Notícias

Nova estratégia NutriSUS será implementada pela prefeitura

Manaus é uma das 44 cidades do Amazonas escolhidas pelo Ministério da Saúde, para o início da implementação da nova Estratégia de Fortificação da Alimentação Infantil com Micronutrientes em Pó (NutriSUS). O lançamento acontecerá nesta sexta-feira, 22/10, às 14h, no auditório da Escola Superior de Tecnologia (EST), da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), no Parque 10 de Novembro, zona Centro-Sul. A Prefeitura de Manaus já vem utilizando a estratégia desde 2016.

 

 

 

 

Nesta nova versão, a NutriSUS passará a ter como público prioritário crianças de 6 a 24 meses de idade, em vulnerabilidade social. Todo o processo na capital será coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa). Desde que foi lançada pelo Ministério da Saúde, em 2015, a estratégia consistia na adição de uma mistura de vitaminas e minerais em pó em uma das refeições diárias oferecidas às crianças de 6 a 48 meses de idade, nas creches participantes do Programa Saúde na Escola (PSE), em dois ciclos de fortificação planejados dentro de um ano letivo.

 

“Os primeiros anos de vida se configuram como um período de intenso crescimento e desenvolvimento, sendo, portanto, uma fase que necessita de especial atenção, para garantir que as crianças cresçam de forma saudável. Nesta perspectiva, a estratégia NutriSUS contribui para o fortalecimento da promoção da nutrição infantil e o pleno desenvolvimento humano”, destaca a secretária da Semsa, Shádia Fraxe.

 

A definição das novas estratégias pelo Ministério da Saúde considerou os dados do Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil (Enani-2019) sobre carências de micronutrientes, que apontaram que a anemia afeta 10% das crianças brasileiras entre 6 e 59 meses de idade, sendo mais prevalente entre aquelas na faixa etária de 6 a 23 meses (18,9%). Entre as regiões do Brasil, a Norte apresentou o maior registro de anemia em menores de dois anos (30,3%), grupo mais vulnerável para a ocorrência do problema.

 

 

Texto – Sandra Monteiro / Semsa

Foto – Marinho Ramos / Arquivo – Semcom

Notícias relacionadas