúde na Escola.

Semsa intensifica ações da Campanha de Prevenção às DST/Aids

quarta-feira, junho 13th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) realizou, na terça-feira (12), uma série de blitze educativas como parte da “Campanha de Prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/Aids), voltada para o “Dia dos Namorados”. Iniciada na semana passada, a campanha vem acontecendo em todos os Distritos de Saúde e tem a parceria da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e da organização não-governamental Fórum Amazonas OSC/DST/AIDS.

As blitze desta terça-feira, com distribuição de preservativos e cartões com mensagens de prevenção às DST/Aids, acontecem no cruzamento da avenida Djalma Batista e rua João Valério (a partir das 7h30); na barreira de acesso às rodovias BR-174 e AM-010 e na Marina do Davi (das 9h às 11h). À noite, as equipes atuarão nos seguintes locais: praça de alimentação dos supermercados DB da Cidade Nova e do Nova Cidade; Parque dos Bilhares; praças de alimentação do Shopping Grande Circular; UAI Shopping São José; DB da Ponta Negra; e do Dom Pedro.

No decorrer do dia, as ações educativas estarão alcançando, também, estudantes de quatros escolas municipais: EMEF Dr. Paulo Pinto Nery (Jorge Teixeira III); EMEF Madre Tereza de Calcutá (Nova Floresta); EMEF Antônia Alexandrina M. Bentes (Cida Nova II) e EMEF Maria do Carmo Rebello de Souza (São José II).

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, explica que, para dar suporte às atividades da campanha, iniciada no último dia 6, foram confeccionados 60 mil cartões com mensagem de prevenção. As ações também incluem a distribuição de 200 mil preservativos masculinos. Uma campanha de mídia está sendo veiculada no rádio e em algumas salas de cinema. O tema da campanha deste ano é: “Amor e Prevenção: feitos um para o outro. Sexo com camisinha é amor pra valer”.

Ainda na noite desta segunda-feira (11), das 18h às 20h, a campanha foi levada à entrada das Faculdades Unip, Ciesa, Uninorte, Literatus e Fametro.

 

Semsa promove “Dia D” de Vacinação contra a Poliomielite

quarta-feira, junho 13th, 2012

No sábado (16) acontece, em todo o País, o “Dia D” de Mobilização contra a Poliomielite (paralisia infantil). O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, orienta que todas as crianças menores de 5 anos devem ser levadas ao posto de vacinação para receber as duas gotinhas extras de vacina, que protegem contra a doença. De acordo com o secretário, a Prefeitura de Manaus vai disponibilizar uma estrutura de atendimento com quase mil postos de vacinação, que estarão funcionando das 8h às 17h. Em Manaus a meta é imunizar 167,1 mil crianças, o equivalente a 95% da população estimada na faixa etária que é público-alvo do “Dia D”.

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) já recebeu do Ministério da Saúde as doses de vacina que serão utilizadas no “Dia D” contra a Pólio.  Nesta terça-feira (12), a Gerência de Imunização da secretaria começa a distribuir o insumo para todos os Distritos de Saúde. “Como nos anos anteriores, além das unidades de saúde, os postos de vacinação serão montados em igrejas, escolas, associações comunitárias, supermercados e outros locais de grande circulação de pessoas”, disse o secretário. No decorrer da semana, a Gerência de Imunização da Semsa vai disponibilizar no endereço eletrônico semsa.manaus.am.gov.br, a lista de todos os postos que estarão funcionando no sábado.

No Brasil o último caso autóctone (de origem interna) de Poliomielite foi registrado em 1989. Em 1994, o país recebeu da Organização Mundial de Saúde (OMS) o Certificado de eliminação da doença. No entanto, enquanto houver circulação do vírus em outras regiões do mundo, é necessário manter a vacinação. Dezenove países ainda registram casos da Pólio e, destes, três são considerados pólio-endêmicos: Afeganistão, Nigéria e Paquistão.

A gerente de Imunização da Semsa, enfermeira Kássia Veras, explica que a vacina contra a Pólio faz parte do Programa Nacional de Imunização e está disponível na rotina da rede pública de saúde, durante todo o ano. A criança é vacinada aos dois, quatro e seis meses de idade, com uma dose de reforço aos 15 meses. Mas todos os anos é realizada, também, a Campanha Nacional de Vacinação contra a doença, que representa uma dose extra de proteção e, aplicada massivamente, num único dia, protege o ambiente contra a circulação do poliovírus.

Em Manaus, as Campanhas Anuais de Vacinação contra a Poliomielite têm colocado a capital do Amazonas em destaque entre as demais capitais brasileiras, por  ultrapassar a meta de imunizar 95% das crianças menores de cinco anos de idade, em um único dia. Em 2009, o índice de cobertura foi de 99,45, com 166.345 crianças imunizadas. No ano seguinte, o índice alcançou 102,28%, com 171.249 doses aplicadas. Em 2011, foram 173.790 doses, garantindo uma cobertura de 98,78%.

Distrito Norte abre 7ª Semana do Controle Social

quarta-feira, junho 13th, 2012

O Conselho Municipal de Saúde (CMS) iniciou na manhã da segunda-feira (11), a 7ª Semana do Controle Social. A programação, que tem a parceria da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), foi aberta no Distrito de Saúde Norte (Disa Norte), com uma rodada de debates que se estendeu das 8h30 às 12h, no auditório da Escola Estadual Marcantônio Vilaça II (Colégio da PM), na Cidade Nova.

Com o tema “Transversalidade das Políticas Públicas de Saúde no Município de Manaus”, a 7ª Semana do Controle Social trouxe como novidade, este ano, a participação de representantes de instituições das áreas de Segurança Pública, Educação, Assistência Social e Direitos Humanos, Infraestrutura e Conselho Tutelar.

O conselheiro municipal de saúde Josuel Martins, um dos coordenadores do evento, explicou que, nas edições anteriores, a Semana do Controle Social reunia representantes de gestores, trabalhadores e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) em cada zona da cidade. Em 2012, o CMS decidiu abranger secretarias e instituições que interferem ou colaboram para saúde da população. “É uma forma de envolver outras secretarias nesse processo de controle social e mostrar para a população que a questão da saúde inclui,  também, questões de segurança, infraestrutura, educação e direitos humanos”, informou Josuel Martins.

A programação do primeiro dia do evento contou com a apresentação das ações desenvolvidas pela Semsa, através do Disa Norte. Houve, ainda, mesa redonda com a participação das enfermeiras Francinara Lima e Maria do Carmo Lócio, representando o Disa Norte, e de Avenilson Almeida, representante da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), e de Edilene Colares Pinto, representante da Secretaria Municipal de Educação (Semed).

A representante da Semed, Edilene Pinto, destacou a importância das ações de saúde desenvolvidas nas escolas, como uma forma de colaborar para a melhoria da saúde da população. “O vínculo entre educação e saúde é muito importante para a sociedade. Nesse sentido, trabalhamos com programas como o Saúde na Escola (PSE), fazemos um trabalho de triagem oftalmológica e atuamos em parceria com o Centro Municipal Sóciopedagógico, quando verificamos a necessidade da apoio do serviço social e de assistência com fonoaudiólogos, além de trabalhar em parceria com o Conselho Tutelar na notificação de casos de abuso de crianças”, descreveu Edilene Pinto.

Programação – Nesta terça-feira (12), o CMS dará continuidade à programação da 7ª Semana do Controle Social, no Distrito de Saúde Leste. A reunião vai acontecer  no auditório do CEMEJA (rua J, etapa B, no São José Operário II). Na quarta-feira (13), será a vez do Distrito de Saúde Oeste, com o debate programado para acontecer na Escola Municipal Cândido Honório Ferreira (rua Abílio Alencar, 371, bairro da Alvorada II), e na quinta-feira (14), no Distrito de Saúde Sul, também das 8h30 às 12h, no Centro de Educação de Tempo Integral Gilberto Mestrinho (av. Leopoldo Péres, s/n, Educandos). A cada dia haverá mesa-redonda com discussão e debates sobre o tema “Intersetorialidade das políticas públicas, fortalecendo as ações dos Conselhos no exercício do controle social”.

“Toda a programação foi elaborada de maneira a envolver a sociedade, e valorizar o controle social e o trabalho dos conselheiros de saúde. Temos muitas pessoas comprometidas com a questão da saúde e é preciso valorizar tudo o que vem sendo feito nos 21 anos de existência do CMS”, destacou a vice-presidente do conselho, Maria Lúcia Ferreira Marcião.

O encerramento de toda a programação acontecerá na sexta-feira (15), no auditório da Universidade Paulista – UNIP (av. Mario Ypiranga Monteiro, nº 4.390, Parque 10), quando acontecerá cerimônia de homenagem ao 21º aniversário do CMS/MAO. O encontro se estenderá das 8h30 às 17h, com a participação de 400 pessoas representando os segmentos de gestores, trabalhadores e usuários do SUS no município de Manaus.

“Saúde na Escola” é tema de seminário promovido pela Semsa

quarta-feira, junho 13th, 2012

A Prefeitura de Manaus promove, nos dias 12 e 13 deste mês, o I Seminário Municipal do Programa Saúde na Escola. O evento acontece das 8h às 12h, no Parque Municipal do Mindú, e vai discutir o fortalecimento das práticas de educação em saúde no ambiente escolar, por meio de ações intersetoriais. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, destaca a importância do seminário, que terá a participação de profissionais das áreas da Saúde e da Educação e de estudantes. Deodato afirma que o PSE é um programa estratégico, cujas ações alcançaram 32 mil estudantes, no ano passado. “Este ano, a meta é que, no eixo da assistência – que consiste em levar atendimento ao ambiente escolar –, estas ações cheguem a 41 mil alunos. No eixo da promoção à saúde, que engloba as ações de orientação e informação, a meta é ainda mais ampla, devendo alcançar 82 mil escolares”, salientou Deodato.

Criado em 2007 pelos Ministérios da Saúde e da Educação, e lançado em 2009 pela Prefeitura de Manaus, a proposta do PSE é oferecer atenção integral de prevenção, promoção e atenção à saúde de crianças, adolescentes e jovens do ensino básico público.  Uma das estratégias para o alcance desses objetivos é promover a articulação entre as escolas públicas e as unidades básicas de saúde, principalmente, da Estratégia Saúde da Família. No primeiro ano de funcionamento do programa, as ações foram desenvolvidas em 15 escolas públicas e envolveram 15 equipes da Estratégia. Atualmente, são 86 escolas e 84 equipes de saúde.

A representante do PSE do Ministério da Saúde, Marilda Castro, fará a palestra do primeiro dia do seminário. Ela abordará o tema “Discutindo a Intersetorialidade das Ações para o Fortalecimento das Práticas de Educação em Saúde na Escola”.  A programação do segundo dia inclui temas como: “Meio Ambiente: promoção da saúde ambiental e desenvolvimento sustentável”; “Drogas Lícitas e Ilícitas: trabalhando o tema no contexto escolar”; e “Direitos Sexuais e Reprodutivos na Adolescência”.

A coordenadora do Setor de Saúde da Criança e do Adolescente, da Semsa, psicóloga Amândia Lima, diz que o seminário reunirá profissionais como médicos, enfermeiros, dentistas, técnicos de enfermagem e auxiliares de consultório dentário, professores e agentes comunitários de saúde, que hoje atuam nas ações do PSE. “No último mês de novembro, o Ministério da Saúde editou novas orientações para a execução do programa e será uma oportunidade para atualizar esses profissionais em relação às metas pactuadas a partir destas novas instruções”, explicou a coordenadora.

Tabagismo – A abertura do seminário, na terça-feira (12), foi marcada também pelo lançamento da terceira edição do “Concurso sobre Tabagismo nas Escolas Públicas”. Organizado pelo Programa de Controle e Prevenção do Tabagismo, da Semsa, o concurso tem a parceria das secretarias municipal e estadual de Educação (Semed e Seduc). A premiação acontece nas categorias Desenho (estudantes de 1º ao 5º ano) e Slogan (disputada por alunos do 6º ao 9º). Este ano o tema a ser trabalho pelos estudantes é: “Fumar: faz mal pra você, faz mal pro planeta”.

Prefeitura divulga funcionamento dos serviços de Saúde no feriado

quarta-feira, junho 6th, 2012

A Prefeitura de Manaus informa que a Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU-192) mantêm plantão de 24 horas para atender a população nesta quinta-feira (7), feriado de Corpus Christi, e no ponto facultativo de sexta-feira (8).

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa que as Unidades Básicas de Saúde (UBS), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) e Policlínicas, que fazem o atendimento ambulatorial, não estarão funcionando nestes dois dias.

As três unidades do Programa Farmácia Gratuita, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), instaladas nos terminais de ônibus da Cidade Nova (T3), na zona Norte; Jorge Teixeira (T4) e do São José (T5), ambos na zona Leste; na Compensa; e no V-8 seguem esta mesma programação, retomando o atendimento na segunda-feira (11).

Francisco Deodato frisou que, nos dois dias, o SOS Vida cumprirá a agenda previamente marcada de remoção de pacientes para realização de alguns procedimentos, como é o caso de hemodiálise.

Prefeitura realiza campanha e distribui 200 mil preservativos

quarta-feira, junho 6th, 2012

A Prefeitura de Manaus inicia, nesta quarta-feira (6), a Campanha de Prevenção às Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST/Aids), voltada para o “Dia dos Namorados”, comemorado em 12 de junho. As atividades da campanha acontecerão em todos os Distritos de Saúde e serão executadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e a organização não-governamental Fórum Amazonas OSC/DST/AIDS.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, para dar suporte às atividades de conscientização, foram confeccionados 60 mil cartões com mensagem de prevenção e serão distribuídos 200 mil preservativos masculinos. Uma campanha de mídia também começa a ser veiculada no rádio e em algumas salas de cinema. O tema da campanha é: “Amor e Prevenção: feitos um para o outro. Sexo com camisinha é amor pra valer”.

A primeira atividade da campanha acontece das 9h às 11h desta quarta-feira (6), na área da Marina do Davi, onde as equipes do Distrito de Saúde rural promovem uma blitz educativa, com distribuição dos cartões com a mensagem de prevenção e preservativos. Na segunda-feira (11), a ação será levada à entrada das Faculdades Unip, Ciesa, Uninorte, Literatus e Fametro.

Na terça-feira (12), Dia dos Namorados, haverá blitze educativas no cruzamento da avenida Djalma Batista e rua João Valério (a partir das 7h30); na barreira de acesso às rodovias BR-174 e AM-010 e na Marina do Davi (das 9h às 11h) e, à noite, nos seguintes locais: praça de alimentação dos supermercados DB da Cidade Nova e do Nova Cidade; Parque dos Bilhares; praças de alimentação do Shopping Grande Circular; UAI Shopping São José; DB da Ponta Negra; e Dom Pedro.

Neste mesmo dia, as ações educativas serão levadas, também, aos estudantes de quatros escolas municipais: EMEF Dr. Paulo Pinto Nery (Jorge Teixeira III); EMEF Madre Tereza de Calcutá (Nova Floresta); EMEF Antônia Alexandrina M. Bentes (Cida Nova II) e EMEF Maria do Carmo Rebello de Souza (São José II).

 

Manaus é certificada por desempenho na vigilância da Tuberculose

quarta-feira, junho 6th, 2012

Manaus foi certificada pelo Ministério da Saúde por ter alcançado, em 2010, o índice superior a 95% na proporção de casos de Tuberculose com o encerramento informado ao Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN). Este indicador reflete a qualidade da vigilância epidemiológica relativa à doença, efetuada no município. “Trata-se de um indicador operacional de grande relevância, por meio do qual se pode acompanhar o desfecho de cada caso notificado. Esta informação é de fundamental importância, por exemplo, para a avaliação da efetividade das ações desenvolvidas pelos programas de prevenção e controle da Tuberculose e para o planejamento dessas ações”, destaca o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

A certificação foi concedida durante o V Encontro Nacional de Tuberculose e II Fórum de Parceria Brasileira contra a Tuberculose, realizados em Brasília, aberto no dia 31 de maio e encerrado no último sábado, 2 de junho. O evento foi organizado pela Secretaria de Vigilância em Saúde (SVS), do Ministério da Saúde, em parceria com a Sociedade Brasileira de Pneumologia e Tisiologia (SBPT), Rede de Pesquisadores em Tuberculose/Rede-TB e Parceria Brasileira contra a TB (Stop TB Brasil), com a participação de vários especialistas e autoridades.

O coordenador do Programa Municipal de Controle da Tuberculose, enfermeiro Jair Pinheiro, que representou a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) no evento de Brasília, destacou que sem o alcance do indicador “Proporção de Casos Novos de Tuberculose com Encerramento Informado”, a análise dos demais indicadores da doença fica com a avaliação comprometida, pois não é possível acompanhar, de forma fidedigna, os índices de cura, abandono de tratamento ou óbitos relacionados à doença. “Por isso, é tão importante o cumprimento do indicador avaliado pelo Ministério da Saúde”, reforçou o coordenador.

Jair salientou que, além da própria Equipe Técnica das Ações de Controle da Tuberculose, da Semsa, contribuíram para o bom desempenho da capital, neste indicador, as demais instituições parceiras, como a Policlínica Cardoso Fontes, a Fundação de Medicina Tropical (FMT), o Ambulatório Araújo Lima/Hospital Universitário Getúlio Vargas, os membros do Comitê Municipal de Combate à Tuberculose, que participam efetivamente das atividades de monitoramento e avaliação das ações dos serviços de saúde e os profissionais de toda esta rede, que cumprem com o fluxo regular de informações sobre a doença.

09 DE JUNHO: DIA NACIONAL DA IMUNIZAÇÃO

terça-feira, junho 5th, 2012

No dia 09 de junho comemora-se o Dia Nacional da Imunização. Data pouco lembrada, porém de uma enorme importância. Os feitos alcançados pelas imunizações representam um dos maiores avanços em saúde pública já conquistados pelo homem.

Foi através de extensas campanhas de vacinação que se alcançou a erradicação da varíola do planeta, a eliminação da poliomielite em quase todo o mundo, o controle do sarampo e da rubéola, além da grande queda da mortalidade infantil em diversos países. Porém, a existência ainda hoje de mortes ou sequelas causadas por doenças preveníveis por vacinas nos mostra que há ainda muito por fazer, e este é o grande desafio.

O Brasil pode se orgulhar de ter um dos melhores programas públicos de imunização, o Programa Nacional de Imunização, com coberturas vacinais que são referência em todo mundo. Inclusão de novas vacinas no calendário, distribuição universal das mesmas e produção nacional são demonstrações de nosso bem sucedido programa. Vacinas contra pneumonias, meningites, diarreias e o enfrentamento de uma pandemia de gripe são exemplos de conquistas.

Os avanços não param, e novas e melhores vacinas são desenvolvidas a cada ano. Mais segurança e mais proteção são sempre objetivos a serem buscados. Sonhamos ainda com vacinas contra a dengue, malária, AIDS e tantas outras enfermidades que afetam a nossa população. Certamente este será o século das vacinas.

Temos ainda outro grande desafio pela frente, o de promover o acesso à imunização para todos, especialmente nas regiões mais pobres do mundo, onde a carga de qualquer doença é ainda maior.

Vacinação deixou de ser exclusividade da criança, e hoje adolescentes, adultos, gestantes, idosos e viajantes passam a ser alvo dos programas de imunização específicos para eles. A família passa a ser o alvo da prevenção.

Temos muito que comemorar, mas ainda muito para avançar. É tempo de olhar para trás e reconhecermos os avanços conquistados, mas também é preciso olhar para frente, e refletir sobre o futuro, em busca de uma sociedade mais justa e protegida.

A todos aqueles que trabalham no desenvolvimento de novas vacinas e em sua produção; aos que cuidam do transporte e da rede de frio; a todos os profissionais da saúde que estão envolvidos no planejamento e na execução das atividades de vacinação e recomendam e demonstram às famílias a importância de se vacinar, e especialmente àqueles que dentro das inúmeras salas de vacina desse país promovem o ato vacinal, nossa sincera homenagem e nosso reconhecimento pelo nobre trabalho.

Gerência de Imunizações do Município de Manaus

Semsa vacina mais de 198,8 mil contra a gripe e supera meta global

segunda-feira, junho 4th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) imunizou 198.904 mil pessoas, em Manaus, durante a “Campanha de Vacinação contra a Influenza”, encerrada na última sexta-feira (1º). O número representa uma cobertura vacinal de 90,2% e superou a meta global fixada para a capital do Estado, que era de imunizar 176,3 mil pessoas, o equivalente a 80% da população estimada nos cinco grupos populacionais, definidos como público-alvo da campanha.

“Foi um excelente resultado, assegurado pelo grande esforço das equipes de vacinação da Prefeitura de Manaus e pela resposta da população inserida nos grupos prioritários, que compreendeu a importância da vacina como a melhor forma de evitar a doença e de se proteger, sobretudo, das complicações normalmente associadas às infecções respiratórias”, avaliou o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

Este ano, a campanha de vacinação contra a gripe teve como público-alvo os idosos a partir de 60 anos; crianças de 6 meses a menores de 2 anos; gestantes; indígenas e trabalhadores da saúde. O secretário destacou que, nas quatro semanas de campanha, a vacina contra a gripe foi disponibilizada nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas, da rede municipal; e nos CAICs e CAIMIs da rede estadual, num total de 112 salas de atendimento. Além disso, equipes de vacinadores montaram postos de atendimentos em locais como supermercados e centros de convivência, para facilitar o acesso dos grupos prioritários à imunização. Alguns desses postos extras funcionaram na parte da noite, como alternativa para quem trabalha durante o dia.

Outra estratégia foi levar a vacina em domicílio para os idosos acamados que não tinham como se deslocar para uma unidade de saúde para receber a proteção contra a gripe. A Semsa recebeu 578 pedidos para vacinação domiciliar, dos quais 448 já foram atendidos. “As equipes de vacinadores dão prosseguimento, esta semana, ao cronograma montado a partir dos pedidos que foram recebidos pelo telefone 0800 280 8 280. Todos os idosos que ligaram para esta central, até a última sexta-feira, estão com a vacinação assegurada”, informa Deodato.

Segunda dose – A gerente de Imunização da Semsa, enfermeira Kássia Veras, reforça a recomendação sobre a segunda dose da imunização contra a gripe, para as crianças que receberam a vacina pela primeira vez este ano. Esta dose complementar deve ser ministrada 30 dias após a primeira dose. “Os pais devem ficar atentos à data de retorno marcada no Cartão de Vacina da Criança. Sem dose complementar, a criança não estará protegida contra a gripe”, orienta a gerente de imunização. As crianças que já haviam se vacinado na campanha do ano passado não precisam da segunda dose, destacou.

Poliomielite – No dia 16 deste mês as crianças voltam a ser o público-alvo de outra grande ação de imunização, que ocorre anualmente, em todo o País: a Campanha de Vacinação contra a Poliomielite (Paralisia Infantil), que é voltada para a faixa etária menor de 5 anos. Em Manaus, a meta é vacinar, num único dia, 167.141 crianças, o que corresponde a 95% da população estimada nesta faixa-etária, na capital (incluindo as zonas urbana e rural da cidade).

“Já estamos finalizando o planejamento do ‘Dia D’, quando uma grande estrutura de atendimento será montada, mais uma vez, pela Prefeitura para garantir e facilitar o acesso das crianças à vacina. Como todos os anos, a campanha acontece em duas etapas, a primeira no próximo dia 16 e, a segunda, em agosto”, diz Kássia Veras.

Inscrição no Processo Seletivo da Semsa se encerra nesta sexta

sexta-feira, junho 1st, 2012

Termina nesta sexta-feira (1º), o prazo de inscrição no Processo Seletivo Simplificado (PSS) que a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está realizando para a contratação de 200 vacinadores/registradores. Os candidatos selecionados vão atuar na Campanha de Vacinação Antirrábica Animal, que o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Prefeitura de Manaus vai realizar em agosto. A inscrição deve ser feita no endereço eletrônico http://pss2012-semsa.manaus.am.gov.br, cujo acesso estará disponível até as 23h59 de sexta-feira. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, 1.780 candidatos haviam preenchido a ficha eletrônica de inscrição, até a manhã desta quinta-feira (31).

Após preencher a ficha eletrônica, o candidato deve imprimir o comprovante de inscrição. A ficha deve ser entregue no posto de atendimento montado na sede do CCZ, acompanhada dos seguintes documentos: originais e cópias da Carteira de Identidade, CPF, certificado de conclusão do Ensino Fundamental, comprovante de experiência na função (quando houver) e do Curriculum Vitae.

Deodato esclarece que, embora o prazo de inscrição pela Internet termine nesta sexta-feira, os candidatos que preencheram a ficha eletrônica poderão fazer a entrega da documentação ao CCZ na segunda-feira (4). Ele destaca que o posto de atendimento funciona somente na parte da manhã, das 9h às 12h.

Os vacinadores selecionados assinarão contrato temporário de 45 dias, para uma jornada de trabalho de 30 horas semanais. A remuneração mensal é de R$ 622. É exigido aos candidatos o Ensino Fundamental Completo.

Campanha – De acordo com o diretor do CCZ, médico veterinário Francisco Zardo, a Campanha de Vacinação Antirrábica deverá alcançar, aproximadamente, 200 mil animais (entre cães e gatos), na área urbana de Manaus. Ele destaca que o trabalho de vacinação dos animais, na área rural, já está em andamento (começou em meados de março) e deve ser concluído até 15 de junho, com a imunização de quase 4 mil cães e gatos.

Zardo explica que os vacinadores contratados pelo Processo Seletivo Simplificado para atuar na campanha de vacinação passarão por um treinamento prévio. “Para os candidatos que já tiverem experiência no trabalho de vacinação de cães e gatos, será um momento de atualização. Os novatos serão orientados sobre as técnicas de abordagem e mobilização dos animais, os cuidados com o acondicionamento da vacina e os procedimentos de registro no cartão de vacinação do animal”, disse o gestor.

“Campanha de Vacinação contra a Influenza” termina nesta sexta

sexta-feira, junho 1st, 2012

Termina nesta sexta-feira (1º), a Campanha de Vacinação contra a Influenza. Até a manhã desta quinta-feira, 180.107 pessoas já haviam sido imunizadas em Manaus, incluindo os idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 2 anos, gestantes, indígenas e trabalhadores da saúde, grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde como público-alvo da campanha. Com este resultado, a meta global para Manaus, que era de é imunizar 176,3 mil pessoas, já foi superada. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, frisa que a vacinação está disponível das 8h às 17h, nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas, da rede municipal; e nos CAICs e CAIMIs da rede estadual, num total de 112 salas de atendimento.

Deodato acrescenta que, além das unidades de saúde, a Prefeitura de Manaus também montou postos extras de atendimento, para facilitar ainda mais o acesso dos grupos prioritários à vacina. São 10 postos extras, alguns deles funcionando à noite, das 18h às 21h (confira a lista nesta página). “Orientamos as pessoas inseridas nos grupos prioritários que ainda não se imunizaram, para que não deixem de ir a um dos postos de atendimento receber a dose da vacina”, disse o secretário. Ele salientou que o objetivo da campanha, realizada anualmente em todo o País, é reduzir a mortalidade, as complicações e as internações decorrentes das infecções pelo vírus da gripe nos grupos de risco.

A Influenza Trivalente, vacina adotada este ano pelo Ministério da Saúde para a campanha de imunização, protege contra a Influenza sazonal (gripe comum) e também contra a H1N1.  Dados do Ministério da Saúde sobre o impacto da vacinação apontam para redução entre 32% e 45% do número de hospitalizações por pneumonias e redução entre 39% e 75% da mortalidade global. “Entre os residentes em lares de idosos, a vacinação reduz o risco de pneumonia em 60%, e o risco global de hospitalização e morte em cerca de 50% a 68%, respectivamente”, destaca a gerente de Imunização da Semsa, enfermeira Kassia Véras.

Grupos prioritários – Até o momento a Semsa imunizou 82% da população estimada no total dos cinco grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde como público-alvo da campanha. A meta era atingir 80% dessa população. Em relação a cada um dos grupos prioritários, esse porcentual também já foi ultrapassado entre os idosos (85,8%); indígenas (274,2%) e trabalhadores da saúde (117%). No grupo das crianças de 6 meses a menores de 2 anos, a taxa de imunização está em 72,8%, bem perto de ser atingida e, no das gestantes, em 58,4%.

O secretário Francisco Deodato voltou a reforçar a recomendação para que as grávidas e os pais dos bebês que devem ser vacinados não deixem de comparecer a um dos postos de vacinação. Deodato frisou que além de proteger contra Influenza sazonal (gripe comum), a vacina também imuniza contra o vírus da H1N1, que continua circulando no país, embora o quadro de pandemia da doença tenha sido controlado.

Fique por dentro:

Onde tem vacinação contra a gripe nesta sexta-feira (1º)

Das 8h às 17h: Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal; CAICs e CAIMIs, da rede estadual.

Das 8h às 16h: Parque Municipal do Idoso; Centro de Convivência da Família (em Aparecida); e Centro de Convivência da Família (na Cidade Nova).

Das 9h às 17h: Supermercados DB e Carrefour da Cidade Nova e da Ponta Negra e no Carrefour, de Flores.

Das 18h30 às 21h30: nos supermercados DB do Japiim; DB e Carrefour da av. Umberto Calderaro (antiga Paraíba); e no Amazonas Shopping (Loja Bemol).

Mais 2 UBSs oferecem tratamento para quem quer deixar cigarro

sexta-feira, junho 1st, 2012

A implantação de mais dois Ambulatórios para Tratamento de Fumantes na rede municipal de saúde, a oferta de serviços e ações de educação em saúde ao público dos PACs (Pronto Atendimento ao Cidadão) marcaram, em Manaus, o Dia Mundial Sem Tabaco, comemorado nesta quinta-feira (31). A abertura oficial da programação organizada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) aconteceu às 9h, na Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) N-06, na comunidade Nossa Senhora de Fátima II, na zona Norte, onde foi implantado um dos dois novos serviços de atendimento especializado aos fumantes. A solenidade contou com a presença da subsecretária municipal de Gestão da Saúde, Denise Machado, do secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim e do vereador Wilker Barreto, autor da Lei Municipal 1.364/2009, a chamada “Lei Antifumo”.

Durante todo o dia, equipes do Programa de Prevenção e Controle do Tabagismo, da (Semsa), estiveram nos PACs (Pronto Atendimento ao Cidadão) realizando serviços como a avaliação do nível de dependência à nicotina, exame de dosagem de monóxido de carbono, cálculo de gastos com o consumo de cigarro e, ainda, inscrevendo os fumantes interessados em participar do programa de tratamento oferecido pela rede pública. Às 15h, foi a vez da Unidade Básica de Saúde Deodato de Miranda Leão, no bairro da Glória, implantar o seu Ambulatório para Tratamento de Fumantes. “Agora, são 13 unidades da Atenção Básica a oferecer o suporte necessário para as pessoas que querem deixar o uso do cigarro, mas não conseguem fazer isto sozinhas”, destacou Denise Machado.

A Prefeitura de Manaus tem reforçado bastante o trabalho de prevenção ao Tabagismo, sobretudo entre as crianças, adolescentes e jovens, por meio de ações desenvolvidas no âmbito do Programa Saúde na Escola, destacou Denise Machado. “A imensa maioria dos fumantes começa a fazer uso do cigarro ainda na adolescência e é muito importante que as ações de prevenção consigam alcançar esse público”, frisou a subsecretária.

O secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, salientou que o Brasil tem um gasto anual altíssimo, algo em torno de R$ 14 bilhões, para tratar os agravos decorrentes do tabagismo. Ele destacou a importância da estrutura de atendimento aos fumantes, que vem sendo montada e reforçada pela Semsa. “Cuidar e reduzir os agravos decorrentes do uso do tabaco é uma tarefa muito difícil, que exige esforço contínuo, sistemático”, frisou o secretário estadual.

Avanço – Segundo dados da coordenação do Programa Municipal de Prevenção e Controle do Tabagismo, o número de pessoas inscritas no programa de tratamento saltou de 153, no ano de 2009 – quando a rede municipal de saúde dispunha de apenas duas unidades com os Ambulatórios de Tratamento de Fumantes implantados e iniciou o processo de ampliação do serviço –, para 627 inscritos, no ano passado, quando a estrutura de atendimento já contava com 11 ambulatórios. “Entre as pessoas inscritas no programa, em 2011, 58% conseguiram parar de fumar. O índice é superior ao esperado pelo Ministério da Saúde nesse modelo de tratamento, que varia entre 20% e 30% de cessação do fumo”, afirma a coordenadora do programa municipal, enfermeira Marlene Lessa. Ela informa que os interessados em obter informações sobre o serviço podem ligar para o número 0800 280 8 280.

Segundo dados da pesquisa em Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), realizada pelo Ministério da Saúde em 2011, o índice de fumantes permanece em queda no Brasil, saindo de 16,2%, no ano de 2006, para 14,8% no ano passado. Em Manaus, observa Marlene Lessa, o índice saiu de 16,2%, em 2006, para 11,9%, em 2011. “São reduções bastante expressivas, resultados de políticas públicas efetivas, adotadas em todos os níveis de governo. Mas quando traduzimos esses porcentuais e vemos que ainda estamos falando de mais de 20 milhões de fumantes no País e de 140 mil fumantes em Manaus, é que podemos dimensionar o tamanho do desafio e a importância desta data de mobilização contra o tabagismo”, disse Marlene.

Opção de tratamento – O representante comercial Marcos Antonio da Silva, 45 anos, começou a fumar aos 12 anos. Mas, hoje, comemora o fato de ter conseguido largar o cigarro. Ele participou da primeira turma de pacientes atendidos no Ambulatório de Tratamento de Fumantes implantado pela Prefeitura em maio do ano passado, na Unidade de Saúde Ambulatorial Dr. Alfredo Campos, no Zumbi. Marcos fez questão de participar, nesta quinta-feira, da implantação do novo ambulatório, na comunidade Nossa Senhora de Fátima, e de contar sua história para estimular outras pessoas a deixarem o tabagismo.

O autônomo Manoel Francisco Soares de Castro, que também começou fumar ainda menino, aos 12 anos, acompanhou com atenção o relato de Marcos Antônio. Hoje, aos 63 anos, Manoel reclama que falta o fôlego quando precisa subir uma pequena ladeira, nas proximidades da rua onde mora, na comunidade Nossa Senhora de Fátima II. “Ainda fumo de quatro a cinco cigarros por dia, mas tenho muita vontade de parar. Já tentei várias vezes, numa delas, fiquei 15 dias sem fumar. Mas sempre volto. Além da falta de fôlego tem também o peso do cigarro no bolso. O cigarro está muito caro”, afirma Manoel. O autônomo estava animado com a possibilidade de participar das atividades do Ambulatório para Tratamento de Fumantes, da UBSF N-06. “Tenho fé. Acho que agora vou conseguir parar”, disse Manoel.

A aposentada Regina Ferreira Gama, 72 anos, disse que tenta, há um ano, abandonar de vez os dois ou três cigarros que ainda fuma por dia. “Eu tenho muita tosse e minha família, meus filhos, me pedem muito para largar o cigarro. Mas sozinha a gente tem dificuldade, acho que tem que ter uma orientação”, disse dona Regina, que também pretende se inscrever no ambulatório da N-6.

Tabagismo e meio ambiente – O Dia Mundial sem Tabaco foi estabelecido, em 1987, pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Em 2012, a OMS escolheu o tema “A Interferência da Indústria do Tabaco”, para nortear as ações da data. O Brasil adaptou a abordagem para o contexto nacional, com o slogan: “Fumar: faz mal pra você, faz mal pro planeta”. O enfoque nacional será para os danos causados ao meio ambiente e à saúde da população, ao longo da cadeia de produção do tabaco, considerando fatores como o uso de agrotóxicos (que agridem ecossistemas e fumicultores), desmatamento, trabalho adolescente e infantil, além dos danos à saúde,  decorrentes da dependência química à nicotina ou do fumo passivo. Entre os males associados ao uso do cigarro está o aumento do risco para o desenvolvimento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNTs), como acidente vascular encefálico (AVC), infarto e diversos tipos de câncer.

Semsa amplia tratamento para fumantes no Dia Sem Tabaco

quinta-feira, maio 31st, 2012

No Dia Mundial Sem Tabaco, comemorado nesta quinta-feira (31), a Prefeitura de Manaus implanta mais dois Ambulatórios para Tratamento de Fumantes, ampliando de 11 para 13 o número de unidades da rede municipal de Saúde que oferecem o serviço de atendimento especializado, para pessoas que querem parar de fumar. Às 9h, com a presença do secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, será implantado o ambulatório da Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) N-06, que fica na comunidade Nossa Senhora de Fátima II, bairro Cidade de Deus, na zona Norte. Às 15h, será a vez da Unidade Básica de Saúde Deodato de Miranda Leão, no bairro da Glória, iniciar o novo serviço.

Também para marcar a data, equipes do Programa de Prevenção e Controle do Tabagismo executado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) estarão nos PACs (Pronto Atendimento ao Cidadão), das 8h às 16h, realizando serviços como a avaliação do nível de dependência à nicotina, exame de dosagem de monóxido de carbono, cálculo de gastos com o consumo de cigarro e, ainda, inscrevendo os fumantes interessados em participar do programa de tratamento oferecido pela rede pública. Todas as unidades de saúde da rede municipal foram orientadas a desenvolver atividades de educação em saúde sobre o tema.

O secretário Francisco Deodato destaca que a Semsa tem reforçado bastante o trabalho de prevenção ao Tabagismo, sobretudo entre as crianças, adolescentes e jovens, por meio de ações desenvolvidas no âmbito do Programa Saúde na Escola. Para ele, no entanto, também é fundamental que a rede pública de saúde esteja estruturada para atender os fumantes, pessoas que, em sua maioria, já desenvolveram a dependência química em relação ao cigarro e precisam de ajuda para deixar o Tabagismo. “Estudos apontam que 80% dos fumantes desejam parar de fumar, mas que apenas 3% conseguem alcançar este objetivo sem o suporte de um tratamento”, frisa Deodato.

Em relação aos dois novos ambulatórios que a Semsa está implantando para atender a esta demanda, o secretário destacou que, pela primeira vez, o serviço passará a  ser oferecido numa unidade da Estratégia Saúde da Família. A UBSF N-06 é uma “Casonas de Saúde”, como são mais conhecidas as novas UBSFs no padrão de 130 metros quadrados, que estão sendo construídas pela Prefeitura para substituir as antigas “Casinhas de Saúde”, de apenas 32 metros quadrados. “Esta nova estrutura permite ampliar a oferta de serviços e é muito importante que as ações de prevenção ao Tabagismo sejam reforçadas no contexto da Estratégia Saúde da Família, da mesma forma que tem ocorrido nas unidades de saúde tradicionais”, afirmou Deodato.

Segundo dados da coordenação do Programa Municipal de Prevenção e Controle do Tabagismo, o número de pessoas inscritas no programa de tratamento saltou de 153, no ano de 2009 – quando a rede municipal de saúde dispunha de apenas duas unidades com os Ambulatórios de Tratamento de Fumantes implantados e iniciou o processo de ampliação do serviço –, para 627 inscritos, no ano passado, quando a estrutura de atendimento já contava com 11 ambulatórios. “Entre as pessoas inscritas no programa, em 2011, 58% conseguiram parar de fumar. O índice é superior ao esperado pelo Ministério da Saúde nesse modelo de tratamento, que varia entre 20% e 30% de cessação do fumo”, afirma a coordenadora do programa municipal, enfermeira Marlene Lessa.

Segundo dados, a pesquisa em Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), realizada pelo Ministério da Saúde em 2011, o índice de fumantes permanece em queda no Brasil, saindo de 16,2%, no ano de 2006, para 14,8% no ano passado. Em Manaus, observa Marlene Lessa, o índice saiu de 16,2%, em 2006, para 11,9%, em 2011. “São reduções bastante expressivas, resultados de políticas públicas efetivas, adotadas em todos os níveis de governo. Mas quando traduzimos esses porcentuais e vemos que ainda estamos falando de mais de 20 milhões de fumantes no País e de 140 mil fumantes em Manaus, é que podemos dimensionar o tamanho do desafio e a importância desta data de mobilização contra o tabagismo”, disse Marlene.

Prevenção na Escola – No próximo dia 12 de junho, por ocasião do I Seminário Municipal de Saúde na Escola, a Semsa vai lançar a terceira edição do Concurso sobre Prevenção de Tabagismo nas Escolas Públicas de Manaus, que elegerá os melhores slogans e cartazes sobre o tema. Este concurso faz parte da estratégia do Programa Municipal de Prevenção e Controle do Tabagismo de trabalhar o tema entre crianças e jovens.

Tabagismo e meio ambiente – O Dia Mundial sem Tabaco foi estabelecido, em 1987, pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Em 2012, a OMS escolheu o tema “A Interferência da Indústria do Tabaco”, para nortear as ações da data. O Brasil adaptou a abordagem para o contexto nacional, com o slogan: “Fumar: faz mal pra você, faz mal pro planeta”. O enfoque nacional será para os danos causados ao meio ambiente e à saúde da população, ao longo da cadeia de produção do tabaco, considerando fatores como o uso de agrotóxicos (que agridem ecossistemas e fumicultores), desmatamento, trabalho adolescente e infantil, além dos danos à saúde,  decorrentes da dependência química à nicotina ou do fumo passivo. Entre os males associados ao uso do cigarro está o aumento do risco para o desenvolvimento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNTs), como acidente vascular encefálico (AVC), infarto e diversos tipos de câncer.

Coral de Idosos recebe medalhas por 2º lugar em Festival

quinta-feira, maio 31st, 2012

As vinte e duas integrantes do Coral da Terceira Idade “Memórias”, da Unidade Básica de Saúde (UBS) Geraldo Magela, localizada no bairro Armando Mendes, Zona Leste, receberam nesta quarta-feira (30) as medalhas pelo 2º lugar conquistado no III Festival de Corais da Terceira Idade. Promovido pelo Centro Estadual de Convivência do Idoso, do bairro de Aparecida, na Zona Sul, o festival aconteceu nos dias 25, 26 e 27 de abril.

O festival deste ano teve como tema o centenário de nascimento dos compositores Luiz Gonzaga, Herivelto Martins e Cartola (este último comemorado em outubro de 2008). Todos os grupos interpretaram canções que marcaram as carreiras desses três grandes nomes da música brasileira.

O Coral da UBS Geraldo Magela abriu o segundo dia do evento e apresentou versões das músicas “As Rosas Não Falam”, uma das mais famosas composições de Cartola;  “Embalança” e “Xote das Meninas”, ambas do repertório de Luiz Gonzaga.

“Os corais são uma das atividades terapêuticas que mais ajudam os idosos a lidar com as questões do envelhecimento de uma forma positiva, pois estimulam suas atividades cognitivas”, afirma a responsável técnica pelo Setor de Saúde do Idoso da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), Georgina Sarkis.

Uma das primeiras integrantes do Coral, Creuza Eunice Miranda dos Santos, 57, destaca a importância do grupo de canto para a saúde de todos os integrantes. “É bom pra nossa memória, é bom pra aliviar o estresse, é bom pra evitar desenvolvermos doenças. Com essa atividade, ficamos todos mais animados e saudáveis”.

O Coral “Memórias” existe desde 2006 e é formado por 22 idosos que se reúnem as segundas e quartas, das 8h às 9h30, no Centro de Convivência do Idoso (CCI), no Armando Mendes (anexo à UBS Geraldo Magela), onde realizam atividades educativas, lúdicas, artísticas e produtivas.

Em 2010, o Coral de Idosos já havia recebido o Prêmio Revelação no 1º Festival de Corais da Terceira Idade da Aparecida.

Semsa implanta mais 2 Ambulatórios para Tratamento de Fumantes

terça-feira, maio 29th, 2012

A Prefeitura de Manaus implanta, esta semana, mais dois Ambulatórios para Tratamento de Fumantes, ampliando para 13 o número de unidades da rede municipal de Saúde que oferecem o serviço de atendimento especializado, para pessoas que querem parar de fumar. A implantação dos ambulatórios faz parte da programação especial que será desenvolvida pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), na quinta-feira (31), Dia Mundial Sem Tabaco. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o serviço passará a ser oferecido pela Unidade Básica de Saúde Deodato de Miranda Leão, localizada no bairro da Glória, na zona Oeste e pela Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) N-06, que fica na comunidade Nossa Senhora de Fátima II, bairro Cidade de Deus, na zona Norte.

É a primeira vez que o serviço será implantado numa unidade da Estratégia Saúde da Família. A UBSF N-06 é uma das “Casonas de Saúde”, como são mais conhecidas as novas UBSFs no padrão de 130 metros quadrados, que estão sendo construídas pela Prefeitura para substituir as antigas “Casinhas de Saúde”, de apenas 32 metros quadrados. “Esta nova estrutura permite ampliar a oferta de serviços e é muito importante que as ações de prevenção ao Tabagismo sejam reforçadas no contexto da Estratégia Saúde da Família, como tem sido feito pela Prefeitura na rede de unidades de saúde tradicionais”, acrescentou Deodato.

Na quinta-feira, além da implantação dos novos ambulatórios, a Semsa também estará realizando uma série de ações de educação em saúde, que terão como foco os riscos do tabagismo. Equipes do Programa Municipal de Prevenção e Controle do Tabagismo estarão nos PACs (Pronto-Atendimento ao Cidadão), das 8h às 16h, oferecendo uma série de serviços aos frequentadores desses locais. “Aos fumantes, em especial, estaremos realizando a avaliação do nível de dependência à nicotina, exame de dosagem de monóxido de carbono, cálculo de gastos com o consumo de cigarro e fazendo a orientação e inscrição para o Ambulatório de Tratamento de Fumantes”, explica a enfermeira Marlene Lessa, coordenadora do programa.

As unidades de saúde da rede municipal realizarão palestras para os usuários e farão a distribuição de material informativo sobre o tabagismo e sobre o funcionamento dos ambulatórios para tratamento de fumantes.

Prevenção na Escola – Marlene Lessa antecipa que, no dia 12 de junho, por ocasião do I Seminário Municipal de Saúde na Escola, a Semsa também vai lançar a terceira edição do Concurso sobre Prevenção de Tabagismo nas Escolas Públicas de Manaus, que elegerá os melhores slogans e cartazes sobre o tema. Este concurso faz parte da estratégia do Programa Municipal de Prevenção e Controle do Tabagismo de trabalhar o tema entre crianças e jovens.

Tabagismo e meio ambiente – O Dia Mundial sem Tabaco foi estabelecido, em 1987, pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Em 2012, a OMS escolheu o tema “A Interferência da Indústria do Tabaco”, para nortear as ações da data. O Brasil adaptou a abordagem para o contexto nacional, com o slogan: “Fumar: faz mal pra você, faz mal pro planeta”. O enfoque nacional será para os danos causados ao meio ambiente e à saúde da população, ao longo da cadeia de produção do tabaco, considerando fatores como o uso agrotóxicos (que agridem ecossistemas e fumicultores), desmatamento, trabalho adolescente e infantil, além dos danos à saúde,  decorrentes da dependência química à nicotina ou do fumo passivo. Entre os males associados ao uso do cigarro estão o aumento do risco para o desenvolvimento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNTs), como Acidente Vascular Encefálico, infarto e diversos tipos de câncer.

Última semana da “Campanha de Vacinação contra a Influenza”

terça-feira, maio 29th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) divulgou a programação para a última semana da “Campanha de Vacinação contra a Influenza”, que termina na sexta-feira (1º de junho). Além das Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal, e dos CAICs e CAIMIs, da rede estadual, que estão vacinando das 8h às 17h, a Prefeitura de Manaus estará atuando, a partir desta terça-feira (29), com equipes volantes, que visitarão locais como maternidades, hospitais infantis e creches, além de manter postos de atendimento instalados em locais de grande circulação de pessoas, principalmente supermercados, alguns deles funcionando no horário noturno (até as 21h).

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, até a última sexta-feira (25), 160.909 pessoas já haviam sido imunizadas contra a gripe, em Manaus. A meta é chegar ao número de 176.375 pessoas, informou o secretário. A campanha de vacinação tem como público-alvo os idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 2 anos, gestantes, indígenas e trabalhadores da saúde. A Influenza Trivalente, vacina adotada este ano pelo Ministério da Saúde para a campanha de imunização, protege contra a gripe comum e também contra a H1N1. O objetivo da campanha, realizada anualmente em todo o País, é reduzir a mortalidade, as complicações e as internações decorrentes das infecções pelo vírus da gripe nos grupos de risco.

A partir desta terça-feira, as equipes volantes de vacinadores da Semsa estarão visitando as Maternidades Moura Tapajóz (na Compensa), Alvorada (no bairro do mesmo nome) e Ana Braga (no São José); o Instituto da Mulher Dona Lindu (em Adrianópolis); o Hospital e Pronto Socorro da Criança da Zona Oeste (na Compensa), a Creche do Sesi (Distrito Industrial), além de áreas do bairro do Tarumã.

Também haverá vacinação, das 8h às 16h, no Parque Municipal do Idoso (bairro Nossa Senhora das Graças); Centro de Convivência da Família (em Aparecida); e Centro de Convivência da Família (na Cidade Nova). Neste mesmo bairro, o serviço estará disponível, ainda, das 9h às 17h, nos supermercados DB e Carrefour, da avenida Noel Nutels.

A vacinação em horário noturno estará disponível, das 18h30 às 21h30, nos supermercados DB do Japiim; DB e Carrefour da avenida Umberto Calderaro (antiga Paraíba); e no Amazonas Shopping (Loja Bemol).

Semsa amplia programa “Família Brasileira Fortalecida”

segunda-feira, maio 28th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promove, de 28 a 31 deste mês, a segunda oficina de capacitação de equipes multidisciplinares para implantação do programa “Família Brasileira Fortalecida”. O programa, que tem a parceria do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e do Ministério da Saúde, prevê a adoção de kits educativos, com orientações sobre o processo de desenvolvimento das crianças, destacando os cuidados e direitos relacionados à fase chamada de primeira infância (do nascimento até os 6 anos de idade). O curso acontece das 13h às 17h, no auditório do Colégio da Polícia Militar, na av. Max Teixeira, 1.950, Cidade Nova (em frente ao frigorífico Vitelo).

“Começamos a implantar o programa em outubro do ano passado, pelo Distrito de Saúde Leste. Com esta oficina, estamos estendendo a ação para o Distrito Norte”, disse o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato. A primeira oficina alcançou aproximadamente 60 profissionais da rede municipal de saúde e de outras esferas como o Conselho Tutelar, Centros de Referência de Assistência Social (CRAS), Centros Municipais de Ensino Infantil (CEMEIs) e Pastoral da Criança. O mesmo número foi projetado para esta segunda capacitação.

Fornecidos pelo UNICEF, os kits servem de apoio para o trabalho de profissionais como agentes comunitários de saúde, educadores infantis, assistentes sociais, conselheiros tutelares, integrantes da Pastoral da Criança, entre outros. Formado por cinco álbuns, o kit aborda informações em linguagem simples e direta, com muitas figuras coloridas, que procuram retratar a realidade das famílias brasileiras. “Os profissionais capacitados para utilização do Kit passam a atuar como multiplicadores das informações, levando esse conhecimento ao maior número possível de famílias. No caso da Atenção Básica, trata-se de um material de apoio muito importante, principalmente, para o trabalho já realizado pelos agentes comunitários de saúde, nas visitas domiciliares da Estratégia Saúde da Família”, frisa Deodato.

Integrante do Setor de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa e coordenadora da oficina que será realizada para a implantação do programa, a enfermeira Ivone Amazonas explica que o Kit tem, entre suas finalidades, contribuir para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio – compartilhados por 191 países membros das Nações Unidades (ONU) –, que incluem a redução da mortalidade infantil e a melhoria da saúde materna.

Cada volume do Kit trata de um tema: “Pré-Natal, parto e pós-parto”; “O primeiro mês de vida”; “A criança do 2º ao 12º mês”; “A criança de 1 a 3 anos”; “A criança de 4 a 6 anos”. Ivone Amazonas diz que, além dos cinco volumes integrantes do Kit, a ação conta, ainda, com um volume anexo, que trata do aleitamento materno.

De acordo com Ivone Amazonas o projeto-piloto prevê a realização de uma pesquisa de qualidade, para medir os resultados obtidos com a adoção do Kit Família Brasileira Fortalecida, nas atividades desenvolvidas pelos agentes públicos, capacitados para a utilização do material.

Semsa monitora casos suspeitos de Leptospirose

segunda-feira, maio 28th, 2012

Mais de 14,3 mil visitas domiciliares já foram realizadas pelas equipes da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), como parte das ações do S.O.S Enchente, iniciadas pela Prefeitura de Manaus no dia 7 deste mês. O trabalho, realizado por pessoal de enfermagem e agentes comunitários de saúde e de endemias, vem acontecendo em 15 bairros da cidade – 7 da zona Sul; 3 da zona Oeste, 4 da zona Norte e 5 da zona Leste –, com áreas afetadas pela cheia dos rios. Além das doenças diarreicas, que têm sido a principal ocorrência identificada pelas equipes de saúde nas visitas às famílias, esta semana foi confirmado o primeiro caso de Leptospirose, desde que o trabalho iniciou nas áreas alagadas. Outros dois casos suspeitos da doença aguardam confirmação por exame laboratorial. “Um caso ocorreu na Betânia e os outros dois no Educandos, envolvendo duas pessoas da mesma família”, informou o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

O secretário ressalta que os meses de dezembro a junho, historicamente, são os que concentram o maior número de casos desta doença. Em 2011, foram confirmados 58 casos da leptospirose, em Manaus. Este ano, até o momento, são 18 casos confirmados. “Embora dentro da média de ocorrência para o período, a identificação de casos em áreas afetadas pela enchente deve servir de alerta, para que as pessoas adotem os cuidados necessários para reduzir os riscos de adquirir a doença”, afirmou.

A Leptospirose é uma infecção bacteriana, que pode se manifestar nas formas moderada ou mais severa. O contágio se dá pelo contato direto com a urina de animais infectados (como ratos, por exemplo) ou pela exposição à água contaminada pela Leptospira, que penetra no organismo através das mucosas e da pele, disseminando-se na corrente sanguínea. De acordo com a diretora do Distrito de Saúde Sul, enfermeira Rosa Nobre, dos três casos que estão sendo acompanhados pela Vigilância Epidemiológica da Semsa, somente um foi de maior gravidade e o paciente, de 24 anos, encontra-se internado na UTI de um hospital particular, com quadro já estável. “Este é, inclusive, um dos dois casos ainda pendentes de confirmação em laboratório”, frisou. Uma moradora do Educandos já teve o diagnóstico confirmado pelo exame sorológico e o neto dela, de três anos, ainda aguarda o resultado do teste. “Ambos passam bem e não houve necessidade de internação”, disse.

Nas visitas domiciliares, as equipes de saúde também já registraram 1.062 casos de doenças diarreicas. Aqueles de maior gravidade – aproximadamente 400 pessoas – foram encaminhados para atendimento nas Unidades Básicas de Saúde ou Serviços de Pronto-Atendimento. Os demais receberam acompanhamento em domicílio, incluindo a disponibilização de soro oral, para combater quadros de desidratação, associados à diarreia. Mais de 4,1 mil pacotes de soro oral já foram distribuídos nas áreas alagadas.  Como parte das ações preventivas para doenças de veiculação hídrica, a Semsa também está fazendo a distribuição de hipoclorito de sódio e orientando as famílias sobre a utilização do produto para o tratamento da água utilizada para o consumo doméstico. Já foram distribuídos 4,7 mil frascos do produto.

Trinta unidades de saúde da Semsa foram definidas como base de apoio para o atendimento das famílias das áreas alagadas, sendo 16 no Distrito de Saúde Norte, sete no Leste, 3 no Oeste e 4 no Sul. Além disso, duas Unidades Móvel de Saúde Médico-Ambulatorial e duas Odontológicas estão reforçando este atendimento, duas delas posicionadas no bairro de Aparecida e outras duas na área do Prosamim Gilberto Mestrinho.

Semsa notifica comerciantes da Barão de São Domingos e Barés

sexta-feira, maio 25th, 2012

Equipes do Departamento de Vigilância Sanitária, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), notificaram proprietários de 16 estabelecimentos localizados nas ruas Barão de São Domingos e dos Barés, no Centro da cidade, para que removam produtos como estivas e hortifrutis, armazenados em locais que oferecem risco de contaminação pelas águas da enchente ou contato com insetos ou roedores presentes nas áreas alagadas. Os comerciantes receberam prazo para adotar a providência, que tem a finalidade de proteger a população de consumir um produto eventualmente contaminado, explica o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

“Os comerciantes foram orientados a transferir seus estoques para locais com condições sanitárias mais adequadas para armazenamento. Aqueles que descumprirem a notificação do DVisa estarão sujeitos às penalidades previstas no Código Sanitário do município, que incluem aplicação de multa, inutilização dos produtos e até a interdição do estabelecimento”, explicou Pedro Contente, fiscal do órgão que coordenou a ação realizada na manhã desta quinta-feira (24). Segundo ele, na próxima segunda-feira (28), a fiscalização retornará ao local para averiguar o cumprimento das notificações.

No final da semana passada, a pedido da Secretaria Municipal de Produção e Abastecimento (Sempab), os fiscais do DVisa já haviam realizado inspeção na área de comercialização de peixes e carnes, da Feira da Manaus Moderna, na mesma região alagada, do Centro da cidade. O departamento da Semsa deu parecer pela interdição do local, por falta de condições sanitárias de funcionamento, e recomendou à Sempab a transferência dos feirantes para outra área.

Atendimento – Como parte das ações desenvolvidas pela Prefeitura de Manaus no programa S.O.S. Enchente, as equipes da Semsa continuam a percorrer as áreas alagadas da capital, levando atendimento e orientação aos moradores dessas localidades. Mais de 9 mil domicílios já foram visitados pelos agentes comunitários de saúde (ACS) e equipes de enfermagem.

A distribuição de hipoclorito para o tratamento da água; de soro oral (para ajudar no tratamento de pessoas com diarreia); e de material informativo sobre os cuidados com a água e o lixo doméstico estão entre as ações desenvolvidas pelas equipes de saúde. Trinta e duas unidades de saúde da rede municipal, incluindo duas unidades móveis, estão servindo de base para o atendimento dos moradores das áreas alagadas.

Semsa prorroga “Campanha de Vacinação contra a Influenza”

sexta-feira, maio 25th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) prorrogou até o dia 1º de junho a “Campanha de Vacinação contra a Influenza”. A medida acompanha decisão do Ministério da Saúde (MS), anunciada nesta quinta-feira (24). Em Manaus, já foram imunizadas 148.489 pessoas, de um total de 176.375 que deverão ser alcançadas até o final da campanha e que corresponderá a 80% da população estimada dos grupos prioritários definidos como público-alvo da campanha, conforme meta estipulada pelo MS.

“Em Manaus, iniciamos a quarta-feira já com 67,3% do público-alvo imunizado, acima, inclusive, da média nacional, que está em 52,5%. Mas a prorrogação é importante para assegurar a ampla cobertura vacinal de todos os grupos prioritários, principalmente na área rural da cidade onde, este ano, as dificuldades logísticas estão agravadas pela cheia recorde dos rios”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

A Campanha de Vacinação contra a Influenza teve início no dia 5 deste mês. Estão sendo imunizados os grupos formados por idosos a partir de 60 anos; crianças de 6 meses a menores de 2 anos; gestantes; indígenas e trabalhadores da saúde.

O principal objetivo da campanha de vacinação é reduzir a mortalidade, as complicações e as internações provocadas por infecções do vírus da gripe. Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2011, houve redução de 64,1% nas mortes por agravamento da gripe H1N1. Já o número de casos graves notificados diminuiu 44%.

Francisco Deodato explica que, até o dia 1º, a vacina continuará disponível nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas, da rede municipal e nos CAICs e CAIMIs da rede estadual, num total de 112 salas de atendimento. A Semsa também deverá manter a estratégia de disponibilizar a vacinação em postos extras, montados em locais de grande fluxo de pessoas, para facilitar ainda mais o acesso dos grupos prioritários à imunização que protege tanto contra gripe comum (Influenza sazonal), quanto contra a H1N1.

Nas unidades de saúde, a vacinação contra a gripe acontece de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A seguir você confere o local e o horário de funcionamento dos postos extras montados pela Semsa, para esta quinta e sexta-feira (24 e 25):

Das 8h às 16h: Parque Municipal do Idoso (na sexta-feira, será estendido até as 18h)

Das 9h às 17h: Supermercados DB e Carrefour e Centro de Convivência da Família, todos três localizados na avenida Noel Nutels, na Cidade Nova; Supermercados DB e Carrefour da Ponta Negra.

Das 18h às 21h: Supermercados DB e Carrefour da Av. Umberto Calderaro (antiga Paraíba); Hall do Stúdio 5 Festival Mall; e Loja Bemol, do Amazonas Shopping.

“Campanha de Vacinação contra Influenza” termina nesta sexta (25)

quinta-feira, maio 24th, 2012

Termina nesta sexta-feira (25), a Campanha de Vacinação contra a Influenza. Até a manhã desta quarta-feira, 141.401 pessoas já haviam sido imunizadas em Manaus, incluindo os idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 2 anos, gestantes, indígenas e trabalhadores da saúde, grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde como público-alvo da campanha. A meta, em Manaus, é imunizar 176,3 mil pessoas. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, frisa que a vacinação está disponível, das 8h às 17h, nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas, da rede municipal; e nos CAICs e CAIMIs da rede estadual, num total de 112 salas de atendimento.

Deodato acrescenta que, além das unidades de saúde, a Prefeitura de Manaus também montou postos extras de atendimento, para facilitar ainda mais o acesso dos grupos prioritários à vacina. São 10 postos extras, alguns deles funcionando à noite, das 18h às 21h (confira a lista nesta página). “Orientamos as pessoas inseridas nos grupos prioritários que ainda não se imunizaram, para que não deixem de ir a um dos postos de atendimento receber a dose da vacina”, disse o secretário. Ele salientou que o objetivo da campanha, realizada anualmente em todo o País, é reduzir a mortalidade, as complicações e as internações decorrentes das infecções pelo vírus da gripe nos grupos de risco.

A Influenza Trivalente, vacina adotada este ano pelo Ministério da Saúde para a campanha de imunização, protege contra a Influenza sazonal (gripe comum) e também contra a H1N1.  Dados do Ministério da Saúde sobre o impacto da vacinação apontam para redução entre 32% e 45% do número de hospitalizações por pneumonias e redução entre 39% e 75% da mortalidade global. “Entre os residentes em lares de idosos, a vacinação reduz o risco de pneumonia em 60%, e o risco global de hospitalização e morte em cerca de 50% a 68%, respectivamente”, destaca a gerente de Imunização da Semsa, enfermeira Kassia Véras.

Idosos acamados – Idosos acamados, que não podem ir a um posto de vacinação para receber a proteção contra a Influenza, podem solicitar a ida de um vacinador da Semsa a sua casa. O pedido pode ser feito por meio do telefone 0800-280-8-280. Kassia Véras explica que os Distritos de Saúde já estão realizando o atendimento domiciliar e que mais da metade das solicitações já foi atendida. “Quem ligou para o 0800 e ainda não recebeu a visita do vacinador não deve se preocupar, porque todos os pedidos serão atendidos”, disse a enfermeira.

A central 0800-280-8-280 funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h. É muito importante que as famílias sejam criteriosas e só façam a solicitação do serviço naqueles casos em que o idoso esteja realmente impossibilitado de comparecer à unidade de saúde para receber a vacina. Para agendar a vacinação do idoso acamado, a pessoa que ligar deverá fornecer, além do próprio nome e CPF, as seguintes informações sobre o idoso: nome, número de documento de identidade e endereço completo (se possível, com indicação de pontos de referência). É necessário informar, também, o problema de saúde do acamado.

Fique por dentro:

A vacina está disponível, das 8h às 17h, nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas, da rede municipal; e nos CAICs e CAIMIs da rede estadual, num total de 112 pontos de atendimento.

Além disso, há postos extras funcionando nos seguintes locais e horários:

Das 8h às 16h: Parque Municipal do Idoso (na sexta-feira, será estendido até as 18h)

Das 9h às 17h: Supermercados DB e Carrefour e Centro de Convivência da Família, todos três localizados na avenida Noel Nutels, na Cidade Nova; Supermercados DB e Carrefour da Ponta Negra.

Das 18h às 21h: Supermercados DB e Carrefour da av. Umberto Calderaro (antiga Paraíba); Hall do Stúdio 5 Festival Mall; e Loja Bemol, do Amazonas Shopping.

Semsa lança Processo Seletivo para vacinadores/registradores

quinta-feira, maio 24th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) publicou na terça-feira (23), no Diário Oficial do Município, edital de abertura de Processo Seletivo Simplificado (PSS) para contratação de 200 vacinadores/registradores. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, os candidatos selecionados vão atuar na Campanha de Vacinação Antirrábica Animal, que o Centro de Controle de Zoonoses da Prefeitura de Manaus vai realizar em agosto. As inscrições para o PSS são gratuitas e começam na próxima segunda-feira (28), estendendo-se até o dia 1º de junho.

O secretário municipal Francisco Deodato frisa que os vacinadores assinarão contrato temporário de 45 dias, para uma jornada de trabalho de 30 horas semanais. Os contratados terão remuneração mensal de R$ 622. Os candidatos devem ter o Ensino Fundamental Completo.

A inscrição realizada pela Internet, no site http://pss2012-semsa.manaus.am.gov.br. Após preencher a ficha eletrônica, o candidato deverá imprimir o comprovante de inscrição. Este comprovante, junto com os originais e cópias da Carteira de Identidade, do CPF, do certificado de conclusão do Ensino Fundamental, do comprovante de experiência na função (quando houver) e do Curriculum Vitae devem sem entregues no posto de atendimento que funcionará no Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), localizado na av. Brasil, s/nº, Compensa (próximo à sede da Semulsp).

A inscrição pela Internet poderá ser feita da 00h do dia 28 de maio até as 23h59 do dia 1º de junho. A entrega do comprovante de inscrição e demais documentos ao posto montado no CCZ, poderá ser feita até o dia 4 de junho. Este posto de atendimento funcionará de segunda a sexta-feira, somente na parte da manhã, das 9h às 12h.

Campanha – De acordo com o diretor do CCZ, médico veterinário Francisco Zardo, a Campanha de Vacinação Antirrábica deverá alcançar, aproximadamente, 200 mil animais (entre cães e gatos), na área urbana de Manaus. Ele destaca que o trabalho de vacinação dos animais, na área rural, já está em andamento (começou em meados de março) e deve ser concluído até 15 de junho, com a imunização de quase 4 mil cães e gatos.

Zardo explica que os vacinadores contratados pelo Processo Seletivo Simplificado para atuar na campanha de vacinação passarão por um treinamento prévio. “Para os candidatos que já tiverem experiência no trabalho de vacinação de cães e gatos, será um momento de atualização. Os novatos serão orientados sobre as técnicas de abordagem e mobilização dos animais, os cuidados com o acondicionamento da vacina e os procedimentos de registro no cartão de vacinação do animal”, disse o gestor.

 

Semsa alerta sobre prazo para acompanhamento do Bolsa Família

quarta-feira, maio 23rd, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) orienta os beneficiários do Programa Bolsa Família (PBF), do Governo Federal, a não deixarem para os últimos dias a consulta periódica de acompanhamento das condicionalidades de saúde. A consulta deve ser feita em uma das Unidades Básicas de Saúde da rede municipal. O acompanhamento é uma das exigências a serem cumpridas pelos inscritos no programa para a manutenção do benefício. O prazo da consulta referente a este primeiro semestre termina em 29 de junho.

Até a primeira quinzena deste mês, de um total de 94,2 mil famílias inscritas no programa federal, na capital do Amazonas, aproximadamente 30,9 mil haviam comparecido à unidade de saúde para fazer o acompanhamento.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, explica que as famílias inseridas no programa este ano, devem procurar a Unidade Básica de Saúde mais próxima de sua residência. No caso dos beneficiários antigos, a consulta deve ser feita na unidade de saúde onde a família já vinha sendo acompanhada.

Para o beneficiário que mudou de endereço entre dezembro do ano passado e janeiro deste ano, a orientação é procurar um dos 18 Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) da Prefeitura de Manaus, para informar o novo local de moradia. “Somente após efetuar esse procedimento é que o beneficiário poderá escolher uma nova unidade de saúde, mais próxima de sua casa, para fazer o acompanhamento”, frisa a coordenadora da Equipe Técnica de Ações em Alimentação e Nutrição da Semsa, Danielle Belota.

No ato da consulta, na unidade de saúde, o beneficiário precisa apresentar o cartão do Programa Bolsa Família, com identificação do Número de Inscrição Social (NIS), cartão de vacinação da criança e, no caso das grávidas, o cartão de Pré-Natal. “Os pais precisam estar atentos para manter atualizado o cartão de vacinação dos filhos. Essa exigência vale para crianças com até sete anos de idade”, frisa Danielle.

Autismo infantil é tema de capacitação promovida pela Semsa

quarta-feira, maio 23rd, 2012

Termina nesta terça-feira (22), o curso de “Capacitação em Autismo Infantil” promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), para médicos e enfermeiros da Atenção Básica. A programação do curso, que está sendo realizado no auditório da Secretaria, começa às 14h30 e incluirá três palestras ministradas por profissionais da área de Psiquiatria, Psicologia e Nutrição. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, afirma que a capacitação integra a programação que a Prefeitura de Manaus vem executando desde o final de 2009, com a finalidade de fortalecer o diagnóstico precoce da doença e o encaminhamento dos pacientes para o atendimento especializado.

Atualmente, as unidades de referência da rede municipal de Saúde para atendimento às pessoas com diagnóstico de autismo são o Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) localizado no bairro da Cachoeirinha, direcionado ao público adulto, e o CAPS do tipo “i”, que funciona no conjunto Acariquara e é voltado para o acompanhamento de crianças e adolescentes.

A primeira palestra desta tarde abordará os “Aspectos Clínicos, Diagnóstico e Tratamento do Autismo” e será proferida pelo psiquiatra Leandro Fajardo, coordenador do Comissão de Residência Médica do Hospital Psiquiátrico Eduardo Ribeiro. Em seguida, a nutricionista Eliana Rodrigues, do Centro de Atenção Psicossocial (CAPSi), da Semsa, falará sobre o “Aspecto Nutricional do Autista”. O tema de encerramento da programação será “Autismo Infantil na Visão do Psicólogo”, apresentado pela psicóloga Silmara Cristina Mesquita Barbosa, da Associação de Amigos do Autista do Amazonas (AMA).

Na segunda-feira, primeiro dia do evento, a pediatra geneticista e professora da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Vânia Gadelha, fez palestra sobre o tema “Entendo o Autismo”. Em seguida, a psicóloga Milena Derzi falou sobre “Técnicas de Intervenção em Comportamentos Inadequados”. A programação foi encerrada com uma apresentação sobre o trabalho da Associação Amigos dos Autistas do Amazonas (AMA), feita pelo presidente da entidade, Edmando Saunier.

Prefeitura leva “Carretas da Mulher” às Zonas Norte, Oeste e Leste

quarta-feira, maio 23rd, 2012

Os bairros Lírio do Vale II, na zona Oeste e Armando Mendes, na zona Leste e a comunidade Riacho Doce, na Cidade Nova, zona Norte recebem, a partir desta quarta-feira (23), os serviços das Unidades Móveis de Saúde da Mulher, da Prefeitura de Manaus. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, as “Carretas da Mulher” – como são mais conhecidas as unidades móveis que oferecem os exames de mamografia, ultrassonografia e coleta de exame preventivo do câncer de colo do útero – devem permanecer por, aproximadamente, 15 dias úteis nestas áreas.

Cada um dos três bairros receberá duas “Carretas da Mulher”. No Lírio do Vale II, as unidades móveis ficarão posicionadas na rua Central (ao lado do ginásio de esportes). No Armando Mendes, as duas “carretas” estarão atendendo na rua “J”, ao lado do Centro de Convivência do Idoso. Na comunidade Riacho Doce, as unidades atenderão ao lado da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Santa Rita de Cássia, que fica na Av. Santos Dias, s/nº.

Deodato destaca que para fazer os exames de mamografia e ultrassonografia nas “Carretas da Mulher”, é necessário o encaminhamento médico, que está sendo realizado pela rede de Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) e Policlínicas dos respectivos bairros onde as unidades móveis estarão posicionadas. No caso do preventivo de câncer de colo do útero, o encaminhamento ao exame é feito pelas equipes de atendimento nas próprias “Carretas”.

Na semana passada, as “Carretas da Mulher” encerraram o período de atendimento nos bairros da Paz, Colônia Antonio Aleixo e Santa Etelvina. Desde que começaram a funcionar, em agosto do ano passado, as Unidades Móveis de Saúde da Mulher já realizaram mais de 32 mil atendimentos, entre mamografias, ultrassonografias e preventivos.

Prefeitura inicia abastecimento de medicamentos referente a junho

quarta-feira, maio 23rd, 2012

A Prefeitura de Manaus iniciou esta semana, o abastecimento de medicamentos e itens farmacêuticos nas unidades de saúde do município, referente ao mês de junho. O trabalho, que é feito pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), estender-se-á até o próximo dia 15, cobrindo os quatro Distritos de Saúde da área urbana.

O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa que a população pode consultar a lista de medicamentos na página que a Semsa mantém na Internet, hospedada no Portal da Prefeitura. Basta entrar no site www.pmm.am.gov.br ou www.manaus.am.gov.br, ir em “Escolha a Secretaria” e clicar em Semsa. No link “Medicamentos” são encontradas as planilhas com os medicamentos agrupados por programas.

Na sexta-feira (25), o trabalho de abastecimento será concluído nas unidades do Distrito de Saúde Sul (Disa Sul). De 28 de maio a 1º de junho, será a vez das unidades do Disa Oeste. A reposição de estoques do Disa Leste acontecerá de 4 a 8 de junho. Entre os dias 14 e 18, o reabastecimento mensal será concluído pelas unidades do Disa Norte.

Antibióticos – A Semsa reforça que, visando atender Resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que estabeleceu novos critérios de embalagem, rotulagem, dispensação e controle dos antibióticos, a dispensação desse tipo de medicamento, na rede municipal de saúde, é realizada somente nas Policlínicas, Unidades Básicas de Saúde de Pronto Atendimento (UBS/PAs) e unidades do Programa Farmácia Gratuita. “Não há dispensação de antibióticos, por exemplo, nas Unidades Básicas de Saúde da Família”, frisa Maria Vanda Viana, da Gerência de Medicamentos da Semsa.

Na zona Sul da cidade, as unidades de referência para a retirada gratuita de antibióticos na rede municipal de Saúde são as Policlínicas Castelo Branco, no Parque 10, e Dr. Antônio Reis, no São Lázaro; e a Farmácia Gratuita localizada no V-8. Na zona Norte, a dispensação de antibióticos está sendo feita na Policlínica Enfª. Anna Barreto, no Monte Sião; Policlínica José Antônio da Silva, no Monte das Oliveiras; UBS/PA Balbina Mestrinho, na Cidade Nova e na unidade do Programa Farmácia Gratuita que funciona no terminal de ôninus do mesmo bairro, o T3.

Já na zona Oeste, os antibióticos podem ser retirados nas Policlínicas Dr. Raimundo Franco de Sá, no Nova Esperança; Dr. Djalma Batista, na Compensa I e na Farmácia Gratuita da Compensa. Na zona Leste, a retirada desse medicamento pode ser feita nas Policlínicas Dr. Comte Telles, no São José III; e Enfª Ivone Lima, no São José III, além das unidades do Farmácia Gratuita instaladas no T4, do bairro Jorge Teixeira, e T5, no São José.

Ao definir regras mais rígidas para a embalagem, rotulagem, dispensação e controle dos antibióticos, um dos objetivos da Anvisa é inibir a automedicação e o uso indiscriminado desse tipo de medicamento. A regra vale para 93 tipos de substâncias antimicrobianas que compõem todos os antibióticos registrados no Brasil, como amoxicilina, azitromicina e cefalexina.

Carretas da Mulher

terça-feira, maio 22nd, 2012

Os bairros Lírio do Vale II, na zona Oeste; Armando Mendes, na zona Leste e a comunidade Riacho Doce, na Cidade Nova, zona Norte, são as próximas localidades a receber os serviços das seis Unidades Móveis de Saúde da Mulher, da Prefeitura de Manaus. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, as “Carretas da Mulher” – como são mais conhecidas as unidades móveis que oferecem os exames de mamografia, ultrassonografia e coleta de exame preventivo do câncer de colo do útero – iniciam o atendimento nesta quarta-feira (23), devendo permanecer nestas áreas por, aproximadamente, 15 dias úteis.

Cada um dos três bairros receberá duas “Carretas da Mulher”. No Lírio do Vale II, as unidades móveis ficarão posicionadas na rua Central (ao lado do ginásio de esportes). No Armando Mendes, as duas “carretas” estarão atendendo na rua “J”, ao lado do Centro de Convivência do Idoso. Na comunidade Riacho Doce, as unidades atenderão ao lado da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Santa Rita de Cássia, que fica na av. Santos Dias, s/nº.

O secretário Francisco Deodato salienta que para fazer os exames de mamografia e ultrassonografia nas “Carretas da Mulher”, é necessário o encaminhamento médico, que está sendo realizado pela rede de Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) e Policlínicas dos respectivos bairros onde as unidades móveis estarão posicionadas. No caso do preventivo de câncer de colo do útero, o encaminhamento ao exame é feito pelas equipes de atendimento nas próprias “Carretas”.

Na última sexta-feira, as “Carretas da Mulher” encerraram o período de atendimento nos bairros da Paz, Colônia Antonio Aleixo e Santa Etelvina. Desde que começaram a funcionar, em agosto do ano passado, as Unidades Móveis de Saúde da Mulher já realizaram mais de 32 mil atendimentos, entre mamografias, ultrassonografias e preventivos.

“Vacinação contra a Influenza” termina na sexta-feira (25)

terça-feira, maio 22nd, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) alerta que a “Campanha de Vacinação contra a Influenza”, iniciada no dia 5 deste mês, se encerra na próxima sexta-feira (25). Devem se vacinar os idosos a partir de 60 anos; crianças de 6 meses a menores de 2 anos; gestantes; indígenas e trabalhadores da saúde, grupos populacionais definidos pelo Ministério da Saúde como público-alvo da campanha deste ano. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, frisa que a vacinação está disponível, das 8h às 17h, nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal; e nos CAICs e CAIMIs da rede estadual. Além desses locais, a Prefeitura de Manaus também montou postos extras de atendimento, para facilitar ainda mais o acesso dos grupos prioritários à vacina.

São 10 postos extras de vacinação, montados em locais de grande movimento de pessoas. Quatro deles estão funcionando à noite, das 18h às 21h, nos supermercados DB e Carrefour da av. Umberto Calderaro (antiga Paraíba); no hall do Stúdio 5 Festival Mall; e na loja Bemol do Amazonas Shopping.

No Parque Municipal do Idoso, na zona Centro-Sul, também tem vacinação, das 8h às 16h. Na zona Norte, equipes de vacinadores estão atendendo das 9h às 17h, nos supermercados DB e Carrefour e no Centro de Convivência da Família, todos três localizados na avenida Noel Nutels, na Cidade Nova. Na zona Oeste, a opção são os postos montados nos supermercados DB e Carrefour, da Ponta Negra, também no horário das 9h às 17h.

Segundo o último balanço divulgado pela Gerência de Imunização da Semsa, 125.909 pessoas já haviam sido imunizadas em Manaus, até a última sexta-feira (18),  incluindo idosos, crianças de 6 meses a menores de 2 anos, gestantes, indígenas e trabalhadores da saúde. Na capital do Amazonas a previsão é de que serão imunizadas, aproximadamente, 180 mil pessoas.

Idosos acamados – Idosos acamados, que não podem ir a um posto de vacinação para receber a proteção contra a Influenza, podem solicitar à ida de um vacinador da Semsa a sua casa. O pedido pode ser feito por meio do telefone 0800-280-8280. A gerente de Imunização da Semsa, enfermeira Kassia Véras, explica que os Distritos de Saúde já estão realizando o atendimento domiciliar e que mais da metade das solicitações já foi atendida. “Quem ligou para o 0800 e ainda não recebeu a visita do vacinador não deve se preocupar, porque todos os pedidos serão atendidos”, disse a enfermeira.

A central 0800-280-8280 funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h. É muito importante que as famílias sejam criteriosas e só façam a solicitação do serviço naqueles casos em que o idoso esteja realmente impossibilitado de comparecer à unidade de saúde para receber a vacina. Para agendar a vacinação do idoso acamado, a pessoa que ligar deverá fornecer, além do próprio nome e CPF, as seguintes informações sobre o idoso: nome, número de documento de identidade e endereço completo (se possível, com indicação de pontos de referência). É necessário informar, também, o problema de saúde do acamado.

Vacinação contra a Influenza

segunda-feira, maio 21st, 2012

Na reta final da Campanha de Vacinação contra a Influenza (gripe), que termina na próxima sexta-feira (25), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está ampliando o número de postos de atendimento montados em pontos estratégicos e em horários alternativos, para facilitar o acesso dos grupos populacionais definidos como público-alvo da campanha. Além do atendimento que está sendo feito, das 8h às 17h, nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal; e nos CAICs e CAIMIs da rede estadual, esta semana a vacina pode ser encontrada em mais oito postos extras, informa o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

Quatro desses postos funcionarão à noite (das 18h às 21h), nos supermercados DB e Carrefour da av. Umberto Calderaro (antiga Paraíba); no hall do Stúdio 5 Festival Mall; e na loja Bemol do Amazonas Shopping. No Parque Municipal do Idoso, na zona Centro-Sul, também tem vacinação, das 8h às 16h. Na zona Norte, háverá equipes de vacinadores atendendo das 9h às 17h, nos supermercados DB e Carrefour e no Centro de Convivência da Família, todos três localizados na avenida Noel Nutels, na Cidade Nova.

A Campanha de Vacinação contra a Influenza teve início no dia 5 deste mês. Até a última sexta-feira, 125.909 pessoas já haviam sido imunizadas em Manaus, incluindo idosos, crianças de 6 meses a menores de 2 anos, gestantes, indígenas e trabalhadores da saúde. Na capital do Amazonas,  a previsão é de que serão imunizadas, aproximadamente, 180 mil pessoas.

Idosos acamados – Idosos acamados, que não podem ir a um posto de vacinação para receber a proteção contra a Influenza, têm a alternativa de solicitar à ida de um vacinador da Semsa a sua casa. O pedido pode ser feito por meio do telefone 0800-280-8280. A gerente de Imunização da Semsa, enfermeira Kassia Véras, explica que os Distritos de Saúde já estão realizando o atendimento domiciliar e que mais da metade das solicitações já foi atendida. “Quem ligou para o 0800 e ainda não recebeu a visita do vacinador não deve se preocupar, porque todos os pedidos serão atendidos”, disse a enfermeira.

A central 0800-280-8280 funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h. É muito importante que as famílias sejam criteriosas e só façam a solicitação do serviço naqueles casos em que o idoso esteja realmente impossibilitado de comparecer à unidade de saúde para receber a vacina. Para agendar a vacinação do idoso acamado, a pessoa que ligar deverá fornecer, além do próprio nome e CPF, as seguintes informações sobre o idoso: nome, número de documento de identidade e endereço completo (se possível, com indicação de pontos de referência). É necessário informar, também, o problema de saúde do acamado.

Semsa inicia aplicação de fumacê nas áreas alagadas

segunda-feira, maio 21st, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) iniciou na sexta-feira (18) operação de aplicação de fumacê nas áreas atingidas pela enchente, uma ação preventiva de combate à dengue nesses locais, porque a água parada é um dos principais criadouros do mosquito transmissor da doença, o Aedes Aegypti.

A programação deve durar cerca de quatro semanas, percorrendo aproximadamente 10 mil imóveis das zonas Oeste, Sul e Centro-Sul, que são as áreas mais atingidas pela cheia. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa que as ações alcançarão as áreas do Centro da cidade e os bairros São Raimundo, São Jorge, Glória e Compensa. Serão 52 agentes de endemias envolvidos na operação, que conta com o apoio da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), Instituto Municipal de Trânsito (Imtrans) e Guarda Municipal.

Manaus fora da lista dos municípios com mais casos de dengue

segunda-feira, maio 21st, 2012

Balanço apresentado na quinta-feira (17), pelo Ministério da Saúde (MS), mostra que Manaus está fora da lista dos municípios com maior número de casos de dengue no país, neste ano de 2012. Manaus apresentou redução de 95% no número de casos da doença nos quatro primeiros meses deste ano, em relação ao mesmo período de 2011.

As ações de combate à dengue na capital amazonense são realizadas pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). O secretário, Francisco Deodato, diz que os resultados positivos mostram a decisão acertada do órgão de antecipar a Operação de Combate à Dengue, que normalmente começa em dezembro e desta vez iniciou em outubro de 2011, encerrando em março de 2012. Outro dado que ele ressalta é a parceria formada com o Governo do Estado e com as Forças Armadas, esta última com grande know-how em ocupação territorial, o que permitiu dar maior capilaridade às ações de inspeção nos imóveis de Manaus.

Segundo o balanço apresentado pelo ministro Alexandre Padilha, os dez municípios com maior número de casos da doença, nesses quatro primeiros meses do ano, foram: Rio de Janeiro (64.675), Fortaleza (10.156), Recife (6.343), Palmas (4.706), Cuiabá (4.460), Goiânia (4.128), Natal (3.779), Itabuna (3.088), Aparecida de Goiânia (3.022) e Teresina (3.000). Considerando a incidência (calculada na proporção de um caso a cada 100 mil habitantes), os três municípios com as maiores taxas registradas foram: Palmas (2.494,7), Itabuna (1.445,3) e Rio de Janeiro (1.045,4), respectivamente.

Dez estados concentram 81,6% (233.488) dos casos notificados em 2012 – Rio de Janeiro (80.160), Bahia (28.154), Pernambuco (27.393), São Paulo (19.670), Ceará (17.205), Minas Gerais (14.006), Mato Grosso (13.802), Tocantins (11.589), Pará (11.223) e Rio Grande do Norte (10.286).

O número de óbitos por dengue no Brasil caiu 84% nos quatro primeiros meses de 2012, em comparação ao mesmo período de 2010. Há dois anos foram registradas 467 mortes pela doença entre janeiro e abril. Já no primeiro quadrimestre deste ano o número caiu para 74 óbitos. Houve diminuição de 91% nos casos graves da doença, que passaram de 11.845 em 2010, para 1.083 registros em 2012. Já o número total de casos teve retração de 58% – foram 286.011 casos da doença em 2012, contra 682.130 em 2010.

Novas Farmácias Gratuitas

segunda-feira, maio 21st, 2012

As duas novas unidades do Programa Farmácia Gratuita inauguradas pela Prefeitura de Manaus já realizaram mais de 1,2 mil atendimentos, desde que começaram a funcionar, no último dia 7. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, estes atendimentos resultaram na dispensação de 53.479 itens farmacêuticos. Localizadas no bairro da Compensa I, zona Oeste, e no V-8, zona Centro-Sul, as duas unidades ampliaram para cinco o número de pontos de atendimento do programa, que começou a ser implantado pelas zonas Norte e Leste da cidade.

Francisco Deodato frisa que o objetivo das Farmácias Gratuitas é facilitar o acesso da população aos itens da chamada farmácia básica. Nas unidades do programa a população tem acesso a 96 itens de medicamentos, incluindo antibióticos, analgésicos, antitérmicos, anti-inflamatórios, antiasmáticos, para controle de hipertensão e diabetes, anticoncepcionais e medicamentos de saúde mental (como anticonvulsivos, antidepressivos, remédios para Mal de Parkinson). Aos pacientes diabéticos, que fazem tratamento à base de insulina, também é disponibilizada a seringa para aplicação do medicamento.

As farmácias estão interligadas on-line com a Central de Medicamentos do Município – que funciona no bairro do Planalto, zona Centro-Oeste da cidade. Essa interligação, explica Deodato, permite um monitoramento preciso dos estoques de medicamentos, para garantir a eficiência do abastecimento de cada unidade do programa.

Orientação – Nas unidades da Farmácia Gratuita, o cidadão também tem à sua disposição um farmacêutico e uma equipe de técnicos que, além de auxiliar na dispensação, orientam sobre o uso correto dos medicamentos.

Para retirar o medicamento na Farmácia Gratuita é preciso apresentar apenas a receita expedida por médico credenciado pelo SUS (Sistema Único de Saúde). A receita precisa conter: nome completo do paciente, medicamento prescrito com o nome genérico (não pode ser o nome comercial), forma farmacêutica, dosagem e modo de usar; carimbo do médico/prescritor e número da inscrição no Conselho Regional; assinatura do médico/prescritor e data de emissão da receita.

A receita precisa estar dentro do prazo de validade: 14 dias para antibióticos; 90 dias para medicamentos de uso contínuo; 30 dias para os demais medicamentos do elenco básico.

Acesso – A Farmácia Gratuita da Compensa I está localizada na avenida Brasil, próximo ao PAC (Pronto Atendimento ao Cidadão) e à feira do bairro, um local de grande fluxo de pessoas. A unidade do V-8 funciona na avenida Efigênio Sales, que é um importante corredor do transporte coletivo. Por lá, passam, por exemplo, as linhas de ônibus 678 (T4-T5-V8 Ponta Negra); 652 (T4-V8-Centro); 672 (T4-V8-Centro); e 213 (Ceasa-V8).

Inaugurações “Casonas” e USA Sálvio Belota

quinta-feira, maio 17th, 2012

A Prefeitura de Manaus inaugurou nesta quarta-feira (16), na zona Norte da cidade, quatro Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) e colocou em funcionamento a Unidade de Saúde Ambulatorial (USA) Sálvio Belota, que passa a atender em três turnos, inclusive aos sábados. Construídas no novo padrão ampliado de 130 metros quadrados e com novos serviços, as “Casonas” da Saúde – como são mais conhecidas as UBSFs –, estão substituindo as antigas “Casinhas”, que funcionam em imóveis de apenas 32 metros quadrados. A entrega das unidades à população foi feita pelo prefeito Amazonino Mendes e o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

Na USA Sálvio Belota, o prefeito disse que a unidade passa a ser uma referência naquela área da cidade. “Esta é uma região que, embora tenha uma grande demanda por atendimento ambulatorial, ainda não contava com uma unidade de saúde deste porte”, afirmou o prefeito. Ele destacou que a unidade foi totalmente reconstruída e agora é a segunda da rede municipal de saúde a adotar o atendimento em três turnos, funcionando de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h, e aos sábados, das 7h às 19h. A primeira foi a USA Alfredo Campos, localizada no Zumbi.

“Além de ampliar a oferta de atendimento ambulatorial em áreas da cidade onde a demanda por esses serviços cresceu muito nos últimos anos, as unidades que estão passando a funcionar neste modelo visam facilitar o acesso aos serviços de saúde, para pessoas que trabalham em horário comercial e, muitas vezes, deixam de procurar o médico porque não têm um horário alternativo para a consulta”, ressaltou o secretário Francisco Deodato. Segundo ele, a USA Sálvio Belota tem capacidade para realizar 25 mil atendimentos/mês, incluindo as consultas médicas, todos os demais serviços e oferta de exames laboratoriais.

Na Sálvio Belota os usuários da rede têm acesso a consultas nas especialidades de clínica médica, pediatria, ginecologia e odontologia. O serviço de odontologia foi, inclusive, ampliado, passando de um para três gabinetes. Serviços como imunização, inalação, coleta de exame preventivo de colo de útero e todos os programas de saúde executados na Atenção Básica – como é o caso do Hiperdia, que faz o acompanhamento de diabéticos e hipertensos – também estão disponíveis na unidade.

Uma novidade importante no novo modelo de funcionamento é a estrutura de apoio diagnóstico. “A população atendida pela USA Sálvio Belota passa a contar com os serviços de mamografia, eletrocardiograma e Raio-X. A unidade também dispõe de um posto de coleta para exames, que está interligado ao moderno Laboratório Distrital Norte Dr. Manoel Bastos Lira, localizado na Cidade Nova”, frisa Deodato. A USA tem capacidade para realização de 1.560 mamografias/mês e o mesmo número para exames radiológicos e eletrocardiograma.

Novas “Casonas” – O prefeito inaugurou, nesta quarta-feira, a UBSF N-21, no Amazonino Mendes/Mutirão, área que não tinha cobertura da Estratégia Saúde da Família; a UBSF N-13, localizada na comunidade Riacho Doce II; a UBSF N-17, na comunidade Campo Dourado; e a UBSF N-48, que substitui o antigo Posto de Saúde Rural (PSR) São João, no Km 04, da estrada BR-174.

“No caso da UBSF N-48, a nova estrutura de atendimento representa um grande avanço em relação à que estava disponível para a comunidade daquela área. O PSR funcionava num imóvel de madeira. Agora, além das instalações ampliadas, a comunidade poderá contar com o serviço de odontologia, que não era oferecido no antigo posto e é um dos diferenciais das novas UBSFs em relação às ‘Casinhas’ que estão sendo substituídas”, observou o secretário Francisco Deodato.

As “Casinhas” atuais oferecem consultas médicas, de enfermagem e visitas domiciliares. A estrutura ampliada do novo modelo de UBSF permite que as famílias cadastradas na unidade passem a receber, também, atendimento odontológico, além de ter acesso aos serviços de coleta de exames e imunização. Nebulização, curativo e acesso à farmácia básica também passam a ser oferecidos em espaços físicos adequados, dentro dos parâmetros preconizados pelo Ministério da Saúde. “As novas unidades têm uma estrutura mais digna para atendimento dos usuários e garantem melhores condições de trabalho às equipes da Saúde da Família”, afirma Francisco Deodato.

Cada UBSF acompanha um número definido de pessoas (entre 4 mil e 5 mil usuários), que vivem em uma área geográfica delimitada. O atendimento é feito na própria unidade de saúde e, também, em visitas domiciliares. A Estratégia Saúde da Família inclui ações de promoção à saúde e de prevenção, recuperação e reabilitação de doenças e agravos mais comuns.

Semsa identifica doenças diarréicas nas áreas alagadas

quarta-feira, maio 16th, 2012

As doenças diarréicas têm sido a principal ocorrência identificada pelas equipes de saúde da Prefeitura de Manaus, nas visitas domiciliares que estão acontecendo nas áreas alagadas das zonas Sul e Oeste da cidade, como parte das ações do S.O.S Enchente. De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), as equipes já percorreram mais de 3 mil domicílios levando orientação e fazendo a busca ativa de casos de doenças, principalmente aquelas de veiculação hídrica (transmitidas pela água contaminada). No universo de imóveis visitados, foram identificados 200 casos de pessoas (adultos e crianças) com quadro de diarréia.

“A grande maioria dos casos não apresenta gravidade e está sendo tratado no próprio domicílio, inclusive com o suporte do soro oral, que está sendo distribuído pela Prefeitura, para evitar os quadros de desidratação decorrentes da diarreia. Apenas alguns casos mais agudos exigiram encaminhamento paras as unidades de saúde definidas como base de atendimento das áreas alagadas, ou para os Serviços de Pronto Atendimento mais próximos”, explica o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

Desde a semana passada, as equipes da Semsa que estão atuando nas áreas alagadas da cidade intensificaram as ações de educação em saúde com foco nos cuidados com a água contaminada e o lixo. As famílias também estão recebendo frascos de hipoclorito de sódio (água sanitária) e sendo orientadas sobre o uso do produto, destinado ao tratamento da água usada para as atividades domésticas. Mais de 3,7 mil frascos dos produtos já foram entregues às famílias, nas zonas Sul e Oeste.

A enfermeira Suélida Barreto, que está coordenando as equipes de atendimento da Semsa nas áreas alagadas da zona Sul da cidade, fala da dificuldade que as famílias têm em evitar, por exemplo, que as crianças se exponham às águas da enchente, correndo o risco de adquirir doenças. “Mesmo assim, temos reforçado a importância de se evitar esse contato e de não fazer uso da água do igarapé para atividades domésticas, como a lavagem de utensílios, de verduras ou para tomar banho. É fundamental, também, que ao primeiro sintoma de diarréia em algum membro da família, o agente comunitário de saúde da área seja logo avisado, para as providências de atendimento”, destacou Suélida.

Mapeamento dos poços comunitários – De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (DVEAM), da Semsa, já está mapeando os poços comunitários onde os moradores das áreas alagadas costumam se abastecer de água para o consumo doméstico. Amostras da água desses poços serão coletadas para análise em laboratório. A medida vai permitir identificar se o lençol freático das áreas afetadas pela enchente está comprometido, com reflexo na potabilidade na água que vem sendo consumida pelos moradores.

Até o momento não foram identificados pelas equipes de saúde que estão atuando nas zonas Oeste e Sul, casos de outras doenças de veiculação hídrica importantes, como a Leptospirose e a Hepatite A, por exemplo. No entanto, como a situação é de risco para essas doenças, a Semsa também está adotando medidas que podem ajudar a preveni-las. No caso específico da Leptospirose, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Prefeitura deve iniciar, na próxima semana, um trabalho desratização, no entorno das áreas alagadas. “Conforme o rio vai subindo, os roedores vão abandonando suas tocas, nas áreas ribeirinhas, e procurando abrigo em áreas secas, próximas de locais onde possam encontrar alimento. Vamos fazer uma espécie de cordão de isolamento, com aplicação de armadilhas e de raticida (bloco parafinado). O procedimento será repetido, inclusive, quando as águas começarem a baixar”, explicou o veterinário Francisco Zardo, diretor do CCZ.

Malária – As ações do S.O.S Enchente tiveram início pelos bairros com áreas inundadas nas zonas Sul e Oeste da cidade mas, esta semana, começaram a ser expandidas para nove áreas das zonas Norte e Leste, também afetadas pela enchente: Novo Aleixo, Riacho Doce, Monte das Oliveiras, Terra Nova II, Mauazinho, Lago do Aleixo, Vila da Felicidade, Puraquequara e Zumbi II.

Na zona Leste, além das atividades que seguem o mesmo padrão da ação desenvolvida nas demais zonas da cidade, o S.O.S Enchente vai fortalecer as ações de prevenção à Malária, com a distribuição 16 mil mosquiteiros impregnados de inseticida – os chamados MILDs. “A incidência da Malária na zona Leste é tradicionalmente baixa. Mas agora, o aumento das áreas inundadas pode favorecer a proliferação do mosquito transmissor da doença, nessa região”, explica o assessor técnico do DVEAM, Vanderson Sampaio.  A instalação dos mosquiteiros deve abranger, aproximadamente, 40 localidades, num total de 5 mil imóveis.

Inaugurações de “Casonas” e USA Sálvio Belota na Zona Norte

quarta-feira, maio 16th, 2012

A Prefeitura de Manaus inaugura, nesta quarta-feira (16), na zona Norte da cidade, a mais populosa da capital amazonense, quatro Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs) e coloca em funcionamento a Unidade de Saúde Ambulatorial (USA) Sálvio Belota, que passa a funcionar em três turnos, inclusive aos sábados.

As novas “Casonas de Saúde da Família”, como são popularmente conhecidas as UBSFs, são no novo padrão ampliado de 130 metros quadrados e com mais serviços à população. Estão substituindo as antigas “Casinhas de Saúde”, que funcionam em imóveis de apenas 32 metros quadrados.

As unidades entregues nesta quarta-feira fazem parte do Programa de Reestruturação de Rede Pública Municipal de Saúde, que já concluiu 70 obras, entre reformas e construções.

Inauguração de mais quatro “Casonas” de Saúde da Família e USA Sálvio Belota

9h – UBSF N-21 – rua 32 (esquina com rua 83), no Amazonino Mendes/Mutirão, Cidade Nova

10h – UBSF N-13 – rua Carlos Gomes, comunidade Riacho Doce II, Cidade Nova

10h30 – UBSF N-17 – rua Tucumã (esquina com rua Plutão), comunidade Campo Dourado, Cidade Nova

11h – USA Sálvio Belota – rua João Monte Fusco, 7.866, Santa Etelvina

15h30 – UBSF N-48 – comunidade São João, Km 04, BR-174

Postos de vacinação contra a Influenza em locais alternativos

quarta-feira, maio 16th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está disponibilizando a vacina contra a Influenza (gripe) em alguns locais estratégicos e em horários alternativos, para facilitar o acesso dos grupos populacionais definidos como público-alvo da campanha de imunização contra a doença. Além do atendimento que está sendo feito nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal; e nos CAICs e CAIMIs, da rede estadual, esta semana a vacina pode ser encontrada em outros quatro postos extras, informa o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

Um desses postos está funcionando no Parque Municipal do Idoso, na zona Centro-Sul, onde o atendimento acontece das 8h às 16h. Na zona Norte, há equipes de vacinadores atendendo das 9h às 17h, nos supermercados DB e Carrefour e no Centro de Convivência da Família, todos três localizados na avenida Noel Nutels, na Cidade Nova. “Na próxima semana divulgaremos novos pontos de vacinação, que estarão dando suporte ao atendimento feito na rede pública de saúde”, frisou Deodato.

A Campanha de Vacinação contra a Influenza teve início no dia 5 e prossegue até o dia 25 deste mês. Em uma semana de campanha, 104.258 pessoas já foram imunizadas em Manaus, incluindo idosos, crianças de 6 meses a menores de 2 anos, gestantes, indígenas e trabalhadores da saúde. O número está dentro da expectativa, mas o secretário Francisco Deodato alerta que ainda é pequena a procura das gestantes pela vacina. É a menor procura, entre os grupos prioritários definidos pelo Ministério da Saúde como público-alvo da campanha de imunização.

“Em Manaus, temos a meta de imunizar, aproximadamente, 180 mil pessoas, sendo 23,7 mil gestantes. Até o momento, pouco mais de 8,9 mil grávidas procuraram os postos de vacinação para receber a proteção contra a gripe”, informa o secretário. Ele destaca que a vacinação das grávidas contra a Influenza segue recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS). Isto porque, no período da gestação, as mulheres ficam mais suscetíveis a infecções, como gripes e resfriados, devido a um mecanismo do organismo, que baixa ligeiramente suas defesas imunológicas nesta fase.

A Influenza Trivalente, vacina adotada este ano pelo Ministério da Saúde para a campanha de imunização, protege contra a Influenza sazonal (gripe comum) e também contra a H1N1. Deodato destaca que, durante a pandemia de H1N1, em 2009, as grávidas foram um dos grupos mais afetados. Entre as mulheres em idade fértil, que apresentaram quadros graves da doença respiratória causada pelo vírus H1N1, 22% estavam gestantes. “Muitas vezes, as grávidas ficam em dúvida sobre a segurança da vacina. É importante destacar que a vacina adotada pelo Ministério da Saúde não tem microorganismos vivos, é composta por vírus fragmentado e inativado, não oferecendo riscos à formação do bebê”, orienta o secretário.

Idosos acamados – Até a última sexta-feira (11), a Semsa havia recebido 286 pedidos para vacinação domiciliar de idosos acamados, por meio do telefone 0800-280-8280, disponibilizado para receber essas demandas. A gerente de Imunização da Semsa, enfermeira Kassia Véras, explica que os Distritos de Saúde já estão realizando o atendimento domiciliar e que mais da metade das solicitações já foi atendida. “Quem ligou para o 0800 e ainda não recebeu a visita do vacinador não deve se preocupar, porque todos os pedidos serão atendidos”, disse a enfermeira.

A central 0800-280-8280 funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h. É muito importante que as famílias sejam criteriosas e só façam a solicitação do serviço naqueles casos em que o idoso esteja realmente impossibilitado de comparecer à unidade de saúde para receber a vacina. Para agendar a vacinação do idoso acamado, a pessoa que ligar deverá fornecer, além do próprio nome e CPF, as seguintes informações sobre o idoso: nome, número de documento de identidade e endereço completo (se possível, com indicação de pontos de referência). É necessário informar, também, o problema de saúde do acamado.

Prefeitura de Manaus reabre UBS Frank Calderon

quarta-feira, maio 16th, 2012

A Prefeitura de Manaus reabriu, nesta segunda-feira (14), a Unidade Básica de Saúde (UBS) Frank Rosemberg Calderon. Localizada no Crespo (na área conhecida como Aterro do 40), a unidade passou por completa reforma, como parte do Programa de Reestruturação de Rede Pública Municipal de Saúde. Iniciado pela administração do prefeito Amazonino Mendes, o programa já garantiu a realização de mais de 70 obras – entre reformas e construções.

A UBS Frank Calderon oferece atendimento nas especialidades de clínica médica, pediatria, ginecologia e odontologia. “A comunidade tem de volta o atendimento ambulatorial e as ações dos principais programas de saúde disponíveis na Atenção Básica, como é o caso do Hiperdia, voltado para o acompanhamento de pessoas com diabetes e hipertensão”, destacou o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

Com capacidade para realizar 30 mil atendimentos/mês – considerando todos os serviços, incluindo as consultas médicas, imunização, coleta de exames laboratoriais, entre outros –, a reabertura da UBS Frank Calderon beneficia, além do próprio Crespo, moradores de áreas adjacentes dos bairros da Betânia, Raiz e Distrito Industrial I. Durante o período em que a unidade esteve fechada para as obras de reforma, seus profissionais foram redistribuídos para reforçar o atendimento nas UBS Lúcio Flávio (na Betânia); Petrópolis (no bairro do mesmo nome) e Almir Pedreira (na Lagoa Verde), para onde os usuários eram encaminhados.

Uma novidade na reativação dos serviços da UBS Frank Calderon é que a unidade passa a ter inserida em sua estrutura, uma equipe da Estratégia Saúde da Família. “A UBSF S-21, que funcionava anteriormente numa ‘Casinha de Saúde’ localizada na rua Nova Olinda, passou a funcionar na Frank Calderon. Com essa mudança, as famílias acompanhadas pela equipe de S-21 passam a contar com uma estrutura mais adequada de atendimento”, diz a diretora do Distrito de Saúde Sul, enfermeira Rosa Nobre.

Próximas unidades – A Unidade de Saúde Ambulatorial (USA) Sálvio Belota, localizada no bairro Santa Etelvina, será a próxima obra entregue à população, como parte das ações do Programa de Reestruturação da Rede Pública Municipal de Saúde. A unidade foi reformada e voltará a funcionar com um novo conceito, que permitirá à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) ampliar a oferta de atendimento ambulatorial na zona Norte da cidade. “A Sálvio Belota adotará o mesmo modelo de atendimento da USA Alfredo Campos, localizada no Zumbi. Atenderá em três turnos, inclusive aos sábados, para facilitar o acesso aos serviços de saúde àquelas pessoas que trabalham em horário comercial”, informa Deodato.

Também na zona Norte, a Prefeitura se prepara para inaugurar mais quatro “Casonas de Saúde”, ampliando para 33 o número de Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs), que estão sendo construídas no novo padrão de 130 metros quadrados, para substituir as antigas “Casinhas de Saúde”, instaladas em imóveis de apenas 32 metros quadrados.

Exposição de fotografias dos usuários do CAPS Sul

segunda-feira, maio 14th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em parceria com o Programa de Educação para o Trabalho/PET Saúde Mental, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), realizou, neste sábado (12),no Espaço Cultural Thiago de Melo, da Saraiva Megastore (no Manauara Shopping), a abertura da exposição de fotografias “O Resgate dos Animais no Bosque”. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a mostra foi produto de uma das oficinas terapêuticas desenvolvidas no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS Sul), da Prefeitura de Manaus, que atende adultos com transtornos mentais graves e persistentes.

“Associadas ao atendimento clínico especializado, as oficinas terapêuticas, que incluem atividades artísticas como a que resultou nesta exposição, cumprem um papel importantíssimo ao promover o exercício da cidadania e a reinserção psicossocial das pessoas atendidas nos CAPS”, destacou o secretário.

As 26 imagens da exposição foram produzidas pelos usuários do CAPS Sul, durante uma visita ao Parque Municipal do Mindu, que fica no Parque 10. A partir das fotografias, o grupo foi estimulado a produzir uma fotonovela, desenvolvendo a história e seus personagens, dentro de uma temática ecológica. Todo esse processo foi acompanhado pelos alunos-bolsistas do PET Saúde Mental (graduandos de áreas como enfermagem, medicina, odontologia e serviço social) e seus preceptores, além dos profissionais do CAPS, explica Elivandra Mendes, responsável pela Equipe Técnica de Saúde Mental da Semsa.

Criados no Brasil a partir da Reforma Psiquiátrica, os CAPS têm a finalidade de garantir assistência para o tratamento dos transtornos mentais, pondo fim às internações em hospitais psiquiátricos. O CAPS Sul, que funciona no bairro da Cachoeirinha, começou a funcionar em 2010 e foi o primeiro da rede municipal de Saúde. No mês passado, a Prefeitura de Manaus implantou mais um CAPS. Localizado no conjunto Aquariquara, na zona Leste, esta nova unidade é voltada para o atendimento de crianças e adolescentes com transtornos mentais graves e persistentes.

Áreas Alagadas

quinta-feira, maio 10th, 2012

Com as chuvas e inundações, cresce o risco de surtos das chamadas doenças de veiculação hídrica, como a Leptospirose, a Hepatite “A” e a Febre Tifóide. Elas são transmitidas, principalmente, através da água, alimentos e utensílios contaminados por microorganismos presentes nas fezes humanas e urina de roedores. Como parte das ações de prevenção a essas e outras doenças, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) está reforçando as atividades de orientação junto aos moradores das áreas alagadas, sobre as medidas de higiene pessoal e alimentar, o tratamento da água para consumo próprio, a destinação adequada do lixo doméstico, entre outros cuidados. As atividades integram as ações que a Prefeitura de Manaus está executando para atendimento às populações atingidas pela cheia dos rios, na capital.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, o trabalho está sendo feito, principalmente, pelas equipes de enfermagem e os agentes comunitários de saúde da Semsa, que já estão visitando as casas, levando as orientações, identificando casos de pessoas que estejam precisando de atendimento médico e encaminhando-as às unidades de saúde da rede municipal que foram definidas como Bases de Apoio para o S.O.S Enchente. “As equipes também estão fazendo o levantamento da situação vacinal das famílias e providenciando a imunização, nos casos em que se fizer necessário”, disse o secretário.

As famílias também estão recebendo o hipoclorito de sódio (para a desinfecção de água potável) e sendo orientadas sobre o uso do produto. Nos casos indicados – quando há pessoas da família com doença diarréica, por exemplo –, também está sendo feita a distribuição do soro oral, para ajudar no tratamento do doente. A pediatra Elena Marta Amaral do Santos destaca que, uma das orientações que estão sendo muito reforçadas junto às mães é a importância do aleitamento materno, no caso das crianças menores. “Esta é uma medida que confere elevada proteção à saúde dos bebês”, destaca a médica. A lavagem constante das mãos, uma medida simples, mas muito importante para prevenir inúmeras doenças, também tem sido bastante destacada na orientação dada às famílias.

Atenção epidemiológica – Entre janeiro e abril deste ano, segundo dados do Departamento de Vigilância Epidemiológica e Ambiental (DVEAM), da Semsa, foram registrados 15 casos de Leptospirose em Manaus. No mesmo período do ano passado, foram 29 casos. Em relação à Hepatite A, os registros do primeiro quadrimestre deste ano apontam 90 casos da doença, contra 126 notificados de janeiro a abril de 2011. Este ano, ainda não há registros da Febre Tifóide, na capital. No ano passado, foram 4 casos da doença.  “Apesar de os números apontarem uma queda nos registros dessas doenças no primeiro quadrimestre deste ano, em relação ao mesmo período de 2011, a Semsa está em atenção epidemiológica por conta das alagações, que representam risco de acometimento de doenças graves, que podem levar à morte”, frisa a farmacêutica bioquímica Maria de Fátima Marques Mota, da Gerência de Controle de Doenças e Agravos, do DVEAM.

Rede de atendimento – As equipes da Semsa iniciaram as ações de atendimento domiciliar nas áreas alagadas pelos bairros do São Raimundo, Glória, São Jorge, Presidente Vargas, São Geraldo, Aparecida, Educandos, Betânia, Raiz e Morro da Liberdade. Estarão envolvidos nas ações, 1,8 mil servidores da área da saúde.

A Semsa definiu algumas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para funcionar como Base de Apoio para o atendimento às famílias atingidas pela cheia, nas zonas Oeste e Sul da cidade. Também está deslocando para estas áreas, quatro Unidades Móveis de Saúde (duas médico-laboratoriais e duas odontológicas), que reforçarão este atendimento.

Na zona Oeste, atuarão como Base de Apoio as UBSs Deodato de Miranda Leão, no bairro da Glória; Ida Mentoni e Rayol dos Santos, ambas localizadas no São Jorge. Duas Unidades Móveis de Saúde permanecerão no bairro de Aparecida (rua Xavier de Mendonça, próximo à Escola Cônego Azevedo).

Na zona Sul, serão Base de Apoio as UBSs Olavo das Neves (Presidente Vargas, incluindo as comunidades da Matinha e Bariri); José Rayol (bairro do São Geraldo); Megumo Kado (Educandos); e Lúcio Flávio (Betânia). As duas Unidades Móveis de Saúde ficarão posicionadas na área do Prosamim Gilberto Mestrinho.

Rede Amamenta Brasil

quarta-feira, maio 9th, 2012

A meta da Prefeitura de Manaus é chegar ao final deste ano com 138 unidades de saúde do município integradas à Rede Amamenta Brasil. A rede é uma estratégia desenvolvida pelo Ministério da Saúde para a Atenção Básica, com a finalidade de ampliar os índices de aleitamento materno no País. Atualmente, 38 unidades da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) já integram a ação. Como parte dos preparativos para a ampliação deste número, a Semsa promove, até a próxima sexta-feira (11), no auditório da Maternidade Municipal Dr. Moura Tapajóz, na Compensa, o “1º Curso de Formação de Tutores da Rede Amamenta Brasil”.

“São notórios os avanços obtidos pela rede municipal de saúde com a implementação das ações da Rede Amamenta Brasil. Atualmente, o índice de crianças na faixa etária de 0 a 6 meses, em aleitamento materno exclusivo, está em 48,5%, em Manaus. Para se ter uma idéia do que isso representa basta verificar que, em 1999, o índice de aleitamento materno exclusivo era de apenas 24,4%, entre os bebês de 0 a 4 meses”, destaca o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato. Segundo dados do Setor de Saúde da Criança e do Adolescente da Semsa, é expressivo também número de crianças que continuam sendo amamentadas, mesmo com a introdução da alimentação complementar. Na faixa de 6 a 11 meses, o índice é de 75,1%. De 12 a 15 meses, está em 63,4%.

A coordenadora das Ações em Aleitamento Materno, do Departamento de Atenção Básica da Semsa, enfermeira Ivone Amazonas, explica que as ações de promoção, proteção e apoio à prática do aleitamento materno, desenvolvidas pela Rede Amamenta Brasil, consistem na revisão e supervisão do processo de trabalho interdisciplinar nas Unidades Básicas de Saúde e Unidades Básicas de Saúde da Família, apoiadas nos princípios da educação permanente em saúde e considerando, inclusive, as especificidades locais e regionais. Ivone destaca que, em 2011, aproximadamente 500 profissionais da rede municipal de saúde foram capacitados nas ações da Rede Amamenta.

Participam do curso que está sendo realizado na Maternidade Moura Tapajóz, aproximadamente 20 profissionais, entre médicos, enfermeiros, nutricionistas, psicólogos e assistentes sociais, dos quatro Distritos de Saúde da capital. Após a capacitação, eles vão acompanhar o processo de implantação das ações que são requisito para que as unidades da Semsa passem a integrar a Rede Amamenta Brasil. Todo o processo é monitorado pelo Ministério da Saúde, que faz avaliações sistemáticas até o momento do credenciamento da unidade como integrante da rede.

Na zona Oeste, já estão sendo preparadas para ingressar na Rede Amamenta Brasil, as UBSs Leonor de Freitas, Santo Antônio e Dr. Rayol dos Santos e as UBSFs O-19; O-32; O-38 e O-45, além do Módulo de Saúde Vila da Prata. Na zona Sul, as selecionadas foram as UBSFs S-01, S-09, S-12 e S-43. Na zona Leste, o trabalho envolve os Módulos de Saúde da Família Josephina de Mello e Silas Santos. Na zona Norte, estão sendo preparadas as UBSFs N-01; N-05; N-06; N-16; N-26; N-27; N-30; N-36; N-46 e N-47.

Curso de Cuidador de Pessoas com Deficiência e Idosos

terça-feira, maio 8th, 2012

A Prefeitura de Manaus iniciou, nesta segunda-feira (07), mais um curso de Cuidador de Pessoas com Deficiência e Idosos, promovido pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). O curso seguirá até sexta-feira (11), na Escola Estadual Marcoantônio Vilaça I, na avenida Max Teixeira (Cidade Nova), das 08h00 às 12h00. Estão participando do curso 40 comunitários e agentes de saúde que atuam no Distrito de Saúde Norte (Disa Norte).

A programação do primeiro dia do curso incluiu a apresentação das Políticas Nacionais de Saúde do Idoso e da Pessoa com Deficiência, dos Programas de Assistência Social à Pessoa Idosa e com Deficiência, e as Formas Alternativas de Comunicação – deficiência visual e auditiva.

A técnica responsável pelo Programa de Saúde da Pessoa com Deficiência no Disa Norte, enfermeira Lenita Moraes, explicou que o curso não tem caráter profissionalizante, mas que é uma das estratégias da Semsa para informar, capacitar e mobilizar profissionais e familiares que cuidam de pessoas idosas e/ou com deficiência, com o objetivo de melhorar a qualidade de vida desse público. “Por isso, o curso vai apresentar informações não somente sobre os recursos e serviços na área de saúde, mas também sobre a rede de assistência social que existe no município de Manaus”, informou Lenita Moraes.

Durante a semana, também serão abordados os temas: Saúde Bucal; Prevenção ao Câncer de Mama e Câncer de Colo de Útero; Avaliação do Desempenho das Atividades Funcionais da Vida Diária e Instrumental; Cuidados Básicos de Enfermagem; Incontinência Urinária em Idosos e Pessoas com Deficiência; Terapia  Medicamentosa; Demência; Aspectos Psicológicos na Pessoa com Deficiência e Idosos: olhando o cuidador; Estresse do Cuidador e a Importância da Rede Familiar; Cuidados e Prevenção de Úlceras; Alimentação Saudável; e Prevenção de Quedas.

Reportagem – Eurivânia Galúcio

Prefeitura de Manaus inaugura mais duas Farmácias Gratuitas

terça-feira, maio 8th, 2012

A Prefeitura de Manaus inaugurou, na segunda-feira (7), mais duas unidades do Programa Farmácia Gratuita. Com isso, amplia de três para cinco o número de farmácias do gênero, existentes na cidade, com dispensação gratuita de medicamentos. As novas unidades vão funcionar no bairro da Compensa I, zona Oeste e no V-8, na zona Centro-Sul. Lançado em março de 2010, o Programa Farmácia Gratuita já realizou 615.336 atendimentos, até abril deste ano, garantindo a dispensação de 24.130.034 unidades de medicamentos. Cada uma das novas unidades tem capacidade para realizar 50 mil atendimentos/mês, informa o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato.

O objetivo das Farmácias Gratuitas é facilitar o acesso da população aos itens da chamada farmácia básica. As três primeiras unidades do Programa foram instaladas em terminais de ônibus, para beneficiar o expressivo número de pessoas que circula nesses locais, fazendo a troca entre coletivos. “Com as duas novas unidades, estamos iniciando um segundo momento do programa, que prevê a instalação das farmácias em novos pontos estratégicos. A unidade da Compensa, por exemplo, fica próximo a uma área de muitos pontos comerciais, agências bancárias e, inclusive, a feira livre do bairro. A unidade do V-8 está posicionada num importante corredor viário, por onde passa um grande número de linhas de ônibus”, destaca Deodato. Segundo o secretário, a meta para este ano é implantar mais 5 Farmácias Gratuitas.

Nas unidades do Programa Farmácia Gratuita a população tem acesso a 96 itens de medicamentos, entre antibióticos, analgésicos, antitérmicos, anti-inflamatórios, antiasmáticos, anti-helmínticos (para verme), antibacterianos, antimicóticos, para controle de hipertensão e diabetes, anticoncepcionais e os medicamentos de saúde mental, como anticonvulsivos, antidepressivos, remédios para Mal de Parkinson, entre outros, além de seringa para os pacientes diabéticos que fazem tratamento com insulina. O cidadão tem à sua disposição um farmacêutico e uma equipe de técnicos que, além de auxiliar na dispensação, orientam sobre o uso correto dos medicamentos.

As farmácias estão interligadas on-line com a Central de Medicamentos do Município, que funciona no bairro do Planalto, zona Centro-Oeste da cidade. Essa interligação, explica Deodato, permite um monitoramento preciso dos estoques de medicamentos, para garantir a eficiência do abastecimento de cada unidade do programa.

Para retirar o medicamento na Farmácia Gratuita é preciso apresentar apenas a receita expedida por médico credenciado pelo SUS (Sistema Único de Saúde). A receita precisa conter: nome completo do paciente, medicamento prescrito com o nome genérico (não pode ser o nome comercial), forma farmacêutica, dosagem e modo de usar; carimbo do médico/prescritor e número da inscrição no Conselho Regional; assinatura do médico/prescritor e data de emissão da receita. A receita precisa estar dentro do prazo de validade: 14 dias para antibióticos; 90 dias para medicamentos de uso contínuo; 30 dias para os demais medicamentos do elenco básico.

Reestruturação – A partir de 2009, início da atual administração, a assistência farmacêutica no município passou por uma total reestruturação, tanto na infraestrutura quanto em termos de gerenciamento. Uma das primeiras providências foi ampliar de 62 para 84 o número de itens da farmácia básica disponível para a população. A Prefeitura firmou convênio com a Fundação para o Remédio Popular (Furp), laboratório do Governo de São Paulo e maior fabricante público de medicamentos do País. O convênio permitiu ao município economizar, em média, 50% com a compra de medicamentos.

Também foram adotadas medidas para adequar o setor às boas práticas de armazenamento e distribuição dos itens farmacêuticos, conforme as normas preconizadas pela Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa). Para reestruturar a assistência farmacêutica, foram realizados investimentos em obras de reforma do local onde funcionava o depósito dos medicamentos adquiridos pelo município, bem como na aquisição de equipamentos, no treinamento de pessoal e no reforço do quadro de recursos humanos. Também foi desenvolvimento um sistema de informação, que passou a ser utilizado como ferramenta essencial de gerenciamento do setor. Todas essas providências permitiram que, em março de 2010, a Prefeitura implantasse a Central de Medicamentos do Município.

Confira os endereços das Farmácias Gratuitas:

 

 Zona Oeste

Av. Brasil, nº xxx – Compensa I (próximo ao PAC – Pronto Atendimento ao Cidadão)

 

Zona Centro-Sul

Av. Efigênio Sales, nº xxx

 

Zona Norte

Av. Noel Nutels, s/n, na Cidade Nova – Terminal 3

 

 Zona Leste

Av. Camapuã, Jorge Teixeira (prox. à Bola do Produtor) – Terminal 4

Alameda Cosme Ferreira c/ Grande Circular, no São José – Terminal 5

Veja a rota do Zé Gotinha neste sábado, 5

sexta-feira, maio 4th, 2012

DISTRITO DE SAÚDE

LOCAL

HORÁRIO

ZONA NORTE

CAIC GILSON MOREIRA

09:00

CARREFOUR CIDADE NOVA

10:00

UBS ÁUGIAS GADELHA

11:00

DB CIDADE NOVA

14:00

CENTRO DE CONVIVÊNCIA DA FAMÍLIA

15:00

UBSF N 16

16:00

ZONA SUL

CARREFOUR PARAÍBA

10:00

DB PARAÍBA

10:00

PARQUE IDOSO

11:00

BEMOL AMAZONAS SHOPPING

14:00

CARREFOUR AMAZONAS SHOPPING

15:00

ASSOCIAÇÃO DOS IDOSOS FUTURISTAS DO AMAZONAS

16:00

ZONA OESTE

CARREFOUR PONTA NEGRA

09:00

DB PONTA NEGRA

10:30

Semsa promove treinamento sobre técnicas de reanimação neonatal

sexta-feira, maio 4th, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) promove, nesta sexta-feira (4), a quarta edição do “Encontro de Parteiras Tradicionais”. O evento, organizado pelo Setor de Saúde da Mulher, da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), em parceria com a Sociedade Brasileira de Pediatria (seção Amazonas), acontece a partir das 8h30, no auditório do Centro de Formação Profissional do Magistério (rua Maceió, nº 2000, Adrianópolis) e deve reunir 30 parteiras, que atuam nas áreas urbana e rural da cidade. O encontro acontece na véspera do Dia Internacional da Parteira, comemorado em 5 de maio.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, a programação do encontro prevê o treinamento das parteiras em técnicas de reanimação neonatal. O curso será ministrado por uma equipe de pediatras neonatologistas e o objetivo é manter as parteiras atualizadas para atuarem em situações de emergência, em especial nos caso de asfixia do bebê, que pode ocorrer logo nos primeiros minutos do nascimento. A cada 10 bebês que nascem no mundo, pelo menos um tem problemas para conseguir respirar nos primeiros 30 segundos de vida. A adoção de procedimentos corretos permite salvar esse bebê e evitar sequelas.

A atividade organizada pela Semsa faz parte das ações do programa “Trabalhando com as Parteiras Tradicionais”, desenvolvido com o apoio do Ministério da Saúde. O objetivo principal deste programa é assegurar a melhoria das condições do parto domiciliar assistido por parteiras. “Apoiar e qualificar essas mulheres é uma forma de contribuir para a redução dos índices de mortalidade materna e neonatal. Além disso, para os profissionais da saúde, é um grande momento de troca de experiências, considerando todo o saber tradicional das parteiras”, afirma Francisco Deodato.

Nas três primeiras versões do “Encontro de Parteiras” (realizadas em 2009, 2010 e 2011), o mesmo grupo de mulheres participou de cursos de capacitação, com foco nos procedimentos para um parto saudável. No evento de maio de 2010, por exemplo, além do treinamento, as parteiras receberam kits do Ministério da Saúde, contendo pinça e um balão auto-inflável para reanimação em ar ambiente. O equipamento é manual, usado para reanimar o bebê que nasce com dificuldade de captar o oxigênio.

Fique por dentro: O Dia Internacional da Parteira, comemorado em 5 de maio, foi instituído pela Organização Mundial da Saúde em 1991, para destacar a importância do trabalho das parteiras em todo o mundo. Em diversos países, a data é comemorada por várias organizações ligadas à defesa dos direitos das mulheres.

Abertura oficial da Campanha contra Influenza acontece nesta sexta

sexta-feira, maio 4th, 2012

A Prefeitura de Manaus realiza, nesta sexta-feira (4), às 15h, no Parque Municipal do Idoso, a abertura oficial da Campanha de Vacinação contra a Influenza, que se estenderá até o dia 25 deste mês e deve alcançar quase 180 mil pessoas na capital. Representantes dos grupos populacionais definidos como público-alvo da campanha (idosos; crianças de 6 meses a menores de 2 anos; gestantes; indígenas e trabalhadores da saúde) estarão presentes à solenidade, para receber a sua dose de vacina. O evento contará com a presença do secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, que irá detalhar a logística montada para o período da campanha de imunização, incluindo a estrutura de atendimento preparada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) para o “Dia D” contra a Influenza, que acontece no sábado (5).

Serviço: Abertura da Campanha de Vacinação contra a Influenza

Data/Hora: 04 de maio, às 15h

Local: Parque Municipal do Idoso (rua Rio Mar, 1.324, N.S. das Graças)

Semsa antecipa campanha de vacinação contra a Gripe na zona rural

quinta-feira, maio 3rd, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) recebeu, nesta quarta-feira (2), os lotes da vacina Influenza Trivalente, enviados pelo Ministério da Saúde para a campanha de vacinação contra a gripe, que começa no próximo sábado e vai até o dia 25 deste mês. O secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, informa que, na zona rural de Manaus, o início da campanha será antecipado para esta quinta-feira (3), como parte da estratégia que será adotada pela Prefeitura de Manaus para assegurar uma ampla cobertura vacinal, nas áreas de mais difícil acesso.

As primeiras ações de imunização acontecem em dois Postos de Saúde Rural localizados na BR-174 (PSRs São Pedro e Efigênio Sales); dois na AM-010 (PSRs Pau Rosa e Adda Viana); dois na calha do rio Negro (PSRs Nossa Senhora de Fátima e Livramento) e um do Tarumã-Açu (PSR Nossa Senhora Auxiliadora). “Nesta quinta-feira, a atividade na região do Tarumã-Açu alcançará, ainda, 150 indígenas que vivem nas comunidades Gavião, Rouxinol e Inhambé”, disse Deodato.

A campanha de vacinação contra a Influenza deste ano tem como público-alvo os idosos a partir de 60 anos, crianças de 6 meses a menores de 2 anos, grávidas, indígenas e trabalhadores da saúde que atuam diretamente no atendimento ou vigilância epidemiológica dos casos de infecção respiratória. Em Manaus, a previsão é de que quase 180 mil pessoas recebam a imunização, considerando esses grupos prioritários.

“Dia D” – No sábado, para marcar o início do período de imunização contra a gripe, ocorre em todo o País o “Dia D” de Vacinação contra a Influenza. Segundo Deodato, neste dia a Prefeitura de Manaus vai disponibilizar uma rede de 935 postos de vacinação, distribuídos por todas as zonas da cidade, atendendo das 8h às 17h. “Aproximadamente 4 mil servidores estarão atuando para garantir o funcionamento desta estrutura de atendimento”, frisou o secretário.

A lista com o endereço dos mais de 9 mil locais de vacinação, distribuídos por zona da cidade, já pode ser conferida na página da Semsa, na Internet, pelo endereço eletrônico semsa.manaus.am.gov.br. Além das unidades da rede municipal de saúde, a vacinação estará disponível em locais como sedes de associações comunitárias, igrejas, escolas, shoppings, feiras, supermercados, mercadinhos de bairro, terminais de ônibus, entre outros locais de grande circulação.

Idosos acamados – A Semsa disponibilizou um serviço para agendamento da vacinação domiciliar para os idosos acamados. O agendamento pode ser feito por meio de ligação gratuita para o telefone 0800-280-8-280, que funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 17h. Ao ligar para a central de atendimento, a pessoa deverá fornecer, além do próprio nome e CPF, as seguintes informações sobre o idoso: nome, número de documento de identidade e endereço completo (se possível, com indicação de pontos de referência). É necessário informar, também, o problema de saúde do acamado.

Campanha de Vacinação contra Influenza começa neste sábado (5)

quarta-feira, maio 2nd, 2012

A Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) alerta que, a partir deste sábado (5) até o dia 25 deste mês, estará realizando a Campanha de Vacinação contra a Influenza (gripe), que deve alcançar quase 180 mil pessoas na capital. Devem se vacinar os idosos a partir de 60 anos; as crianças de 6 meses a menores de 2 anos; grávidas; indígenas; e trabalhadores da saúde que atuam diretamente no atendimento ou vigilância epidemiológica dos casos da doença. Estes grupos prioritários foram definidos como público-alvo da campanha, pelo Ministério da Saúde.

No sábado, para marcar o início do período de imunização contra a gripe, ocorre em todo o País o “Dia D” de Vacinação contra a Influenza. De acordo com o secretário municipal de Saúde, Francisco Deodato, neste dia a Prefeitura de Manaus vai disponibilizar uma rede de 935 postos de vacinação, distribuídos por todas as zonas da cidade, atendendo das 8h às 17h. “Aproximadamente 4 mil servidores estarão atuando para garantir o funcionamento desta estrutura de atendimento”, frisou o secretário.

A lista com o endereço dos mais de 9 mil locais de vacinação, distribuídos por zona da cidade, já pode ser conferida na página da Semsa, na Internet, pelo endereço eletrônico semsa.manaus.am.gov.br. Além das unidades da rede municipal de saúde, a vacinação estará disponível em locais como sedes de associações comunitárias, igrejas, escolas, shoppings, feiras, supermercados, mercadinhos de bairro, terminais de ônibus, entre outros locais de grande circulação.

Deodato ressalta a importância de as pessoas inseridas nos grupos prioritários aproveitarem o “Dia D” para se vacinar. Ele explica que, a partir da segunda-feira (7), o serviço passa a estar disponível somente nas Unidades Básicas de Saúde e Policlínicas da rede municipal, nos CAICs e CAIMIs, da rede estadual e em alguns pontos estratégicos, que serão posteriormente divulgados.

Idosos acamados – Na quarta-feira (2), após o feriado de 1º de maio, a Semsa retoma o serviço de agendamento da vacinação domiciliar para os idosos acamados. O agendamento pode ser feito por meio de ligação gratuita para o telefone 0800-280-8-280, que funciona das 8h às 12h e das 14h às 17h. Ao ligar para a central de atendimento, a pessoa deverá fornecer, além do próprio nome e CPF, as seguintes informações sobre o idoso: nome, número de documento de identidade e endereço completo (se possível, com indicação de pontos de referência). É necessário informar, também, o problema de saúde do acamado.

“É muito importante que as famílias sejam criteriosas e só façam a solicitação do serviço naqueles casos em que o idoso esteja realmente impossibilitado de comparecer à unidade de saúde para receber a vacina”, orienta o secretário Francisco Deodato. A vacinação domiciliar tem sido uma das estratégias utilizadas pela Prefeitura de Manaus para assegurar uma boa cobertura vacinal do público idoso, nas campanhas de imunização. Normalmente, o agendamento vinha sendo feito diretamente nas unidades de saúde. “Para facilitar o acesso das famílias ao serviço, este ano a Prefeitura decidiu disponibilizar o agendamento por telefone”, frisou o secretário.

Fique por dentro:

A vacina Influenza Trivalente, que será adotada pelo Ministério da Saúde para a campanha deste ano, protege contra a Influenza sazonal (conhecida como gripe comum) e H1N1. Para definir o público-alvo da vacinação, o MS realiza, anualmente, um estudo epidemiológico para identificar os grupos mais suscetíveis à doença. No endereço eletrônico semsa.manaus.am.gov.br você encontra um link de perguntas e respostas sobre a campanha de vacinação deste ano. Tire suas dúvidas.