Saúde para Você

Cuide das suas Emoções

 

Como as emoções afetam a sua saúde?

        

As emoções, em especial, possuem papel determinante em nosso estado de saúde, uma vez que são responsáveis pelo desencadeamento e/ou retenção de uma série de substâncias químicas que podem alterar o modo de funcionamento do corpo e do pensamento. Em busca do equilíbrio, ao sentir determinada emoção buscamos reestabelecer certo padrão de funcionamento interno que pode alterar significativamente nosso estado. Quem nunca sentiu aquele frio no estômago e palpitações quando se apaixonou?!

Porém, quando as experiências em torno de emoções negativas são frequentes e não há espaço para elaborá-las, o desequilíbrio orgânico se torna excessivo e pode gerar uma série de problemas ao organismo, como por exemplo, a queda do sistema imune e a instalação permanente de sensações de ansiedade, nervosismo e tristeza.

 

Sentimentos que adoecem

A psicossomática, área que estuda, entre outros fatores, os efeitos das emoções sobre o corpo, costuma enfatizar que os desequilíbrios emocionais surgem no corpo através de dores que não tem causa aparente ou que surgem sem que tenha havido nenhuma razão concreta e que não se curam nem com remédios. Resfriados frequentes, alergias, enxaquecas e diarreia também podem ter fundo emocional. É o corpo dizendo aquilo que não conseguimos falar. Por isso, a importância de cuidar de nossas emoções evitando cultivar raiva, mágoas, ansiedade, melancolia, medo, tristeza e outros sentimentos adoecedores.

 

Depressão

Quando as emoções são reprimidas ou não processadas também podem originar um quadro depressivo, ou seja, a convivência constante com um estado de tristeza e desesperança. A depressão é caracterizada pela perda ou diminuição do interesse e prazer pela vida, gerando angústia e prostração, algumas vezes sem um motivo evidente. Esse transtorno psiquiátrico atinge pessoas de qualquer idade — embora seja mais frequente entre mulheres — e exige avaliação e tratamento com um profissional.

Para que isso não aconteça podemos adotar algumas medidas práticas como: investir na autoestima, cuidar da alimentação, realizar atividades prazerosas, praticar atividades físicas e organizar esquemas para gerenciamento de preocupações diárias.

 

Dicas para saúde plena

– Pratique a empatia

– Desenvolva o autoconhecimento

– Cuidado com a autossaboagem

– Crie mais tempo para você

– Exercite a gratidão

– Seja otimista e perseverante

– Pratique o desapego

– Pratique a paz

– Recupere sua energia na natureza

– Expresse seu amor

 

Como a psicologia pode ajudar?

Se dar o ponta pé inicial estiver muito difícil, o atendimento psicológico pode ajudar a partir de um processo de escuta qualificada e suporte terapêutico, bem como organizando junto com você estratégias para lidar com as situações que causam angústia e, gradualmente, trabalhando na recuperação de seu equilíbrio e controle emocional.

Estabelecendo metas realistas e sem pressa, é possível sermos capazes de caminhar no sentido construir espaços de expressão de emoções e dificuldades, lembrando sempre que “quando a boca cala o corpo fala, quando a boca fala o corpo sara.”

 

Acesse aqui os locais de atendimento psicossocial da Semsa