Notícias

Movimento nos pontos de vacinação contra a Covid-19 é acompanhado pela secretaria de Saúde

No primeiro dia de inclusão das pessoas de 32 anos, na campanha municipal de vacinação contra a Covid-19, a Prefeitura de Manaus registrou demanda moderada nos sete pontos estratégicos montados pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), para atender a população. O movimento nos locais de imunização foi acompanhado na manhã desta sexta-feira, 25/6, pela titular do órgão, Shádia Fraxe.

 

 

 

 

“O monitoramento contínuo da demanda tem sido importante para a tomada de decisões, especialmente agora, que estamos trabalhando no limite das doses disponíveis”, observou Shádia, durante visita ao ponto que funciona no Centro de Convenções Vasco Vasques, na zona Centro-Sul.

 

Segundo ela, o município recebeu 26 mil novas doses de imunizantes e que novos avanços nas idades dependem da adesão do público e do saldo de vacinas. “Temos avançado com responsabilidade, com o compromisso de atender com segurança os públicos contemplados”, comentou.

 

Durante a visita, Shádia destacou que todas as vacinas aprovadas são de qualidade, cada uma com suas características, e que “vacina boa é a que está disponível, é a que está no braço”. Ela pediu que a população confie nas vacinas, que busque os postos e que evite reproduzir o acontecido em outras cidades. “Vimos muitas pessoas escolhendo o tipo de imunizante que querem tomar e apelamos à nossa população que não faça isso. Esse é um comportamento que pode atrasar e conturbar o processo de imunização da população como um todo”, destacou.

 

A secretária também reforçou, junto aos usuários, a necessidade de retornar para receber a segunda dose. “Até o momento, todas as vacinas já aplicadas exigem segunda dose e eu faço um apelo para que as pessoas não deixem de completar o esquema vacinal, voltando aos postos no período indicado na carteira de vacinação ou de acordo com o agendamento do Imuniza”, ressaltou.

 

Para a vacinação durante a próxima semana, Shádia Fraxe disse que as estratégias ainda estão sendo fechadas. “Estamos avaliando o quanto e como podemos avançar para estabelecer o planejamento e fazer a divulgação de um novo calendário”, explicou. Segundo a secretária, apenas os públicos de 30 e 31 anos, os seguintes na ordem do escalonamento, correspondem a mais de 78 mil pessoas. Dessa estimativa, já foram excluídos os vacinados em grupos prioritários anteriores.

 

Sobre o imunizante da Janssen, a secretária informou que a Semsa ainda não recebeu as doses que serão destinadas a Manaus e que a Divisão de Imunizações ainda não tem a informação oficial dos públicos a serem atendidos com a remessa, que será a primeira utilizada na campanha. Até o momento, foram aplicadas, no município, as vacinas CoronaVac (Sinovac/Butantã), AstraZeneca/Oxford e Pfizer/BioNTech.

 

Movimento

Desde o início da manhã, a procura pelos pontos do Centro de Convenções de Manaus, o “sambódromo”, que está operando apenas com o modelo drive-thru, e do Centro de Convenções Vasco Vasques, onde são atendidos somente pedestres, o movimento foi intenso. Nos demais, a demanda foi moderada, de acordo com informações de fluxo registradas ao longo do dia pelo ‘Filômetro’ (bit.ly/filometrovacina) da campanha. Até as 16 horas haviam sido vacinadas 12,1 mil pessoas, considerando os dados atualizados do ‘Vacinômetro’ (https://vacinometro.manaus.am.gov.br).

 

Neste sábado, 26, a campanha segue nos sete pontos estratégicos, atendendo, além das pessoas de 32 anos ou mais, o grupo prioritário das gestantes e puérperas e os dos trabalhadores da Forças Armadas e das Forças de Segurança e Salvamento (com nomes incluídos nas listas oficiais encaminhadas à Semsa).

 

Quem for se vacinar deve apresentar documento de identidade original com foto, CPF e comprovante de residência (original e cópia), e, no caso dos militares, a identidade militar e o CPF. Para as gestantes, além de identidade e CPF, é exigido documento que comprove a gravidez (exame de sangue, ultrassonografia ou caderneta da estante) e para as puérperas (com até 45 dias de pós-parto), a declaração de nascido vivo ou a certidão de nascimento da criança.

 

A Semsa orienta que o usuário faça o cadastro prévio na plataforma Imuniza Manaus (https://imuniza.manaus.am.gov.br/), para agilizar o atendimento.

 

As segundas doses também continuam a ser oferecidas nos sete pontos de vacinação. As de CoronaVac estão disponíveis apenas no parque do Idoso, no bairro Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul e as de AstraZeneca, nos outros seis pontos. Os que forem receber a segunda dose devem apresentar documento de identidade e a carteira de vacinação, com o registro da primeira dose.

 

Pontos de vacinação

Funcionamento das 9h às 16h

 

Shopping Phelippe Daou, avenida Camapuã, 2.939, Jorge Teixeira

Ponto apenas para pedestres

 

Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, rua Gandu, 119, Cidade Nova

Ponto apenas para pedestres

 

Studio 5 Centro de Convenções, avenida General Rodrigo Otávio Jordão Ramos, 3.555, Distrito Industrial 1

Ponto apenas para pedestres

 

Clube do Trabalhador do Sesi/AM, avenida Cosme Ferreira, 7.399, São José 1

Para pedestre e drive-thru

 

Centro de Convenções – “sambódromo” – avenida Pedro Teixeira, 2.565, Dom Pedro

Somente drive-thru

 

Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, avenida Constantino Nery, 5.001, Flores

Ponto apenas para pedestres

 

Parque Municipal do Idoso (PIM), rua Rio Mar, 1.324, Nossa Senhora das Graças, zona Centro-Sul

Ponto somente para a 2ª dose de CoronaVac (pedestre)

 

 

Público

Pessoas de 32 anos ou mais

Gestantes e puérperas

Trabalhadores da Forças Armadas e das Forças de Segurança e Salvamento (com nomes na lista oficial enviada à Semsa).

 

 

Texto – Andréa Arruda / Semsa

Fotos – Marinho Ramos / Semcom

Disponíveis em – https://flic.kr/s/aHsmW4KzkQ

Notícias relacionadas