01/12/17 | 17:43
Vacinação antirrábica 2017 ultrapassa a meta de animais imunizados

A campanha de vacinação de cães e gatos contra a raiva, realizada em toda a cidade pela Prefeitura de Manaus, por meio do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), ultrapassou a meta estabelecida, imunizando um total de 235.154 animais. Foram vacinados 171.093 cães (83,15%) e 64.061 (102,94%) gatos. A estimativa do CCZ era de 226.850 animais, entre cães e gatos.

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, informou que a execução da etapa urbana durou, aproximadamente, um mês e meio. Todas as zonas e bairros foram visitados pelas equipes de vacinação. Para a execução da etapa rural (fluvial e terrestre), foram designados 15 servidores que realizaram a cobertura vacinal nos ramais e vicinais da rodovia AM-010 e da BR-174 e também nas comunidades ribeirinhas localizadas às margens dos Rios, Negro e Amazonas.

“Para a execução da etapa urbana, a Semsa, contratou, por meio de Processo Seletivo Simplificado, 169 vacinadores/registradores que realizaram a vacinação nos Distritos Norte, Sul, Leste e Oeste da cidade de Manaus”, completou Magaldi.

A diretora do Centro de Zoonoses, médica-veterinária Márcia Barbosa, explicou que, durante a vacinação, foram registradas duas demandas relativas a possíveis eventos adversos relacionados à administração da vacina, sendo protocoladas junto ao CCZ. “Os casos foram devidamente acompanhados por um médico-veterinário, servidor do CCZ, ficando comprovado que os problemas relatados não estavam diretamente relacionados com a vacinação antirrábica. A conclusão foi de que eram animais que nunca haviam sido imunizados contra outros patógenos próprios da espécie”, assegurou Márcia.

A 38ª edição da Campanha Anual de Vacinação Antirrábica Animal ocorreu nas zonas rural e urbana, de 8/5 a 22/11, em etapas. Na zona rural (fluvial) – Rio Amazonas, de 8 a 17/5, na zona rural (fluvial) – Rio Negro de 5 a 14/6, na zona rural (terrestre) – AM-010, de 24/4 a 9/6, na zona rural (terrestre) – BR-174, de 19/6 a 3/8 e na Zona urbana, de 2/10 a 22/11.

Raiva animal

A raiva é considerada uma zoonose, ou seja, uma doença que pode ser transmitida dos animais para o homem. A taxa de mortalidade da doença, que atinge apenas mamíferos, é de quase 100%.  Os principais transmissores são os animais silvestres, como morcegos, gambás e macacos, que contaminam cachorros, gatos e humanos de forma acidental.  O contágio ocorre por meio da troca de secreções, contato sanguíneo ou mordida do animal.

O titular da Semsa destacou que a manutenção da cobertura vacinal antirrábica vem assegurando que o município esteja livre de transmissão do vírus da raiva em humanos e em cães e gatos, estabelecendo controle efetivo da zoonose.

“Informamos ainda que a vacinação antirrábica é disponibilizada pela Semsa o ano inteiro em três pontos da cidade, na sede do CCZ (zona oeste), Unidade Móvel de Castração Animal Leste e Norte, como parte da rotina do serviço de controle de zoonoses no município de Manaus”, finalizou o secretário.

 

Texto: Agnaldo Oliveira Júnior / Semsa

Foto: Arquivo / Semcom

Disponível emhttps://flic.kr/p/XWLr8Z

Assessoria de Comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): (92) 3236-8315