Notícias

Agentes Comunitários de Saúde recebem capacitação

Com objetivo de qualificar o trabalho da categoria, propondo novas técnicas e conceitos para a prática diária dos agentes, a Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), realiza até a próxima sexta-feira, 4/10, um curso de atualização para agentes Comunitários de Saúde (ACS). A capacitação, que teve início nesta segunda-feira, 30/9, acontece simultaneamente em todos os distritos de saúde do município.

 

 

Coordenada pela Escola de Saúde Pública de Manaus (Esap), da Semsa, a iniciativa visa estimular a valorização e promover o aperfeiçoamento do trabalho na promoção de saúde. Para os ACSs da zona Oeste o evento ocorre no Complexo de Saúde Oeste, localizado na rua Comandante Paulo Lasmar, bairro da Paz.

 

A assistente social Elisabeth Modernel, coordenadora do curso no Distrito de Saúde (Disa) Oeste, explica que a capacitação tem três componentes temáticos – integração entre atenção e vigilância; importância da informação correta e a aproximações para o processo de trabalho. A finalidade é resultado prático como o aumento do numero de cadastros no e-SUS, estratégia do Ministério da Saúde para desenvolver, reestruturar e garantir a integração desses sistemas, de modo a permitir um registro da situação de saúde individualizado por meio do Cartão Nacional de Saúde, e da cobertura vacinal de crianças menores de 6 anos.

 

“Além disso, no Disa Oeste, valorizamos o momento histórico dos 20 anos do Programa Saúde da Família, refletindo sobre os ganhos e contribuições que por meio dos ACSs a população pôde experimentar”, conta. Ainda segundo Elisabeth, “é vital que os agentes que estão em contato diário com a população, possam recuperar o contentamento de ser ACSs e o empenho no registro oficial do trabalho”, conclui.

 

O curso, com duração de cinco dias, totaliza uma carga horária de 30 horas. Composto por atividades práticas e teóricas, as abordagens serão facilitadas por seis profissionais convidados, entre os quais a assistente social Elizabeth Modernel, e as enfermeiras Aline Anjos e a enfermeira Andréia Drumond.

 

A ACS Maria Lúcia da Silva, que atua na Unidade Básica de Saúde (UBS) O-23, afirma que apesar de ter 20 anos de profissão, o curso proporciona a oportunidade de aprender mais. “Sairei mais fortalecida, capacitada e preparada para atender a grande demanda que todos os dias acompanhamos”, conclui.

 

Texto – Jean Holanda / Semsa

Foto – José Nildo / Semsa

Notícias relacionadas