Notícias

Prefeitura de Manaus apresenta ações de humanização em Mostra do SUS

Dar visibilidade, promover troca de conhecimentos e reconhecer a importância dos trabalhadores de saúde para a promoção de soluções a partir de suas vivências no SUS. Com esta proposta, a Prefeitura de Manaus apresentou nesta sexta-feira, 25/6, o relato de dez experiências de sucesso para o fortalecimento da saúde pública, na I Mostra “O SUS que dá certo”, evento realizado de forma virtual em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde (SES).

 

 

 

 

A mostra foi criada como espaço para mostrar iniciativas exitosas nas áreas da educação permanente, humanização no atendimento e controle social do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Para a secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe, que participou da abertura dos relatos, o evento foi fundamental para evidenciar o quanto os trabalhadores de saúde da atenção primária se superaram no contexto de crise sanitária mundial causada pelo novo coronavírus, que exige a busca rápida de soluções e desafia a capacidade de resposta de cada trabalhador da saúde diariamente.

 

“Eu parabenizo a todos que conseguem tirar da sua vivência experiências exitosas, diante de um cenário tão delicado. Nós ficamos muito gratos ao ver o quanto esses trabalhadores conseguem experiências de sucesso, aprimorando cada vez mais o SUS. É uma verdadeira lição de vida”, assinalou.

 

Outro aspecto positivo para a secretária foi a aproximação da política de educação permanente à política de humanização.  “O SUS depende de nós para continuar funcionando. É importante que o servidor se reconheça naquilo que faz, porque quando ele constata o seu papel no processo, o ganho é muito alto. Ele valoriza o trabalho em equipe, fortalece o relacionamento com seus pares e com a gestão e isso resulta em um serviço de mais qualidade para o usuário”, acrescentou.

 

Na mostra, os participantes da Semsa apresentaram suas experiências com a realização de cursos de aprimoramento, a importância do agente indígena de saúde, papel dos agentes comunitários, ações para promoção e prevenção da saúde bucal por meio da educação continuada, capacitação em práticas integrativas e complementares com ênfase em plantas medicinais, a atuação da equipe de saúde itinerante na área rural, vacinação contra a Covid-19 em domicílio, dentre outros.

 

A servidora da Semsa, Flávia Palhares, que apresentou o trabalho “Qualidade de vida no trabalho para os servidores e demais trabalhadores terceirizados do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)”, afirma que uma das principais contribuições da mostra foi a oportunidade de evidenciar uma série de ações, que muitas vezes são desconhecidas pelo usuário do sistema, mas que fazem toda a diferença em seu dia a dia.

 

 

Texto – Tânia Brandão / Semsa

Fotos – Divulgação / Semsa

Notícias relacionadas