Notícias

Agentes Comunitários de Saúde terão novo curso de qualificação em setembro

A Prefeitura de Manaus prepara a realização de um curso de qualificação voltado para o processo de trabalho dos Agentes Comunitários de Saúde (ACSs). A capacitação será direcionada aos profissionais dos Distritos de Saúde (Disas) Norte, Sul, Leste e Oeste e está prevista para a terceira semana de setembro.

 

 

O curso para os ACSs terá carga horária de 30 horas e será coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio da Escola de Saúde Pública (Esap), que realizou nesta terça-feira, 3/9, na Escola de Serviço Público Municipal e Inclusão Socioeducacional (Espi), mais uma etapa da oficina para a qualificação dos profissionais que irão atuar como facilitadores junto aos ACSs.

 

A gerente de Vigilância Epidemiológica da Semsa, Cláudia Rolim Guimarães, explica que a oficina tem o objetivo de validar a metodologia que será utilizada no curso com os agentes comunitários, abordando três temáticas: “Integração da Atenção e Vigilância em Saúde”, “Cadastro de Usuários na Estratégia Saúde da Família (ESF)” e “Imunização”.

 

“Nesse momento, o trabalho consiste na qualificação dos facilitadores que foram selecionados entre profissionais trabalhando como apoiadores institucionais, na Atenção e Vigilância dos Disas, construindo de forma conjunta as metodologias que serão aplicadas no curso, alinhando as informações”, explicou Cláudia Rolim.

 

Qualificação

Os ACSs atuam de forma vinculada a uma equipe da Estratégia Saúde da Família (ESF), atendendo comunidades em espaços geográficos determinados, fortalecendo o vínculo com os moradores para a promoção da saúde e prevenção de doenças.

 

Segundo Cláudia Rolim, o processo de qualificação que está sendo preparado para os ACSs terá como foco as ações de imunização e o cadastro domiciliar e individual dos usuários na ESF.

 

“O foco na imunização é mais uma estratégia da Semsa para impulsionar um aumento da cobertura vacinal em Manaus e reduzir o risco para as doenças imunopreveníveis. Com isso, os ACSs têm um papel muito importante enquanto agentes promotores de mudanças no território em que atuam”, afirmou a gerente.

 

Além disso, o Ministério da Saúde está propondo mudanças no financiamento da Atenção Básica e por isso o foco do curso também será o processo de qualificação do cadastro domiciliar e de usuários.

 

“A qualificação será uma forma de repassar aos ACSs informações atualizadas sobre esse processo, buscando identificar e corrigir inconsistências nos cadastros”, destacou Cláudia Rolim, informando que a turma-piloto do curso está prevista para o dia 16 de setembro, direcionada para ACSs do Disa Norte.

 

Texto – Eurivânia Galúcio / Semsa

Fotos – Divulgação / Semsa

Notícias relacionadas