Notícias

Prefeitura orienta população sobre unidades para atendimentos a casos suspeitos de Covid-19

Prefeitura de Manaus informa à população que está disponibilizando 22 pontos de atenção da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), para atender a pacientes com suspeita de síndromes gripais e de Covid-19. São 17 Unidades Básicas de Saúde (UBSs) distribuídas em todos os Distritos de Saúde da cidade, duas clínicas da família e três Unidades Básicas de Saúde Móveis, para assegurar o acesso dos usuários às consultas médicas, orientações e tratamento para os casos positivos. A consulta aos endereços pode ser feita no link https://cutt.ly/4jjhjvL.

 

 

“Estamos mobilizando nossas equipes para garantir que as pessoas recebam o atendimento necessário, principalmente nesse momento crítico. O prefeito David Almeida está acompanhando de perto a situação, orientando todas as ações no sentido de que os pacientes com resultado positivo recebam o tratamento adequado, para evitar o agravamento do quadro e a consequente necessidade de internação hospitalar. Mas a população precisa colaborar, adotando as medidas de proteção e prevenção, usando máscara, higienizando as mãos com água e sabão, fazendo o uso de álcool em gel, mantendo o distanciamento”, explica a secretária municipal de Saúde, Shádia Fraxe.

 

A Semsa alerta que um link disponibilizado nas redes sociais contém equívocos que podem confundir as pessoas que precisam de atendimento nessas unidades. “Solicitamos aos usuários que busquem as informações oficiais apenas e que não compartilhem o que não for oficial”, orienta a secretária Shádia.

 

Nas 22 unidades preferenciais da prefeitura, o usuário, ao chegar, passará pelo acolhimento, no qual é feita a triagem, sendo encaminhado para a avaliação médica, que indicará a necessidade de realização – ou não – da testagem rápida ou do exame RT-PCR.

 

Das 22, dez UBSs fazem coleta de RT/PCR (Arthur Virgílio, no Disa Norte; Morro da Liberdade e Theomário Pinto, no Disa Sul; Amazonas Palhano, Alfredo Campos e Leonor Brilhante, no Leste; e Deodato de Miranda Leão, no Distrito de Saúde Oeste; mais as três UBSs Móveis – Lago Azul, Cidadão 1 e Nova Vitória 2.

 

Nas outras, quando há indicação do exame RT/PCR, é feito o encaminhamento para uma das dez que fazem a coleta. O material é enviado para o Laboratório Central do Estado (Lacen), para a análise e divulgação do resultado.

 

“A população pode ficar tranquila porque a Semsa está abastecida de medicamentos e insumos para a realização dos testes rápidos e coleta de exames. Ressaltamos que a testagem e o RT-PCR só são realizados com indicação do médico, após a avaliação do paciente”, finaliza Shádia.

 

Texto – Sandra Monteiro/Semsa

Fotos – Dhyeizo Lemos / Semcom

Disponíveis em – https://flic.kr/s/aHsmTs5bpM

Notícias relacionadas