Notícias

Plano de combate à malária na zona Oeste é apresentado

Servidores do setor de endemias do Distrito de Saúde (Disa) Oeste da Prefeitura de Manaus participaram na manhã desta terça-feira, 9/7, da apresentação do Plano de Intensificação de Combate à Malária que a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) vai executar para o controle dos casos em áreas de foco da doença.

 

 

A programação aconteceu no Complexo de Saúde Oeste, bairro da Paz, zona Oeste, e de forma participativa utilizou o método “Tapiri do Conto”, por meio do qual o servidor também relatava suas experiências. O evento serviu como preparação dos agentes de controle de endemias para atuarem, de forma humanizada, no combate à malária, cuja tendência é aumentar nesta época do ano.

 

A gerente do Disa Oeste, Altemira Lima, destacou que o controle vetorial é a principal forma de prevenir e reduzir a transmissão da malária, mas para isso é preciso a capacitação dos agentes.

 

“Neste momento, a educação em saúde é fundamental, principalmente nas áreas de maiores focos da doença. A população precisa colaborar com o trabalho, se conscientizando de que o melhor caminho é a prevenção. Em contrapartida, todos os servidores do setor de endemias estão capacitados para agir quando encontrarem suspeitas de malária”, informou a gerente.

 

O chefe do setor de Controle de Endemias do Disa Oeste, Rubens Sousa, disse que para conseguir reduzir cada vez mais o número de casos de malária na zona Oeste é preciso organização, atualização de material e planejamento estratégico, tendo em vista que o segundo semestre é o período que favorece a transmissão da doença.

 

“O controle é feito, inicialmente, por meio da estratificação das principais localidades com transmissão de casos no ano anterior. Diante disso, nós priorizamos essas localidades que receberão ações de educação em saúde, exames de gota espessa, borrifação e implantação de mosquiteiros”, explicou Rubens.

 

Texto – Jean Holanda / Semsa

Foto – José Nildo / Semsa

Notícias relacionadas