12/06/18 | 10:54
Profissionais participam de oficina sobre prevenção de acidentes e doenças nas escolas

Teve início nesta segunda-feira, 11/6, oficina para implantação de nove Comissões Internas de Prevenção de Acidentes (CIPAs) em escolas das zonas Rural e Norte de Manaus.  A capacitação foi feita pelo Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest/Manaus), órgão vinculado à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

11.06.18
Cerest capacita profissionais para prevenção de doenças e acidentes em escolas.
Fotos: José Nildo/Semsa.

A atividade faz parte do projeto-piloto CIPA nas Escolas, executado em parceria com o Sindicato dos Técnicos de Segurança do Trabalho, e que pretende atender um total de 24 instituições de ensino da rede municipal. A oficina é realizada na Escola Municipal Jornalista Sabá Raposo, na rua Santa Mônica, s/n, conjunto Manôa, bairro Monte das Oliveiras, zona Norte, e segue até quarta-feira, 13/6. O público-alvo são 54 profissionais que atuam em seis escolas da zona Rural e em três da zona Norte, incluindo gestores e professores.

“Com a capacitação, os profissionais estarão preparados para integrar as CIPAs nas escolas onde trabalham, podendo atuar na prevenção de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho no ambiente escolar”, destaca o secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

De acordo com a técnica responsável pelo projeto, a engenheira de segurança do trabalho Ercília do Socorro Souza Soares, esta é a quarta oficina promovida pelo Cerest/Manaus. “Já foram realizadas oficinas para a capacitação de profissionais de escolas das zonas Oeste e Leste. O trabalho de implantação será finalizado na próxima semana com a capacitação de profissionais de escolas da zona Sul”, informa Ercília Soares.

Cada oficina tem carga horária de 20 horas e o conteúdo programático abrange os temas: Princípios gerais de higiene do trabalho e medidas de controle de riscos; Noções sobre acidentes e doenças do trabalho decorrentes de exposição aos riscos existentes no ambiente escolar; Organização da CIPA e atribuições; Metodologia de investigação e análise de acidentes e doenças do trabalho; Estudo do ambiente, das condições de trabalho e dos riscos originados no ambiente doméstico; Noções sobre Aids e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) e medidas de prevenção; e Noções básicas de segurança, de combate a incêndio e de primeiros socorros.

Para Shirley Gomes Mafra, pedagoga da Escola Municipal Jornalista Sabá Raposo, a participação na oficina é uma forma obter mais informações sobre prevenção e acidentes de trabalho. “A Escola Sabá Raposo conta com mais de 100 profissionais e mais de 1.600 alunos. Acredito que a capacitação vai permitir melhorar o nosso conhecimento a respeito dos temas abordados, poderemos multiplicar essas informações juntos aos outros profissionais e melhorar o cuidado com os alunos”, afirmou Shirley Mafra.

Os profissionais do Cerest farão ainda o acompanhamento das reuniões mensais das CIPAs e no mês de outubro será promovida a Semana Interna de Prevenção de Acidentes nas 24 escolas inseridas no projeto.

 

Texto: Eurivânia Galúcio/Semsa

Fotos: José Nildo/Semsa

Disponíveis em: https://flic.kr/s/aHsmhomTEW