04/10/10 | 11:13
Dia do Idoso é marcado por homenagem e atividades

No Dia Nacional do Idoso, comemorado na sexta-feira (1o), a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) encerrou a programação da semana dedicada à Terceira Idade, com apresentações culturais de grupos de idosos, com a participação de cerca de 150 pessoas, no auditório da Prefeitura de Manaus. O titular da Semsa, Francisco Deodato, também foi homenageado pelo Conselho Municipal do Idoso (CMI), em função do trabalho desenvolvido à frente da secretaria, na área de difusão do conhecimento sobre envelhecimento, nas escolas públicas da capital.

A homenagem ao secretário ocorreu durante a 1a Mostra de Trabalho do Projeto Aprendendo a Valorizar e Respeitar a Pessoa Idosa, no auditório da Secretaria Municipal de Educação (Semed). Deodato foi representado pela chefe do setor de Saúde do Idoso da Semsa, Georgina Sarkis, que recebeu uma medalha, em nome do gestor.

Na Mostra, alunos de 28 escolas de ensino fundamental da rede municipal apresentaram os trabalhos desenvolvidos, a partir de atividades lúdicas e educativas, realizadas por meio do Projeto Aprendendo a Valorizar e Respeitar a Pessoa Idosa. A iniciativa é resultado da parceria entre CMI e Semed, que desenvolvem as ações com apoio da Semsa, dentre outras Secretarias. “O objetivo do projeto é influenciar para a formação de cidadãos que compreendam os aspectos do envelhecimento e que, portanto, respeitem e valorizem a pessoa idosa. A Semsa tem sido uma forte parceira neste processo educacional”, salienta a coordenadora do projeto, Graça Cardoso.  

A participação da Semsa se concentra na orientação dos alunos sobre os cuidados com a saúde do idoso e nos fatores psicossociais que refletem a vivência deste grupo em sociedade. “Promovemos palestras para estudantes da rede municipal, na faixa de 6 a 14 anos, esclarecendo as medidas que, adotadas durante a juventude, permitem envelhecer com saúde. Esclarecemos, também, que após os 60 anos de idade, é natural a vida continuar de forma sadia e ativa, mas que para tanto, a integridade física e mental do idoso deve ser respeitada”, ressaltou Georgina Sarkis.

O projeto atinge cerca de 5 mil alunos da rede pública e também promove atividades como gincanas culturais, com a participação da Terceira Idade, concursos de redação sobre o tema, mostras de cartazes, poesias, música e recreação.

Encerramento – Nesta sexta-feira, a Semsa encerrou a programação da Semana do Idoso. Em todas as zonas da cidade foram promovidas atividades de promoção da saúde e a 2a Campanha de Prevenção de Quedas de Idosos. No Distrito de Saúde (Disa) Oeste, o encerramento aconteceu no auditório da Prefeitura de Manaus, com apresentações culturais de sete grupos da Terceira Idade. Nos demais Distritos, as unidades da rede promoveram eventos festivos.

De acordo com Francisco Deodato, a programação de intensificação das atividades foi concluída, mas as orientações sobre os cuidados que evitam quedas neste grupo etário prosseguem na rotina do atendimento ambulatorial, assim como as ações preventivas voltadas ao envelhecimento sadio.

Segundo Deodato, a continuidade do trabalho de conscientização das famílias de pessoas idosas sobre as medidas é motivada pelo aumento da incidência de quedas e fraturas, nessa faixa etária. O número de internações de pessoas da Terceira Idade, por fraturas no fêmur em consequência de quedas, cresceu 18%, em Manaus, entre janeiro e junho deste ano, em comparação ao mesmo período do ano passado, segundo dados do Sistema Único de Saúde (SUS). Foram 104 internações este ano, durante esse período, contra 88 em 2009.

Deodato esclarece que as quedas, nessa idade, geralmente acarretam em fratura do fêmur e danos incalculáveis que atingem toda a família. Nestes casos, diz ele, frequentemente os pacientes são submetidos a tratamento cirúrgico e hospitalizados por longos períodos. Observar o ambiente e eliminar os itens que podem ocasionar as quedas é o procedimento inicial, para evitar tombos que podem resultar em fraturas graves, aponta Deodato.

Durante a Semana do Idoso, todas as unidades da rede municipal promoveram atividades de orientação nas áreas de educação em saúde e intensificaram os atendimentos médicos, de enfermagem e fisioterapia. Além da Campanha de Prevenção de Quedas, a programação da Semsa incluiu outros temas importantes para a promoção da saúde de pessoas idosas, como prevenção à hipertensão e diabetes. Na rede municipal de saúde, 38 mil pessoas idosas são atendidas, mensalmente.

Reportagem - Adyam Litaiff.