Notícias

Prefeitura de Manaus promove ação de combate e controle do mosquito Aedes aegypti na zona Leste

A Prefeitura de Manaus realizou uma ação de combate e controle ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya, na zona Leste, nesta sexta-feira,10/12. A atividade teve como base os dados do segundo Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), estudo que indicou a zona Leste da capital como a que apresenta maior incidência do mosquito.

 

 

 

 

Os agentes de endemias da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) intensificaram as ações educativas e também a colocação de larvicida contra o Aedes aegypti no bairro Grande Vitória.

 

Segundo Alciles Comape, chefe do Núcleo de Controle da Dengue da Semsa, a força tarefa teve o objetivo de sensibilizar os moradores do bairro, destacado pelo LIRAa como uma localidade de alta vulnerabilidade pelo número de casos e concentração de mosquitos.

 

“Além de eliminar os criadouros estamos sensibilizando a população e fazer tratamento nesses locais. Conseguimos reduzir o risco de transmissão que era alto na zona Oeste, mas agora, com as chuvas, nossos esforços estão concentrados aqui na zona Leste.  Esse trabalho precisa do apoio da população para ter sucesso. Todos precisam cuidar dos seus ambientes para eliminar o Aedes”, alertou.

 

As equipes da Semsa percorreram as ruas do Grande Vitória orientando os moradores sobre os cuidados com pneus, baldes e outros recipientes que podem acumular água e se transformar em um ambiente ideal para a reprodução do mosquito.

 

Ao comparar os números de casos de dengue do ano passado aos registros deste ano, o LIRAa indica um aumento de 152,5% de casos notificados de dengue.

 

A febre da Chikungunya teve um aumento de 152,3% em relação ao mesmo período do ano passado, enquanto os casos do Zika subiram 14,3% em relação ao ano de 2020.

 

“Precisamos que a população mantenha os cuidados redobrados dentro das casas e nos quintais nesse período chuvoso em Manaus. É fundamental que todos se comprometam para possamos ter um ano de 2022 tranquilo “, assinalou Alciles Comape.

 

Para a autônoma Marili Ribeiro, os agentes de endemias representam importante força para eliminar os focos de larvas do mosquito. “É importante a gente ajudar as equipes de saúde e reforçar a limpeza porque significa mais saúde para nós. Um ambiente limpo é melhor pra viver e é mais saudável”, completou.

 

O auxiliar de logística, Félix Alves, foi o segundo morador do bairro Grande Vitória a receber a visita dos agentes de saúde. Ele elogiou o trabalho da prefeitura e disse que manter o ambiente limpo é uma tarefa constante executada pela sua família.

 

“Temos muito cuidado com o quintal e deixamos todos os recipientes emborcados para não acumular água. Aqui tem criança e por isso todo mundo de casa fica atento para evitar essas doenças”, ressaltou.

 

LIRAa

O Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa), é feito pela Prefeitura de Manaus duas vezes ao ano, geralmente nos meses de fevereiro e novembro.

 

É um estudo que permite saber se houve aumento de infestação do mosquito, indicando quais zonas da capital estão com maior incidência.

 

A partir do LIRAa são promovidas as ações educativas de combate e controle do Aedes aegypti.

 

 

Texto – Tânia Brandão / Semsa

Foto – Camila Batista / Semsa

Notícias relacionadas